Você está na página 1de 31

Excel 2010

MICROSOFT EXCEL 2010

O Excel é um programa de planilha eletrônica desenvolvido pela Microsoft


para Windows, que pode ser utilizado para calcular, armazenar e trabalhar
com lista de dados, criar relatórios e gráficos, sendo recomendado para
planejamentos, previsões, análises estatísticas e financeiras, simulações e
manipulação numérica em geral.

Por ser um programa escrito para Windows, tem acesso a todas as funções
que o ambiente proporciona, como por exemplo, a troca de dados entre
aplicativos (Word, PowerPoint, etc).

1. Conceitos Importantes

Célula:
● É a menor parte de uma Planilha;
● Intersecção de uma coluna por linha;
● Endereço de uma informação em uma Planilha.
Planilha: é a tabela do Excel.

Pasta de trabalho: nome dado ao arquivo criado e editado no Excel.

Extensão do Excel 2010: XLSX


● Cada pasta pode ter até 255 Planilhas;
● Cada Planilha pode ter até 16.384 colunas representadas pelas letras A
até XFD.
● Cada Planilha pode ter até 1.048.576 linhas representadas por
números.

Faixa de Opções

Cada programa tem uma Faixa de Opções diferente, mas os seus elementos
são os mesmos: Guias, Grupos e comandos.

Guia Página Inicial

Assim como no Word, a guia Página Inicial traz os comandos mais comuns
para o usuário do Excel reunidos em grupos que estão associados a tarefas
diversas.

A Guia Página Inicial do Excel 2010

Grupo Área de Transferência

Idêntico ai grupo homônimo do Word, não há muito que acrescentar aqui.


As ferramentas aqui existentes possuem as mesmas funções e as mesmas
teclas de atalho que suas versões no Word.
A pequena setinha que acompanha o nome do grupo também aponta para o
mesmo canto (o painel da Área de Transferência do Office, a ser aberto à
esquerda da janela do Excel).
Grupo Fonte

Quase idêntico ao grupo fonte do Word (a diferença está em algumas


ferramentas a menos).
Os botões e caixas de listagem que aqui residem têm as mesmas funções que
apresentam no Word, portanto, também não há necessidade de aprofundar
mais sobre o assunto.
A principal “adição” que o grupo fonte do Excel apresenta está em duas
ferramentas que existem no Word, mas em grupos diferentes.

Bordas: permite inserir, configurar, alterar ou retirar bordas ao redor da(s)


célula(s) selecionada(s). também não é muito relacionado com configuração
de fontes, mas, Deus sabe o porquê, foi colocado aqui no grupo Fonte.

Cor do Preenchimento: este comando altera a cor do fundo da(s) célula(s)


selecionada(s). Também não é muito relacionado com configuração de
fontes, mas, Deus sabe o porquê, foi colocado aqui no grupo Fonte.

A setinha que se localiza na parte inferior deste grupo, quando clicada, abre
a janela de Formatar Células na guia (aba) Fonte. Essa janela (e essa aba) é
idêntica à das versões anteriores do Excel.

Grupo Alinhamento

Muito semelhante ao grupo parágrafo, do Word, esse conjuntos de comandos


altera a forma como o texto flui dentro das células da planilha.
Os três primeiros comandos são relacionados ao alinhamento vertical do
texto em relação à célula: alinhar acima (faz o texto ficar na parte de cima
de uma célula), alinhar ao centro vertical e alinhar abaixo (alinha o texto na
parte inferior da célula – e é o que está selecionado no exemplo ao lado).

O último botão da primeira linha chama-se Quebrar Texto Automaticamente.

Ele serve para fazer um texto se apresentar com mais de uma linha de texto
dentro da mesma célula – o que normalmente não é o que acontece quando
o texto fica maior que a célula (ele simplesmente se “esparrama” por cima
da célula seguinte). Um clique neste botão faz ligar o efeito. Outro clique
desliga.

Os próximos botões tratam do alinhamento horizontal do texto: são


justamente as ferramentas de alinhamento que nós conhecemos: alinhas à
esquerda, centralizar e alinhas à direita (não existe justificar no Excel).

Ainda temos o botão Mesclar e Centralizar, que mescla (funde) várias células
em apenas uma única e põe o conteúdo desta célula resultante centralizado.
É um comando com efeito estético, para permitir arranjos de células mais
complexos.

A setinha que acompanha o botão na direita permite que o usuário realize


outras tarefas como desfazer as células mescladas anteriormente.

O Excel também apresenta as ferramentas diminuir (botão à esquerda) e


aumentar o recuo (botão seguinte). Recuo, no caso do Excel, é o
afastamento do texto de uma célula em relação à margem daquela mesma
célula. Veja ao lado.
E, por fim, e bem menos importante, a ferramenta Orientação. Essa
ferramenta, que, sinceramente, eu nunca usei para nada, serve para ajustar
o texto de forma inclinada, criando efeito visual de gosto duvidoso na
planilha.

Ao lado do botão, há uma setinha que, quando clicada, abre um menu de


opções varias de inclinação e orientação do texto da célula, alguns deste
efeitos podem ser visto na figura a seguir.

Assim como no grupo fonte, a setinha que se localiza na parte inferior do


grupo Alinhamento abre a janela de Formatação de Células, diretamente na
guia alinhamento. Essa janela de Formatação de Células já era muito comum
com todas essas opções, nas versões antigas do Excel.

Grupo Número

Esse grupo é bastante simples e trata da formatação de células que contêm


números. As ferramentas que basicamente são encontradas aqui são:
Formato do Número (uma caixa de listagem que normalmente mostra
“Geral”), Formato de Número de Contabilização (antigo “estilo moeda”),
Estilo de Porcentagem, Separador de Milhares e os botões para Aumentar
casas decimais e Diminuir casas decimais.
Veja o que acontece quando se formata números com alguns deles:

Há mais algumas coisas a citar: dentro do botão de formato de


contabilização, há opções de escolher Real, Dólar ou Euro!

Dentro do Formato do número (onde há “Geral”), há uma série de opções,


como formato de fração, data, hora (sim, Data e hora são números) entre
outros.

A seta inferior do grupo acessa a janela de Formatação de Células na guia


Número (muito comum nas versões anteriores do Excel – onde era acessada
através de Formatar / Células).

Grupo Estilo

Composto de algumas ferramentas muito interessantes, esse grupo permite a


formatação, rápida da planilha (ou da parte dela) em apenas alguns cliques
(ou seja, sem muita dificuldade).

Formatação Condicional: estabelece critérios de formatos que a célula vai


apresentar de acordo com o conteúdo que ela possui. Como, por exemplo, as
letras ficarem em azul, caso o valor da célula seja maior ou igual a 7 e
vermelhas no caso de o valor da célula ser menor que 7 (sete).

Mas tem mais ainda: a formatação condicional tem, nessa nova versão do
Excel, alguns recursos extras, como a classificação de uma faixa de valores e
a definição de cores, estilos e ícones, associados a esses valores...Veja um
exemplo ao lado.
Dá para classificar uma lista de valores como Ótimo, Bom, Regular, Ruim ou
Péssimo rapidamente, representando-o por cores e/ou ícones que
demonstrem sua relação com os demais. O Excel classificará a faixa de
valores pelos seus pontos SUPERIOR, INFERIOR e MÉDIO automaticamente (no
exemplo, “10” é o mais verde, e “2” é o mais vermelho!)

Formatar Como Tabela: automaticamente aplica efeitos de tabela num


intervalo de células selecionado. A partir de agora o Excel inteiro tratará
aquela área como uma entidade única (chamada “tabelax”, onde “x” é um
número automático dado pelo Excel). Além de haver certa organização
estética na tabela (permitindo que se a formate de maneira rápida e fácil),a
realização de cálculos na tabela é muito mais simples e a referência às
colunas da mesma também. Note uma tabela formatada na figura abaixo.

Note que os cabeçalhos da tabela já se apresentam com as setas de auto


filtro (para permiti apresenta facilmente apenas alguns dados de acordo
como critério especificado).

Além disso é possível solicitar a soma de uma coluna inteira de um trecho


formatado como tabela usando a seguinte técnica...

Em primeiro lugar, imagine que se quer calcular a média aritmética das


médias dos professores do EVP... Ou seja, calcular qual é a média das
médias. Ora, as médias encontram-se na coluna intitulada “Média”, não é?
Mas teríamos, nas versões anteriores do Excel de saber quais são aquelas
células que começam no 5,7 do professor Marcelo Leal e terminam no 9,3 do
professor Rubens (vamos supor que sejam as células F4 até F9)... O Excel
calcularia a média usando: =MÉDIA (F4:F9)
Grupo Células

Permite alterar a disposição das células na planilha, com a inclusão de


linhas, colunas e células individuais! Lembre-se de decorar também os
formatos dos botões (os desenhos nos ícones) porque é possível que as fotos
da prova não contemplem os nomes das ferramentas!

Além de incluir, excluir e formatar células (alterando as características), é


possível realizar esse procedimentos com as planilhas em si! Ou seja, é por
meio deste grupo que se inserem e excluem planilhas, além de mudar seus
nomes e outras características.

O comando Inserir permite inserir linhas, colunas, células individuais e até


mesmo planilhas.

O comando Excluir permite apagar linhas, colunas, células individuais e


planilhas, também.

O comando Formatar é o mais abrangente: permite configurar altura da


linha, largura da coluna, utilizar o Auto Ajuste de linha e coluna (que
adéquam seus tamanhos ao conteúdo que apresentam), ocultar e reexibir
colunas e células, linha e células entre os outros.

Grupo Edição

Contém uma grama grande de comandos para os mais variados fins de edição
(modificação) da planilha. São comandos tão variados que não dá para
estabelecer um padrão entre eles... É decorar que estão aqui mesmo!

Soma: o primeiro botão, com símbolo de somatório, que era chamado, nas
outras versões do Excel, de Auto soma, agora se chama simplesmente Soma.
Ele é usado da mesma maneira que nas versões anteriores, ou seja, basta
clicar nele enquanto uma célula estiver selecionada para ele criar uma
função soma automática naquela célula apontando para todas as células
acima dela que contém números em sequência ininterrupta.

O botão soma também permite o acesso a outras funções (na verdade, a


todas as funções do Excel), como Média, Máximo e Mínimo. Basta, para
acessa-las, clicar na seta à direita do próprio botão!

Preencher: esse botão atua de forma semelhante à alça de preenchimento


(aquele pequenino quadradinho que se localiza no canto inferior direito da
célula selecionada), ou seja, permite que o usuário preencha facilmente as
células adjacentes à que estiver selecionada com valores relacionados ao
valor da célula original. Como construir uma sequência de números com
razão aritmética constante (uma progressão aritmética) apenas tendo
construído os dois primeiros valores dela.

A seta ao lado do botão permite escolher se o ato de preenchimento será


feito somente com os valores, somente com a formatação ou com os ambos
(as células derivadas copiarão o formato e/ou o valor da célula original).

Limpar: esse botão é muito simples e apenas permite que se exclua, de uma
célula, seu conteúdo, ou sua formatação (ou ambos, se o usuário assim
preferir). Apenas lembre-se de que esse botão não exclui a célula em si
(retirando-a da estrutura da planilha) e sim o conteúdo da célula (o que tem
dentro dela).

Classificar e Filtrar: esse comando oferece ao usuário recursos para


classificar (organizar em ordem) e filtrar (exibir apenas os dados que se
deseja, de acordo com um critério) os dados de uma planilha. Esse comando
abre uma série de opções quando o clicamos. Exibir os dados de uma colina
em ordem alfabética é, por exemplo, algo que fazemos por meio deste
comando.

Localizar e Selecionar: permite encontrar e trocar automaticamente trechos


de textos n(e número) na planilha do Excel. Ao clicar na ferramenta, surgem
várias opções na forma de um menu. Essas opções incluem a localização de
fórmulas, funções, células que contêm formatação condicional, células com
validação etc.

Dentro desta ferramenta também é possível trabalhar com o comando


selecionar, que tem a mesma função que apresenta no Word: permitir que o
usuário selecione objetos que não fazem parte das células, como figuras,
autoformas, smart Arts e afins.

Guia Inserir

Todos os comandos e grupos desta guiar dizem respeito ao ato de inserir


algum conteúdo na planilha do Excel! Suas ferramentas são muito
semelhantes, em alguns casos, às do Word.

Grupo Tabela

Permite inserir tabelas normais e tabelas dinâmicas (uma incrível


ferramenta para consolidação e organização de dados);

Tabela Dinâmica: é o recurso que reúne (e resume), em uma única tabela


(mais fácil de ler e analisar), uma quantidade absurda de dados que possam
estar arrumados de forma displicente, despretensiosa na planilha. As tabelas
dinâmicas são muito boas para analisar dados resumidamente.
Esta ferramenta também permite criar gráficos dinâmicos, que são “a forma
visual” de uma tabela dinâmica.

Tabela: define área da planilha como uma tabela (uma entidade única) para
fácil seleção e referencia posterior (é basicamente o mesmo que a
formatação de tabela vista posteriormente).

Grupo Ilustrações

Apresenta os mesmo recursos vistos no Word, com a exceção do Gráficos


(que, no Excel, ganhou um grupo separado). Neste grupo podemos inserir
imagens, Formas, Smart Arts e Cliparts. Com isso tudo já foi visto
anteriormente no Word, não há necessidade de abordar esse conteúdo
novamente.

Grupo Gráficos

Esse sim merece respeito! Para o Excel, os Gráficos são coisas mais sérias,
fazem parte do programa! É incontestavelmente parte do dia-dia de
qualquer um que trabalhe com planilhas eletrônicas. Neste grupo, há
comandos para inserir diversos tipos de gráficos, como pizzas, linhas,
colunas etc. não é necessário dizer qual ferramenta desenha qual tipo de
gráfico, não é mesmo? Entre os “Outros Gráficos”, encontram-se: radar,
bolhas, roscas, superfície e ações.

Um clique na seta na parte de baixo deste grupo abrirá a janela que


antigamente era acessada por meio de Inserir / Gráfico.
Grupo Hiperlink

Esse “exercito de uma homem só” contém apenas um único comando que
serve, justamente, para inserir um hiperlink na célula selecionada. Isso faz o
objeto selecionado se transformar num atalho para qualquer objeto
acessível no computador ou em qualquer local da internet.

Do mesmo jeito como no Word, sua tecla de atalho é CTRL+K.

Grupo Texto

Esse grupo de ferramentas permite a inserção de vários recursos de texto na


planilha. Alguns desses recursos já foram vistos no Word, portanto não
precisarão ser aprendidos também aqui no Excel. Lembre-se sempre, porém,
de memorizar os DESENHOS dos botões, e não somente os seus nomes! Pode
ser que uma questão sacana qualquer pela que você reconheça o botão pelo
desenho, e não pelo nome que o acompanha!

Para esse grupo, gostaria de fazer uma ressalva apenas para a opção
Cabeçalho e Rodapé, que, no Word, está separada em dois botões
diferentes: no Excel, quando se solicita a inserção de cabeçalho e rodapé, a
planilha em questão passa a ser visualizada de um jeito diferente: como se
fosse uma página, com direito a ser as duas áreas recém-inseridas (é o modo
Layout da Página do Excel)
Note que há três partes no cabeçalho da planilha! Três partes
independentes, pois o que você escreve em qualquer uma delas não
influencia, em absoluto, qualquer outra.

Guia Layout da Página

Essa guia contém especificações de como a planilha será impressa e algumas


outras opções de formatação de objetos e planilhas.

Grupo Temas

Idêntico ao Word, esse grupo trata da manipulação de temas (conjuntos de


formatações diversas). Com apenas alguns cliques, é possível organizar o uso
de estilos, cores e fontes pré-definidos para serem usados ao longo da
edição da planilha em questão.

Como é igual ao grupo homônimo do Word, não é necessário aprofundar o


nome e a função de cada botão deste grupo...Mas lembre-se de decorá-los,
OK?

Grupo Configurar Página


Este grupo contém uma série de ferramentas que dizem respeito à impressão
da planilha.

Margens: define as margens da página que será impressa.

Orientação: define se a impressão se dará em Retrato ou Paisagem;

Tamanho: determina o tamanho da página que será usada (se A4, Carta,
Ofício etc.);

Área de Impressão: marca uma área específica da planilha para ser impressa
(o usuário tem que selecionar as células antes de acionar o comando em si);

Quebras: determina onde ocorrerão as quebras de páginas (indicações de


que uma página terminou e de que começará outra). Esse comando é
particularmente importante porque, na área de trabalho normal do Excel,
não há definições de páginas, e sim, uma coletânea grande de linhas e
colunas...e muitas vezes o local onde o Excel divide as páginas e incômodo e
indesejado, obrigando o usuário a forçar a quebra inserindo esses caracteres
especiais em posições estratégicas.

Plano de Fundo: permite colocar uma imagem fotográfica (como um arquivo


JPG) como plano de fundo da planilha...Fica uma “coisa linda”.

Imprimir Títulos: configura quais linhas e/ou colunas da planilha se repetirão


em todas as páginas (caso a planilha em questão seja grande demais para ser
impressa em uma página única). Esse recurso é útil para que, ao ler uma
página que não seja a primeira, se possa reconhecer a que colunas e/ou
linhas aqueles dados pertencem.

Por exemplo, a linha 1 de uma planilha poderá se repetir em todas as


páginas (se o usuário configurar assim) para que, mesmo lá na página 40,
seja possível visualizar o conteúdo da linha 1 (onde, suponhamos, tenha
ficado o título da tabela ou os títulos das colunas).
Um clique na setinha que fica na extremidade inferior direita deste grupo
abrirá a janela de Configurar Página, diretamente na primeira guia: a guia
Página.

Grupo Dimensionar para Ajustar

Este grupo contem ferramentas para auxiliar no ajuste de uma planilha, de


modo que ela caiba exatamente no número de páginas que o usuário deseja
(inclusive se ele quiser que ela caiba em uma página só!). esse grupo
permite que se defina o número de páginas desejado (largura x altura) e/ou
percentual de redução da planilha (80% do tamanho natural, por exemplo).

Um clique na seta deste grupo também aciona a janela de Configurar


Página, diretamente na guia Página.

Grupo Opções de Planilha

Esse grupo interessante permite que se exibiam e/ou imprimam dois


componentes comuns à estrutura da planilha do Excel: as linhas de grade e
os títulos da planilha (antigamente chamados de cabeçalhos de linha e
coluna).

Linhas de Grade: são aquelas linhas cinza-claro que delimitam as células. As


linhas de grade, por padrão, podem ser vistas (exibidas na tela), mas não
impressas (você pode mudar isso habilitando a marcação “imprimir” para
esses objetos).

Títulos: são os indicadores de colunas (A, B, C, D ...) e linhas (1, 2, 3, 4 ...).


Assim como as linhas de grades, eles podem ser normalmente vistos, mas
não impressos (novamente, você pode mudar isso!).

Um clique na seta que se apresenta na parte de baixo deste grupo acionará a


janela Configurar Página, na guia Planilha.
Grupo Organizar

Realiza várias operações com os objetos que não fazem parte da planilha
diretamente, como figuras, imagens, formas, smartart e gráficos. Dentre as
operações possíveis estão: agrupar, desagrupar, girar, enviar pra frente ou
para trás uns dos outros.

Como é um grupo semelhante ao visto no Word, não é necessário mostrar


muita coisa, a não ser, um lembrete que é bem adequado. Nem todos os
grupos podem aparecer, no seu Word ou mesmo na prova do Cespe, do jeito
como estão aqui nesta apostila. A prova disso é o próprio grupo Organizar,
que, em sua versão mais “completa”, seria assim:

Essa diferença acontece porque quando a largura da janela do Excel


não permite a apresentação do grupo inteiro, ele se “contrai” para
apresentar-se em sua forma reduzida. Ou seja, essa “redução” acontece
com todos os grupos de todas as guias da faixa de opções (isso acontece,
também, com os outros programas do Office 2010)

Aproveitando que ela é a próxima, veja a guia Fórmulas em uma


apresentação um tanto reduzida, para, depois, dê-la mais completa....

Guia Fórmulas
Como o nome já diz, esta é a guia responsável por tudo aquilo que se refere
a fórmulas no Excel.

Grupo Biblioteca de Funções

Através deste grupo é possível inserir funções na planilha. Essas funções são
divididas por categorias e basta que se saiba em que categoria repousa uma
função para usá-la por meio da ferramenta específica.

No que neste grupo, o comando volta a se chamar Auto soma...Dá pra


entender?

Grupo Nomes Definidos

Esse grupo atua na definição, manutenção e utilização de nomes (apelidos)


para as células e intervalos de células na planilha. Nomes são localizadores
únicos (só pode haver um nome por trabalho), ou seja, em cada arquivo do
Excel só se pode colocar um nome específico em uma célula ou intervalo. É
através deste recurso que se pode chamar as cé3lulas A10:G10 de “Total” ou
“somatório”, se o usuário assim desejar.

Reúne vários comandos para facilitar a análise e correção de fórmulas já


escritas na planilha. Entre os seus recursos, encontram-se a exibição de
setas precedentes e dependentes, a avaliação das fórmulas e a verificação
de erros nas fórmulas da planilha.
Rastrear Precedentes: ao selecionar uma célula que contém uma fórmula e
clicar neste botão, serão mostradas setas azuis que indicam de quais células
que contêm fórmulas dependentes desta célula em questão. Ou seja, as
setas apontam para as fórmulas que são influenciadas pela célula
atualmente selecionada.

Remover Setas: “acaba com a festa das setas”... Caso as setas já estejam
enchendo o saco na tela e você queira se livrar delas, é só acionar esta
ferramenta. Aliás, ela dá opção de escolher quais setas serão retiradas, se
só as dependentes, só as precedentes ou ambas...

Mostrar Fórmulas: faz com que as fórmulas apareçam na planilha, ao invés


de seus resultados (que é o que normalmente acontece); Em suma, todas as
células da planilha que contêm fórmulas vão deixar de apresentar os
resultados delas (como de costume) para apresentar as próprias fórmulas.

Verificação de Erros: analisa a planilha toda procura de erros nas fórmulas


(erros como referências circulares)

Avaliar Fórmula: analisa minuciosamente (item por item) uma fórmula


contida e uma célula.

Janela de Inspeção: abre uma janela para monitorar os valores de


determinadas células à medida que a planilha vai sendo modificada. Por
mais que se mova a planilha, a janela de inspeção sempre se mostrará à
frente da planilha, visualizando aquelas células que o usuário quer sempre
monitorar.

Grupo Cálculo
Este grupo simples determina como o Excel vai lidar com cálculos (se
automaticamente, como é padrão do programa, ou se manualmente). Em
suma, é possível determinar que o Excel não irá realizar os cálculos
automaticamente (sempre que se muda um valor numa célula, as células
que contêm fórmulas que dependem destas vão mudar seu resultado) ou se
manualmente (as fórmulas que dependem destas vão mudar seu resultado)
ou se manualmente (as fórmulas só mudarão seus resultados se o usuário
acionar um comando para o cálculo).

Guia Dados

Esta guia oferece recursos para o usuário manipular dados nas planilhas,
como obtê-los de fonte externa, organizá-los na planilha e realizar
procedimentos de busca e substituição neles.

Grupo Obter Dados Externos

Este pequeno conjunto de ferramentas permite que o usuário insira dados


externos (vindos de outros arquivos – inclusive de outros formatos) na
planilha em questão. Com os comandos pertencentes a esse grupo, dá para
inserir dados vindos do Access, de Arquivos de Texto, de páginas da Web,
entre outros.

Grupo Conexões
Este grupo traz vários recursos ligados à configuração das conexões com
bases de dados (ligações de bancos de dados pré‐definidas). Com esse
recurso, é mais fácil acessar dados em várias fontes externas e manter tais
conexões abertas e atualizadas, mesmo que se mudem os conteúdos das
fontes (como arquivos de bancos de dados do Access ou de outro banco
qualquer).

Grupo Classificar e Filtrar

Aqui sim... Este é o verdadeiro e completo grupo para classificar dados


(organizá‐los em ordem crescente ou decrescente) e filtrá‐los (exibir apenas
os dados que satisfaçam a um determinado critério especificado pelo
usuário). É muito semelhante ao comando básico que se viu no grupo Edição
da guia Início.

Grupo Ferramentas de Dados

Aqui tem muita coisa! É um grupo recheado de opções que devemos estudar
bem... Vamos detalhadamente a cada uma delas...
A maioria destes comandos já estava presente em versões anteriores do
Microsoft Excel (alguns no menu Dados, outros no menu Ferramentas)...

Texto para Colunas: segmenta o texto de uma única célula em várias


células. Ou seja, analisa o texto presente em uma única célula e, de acordo
com a presença de algum caractere separador (ponto e vírgula, espaço,
vírgula etc.), separa aquele texto, dispondo‐o em várias células
(lateralmente dispostas) da planilha.

Remover Duplicatas: analisa uma sequência de células e remove, caso


encontre, valores duplicados
(deixa na sequência final apenas uma ocorrência de cada dado).

Validação de Dados: estabelece valores aceitáveis para as células. Quando o


usuário usa esse comando, ele determina quais são os valores de dados que
aquelas células aceitam (e quais não aceitam), determinando, inclusive,
quais mensagens serão enviadas ao usuário caso ele tente desrespeitar os
limites da célula.

Consolidar: Combina valores que existem em vários intervalos de células


formando um novo intervalo de células com a consolidação (soma, média,
valor máximo ou mínimo) daqueles valores. Ou seja, se houver várias
colunas de valores de, por exemplo, várias filiais de uma empresa, é possível
consolidar os dados destas colunas em uma única coluna, mostrando, por
exemplo, a soma das colunas originais.

Testes de Hipóteses: conta com algumas ferramentas para testar e descobrir


valores específicos numa planilha de acordo com um valor que se deseja
atingir.

‐ Gerenciador de Cenários: permite que o usuário guarde valores específicos


em células específicas (por exemplo, guardar o valor 230 na célula B8) e
somente usar este “trunfo” quando for necessário avaliar como a planilha
ficaria neste caso. O gerenciador de cenários consegue guardar vários
valores em várias células predefinidas e, quando o usuário quiser “analisar”
a hipótese de haver 230 em B8, por exemplo, é só solicitar a visualização
daquele cenário.

‐ Atingir Meta: permite que o usuário defina que valor deseja para uma
célula (que contém necessariamente uma fórmula) de modo que isso faça o
Excel procurar qual o valor correto deverá existir em uma célula da qual a
fórmula em questão depende.

Grupo Estrutura de Tópicos

Esse conjunto de comandos possui opções suficientes para agrupar linhas


e/ou colunas do Excel como tópicos, de modo que possam ser facilmente
recolhidas ou expandidas (como os sub níveis de pastas do Windows
Explorer). Além disso, é possível facilmente adicionar subtotais a esses
tópicos, facilitando a análise e consolidação dos dados exibidos em níveis
específicos.

Guia Revisão

Muito semelhante à guia homônima do Word, esta guia contém grupos de


comandos relacionados com as últimas etapas de edição da planilha, como a
correção ortográfica e os comentários. Muitos dos comandos já foram vistos
no Word, portanto, não precisam ser detalhadamente vistos no Excel.

Grupo Revisão de Texto

Conta com comandos de revisão de texto (não diga!), como verificação


ortográfica (no Excel, ela não é
gramatical), dicionário de sinônimos (que permite encontrar sinônimos para
as palavras que escrevemos na planilha) e tradução (pesquisa na Web pela
tradução de palavras e pequenos trechos de texto).

Grupo Comentários

Insere, exclui e modifica comentários nas planilhas do Excel. Assim como no


Word, comentários são lembretes dos autores da planilha uns para os outros
(ou para si mesmos) que aparecem quando o mouse pousa sobre a célula que
contém o comentário.

Grupo Alterações

Este sim possui uma gama enorme de comandos que vamos analisar bem!

Vamos aos comandos do grupo Alterações:

Proteger Planilha: impede a alteração nos valores das células da planilha em


questão (pode ser configurada para utilizar uma senha – e somente através
do uso desta senha se poderá desproteger tal planilha);

Proteger Pasta de Trabalho: protege a pasta de trabalho inteira (o arquivo


do Excel todo, com todas as suas planilhas), impedindo a modificação da
estrutura da pasta de trabalho (como a criação de novas planilhas e a
exclusão de planilhas existentes).

Compartilhar Pasta de Trabalho: permite o acesso àquela pasta de trabalho


para pessoas específicas (a serem determinadas na hora da execução do
comando);

Proteger e Compartilhar Pasta de Trabalho: define senha para impedir


alteração por pessoas não autorizadas ao mesmo tempo que permite o
acesso a determinados usuários escolhidos na hora da execução do comando.

Permitir que os Usuários Editem Intervalos: exibe e altera uma lista de


usuários que poderão editar a planilha em questão – este comando só
funciona se o Excel estiver sendo usado em ambiente corporativo, numa
rede comandada por um servidor com Windows Server (essa rede é chamada
de “Domínio Windows”).

Controlar Alterações: o mesmo comando que existe no Word que permite


que qualquer alteração na planilha seja mostrada descaradamente para os
demais usuários (como letras em vermelho e azul para inclusões e exclusões
respectivamente).

Guia Exibição

Finalmente, a última! A guia exibição, assim como sua homônima no Word,


trata dos comandos que alteram a forma de ver a planilha do Excel, como o
Zoom, por exemplo.

Grupo Modos de Exibição de Pasta de Trabalho

Esse grupo conta com comandos que alteram a forma como a pasta de
trabalho (e a planilha em si) são visualizadas na tela.

Normal: apresenta a planilha no modo de visualização padrão do Excel (ou


seja, apenas as linhas, colunas, títulos, barra de fórmula e faixa de opções);

Layout de Página: apresenta a planilha da forma como ela vai ser impressa
(mostrando as margens da página, o cabeçalho e o rodapé, além de mostrar,
também, a passagem de uma página para outra);

Visualização da Quebra de Página: permite que sejam apresentadas na tela


linhas tracejadas que indicam exatamente onde se dará a mudança de uma
página para outra (no modo Normal, claro, visto que no modo Layout de
Página já dá pra ver naturalmente isso);

Modos de Exibição Personalizados: permite que o usuário determine a forma


de exibir a planilha, configurando várias opções de visualização para uso
posterior.
Tela Inteira: oculta a faixa de opções e a barra de fórmulas da tela,
mostrando apenas os títulos e as linhas e colunas da planilha. Para sair desse
modo, pressiona‐se a tecla ESC.

Grupo Mostrar/Ocultar

Permite que o usuário escolha quais componentes da tela do Excel serão


mostrados e quais não serão. Nem é necessário explicar que ao clicar num
controle para marcá‐lo, significa que se está querendo exibir aquele
componente específico e ao se desmarcar tal controle, se está definindo que
se deseja não mostrá‐lo na tela.

Régua: uma régua vertical apresentada apenas no modo Layout de Página;

Linhas de Grade: as linhas que separam as células (mostrando os limites das


linhas e colunas);

Barra de Mensagens: a barra que aparece de vez em quando abaixo da faixa


de opções para dar certas mensagens ao usuário;

Barra de Fórmulas: a barra grande e branca que aparece acima dos títulos
das colunas para permitir que o usuário veja e digite as fórmulas e demais
conteúdos das células.

Títulos: os cabeçalhos das linhas (1, 2, 3, 4...) e das colunas (A, B, C, D...)
que aparecem, respectivamente, à esquerda das linhas e acima das colunas
da planilha para dar “nomes” a elas.

Grupo Zoom

Este grupo apresenta diversos comandos relacionados com o Zoom


(aproximação ou afastamento da planilha em relação ao usuário); Da mesma
forma que no Word, este recurso de zoom poderá ser acessado por meio de
uma barra deslizante no canto inferior direito da tela do Excel.
Apenas um detalhe a respeito do comando Zoom na Seleção. Quando você o
aciona, o Excel ajusta o zoom para visualizar de forma completa as células
que estão selecionadas no momento da execução do comando.

Grupo Janela

Este grupo traz diversos comandos relacionados à exibição dos recursos em


janelas no programa. Muitos dos comandos aqui são idênticos aos do Word.

Nova Janela: cria uma nova janela do programa Excel visualizando a mesma
planilha!

Organizar tudo: permite que se organizem (na tela) as janelas abertas do


Excel.

Congelar Painéis: trava quaisquer linhas acima e quaisquer colunas à


esquerda da célula selecionada para que fiquem paradas enquanto o
restante da tela pode rolar normalmente. Isso permite que, mesmo
visualizando uma área muito lá embaixo na planilha, ainda seja possível
visualizar o cabeçalho da planilha (as primeiras linhas dela).

Dividir: divide a janela da planilha em alguns painéis totalmente


independentes (todos podem sofrer a ação da rolagem independentemente);

Ocultar: torna invisível uma janela em que se está trabalhando (caso a tela
esteja cheia demais);

Reexibir: esse comando está desabilitado na foto. Ele só será habilitado se


alguma janela for ocultada.

Seu trabalho é, adivinha só... Mostrar novamente a janela que foi


ocultada...
Há três botõezinhos desabilitados que aparecem em cima, uns dos outros...
Eles são usado apenas quando há, pelo menos, duas janelas ativas da mesma
pasta de trabalho (ou seja, quando o usuário aciona do comando Nova
Janela), vamos vê‐los em ordem:

Exibir Lado a Lado: organiza as janelas abertas para ficarem sendo


mostradas todas ao mesmo tempo (na melhor organização visual possível na
tela);

Rolagem Sincronizada: define que a barra de rolagem vai influenciar


simultaneamente o movimento de todas as janelas abertas lado a lado (esse
comando só estará habilitado se a opção lado a lado foi acionada). Ou seja,
se este comando estiver ligado, haverá apenas uma barra de rolagem que
controlará as duas janelas ao mesmo tempo.

Redefinir Posição da Janela: é o último botão dos três verticalmente


dispostos (abaixo de todos) e serve para desfazer todas as alterações feitas
na posição das janelas que estão sendo exibidas.

Novamente, esse botão só será habilitado em caso de haver mais de uma


janela aberta no Excel.

Os dois últimos botões grandes deste grupo são:

Salvar Área de Trabalho: salva (na forma de um arquivo com extensão .XLW)
a área de trabalho atual do Excel. Ou seja, salva a posição exata de todas as
janelas atualmente abertas no Excel. Quando este arquivo for aberto de
novo, todas as janelas abertas atualmente no Excel (incluindo as pastas de
trabalho que estão sendo usadas) voltarão a ficar dispostas do mesmo jeito
que estavam quando a área de trabalho do Excel foi salva!

Alternar Janelas: permite alternar (trocar) entre janelas abertas. É mais ou


menos o que faz a combinação ALT+TAB, mas somente entre as janelas
abertas do Excel.

Grupo Macro
Este grupo, assim como no Word, trabalha com Macros, que são pequenos
programas usados para automatizar tarefas no Office.
No Excel, as macros são particularmente importantes, porque é possível
automatizar cálculos e até mesmo criar uma série de funções específicas
para certos usos que não acompanham o programa originalmente.

Principais operadores do Excel

Operadores aritméticos Operação


+ (adição) =A5+B6
- (subtração) =A5-B6
* (multiplicação) =A5*B6
/ (divisão) =A5/B6
^ (potenciação) =A5^B6
% (porcentagem) =A5+10%*B6
Operadores de Operação
Comparação
= (sinal de igual) A5=B6
> (sinal de maior) A5>B6
< (sinal de menor) A5
>= (sinal de maior ou A5>=B6
igual a)
<= (sinal de menor ou A5<=B6
igual a)
<> (sinal de diferente) A5<>B6
Operador de Operação
concatenação de texto
& (E comercial) A5&B6 = A5B6
Operadores de Operação
Referência
: (dois pontos) A5:B6 – intervalo de
células
; (ponto e virgula) A5;B6 – a união de
duas células.
Vamos usar a nossa tabela acima para fazer algumas operações.

Principais Operações com Funções e Fórmulas

Funções Fórmulas Resultado


=SOMA(A1:A6) – a soma de todos os =(A1+A2+A3+A4+A5+A6 =39
elementos do meu intervalo. )
=MÉDIA(A1:A6) – lembrando que é uma =(A1+A2+A3+A4+A5+A6 =6,5
média aritmética (a soma dos seus )/6
elementos será divido pelo número
deles).
=MULT(A1:A6) – multiplicação de todos =(A1*A2*A3*A4*A5*A6) =60.480
os elementos do meu intervalo.
=MÁXIMO(A1:A6) – o maior valor dos =(A1;A2;A3;A4;A5;A6) =9
elementos do meu intervalo.
=MÍNIMO(A1:A6) – o menor valor dos =(A1;A2;A3;A4;A5;A6) =4
elementos do meu intervalo.
=MAIOR(A1:A6;2) – o segundo maior =(A1;A2;A3;A4;A5;A6) =8
valor dos elementos do meu intervalo.
=MENOR(A1:A6;3) – o terceiro menor =(A1;A2;A3;A4;A5;A6) =6
valor dos elementos do meu intervalo.
=AGORA( ) Não possui argumentos Retorna a
data e a
hora
atuais
=CONT.VALORES(A1:A6) – vou contar o =(A1;A2;A3;A4;A5;A6) =6
número de células preenchidas no meu
intervalo. As células vazias não serão
registradas.
=CONT.NUM(A1:A6) – vou contar o =(A1;A2;A3;A4;A5;A6) =6
número de células preenchidas
somente com números. As células com
texto e vazias não serão registradas.
=HOJE( ) Não possui argumentos Retorna a
data
atual.
=RAIZ(A1) = 9 Retorna a raiz =3
quadrada do número
=CONT.SE(A1:A6;9) – vou contar =(A1;A2;A3;A4;A5;A6) =9
quantas vezes aparece um
determinado valor (número ou texto)
em um intervalo de células.
=SOMASE(A1:A6;”MARCELO”;B1:B6) Retorna a
soma de
todos os
números
na lista
de
argument
os
(intervalo
) que
atendam
ao
critério
lógico.
=SE(A1<>B1;”APROVADO”;”REPROVADO A função
”) SE retorna
uma valor
se
verdadeir
o ou um
valor se
falso.

Erros em Funções do Excel

Erros Descrição
#NOME? Esse erro aparece na digitação
errada da sua função. Ex:
=SOMAR(A1:A6). Não existe a
função somar e sim a função soma.
#VALOR! Esse erro aparece se você tentar
usar um texto no lugar de um
número. Vamos somar as células A1
e A2 sendo que A1=122 e A2 =
AULA, não vão conseguir fazer essa
operação, nesse caso vai aparecer
o erro.
########### A coluna não é larga o bastante
para exibir o valor digitado na
célula.
#REF A função esta utilizando uma
referência que não é valida.
REFERÊNCIA O seu resultado para esse erro será
CIRCULAR zero. Você não pode colocar na
função a célula onde quer o
resultado. Ex: se você estiver na
célula A7, não poderá usar a
função =SOMA(A1:A7), vai dar erro,
o máximo que consegue é até A6.
#DIV/0 A fórmula tenta dividir por zero.