Você está na página 1de 4

Imigração japonesa no Brasil DATAS COMEMORATIVAS DE JULHO

1: Dia Mundial da Arquitetura.

2: Dia do Hospital, Dia do Bombeiro Brasileiro e


Dia da Independência da Bahia.

3: Dia do Ministério da Justiça.

4: Dia Internacional do Cooperativismo e Dia


Internacional das Cooperativas.

5: Dia da Fundação do Exército da Salvação.

6: Dia da criação do Instituto Brasileiro de


Geografia e Estatística (IBGE).

7: Dia Internacional do Chocolate.

8: Dia do Panificador, Dia Nacional do Pesquisador


e Dia Nacional da Ciência.

9: Dia da Revolução Constitucionalista de 1932.

10: Dia Mundial da Lei e Dia da Pizza.


Apesar do cenário de negociações en- Os primeiros brasileiros que estabelece- 11: Dia Mundial da População e Dia do Rondonista.
tre os governos, a vinda de japoneses para ram contatos com os imigrantes japoneses,
o Brasil não foi bem vista pela sociedade, ao desembarcarem no porto de Santos, ates- 12: Dia do Engenheiro Florestal.
acreditando que o processo de embranque- tam uma positiva surpresa com o comporta-
cimento da população deveria ser concreti- mento social dos nipônicos. J. Amândio So- 13: Dia Mundial do Rock e Dia do Engenheiro
zado a partir da imigração de europeus e não bral, que atuava na inspeção de migrantes Sanitarista.
pela vinda de “negros amarelos”, expressão no estado de São Paulo registrou que os ja-
utilizada na época para designar os asiáticos poneses “saíram todos dos vagões na maior 14: Dia da Liberdade de Pensamento e Dia do
que chegavam ao país. O escritor e político ordem e, depois de deixarem estes, não se Propagandista Médico.
português Oliveira Martins, em 1880, che- viu no pavimento um só cuspo, uma casca
gou a declarar que “um Brasil europeu e não de fruta” e completou dizendo que “surpre- 15: Dia Internacional do Homem e Dia Nacional do
asiático, uma nação e não uma colônia, eis endeu a todos o estado de limpeza em que Pecuarista.
aí o seguro porvir da Antiga América por- ficou o salão: nem uma ponta de cigarro,
tuguesa”. Em 1892, o jornal Correio Paulis- nem um cuspo, perfeito contraste com as 16: Dia do Comerciante e Dia de Nossa Senhora do
tano publicou notas contrárias à imigração cuspideiras e pontas de cigarro esmagadas Carmo.
japonesa afirmando que “se a escória da Eu- com os pés de outros imigrantes”. Outro fa-
ropa não nos convém, menos nos convirá a tor que chamou atenção dos brasileiros foi a 17: Dia da Proteção às Florestas.
da China e do Japão”. disciplina dos trabalhadores japoneses, que
18: Dia Internacional Nelson Mandela - Pela
executavam suas tarefas de maneira impe-
O suposto cenário de escassez de força liberdade, justiça e democracia.
cável e não faziam contestações, mesmo
de trabalho nas lavouras, contudo, levou o
vivendo e trabalhando em condições degra-
governo brasileiro a estabelecer relações 19: Dia Internacional da Caridade, Dia Nacional do
dantes. É válido ressaltar que muitas propa-
diplomáticas com o governo japonês, para Futebol e Dia do Vaqueiro Nordestino.
gandas feitas pelo governo e cafeicultores
negociar a vinda de trabalhadores para o
brasileiros sobre as condições de trabalho
país. Em 1908, desembarcaria no porto de 20: Dia Internacional da Amizade, Dia Nacional
e de hospedagem eram falaciosas, assim
Santos a primeira leva de imigrantes japo- do Tatuador e Dia do Frentista (revendedor de
como as promessas salariais realizadas.
neses, resultante dessa negociação. A prin- posto de gasolina).
cípio, tais migrantes permaneceriam no Apesar das condições, estabeleceu-se
Brasil por aproximadamente cinco anos e no Brasil a maior população japonesa fora 21: Dia Nacional do Garimpeiro.
posteriormente retornariam a sua terra na- do Japão, destacadamente no estado de São
tal, mediante a promessa de acumulação de Paulo, fazendo dos japoneses um importan- 22: Dia do Trabalho Doméstico.
divisas no Brasil no trabalho nas lavouras te integrante na composição étnica da po-
cafeeiras. Divulgava-se para os japoneses pulação brasileira. 23: Dia do Guarda Rodoviário.
que o trabalho seria duro, que as condições
Fonte: Mayara Paubel, Graduada em 24: Dia de Santa Cristina.
sociais seriam adversas (sobretudo o cho-
que linguístico e cultural) mas que os rendi- História UFF2017, Mestre em Sociologia e
25: Dia do Motorista, Dia do Escritor, Dia Mundial do
mentos obtidos no período justificariam os Antropologia UFRJ 2012, Graduada em Ci-
Perdão e Dia do Colono.
esforços. ências Sociais UERJ 2009
2 - ECO DA TRADIÇÃO julho de 2018

PERGUNTA E RESPOSTA

1 - Mulher, serviçal, encarregada de todo o servi- 1


ço em uma moradia rural.

2 - Relho mais usado pelo homem campeiro. 2

3 - Nome que se dava ao gaúcho que aparecia na


3
estância com intenção de descansar no galpão
por uma temporada enquanto seu cavalo engor-
dasse um pouco. 4

4 - Significado da palavra Matambre.


5
5 - Objeto muito utilizado nas estâncias, para
socar milho. 6
6 - Relho usado pelo gaúcho e considerado o mais
forte e mais bonito dos relhos. 7

7 - Nome que se dá à ação de juntar todo o gado


de uma invernada em um lugar determinado. 8

8 - Ritmo musical eminentemente gaúcho.


9A
9 - Usando o pseudônimo ...........................,
Ramiro Barcelos para escreveu o poemeto 9B
........................

10 - Baile em que somente pessoas rigorosamen- 10


te pilchadas participam.
11
11 - Ex-prisioneiro farroupilha e professor que
fundou no Rio de Janeiro, no ano de 1857 a So-
ciedade Sul-Riograndense. 12

12 - Sociedade fundada em 1868, reunindo


intelectuais e escritores, abolicionistas e repu-
blicanos.
Amaro Juvenal; 9 B – Antonio Chimango; 10 – Fandango; 11 - Professor Pereira Coruja; 12 –Partenon Literário.
1 – Peona; 2 – Mango; 3 - Tumbeiro; 4 - Mata fome; 5 – Pilão; 6 - Rabo de tatu; 7 – Parar rodeio; 8 – Bugio; 9A -
Respostas:

Saiba mais sobre Marcílio Dias, herói de guerra


Militar brasileiro nascido em Rio Grande, Es- o distintivo de marinheiro-artilheiro. Embarcou
tado do Rio Grande do Sul, herói da batalha naval na corveta Imperial Parnaíba (1864), em expedi-
do Riachuelo, decisiva para a derrota do Paraguai ção ao Rio Prata, e na volta foi promovido a Ma-
na guerra contra o Brasil. De origem humilde, era rinheiro de 1ª classe (1864). Deflagrada a guerra
filho de Manuel Fagundes Dias e da lavadeira do Paraguai (1864), distinguiu-se nos ataques da
Palcena Dias. Era pardo escuro e assentou pra- esquadra brasileira a Paissandu, sob as ordens de
ça como grumete (1855), aos 17 anos de idade, Mariz e Barros. Na corveta Parnaíba, participou da
tendo praça no Corpo de Imperiais Marinheiros. batalha naval do Riachuelo, travada em águas do
Embarcou na corveta Constituição (1856) e logo rio Paraná (1865). Ferido mortalmente, morreu no
após no navio Tocantins, que tinha o Almiran-
dia seguinte, 12 de junho, nas proximidades de
te Barroso como seu comandante. Recebeu sua
Corrientes, Argentina, com apenas 27 anos de ida-
primeira promoção (1861) como marinheiro de
de. Seu corpo foi lançado nas águas do rio Paraná
3ª classe e no ano seguinte foi promovido para
e seu nome passou a ser cultuado como modelo
marinheiro de 2ª classe. Entrou para a Escola Prá-
de dedicação à pátria e bravura. Inclusive, ainda
tica de Artilharia (1863) como marinheiro a fim de
hoje seu retrato costuma figurar com destaque
se habilitar na manipulação de artefatos bélicos,
nos quartéis e navios da Marinha.
indispensáveis ao serviço de bordo, e recebeu a
classificação de Praça Distinta, passando a usar Fonte: Netsaber>>Biografias

EXPEDIENTE Informativo integrante do Eco da Tradição, edição 202, de junho de 2018. Publicação da Vice-presidência de Cultura do Movimento
Tradicionalista Gaúcho. Responsabilidade técnica: Jane Bitsck. Colaboradores: Lourenço Nunes e Roberta Jacinto.
ano XVII • edição 203 ECO DA TRADIÇÃO - 3

HISTÓRIA

O que é a desertificação? Importância da


preservação das florestas
Não é por acaso que são chama- • Conseguem proteger o solo con-
das de “pulmões do mundo” e tam- tra o efeito de erosão e contri-
bém conhecidas como “sumidouros buir com a qualidade da água.
de carbono”, pois nelas estão de- • Retêm grande parte da biodiver-
positados cerca de dois quintos de sidade terrestre.
todo o carbono presente nos ecos-
• Apresentam grande valor paisa-
sistemas da terra, ele fica retido no
gístico.
material vegetal e, em alguns casos,
na matéria orgânica no solo. O perí- Todos os benefícios citados até
odo de armazenamento pode ser de agora já têm sido reconhecidos por
muitos países. Para preservar as
décadas ou séculos. Para que seja
florestas, esses países têm desen-
possível absorver todo o dióxido de
volvido ações que seguem basica-
carbono emitido na atmosfera, que
mente três linhas estratégicas:
é um dos principais gases respon-
sáveis pelo Efeito Estufa, é preciso • Minimizar riscos de ocorrên-
plantar em torno de 1000 árvores cias de incêndios florestais, por
meio de ações como limpeza
por ano para cada habitante do pla-
dos terrenos, proibição de fo-
neta. Embora a função fotossintéti-
gueiras, campanhas publicitá-
ca seja a mais comentada quando
rias alertando sobre os riscos de
se fala em benefícios gerados pelas
incêndio, destinando mais guar-
florestas, existem ainda outras fun- das florestais, etc.
ções também extremamente im-
• Reflorestamento, plantando no-
O que é desertificação? A deser- As causas da desertificação portantes – ecológicas, econômicas
vas árvores sempre que houver
tificação é um fenômeno de degra- e sociais. Entre elas estão:
As causas da desertificação pe- corte das velhas.
dação dos solos e de áreas agrícolas • Podem ser utilizadas como fon-
las atividades humanas estão, so- • Explorar de forma racional as
que afeta centenas de milhares de bretudo, relacionadas ao empobre- te de madeira, combustíveis,
florestas.
pessoas em todo mundo, uma vez cimento dos solos realizado pelas alimentos e matérias-primas,
que o seu resultado é a perda total como por exemplo, resina e ce- Fonte: site Bioblog (www.bioblog.
atividades econômicas. O desma-
tamento é o principal vilão, pois lulose. com.br)
ou parcial de regiões agricultáveis,
prejudicando as práticas econômi- deixa a terra exposta às intempé-
cas. Esse processo pode ser uma ries climáticas e diminui a retenção
ocorrência tanto de ordem natural de água e nutrientes. Além disso, o
uso intensificado do solo em áreas
quanto antrópicas, muito embora a
agrícolas, o esgotamento de rios
sua intensificação se deva exclusi-
e demais recursos hídricos e até a
vamente ao exaustivo uso dos solos atividade da mineração também
pelo ser humano. estão na lista de ações que levam à
expansão desse problema ao longo
Conceito de desertificação
do espaço geográfico.
O conceito de desertificação foi Para combater e evitar a expan-
elaborado pela Organização das são da desertificação, a medida
Nações Unidas (ONU), durante a mais eficaz é preservar as áreas ver-
Convenção das Nações Unidas para des e praticar o reflorestamento em
a Desertificação. Nesse sentido, ela zonas devastadas, pois a vegetação
é definida como o processo de per- permite uma maior absorção da
da da produtividade dos solos em umidade proveniente da atmosfera,
além de tornar o clima proporcio-
regiões de climas áridos, semiári-
nalmente mais ameno. Além disso,
dos e subúmidos secos, resultantes
é necessária a adoção de técnicas
das atividades humanas ou de fato- sustentáveis de utilização do solo,
res naturais. Não deve, portanto, ser que garantam a prática da agrope-
confundida com a arenização, que é cuária sem impactar negativamen-
típica de ambientes mais úmidos, te o meio ambiente.
a exemplo do que ocorre na região Fonte: //escolaeducação.com.br/
sul do Brasil. desertificação
ECO DA TRADIÇÃO julho de 2018

FOLCLORE

Simpatias para arranjar namorado


Santo numa fria
Olhando fixamente para a imagem,
fale para o santo que enquanto ele
não lhe trouxer um novo amor ele
ficará na geladeira.
Se o santo demorar em atender seu
pedido, coloque a imagem no con-
gelador e só tire de lá depois que
seu príncipe aparecer!

Sete rosas
No dia de Santo Antônio (13), co-
loque sete rosas em um vaso em
frente a uma imagem do santo ca-
samenteiro. Reze para ele pedindo
um novo amor.
Depois de um tempo, quando as
pétalas secarem, leve-as para uma
igreja onde acontecem muitos ca-
samentos.

Sequestro relâmpago
Pegue a imagem de Santo Antônio
e tire o menino Jesus do colo dele
e vire-o para a parede. Prometa de-
volver o que lhe foi tomado assim
que ele lhe trouxer um namorado.

De cabeça para baixo


Coloque o Santo Antônio de pon- da de alguém especial na sua vida, da-roupa. Depois, o avise que ele fi- SIMPATIAS PARA SABER O NOME DO
ta cabeça dentro de um copo com dizendo: “Santo Antônio, protetor cará de castigo ali até o seu amado FUTURO MARIDO
água ou cachaça e avise ao santo dos namorados, faça chegar até a voltar para você. Fogueira
que ele só será colocado na posição mim aquele que anda sozinho e que No dia de Santo Antonio em uma
certa quando um novo amor entrar em minha companhia será feliz.” O cravo e a rosa
festa junina coloque água na boca e
em sua vida. Amarre o talo de uma rosa e o talo comece a rodar em volta da foguei-
Vela rosa de um cravo com uma fita verde, ra, o primeiro nome de homem que
SIMPATIAS PARA ENCONTRAR A Acenda uma vela rosa de qualquer depois, dê 13 nós na fita enquan- você ouvir alguém chamando ou
ALMA GÊMEA tamanho em um pires com mel e to pensa em Santo Antônio e pede gritando será o nome do seu futuro
Ponha a imagem do Santo Antonio peça ao Santo Antônio que lhe tra- para unir você e seu amor como os marido.
debaixo de sua cama, durante três ga o verdadeiro amor. talos do cravo e da rosa. Bananeira
noites seguidas. Antes de dormir, Compre um facão e, a meia-noite do
imagine o seu corpo rodeado por Embrulho poderoso Perfume especial
dia 13 de junho, crave-o numa ba-
uma luz rosada. No dia de Santo Antônio, embrulhe Retire três espinhos de uma rosa naneira. O líquido que escorrer da
Na manhã do quarto dia, prepare em um paninho branco: vermelha e coloque dentro do per- planta irá formar a primeira letra do
fume que você usa e que a pessoa nome do futuro marido.
um banho de casca de maçã com 3 três penas de qualquer passari-
uma colherada de mel e verá que nho gosta. Papel
em breve conhecerá uma pessoa 3 pétalas de rosas, de qualquer cor Use o perfume sempre que estiver Uma das mais antigas simpatias
super especial. com a pessoa, mas lembre-se de diz que, para descobrir quem será
1 medalha de Santo Antonio o futuro marido, basta escrever os
pensar e pedir para o santo remo-
Pé de cravo Leve-o consigo no bolso. ver os obstáculos se for para o bem nomes dos “candidatos” em vários
Em um vaso bonito, plante um pé papéis.
Ao trocar de roupa, também troque dos dois.
de cravo branco e cuide dele com Um dos papeis deve ser deixado
o embrulhinho de bolso. Faça isso
Vela e mel em branco. À meia-noite do dia 13
carinho até que floresça. Durante por 10 dias e depois jogue em um de junho, eles devem ser colocados
o plantio e todas as vezes que você gramado as penas e as pétalas, mas Na noite do dia 13 de Junho, pegue em cima de um prato com água, que
cuidar da planta, deve pensar em guarde a medalha em algum lugar uma vela branca nova e escreva na passará a madrugada ao relento.
Santo Antônio e pedir sua benção. entre suas coisas. vela, com um palito de dente, o seu No dia seguinte, o que estiver mais
Escolha a flor mais bonita e ofereça nome completo e o nome da pessoa aberto indicará o escolhido, se o
ao santo casamenteiro. Sete fitas em questão. mais aberto for em branco é sinal
Quer recuperar um amor perdido? Passe a vela no mel e depois acen- de que não irá casar.
Pela porta
Então, amarre sete fitas colorias em da-a sobre um pires branco. Depois Fonte: http://www.sitedebeleza-
Abra a porta da frente da casa para um Santo Antônio e o coloque de de alguns dias, essa pessoa especial emoda.com.br/simpatias-para-ar-
que Santo Antônio permita a entra- cabeça para baixo dentro do guar- ranjar-um-namorado/
virá procurar você.

Interesses relacionados