Você está na página 1de 4

O Campo Magnético

O estudo do campo magnético originou-se da observação de que certas “pedras” (a


magnetita) podiam atrair pedaços de ferro.
Oersted observou em 1820 , que a corrente elétrica que percorre um fio também pode
produzir efeitos magnéticos. Essa importante descoberta permitiu a união da Eletricidade e do
Magnetismo, numa só teoria. Os efeitos magnéticos produzidos pela passagem de uma
corrente num fio podem ser aumentados enrolando-se esse fio de modo a formar uma bobina
de muitas espiras e preenchendo-se o interior da mesma com um cilindro de ferro.
O espaço que circunda um imã, ou um condutor percorrido por uma corrente elétrica, existe
um campo magnético do mesmo modo que existe um campo elétrico na região vizinha a um
bastão carregado

O vetor 𝐵⃗ , do campo magnético é chamado de indução magnética, podendo ser


representado por linhas de indução.

Relação entre o Vetor Campo Magnético e suas Linhas de


Indução
⃗ nesse
1ª- A reta tangente a uma linha de indução num ponto qualquer dá a direção do vetor 𝐵
ponto.
2ª- As linhas de indução são traçadas de tal maneira que o número de linhas que atravessam
uma superfície, por unidade de área, perpendicular às mesmas é proporcional ao módulo do
⃗ na região considerada. Assim sendo, onde as linhas de indução estão muito próximas
vetor 𝐵
umas das outras, 𝐵⃗ será grande, sendo pequeno onde elas estiverem muito separadas.

O fluxo 𝛷𝐵 de um campo magnético é definido como

⃗ . 𝑑𝑆
𝛷𝐵 = ∫ 𝐵
Onde a integral deve ser calculada sobre a superfície (aberta ou fechada) associada à definição
de 𝛷𝐵


A Definição de 𝐵
Se colocar-se uma carga de prova 𝑞𝑜 em repouso num ponto 𝑃 próximo de um imã
permanente verifica-se que nenhuma força atua sobre 𝑞0 através do ponto 𝑃 com uma
velocidade arbitrária 𝑣, verificamos que, no caso do imã estar presente, uma força 𝐹 ortogonal
a 𝑣, atua sobre ela.
𝐹⊥
Definição: 𝐵=
𝑞0 𝑣
Se uma carga 𝑞0 , ao passar por um ponto 𝑃, com velocidade 𝑣, sofrerá a ação de uma força 𝐹
⃗ , a qual satisfaz à relação
(perpendicular a 𝑣 ), existe nesse ponto uma indução magnética 𝐵


𝐹 = 𝑞0 𝑣 × 𝐵

O módulo da força 𝐹 que desvia a trajetória da carga de prova é dada por:

𝐹 = 𝑞0 𝑣𝐵𝑠𝑒𝑛𝜃


onde 𝜃 é o ângulo entre os vetores 𝑣 e 𝐵

⃗ pode ser verificada na figura abaixo.


Relação existente entre os vetores 𝐹 , 𝑣 𝑒 𝐵
Regra da Mão Esquerda
A direção da força magnética é perpendicular
à direção da velocidade com que a carga é inserida
no campo magnético e, também, ao próprio campo
magnético.
Para utilização dessa regra, o dedo polegar representa
o sentido da força magnética ( ), o dedo indicador
representa o sentido do campo magnético ( ), formando
um ângulo de 90° com o polegar, e, por sua vez,
o dedo médio representa o sentido da velocidade
( ), formando um ângulo de 90° com o dedo
polegar e com o indicador, ou seja, as três grandezas
vetoriais são perpendiculares entre si.

1ª OBS
⃗ e portanto é perpendicular a
Verificamos que 𝐹 é perpendicular ao plano formado por 𝑣 𝑒 𝐵

⃗⃗⃗𝑣 𝑒 𝐵

2ª OBS

a) A força magnética se anula quando 𝑣 → 0



b) A força magnética se anula quando 𝑣 for paralelo ou antiparalelo a 𝐵
(sen0 = 0 ou sen180° = 0).

Unidade par medida de ⃗𝑩


⃗ – Tesla

O fato da força magnética ser sempre perpendicular à direção do movimento significa que o
trabalho que ela realiza sobre uma partícula carregada é igual a zero. Assim sendo, um campo
magnético constante nunca pode mudar a energia cinética de uma partícula, podendo apenas desviar
sua trajetória (A força e perpendicular ao deslocamento, assim não tem como fazer variar a
velocidade )

Exercício
1ª Questão
Suponha que uma carga elétrica de 4 μC seja lançada em um campo magnético uniforme de 8 T.
Sendo de 60º o ângulo formado entre v e B, determine a força magnética que atua sobre a carga
supondo que a mesma foi lançada com velocidade igual a 5 x 103 m/s.
a) Fmag = 0,0014 . 10-1 N b) Fmag = 1,4 . 10-3 N c) Fmag = 1,2 . 10-1 N
d) Fmag = 1,4 . 10-1 N e) Fmag = 0,14 . 10-1 N

2ª Questão
(PUC) Um elétron num tubo de raios catódicos está se movendo paralelamente ao eixo do tubo com
velocidade 107 m/s. Aplicando-se um campo de indução magnética de 2T, paralelo ao eixo do tubo,
a força magnética que atua sobre o elétron vale:

3ª Questão
Imagine que 0,12 N seja a força que atua sobre uma carga elétrica com carga de 6 μC e lançada em
uma região de campo magnético igual a 5 T. Determine a velocidade dessa carga supondo que o
ângulo formado entre v e B seja de 30º.

4ª Questão
Um campo magnético uniforme 𝐵 ⃗ , de módulo igual a 1,5T , aponta, horizontalmente, do sul para o
norte. Qual o valor da força que atuará sobre um próton de 5MeV, que atravessa esse campo
movendo-se verticalmente de cima para baixo?

5ª Questão
Uma espira retangular, com 15cm de largura, por 20cm de comprimento encontra-se imersa em um
campo de indução magnética uniforme e constante, de módulo 10T. As linhas de indução formam
um ângulo de 30° com o plano da espira, conforme mostra a figura:

Qual é o valor do fluxo de indução magnética que passa pela espira?

Você também pode gostar