Você está na página 1de 2

O homem que fazia chover

O filme mostra o ambiente jurídico de forma realista, mostrando as dificuldades


vivenciadas pelos advogados diante da concorrência que existe neste meio, bem como
as formas desleais utilizadas para ter vitória em uma causa. O personagem principal
sendo um advogado muito novo, se preocupa com a ética mesmo estando espantado
com a realidade fora da faculdade, se deparou com atos ilegais empregados no exercício
da profissão. E diante de uma grande causa, contra uma companhia de seguros
importante do país, se vê sozinho para encarar uma firma de advocacia famosa, com
advogados caros.
Logo após seu ingresso em um escritório de advocacia onde a estrela era representada
por um advogado corrupto, ali conhece um bacharel em direito que não possuía a
carteira profissional, exercendo de forma irregular a profissão. Nesta situação, abriram
um escritório em sociedade, onde somente um era advogado legalmente habilitado.
Após grande trabalho, conseguiram vencer a empresa de seguros, que veio a ser
condenada ao pagamento de uma indenização milionária. O jovem advogado, abandona
a advocacia, pois não estava feliz com o cenário de corrupção e artifícios que
inviabilizam a efetivação da Justiça contrariando seus ideais.
O filme leva a várias reflexões, uma das principais é o valor de um ser humano. A
seguradora, apesar de rica, prefere lutar contra a família do garoto, ao invés de pagá-la
logo no início. Também é notório a ganância de muitos advogados tornando que se
entregam para corrupção e afrontam a ética.

Fins e Organização da OAB art. 44 ao 67

A OAB é beneficiada de personalidade jurídica e forma federativa, com propósito de


defender a Constituição, a ordem jurídica do Estado democrático de direito, os direitos
humanos, a justiça social, batalhando pela boa aplicação das leis, pela rápida
administração da justiça e pelo aperfeiçoamento da cultura e das instituições jurídicas; -
promover, com exclusividade, a representação, a defesa, a seleção e a disciplina dos
advogados em toda a República Federativa do Brasil. A OAB não mantém com órgãos
da Administração Pública qualquer vínculo funcional ou hierárquico.

A OAB o Conselho Federal; os Conselhos Seccionais; as Subseções; as Caixas de


Assistência dos Advogados.

Sendo Conselho Federal o órgão supremo da OAB dotado de personalidade jurídica


própria, com sede na capital da República. Os Conselhos Seccionais, têm jurisdição
sobre os respectivos territórios dos Estados-membros, do Distrito Federal e dos
Territórios. As Subseções são partes autônomas do Conselho Seccional, na forma desta
lei e de seu ato constitutivo. Já as Caixas de Assistência dos Advogados, são criadas
pelos Conselhos Seccionais, quando estes contarem com mais de mil e quinhentos
inscritos.

Processo disciplinar art. 70 ao 77 da OAB


Desagravo público conforme o Regulamento Geral

Relações com o Cliente código de ética

Disposições gerais e transitórias no Estatuto