Você está na página 1de 21

Capa:

Adalice A. Lucena / Alisson


Studio Farol Lucena
Copyright©
Diagramação:
Pastor Robson Colaço de Lucena Robson Colaço

Missão América Impressão e Acabamento:


Gráfica Farol
Rua Eunildes Leite, 281
58.125-000 – Alagoa Nova – Paraíba – Brasil

www.missaoamerica.com.br

Gráfica Vitória
missaoamerica@gmail.com

Dados do Catalogo Missão América

LUCENA, Robson Colaço de,


Domínio Próprio
Pr. Robson Colaço de Lucena – Alagoa Nova – PB, 2018, 31 p

CDD - 251

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele
que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
João 3:16

1
Prefácio

O Livro Domínio Próprio é a experiência de uma vida na presença de Deus o


qual foi escrito em meio a muitas situações que o autor enfrentou e aprendeu várias
lições com o Espírito Santo.
Para obra complexa como o Domínio Próprio foi fundamental alguém
impaciente e de temperamento explosivo, que ao longo dos anos está aprendendo a
conter os seus impulsos humanos para que Deus opere. Se fosse uma pessoa de
natureza mansa, a obra seria imperfeita, porque quem tem equilíbrio sobre toda e
qualquer situação não precisa mudar em nada. Mas como se trata do mover de
Deus na vida de um pecador, podemos evidenciar que Ele é soberano e altera o
tempo e as estações para mostrar a sua infinita graça derramada na face da terra.

Para absorver todas das benções escritas neste exemplar, se desprenda de


tudo, ore e deixe que o Espírito de DEUS penetre na sua alma. Ao terminar o Livro
Domínio Próprio você não será a mesma pessoa porque trará grandes virtudes para
lhe abençoar rica e abundantemente.

Pr. Robson Colaço de Lucena


Campo Missão America

2
Agradecimentos

Agradeço a Deus pela grande oportunidade que recebi de falar do seu amor
para muitas pessoas, a qual cresci e tive uma intima comunhão com o mesmo. Foi
um período abençoado que vi muitas coisas boas acontecer ao meu redor; percebi o
mundo sobrenatural benigno trabalhando ao meu favor que se moveu fazendo
sentir Jesus Cristo.
Menciono com todo carinho o nome da minha adjuntora, Adalice Alves de
Lucena, companheira que Deus pôs em minha vida para o apoio Ministerial. A
mesma é um porto seguro nas horas de dor e silêncio que enfrento em meio às
perseguições no Campo Missionário que abracei com amor e abnegação.
Não posso deixar de registrar um grande tesouro na terra que são os meus
três filhos, Alisson Alves de Lucena, Alice Alves de Lucena, motivo de alegria na
minha pequena peregrinação na terra.

3
Sumário
Primeiro Capítulo – Entendendo a Natureza Humana Página 05
Segundo Capítulo – As Críticas Página 08
Terceiro Capítulo – A Reciprocidade Negativa Página 09
Quarto Capítulo – Ser Feliz nas Adversidades Página 12
Quinto Capítulo – A Verdade Falada Com Amor Página 15
Sexto Capítulo – Domínio Próprio e a Relação Social Página 16
Sétimo Capítulo – Deixa Deus Resolver Página 19
Considerações Finais Página 21

4
Domínio Próprio
Gálatas 5:22-23
22 - Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benigdade,
bondade, fé,
23 - Mansidão, DOMINIO PRÓPRIO. Contra estas coisas não há lei.

Primeiro Capítulo
Entendendo a Natureza Humana

O Domínio Próprio é uma virtude do Espírito Santo, que todos devemos ter
para poder levar uma vida frutífera e em paz enquanto estivermos no mundo
presente.
Chegamos um período em que vivemos sufocados por uma sociedade
consumista; perdendo o valor moral e espiritual ao ponto de dar um nome moderno
a tudo que nos cerca. Temos o exemplo da ignorância, brutalidade, grosseria que
recebe nome de stress. Mas, na verdade isso é a falta do Espírito Santo nos que são
assolados, tendo em vista o pecado evidente atuando como senhor dos sentimentos
humanos.
Para escrever um pouco sobre o Domínio Próprio foi necessário um servo de
Deus que tinha o pavio curto, ou sangue no olho como costuma dizer o nordestino.
(Pavio curto significa uma pessoa que explode com tudo).

Se fosse alguém manso falando sobre o assunto, certamente a mensagem


seria vazia porque não estaríamos evidenciando a mudança do incontrolável por
uma pessoa que quando quer explodir sente a responsabilidade e ao mesmo tempo
o amor de Deus derramado na face da terra através do Espírito Santo.

Para acontecer um milagre é fundamental uma transformação; podemos ver


uma citação em “II Aos Coríntios”.

II Aos Coríntios 5:17

5
E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram,
eis que se fizeram novas.

Podemos ser tentados e passar por algumas provações; e por isso não
estamos pecando. Mas, se deixarmos a velha natureza pecaminosa dominar o nosso
ser; automaticamente negligenciamos a Palavra, porque agora somos conhecedores
e praticantes do Evangelho.
Somente quando entregamos os nossos desejos a Deus para que Ele opere
com a sua graça é que podemos nos afinar com Jesus Cristo. Na nossa rotina quando
nos envolvemos com as atividades naturais, percebemos que às horas passam bem
rápidas, de maneira que não sobra tempo para nada, às vezes até esquecemo-nos
de alimentar-se.
Ao canalizarmos o nosso trabalho, sentimento e vontade para o Espírito Santo
operar, acontece algo poderoso, então tudo prospera; sendo que não há motivo
para pecar e as situações estressantes passam sem nos afligir.

Salmo 1:3
Ele é como arvore plantada junto à corrente de águas, que, no devido tempo, dá o
seu fruto, e cujas folhagens não murcham; e tudo o quanto ele faz será bem
sucedido.

Toda a nossa virtude vem de Deus, e os defeitos da nossa natureza


pecaminosa; isso não quer dizer que somos marionetes nas mãos do Criador, pelo
contrário, estamos livres para fazermos e pensarmos como quisermos. No entanto,
a condição de pecador por inclinação humana nos leva a desempenharmos ações
que são contrarias a vontade de Deus.
É notório que ao passarmos por experiências amargas como ofensas, calúnias
e outros inconvenientes, imediatamente queremos revidar e deixar o ofensor em
uma situação mais degradante que o mesmo nos colocou. Da mesma forma quando
somos perseguidos ou passamos por um exame de seleção para assumirmos uma
vaga em determinado local, não queremos aceitar o teste para ver quem tem a
melhor capacidade; simplesmente lamentamos no nosso ego e interpretamos que é
uma competição e o nosso adversário têm que ser excluído, se possível sair da
cidade para não tornar-se uma pedra no nosso sapato.
Acontece também na maioria dos casos que ao concorrer com uma vaga em
determinada empresa, e nos deparamos com o apadrinhamento político à troca de
favores. E ao vermos uma pessoa sem condições de exercer a função, ocupando a
nossa vaga, vem ao nosso coração uma gama de sentimentos negativos. Quando

6
acontece algo dessa natureza somente o Espírito Santo é quem poder sarar as
nossas feridas.
Tudo é consequência de um comportamento humano que é natural, mas que
deve ser combatido com jejum e oração, elementos indispensáveis para termos a
vitória diante dos nossos inimigos.

Muitas vezes surgem atritos em determinado âmbito da nossa vida, de


maneira que o diabo usa alguém para tirar a nossa paz, e ao invés de procurarmos a
Deus para que solucione a dificuldade, o primeiro pensamento que vem a nossa
mente é o desejo que a pessoa perseguidora morra e seja esquecida por todos para
que assim a harmonia volte a reinar. Com essa limitação humana esquecemos que o
promotor do conflito é o diabo, e a pessoa que esta sendo usada para fazer o
serviço sujo não passa de uma pobre alma que precisa de oração e amor; e somente
com a operação do Espírito Santo é que entenderá
a bondade do Senhor Jesus, e quando isso sobrevém às coisas voltam para o seu
devido lugar.

A nossa natureza má, está viva dentro de nós esperando à hora de ser usada.
Pode ser comparada a um gatilho de uma arma que vai ativar uma explosão a
qualquer momento, obedecendo à risca a velha filosofia que diz: “Bateu, Levou!”
O desejo de vingança, violência, ódio, desprezo, esta adormecido no coração
de muitos; e na maioria das vezes pensamos estar livres dos mesmos, quando na
verdade esse sentimento desperta inesperadamente se não dermos lugar para Deus
operar em nossos membros.

Quando a nossa mente, coração, mãos, olhos, ouvidos e demais partes do


corpo estiver consagrado a fazer a obra de Cristo na terra tudo acontecerá em plena
paz. Porque foi para isso que Ele nos gerou, tendo em particular o ministério de
adoração. Se não somos direcionados por Deus, ficamos semelhantes a um avião
desgovernado que não obedece aos comandos; de maneira que a aeronave estando
nas alturas pode gerar um acidente a qualquer momento.

Provérbios 25:28
Como cidade derribada sem muro, assim é o homem que não tem Domínio
Próprio.

7
Segundo Capítulo
As Críticas
Uma das coisas mais difíceis de aceitar, são as críticas; observe que quando
estamos indo bem em qualquer projeto ou área da nossa vida, geralmente aparece
alguém tomado de inveja e incompetência e diz: “Eu quero fazer uma crítica
construtiva. ” A partir daí começa a jogar para fora as suas frustrações e desejos de
estar em nosso lugar. Falo com toda propriedade: Não existe Crítica Construtiva, e
sim; questões mal resolvidas por parte de alguns que nos cercam. Porque ao invés
da crítica, as pessoas não dão sugestões, dica, conselho ou não oram?
Por sua vez, quando somos censurados a nossa vontade é de revidar, desistir
ou até mesmo ficarmos frustrados nos igualando aos críticos. Mas, não é o caminho
que devemos tomar, e sim, aprender com Jesus, que em meio às perseguições e
reprochas*, guardava o silêncio e levantava a cabeça dando ênfase ao Grande
Projeto de Deus. Não devemos desistir dos nossos sonhos e ideais, porque tudo que
passamos tem um propósito Divino para gerar vida em nós e aos que nos cercam.
Ao ser assolado por outro devemos seguir em frente olhando para o alto, o
lugar que Deus se faz presente, nunca baixar a cabeça, ou esperar à hora exata para
darmos o troco aquele que nos ofendeu.
Provérbios 16:32
Melhor é o que tarda em irar-se do que o poderoso, e o que controla o seu ânimo
do que aquele que toma uma cidade.

No decorrer da vida quantos seres humanos, foram derrotados porque não


souberam ouvir uma palavra contraria a sua vontade?
De forma que devemos ter todo cuidado com aqueles que apresentam um
simulacro* de amor (isso é uma cópia imperfeita de quem tem amor), pois a
tendência dos tais é levar o semelhante a uma destruição, não importa quanto
tempo passe.
A crítica é simplesmente um julgamento de alguém que está se sentindo
prejudicado por não ter conseguido êxito em determinado projeto e a outra pessoa
conseguiu o sucesso.

O próprio Jesus Cristo foi vítima dos críticos da sua época:

8
Mateus 13:54-57
54 - E, chegando à sua pátria, ensinava-os na sinagoga deles, de sorte que se
maravilhavam, e diziam: De onde veio a este a sabedoria, e estas maravilhas?
55 - Não é este o filho do carpinteiro? e não se chama sua mãe Maria, e seus
irmãos Tiago, e José, e Simão, e Judas?
56 - E não estão entre nós todas as suas irmãs? De onde lhe veio, pois, tudo isto?
57 - E escandalizavam-se nele. Jesus, porém, lhes disse: Não há profeta sem honra,
a não ser na sua pátria e na sua casa.

Toda crítica vem recheada com censura sendo uma forma primitiva que
trazemos desde a fundação do mundo, algo que deve ser trabalhado e melhorado
dentro de cada ser humano.
Quem recrimina fala do que o coração está cheio, e traz dentro da sua alma a
inveja, incapacidade, insucesso, frustração; automaticamente externa uma língua
afiada cheia de malicia e críticas que pode destruir a vida de uma pessoa e até a
sociedade. A prova do que escrevo encontramos na vida de Adolf Hitler, o grande
carrasco da terceira guerra mundial; que foi rechaçado com muitas críticas e
perseguições em cima das pinturas que produzia naquela época.
Necessitamos nos tornar pessoas melhores para que as gerações futuras não
sofram os males que enfrentamos na atualidade.

Terceiro Capítulo
A Reciprocidade Negativa

A reciprocidade é responder uma ação positiva com outra positiva; isso é: Dar
amor e também receber. Pode ser aplicada de forma negativa para quem foi
contrário para conosco.
De maneira que nas manifestações contrárias ao que desejamos ou sonhamos
pode desencadear eventos catastróficos que mudam a nossa história, porque à
medida que vamos respondendo com agressividade aos nossos algozes nos

9
colocamos na mesma posição dos próprios. Assim vão agravando os
relacionamentos que não eram salutares. Não é fácil perdoar, mais sangue não lava
sangue. Imagine você tratar bem o seu semelhante e em resposta ser destratado.
Mas, é isso que move o perdão.
Existem pessoas que sempre estão de mau humor e ao cruzarmos com as tais
pelas ruas de manhã, elas não dão a saudação de bom dia. E se acompanhamos o
rito dessas fulanas estaremos no mesmo padrão moral e espiritual.
A primeira coisa que devemos fazer é descobrir o que levou alguém a ser
amargo e a partir de então temos a obrigação de trabalhar em cima do que assolou
o nosso semelhante e entregar amor para que ele reencontre a felicidade.
Nesse capitulo que estamos lendo, entendemos que Reciprocidade Negativa
é:
Amar – E ser desprezado;
Falar com brandura – E receber gritos;
Ajudar – E ser rechaçado;
E diversos outros exemplos.

Todavia o cristianismo é fundamentado no perdão, caso contrário não haveria


motivo para se pregar o Evangelho, uma vez que Jesus morreu para justificar todos
os pecados e nos levar a presença de Deus. Na Bíblia temos diversos exemplos que
corrobora* a personalidade dos que seguem a fé.

Mateus 5:44
Amai vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei o bom aos que vos
odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do
vosso Pai que está nos céus.

Provérbios 17:13
Quanto àquele que paga o bem com o mal, não se apartará o mal da sua casa.

I Tessalonicenses 5:15
Vede que ninguém dê a outrem mal por mal, mas segui sempre o bem, tanto uns
para com os outros, como para com todos.

Não vamos confundir o Domínio Próprio com a perfeição, mas compete


ficarmos melhores a cada dia para que a nossa vida seja prazerosa no presente e por
fim esquecermos de todas as dores e humilhações no mundo atual e estarmos

10
diante de Deus adorando-o em Espírito e Verdade recebendo o gozo eterno que Ele
nos preparou desde o princípio da criação.
Precisamos entender que a sentença foi quitada por Jesus Cristo quando
tomou o nosso lugar.

Isaías 53:1-8
01 - Quem deu crédito à nossa pregação? E a quem se manifestou o braço do
SENHOR?
02 - Porque foi subindo como renovo perante ele, e como raiz de uma terra seca;
não tinha beleza nem formosura e, olhando nós para ele, não havia boa aparência
nele, para que o desejássemos.
03 - Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e
experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto,
era desprezado, e não fizemos dele caso algum.
04 - Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas
dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
05 - Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa
das nossas

iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras
fomos sarados.
06 - Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo
seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele à iniquidade de nós todos.
07 - Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi
levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim
ele não abriu a sua boca.
08 - Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da sua vida?
Porquanto foi cortado da terra dos viventes; pela transgressão do meu povo ele foi
atingido.

Não existe prova de amor e equilíbrio maior que a de Cristo, que deu amostra
de fidelidade aos seres humanos e ao mesmo tempo não cedeu a Reciprocidade
Negativa, e sim abnegação no Domínio Próprio.
Necessitamos nos preocupar com o que Deus pensa a nosso respeito, e nunca
o que os homens estão julgando; porque às vezes parece que estamos sendo
humilhados quando enfrentamos determinada situação adversa. Mas, é necessário

11
que voltemos a nossa atenção para tudo que é positivo e por sua vez promoverá
alegria ao longo do tempo.
Uma pequena ação poderá mudar a nossa história para sempre; muitos
destruíram as suas vidas, casamentos, relacionamentos de amizades porque não
conseguiram conter o impulso carnal que leva a destruição. Nunca foi visto a
natureza humana promover algo que fosse benigno para a esfera espiritual; tendo
em vista que todo homem carnal milita contra as coisas de Deus; somente alguém
que foi resgatado por Jesus Cristo é que pode entregar frutos dignos de louvor e
arrependimento diante de Deus.

I Aos Coríntios 5:7


Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim
como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi santificado por nós.

Para sermos felizes devemos remover todas as coisas que são negativas em
nossa jornada e colocar a Bíblia Sagrada em evidencia, deixando que o Espírito Santo
purifique todo nosso ser conforme o padrão do Céu. Não pense com isso que iremos
ser manipulados pelo Senhor, pelo contrário, somente assim desfrutaremos da
verdadeira alegria de viver.

Quarto Capítulo
Ser Feliz Nas Adversidades

Normalmente as pessoas pensam que será feliz mediante os bens materiais,


bagagem cultural, influencia social ou poder de manipulação entre os homens, e
aproveitam desses pequenos esmeros para fazer o que vem na cabeça. Muitas vezes
empregam a imunidade para vingar-se, a praticar atrocidades. Com esse
comportamento muitos entraram em um caminho sem retorno.
Na verdade, as adversidades são grandes oportunidades para nos fazer
crescer em graça e conhecimento de nós mesmos e Deus. Nunca devemos tratar um

12
obstáculo como maldição ou castigo e sim como uma benção que nos fortalecerá
para propósitos maiores. Existe um hino cristão que diz: “Os mais belos hinos e
poesias, foram escritos em tribulações”. Até na floresta podemos evidenciar que os
carvalhos mais tenazes foram retorcidos pelas grandes tempestades ao longo dos
anos.
Ora, o mesmo acontece conosco, que somos sacudidos de um lado para o
outro, e sem entendermos a causa de tanto sofrimento, temos a inclinação de
responder com grande intensidade aos infortúnios que enfrentamos, quando não
deveria ser dessa maneira. Não quer dizer com isso que iremos ficar estagnados
diante das dificuldades; e sim, procurar a melhor forma de resolver, para não ficar
sequela em nossa alma.
Nas adversidades temos uma grande oportunidade de praticar o Domínio
Próprio, e deixar que Deus mova aquilo que não temos condição de resolver.
O Senhor jamais nos entregará bênçãos sem antes ter nos provados para
aquilo que Ele determinou.

Isaías 43:13
Ainda antes que houvesse dia Eu Sou; ninguém há que possa fazer escapar das
minhas mãos; agindo Eu, quem impedirá?

Não é fácil, mas em meio a grandes tribulações podemos encontrar alegria.


No entanto só é possível se estivermos em comunhão com o Espírito Santo, que
alegra a nossa alma. Escrevo essas coisas porque ainda existem muitos que pensam
que o Espírito de Deus veio para animar a nossa festinha particular, ou até mesmo
como um passa tempo dos neopentecostais. Pelo contrário, Ele tem um propósito
maior para cada um de nós; Unge, ama, alegra, cura, justifica e essas ações opera de
forma poderosa.
Não existe prova de amor e equilíbrio maior que o de Cristo, na sua fidelidade
aos seres humanos e ao mesmo tempo não cedeu a Reciprocidade Negativa, e sim
abnegação no Domínio Próprio.
Sabemos que não temos capacidade de cumprir o que Jesus Cristo realizou
por amor a humanidade. Mas, podemos nos esforçar para sermos melhores em
nossos relacionamentos; ainda que enfrentado infortúnios que assolam a alma. É
desconfortável ser acusado do que não tivemos intenção de fazer, e às vezes somos
pegos de surpresa com infamas que não praticamos; de maneira que o nosso
espírito fica atordoado e se não tivermos cuidado é difícil voltar ao que éramos
anteriormente. Um relacionamento leva tempo para se firmar, e em apenas alguns
minutos tudo pode ser destruído por coisas banais que poderiam ser evitadas.

13
Quando estamos descontrolados e falamos o que vem a mente, ocasiona
sérios danos para o resto da nossa existência, por isso é que Jesus foi enfático
quando citou: “Vigiai e Orai”.

Mateus 26:41
Disse Jesus: Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade,
está pronto, mas a carne é fraca.

Jesus aludiu o versículo acima quanto estava prestes a ser preso, era uma
situação crítica em que Judas Iscariotes, um dos seus discípulos, amigo e irmão o
trairia por não conter o seu espírito calculista e maligno.
Acontece a mesma circunstância na nossa jornada terrena, quando muitas
vezes os nossos melhores amigos e até familiares nos traem com ações e palavras
que atormentam os nossos pensamentos e não acreditamos que estamos passando
por tal situação. Então devemos Vigiar e orar, dominando as nossas iras para que
não cheguemos a ferir aquelas pessoas que amamos.

A cada desafio conquistado ficamos imunes ao tipo de problema que


acabamos de enfrentar; podemos comparar com o nosso corpo que ao contrair um
vírus e abatendo o mesmo, ficamos resistentes. Fortalecemo-nos diante de tantos
altos e baixos graus de complexidades que nem percebemos o quanto a vida do ser
humano é austera aqui no planeta terra.

A nossa consolação é saber que um dia Jesus Cristo enxugará todas as nossas
lágrimas

Apocalipse 21:4
E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem
pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.

14
Quinto Capítulo
A Verdade Falada Com Amor

Pensamos que falar a verdade é dizer tudo que vem em nossos lábios, e não
medimos as consequências e até nas pregações do Evangelho ao invés de
profetizarmos vida, começamos a sentenciar as pessoas que estão erradas por não
ter quem esclareça a Bíblia Sagrada. A palavra bem elaborada e dita com amor pode
mudar o curso de uma nação, reconciliar inimigos e conquistar aquilo que pensamos
ser impossível.
Todavia só é aceitável quando estamos dominando os nossos sentidos com
um objetivo nobre diante de Deus e dos homens.

Provérbios 25:11
Como maçã de ouro puro em salva de prata, assim é a palavra dita ao seu tempo.

Precisamos avaliar a veracidade dos fatos com sabedoria e amor para que ao
invés de entregarmos uma benção ou até uma correção para o nosso semelhante,
estejamos agindo ao contrário destruindo os sonhos e provocando prejuízos
irreparáveis. A verdade é um ingrediente fundamental para o equilíbrio espiritual;
embora ela venha com efeitos adversos devemos primar para que estejamos
transparentes com aqueles que nos cercam, para que dessa forma possamos ter um
bom relacionamento humano.
Notoriamente trazemos medo de dizer algo que poderá gerar um peso nos
nossos semelhantes; mas se for necessário temos que deixar o coração externar as
virtudes que precisam ser apresentadas, promovendo assim um bom testemunho e
vida espiritual aos que precisam de uma resposta para suas crises existenciais.
Contudo devemos ter o máximo de cuidado e Domínio Próprio ao falar algo
que tem de ser revelado, pois conheço a história de algumas pessoas que morreram
por não suportarem a verdade publicada.
Domínio Próprio é uma ação virtuosa, mas não pense ser simples, tendo em
vista a facilidade que trazemos em explodir diante as situações trabalhosas que
somos expostos diariamente.
Um dos elementos fundamentais para o controle nas horas das criticas é lutar
para estarmos unidos aos que verdadeiramente amamos. Por esse motivo o Espírito
Santo inspirou o Salmista para escrever o capitulo 133 dos Salmos.

15
Salmo 133
01 - Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união.
02 - É como o óleo precioso sobre a cabeça, que desce sobre a barba, a barba de
Arão, e que desce à orla das suas vestes.
03 - Como o orvalho de Hermom, e como o que desce sobre os montes de Sião,
porque ali o SENHOR ordena a bênção e a vida para sempre.

Observe que em uma construção, os blocos ficam organizados em uma


sequência justa e unida; caso contrário o prédio ruiria. Da mesma forma deve
acontecer no meio em que vivemos; temos que ficarmos unidos as outras pessoas
para que ao surgir situações desconfortáveis, possamos resistir equilibradamente.
Contemos com apoio nos que estão ao lado; podemos ver um versículo no
Antigo Testamento que nos traz grande edificação.

Eclesiastes 4:9-10-11-12
09 - Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho.
10 - Porque se um cair, o outro levanta o seu companheiro; mas ai do que estiver
só; pois, caindo, não haverá outro que o levante.
11 - Também, se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só, como se
aquentará?
12 - E, se alguém prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; e o cordão de três
dobras não se quebra tão depressa.

Sexto Capítulo
Domínio Próprio e a Rejeição Social

O homem foi criado para viver em sociedade como os demais seres vivos que
habitam na face da terra. No entanto, residir em sociedade não é simples porque
exige muito dos seres humanos; de forma que para organizar um grupo de pessoas
se faz necessárias as leis e outros aparatos para que determinada pessoa não
ultrapasse o direito das outras.
No meio de um quebra cabeça que rege o direito e dever de cada um,
também é comum a aceitação ou não de alguém em alguns pequenos grupos. É
16
nesse momento em que muitos conflitos começam, porque vem a concorrência, má
fé e falta de amor por parte daqueles que não tem Deus em suas vidas; e ficam
dispostos a criar situações constrangedoras para apagar o seu semelhante. E agora
acontece a “Rejeição Social”.
Para os que sofrem a Rejeição Social, ela tão contundente como a dor física e
gera ferimentos com sequelas que levamos por toda existência. Um estudo da
Escola Médica da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, prova que o
cérebro tem uma reação similar para aliviar o sofrimento de uma rejeição da mesma
forma que faz para lidar com o de uma ferida no corpo.
A equipe coordenada por David Hsu, também mostrou que pessoas com altos
níveis de resistência num teste de personalidade, apresentaram maiores níveis de
ativação natural de analgésicos naturais do organismo. Quando o corpo
experimenta a dor física, o cérebro libera opioides químicos entre os espaços vazios
dos neurônios, o que “amortece” os sinais de dor.
Além da defesa que o corpo humano tem para lidar com essas adversidades,
trazemos também um amparo no mundo espiritual; basta está no centro da vontade
de Deus e ter comunhão com a Bíblia Sagrada. Podemos ver um exemplo claro do
amor de Deus nos consolando no Salmo 46

Salmo 46
01 - Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia.
02 - Portanto não temeremos, ainda que a terra se mude, e ainda que os montes
se transportem para o meio dos mares.
03 - Ainda que as águas rujam e se perturbem, ainda que os montes se abalem
pela sua braveza. (Selá)
04 - Há um rio cujas correntes alegram a cidade de Deus, o santuário das moradas
do Altíssimo.
05 - Deus está no meio dela; não se abalará. Deus a ajudará, já ao romper da
manhã.
06 - Os gentios se embraveceram; os reinos se moveram; ele levantou a sua voz e a
terra se derreteu.
07 - O SENHOR dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio. (Selá.)
08 - Vinde, contemplai as obras do SENHOR; que desolações tem feito na terra!
09 - Ele faz cessar as guerras até ao fim da terra; quebra o arco e corta a lança;
queima os carros no fogo.
10 - Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus; serei exaltado entre os gentios; serei
exaltado sobre a terra.
11 - O SENHOR dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.

17
As rejeições machucam e arranham a nossa psique, ficam concentradas além
da nossa pele e carne: Isso é: Estão na nossa alma (Sede das emoções).
Ao passarmos por muitas rejeições podemos não conseguir nos defender e
desencadear um processo depressivo que às vezes leva ao suicídio, raiva de todos,
desejo de vingança e até mesmo a autocomiseração. (Autocomiseração é ter pena
de si próprio / de auto+comiseração). E muitos estão vivendo esse dilema.

É nesse momento que não devemos ter pena de nós mesmo, e sim, dar a
volta por cima e reconhecer que Deus está no controle de tudo, e não estamos
aptos a dominar determinada área da nossa vida; somente
o Senhor é que nos livrará da dor que sentimos no peito. Até parece que estão
enfiando uma faca em brasa dentro do nosso corpo e mente.

Para os que estão passando por este processo; livre-se da culpa e reconheça que até
Deus é rejeitado socialmente e nem por isso Ele fulmina e destrói as pessoas.
Vejamos um caso Bíblico dos homens rejeitando o Senhor.

I Samuel 8:7
Disse o Senhor a Samuel: Atende à voz do povo em tudo quanto ele te diz, pois não
rejeitou a ti, mas a mim para Eu não reinar sobre ele.

João 1:10-11-12
10 – O Verbo estava no mundo, o mundo foi feito por intermédio dele, mas o
mundo não o conheceu.
11 – Veio para o que era seu, e os seus não o receberam.
12 – Mas, a todos quanto o receberam deu-lhe o poder de serem feitos filhos de
Deus, a saber aos que creem em seu nome.

João 3:19
O julgamento é este: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as
trevas do que a luz; porque as suas obras eram más.

18
Sétimo Capítulo
Deixa Deus Resolver

No último capítulo do nosso pequeno livro desejo ardentemente que você


entenda que Deus está no controle de todas as coisas, e quando algo acontece tem
a permissão Dele. No Hinário Cristão existe uma música da cantora Cassiane que
cita: “Quando Deus fica em silêncio é porque está trabalhando”. Assim acontece
com cada um de nós; embora a ocasião esteja critica devemos entender que somos
privilegiados no universo, porque possuímos um Ser Supremo que vela por nossas
vidas, de forma que nunca desistirá de nenhum pecador. Todavia temos o
compromisso de corresponder a esse amor para que sejamos merecedores da
infinita graça.

Isaias 49:15-16
15 – Acaso, pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda amamenta, de sorte
que não se compadece do filho do seu ventre? Mas ainda que esta viesse a
esquecer dele, eu todavia, não me esquecerei de ti.
16 – Eis que nas palmas das minhas mãos te gravei; os teus muros estão
continuamente perante mim.

Quer dizer com isso que o Senhor não desiste dos seres humanos; no entanto
a nossa raça vive ocupada demais com as coisas terrenas a ponto de estarmos
enfrentado os mais difíceis de todos os tempos, aonde o stress e falta de controle
permeia todos os relacionamentos promovendo os grandes conflitos que principiam
na família e se estende as lideranças das nações.
Contudo se cada um de nós começarmos a mudar a nossa história,
melhorando um pouco a cada dia, certamente acontecerá uma grande mudança na
sociedade e a terra será melhor.
Não estou pregando uma utopia*, mas o desejo de um grande movimento
espiritual aonde os homens consigam o Domínio Próprio, e a alegria contagie todos
os povos ao ponto da preocupação se tornar sossego, a ira em paz, a crítica se
converta em elogio e o Espírito Santo mover-se livremente na alma das pessoas.
Isso não é idealismo, e sim uma realidade que podemos conquistar em cada
situação desconfortável que possa surgir na nossa caminhada. O segredo para essa

19
conquista está contido apenas em uma frase: “Amar ao próximo “, que também é
um mandamento Divino.

Lucas 10:27
27 E, respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e
de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento, e ao
teu próximo como a ti mesmo.
Todos nós confessamos que amamos a Deus. Seria verdade?
Vejamos um versículo que pode nos colocar em uma situação contraditória.

I Epístola de João 4:20-21


20 -Se alguém disser: Amo a Deus, e odiar a seu irmão, é mentiroso; pois aquele
que não ama a seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê.
21 – Ora, temos, da parte dele, este mandamento: que aquele que ama a Deus
ame também o seu irmão.

Então para que o mundo seja melhor devemos começar um trabalho dentro
do nosso ser; retirando todas as pequenas sujeirinhas que vão se acumulando
tornando-se um lixão. Somente assim poderemos cobrar em silêncio. Isso é: Através
do nosso testemunho. Não temos que falar nada; apenas atuando e mostrando a
nossa calmaria aos que nos cerca.
Certamente não é uma tarefa fácil, mas está ao nosso alcance porque a partir
de agora somos conhecedores do Domínio Próprio, e vamos começar essa batalha
espiritual usando o os frutos do Espírito Santo conforme a Epístola de Paulo aos
Gálatas.
Gálatas 5: 22-23
22 - Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benigdade,
bondade, fé,
23 - Mansidão, DOMINIO PRÓPRIO. Contra estas coisas não há lei.
Termino esse pequeno exemplar que foi escrito com muito amor e em meio a
grande perseguição. Porque o inimigo das nossas almas sabe que o Livro Domínio
Próprio, promoverá uma grande mudança na sua vida e de todos que colocar em
pratica o aprendizado inspirando pelo Espírito Santo de Deus.

“Que a graça que Há, no nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Que o amor de Deus
e as Divinas consolações do Espírito Santo permaneçam na sua vida, desde agora e
para sempre. Amém! ”

20
Considerações Finais

Você fez uma viagem espiritual em um pequeno tempo de leitura, com toda
a certeza todo aprendizado da Palavra de Deus frutifica com resultado positivo.
A Bíblia faz menção no Livro do Profeta Isaias:

Isaías 55:11
Assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia,
antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei.

Agora você cresceu mais um pouco e poderá passar essa experiência para
outras pessoas que estão precisando de uma ajuda. É notório que o acesso a ira é o
maior agravante para o fim dos grandes relacionamentos humanos. Mas, podemos
tomar posse de todas as bênçãos registrada, sem temer ou ficar duvidosos; isso
porque o Senhor está de braços abertos para galardoar aos que lhes busca em
Espírito e verdade.
Que o Livro Domínio Próprio, fique marcado na sua alma e lhe faça crescer na
graça e conhecimento da Palavra de Deus.

Deus te abençoe Rica e Abundantemente.

Pastor Robson Colaço, de Lucena


Ministério missão América
OTPB – Ordem dos Teólogos e Pastores do Brasil

21

Interesses relacionados