Você está na página 1de 12

1

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ
CENTRO DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTÂNCIA – CEAD/UFPI-UAB/CAPES
CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO
Atividade não Avaliativa de Probabilidade e Estatística

QUESTÕES

1. Calcule a moda e a mediana de cada um dos seguintes conjuntos de valores:

A) 9 – 8 – 8 – 7 – 10 – 12 – 11 – 8 – 8 – 7 – 6 – 14 – 10
B) 0 – 0 – 0 – 1 – 1 – 1 – 1 – 2 – 2 – 2 – 2 – 2 – 3 – 3 – 3 – 3 – 3 – 3
C) 40 – 44 – 42 – 23 – 36 – 40
D) 0,6 – 0,7 – 0,7 – 0,5 – 0,8 – 0,6 – 0,4 – 0,9

RESPOSTA:
a) Mo = 8; Me = 8
b) Mo = 3; Me = 2
c) Mo = 40; Me = 40
d) Mo = 0,6 e 0,7; Me = 0,65

2. A tabela seguinte informa o número de defeitos, por peça, encontrados durante uma inspeção feita em
um lote de 80 peças que chegou a um porto.

Número de defeitos por peça 0 1 2 3 4

Número de peças 12 20 24 16 8

Considerando o número de defeitos por peça, qual é a mediana dos valores encontrados?
A) Qual será a nova mediana se forem acrescentados a esse lote 18 peças, cada uma com exatamente 1
defeito?
B) Adicionando-se ao lote inicial n peças, cada uma com 3 defeitos, o valor da mediana passa a ser 3.
Qual é o menor valor possível de n?
RESPOSTA:
A) 1
B) 33
3. Calcule o desvio padrão dos seguintes conjuntos de valores:

A) 2 – 3 – 4 – 5 – 6
B) 2 – 2 – 3 – 4 – 4
C) 70 – 65 – 60 – 60 – 65 – 68 – 72 – 60
RESPOSTA:
a)   1,414
b)   1,894
e)   4,45
4. Os 200 funcionários de uma empresa foram submetidos a exames clínicos para avaliação de saúde. Na
tabela seguinte, aparece o resultado do exame de dosagem de colesterol.
2

A) Qual é a taxa mediana de colesterol, em mg, por dL de sangue?


B) O teste sugere que, se a taxa média de colesterol exceder 235 mg/dL de sangue, deve-se iniciar uma
campanha de prevenção com os funcionários. Com base nesse exame, verifique se será necessário iniciar
a campanha preventiva.
RESPOSTA:
a) 238,63
b) sim; a taxa média de colesterol é 240,2 mg/dL de sangue
5. Os dados seguintes, coletados em uma manhã de nevoeiro em um aeroporto, referem-se ao tempo de
atraso na decolagem dos voos.

Determine:
A) o tempo médio de atraso em cada voo naquela manhã;
B) o intervalo interquartil, isto é, o intervalo [x(0,25); x (0,75)];
C) o sexto decil;
D) o valor de n, considerando que n seja o tempo de atraso em minutos em noventa por cento dos
voos.
RESPOSTA:
a) 30,5 minutos
b) [18, 3 ; 40]
c) 35,7 minutos
d) 46

6. O Código de Trânsito Brasileiro classifica as infrações, de acordo com a sua natureza, em leves,
médias, graves e gravíssimas. A cada tipo corresponde uma pontuação e uma multa em reais, conforme a
tabela abaixo.

Infração Pontuação Multa*


Leve 3 pontos R$ 53,00
Média 4 pontos R$ 86,00
Grave 5 pontos R$ 128,00
Gravíssima 7 pontos R$ 192,00
* Valores arredondados

a) Um condutor acumulou 13 pontos em infrações. Determine todas as possibilidades quanto à


quantidade e à natureza das infrações cometidas por esse condutor.
3

b) O gráfico de barras abaixo exibe a distribuição de 1.000 infrações cometidas em certa cidade,
conforme a sua natureza. Determine a soma das multas aplicadas.

RESPOSTA:
a) Sejam a, b, c e d, respectivamente, o número de multas leves, médias, graves e gravíssimas.
Queremos determinar as soluções inteiras não negativas da equação 3a  4b  5c  7d  13.

Observando que a  {0, 1, 2, 3}, temos

(a, b, c, d)  {(0, 2, 1, 0), (1, 0, 2, 0), (2, 0, 0, 1), (3, 1, 0, 0)}.

b) O resultado pedido é dado por

0,1 1000  53  0,4  1000  86  0,2  1000  128  0,3  1000  192  R$ 122.900,00.

7. O peso médio (média aritmética dos pesos) dos 100 alunos de uma academia de ginástica é igual a 75
kg. O peso médio dos homens é 90 kg e o das mulheres é 65 kg.

a) Quantos homens frequentam a academia?


b) Se não são considerados os 10 alunos mais pesados, o peso médio cai de 75 kg para 72 kg. Qual é o
peso médio desses 10 alunos?

RESPOSTA:
a) Sejam ph  90kg e pm  65kg, respectivamente, o peso médio dos homens e o peso médio das
mulheres. Logo,

Sh
ph   Sh  90h
h

Sm
pm   Sm  65(100  h),
100  h

sendo h o número de homens, Sh a soma dos pesos dos homens e Sm a soma dos pesos das
mulheres.

Portanto, como o peso médio dos 100 alunos é igual a 75kg, temos

90h  65(100  h)
 75  18h  13(100  h)  1500
100
 h  40.

b) Suponhamos que x91, x92 , , x100 sejam os pesos dos 10 alunos mais pesados. Logo, se x90
denota o peso médio dos outros 90 alunos, temos
4

S90
x90   S90  72  90
90
 S90  6480.

Seja S10  x91  x92   x100 . Daí, como S100  75  100  7500, vem

S10  S100  S90


 7500  6480
 1020.

Portanto, o resultado pedido é

S10 1020
x10   x10 
10 10
 x10  102kg.

8. Para calcular a nota final de seus alunos, um professor de Matemática utiliza a média aritmética das
notas obtidas em seis provas. Suponha que a média das notas de um estudante, nas quatro primeiras
provas desse professor, foi 8,7.

a) Se esse estudante obtiver as notas 8,0 e 8,2 nas duas próximas provas, qual será sua média nas seis
provas?
b) Qual deverá ser a média nas duas provas seguintes, para que esse estudante obtenha média final 9,0 nas
seis provas?

RESPOSTA:
a) Sejam x1, x 2 , x 3 , x 4 as notas obtidas pelo estudante nas quatro primeiras provas. Logo, se a média
dessas notas é igual a 8,7, então

x1  x 2  x3  x 4
 8,7  x1  x 2  x3  x 4  34,8.
4

Portanto, sendo 8,0 e 8,2 as notas obtidas nas duas últimas provas, tem-se que a média nas seis
provas é dada por p  1  6q.

34,8  8  8,2
 8,5.
6

b) Sejam x 5 e x 6 as notas obtidas pelo estudante nas duas últimas provas. Assim,

34,8  x5  x 6
 9  x5  x 6  54  34,8
6
 x 5  x 6  19,2.

Em consequência, o resultado pedido é

x5  x 6 19,2
  9,6.
2 2

9. Um automóvel subiu uma ladeira a uma velocidade média de 60 km/h e, em seguida, desceu a mesma
ladeira à velocidade média de 100 km/h. Qual a velocidade média desse veículo no percurso inteiro ?
5

RESPOSTA: 75 km/h

10. Em um seletivo para contratação de estagiários, foram aplicadas duas provas: uma de
Conhecimentos Gerais e outra de Conhecimentos Específicos, valendo de 0 a 10 pontos cada prova. A
média foi calculada, utilizando-se peso 2 para a primeira prova e peso 3 para a segunda prova. Essa
média é denominada Ponderada e é calculada, segundo a expressão:

Nota(1)  Peso(1)  Nota(2)  Peso(2)  ...  Nota(n)  Peso(n)


Peso(1)  Peso(2)  ...  Peso(n)

Um candidato, que obteve média 5,2 (cinco vírgula dois), solicitou o valor de suas notas em cada prova.
Recebeu a seguinte resposta: A nota na prova de Conhecimentos Específicos foi 50% maior que a nota
da prova de Conhecimentos Gerais.

Considerando a fórmula citada e as informações fornecidas ao candidato,

a) indique a expressão matemática utilizada para calcular as notas.


b) calcule as notas que o candidato obteve em cada prova.
RESPOSTA:
a) Sejam n1 e n2 , respectivamente, as notas na primeira prova e na segunda prova. A expressão que
fornece a nota dos candidatos é

n1  2  n2  3 n1  2  n2  3
 .
23 5

b) Sabendo que n2  1,5  n1, temos

n1  2  1,5  n1  3
 5,2  6,5  n1  26
5
 n1  4.

Portanto, segue que n2  1,5  4  6.

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:


Na tabela abaixo, estão indicados os preços do rodízio de pizzas de um restaurante.

VALOR UNITÁRIO DO
DIAS DA SEMANA RODÍZIO
(R$)
segunda-feira, terça-feira,
18,50
quarta-feira e quinta-feira
sexta-feira,
22,00
sábado e domingo

11. Considere um cliente que foi a esse restaurante todos os dias de uma mesma semana, pagando um
rodízio em cada dia.
Determine o valor médio que esse cliente pagou, em reais, pelo rodízio nessa semana.
RESPOSTA:
O valor médio que o cliente pagou é dado por

4  18,5  3  22
 R$ 20,00.
43

12. Um comerciante de frutas possuía 70 dúzias de laranjas de uma mesma qualidade para vender num
6

dia ensolarado do mês de Outubro. Inicialmente, começou vendendo a dúzia dessa laranja por R$ 3,70 e,
conforme as vendas não correspondiam às suas expectativas, foi reduzindo o preço para garantir a venda
de toda a mercadoria. Dessa forma, o preço da laranja foi reduzido em três ocasiões. A tabela a seguir
informa a quantidade de dúzias de laranjas vendidas em cada horário daquele dia e os respectivos preços
cobrados pelo comerciante.

a) Qual foi o preço médio da dúzia da laranja vendida naquele dia?


b) Se o comerciante vendesse as 25 primeiras dúzias a R$ 3,42 (a dúzia), por quanto deveria vender cada
dúzia restante para que o preço médio das dúzias de laranjas vendidas naquele dia fosse de R$ 3,15?
RESPOSTA:
a) R$ 2,95
b) R$ 3,00

13. A tabela abaixo representa a vida útil de postes telefônicos de madeira:


Nº de postes
Anos substituídos

0,5  2,5 11

2,5  4,5 47

4,5  6,5 87

6,5  8,5 134

8,5  10,5 200

10,5  12,5 198

12,5  14,5 164

14,5  16,5 102

16,5  18,5 48

18,5  20,5 6

20,5  22,5 3

1000

Fonte: Toledo (1985)

Pede-se:
a) O desvio padrão.
b) A variância;
c) O coeficiente de variação de Pearson.
7

Gabarito:
a) 3,767
b) 14,190289
c) 0,353 ou 35,3%

14. Usando-se 5 dos algarismos 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7, sem repeti-los, quantos números pares


podemos formar?
Resposta: 1080
15.Quantos números de 4 algarismos distintos podemos formar com os algarismos 0, 1, 2, 3, 4,
5, 6, 7, 8 e 9?
Resposta: 4536

16. Em relação à palavra ESCOLA:


a) Quantos anagramas podem ser formados?
b) Quantos anagramas não possuem duas consoantes ou duas vogais juntas?
c) Quantos anagramas possuem as 3 vogais sempre juntas?
Resposta:
a) 720
b) 72
c) 144
17. Um lote é formado por 10 peças boas, 4 com defeitos e 2 com defeitos graves. Uma peça é
escolhida ao acaso. Calcule a probabilidade de que:
a) Ela não tenha defeitos graves.
b) Ela não tenha defeitos.
c) Ela não tenha defeitos ou tenha defeitos graves.
Solução:
a) 7/8
b) 5/8
c) 3/4
18. Uma urna contém 5 bolas brancas e 6 pretas. Três bolas são retiradas. Calcular a
probabilidade de:
a) Todas pretas.
b) Exatamente uma branca.
c) Ao menos uma preta.
Solução:
a) 4/33
b) 5/11
c) 31/33
19. A e B jogam 120 partidas de xadrez, das quais A ganha 60, B ganha 40 e 20 terminam
empatadas. A e B concordam em jogar 3 partidas. Determinar a probabilidade de:
a) A ganhar todas as três;
b) A e B ganharem alternadamente.
Solução:
a) 1/8
b) 5/3

20. Considere o conjunto de todos os números de cinco algarismos distintos,


formados com os algarismos 1, 3, 5, 8 e 9.
8

Escolhendo, aleatoriamente, um elemento desse conjunto, calcule a probabilidade


de o número escolhido ser menor que o número 58931.

Solução:

17  48 65 13
P  
120 120 24

21. Um cadeado com segredo possui três engrenagens, cada uma contendo todos
os dígitos de 0 a 9. Para abrir esse cadeado, os dígitos do segredo devem ser
colocados numa sequência correta, escolhendo-se um dígito em cada engrenagem.
(Exemplos: 237, 366, 593...)

a) Quantas possibilidades diferentes existem para a escolha do segredo, sabendo


que o dígito 3 deve aparecer obrigatoriamente e uma única vez?
b) Qual é a probabilidade de se escolher um segredo no qual todos os dígitos são
distintos e o dígito 3 aparece obrigatoriamente?
Solução:
a)

b)

216
P=  21,6%
10,10,10

22. Está previsto que, a partir de 1º de janeiro de 2017, entrará em vigor um


sistema único de emplacamento de veículos para todo o Mercosul, o que inclui o
Brasil. As novas placas serão compostas por 4 letras e 3 algarismos.
Admita que no novo sistema possam ser usadas todas as 26 letras do alfabeto,
incluindo repetições, e os 10 algarismos, também incluindo repetições. Admita
ainda que, no novo sistema, cada carro do Mercosul tenha uma sequência diferente
de letras e algarismos em qualquer ordem. Veja alguns exemplos das novas placas.
9

No novo sistema descrito, calcule o total de placas possíveis com o formato “Letra-
Letra-Algarismo-Algarismo-Algarismo-Letra-Letra”, nessa ordem. Em seguida,
calcule o total geral de possibilidades de placas com 4 letras (incluindo repetição) e
3 algarismos (incluindo repetição) em qualquer ordem na placa. Deixe suas
respostas finais em notação de produto ou de fatorial.
Solução:
Para calcular o total de placas possíveis com o formato “Letra-Letra-Algarismo-Algarismo-Algarismo-
Letra-Letra” pode-se escrever, com base nas possibilidades de cada item:
26  26  10  10  10  26  26  264  103

Para calcular o total geral de possibilidades de placas com 4 letras (incluindo repetição) e 3 algarismos
(incluindo repetição) em qualquer ordem na placa, deve-se primeiro considerar a posição das letras. Ou
seja: C74  35.

Assim, há 35 possíveis combinações de 4 letras e 3 algarismos. Pelo princípio fundamental da contagem,


para cada letra há 26 possibilidades e cada algarismo 10 possibilidades. Logo, o total geral de
possibilidades de placas com 4 letras (incluindo repetição) e 3 algarismos (incluindo repetição) é de
35  264  103.

23. Uma população de 10 camundongos, marcados de 1 a 10, será utilizada para


um experimento em que serão sorteados aleatoriamente 4 camundongos. Dos 10
camundongos, apenas 2 têm certa característica C1, 5 têm certa característica C2 e
nenhum deles tem as duas características. Pergunta-se:

a) Qual é a probabilidade de que ao menos um dos camundongos com a


característica C1 esteja no grupo sorteado?
b) Qual é a probabilidade de que o grupo sorteado tenha apenas 1 camundongo
com a característica C1 e ao menos 2 com a característica C2?
Solução:
C8,4 70 1 2
a) 1   1  1   (Onde C8,4 é a quantidade de sorteados em que nenhum camundongo
C10,4 210 3 3
tenha a característica C1)

C5,1  C5,2  C3,1 C2,1  C5 ,3 2  10  3 2  10 6 2 8


b)      
C10,4 C10.4 210 210 21 21 21

24. Um sistema luminoso, constituído de oito módulos idênticos, foi montado para
emitir mensagens em código. Cada módulo possui três lâmpadas de cores
diferentes − vermelha, amarela e verde. Observe a figura:

Considere as seguintes informações:


10

— cada módulo pode acender apenas uma lâmpada por vez;


— qualquer mensagem é configurada pelo acendimento simultâneo de três
lâmpadas vermelhas, duas verdes e uma amarela, permanecendo dois módulos
com as três lâmpadas apagadas;
— duas mensagens são diferentes quando pelo menos uma das posições dessas
cores acesas é diferente.

Calcule o número de mensagens distintas que esse sistema pode emitir.


1ª Solução:

O número de mensagens distintas que o sistema pode emitir é dado por

8 5 3 8! 5! 3!


      
 3   2   1  3!  5! 2!  3! 1!  2!
876 54
  3
32 2
 1680.

2ª Solução:

O número de mensagens distintas que o sistema pode emitir corresponde ao número de permutações de 8
lâmpadas, sendo 3 vermelhas, 2 verdes, 1 amarela e 2 apagadas, ou seja,

8!
P8(3, 2, 2) 
3!  2!  2!
87654

22
 1680.

25. Permutando-se os algarismos do número 123456, formam-se números de seis


algarismos.
Supondo-se que todos os números formados com esses seis algarismos tenham
sido colocados numa lista em ordem crescente,
a) DETERMINE quantos números possui essa lista.
b) DETERMINE a posição do primeiro número que começa com o algarismo 4.
c) DETERMINE a posição do primeiro número que termina com o algarismo 2.
Solução:
a) 6.5.4.3.2.1 = 720.
b) Começando com 1: 5! = 120
Começando com 2: 5! = 120
Começando com 3: 5! = 120
Logo, o primeiro número que começa por quatro ocupa a 361ª posição.
c)
11

A posição do primeiro número que termina em 2 é a trigésima quarta, pois


24  6  2  1  1  34.

26. No estande de vendas da editora, foram selecionados 5 livros distintos,


grandes, de mesmo tamanho, e 4 livros distintos, pequenos, de mesmo tamanho.
Eles serão expostos em uma prateleira junto com um único exemplar de
Descobrindo o Pantanal.

a) De quantas maneiras diferentes eles podem ser alinhados na prateleira, se os de


mesmo tamanho devem ficar juntos e Descobrindo o Pantanal deve ficar em um
dos extremos?

b) No final da feira de livros, a editora fez uma promoção. Numerou os livros da


prateleira de 1 a 10, e sorteou um livro para o milésimo visitante do estande.
Qual é a probabilidade expressa em porcentagem de o visitante receber um livro
cujo número seja a média aritmética de dois números primos quaisquer
compreendidos entre 1 e 10?
Solução:
a) Temos 2 maneiras de dispor os blocos de livros grandes e pequenos, e 2 maneiras de escolher onde
ficará o exemplar de Descobrindo o Pantanal. Além disso, os livros grandes podem ser dispostos de
5! maneiras, e os livros pequenos de 4! modos. Portanto, pelo PFC, segue que o resultado é
2  2  5!  4!  4  120  24  11.520.

b) Os primos compreendidos entre 1 e 10 são: 2, 3, 5 e 7. Logo, os casos favoráveis são: 2 (média


aritmética de 2 e 2), 3 (média aritmética de 3 e 3), 4 (média aritmética de 3 e 5), 5 (média
aritmética de 3 e 7), 6 (média aritmética de 5 e 7) e 7 (média aritmética de 7 e 7). Portanto, como
6
podem ser sorteados 10 números, segue que a probabilidade pedida é  100%  60%.
10

27. O quadro de avisos de uma escola de ensino médio foi dividido em


quatro partes, como mostra a figura a seguir.

No retângulo à esquerda, são colocados os avisos da diretoria, e, nos outros


três retângulos, serão colocados, respectivamente, de cima para baixo, os
avisos dos 1º, 2º e 3º anos do ensino médio.
A escola resolveu que retângulos adjacentes (vizinhos) fossem pintados, no
quadro, com cores diferentes. Para isso, disponibilizou cinco cores e
solicitou aos servidores e alunos sugestões para a disposição das cores no
quadro.
Determine o número máximo de sugestões diferentes que podem ser apresentadas
pelos servidores e alunos.
Solução:
Temos 5 possibilidades para escolher a cor do retângulo vertical, 4 para escolher a cor do primeiro
retângulo horizontal, 3 para escolher a cor do segundo retângulo horizontal e 3 para escolher a cor do
terceiro retângulo horizontal.
Portanto, pelo PFC, existem, no máximo, 5  4  3  3  180 sugestões diferentes que podem ser
apresentadas pelos servidores e alunos.
12

28. a)Oito meias azuis idênticas e oito meias pretas idênticas estão em uma
gaveta em um quarto escuro. Quantas meias, no mínimo, uma pessoa deve
apanhar para ter certeza de conseguir
1. um par de meias da mesma cor?
2. um par de meias azuis?

b)Bruna tem exatamente R$ 64,00. Ela aposta quatro vezes no lançamento de uma
moeda. A cada vez, aposta exatamente metade da quantia que tem. Bruna
ganha ou perde a quantia apostada. Ela vence em metade dos lançamentos da
moeda. Qual será sua quantia no final?
Solução:
a) i) Como existem apenas duas cores, se retirar duas meias ela poderá obter um par de cores diferentes.
Assim, retirando a terceira meia, ela terá, necessariamente, um par da mesma cor.
ii) Retirando oito meias, todas poderão ser pretas. Logo, para ter certeza de que irá retirar um par de
meias azuis, ela deve apanhar, no mínimo, 10 meias.

3 1
b) Ganhando a aposta, Bruna ficará com da quantia que possui. Se perder a aposta, ficará com da
2 2
quantia que tinha antes da aposta. Desse modo, vencendo duas apostas, ela ficará com
2 2
 3   1
64        R$ 36,00.
 2  2

29. Uma associação de moradores arrecadou 2160 camisas, 1800 calças e


1200 pares de sapatos, que serão todos doados. As doações serão dispostas
em pacotes. Dentro de cada pacote, um item poderá ter quantidade
diferente da dos demais itens (por exemplo, a quantidade de camisas não
precisará ser igual à de calças ou à de pares de sapatos); porém, a
quantidade de camisas, em todos os pacotes, deverá ser a mesma, assim
como a quantidade de calças e a de pares de sapatos.

Determine o maior número possível de pacotes que podem ser preparados e


qual a quantidade de camisas, de calças e de pares de sapatos que, nesse
caso, haverá em cada pacote.
Solução:
O maior número possível de pacotes corresponde ao máximo divisor comum dos números de camisas,
calças e pares de sapatos, isto é, ao mdc(2160,1800,1200)  23  3  5  120. Portanto, em cada pacote
2160 1800 1200
haverá  18 camisas,  15 calças e  10 pares de sapatos.
120 120 120
30. Preparando-se para a sua festa de aniversário de sessenta anos, uma senhora
quer usar três anéis de cores diferentes nos dedos das mãos, um anel em cada
dedo. De quantos modos diferentes pode colocá-los, se não vai por nenhum anel
nos polegares?
Solução:
8 . 7 . 6 = 33