Você está na página 1de 21

Apresentação

A resolução das questões da Prova para Perito Federal Criminal – Área 6


- do CESPE de 1997, foram realizadas no Grupo do Yahoo
(http://groups.yahoo.com/group/Grupo_PCF_Quimica-2008/), pela
discussão dos seguintes integrantes:

Filipe Orleans e Bragança


Neila Deucher
Roberta L. Santos Neves
Robson Timoteo Damasceno

Esperamos que esse material seja útil. Quaisquer correções devem ser
comunicados no grupo para que o arquivo seja atualizado.

Abraços, Bons Estudos e nos vemos na ANP!


Errado
Sentido denotativo é aquele comum, próprio da palavra. Este é o primeiro erro na afirmação acima,
onde o correto devia ser conotativo e não denotativo. Além disso, as palavras não tem o significado
atribuído, no texto.

Errado
No texto “antídoto” traz a idéia de “remédio para” e não de veneno.

Correto
São exatas as correspondências sugeridas.

Errado
A palavra simplesmente traz a idéia de alguém que acredita sem muita dificuldade.

Errado
Inconspícuo é algo difícil de perceber, que passa despercebido. No texto a idéia é de algo que não
pode ser usado para identificar o autor e não de ilegível.

Correto
A ironia reside no fato de não haver nada que fosse anônimo. Era o próprio Eduardo quem escrevi
as cartas, como vemos pelo último parágrafo.

Errado
O narrador não faz coisa alguma neste trecho. O narrador é narrador-observador e apenas está
transcrevendo o que está escrito na carta.
Correto
È o que está escrito categoricamente no texto, quando os pensamentos de Eduardo são
transcritos.

Correto
È o que mostra o trecho: “passar para trás o amigo que sempre fora mais brilhante...”

Correto
Sim. Esta é a grande sacada do texto. No começo nos é dito que o envelope era familiar para
Eduardo e que a chegada da carta era previsível. Em seguida a letra é descrita como “de
imprensa”. No fim da história é exatamente assim que a letra de Eduardo é descrita e ele
começava a carta com as mesmas palavras da carta que recebera.

Correto
O texto é realmente um bom exemplo de conto.

Errado
Este texto não apresenta várias marcas de oralidade. A oralidade é presente no uso do vocativo,
mas no geral não se encontram outros sinais. Além do que o trecho está apenas relatando algo
que estava escrito e não algo falado.

Errado
Estas expressões não chegam a ser vulgares.

Errado
Elas estão em discurso direto, que é quando as palavras são transcritas conforme foram ditas.

Errado
Estas partes são predominantemente narrativas.
Errado
O termo refere-se a carta anônima.

Errado
O travessão nas linhas 17, 20 e 21 é usado para acrescentar novas informações e não apenas
para ampliar e destacar as idéias anteriores.

Correto
Realmente este recurso é usado bastante no texto.

Errado
A não ser que o autor estivesse sendo sarcástico, o que não é o caso, o texto não traz a idéia de
que a mulher fosse “robusta”.

Errado
Apóstrofe é a invocação de uma pessoa no discurso direto, por exemplo: “Povo de nossa cidade,
escute seu candidato!” ou “Pai Nosso, que estais nos céus”. Não é o caso em questão.
Correto
A função poética é própria dos textos literários, principalmente as poesias. Já a função referencial
ocorre quando a idéia do autor é informar um fato. Temos também presente no segundo texto a
função conativa, quando o autor quer convencer o ouvinte a realizar algo.

Correto
Fica claro que o segundo texto é argumentativo, enquanto o primeiro não transparece nenhuma
opinião do autor.

Correto
O primeiro texto é coloquial (apesar de usar palavras como “missivista”, usa também outras como
“patife”, “passar para trás” ) e o segundo apresenta termos próprios da linguagem técnica
(“inquérito”, “plenário”, “júri”).

Correto
Este texto é marcado pela argumentação e exposição de idéias, próprias dos textos dissertativos.

Errado
Os documentos citados no segundo texto também podem ser objeto de estudos de um PCF.

Correto
Todas as idéias são mantidas com a nova redação.
Errado
Está claro refere-se ao fato e não a condenação e portanto não concorda com esta palavra como
faz crer a nova redação.

Errado
A idéia original não é mantida. O fato de nenhuma testemunha não ter sido ouvida não significa
que não houve testemunho de acusação. Pode ter havido acusação por um promotor, por
exemplo. A idéia não se mantém.

Errado
O erro está na diferença de significado entre “poder” e “dever”.

Errado
Impor e exigir não são sinônimos e assim a nova redação acrescenta um significado além do texto
original.

Errado
País é oxítona enquanto as demais são paroxítonas. Além disso as paroxítonas não são
acentuadas todas por conta da mesma regra.

Errado
Embora muitas pessoas pronunciem circuíto, gratuito, etc., a forma correta é com o entonação no u
e portanto sem acento.

Correto
Todas proparoxítonas são acentuadas.
Errado
Calar é intransitivo e portanto não justifica-se a crase empregada. Por outro lado contrapõe pede a
preposição a e portanto o correto seria o uso da crase após este verbo: “contrapõe à”.

Errado
Não é facultativo. Basta substituir “condenação” por “julgamento” e ver que sempre aparecerá “ao”.

Correto
Toda a pontuação está correta. Alguns usos de vírgulas parecem estranhos mas estão corretos.

Errado
O correto seria “nos levam” ao invés de “nos leva”. Além disso, não se separa o objeto do verbo e
portanto não existe vírgula depois de Brasília. O uso vírgula depois de “alguns” também é
incorreto.

Correto
Embora as frases estejam longas não há nenhum erro na pontuação.

Correto
Sem nenhum erro também.
Errado
Não se separa sujeito e verbo logo a vírgula depois de “episódio” está incorreta.

Correto
Frase Nominal, como a apresentada, é aquela que não tem verbo.

Correto
É exatamente o que mostra o texto, cuja legenda mostra que se trata das atribuições do PCF.

Correto
É o que o texto afirma.

Errado
O texto não faz esta generalização, afirmando que estes seja os únicos lugares de atuação do
PCF.

Errado
Novamente a generalização foge do espírito do texto. Nas suas atribuições o PCF muitas vezes
coletará dados que não necessariamente eram necessários, mas devem ser analisados para a
correta atuação.
Errado
As duas orações são coordenadas.

Errado
“Infração” e “Crime” são exemplos de substantivos abstratos. Substantivos abstratos são aqueles
que designam sentimentos, qualidades ou uma ação.

Errado
O sujeito é “um perito criminal”.

Errado
Existem 5 adjetivos: “criminal”, “federal”, “periciais”, “penal” e “necessários”.

Errado
Existe o pronome “como”.
Parte Específica (somente questões de Farmácia)

Errado.
Volume de Distribuição (Vd) descreve a relação entre a quantidade do fármaco em todo o
organismo e a quantidade existente no plasma. E está relacionado com a dose administrada e sua
concentração plasmática (Cp) (quanto maior Cp menor Vd).

Correto
O etanol, diferentemente da maioria das substâncias, segue cinética de ordem zero, também
conhecida como cinética dose dependente ou não linear, ou seja, é relativamente constante e
independe das suas concentrações plasmáticas. As implicações são que doses aumentadas
dessas drogas prolongarão suas meias-vidas plasmáticas e farão com que suas concentrações
plasmáticas alcancem níveis excessivamente altos.

Correto
Como, em geral, as substâncias apresentam cinética de 1°ordem (linear), em um gráfico da Cp x
tempo acontece o decréscimo dos valores de forma exponencial, tanto para absorção quanto para
a eliminação.

Errado.
O tempo de meia-vida de uma droga depende do valor da constande de eliminação (Ke), como se
observa na seguinte fórmula: t1/2 = 0,693/Ke. O Ke depende da variação de valores da Cp pela
variação do tempo.

Correto
Sabendo que o pH e o pKa são importantes, particularmente para a absorção de eletrólitos fracos
e que, a forma absorvida é a não ionizada, então bases fracas são melhores absorvidas em meio
básico. Levando em consideração o trato gastrointestinal, elas seriam absorvidas no intestino (pH
básico). Como a efedrina é um derivado da anfetamina (tb base fraca), esta rapidamente absorvida
pelo trato gastrointestinal, o item deveria ser incorreto,ao não ser que se esteja comparando com
outras vias. Questão em dúvida.
Correto
Realmente não depende exclusivamente do número de receptores ocupados. A combinação
substância - receptor depende de outros fatores, como: tipo de ligação química, afinidade
(tendência ou grau com que as moléculas das drogas são atraídas para seus receptores), por
exemplo, agonistas totais ainda podem produzir uma resposta celular máxima sem ocupar todos os
receptores disponíveis.

Correto
Exatamente como diz a alternativa. Lembrando que atividade intrínseca descreve a efetividade
biológica do complexo droga-receptor (em outras palavras, a habilidade de a droga obter uma
resposta celular). O agonista apresenta atividade intrínsica igual a 1, portanto são capazes de
provocar respostas celulares máximas, também apresentando afinidade por seus receptores.

Errado.
A potência de um fármaco está relacionada à dose deste fármaco, suficiente para se ligar e ativar
um número crítico de receptores, desencadeando uma resposta tecidual.

Errado.
A atropina é um antagonista competitivo da acetilcolina diminuindo sua eficácia. Os antagonistas
competitivos são drogas que exibem atividades intrínsecas igual a “zero”. Essas drogas
simplesmente bloqueiam os receptores para evitar que agonistas, como os transmissores
endógenos de sinais, formem complexos agonista-receptor funcionais e então exerçam seus
efeitos nos orgãos-alvo.

Errado.
...........
Correto
Um exemplo é a Levodopa, utilizada no tratamento do mal de Parkinson, que é uma precursora da
dopamina que, quando administrada da origem a dopamina.

Errado.
Justamente o contrário, elas permitem a liberação do transmissor pela vesícula sináptica.

Errado.
Os agonistas permitem a substância transmissora de exercer seu efeito.

Correto
O provável mecanismo de ação no SNC é o bloqueio da recaptação da dopamina nas fendas
sinápticas, que parece ocorrer devido a ligação da cocaína aos sítios transportadores de
dopamina. O acúmulo de dopamina nos receptores pós-sinápticos D1 e D2 parece ser o
mecanismo fisiopatológico pelo qual ocorre a euforia. È importante dizer que após a utilização da
cocaína em doses recreacionais, há elevação temporária das concentrações de norepinefrina e
dopamina com subseqüente redução a valores abaixo dos normais. Estas concentrações são
relacionáveis, respectivamente, com os estados de euforia e depressão experimentados pelo
usuário.

Errado.
Sabe-se que a nicotina é uma agonista do receptor nicotínico da acetilcolina no SNC e periférico.
Correto
O que ocorre é que o cérebro e outros tecidos adaptam-se à presença continuada da droga ou
fármaco, mobilizando progressivamente processos fisiológicos opostos às alterações causadas por
eles, de forma a contrabalancear o efeito. É a chamada contra-adaptação às ações agonistas de
drogas e fármacos. Esses processos tendem a compensar o efeito do fármaco ou droga e produzir
um estado funcional aparentemente normal durante a presença do mesmo. Quando o fármaco ou
droga é retirado, as mesmas alterações dão origem a uma hiperexcitabilidade porque já não são
mais equilibradas pelo efeito do fármaco ou droga. A excitabilidade constitui, portanto, uma
síndrome de abstinência.

Errado.
Na tolerância há um aumento progressivo da dose para se obter a mesma intensidade de efeitos.

Correto
Geralmente, tenta-se minimizar a sintomatologia da abstinência, mas em alguns casos, como por
exemplo, no tratamento dos dependentes da morfina é utilizada a metadona, que é um opióide. A
idéia da terapia substitutiva por metadona surgiu porque, mesmo após longo tratamento ou mesmo
grandes doses terem sido ingeridas, qualitativamente a síndrome de abstinência é a mesma da
morfina, diferindo apenas na intensidade de seus picos no decorrer do tempo.

Errado.
Um fenômeno observado com o uso crônico dos benzodiazepínicos é a dependência manifestada
por sintomas de abstinência. Pacientes tratados por períodos de tempo prolongados (> 6 meses)
com doses terapêuticas mostram evidência de dependência física. Entretanto, maior risco de
desenvolvimento de dependência ocorre com o uso prolongado de doses maiores do que as
terapêuticas.

Errado.
O Álcool é inicialmente rapidamente absorvido no estômago (20%) e no intestino (80%). A
absorção do álcool é rápida no início e declina posteriormente, mesmo que a concentração no
estômago ainda esteja alta. Uma vez no intestino delgado, o etanol é absorvido rápido e
completamente, independente da presença de alimentos no intestino e no estômago. A tolerância
está relacionada com a fluidificação que o álcool faz nas membranas, dissolvendo o componente
lipídico e diminuindo a viscosidade. Com o tempo, a membrana celular torna-se mais rígida e
menos sensível ao efeito fluidificante do álcool. Devido à menor sensibilidade da membrana, é
preciso de maior quantidade de álcool..
Errado.
A anfetamina e seus análogos atuam como aminas simpatomiméticas nos receptores alfa e beta
adrenárgicos, portanto os efeitos descritos (aumento da pressão arterial e aumento dos batimentos
cardíacos) são característicos do sistema nervoso simpático e não parassimpático como afirma a
alternativa.

Errado.
A DL 50 (dose ou concentração de um agente químico, derivada de cálculos estatísticos, que
podem causar a morte de 50% de uma dada população de organismos em condições
experimentais definidas) da anfetamina gira em torno de 20 a 25 mg/kg e estudos com animais
sugerem que doses de 5 mg/kg podem causar a morte, sendo a menor dose letal relatada de 1,5
mg/kg.

Errado.
Os anfetamínicos, em particular a anfetamina e metanfetamina, apresentam um alto potencial de
abuso e consequentemente propiciam desenvolvimento de farmacodependência. As anfetaminas
causam uma alta dependência psicológica relacionada com o aumento extracelular de dopamina
no núcleo acumbens e caudado. Embora seja comprovada a capacidade geradora de dependência
dos anfetamínicos, há controvérsias quanto ao desenvolvimento ou não de neuroadaptação.

Correto
Entre os estimulantes, os simpatomiméticos são amplamente usados como agentes de dopagem.
Quando consumidos em doses terapêuticas, provocam sensação de maior energia e capacidade
de concentração.

Correto
O mecanismo de ação mais provável parece ser mesmo a liberação direta dos neurotransmissores
das vesículas sinápticas, bem como a inibição da recaptação dos mesmos, como conseqüente
aumento de sua concentração sináptica. Além disso, os anfetamínicos são inibidores da MAO,
enzima responsável pela oxidação da norepinefrina e serotonina.
Correto
Os barbitúricos são depressores do SNC. Esses efeitos depressores incluem desde a ligeira
sedação até o coma profundo. Logo no início do coma, os derivados dos barbitúricos abolem
o centro do movimento respiratório, sendo a depressão respiratória a causa mais comum de
óbito em pacientes sem suporte ventilatório. Para o fenobarbital, a dose letal mínima
estimada é de 1,5 g, caso ainda não tenha ocorrido tolerância.

Correto
Os benzodiazepínicos estão entre os fármacos mais prescritos e utilizados em todo o mundo.
Os benzodiazepínicos são biotransformados pelas enzimas hepáticas, envolvendo as vias
oxidativas e não oxidativas. O derivados benzodiazepínicos dão origem a outros membros da
classe durante o processo de biotransformação, o que acaba aumentando o tempo de meia-
vida.

Errado
Os benzoidiazepínicos são fármacos relativamente seguros. Intoxicações graves e letais
causadas pelo uso isolado de benzodiazepínicos são raras, normalmente essas intoxicações
envolvem o uso concomitante de outros depressores do SNC como o etanol e barbitúricos,
portanto há o aumento de seus efeitos tóxicos.

Errado
A duração dos efeitos dos benzodiazepícos é avaliada pelo seu grau de biotransformação e
não por sua lipossolubilidade.

Correto
Os benzodiazepínicos exercem ação potencializando a atividade do GABA. Ocorre aumento
da freqüência de abertura do canal de cloreto resultando em hiperpolarização da membrana,
inibindo a excitação celular.
Errado
A falta de sintomas clássicos de aparecimento de síndrome de abstinência nos mesmos
moldes, por exemplo, ao que ocorre na farmacodependência à morfina, cuja retirada exige a
substituição por outro fármaco que interaja nos mesmos sítios, leva, à luz dos
conhecimentos atuais, à não aceitação, por parte de vários autores, do caráter físico da
dependência à cocaína (alguns autores defendem que há dependência física, porém não foi o
caso da questão). Em relação à tolerância, os experimentos demonstram haver tolerância aos
efeitos da cocaína em exposições crônicas. A tolerância é, entretanto, considerada modesta
quando comparada à que ocorre com outros estimulantes, como por exemplo os
anfetamínicos.

Correto
A cocaína e o crack são drogas que lesionam uma grande área do trato aerodigestivo
superior, abrangendo a mucosa nasal, o septo nasal, os cornetos, a faringe, a mucosa oral, a
laringe e, até mesmo, a região superior do esôfago. Isso ocorre devido não apenas aos seus
efeitos irritativo e vasoconstritor, mas também porque a inalação de gases quentes em uma
mucosa anestesiada pode levar a uma queimadura. Além disso, diversas substâncias que
fazem parte dos frascos usados para aquecer o crack como tinta, material plástico, restos no
recipiente e outros são inaladas, podendo ocasionar lesões às mucosas oronasais.

Correto
As vias intravenosa e respiratória apresentam padrões cinéticos similares. Há referências de
que efeitos intensos ocorrem em 1 a 2 min, com concentrações plasmáticas de pico de 300 a
900 ng/mL. A duração dos efeitos é considerada curta para as duas vias.

Correto
Aspirar pelo nariz é uma forma de abuso da cocaína em pó. Nessa forma de abuso, os efeitos
duram por mais tempo, pois a substância ativa pode permanecer na mucosa nasal por mais
de três horas.

Errado
As conseqüências do uso abusivo de cocaína se expressam no aparecimento de efeitos
tóxicos, cuja intensidade varia de acordo com as condições de exposição, sendo muito
freqüente a ocorrência de intoxicação aguda, cujas manifestações mais comuns incluem
estimulação central profunda com psicoses, convulsões, arritmias ventriculares com
disfunção respiratória que podem levar a morte.

Errado
Não há evidências de síndrome de abstinência, porém seu uso crônico pode implicar em
flashback, ansiedade e transtornos de personalidade.

Errado
O mecanismo de ação básico dos efeitos alucinógenos destas substâncias não está
totalmente elucidado. É bem aceita a hipótese de que os efeitos centrais dos alucinógenos
podem estar ligados às alterações da neurotransmissão serotoninérgica central.

Correto
A duração do efeito começa a melhorar após dez a doze horas, mas fadiga e tensão podem
persistir por mais vinte e quatro horas.

Errado
Idem item 2.

Correto
Flashbacks são episódios de curta duração (segundos ou horas) e podem repetir exatamente
os sintomas de uma alucinação anterior. São comumente relatados e podem também ser
precipitados pela fadiga, intoxicação alcoólica ou pelo uso abusivo de maconha.
Correto
Em poucos meses de uso desenvolve-se neuroadaptação muito forte e a interrupção do uso
passa a desencadear uma violenta síndrome de abstinência.

Correto
A tríade (coma, pupilas puntiformes, depressão respiratória), é um quadro sugestivo de
intoxicação aguda por morfina ou outros opióides.

Correto
O elixir paregórico é o nome comercial que se dá a uma tintura de ópio (com alguns outros
elementos), devendo por isto conter cerca de 1,0% de morfina, sendo utilizado como agente
constipante, seus efeitos colaterais são: Xerostomia (boca seca), náuseas, vômitos, redução
da motilidade gastrointestinal, tontura, sonolência, fadiga, hipotensão, sedação, depressão
respiratória, taquicardia, bradicardia, cefaléia, nervosismo, confusão e /ou alterações
visuais. Reduz o volume e a frequência da micção. É importante lembrar que pode causar
dependência se utilizado em altas doses e em longo prazo.

Correto
A naloxona serve como exemplo, já que é um antagonista específico utilizada tanto na
terapêutica das superdoses de opiáceos/opióides quanto no diagnóstico da intoxicação, pois
precipita a síndrome de abstinência nos indivíduos dependentes.

Errado
Os opiáceos produzem seus efeitos por meio das interações com receptores de opióides
endógenos.
Errado
Os compostos menos lipossolúveis, como o fenobarbital, acumulam-se lentamente no
cérebro e permanecem no organismo por mais tempo, em decorrência da sua reduzida
metabolização, dependendo da excreção urinária para o término de seus efeitos.

Errado
O álcool pode ser um aditivo de sedação se associado aos barbitúricos.

Alternativa anulada.

Errado
A dependência física e psicológica com o uso a longo prazo de barbitúricos é bem
estabelecida.

Correto
Logo no início do coma, os derivados barbitúricos abolem o centro do movimento
respiratório, sendo a depressão respiratória a causa mais comum de óbito em pacientes sem
suporte ventilatório.
Correto
A utilização dos agrotóxicos na agricultura iniciou-se na década de 1920, época em que esses
produtos eram pouco conhecidos do ponto de vista toxicológico. Durante a Segunda Guerra
Mundial foram utilizados como arma química tendo seu uso se expandindo a partir de então.
Os agrotóxicos inibidores das colinesterases são representados por dois grupos de
inseticidas: organofosforados e carbamatos, ambos altamente tóxicos para o homem e os
animais.

Correto
A acetilcolinesterase tem dois sítios ativos: um sítio aniônico e um sítio esterásico. Os
organofosforados se unem somente no sítio esterásico, onde o fósforo forma uma união
covalente e estável. Na presença de alguns inibidores, esta união é hidrolisada lentamente,
levando dias ou semanas, e com outros compostos, a reação de esterificação é virtualmente
irreversível.

Errado
Nas intoxicações por organofosforados são utilizadas oximas, atropina, diazepam. A morfina
é contra-indicada.

Errado
Sudorese, bradicardia e hipotensão são manifestações muscarínicas.

Errado
Fisostigmina é um agente inibidor da colinesterase indicado no tratamento da intoxicação por
atropina e derivados, fenotiazínicos e antidepressores tricíclicos. Em virtude do seu alto
potencial de risco, seu uso é restrito apenas a serviços com experiência suficiente.