Você está na página 1de 6

A PARÁBOLA DA FIGUEIRA ESTÉRIL OU INFRUTIFERA - LC 13.

1-9

INTRODUÇÃO

A ORIGEM DESTA PARABOLA É QUANDO JESUS É INTERROGADO, POR ALGUMAS


PESSOAS SOBRE OQUE PILATOS FEZ COM OS JUDEUS, MANDANDO MATAR GALILEUS
NO PÁTIO DO TEMPLO ENQUANTO ELES SACRIFICAVAM, ELES FIZERAM ESTA
PERGUNTA POR PELO MENOS 2 RAZÕES

1° - SERIA COLOCAR JESUS CONTRA PILATOS, SENDO JESUS GALILEU, ELE PODERIA SE
POSICIONAR POLITICAMENTE DIANTE DESSE MASSACRE.

2° - SERIA ALERTAR JESUS SOBRE AS ATROCIDADES QUE PILATOS ESTAVA


COMETENDO, E O PROPOSITO DELES SERIA PROTEGER JESUS DE PILATOS.

JESUS APROVEITA A OCASIÃO PARA ALERTAR SEUS OUVINTES A FIM DE


EXAMINAREM O SEU PROPRIO CORAÇÃO E PENSAREM A RESPEITO DE SEU ESTADO
DIANTE DE DEUS, OU ELES ARREPENDERIAM OU PERECERIAM.

CURIOSIDADES SOBRE A PARABOLA

CONTEXTUALIZANDO E INTERPRETANDO O TEXTO PARA UMA MELHOR


COMPREENSÃO.

1.A FIGUEIRA É SÍMBOLO DE ISRAEL, DA IGREJA "RELIGIOSA" OU DO CRISTÃO


"NOMINAL".(TEM APENAS O NOME DE CRISTÃO)

2.O VITICULTOR É SÍMBOLO DE "JESUS CRISTO", QUE VAI APARECER COM DIVERSAS
FUNÇÕES NA PARÁBOLA.(INCLUSIVE MANDOU CORTA-LA)

3.OS FRUTOS AUSENTES SÃO A "FALTA DE ARREPENDIMENTO" DE ISRAEL E O SEU


NÃO RECONHECIMENTO DE JESUS COMO O "MESSIAS", O REI DE ISRAEL.

4.O CORTE É SÍMBOLO DO JUÍZO DE DEUS E DA DESTRUIÇÃO DE ISRAEL


PROFETIZADA POR JESUS ATRAVÉS DE TITO NO ANO 70 D.C. (LC 21:20-24).
LIÇÕES QUE PODEMOS EXTRAIR COM ESTA PARABOLA?

1 - NÃO IMPORTA ONDE FOMOS PLANTADOS, TEMOS OPORTUNIDADE


PARA FRUTIFICAR – (13:6A).

JO 15.5 - (MUITO FRUTO) (V.16-FRUTO CONTINUAMENTE)

GN 39. 1,2,3 E 5 - A BENÇÃO DE DEUS NÃO ESTA NO LUGAR, MAS EM VC.MC 16.17 .A

A FIGUEIRA DESTA PARÁBOLA FOI PLANTADA NA VINHA. O TERRENO DE UMA VINHA


GERALMENTE ERA MUITO MAIS APROPRIADO PARA O PLANTIO DO QUE OUTRO
TERRENO QUALQUER.

TRATAVA-SE DE UM SOLO PRIVILEGIADO E FÉRTIL, NO QUAL SE MANTINHA GRANDE


EXPECTATIVA DE FRUTIFICAÇÃO. JESUS ESTAVA QUERENDO DIZER QUE OS
RELIGIOSOS DA SUA ÉPOCA TINHAM TUDO PARA FRUTIFICAR O FRUTO DE UMA
VIDA PIEDOSA E TEMENTE A DEUS. ELES FAZIAM PARTE DE UMA NAÇÃO ESCOLHIDA,
A QUEM SE DESTINOU A PALAVRA, A PROMESSA, A ALIANÇA E A BÊNÇÃO, ATRAVÉS
DOS QUAIS TODOS OS RECURSOS ESPIRITUAIS ESTAVAM DISPONÍVEIS.

A FIGUEIRA (ISRAEL) TINHA QUE PRODUZIR FRUTOS, MAS ACABOU PRODUZINDO


DECEPÇÃO PARA DEUS.

-OUÇA O LAMENTO DE DONO DA VINHA: HÁ TRÊS ANOS PROCURO FRUTO EM TI E


NÃO ACHO...

-DEUS COMO O PROPRIETÁRIO DA VINHA ESPERA ENCONTRAR FRUTOS.

2 - V.1 - DIANTE DAS TRAGEDIAS DA VIDA, TEMOS A TENDENCIA EM


PREOCUPAR MAS COM OS OUTROS, DO QUE, COM A NOSSA PROPRIA
VIDA.
ERA COMO JESUS ESTIVESSE DIZENDO: PREOCUPEM-SE EM PRODUZIR FRUTOS PARA
DEUS, ANTES QUE UMA CALAMIDADE VENHA SOBRE VOCÊS TAMBÉM. A
TOLERÂNCIA DE DEUS TEM LIMITES... MUDEM DE VIDA URGENTEMENTE;
QUANDO JULGAMOS UM IRMÃO ESTAMOS TOMANDO O LUGAR DE DEUS DANDO O NOSSO
PRÓPRIO VEREDICTO SOBRE A SUA ESPIRITUALIDADE, COISA ESTA QUE CABE SOMENTE A
DEUS FAZER.(TEMOS MUITOS TERMOMETROS ESPIRITUIAS NA IGREJA

VIVER A VIDA DOS OUTROS E DEIXAR DE VIVER A SUA PRÓPRIA VIDA É CERTAMENTE
UM DESPERDÍCIO.

A VIDA É MUITA CURTA PARA FICARMOS VIVENDO A VIDA DOS OUTROS.

QUANDO NOS PREOCUPAMOS MAIS COM O QUE OS OUTROS PENSAM, O QUE


FAZEM E O QUE SENTEM, DEIXAMOS DE OLHAR PARA DENTRO DE NÓS MESMOS E
ACABAMOS SEM SABER O QUE REALMENTE QUEREMOS E BUSCAMOS.

3° - V.3,5 - O ARREPENDIMENTO É O UNICO ESCAPE DA MAIOR


TRAGEDIA DA VIDA - SEM ARREPENDIMENTO, SEM
SALVAÇÃO(METANOIA)
NA BÍBLIA, A PALAVRA “ARREPENDER” SIGNIFICA “MUDAR DE IDÉIA/CONVICÇÃO”.
Porém, assim como a árvore se conhece pelo fruto, o verdadeiro
arrependimento gera mudanças radicais na vida do pecador.
(LUCAS 3:8-14; ATOS 3:19). ATOS 26:20 DECLARA: “MAS ANUNCIEI PRIMEIRAMENTE
AOS DE DAMASCO E EM JERUSALÉM, POR TODA A REGIÃO DA JUDÉIA, E AOS
GENTIOS, QUE SE ARREPENDESSEM E SE CONVERTESSEM A DEUS, PRATICANDO
OBRAS DIGNAS DE ARREPENDIMENTO.” UMA DEFINIÇÃO BÍBLICA E COMPLETA DE
ARREPENDIMENTO É MUDAR DE CONVICÇÃO SOBRE ALGO QUE RESULTA EM
MUDANÇA DE COMPORTAMENTO.
ARREPENDIMENTO É MUDANÇA EM TODAS AS MANEIRAS E EM TODOS OS NÍVEIS.
ARREPENDIMENTO NÃO É MUDAR DE CÔNJUGE, DE EMPREGO, DE ENDEREÇO OU DE
AMIGOS.
ARREPENDIMENTO É MUDAR NO LUGAR EM QUE É MAIS NECESSÁRIO.
ARREPENDIMENTO É MUDAR O INTERIOR DA PESSOA – A MANEIRA COMO PENSO,
COMO VEJO, COMO SINTO.
ARREPENDIMENTO NÃO LEVA À MUDANÇA; ARREPENDIMENTO É MUDANÇA.
ARREPENDIMENTO É RECONHECER O PECADO PELO QUE É, SEGUIDO POR UMA
TRISTEZA DO CORAÇÃO E CULMINANDO EM UMA MUDANÇA DE
COMPORTAMENTO. VOCÊ NÃO SE ARREPENDE, E ARREPENDE, E ARREPENDE, E
ARREPENDE SOBRE AS MESMAS COISAS, VEZ APÓS VEZ. NÃO É QUE NÃO POSSAMOS
TER RECAÍDAS, MAS ARREPENDIMENTO É MUDANÇA. NÃO PENSO MAIS SOBRE O
PECADO DA MESMA FORMA.

EM VEZ DE JESUS FAZER UM DISCURSO CONTRA PILATOS, OU DEFENDER AS VITIMAS


DO MASSACRE, JESUS VOLTOU SUA ATENÇÃO PARA OS PECADOS DAQUELES QUE
LHE TROUXERAM AS INFORMAÇÕES, MOSTRANDO QUE, SE ELES NÃO SE
ARREPENDESEM DE IGUAL MODO PERECERIAM
O PECADO É PIOR DO QUE UM MASSACRE E PIOR DO QUE UM DESABAMENTO, POR
QUE SEM ARREPENDIMENTO MESMO O HOMEM VIVENDO, ESTÃO MORTOS.

4 - V.2,3- JESUS ALERTA QUE AS CATÁSTROFES NÃO DEVEM SER


INTERPRETADAS COMO CASTIGOS PESSOAIS.
JO 9.2,3 - JÓ

MAS COMO APELO DE CONVERSÃO PARA OS SOBREVIVENTES. DEUS CONCEDE O


TEMPO NECESSÁRIO PARA SE PRODUZIREM FRUTOS DE BOAS OBRAS. IMPORTA
APROVEITÁ-LO COMO TEMPO PROPÍCIO,VIVENDO A CONVERSÃO.

O SENHOR ESPERA FRUTOS DA FIGUEIRA, ESPERA FRUTOS DE NOSSA VIDA CRISTÃ. A


PARÁBOLA PÕE EM RELEVO A PACIÊNCIA DE DEUS NA ESPERA DESSES FRUTOS( NA
1.3). ELE NÃO QUER A MORTE DO PECADOR, MAS QUE SE CONVERTA E VIVA (EZ. 33,
11) E, COMO ENSINA SÃO PEDRO, “USA DE PACIÊNCIA CONVOSCO, NÃO QUERENDO
QUE ALGUNS PEREÇAM, MAS QUE TODOS CHEGUEM À CONVERSÃO” (2PD.3, 9).

ESTA PACIÊNCIA, OU ESSA CLEMÊNCIA DIVINA, NÃO NOS PODE LEVAR A DESCUIDAR
OS NOSSOS DEVERES, ASSUMINDO UMA POSIÇÃO DE PREGUIÇA E COMODIDADE
QUE TORNARIA ESTÉRIL A PRÓPRIA VIDA. DEUS, AINDA QUE SEJA MISERICORDIOSO,
TAMBÉM É JUSTO, E CASTIGARÁ AS FALTAS DE CORRESPONDÊNCIA À SUA GRAÇA.
5 - V.4 - HÁ PESSOAS (COMO ISRAEL) QUE DESEJAM OS PRIVILÉGIOS,
MAS NÃO QUEREM OS DEVERES

-TEM PESSOAS QUE DESEJAM ESTÁ NUMA BOA IGREJA, PRINCIPALMENTE HOJE EM
DIA, ONDE QUALQUER COISA QUE DESAGRADA O "CLIENTE DO EVANGELHO" LEVA-O
LOGO A MUDAR DE VINHA (DENOMINAÇÃO).

-ISRAEL QUERIA OS PRIVILÉGIOS DO REINO, MAS NÃO QUERIAM OS PRECEITOS DO


REINO.JO 8.39

-ISRAEL QUERIA A RESTAURAÇÃO DE SUA POSIÇÃO ENTRE AS CABEÇAS DAS NAÇÕES,


MAS NÃO QUERIA PASSAR PELA RESTAURAÇÃO DE CARÁTER.

-ISRAEL QUERIA SER O POVO ELEITO, MAS NÃO QUERIA FAZER DE SUA ELEIÇÃO UMA
MISSÃO DE PRODUTIVIDADE DIVINA.

-SABEDOR QUE O DONO DA VINHA TINHA TODA RAZÃO PARA ESTAR DECEP-
CIONADO COM A CONTÍNUA ESTERILIDADE DA FIGUEIRA, O VITICULTOR, AQUELE
QUE CUIDAVA DO VINHEDO, PEDIU ENCARECIDAMENTE QUE A FIGUEIRA FOSSE
PRESERVADA.

-NUM ATO DE INTERCESSÃO ELE IMPLOROU: "SENHOR, DEIXA-A ESTE ANO, ATÉ QUE
EU A ESCAVE E A ESTERQUE. SE DER FRUTO, FICARÁ! SE NÃO, DEPOIS A MANDARÁS
CORTAR". DEIXA-A ESTE ANO —NÃO SENTIMOS "O PULSAR DE UMA EMOÇÃO
INTENSA" NESSE APELO? "DÊ-ME MAIS UM ANO", DISSE O VITICULTOR, "PARA QUE
EU DETENHA ESSA ESTERILIDADE CONTÍNUA". ELE NÃO PEDIU PARA QUE A ÁRVORE
INFRUTÍFERA CONTINUASSE A EXISTIR POR TEMPO INDEFINIDO. APENAS SOLICITOU
POR MAIS UM ANO EM QUE ADOTARIA AS MAIS ESTRITAS MEDIDAS, PARA
ESTIMULAR AQUELA ÁRVORE ESTÉRIL A SE TORNAR FRUTÍFERA. SE, COM AQUELE
TRATAMENTO, VIESSE A DAR FRUTO, O VITICULTOR SABERIA QUE O DONO
PERMITIRIA COM SATISFAÇÃO QUE PERMANECESSE EM SUA POSIÇÃO PRIVI-
LEGIADA; MAS, SE TEIMASSE EM SER IMPRODUTIVA, ENTÃO ELE A ABANDONARIA
AO SEU DESTINO MERECIDO. PORTANTO, FOI SOLICITADO UM INTERVALO, UM
ADIAMENTO.
6 - V. O NOSSO DEUS É DEUS DE SEGUNDA CHANCE – (13:7-9).

DIANTE DA DURA ORDEM DO DONO DA VINHA DE CORTAR A ÁRVORE INFRUTÍFERA,


O VINHATEIRO, TALVEZ MOVIDO DE COMPAIXÃO POR ELA, PROPÔS AINDA MAIS
UMA CHANCE.

PEDIU-LHE MAIS UM ANO PARA TRABALHAR NELA, CAVANDO-A E DEITANDO ALI


ESTERCO. SE DESSE CERTO, BEM; SE NÃO, ACEITARIA O SEU CORTE. AQUELE ANO,
PORTANTO, SERIA UM ANO DE VIDA OU MORTE PARA AQUELA ÁRVORE.

MAIS UM ANO PARA FRUTIFICAR! ATÉ AQUELE DIA JESUS NÃO TINHA OBTIDO O
QUE MAIS DESEJAVA DAQUELA NAÇÃO. NO ENTANTO, NAQUELE MESMO ANO ELE
MORRERIA, RESSUSCITARIA E DEIXARIA EM SEU LUGAR UMA IGREJA CHEIA DO
ESPÍRITO DE DEUS QUE HAVIA DE CRESCER GRANDEMENTE EM ISRAEL, E DALI PARA
TODO O MUNDO. AQUELE SERIA UM ANO DE GRANDES MUDANÇAS, DE TERRAS
REVOLVIDAS, DE ADUBO LANÇADO E DE UM ESFORÇO CONCENTRADO PARA QUE
AQUELA GERAÇÃO EXPERIMENTASSE UM GRANDE AVIVAMENTO.

AQUI APRENDEMOS QUE DEUS É MISERICORDIOSO, MAS CHEGARÁ O TEMPO EM


QUE O DIA DO JUÍZO VIRÁ. HOJE OS HOMENS ESTÃO VIVENDO NUM TEMPO DE
OPORTUNIDADE, MAS CHEGARÁ O MOMENTO EM QUE A OPORTUNIDADE DE
SALVAÇÃO SERÁ TIRADA, A FIGUEIRA ESTÉRIL SERÁ CORTADA E SE PERDERÁ PARA
SEMPRE. IS 48.9