Você está na página 1de 2

Centro de Estudos Integrados

Exercícios de Fixação de Biologia 1 – 1ª série


O TEXTO ABAIXO REFERE-SE ÀS QUESTÕES 01 E 02

Podemos afirmar que uma borboleta, um cajueiro, um cogumelo e um humano são vivos, enquanto uma
rocha, o vento e a água não são. Fazemos isto porque os seres vivos compartilham característica que os
distinguem de seres não vivos. Estas características incluem determinados tipos de organização e a
presença de uma variedade de reações químicas que os capacitam a manter o ambiente interno estável,
mesmo quando o ambiente externo varia, permitindo-lhes obter energia, deslocar-se no ambiente,
responder a estímulos provindos dele e perpetuar a vida. Para realizar tais funções, os seres vivos são
compostos do seu corpo, ou estas unidades estão agregadas, formando estruturas complexas que realizam
determinadas funções, como impulsionar o sangue. Estas formas vivas podem produzir outras idênticas ou
muito similares a si próprias, um processo realizado por uma série de estruturas que agem em conjunto.
No início de suas vidas, essas formas vivas podem ser idênticas aos organismos que as formaram ou
sofrerem mudanças que as tornam similares a esses organismos num estágio posterior, Além de
aumentarem o tamanho dos seus corpos durante este processo.
01- (UFPB) No texto, estão citadas as conceituações das seguintes características dos seres vivos:
(a) metabolismo, movimento, reatividade, crescimento, reprodução
(b) evolução, reatividade, ambiente, reprodução, crescimento
(c) evolução, composição química, movimento, reprodução, crescimento
(d) respiração, reprodução, composição química, movimento, crescimento
(e) metabolismo, ambiente, movimento, reatividade, crescimento

02- (UFPB) Os níveis de organização da vida que se podem depreender do texto são:
(a) célula, órgão, população, ecossistema
(b) célula, órgão, sistema, organismo
(c) tecido, sistema, organismo, biosfera
(d) tecido, órgão, sistema, comunidade
(e) órgão, sistema, organismo, população

03- (CESGRANRIO-RJ) Há pessoas que acreditam que, “conversando” com as plantas, estas crescem com
mais exuberância por se sentirem acariciadas. No entanto, é cientificamente provado que esse
procedimento não tem fundamento, uma vez que os vegetais são desprovidos de:
(a) irritabilidade (b) sensibilidade (c) autotrofismo (d) nastias (e) tropismos

04- (UFC-CE) Existem inúmeras características que nos permitem diferenciar a matéria viva da inanimada.
A característica “o ser vivo é capaz de manter a constância do meio interno” é identificada como:
(a) homeostase (b) metabolismo (c) irritabilidade (d) nutrição (e) reprodução

05- (UERJ) Até o século XVII, o papel dos espermatozóides na fertilização do óvulo não era reconhecido. O
cientista italiano Lazoaro Spallanzani, em 1785, questionou se seria o próprio sêmen ou simplesmente o
vapor dele derivado a causa do desenvolvimento do óvulo. Do relatório que escreveu a partir de seus
estudos sobre a fertilização, foi retirado o seguinte trecho:
“[...] para decidir a questão, é importante empregar um meio conveniente que permita separar o vapor da
parte figurada do sêmen e fazê-lo de tal modo que os embriões sejam mais ou menos envolvidos pelo
vapor.”
(a) análise de dados (b) coleta de material
(c) elaboração da hipótese (d) planejamento do experimento

06- (UFMG) Um estudante decidiu testar os resultados da falta de determinada vitamina na alimentação
de um grupo de ratos. Colocou, então, cinco ratos em uma gaiola e retirou de sua dieta os alimentos ricos
na vitamina em questão. Após alguns dias, os pelos dos ratos começaram a cair. Conclui, então, que essa
vitamina desempenha algum papel no crescimento e manutenção dos pelos. Sobre essa experiência
podemos afirmar:
(a) A experiência obedeceu aos princípios do método científico, mas a conclusão do estudante pode não
ser verdadeira.
(b) A experiência foi correta e a conclusão também. O estudante seguiu as normas do método científico
adequadamente.
(c) A experiência não realizada corretamente porque o estudante não usou um grupo controle.
(d) O estudante não fez a experiência de forma correta, pois não utilizou instrumentos especializados.
(e) A experiência não foi correta porque a hipótese do estudante não era hipótese passível de ser testada
experimentalmente.

07- Uma criança argumenta com você que um automóvel é um ser vivo, pois “bebe” água, usa combustível
Para as suas atividades, movimenta-se e até mesmo “responde” a certos tipos de estímulos: acelera
quando pisamos no acelerador, freia quando pisamos no breque, para de funcionar quando algum
mecanismo interno apresenta problemas. Como você poderia explicar que o carro é um ser inanimado e
não um ser vivo?

08- Em relação à composição química e à complexidade, quais as diferenças entre os seres vivos e a
matéria bruta?

09- Quais as diferenças entre reprodução sexuada e assexuada?

10- O que é metabolismo? Qual a diferença entre anabolismo e catabolismo?