Você está na página 1de 9

Forma musical:

Canção popular pt. 1

Organizado por Prof. Marcello Soares

Obs.: Para visualizar os slides clique Ctrl+F5


He was really sayin' somethin' - Where are we Running - Suddenly I see - KT Tunstall
The Velvelettes Lenny Kravitz

Forma Forma Forma


Introdução Introdução Introdução
Estrofe Estrofe Estrofe
Refrão Pré-refrão Pré-refrão
Intermezzo (instrumental) Refrão Refrão
Estrofe Estrofe Estrofe
Refrão Pré-refrão Pré-refrão
Intermezzo (instrumental) Refrão Refrão
Solo Intermezzo (instrumental) Intermezzo (ponte 2)
Estrofe Solo Refrão - Fim
Refrão - Fim Estrofe
Pré-refrão
Refrão - Fim
Todos os objetos criados pelo
homem tem um estrutura que lhe A forma musical não pode ser observada
concede forma. A música também fisicamente. A estrutura musical não ocupa lugar
segue modelos estruturais para sua no espaço e sim no tempo. A música é percebida
criação. através da modificação ou variação dos elementos
musicais: melodia, ritmo, harmonia e arranjo.

A forma musical não pode ser observada. Ela é


apenas percebida através da modificação ou
variação dos elementos da composição: Melodia,
ritmo, harmonia e arranjo.
A música é organizada no tempo por meio de
segmentos (partes de um todo) com
características sonoras próprias que auxiliam na
sua identificação. Aqui continuam os conceitos de
repetição, variação e contraste.

Três elementos são importantes


para reconhecer e diferenciar os
segmentos da canção popular:

→ Melodia;
→ Hook Riff;
→ Instrumentação (arranjo).
Melodia - No caso da música popular o Instrumentação ou Arranjo -
termo “melodia” sempre é usado para
assinalar a voz principal. O desenho da Instrumentação é o conjunto de
melodia da voz principal dá sentido de instrumentos utilizados numa composição
início e fim a um trecho ou a uma ou um trecho musical.
composição.
Já o Arranjo é a forma de como o
Ex.: Parabéns para você (domínio público); compositor distribui e organiza (ou
Mercedes Benz (Janis Joplin). determina funções para cada instrumento)
os elementos do ritmo, melodia e
harmonia entre os instrumentos. O
Arranjo determina variações dos
elementos para orientar mudanças na
forma musical.

A variação ou modificação da
instrumentação ou das funções dos
instrumentos pode marcar um novo
Riff - Segue o mesmo conceito de melodia, contudo, evento dentro da forma musical.
o termo “Riff” é aplicado a trechos melódicos
instrumentais. É muito comum no rock e pop o riff Ex.: O riff inicial da canção Holiday (Green
está ligado a instrumentos como a guitarra, teclado Day) tocando na guitarra, no final da
ou outros como o saxofone. Hook é um termo mais canção é tocado pelo baixo.
genérico para qualquer elemento musical que
chame a atenção e conceda uma identificação para a O riff de guitarra com efeitos sintetizados
canção que introduz o refrão de Sixteen Saltines
(Jack White).

Ex.: Riff de guitarra Whola Lotta Love (Led Zeppelin);


Teclado/Sintetizador em Jump (Van Halen); Baixo em
I Want You Back (Jackson 5)
Introdução ou Intro: indica o início da Unidades básicas de segmentação da canção baseados no texto da letra
composição.

Qualquer elemento do interior de uma


composição pode ser usado com
introdução: Riff, Refrão e etc. Ponte ou Pré-Refrão: A Ponte é um
mecanismo de ligação ou transição entre
Ex.: Em Back In Black (AC/DC) O riff de as partes da composição. Ela pode ser um
guitarra é usado como Intro; trecho vocal ou instrumental.

Em All My Loving (The Beatles) o refrão Ela é cria expectativa para o refrão, nesses
introduz a canção. casos chamamos a Ponte de Pré-Refrão
(Ponte antecipando o Refrão).
A Intro pode ser tanto com texto quanto
instrumental, A Ponte também pode ligar o Refrão a
outros trechos da forma como o Refrão e
outra Estrofe, ou o Refrão ao Solo.

Ex.: Refrão: É o trecho principal da canção. Ela


Como Pré-Refrão: trecho da canção She traz em seu texto a frase (normalmente
Will Be Love (Marron 5) onde se inicia que dá título a composição), ele é o
texto “I don't mind spending everyday...” elemento afirmação do tema tratado na
até o Refrão; letra.
Estrofe: É onde temos a melodia do vocal
principal com os trechos iniciais da letra da
canção. A melodia do Refrão é diferente daquela
que encontramos na estrofe e na ponte.
Ela é repetida dentro da canção. Sua
melodia é repetida para facilitar sua Esta melodia se caracteriza por ser mais
apreensão. marcante, e em muitos casos, ela é
reforçada por elementos vocais (backing
A estrofe é repetida no mínimo duas vocais) da instrumentação (como riff).
vezes, com ou sem o mesmo texto.
É o segmento mais repetido numa canção.
Também podemos ter duas estrofes com Por este motivo é sempre o trecho mais
melodias diferentes numa mesma canção, lembrado de uma canção.
mas isso é um caso de exceção.
Unidades básicas de segmentação da canção.

Solo: o solo é a versão instrumental (ou às vezes vocal) do


Intermezzo instrumental: É a versão refrão. Contudo é comum haver composições sem solos. O
instrumental da Ponte. Nele podemos usar o solo pode ser executado por qualquer instrumento ou voz.
riff ou um trecho musical mais elaborado.
Ex.: Solo instrumental: solo de guitarra de Stairway To Heaven
Ex.: Como Pré-Refrão: trecho da canção More (Led Zeppelin); Solo vocal: vocalize de The Great Gig In The
Than A Feeling (Boston) duo de guitarras que Sky (Pink Floyd).
antecipa o Refrão.

Outro/Coda:
É um segmento dedica a conclusão da canção.
Ela é pouco utilizada de forma geral. Contudo
muitas composições utilizam esse tipo de
segmento para criar a sensação de grand
finale.
Ex.: Fallin (Alicia Keys)

Importante: Nem todas as canções vão seguir apresentar em sua estrutura todos os elementos de segmentação. Dependendo
do gênero musical segmentos como Ponte, Intermezzo e Solo não participaram da estrutura.
“Todos os caminhos levam a todos destinos!”
Essa máxima vale para forma da canção que pode construída através de uma infinidade de
combinações entre os segmentos.

Estrofe

Ponte
Intro

Refrão
Solo

Pre
refrão
Como analisar a segmentação de uma canção.

Primeira audição: Tentar identificar de forma Ter em mente que nem todas as
superficial segmentos básicos: Introdução, Estrofe, canções apresentam todos esses Para analisar a forma de uma canção vamos
Ponte, Refrão, Solos e etc. segmentos. Dependendo gênero usar o seguinte sistema legendas para
musical, a forma tem maior ou menor segmentar a forma.
complexidade.
Introdução (Intro);

Estrofe (E);

Ponte (P) ou Pré-refrão (Pr);


Segunda audição:
Observa atentamente o
Refrão (R);
arranjo da canção!!
Qualquer modificação nas
melodias, ritmo e na harmonia ou Intermezzo (I);
nos instrumentos que as tocam
pode determinar um novo Solo (S).
segmento musical. Identificar riffs e
Terceira audição: Com as
aspectos do arranjo.
informações tente definir da Além disso, localizar as partes da música através
melhor forma os segmentos do tempo.
da canção.

Importante: Inicialmente tente sempre ouvir e anotar,


Algumas canções apresentam duas
com a prática será possível identificar a forma de uma estrofes diferentes ou duas pontes.
canção de forma imediata. Nesses casos vc por chamar a
primeira de Estrofe 1 e a seguinte
de estrofe 2.
Modelo de análise da segmentação através dos elementos musicais
Título da canção (intérprete/banda)
He was really sayin somethin (The Duração total:
Velvelettes) 2’41”