Você está na página 1de 2

Check list – Feedback assertivo

Os momentos de feedback são fundamentais para o desenvolvimento do colaborador,


apoiando a identificação de áreas de destaque e áreas de melhoria, com o objetivo de permitir
explorar o seu potencial e aumentar a sua motivação, retenção e produtividade. O feedback
não deve se limitar apenas aos momentos formais, como após a Avaliação de Competências ou
Apreciação Global, deve fazer parte do cotidiano do colaborador e seu gestor.

Os pontos importantes para que o momento do feedback seja realmente construtivo:

ANTES

 Escolha um dia e local adequados para realizar o feedback. É importante escolher um


momento em que seu humor não esteja em nenhum extremo, para evitar que
influencie na condução da conversa;
 Em casos de feedback formal (como no Ciclo de Avaliação de Competências), é
importante agendar a reunião previamente com o colaborador e cumprir o horário;
 O feedback não deve ocorrer apenas quando sugerido pela área de Gestão de Pessoas,
por isso é importante que você converse com o colaborador sempre que for
necessário reforçar a atuação dele de alguma forma.

DURANTE

 Deixe o colaborador à vontade, evitando o clima de tensão normalmente associado


aos momentos de feedback – Você pode colocar questões mais gerais ao colaborador
como, por exemplo, quais são as percepções dele a respeito das atividades e projetos
dos quais ele participa;
 Enquadre o propósito da reunião, dar exemplos de comportamentos e situações
observadas no dia-a-dia do colaborador;
 Seja claro e objetivo em suas colocações e não se esqueça de ter uma escuta ativa;
 Foque mais em comportamentos e menos na personalidade do colaborador;
 Ao ser questionado, revele confiança e assertividade na resposta a objeções;
 Após o apontamento das situações em que o colaborador apresentou determinado
comportamento, o foco do feedback deve ser no futuro, ou seja, nas oportunidades de
desenvolvimento do colaborador;
 Sugira ao colaborador algumas ações de desenvolvimento para uma ou duas
competências e mostre-se disponível para apoia na implementação das iniciativas.
ATENÇÃO: Este é um ponto de extrema importância, pois muitos colaboradores, ao
invés de saírem destes momentos motivados para a mudança e desenvolvimento
profissional, focados num plano de ação, ficam desmotivados sentindo que os seus
esforços (grandes ou pequenos) não foram reconhecidos.
DEPOIS

 Dê abertura para que o colaborador coloque questões e faça comentários;


 Após um novo período de observação combinado, chame o colaborador para um novo
balanço do Plano de Desenvolvimento Individual e dê feedbacks regulares (tanto
positivo como construtivo).