Você está na página 1de 13

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE

CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA


UNIDADE ACADÊMICA DE ENGENHARIA QUÍMICA
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA QUÍMICA

Resolução N°05/2018
Edital de Ingresso – 2º Semestre de 2018 – FAPESQ

O Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química da Universidade Federal


de Campina Grande – Campus Campina Grande, no uso das suas atribuições legais e
regimentais, resolve estabelecer datas, critérios e procedimentos para a seleção e admissão no
Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química, em nível de Mestrado e Doutorado, na
forma deste edital, para preenchimento de vagas disponível.

Art. 1º Aplica-se esta Resolução ao Processo de Seleção para o ingresso nos Cursos de Mestrado
e Doutorado para o segundo semestre de 2018, conforme as resoluções da Câmara Superior
de Pós-Graduação:
a) Nº 21/2010 (http://www.ufcg.edu.br/~costa/resolucoes/res_14212010.pdf);
b) Nº 03/2016 (http://www.ufcg.edu.br/~costa/resolucoes/res_14032016.pdf);
c) Nº 06/2016 (http://www.ufcg.edu.br/~costa/resolucoes/res_14062016.pdf).

Art. 2º Calendário do processo de seleção do Programa de Pós-Graduação em Engenharia


Química:

Evento Data
Inscrição 24/09 a 08/10/2018
Deferimento da inscrição até 15/10/2018
Prova escrita 17/10/2018
Avaliação Curricular até 23/10/2018
Resultados até 23/10/2018
Matrícula 24/10 a 26/10/2018

DAS VAGAS

Art. 3º Serão ofertadas nas seguintes modalidades:

§ 1º. 01 (uma) vaga para o Mestrado e 02 (duas) vagas para o Doutorado destinadas a
temas específicos referentes ao Programa FAPESQ/Capes;
§ 2º. A lista dos aprovados e classificados obedecerá ao limite máximo de vagas
previstas neste edital, não sendo obrigatório o preenchimento do número total de vagas
ofertadas;

Art. 4º Somente ingressarão no Programa os candidatos aprovados e classificados.

DA ESCOLHA DO ORIENTADOR

Art. 5º O candidato a vaga de mestrado terá como orientador o docente responsável pela vaga
divulgado na página do Programa.

§ 1º O candidato ao curso de mestrado deverá consultar o professor responsável pelo tema


para compreensão da proposta e entrevista. A inscrição no tema fica condicionada ao
ciente (assinatura na ficha específica disponibilizada no site do PPGEQ) do professor, o
qual atestará que o candidato compreendeu a área da possível pesquisa a ser desenvolvida,
firmando assim um termo de compromisso de possível orientação;

§ 2º O termo de ciência está disponível no site do PPGEQ


(http:/150.165.84.7:8080/apex/f? p=101:32).

Art. 6º O candidato a vaga de doutorado terá como orientador o docente responsável pela
vaga divulgado na página do Programa, e deverá elaborar um plano de tese que deverá ser
entregue no ato de inscrição aprovado e assinado pelo(s) orientador(es).

§ 1º Os candidatos com nível de mestrado que ingressarem no doutorado poderão


continuar com o mesmo orientador;

§ 2º Os candidatos devem anexar o termo de ciência assinado pelo docente responsável


pelo tema disponibilizado;

§ 3º Os termos de ciência mencionados no § 2º deste artigo estão disponíveis no site do


PPGEQ (http:/150.165.84.7:8080/apex/f? p=101:32).

INSCRIÇÕES

Art. 7º As inscrições para o processo de seleção serão realizadas através do site do Programa
de Pós-Graduação em Engenharia Química (http://150.165.84.7:8080/apex/f?p=101:1:0:::::) e
os documentos devem ser entregues na secretaria da Coordenação localizada na Avenida
Aprígio Veloso, 882, bloco CM, tel. (83) 2101-1053. Os documentos enviados pelos Correios
devem ser postados até o ultimo dia de inscrição.
§ 1º Fica vetada as inscrições de candidatos ao nível que estão regularmente matriculados
no PPGEQ/UFCG.

Art. 8º Durante a inscrição, o candidato deverá apresentar à secretaria do Programa de Pós-


Graduação em Engenharia Química os documentos relacionados a seguir:

Mestrado:
I – Formulário de inscrição preenchido na internet, acompanhado de uma fotografia 3x4
cm recente;
II – Cópia do Diploma de Graduação autenticada ou documento equivalente;
III – Histórico(s) escolares do(s) curso(s) concluído(s);
IV – O candidato que não concluiu o curso de Graduação deverá apresentar documento
emitido pelo departamento do curso graduação da Instituição de Ensino Superior (IES)
de origem comprovando estar em condições de concluí-lo antes do início de suas
atividades no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química;
V– Declaração da Instituição de Ensino Superior (IES) de origem, atestando a inclusão
do candidato em programa institucional de capacitação e de qualificação profissional,
se for o caso;
VI – Declaração da empresa ou órgão público convenente com a UFCG, indicando o
candidato, no caso de convênio;
VII – Prova de estar em dia com as obrigações militares e eleitorais, no caso de o
candidato ser brasileiro;
VIII – Cópia da carteira de identidade ou do registro geral de estrangeiro para os
candidatos brasileiros ou não, respectivamente;
IX– Cópia do documento hábil do CPF;
X – Termo de ciência dos documentos abaixo, os quais poderão ser acessados no link
(http:/150.165.84.7:8080/apex/f? p=101:32):
a) Regulamento do programa de Pós-Graduação em Engenharia Química;
b) Regulamento Geral da Pós-Graduação Stricto Sensu da UFCG;
c) Critérios de concessão e suspensão de bolsas de estudo concedidas pela
CAPES e CNPq.
XI– Indicação em ordem de prioridade de até sete (07) temas de pesquisa listados no
site do Programa;
XII – Termo(s) de Ciência devidamente assinado(s) pelo(s) possível(eis) orientador(es),
de acordo com o Art 5°, § 2º desta resolução;
XIII – Cópia do Currículo Lattes com cópia dos documentos comprobatórios.

Observação 1: Os documentos solicitados dos itens I a XII devem ser entregues


encadernados a parte do Currículo Lattes.
Observação 2: Os documentos comprobatórios deverão ser numerados de acordo com
a ordem de apresentação no Currículo Lattes e deverão estar anexos a cópia do Currículo
em ordem sequencial. Documentos fora de ordem, não serão considerados.

Doutorado:
I – Formulário de inscrição preenchido na internet, acompanhado de uma fotografia 3x4
cm recente;
II – Cópia autenticada do diploma de Mestrado ou documento equivalente;
III – Histórico(s) escolares do(s) curso(s) concluído(s);
IV – O candidato que não concluiu o curso de Mestrado, deverá apresentar documento
emitido pela coordenação de pós-graduação da Instituição de Ensino Superior (IES) de
origem comprovando estar em condições de concluí-lo antes do início de suas atividades
no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química;
V– Declaração da Instituição de Ensino Superior (IES) de origem, atestando a inclusão
do candidato em programa institucional de capacitação e de qualificação profissional,
se for o caso;
VI – Declaração da empresa ou órgão público convenente com a UFCG, indicando o
candidato, no caso de convênio;
VII – Prova de estar em dia com as obrigações militares e eleitorais, no caso de o
candidato ser brasileiro;
VIII – Cópia da carteira de identidade ou do registro geral de estrangeiro para os
candidatos brasileiros ou não, respectivamente;
IX – Cópia do documento hábil do CPF;
X – Termo de ciência dos documentos abaixo, os quais poderão ser acessados no link
(http:/150.165.84.7:8080/apex/f? p=101:32):
a) Regulamento do programa de Pós-Graduação em Engenharia Química;
b) Regulamento Geral da Pós-Graduação Stricto Sensu da UFCG;
c) Critérios de concessão e suspensão de bolsas de estudo concedidas pela
CAPES e CNPq.
XI – Termo(s) de Ciência devidamente assinado(s) pelo(s) possível(eis) orientador(es),
de acordo com o Art 6°, § 3º desta resolução;
XII – Plano de tese, aprovado e assinado pelo(s) Orientador(es) credenciado(s) no
programa de Pós-Graduação em Engenharia Química e responsável pelo tema;
XIII – Cópia do Currículo Lattes com cópia dos documentos comprobatórios.

Observação 1: Os documentos solicitados dos itens I a X devem ser entregues


encadernados a parte do Currículo Lattes.

Observação 2: O plano de tese deve ser entregue encadernado e assinado pelo(s)


orientador(es) e o candidato.
Observação 3: Os documentos comprobatórios deverão ser numerados de acordo com
a ordem de apresentação na cópia do Currículo Lattes e deverão estar anexos ao
Currículo em ordem sequencial. Documentos fora de ordem, não serão considerados.

§1º A comissão do processo de seleção deferirá o pedido de inscrição à vista da


regularidade da documentação apresentada;

§2º É permitida a inscrição e a entrega da documentação mediante procurador


especialmente constituído para esse fim devendo constar na procuração as opções de
linha de pesquisa;

§3º O deferimento ou indeferimento das inscrições será divulgado no site do Programa


(http://150.165.84.7:8080/apex/f?p=101:1:0:::::), de acordo com o calendário (Art. 2º).

DA SELEÇÃO

Art. 9º A etapa do processo seletivo para Mestrado e Doutorado referentes às provas:

§1.º As provas só poderão ser realizadas nos locais, horários e datas pré-determinados;

§2.º Instituições previamente cadastradas, com Professor responsável, poderão realizar


as etapas de seleção fora de sede, obedecendo às regras, temas sorteados e horários pré-
estabelecidos nesse edital;

§3.º O cadastramento das instituições para realização das etapas fora de sede terá
validade apenas para o processo seletivo de 2018.2 e deverá ser realizado durante o
período de inscrição no processo seletivo. A documentação necessária está disponível
no site do PPGEQ.

PARA O NÍVEL DE MESTRADO

Art. 10º A primeira etapa do processo seletivo para Mestrado consistirá de uma prova
dissertativa (PD) relacionada à área do programa de pós-graduação de engenharia química.

§1.º A prova constará de temas referentes as disciplinas:

I - Termodinâmica;
II - Fenômenos de Transporte;
III - Cálculo de Reatores;

§2.º O programa de cada conteúdo, a forma, a data e local de realização da prova


serão divulgados através da página do programa;
§3.º Os temas serão elaborados, aplicados e corrigidos por no mínimo 02 (dois)
professores, os quais são responsáveis por estes conteúdos no Programa de Pós-
graduação em Engenharia Química.

§4.º Para o candidato que atingir a maior nota será atribuída nota 10,0. Os demais candidatos
recebem uma pontuação proporcional, conforme a equação abaixo:
𝑝𝑜𝑛𝑡𝑢𝑎çã𝑜 𝑜𝑏𝑡𝑖𝑑𝑎
𝑃𝐷 = 𝑥10,0
𝑝𝑜𝑛𝑡𝑢𝑎çã𝑜 𝑚á𝑥𝑖𝑚𝑎
Art. 11º A segunda etapa do processo seletivo para Mestrado consistirá em análise do Currículo
Lattes.
§ 1.º A análise seguirá os seguintes fatores:
(a) Resumo: as publicações de resumos em evento nacional ou internacional deverão ser
comprovadas através da cópia do referido resumo nos anais do evento;
(b) Trabalho completo: Os trabalhos completos publicados em anais de eventos nacionais e
internacionais deverão ser comprovados através de cópia da primeira página da
publicação;
(c) Periódico: os trabalhos completos publicados em periódicos nacionais e internacionais
deverão ser comprovados através de cópia da primeira página da publicação;
(d) Patente: a patente ou licença na área de Engenharia Química deverá ser comprovada
por documentos emitidos por autoridades competentes;
(e) Livro: os livros publicados de autorias individuais ou co-autorias na área de
Engenharia Química devem ser cadastrados no ISBN;
(f) Capítulo de livro: os capítulos dos livros publicados de autorias individuais ou co-
autorias na área de Engenharia Química devem ser cadastrados no ISBN;
(g) Seminário e Congresso: a participação em congresso deverá ser comprovada através de
certificado emitido pelo organizador do evento;
Observação 1: Não será pontuada a participação em um evento no qual já tenha sido
pontuada a publicação de resumo ou trabalho completo.
(h) Especialização: Serão considerados como especialização os cursos de Pós-Graduação
Lato Sensu;
(i) Monitoria: A participação em atividades de monitoria deverá ser comprovada através de
declaração emitida pelo órgão responsável pela atividade na IES;
(j) Iniciação científica: A participação em atividade de iniciação científica deverá ser
comprovada através de declaração emitida pelo órgão responsável pela atividade na IES;
(k) Experiência profissional: A experiência profissional na área de docência ou em indústria
química deverá ser comprovada através de cópia da referida experiência na carteira de
trabalho.
Observação 2: Estágio, mesmo que registrado em carteira de trabalho, não será considerado
como experiência profissional.
§ 2.º Os critérios de pontuação, bem como os limites e fatores de ponderação, são:

PUBLICAÇÕES EM PERIODICOS - PP
SIGLA ITEM LIMITE FATOR
A1 Trabalhos completos publicados em Periódicos Qualis A1 (Engenharias II) 4 Publicações 1
A2 Trabalhos completos publicados em Periódicos Qualis A2 (Engenharias II) 4 Publicações 0,85
B1 Trabalhos completos publicados em Periódicos Qualis B1 (Engenharias II) 4 Publicações 0,7
B2 Trabalhos completos publicados em Periódicos Qualis B2 (Engenharias II) 4 Publicações 0,5
B3 Trabalhos completos publicados em Periódicos Qualis B3 (Engenharias II) 4 Publicações 0,2
B4 Trabalhos completos publicados em Periódicos Qualis B4 (Engenharias II) 4 Publicações 0,15
B5 Trabalhos completos publicados em Periódicos Qualis B5 (Engenharias II) 4 Publicações 0,1
PATENTES E LIVROS - PL
SIGLA ITEM LIMITE FATOR
CON Patente Concedida 4 Patentes 1
REG Patente Registrada 4 Patentes 0,85
DEP Patente Depositada 4 Patentes 0,5
L Livro de autorias individuais ou co-autorias (Engenharia Química) 4 Publicações 1
CL Capítulo de livro de autorias individuais ou co-autorias (Engenharia Química) 4 Publicações 0,15
SEMINÁRIOS E CONGRESSOS - SC
SIGLA ITEM LIMITE FATOR
TCI Trabalho completo publicados em anais internacionais 4 Publicações 1
TCN Trabalho completo publicados em anais nacionais 4 Publicações 0,85
RE Resumo expandido publicados em anais (nacional ou internacional) 4 Publicações 0,7
RA Resumo publicados em anais (nacional ou internacional) 4 Publicações 0,5
PCI Participação em Congressos Internacionais 4 Participações 0,3
PCN Participação em Congressos Nacionais 4 Participações 0,15
ESPECIALIZAÇÃO E EXPERIÊNCIA - EE
SIGLA ITEM LIMITE FATOR
EPD Experiência profissional na área de docência 4 Semestres 1
EPIQ Experiência profissional na área da indústria química 4 Semestres 0,85
EEQ Especialização na área de Engenharia Química 4 Semestres 0,65
IC Iniciação Científica 4 Semestres 0,5
MON Monitoria 4 Semestres 0,5

§3.º A Pontuação da Análise Curricular será calculada de acordo com a equação abaixo:

𝑃𝐴𝐶 = (0,4. 𝑃𝑃 + 0,3. 𝑃𝐿 + 0,1. 𝑆𝐶 + 0,2. 𝐸𝐸)


Onde,
𝐴1 + 0,85. 𝐴2 + 0,7. 𝐵1 + 0,5. 𝐵2 + 0,2. 𝐵3 + 1,5. 𝐵4 + 0,1. 𝐵5
𝑃𝑃 =
3,5
𝐶𝑂𝑁 + 0,85. 𝑅𝐸𝐺 + 0,5. 𝐷𝐸𝑃 + 𝐿 + 0,15. 𝐶𝐿
𝑃𝐿 =
3,5
𝑇𝐶𝐼 + 0,85. 𝑇𝐶𝑁 + 0,7. 𝑅𝐸 + 0,5. 𝑅𝐴 + 0,3. 𝑃𝐶𝐼 + 0,15. 𝑃𝐶𝑁
𝑆𝐶 =
3,5
𝐸𝑃𝐷 + 0,85. 𝐸𝑃𝐼𝑄 + 0,65. 𝐸𝐸𝑄 + 0,5. 𝐼𝐶 + 0,5. 𝑀𝑂𝑁
𝐸𝐸 =
3,5
§3.º Para o candidato que atingir a maior PAC será atribuída nota 10,0. Os demais candidatos
recebem uma pontuação proporcional, conforme a equação abaixo:

pontuação obtida
CL = x 10,0
pontuação máxima

Art. 12º A fórmula para cálculo da nota final será dada por:

3 CL + 7 PD
NF =
10

§ 1.º No caso de empate entre os candidatos ao último lugar, o critério de desempate


seguirá a seguinte ordem, sempre utilizando a maior nota de cada item: nota da prova
dissertativa, seguido do Currículo Lattes. Se ainda assim perdurar o empate, caberá à
comissão de seleção adotar critérios para o desempate;

§ 2.ºA alocação de um candidato em relação a um projeto obedecerá ao número de vagas


disponíveis e a ordem de prioridade na escolha do projeto no momento da inscrição (Art.
5º);

§ 3.º Os candidatos com média inferior a 5,0 (cinco, zero) não serão classificados.

PARA O NÍVEL DE DOUTORADO

Art. 13º A primeira etapa do processo seletivo para Doutorado consistirá da análise do plano de
tese submetido pelo candidato.

§1.º A análise será realizada por uma banca previamente formada por dois professores
(e dois suplentes) definidos pelo colegiado do PPGEQ;

§2.º Está etapa terá caráter eliminatório caso a média da nota final atribuída (DPT) pelos
avaliadores seja menor que 5,0 (cinco, zero);
§3.º A nota da Análise do Plano de Tese não será utilizada para o cálculo da nota final
do candidato.

Art. 14º A segunda etapa do processo seletivo para Doutorado consistirá de uma prova
dissertativa (PD) relacionada à área do programa de pós-graduação de engenharia química.

§1.º A prova constará de temas referentes ás disciplinas:

I - Termodinâmica;
II - Fenômenos de Transporte;
III - Cálculo de Reatores;

§2.º O programa de cada conteúdo, a forma, a data e local de realização da prova


serão divulgados através da página do programa;

§3.º Os temas serão elaborados, aplicados e corrigidos por no mínimo 2 (dois)


professores, os quais são responsáveis por estes conteúdos no Programa de Pós-
graduação em Engenharia Química.

§4.º Para o candidato que atingir a maior nota será atribuída nota 10,0. Os demais candidatos
recebem uma pontuação proporcional, conforme a equação abaixo:
𝑝𝑜𝑛𝑡𝑢𝑎çã𝑜 𝑜𝑏𝑡𝑖𝑑𝑎
𝑃𝐷 = 𝑥10,
𝑝𝑜𝑛𝑡𝑢𝑎çã𝑜 𝑚á𝑥𝑖𝑚𝑎
Art. 15º A terceira etapa do processo seletivo para o Doutorado consistirá em análise de
Currículo Lattes.
§ 1.º A análise seguirá os seguintes fatores:
(a) Resumo: as publicações de resumos em anais de evento nacional ou internacional
deverão ser comprovadas através da cópia do referido resumo nos anais do evento;
(b) Trabalho completo: Os trabalhos completos publicados em anais de eventos nacionais e
internacionais deverão ser comprovados através de cópia da primeira página da
publicação, bem como da capa dos anais;
(c) Periódico: Os trabalhos completos publicados em periódicos nacionais e internacionais
deverão ser comprovados através de cópia da primeira página da publicação;
(d) Patente: a patente ou licença na área de Engenharia Química deverá ser comprovada
por documentos emitidos por autoridades competentes;
(e) Livro: os livros publicados de autorias individuais ou co-autorias na área de
Engenharia Química devem ser cadastrados no ISBN;
(f) Capítulo de livro: os capítulos dos livros publicados de autorias individuais ou co-
autorias na área de Engenharia Química devem ser cadastrados no ISBN;
(g) Especialização: Serão considerados como especialização os cursos de Pós-Graduação
Lato Sensu;
(h) Experiência profissional: A experiência profissional na área de docência ou em indústria
química deverá ser comprovada através de cópia da referida experiência na carteira de
trabalho;
Observação 1: Estágio, mesmo que registrado em carteira de trabalho, não será considerado
com experiência profissional.
§ 2.º Os critérios de pontuação, bem como os limites e fatores de ponderação, são:
PUBLICAÇÕES EM PERIODICOS - PP
SIGLA ITEM LIMITE FATOR
A1 Trabalhos completos publicados em Periódicos Qualis A1 (Engenharias II) 4 Publicações 1
A2 Trabalhos completos publicados em Periódicos Qualis A2 (Engenharias II) 4 Publicações 0,85
B1 Trabalhos completos publicados em Periódicos Qualis B1 (Engenharias II) 4 Publicações 0,7
B2 Trabalhos completos publicados em Periódicos Qualis B2 (Engenharias II) 4 Publicações 0,5
B3 Trabalhos completos publicados em Periódicos Qualis B3 (Engenharias II) 4 Publicações 0,2
B4 Trabalhos completos publicados em Periódicos Qualis B4 (Engenharias II) 4 Publicações 0,15
B5 Trabalhos completos publicados em Periódicos Qualis B5 (Engenharias II) 4 Publicações 0,1
PATENTES E LIVROS - PL
SIGLA ITEM LIMITE FATOR
CON Patente Concedida 4 Patentes 1
REG Patente Registrada 4 Patentes 0,85
DEP Patente Depositada 4 Patentes 0,5
L Livro de autorias individuais ou co-autorias (Engenharia Química) 4 Publicações 1
CL Capítulo de livro de autorias individuais ou co-autorias (Engenharia Química) 4 Publicações 0,15
SEMINÁRIOS E CONGRESSOS - SC
SIGLA ITEM LIMITE FATOR
TCI Trabalho completo publicados em anais internacionais 4 Publicações 1
TCN Trabalho completo publicados em anais nacionais 4 Publicações 0,85
RE Resumo expandido publicados em anais (nacional ou internacional) 4 Publicações 0,7
RA Resumo publicados em anais (nacional ou internacional) 4 Publicações 0,5
PCI Participação em Congressos Internacionais 4 Participações 0,3
PCN Participação em Congressos Nacionais 4 Participações 0,15
ESPECIALIZAÇÃO E EXPERIÊNCIA - EE
SIGLA ITEM LIMITE FATOR
EPD Experiência profissional na área de docência 4 Semestres 1
EPIQ Experiência profissional na área da indústria química 4 Semestres 0,85
EEQ Especialização na área de Engenharia Química 4 Semestres 0,65
IC Iniciação Científica 4 Semestres 0,5
MON Monitoria 4 Semestres 0,5
§3.º A Pontuação da Análise Curricular (PAC) será calculada de acordo com a equação
abaixo:
𝑃𝐴𝐶 = (0,4. 𝑃𝑃 + 0,3. 𝑃𝐿 + 0,1. 𝑆𝐶 + 0,2. 𝐸𝐸)
Onde,
𝐴1 + 0,85. 𝐴2 + 0,7. 𝐵1 + 0,5. 𝐵2 + 0,2. 𝐵3 + 1,5. 𝐵4 + 0,1. 𝐵5
𝑃𝑃 =
3,5

𝐶𝑂𝑁 + 0,85. 𝑅𝐸𝐺 + 0,5. 𝐷𝐸𝑃 + 𝐿 + 0,15. 𝐶𝐿


𝑃𝐿 =
3,5

𝑇𝐶𝐼 + 0,85. 𝑇𝐶𝑁 + 0,7. 𝑅𝐸 + 0,5. 𝑅𝐴 + 0,3. 𝑃𝐶𝐼 + 0,15. 𝑃𝐶𝑁


𝑆𝐶 =
3,5

𝐸𝑃𝐷 + 0,85. 𝐸𝑃𝐼𝑄 + 0,65. 𝐸𝐸𝑄 + 0,5. 𝐼𝐶 + 0,5. 𝑀𝑂𝑁


𝐸𝐸 =
3,5

§ 4.º Para o candidato que atingir a maior PAC será atribuída nota 10,0. Os demais candidatos
recebem uma pontuação proporcional, conforme a equação abaixo:

§ 5.º Para o candidato que atingir o maior número de pontos no Currículo Lattes (CL) será
atribuída nota 10,0. Os demais candidatos recebem uma pontuação proporcional, conforme
a equação abaixo:

pontuação obtida
CL = x 10,0
pontuação máxima

Art. 16º A fórmula para cálculo da nota final será dada por:

3 CL + 7 PD
NF =
10

§ 1.º No caso de empate entre os candidatos ao último lugar, o critério de desempate


seguirá a seguinte ordem, sempre utilizando a maior nota de cada item: nota da prova
dissertativa, seguido do Currículo Lattes. Se ainda assim perdurar o empate, caberá à
comissão de seleção adotar critérios para o desempate.

§ 2.º Os candidatos com média inferior a 5,0 (cinco, zero) não serão classificados.
MATRÍCULA

Art. 17º Terá direito à matrícula o candidato aprovado e classificado no processo de seleção
para o segundo semestre de 2018 do Programa de Pós-Graduação da Engenharia Química da
Universidade Federal de Campina Grande.

§ 1º No ato da matrícula é obrigatório a apresentação do certificado de conclusão do


curso de graduação (nível superior) ou o diploma, para os candidatos aprovados no nível
de mestrado. Para os candidatos aprovados em nível de doutorado, é necessária a
apresentação do diploma de mestrado ou certificado de conclusão do mestrado expedida
pela Coordenação do Programa de Pós-Graduação;

§ 2º A falta de apresentação de qualquer desses documentos, ou a não realização da


matrícula no prazo, implicará a perda da vaga.

DISTRIBUIÇÃO DE BOLSAS

Art. 18º As bolsas serão distribuídas de acordo com a classificação da prova dissertativa (PD)
no processo seletivo e seguirá as normas dos órgãos de fomento e da Resolução 06/2016 da
Câmara Superior de Pós-Graduação da UFCG;

Art. 19º O aluno não poderá receber bolsa após completar (como aluno regular do Programa):
24 meses para o mestrado e 48 meses para o doutorado. Após este período, a bolsa será
cancelada;

Art. 20º O processo de distribuição terá validade até a data da divulgação de um novo edital de
seleção. Após esta data, o aluno classificado neste processo deverá fazer uma nova inscrição
para concorrer a um novo processo de distribuição juntamente com os novos alunos
ingressantes do programa.

CONSIDERAÇÕES GERAIS

Art. 21º Os candidatos não classificados deverão retirar a documentação em até 48 (quarenta e
oito) horas após a divulgação do resultado. A documentação não retirada será descartada por
ato da Coordenação;

Art. 22º A divulgação dos resultados de cada etapa ocorrerá no site do programa;

Art. 23º O número final de aprovados poderá ser inferior ao número de vagas estabelecido neste
Edital;
Art. 24º Não serão aceitos pedidos de revisão das avaliações e somente caberá recurso
administrativo que deverá seguir as normas vigentes da UFCG e interposto no prazo de 48 horas
após a divulgação dos resultados;

Art. 25º As notas de corte (Art. 12º § 3º e Art. 16º § 2º) poderão ser modificadas pela comissão
de seleção caso haja necessidade, devidamente identificada pela coordenação do PPGEQ, e
aprovada pelo Colegiado do PPGEQ;

Art. 26º Os casos omissos serão resolvidos pela Coordenação do Programa em conjunto com a
Comissão deste processo de seleção.
Campina Grande - PB, 24 de setembro de 2018
Comissão do processo de seleção:

Prof. Dr. Kepler Borges França (Coordenador Pró-Tempore)


Prof. Dr. Heleno Bispo da Silva Júnior (Membro do Colegiado)
Prof. Dr. José Nilton Silva (Membro do Colegiado)
Prof. Dr. Luis Gonzaga Sales Vasconcelos (Membro do Colegiado)
Prof. Dr. Romildo Pereira Brito (Membro do Colegiado)