Você está na página 1de 7

05/07/2017 https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?

ano_publicacao=2014 2015 2016 2017 2013 2012&esfera=&area=&assunto=&organizad…

01 Q798359 Direito Internacional Público Extradição, Expulsão e Deportação

Ano: 2017 Banca: FGV Órgão: OABProva:


BETA
Exame de Ordem
Unificado
Walter, estrangeiro, casou-se com Lúcia, por quem se apaixonou quando passou as férias em
Florianópolis. O casal tem um filho, Ricardo, de 2 anos.
Residente no Brasil há mais de cinco anos, Walter é acusado de ter cometido um crime em outro
país. Como o Brasil possui promessa de reciprocidade com o referido país, este encaminha ao
governo brasileiro o pedido de extradição de Walter.
Nesse caso, o governo brasileiro

a) não pode conceder a extradição, porque Walter tem um filho brasileiro.

b) pode conceder a extradição, por meio de ordem expedida por um juiz federal.

c) pode conceder a extradição, desde que cumpridos os requisitos legais do Estatuto do


Estrangeiro.
d) não pode conceder a extradição, pois esta só seria possível se houvesse tratado com o
país de origem de Walter.

02 Q733888 Direito Internacional Público Mercosul

Ano: 2016 Banca: FGV Órgão: OABProva: Exame de Ordem


Unificado
O Acordo de Cooperação e Assistência Jurisdicional em Matéria Civil, Comercial, Trabalhista e Administrativa entre
os Estados Partes do Mercosul, a República da Bolívia e a República do Chile, foi promulgado no Brasil por meio
do Decreto nº 6.891/09, tendo por finalidade estabelecer as bases em que a cooperação e a assistência
jurisdicional entre os Estados membros será realizada.
A respeito desse instrumento, assinale a afirmativa correta.

a) A indicação das autoridades centrais responsáveis pelo recebimento e andamento de pedidos de


assistência jurisdicional é realizada pelo Grupo Mercado Comum.

b) Os nacionais ou residentes permanentes de outro Estado membro, para que possam se beneficiar do
mecanismo de cooperação jurisdicional em determinado Estado membro, deverão prestar caução.

c) Os procedimentos para cumprimento de uma carta rogatória recebida sob a guarida do Acordo são
determinados pela lei interna do Estado em que a carta deverá ser cumprida, não sendo admitida, em
qualquer hipótese, a observação de procedimentos diversos solicitados pelo Estado de onde provenha
a carta.

d) Uma sentença ou um laudo arbitral proveniente de um determinado Estado, cujo reconhecimento e


execução seja solicitado a outro Estado membro, pode ter sua eficácia admitida pela autoridade
jurisdicional do Estado requerido apenas parcialmente.

03 Q733889 Direito Internacional Público Sujeitos de Direito Internacional Público: Estados

Ano: 2016 Banca: FGV Órgão: OABProva: Exame de Ordem


Unificado
Aurélio, diplomata brasileiro, casado e pai de dois filhos menores, está em vias de ser nomeado chefe de missão
do Brasil na capital de importante Estado europeu.
À luz do disposto na Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas, promulgada no Brasil por meio do Decreto
nº 56.435/65, assinale a afirmativa correta.

a) A nomeação de Aurélio pelo Brasil não depende da anuência do Estado acreditado, visto se tratar de
uma decisão soberana do Estado acreditante.

b) Mesmo se nomeado, o Estado acreditado poderá considerar Aurélio persona non grata, desde que,
para tanto, apresente suas razões ao Estado acreditante, em decisão fundamentada. Se acolhidas as
razões apresentadas pelo Estado acreditado, Aurélio poderá ser retirado da missão ou deixar de ser
reconhecido como membro da missão.

c)
https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=2014%20%202015%20%202016%20%202017%202013%202012&esfera=&are… 1/7
05/07/2017 https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=2014 2015 2016 2017 2013 2012&esfera=&area=&assunto=&organizad…

Os privilégios e as imunidades previstos estendidos à mulher e aos filhos de Aurélio cessam de


imediato, na hipótese de falecimento de Aurélio.

d) Se nomeado, a residência de Aurélio gozará da mesma inviolabilidade estendida ao local em que


baseada a missão do Brasil no Estado acreditado.

04 Q692554 Direito Internacional Público Sujeitos de Direito Internacional Público: Estados

Ano: 2016 Banca: FGV Órgão: OABProva: Exame de Ordem


Unificado
Thomas, nacional dos Estados Unidos, deseja passar as férias com a esposa Mary, canadense, no Brasil. Para
tanto, o casal obteve visto de turista, na forma da legislação brasileira aplicável. Após meses de expectativa, é
chegado o tempo de embarcar para o Brasil.
A respeito da entrada e estada do casal no Brasil, assinale a afirmativa correta.

a) Caso desejem fixar residência no Brasil, Thomas e Mary poderão pleitear a conversão de seu visto
para permanente.

b) Caso ultrapassem o prazo de estada no Brasil previsto em seus vistos, Thomas e Mary poderão ser
expulsos do Brasil.

c) Thomas e Mary poderão solicitar ao Ministério da Justiça a prorrogação de sua estada no Brasil por
até 1 ano.

d) Os vistos de turista concedidos a Thomas e a Mary configuram mera expectativa de direito, podendo
sua entrada no território nacional ser obstada.

05 Q626461 Direito Internacional Público Extradição, Expulsão e Deportação

Ano: 2016 Banca: FGV Órgão: OABProva: Exame de Ordem


Unificado
Ex-dirigente de federação sul-americana de futebol, após deixar o cargo que exercia em seu país de origem,
sabedor de que existe uma investigação em curso na Colômbia, opta por fixar residência no Brasil, pelo fato de
ser estrangeiro casado com brasileira, com a qual tem dois filhos pequenos. Anos depois, já tendo se naturalizado
brasileiro, o governo da Colômbia pede a sua extradição em razão de sentença que o condenou por crime
praticado quando ocupava cargo na federação sul-americana de futebol.
Essa extradição

a) não poderá ser concedida, porque o Brasil não extradita seus nacionais.

b) não poderá ser concedida, porque o extraditando tem filhos menores sob sua dependência
econômica.

c) poderá ser concedida, porque o extraditando não é brasileiro nato.

d) poderá ser concedida se o país de origem do extraditando tiver tratado de extradição com a França.

06 Q583029 Direito Internacional Público Os litígios internacionais e os meios de solução. Meios


diplomáticos. Meios políticos. Meios jurisdicionais

Ano: 2015 Banca: FGV Órgão: OABProva: Exame de Ordem


Unificado
Uma carta rogatória foi encaminhada, nos termos da Convenção Interamericana sobre Cartas Rogatórias, para
citação de pessoa física domiciliada em São Paulo, para responder a processo de divórcio nos Estados Unidos.

A esse respeito, assinale a opção correta.

a) Não será necessário obterexequatur em função do tratado multilateral ratificado por ambos os países.
b) O STJ deverá conceder o exequatur, cabendo à justiça estadual cumprir a ordem de citação.

https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=2014%20%202015%20%202016%20%202017%202013%202012&esfera=&are… 2/7
05/07/2017 https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=2014 2015 2016 2017 2013 2012&esfera=&area=&assunto=&organizad…

c) A concessão de exequatur caberá ao STJ e seu posterior cumprimento à justiça federal.


d) A concessão de exequatur e seu posterior cumprimento caberão à autoridade central indicada na
Convenção Interamericana sobre Cartas Rogatórias.

07 Q530751 Direito Internacional Público Sujeitos de Direito Internacional Público: Estados

Ano: 2015 Banca: FGV Órgão: OABProva: Exame de Ordem


Unificado
Carlos, brasileiro naturalizado, tendo renunciado à sua anterior nacionalidade, casou-se com Tatiana, de
nacionalidade alemã. Em razão do trabalho na iniciativa privada, Carlos foi transferido para o Chile, indo residir lá
com sua mulher. Em 15/07/2011, em território chileno, nasceu a primeira filha do casal, Cláudia, que foi
registrada na Repartição Consular do Brasil.

A teor das regras contidas na Constituição Brasileira de 1988, assinale qual a situação de Cláudia quanto à sua
nacionalidade.

a) Cláudia não pode ser considerada brasileira nata, em virtude de a nacionalidade brasileira de seu pai
ter sido adquirida de modo derivado e pelo fato de sua mãe ser estrangeira.

b) Cláudia é brasileira nata, pelo simples fato de o seu pai, brasileiro, ter se mudado por motivo de
trabalho.

c) Cláudia somente será brasileira nata se vier a residir no Brasil e fizer a opção pela nacionalidade
brasileira após atingir a maioridade.

d) Cláudia é brasileira nata, não constituindo óbice o fato de o seu pai ser brasileiro naturalizado e sua
mãe, estrangeira.

08 Q490832 Direito Internacional Público Mercosul

Ano: 2015 Banca: FGV Órgão: OABProva: Exame de Ordem


Unificado
O MERCOSUL é um organismo internacional que visa à integração econômica de países que se localizam
geograficamente no eixo conhecido como Cone Sul, nos termos do Tratado de Assunção (1991) e do Protocolo de
Ouro Preto (1994).
Sobre o sistema de solução de controvérsias do MERCOSUL, assinale a afirmativa correta.

a) O MERCOSUL não possui um sistema próprio de solução de controvérsias, adotando, nos termos do
Tratado de Assunção, o sistema estabelecido no Anexo II do Tratado de Marrakesh para a
Organização Mundial do Comércio.

b) Provisoriamente estabelecido no Protocolo de Brasília (1993), o sistema de solução de controvérsias


do MERCOSUL encontra-se, atualmente, normatizado pelo Protocolo de Ouro Preto (1994), que
estabeleceu a estrutura orgânica definitiva do bloco.

c) O sistema de solução de controvérsias do MERCOSUL, atualmente normatizado nos termos do


Protocolo de Olivos (2002), estabeleceu como instância final judicante o Tribunal Permanente de
Revisão.

d) O sistema de soluções de controvérsias do MERCOSUL somente foi normatizado pelo Protocolo de Las
Leñas (1996), que estabeleceu os procedimentos de cooperação e assistência jurisdicional em matéria
civil, comercial, trabalhista e administrativa.

09 Q490833 Direito Internacional Público Os litígios internacionais e os meios de solução. Meios


diplomáticos. Meios políticos. Meios jurisdicionais

Ano: 2015 Banca: FGV Órgão: OABProva: Exame de Ordem


Unificado
O litígio que envolve Estados e organizações internacionais, podendo ser de natureza econômica, política ou
meramente jurídica, é conceituado como controvérsia internacional.

https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=2014%20%202015%20%202016%20%202017%202013%202012&esfera=&are… 3/7
05/07/2017 https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=2014 2015 2016 2017 2013 2012&esfera=&area=&assunto=&organizad…

Acerca dos meios diplomáticos para soluções pacíficas de controvérsias internacionais, assinale a afirmativa
correta.

a) A negociação é um mecanismo que conta com o envolvimento de um terceiro, cuja função é propor
uma solução pacífica para o conflito entre as partes.

b) Os bons ofícios caracterizam-se pela oferta espontânea de um terceiro que colabora com a solução de
controvérsias podendo ser um Estado, um organismo internacional ou uma autoridade.

c) A mediação caracteriza-se pelo envolvimento de um terceiro, que somente pode ser pessoa natural.

d) A conciliação é muito semelhante à mediação. Entretanto, caracteriza-se pela possibilidade de atuar


como mediador pessoa natural, Estado ou organismo internacional.

10 Q455021 Direito Internacional Público Extradição, Expulsão e Deportação

Ano: 2014 Banca: FGV Órgão: OABProva: Exame de Ordem


Unificado
Violento torcedor estrangeiro, integrante de torcida organizada e arrolado como impedido de entrar em estádios
de futebol durante a Copa do Mundo, por figurar na lista da Interpol, após ter ingressado irregularmente em
território nacional e ser capturado dentro de um dos estádios, tem a sua deportação promovida, por não se retirar
voluntariamente.

Sobre o caso apresentado, assinale a afirmativa correta

a) Nunca mais poderá o torcedor estrangeiro deportado reingressar no território nacional.

b) O torcedor estrangeiro deportado só poderá reingressar no território nacional se ressarcir o Tesouro


Nacional, com correção monetária, das despesas com a sua deportação e efetuar, se for o caso, o
pagamento da multa devida à época, também corrigida.

c) O torcedor estrangeiro deportado só poderá reingressar no território nacional após o transcurso do


lapso prescricional quinquenal para ressarcimento do Tesouro Nacional.

d) O torcedor estrangeiro deportado poderá retornar se comprovadamente não tiver condições de arcar
com o pagamento da quantia devida, sem prejuízo de sua própria subsistência.

11 Q423503 Direito Internacional Público Sujeitos de Direito Internacional Público: Estados

Ano: 2014 Banca: FGV Órgão: OABProva: Exame de Ordem


Unificado
Na hipótese de inadimplência do Estado brasileiro, condenado ao pagamento de quantia certa pela Corte
Interamericana de Direitos Humanos, deverá o interessado

a) executá-la perante a Justiça Federal pelo processo interno vigente para a execução de sentenças
contra o Estado.

b) pedir que os autos do processo sejam encaminhados ao Conselho de Segurança da ONU para a
imposição de sanções internacionais.

c) reinvindicar pelo processo vigente no país, porque as sentenças proferidas pela Corte Interamericana
de Direitos Humanos são desprovidas de executoriedade.

d) postular perante a Corte a intimação do Estado brasileiro para efetuar o pagamento em vinte e quatro
horas ou nomear bens à penhora.

12 Q423504 Direito Internacional Público Extradição, Expulsão e Deportação

Ano: 2014 Banca: FGV Órgão: OABProva: Exame de Ordem


Unificado
A respeito da condição jurídica do estrangeiro, disciplinada pela Lei n. 6.815/80, assinale a afirmativa correta.

a)
https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=2014%20%202015%20%202016%20%202017%202013%202012&esfera=&are… 4/7
05/07/2017 https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=2014 2015 2016 2017 2013 2012&esfera=&area=&assunto=&organizad…

Nos casos de entrada ou estada irregular de estrangeiro, se este não se retirar voluntariamente do
território nacional no prazo fixado em Regulamento, será promovida a sua expulsão.

b) Quando mais de um Estado requerer a extradição da mesma pessoa pelo mesmo fato, terá
preferência o pedido daquele em cujo território a infração foi cometida.

c) A República Federativa do Brasil não extradita os seus nacionais, salvo em caso de reciprocidade.

d) Conceder-se-á extradição mesmo quando o fato constituir crime político e o extraditando houver de
responder, no Estado requerente, perante tribunal ou juízo de exceção.

13 Q369636 Direito Internacional Público Extradição, Expulsão e Deportação

Ano: 2014 Banca: FGV Órgão: OABProva: Exame de Ordem


Unificado
A respeito da extradição e/ou expulsão de estrangeiro do Brasil, assinale a afirmativa correta.

a) É passível de extradição o estrangeiro que, de qualquer forma, atentar contra a segurança nacional, a
ordem pública ou social, a tranquilidade ou a moralidade pública e a economia popular, ou cujo
procedimento o torne nocivo à conveniência e aos interesses nacionais.

b) É passível de extradição o estrangeiro que praticar fraude a fim de obter a sua entrada ou
permanência no Brasil.

c) Caberá exclusivamente ao Presidente da República resolver sobre a conveniência e a oportunidade de


expulsão do estrangeiro ou de sua revogação.

d) A expulsão do estrangeiro não poderá efetivar-se se houver processo ou ocorrido condenação.

14 Q349725 Direito Internacional Público Sujeitos de Direito Internacional Público: Estados

Ano: 2013 Banca: FGV Órgão: OABProva: Exame de Ordem


Unificado
Um agente diplomático comete um crime de homicídio no Estado acreditado. A respeito desse caso, assinale a
afirmativa correta.

a) Será julgado no Estado acreditado, pois deve cumprir as leis desse Estado.

b) Poderá ser julgado pelo Estado acreditado desde que o agente renuncie a imunidade de jurisdição.

c) Em nenhuma circunstância pode ser julgado pelo Estado acreditado.

d) Poderá ser julgado pelo Estado acreditado, desde que o Estado acreditante renuncie expressamente à
imunidade de jurisdição.

15 Q349639 Direito Internacional Público

Ano: 2013 Banca: FGV Órgão: OABProva: Exame de Ordem


Unificado
Diante de uma sentença desfavorável não unânime da Corte Interamericana de Direitos Humanos, que lhe
condenou ao pagamento de determinada quantia em dinheiro, pretende a República Federativa do Brasil insurgir-
se contra a mesma.

A partir da hipótese sugerida, assinale a afirmativa correta.

a) A sentença da Corte pode ser modificada mediante recurso de embargos infringentes, diante da falta
de unanimidade da decisão a ser hostilizada.

b) A sentença da Corte somente pode ser modificada por intermédio de uma ação rescisória..

c) A sentença da Corte é definitiva e inapelável.

d) A sentença da Corte pode ser modificada graças a um recurso de apelação.

https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=2014%20%202015%20%202016%20%202017%202013%202012&esfera=&are… 5/7
05/07/2017 https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=2014 2015 2016 2017 2013 2012&esfera=&area=&assunto=&organizad…

16 Q349640 Direito Internacional Público Os litígios internacionais e os meios de solução. Meios


diplomáticos. Meios políticos. Meios jurisdicionais

Ano: 2013 Banca: FGV Órgão: OABProva: Exame de Ordem


Unificado
A respeito dos mecanismos de solução pacífica de controvérsias no sistema internacional, assinale a afirmativa
correta.

a) O Tribunal Permanente de Revisão do MERCOSUL tem como base jurídica o Protocolo de Olivos e tem
como competência resolver litígios dentro do sistema regional de integração, proferir pareceres
consultivos e editar medidas excepcionais e de urgência.

b) Os Estados possuem capacidade postulatória para solicitar pareceres consultivos perante a Corte
Internacional de Justiça (CIJ).

c) A Organização Mundial do Comércio (OMC) não abre a possibilidade de participação de atores


privados no contencioso, como amici curiae
.

d) Apenas os Estados que fazem parte da ONU e ratificaram o Estatuto da Corte Internacional de Justiça
(CIJ) podem apresentar seus contenciosos à mesma.

17 Q312308 Direito Internacional Público Sujeitos de Direito Internacional Público: Estados

Ano: 2013 Banca: FGV Órgão: OABProva: Exame de Ordem


Unificado
Rafael é brasileiro naturalizado e casado com Letícia, de nacionalidade italiana. Rafael foi transferido pela empresa
onde trabalha para a filial na Argentina, estabelecendo-se com sua esposa em Córdoba. Em 02/03/2009, lá
nasceu Valentina, filha do casal, que foi registrada na repartição consular do Brasil.

De acordo com as normas constitucionais vigentes, assinale a afirmativa correta.

a) Valentina não pode ser considerada brasileira nata, em virtude de a nacionalidade brasileira de seu pai
ter sido adquirida de modo derivado e pelo fato de sua mãe ser estrangeira.

b) Valentina é brasileira nata, pelo simples fato de seu pai, brasileiro, se ter deslocado por motivo de
trabalho, em nada influenciando o modo como Rafael adquiriu a nacionalidade.

c) Valentina somente será brasileira nata se vier a residir no Brasil e fizer a opção pela nacionalidade
brasileira após atingir a maioridade.

d) Valentina é brasileira nata, não constituindo óbice o fato de seu pai ser brasileiro naturalizado e sua
mãe, estrangeira.

18 Q304929 Direito Internacional Público Extradição, Expulsão e Deportação

Ano: 2012 Banca: FGV Órgão: OABProva: Exame de Ordem


Unificado
Jean Pierre, cidadão estrangeiro, foi preso em flagrante em razão de suposta prática de crime de
falsificação de passaporte com o objetivo de viabilizar sua permanência no Brasil.

Diante dessa situação hipotética, assinale a afirmativa correta.

a) A fraude para obter a entrada e permanência no território brasileiro constitui motivo suficiente
para a expulsão do estrangeiro, cabendo, exclusivamente, ao Presidente da República, de
forma discricionária, resolver sobre a conveniência e oportunidade da sua retirada compulsória
do País.

b) O ilícito deverá ser apurado no âmbito do Ministério da Relações Exteriores, tornando


desnecessária a instauração de processo administrativo ou inquérito para
fins de apuração dos fatos que ensejam a expulsão.

https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=2014%20%202015%20%202016%20%202017%202013%202012&esfera=&are… 6/7
05/07/2017 https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=2014 2015 2016 2017 2013 2012&esfera=&area=&assunto=&organizad…

c) O mérito do ato de expulsão é analisado mediante juízo de conveniência e oportunidade


(discricionariedade), sendo descabido o ajuizamento de ação judicial para impugnar suposta
lesão ou ameaça de lesão a direito, devendo, nesse caso, o juiz rejeitar a petição inicial
por impossibilidade jurídica do pedido.

d) A fraude para obter entrada e permanência no território


brasileiro não é motivo para fundamentar ato de expulsão de estrangeiro.

Respostas 01: 02: 03: 04: 05: 06: 07: 08: 09: 10: 11: 12: 13: 14:
15: 16: 17: 18:

https://www.qconcursos.com/questoes/imprimir?ano_publicacao=2014%20%202015%20%202016%20%202017%202013%202012&esfera=&are… 7/7