Você está na página 1de 3

ATIVIDADE 4 – Ricardo Silva dos Santos

1. Por que os dividendos são importantes para os investidores?


A política de dividendos exerce um papel importante na determinação do valor de uma
empresa. Os acionistas concebem os dividendos como um sinal da capacidade da empresa de gerar
lucros.

2. A política de dividendos é importante no processo de decisão de investimento e de


avaliação? Explique sua resposta.
Sim. A política de dividendos exerce um papel importante na determinação do valor de uma
empresa, fazendo com que o investidor faça analises em empresas do mesmo setor e compara a que
é mais proprícia ao lucro.

3. Do ponto de vista da empresa, qual o melhor tipo de política de dividendo? Por quê?
Mensal, pois o pagamento de dividendos não gera um desfalque muito grande nas empresas
e muitas empresas utilizam a ocasião do pagamento dos dividendos para oferecerem aos acionistas
oportunidades de reinvestimento dos dividendos na compra de novas ações, com preços aquém
daqueles cotados em bolsas. É uma forma de incentivar a permanência dos recursos na própria
empresa. No Brasil, o Bradesco utiliza esta política com muito sucesso, pois consegue “convencer”
os investidores de que os seus lucros futuros serão compensadores.

4. Que mudanças ocorrem na conta de capital quando a ação é desdobrada? E quando uma
bonificação é paga?
Os desdobramentos de ações são feitos para baixar o preço das ações no mercado. Muitas
vezes as empresas acreditam que se reduzirem o valor unitário da ação, os investidores serão
estimulados a comprarem a ação. Estes desdobramentos costumam ser realizados antes de novas
emissões e tentam explorar aspectos psicológicos dos investidores, por darem idéia de que a
liquidez da ação aumentaria em decorrência disto.
Em bonificações. O pagamento dos dividendos poderá ser feito também sob a forma de
bonificações. Embora as bonificações não possuam um valor real, os acionistas sentem que têm em
mãos algo de valor. Da mesma forma que o pagamento em dinheiro, esta decisão é aprovada pela
Assembléia de Acionistas.

5. Mencione duas restrições legais associadas aos pagamentos de dividendos.


Proteger os direitos dos credores e os Compromissos legais externos.

6. Cite alguns acordos contratuais com os credores. De que forma eles podem impedir a
empresa de adotar a política de dividendos mais favorável?
Quando as obrigações são emitidas, a empresa deve se comprometer a não pagar dividendos
se o índice de liquidez corrente, o índice de cobertura dos juros ou outros índices ficarem abaixo de
determinados níveis. Outros contratos podem exigir que o montante dos dividendos seja limitado a
uma porcentagem dos lucros. Essas restrições contratuais existem para proteger os credores.
Qualquer inobservância dessas restrições pode levar os credores a exigir o pagamento integral e
imediato do principal.

7. Qual vantagem fiscal disponível aos investidores permite a uma empresa reinvestir os
lucros, em vez de pagá-los aos acionistas? (Suponha que a taxa de tributação sobre os ganhos
de capital seja menor que sobre os dividendos.)
O pagamento de dividendo, de forma similar, está restrito ao total dos lucros passados e
futuros da empresa. Mais uma vez, o objetivo é proteger os credores no caso de insolvência ou
liquidação. Quando uma empresa não pode honrar seus compromissos, a lei a proíbe de pagar
dividendos em dinheiro. Caso contrário, os credores seriam afetados e moveriam uma ação judicial
para recuperar esses dividendos.

8. Como Modigliani e Miller explicam a irrelevância dos dividendos na avaliação de ações?


Teoria da irrelevância dos dividendos: defende que a política de dividendos de uma empresa
não afeta o seu valor de mercado, pois este é afetado apenas pela sua capacidade de gerar lucros e
pelo risco de seus ativos. Porém, tal teoria supõe que estejamos inseridos num mundo perfeito, sem
riscos, sem impostos, sem custos de transação e sem outras imperfeições do mercado.

9. Forneça três razões pelas quais os dividendos podem ser relevantes na avaliação de ações.
Primeiro, existe o conceito do pássaro na mão. Os dividendos em dinheiro hoje valem mais
que o dinheiro futuro proveniente dos lucros retidos e reinvestidos. Quando a empresa paga
dividendos em dinheiro, reduz a incerteza do investidor. Isso toma o risco menor, o que, por sua
vez, diminui a taxa de desconto (JQ. Em outras palavras, a taxa de desconto atribuída aos
dividendos (KdMdcndtxi) é menor que a taxa de desconto atribuída aos lucros retidos futuros
(/Tlucros retidos): Se o valor de uma ação é determinado pela série de retornos futuros descontados,
quanto menor a taxa de desconto atribuída aos dividendos, mais favoravelmente o valor das ações
será influenciado.
Segundo, o conteúdo informativo é outro fator importante que torna os dividendos
relevantes no processo de valorização das ações. Por meio do pagamento dos dividendos, uma
empresa sinaliza aos investidores que espera gerar lucros para pagar esses dividendos no futuro. E
ao contrário, quando uma empresa pára de pagar dividendos, está informando aos investidores que
alguma coisa está errada.
Terceiro, o efeito clientela implica que alguns investidores precisam ou preferem o lucro
hoje a tê-lo no futuro. Isso é especialmente verdadeiro para investidores de renda baixa ou
moderada, que estão menos interessados em retornos maiores a serem pagos numa data futura. Esse
grupo de perseguidores de dividendos gravita em torno das ações que pagam dividendos constantes
e oferecem elevados rendimentos. Eles procuram ações que fornecem retornos próximos aos de
outros ativos. Conseqüentemente, esses acionistas ficam apreensivos quando uma companhia reduz
seus dividendos, e estão prontos a se desfazer das ações caso o valor delas seja afetado
negativamente por isso.

10. Explique como funciona a política residual dos dividendos.


Ao adotar a abordagem residual líquida na política de dividendos, uma empresa deve
aquilatar como seu custo de capital mudará em função do novo financiamento. Tem de comparar
esse custo aos retornos (TIRs) produzidos pelos diferentes projetos. Qualquer fundo excedente pode
ser usado para pagar os dividendos. Sob essas circunstâncias, a meta é atingir o custo de capital
mais baixo possível, o qual, por sua vez, maximizará o valor da empresa.

11. Que tipo de política de dividendos é melhor para uma empresa?


A principal meta é estabelecer uma política de dividendos que seja aceita pelos investidores
como correta, que lhes propicie retornos razoável sente o preço mais alto possível para a ação da
empresa.

12. Defina as datas de ex-dividendo e de registro.


Data de ex-dividendo: quatro dias úteis antes da data de registro. Essa data estabelece quem
está habilitado aos dividendos. Assim, se o dia 5 de dezembro (sexta-feira) for a data do registro,
então o dia 8 de dezembro é a data ex-dividendo. Qualquer compra de ação antes do dia 1º de
dezembro dá direito a dividendos.
Data de registro: data que estabelece quais acionistas registrados irão receber dividendos.
13. No balanço patrimonial, o que acontece ao caixa e aos lucros retidos na data de pagamento
dos dividendos?
O caixa permanece inalterado e há uma redução dos lucros retidos.

14. Defina fluxo de caixa livre e explique pior que precisamos repensar a forma como
avaliamos uma empresa.
O fluxo de caixa livre da firme de uma empresa é o caixa obtido durante o ano que está
disponível para ser pago em juros aos credores e dividendos aos acionistas.

Você também pode gostar