Você está na página 1de 2

Faculdade de Engenharia

Departamento de Engenharia Civil Ano lectivo 2009-10

Estruturas de Betão 1

Folha 3 Out./Nov. de 2009

1) Um pilar a executar com C25/30 e S400 (classe de exposição XC1) está solicitado pelos seguintes
esforços característicos:
NGk = 350kN MGk = 80kNm
NQk = 400kN MQk = 30kNm (ψ0 = 0.8, ψ1 = 0.7, ψ2 = 0.6)
NWk = 0kN MWk = ±200kNm (ψ0 = 0.6, ψ1 = 0.2, ψ2 = 0.0)
a) Determine os pares de esforços de cálculo (NEd, MEd) a considerar para o estado limite último, e
recorrendo a tabelas dimensione as armaduras necessárias.
b) Calcule a tensão que se instala no betão a tempo infinito, na combinação quase permanente de
acções (adopte α=18). Verifique se é satisfeito o limite especificado no EC2.
c) Desenhe a secção transversal do pilar à escala 1/10.

2) A figura representa uma cobertura, em que a viga pré-esforçada ABC está sujeita a uma acção
permanente gk = 20kN/m (inclui o peso próprio) e à acção variável wk = 8kN/m (ψ0 = 0.4, ψ1 = 0.2,
ψ2 = 0). O cabo de pré-esforço, de traçado rectilíneo, é esticado na extremidade A aos 14 dias de
idade do betão. Na secção B ocorrem 15% de perdas imediatas e 10% de perdas diferidas. Dados:
C30/37, S500, Pré-esforço: Ap1860/1670, cordões de 0.6” (1.5 cm2).
gk ,, wk Secção B
3.00 8.50 0.15
0.15

Cabo recto
1.00

A B C 1.00 Ap
0.40

1.00
0.35
5.00

Secção C
0.15
0.40
D E Ap
0.35
0.50

a) Determine o valor mínimo do pré-esforço a tempo infinito, por forma a cumprir o estado limite
de descompressão na secção B para a combinação frequente de acções.
b) Dimensione Ap de acordo com os limites de tensão especificados no EC2 para a armadura de
pré-esforço na fase de esticamento.
c) Verifique se no instante de aplicação do pré-esforço é ultrapassada na secção B a resistência
média do betão à tracção fctm,14 = 2.5MPa, considerando que nesta fase só é mobilizada a carga
uniformemente distribuída de 6kN/m (correspondente ao peso próprio).
d) Determine as tensões que se instalam no betão e no aço da secção B na combinação
característica de acções.
e) Verifique a segurança da secção B em relação ao estado limite último de resistência à flexão,
dimensionando se necessário armadura ordinária de aço S500.

3) Considere um pilar submetido aos seguintes esforços de cálculo: NEd = 2000kN, MEd,x = 400kNm,
MEd,y = 150kNm. Dados: C25/30, S500, cnom = 3.5cm. Dimensione para o referido pilar: (i) uma
secção rectangular (h = 2b), (ii) uma secção circular.
4) Considere o pilar com a secção representada, armada com 8φ32. 0.20 0.40m 0.20

Dados: C30/37, S500, cnom = 4.5cm. P


a) Recorrendo a equações de equilíbrio determine a associação de 0.20 e.n.

esforços (NEd, MEd,x, MSd,y) que em flexão composta desviada pode 0.20

ser aplicada à secção. Considere que: (i) NEd é de compressão, (ii) a y

posição do eixo neutro é a indicada, (iii) a extensão limite de 0.40


G x
compressão é atingida no ponto P.
0.20
b) Desenhe a secção final à escala, incluindo a cintagem.
0.20

[Tempo médio previsto para a resolução da folha: 10h (2 semanas).]