Você está na página 1de 1
OS ENCARGOS DA DEUSA' Por Starhawk Ougam as palavras da grande mie que, em tempos idos, era chama- da de Artemis, Astartéia, Dione, Melusina, Afrodite, Ceridwen, Diana, Arionrhod, Brigid e por muitos outros nomes: “Quando necessitarem de alguma coisa, uma vez no més, e é melhor que seja quando a lua estiver cheia, deveriio reunir-se em algum local secreto e adorar 0 meu espirito que é a rainha de todos os sabios. Vocés estario livres da escravidio e, como um sinal de sua liberdade, apresen- tar-se-iio nus em seus ritos. Cantem, festejem, dancem, fagam musica e amor, todos em minha presenga, pois meu é 0 éxtase do espirito e minha também é a alegria sobre a Terra. Pois minha lei é a do amor para todos os seres. Meu é 0 segredo que abre a porta da juventude e minha é a taca do vinho da vida, que é 0 caldeirao de Ceridwen, que é 0 graal sagrado da tmortalidade. Eu concedo a sabedoria do espirito eterno e, além da mor- te, dou a paz e a liberdade eo reencontro com aqueles que se foram antes. Nem tampouco exijo algum tipo de sacrificio, pois, saiba, Eu sou a mae de todas as coisas e meu amor é derramado sobre a Terra.” Atentem para as palavras da Deusa das estrelas, cujos pés dos pés abrigam o sol, a lua, as estrelas, as anjos, e cujo corpo envolve o universo: “Eu que sou a beleza da terra verde e da lua branca entre as estrelas e os mistérios da dgua, invoco seu espirito para que despertem e venham até a mim, pois eu sou o espirito da natureza que dé vida ao universo. De mim todas as coisas vém e para mim todas devem retornar. Que a adoragiio a mim esteja no coracho que rejubila, pois, saibam, todos os atos de amor e prazer sito meus rituais, que haja beleza e forga, poder e compaixio, honra ehumildade, jibiloe reveréncia, dentro de vocés. E vocé, que busca conhe- cer-me, saiba que a sua procura e ansia serio em vio, a menos que vocé conheca o mistério: pois, se aquilo que busca, no se encontrar dentro de vocé, nunca o acharé fora de si. Saiba, pois, eu estou com voce desde o ini- cio dos tempos, e eu sou aquela que é alcangada ao fim do desejo.”