Você está na página 1de 19

INSTALAÇÕES PREDIAIS DE

ESGOTO SANITÁRIO
MODULO II – EXERCÍCIO

PROFo. GILBERTO FREIRE ROSA


DIMENSIONAMENTO DE UM BANHEIRO COM BANHEIRA
LAVATÓRIO UHC=1 BANHEIRA UHC=3
RAMAL DE DESCARGA = DN 30 mm RAMAL DE DESCARGA DE = 40 mm
MÍNIMO NO MERCADO DN = 40 mm

CHUVEIRO UHC=2
RAMAL DE RAMAL DE DESCARGA DE = 40 mm
DESCARGA
RAMAL DE
BIDÊ - UHC=2 DESCARGA
RAMAL DE DESCARGA = DN 30 mm
MÍNIMO NO MERCADO DN = 40 mm
CAIXA SIFOANDA (FECHO HÍDRICO)

RAMAL DE ESGOTO COLUNA DE


RAMAL DE UHC = 2(CH)+2(BD)+1(LV)+3(BA)=8 VENTILAÇÃO
DESCARGA PELA TABELA 5 ATÉ 20 = DN =75 mm

RAMAL DE VENTILAÇÃO CONTR. 14 UHC


TABELA 7 ATÉ 17 UHC DN = 50 mm

RAMAL DE
DESCARGA TUBO DE
RAMAL DE ESGOTO
BACIA SANITÁRIA UHC=6 UHC = 2 (CH)+2(BD)+1 (LV)+3 (BA) +6(BS)=14UHC QUEDA
RAMAL DE DESCARGA = 100 mm PELA TABELA 5 ATÉ 20 = DN DE 75 mm;
PORÉM MÍNIMO P/BS=100mm

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO


INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ESGOTO 2
SANITÁRIO PROFo. GILBERTO FREIRE ROSA
TABELA 1 – UHC DOS APARELHOS SANITÁRIOS E
ø NOMINAL DOS RAMAIS DE DESCARGA
APARELHO UNIDADES HUNTER DE Ø NOMINAL DO RAMAL
CONTRIBUIÇÃO - UHC DE DESCARGA – DN (mm)
BANHEIRA 3 40
BIDÊ 2 30 ADOTAR MÍNIMO (40)
CHUVEIRO RESIDENCIAL 2 40
LAVATÓRIO RESIDENCIAL 1 30 ADOTAR MÍNIMO (40)
PIA RESIDÊNCIAL 3 40
VASO SANITÁRIO 6 100

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO


INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ESGOTO 3
SANITÁRIO PROFo. GILBERTO FREIRE ROSA
DIMENSIONAMENTO DO RAMAIS DE ESGOTO
SAÍDA DA CAIXA SIFONADA
• APARELHOS LIGADOS À CAIXA SIFONADA
PELA TABELA 1
– Lavatório = 1 UHC
– Chuveiro = 2 UHC
– Bidê = 2 UHC
– Banheira = 3 UHC
– Total = 8 UHC

RAMAL DE ESGOTO (saída da caixa sifonada):


PELA TABELA 5 ATÉ 20 UHC DN=75 mm

OBS.
QUANDO TIVER BANHEIRA LIGADA À CAIXA SIFONADA É CONVENIENTE ADOTAR A SAÍDA DA
CAIXA SIFONADA COM DIÂMTRO DE 75 mm, PARA EVITAR O TRANSBORDAMENTO DA
ESPUMA FORMADA DENTRO DA CAIXA SIFONADA NA DESCARGA DA BANHEIRA

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO


INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ESGOTO 4
SANITÁRIO PROFo. GILBERTO FREIRE ROSA
TABELA 5 – DIMENSIONAMENTO DO RAMAL DE ESGOTO

Ø NOMINAL DO RAMAL DE UHC


ESGOTO – DN (mm)

30 OU MENOR 1

40 3

50 6

75 20

100 160

150 620

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO


INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ESGOTO 5
SANITÁRIO PROFo. GILBERTO FREIRE ROSA
DIMENSIONAMENTO DOS RAMAIS DE ESGOTO DO BANHEIRO
(APÓS A INTERLIGAÇÃO DO RAMAL DE ESGOTO QUE SAI DA CAIXA
SIFONADA COM O RAMAL DE DESCARGA DO VASO SANITÁRIO)
APARELHOS – Tabela 1
– Lavatório = 1 UHC
– Chuveiro = 2 UHC
– Bidê = 2 UHC
– BANHEIRA = 3 UHC
– BACIA SANIT. = 6 UHC
– Total = 14 UHC
– PELA Tabela 5 até 20 UHC =75 mm

Porém mínimo p/ ramal de esgoto c/ bacia sanit. DN = 100 mm

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO


INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ESGOTO 6
SANITÁRIO PROFo. GILBERTO FREIRE ROSA
TABELA 4 – DIMENSIONAMENTO DE TUBO DE QUEDA
NÚMERO MÁXIMO DE UHC
DN DO PRÉDIO ATÉ 3 PRE’DIO COM MAIS DE 3
TUBO DE PAVIMENTOS PAVIMENTOS
QUEDA
(mm) 1 PAVIMENTO EM TODO TUBO
30 2 1 2
40 4 2 8
50 10 6 24
75 30 16 70
100 240 90 500
150 960 350 1.900
200 2.200 600 3.600
250 3.800 1.000 5.600
300 6.000 1.500 8.400
CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO
INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ESGOTO 7
SANITÁRIO PROFo. GILBERTO FREIRE ROSA
DIMENSIONAMENTO DO TUBO DE QUEDA
(CONSIDERANDO UM PRÉDIO DE 4 PAVIMENTOS + TÉRREO (PILOTIS))

• DIMENSIONAMENTO NO PAVIMENTO:
– TOTAL DE CONTRIBUIÇÃO 1 PAVIMENTO = 14UHC
– PELA TABELA (4) ATÉ 16 UHC DN= 75 mm
– PORÉM O MÍNIMO POR TER BACIA SANIT. DN = 100 mm

• DIMENSIONAMENTO EM TODO O TUBO:


– TOTAL DE CONTRIBUIÇÃO = 14UHC X 4 PAVI. = 56 UHC
– PELA TABELA (4) ATÉ 70 UHC DN = 75 mm
– PORÉM O MÍNIMO POR TER BACIA SANIT. DN = 100 mm

• ADOTA-SE O MÍNIMO PARA BACIA SANITÁRIA


DN=100 mm

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO


INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ESGOTO 8
SANITÁRIO PROFo. GILBERTO FREIRE ROSA
DIMENSIONAMENTO DO RAMAL DE VENTILAÇÃO
• PELA TABELA 7:
– GRUPO COM VASOS SANITÁRIOS
– TOTAL DE CONTRIBUIÇÃO = 14 UHC
– ATÉ 17 UHC DN = 50 mm

• PELA TABELA 6:
– DISTÂNCIA MÁXIMA DO DESCONECTOR
AO TUBO VENTILADOR PARA RAMAL DE
VENTILAÇÃO DIÂMETRO = 50 mm
MEDIDA = 1,20 m

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO


INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ESGOTO 9
SANITÁRIO PROFo. GILBERTO FREIRE ROSA
TABELA 7
DIMENSIONAMENTO DOS RAMAIS DE VENTILAÇÃO

GRUPO DE APARELHOS SEM VASOS GRUPO DE APARELHOS COM VASOS


SANITÁRIOS SANITÁRIOS
UHC DN DO RAMAL DE UHC DN DO RAMAL DE
VENTILAÇÃO (mm) VENTILAÇÃO (mm)
ATÉ 2 30 ATÉ 17 50
3 A 12 40 18 A 60 75
13 A 18 50 - -
19 A 36 75 - -

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO


INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ESGOTO SANITÁRIO 10
PROFo. GILBERTO FREIRE ROSA
TABELA 6
DISTÂNCIA MÁXIMA DE UM DESCONECTOR AO TUBO VENTILADOR

Ø NOMINAL DO RAMAL DE DISTÂNCIA MÁXIMA (m)


ESGOTO – DN (mm)

30 OU MENOR 0,70

40 1,00

50 1,20

75 1,80

100 2,40

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO


INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ESGOTO 11
SANITÁRIO PROFo. GILBERTO FREIRE ROSA
COLUNA DE VENTILAÇÃO
TUBO VENTILADOR PRIMÁRIO
MÍNIMO 2,00

4o. PAV.
3,00
COLUNA DE VENTILAÇÃO
3o. PAV.
3,00
TUBO DE QUEDA
2o. PAV.

3,00 RAMAL DE VENTILAÇÃO


1o. PAV.

RAMAL DE
3,00 PAV. TÉRREO ESGOTO

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO


INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ESGOTO 12
SANITÁRIO PROFo. GILBERTO FREIRE ROSA
DIMENSIONAMENTO DA COLUNA

CADA UMA DAS 4 COLUNAS CONSIDERADAS :


• CONTRIB.EM UHC = 14 X4 = 56 UHC
• ALTURA TOTAL COLUNA VENTIL. = 4 X 3 + 2 + 2 = 16 m

PELA TABELA 8:
– TQ DN 100 mm;
– ATÉ 140 UHC;
– H= ATÉ 20m;
– DIÂMETRO TABELADO DN = 60 mm

– ADOTAR COLUNA DN MÍNIMO = 75 mm


(TUBO DISPONÍVEL NO MERCADO)

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO


INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ESGOTO 13
SANITÁRIO PROFo. GILBERTO FREIRE ROSA
TABELA 8 DIMENSIONAMENTO DA COLUNA E BARRILETE DE VENTILAÇÃO
DN DO TUBO DE DIÂMETRO NOMINAL DO TUBO DE VENTILAÇÃO (mm)
QUEDA OU RAMAL UHC 30 40 50 60 75 100 150 200 250 300
DE ESGOTO COMPRIMENTO MÁXIMO PERMITIDO (m)
30 (40) 2 9 - - - - - - -
40 8 15 46 - - - - - -
40 10 9 30 - - - - - -
50 12 9 23 61 - - - - -
50 20 8 15 46 - - - - -
75 10 - 13 46 110 317 - - -
75 21 - 10 33 82 247 - - -
75 53 - 8 29 70 207 - - -
75 102 - 8 26 64 189 - - -
100 43 - - 11 26 76 299 - -
100 140 - - 8 20 61 229 - -
100 320 - - 7 17 52 192 - -
100 530 - - 6 15 46 177 - -
150 500 - - - - 10 40 305 -
150 1100 - - - - 8 31 238 -
150 2000 - - - - 7 26 201 -
150 2900 - - - - 6 23 183 -
200 1800 - - - - - 10 73 286
200 3400 - - - - - 7 57 219
200 5600 - - - - - 6 49 186
200 7600 - - - - - 5 43 171
250 4000 - - - - - - 24 94 293
250 7200 - - - - - - 18 73 225
250 11000 - - - - - - 16 60 192
250 15000 - - - - - - 14 55 174
300 7300 - - - - - - 9 37 116 287
300 13000 - - - - - - 7 29 90 219
300 20000 - - - - - - 6 24 76 186
300 26000 - - - - - - 5 22 70 14
152
DIMENSIONAMENTO DO BARRILETE DE VENTILAÇÃO
CONSIDERANDO 4 COLUNAS INTERLIGADAS:
– CONTRIBUIÇÃO = 4 X 56 UHC = 224 UHC
– TRECHO HORIZONTAL DO BARRILETE =10 m
– COMPRIMENTO TOTAL = 16 + 10 m = 26 m

PELA TABELA 8:
– TQ DN 100 mm;
– ATÉ 320 UHC;
– H= ATÉ 52m;
– DIÂMETRO DO BARRILETE DN = 75 mm
CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO
INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ESGOTO 15
SANITÁRIO PROFo. GILBERTO FREIRE ROSA
DIMENSIONAMENTO DE SUBCOLETOR E COLETOR
• CONSIDERAR 4 COLUNAS CADA UMA CONTRIBUINDO COM 44 UHC

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO


INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ESGOTO 16
SANITÁRIO PROFo. GILBERTO FREIRE ROSA
TABELA 3 - DIMENSIONAMENTO DE COLETORES
E SUBCOLETORES PREDIAIS

NÚMERO MÁXIMO DE UHC


DN DO TUBO DECLIVIDADES MÍNIMAS (%)
(mm)
0,5 1 2 4
100 - 180 216 250
150 - 700 840 1.000
200 1.400 1.600 1.920 2.300
250 2.500 2.900 3.500 4.200
300 3.900 4.600 5.600 6.700
400 7.000 8.300 10.000 12.000

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO


INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ESGOTO 17
SANITÁRIO PROFo. GILBERTO FREIRE ROSA
DIMENSIONAMENTO DE
SUBCOLETORES E COLETORES
• PELA TABELA 3: ATÉ 180 UHC E i= 1% = ø 100 mm PORTANTO:
• TRECHO 1 = 2 = 56 UHC = ø 100 mm
• TRECHO 3 = 4 = 112 UHC = ø 100 mm

• PELA TABELA 3: ATÉ 700 UHC E i= 1% = ø 150 mm PORTANTO:


• TRECHO 5 = 224 UHC E i= 1% = ø 150 mm

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO


INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ESGOTO 18
SANITÁRIO PROFo. GILBERTO FREIRE ROSA
DIMENSIONAMENTO DE SUBCOLETOR E COLETOR

• CONSIDERAR 4 COLUNAS CADA UMA CONTRIBUINDO COM 44 UHC


i= 1% i= 1% i=2%
ø= 100 mm ø= 100 mm ø= 200 mm
TRECHO 1= 56 UHC TRECHO 3= 112 TRECHO 5= 224 UHC
UHC
44 UHC 44 UHC

44 UHC 44 UHC PELA TABELA 3: ATÉ 180 UHC E i= 1% = ø 100 mm PORTANTO:


i= 1% TRECHO 1 = 2 = 56 UHC = ø 100 mm
ø= 100 mm
TRECHO 3 = 4 = 112 UHC = ø 100 mm
TRECHO 2= 56 UHC
PELA TABELA 3: ATÉ 700 UHC E i= 1% = ø 150 mm PORTANTO:
TRECHO 5 = 224 UHC E i= 1% = ø 150 mm

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO


INSTALAÇÕES PREDIAIS DE ESGOTO 19
SANITÁRIO PROFo. GILBERTO FREIRE ROSA