Você está na página 1de 72
Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Sumário Introdução 2 Potenciação e Radiciação 3

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Sumário

Introdução

2

Potenciação e Radiciação

3

Potenciação

4

Radiciação

8

Extração de raiz quadrada manualmente

13

Média geométrica

26

Notação científica

29

Questão comentadas

33

Conclusão

61

Lista de questões sem comentário

62

Gabaritos

72

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Introdução

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Introdução

Olá.

Como foram de carnaval? Descansaram, se divertiram ou estudaram? Espero que tenham feito um pouco de cada coisa.

Hoje veremos um assunto “comum”. Quando eu digo comum, eu quero dizer que é um assunto que muitos já devem conhecer. Inclusive, já resolvemos alguns exercícios que envolviam os conceitos de potenciação e radiciação.

Mesmo assim, sugiro que leiam a aula, pois eu explico várias propriedades destas ferramentas e talvez existam algumas que vocês não conheçam.

Boa aula!

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Potenciação e Radiciação

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Potenciação e Radiciação

Aprenderemos o que eles são, para que são utilizados, suas propriedades, dentre outras coisas.

A primeira coisa que vocês devem saber é que estes institutos estão interligados, pois uma operação é o inverso da outra. Do mesmo modo que a multiplicação é a operação inversa da divisão.

Embora algumas pessoas saibam calculá-los, saibam que há muitas propriedades que talvez vocês não conheçam, então vale a pena dar uma olhadinha na teoria abaixo.

Depois disso, ensinarei como resolver raiz quadrada, quando o resultado não é exato. A maioria das pessoas nem sabe que isto é possível de se resolver sem calculadora. Rs.

Por fim, haverá algumas aplicações dos conhecimentos de potenciação e radiciação, como média geométrica e notação científica.

Curso Completo de Matemática para Concursos Potenciação Aula 04 Potenciação é utilizada para representar uma

Curso Completo de Matemática para Concursos

Potenciação

Aula 04

Potenciação é utilizada para representar uma multiplicação de fatores iguais.

Exemplo: 5 * 5 * 5 = 5 3 = 125

No exemplo acima, 5 é a base e 3 é o expoente.

Cuidado para não confundir com a multiplicação.

   

Multiplicação

Potenciação

Definição

Soma de fatores iguais

Multiplicação de fatores iguais

Exemplo

5

+ 5

+ 5

= 5 * 3 = 15

5 * 5 * 5 = 5 3 = 125

Acho que, até aqui, todos sabem. No entanto, agora vou ensinar algumas relações algébricas relacionadas com potência que nem todos sabem.

1. Expoente zero

Quando o expoente é 0, a resposta é 1, não importando o valor da base, que pode ser qualquer número.

Exemplo: 3457680,63745 = 1

Vejam que até mesmo um número grande e bizarro, quando elevado a zero, terá resultado 1.

esta

propriedade, como 2 0 = 1.

Obviamente,

um

número

convencional

também

respeitaria

2. Expoente negativo

Para que o expoente torne-se positivo, devemos inverter a base. Depois,

com o expoente positivo, o cálculo é idêntico.

Exemplo: 5 -3 =

3 =

3. Potenciação de frações

Devemos elevar o numerador e o denominador.

Exemplo:

4 =

=

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 4. Multiplicação de potências com bases iguais

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

4. Multiplicação de potências com bases iguais

Neste caso, podemos somar os expoentes. Reparem que isto só é possível quando as bases forem iguais.

Exemplo: 8 2 * 8 3 = 8 (2+3) = 8 5

5. Divisão de potências com bases iguais

Esta relação

somar os

expoentes, o correto é subtraí-los. Então, quando tivermos uma divisão de

potências com bases iguais, podemos subtrair os expoentes.

é

análoga à anterior. No

entanto, ao invés de

Exemplo: 8 2 / 8 3 = 8 (2-3) = 8 -1 =

Reparem que eu inverti o número 8, pois o seu expoente deu negativo. Vimos isto no item 2.

Também vale a pena frisar que isto é possível quando as bases forem iguais.

6. Potência de potência

Quando

tiver

uma

potência

multiplicar os expoentes.

Exemplo: (8 2 ) 3 = 8 (2*3) = 8 6

elevada

a

outra

potência,

é

permitido

Vejam que temos 8 2 , que está entre parênteses. Assim, esta potência está elevada a outra, que é o número 3.

7. Multiplicação de potências com expoentes iguais

Cuidado para não confundir com o item 2, que trata de multiplicação com bases iguais. Aqui, estamos falando de multiplicação entre potências com

expoentes iguais.

Exemplo: 3 6 * 4 6 = (3 * 4) 6 = 12 6

8. Divisão de potências com expoentes iguais

É análogo ao anterior: devemos dividir as bases neste caso.

Tenham o mesmo cuidado para não confundir com o item 3. Este item 3 refere-se à divisão com bases iguais. No item 6, estamos trabalhando com potências com expoentes iguais.

Exemplo: 3 6 / 4 6 = (3 / 4) 6 =

6

Vamos ver um exercício.

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 1. (FCC/2013/AL-PB/Assistente Legislativo) O valor da expressão

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

1. (FCC/2013/AL-PB/Assistente Legislativo)

O valor da expressão numérica (4 – 3) 2 . (3 – 4) 3 completo é

a) - 6.

b) -1.

c) 305.

d) 1.

e) 6.

após o cálculo

Temos duas subtrações entre parênteses. Estas subtrações são a base de uma multiplicação entre potências.

Vamos, primeiramente, resolver os parênteses.

(4 – 3) 2 * (3 – 4) 3 = (1) 2 . (-1) 3

Vejam o primeiro fator: (1) 2 . Quando temos um número, positivo ou negativo, elevado a um expoente par, o resultado é sempre um número positivo.

No entanto, acho que, se surgirem problemas, será no segundo fator, que

a base da potência é um número negativo, elevado a um número ímpar. Neste caso, se a base for positiva, o resultado será positivo. Se a base for negativa, o resultado será um número negativo.

Vejam, em uma tabela-resumo, o que foi explicado nos dois parágrafos anteriores. Para saberem o sinal do resultado, reparem nos cruzamentos entre

a base (positiva ou negativa) e o expoente (par ou ímpar)

Expoente par

Expoente ímpar

Resultado

O

+

Base positiva

Base negativa

O

+

O

+

O

-

Resumo: A única possibilidade de o resultado ser negativo é a base ser negativa e o expoente for ímpar; os outros três resultados dão resultado positivo.

Consultando a tabela acima, a resolução do exercício fica da seguinte

maneira:

Curso Completo de Matemática para Concursos (1) 2 * (-1) 3 = 1 * (-1)

Curso Completo de Matemática para Concursos

(1) 2 * (-1) 3 = 1 * (-1) = -1

Aula 04

Lembrando que a multiplicação entre um fator positivo e outro negativo produz um resultado negativo.

Gabarito: B

Há uma forma de decorar a tabela de combinações entre expoentes e bases: a única hipótese de o resultado ser negativo é com base negativa e expoente ímpar. As outras combinações geram resultado positivo. Vejam a última linha da tabela: apenas a combinação de base negativa com expoente ímpar gera um resultado negativo.

No entanto, apesar de haver a forma de decorar acima, eu prefiro entender através do resumo abaixo.

Resumo:

Quando o expoente for par, o resultado sempre será positivo.

Quando o expoente for ímpar, o resultado conservará o sinal da base.

Assim, de acordo com o resumo acima, quando o expoente for par, nem é preciso “quebrar a cabeça”, pois o resultado sempre será um número positivo. Já, quando o expoente for ímpar, o resultado terá o mesmo sinal da base; assim, se a base for positiva, resultado será positivo; se a base for negativa, resultado será negativo.

Para resumir todas as propriedades vistas, vejam a tabela-resumo abaixo.

Propriedade

Consequência

Expoente zero

Resultado igual a 1

Expoente negativo

Inverte-se a base

Multiplicação de potências com bases iguais

Soma-se os expoentes

Divisão de potências com bases iguais

Subtrai-se os expoentes

Potência de potência

Multiplica-se os expoentes

Multiplicação de potências com expoentes iguais

Multiplica-se as bases

Divisão de potências com expoentes iguais

Divide-se as bases

Curso Completo de Matemática para Concursos Radiciação Aula 04 Radiciação é a parte da matemática

Curso Completo de Matemática para Concursos

Radiciação

Aula 04

Radiciação é a parte da matemática dedicada ao estudo das raízes. Para quem não sabe a raiz é a operação inversa da potência. Vejam um exemplo abaixo.

5 2 = 25, então = 5

Vejam que o quadrado de 5 é 25, pois equivale a fazer 5 * 5 = 25. Como a raiz é a operação inversa da potência, raiz quadrada de 25 tem que ser igual a 5. Isto explica resumidamente o que é raiz de um número para quem não sabe.

Outro exemplo: = 2,8284

Isto significa que 2,8284

* 2,8284

= 8

Lembrem-se de que raízes quadradas de números que não são quadrados perfeitos são números irracionais, pois são números decimais infinitos. Vimos isto na aula 1.

Para aqueles que não sabem o que são quadrados perfeitos, eu explico.

São

exemplos.

números que a

raiz

quadrada é um número exato. Vejam alguns

Quadrados perfeitos

Raiz

Observação

1

1 = 1

1 *

1

= 1

4

4 = 2

2 * 2

= 4

9

9 = 3

3 * 3

= 9

16

16 = 4

4 * 4 = 16

25

25 = 5

5 * 5 = 25

A primeira coluna representa alguns exemplos de números que são quadrados perfeitos. A segunda coluna mostra que a raiz quadrada de um quadrado perfeito é um número exato. A terceira coluna mostra o porquê do resultado da segunda coluna ser exato.

Reitero que estes são alguns exemplos, pois a lista de números que são quadrados perfeitos é infinita.

Vamos, agora, dividir as raízes em dois grupos, as raízes de índice par e raízes de índice ímpar.

Índice? Vamos ver o que é. Vejam a estrutura de uma raiz.

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 A raiz quadrada de 36 é 6,

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 A raiz quadrada de 36 é 6, pois

A raiz quadrada de 36 é 6, pois 6 * 6 = 36

O índice indica quantos fatores são necessários para chegar ao número dentro da raiz. Vejam que o índice deste exemplo é 2, então o resultado (que é 6) foi multiplicado duas vezes, pois o índice é 2.

Vocês também precisam aprender que isto é chamado de radical. O número que fica dentro do radical, é chamado de radicando.

Pronto! Agora podemos ver algumas propriedades.

1. Raiz quadrada (índice 2)

Neste caso, não é necessário escrever o índice da raiz, pois é presumido que o índice é 2.

Exemplo: 7 = 7

2. Potências com expoentes em forma de fração

Quando há números elevados a frações, é possível fazer a transformação para raízes.

Exemplo: 2 = 2 =4

Resumo: 2

= 2

A base da potência é o radicando da raiz (número em vermelho).

O numerador da fração vai para dentro da raiz, como expoente do radicando (número em azul).

O denominador da fração é o próprio índice da raiz (número em verde).

3. Multiplicação de raízes com o mesmo índice

Neste caso, é possível unir as raízes em uma única raiz.

Exemplo: 3 * 27 = 3 27 = 81 = 9

Agora, vejam a multiplicação quando há números fora da raiz.

Exemplo: 23 * 52 = 2 * 53 2 = 106

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Vejam que a multiplicação acontece entre os

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Vejam que a multiplicação acontece entre os números que estão fora da raiz e os números que estão dentro da raiz, mas separadamente. Multiplicam- se os números que estão fora apenas com outros números que estão fora. Multiplicam-se os números que estão dentro da raiz apenas com outros números que estão dentro.

4. Divisão de raízes com o mesmo expoente

Também é possível unir as raízes em uma única raiz.

Exemplo:

=

= 4 = 2

5. Simplificação de expoentes

Podemos fatorar os números dentro das raízes para simplificarmos.

Exemplo: 12 = 2 3 = 2 * 3 = 2 3

6. Raiz de índice par e radicando negativo

Não existe resultado no conjunto dos números reais. Existe solução apenas no conjunto dos números complexos.

Exemplo: 5

Este símbolo desconhecido da linha acima significa “não existe solução”.

=

Observação: Vamos estudar números complexos na última aula.

Resumo: Não existe solução, no conjunto dos números reais, para raízes com radicando negativo e índice par.

7. Racionalização

É um procedimento que visa a retirar a raiz do denominador de uma fração

sem alterar o resultado.

Exemplo:

∗√

= ∗√ =

∗√

= 33

Reparem que multiplicamos a fração por 3 tanto no numerador quanto no denominador. Se a multiplicação ocorresse em apenas um deles, o resultado seria alterado. Com isto, conseguimos tirar a raiz do denominador, tornando o resultado mais apresentável sem mudar o valor final. Vejam:

√ = , = 5 , 2 3 * √ 3 = 3 * 1,73

=

, = 5,2

3 * 3 = 3 * 1,73 = 5,2

Vamos ver um exercício.

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

2. (MB/2013/EAM/Aprendiz de Marinheiro)

Qual é o valor de Y = ?

a) 1

b)

c)

d)

e)

Vou

mostrar

como

resolver

este

exercício.

interessantes envolvidas nele.

outras

propriedades

A primeira coisa que vocês devem notar é que as raízes não são exatas,

pois 32 e 8 não são quadrados perfeitos.

Y =

Eu disse que eles não são quadrados perfeitos, mas podemos escrevê-los de forma “inteligente” parecida com isto. Vejam abaixo:

Y =

Notem que esta fatoração não altera o resultado dos radicandos, que continuam sendo 32 e 8.

Agora, a diferença é que 16 e 4 são quadrados perfeitos e podem ser resolvidos. O número 2 que os multiplica permanecerá na raiz, pois a sua raiz quadrada não é exata.

Y =

A raiz quadrada de 16 é 4 e por isto ele foi retirado da raiz. A mesma coisa

é válida para a raiz quadrada de 4, que dá 2 (também retirado da raiz).

Para terminar, é só efetuar a subtração.

Y =

Gabarito: E

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Propriedade Consequência Raiz quadrada Oculta-se o índice

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Propriedade

Consequência

Raiz quadrada

Oculta-se o índice

Potências com expoentes em forma de fração

Transforma-se em raiz

Multiplicação de raízes com expoente igual

Une-se em uma única raiz

Divisão de raízes com expoente igual

Une-se em uma única raiz

Simplificação de expoentes

Fatora-se o radicando

Raiz de radicando negativo e índice par

Não existe solução no conjunto dos números reais

Racionalização

Torna-se a fração mais apresentável.

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Extração de raiz quadrada manualmente Vamos aprender

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Extração de raiz quadrada manualmente

Vamos aprender a extrair estas raízes manualmente.

1) Primeiramente, faça o seguinte esquema

manualmente. 1) Primeiramente, faça o seguinte esquema O radicando é número do qual extrairemos a raiz

O radicando é número do qual extrairemos a raiz e o resultado é o que queremos obter.

Os dois rascunhos serão utilizados durante o procedimento.

Assim, para o nosso exemplo, ficará assim:

o procedimento. Assim, para o nosso exemplo, ficará assim: 2) Em seguida, separe o radicando em

2) Em seguida, separe o radicando em grupos de duas unidades; caso o número de algarismos seja ímpar, o primeiro grupo terá apenas um algarismo

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 3) Descubra qual é a raiz quadrada

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 3) Descubra qual é a raiz quadrada do

3) Descubra qual é a raiz quadrada do primeiro grupo; caso não seja um valor exato, pegue o valor mais próximo, desde que não seja maior

O primeiro grupo é formado apenas pelo 1. Vamos colocar este número embaixo (no rascunho 1, em azul) para evidenciar que estamos calculando-o.

1, em azul) para evidenciar que estamos calculando-o. A raiz quadrada de 1 é 1 também.

A raiz quadrada de 1 é 1 também. Por enquanto está fácil, né?

Assim, vamos colocar no resultado (área verde) o número 1. No entanto, precisamos colocar a vírgula também, pois não podemos nos esquecer dela.

a vírgula também, pois não podemos nos esquecer dela. 4) No rascunho 1, calcule o resto

4) No rascunho 1, calcule o resto e “abaixe” o próximo grupo;

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Vamos calcular o resto desta operação. O

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Vamos calcular o resto desta operação. O resto é a diferença entre o número original e o quadrado do resultado.

entre o número original e o quadrado do resultado. Vamos “descer” o próximo grupo. “Descemos” o

Vamos “descer” o próximo grupo.

quadrado do resultado. Vamos “descer” o próximo grupo. “Descemos” o 08 para o rascunho 1. 5)

“Descemos” o 08 para o rascunho 1.

5) No rascunho 2, dobre o número do resultado (chamarei de x) e monte a estrutura x_ * _ =

Agora, começa a parte mais difícil de entender, então atenção.

Temos que dobrar o resultado e montar a estrutura x_ * x = , onde x é o dobro do resultado (área verde).

Por enquanto, o resultado tem apenas o valor 1 e o dobro de 1 é 2.

Toda esta operação será feita no rascunho 2 (área laranja).

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Esta estrutura significa que o underline (_)

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Esta estrutura significa que o underline (_) será

Esta estrutura significa que o underline (_) será preenchido por um algarismo. Como há dois underlines, eles serão preenchidos pelo mesmo número.

Vamos ao próximo passo.

6) Calcule o número que satisfaça x_ * _

No caso deste exercício temos que procurar um número 2_ * _ = 8, pois 8 é o valor do rascunho 1. Vejam as opções que temos.

Algarismo que substitui o underline

Resultado

0

20 * 0 = 0

1

21 *

1

= 21

2

22 * 2 = 44

3

23 * 3 = 69

4

24 * 4 = 96

5

25 * 5 = 125

6

26 * 6 = 156

7

27 * 7 = 189

8

28 * 8 = 224

9

29 * 9 = 261

Vejam que a melhor opção é o 0, pois 1 já dá 21 * 1 = 21, que é maior que

8.

Então vamos colocar 0 no resultado.

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 7) Repita o procedimento até terminar Temos

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 7) Repita o procedimento até terminar Temos que

7) Repita o procedimento até terminar

Temos que repetir o procedimento, então precisamos calcular o resto e “abaixar” o próximo grupo.

O resto é a diferença entre os resultados do rascunho 1 e do rascunho 2. Depois disso, devemos “abaixar” o próximo grupo, que é o 16. Vejam na figura abaixo.

o próximo grupo, que é o 16. Vejam na figura abaixo. O próximo número no rascunho

O próximo número no rascunho 1 é o 816.

Vamos continuar repetindo o procedimento, precisamos dobrar o resultado e montar a estrutura x_ * _ = .

Ignorando a vírgula, podemos ver que o resultado (área verde) é 10, então seu dobro será 20.

Montaremos, então, 20_ * _ = .

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Novamente, vejam as opções. Algarismo que substitui

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Novamente, vejam as opções. Algarismo que substitui o

Novamente, vejam as opções.

Algarismo que substitui o underline

Resultado

0

200 * 0 = 0

1

201 * 1 = 201

2

202 * 2 = 404

3

203 * 3 = 609

4

204 * 4 = 816

5

205 * 5 = 1025

6

206 * 6 = 1236

7

207 * 7 = 1449

8

208 * 8 = 1664

9

209 * 9 = 1881

Vejam que o algarismo 4 substitui precisamente a expressão, dando um resultado de 816.

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Assim, a raiz quadrada de 1,0816 é

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Assim, a raiz quadrada de 1,0816 é 1,04.

Assim, a raiz quadrada de 1,0816 é 1,04.

Viram que não é nada fácil extrair a raiz quadrada manualmente, por isto eu recomendo que vocês “pulem” o exercício caso precisem efetuar um cálculo deste tipo.

Exemplo: Para fixar o conhecimento, vamos tentar extrair a raiz quadrada de 1024.

conhecimento, vamos tentar extrair a raiz quadrada de 1024. Precisamos tirar a raiz quadrada de 10.

Precisamos tirar a raiz quadrada de 10. O número mais próximo é o 3, pois 3 2 = 9.

quadrada de 10. O número mais próximo é o 3, pois 3 2 = 9. Prof.
Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Já calculei o resto, que é 1.

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Já calculei o resto, que é 1. Também já montei a estrutura 6_ * _ = , pois

o dobro de 3 é 6.

Vamos descer o próximo grupo.

_ = , pois o dobro de 3 é 6. Vamos descer o próximo grupo. O

O próximo número no rascunho 1 é 124, então precisamos encontrar um

número que substitua o underline na expressão 6_ * _ e dê o mais próximo

deste valor.

As opções são:

Algarismo que substitui o underline

Resultado

0

60 * 0 = 0

1

61 * 1 = 61

2

62 * 2 = 124

Vejam

que nem é necessário

encontramos o resultado, que é 2.

continuar até o algarismo

9,

pois

resultado, que é 2. continuar até o algarismo 9, pois já Assim, a raiz de 1024

Assim, a raiz de 1024 é 32.

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Exemplo: Se desejarem, treinem com as seguintes

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Exemplo: Se desejarem, treinem com as seguintes operações. Não efetuarei os cálculos por fugir do escopo desta aula.

3969 = 63

7225 = 85

1,1236 = 1,06

1,1449 = 1,07

1,3225 = 1,15

3. (BIO-RIO/2013/CBM-RJ/Cabo)

A raiz quadrada de 120 é um número

a) entre 10 e 11;

b) entre 11 e 12;

c) entre 12 e 13;

d) entre 13 e 14;

e) maior do que 14.

O certo

é resolver este exercício

sem

precisamos do resultado exato.

resolver a questão, pois não

Raiz

Resultado

Raiz

Resultado

1

1

121

11

4

2

144

12

9

3

169

13

16

4

196

14

25

5

225

15

36

6

256

16

49

7

289

17

64

8

324

18

81

9

361

19

100

10

400

20

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 A lista acima são todos os quadrados

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

A lista acima são todos os quadrados perfeitos. Reparem que o número 120

está entre a raiz quadrada de 100 e a raiz quadrada de 121. Por isto, sabemos que sua raiz terá como resultado um número entre 10 e 11.

Na verdade, como 120 é muito próximo de 121, com certeza, sua raiz será um número muito próximo de 11.

Já conseguimos identificar a resposta, que é letra A. No entanto, vou resolver esta raiz para treinarmos mais um pouco.

   

1

20

 

A

raiz quadrada de 1 é 1.

 
   

1

20

1

 

1

2_ * _ =

 

-

1 2

0

 

Vamos descer o número 20.

1 20

1

1

- 1 2

0 20

2_ * _ =

As opções para preencher o underline são:

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Algarismo que substitui o underline Resultado 0

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Algarismo que substitui o underline

Resultado

0

20 * 0 = 0

1

21 * 1 = 21

Vejam que a única opção é o 0, pois o 1 já dá um produto maior que 20.

1 20

10

1

1 2

-

0 20

- 0

20

20 * 0 = 0

Para continuar, precisamos colocar uma vírgula e mais dois zeros.

1 20

10,

1

1 2

-

0 20

- 0

20 00

20 * 0 = 0

O procedimento continua, mas, desta vez, o número a ser dobrado é o 10. Assim, a estrutura do rascunho 2 ficará 20_ * _ =.

Curso Completo de Matemática para Concursos 1 20 10, 1 1 2 - 0 20

Curso Completo de Matemática para Concursos

1 20

10,

1

1 2

-

0 20

- 0

20 00

20 * 0 = 0

20_ * _ =

Vejam as opções.

Aula 04

Algarismo que substitui o underline

Resultado

0

200 * 0 = 0

1

201 * 1 = 201

2

202 * 2 = 402

3

203 * 3 = 609

4

204 * 4 = 816

5

205 * 5 = 1025

6

206 * 6 = 1236

7

207 * 7 = 1449

8

208 * 8 = 1664

9

209 * 9 = 1881

A opção mais próxima é o 9.

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04   1 20 10,9   1 20

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

 

1

20

10,9

 

1

20 * 0 = 0

-

1 2

209 * 9 = 1881

 

0

20

-

0

 

20 00

 

-

18 81

 

1 19

Se quiséssemos continuar, era só colocar mais dois zeros e dobrar o número 109 para montarmos a estrutura do underline no rascunho 2. Assim como fizemos até agora.

Mas vou parar por aqui, pois acho que já está bom. Como esperado, o resultado deu entre 10 e 11, mas muito próximo deste último.

Utilizando uma calculadora para conferir a resposta, chego em 10,95.

Gabarito: A

Curso Completo de Matemática para Concursos Média geométrica Aula 04 Aprendemos a calcular a média

Curso Completo de Matemática para Concursos

Média geométrica

Aula 04

Aprendemos a calcular a média aritmética na aula demonstrativa. Esta média apenas utiliza os conceitos de soma e divisão. Aprenderemos agora a média geométrica, que utiliza os conceitos de multiplicação e radiciação em seus cálculos. Para explica-la, vou utilizar um exemplo.

Exemplo: João foi muito mal na primeira prova de Matemática na escola: tirou 2. Sua
Exemplo: João foi muito mal na primeira prova de Matemática na
escola: tirou 2. Sua mãe, muito brava, obrigou-o a estudar muito para
a segunda prova. Assim, João conseguiu se recuperar e tirou 9.
Sabendo que a média de aprovação é 5 e que ela é calculada
aritmeticamente, João foi aprovado ou não?
Média =
Média =
Média = 5,5
João foi aprovado.

Este foi um exemplo de média aritmética, que já aprendemos e ninguém deve ter tido dificuldade. Vamos ver outro exemplo.

Exemplo: João foi muito mal na primeira prova de Matemática na

escola: tirou 2. Sua mãe, muito brava, obrigou-o a estudar muito para

a segunda prova. Assim, João conseguiu se recuperar e tirou 9. Sabendo que a média de aprovação é 5 e que ela é calculada geometricamente, João foi aprovado ou não?

Ao invés de somar e dividir, a média geométrica é calculada pela multiplicação dos fatores seguida da raiz destes números, sendo que o índice desta raiz é a quantidade de fatores.

Parece difícil, mas não é. Vejam:

Média = 2 9

Média = 18

Média = 4,24

João foi reprovado.

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 No exemplo acima, tiramos a raiz quadrada,

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

No exemplo acima, tiramos a raiz quadrada, pois temos dois fatores (duas notas). Se fossem três, tiraríamos a raiz cúbica; se fossem quatro, o índice da raiz também seria 4 e assim por diante.

Na faculdade, eu me lembro que havia um professor que utilizava a média geométrica para calcular a nota final.

A vantagem disto? Ferrar o aluno. Rs.

Este tipo de média obrigava o aluno a ir bem nas duas provas. No exemplo do João, mesmo que ele tirasse 10 na segunda prova, ele não seria aprovado, pois a raiz quadrada de 20 (produto da nota 2 e da nota 10) dá 4,47, que é menor que 5.

Bom, vamos ver um exercício da FCC que cobrou este conceito.

4. (FCC/2013/DPE-RS/Analista)

A média geométrica dos números 4, 8 e 16 é

a) maior que a respectiva média aritmética.

b) inferior a 6.

c) igual a 8.

d) igual a 4.

e) superior a 9.

Conhecendo a média geométrica, não há segredos. Temos três fatores, então é só multiplica-los e calcular a raiz cúbica.

Média geométrica =

Média geométrica =

Média geométrica = 8

Raiz

Resultado

1

1

8

2

27

3

64

4

125

5

Raiz

Resultado

216

6

343

7

512

8

729

9

1000

10

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Quem quiser decorar as principais raízes cúbicas,

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Quem quiser decorar as principais raízes cúbicas, coloquei-as acima.

Assim, se 8 3 = 8 * 8 * 8 = 512.

Gabarito: C

Resumo: Média geométrica é calculada pela raiz da multiplicação dos fatores, sendo que o índice desta raiz é o número de fatores.

Curso Completo de Matemática para Concursos Notação científica Aula 04 Os químicos devem conhecer o

Curso Completo de Matemática para Concursos

Notação científica

Aula 04

Os químicos devem conhecer o número de Avogadro, que é o número de partículas constituintes de 1 mol. Este número de Avogadro é aproximadamente 6,022 * 10 23 .

Este número já está em notação científica e representaria um número assim:

602.200.000.000.000.000.000.000

Acho que já deu para entender para que serve a notação científica. Ela é utilizada para representar números muitos grandes ou números muito pequenos.

Outro exemplo: qual a massa de uma bactéria em kg?

Bom, isto depende da bactéria. Rs.

A escherichia coli, por exemplo, “pesa” 7 * 10 -16 kg.

Este número já está em notação científica e representaria um número assim:

0,0000000000000007

Já convenci vocês de que é muito mais fácil escrever estes números em notação científica? Então vamos aprender como é formada esta nomenclatura.

A notação científica é formada por duas partes: a mantissa e a ordem de

grandeza.

A mantissa sempre será um número entre 1 e 9 e a ordem de grandeza é o

expoente da potência de 10.

Isto explica o

porquê deste assunto estar nesta aula de potência e

radiciação, pois esta notação utiliza os conceitos de potência.

Vamos rever nossos exemplos.

Exemplo: 6,022 * 10 23

A mantissa é 6,022 e a ordem de grandeza é 10 23 .

Exemplo: 7 * 10 -16

A mantissa é 7 e a ordem de grandeza é – 16.

Observação: A ordem de grandeza é sempre um número inteiro.

Acho que entendi professor, mas como escrevo um número em notação científica?

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Vocês devem procurar deixar o número no

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Vocês devem procurar deixar o número no formato padrão, com mantissa e ordem de grandeza.

Vejam alguns exemplos simples.

Exemplo: 300 = 3 * 10 2

A ordem de grandeza 2 mostra que há dois zeros após a mantissa 3.

Exemplo: 5000 = 5 * 10 3

A ordem de grandeza 3 mostra que há três zeros após a mantissa 5.

Resumo: Quando o número for maior que 1, temos que separar a mantissa em um número entre 1 e 9 e contar quantas casas há após a mantissa. Esta contagem será igual a ordem de grandeza da base 10.

Para calcular ordem de grandezas negativas, o raciocínio é semelhante.

Exemplo: 0,03 = 3 * 10 -2

A ordem de grandeza – 2 mostra que há duas casas após o 0. Uma das

casas será 0 e a outra será a mantissa.

Exemplo: 5000 = 5 * 10 -3

A ordem de grandeza – 3 mostra que há três casas após o 0. Duas casas

serão 0 e a última será a mantissa.

Resumo: Quando o número for menor que 1, prestem atenção nos números após a fila de zeros, pois a mantissa estará lá, entre 1 e 9. A ordem de grandeza será o número de casas após a vírgula, incluindo a mantissa.

Vejam mais alguns exemplos.

60.000.000 = 6 * 10 7

230.000.000.000 = 2,3 * 10 11

0,000054 = 5,4 * 10 -5

0,000000000008 = 8 * 10 -12

Vamos ver um exercício de concurso para testarmos o nosso conhecimento até aqui.

Curso Completo de Matemática para Concursos 5. (Vunesp/2013/UFTM) Aula 04 Considerando as informações contidas

Curso Completo de Matemática para Concursos

5. (Vunesp/2013/UFTM)

Aula 04

de Matemática para Concursos 5. (Vunesp/2013/UFTM) Aula 04 Considerando as informações contidas na

Considerando

as

informações

contidas

na

notícia,

a

distância

aproximada

da Terra

à

Lua,

em

metros,

pode

ser corretamente

representada, em notação científica, por:

a) 3,88 × 10 5 .

b) 3,88 × 10 8 .

c) 2,77 × 10 8 .

d) 2,77 × 10 5 .

e) 4,15 × 10 5 .

Há uma pegadinha neste exercício. A questão quer a resposta em metros e a notícia dá a distância em quilômetros. Vamos converter.

27.700 km = 27.700.000 m

Observação: Teremos uma aula exclusiva para tratar de grandezas e suas conversões mais a frente.

Vou escrever este número em notação científica.

27.700.000 = 2,77 * 10 7

Cuidado, pois esta é a distância entre a Terra e o asteroide 2012 DA14. A distância perguntada, que é entre a Terra e a Lua, é 14 vezes maior do que esta.

Curso Completo de Matemática para Concursos Distância Terra-Lua = 14 * 2,77 * 10 7

Curso Completo de Matemática para Concursos

Distância Terra-Lua = 14 * 2,77 * 10 7

Distância Terra-Lua = 38,78 * 10 7

Aula 04

Vou escrever este número em notação científica, colocando a mantissa entre 1 e 10.

Distância Terra-Lua = 3,878 * 10 8

Aproximando a resposta, concluímos que a letra B é a correta.

Notem que, se vocês não tivessem convertido a distância de km para m, teriam encontrado letra A, logo a primeira alternativa para “pegar” os mais distraídos.

Gabarito: B

Resumo:

Notação científica é um artifício muito utilizado para representar números demasiadamente grandes ou demasiadamente pequenos.

Seu formato é:

a * 10 b

Sendo que:

a é a mantissa e varia entre 1 e 9

b é a ordem de grandeza e sempre é um número inteiro, positivo ou negativo.

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Questão comentadas

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Questão comentadas

6. (FCC/2014/TRF 3ª Região/Técnico Judiciário)

O resultado da expressão numérica 5 3 ÷ 5 . 5 4 ÷ 5 . 5 5 ÷ 5 ÷ 5 6 − 5

é igual a

a) 120.

b) 1/5

c) 55

d) 25

e) 620

Não

se

esqueçam

das

propriedades

de

potenciação:

somam-se

os

expoentes com bases iguais na multiplicação e subtraem-se os expoentes com bases iguais na divisão.

=

5 3 ÷

5 .

5 4 ÷

5 . 5 5 ÷

5 ÷

5 6 − 5

=

5 2 . 5 4 ÷

5 .

5 5 ÷ 5 ÷ 5 6 − 5

=

5 6 ÷ 5 . 5 5 ÷

5 ÷ 5 6 – 5

=

5 5 . 5 5 ÷

5 ÷ 5 6 – 5

 

=

5 10 ÷ 5 ÷ 5 6 − 5

=

5 9 ÷ 5 6 – 5

 

=

5 3 – 5

 

=

125 – 5

=

120

Eu

fiz

por etapas (uma a uma na ordem natural, da esquerda para

a

direita), mas era possível fazer de uma só vez também.

= 5 3 ÷

5 .

5 4 ÷

5 . 5 5 ÷

5 ÷

5 6 − 5

= 5 (3-1+4-1+5-1-6) 5

= 5 3 – 5

= 125 – 5

= 120

Gabarito: A

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 7. (FCC/2014/Metrô-SP/Assistente Administrativo Júnior) O

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

7.

(FCC/2014/Metrô-SP/Assistente Administrativo Júnior)

O

resultado da expressão:

(4 – 7) 2 . (4 – 6) 3 . (4 – 5) 4 – (5 – 8) 2 . (5 – 7) 3 . (5 – 6) 5

é igual a

a) 144.

b) – 192.

c) 0.

d) – 144.

e) 192.

Vamos resolver as subtrações dentro dos parênteses.

= (4 – 7) 2 * (4 – 6) 3 * (4 – 5) 4 – (5 – 8) 2 * (5 – 7) 3 * (5 – 6) 5

= (– 3) 2 * (– 2) 3 * (– 1) 4 – (– 3) 2 * (– 2) 3 * (– 1) 5

Lembrem-se: as potências de índice par produzem resultados sempre positivos; as potências de índice ímpar mantêm o sinal da base.

= 9 * (– 8)

= – 72 – 72

= – 144

*

1

Gabarito: D

9 * (– 8) * (– 1)

8. (FCC/2014/TRF 1ª Região/Analista Judiciário)

A diferença positiva entre o valor da expressão a seguir, quando x

= 1/2 e quando x = 1/3

[(15 – 17) . (15 – 14)] 3 – [(– 2) 3 . (– 2) 3 ] x

é igual a

a) 8

b) 2

c) 16

d) 12

e) 4

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Temos que calcular duas expressões semelhantes: uma

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Temos que calcular duas expressões semelhantes: uma para x = 1/2 e outra para x = 1/3.

x =

= [(15 – 17) * (15 – 14)] 3 – [(– 2) 3 * (– 2) 3 ] 1/2

= [– 2 * 1] 3 – [– 8 * (– 8)] 1/2

Lembrem-se de que expoentes fracionários podem se transformar em raízes. Vimos esta propriedade na teoria.

= [– 2] 3

= – 8 – 8

= – 16

Vamos repetir o procedimento com um novo valor de para x.

x =

= [(15 – 17) * (15 – 14)] 3 – [(– 2) 3 * (– 2) 3 ] 1/3

= [– 2 * 1] 3 – [– 8 * (– 8)] 1/3

= [– 2] 3

= – 8 – 4

= – 12

Vamos calcular a diferença, lembrando que o enunciado quer a diferença positiva. Por isto, para garantir o resultado positivo, vou utilizar o módulo.

= |– 16 – 12|

= 4

Observação: Ainda vamos aprender módulo em uma aula futura, então não se preocupem se vocês não entenderam.

Gabarito: E

9. (FCC/2014/METRÔ-SP/Analista Desenvolvimento Gestão Júnior)

O resultado dessa expressão numérica:

é igual a: a) 256 b) 128 c) 64 d) 512 e) 1 Curso Completo

é igual a:

a) 256

b) 128

c) 64

d) 512

e) 1

Curso Completo de Matemática para Concursos

64 d) 512 e) 1 Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Vamos ver o

Aula 04

Vamos ver o caso de um número elevado a outro, sendo que este outro também tem potência.

Quando há parênteses, o expoente está elevando todo o número dentro do parêntese. Quando não há, o expoente está elevando apenas o outro expoente.

Melhor ver exemplos.

Exemplo: = = 256

Vejam que o número 3, em vermelho, está elevando apenas o número 2 em azul. Esta operação dá 8, conforme vocês puderam ver.

Exemplo: ( ) = ( ) = 64

Neste aqui, o 3, em vermelho, está elevando todo o número dentro do parêntese, que deve ser resolvido antes. Acompanhem o raciocínio acima.

Neste último caso, também é possível aplicar a propriedade explicada na teoria: é possível multiplicar os expoentes.

Exemplo: ( ) = = 64

O produto entre 2 e 3 dá 6, então este é o valor do expoente.

Vamos resolver o exercício.

=

=

*

*

A segunda fração dá 1, pois o numerador é idêntico ao denominador.

Na primeira fração, é uma divisão de expoentes de bases iguais. É só subtrair os expoentes.

= 2 (16-8) = 2 8 = 256 Gabarito: A Curso Completo de Matemática para

= 2 (16-8)

= 2 8

= 256

Gabarito: A

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

10. (FCC/2012/TRF - 2ª Região - Técnico Judiciário)

Considere as seguintes afirmações:

I. Para todo número inteiro x, tem-se

+ , :

II.

III. Efetuando-se +

= 30.

x obtém-se

maior que 5.

= 16,8.

um número

Relativamente a essas afirmações, é certo que

a) I, II e III são verdadeiras.

b) apenas I e II são verdadeiras.

c) apenas II e III são verdadeiras.

d) apenas uma é verdadeira.

e) I, II e III são falsas.

sobre

radiciação, mas também nos permite relembrar algumas propriedades de potências e de fração geratriz. Vamos resolver item a item.

Este exercício é bom

porque é possível fixar o conhecimento

I. Para todo número inteiro x, tem-se

= 16,8.

Vocês se lembram da propriedade de potenciação que permitia somar os expoentes quando a base fosse igual? Vamos aplicar aqui, mas, ao invés de juntar os expoentes em uma única base, eu quero separa-los.

=

Agora, para resolver este exercício, são necessários bons conhecimentos de álgebra. Podemos colocar em evidência 4 , tanto no numerador, quanto no denominador.

=

( )

( )

Curso Completo de Matemática para Concursos Qual o sentido em colocar 4 em evidência? Vejam

Curso Completo de Matemática para Concursos

Qual o sentido em colocar 4 em evidência?

Vejam que,

com

Aula 04

isto, eu

poderei cancelar esta expressão e não vamos mais trabalhar com variáveis; apenas com algarismos.

vamos mais trabalhar com variáveis; apenas com algarismos. ( ) ( ) = = Vejam que

( )

( ) =

=

Vejam que eu inverti as expressões que possuíam expoentes negativos. Também vimos esta propriedade na sessão de potenciação.

Pronto! Agora, é só resolver a expressão.

Vamos

=

precisar

=

de

mais

informações

para

resolver

esta

expressão.

Lembram-se de que é necessário inverter a segunda fração quando estamos

dividindo frações?

*

= =

= 16,8

Vejam que, apesar de extremamente inesperado, aquela expressão gigante do enunciado realmente é igual a 16,8. Admito que não é fácil chegar até a resposta, pois muitos conhecimentos matemáticos estão envolvidos.

Uma solução alternativa a este item é substituir a variável x

por um

número qualquer, preferencialmente, um número que tornasse a solução mais fácil, como, por exemplo, o 0 ou 1. Vou substituir por 0 e mostrar que vocês

também chegariam na resposta.

=

=

Vejam que a expressão acima é igual a expressão que foi encontrada quando colocamos 4 em evidência, portanto, dará o mesmo resultado de

16,8.

Item correto.

II.

+ , :

= 30.

Para resolver este item, precisamos saber que um número elevado a uma fração pode ser transformado em raiz. Também precisamos saber calcular fração geratriz de uma dízima periódica simples, assim como o conhecimento de divisão de frações.

+ :

= +

*

=

*

=

*

=

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Vejam que se dividirmos 2970 por 99,

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Vejam que se dividirmos 2970 por 99, o resultado será 30, o que torna este item correto.

= 30

Item correto.

III. Efetuando-se

+ x obtém-se um

número

maior que 5.

Primeiro, deveríamos saber que é possível, na multiplicação de raízes, colocar todos os fatores dentro de uma única raiz. Depois disso, com conhecimentos de álgebra, é possível chegar ao resultado.

+ * = + ( )

+ ( ) = =

= = = = = 2

Vejam que a multiplicação entre as duas raízes resultou em 2. Como o algarismo 2 não é maior que 5, então este item está errado.

O resultado é somente I e II verdadeiros.

Item incorreto.

Observação: Para resolver esta expressão, é importante saber uma propriedade chamada “diferença de dois quadrados”. Veremos isto na aula de polinômios.

Gabarito: B

11. (FCC/2013/DPE-SP/Oficial de Defensoria Pública)

Escrever um número na notação científica significa expressá-lo como o produto de dois números reais x e y, tais que: 1 x < 10 e y é uma potência de 10.

Assim, por exemplo, as respectivas expressões dos números 0,0021 e 376,4, na notação científica, são 2,1 x 10 -3 e 3,764 x 10 2 .

Com base nessas informações, a expressão do número N =

, ,

, , na notação científica é

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 a) 3,75 x 10². b) 7,5 x

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

a) 3,75 x 10².

b) 7,5 x 10².

c) 3,75 x 10³.

d) 7,5 x 10³.

e) 3,75 x 104.

que é uma notação

científica. Vimos isto na teoria também.

Temos que resolver a expressão e, para facilitar, vou converter todos os termos para notação científica.

O enunciado

foi legal e explicou sucintamente o

, ,

=

, , , ,

=

=

, , ,

,

Vou converter o denominador para notação científica, apesar de não ser necessário.

,

=

,

Novamente, vamos dividir estas potências. É só calcular a diferença entre os expoentes do numerador e o denominador.

= 3,75 * 10 (-2+5)

= 3,75 * 10 3

Esta é uma notação científica, pois há uma mantissa e uma ordem de grandeza em base 10.

Gabarito: C

12. (Cesgranrio/2014/Petrobras/Geofísico Júnior)

Considerando-se a equação

=

1,

a

soma

de

todos os

elementos de seu conjunto solução é igual a

a) – 1,5

b) 0

c) 1,5

d) 3,5 e) 6 Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Exercício esquisito, pois

d) 3,5

e) 6

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Exercício esquisito, pois ele pede a soma de todos os elementos do conjunto solução. Acontece que há apenas uma solução possível, então ele mesmo “seria a soma”.

= 1

Vamos desmembrar a soma de expoentes em produtos de potências.

= 1

Vamos colocar os termos comum em evidência. No numerador, o termo comum é 6 x e no denominador é 6 -x .

( )

=

( )

1

Não podemos nos esquecer de que expoentes negativos invertem a base.

=

( )

( ) =

1

1

No numerador, precisamos aplicar o MMC, que é 6. Olha quantos conceitos já aprendidos estamos utilizando.

=

= 1

1

Vamos multiplicar em “X” esta equação.

Observação: Estas técnicas mais avançadas de resolução de equações nós aprenderemos na próxima aula.

6 x *

= 6 -x * 42

Notem que há um expoente negativo ainda, então podemos inverter a base para tornar o expoente positivo.

∗ = Curso Completo de Matemática para Concursos Vamos multiplicar em “X” novamente. 7 *

=

Curso Completo de Matemática para Concursos

Vamos multiplicar em “X” novamente.

7 * 6 x * 6 x = 42 * 36

Aula 04

Num produto de potências de mesma base, podemos somar os expoentes. Também podemos simplificar o 7 com o 42, que dá 6.

6 x+x = 6 * 36

6 2x = 216

O número 216 equivale a 6 3 .

6 2x = 6 3

Como as bases são iguais, podemos igualar os expoentes. Esta é mais uma técnica que veremos na próxima aula.

2x = 3

x = 1,5

Gabarito: C

13. (Cesgranrio/2014/FINEP/Assistente Administrativo)

Quantos são os números inteiros maiores que

?

a) 0

b) 1

c) 2

d) 3

e) 4

e menores que

Vamos resolver este exercício por aproximações, pois não acho que vale a pena resolver estas raízes.

dos cubos

perfeitos, pois vamos precisar delas.

Vejam

novamente as

tabelas dos quadrados

perfeitos

e

Sugiro que vocês decorem.

Curso Completo de Matemática para Concursos Aula 04 Raiz Resultado √ 1 1 √ 4

Curso Completo de Matemática para Concursos

Aula 04

Raiz

Resultado

1

1

4

2