Você está na página 1de 55

física

eletricidade e
física moderna

QUESTÕES DE VESTIBULARES
2018.1 (1o semestre)
2018.2 (2o semestre)

sumário
ELETROSTÁTICA
VESTIBULARES 2018.1............................................................................................................................... 2
VESTIBULARES 2018.2.............................................................................................................................. 11

ELETRODINÂMICA
VESTIBULARES 2018.1.............................................................................................................................. 15
VESTIBULARES 2018.2.............................................................................................................................. 31

ELETROMAGNETISMO
VESTIBULARES 2018.1..............................................................................................................................38
VESTIBULARES 2018.2..............................................................................................................................45

FÍSICA MODERNA
VESTIBULARES 2018.1.............................................................................................................................. 50
VESTIBULARES 2018.2.............................................................................................................................. 53

japizzirani@gmail.com
ELETRICIDADE (UNICENTRO/PR-2018.1) - ALTERNATIVA: E
Considere a afirmação:
ELETROSTÁTICA “Carga elétrica é fonte de campo elétrico”

VESTIBULARES 2018.1 Tal afirmação fundamenta a lei de:


a) Faraday-Lenz
b) Lei de Gauss do magnetismo
(SENAI/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: C
c) Lei de Ampère-Maxwell
Os materiais, naturais ou sintéticos, podem ser classificados como
d) Lei de Maxwell
condutores ou isolantes elétricos, de acordo com a facilidade relativa
de movimentação das cargas elétricas em suas estruturas. Nesse *e) Lei de Gauss da Eletricidade
sentido, considere os materiais a seguir.
(IME/RJ-2018.1) - ALTERNATIVA: D
I. Ouro.
Como mostra a Figura 1, uma partícula de carga positiva se move
II. Algodão.
em um trilho sem atrito e sofre a interação de forças elétricas pro-
III. Madeira.
vocadas por outras partículas carregadas fixadas nos pontos A, B,
IV. Alumínio.
C e D.
V. Corpo humano.
partícula que se move
Podem ser classificados como condutores de eletricidade, apenas +Q
no trilho
a) I, II e V. trilho
b) I, II e III.
*c) I, IV e V. v(t)
d) II, III e IV. r
e) III, IV e V. A B C D

(UNICENTRO/PR-2018.1) - ALTERNATIVA: E partícula fixa partícula fixa partícula fixa partícula fixa
A intensidade da força elétrica entre duas cargas elétricas, uma de
+3,2 × 10–19 C e outra de – 1,6 × 10– 19 C, é de 4,6 × 10–8 N. Saben- d d d
do que as cargas estão no vácuo, onde k = 9 × 109 Nm2/C2, qual a
distância entre as duas cargas? Figura 1
a) 5 × 10–8 m
b) 3 × 10– 10 m
c) 1 × 10–5 m
d) 1 × 10– 20 m
*e) 1 × 10– 10 m

(SENAI/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: A
Duas esferas, A e B, estão dispostas em uma circunferência de raio
20 cm, como ilustra a figura. Figura 2
Sabendo que as cargas das partículas situadas em B e D são iguais
e que uma parte do gráfico da velocidade da partícula sobre o trilho,
em função do tempo, está esboçada na Figura 2, o gráfico completo
que expressa a velocidade da partícula está esboçado na alterna-
tiva:
Observações:
● r << d;
● em t = 0, a partícula que se move no trilho está à es-
querda da partícula situada no ponto A;
● considera-se positiva a velocidade da partícula quando
Sendo as cargas das esferas, QA = 3 μ C e QB = 8 μ C, a força de ela se move no trilho da esquerda para a direita.
interação elétrica entre elas é, em N, de:
Dado: k = 9 .109 N.m2.C–2. a) *d)
0
*a) 2,7 .10 N.
b) 2,7 .1012 N.
c) 2,7.108 N.
d) 5,4 .100 N.
e) 5,4 .108 N.

b) e)
(SENAI/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: B
Três esferas metálicas idênticas, A, B e C, estão dispostas sobre
uma superfície isolante. A esfera A está eletricamente carregada
com carga 20 μ C e as esferas B e C estão neutras. Após colocar a
esfera A em contatos sucessivos com B e C, respectivamente, colo-
ca-se a esfera A em contato com a esfera B. A carga final da esfera
B é de
a) 10 μ C. c)
*b) 7,5 μ C.
c) 6,7 μ C.
d) 5,0 μ C.
e) 2,5 μ C.
japizzirani@gmail.com 2
(UNICENTRO/PR-2018.1) - ALTERNATIVA: B (FGV/RJ-2018.1) - ALTERNATIVA: D
Três corpos eletrizados inicialmente com carga Q1 = – 2 μC, Porto Real, situada no estado do Rio de Janeiro, é a cidade do Brasil
Q2 = 5 μC e Q3 = – 4 μC, localizam-se em um sistema eletricamente com maior densidade de raios, aproximadamente 20 raios por km2
isolado. Após trocarem cargas entre si, os corpos 1 e 2 apresentam por ano. Um raio típico transporta 10 C sob uma diferença de po-
as cargas Q`1 = 1 μC e Q`2 = 3 μC, respectivamente. Qual a carga tencial de 100 milhões de volts. Suponha que, em Porto Real, fosse
final do corpo 3 (Q`3) ? Qual o número de elétrons cedidos ou rece- construída uma instalação capaz de captar e armazenar a energia
bidos pelo corpo 2? elétrica que chega ao solo proveniente de todos os raios, em uma
(Dado: e = 1,6 × 10–19 C e 1 μC = 10–6 C.) área de 1 km2.
a) – 2 μC e 1,50 × 10 elétrons.
13
Considere:
*b) – 5 μC e 1,25 . 1013 elétrons. ● 1 J = 3 × 10–7 kWh
c) 2 μC e 1,25 . 1013 elétrons. ● Apenas cerca de 1% da energia total de um raio chega ao
d) – 3 μC e 1,75 . 1013 elétrons. solo; a maior parte, aproximadamente 95% da energia de re-
e) 1 μC e 1,25 . 1013 elétrons. lâmpagos, é gasta na expansão do ar a sua volta e há ainda a
energia sonora e a energia luminosa.
● O consumo enérgico médio per capta é de 120 kWh por mês.
(UFAL-2018.1) - ALTERNATIVA: B
Dois motociclistas realizam uma viagem pelo deserto do Atacama.
Nessas condições, o tempo necessário para captar a quantidade de
Em um trecho com pouquíssimo movimento e ainda distante de uma
energia que uma família de quatro pessoas consome durante um
cidade, um dos motociclistas percebe o mau funcionamento da sua
mês, seria, aproximadamente,
moto e decide parar. Eles constatam que um capacitor de 6 m F está
a) 4 anos.
danificado, sendo necessária a substituição. Eles então vasculham
b) 6 meses.
suas bolsas de ferramentas e encontram apenas: dois capacitores
c) 2 anos.
de 12 m F, um capacitor de 10 m F, um capacitor de 15 m F, um ca-
*d) 8 anos.
pacitor de 4 m F e um capacitor de 2 m F. Para substituir o capacitor e) 1 ano.
danificado, de modo que a nova associação seja equivalente aos
6 m F, a maneira correta será a utilização dos capacitores de
(PUC-CAMPINAS/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: B
a) 4 m F e 2 m F ligados em série.
No interior das válvulas que comandavam os tubos dos antigos televi-
*b) 10 m F e 15 m F ligados em série. sores, os elétrons eram acelerados por um campo elétrico. Suponha
c) 2 m F e 10 m F ligados em paralelo. que um desses campos, uniforme e de intensidade 4,0 × 102 N/C,
d) 12 m F e 12 m F ligados em paralelo. acelerasse um elétron durante um percurso de 5,0 × 10−4 m. Saben-
e) 10 m F e 15 m F ligados em paralelo. do que o módulo da carga elétrica do elétron é 1,6 × 10−19 C, a ener-
gia adquirida pelo elétron nesse deslocamento era de
a) 2,0 × 10−25 J.
(PUC/RJ-2018.1) - ALTERNATIVA: C
Uma carga q0 é colocada em uma posição fixa. Ao colocar uma car- *b) 3,2 × 10−20 J.
ga q1 = 2q0 a uma distância d de q0 , q1 sofre uma força repulsiva de c) 8,0 × 10−19 J.
módulo F. Substituindo q1 por uma carga q2 na mesma posição, q2 d) 1,6 × 10−17 J.
sofre uma força atrativa de módulo 2F. e) 1,3 × 10−13 J.
Se as cargas q1 e q2 são colocadas a uma distância 2d entre si, a
força entre elas é
a) repulsiva, de módulo F (UNIGRANRIO/RJ-2018.1) - ALTERNATIVA: A
b) repulsiva, de módulo 2F Qual deve ser a distância entre a carga pontual q1 = 2,5.10–6 C e a
*c) atrativa, de módulo F carga pontual q2 = – 4,0.10–6 C para que a força eletrostática entre
d) atrativa, de módulo 2F as duas cargas tenha módulo de 1,0 N? Dado: k = 9,0.109 N.m2/C2.
e) atrativa, de módulo 4F *a) 0,3 m
b) 0,9 m
(PUC/RJ-2018.1) - ALTERNATIVA: A c) 3,0 m
d) 9,0 m
Duas cargas elétricas idênticas são postas a uma distância r0 entre
e) 10,0 m
si tal que o módulo da força de interação entre elas é F0 .
Se a distância entre as cargas for reduzida à metade, o módulo da
força de interação entre as cargas será: (UVV/ES-2018.1) - ALTERNATIVA: C
*a) 4F0 . Considere 3 partículas condutoras A, B e C, com as cargas iniciais
b) 2F0 . de cada uma sendo qA = 28,0 C, qB = 0,00 C e qC = 11,0 C. Serão
realizados os procedimentos a seguir: (i ) A partícula A é colocada
c) F0 . em contado com a partícula B e depois ambas são separadas e
d) F0 /2 . (ii ) a partícula B é colocada em contato com C e depois ambas são
e) F0 /4 . separadas. Após os procedimentos, as partículas são colocadas em
linha, com a distância entre elas dadas por d. Analise as afirmativas
a seguir:
(UNICENTRO/PR-2018.1) - ALTERNATIVA: B
Segundo o princípio da eletrização por atrito, ao atritarmos um pe- I. Ao final do processo, as cargas das partículas são qA = 14,0 C,
daço de isopor na pele pode haver transferência de elétrons entre qB = 14,0 C e qC = 12,5 C.
eles. Neste caso, após a separação do pedaço de isopor da pele é II. Ao final do processo, as cargas das partículas são qA = 14,0 C,
correto afirmar que: qB = 12,5 C e qC = 12,5 C.
a) A pele ficará com excesso de elétrons ficando, assim, eletrizada III. A razão entre a força que a partícula A exerce sobre a partícula B
negativamente e o isopor ficará com excesso de prótons por ter ce- e a força que partícula B exerce sobre a partícula C vale 1,12.
dido elétrons, ficando eletrizado positivamente. IV. O campo elétrico é nulo no ponto em que se encontra a partícu-
b) A pele ficará com excesso de prótons por ter cedido elétrons, fi- la B.
cando, assim, eletrizada positivamente e o isopor ficará com exces- V. A força é nula no ponto em que se encontra a partícula B.
so de carga por ter recebido os elétrons, ficando eletrizado negati-
vamente. São corretas apenas as alternativas:
c) A pele e o isopor não terão alteração em suas cargas devido ao a) I e III.
isopor apresentar características isolantes. b) I e V.
d) Por não haver transferência de elétrons, ambos serão eletrizados c) II e III.
positivamente. d) II e V.
OBS.: Nessa prova não é fornecida a série triboelétrica. e) II, IV e V.
japizzirani@gmail.com 3
(VUNESP/UNICID-2018.1) - ALTERNATIVA: A (VUNESP-UEA/AM-2018.1) - ALTERNATIVA: C
Um elétron colocado em um ponto do campo elétrico fica sujeito a Considere duas esferas idênticas A e B, isoladas, eletrizadas com
uma força de natureza elétrica de intensidade F, com direção vertical cargas qA = 10 μC e qB = – 2 μC, fixas e separadas por uma distân-
e sentido para cima. Um próton, colocado nesse mesmo ponto, fica cia d. Nessa situação, a força de atração entre elas tem intensidade
sujeito a uma força elétrica de intensidade
igual a F1.
*a) F, com direção vertical e sentido para baixo.
b) 2F, com direção vertical e sentido para baixo.
c) F/ 2 , com direção vertical e sentido para cima.
d) F, com direção vertical e sentido para cima.
e) 2F, com direção vertical e sentido para cima.

(VUNESP-UEA/AM-2018.1) - ALTERNATIVA: E Essas esferas são colocadas em contato e imediatamente separa-


A figura representa uma montagem feita com fios metálicos conduto-
res, dispostos como as arestas de um cubo. das. Agora com cargas q’A e q’B, estão fixas a uma distância 2d uma
da outra e repelem-se com uma força de intensidade igual a F2.

Nessas condições, a razão F2 / F1 é igual a


a) 0,4.
b) 0,5.
*c) 0,2.
d) 0,6.
e) 0,8.
Uma carga elétrica negativa foi fixada no ponto P e outra, também
negativa, mas livre, foi abandonada sobre um ponto aleatório do fio (VUNESP-StaCASA/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: B
condutor. Dado o tempo necessário para a interação entre as duas Quatro cargas puntiformes idênticas (A, B, C e D) estão fixas e dis-
cargas e, desconsiderando qualquer outro tipo de interação, é corre- postas conforme a figura. As forças de repulsão entre A e B, A e C e
to afirmar que a posição de equilíbrio da carga abandonada aleato-
entre A e D são, respectivamente, FAB , FAC e FAD .
riamente será no ponto indicado pela letra
a) U.
b) T.
c) R.
d) X.
*e) V.

(VUNESP-UEA/AM-2018.1) - ALTERNATIVA: A
Três esferas condutoras idênticas X, Y e Z foram utilizadas para a
elaboração de uma experiência com pêndulo.

Sendo FAB = F, as intensidades de FAC e FAD são, respectivamente,

F F
a) e 4· F d) e 2·F
4 4

*b) F e 4 · F e) F e 2 · F
5 5

F
c) e 4·F
9

(UFPR-2018.1) - ALTERNATIVA: B
Existem grandezas características de cada área da Física, e suas res-
As esferas X e Z estão apoiadas sobre hastes não condutoras, pectivas unidades são usadas de forma bastante comum. Conside-
enquanto a esfera Y, pendurada por um fio não condutor, pode rea- rando essas unidades, em Eletromagnetismo, __________ aparece
lizar um movimento pendular ideal, sendo capaz de tocar as esferas como unidade comum. Em Termodinâmica, temos __________. Em
X e Z quando sua oscilação atinge a maior amplitude. Mecânica, temos ___________, e em Ondulatória, ___________.
O pêndulo é abandonado na posição indicada na figura, sendo que
nesse momento as cargas de X e Y são nulas e Z possui carga Assinale a alternativa que apresenta as unidades que preenchem
elétrica de 64 C. corretamente as lacunas acima, na ordem em que aparecem no tex-
Após uma oscilação completa, a carga da esfera Z será to.
*a) 32 C. a) metro – segundo – dioptria – tesla.
b) 24 C. *b) coulomb – kelvin – newton – hertz.
c) 16 C. c) joule – metro – volt – grama.
d) 8 C. d) watt – radiano – ampére – pascal.
e) 4 C. e) newton – mol – ohm – candela.
japizzirani@gmail.com 4
(VUNESP-UEA/AM-2018.1) - ALTERNATIVA: D (UEG/GO-2018.1) - ALTERNATIVA: A
Na figura, os anéis concêntricos A, B, C, de raios respectivamente Um hóspede, ao se instalar em um quarto de hotel, utilizou o cofre
iguais a 1 m, 2 m e 3 m, representam regiões equipotenciais geradas de metal do quarto para guardar seu celular. Passado algum tempo,
devido à presença de uma carga elétrica positiva colocada no ponto ao retirar seu celular do cofre, ele percebeu que o celular ficou ina-
central Q. tivo durante o tempo que esteve no cofre. Isso ocorreu por causa
*a) da gaiola de Faraday.
b) do isolamente térmico.
c) da reflexão das ondas.
d) do isolamento acústico.
e) da radiação de corpo negro.

(FGV/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: E
A gaiola de Faraday é um curioso dispositivo que serve para com-
provar o comportamento das cargas elétricas em equilíbrio.
A pessoa em seu interior não sofre descarga.

Se o potencial em A tem valor V, o potencial em C tem valor


a) 9 ·V
b) 3 ·V
c) V
*d) V/ 3
e) V/ 9

(UECE-2018.1) - ALTERNATIVA: A
Considerando o processo de eletrização, assinale a afirmação ver-
dadeira. (vcfaz.tv)
*a) A eletrização por atrito de dois corpos consiste na passagem de Dessa experiência, conclui-se que o campo elétrico no interior da
elétrons de um corpo para outro, ficando eletrizado positivamente o gaiola é
corpo que perdeu elétrons. a) uniforme e horizontal, com o sentido dependente do sinal das
b) Se um corpo A, eletrizado positivamente, atrai um outro corpo B, cargas externas.
concluímos que este está carregado negativamente. b) nulo apenas na região central onde está a pessoa.
c) Dizemos que um corpo qualquer está eletrizado negativamente c) mais intenso próximo aos vértices, pois é lá que as cargas mais
quando ele possui um certo número de elétrons livres. se concentram.
d) Em virtude de não existirem elétrons livres em um isolante, ele d) uniforme, dirigido verticalmente para cima ou para baixo, depen-
não pode ser eletrizado negativamente. dendo do sinal das cargas externas.
*e) inteiramente nulo.
(UNITAU/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: A
Duas placas quadradas de lado L estão separadas entre si por uma (UEM/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 15 (01+02+04+08)
distancia D e carregadas com cargas iguais q e de sinais opostos, Uma carga positiva de módulo Q1 está localizada na origem do plano
conforme a figura abaixo. cartesiano. Uma segunda carga, negativa e de módulo Q2 , é posi-
cionada ao longo do eixo x, no primeiro quadrante, a uma distância
de 3 m da carga Q1 . Sobre o potencial elétrico dessa configuração
de cargas, assinale o que for correto.
01) Se Q1 = 2Q2 , então os pontos ao longo da circunferência de raio
2 m, que está centrada no ponto (4,0), apresentam potencial nulo.
02) Se Q1 = Q2 , então os pontos ao longo da reta x = 3/2 têm po-
tencial igual a zero.
04) Caso a carga Q2 seja removida, as circunferências centradas na
origem serão curvas equipotenciais.
08) Caso a carga Q1 seja removida, as circunferências centradas no
ponto (3,0) serão curvas equipotenciais.
16) Se Q1 = 20×10–9 C e Q2 = 4×10–9 C, então o potencial no ponto
(3,4) é igual a 20 V. Use k = 9×109 N.m2/C2, em que k é a constante
eletrostática do vácuo.

(UEM/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 19 (01+02+16)


Duas esferas condutoras metálicas, de raios R1 = R2 = 0,09m, ele-
trizadas e com cargas elétricas iniciais de Q1 = 5,0×10–6 C e Q2 =
10,0×10–6 C, estão dispostas no vácuo, bem afastadas uma da ou-
tra. Essas esferas são, então, conectadas por meio de um fio condu-
Despreze os efeitos de borda e admita, também, que um campo tor metálico de capacitância eletrostática desprezível. Sabendo que
elétrico uniforme E está estabelecido entre as placas. Quando uma a constante eletrostática do vácuo é k = 9,0×109 N·m2/C2, assinale
carga positiva de massa m é injetada a partir do ponto A, com mó- o que for correto.
dulo de velocidade v0 e, no mesmo instante, uma carga negativa 01) As capacitâncias eletrostáticas iniciais dessas esferas eletriza-
de mesma massa é injetada com o mesmo módulo de velocidade, das são idênticas e iguais a 1,0×10 F –11.
a partir do ponto B, é CORRETO afirmar que a distância d entre as 02) Os potenciais elétricos iniciais dessas esferas são, respectiva-
cargas, quando as mesmas ficarem alinhadas no ponto C, desconsi- mente, V2 = 2V1 = 10,0×105 V.
derando a força gravitacional, será de 04) Após serem conectadas, essas esferas alcançam o equilíbrio
eletrostático, o que leva à redução de suas capacitâncias eletros-
*a) d = (qEL2) / (4mv02) táticas.
b) d = (qEL2) / (2mv02) 08) Após serem conectadas, essas esferas alcançam o equilíbrio
eletrostático, permanecendo sob o mesmo potencial elétrico de
c) d = (qmL2) / (4Ev02) 5,0×105 V.
d) d = (qmL2) / (2Ev02) 16) Após serem conectadas, essas esferas alcançam o equilíbrio
eletrostático, permanecendo eletrizadas com cargas elétricas idên-
e) d = (qEL) / (4mv0) ticas de 7,5×10–6 C.
japizzirani@gmail.com 5
(UEM/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 05 (01+04) (FUVEST/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: D
Sobre os conceitos relacionados a trabalho, potencial elétrico e Na figura, A e B representam duas placas metálicas; a diferença de
energia potencial elétrica, assinale o que for correto. potencial entre elas é VB – VA = 2,0 × 104 V. As linhas tracejadas 1
01) Quando uma força elétrica constante desloca uma carga elétrica e 2 representam duas possíveis trajetórias de um elétron, no plano
positiva de um ponto A até um ponto B ao longo de uma linha de da figura.
força de um campo elétrico uniforme, o trabalho realizado por essa
força é positivo, e o potencial elétrico em A é maior que o potencial
elétrico em B.
02) A diferença de potencial elétrico entre dois pontos A e B de uma
certa região do espaço, onde existe um campo elétrico uniforme, é
dada pela razão entre a intensidade do campo elétrico nessa região
e a distância entre os pontos A e B.
04) O trabalho realizado por uma força elétrica de módulo F, quando
esta desloca uma carga elétrica positiva q de um ponto A até um
ponto B ao longo de uma linha de força de um campo elétrico unifor-
me de módulo E, é dado por: WAB = q(VA – VB), em que VA e VB são
os potenciais elétricos nos pontos A e B, respectivamente.
08) A quantidade de energia potencial elétrica acumulada por uma Considere a carga do elétron igual a –1,6 × 1019 C e as seguintes
carga elétrica Q, disposta em um campo elétrico uniforme, é depen- afirmações com relação à energia cinética de um elétron que sai do
dente da diferença de potencial elétrico no interior do campo. ponto X na placa A e atinge a placa B:
16) Em todo movimento espontâneo de cargas elétricas negativas, I. Se o elétron tiver velocidade inicial nula, sua energia cinética, ao
em um campo elétrico uniforme, a energia potencial elétrica dessas atingir a placa B, será 3,2 × 1015 J.
cargas aumenta e estas fluem para as regiões do campo elétrico de II. A variação da energia cinética do elétron é a mesma, independen-
maior potencial elétrico. temente de ele ter percorrido as trajetórias 1 ou 2.
III. O trabalho realizado pela força elétrica sobre o elétron na trajetó-
ria 2 é maior do que o realizado sobre o elétron na trajetória 1.
(UEM/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 03 (01+02) Apenas é correto o que se afirma em
Uma partícula de carga positiva Q = 3×10–6 C e de massa m = 10 g a) I. *d) I e II.
é lançada horizontalmente com velocidade v0 = 5m/s em uma região b) II. e) I e III.
onde existe um campo elétrico uniforme de intensidade 2×104 N/C c) III.
ao longo da direção horizontal. Considerando que a partícula está
inicialmente a uma altura h = 45m do solo e que g = 10 m/s2, e des-
prezando a resistência do ar, assinale o que for correto. (UNIRG/TO-2018.1) - ALTERNATIVA: D
A condutividade elétrica de um material pode variar a depender da
01) Se o sentido do campo elétrico for o mesmo do vetor velocidade
estrutura eletrônica dos átomos e das moléculas que o constituem.
inicial, a partícula percorrerá 42m ao longo da horizontal antes de
Após a década de 1960, sintetizaram-se polímeros orgânicos com
atingir o solo.
propriedades condutoras como o mostrado na Figura I, a seguir. Es-
02) Se o sentido do campo elétrico for oposto ao do vetor velocidade ses polímeros poderão substituir os metais nos sistemas de trans-
inicial, a partícula atingirá o solo em uma posição localizada a 12 m missão de energia elétrica.
atrás de sua posição horizontal inicial.
04) Se o sentido do campo elétrico for oposto ao do vetor velocidade
Figura I: Polímero orgânico condutor de energia.
inicial, a velocidade horizontal da partícula tornar-se-á nula após 1s.
08) Se o sentido do campo elétrico for o mesmo do vetor velocidade
inicial, mas se sua intensidade dobrar, a distância percorrida pela
partícula antes de atingir o solo também dobrará.
16) Se o sentido do campo elétrico for oposto ao do vetor velocidade
inicial, a componente horizontal da velocidade da partícula, quando
esta tocar o solo, será de 10 m/s e apontará em uma direção oposta
à direção do vetor velocidade inicial.

(IF/CE-2018.1) - ALTERNATIVA: B
Dois corpos A e B de materiais diferentes, inicialmente neutros e
isolados de outros corpos, são atritados entre si. Após o atrito, ob-
serva-se que
Disponível em: < http://www.canalciencia.ibict.br/pesquisa/ 0256- Plasticos-
a) um fica eletrizado negativamente e o outro continua neutro. Condutores.html>. Acesso em: 2 ago 2017.
*b) um fica eletrizado negativamente e o outro, positivamente.
c) ambos ficam eletrizados negativamente. A respeito desse assunto, marque a alternativa correta:
a) Apenas os metais são capazes de conduzir eletricidade.
d) ambos ficam eletrizados positivamente.
b) O ferro é um bom condutor, pois ele pode ser atraído por um ímã.
e) um fica eletrizado positivamente e o outro continua neutro. c) Materiais como a madeira são maus condutores, pois possuem
alta condutividade elétrica.
(UFPR-2018.1) - RESPOSTA NO FINAL DA QUESTÃO *d) A condutividade elétrica da prata é muito elevada; por isso, esse
Numa experiência feita para investigar relações entre grandezas material pode ser classificado como condutor de eletricidade.
eletrostáticas, duas placas condutoras paralelas A e B, separadas
por uma distância d = 5 cm, foram submetidas a uma diferença de (UEPG/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 14 (02+04+08)
potencial U = 100 V, sendo que a placa que tem o potencial elétrico A eletricidade está relacionada a um vasto conjunto de fenômenos e
mais alto é a B. Por hipótese, como as dimensões das placas são possui aplicações diretas em muitos aparelhos eletroeletrônicos. Em
muito maiores que a distância que as separa, o campo elétrico que relação à eletricidade, assinale o que for correto.
se estabeleceu entre elas pode ser considerado, para todos os efei- 01) Um corpo neutro não possui nenhum tipo de carga elétrica.
tos, como sendo uniforme. 02) Um capacitor de placas planas e paralelas separadas por uma
a) Determine o módulo do campo elétrico existente na região entre distância de 10 cm é conectado a uma bateria ideal de 1,5 V. Se, o
as placas. espaço entre as placas do capacitor é totalmente preenchido por ar,
b) Uma partícula com carga q = 3,2 mC sai da placa B e chega à o campo elétrico entre as placas do capacitor é 15 V/m.
placa A. Qual o trabalho realizado pela força elétrica sobre essa par- 04) Se para uma distância de 0,5 m, o módulo da força elétrica entre
tícula durante esse movimento? duas cargas puntiformes é 0,2 N, mantidas as condições iniciais,
para uma distância de 1 m, a força entre as duas cargas será 0,05 N.
RESPOSTA UFPR-2018.1: 08) Nos fenômenos observados na natureza, sempre ocorre a con-
a) E = 2,0 ×103 V/m b) W = 3,2 ×10– 4 J servação da carga elétrica total.
japizzirani@gmail.com 6
(CESUPA-2018.1) - ALTERNATIVA: C (IFNORTE/MG-2018.1) - ALTERNARTIVA: B
Leia um trecho do artigo ¨Brasil: o país dos 100 milhões de raios¨ Os tubarões-martelo especializaram-se em localizar presas sob a
(site da Revista SuperInteressante, 31/06/2016): areia do leito oceânico, como ilustra o esquema da FIGURA 09:
“Mas, afinal, como se formam as faíscas que vemos no horizonte FIGURA 09
quando se anuncia uma tempestade? Relâmpagos são gerados
dentro de uma nuvem muito particular: a cumulonimbo, que se dife-
rencia das outras por ser verticalmente mais extensa. Ela se forma
a 2 quilômetros de altura do solo e se estende até 18 quilômetros
acima.
Tudo começa quando o ar quente e úmido próximo do solo se eleva
na atmosfera (ele sobe porque é mais leve que o ar acima dele). À
medida que vai subindo, esfria, até chegar ao topo da nuvem onde
a temperatura é muito baixa, de 30 graus negativos. Resultado: o
vapor de água que estava misturado ao ar quente transforma-se em
granizo e começa a despencar para a base da nuvem. Na queda,
vai se chocando com outras partículas menores, cristais de gelo
principalmente. Os choques fazem o granizo e os cristais ficarem
eletricamente carregados.
As cargas negativas presas ao granizo vão para a base da nuvem.
Já as positivas ficam nos cristais de gelo, mais leves, que tendem a http://www.physicsclassroom.com. Acesso em: 20 set. 2017 (Adaptado).
subir com o ar quente que vem de baixo para o topo da nuvem. Ou
Para tanto, um dos sentidos especializados dos tubarões é a capa-
seja, as cargas se separam: positivas em cima e negativas em bai-
cidade de detecção de campos elétricos gerados pelas contrações
xo. Em dado momento, as cargas positivas e negativas atingem in-
musculares de outros seres vivos, decorrentes das variações de ddp
tensidade muito alta. É o que basta para o surgimento do relâmpago.
estabelecidas durante a geração e propagação dos potenciais de
Para equilibrar cargas tão diferentes, a eletricidade anda sozinha,
ação, responsáveis por tais contrações. Considerando-se, na FIGU-
sem fio nem nada, pelo ar. Em outras palavras: um raio não é nada
RA 09, as duas equipotenciais - linhas pontilhadas - do campo elétri-
mais que uma carga elétrica cruzando a atmosfera.”
co dipolar produzido por uma presa sob a areia, é CORRETO afirmar

Marque a alternativa correta: que a intensidade do campo elétrico E vale:
a) Para que ocorra a descarga elétrica na nuvem é necessária uma a) 1,0 V/m
pequena diferença de potencial entre a base e o topo da mesma. *b) 1,5 V/m
b) Para que o granizo e os cristais de gelo fiquem eletricamente c) 2,5 V/m
carregados é necessário que ocorram choques elásticos entre eles, d) 3,0 V/m
com conservação da energia mecânica.
*c) A diferença de potencial necessária para que ocorra uma descar-
ga deve ser grande o suficiente para romper a rigidez dielétrica do ar (MACKENZIE/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: A
e este passe a se comportar como um condutor. Na associação de capacitores, esquematizada abaixo, a capacitân-
d) A separação das cargas estabelece um campo elétrico entre o cia está indicada na figura para cada um dos capacitores.
topo e a base da nuvem, resultando na repulsão elétrica entre as
duas regiões, devida às diferentes cargas.

(VUNESP-FMJ/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: C
Quatro cargas puntiformes fixas, qA , qB , qC e qD , estão dispostas em
um mesmo plano, conforme a figura. Sabe-se
que qA = qB = +q e que qC = qD = –q.

Assim, a capacitância equivalente, entre os pontos A e B no circuito,


é
*a) C.
b) 2C.
c) 3C.
d) 4C.
e) 8C.

(UFGD/MS-2018.1) - ALTERNATIVA: A
O arranjo experimental representado na figura a seguir possui uma
fonte de tensão igual a 4 V e três capacitores com capacitâncias
C1 = 2 μF, C2 = 4 μF e C3 = 6 μF.

Sabendo que a força elétrica de atração entre as cargas qA e qC tem


intensidade F e considerando as distâncias apresentadas na figura,
a resultante das forças elétricas que as cargas qA , qB e qD exercem
sobre a carga qC tem intensidade
a) 3 F
A capacitância equivalente e as cargas armazenadas nos capacito-
b) F√2 res C1, C2 e C3 são, respectivamente:
*a) 3 μF, 4 μC, 8 μC e 12 μC.
*c) F√5 b) 6 μF, 12 μC, 0,5 μC e 4 μC.
c) 12 μF, 8 μC, 6 μC e 8 μC.
d) F√3
d) 12 μF, 4 μC, 0,5 μC e 12 μC.
e) 2 F e) 3 μF, 2 μC, 4 μC e 6 μC.
japizzirani@gmail.com 7
(UERJ-2018.1) - RESPOSTA: a = 9,0 m/s2 (CEDERJ-2018.1) - ALTERNATIVA: D
O esquema abaixo representa as esferas metálicas A e B, ambas A figura mostra duas partículas A e B de massas respectivamente
com massas de 10 –3 kg e carga elétrica de módulo igual a 10 –6 C. iguais a mA e mB e cargas elétricas qA e qB . Considere que elas es-
As esferas estão presas por fios isolantes a suportes, e a distância tão sujeitas exclusivamente às forças eletrostáticas mútuas devidas
entre elas é de 1 m. às suas cargas e que as setas na figura representam suas respecti-
vas acelerações vetoriais:

Comparando as cargas e as massas das partículas, conclui-se que


a) |qA | < |qB | e mB = mA .
b) |qA | > |qB | e mB = mA .
Admita que o fio que prende a esfera A foi cortado e que a força re- c) qA tem sinal oposto ao de qB e mA > mB .
sultante sobre essa esfera corresponde apenas à força de interação *d) qA tem sinal idêntico ao de qB e mA > mB .
elétrica.
Calcule a aceleração, em m/s2, adquirida pela esfera A imediata-
(CEFET/MG-2018.1) - ALTERNATIVA: C
mente após o corte do fio.
Duas esferas condutoras idênticas, inicialmente eletricamente neu-
Dado: Constante eletrostática do vácuo = 9 ×109 N.m2/C2. tras, encontram-se suspensas por fios inextensíveis e isolantes. So-
bre elas, um jato de ar perpendicular ao plano da figura é lançado
(FEI/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: E durante um determinado tempo.
Duas partículas com cargas elétricas q1 = +2.q e q2 = +3.q, fixas nos Após esse procedimento, observa-se, então, que ambas as esfe-
pontos A e B, estão separadas por uma distância de 1,00 m. Uma ras estão fortemente eletrizadas, e, quando o sistema alcança no-
terceira partícula com carga q3 = +q deve ser colocada entre elas ao vamente o equilíbrio estático, as tensões nos fios ________ e as
longo do segmento AB. esferas se __________.
A alternativa que completa, respectivamente, as lacunas acima é
a) diminuíram e atraíram
b) diminuíram e repeliram
*c) aumentaram e repeliram
d) aumentaram e atraíram
A que distância do ponto A a partícula de carga q3 deve ser colocada
para que permaneça em equilíbrio?
a) 0,55 m (UFJF/MG-2018.1) - ALTERNATIVA: E
Um capacitor pode ser formado por duas placas condutoras (eletro-
b) 0,25 m
dos) separadas por um meio isolante. Quando se aplica uma tensão
c) 0,67 m elétrica entre os eletrodos, cargas elétricas de sinais opostos irão
d) 0,33 m se acumular nas superfícies das placas. Caso venha a ser aplicada
*e) 0,45 m uma tensão elétrica elevada, pode-se romper a rigidez dielétrica do
Dados: meio isolante e este passa a conduzir cargas elétricas.
√2 = 1,41; √3 = 1,73; √5 = 2,24; √6 = 2,45; √7 = 2,65; √8 = 2,83. Em relação a capacitores e dielétricos, avalie as seguintes senten-
ças e assinale a CORRETA:
a) O Cobre é um excelente condutor. Por isso, é muito utilizado
(UNISINOS/RS-2018.1) - ALTERNATIVA: C como meio dielétrico em capacitores.
Uma pessoa, estudando o conteúdo de eletrostática para uma ava- b) O acúmulo de cargas na superfície do dielétrico não depende da
liação de Física, observou o gráfico que relaciona o módulo da força permissividade do meio. Apenas a tensão aplicada nos terminais irá
elétrica (Fe) entre duas cargas puntiformes, com a distância (d) de determinar a densidade de carga acumulada.
separação entre elas. c) A capacitância de um capacitor é diretamente proporcional à ra-
zão entre a tensão aplicada e a permissividade do meio.
d) Em um capacitor ideal, toda carga flui pelo dielétrico sem que a
corrente sofra alterações.
*e) As densidades de cargas em ambas as placas do capacitor são
iguais, em módulo, mas de sinais contrários.

(UCB/DF-2018.1) - ALTERNATIVA: D
Uma partícula com carga elétrica positiva sofre inflência de um cam-
po elétrico, conforme esquema da figura apresentada.

Disponível em: https://pt.slideshare.net/yronmoreira3/fora-eletromagntica>


Acesso em 07 set. 2017.

Com base no gráfico, pode-se afirmar que


a) a partir do gráfico, é possível determinar-se o sinal das duas car-
gas elétricas em questão.
Com relação à sitiação descrita, assinale a alternativa correta.
b) o referido gráfico indica que a Fe varia com a distância d segundo a) A força elétrica sobre a partícula terá a direção perpendicular à do
uma função parabólica. campo elétrico.
*c) o gráfico indica que a Fe é inversamente proporcional ao quadra- b) A força elétrica sobre a partícula terá módulo inversamente pro-
do da distância d de separação entre as cargas elétricas. porcional à intensidade do campo elétrico.
c) A força elétrica sobre a partícula dependerá da massa desta.
d) observando-se o gráfico, pode-se concluir que a Fe entre as car- *d) A força elétrica sobre a partícula terá direção e sentido iguais aos
gas puntiformes é atrativa. do campo elétrico.
e) o gráfico indica que a Fe é inversamente proporcional à distância e) Ao ficar livre para se deslocar, a partícula não apresentará varia-
d de separação entre as cargas elétricas. ção de energia cinética, pois permanecerá sobre uma equipotencial.
japizzirani@gmail.com 8
(UFJF/MG-2018.1) - ALTERNATIVA: C (VUNESP-FAMEMA/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: B
Para uma feira de ciências, os alunos pretendem fazer uma câma- Raios cósmicos constantemente arrancam elétrons das moléculas
ra “antigravidade”. Para isso, os estudantes colocaram duas placas do ar da atmosfera terrestre. Esses elétrons se movimentam livre-
metálicas paralelas entre si, paralelas à superfície da Terra, com mente, ficando sujeitos às forças eletrostáticas associadas ao cam-
uma distância de 10,0 cm entre elas. Ligando essas placas a uma po elétrico existente na região que envolve a Terra. Considere que,
bateria, eles conseguiram criar um campo elétrico uniforme de 2,0 em determinada região da atmosfera, atue um campo elétrico uni-
N/C. Para demonstrar o efeito “antigravidade”, eles devem carre- forme de intensidade E = 100 N/C, conforme representado na figura.
gar eletricamente uma bolinha de isopor e inseri-la entre as placas.
Sabendo que a massa da bolinha é igual a 0,50 g e que a placa
carregada negativamente está localizada no fundo da caixa, escolha
a opção que apresenta a carga com que se deve carregar a bolinha
para que ela flutue. Considere que apenas a força elétrica e a força
peso atuam sobre a bolinha.
Considere g = 10 m/s2.
a) 3,5×10–2 C
b) –3,5×10–2 C
*c) – 2,5×10–3 C
d) 2,5×10–3 C
e) –3,5×10–3 C

(UFSC-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 41 (01+08+32) Se um elétron de carga 1,6 × 10–19 C e de massa desprezível, sujeito
A trovoada é constituída por um conjunto de fenômenos associados a uma força constante, se movimenta verticalmente para cima nessa
com as nuvens, tais como relâmpagos, trovões e chuvas. Após as região, percorrendo uma distância d = 500 m, a variação de energia
mídias noticiarem um enorme incêndio em Pedrógão Grande, região potencial elétrica sofrida por ele, nesse trajeto, será de
de Portugal, em 17 de junho de 2017, o termo trovoada seca ganhou a) –1,5 × 10–14 J
destaque, pois seria a suposta responsável pelo incêndio. A trovoa- *b) – 8,0 × 10–15 J
da seca não é um fenômeno desconhecido dos cientistas. Ela ocorre c) –1,6 × 10–15 J
por causa de nuvens de crescimento vertical, denominadas cúmu-
los-nimbos. Esse tipo de trovoada ocorre devido a alguns fatores, d) – 9,0 × 10–15 J
como por exemplo a baixa umidade do ar e a elevada temperatura e) –1,2 × 10–14 J
ambiente. O nome refere-se ao fato de ocorrerem descargas elétri-
cas com ausência de chuva, pois a água da chuva evapora-se antes (UEPG/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 19 (01+02+16)
de chegar ao solo. Uma carga elétrica puntiforme de 2 ×10–6 C, no vácuo, situa-se na
origem de um sistema de referencial inercial. Uma carga teste de
–3 ×10–6 C é utilizada para estudar as propriedades elétricas da re-
gião próxima à primeira carga. Considerando um ponto A situado a
20 cm da origem e um ponto B situado a 10 cm da origem, assinale
o que for correto.
Dado: Constante eletrostática (k0) = 9 ×109 N.m2/C2.
01) O campo elétrico no ponto A é 4,5 ×105 N/C.
02) O potencial elétrico no ponto B é 180 kV.
04) O trabalho realizado pela força elétrica na carga teste depende
do caminho percorrido entre os pontos A e B.
Disponível em: <https://www.publico.pt/2017/06/18/sociedade/noticia/o-que-e-a-trovoada- 08) Se a carga teste é largada a partir do repouso quando ela se
seca-1776108>. Acesso em: 10 jul. 2017. encontra no ponto A, a variação da sua energia cinética quando ela
se encontra no ponto B é 0,54 J.
Sobre os fenômenos atmosféricos, é correto afirmar que:
16) Se a carga teste é mantida em repouso no ponto A, o módulo da
01. o vapor d’água presente na atmosfera, quando atinge grandes
força entre as duas cargas é 1,35 N.
altitudes, condensa-se, formando as nuvens.
02. uma descarga elétrica ocorre porque existe uma corrente elétrica
de milhões de volts entre as nuvens e a Terra. (UEPG/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 30 (02+04+08+16)
04. na trovoada seca, a água da chuva perde calor para a atmosfera Uma esfera metálica inicialmente descarregada, de 10 cm de raio, é
e passa do estado líquido para o gasoso antes de chegar ao solo. colocada em contato com outra esfera metálica (de mesmo material)
08. em uma descarga atmosférica, ocorre o relâmpago, luz vista no de 5 cm de raio, inicialmente carregada com uma carga 2 μ C. Sobre
céu, e o trovão, som provocado pela expansão do ar atmosférico. o assunto, assinale o que for correto.
16. a água que evapora na superfície da Terra, proveniente de rios e 01) Após a separação, cada esfera possuirá uma carga de 1 μ C.
lagos, por exemplo, sobe porque é mais densa que o ar. 02) O excesso de carga elétrica, ou seja, a carga “líquida”, é distribu-
32. uma descarga atmosférica constitui-se de uma corrente elétrica ído na superfície das esferas.
que pode ocorrer das nuvens para a Terra, da Terra para as nuvens 04) O valor do potencial elétrico para qualquer ponto situado numa
e nas próprias nuvens. esfera metálica, após alcançado o equilíbrio, não varia em função da
distância ao seu centro.
08) O valor do campo elétrico para qualquer ponto situado no interior
(UEPG/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 03 (01+02) de uma esfera metálica, após alcançado o equilíbrio, é nulo.
A balança de torção foi utilizada por Henry Cavendish para determi- 16) Após a separação, a força elétrica que uma esfera exerce na
nar a expressão para a força gravitacional e, por Charles Augustin outra é igual em módulo.
de Coulomb para determinar a força elétrica entre duas cargas. Em
relação às propriedades das forças gravitacional e elétrica, assinale
o que for correto. (UEPG/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 03 (01+02)
01) A força gravitacional entre duas massas pontuais é inversamente Dois capacitores de capacitâncias 3 μ F e 5 μ F são ligados em pa-
proporcional ao quadrado da distância entre elas. ralelo aos terminais de uma fonte de tensão 15 V. Sobre o assunto,
02) A força elétrica entre duas cargas elétricas pode ser atrativa ou assinale o que for correto.
repulsiva. 01) A energia potencial elétrica armazenada pela associação é
04) Se a velocidade de uma partícula carregada for perpendicular 0,9 mJ.
à direção do campo elétrico numa certa região do espaço, então, a 02) A carga elétrica da associação é 120 μ C.
força elétrica sobre a carga será nula. 04) A capacitância equivalente da associação é 15/8 μ F.
08) Se dois objetos se repelem devido à força elétrica é porque não 08) A carga elétrica armazenada no capacitor de 3 μ F é 75 μ C.
possuem massa e, portanto, a força gravitacional entre eles é nula. 16) A ddp no capacitor de 5 μ F é 3 V.
japizzirani@gmail.com 9
(UEM/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 23 (01+02+04+16) (UECE-2018.1) - ALTERNATIVA: C
Em relação a conceitos de eletrização, de materiais condutores e de Seja o sistema composto por duas cargas elétricas mantidas fixas a
materiais isolantes de eletricidade, assinale o que for correto. uma distância d e cujas massas são desprezíveis. A energia poten-
01) O eletroscópio é um dispositivo que permite verificar se um cor- cial do sistema é
po está eletrizado. a) inversamente proporcional a 1/d 2.
02) Em um material condutor de eletricidade, cargas podem se mo-
b) proporcional a d 2.
vimentar por todo seu interior.
04) Comumente, o ar comporta-se como isolante, mas se torna con- *c) proporcional a 1/d .
dutor ao ser ionizado. d) proporcional a d.
08) Se um corpo condutor eletrizado estiver apoiado em um suporte
isolante e for aterrado por meio de um fio condutor, todas as cargas
(UFRGS/RS-2018.1) - ALTERNTIVA: A
livres do corpo se deslocarão para a Terra.
Uma carga negativa Q é aproximada de uma esfera condutora iso-
16) Os conceitos de material condutor e de material isolante de ele-
lada, eletricamente neutra. A esfera é, então, aterrada com um fio
tricidade são relativos, ou seja, a classificação em relação à condu-
condutor.
ção ou ao isolamento elétricos depende da quantidade de cargas
Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do
livres disponíveis no material e do contexto em que ele está sendo
enunciado abaixo, na ordem em que aparecem.
considerado.
Se a carga Q for afastada para bem longe enquanto a esfera está
aterrada, e, a seguir, for desfeito o aterramento, a esfera ficará ...... .
(VUNESP-FAMERP/SP-2018.1) - ALTERNTIVA: C Por outro lado, se primeiramente o aterramento for desfeito e, de-
A figura representa um elétron atravessando uma região onde existe pois, a carga Q for afastada, a esfera ficará ....... .
um campo elétrico. O elétron entrou nessa região pelo ponto X e *a) eletricamente neutra - positivamente carregada
saiu pelo ponto Y, em trajetória retilínea. b) eletricamente neutra - negativamente carregada
c) positivamente carregada - eletricamente neutra
d) positivamente carregada - negativamente carregada
e) negativamente carregada - positivamente carregada

(UNICAMP/SP-2018.1) - RESPOSTA: a) v= 4,0 cm/s b) dmax= 2,5 cm


Geradores de Van de Graaff têm a finalidade de produzir altas di-
ferenças de potencial. Consistem em uma esfera metálica onde é
acumulada a carga proveniente de uma correia em movimento. A
carga é inicialmente depositada na parte inferior da correia, que está
aterrada (potencial V = 0, ver figura), e é extraída da correia quando
atinge a parte superior, que está
no potencial V0, fluindo para a
Sabendo que na região do campo elétrico a velocidade do elétron esfera metálica. O movimento da
aumentou com aceleração constante, o campo elétrico entre os pon- correia é mantido por um peque-
tos X e Y tem sentido no motor.
a) de Y para X, com intensidade maior em Y. a) Em um gerador em operação,
b) de Y para X, com intensidade maior em X. a carga transportada por unidade
*c) de Y para X, com intensidade constante. de comprimento da correia é igual
d) de X para Y, com intensidade constante. a λ = 1,25 ×10–7 C/m. Se a taxa
e) de X para Y, com intensidade maior em X. com que essa carga é transferida
para a esfera metálica é dada por
i = 5,0 ×10–9 C/s, qual é a veloci-
(FUVEST/SP-2018.1) - RESPOSTA NO FINAL DA QUESTÃO dade da correia?
Um grupo de alunos, em uma aula de laboratório, eletriza um canudo b) Um fenômeno muito atraente
de refrigerante por atrito, com um lenço de papel. Em seguida, com que ocorre em pequenos gerado-
o canudo, eles eletrizam uma pequena esfera condutora, de massa res usados em feiras de ciências
9 g, inicialmente neutra, pendurada em um fio é a produção de faísca, decorren-
de seda isolante, de comprimento L, preso em te de uma descarga elétrica, quando um bastão metálico aterrado
um ponto fixo P. No final do processo, a esfera e é aproximado da esfera carregada do gerador. A descarga elétrica
o canudo estão com cargas de sinais opostos. ocorre quando o módulo do campo elétrico na região entre a esfera
a) Descreva as etapas do processo de eletriza- e o bastão torna-se maior que a rigidez dielétrica do ar, que vale
ção da esfera. Erd = 3,0 ×106 V/m. Para simplificar, considere que a esfera de um
Em seguida, os alunos colocam a esfera ele- gerador e a extremidade do bastão equivalem a duas placas metá-
trizada (E1) em contato com outra esfera (E2), licas paralelas com uma diferença de potencial de V = 7,5 ×104 V.
idêntica à primeira, eletricamente neutra e pre- Calcule a distância entre elas para que a descarga ocorra.
sa na extremidade de outro fio de seda isolante,
também de comprimento L, fixo no ponto P. O
sistema adquire a configuração ilustrada na fi- (ETEC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: A
gura, sendo d = 8 cm. O circuito a seguir apresenta a associação de três capacitores entre
Para o sistema em equilíbrio nessa configura- os pontos X e Y.
ção final, determine

b) o módulo da tensão T em um dos fios isolantes;
c) o módulo da carga q2 da esfera E2 ;
d) a diferença N entre o número de elétrons e de prótons na esfera
E2 após a eletrização.
Note e adote:
Para a situação descrita, utilize: cos q = 1 e senq = 0,1.
Aceleração da gravidade: 10 m/s2.
/
Força elétrica entre duas cargas puntiformes Q1 e Q2, distantes r uma da outra: KQ1Q2 r2
K= 9 ×109 Nm2/C2.
Carga do elétron: 1,6 ×10–19 C.
Ignore a massa dos fios. Calculando o valor do capacitor equivalente entre X e Y, obtemos o
RESPOSTA FUVEST/SP-2018.1: valor de:
*a) 1,5 μF. d) 4,5 μF.
a) Eletrização por indução elestrostática. b) T = 9×10–2 N
b) 3,0 μF. e) 6,0 μF.
c) |q2 | = 8×10–8 C d) N = 5×1011 c) 3,7 μF.
japizzirani@gmail.com 10
(ETEC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: E (VUNESP-UEFS/BA-2018.1) - ALTERNATIVA: B
Duas esferas idênticas estão carregadas com cargas elétricas nos Duas cargas elétricas puntiformes, Q1 e Q2 , estão fixas sobre uma
valores de 4 C e – 2 C, respectivamente. Inicialmente, elas estão se- circunferência de centro O, conforme a figura.
paradas e isoladas. Se elas forem colocadas em contato, é correto
afirmar que:
a) As duas esferas permanecem com as suas cargas elétricas ini-
ciais.
b) Cada esfera passa a ter uma carga de 6 C.
c) Cada esfera passa a ter uma carga de 3 C.
d) Cada esfera passa a ter uma carga de 2 C.
*e) Cada esfera passa a ter uma carga de 1 C.

(UNIMONTES/MG-2018.1) - ALTERNATIVA: D
Na figura A, temos representado um arranjo de três partículas carre-
gadas com cargas positivas. Elas estão fixadas nos vértices de um
triângulo equilátero de lado L. Na figura B, temos um arranjo mais →
Considerando que E representa o vetor campo elétrico criado por
simples, em que duas partículas com cargas positivas estão fixadas uma carga elétrica puntiforme em determinado ponto e que E re-
em pontos separados por uma distância L. presenta o módulo desse vetor, é correto afirmar que, no ponto O:
→ →
a) E2 = –2· E1
→ →
*b) E2 = 2· E1
→ →
c) E2 = E1

d) E2 = – E1

e) E2 = –2· E1


Considere a força resultante F1 , exercida pelas cargas q1 e q2 sobre

a carga q3 , e a força F2 , exercida pela carga q4 sobre a carga q5 . É
CORRETO afirmar que:
→ →
a) F1 e F2 têm o mesmo módulo e mesma direção, mas sentidos
diferentes.
VESTIBULARES 2018.2
→ →
b) F1 e F2 são iguais.
→ →
c) F1 e F2 têm o mesmo módulo, mas direções diferentes. (UFU/MG-TRANSF.2018.2) - ALTERNATIVA: B
→ → Em cada vértice de um triângulo equilátero de lado D estão coloca-
d) F1 e F2 têm módulos diferentes, mas a mesma direção e sentido. das as cargas elétricas q 1 = q , q 2 = 4q e q 3 = 2q em posições fixas
por forças que não são mostradas no momento.
(UNIMONTES/MG-2018.1) - ALTERNATIVA: A Assinale a alternativa que corresponde ao valor da energia potencial
A energia potencial elétrica U do sistema de cargas positivas Q, re- elétrica formada por este sistema de cargas. (Considere k0 a cons-
presentado na figura abaixo, é dado corretamente pela expressão tante dielétrica do vácuo).

KQ2 1 + 2√2 /
a) 14k0 q2 D2
d  √ .
*a) U =
 2  *b) 14k0 q / D
2

c) 14k0 q / D
b) U = (
KQ2 1 + 2√
(
2 .
d d) 14k0 q / D2
KQ2  √ 2 
c) U = .
d 1 + 2√2 (UFU/MG-TRANSF.2018.2) - ALTERNATIVA: C

Uma partícula de massa 1,6 ×10–27 kg e carga 1,6 ×10–19 C é solta, a

KQ2  1  partir do repouso, num campo elétrico uniforme E = 5,0 î [V/m] entre
d) U = .
d 1 + 2√2

as placas de um capacitor plano. Após deslocar-se r = 0,4 î [cm],

qual será sua velocidade?
a) 2,0 ×104 m/s.
(IFSUL/RS-2018.1) - ALTERNATIVA: C
Cinco capacitores, todos de mesma capacitância C, são associados b) 2,0 ×104 cm/s.
entre os pontos A e B da associação, conforme a configuração indi- *c) 2,0 ×103 m/s.
cada na figura abaixo. d) 2,0 ×103 cm/s.
B A
(SENAI/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: D
Dois corpos pontuais, A e B, carregados com cargas Q e – 4 Q, res-
pectivamente, estão separados por uma distância de 4 m no vácuo.
Outro corpo, C, eletrizado com carga – 2 Q está equidistante dos dois
corpos. Os três corpos estão em um mesmo alinhamento. Nessas
Se esses cinco capacitores fossem substituídos por um único ca- condições, a resultante das forças elétricas sobre o corpo C tem
pacitor que, submetido à mesma diferença de potencial elétrico ar- intensidade
5kQ2 .
mazenasse a mesma quantidade de carga elétrica, esse capacitor a) kQ2. *d)
deveria ter capacitância igual a: 2
2
a) 5C b) k Q . e) 13k Q .
b) C/5 2 4
*c) 3C/7
c) Q .
k
d) 7C/3 4
japizzirani@gmail.com 11
(SENAI/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: C (IFNORTE/MG-2018.2) - ALTERNATIVA: B
O texto abaixo se refere à questão 45. Em um experimento de eletrostática, como se vê na FIGURA 07,
Carro é bom abrigo contra relâmpagos utiliza-se um pente eletrizado P, uma bolinha B, de isopor e descar-
regada – ambos suspensos por fios isolantes – e uma gaiola metá-
“O carro é um abrigo seguro”, diz o físico Adilson Gandu, da Univer-
lica G:
sidade de São Paulo.
FIGURA 07
Quando o raio atinge um carro, as cargas elétricas se espalham pela
superfície metálica externa sem atingir quem está dentro. Se o pneu
estiver molhado pela chuva, as cargas passam por ele e descar-
regam no solo. Mesmo com pneu seco, elas se transformam em
fagulhas e espalham pelo chão. Quem for pego por uma tempestade
em local aberto, deve ficar agachado. Em pé, funcionará como pa-
ra-raios.
Os pés têm que ficar unidos. Quando um raio atinge o solo, se espa-
lha de forma concêntrica. À medida que se afasta do centro, seu po-
tencial elétrico diminui. Se alguém estiver com as pernas afastadas,
o potencial em um dos pés será maior que no outro. “A diferença per- No instante ilustrado nessa figura, início do experimento, a bolinha é
mite a passagem de corrente elétrica pelo corpo, ou seja, o choque”. atraída pelo pente e encontra-se em equilíbrio. Em seguida, cobre-
Fonte: Disponível em: <http://super.abril.com.br/ideias/carro-e-bom-abrigo-contra se o pente, por inteiro, com a gaiola. Sobre esse procedimento, a
-relampagos>. Acesso em: 12 fev. 2016.
previsão mais provável é:
QUESTÃO 45 a) B oscilará e, após algum tempo, atingirá o repouso.
A partir do texto, pode-se afirmar que: *b) B continuará a ser atraída por P.
I. os pneus do carro fazem a proteção porque funcionam c) B passará a ser repelida por P.
como isolante elétrico. d) Ocorrerá uma descarga elétrica de P para G.
II. a água da chuva anula as cargas elétricas que, por isso,
descarregam no solo. (VUNESP-CEFSA/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: A
Com a intenção de descobrir a carga elétrica Q contida em uma
III. ao agachar-se uma pessoa fica protegida porque, natu-
esfera condutora E de massa m, realizou-se o experimento descrito
ralmente, as descargas elétricas tendem a se concen-
a seguir. Dispunha-se de uma montagem com duas esferas condu-
trar em pontos mais elevados.
toras idênticas a E, inicialmente neutras eletricamente, em repouso
IV. o efeito do choque será maior quanto maior for a dis- e suspensas por fios isolantes de comprimentos L, como mostra a
tância de afastamento entre os pés, porque maior é a figura 1.
diferença de potencial. Figura 1
Estão corretas apenas as afirmativas
a) I e II.
b) II e III.
*c) III e IV.
d) I e IV.
e) I e III.

(MACKENZIE/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: A
Duas cargas elétricas +6,0 μC e +1,0 μC estão fixadas em uma
região no vácuo a uma distância de 1,0 m uma da outra.
A força resultante que atua em uma carga de –2,0 μC, colocada
entre elas, será igual a zero, quando esta estiver a uma distância da
carga de +1,0 μC de, aproximadamente,
Considere: √ 2 = 1,4 e √3 =1,7
*a) 0,3 m d) 0,7 m O experimento consistiu em tocar a esfera E em uma das esferas
b) 0,4 m e) 1,2 m suspensas e afastá-la em seguida. Após o contato, as duas esferas
c) 0,5 m suspensas repeliram-se, e o sistema formado por elas entrou em
equilíbrio na configuração representada na figura 2.
(IF/CE-2018.2) - ALTERNATIVA: B Figura 2
Uma esfera (a) metálica de raio r a = R possui carga elétrica Q a = +Q.
A esfera (a) é posta em contato com outra metálica (b) de mesmo
raio r b = R que estava neutra. Ao separar as duas esferas observa-
se que as cargas elétricas das duas são
a) Q a = 0 e Q b = +Q.
*b) Q a = Q b = +Q/2.
c) Q a = Q b = 0.
d) Q a = –Q e Q b = +Q.
e) Q a = Q b = +Q.

(USS/RJ-2018.2) - ALTERNATIVA: C Sendo k a constante eletrostática do meio, a alternativa que fornece


Uma partícula com carga positiva e massa m é abandonada a uma o valor de Q é
determinada altura no interior de uma câmara onde a resistência do
ar é desprezível. No momento imediato ao abandono, é gerado um mg×tga mg×tga
*a) 6Lsena d) 3Lsena ×
campo elétrico no interior da câmara para equilibrar a força gravita- k k
cional e para impedir a queda dessa partícula, mantendo-a estática
no ar.
mg×tga mg×tga
Nesse caso, o sentido do campo elétrico gerado é: b) Lsena e) Lsena ×
a) da direita para esquerda k k
b) da esquerda para direita
*c) de baixo para cima mg×tga
c) 6Lsena ×
d) de cima para baixo k
japizzirani@gmail.com 12
(UNESP-2018.2) - ALTERNATIVA: B (VUNESP-USCS/SP-2018.) - ALTERNATIVA: A
Suponha uma pequeníssima esfera contendo 12 nêutrons, 11 pró- Em um experimento de eletrostática, um professor apresenta a seus
tons e 10 elétrons, ao redor da qual gira um elétron a 1,6 ×10–10 m alunos uma esfera metálica A inicialmente neutra, apoiada em um
de seu centro, no vácuo. suporte isolante e conectada à Terra por um fino fio metálico no qual
Considerando a carga elementar e = 1,6 ×10–19 C e a constante ele- existe uma chave Ch, inicialmente aberta.
trostática do vácuo k0 = 9 ×109 N· m2 / C2, a intensidade da força elé-
trica entre a esfera e o elétron é
a) 5,6 ×10–10 N.
*b) 9,0 ×10–9 N.
c) 1,4×10–9 N.
d) 1,4 ×10–12 N.
O experimento segue os passos de 1 a 4, descritos abaixo.
e) 9,0 ×10–12 N.

(CEDERJ-2018.2) - ALTERNATIVA: C
Um capacitor é composto por dois planos paralelos e condutores,
que estão separados por uma distância muito menor que as suas
dimensões. Suponha que os planos estejam eletricamente carrega-
dos, um com carga positiva + q e outro com carga negativa – q, e que
a distribuição dessas cargas seja homogênea em cada plano. Na re-
gião entre os dois planos (longe das suas bordas), à medida que nos
afastamos do plano com carga + q em direção ao plano com carga
– q, a intensidade do campo elétrico E e o potencial eletrostático V
comportam-se da seguinte forma:
a) E diminui e V diminui.
b) E é constante e V aumenta.
*c) E é constante e V diminui .
d) E diminui e V aumenta.

(PUC/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: D
Considere uma região do espaço onde existe um campo elétrico uni-
forme de intensidade 10N/C e onde temos duas minúsculas esferi-
nhas metálicas inicialmente separadas de 1 metro. Uma das esferas
(E1), de massa 1 mg e eletrizada com carga elétrica de módulo igual
a 1 μC, é lançada na mesma direção e sentido das linhas do campo
elétrico, com velocidade de módulo igual a 4 m/s, indo colidir frontal-
mente com a outra esferinha (E2), idêntica à primeira, inicialmente
neutra e estacionária.
Após o passo 4, a configuração de cargas da esfera A está correta-

E1 v E2 →
E
mente indicada em

*a) d)

1m

A colisão, que é frontal e unidirecional, cujo coeficiente de restituição b) e)


é de 0,7, provoca a eletrização da segunda esferinha, devido ao bre-
ve contato entre elas. Desprezando o efeito do campo gravitacional
e a resistência do ar, calcule o módulo da velocidade aproximada,
em unidades do SI, adquirida pela segunda esferinha, após ela ter
se deslocado 5,5 m. c)
a) 5
b) 6
c) 8
*d) 9
(USF/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: B
Entendemos que um dos processos biológicos mais importantes é
(FEI/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: D a permeabilidade seletiva das membranas celulares. Através dele
Dois corpos, A e B, estão colocados distantes 1 m um do outro. O há um controle de quais substâncias entram e saem da célula num
corpo A está eletrizado com uma carga 2q e o corpo B está eletriza- dado momento. Considere uma membrana celular com espessura
do com uma carga 3q. A que distância, a partir do corpo A, devemos de 40 Å através da qual passará um íon cálcio Ca+2. Considere que
colocar um terceiro corpo eletrizado com uma carga q, na linha entre entre o meio intracelular e o meio extracelular há um campo elétrico
A e B, para que este corpo fique em equilíbrio? (Dado: √6 = 2,45) que pode ser considerado uniforme, de intensidade 12,5 ×106 N/C.

– Dados: 1 Å = 10– 10 m e considere a carga elétrica elementar como


sendo 1,6 ×10– 19 C.
Nessas circunstâncias, a variação da energia potencial elétrica do
íon ao atravessar a membrana da célula corresponde a
a) 8 ×10–19 J.
a) d = 20 cm *b) 1,6 ×10– 20 J.
b) d = 40 cm
c) 3,2 ×10– 20 J.
c) d = 62 cm
*d) d = 45 cm d) 8 ×10–9 J.
e) d = 55 cm e) 1,6 ×10–9 J.
japizzirani@gmail.com 13
(VUNESP-UEFS/BA-2018.2) - ALTERNATIVA: A (IFSUL/RS-2018.2) - ALTERNATIVA: B
Uma carga elétrica puntiforme Q > 0 está fixa em uma região do O âmbar (do grego elektron) é uma resina fóssil, amarelada, semi-
espaço. No campo elétrico criado por ela existem dois pontos, A e B, transparente e quebradiça que, na idade antiga, despertou o inte-
distantes x e y, respectivamente, de Q. resse dos filósofos naturais por apresentar a propriedade de, em
certos casos, atrair alguns materiais e repelir outros. Foi então que
Tales de Mileto passa a fazer investigações das possíveis causas
desta anormalidade da substância. Com o passar dos anos, e com
o avanço dos estudos acerca da estrutura da matéria, os cientistas
descobriram que o átomo, antes indivisível, perdeu a razão de ser
de seu nome (átomo significa indivisível). Dentre as várias partículas
que compõem o átomo, está o elétron. ´
Disponível em: <https://www.infoescola.com/fisica/descoberta-do-eletron/>
Acesso em: 04 de maio de 2018.
Sendo EA e EB as intensidades dos campos elétricos criados por Q
x Analise cada uma das afirmativas abaixo, indicando, nos parênte-
nos pontos A e B, a relação é igual a
y ses, se é verdadeira (V) ou falsa (F).
EA EB·√2 ( ) Um corpo eletrizado positivamente tem mais elétrons do que
*a) d)
EB EA prótons.
( ) O Núcleo atômico é formado por prótons e elétrons.
EB EB
b) e) ( ) Para que um corpo seja eletrizado negativamente, deve-se
EA EA doar elétrons a este corpo.
( ) Quando ligamos um ventilador na tomada, este fica subme-
EA
c) tido a uma diferença de potencial, que possibilita seu funcio-
EB namento pela passagem de corrente elétrica.
( ) A carga elétrica é quantizada.
(FPS/PE-2018.2) - ALTERNATIVA: D
Uma esfera metálica de 1,0 m de raio possui uma carga total de A sequência correta, de cima para baixo, é
1,0 nC. Determine o potencial eletrostático na esfera. Considere a) V – V – V – F – V.
que o potencial no infinito é nulo e que a constante eletrostática é *b) F – F – V – V – V.
k0 = 9,0×109 N∙m2/C2. Dê sua resposta em volts. c) F – V – F – V – F.
d) V – F – F – V – F.
a) 9,0 ×10−2 V *d) 9,0×100 V
−1
b) 9,0 ×10 V e) 9,0×102 V
1 (UNIVESP-2018.2) - ALTERNATIVA: E
c) 9,0×10 V
A força de interação elétrica entre duas cargas de intensidades Q
e 2Q, mantidas a uma distância d uma da outra, é igual a 1 N. Se
(UEPG/PR-2018.2) - RESPOSTA: SOMA = 27 a distância entre essas cargas elétricas for reduzida à metade, a
Duas esferas idênticas de massa igual a 100 g e carga Q estão relação entre a intensidade da força elétrica entre as cargas quando
dispostas em equilíbrio como mostrada na figura abaixo. Uma das a distância era d e da força elétrica entre as mesmas cargas após a
esferas está presa a um fio ideal, de massa desprezível, inextensível distância ter sido reduzida à metade é
e sem carga elétrica. Considerando que o comprimento do fio é 50 a) 4:1. d) 1:2.
cm e a distância entre as cargas é 30 cm, assinale o que for correto. b) 2:1. *e) 1:4.
c) 1:1.

(UECE-2018.2) - ALTERNATIVA: B
Uma casca esférica metálica de raio R, carregada eletricamente, dá
origem a um campo elétrico de intensidade E em uma distância 3R
do seu centro. Logo, o campo elétrico
R
a) a uma distância do seu centro é igual a E .
Considere k = 9,0 ×109 Nm2/C2. 2 2
01) O módulo da carga elétrica em cada esfera é
30
×10−6 C. *b) a uma distância R do seu centro é igual a zero.
2 3
02) O módulo da tensão no fio é 1,25 N.
04) Se as cargas forem colocadas em contato e depois separadas, a c) a uma distância R do seu centro é igual a 4E.
2
força elétrica entre elas será necessariamente nula.
08) No ponto médio entre as cargas, o módulo do campo elétrico d) no seu centro é igual a E.
total é nulo.
16) O módulo da força elétrica entre as cargas é 0,75 N. (UECE-2018.2) - ALTERNATIVA: A
Considere um circuito elétrico constituído por uma bateria E, um in-
(UEM/PR-2018.2) - RESPOSTA: SOMA = 14 (02+04+08) terruptor S e um capacitor C, ligados em série. Após um longo tem-
Um capacitor de placas circulares planas e paralelas é construído po, depois de fechar o interruptor S,
de modo que a distância entre as placas é igual a r0 / 3, em que r0 é *a) a soma das cargas das placas do capacitor é zero.
o raio das placas. Com vácuo entre as placas, o capacitor tem capa- b) a corrente elétrica fluindo para o capacitor é sempre crescente.
citância igual a C0 . Quando o capacitor é ligado aos polos de uma c) a diferença de potencial entre as placas do capacitor é zero.
d) a diferença de potencial entre as placas do capacitor é sempre
bateria que fornece uma ddp igual a V0 , ele acumula uma carga igual
decrescente.
a Q0 . Sabendo-se que a permissividade elétrica no vácuo é igual a
e0 e desconsiderando efeitos de borda, assinale o que for correto.
(UNIGRANRIO/RJ-2018.2) - ALTERNATIVA: C
01) Q0 = 3π r02 V0.
Duas partículas iguais estão separadas por uma distância de
02) C0 = br0 , em que b é uma constante.
5.10–10 m. O módulo da força eletrostática entre elas é 3,6.10–8 N.
04) C0 /(e0 r0 ) > 9.
Marque a opção que indica a carga de cada partícula.
08) Se o espaço entre as placas for preenchido completamente por
um dielétrico de permissividade igual a e0 (1+ k), com k > 0, e se a Dado: k = 9.109 N.m2/C2.
ddp for mantida constante, então a energia eletrostática armazena- a) 10–19 C d) 10+10 C
da no capacitor aumentará em 100k%.
b) 10–10 C e) 10+19 C
16) Quando está plenamente carregado, o capacitor permite a pas-
–18
sagem de corrente contínua, comportando-se como um condutor. *c) 10 C
japizzirani@gmail.com 14
ELETRICIDADE (UEM/PR-2018.1) - ALTERNATIVA: B
Uma comunidade que reside em uma região localizada no interior
ELETRODINÂMICA de um pequeno vale cercado por montanhas decide instalar uma
estação de geração de energia elétrica para seu autoconsumo.
A região é cruzada por um rio que é fonte de água para consumo,
VESTIBULARES 2018.1 para irrigação das lavouras de subsistência e para pesca. Na região,
a incidência solar é alta o ano inteiro. Para a instalação da estação,
foi realizado um estudo de impacto ambiental considerando cinco
(UERJ-2018.1) - ALTERNATIVA: B
formas de geração de energia elétrica, cujos resultados apresenta-
Observe o gráfico, que representa a curva característica de opera-
ram um argumento pró e outros quatro contra. Com relação às for-
ção de um gerador:
mas de geração de energia elétrica e aos argumentos apresentados,
relacione a coluna da esquerda com a da direita.

(I) Eólica, (A) pois não é conveniente utilizar


a água do rio para o sistema de
refrigeração.
(II) Fotovoltaica, (B) pois a geografia do local é im-
própria para a captação desse
tipo de energia.
(III) Hidrelétrica, (C) pois o modo de resfriamento de
seus sistemas afetaria a saúde
da população.
(IV) Nuclear, (D) pois é possível aproveitar a
energia solar que chega à su-
perfície do local.

Com base nos dados, a resistência interna do gerador, em ohm, é (V) Termoelétrica (E) pois no rio que corta a região
igual a: não deve ser construída uma
a) 1,0 usina.
*b) 3,0
c) 4,0 Assinale a alternativa que contém a associação correta.
d) 6,0 a) I-B, II-C, III-E, IV-D, V -A.
*b) I-B, II-D, III-E, I V-C, V-A.
(UNICENTRO/PR-2018.1) - ALTERNATIVA: D c) I-C, II-B, III-D, IV-A, V-E.
Considere a definição abaixo: d) I-C, II-D, III-A, IV-B, V-E.
“É uma composição de dispositivos elétricos conectados entre si por e) I-C, II-E, III-D, IV-B, V-A.
materiais condutores e ligados a uma fonte de energia elétrica.”
Tal definição refere-se a: (CESGRANRIO-FMP/RJ-2018.1) - ALTERNATIVA: A
a) Resistores Suponha uma bateria ideal que é capaz de manter uma diferença
b) Bateria de potencial constante entre seus terminais independentemente das
c) Capacitores resistências conectadas a ela, e considere três resistores idênticos,
*d) Circuito elétrico cada um com uma resistência R. Podem ser feitas as diferentes
e) Disjuntores montagens mostradas na Figura abaixo, usando um, dois ou três
desses resistores.

(UNICENTRO/PR-2018.1) - ALTERNATIVA OFICIAL: A


Em uma residência, a rede elétrica é de 110 V e alimenta um cir-
cuito composto de 4 lâmpadas (R1 = 250 ohms cada), 1 televisor
(R2 = 10 ohms), 1 liquidificador (R3 = 40 ohms) e um chuveiro
(R4 = 16 ohms). Considere que todos os elementos estão ligados em
série. Qual será a corrente em todos os resistores:
*a) 0,103 A
b) 0,348 A
c) 0,206 A
d) 0,052 A
e) Nenhuma das alternativas está correta.
OBS.: Em uma residência os aparelhos são ligados em paralelo
para que todos fiquem submetidos à mesma tensão.

Uma dessas montagens será posta no lugar em que se encontra


(UFAL-2018.1) - ALTERNATIVA: B o símbolo “?” da Figura abaixo para aquecer a água do recipiente.
Para uma viagem de 40 dias à Europa, uma família contrata um
vigilante noturno para sua residência. Único a frequentar a casa no
período da viagem, o vigilante apresentava como rotina diária man-
ter uma lâmpada de 20 W acesa por 7 horas; a televisão ligada por 6
horas; o chuveiro elétrico ligado por 15 minutos e a torradeira elétri-
ca ligada por 10 minutos. Assume-se que todos os itens apresentem
características de resistores, e que a televisão possui uma potência
de 110 W, o chuveiro uma potência de 2 400 W, a torradeira uma
potência de 900 W e que o mês tenha 30 dias. Nesse contexto, é
correto afirmar que o consumo
a) de energia elétrica mensal do chuveiro é o maior.
*b) de energia elétrica mensal da lâmpada é o menor. Qual das montagens produzirá o aquecimento mais rápido da água?
c) de energia elétrica mensal da torradeira é o menor. *a) V d) II
d) total de energia elétrica mensal é superior a 800 KWh. b) IV e) III
e) total de energia elétrica mensal é aproximadamente 102,9 KWh. c) I
japizzirani@gmail.com 15
(UNICENTRO/PR-2018.1) - ALTERNATIVA: C (PUC/RJ-2018.1) - ALTERNATIVA: D
De acordo com a segunda lei de Ohm, quais são as variáveis que Um circuito elétrico, formado por um resistor e uma bateria, dissipa
devem ser levadas em consideração para calcular a resistência elé- uma potência de 80 mW.
trica de um condutor e para compará-lo com outro condutor ? Se duplicarmos os valores da resistência do resistor e da voltagem
a) Comprimento, espessura e massa. da bateria, a nova potência dissipada, em mW, será
b) Espessura, massa e tipo de material. a) 0.
*c) Comprimento, espessura e tipo de material. b) 40.
d) Comprimento, massa e tipo de material c) 80.
e) Massa, tipo de material e densidade do material. *d) 160.
e) 640.
(PUC/PR-2018.1) - ALTERNATIVA: D
Leia as informações a seguir. (PUC/RJ-2018.1) - ALTERNATIVA: D
A grande diversidade nos regimes de oferta de energia em cada Um circuito tem 3 resistores idênticos, dois deles colocados em pa-
região confere ao sistema elétrico brasileiro uma característica muito ralelo entre si, e ligados em série com o terceiro resistor e com uma
peculiar: a demanda de energia pode ser atendida por uma grande fonte de 12 V. A corrente que passa pela fonte é de 5,0 mA.
variedade de gerações ao longo do território nacional. [...] O esque- Qual é a resistência de cada resistor, em k W ?
ma a seguir mostra as etapas da transmissão da energia elétrica. a) 0,60
b) 0,80
c) 1,2
*d) 1,6
e) 2,4

(UNICENTRO/PR-2018.1) - ALTERNATIVA: C
Em uma solução salina, passam 30 C de carga positiva em direção
a um eletrodo e 30 C de carga elétrica negativa em direção a outro
eletrodo, em um intervalo de tempo de 10 minutos. O valor da in-
tensidade da corrente elétrica iônica que atravessa a solução será:
a) 1 A
b) 0,05 A
*c) 0,1 A
d) 6 A

(UNICENTRO/PR-2018.1) - ALTERNATIVA: A
A intensidade de corrente elétrica e a potência dissipada de um re-
sistor submetido a tensão de uma pilha de 1,5 V e resistência igual
a 5 ohm serão.
ARTUSO, Alysson R., SOARES, Marlon V. Vivá Física. Curitiba: Ed. Positivo, *a) 0,3 A e 0,45 W
Vol. 3, 2016, p. 210.
b) 3,3 A e 54,5 W
A tensão elétrica produzida pela usina é elevada antes da transmis- c) 0,15 A e 0,45 W
são e depois rebaixada antes de ser distribuída para a área residen- d) 0,3 A 45,0 W
cial. A razão para que seja adotado tal procedimento é
a) o aumento da potência elétrica transmitida para as residências ao
final do processo. (IF/BA-2018.1) - ALTERNATIVA: A
b) a redução dos efeitos gravitacionais sobre a corrente elétrica Um aquecedor de imersão, ligado a uma fonte de tensão contínua
transmitida. de 1,00.102 V, aquece 1,00 kg de água, de 15ºC a 85ºC, em 836
c) o aumento da velocidade de transmissão da corrente elétrica. s. Calcule a resistência elétrica do aquecedor, supondo que 70%
*d) a economia gerada pela possibilidade de usar fios mais finos nas da potência elétrica dissipada no resistor seja aproveitada para o
linhas de transmissão. aquecimento da água.
e) a criação de uma corrente elétrica variável na rede. Considere o calor específico da água: c = 4,18.103 J/Kg.K.
*a) 20 Ω
(IME/RJ-2018.1) - ALTERNATIVA: C b) 35 Ω
A figura abaixo mostra um circuito formado por quatro resistores e c) 50 Ω
duas baterias. d) 42 Ω
e) 32 Ω

1Ω 10 V 2Ω (VUNESP/UNICID-2018.1) - ALTERNATIVA: C
O esquema mostra um circuito elétrico composto por um resistor ôh-
mico, uma lâmpada de características 6,0 V – 3,0 W e uma bateria,
U cuja curva característica está representada no gráfico.

3Ω 4Ω

Sabendo que a diferença de potencial entre os terminais do resistor


de 1 Ω é zero, o valor da tensão U , em volts, é:
Considerando que os fios de ligação do circuito tenham resistência
a) 154/15 elétrica desprezível e que a diferença de potencial entre os terminais
b) 30/4 da lâmpada seja 6,0 V, a resistência elétrica do resistor vale
*c) 70/ 9 a) 8,4 Ω. d) 12,0 Ω.
d) 10 b) 10,2 Ω. e) 6,0 Ω.
e) 154/ 30 *c) 11,6 Ω.
japizzirani@gmail.com 16
(VUNESP-UEA/AM-2018.1) - ALTERNATIVA: A (PUC/RJ-2018.1) - ALTERNATIVA: D
Resistores idênticos de valor 20 Ω e alguns pedaços de fio de re- Com a chegada do inverno, cada integrante de uma família de qua-
sistência elétrica desprezível foram soldados aleatoriamente por um tro pessoas passa a utilizar um secador de cabelo de 2,0 kW, todos
garoto que brincava com o ferro de soldar de seu pai, sendo obtido os dias, por aproximadamente 20 min.
o arranjo representado a seguir. Sabendo que a tarifa de energia elétrica é de R$ 0,40 por kWh (qui-
lowatt-hora) de consumo, ao final de 30 dias o aumento no custo da
conta luz com a chegada do inverno, em reais, será de:
a) 1,7
b) 8,0
c) 20
*d) 32
e) 80

(VUNESP-UEA/AM-2018.1) - ALTERNATIVA: C
Três resistores I, II e III foram submetidos a um ensaio de tensão e
corrente, a partir do qual foi construído o gráfico a seguir.

A resistência equivalente entre os pontos A e B desse circuito tem


valor
*a) 20 Ω.
b) 40 Ω.
c) 50 Ω.
d) 70 Ω.
O resistor que possui maior resistência elétrica e que tem um com-
e) 80 Ω.
portamento ôhmico é o
a) I, com resistência de 1 Ω.
(UVV/ES-2018.1) - ALTERNATIVA: C b) I, com resistência de 6 Ω.
Durante um choque, o que importa não é a diferença de potencial
*c) II, com resistência de 0,5 Ω.
elétrico entre um ponto e outro e, sim, a intensidade da corrente
elétrica. “O organismo é capaz de sentir uma corrente a partir de d) II, com resistência de 2 Ω.
1 miliampère”, explica o médico do trabalho Sérgio Alcântara Madei- e) III, com resistência de 6 Ω.
ra, da Eletropaulo- Eletricidade de São Paulo. Os efeitos estimados
da corrente elétrica contínua de 60 Hertz, no organismo humano,
(VUNESP-UEA/AM-2018.1) - ALTERNATIVA: D
podem ser resumidos na tabela abaixo:
A figura mostra a conexão de três lâmpadas idênticas a duas pilhas
ideais, de mesmo tamanho e diferença de potencial.
CORRENTE CONSEQUÊNCIA
1 mA Apenas perceptível
10 mA “Agarra” a mão
16 mA Máxima tolerável
20 mA Parada respiratória
100 mA Ataque cardíaco
2A Parada cardíaca
3A Valor mortal

Para o circuito mostrado abaixo, imagine que uma pessoa coloque Esquematicamente, essa montagem pode ser representada por
a mão na região assinalada com um círculo, onde o fio está desen-
capado. a) c)

*d)

b)

Com base no texto e na tabela acima, podemos dizer que, das situ-
ações listadas abaixo, a que mais se aproxima é e)

a) apenas perceptível.
b) “agarra a mão”.
*c) máxima tolerável.
d) parada respiratória.
e) parada cardíaca.
OBS.: O valor da corrente no fio da região assinalada é i = 15mA.
japizzirani@gmail.com 17
(PUC/RJ-2018.1) - ALTERNATIVA: A (VUNESP-UEA/AM-2018.1) - ALTERNATIVA: A
Em um circuito elétrico, três resistores idênticos de resistência R são Um automóvel percorreu um trecho de 4 000 m de uma rodovia com
instalados em paralelo e ligados a uma bateria (V) tal que a corrente velocidade média de 20 m/s. Nesse trecho, o motorista acionou
passando pela bateria é I0 . os freios do veículo durante 10% do tempo gasto para percorrê-lo.
Se os resistores forem ligados em série ao invés de em paralelo, a Sempre que os freios foram acionados, as duas lâmpadas de si-
nova corrente passando pela bateria será: nalização do veículo acendiam com uma potência de 20 W cada
*a) I0 /9 . uma, alimentadas pela bateria do veículo. Desprezando as perdas,
a energia fornecida pela bateria para acender as duas lâmpadas
b) I0 /3 .
nesse trecho foi igual a
c) I0 . *a) 800 J.
d) 3I0 . b) 1 000 J.
e) 9I0 . c) 400 J.
d) 600 J.
e) 1 200 J.
(VUNESP-UEA/AM-2018.1) - ALTERNATIVA: C
Um casal utiliza diariamente o chuveiro da casa duas vezes. O mari-
do demora 10 minutos em seu banho, utilizando o chuveiro na posi- (VUNESP-StaCASA/SP-2018.1) - RESP. NO FINAL DA QUESTÃO
ção inverno, e sua esposa demora 20 minutos, utilizando o chuveiro Um resistor de resistência variável AB é constituído por um fio de
na posição verão. Quando o chuveiro está na posição verão, sua po- ferro de resistividade 1,2 × 10–7 Ω · m e secção transversal de área
tência é 1 500 W, enquanto, na posição inverno, sua potência é 3 000 constante e igual a 0,75 mm2. Dependendo do local em que seu
W. Diante disso, é possível determinar que, diariamente, o banho do cursor é posicionado, sua resistência elétrica pode variar entre
marido envolve uma quantidade de energia igual 0,4 Ω e 4 Ω . Com esse resistor foi montado um circuito alimentado
a) à quarta parte da utilizada pela esposa. por um gerador de força eletromotriz E = 2,1 V e resistência interna
b) à metade da utilizada pela esposa. r = 0,2 Ω , conforme a figura.
*c) à utilizada pela esposa.
d) ao dobro da utilizada pela esposa.
e) ao quádruplo da utilizada pela esposa.

(VUNESP-UEA/AM-2018.1) - ALTERNATIVA: B
Um circuito elétrico foi montado com uma bateria ideal de força ele-
tromotriz E = 12 V, três resistores ôhmicos de resistências 4 Ω , 6 Ω
e 7,6 Ω e com um amperímetro de resistência desprezível, confor-
me mostra a figura. Os fios de ligação e as conexões utilizadas são
ideais.

Desprezando a resistência dos fios de ligação utilizados na monta-


gem desse circuito, calcule:
a) o comprimento, em metros, do fio de ferro percorrido por corrente
elétrica no resistor quando sua resistência for máxima.
b) a potência dissipada pelo resistor, em W, quando sua resistência
for mínima.
RESPOSTA VUNESP-StaCASA/SP-2018.1:
a) L = 25 m b) P = 4,9 W

Nessas condições, o amperímetro indicará


(VUNESP-StaCASA/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: A
a) 1,0 A.
A figura representa um trecho de uma instalação residencial onde
*b) 1,2 A. estão ligados um ferro de passar e uma lavadora de roupas. A resis-
c) 0,6 A. tência elétrica do ferro é R F = 12 Ω e a lavadora tem força contraele-
d) 0,8 A. tromotriz E’ = 100 V e resistência interna r’ = 4 Ω.
e) 1,4 A.

(PUC/GO-2018.1) - ALTERNATIVA: A
No Texto 7, fragmento de Quarenta dias, de Maria Valéria Rezende,
a personagem utiliza seu telefone celular para iluminar o caminho.
Normalmente, a fonte de energia utilizada nesse tipo de aparelho é
uma bateria de íon-lítio que tipicamente possui uma capacidade de
2 000 mAh. Considere que essa bateria de celular seja uma fonte
ideal e analise as afirmações a seguir:
I - Se o aparelho celular apresentar um consumo constante de cor-
rente elétrica de 50 mA, a carga completa de uma bateria nova terá
vida útil de 40 h.
II - Uma lâmpada de bulbo de 5 W ligada exclusivamente a essa Para proteger esse trecho do circuito será instalado, na posição indi-
bateria apresentará uma corrente elétrica de aproximadamente cada na figura, um fusível F escolhido dentre cinco opções diferen-
1,35 A, se a tensão da bateria for de 3,7 V. tes, F1 , F2 , F3 , F4 e F5, que suportam, respectivamente, correntes
III - As lâmpadas de LED que fazem a iluminação dos celulares obe- elétricas máximas de 5, 10, 20, 30 e 40 ampères. Para que esses
decem à Lei de Ohm, uma vez que existe uma relação linear entre a dois aparelhos elétricos possam funcionar simultaneamente, pode-
tensão e a corrente elétrica. se instalar
Dentre as alternativas a seguir apresentadas, marque aquela que *a) apenas os fusíveis F3 , F4 e F5 .
contém todas as afirmações verdadeiras: b) apenas o fusível F5 .
*a) I e II.
c) qualquer um dos cinco fusíveis disponíveis.
b) I, II e III.
c) I e III. d) apenas os fusíveis F2 , F3 , F4 e F5 .
d) II e III. e) apenas os fusíveis F4 e F5 .
japizzirani@gmail.com 18
(VUNESP-StaCASA/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: B (ENEM-2017) - ALTERNATIVA: E
Quando um resistor em forma de fio, de resistência elétrica 100 Ω, é Dispositivos eletrônicos que utilizam materiais de baixo custo, como
submetido a uma diferença de potencial U, ele é percorrido por uma polímeros semicondutores, têm sido desenvolvidos para monitorar a
corrente elétrica de intensidade i (figura 1). concentração de amônia (gás tóxico e incolor) em granjas avícolas.
A polianilina é um polímero semicondutor que tem o valor de sua
FIGURA 1 resistência elétrica nominal quadruplicado quando exposta a altas
concentrações de amônia. Na ausência de amônia, a polianilina se
comporta como um resistor ôhmico e a sua resposta elétrica é mos-
trada no gráfico.

Esse resistor é cortado em duas partes de resistência RX e RY que


são ligadas em paralelo à mesma diferença de potencial U. Nessa
situação, o resistor de resistência RX é percorrido por uma corrente
elétrica de intensidade 5i (figura 2).

FIGURA 2

O valor da resistência elétrica da polianilina na presença de altas


concentrações de amônia, em ohm, é igual a
a) 0,5 × 100.
b) 2,0 × 100.
c) 2,5 × 105.
d) 5,0 × 105.
Considerando que na situação da figura 2 os demais elementos do
circuito apresentam resistência elétrica desprezível, a resistência *e) 2,0 × 106.
elétrica equivalente desse circuito é igual a
a) 8 Ω. d) 32 Ω. (UFPR-2018.1) - ALTERNATIVA: D
*b) 16 Ω. e) 40 Ω. O consumo elétrico de uma unidade residencial foi medido pelo seu
c) 24 Ω. proprietário, e o resultado obtido foi expresso pelo gráfico abaixo,
que descreve o consumo de corrente elétrica (i) da residência ao
longo das 24 horas do dia (t). A unidade residencial é alimentada por
(UFPR-2018.1) - ALTERNATIVA: E
uma tensão de 110 V.
Na área de Eletrodinâmica, em circuitos elétricos, são comuns asso-
ciações entre capacitores e entre resistores. A respeito do assunto,
considere as seguintes afirmativas:
1. Numa associação de resistores em série, o resistor equivalente
sempre tem resistência maior que qualquer uma das resistências
dos resistores que formam a associação.
2. Numa associação de capacitores em paralelo, a tensão aplicada
ao capacitor equivalente é dada pela soma das tensões em cada
capacitor que forma a associação.
3. Numa associação de capacitores em série, a carga em cada ca-
pacitor é a mesma, e o capacitor equivalente tem uma carga igual à Considerando os dados expressos no gráfico, assinale a alternativa
de cada capacitor da associação. que apresenta corretamente o valor da maior potência elétrica con-
sumida ao longo do dia.
Assinale a alternativa correta. a) 1,1 kW. *d) 6,6 kW.
a) Somente a afirmativa 1 é verdadeira. b) 2,2 kW. e) 8,8 kW.
b) Somente a afirmativa 2 é verdadeira. c) 4,4 kW.
c) Somente a afirmativa 3 é verdadeira.
d) Somente as afirmativas 1 e 2 são verdadeiras.
(UNITAU/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: B
*e) Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.
Qual é a carga armazenada no capacitor usado no circuito abaixo,
admitindo que o circuito esteja operando em estado permanente e
(ENEM-2017) - ALTERNATIVA: C supondo conhecidas a resistência R e a capacitância C?
Em algumas residências, cercas eletrificadas são utilizadas com o
objetivo de afastar possíveis invasores. Uma cerca eletrificada fun-
ciona com uma diferença de potencial elétrico de aproximadamente
10 000 V. Para que não seja letal, a corrente que pode ser transmi-
tida através de uma pessoa não deve ser maior do que 0,01 A. Já a
resistência elétrica corporal entre as mãos e os pés de uma pessoa
é da ordem de 1 000 W.
Para que a corrente não seja letal a uma pessoa que toca a cerca
eletrificada, o gerador de tensão deve possuir uma resistência inter-
na que, em relação à do corpo humano, é
a) praticamente nula. a) 1/4 CV
b) aproximadamente igual. *b) 1/2 CV
*c) milhares de vezes maior. c) 2 CV
d) da ordem de 10 vezes maior. d) 4 CV
e) da ordem de 10 vezes menor. e) 1 CV
japizzirani@gmail.com 19
(ENEM-2017) - ALTERNATIVA: D UNICAMP/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: C
Fusível é um dispositivo de proteção contra sobrecorrente em cir- Materiais termoelétricos são aqueles com alto potencial de trans-
cuitos. Quando a corrente que passa por esse componente elétrico formar calor em energia elétrica. A capacidade de conversão de
é maior que sua máxima corrente nominal, o fusível queima. Dessa S2
calor em eletricidade é quantificada pela grandeza F = T, que
forma, evita que a corrente elevada danifique os aparelhos do cir- ρκ
cuito. Suponha que o circuito elétrico mostrado seja alimentado por é adimensional e função da temperatura T e das propriedades do
uma fonte de tensão U e que o fusível suporte uma corrente nominal material: resistividade elétrica ρ , condutividade térmica κ , coeficien-
de 500 mA. te Seebeck S. O gráfico a seguir mostra ρ em função de T para
certo material termoelétrico. Analisando o gráfico e considerando
κ = 2,0 W/(m×K) e S = 300 m V/K para esse material, a uma tempe-
ratura T = 300 K, conclui-se que a grandeza F desse material a essa
temperatura vale

Qual é o máximo valor da tensão U para que o fusível não queime?


a) 20V *d) 120V
b) 40V e) 185V
c) 60V a) 0,003.
b) 0,6.
(USS/RJ-2018.1) - ALTERNATIVA: A *c) 0,9.
Em uma residência abastecida com rede de tensão de 220 V, um d) 90.
chuveiro elétrico alimentado por uma corrente de 25 A é utilizado
durante 10 minutos por dia. Nessa região, o valor, em reais, do kWh
(UEG/GO-2018.1) - ALTERNATIVA: A
é de 0,40.
A figura a seguir descreve dois resistores ôhmicos conectados a
O custo, em reais, do uso do chuveiro em um mês de 30 dias é
uma diferença de potencial elétrico V.
igual a:
*a) 11,00
b) 12,00
c) 16,00
d) 17,60

(UNESP-2018.1) - ALTERNATIVA: E
Para obter experimentalmente a curva da diferença de potencial U
em função da intensidade da corrente elétrica i para uma lâmpada,
um aluno montou o circuito a seguir. Colocando entre os pontos A e
B resistores com diversos valores de resistência, ele obteve diferen- Usando as leis de Kirchoff, verifica-se que
tes valores de U e de i para a lâmpada. *a) o inverso da resistência equivalente é dado pela expressão
i1 + i2 .
V
b) o valor do potencial V pode ser calculado por i1 (R1 + R2).
c) a potência elétrica do circuito é dado por V· i1 .
d) a energia elétrica dissipada em Dt pode ser dada por V·i2 ·Dt .
R 1· R 2
e) a corrente elétrica total é dada por .
(R1 + R2)·V

(VUNESP/CEFSA-2018.1) - ALTERNATIVA: A
A tabela mostra dados a respeito da resistividade, do comprimento
e da área de seção transversal de três resistores A, B e C ôhmicos:

A B C
Resistividade r 2r 3r
Comprimento L 2L 3L
Área da seção transversal 3A 2A A

Considerando que a bateria de 9,0 V, os aparelhos de medida e Uma vez submetidos à mesma tensão elétrica constante, é correto
os fios de ligação sejam ideais, quando o aluno obteve as medidas afirmar que a corrente elétrica que atravessa o resistor A é
U = 5,70 V e i = 0,15 A, a resistência do resistor colocado entre os *a) 27 vezes a corrente que atravessa o resistor C.
pontos A e B era de b) 18 vezes a corrente que atravessa o resistor B.
a) 100 Ω . d) 68 Ω . c) igual à corrente que atravessa o resistor C.
b) 33 Ω . *e) 22 Ω . d) a metade da corrente que atravessa o resistor B.
c) 56 Ω . e) um quarto da corrente que atravessa o resistor C.
japizzirani@gmail.com 20
(ACAFE/SC-2018.1) - ALTERNATIVA: A (UNICAMP/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: D
Até pouco tempo os chuveiros elétricos residenciais variavam de po- Nos últimos anos, materiais exóticos conhecidos como isolantes to-
tências entre 2 400 W a 4 800 W que contavam com a proteção de pológicos se tornaram objeto de intensa investigação científica em
disjuntores de até 25 ampéres e redes com fios de bitolas (grossura) todo o mundo. De forma simplificada, esses materiais se caracteri-
específicos para essa corrente. Atualmente no mercado encontra- zam por serem isolantes elétricos no seu interior, mas condutores na
mos chuveiros de 7 700W que são usados nas mesmas redes an- sua superfície. Desta forma, se um isolante topológico for submetido
tigas de 220 V projetadas para os chuveiros anteriormente citados. a uma diferença de potencial U, teremos uma resistência efetiva na
Considerando o exposto, assinale a alternativa correta que completa superfície diferente da resistência do seu volume, como mostra o
as lacunas da frase a seguir. circuito equivalente da figura abaixo.
Para se usar os chuveiros atuais de 7 700 W deve-se substituir o
disjuntor por um de _________ amperes e __________ a fiação com
bitola ________________ da rede elétrica antiga.

*a) 40 - trocar - maior que


b) 35 - trocar - maior que
c) 40 - manter - igual a
d) 35 - trocar - menor que

(IF/CE-2018.1) - ALTERNATIVA: A
O “T” é amplamente utilizado pelos consumidores de energia elé-
trica, principalmente no Brasil, onde se dá pouca importância às re-
comendações dos projetos de instalação elétrica. À princípio, desde iS
que tomadas todas as medidas de segurança, seu uso não é o pro- Nessa situação, a razão F = entre a corrente i S que atravessa
iV
blema. O problema se dá apenas quando ele é usado de maneira
a porção condutora na superfície e a corrente i V i que atravessa a
inadequada, de modo que a sobrecarga de corrente pode, inclusive,
porção isolante no interior do material vale
provocar incêndios. É prudente conhecer a corrente em cada equi-
a) 0,002.
pamento e o projeto de instalação elétrica na qual o “T” será usado.
b) 0,2.
c) 100,2.
*d) 500.

(IF/CE-2018.1) - ALTERNATIVA: A
Quando uma corrente elétrica é estabelecida em um condutor metá-
lico, entram em movimento ordenado os portadores de carga elétrica
*a) elétrons livres. d) pósitrons.
b) nêutrons. e) neutrinos.
c) prótons.

(FUVEST/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: C
Em 2016, as lâmpadas incandescentes tiveram sua venda defini-
tivamente proibida no país, por razões energéticas. Uma lâmpada
fluorescente, considerada energeticamente eficiente, consome 28 W
de potência e pode produzir a mesma intensidade luminosa que uma
lâmpada incandescente consumindo a potência de 100 W. A vida
útilmédia da lâmpada fluorescente é de 10 000 h e seu preço médio
é de R$ 20,00, enquanto a lâmpada incandescente tem vida útil de
No caso ilustrado na figura, a corrente total utilizada, em àmperes, 1 000 h e cada unidade custaria, hoje, R$ 4,00. O custo da energia é
foi de de R$ 0,25 por quilowatthora. O valor total, em reais, que pode ser
*a) 21. poupado usando uma lâmpada fluorescente, ao longo da sua vida
b) 22. útil, ao invés de usar lâmpadas incandescentes para obter a mesma
c) 23. intensidade luminosa, durante o mesmo período de tempo, é
a) 90,00. d) 250,00.
d) 24.
b) 140,00. e) 290,00.
e) 25.
*c) 200,00.

(FUVEST/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: A
(CESUPA-2018.1) - ALTERNATIVA: D
Atualmente são usados LEDs (Light Emitting Diode) na iluminação
Uma lâmpada LED, como a ilustrada na figura, é composta por 12
doméstica. LEDs são dispositivos semicondutores que conduzem a
leds iguais ligados em série.
corrente elétrica apenas em um sentido. Na figura, há umcircuito
de alimentação de um LED (L) de 8 W, que opera com 4 V, sendo
alimentado por uma fonte (F) de 6 V.

Analise as afirmativas:
I – Se um led queimar, a lâmpada ficará inutilizada pois não passará
corrente nos demais leds;
II – Se a lâmpada opera em DC com diferença de potencial de 24 V,
cada led também está submetido a 24 V de d.d.p.;
III – Considerando que uma corrente de 0,1 A percorre o circuito
composto apenas pelos 12 leds e que a lâmpada opera em DC de
O valor da resistência do resistor (R), em, necessário para que o
24 V, a resistência de um único led será de 20 ohm.
LED opere com seus valores nominais é, aproximadamente,
*a) 1,0. Marque a única alternativa verdadeira:
b) 2,0. a) Todas as afirmativas estão corretas
c) 3,0. b) Estão corretas apenas as afirmativas II e III
d) 4,0. c) Está correta apenas a afirmativa III
e) 5,0. *d) Estão corretas apenas as afirmativas I e III
japizzirani@gmail.com 21
(FMABC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: C (UNIRG/TO-2018.1) - ALTERNATIVA: D
Considere os textos abaixo. A condutividade elétrica de um material pode variar a depender da
estrutura eletrônica dos átomos e das moléculas que o constituem.
Texto 1 Após a década de 1960, sintetizaram-se polímeros orgânicos com
propriedades condutoras como o mostrado na Figura I, a seguir. Es-
ses polímeros poderão substituir os metais nos sistemas de trans-
missão de energia elétrica.
Figura I: Polímero orgânico condutor de energia.

Disponível em: < http://www.canalciencia.ibict.br/pesquisa/ 0256- Plasticos-


Condutores.html>. Acesso em: 2 ago 2017.
Essa pressão de água será transformada em eletricidade com tur-
binas, com a mesma tecnologia de uma hidrelétrica comum, mas A respeito desse assunto, marque a alternativa correta:
em pequena escala. Com os 200 pontos construídos, devem ser a) Apenas os metais são capazes de conduzir eletricidade.
gerados 28 mil MWh anuais, segundo a empresa. b) O ferro é um bom condutor, pois ele pode ser atraído por um ímã.
(Sabesp) c) Materiais como a madeira são maus condutores, pois possuem
alta condutividade elétrica.
Texto 2 *d) A condutividade elétrica da prata é muito elevada; por isso, esse
Podemos usar também para gerar eletricidade um minigerador-flu- material pode ser classificado como condutor de eletricidade.
xo-de-água-hidro-12V-10W à venda no mercado e que pode ser
acoplado a um cano de água comum para gerar eletricidade. Veja
a figura: (UNIOESTE/PR-2018.1) - ALTERNATIVA: C
Uma jarra térmica com aquecimento elétrico e paredes adiabáticas
pode ser utilizada para aquecer líquidos em seu interior utilizando
um elemento resistivo que aquece devido ao Efeito Joule. Considere
uma jarra térmica com aquecimento elétrico, projetada para operar
a uma tensão de 100,0 V e corrente elétrica de 4,0 A através de seu
elemento resistivo para produzir aquecimento. Deseja-se aquecer
0,50 litros de água da temperatura inicial de 15,0 ºC até a tempera-
tura final de 95,0 ºC. Considere que não há troca de calor através
das paredes da jarra e que o calor gerado pelo elemento resistivo é
(https://www.google.com.br/search) integralmente transferido para o líquido.
O número de minigeradores fluxo-de-água necessários para substi- Assinale a alternativa que mostra CORRETAMENTE o tempo neces-
tuir, em termos de energia, um dos geradores da Sabesp, supondo- sário para causar esta variação de temperatura na água.
se todos os geradores iguais, é, aproximadamente, Dados: calor específico da água, c = 1,00 cal/g.ºC = 4,20 J/g.ºC ;
a) 2,8 .108 densidade da água, ρ = 1,00 g/cm3 = 1000 kg/m3.
b) 8,76 .103 a) 100 segundos.
b) 4 minutos e 20 segundos.
*c) 1,6 .103
*c) 7,0 minutos.
d) 1,4 .104 d) 0,42 minutos.
e) 2,8 .106 e) 4,20 minutos.

(IFNORTE/MG-2018.1) - ALTERNATIVA: D (UDESC-2018.1) - ALTERNATIVA: C


Com uma bateria nova e quatro lâmpadas idênticas, montou-se o O circuito, apresentado na Figura 5, mostra uma pequena lâmpada
circuito da FIGURA 08: ( L ) que deve operar sob tensão de 3,0 V e com uma corrente elétrica
FIGURA 08 de 0,50 A. Para isto, devem-se ligar dois resistores, R1 e R2 , com o
mesmo valor de resistência, conforme a Figura.

L R1

12 V

R2

Sabendo-se que a intensidade da corrente elétrica fornecida pela Figura 5


bateria vale 120 mA, é CORRETO afirmar que a intensidade da cor- Assinale a alternativa que corresponde ao valor desta resistência.
rente na lâmpada L 4 vale: a) 4,0 Ω
a) 30 mA b) 6,0 Ω
b) 40 mA *c) 12 Ω
c) 60 mA d) 10 Ω
*d) 80 mA e) 8,0 Ω
japizzirani@gmail.com 22
(UDESC-2018.1) - ALERNATIVA: A (UEPG/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 06 (02+04)
Um recipiente com paredes adiabáticas contém 100 g de água a Um chuveiro elétrico possui uma potência máxima de 4 400 W quan-
20ºC. Um resistor com resistência elétrica de 2,0 Ω é ligado a uma do ligado a uma diferença de potencial de 220 V. O chuveiro apre-
fonte de tensão de 12V e é imerso na água. senta uma chave seletora inverno operando na potência máxima e
Desconsidere a capacidade térmica do recipiente, e assinale a al- uma chave seletora verão onde a potência fornecida é metade da
ternativa que corresponde, aproximadamente, ao tempo necessário potência máxima. Em relação ao apresentado, assinale o que for
para a água atingir 30ºC. correto.
Dados: cH2O = 1,0 cal/(g.ºC) e 1cal = 4,2 J. 01) Quando operando na potência máxima, a energia elétrica utili-
*a) 58s zada pelo chuveiro para aquecer a água, durante um intervalo de
b) 14s 10 minutos, é 44 kJ.
c) 44s 02) No modo verão, a corrente elétrica que percorre o filamento do
d) 29s chuveiro é 10 A.
e) 87s 04) Quando operando na potência máxima, a resistência elétrica do
filamento metálico dentro do chuveiro é 11 Ω.
08) Quando operando no modo verão, a resistência elétrica do chu-
(MACKENZIE/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: D veiro é menor do que no modo inverno.
Quatro pessoas, em uma casa, levam em média 30,0 min para to-
mar um banho, cada uma, por dia, utilizando um chuveiro elétrico,
cujas especificações elétricas são: 220 V – 6000 W. Sabendo-se que (FPS/PE-2018.1) - ALTERNATIVA: C
o custo de 1 kWh, cobrado pela concessionária é de R$ 0,50, nestas Uma pessoa resolve instalar painéis solares no teto de sua casa a
condições ao final de 30 dias, o custo total deste consumo será de fim de gerar a energia elétrica necessária para o seu consumo mé-
a) R$ 6,00. dio diário. Em sua localidade, cada painel de 1,0 m2 de área gera,
b) R$ 12,00. em média, 0,5 kWh. Ao fazer uma estimativa, essa pessoa descobre
c) R$ 18,00. que o seu consumo doméstico médio de energia está resumido na
*d) R$ 180,00. tabela abaixo.
e) R$ 1800,00.
Potência consumida Tempo médio
Aparelho doméstico
(kW) de uso diário
(VUNESP-FMJ/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: A
O circuito da figura foi montado com oito resistores ôhmicos e um Geladeira 0,25 24 h
gerador ideal. Os fios de ligação utilizados não apresentam Computador 0,50 2h
resistência elétrica considerável.
Televisão 0,10 5h
Ar-condicionado 3,00 5h
Chuveiro elétrico 4,00 30 min
Forno de micro-ondas 1,50 20 min

A partir dos dados acima, determine o número mínimo de painéis,


de 1,0 m2 de área cada, necessários para satisfazer seu consumo
médio diário de energia elétrica.
a) 10
b) 30
*c) 50
d) 70
e) 90

(FPS/PE-2018.1) - ALTERNATIVA: A
As lâmpadas incandescentes são pouco eficientes. Em média, ape-
nas 5% da energia elétrica consumida por uma lâmpada incandes-
A potência elétrica total dissipada nesse circuito é cente é transformada em luz visível. O restante da energia é trans-
*a) 36 W. formada em calor. Por essa razão, as lâmpadas incandescentes
b) 24 W. estão sendo cada vez mais substituídas pelas lâmpadas de LED.
c) 48 W. Considerando uma lâmpada incandescente que consome 100 W de
d) 12 W. potência elétrica, calcule a energia perdida em forma de calor para
e) 60 W. cada minuto de funcionamento da lâmpada. Dê sua resposta em kJ.
*a) 5,7 kJ
b) 6,0 kJ
(CEDERJ-2018.1) - ALTERNATIVA: C c) 8,0 kJ
No circuito representado na figura os valores das medidas nos voltí- d) 8,7 kJ
metros estão indicados no interior dos círculos: e) 9,7 kJ

(FPS/PE-2018.1) - ALTERNATIVA: A
O circuito da figura mostra um gerador caracterizado pela ddp (E) e
resistência interna (r). Sabe-se que E = 12 V, r = 1,0 W e R = 5,0 W.

Nesse caso, o valor de V2 é:


a) V1 Determine a potência dissipada pelo resistor R nestas condições. Dê
b) 2 V1 sua resposta em Watt.
*a) 20 W d) 12 W
*c) 3 V1 b) 40 W e) 6,0 W
d) 4 V1 c) 60 W
japizzirani@gmail.com 23
(PUC/RS-2018.1) - ALTERNATIVA: A (FEI/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: E
Desde julho de 2016, as lâmpadas incandescentes comuns deixa- Considere as afirmações abaixo:
ram de ser comercializadas em território nacional. Alinhada a atitudes
I. As forças peso e normal formam um par de forças ação e
sustentáveis, a proibição de venda dessas lâmpadas visa aumentar
reação.
a utilização de equipamentos com maior eficiência energética.
Em um mesmo intervalo de tempo, a observação do efeito Joule na II. Em um recipiente cheio de um líquido, a pressão é a mesma
lâmpada de LED é _________ do que na lâmpada halógena. Além em todos os pontos.
disso, a porcentagem de conversão de energia elétrica em ener- III. A resistência elétrica em um fio é menor quanto maior for o
gia _________ é maior na lâmpada de LED do que na halógena. diâmetro do fio.
a) menor – luminosa IV. O chuveiro elétrico tem seu funcionamento baseado no efei-
b) menor – térmica to Joule.
c) maior – luminosa Estão corretas apenas as afirmações:
d) maior – térmica a) I e IV
b) I, II e III
c) I, II e IV
(PUC/RS-2018.1) - ALTERNATIVA: B d) I, III e IV
“Vivi por 34 anos sob o jugo do chuveiro elétrico. Ah, lastimável *e) III e IV
invento! Já gastei mais de uma crônica amaldiçoando seus fabri-
cantes; homens maus, que ganham a vida propagando a falácia da
temperatura com pressão, quando bem sabemos que, na gélida rea- (SENAI/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: B
lidade dos azulejos, ou a água sai abundante e fria, ou é um fiozinho Para identificar materiais isolantes e condutores, foi montado um
minguado e escaldante, sob o qual nos encolhemos, cocuruto no circuito onde era observado se a lâmpada acendia ou mantinha-se
Saara e os pés na Patagônia, sonhando com o dia em que, libertos apagada, quando ele era fechado por objetos de um dado material,
das inúteis correntes (de elétrons), alcançaremos a terra prometida conforme ilustra a imagem a seguir.
do aquecimento central.”
PRATA, Antonio. Felicidade sim. http://www1.folha.uol.
com.br/fsp/cotidian/12078-felicidade-sim.shtml.
Folha de São Paulo, quarta-feira, 30 de novembro de 2011.

Considere que a chave seletora (inverno/verão) de um chuveiro elé-


trico se mantenha inalterada. Optando por “água abundante e fria”
em detrimento de “um fiozinho minguado e escaldante”, ou seja, au-
mentando a vazão de água no chuveiro elétrico, pode-se afirmar que
a potência elétrica do chuveiro _________ e a diferença de poten-
cial _________.

a) diminui – aumenta Se os objetos que fecham o circuito forem uma moeda, uma borra-
*b) permanece constante – permanece constante cha e uma lâmina de barbear, a lâmpada, respectivamente,
c) aumenta – diminui a) acende, acende e acende.
d) diminui – permanece constante *b) acende, se mantém apagada e acende.
c) acende, se mantém apagada e se mantém apagada.
(IFNORTE/MG-2018.1) - ALTERNATIVA: A d) se mantém apagada, acende e se mantém apagada.
A tarifação comercial da energia elétrica é feita em kWh, sendo e) se mantém apagada, se mantém apagada e acende.
1 kWh = 1 000 watts∙h. Assim sendo, considere que, em uma
casa, durante a noite, cinco lâmpadas, cada qual com potência de
(UPF/RS-2018.1) - ALTERNATIVA: E
30 watts, permanecem acesas por dez horas.
O gráfico a seguir ilustra a variação de corrente elétrica de uma tor-
Nesse caso, a energia elétrica total, em kWh, consumida pelas lâm-
neira elétrica operando em 220 V, durante 3h.
padas, vale:
*a) 1,5
b) 4,5
c) 25
d) 60

(UNCISAL-2018.1) - ALTERNATIVA: B
Um secador de cabelos de resistência elétrica igual a 15 Ω é liga-
do em uma tomada cuja voltagem é de 120 V. Supondo que esse
secador funcione durante 1 h por semana e que o preço do kWh
seja R$0,70, então o custo mensal de seu funcionamento será de
aproximadamente
a) R$ 1,60. d) R$ 3,50. Considerando que o custo do kWh é de R$ 0,30, o valor a ser pago
*b) R$ 2,70. e) R$ 4,00. para a concessionária de distribuição elétrica referente ao período
c) R$ 3,10. em que a torneira permaneceu ligada será de
a) R$ 6,60
(FEI/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: A b) R$ 6,40
No circuito abaixo, o amperímetro A está marcando 245 mA. c) R$ 8,80
d) R$ 3,00
*e) R$ 2,64

(UNISC/RS-2018.1) - ALTERNATIVA: B
Um resistor de 10 k W é ligado a uma fonte idealde 10 V. Nesse caso,
Nestas condições, qual é a tensão da fonte? a corrente que circula pelo resistor é de
*a) 12,25 V a) 1 A.
b) 4,90 V *b) 1 mA.
c) 10,00 V c) 10 A.
d) 9,95 V d) 0,5 mA.
e) 4,50 V e) 0,5 A.
japizzirani@gmail.com 24
(UCPel/RS-2018.1) - ALTERNATIVA: E (PUC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: A
A maior parte dos circuitos elétricos possui mais do que um disposi- Entre uma superfície metálica e uma bobina de Tesla é estabelecida
tivo que utiliza a energia elétrica. Esses dispositivos, em geral, são uma diferença de potencial de 2,0.106 V que produz uma descarga
conectados a um circuito de duas maneiras possíveis: em série ou elétrica de intensidade 2,0.104 A em um intervalo de tempo de 1ms.
em paralelo. Quando conectados em série, formam um único ca-
minho para a passagem da corrente elétrica e, quando conectados
em paralelo, eles formam ramos, cada um dos quais é um caminho
separado para a passagem da corrente elétrica. Dados:
Em relação às características dessas duas formas de conexão, ana-
lise as afirmativas a seguir: ● calor específico da água: 1,0 cal.g–1.°C–1
● densidade da água: 1 g.cm–3
I. Nos circuitos em paralelo, a corrente elétrica total divide- ● 1cal = 4,0 J
se entre os ramos paralelos e a diferença de potencial
elétrico através de cada ramo é a mesma.
II. Nos circuitos em série, o inverso da resistência elétrica
equivalente da associação é igual à soma dos inversos
das resistências associadas. Supondo que 5% da energia liberada por essa descarga pudesse
ser armazenada e integralmente utilizada para produzir uma varia-
IIII. Nos circuitos em paralelo, a intensidade da corrente elétri- ção de 20°C na temperatura da água contida em um recipiente de
ca que flui através de cada ramo é inversamente propor- paredes adiabáticas e de capacidade térmica desprezível, determi-
cional a resistência elétrica do próprio ramo. ne quantos litros de água haveria no recipiente.
IV. Nos circuitos em série, a potência dissipada por cada *a) 25.
elemento é inversamente proporcional a sua resistência b) 50.
elétrica. c) 250.
d) 500.
Estão corretas apenas as afirmativas:
a) III e IV (UFJF/MG-2018.1) - RESPOSTA NO FINAL DA QUESTÃO
b) I e IV Em uma aula no Laboratório de Ciências da UFJF, os alunos devem
c) II e III acompanhar o aquecimento da água utilizando um termorresistor. O
d) II e IV termorresistor utilizado na aula é um resistor cuja resistividade varia
*e) I e III com a temperatura de acordo com a relação R t = 100[1 + yT] Ω,
onde R t é a resistência na temperatura T (a ser medida) e y é a
(CEFET/MG-2018.1) - ALTERNATIVA: B sensibilidade da termorresistência. Os alunos devem construir seu
No circuito elétrico das residências, há algumas chaves disjuntoras termômetro utilizando o circuito elétrico representado abaixo. No es-
de segurança que se desligam automaticamente em caso de sobre- quema, R3 é uma resistência que pode ser variada de tal forma que
carga. Na cozinha de uma casa pode ocorrer de funcionarem, ao a tensão elétrica medida pelo voltímetro V seja nula a uma dada
mesmo tempo, uma geladeira de 1 000 W, um forno de 2 100 W, uma temperatura.
lâmpada de 50 W e um liquidificador de 150 W. Se essa casa possui
uma rede elétrica de 110 V, o disjuntor da cozinha deve ser capaz de
suportar uma corrente, em amperes, de, no mínimo,
a) 15.
*b) 30.
c) 45.
d) 60.

(UEL/PR-2018.1) - RESPOSTA: R = 25 W
Em 1947 (portanto, há exatos 70 anos), foi criado o primeiro transis-
tor pelos cientistas John Bardeen e Walter H. Brattain, nos laborató-
rios da Bell Telephone, nos Estados Unidos. Hoje, estes dispositivos
são a base dos componentes que executam as funções lógicas nos
mais diversos equipamentos eletrônicos, como o caixa eletrônico de
bancos, o sistema de injeção eletrônica de automóveis, os compu- Com base nessas informações, faça o que se pede.
tadores e os smartphones. Um transistor do tipo bipolar de junção é
representado pelo símbolo da Figura 1, onde são indicados os três a) Determine R t em função de R1 , R2 e R3.
terminais do dispositivo, a Base, o Emissor e o Coletor. b) Sabendo que a sensibilidade da termoresistência é igual a
0,4 °C –1, determine a temperatura da água quando R3 = 3 700 Ω, e
Figura 1 Figura 2
R2 = R1 = 1000 Ω.
c) Nas mesmas condições anteriores, determine a corrente que pas-
sa por R t , sabendo que a tensão elétrica fornecida pela fonte é igual
a 37 V.
RESPOSTA UFJF/MG-2018.1:
R1 . R3
a) R t = b) T = 90 ºC c) i = 5.10–3 A
R2

(UFJF/MG-2018.1) - ALTERNATIVA: B
Dona Ana mudou-se de cidade e de estado e levou consigo na mu-
dança um chuveiro elétrico, cuja potência nominal é de 4 400 W. O
chuveiro funcionava perfeitamente quando ligado à rede elétrica de
No gráfico da Figura 2, são dadas as curvas características des- sua cidade de origem, cuja tensão é de 110 V. Ao chegar à sua casa
se transistor (na configuração de emissor comum). Nesse gráfico, nova, ela soube que a tensão da rede elétrica local é de 220 V. Para
a corrente elétrica IC no coletor, estabelecida pela ddp VCE aplicada que o chuveiro elétrico continue a dissipar, por efeito Joule, a mesma
entre os terminais do coletor e do emissor, é controlada pelo valor da potência nominal, será necessário mudar sua resistência tal que:
corrente elétrica IB aplicada ao terminal da base.
a) o valor da resistência seja diminuído em 50%.
Considerando que a corrente na base é de IB = 200 m A, obtenha a
resistência elétrica entre o coletor e o emissor do transistor quando *b) o valor da resistência seja quadruplicado.
a ddp VCE = 0,5 V. c) o valor da resistência seja triplicado.
Justifique sua resposta, apresentando os cálculos envolvidos na re- d) o valor da resistência seja duplicado.
solução desta questão. e) o valor da resistência fique inalterado.
japizzirani@gmail.com 25
(UNITINS/TO-2018.1) - QUESTÃO ANULADA (UFSC-2018.1) - RESPOSTA OFICIAL: SOMA = 70 (02+04+64)
Os pontos A e B na figura a seguir representam os terminais da as- Para aumentar a luminosidade dentro do abrigo, Pedro resolve uti-
sociação de treze resistores de resistência iguais a R = 8 Ω cada. lizar a Gravity Light (luz de gravidade, em tradução livre). Pedro leu
no manual que a Gravity Light possui uma luz LED branca de po-
tência 0,14 W e que, ao colocar 12,0 kg em um saco e erguê-lo no
gancho para peso, ele irá começar a cair lentamente, preso pela
faixa que está ligada a um gerador elétrico. Assim, a energia de mo-
vimento do saco caindo é transformada em energia para acender a
luz LED por 25 minutos.

A potência dissipada pelo resistor equivalente, sabendo que a ddp


entre os terminais A e B é igual 20 V, será:
a) 32 W.
b) 24 W.
c) 48 W.
d) 50 W.
e) 64 W.
OBS.: Resposta correta: 10 W.

(PUC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: B
Determine, em ohm, o valor da resistência do resistor equivalente da Disponível em: <http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/projeto-gera-luz-usando-ape-
associação abaixo: nas-gravidade-040620 15>. [Adaptado]. Acesso em: 20 jul. 2017.

Com base no exposto acima, é correto afirmar que:


01. a cadeia de transformações de energia no sistema Gravity Light
+ Terra é: energia potencial ⇒ energia cinética ⇒ energia luminosa.
02. como existem perdas de energia, a massa dentro do saco deve
estar acima da altura de 1,75 m.
04. a energia transformada pelo LED em 25 minutos é, aproximada-
mente, 58.10–3 Wh.
08. a potência desenvolvida por Pedro para erguer o saco a uma
altura de 1,75 m é sempre igual à potência da lâmpada.
a) 0 16. se desconsiderarmos a resistência do ar, toda a energia mecâni-
*b) 12 ca será convertida em energia elétrica.
c) 24 32. ao erguer o saco, Pedro não transforma nenhum tipo de energia
d) 36 para aumentar a energia potencial do saco.
64. aumentando a potência da lâmpada, o brilho da luz será menor.

(UFJF/2018.1) - RESPOSTA: a) x = 3 m2 b) P = 250 W c) i ≈ 2,1 A


Suponha que cada metro quadrado de um painel solar fotovoltaico, (UNITAU/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: D
instalado em Juiz de Fora, produza 2,0 kWh de energia por dia. Uma A resistência R de uma régua potenciométrica é dada pela equação
família deseja instalar painéis solares para alimentar os aparelhos R = ρ L /S, onde ρ é a resistividade do material de que é feito o fio
dentro de casa sem necessitar pagar excedentes à companhia de resistivo da régua, L o comprimento da régua representada no cir-
energia local. Supondo que a energia produzida durante o dia possa cuito, e S é a área transversal do fio.Considere ρ = 1,6 ×10– 6 Ω m,
ser armazenada para ser usada também à noite, pergunta-se: L = 2,2 m e S = 2×10–7m2.
a) Sabendo-se que o consumo médio dessa residência é de
180 kWh por mês (trinta dias), quantos metros quadrados de painéis
solares são necessários instalar, no mínimo?
b) Calcule a potência média consumida pela casa, dado o consumo
declarado no item (a).
c) Supondo que, num dado instante, os aparelhos da casa estejam
consumindo ao todo exatamente a potência calculada no item (b),
qual a corrente que está sendo fornecida nesse instante aos apare-
lhos, se a tensão dos aparelhos é de 120 V?

(VUNESP-FAMEMA/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: A
A tabela apresenta parte das informações contidas em uma conta de
energia elétrica de determinada residência.

Consumo de energia Valor a ser pago pelo


mensal (kWh) consumidor (R$)
140 70,00
Considere que, nessa residência, 8 lâmpadas de 60 W fiquem aces-
sas durante 4 horas por dia, durante um mês de 30 dias.
O valor a ser pago por esse consumo será de É CORRETO afirmar que a leitura do voltímetro VAB, em volts é
*a) R$ 28,80. a) – 21
b) R$ 21,60. b) –12
c) R$ 25,20. c) 0
d) R$ 14,40. *d) +12
e) R$ 3,60. e) +21
japizzirani@gmail.com 26
(IF/PE-2018.1) - ALTERNATIVA: B (UCB/DF-2018.1) - ALTERNATIVA: E
O circuito elétrico, representado no diagrama abaixo, é composto Um canal de sódio de uma membrana celular conduz uma corrente
por um gerador elétrico ideal de 110 Volts que alimenta um conjunto equivalente a 1,6 ×10–12 A. Quantos inons Na+ irão atravessar o ca-
de 3 resistores e um instrumento de medida de corrente elétrica ideal nal durante 1,0 ms? Use: carga de um prótont igual a 1,6×10–19 C.
(Amperímetro). a) 256 mil íons.
b) 10 milhões de íons.
c) 10 bilhões de íons.
d) 256 milhões de íons.
*e) 10 mil íons.

(UCB/DF-2018.1) - ALTERNATIVA: A
O circuito elétrico cujo esquema é mostrado a seguir está ligado por
tempo suficiente para carregar o capacitor por completo.
Determine o valor da medida da intensidade da corrente elétrica,
expressa em Ampères, que percorre o amperímetro A conectado ao
circuito elétrico.
a) 1,83 A.
*b) 5,00 A.
c) 20,16 A.
d) 4,50 A.
e) 2,50 A.

(SENAI/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: D A respeito da referida situação, é correto afirmar que


No circuito elétrico representado a seguir, os resistores R 1, R 2, R 3 e *a) o medidor de corrente elétrica “A” apresenta leitura zero.
R 4 são idênticos e de resistência igual a 100 Ω e o resistor R 5 tem b) o medidor de tensão elétrica “ V ” apresenta leitura zero.
resistência de 75 Ω. A chave C pode ser aberta ou fechada. c) o medidor de tensão elétrica “ V ” apresenta leitura igual a 2e.
d) se e = 4 V e R = 2 W, a potência dissipada pelo resistor será de
8 W.
e) o medidor de corrente elétrica “A” apresenta leitura igua a e/R.

(UEM/PR-2018.1) - REPOSTA: SOMA = 14 (02+04+08)


Não é lenda: os peixes elétricos existem e têm, sim, a capacidade de
dar choques até com alta voltagem. Existem no Brasil e são conhe-
cidos também como “poraquê” (em tupi, significa “o que coloca para
dormir”). Sobre o assunto, assinale o que for correto.
Sabendo-se que a corrente que passa por R 3, quando a chave está 01) As escamas do poraquê detectam os estímulos ambientais e os
fechada, é de 0,5 A, o gerador tem tensão U (em V) igual a convertem em energia mecânica.
a) 50,0. *d) 200,0. 02) O poraquê pode ser comparado a uma pilha.
b) 87,5. e) 400,0. 04) A corrente elétrica que o poraquê gera é do tipo contínua.
c) 100,0. 08) Ao serem estimuladas, as células especializadas do poraquê
descarregam simultaneamente um potencial de ação semelhante ao
dos neurônios.
(SENAI/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: D 16) As células especializadas se posicionam como baterias em pa-
Um aparelho facilmente encontrado no comércio é o multímetro. Ele ralelo, assim somam seus potenciais, liberando uma descarga con-
pode assumir várias funções como medidor em um circuito elétrico, siderável.
podendo ser utilizado como medidor de tensão elétrica (voltímetro),
como medidor de corrente elétrica (amperímetro) ou como medidor
(UEM/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 23 (01+02+04+16)
de resistência elétrica (ohmímetro). Para isso, ele deve ser conecta-
Em relação às transformações de energia (por mínimas que sejam)
do adequadamente aos circuitos. Assim, para que funcione correta-
que ocorrem na natureza e ao conceito de entropia, assinale o que
mente, quando estiver operando como
for correto.
a) voltímetro, deve ser conectado em paralelo com o trecho cuja
01) Na fotossíntese, a luz visível proveniente do Sol é utilizada pelos
tensão se quer medir, para que a corrente elétrica do circuito passe
vegetais como fonte de energia.
por ele.
02) No olho humano, luz visível sensibiliza os cones e os bastone-
b) voltímetro, deve ser conectado em série com o trecho cuja tensão
tes, produzindo energia elétrica.
se quer medir, para que não passe corrente elétrica do circuito por
04) Na audição humana, há conversão de energia sonora em ener-
ele.
gia elétrica na orelha interna.
c) ohmímetro, deve ser conectado em série com o resistor cuja resis-
08) Os seres vivos, sendo sistemas abertos, mantêm constante a
tência se quer medir, para que a corrente elétrica do circuito passe
entropia do universo.
por ele.
16) Sistemas biológicos não violam a segunda lei da termodinâmica.
*d) amperímetro, deve ser conectado em série com o trecho cuja
corrente se quer medir, para que a corrente elétrica do circuito passe
por ele. (UEM/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 24 (08+16)
e) amperímetro, deve ser conectado em paralelo com o trecho cuja Em um circuito elétrico, inicialmente os resistores R1 = 10 Ω,
corrente se quer medir, para que a corrente elétrica do circuito passe R2 = 20 Ω e R3 = 40 Ω são ligados em paralelo a uma bateria de
por ele. 12 V, cuja resistência interna é desprezível. Em um certo instante,
um dispositivo S é acionado de tal modo que o resistor R1 é des-
(UTFPR-2018.1) - ALTERNATIVA: A conectado do sistema, mantendo-se R2 e R3 ligados em paralelo à
Assinale a alternativa correta. bateria. Sobre as características do
A grandeza intensidade de corrente elétrica tem como unidade de circuito após o dispositivo S ser acionado, assinale o que for correto.
medida ampere e essa unidade é definida pela razão (divisão) entre 01) A corrente elétrica que passa por R2 diminui.
duas outras unidades, que são, respectivamente, 02) A corrente elétrica que passa por R3 passa a ser 3/2 da corrente
*a) coulomb e segundo. elétrica que passa por R2.
04) A corrente elétrica total no circuito aumenta.
b) volt e segundo.
08) A resistência equivalente do circuito passa a ser igual a 7/3 da
c) coulomb e volt. resistência equivalente na configuração inicial.
d) joule e volt. 16) A potência dissipada no circuito passa a ser igual a 3/7 da potên-
e) volt e ohm. cia dissipada pela configuração inicial.
japizzirani@gmail.com 27
(UEPG/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 12 (04+08) (UNIFESP-2018.1) - RESPOSTA NO FINAL DA QUESTÃO
Os terminais de um resistor cilíndrico, com área de seção reta igual Uma espira metálica circular homogênea e de espessura constante
a 6 ×10−6 m2 e com 1 metro de comprimento, são conectados a uma é ligada com fios ideais, pelos pontos A e B, a um gerador ideal que
bateria de força eletromotriz de 12 V. Sabendo que a resistividade mantém uma ddp constante de 12 V entre esses pontos. Nessas
(considerada constante) do resistor é 18 ×10−6 Ω m e que a corrente condições, o trecho AB da espira é percorrido por uma corrente elé-
elétrica através do resistor é 3 A, assinale o que for correto. trica de intensidade iAB = 6 A e o trecho ACB é percorrido por uma
01) A resistência elétrica do resistor cilíndrico é 4 Ω . corrente elétrica de intensidade iACB , conforme a figura.
02) A potência elétrica dissipada no resistor cilíndrico é 9 W.
04) A queda de tensão elétrica no resistor cilíndrico é 9 V.
08) A potência útil do gerador é 27 W.

(UEM/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 28 (04+08+16)


Queremos aquecer uma certa quantidade de água, de massa m,
elevando sua temperatura de T para T + ΔT (ΔT > 0) em um determi-
nado período de tempo Δt. Temos à disposição um gerador elétrico
que fornece uma diferença de potencial (ddp) constante e igual a V
e dois resistores ôhmicos de mesma resistência R. Os dois resisto-
res podem ser associados em série ou em paralelo. O sistema está
montado de tal modo que todo o calor dissipado nos resistores é
absorvido pela água. Desconsidere perdas de calor para o meio e
a capacidade térmica do reservatório que contém a água. O calor
específico da água é dado por c = 4, 2 J/g°C. Sobre esse sistema,
assinale o que for correto.
01) Nos dois casos, com resistores associados em série ou em pa-
ralelo, o tempo de aquecimento é inversamente proporcional a R. Calcule:
02) Nos dois casos, com resistores associados em série ou em para-
a) as resistências elétricas RAB e RACB , em ohms, dos trechos AB e
lelo, o tempo de aquecimento é diretamente proporcional à potência
ACB da espira.
dissipada na associação de resistores.
b) a potência elétrica, em W, dissipada pela espira.
04) O tempo de aquecimento obtido com os resistores em série é
igual a 4 vezes o tempo de aquecimento obtido com os resistores RESPOSTA UNIFESP-2018.1:
em paralelo. a) RAB = 2 W e RACB = 10 W b) P = 86,4 W
08) Para aumentar em 10°C a temperatura de 1 kg de água em
5 minutos, utilizando um gerador de 12 V com os resistores monta-
(UESP-2018.1) - RESPOSTA: a) R$ @ 1,78 b) i = 10,8 A
dos em série, o valor correspondente de R deve ser maior que 0,5 Ω.
Em uma sala estão ligados um aparelho de ar-condicionado, um
16) Para aumentar em 10°C a temperatura de 1 kg de água utilizan-
televisor e duas lâmpadas idênticas, como mostra a figura. A tabe-
do um gerador de 10 V com resistores de 2 Ω montados em paralelo, la informa a potência e a diferença de potencial de funcionamento
o tempo de aquecimento deve ser de 7 minutos. desses dispositivos.

(VUNESP-FAMERP/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: B
Quando um gerador de força eletromotriz 12 V é ligado a um resistor
R de resistência 5,8 Ω , uma corrente elétrica i de intensidade 2,0 A
circula pelo circuito.

(http://t3.gstatic.com)

Dispositivo Potência (W) DDP (V)


Ar-condicionado 1 100 110
Televisor 44 110
Lâmpada 22 110
A resistência interna desse gerador é igual a
a) 0,40 Ω . d) 0,30 Ω . a) Considerando o custo de 1 kWh igual a R$ 0,30 e os dados da
*b) 0,20 Ω . e) 0,50 Ω . tabela, calcule, em reais, o custo total da energia elétrica consumida
c) 0,10 Ω . pelos quatro dispositivos em um período de 5,0 horas.
b) Considerando que os dispositivos estejam associados em parale-
(ITA/SP-2018.1) - RESPOSTA: RV = 20 W lo e funcionando conforme as especificações da tabela, calcule a in-
No circuito abaixo os medidores de corrente e de tensão elétrica tensidade da corrente elétrica total para esse conjunto, em ampères.
possuem resistência interna.
(UFRGS/RS-2018.1) - ALTERNATIVA: B
Uma fonte de tensão cuja força eletromotriz é de 15 V tem resistên-
cia interna de 5 W. A fonte está ligada em série com uma lâmpada
incandescente e com um resistor. Medidas são realizadas e cons-
tata-se que a corrente elétrica que atravessa o resistor é de 0,20
A, e que a diferença de potencial na lâmpada é de 4 V. Nessa cir-
cunstância, as resistências elétricas da lâmpada e do resistor valem,
respectivamente,
a) 0,8 W e 50 W .
Sabendo-se que a fonte fornece a ddp U, o voltímetro mede 4,0 V, *b) 20 W e 50 W .
o amperímetro mede 1,0 A e que os valores das resistências R1 , R2 c) 0,8 W e 55 W .
e R3 estão indicadas na figura, calcule o valor da resistência interna d) 20 W e 55 W .
do voltímetro. e) 20 W e 70 W .
japizzirani@gmail.com 28
(UECE-2018.1) - ALTERNATIVA: B (ETEC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: D
Considere um dispositivo elétrico formado por uma bateria com um Uma lâmpada de LED, com potência de 9 W, produz a mesma quan-
dos terminais ligado a um dos terminais de um resistor. Caso esse tidade de lumens(*) que uma lâmpada incandescente de 60 W.
dispositivo seja conectado em paralelo a um segundo resistor, pode- (*) Lumen (Lm) é a unidade de medida de fluxo luminoso.
se afirmar corretamente que Considere que ambas estão ligadas à mesma rede elétrica. Basea-
a) a corrente fornecida pela bateria é diferente nos resistores. do nesses dados, é correto afirmar que:
*b) a corrente nos dois resistores tem mesmo valor. a) As potências elétricas das duas lâmpadas são iguais.
c) a tensão nos dois resistores é sempre a mesma da bateria. b) A lâmpada incandescente produz um fluxo luminoso maior que a
d) a soma das tensões nos resistores é o dobro da tensão na bateria. lâmpada de LED.
c) As duas lâmpadas são percorridas por uma corrente elétrica de
(UNIVESP-2018.1) - ALTERNATIVA: C mesmo valor.
Na imagem, vê-se um circuito elétrico simples em que uma pilha *d) A corrente elétrica na lâmpada de LED é menor que a corrente
comum, uma chave interruptora e uma lâmpada, supostamente ôh- elétrica na lâmpada incandescente.
mica, estão ligadas em série. e) A corrente elétrica na lâmpada de LED é maior que a corrente
elétrica na lâmpada incandescente.

(ETEC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: A
No circuito a seguir, existe uma chave (CH A) que está fechada.

(energiaelétrica.com)
Se a essa pilha for associada, em série, outra pilha idêntica, e a essa
lâmpada for associada, em série, outra lâmpada idêntica à primeira
lâmpada, a corrente elétrica que percorrerá o novo circuito terá, em
relação à anterior, sua intensidade O que ocorre com o valor da corrente que passa pelo resistor Ra ,
a) quadruplicada. quando a chave é aberta?
b) duplicada. *a) Não há corrente elétrica.
*c) inalterada. b) Não há alteração no valor da corrente elétrica.
d) reduzida à metade. c) A corrente passa a ter a metade do valor.
e) reduzida à quarta parte. d) A corrente passa a ter o dobro do valor.
e) A corrente passa a ter o triplo do valor.
(VUNESP-HUMANITAS/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: C
Uma família que utiliza em sua residência um chuveiro elétrico de (ETEC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: C
6 000 W de potência decide reduzir em 30 minutos a utilização diá- Lucas comprou um aquecedor elétrico de ambiente que possui dois
ria desse chuveiro. Sabendo que a companhia elétrica dessa região níveis de potência. No primeiro nível, a potência é de 400 W e, no
cobra R$ 0,30 por kWh utilizado, a economia que a família terá após segundo, 800 W. Quando o aquecedor está ligado no segundo ní-
30 dias será de vel, ele é percorrido por uma corrente elétrica de aproximadamente
a) R$ 16,20. 3,64 A. Qual será o valor aproximado da corrente elétrica, quando
b) R$ 162,00. ele for ligado no seu primeiro nível?
*c) R$ 27,00. a) 0,96 A. d) 2,56 A.
d) R$ 90,00 b) 1,28 A. e) 3,64 A.
e) R$ 0,90. *c) 1,82 A.

(ETEC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: A (ETEC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: A


Um aluno deseja calcular a energia envolvida no cozimento de um A figura a seguir representa um circuito resistivo, alimentado por
certo alimento. uma fonte de 12 V.
Para isso, verifica que a potência do forno que utilizará é de 1 000 W.
Ao colocar o alimento no forno e marcar o tempo (Δt) gasto até o seu
cozimento, ele concluiu que 3 minutos eram o bastante.
Dessa maneira, a energia (E) necessária para cozinhar o alimento
é de
*a) 180 000 J.
b) 55 000 J.
c) 18 000 J.
d) 5 500 J.
e) 1 800 J.

(ETEC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: B
O multímetro é um instrumento utilizado para efetuar leituras de me-
didas elétricas. Ele pode ser analógico ou digital.
Quando ajustamos um multímetro para atuar como um amperímetro,
ele está pronto para efetuar leituras de: Qual o valor da corrente elétrica que passa através do resistor R 4?
a) Tensão elétrica. *a) 50 mA.
*b) Corrente elétrica. b) 70 mA.
c) Potência elétrica. c) 100 mA.
d) Resistência elétrica. d) 400 mA.
e) Frequência elétrica. e) 800 mA.
japizzirani@gmail.com 29
(ETEC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: D (ETEC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: C
O circuito a seguir é formado por uma fonte de tensão e dois resisto- Uma lanterna é alimentada por quatro pilhas que fornecem uma ten-
res que estão associados em série. são de 1,5 V e uma corrente máxima de 1 000 mA, cada uma. Consi-
derando que as quatro pilhas estão associadas, conforme a figura a
seguir, é correto afirmar que a tensão e a corrente máxima que essa
associação fornece à lâmpada são de:

Sabendo-se que a corrente elétrica em um circuito série é a mesma


em todo o circuito, assinale a alternativa que contém o valor da cor- a) 1,5 V e 1000 mA.
rente desse circuito. b) 1,5 V e 4 000 mA.
a) 15 mA. *c) 6,0 V e 1000 mA.
b) 15 μA. d) 6,0 V e 2 000 mA.
c) 15 ηA. e) 6,0 V e 4 000 mA.
*d) 150 mA.
e) 150 μA. (ETEC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: D
Gabriela está fazendo um projeto no seu curso de Eletrônica e ela
deseja instalar um LED nesse projeto. Para tanto, ela vai utilizar uma
(ETEC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: C
pilha de 9 V, mas o LED deve receber 4 V e ser percorrido por uma
Maicon comprou um ferro de passar roupa e observou, nas especifi-
corrente elétrica máxima de 25 mA. Para isso, ela deve colocar um
cações desse ferro, as seguintes informações:
resistor R entre a pilha e o LED, conforme mostra a figura a seguir.
Tensão: 220 V.
Potência: 1200 W.
Com base nessas informações, ele calculou o valor da corrente elé-
trica máxima nesse ferro. Qual alternativa a seguir apresenta o valor
aproximado que Maicon obteve?
a) 0,20 A. d) 9,30 A.
b) 4,54 A. e) 10,90 A.
*c) 5,45 A.

(ETEC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: 20 D ; 21 B e 22 B
Utilize o texto e o circuito a seguir para responder às questões de
20 a 22.
O circuito a seguir é formado por uma fonte de tensão Vf , com valor
desconhecido e três resistores: Ra = 20 Ω, Rb = 30 Ω e Rc , cujo valor
também não é fornecido. No circuito, observamos que uma corrente
de 1 A passa por Rc e uma corrente de 2 A passa por Ra . O valor do resistor R que garante 4 V e 25 mA no LED é de:
a) 16 Ω.
b) 36 Ω.
c) 160 Ω.
*d) 200 Ω.
e) 360 Ω.

(VUNESP-UEFS/BA-2018.1) - ALTERNATIVA: C
Para decorar a fachada de sua ótica, o proprietário construiu uma
peça com elementos resistivos que, quando percorridos por corren-
te elétrica, emitem luz. A peça de decoração pronta corresponde à
associação de resistores entre os pontos A e B, indicada na figura.

QUESTÃO 20
O valor da fonte Vf é de:
a) 20 V. *d) 100 V.
b) 30 V. e) 200 V.
c) 50 V.
QUESTÃO 21
O valor ôhmico do resistor Rc é de:
a) 50 Ω. d) 200 Ω.
*b) 100 Ω. e) 250 Ω.
c) 150 Ω. A resistência equivalente entre os pontos A e B é
QUESTÃO 22 a) 6 Ω .
O valor da potência dissipada pelo resistor Ra é de: b) 10 Ω .
a) 40 W. d) 160 W. *c) 12 Ω .
*b) 80 W. e) 200 W. d) 18 Ω .
c) 100 W. e) 24 Ω .
japizzirani@gmail.com 30
(ETEC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: E (IFSUL/RS-2018.1) - ALTERNATIVA: A
Matheus está instalando 20 refletores em uma quadra esportiva. Os instrumentos de medidas elétricas que medem corrente elétri-
Cada refletor possui uma lâmpada de 200 W de potência, que é ca, diferença de potencial elétrico e resistência elétrica são denomi-
alimentada por uma tensão de 220 V. Qual alternativa a seguir apre- nados, respectivamente, amperímetros, voltímetros e ohmímetros.
senta o valor aproximado da corrente elétrica total desse circuito Muitas vezes, eles são reunidos em um único aparelho, denominado
com os 20 refletores? multímetro, o qual tem uma chave que permite selecionar a função
a) 6,8 A desejada.
b) 10,6 A Em relação à forma correta que esses medidores devem ser as-
c) 12,5 A sociados com um resistor em um circuito elétrico, um amperímetro
d) 15,8 A ideal, quando associado
*e) 18,2 A *a) em série, mede a corrente elétrica que circula nesse resistor.
b) em paralelo, mede a corrente elétrica que circula nesse resistor.
c) em série, mede a diferença de potencial elétrico a que o resistor
(VUNESP-UEFS/BA-2018.1) - ALTERNATIVA: A
está submetido.
Um circuito elétrico é constituído por um gerador de força eletro-
d) em paralelo, mede a diferença de potencial elétrico a que o resis-
motriz E e resistência interna r = 2 Ω e por um resistor ôhmico de
tor está submetido.
resistência R. Se por esse circuito circular uma corrente elétrica de
intensidade i = 2 A, a diferença de potencial entre os pontos A e B
será 16 V.

VESTIBULARES 2018.2

(SENAI/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: E
Para iluminar parte do painel de um carro, usa-se uma lâmpada com
especificações 0,6W/3V, ligada a uma rede de 12 V. Para que a lâm-
pada funcione de acordo com as especificações acima, é necessário
associar um resistor de
a) 6 W em série com a lâmpada.
b) 6 W em paralelo com a lâmpada.
c) 60 W em série ou em paralelo com a lâmpada.
d) 45 W em paralelo com a lâmpada.
*e) 45 W em série com a lâmpada.

Considerando desprezíveis as resistências dos fios e das conexões (IFSUL/MG-2018.2) - ALTERNATIVA: A


utilizados na montagem desse circuito, os valores de E e de R são A ddp entre os terminais A e B do trecho do circuito abaixo é de 50 V.
*a) 20 V e 8 Ω .
b) 10 V e 8 Ω .
c) 32 V e 8 Ω .
d) 32 V e 10 Ω .
e) 20 V e 10 Ω .

(UNISINOS/RS-2018.1) - ALTERNATIVA: E
Uma família reside numa determinada cidade do Rio Grande do Sul
e, em sua moradia, são encontrados três equipamentos eletroeletrô- A corrente elétrica que atravessa o resistor de 4 W tem intensidade,
nicos, cujas especificações são ilustradas na tabela abaixo. em ampères, de:
*a) 5
Tempo de
Equipamento Potência b) 10
Quantidade funcionamen-
eletroeletrônico (W) c) 12,5
to diário (h)
d) 25
Geladeira 1 500 20
Televisão 1 100 10
(UNIFOR/CE-2018.2) - ALTERNATIVA: D
Chuveiro elétrico 1 4 000 1 Uma fonte de 36 V alimenta um circuito composto por resistores
conforme o esquema apresentado.
Sabendo-se que 1 kWh na cidade em questão custa R$ 0,50, o
custo diário de energia elétrica consumida nesta residência, devido
somente ao funcionamento dos três aparelhos indicados, será de
a) R$ 18,00
b) R$ 15,00
c) R$ 10,50
+
d) R$ 8,50 –
*e) R$ 7,50

(UNITAU/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: D
Uma fonte de tensão de 100 volts alimenta um circuito, cuja resis-
tência é de 20 ohms. É CORRETO afirmar que a potência, em watts,
dissipada por esse circuito na forma de calor para o ambiente que Se R = 10 Ω, qual a resistência equivalente e a corrente que passa
o circula, é de pela fonte?
a) 50 a) 10 W e zero
b) 5000 b) 10 W e 3,6 A
c) 250 c) 12 W e 3,6 A
*d) 500 *d) 12 W e 3,0 A
e) 2500 e) 60 W e 0,6 A
japizzirani@gmail.com 31
(UNESP-2018.2) - ALTERNATIVA: C (UNIFOR/CE-2018.2) - ALTERNATIVA: A
A figura mostra o circuito elétrico que acende a lâmpada de freio e Valentina, utilizando o laboratório de eletricidade do seu colégio, ten-
as lanternas traseira e dianteira de um dos lados de um automóvel. ta analisar um determinado material para seu experimento com ele-
tricidade. Na análise, partiu de um fio de cobre percorrido por uma
corrente elétrica constante com intensidade 8 A.
Sabendo que e = 1,6 ×10–19 C, qual o módulo da carga elétrica que
atravessa uma secção transversal do condutor, durante um segun-
do? E quantos elétrons atravessam tal região neste intervalo de
tempo?
*a) 8 C e 5 ×1019
b) 8 C e 12,8 ×1019
c) 1 C e 3 ×1019
d) 1 C e 5 ×1019
e) 1 C e 12,8 ×1019
(www.autoentusiastasclassic.com.br. Adaptado.)
(PUC/PR-2018.2) - ALTERNATIVA: B
Considerando que as três lâmpadas sejam idênticas, se o circuito A figura a seguir esquematiza, de forma simplificada, um abajur que
for interrompido no ponto P, estando o automóvel com as lanternas possui um botão para o controle de luminosidade. O circuito consiste
apagadas, quando o motorista acionar os freios, numa lâmpada ligada em série a um resistor variável (potenciôme-
a) apenas a lanterna dianteira se acenderá. tro), ambos conectados a uma fonte de tensão (tomada). Ao girar-
b) nenhuma das lâmpadas se acenderá. mos o botão no abajur, alteramos a resistência do resistor variável, o
*c) todas as lâmpadas se acenderão, mas com brilho menor que seu que faz com que a corrente que circula pelo circuito, e consequente-
brilho normal. mente a potência dissipada pela lâmpada, se alterem.
d) apenas a lanterna traseira se acenderá.
e) todas as lâmpadas se acenderão com o brilho normal.

(UNIFOR/CE-2018.2) - ALTERNATIVA: C
No circuito da figura, R1 = 2,5 kΩ, R2 = 1 kΩ, R3 = 8 kΩ, R4 = 8 kΩ
e R5 = 5 kΩ. Um amperímetro, ligado no ramo que contém a resis-
tência R5, indica que a corrente que passa por essa resistência é de
20mA.

Sendo a resistência da lâmpada constante e igual a RL= 160 Ω, o


valor a que se deve ajustar a resistência do potenciômetro (RP), para
que a lâmpada dissipe potência de 40 W é
a) 40 Ω . d) 120 Ω .
*b) 80 Ω . e) 160 Ω .
c) 100 Ω .

(IF/CE-2018.2) - ALTERNATIVA: E
Uma bateria de automóvel tem a inscrição 60 Ah para indicar a carga
Baseado nessas informações, a corrente nos resistores R1, R2 e
elétrica máxima que pode ser fornecida antes que descarregue. Sa-
R3, respectivamente, é
bendo que Ah (Ampere-hora) é uma unidade que representa carga
a) i1 = 20 mA, i2 = 10 mA e I3 = 5 mA elétrica, 60 Ah expressos em C (Coulomb) correspondem a
b) i1 = 20 mA, i2 = 20 mA e I3 = 10 mA a) 216 ×105.
*c) i1 = 40 mA, i2 = 20 mA e I3 = 10 mA b) 2,16 .
d) i1 = 40 mA, i2 = 40 mA e I3 = 5 mA c) 216 .
e) i1 = 60 mA, i2 = 30 mA e I3 = 15 mA d) 2,16 ×103.
*e) 2,16 ×105.
(VUNESP/UNINOVE-2018.2) - ALTERNATIVA: E
Somos dependentes da energia elétrica e constantemente utiliza-
(PUC-CAMPINAS/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: D
mos vários aparelhos elétricos ao mesmo tempo. Suponha que uma
Em uma bateria de computador portátil encontra-se a informação
pessoa tenha ligado, simultaneamente, a uma mesma tomada de
de que ela pode fornecer uma corrente elétrica de 5 000 mA durante
127 V, um televisor, um carregador de smartphone e um carregador
uma hora. A quantidade de carga elétrica que essa bateria pode lan-
de computador portátil. A intensidade da corrente elétrica no televi-
çar no circuito a que estiver conectada, em uma hora, é
sor era 0,6 A, no carregador de smartphone era 0,4 A e no carrega-
dor do computador era 1,7 A. Considerando que a tomada estava a) 3,0 ×102 C.
corretamente projetada, a diferença de potencial em cada equipa- b) 1,8 ×103 C.
mento e a intensidade da corrente elétrica total na tomada eram
c) 5,0 ×103 C.
a) 42 V e 2,7 A.
*d) 1,8 ×104 C.
b) 127 V e 0,9 A.
c) 381 V e 2,7 A. e) 3,0 ×105 C.
d) 42 V e 0,9 A.
*e) 127 V e 2,7 A. (UNESP-2018.2) - RESPOSTA: a) Q = 1,44×104 C b) Pm = 2,5 W
Uma bateria de smartphone de 4 000 mA · h e 5,0 V pode fornecer
uma corrente elétrica média de 4 000 mA durante uma hora até que
(VUNESP/UNINOVE-2018.2) - ALTERNATIVA: C
se descarregue.
Materiais dúcteis são aqueles que podem ser usados para fazer fios.
a) Calcule a quantidade de carga elétrica, em coulombs, que essa
É um material dúctil aquele formado pelo elemento cujo símbolo é
bateria pode fornecer ao circuito.
a) Cℓ. d) O.
b) Considerando que, em funcionamento contínuo, a bateria desse
b) S. e) F. smartphone se descarregue em 8,0 horas, calcule a potência média
*c) Cu. do aparelho, em watts.
japizzirani@gmail.com 32
(VUNESP/HUMANITAS-2018.2) - ALTERNATIVA: E (UFU/MG-2018.2) - ALTERNATIVA: A
A figura representa a conexão entre terminais de duas baterias de Relâmpagos são eventos elétricos, normalmente de curta duração,
carro. Uma das baterias está totalmente carregada e tem força ele- gerados a partir de nuvens carregadas que possuem potenciais elé-
tromotriz E1 = 12 V. A outra bateria está parcialmente descarregada tricos com altos valores em relação à superfície da Terra e, durante
e tem força eletromotriz E2 = 9 V. a sua incidência, podem atingir elevados módulos de corrente elétri-
ca. Um dado relâmpago tem a duração de 1 segundo, é gerado em
uma nuvem que possui um potencial elétrico de 300.000.000 V em
relação a terra, e atinge o solo com uma corrente elétrica média de
36.000 A.
Quantas lâmpadas, de 60 W cada, seriam mantidas acesas durante
10 minutos com a energia desse relâmpago?
*a) 3,0 ×108.
b) 5,0 ×105.
c) 6,0 ×107.
d) 3,6 ×104.

(UNEMAT/MT-2018.2) - ALTERNATIVA: B
Sabendo que as resistências internas dessas baterias são No circuito elétrico da figura I, os resistores elétricos ôhmicos têm os
r1 = r2 = 0,02 Ω e que a resistência elétrica dos cabos de ligação é seguintes valores: R1 = 20 Ω , R2 = 70 Ω , R3 = 30 Ω , e a diferença
R = 0,01 Ω, a intensidade de corrente elétrica que circula por esse de potencial elétrico(ddp), entre os terminais A e B, é de 123 V.
circuito, quando em funcionamento, é
a) 80 A.
b) 230 A.
c) 40 A.
d) 420 A.
*e) 60 A.
Figura I
(UNEMAT/MT-2018.2) - ALTERNATIVA: D RAMALHO JR.,F.; FERRARO, N. G.; SOARES, P. T. Física: Os fundamentos
Toda e qualquer instalação elétrica precisa de dispositivo que bus- da Física. 10.ed. São Paulo: Moderna, 2014. v.3
que garantir a integridade da rede, pois sua ausência favorece a
Determine a corrente elétrica (i 1) entre os pontos A e C e a diferença
ocorrência de curtocircuito. Para proteger as residências é aconse-
de potencial elétrico no resistor R2 e assinale a alternativa correta.
lhável que se faça duas caixas para as chaves de controle e de dis-
tribuição, uma na entrada da residência e outra dentro da residência. a) i 1 = 7,38 A; U 2 = 123 V
A figura abaixo apresenta um modelo de caixas de distribuição: *b) i 1 = 3,00 A; U 2 = 63 V
c) i 1 = 3,00 A; U 2 = 60 V
d) i 1 = 6,16 A; U 2 = 30 V
e) i 1 = 7,38 A; U 2 = 40 V

(UEG/GO-2018.2) - ALTERNATIVA: B
Uma torradeira elétrica de pães possui enrolamentos constituídos
por um fio feito de uma liga de níquel-cromo de diâmetro d e resistivi-
dade elétrica r . Por uma questão de segurança, a torradeira utiliza-
se de uma intensidade de corrente máxima de 5,0 ampères a uma
potência elétrica de 600 W. Para o seu pleno funcionamento, o fio
utilizado no aparelho deve ter, aproximadamente, o comprimento de
Disponível em: http://w w w .new toncbraga.com.br/index.php/145-eletrotecni- r
d) p d
2
ca-e-eletricidade/instalacoes-eletricas/1822-el009. Acesso em nov. 2017. a)
6p d 2 2r
Além de lâmpadas, em uma residência existem os seguintes apare-
6p d 2
e) p d
lhos elétricos ligados na chave A e B: 2
*b)
r r
- Chave A: 08 lâmpadas de 60 W, 120 V; e 01 chuveiro elétrico de
2400 W, 120 V;
- Chave B: 01 ferro elétrico de 3600 W, 120 V. 2r d 2
c)
p
Considerando que a rede elétrica fornece tensão necessária e que
todos os aparelhos e lâmpadas estão ligados ao mesmo tempo, cal-
cule o que se pede: (UDESC-2018.2) - ALTERNATIVA: C
Considere o circuito mostrado na Figura 4.
(1) Valor nominal da corrente do disjuntor na chave A;
(2) Valor nominal da corrente do disjuntor na chave B;
(3) Valor nominal da corrente do disjuntor na chave geral 2; +
(4) A quantidade de energia elétrica consumida em 30 dias, em kWh, 10 V 25 Ω 40 Ω
se os aparelhos e as lâmpadas forem ligados, em média, 2 h por dia.
Com base nos cálculos, assinale a alternativa correta. 10 Ω
a) Chave A = 24 A; chave B = 30 A, e chave geral 2 = 54 A. A quanti-
FIGURA 4
dade de energia consumida em 30 dias é de 12,96 kWh.
b) Chave A = 24 A; chave B: 30 A, e chave geral 2 = 27 A. A quantida- A corrente elétrica no resistor de 10 Ω e a tensão no resistor de
de de energia consumida em 30 dias é de 388,80 kWh. 25 Ω valem, respectivamente:
c) Chave A = 20,50 A; chave B = 30 A, e chave geral 2 = 50,50 A. A a) 200/33 A e 13/33 V
quantidade de energia consumida em 30 dias é de 12,96 kWh.
b) 13/33 A e 10/33 V
*d) Chave A = 24 A; chave B = 30 A, e chave geral 2 = 54 A. A quan-
tidade de energia consumida em 30 dias é de 388,80 kWh. *c) 13/33 A e 200/33 V
e) Chave A = 20,50 A; chave B = 30 A, e chave geral 2 = 50,50 A. d) 15/13 A e 13/33 V
A quantidade de energia consumida em 30 dias é de 388,80 kWh. e) 200/33 A e 15/13 V
japizzirani@gmail.com 33
(IF/RS-2018.2) - ALTERNATIVA: A (PUC/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: C
A figura abaixo mostra um circuito em que a fonte ideal F tem um Uma pessoa toma um banho de 20 minutos de duração, consumin-
potencial de 5,0 V, o resistor R1 tem resistência de 14 Ω . O amperí- do 300 kg de água que escoam, a uma taxa constante, no interior
metro A está medindo uma corrente de 0,25 A. de um aquecedor elétrico de fluxo contínuo que opera em regime
estacionário durante todo o banho.
Desprezando qualquer tipo de per-
da, determine a variação de tem-
peratura, na escala fahrenheit, so-
frida pela massa de água, desde a
entrada até a saída do aquecedor,
sabendo que ele possui um resistor
de resistência elétrica igual a 40 Ω
que é percorrido por uma corrente
elétrica de 25 A.
a) 25 • calor específico da água:
b) 37 1,0 cal/gºC
Determine a intensidade da corrente e a diferença de potencial so- *c) 45 • 1cal = 4,0 J
bre o resistor R2 . d) 77
*a) 0,25 A e 1,5 V
b) 0,36 A e 1,5 V (VUNESP-UEFS/BA-2018.2) - ALTERNATIVA: C
c) 0,25 A e 3,5 V A figura representa um dispositivo cuja função é aquecer a água em
d) 0,36 A e 3,5 V uma torneira elétrica. Para água quente, a chave Ch deve ser ligada
na posição A e, para água morna, na posição B. A tensão de ali-
e) 0,50 A e 2,0 V
mentação da torneira (U) é constante e as resistências elétricas da
chave Ch e das conexões utilizadas são desprezíveis. Os elementos
(IFNORTE/MG-2018.2) - ALTERNATIVA: A resistivos são homogêneos e apresentam as dimensões indicadas
O circuito elétrico de um determinado equipamento está esquemati- na figura.
zado, simplificadamente, na FIGURA 08:
FIGURA 08

Observe que, nesse esquema, estão indicadas as potências dos


componentes I e II, a intensidade da corrente que “alimenta” o com-
ponente I, a fonte de tensão do equipamento e, ainda, o fusível F.
Nessa situação, conforme os dados disponíveis, a intensidade da
corrente que atravessa o fusível vale:
*a) 10 A.
b) 12 A.
c) 16 A.
d) 20 A.

(VUNESP-C.U.S.Camilo/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: A (www.blukit.com.br. Adaptado.)


Em uma aula de laboratório, os alunos devem montar um circuito PA
A relação entre a potência dissipada pela torneira com a chave
simples para que uma lâmpada (X) possa ser acesa por meio da PB
ligação em série com uma pilha considerada ideal. na posição água quente e a potência dissipada pela torneira com a
Se nesse circuito forem incluídas as ligações de um voltímetro (V) e chave na posição água morna é
de um amperímetro (A), o circuito a ser montado deve ser:
a) 3 d) 4
2
*a) d)
b) 3 e) 2

*c) 4
3

(FEI/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: E
Uma resistência de chuveiro foi ensaiada em uma indústria e levan-
b) e) tou-se o gráfico abaixo, que mostra a tensão U aplicada à resistência
em função da corrente I que flui pela resistência.

c)

Qual é o valor da resistência medida, sabendo-se que durante o


ensaio a temperatura da resistência permaneceu constante?
a) 1 500 W d) 3 000 W
b) 2 000 W *e) 3 500 W
c) 2 500 W
japizzirani@gmail.com 34
(VUNESP-C.U.S.Camilo/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: A (PUC/GO-2018.2) - ALTERNATIVA: C
A figura representa um circuito elétrico de lâmpadas utilizadas na O Texto 4, retirado do livro Menino de engenho, faz referência a um
decoração de árvores de natal. utensílio destinado a iluminar um ambiente, que contém um líquido
combustível, o candeeiro. O candeeiro era muito utilizado nas casas
e nas fazendas, quando ainda não havia disponibilidade de ener-
gia elétrica. Considere um líquido combustível que, durante 200 s,
fornece uma energia de 32 000 J para o candeeiro. Do total dessa
energia, 20% são convertidos em luz e 80 % são dissipados em
forma de calor. Assinale a alternativa correta que apresenta o valor
da resistência elétrica de uma lâmpada incandescente hipotética,
funcionando sob uma tensão contínua de 12 V e aproveitando in-
tegralmente o valor equivalente à energia luminosa, fornecida pelo
líquido combustível ao candeeiro (considere a resistência da lâmpa-
da constante):
a) 1,1 Ω.
Se na lâmpada 6 for instalado um dispositivo de pisca-pisca, quando b) 3,5 Ω.
ela se apagar, certamente se apagarão as lâmpadas *c) 4,5 Ω.
*a) 7 e 8. d) 6,8 Ω.
b) 1, 2, 3, 4, 5, 7 e 8.
c) 7, 8, 9 e 10. (UNITAU/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: E
d) 1, 2, 3, 4, 5, 7, 8, 9 e 10. Um gerador não ideal, cuja força eletromotriz é de 20 volts, é ligado
e) 3, 4, 5, 7 e 8. a um resistor de 3 ohms, conforme a figura abaixo.

(UERJ-2018.2) - ALTERNATIVA: C
Resistores ôhmicos idênticos foram associados em quatro circuitos
distintos e submetidos à mesma tensão UA,B . Observe os esquemas:

Representação do gerador com sua resistência interna

Sabendo-se que a resistência interna do gerador é de 2 ohms, é


CORRETO afirmar:
a) O gerador não dissipa nenhuma potência.
b) A potência dissipada pelo gerador é de 36 watts.
c) A potência gerada pelo gerador supera a soma das potências dis-
sipadas pelo gerador e pelo resistor de 3 ohms.
d) A potência dissipada pelo resistor de 3 ohms é de 42 watts.
*e) A potência gerada pelo gerador é de 80 watts.

Nessas condições, a corrente elétrica de menor intensidade se esta- (USF/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: E


belece no seguinte circuito: A energia solar pode ser diretamente convertida em energia elétrica.
a) I A energia fotovoltaica (energia solar elétrica) é hoje a fonte de ener-
b) II gia limpa que mais cresce no mundo. Ela usa materiais semicondu-
*c) III tores como o silício cristalino para converter a luz solar em energia
d) IV fotovoltaica. Para ela ser aproveitada e gerar energia elétrica, para
residências, empresas e indústrias, as células fotovoltaicas preci-
sam ser montadas dentro de um painel solar, visando à proteção e à
(UNICEUB/DF-2018.2) - ALTERNATIVA: A durabilidade. Esse painel solar será conectado a outros painéis em
Um circuito construído com fios,gerador e amperímetro ideais é do- um sistema solar fotovoltaico, o qual é composto por painéis solares,
tado de uma chave (Ch), conforme a figura. inversor solar, sistema de fixação das placas solares, cabeamentos,
conectores, entre outros materiais elétricos.

Disponível em: <https://www.portalsolar.com.br/o-que-e-energia-solar-.html>.


Em uma cidade brasileira, a incidência solar média diária corres-
Quando a chave é fechada, o amperímetro indica a passagem de ponde a 200 W/m². Qual deverá ser a área necessária coberta por
uma corrente elétrica diferente da indicada quando a chave está células fotovoltaicas com eficiência de conversão de 15%, que ali-
aberta. mentam uma usina elétrica de 40 % de eficiência e com uma produ-
O valor absoluto da diferença entre essas indicações é, em am- ção de 900 MW?
pères, igual a a) 4,5 km².
*a) 0,6.
b) 9,0 km².
b) 1,6.
c) 2,2. c) 11,25 km².
d) 3,4. d) 37,5 km².
e) 5,0. *e) 75 km².
japizzirani@gmail.com 35
(ETEC/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: A (ACAFE/SC-2018.2) - ALTERNATIVA: A
O gasto de energia de uma lâmpada de bulbo de LED de 10 W, Um empresário do ramo artístico tem um festival de Rock para re-
acesa por 8 horas, equivale ao mesmo gasto de energia de uma alizar. Como o evento terá que ocorrer durante cinco dias, resolveu
lâmpada incandescente convencional de 75 W, que se mantenha instalar um gerador de energia elétrica, com potência máxima de
acesa por um tempo aproximado de 440 kW e tensão de saída de 220 V, para ligar um circuito composto
*a) 1 h. por 10 canhões de luz de 1 100W de potência cada um, todos liga-
b) 2 h. dos em paralelo.
c) 3 h. Desconsiderando as energias elétricas dissipadas, a alternativa cor-
d) 4 h. reta que apresenta a corrente que percorre um dos canhões e a
e) 5 h. energia consumida pelo conjunto de canhões em 10 minutos, res-
pectivamente, é:
(UNIRG/TO-2018.2) - ALTERNATIVA: A *a) 5,0 A e 66 ×105 J
Duas lâmpadas incandescentes idênticas são ligadas em paralelo. b) 2,5 A e 11 ×103 J
Quando certa diferença de potencial é aplicada em seus terminais, a c) 5,0 A e 44 ×104 J
potência total dissipada é igual a 60 W. Considerando-se que as re-
d) 2,5 A e 22 ×105 J
sistências das lâmpadas sejam ôhmicas e constantes, a potência to-
tal dissipada se elas forem ligadas em série sob a mesma diferença
de potencial será de: (INATEL/MG-2018.2) - ALTERNATIVA: E
*a) 15 W; Sabe-se que o consumo de energia de um chuveiro em uma casa
b) 30 W; de padrão médio equivale a 1/3 do consumo total desta residência.
c) 45 W; Considerando que o chuveiro apresenta uma potência elétrica de
d) 60 W. 5 000 W e fica ligado em média 30 minutos por dia, determine o
consumo total de energia da residência ao longo de um mês com
30 dias:
(UNIRG/TO-2018.2) - ALTERNATIVA: A
Uma das preocupações orçamentárias de uma família é o gasto com a) 45 kWh d) 5 kWh
energia elétrica. Para que se tenha uma ideia, a Celtins cobra de b) 75 kWh *e) 225 kWh
uma residência em Gurupi uma tarifa de R$ 0,55 por kWh. Suponha c) 5000 W
que em uma residência dessa cidade fiquem ligados uma geladeira
durante 24 horas por dia e um aparelho televisor durante 50 horas a
(UNIVESP-2018.2) - ALTERNATIVA: D
cada 15 dias. O valor total gasto por esses aparelhos ao final de um
O circuito elétrico apresenta duas lâmpadas de led idênticas, de po-
mês (30 dias) é de R$ 129,80.
tência elétrica igual a 12 W, quando submetidas a uma diferença de
A alternativa que dá corretamente a potência dissipada pelo televi-
potencial de 120 V.
sor, sabendo-se que a potência da geladeira é de 300 W, é:
*a) 200 W;
b) 300 W;
c) 400 W;
d) 500 W.

(ACAFE/SC-2018.2) - ALTERNATIVA: D
(http://gt-mre.ufsc.br/moodle/course/view.php?id=18)
Há muito tempo as empresas utilizam os conhecimentos físicos para
criar novos brinquedos infantis. Agora é hora da Flat Ball, um brin- Com base na análise da figura e nas informações técnicas, observa-
quedo com desenho de bola de futebol se que as lâmpadas estão dispostas em uma associação em
que desliza sobre o piso com a ajuda da a) série e a intensidade da corrente elétrica em cada lâmpada é de
força do ar ejetado de sua base. Para 0,2 A.
proteger os móveis da casa, sua lateral b) série e a intensidade da corrente elétrica em cada lâmpada é de
é envolta em borracha. Utiliza quatro pi- 5,0 A.
lhas, cada uma com 1,5V de tensão nos seus terminais e resistência c) paralelo e a intensidade da corrente elétrica em cada lâmpada é
elétrica interna r, ligadas em série, para que o motor que libera o ar de 0,2 A.
funcione. *d) paralelo e a intensidade da corrente elétrica em cada lâmpada
Disponível em: https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-900524515-flat-ball-disco- é de 0,1 A.
flutuante-led-bola-de-futebol-dentro-de-casa-_JM. [Adaptada]. e) paralelo e a intensidade da corrente elétrica em cada lâmpada é
Acesso em: 01 de maio de 2018
de 10,0 A.
Considerando o exposto acima, assinale a alternativa correta que
completa as lacunas das frases a seguir.
(UECE-2018.2) - ALTERNATIVA: A
A associação de pilhas fornece ao motor do brinquedo uma tensão A Agência Nacional de Energia Elétrica anunciou bandeira vermelha
de ___________ e a resistência elétrica da associação de pilhas é 2 para as contas de luz de junho deste ano, o que significa um adi-
de _________. Com o ar ejetado na base do brinquedo o peso do cional de R$ 5,00 para cada 100 kWh consumido. Considerando que
brinquedo _________. uma certa indústria utilizou um resistor para aquecimento, cuja po-
a) 1,5 V - r - não se altera. tência é 50 kW, por 4 horas durante esse mês, o adicional na conta
b) 6,0 V - r - diminui. associado a este consumo foi, em R$,
c) 1,5 V - r/4 - aumenta. *a) 10.
*d) 6,0 V - 4r - não se altera b) 200.
c) 50.
d) 4.
(INATEL/MG-2018.2) - ALTERNATIVA: E
Analisando o circuito abaixo, determinar a intensidade da corrente
elétrica It : (UEPG/PR-2018.2) - RESPOSTA: SOMA = 15 (01+02+04+08)
Duas lâmpadas, uma de 50 W e outra de 40 W, estão associadas em
paralelo e sujeitas a uma d.d.p. de 100 V fornecidas por uma fonte
Todos os resis- ideal. Sobre o enunciado, assinale o que for correto.
tores de 75 W 01) A resistência equivalente da associação é maior que 100 Ω.
02) A corrente elétrica na lâmpada de 50 W é maior do que a corren-
te elétrica na lâmpada de 40 W.
04) A soma das correntes elétricas que passa pelo filamento de cada
a) 0,1 A d) 3,75 A lâmpada é 0,9 A.
b) 10 A *e) 0,5 A 08) Mantendo-se a montagem anterior, se o filamento de uma das
c) 2 A lâmpadas for rompido, a corrente elétrica na outra não será alterada.
japizzirani@gmail.com 36
(IF/PE-2018.2) - ALTERNATIVA: C (UNICEUB/DF-2018.2) - ALTERNATIVA: C
Numa residência com três moradores existe instalado um chuveiro Quatro pilhas comuns, de 1,5 V e resistência interna de 0,25 ohm
elétrico cuja potência é de 3 200 W. Sabendo que os moradores to- cada, foram colocadas para operar, em série, em uma lanterna que
mam três banhos diários de cinco minutos cada e que o kilowatt de possui uma lâmpada com resistência constante R = 5,0 W (com fila-
energia cobrado pela distribuidora custa R$ 0,66 (sessenta e seis mento projetado para operar a alta temperatura).
centavos), marque a alternativa que corresponde, aproximadamen-
te, ao gasto mensal pago em real por esta família devido ao chu-
veiro.
a) R$ 24,00
b) R$ 20,00
*c) R$ 16,00
d) R$ 28,00
e) R$ 32,00
Mas inadvertidamente, uma das pilhas foi colocada invertida. Nestas
(UCB/DF-2018.2) - ALTERNATIVA: E condições podemos afirmar que a potência dissipada pela lâmpada
Na associação representada na figura, se todos os resistores são será de
idênticos e a tensão é igual a 12 V, qual deverá ser a tensão medida a) 0,31 W
com um multímetro sobre os três primeiros resistores? b) 1,13 W
*c) 1,25 W
d) 2,81 W
e) 5,00 W

(UPF/RS-2018.2) - ALTERNATIVA: D
Um sistema elétrico de aquecimento de água (tipo rabo quente) é
ligado a uma rede de 220 V e é percorrido por uma corrente elétrica
a) 3 V de 25 A durante 3 minutos. A energia consumida pelo sistema, em
b) 6 V kJ, é:
c) 4 V a) 33,0
d) 12 V b) 16,5
*e) 9 V c) 5,5
*d) 990,0
e) 1,6
(UFJF/2018.2) - ALTERNATIVA: E
Um eletricista informa que na tomada elétrica de seu quarto foram
utilizados na ligação elétrica fios que, segundo a especificação do (UEPG/PR-2018.2) - RESPOSTA: SOMA = 03 (01+02)
fabricante, suportam uma corrente elétrica máxima de 11 A. Você A ponte de Wheatstone é utilizada para determinações precisas de
quer utilizar essa tomada para ligar um abajur com lâmpada de po- valores de resistência elétrica. Uma ponte de Wheatstone é conecta-
tência 20 W, um ventilador de potência 50 W e um ferro de passar da a uma bateria ideal que fornece ao circuito elétrico uma diferença
roupa de potência 1 100 W. Considere a tensão elétrica da rede igual de potencial (d.d.p.) de 5 V, conforme figura abaixo. Os valores dos
120 V. Baseado nessas informações: resistores R1 e R3 são, respectivamente, 3 Ω e 6 Ω. Quando o valor
a) você poderá ligar apenas o abajur, de modo a não ultrapassar o do potenciômetro R2 é igual a 2 Ω, a d.d.p. entre os pontos C e B
valor máximo da corrente elétrica permitida. é nula. Em função do enunciado e da figura abaixo, assinale o que
b) você poderá ligar apenas o ventilador, de modo a não ultrapassar for correto.
o valor máximo da corrente elétrica permitida.
c) você poderá ligar ao mesmo tempo apenas o abajur e o ventila-
dor, de modo a não ultrapassar o valor máximo da corrente elétrica
permitida.
d) você poderá ligar apenas o ferro de passar, de modo a não ultra-
passar o valor máximo da corrente elétrica permitida.
*e) você poderá ligar os três aparelhos ao mesmo tempo, já que
eles juntos não vão ultrapassar o valor máximo da corrente elétrica
permitida.

(IFF/RJ-2018.2) - ALTERNATIVA: C
Alexandre comprou um equipamento capaz de gerar energia elétrica
através de luz solar. O equipamento possui quatro placas fotovoltai-
cas idênticas para gerar energia elétrica, cada uma com potência de 01) Na situação na qual o potenciômetro R2 é ajustado para 2 Ω e a
250W. De acordo com as especificações técnicas, sabe-se que cada
d.d.p entre os pontos C e B é nula, o valor de R4 é 4 Ω.
placa consegue fornecer, em média, 95% de sua potência na trans-
02) A resistência equivalente do circuito para a situação em questão
formação de energia elétrica, funcionando, assim, 6 horas por dia.
é 10/ 3 Ω.
Sabemos também que Alexandre paga à concessionária de energia
04) A corrente elétrica através do resistor R1 é 0,5 A.
R$0,80 por kWh. Tendo em vista essas informações, assinale a al-
08) A potência elétrica dissipada no circuito é 5/ 3 W.
ternativa CORRETA:
16) A d.d.p. entre os pontos C e D é 2,5 V.
a) Com o uso do equipamento, Alexandre terá uma economia média
de R$210,00 a cada 30 dias.
b) A quantidade total de energia gerada pelo equipamento em 1 dia
é equivalente à energia cinética de um objeto de 50 kg se movendo
a 20 m/s.
*c) A quantidade total de energia gerada pelo equipamento em
10 dias seria suficiente para manter um chuveiro de 5 000 W de po-
tência funcionando por 11 horas e 24 minutos.
d) Se o custo do total da instalação do equipamento foi de
R$ 10 000,00, então podemos concluir que, com a economia gerada
pelo uso, o investimento inicial será reembolsado em aproximada-
mente 8 anos.
e) Se o consumo médio de energia elétrica na casa de Alexandre
é de 400 kWh, então ele não pagará nenhuma tarifa pelo consumo
de energia.
japizzirani@gmail.com 37
ELETRICIDADE (UNICENTRO/PR-2018.1) - ALTERNATIVA: B
Um fio longo e retilíneo é percorrido por uma corrente constante de
ELETROMAGNETISMO intensidade 6 A. Qual é a intensidade do vetor indução magnética
em um ponto localizado a 30 cm deste fio?
(Dado: m0 = 4π ×10–7 T.m/A)
VESTIBULARES 2018.1
a) 20 ×10–7 T
*b) 40 ×10–7 T
(VUNESP-StaCASA/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: C
→ c) 10 ×10–7 T
Uma espira metálica quadrada de lado L move-se com velocidade v
constante e atravessa uma região de comprimento 3L onde atua um d) 15 ×10–7 T

campo magnético constante B , perpendicular ao plano da figura e e) 80 ×10–7 T
com sentido para dentro dela.
(UNIFENAS/MG-2018.1) - ALTERNATIVA: C
Sobre indução eletromagnética, assinale V, para verdadeiro e F,
para falso.
● Existindo o fluxo magnético sobre uma espira, haverá corrente
elétrica induzida.
● Independente da posição da espira relativamente ao campo de
indução magnética, existirá corrente elétrica induzida.

Considerando o sentido positivo para a corrente e o eixo x indicados ● O fluxo magnético depende do campo magnético indutor, da
na figura, o gráfico que representa a intensidade da corrente elétrica área da espira e do cosseno do ângulo entre o versor, que é
induzida na espira em função da posição (x) de seu lado vermelho perpendicular ao plano da espira, e o campo magnético indutor.
é o indicado em ● O módulo da força eletromotriz é dado pela rapidez com que
ocorre a variação do fluxo magnético.
a) d)
a) V - V - V - V .
b) F - F - F - F.
*c) F - F - V - V .
d) F - V - F - V .
e) V - F - V - F.

b) e) (UERJ-2018.1) - ALTERNATIVA: A
A corrente elétrica no enrolamento primário de um transformador
corresponde a 10 A, enquanto no enrolamento secundário corres-
ponde a 20 A.
Sabendo que o enrolamento primário possui 1 200 espiras, o número
de espiras do enrolamento secundário é:
*a) 600
b) 1 200
*c)
c) 2 400
d) 3 600

(PUC-CAMPINAS/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: B
Para que se possa efetuar a reciclagem do lixo, antes é necessário
separá-lo. Uma dessas etapas, quando não se faz a coleta seletiva,
(UNICENTRO/PR-2018.1) - ALTERNATIVA: E é colocar o lixo sobre uma esteira, para que passe, por exemplo,
Ao aproximar-se um ímã permanente de uma barra, observa-se que por um imã. Esse processo permite que sejam separados materiais
a barra se transforma em um ímã. Isto acontece porque: magnéticos, como o metal
a) A barra possui elétrons livres a) alumínio. d) zinco.
b) A barra sofreu oxidação *b) ferro. e) magnésio.
c) A barra sofreu indução eletrostática c) cobre.
d) A barra perdeu elétrons
*e) A barra é de material ferromagnético
(UNIFOR/CE-2018.1) - ALTERNATIVA: D
Na figura abaixo, observam-se dois fios metálicos paralelos separa-
(IME/RJ-2018.1) - ALTERNATIVA: C dos por uma distância de r = 2,0 m, no vácuo. A corrente elétrica em
Uma partícula elétrica de carga unitária, dotada de massa e inicial- cada fio é i = 0,60 A da esquerda para a direita.
mente parada, sofre a ação de um impulso, entrando imediatamente
em uma região do espaço na qual o campo magnético é uniforme,
passando a realizar um movimento no sistema de coordenadas
XYZ, descrito pelas seguintes funções do tempo t :
r = 2,0 m
x(t)= 3sen( 2t)
y(t) = 8t
z(t) = 3cos( 2t)
Considerando todas as grandezas no Sistema Internacional de Uni-
dades, o módulo do campo magnético é: A intensidade e a direção da força que age no comprimento L = 3,0 m
Dado: de um dos fios é
• impulso: 10. Dado: m0 = 4p.10–7 unidades do SI.
–7
Observação: a) F = 0,54.10 N e a força é de repulsão entre os fios.
• despreze a força gravitacional. b) F = 0,54.10–7 N e a força é de atração entre os fios.
a) 1,00 d) 3,00 c) F = 1,08.10–7 N e a força é de repulsão entre os fios.
b) 1,50 e) 4,00 *d) F = 1,08.10–7 N e a força é de atração entre os fios.
*c) 2,00 e) A força entre os fios é nula.
japizzirani@gmail.com 38
(UNICENTRO/PR-2018.1) - ALTERNATIVA: D (FGV/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: 104 A ; 105 C
Um solenoide de 0,5 metro de comprimento foi construído enrolan- A figura e o texto a seguir referem-se às questões de números 104
do-se uma certa quantidade de espiras. Quando se faz passar uma e 105.
corrente de 5 A pelo solenoide, é gerado um campo magnético de A figura representa um circuito em que consta um gerador de corren-
intensidade 2π .10–4 T. Nestas situação, o número de espiras será: te contínua de força eletromotriz 24 V e resistência interna de 2,0 Ω.
Dado: m 0 = 4π .10–7 T.m/A.
a) 5 espiras
b) 25 espiras
c) 500 espiras
*d) 50 espiras

(ENEM-2017) - ALTERNATIVA: A
Para demonstrar o processo de transformação de energia mecânica
em elétrica, um estudante constrói um pequeno gerador utilizando:
• um fio de cobre de diâmetro D enrolado em N espiras circulares
de área A;
• dois ímãs que criam no espaço entre eles um campo magnético
uniforme de intensidade B; e
• um sistema de engrenagens que lhe permite girar as espiras em
torno de um eixo com uma frequência f.
Ao fazer o gerador funcionar, o estudante obteve uma tensão máxi- O gerador alimenta uma associação em paralelo de um resistor ôh-
ma V e uma corrente de curto-circuito i. mico de 10 Ω e um solenoide com certos comprimento e número de
Para dobrar o va|or da tensão máxima V do gerador mantendo cons- espiras, com resistência ôhmica de 15 Ω.
tante o valor da corrente de curto i, o estudante deve dobrar o(a)
QUESTÃO 104
*a) número de espiras.
A potência útil fornecida pelo gerador é, em watts, de
b) frequência de giro.
*a) 54,0.
c) intensidade do campo magnético.
b) 48,6.
d) área das espiras.
c) 42,0.
e) à diâmetro do fio.
d) 36,0.
e) 32,4.
(ACAFE/SC-2018.1) - ALTERNATIVA: C
QUESTÃO 105
Tasers são armas de eletrochoque que usam uma corrente elétrica
Se o solenoide for substituído por outro, de comprimento duas vezes
para imobilizar pessoas que estejam representando alguma ameaça
maior e com o dobro do número de espiras, mas apresentando a
a alguém ou à ordem pública. O sistema interno da arma cria e trata
mesma resistência elétrica, o campo magnético no interior do novo
a corrente elétrica que será descarregada por meio dos fios de co-
solenoide, gerado pela corrente elétrica, terá sua intensidade, em
bre. Capacitores, transformadores e baterias são peças fundamen-
relação ao valor inicial,
tais nesse processo.
a) quadruplicada.
Fonte: Disponível em: < https://www.tecmundo.com.br/infografico/12216-a-tecnolo-
gia-das-armas-taser-infografico-.htm>. Adaptada. Acesso em: 03 de set. 2017.
b) duplicada.
*c) mantida.
Nesse sentido, assinale a alternativa correta que completa as lacu- d) reduzida à metade.
nas das frases a seguir. e) reduzida à quarta parte.
O Transformador é um equipamento elétrico que tem seu principio
de funcionamento baseado na ________. A bateria é uma fonte de (UEM/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 19 (01+02+16)
energia que transforma energia _________ em energia elétrica. O Considere um cubo com vértices ABCDEFGH, como na figura a se-
capacitor é um dispositivo que armazena ______________. guir.

a) Lei de Coulomb - térmica - campo magnético


b) Lei de Lenz - luminosa - corrente elétrica
*c) Lei de Faraday - química - cargas elétricas
d Lei de Newton - magnética - resistência elétrica

(UEG/GO-2018.1) - ALTERNATIVA: E
Um fio condutor muito longo é percorrido por uma corrente elétrica ,
que segue o sentido da figura a seguir.

Considere dois fios condutores, um que passa pelos vértices A e


B, e outro que passa pelos vértices E e H. Suponha que existam
correntes elétricas de mesma intensidade nos dois fios. Assinale o
que for correto.
01) Se em F o campo magnético tem o sentido da diagonal FC,
então as correntes elétricas nos fios têm sentido de B para A e de
E para H.
02) Independentemente do sentido das correntes nos dois fios con-
Considere que o fio esteja alinhado com o eixo y A direção e o sen- dutores, não haverá um campo magnético em G, no sentido de G
tido do vetor campo magnético criado por esse fio, no centro dos para A.
eixos, seguem o eixo 04) Para que o campo magnético no ponto F tenha sentido de F para
B, não deverá existir corrente elétrica no fio que passa por E e H.
a) +y
08) O sentido do campo magnético de um condutor reto, percorrido
b) –z por corrente elétrica, é dado pela regra da mão esquerda.
c) +z 16) As linhas de indução do campo magnético de um condutor reto,
d) +x percorrido por corrente elétrica, são circunferências concêntricas ao
*e) –x condutor, situadas em planos perpendiculares a ele.
japizzirani@gmail.com 39
(ACAFE/SC-2018.1) - ALTERNATIVA: A (UEM/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 23 (01+02+04+16)
No ano de 2012, a ANEEL regulamentou (resolução 482) a utilização A pressão de radiação é a força por unidade de área sentida por uma
de micro e mini geração de energia elétrica. Esse sistema consiste superfície devido à incidência de uma onda eletromagnética. Uma
na obtenção de energia elétrica empregando geradores de pequeno maneira simplificada para abordar esse fenômeno é considerar que
porte. Com isso, o próprio consumidor pode gerar a energia que uma partícula, de carga Q e de massa m, sofre a ação de um cam-

usa, geralmente a partir de fontes renováveis, tais como a eólica e a po elétrico E constante, por apenas 5 s. Em seguida, passa a atuar

solar, próximo a sua residência ou empresa. sobre a partícula um campo magnético B , de intensidade constante
Um dos benefícios para o consumidor será sua economia, pois dimi- →
e de direção perpendicular a E .
nuirá os gastos com energia elétrica e se gerar energia excedente
Considerando que a partícula se encontra inicialmente em repou-
poderá injetá-la na rede de distribuição, ganhando crédito de ener- → →
gia. so, com | E | = 5,0×102 N/C, | B | = 1,0×10–5 T, Q = 3,0×10–6 C e
Vamos considerar agora, dois consumidores que implantaram micro m = 1,0×10–4 kg, assinale o que for correto.
geração de energia em suas residências: uma eólica e outra solar 01) Após os 5 s iniciais, a partícula adquire uma velocidade de 75 m/s

como mostra a figura. ao longo da direção do campo E .

02) Imediatamente após o início da ação do campo magnético B ,
a intensidade da força magnética sobre a partícula é 2,25×10–9 N.
04) A força magnética experimentada pela carga Q tem a mesma

direção de um vetor simultaneamente perpendicular aos campos E

e B.
08) O sentido da força magnética é o mesmo do vetor definido pelo
→ →
produto vetorial B × E .
16) A força magnética altera a componente do vetor velocidade da

partícula ao longo da direção de E com o passar do tempo.

(UEG/GO-2018.1) - ALTERNATIVA: A
A figura a seguir descreve uma região do espaço que contém um
→ →
vetor campo elétrico E e um vetor campo magnético B .

Com base no exposto, analise as proposições a seguir, marque com


V as verdadeiras ou com F as falsas, e assinale a alternativa com
a sequência correta.

( ) A geração de energia elétrica por meio das placas solares se


dá por indução eletromagnética.
( ) A geração de energia elétrica por meio da micro geração cau-
sa melhoria do nível de tensão da rede no período de carga
pesada.
Mediante um ajuste, percebe-se que, quando os campos elétricos e
( ) O sistema de geração de energia das duas casas funciona magnéticos assumem valores de 1,0 × 103 N/C e 2,0 × 10 ‒2 T, res-
24 horas por dia. pectivamente, um íon positivo, de massa desprezível, atravessa os
( ) O sistema de geração por placas solares é mais eficiente, pois campos em linha reta. A velocidade desse íon, em m/s, foi de
consegue converter 100% da energia solar em energia elétrica *a) 5,0 × 104 d) 3,0 × 103
nas tomadas da casa. b) 1,0 × 105 e) 1,0 × 104
( ) Para gerar energia elétrica por meio dos ventos, a micro ge- c) 2,0 × 103
radora eólica utiliza o mesmo processo que uma hidroelétrica.
(UENP/PR-2018.1) - ALTERNATIVA: B
*a) F - V - F - F - V
Um cíclotron é um equipamento usado para acelerar partículas
b) V - V - F - F - F eletricamente carregadas a velocidades muito elevadas, enquanto
c) F - F - V - V - F seguem uma trajetória que se expande em espiral. As partículas car-
d) V - F - F - V - V regadas estão submetidas tanto a um campo elétrico quanto a um
campo magnético.
(USF/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: C Sobre o princípio de funcionamento do cíclotron, considere as afir-
Um equipamento hospitalar de última geração contém uma bobina mativas a seguir.
composta por 200 espiras com raio de 5 cm, com resistência elé-
trica de 0,001 ohm por centímetro. A bobina é ligada a uma fonte I. No cíclotron, um dos campos é responsável pela variação do
de tensão que suporta uma corrente elétrica máxima de 6 A, e que módulo da velocidade das partículas e o outro, pela variação da
apresenta uma resistência interna de 2 ohms. Quando uma corrente direção da velocidade, fazendo que as partículas tenham uma
elétrica passa por ela, há a geração de um campo magnético. O trajetória curva.
módulo do vetor indução magnética no centro dessa espira é apro- II. O campo elétrico, por meio da força elétrica, atua de modo a
ximadamente igual a alterar a direção da velocidade das partículas.
III. O campo magnético, por meio da força magnética, faz variar o
• Dados: utilize, caso necessário, π = 3 e
módulo da velocidade das partículas.
considere a permeabilidade magnética do
IV. A força magnética, que atua sobre uma partícula eletricamente
meio como sendo 4π ·10–7 T.m/A. carregada, é sempre perpendicular à direção da sua velocidade.

a) 1,2 . 10–4 T. Assinale a alternativa correta.


b) 1,2 . 10–3 T. a) Somente as afirmativas I e II são corretas.
*b) Somente as afirmativas I e IV são corretas.
*c) 3,6 . 10–3 T.
c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
d) 2,4. 10–4 T. d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
e) 4,8 . 10–3 T. e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.
japizzirani@gmail.com 40
(UEG/GO-2018.1) - ALTERNATIVA: C (FMABC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: B
O acelerador de partículas Sirius, em Campinas – SP, precisa man- Ao penetrar com velocidade v em uma região na qual existe um
ter uma órbita circular de um feixe de elétrons. Para deflexionar os campo de indução magnética uniforme de intensidade B, uma par-
feixes, o acelerador usa um solenoide de 6,0 Teslas. Se o solenoide tícula eletrizada com carga positiva q sofre a ação de uma força
for de 1,0 m e possuir 2.500.000 espiras por metro, qual será a cor- de intensidade F, devida a esse campo. Considerando-se v, B e q
rente elétrica, em Amperes, que deve percorrê-lo? constantes, a intensidade da força depende apenas do ângulo q en-
a) 0,50 tre as direções do campo e da velocidade da partícula. O gráfico que
b) 1,0 mostra a relação entre a intensidade da força e ângulo q é
Considere que a permeabilidade no vácuo
*c) 2,0
d) 3,0 seja aproximadamente 12×10−7 T·m/A. a) F d) F
e) 4,0
FMAX FMAX

(UEM/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 29 (01+04+08+16)


Considere dois condutores cilíndricos retos idênticos (fios), metáli-
cos e infinitos, A e B, que transportam correntes elétricas idênticas
de 1,0 A. Esses condutores estão dispostos perpendicularmente ao
plano da página, no vácuo, nos pontos (2,2) e (–2,–2) de um siste-
0 90º q 0 90º q
ma de coordenadas cartesiano, com coordenadas dadas em metros.
Com base nessas informações e considerando que as demais uni-
dades de medida também estão no Sistema Internacional de Unida-
*b) F e) F
des (SI), assinale o que for correto.
Dado: permeabilidade do vácuo: m0 = 4p ×10 –7 T· m/A FMAX FMAX

01) O módulo campo magnético gerado pelo condutor A na origem


m0 i
do sistema de coordenadas é dado por B = , em que i é a
2 p rA
corrente no condutor, e rA é a distância desse condutor até a origem
do sistema de coordenadas.
0 90º q 0 90º q
02) Quando as correntes elétricas fluem em sentidos opostos em A
e B, o módulo do campo magnético resultante na origem do sistema
de coordenadas é nulo.
c) F
04) Quando as correntes elétricas fluem no mesmo sentido nos con-
dutores A e B, esses condutores se atraem mutuamente, e a força FMAX
magnética de atração fica direcionada no sentido da origem do sis-
tema de coordenadas cartesiano.
08) Quando as correntes elétricas fluem no mesmo sentido nos con-
dutores A e B, o módulo do campo magnético no ponto (2,– 2) do
sistema de coordenadas cartesiano é
√2 ×10 –7 T.
2
16) Os campos magnéticos gerados no ponto (2,– 2) (do sistema de 0 90º q
coordenadas cartesiano) pelas correntes elétricas que fluem em A e
B são sempre perpendiculares, independentemente do sentido des-
(UDESC-2018.1) - ALTERNATIVA: E
sas correntes.
Na Figura 6, a barra feita de material condutor desliza sem atrito,
com velocidade constante de 6,0 cm/s para a direita, sobre trilhos
(UFU-ESTES/MG-2018.1) - ALTERNATIVA: A de material também condutor, no plano horizontal. A barra partiu da
Um estudante realiza um experimento utilizando um imã em barra e extremidade esquerda do trilho em t = 0 s. Nesta região, há um cam-
uma bússola. O imã em barra é posicionado sobre uma mesa plana po magnético uniforme de intensidade de 10 – 4 T, como mostra a
horizontal, conforme indicado na figura, enquanto a bússola é aban- Figura.
donada em repouso no ponto P.
C
10 cm

B D

Figura 6
Assinale a alternativa que corresponde ao valor absoluto da tensão
induzida, em microvolts, entre os pontos C e D da barra.
a) 600 d) 60
b) 6 000 *e) 0,60
c) 0,060

(UNCISAL-2018.1) - ALTERNATIVA: A
Qual figura indica a posição de equilíbrio da bússola? No Sistema Internacional de Unidades (SI), a unidade de medida de
campo elétrico é N/C (newton por coulomb) e a unidade de medida
de campo magnético é T (tesla). Em função das unidades básicas
*a) c) do SI, as unidades de medida de campo elétrico e campo magnético
são, respectivamente, dadas por:
*a) kg.m.s–3.A–1 e kg.s–2.A–1
b) kg.m.s–1.A–1 e kg.A–1
b) d) c) kg.s–2.A–1 e kg.m.s–3.A–1
d) kg.m.s–2.A–1 e kg.m.s–3.A
e) kg.m.s–3.A e kg.m.s–2.A–1
japizzirani@gmail.com 41
(IFNORTE/MG-2018.1) - ALTERNATIVA: C (MACKENZIE/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: E
A lei de Lenz pode ser evidenciada pelo experimento didático ilus- Considere as seguintes afirmações.
trado na FIGURA 10:
FIGURA 10 I. A denominação de Pólo Norte de um ímã é a região que se volta
para o Norte geográfico da Terra e Pólo Sul a região que volta
para o Sul geográfico da Terra.
II. Ímãs naturais são formados por pedras que contém óxido de fer-
ro (Fe3O4), denominadas magnetitas.
III. Ímãs artificiais são obtidos a partir de processos denominados
imantação.

Com relação às afirmações, podemos dizer que


a) apenas I é correta.
b) apenas I e II são corretas.
c) apenas I e III são corretas.
d) apenas II e III são corretas.
*e) todas são corretas.
https://cnx.org/resources. Acesso em: 25 set. 2017 (Adaptado).
Nesse experimento, enquanto um ímã é, sucessivamente, aproxi- (UPF/RS-2018.1) - ALTERNATIVA: E
mado e afastado de uma bobina, um galvanômetro, muito sensível, A indução eletromagnética é um fenômeno que se encontra presen-
indica a passagem de uma corrente alternada. Quanto ao contexto te em diversos equipamentos que utilizamos cotidianamente. Ela é
físico apresentado, é CORRETO utilizada para gerar energia elétrica e seu princípio físico consiste no
afirmar que a lei de Lenz: aparecimento de uma força eletromotriz entre os extremos de um fio
a) Confirma o princípio de conservação da quantidade de movimen- condutor. Para que essa força eletromotriz surja, é necessário haver
to. variação de
b) Exprime o princípio de conservação da carga elétrica. a) campo elétrico.
*c) Ratifica o princípio de conservação da energia. b) reistência elétrica.
d) Viola o princípio newtoniano de ação e reação. c) capacitância elétrica.
d) temperatura.
(MACKENZIE/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: B *e) fluxo magnético.
Considere as seguintes afirmações.
(UFJF/MG-2018.1) - RESPOSTA NO FINAL DA QUESTÃO
I. Quando se coloca um ímã em contato com limalha (fragmen-
A espectrometria de massas tem sido utilizada para uma enorme
tos) de ferro, estes não aderem a ele em toda a sua extensão,
variedade de aplicações, como a datação de rochas, a elucidação
mas predominantemente nas regiões próximas das extremi-
de estrutura de compostos químicos, e até o monitoramento da qua-
dades.
lidade de processos químicos industriais. Para analisar a composi-
II. Cortando-se um ímã em duas partes iguais, que por sua vez ção de um gás, primeiramente é necessário submetê-lo a uma des-
podem ser redivididas em outras tantas, observa-se que cada carga elétrica para produzir íons daquele gás. Os íons produzidos
uma dessas partes constitui um novo ímã, que embora menor são acelerados por uma diferença de potencial U, e adquirem uma
tem sempre dois pólos. energia cinética E = qU, onde q é a carga do íon. Os íons são então
III. Pólos de mesmo nome se atraem e de nomes diferentes se direcionados para uma região com um campo magnético uniforme,
repelem. representada pela área triangular da figura do item (b). Na região
do campo magnético, os íons percorrem uma trajetória circular de
Com relação às afirmações, podemos dizer que raio R. Vamos supor que o espectrômetro opere com uma tensão de
a) apenas I é correta. aceleração dos íons U = 960 Volts, e que o raio da trajetória circular
seja R = 20 cm. O módulo da carga do elétron vale q = 1,6 ×10–19 C.
*b) apenas I e II são corretas.
Deseja-se analisar íons de Ne+, sendo que a massa m do íon vale
c) apenas I e III são corretas.
aproximadamente 20 g/mol, e um mol equivale a 6,0×1023 átomos.
d) apenas II e III são corretas. Com base nessas informações, faça o que se pede:
e) todas são corretas. a) Escreva uma expressão para a velocidade dos íons em função
de q, m e U. Não é necessário levar em conta efeitos relativísticos.
(UNITINS/TO-2018.1) - ALTERNATIVA: A b) Considerando o ponto P da figura, desenhe o vetor velocidade
→ →
A figura a seguir representa uma partícula A em uma região situada do íon ( v ), o vetor campo magnético ( B ) e o vetor força magnética

no vácuo e influenciada, simultaneamente, por um campo magnético ( Fm ) de tal forma que a trajetória seja circular naquele ponto. Para
igual a 40 T e um campo elétrico igual a 400 N/C. vetores entrando ou saindo do plano da página, use a seguinte nota-
ção: entrando no plano da página, e saindo do plano da página.

De acordo com os dados anteriores, avalie as afirmações que se


seguem e marque a opção correta.

I) A intensidade da força elétrica que age sobre a partícula é igual


a 2,4 N. c) Calcule o valor do módulo do campo magnético no ponto P para
II) A intensidade da força magnética que age sobre a partícula é que a trajetória dos íons seja circular.
igual a 4,8 N. RESPOSTA UFJF/G-2018.1:
III) O módulo da aceleração da partícula é igual a 6 .10 m/s . 5 2
2qU
a) v = m b) c) B = 0,1 T
*a) Todas estão corretas.
b) Somente I e III estão corretas. →
Fm
c) Somente II está correta.
d) Somente I e II está correta.
→ →
e) Somente III está correta. B P v
japizzirani@gmail.com 42
(UFSC-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 85 (01+04+16+64) (UEM/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 09 (01+08)
À noite no acampamento, Pedro, Tiago e João pensam em maneiras Uma partícula de massa m e carga positiva q é lançada em uma
alternativas de produzir luz, além do fogo. João desenha o esquema região (no vácuo) em que existe um campo magnético uniforme e
→ →
abaixo imaginando uma aplicação para o hand spinner e outros ma- constante B . A velocidade v da partícula, cujo módulo é muito me-

teriais que trouxe. Em seu desenho, acoplou um ímã em cada um nor que a velocidade da luz, forma com a direção de B um ângulo
dos lados do brinquedo e o colocou próximo de uma bobina ligada θ. Considere que a massa da partícula é suficientemente pequena
a um pequeno transformador elevador de tensão conectado a um de tal modo que podemos desconsiderar o efeito de forças gravi-
LED. Antes de montarem o aparato, eles observaram que o hand tacionais. Sobre a atuação de uma força magnética e seus efeitos
spinner livre gira por 5 minutos, então João desafiou Pedro e Tiago sobre o movimento da partícula na presença do campo, assinale o
a fazerem comentários sobre o seu funcionamento. que for correto.
01) Para θ = 0, a partícula se move em linha reta com aceleração
nula.
02) Para θ = p, o módulo da velocidade da partícula diminui com o
tempo.
04) Para θ = p /4, a trajetória da partícula é parabólica visto que a
aceleração é constante.
08) Para θ = p /2, a trajetória da partícula é circular com raio inversa-
mente proporcional à razão q / m.
16) Para θ = p / 2, a trajetória da partícula é circular (com raio r ), e
o trabalho realizado pela força magnética sobre a partícula, durante
um período, tem módulo 2p rq v B, em que v e B são os módulos da
velocidade e do campomagnético, respectivamente.

(UEM/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 15 (01+02+04+08)


Quanto aos comentários que podem ser feitos por Pedro e Tiago, é Em relação a fenômenos envolvendo ondas eletromagnéticas e,
correto afirmar que: portanto, Eletromagnetismo em geral, assinale o que for correto.
01. a corrente elétrica que percorrerá o enrolamento primário do
01) A variação temporal de um campo magnético em determinada
transformador será de maior módulo do que a corrente elétrica que
região do espaço induz um campo elétrico nessa mesma região.
percorrerá o enrolamento secundário.
02) A variação temporal de um campo elétrico em determinada re-
02. o hand spinner vai demorar mais do que 5 minutos para parar,
gião do espaço induz um campo magnético nessa mesma região.
pois o campo magnético induzido na bobina aplicará uma força mag-
04) Campos elétricos e campos magnéticos, propagando-se pelo
nética sobre ele por causa dos ímãs.
espaço devido a induções recíprocas e incessantes, estão presen-
04. se o LED acender, a corrente elétrica que o percorrerá será al-
tes em uma onda eletromagnética.
ternada.
08) A velocidade de propagação das ondas eletromagnéticas depen-
08. a corrente elétrica induzida na bobina irá produzir um fluxo mag-
de de onde ela se propaga.
nético constante, fazendo com que os ímãs do hand spinner sejam
16) Ao incidir sobre uma placa metálica condutora, uma onda eletro-
atraídos ou repelidos.
magnética pode transferir energia, mas não pode transferir quanti-
16. a transformação da energia cinética do hand spinner em energia
dade de movimento.
elétrica na bobina é explicada pela Lei de Faraday.
32. caso todos os ímãs sejam deslocados para pontos mais pró-
ximos do centro do hand spinner, a corrente elétrica induzida na (ITA/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: E
bobina será mais intensa. Uma massa m de carga q gira em órbita circular de raio R e período
64. o sistema de geração de energia elétrica acima utiliza o mesmo T no plano equatorial de um ímã. Nesse plano, a uma distância r do
princípio de geração de energia da Gravity Light. ímã, a intensidade do campo magnético é B(r) = m / r 3, em que m é
uma constante. Se fosse de 4R o raio dessa órbita, o período seria
de
(FAC.ISRAELITA/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: A
Dois fios condutores retos, muito compridos, para- a) T/2.
lelos e muito próximos entre si, são percorridos por b) 2T.
correntes elétricas constantes, de sentidos opostos e c) 8T.
de intensidades 2 A e 6 A, conforme esquematizado d) 32T.
na figura. *e) 64T.
A razão entre os módulos das forças magnéticas de
um fio sobre o outro e o tipo de interação entre essas
forças é igual a: (ITA/SP-2018.1) - RESPOSTA: B = m I /12 a
*a) 1, repulsiva A figura mostra um fio por onde passa uma corrente I conectado a
b) 3, atrativa uma espira circular de raio a.
c) 12, atrativa
d) a resultante das forças será nula, portanto, não ha-
verá interação entre elas.

(UEPG/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 24 (02+08+16)


Em relação ao magnetismo e suas propriedades, assinale o que for
correto. A semicircunferência superior tem resistência igual a 2R e a inferior,
01) A direção do campo magnético produzido por um fio retilíneo, igual a R. Encontre a expressão para o campo magnético no centro
muito longo, transportando uma corrente elétrica, é paralela ao eixo da espira em termos da corrente I.
do fio.
02) Cargas elétricas em movimento e fios transportando corrente
(UECE-29-018.1) - ALTERNATIVA: B
elétrica, na presença de um campo magnético, podem sofrer o efeito
O módulo do vetor campo magnético gerado por uma corrente elé-
de uma força magnética.
trica constante passando por um fio retilíneo depende da distância
04) Uma carga elétrica em movimento produz apenas campo mag-
do ponto de medição do campo ao fio. Assim, é correto afirmar que
nético.
a direção desse vetor é
08) O magnetismo está relacionado com a eletricidade, pois o movi-
mento de cargas elétricas produz campo magnético. a) perpendicular ao fio somente para um dos sentidos da corrente.
16) A função do núcleo de ferro inserido no interior de uma bobina *b) perpendicular ao fio independente do sentido da corrente.
elétrica é aumentar o valor do campo magnético produzido em rela- c) paralela ao fio independente do sentido da corrente.
ção à situação sem o núcleo de ferro. d) paralela ao fio somente para um dos sentidos da corrente.
japizzirani@gmail.com 43
(UFRGS/RS-2018.1) - ALTERNATIVA: A (FUVEST/SP-2018.1) - REPOSTA NO FINAL DA QUESTÃO
Na figura abaixo, está representada a trajetória de uma partícula Uma espira quadrada, de lado L, constituída por barras rígidas de
de carga negativa que atravessa três regiões onde existem campos material condutor, de resistência elétrica total R, se desloca no plano

magnéticos uniformes e perpendiculares à trajetória da partícula. xy com velocidade v constante, na direção do eixo x. No instante
t = 0, representado na figura, a espira começa a entrar em uma re-
gião do espaço, de seção reta quadrada, de lado 2L, onde há um
III → →
campo magnético B perpendicular a v ; a velocidade da espira é
I
mantida constante por meio da ação de um agente externo. O cam-

po B é uniforme, constante e tem a direção do eixo z, entrando no
plano xy.

II

Nas regiões I e III, as trajetórias são quartos de circunferências e,


na região II, a trajetória é uma semicircunferência. A partir da tra-
jetória representada, pode-se afirmar corretamente que os campos
magnéticos nas regiões I, II e III, em relação à página, estão, res-
pectivamente,
*a) entrando, saindo e entrando.
b) entrando, saindo e saindo.
c) saindo, saindo e entrando.
d) entrando, entrando e entrando.
e) saindo, entrando e saindo.
a) A figura da página de respostas representa a situação para o ins-
tante t1 = L / (2v). Indique nessa figura o sentido da corrente elétrica
(UFRGS/RS-2018.1) - ALTERNATIVA: D i1 que circula pela espira e determine o seu valor.
A figura abaixo representa um experimento em que um ímã está b) Determine a corrente i2 na espira para o instante t2 = (3L)/ (2v) .
sendo aproximado com velocidade V de uma bobina em repouso, →
c) Determine a força eletromagnética F (módulo, direção e sentido)
ligada em série com um galvanômetro G.
que atua na espira no instante t3 = (5L)/ (2v) .
Note e adote:
Força eletromotriz na espira parcialmente imersa no campo magnético: e= L B v

A seguir, três variantes do mesmo experimento estão representadas


nas figuras I, II e III.

I-

RESPOSTA FUVEST/SP-2018.1:
a) i1 = vLB/ R b) i2 = 0
i1
II - c) F = vL2B2/ R . Direção do
eixo x e sentido oposto a ele.

III - (VUNESP-UEFS/BA-2018.1) - ALTERNATIVA: E


A figura representa um ímã em forma de barra, seus dois polos mag-
néticos Norte e Sul e algumas linhas de indução, contidas no plano
Assinale a alternativa que indica corretamente as variantes que pos- da figura, do campo magnético criado pelo ímã. Sobre essas linhas
suem corrente elétrica induzida igual àquela produzida no experi- estão assinalados os pontos de A até H.
mento original.
a) Apenas I.
b) Apenas lI.
c) Apenas III.
*d) Apenas I e II.
e) I, II e III.

(UFRGS/RS-2018.1-TRANSF) - ALTERNATIVA: C
Um solenoide ideal no vácuo (m 0 = 4p ×10−7 Wb/(Am)) foi construído
com 200 espiras de um fio de 2 mm de diâmetro.
Considerando que é 1 A a corrente que circula no solenoide, o módu-
lo do campo magnético axial, no seu interior, em Wb/m2, é
a) 2p ×10−7. Desprezando a ação de quaisquer outros campos magnéticos, o ve-
b) 4p ×10−7. tor campo magnético criado por esse ímã tem a mesma direção e o
*c) 2p ×10−4. mesmo sentido em
a) B e H. d) A e C.
d) 4p ×10−4. b) B e D. *e) D e H.
e) 2p ×10−2. c) E e G.
japizzirani@gmail.com 44
(FATEC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: D VESTIBULARES 2018.2
Os experimentos realizados pelos físicos franceses Jean-Baptiste
Biot e Felix Savart, por volta de 1820, estabeleceram que a intensi-
dade do vetor indução magnética, originado pela passagem de uma (UFU/MG-TRANSF.2018.2) - ALTERNATIVA: B
corrente elétrica por um fio condutor, pode ser dada pela equação A figura apresentada a seguir mostra que um resistor de resistência
elétrica R está ligado em dois fios ideais, paralelos na horizontal, e

→ m 0 . i ·DL·sen θ está sobre um campo magnético uniforme ( B ). Na vertical há um
D| B | =
4p r2 fio de comprimento L, conectado nos fios da horizontal e é aplicada

→ uma força F que faz com que esse fio se movimente para direita

Se considerarmos que D| B | está em tesla, i está em ampère, DL e com velocidade constante v .
r estão em metros, e θ em radianos, podemos dizer que a unidade
de medida da constante de permeabilidade magnética do vácuo (m 0)
é dada em
a) T·A·m2·rad/m *d) T·m/A
b) T·m2/A·rad·m e) T·m·A
c) T·m/A·rad

(UNIMONTES/MG-2018.1) - ALTERNATIVA: B Considerando os dados apresentados, assinale a alternativa que


Dois condutores retilíneos, longos, muito finos, bem isolados e com apresenta a corrente elétrica passível de ser induzida no circuito.
corrente elétrica cruzam-se perpendicularmente, encostando um no a) 0.
outro sem que haja contato elétrico. No plano determinado pelas *b) BLv / R.
retas suporte desses condutores, ficam bem determinados os qua-
c) Os dados fornecidos não possibilitam o cálculo.
drantes 1, 2, 3 e 4, conforme está indicado no esquema abaixo:
d) R / BLv .

(IFNORTE/MG-2018.2) - ALTERNATIVA: D
Utilizando um ímã, uma espira e um LED, conforme se ilustra na
FIGURA 09, Rafael realizou um experimento e, com os dados nele
obtidos, construiu o gráfico da FIGURA 10:
FIGURA 09 FIGURA 10

Considerando os sentidos das correntes elétricas nos dois conduto-


res indicados no esquema, o módulo do campo magnético resultante
dessas correntes elétricas é mais intenso nos quadrantes
a) 1 e 2.
*b) 2 e 4.
c) 2 e 3.
d) 1 e 3.

(UEPA-2018.1) - ALTERNATIVA: A
Nesse experimento, enquanto o ímã foi movimentado por Rafael, o
O eletromagnetismo é a teoria usada para descrever os fenômenos
LED acendeu por um tempo e, simultaneamente, mediu-se o valor
elétricos, magnéticos e luminosos que observamos no nosso dia a
do campo magnético no plano da espira. Analisando-se os dados do
dia. Entre as suas principais leis e fenômenos, podemos citar a Lei
gráfico construído por Rafael, pode-se inferir, corretamente, que o
de Coulomb, a Lei de Ohm, a Lei de Ampère, a Lei de Faraday e o
brilho do LED foi mais intenso no intervalo:
efeito Joule. Com relação a essas leis e fenômenos físicos, é correto
afirmar que: a) Entre 0 e To .
*a) a relação entre a diferença de potencial aplicada às extremida- b) Entre To e 3 To .
des de um fio de cobre e a corrente elétrica que o atravessa é dada
c) Entre 3 To e 4 To .
pela Lei de Ohm.
b) o aquecimento de uma resistência elétrica de chuveiro atraves- *d) Entre 4 To e 5 To .
sada por uma corrente elétrica é um fenômeno corriqueiro, e sua
explicação é dada pela lei de Faraday.
(VUNESP-CEFSA/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: E
c) a Lei de Ampère pode ser usada para calcular o campo elétrico
A imagem mostra quatro fios longos e paralelos vistos de cima, per-
gerado por uma corrente elétrica estacionária.
corridos por uma corrente elétrica de intensidade I constante, dis-
d) a Lei de Coulomb descreve o comportamento do campo mag-
postos nos vértices de um quadrado.
nético no interior de um solenoide atravessado por uma corrente
alternada.
e) efeito Joule é o fenômeno que consiste no surgimento de uma
corrente elétrica em uma espira metálica submetida a um campo
magnético variável no tempo.

(IFSUL/RS-2018.1) - ALTERNATIVA: A
Elétrons, prótons e outros portadores de carga elétrica, por possuí-
rem essa propriedade física, podem interagir com campos magnéti-
cos, submetendo-se a uma força magnética.
Se essas partículas eletrizadas submetem-se a ação de um campo
magnético estacionário, ou seja, a ação de um campo magnético em O símbolo indica que a corrente elétrica está saindo perpendicu-
que o vetor indução magnética é, em cada ponto, invariável com o larmente ao plano do quadrado, e o símbolo indica que a corrente
tempo, esse campo elétrica está entrando perpendicularmente ao plano do quadrado.
*a) não atua em portadores de carga elétrica que estejam em re- Sendo B a intensidade do campo magnético produzido por cada cor-
pouso. rente no centro do quadrado, a alternativa que indica o valor correto
b) atua em portadores de carga elétrica que se movam na mesma do campo magnético resultante no centro do quadrado é
direção desse campo.
a) 0. d) B √2.
c) não atua em portadores de carga elétrica que se movam em uma
direção diferente da do campo. b) 2B. *e) 2B √2.
d) atua quando a carga elétrica dessas partículas é nula. c) 4B.
japizzirani@gmail.com 45
(SENAI/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: C (VUNESP-UEFS/BA-2018.2) - ALTERNATIVA: C
Os disjuntores das residências funcionam a partir de um eletroímã, Um longo fio retilíneo está fixo em determinada região e por ele cir-
conforme o esquema abaixo, em que M é um aparelho qualquer e G, cula uma corrente elétrica contínua, cuja intensidade varia de acordo
um gerador de corrente elétrica. A armadura A do eletroímã é sus- com o gráfico 1.
tentada pela mola m de tal maneira que, para valores admissíveis de
i, ela não toca a bobina. Mas, para valores de i superiores a um valor
prefixado, a força de atração magnética sobre a armadura vence a
mola. Então, o circuito se abre e a corrente deixa de circular, prote-
gendo o aparelho M de uma corrente alta, que poderia danificá-lo.

Tal corrente cria, no ponto P dessa região, um campo magnético


cuja intensidade varia, em função da corrente no fio, conforme o
gráfico 2.

Supondo que essa bobina tenha 5 cm de comprimento, 50 espiras


e que a corrente elétrica máxima antes do acionamento do sistema B (10–8 T)
seja de 3 A, o valor do campo magnético no interior da bobina é de
OBS: Considere, se necessário, m0 = 4p .10–7 T.m/A e p @ 3.
a) 360 T. d) 4p .10–3 T.
b) 4p T. e) 3,6.10–5 T.
*c) 3,6 .10–3 T.

(UFU/MG-2018.2) - ALTERNATIVA: B
Uma forma de separar diferentes partículas carregadas é acelerá
-las, utilizando placas que possuem diferença de potencial elétrico
(V), de modo que adquiram movimento retilíneo para, em seguida,

lançá-las em uma região onde atua campo magnético uniforme ( B ). I (10–3 A)
Se o campo magnético atuar em direção perpendicular à velocidade

( v ) das partículas, elas passam a descrever trajetórias circulares No instante t = 3 s, a intensidade do campo magnético criado pela
e, dependendo de suas características, com raios de curvaturas di- corrente no ponto P é
ferentes. A figura ilustra o esquema de um possível equipamento a) 2,0 ×10–8 T d) 2,4×10–8 T
que possui funcionamento similar ao descrito. Nesse esquema, dois
b) 1,2 ×10–8 T e) 2,8×10–8 T
tipos diferentes de partículas são aceleradas a partir do repouso do
ponto A, descrevem incialmente uma trajetória retilínea comum e, *c) 1,6 ×10–8 T
em seguida, na região do campo magnético, trajetórias circulares
distintas. (UNITAU/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: B
Um condutor cilíndrico de corrente foi colocado numa região do es-
paço onde estava presente um campo magnético uniforme, de mag-
nitude B = 8,2 ×10–3 tesla.

Sabendo que a corrente que atravessa o condutor é de 1 ampère, e


que seu comprimento é de 2 centímetros, e desprezando o campo
magnético gerado pelo próprio condutor e os possíveis efeitos de
Considerando-se a situação descrita e representada na figura, é cor-
bordas, é CORRETO afirmar que o módulo da força que atua sobre
reto afirmar que
esse condutor é de
a) ambas as partículas gastam o mesmo tempo para descrever a
trajetória circular. a) 16,4 ×10–4 newtons
*b) ambas as partículas possuem carga elétrica negativa. *b) 1,64 ×10–4 newtons
c) a partícula que possui maior carga possui trajetória com maior c) 16,4 ×10–9 newtons
raio de curvatura.
d) a partícula que possui maior relação massa/carga possui menor d) 1,64 ×104 newtons
raio de curvatura. e) 16,4 ×104 newtons
japizzirani@gmail.com 46
UVV/ES-2018.2) - ALTERNATIVA: E (UNITAU/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: A
Para se realizar o exame de ressonância magnética, insere-se o pa- A figura abaixo mostra uma espira circular, de raio R, apoiada no
ciente em um equipamento composto de um cilindro que, ao redor plano XY, percorrida por uma corrente i.
dele, existe um solenoide responsável por gerar um campo mag-
nético uniforme, paralelo ao eixo desse cilindro. Um solenoide de
0,100 m de comprimento, contendo 800 espiras, transportando uma
corrente máxima de 10,0 A, gera um campo magnético uniforme de
0,100T. Um equipamento de ressonância magnética comum possui
um solenoide com 1,60 m de comprimento, contendo 64,0 ×103 espi-
ras, gerando um campo magnético uniforme de 1,50 T.
Sobre o que está representado na figura, é CORRETO afirmar que
a) quando uma partícula de massa M, carga elétrica q e vetor velo-
→ →
cidade v perpendicular ao vetor B e paralela ao eixo +X é colocada
no ponto A ela movimentará numa trajetória circular de raio r em
torno do ponto O.
b) quando uma partícula de massa M, carga elétrica nula e vetor ve-
→ →
locidade v , perpendicular ao vetor B é colocada no ponto A, ela se
movimentará numa trajetória circular de raio r em torno do ponto O.
c) quando uma partícula de massa M, carga elétrica q e vetor velo-
cidade nulo é colocada no ponto A, ela se acelerará e passará a se
mover numa trajetória circular de raio r em torno do ponto O.

Com essas informações, pode-se afirmar que a corrente máxima d) quando uma partícula de massa M, carga q e vetor velocidade v

que percorre esse equipamento, quando comparada à corrente má- paralela ao vetor B é colocada no ponto A, ela se movimentará numa
xima do primeiro solenoide, é trajetória circular de raio r em torno do ponto O.
(Dados: μ 0 = 1,25×10–6 Tm/A) e) quando uma partícula de massa M, carga q e vetor velocidade

a) constante, uma vez que o campo magnético gerado independe da v , independentemente da condição em que é colocada no ponto A,
corrente que atravessa o solenoide. ela nunca se movimentará numa trajetória circular de raio r em torno
1 do ponto O.
b) maior.
5
c) 2 vezes maior. (UFU/MG-2018.2) - RESPOSTA NO FINAL DA QUESTÃO
1
d) menor. Esta figura, utilizando como referência os eixos X, Y e Z, mostra
5
uma espira quadrada, feita de um fio metálico rígido, inicialmente em
*e) 3 vezes maior.
repouso, de lado 10 cm, que se encontra, em um dado instante, no
plano YZ, e com corrente elétrica I = 10 A. Nessa região do espaço,
(PUC/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: D atua um campo magnético uniforme de intensidade B = 5 T na dire-
Considere uma região do espaço que possua um campo magné- ção do eixo Z e em seu sentido positivo.
tico uniforme. Nela são lançadas duas partículas, V e W, com ve-
locidades iniciais perpendiculares à direção das linhas de indução
do campo. Admita que as partículas fiquem sob ação exclusiva das
forças magnéticas. Com base nos dados da tabela, referentes às
partículas, assinale a alternativa que relaciona CORRETAMENTE
seus raios (R) e períodos (T).

Partícula V Partícula W
Carga Elétrica q –3q
Velocidade inicial de Lançamento v 2v
Massa m m/ 2

a) R W = 3R V e TV = 3TW
b) R W = 2R V e TW = 3TV
c) R V = 2R W e TW = 6TV
*d) R V = 3R W e TV = 6TW

(FPS/PE-2018.2) - ALTERNATIVA: B
A figura mostra uma barra horizontal condutora AB, de massa 0,1 kg
e comprimento L = 0,4 m, que é mantida suspensa por duas molas
metálicas verticais que estão conectadas aos polos de uma bateria.
Ao aplicar-se um campo magnético uniforme e constante, B = 1,0 T
perpendicular à barra, como indicado na figura, verifica-se que as
molas não são comprimidas nem distendidas, isto é, o comprimen-
to permanece inalterado. Considere que a gravidade no local é de Com base na situação descrita e representada na figura, responda.
10 m/s2. O valor e o sentido da corrente elétrica que flui pela barra a) Qual a força magnética (módulo, direção e sentido) em cada lado
são, respectivamente: da espira?
b) Considerando-se apenas as forças magnéticas, qual a força re-
sultante na espira? A espira irá se mover ou permanecerá em repou-
a) 2,5 amperes, de B para A.
so? Justifique sua resposta.
RESPOSTA UFU/MG-2018.2:
*b) 2,5 amperes, de A para B. a) Nos lados paralelos ao eico Y atua forças de intensidade 5,0 N na
direção do eixo X. A força no lado inferior tem o mesmo sentido de X
c) 2,0 amperes, de A para B. e, no inferior, sentido contrário. Nos lados paralelos ao eixo Z a força
é nula pois o ângulo entre a corrente I e o campo B é zero.
b) A força resultante é zero, pois as duas forças atuantes apontam
d) 2,0 amperes, de B para A.
em sentidos opostos, portanto se cancelam.
A espira irá se mover. A espira executará apenas o movimento de
e) 1,0 ampere, de A para B. rotação, pois o torque (ou momento da força) não é nulo.
japizzirani@gmail.com 47
(VUNESP-UNIVAG/MT-2018.2) - ALTERNATIVA: B (UEPG/PR-2018.2) - RESPOSTA: SOMA = 19 (01+02+16)
Trens de levitação magnética já são realidade em países como Ale- Uma carga elétrica puntiforme, de carga Q e massa m, com uma
manha, Japão e China. Embora esses meios de transporte utilizem velocidade inicial vo , paralela ao eixo x e na direção positiva, atinge
intrincados conjuntos de eletroímãs supercondutores, o princípio uma região do espaço onde existem um campo elétrico e um campo
da levitação magnética pode ser explicado pela Lei de Ampère. De magnético uniforme. O campo elétrico é paralelo ao eixo y e aponta
acordo com essa lei, a repulsão eletromagnética entre dois fios con- no sentido negativo e o campo magnético é paralelo ao eixo z e
dutores paralelos de comprimento L, separados por uma distância d, aponta no sentido negativo. Considerando que o meio onde a partí-
que transportam correntes elétricas opostas I1 e I2, é dada pela força cula se movimenta é o vácuo e desprezando a força peso, assinale
F, como mostra a figura. o que for correto.
01) Uma das condições para que a carga não seja acelerada é que a
razão entre os campos elétrico e magnético seja igual à vo .
02) Se a direção da velocidade inicial da partícula for ao longo do
eixo z, a única força atuante será a elétrica.
04) O vetor força magnética atuando sobre a partícula depende ape-
nas do valor da carga e dos módulos da velocidade e do campo
magnético.
08) Se a carga da partícula for nula, a única força atuando nela é a
força magnética.
A intensidade da força de repulsão F é representada pela fórmula 16) Se a velocidade inicial da partícula for nula, neste instante, a
μ0 I1· I2 força elétrica é a única força atuante.
F= L,
2p d
com μ0 = 4p × 10–7 T·m/A sendo um fator constante, medido no SI. (UEM/PR-2018.2) - RESPOSTA: SOMA = 23 (01+02+04+16)
Considere que ambos os fios estão submetidos a tensões iguais de Considere uma haste metálica, livre para se movimentar, apoiada
200 V e dissipam uma potência elétrica de 4 kW cada. A força de sobre um fio condutor metálico fixo dobrado em forma de U. Esse
repulsão por metro de fio, quando eles estão separados por uma conjunto forma uma espira retangular, cuja área varia conforme o
distância de 10 mm, é deslocamento da haste. Considere que essa espira assim formada
a) 5 ×10–8 N. d) 5×10–11 N. está imersa em uma região onde existe um campo magnético unifor-

–3
*b) 8 ×10 N. e) 4×10–3 N. me B , que entra perpendicularmente no plano dessa espira, devido
–6 à presença de um ímã. Leve em conta também que a espira está em
c) 8×10 N.
um plano paralelo à vertical e considere um pequeno intervalo de
tempo imediatamente após a haste metálica ser colocada em movi-

(IFSUL/RS-2018.2) - ALTERNATIVA: C mento para a direita com velocidade v , aumentando dessa forma a
Tendo por base as teorias do magnetismo e do eletromagnetismo, é área da espira. Assinale o que for correto.
INCORRETO afirmar:
a) Um imã possui polo norte e polo sul.
b) As linhas de força de um campo magnético são sempre fechadas.
*c) Se eu quebrar um imã, passo a ter dois imãs, um somente com
polo norte e outro somente com polo sul.
d) Um campo magnético pode ser gerado ao redor de um fio condu-
tor, quando este é percorrido por corrente elétrica.

(UEM/PR-2018.2) - RESPOSTA: SOMA = 30 (02+04+08+16)


Considere uma espira retangular BCDE situada em um plano para-
lelo a uma vertical OP, que se encontra entre os polos norte (N) e sul
(S) de um ímã em forma de ferradura. Visto de cima, observam-se, Fonte: LABAS, M. Uma proposta de abordagem históricoexperimen-
em primeiro plano, da esquerda para a direita, o polo S do ímã, o tal da lei de indução eletromagnética de Faraday à luz da teoria da
vértice C da espira, o ponto P, o vértice D da espira e o polo N do aprendizagem significativa. Ponta Grossa, 2016. Dissertação (Mes-
ímã. Considere que as extremidades A e F do fio constituinte da trado). Departamento de Física – Programa de Pós-graduação em
espira são ligadas a uma bateria, de modo que a corrente elétrica se Ensino da Universidade Estadual de Ponta Grossa, p. 136.
estabelece no sentido FEDCBA. Considere também que as linhas
do campo magnético são retilíneas e ortogonais à vertical OP. Assi- 01) Para um observador em repouso em relação ao ímã, elétrons
nale o que for correto. livres no interior da haste começam a se movimentar junto com ela
para a direita e, consequentemente, passam a sofrer a ação de uma
força magnética vertical para baixo devido à presença do campo
magnético, dando origem a um movimento de elétrons livres no sen-
tido horário.
02) Para um observador em repouso em relação à haste, deve-se
considerar a existência de um campo elétrico induzido nessa haste
devido à ação do ímã em movimento para a esquerda com velocida-

de − v , de modo que os elétrons livres passam a sofrer a ação de
uma força elétrica vertical para baixo, dando origem a um movimen-
Adaptado de: LUZ A. M. R. da; ÁLVARES, B. A. Curso de física.
to de elétrons livres no sentido horário.
Volume 3. São Paulo: Scipione, 2010, p. 215. 04) De acordo com a lei de indução eletromagnética de Faraday,
quando a haste se desloca para a direita, ocorre um aumento do
01) Vista de cima, no sentido de P para O, a espira é forçada a girar
fluxo de campo magnético através da espira, dando origem a uma
no sentido anti-horário.
força eletromotriz que, por sua vez, dá origem a uma corrente elétri-
02) O ramo CD da espira não fica submetido a uma força magnética.
ca induzida no sentido anti-horário.
04) Se a espira estiver livre para girar, ela atingirá uma posição de
equilíbrio após sofrer algumas oscilações de amplitudes cada vez 08) De acordo com a lei de Lenz, se a haste se movimentasse para
menores em torno da linha vertical OP. a esquerda, então não surgiria uma corrente elétrica induzida na
08) Quanto à tendência de rotação, o fenômeno observado será o espira.
mesmo, caso ocorram simultaneamente a troca de posição entre os 16) De acordo com a lei de indução eletromagnética de Faraday, se
polos N e S e a inversão do sentido da corrente elétrica. o campo magnético no qual a espira está imersa for gerado por um
16) O princípio de funcionamento dos motores elétricos baseia-se dispositivo que o faça variar no tempo, então surgirá uma corrente
no fato de uma espira condutora de eletricidade tender a girar ao ser elétrica induzida na espira, mesmo que a haste permaneça em re-
imersa em uma região onde existe campo magnético. pouso em relação ao fio condutor em forma de U.
japizzirani@gmail.com 48
(UEPG-2018.2) - RESPOSTA: SOMA = 20 (04+16)
Dois fios condutores muito longos, de comprimento L, estão dis-
postos paralelamente e separados por uma distância r, onde
(r << L). Cada fio transporta uma corrente elétrica I. Considerando
que o meio onde os fios se encontram é o vácuo, assinale o que for
correto.
01) Se as correntes elétricas transportadas em cada fio tiverem sen-
tidos opostos, a força magnética entre eles será atrativa.
02) O módulo da força magnética entre os fios é inversamente pro-
porcional ao quadrado da distância entre eles.
04) A força magnética entre os dois fios é proporcional ao produto
das correntes elétricas transportadas em cada fio.
08) O valor do vetor indução magnética no ponto médio da distância
entre os dois fios é necessariamente nulo.
16) A direção da força magnética entre os fios é perpendicular ao
comprimento dos fios.

(UEPG/PR-2018.2) - RESPOSTA: SOMA = 26 (02+08+16)


Uma bobina é produzida, enrolando-se um fio condutor, de maneira
que ela tenha 25 cm de comprimento e possua 100 espiras circula-
res com 10 mm de raio. A bobina é conectada a uma bateria ideal
de 2 V. Se a resistência elétrica da bobina é 0,1 Ω, assinale o que
for correto.
Use p =3 e permeabilidade magnética do vácuo m0 = 4p ×10−7 T·m/A.
01) Bobinas são utilizadas em circuitos eletrônicos com o objetivo de
acumular cargas elétricas induzidas.
02) A potência elétrica dissipada por efeito Joule nos fios da bobina
é 40 W.
04) O valor do fluxo do campo magnético no interior da bobina é
menor do que 4 ×10−6 T/m2.
08) Um dos problemas relacionados com a produção de campos
magnéticos intensos é o aquecimento da bobina.
16) O valor do módulo do vetor indução magnética no interior da
bobina é maior que 9 ×10−3 T.

japizzirani@gmail.com 49
FÍSICA MODERNA (UEG/GO-2018.1) - ALTERNATIVA: C
No dia 13 setembro de 2017, fez 30 anos do acidente radiológico Cé-
sio -137, em Goiânia – GO. Sabe-se que a meia-vida desse isótopo
VESTIBULARES 2018.1 radioativo é de aproximadamente 30 anos. Então, em 2077, a massa
que restará, em relação à massa inicial da época do acidente, será
a) 1 / 2 d) 1 / 16
(FGV/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: C
Os avanços tecnológicos que a ciência experimentou nos últimos b) 1 / 4 e) 1 / 24
tempos nos permitem pensar que, dentro em breve, seres humanos
*c) 1 / 8
viajarão pelo espaço sideral a velocidades significativas, se compa-
radas com a velocidade da luz no vácuo.
Imagine um astronauta terráqueo que, do interior de uma nave que (UEM/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 22 (02+04+16)
se desloca a uma velocidade igual a 60% da velocidade da luz, avis- Assinale o que for correto.
ta um planeta. Ao passar pelo planeta, ele consegue medir seu diâ- 01) A mecânica clássica pode ser aplicada a qualquer partícula ele-
metro, encontrando o valor 4,8×106 m. Se a nave parasse naquelas mentar, desde que as velocidades envolvidas no problema sejam
proximidades e o diâmetro do planeta fosse medido novamente, o muito inferiores à velocidade da luz.
valor encontrado, em 106 m, seria de 02) Diferentemente da mecânica clássica, a teoria da relatividade
a) 2,7. especial ou restrita assume que a velocidade da luz no vácuo é
b) 3,6. constante para qualquer referencial inercial.
*c) 6,0. 04) Quando as dimensões características do problema físico se tor-
d) 7,5. nam comparáveis às dimensões das partículas elementares, podem
e) 11,0. ocorrer fenômenos ondulatórios não explicáveis sob o ponto de vista
da mecânica clássica.
(UNICENTRO/PR-2018.1) - ALTERNATIVA: B 08) A emissão de elétrons devido à incidência de luz em um metal é
Qual é o comprimento de onda de um elétron de massa 9,0×10–31 kg explicada pela teoria clássica das colisões entre fótons e elétrons.
que se move com velocidade de 100 m/s. Considere a constante de 16) O espectro eletromagnético em forma de raias espectrais, emi-
tido por uma lâmpada de sódio, é uma evidência do caráter quanti-
Planck: h = 6,6×10–34 J . s.
zado da energia.
a) 3,5 μ m
*b) 7,0 μ m
c) 14,0 μ m (FUVEST/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: B
O ano de 2017 marca o trigésimo aniversário de um grave acidente
d) 2,5 μ m
de contaminação radioativa, ocorrido em Goiânia em 1987. Na oca-
e) 1,0 μ m sião, uma fonte radioativa, utilizada em um equipamento de radiote-
rapia, foi retirada do prédio abandonado de um hospital e, posterior-
(UFLA/MG-2018.1) - ALTERNATIVA: B mente, aberta no ferro-velho para onde fora levada. O brilho azulado
Em fevereiro de 2016, cientistas do projeto LIGO confirmaram a exis- do pó de césio-137 fascinou o dono do ferro-velho, que compartilhou
tência de ondas gravitacionais proposta por Einstein há cem anos, porções do material altamente radioativo com sua família e amigos,
em 1916. A fonte dessas ondas gravitacionais devem-se à fusão de o que teve consequências trágicas. O tempo necessário para que
dois buracos negros, que tinham 29 e 36 vezes a massa do nosso metade da quantidade de césio-137 existente em uma fonte se
Sol. Quando os dois buracos negros colidiram, foi liberada energia transforme no elemento não radioativo bário-137 é trinta anos.
em forma de ondas gravitacionais e 1,3 bilhão de anos depois atin- Em relação a 1987, a fração de césio-137, em %, que existirá na
giram a Terra. A energia liberada em forma de ondas gravitacionais fonte radioativa 120 anos após o acidente, será, aproximadamente,
é proporcional a 3 vezes a massa do nosso Sol. A massa do buraco a) 3,1. d) 25,0.
negro resultante dessa fusão é: *b) 6,3. e) 50,0.
a) 7 vezes a massa do nosso Sol. c) 12,5.
*b) 62 vezes a massa do nosso Sol.
c) 65 vezes a massa do nosso Sol.
(FMABC/SP-2018.1) - ALTERNATIVA: B
d) 68 vezes a massa do nosso Sol.
Um elemento radioativo muito utilizado em Medicina Nuclear é o
tecnécio 99 metaestável, que decai emitindo um fóton de energia
(UNICENTRO/PR-2018.1) - ALTERNATIVA: B 2,3 ×10−14 J. A energia de um fóton está relacionada com a fre-
Em 1887, Henrich Hertz verificou que uma placa de metal eletrica- quência da radiação segundo E f = h .f, sendo E f a energia do fóton,
mente neutra adquire carga positiva quando atingida por luz de alta h a constante de Planck de valor 6,6 × 10−34 J · s e f a frequência da
frequência. O fenômeno no qual determinadas substâncias liberam radiação.
elétrons quando atingida por radiação eletromagnética é chamado Considere o espectro das radiações eletromagnéticas mostrado na
de: tabela.
a) Efeito estático
*b) Efeito fotoelétrico Radiação Faixa de
c) Efeito fotolítico eletromagnética frequências
d) Efeito de hibridização Ondas de rádio menor que 3,0 × 109 Hz
e) Efeito magnético
Micro-ondas 3,0 × 109 Hz a 3,0 × 1012 Hz
(ENEM-2017) - ALTERNATIVA: C Infravermelha 3,0 × 1012 Hz a 4,3 × 1014 Hz
A técnica do carbono-14 permite a datação de fósseis pela medi-
ção dos valores de emissão beta desse isótopo presente no fóssil.
Visível 4,3 × 1014 Hz a 7,5 × 1014 Hz
Para um ser em vida, o máximo são 15 emissões beta/(min · g). Após Ultravioleta 7,5 × 1014 Hz a 3,0 × 1017 Hz
a morte, a quantidade de 14C se reduz pela metade a cada 5 730
anos. X 3,0 × 1017 Hz a 3,0 × 1019 Hz
A prova do carbono 14. Disponível em: http:///noticias.terra.com.br.
Acesso em: 9 nov. 2013 (adaptado). Gama maior que 3,0 × 1019 Hz
(www.if.ufrgs.br/oei/stars/espectro.htm)
Considere que um fragmento fóssil de massa igual a 30 g foi encon-
trado em um sítio arqueológico, e a medição de radiação apresentou O fóton emitido pelo tecnécio 99 metaestável em seu decaimento é
6 750 emissões beta por hora. A idade desse fóssil, em anos, é radiação
a) 450. a) X.
b) 1 433. *b) gama.
*c) 11 460. c) infravermelha.
d) 17 190. d) visível.
e) 27 000. e) ultravioleta.
japizzirani@gmail.com 50
(UNIRG/TO-2018.1) - ALTERNATIVA: B (PUC/RS-2018.1) - ALTERNATIVA: D
O que se denomina hoje Física Moderna constitui essencialmente Em hospitais de grande porte das principais cidades do país são
a Física produzida nas três primeiras décadas do século passado. realizados tratamentos que utilizam radioisótopos emissores de ra-
Esse conhecimento resultou virtualmente em toda a tecnologia do diações alfa, beta e gama.
final do século XX e se divide em Teoria da Relatividade, proposta Em relação às radiações alfa, beta e gama, afirma-se:
por Einstein, e a Teoria Quântica, iniciada por Max Planck. Sobre Está/Estão correta(s) apenas a(s) afirmativa(s)
esse assunto, marque a alternativa correta:
a) Uma das consequências da Teoria da Relatividade Especial é I. Todas possuem massa de repouso.
que, ao observar qualquer relógio que se mova em um referencial
II. Apenas duas possuem carga elétrica.
adotado, um observador estático na origem do citado referencial
verá o relógio móvel adiantar-se em relação a um relógio estático III. Em geral, a radiação gama é a que possui maior poder de pene-
que carregue consigo. tração no corpo humano.
*b) De acordo com a Teoria da Relatividade Restrita, a velocidade
da luz no vácuo é invariantemente igual a “c” (aproximadamente a) I.
3.108 m/s), em relação a qualquer sistema de coordenada inercial. b) II.
c) O efeito fotoelétrico é a emissão de elétrons por um material, ge- c) I e III.
ralmente metálico, quando exposto a uma radiação eletromagnética, *d) II e III.
como a luz ultravioleta. Esse efeito só pode ser bem explicado se
consideramos que a luz tenha exclusivamente um comportamento (UDESC-2018.1) - ALTERNATIVA: C
ondulatório. O modelo atômico de Rutherford considera o elétron, na eletrosfe-
d) A velocidade da luz não muda, independentemente do meio mate- ra, orbitando o núcleo atômico. Este modelo ficou conhecido como
rial em que ela se propague. modelo planetário do átomo. No entanto, este modelo para o átomo
apresentou algumas falhas que levaram à necessidade de se repen-
(UNIOESTE/PR-2018.1) - ALTERNATIVA: A sar o átomo. Resultou daí o modelo atômico de Bohr, concebido com
Em relação aos conteúdos de Física Moderna, assinale a alternativa base em alguns postulados.
INCORRETA entre as afirmações abaixo. Analise as proposições com base nas falhas relacionadas ao mode-
*A) O modelo atômico de Bohr ficou historicamente conhecido como lo atômico de Rutherford.
modelo do “Pudim de Passas”.
B) O decaimento beta é o processo pelo qual um núcleo instável I. O elétron, como uma carga elétrica, estando acelerado, deveria
emite uma partícula beta, que pode ser um elétron ou um pósitron. sempre emitir radiação.
c) Quando um elétron de um átomo de hidrogênio passa do primei- II. A trajetória do elétron deveria ser uma espiral em direção ao
ro estado estacionário excitado (n = 2) para o estado fundamental núcleo do átomo.
(n = 1), ele emite um fóton.
d) Partículas atômicas como elétrons, prótons e nêutrons possuem III. O elétron deveria emitir radiação somente em uma única fre-
propriedades ondulatórias, como o comprimento de onda. quência.
e) Bons condutores de eletricidade são materiais com grande quan- IV. O elétron não deveria emitir radiação porque estaria em uma
tidade de partículas chamadas “elétrons livres”. órbita fechada.
OBS.: O modelo atômico de Thomson que é conhecido como “Pudim
de Passas”. V. O elétron deveria emitir radiação em diferentes comprimentos
de onda.

(UEPG/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 15 (01+02+04+08) Assinale a alternativa correta.


Muitos fenômenos relacionados com tópicos de Física Moderna es- a) Somente as afirmativas II, III e IV são verdadeiras.
tão presentes no nosso dia a dia. Sobre o assunto, assinale o que b) Somente as afirmativas I, III e V são verdadeiras.
for correto. *c) Somente as afirmativas I, II e V são verdadeiras.
01) Os aparelhos de raios X, usados em clínicas médicas, emitem d) Somente as afirmativas I, II e IV são verdadeiras.
ondas eletromagnéticas produzidas pela desaceleração de elétrons
e) Somente as afirmativas II, IV e V são verdadeiras.
ao colidirem com um alvo metálico.
02) Fontes radioativas utilizadas em diversas aplicações podem
emitir partículas alfa, partículas betas e raios gama. (UFJF/MG-2018.1) - ALTERNATIVA: B
04) No efeito fotoelétrico, elétrons presentes em superfícies metáli- Joyce trabalha com espectroscopia de fotoelétrons, que é uma téc-
cas podem ser ejetados através da incidência de ondas eletromag- nica de caracterização de materiais que consiste em bombardear
néticas de determinada frequência. um material com raios X de uma determinada energia e medir a
08) A luz apresenta uma natureza dual, comportando-se em determi- energia cinética dos elétrons arrancados da superfície do material.
nadas situações como onda e em outras como partícula. Com isso, é possível saber a composição química e o tipo de ligação
entre os átomos da amostra estudada. Joyce quer estudar uma folha
de grafeno, que é um material composto somente de átomos de car-
(IF/RS-2018.1) - ALTERNATIVA: A
bono. Para isso, ela usa duas fontes de raios X, A e B, que possuem
Lord Kelvin, em 1900, proferiu em uma palestra a frase: “Agora, não
frequências de fA e fB, respectivamente, com fA > fB.
há mais nada de novo para ser descoberto pela Física. Tudo o que
Sobre esse experimento, são formuladas três hipóteses:
nos resta são medições cada vez mais precisas.” Porém, a Física do
século XX trouxe um universo de novos conhecimentos acerca das I. Se usarmos a fonte A, os elétrons extraídos da folha de grafeno
radiações e dos átomos. chegam ao detector com uma energia cinética maior do que a
Assinale a alternativa que apresenta a descrição INCORRETA sobre que seria medida se usássemos a fonte B.
conceitos de Física Moderna. II. Os elétrons extraídos do nível S, que é o nível eletrônico mais
*a) Os fótons de um feixe de laser têm mais energia do que os fótons interno dos átomos, chegarão ao detector com energia maior
da luz oriunda de um LED vermelho, da mesma frequência da luz do que os elétrons da camada P, pois aqueles estão mais fra-
do laser. camente ligados ao núcleo, demandando menos energia para
b) A luz é composta por fótons, que são partículas de energia bem arrancá-los.
definida, que coletivamente manifestam propriedades que atendem III. A energia de ligação dos elétrons nos átomos de carbono é
a teoria ondulatória. quantizada.
c) Pelo fato de ser impossível chegar à temperatura de 0 K (zero Assinale a afirmativa CORRETA a respeito das hipóteses formula-
Kelvin), todos os corpos emitem radiação térmica. das:
d) A energia que faz o Sol brilhar é de origem atômica, proveniente a) Somente I e II estão corretas.
da fusão de átomos que ocorre no núcleo da nossa estrela. *b) Somente I e III estão corretas.
e) A energia liberada na explosão de uma bomba atômica provém c) Somente I está correta.
do processo da fissão nuclear, obtida às custas da transformação de d) I, II e III estão corretas.
massa em energia na forma de radiação. e) Somente II está correta.
japizzirani@gmail.com 51
(UFJF/MG-2018.1) - RESPOSTA NO FINAL DA QUESTÃO (FUVEST/SP-2018.1) - RESPOSTA NO FINAL DA QUESTÃO
Neste ano de 2017 o acidente radiológico de Goiânia completa o Núcleos atômicos podem girar rapidamente e emitir raios. Nesse
30º aniversário. Naquela ocasião, um aparelho abandonado de ra- processo, o núcleo perde energia, passando sucessivamente por
dioterapia foi violado, expondo o material radioativo Césio-137, que estados de energia cada vez mais baixos, até chegar ao estado fun-
foi manipulado por várias pessoas, resultando em 4 vítimas fatais damental, que é o estado de menor energia desse sistema. Nos la-
logo em seguida ao acidente, e na contaminação de 13 500 Kg de boratórios onde esses núcleos são estudados, detectores registram
material (lixo radioativo). O Césio-137 emite radiação β- (elétrons) dados dos pulsos da radiação emitida, obtendo informações sobre
e Gama, dando como produto final o Bário-137, que é estável e o período de rotação nuclear. A perda de energia devido à emissão
não radioativo. A meia vida do Césio-137 é de aproximadamente de radiação eletromagnética altera o período de rotação nuclear. O
30 anos. As massas atômicas do Césio-137 e do Bário-137 são res- gráfico mostra quatro valores do período de rotação de um dos isóto-
pectivamente de 136,9070 g/mol e 136,9058 g/mol. Um mol corres- pos do núcleo de érbio (158Er) durante um certo intervalo de tempo,
ponde a 6,0 ×1023 átomos. Para cada decaimento do Césio-137 para obtidos a partir de dados experimentais.
Bário-137, a diferença de massa entre os elementos inicial e final é
convertida em energia segundo a famosa fórmula de Einstein.
Dado: c = 3,0 ×108 m/s.
a) Qual a energia liberada pelo decaimento de um único átomo de
Césio-137? Expresse o resultado em Joules.
b) Sabendo que a amostra do acidente de Goiânia correspondia
aproximadamente a 2/3 de um mol, quantos átomos da amostra já
emitiram radiação nos últimos 30 anos? Qual a energia total liberada
até agora? Expresse o resultado em Joules.
RESPOSTA UFJF/MG-2018.1:
a) E = 18×10–14 J b) N = 2×1023 átomos e Etotal = 36 ×109 J

(UEM/PR-2018.1) - RESPOSTA: SOMA = 29 (01+04+08+16)


Em relação a espectros luminosos, assinale o que for correto.
01) Cada tipo de gás tem um espectro de emissão característico.
02) O espectro de emissão luminosa das lâmpadas de hidrogênio
é contínuo.
04) A análise de espectros luminosos permite identificar elementos
químicos presentes na fonte emissora.
08) A energia de um fóton relacionado a uma onda luminosa é dire-
tamente proporcional à frequência da onda.
Obtenha o valor da
16) As linhas espectrais de uma fonte luminosa em movimento en- a) velocidade angular de rotação, w, do núcleo no instante
contram-se deslocadas em relação às mesmas linhas do espectro t = 8×10–12 s, em rad/s;
emitido por uma fonte em repouso.
b) aceleração angular média, a, do núcleo entre os instantes
t = 2×10–12 s e t = 8 ×10–12 s, em rad/s2;
(FUVEST/SP-2018.1) - RESPOSTA NO FINAL DA QUESTÃO c) aceleração centrípeta, ac , de uma porção de matéria nuclear lo-
O prêmio Nobel de Física de 2017 foi conferido aos três cientistas calizada a uma distância R = 6 ×10–15 m do eixo de rotação nuclear
que lideraram a colaboração LIGO (Laser Interferometer Gravitatio- para o instante t = 8 ×10–12 s;
nal-Wave Observatory), responsável pela primeira detecção direta d) energia, E, emitida pelo 158Er sob a forma de radiação eletromag-
de ondas gravitacionais, ocorrida em 14 de setembro de 2015. O nética entre os instantes t = 2 ×10–12 s e t = 8×10–12 s.
LIGO é constituído por dois detectores na superfície da Terra, dis-
tantes 3 000 quilômetros entre si. Os sinais detectados eram com- Note e adote:
patíveis com os produzidos pela fusão de dois buracos negros de Radiação g : radiação eletromagnética de frequência muito alta.
massas aproximadamente iguais a 36 e 29 massas solares. Essa Energia rotacional do núcleo ER = (1/2) I w2, onde I = 12 ×10–55 J s2 é constante.
fusão resultou em um único buraco negro de 62 massas solares a p=3
uma distância de 1,34 bilhão de anos-luz da Terra.
a) A detecção foi considerada legítima porque os sinais foram re- RESPOSTA FUVEST/SP-2018.1:
gistrados com diferença de tempo compatível com a distância entre a)  w @ 6,7 ×1020 rad/s b) a @ – 3,2 ×1031 rad/s2
os detectores. Considerando que as ondas gravitacionais se propa-
c) ac @ 2,7 ×1027 m/s2 d) E @ 1,7 ×10–13 J
guem com a velocidade da luz, obtenha a maior diferença de tempo,
Δt, que pode ser aceita entre esses registros para que os sinais ain-
da sejam considerados coincidentes. (UFRGS/RS-2018.1) - ALTERNATIVA: C
b) Foi estimado que, no último 0,2 s da fusão, uma quantidade de As forças que se observam na natureza podem ser explicadas em
energia equivalente a três massas solares foi irradiada sob a forma termos de quatro interações fundamentais.
de ondas gravitacionais. Calcule a potência, P, irradiada. Na primeira coluna do quadro abaixo, estão listadas as quatro inte-
c) A emissão decorrente da fusão desses dois buracos negros deu rações fundamentais; na segunda, exemplos de fenômenos que se
origem a ondas gravitacionais, cuja potência irradiada foi maior do observam na natureza.
que a potência irradiada sob a forma de ondas eletromagnéticas por
todas as estrelas do Universo. Para quantificar esta afirmação, cal- 1 - Força gravitacional (a) Decaimento beta
cule a potência total irradiada pelo Sol. Obtenha o número N de sóis
2 - Força eletromagnética (b) Coesão do núcleo atômico
necessários para igualar a potência obtida no item b.
3 - Força nuclear forte (c) Marés
Note e adote:
4 - Força nuclear fraca (d) Estabilidade do átomo
Equivalência massa-energia: E = mc 2.
Velocidade da luz: c = 3,0 ×108 m/s.
Assinale a alternativa que associa corretamente as interações fun-
Massa do Sol: 2,0 ×1030 kg.
damentais, mencionadas na primeira coluna, aos respectivos exem-
2
Intensidade da luz irradiada pelo Sol, incidente na órbita da Terra: 1,4 kW/m . plos, listados na segunda.
Distância Terra - Sol: 1,5 ×1011 m. a) 1(c) − 2(b) − 3(a) − 4(d)
Área da superfície de uma esfera de raio R: 4pR2.
b) 1(c) − 2(d) − 3(a) − 4(b)
p = 3.
*c) 1(c) − 2(d) − 3(b) − 4(a)
RESPOSTA FUVEST/SP-2018.1: d) 1(a) − 2(b) − 3(c) − 4(d)
a) Δt = 1,0×10–2 s b) P = 2,7×1048 W c) N @ 7,1 ×1021 e) 1(a) − 2(d) − 3(b) − 4(c)
japizzirani@gmail.com 52
(UFRGS/RS-2018.1) - ALTERNATIVA: D VESTIBULARES 2018.2
Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do
enunciado abaixo, na ordem em que aparecem.
(PUC/GO-2018.2) - ALTERNATIVA: B
Quando um núcleo de urânio 238 U 92 absorve um nêutron, forma-se o No poema, o mínimo do máximo, Paulo Leminski (Texto 2) utiliza
núcleo 239 U 92 , que é radioativo com meia-vida de 24 minutos. os termos tempo e espaço em “Tempo lento, espaço rápido, quan-
to mais penso, menos capto”. Na Física, a teoria mais aceita para
Núcleos de urânio 239 U 92 emitem radiação ........ , transformando-se
explicar essas grandezas é a da relatividade restrita de Einstein. A
em núcleos de netúnio 239 Np 93 . Esse isótopo de netúnio também é
respeito dessa teoria e dos conceitos de tempo e espaço, analise os
radioativo com meia-vida de 2,3 dias.
itens a seguir:
Ao emitirem radiação ........ , os núcleos de netúnio 239 Np 93 transfor- I - Um dos postulados da teoria da relatividade restrita diz que
mam-se em núcleos de plutônio 239 Pu 94, cuja meia-vida é cerca de a velocidade da luz no vácuo é sempre a mesma em qual-
24.000 anos. quer sistema de referencial inercial.
a) α − b II - Os intervalos de tempo, marcados por um observador em
b) α − g repouso, são sempre menores que os intervalos de tempo,
c) b − α marcados por um observador em movimento com veloci-
*d) b − b dade próxima à da luz.
e) b − g III - Uma consequência notável da teoria da relatividade res-
trita é que os comprimentos que medimos de corpos em
movimento são relativos, isto é, diferem, dependendo do
(UFRGS/RS-2018.1) - ALTERNATIVA: A
movimento em relação aos observadores considerados.
Dilatação temporal e contração espacial são conceitos que decor-
rem da IV - A velocidade da luz no vácuo depende da velocidade do
*a) Teoria Especial da Relatividade. emissor, mas não depende da velocidade do receptor do
b) Termodinâmica. sinal luminoso.
c) Mecânica Newtoniana.
d) Teoria Atômica de Bohr. Em relação às proposições analisadas, assinale a única alternativa,
e) Mecânica Quântica. cujos itens estão todos corretos:
a) I e II.
*b) I e III.
(UNIMONTES/MG-2018.1) - ALTERNATIVA: C c) II e III.
Alguns experimentos e descobertas tornaram-se clássicos na histó- d) II e IV.
ria da Física. Entre eles, podemos citar:
I - Difração de elétrons através de um cristal de níquel (UFU/MG-2018.2) - ALTERNATIVA: B
(experimento de Clinton Davisson e Lester Germer, As radiações eletromagnéticas possuem diversas aplicabilidades na
realizado em 1927). vida cotidiana, e o espectro das mais utilizadas pela humanidade é
II - Medida da razão entre a carga e a massa do elétron formado por radiações que possuem comprimentos de onda que vão
(realizada por Thomson, em 1897). desde dimensões atômicas (raios X e radiação gama) até centenas
de metros (ondas de rádio). Conforme a ciência atual postula, a ra-
III - Efeito fotoelétrico (descoberto por Heinrich Hertz, diação eletromagnética possui caráter dual: pode ser considerada
em 1887). partícula ou onda, dependendo da situação em estudo. Pode-se as-
Entre os experimentos e as descobertas citados, aquele(s) que NÃO sociar a cada feixe de radiação eletromagnética um feixe de partícu-
demonstra(m) o caráter ondulatório da matéria é(são): las chamadas de fótons, e a energia de cada fóton depende de uma
a) I, apenas. constante, chamada de constante de Planck (h = 6,64 ×10–34 J.s), e
b) III, apenas. é diretamente proporcional à frequência da radiação.
*c) II e III, apenas. Sobre as radiações eletromagnéticas são feitas as seguintes afir-
d) I e II, apenas. mações:
I. Quanto menor o comprimento de onda da radiação eletro-
magnética maior a energia do fóton a ela associado.
II. Quanto menor a energia de um dado fóton associado a uma
dada radiação eletromagnética menor a sua velocidade de
propagação.
III. A energia de um feixe eletromagnético constituído de radia-
ção de frequência constante é discreta, ou seja, só pode
assumir valores múltiplos inteiros de um valor mínimo.
Em relação às afirmações acima, marque V para as verdadeiras e F
para as falsas e assinale a alternativa correta.
a) I – V; II – V; III – F.
*b) I – V; II – F; III – V.
c) I – F; II – V; III – F.
d) I – F; II – F; III – V.

(VUNESP-UEFS/BA-2018.2) - ALTERNATIVA: E
Pode-se considerar que a luz é constituída por minúsculas partículas
denominadas fótons. Um fóton surge, por exemplo, quando ocorre
a transição de um elétron de um átomo entre dois estados de ener-
gias diferentes. A energia (E) transportada por um fóton enquanto
se propaga pode ser calculada pela equação E = h ∙f, em que f é a
frequência da radiação correspondente a esse fóton e h é a cons-
tante de Planck, cujo valor, no Sistema Internacional de unidades, é
h = 6,63 ×10–34 J ∙s. A unidade de medida da constante de Planck,
expressa nas unidades fundamentais do Sistema Internacional de
Unidades, está indicada em
a) m ∙kg ∙s–2 c) m2 ∙kg–1 ∙s *e) m2 ∙ kg ∙ s–1
3 2 –1 2 –2 –2
b) m ∙kg ∙ s d) m ∙kg ∙ s
japizzirani@gmail.com 53
(UDESC-2018.2) - ALTERNATIVA: A (IFNORTE/MG-2018.2) - ALTERNATIVA: D
Analise as proposições com relação à Física Moderna. A produção de raios X pode ser esquematizada, simplificadamente,
como se vê na FIGURA 11:
I. As ondas gravitacionais propagam-se com a mesma velocidade
FIGURA 11
que as ondas eletromagnéticas e foram previstas pela Teoria da
Relatividade.
II. No modelo atômico de Bohr, o núcleo possui apenas nêutrons,
enquanto os prótons e os elétrons estão na eletrosfera.
III. No efeito fotoelétrico, um fóton incide sobre a superfície de um
material e a partir de uma certa frequência é possível emitir um
elétron. A frequência na qual é possível emitir um elétron é fixa e
independe do material no qual a luz incide.
IV. A célula solar é um dispositivo que utiliza o efeito fotoelétrico
para transformar energia solar em energia elétrica.
V. A dualidade onda partícula refere-se ao fato que uma partícula Nesse esquema, T é um tubo de vidro, G é um gerador que aquece o
pode se comportar como uma onda. filamento de tungstênio F e A é um alvo metálico. O filamento aque-
cido libera elétrons – efeito termiônico –, que são acelerados pela
Assinale a alternativa correta. fonte de alta-tensão e, em seguida, bombardeiam o alvo A, ocorren-
*a) Somente as afirmativas I, IV e V são verdadeiras. do aí a produção dos raios X. Seja D a distância entre F e A, Vo a
b) Somente as afirmativas I, II e III são verdadeiras. tensão aceleradora dos elétrons e λ o menor comprimento de onda
c) Somente as afirmativas II, IV e V são verdadeiras. da radiação produzida. Nesse caso, uma previsão CORRETA sobre
d) Somente as afirmativas I, III e IV são verdadeiras. esse processo é:
e) Somente as afirmativas III, IV e V são verdadeiras.
a) λ é inversamente proporcional a D.
b) λ independe de Vo e, também, de D.
(VUNESP-C.U.S.Camilo/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: E
A experiência realizada com o tubo de Crookes foi importante para c) λ é diretamente proporcional a D.
a descoberta do elétron. Quando duas placas metálicas eletrizadas *d) λ é inversamente proporcional a Vo .
foram acopladas, uma positivamente e outra negativamente, des-
viaram os raios luminosos emitidos por qualquer gás colocado no
interior do tubo, atraído pela placa positiva e repelido pela negativa. (UEPG/PR-2018.2) - RESPOSTA: SOMA = 14 (02+04+08)
A figura representa o tubo de Crookes, no qual há dois pares de pla- O Eletromagnetismo é um ramo da Física que abrange fenômenos
cas, sendo um par disposto horizontalmente (P1 , P2) e o outro par, elétricos, magnéticos e a óptica física. Em função do exposto, assi-
nale o que for correto.
disposto verticalmente (P3 , P4).
01) O efeito da polarização da luz está relacionado com o desvio de
um raio de luz ao passar por um pequeno obstáculo.
02) O funcionamento dos televisores antigos, que possuem “tubos
de imagem”, se baseia no desvio de um feixe de elétrons ao passar
por uma região onde existe um campo magnético.
04) O funcionamento do motor elétrico se baseia na força sofrida
por fios, transportando corrente elétrica, na presença de um campo
magnético externo.
08) A relação entre o eletromagnetismo e a óptica é evidenciada pelo
fato da luz visível ser um tipo de onda eletromagnética.

(UEM/PR-2018.2) - RESPOSTA: SOMA = 30 (02+04+08+16)


Em seu trabalho inicial sobre a hipótese da existência dos quanta de
energia, Einstein escreveu: “De fato, parece-me que as observações
Para que o raio luminoso emitido pelo gás ilumine a parte vermelha da ‘radiação de corpo negro’, fotoluminescência, produção de raios
do tubo, as placas P1 , P2 , P3 e P4 devem estar eletrizadas, respecti- catódicos por luz ultravioleta e outros fenômenos associados à emis-
vamente, com cargas de sinais são ou transformação da luz podem ser facilmente entendidas se
a) positivo, negativo, positivo e negativo. admitirmos que a energia da luz é distribuída de forma descontínua
b) negativo, positivo, positivo e positivo. no espaço. De acordo com a hipótese aqui considerada, na propa-
c) positivo, positivo, negativo e negativo. gação de um raio de luz emitido por uma fonte puntiforme, a energia
d) negativo, positivo, positivo e negativo. não é continuamente distribuída sobre volumes cada vez maiores de
*e) negativo, positivo, negativo e positivo. espaço, mas consiste em um número finito de quanta de energia,
localizados em pontos do espaço que se movem sem se dividir e
(UECE-2018.2) - ALTERNATIVA: C que podem ser absorvidos ou gerados somente como unidades inte-
A mecânica newtoniana não é válida para descrever fenômenos que grais.” (EINSTEIN, A. Sobre um ponto de vista heurístico a respeito
envolvam da produção e transformação da luz. Annalen der Physik, v. 17, p.
a) massas que possam ser tratadas como puntiformes e em veloci- 132-148, 1905. In: STACHEL, J. (org.). O ano miraculoso de Eins-
dades muito menores do que a da luz. tein: cinco artigos que mudaram a face da física. Rio de Janeiro:
b) escala subatômica ou equilíbrio de corpos rígidos. Editora da UFRJ, 2001, p. 202). Em relação ao conceito de quantum
*c) velocidades próximas à da luz. de energia apresentado, assinale o que for correto.
d) oscilações harmônicas em sistemas do tipo massa-mola. 01) Ao empregar o conceito de quantum de energia, Einstein foi ca-
paz de entender melhor apenas o fenômeno conhecido como efeito
fotoelétrico.
(UECE-2018.2) - ALTERNATIVA: D
02) O quantum de energia é inversamente proporcional ao compri-
Atualmente é bem difundido um exame de tomografia conhecido por
mento de onda da luz emitida por uma fonte puntiforme.
PET-CT (acrônimo para Positron Emission Tomography with Com-
04) A constante de proporcionalidade entre a energia e a frequência
putedTomography). Nesse exame o paciente tem injetado em sua
correspondentes a um quantum de luz é a constante de Planck.
corrente sanguínea uma substância que emite radiação, especifica-
08) Para que no efeito fotoelétrico ocorra a remoção de um elétron
mente na forma de pósitrons, que são detectados por componentes
de condução, a energia transferida pelo quantum de luz ao elétron
do tomógrafo. Os pósitrons têm a mesma massa do
do material atingido deve ser maior do que a função trabalho desse
a) próton e carga positiva. material.
b) próton e carga negativa. 16) A explicação fornecida por Einstein para o efeito fotoelétrico le-
c) nêutron e carga positiva. vou cientistas a reverem o modelo ondulatório da luz vigente até
*d) elétron e carga positiva. então.
japizzirani@gmail.com 54
(UPF/RS-2018.2) - ALTERNATIVA: C
Analise as afirmações sobre tópicos de Física Moderna.
I. A Física Moderna é a Física desenvolvida até o século XIX.
II. A Mecânica Quântica, a Teoria da Relatividade e a Mecânica
Newtoniana formam parte do conjunto de teorias da Física
Moderna.
III. A Física Moderna destaca que, em algumas situações, a luz
se comporta como onda, e, em outras situações, como par-
tícula.
IV. O efeito fotoelétrico é um dos fenômenos explicados pela
Física Moderna.
Está correto apenas o que se afirma em:
a) II e III.
b) II.
*c) III e IV.
d) II e IV.
e) I, II e IV.

(UNICEUB/DF-2018.2) - ALTERNATIVA: B
O Efeito Fotoelétrico tem uma explicação simples. A onda eletro-
magnética transfere energia ao elétron. Uma parte dessa energia é
utilizada para realizar a função trabalho (W) que é o trabalho mínimo
necessário para arrancar um elétron; o restante transforma-se em
energia cinética (Ec) do elétron. Quando ele é ejetado, a velocidade
adquirida é muito menor do que a da luz. Sendo assim, a sua energia
cinética pode ser calculada pela fórmula clássica: Ec = 0,5(m.v²). A
explicação do fenômeno foi dada por Einstein: sendo E a energia do
fóton, Ec a energia cinética adquirida pelo elétron e W o trabalho
realizado para arrancar o elétron, temos: E = Ec + W.
Considere a figura abaixo, adotando a massa do elétron como
m = 9×10–31 kg e que 1 eV equivale a 1,6 ×10–19 J.

O valor da função trabalho W será por volta de


a) 1,1 eV
*b) 2,0 eV
c) 3,0 eV
d) 4,0 eV
e) 4,2 eV

(FATEC/SP-2018.2) - ALTERNATIVA: D
Estudo sobre os ventos solares e tempestades solares são impor-
tantes para prever suas intensidades, seus efeitos e os possíveis
danos que causam na Terra e em suas proximidades. Com a tem-
pestade solar ocorrida em março de 2018, pudemos notar a impor-
tância dos resultados desses estudos.
Em relação aos ventos solares, podemos concluir corretamente que
são
a) responsáveis pela geração de Auroras Boreais ou Austrais em
países tropicais.
b) partículas de ar oriundas do campo magnético interestelar que, no
caso da Terra, são originadas no Sol.
c) originados de explosões solares, portanto sopram em todas as
direções, criando uma bolha que protege a Terra.
*d) tempestades solares com características eletromagnéticas, por
isso há interferência em sistemas de comunicação como GPS.
e) originados de explosões solares, que lançam no espaço partícu-
las que não chegam até à superfície terrestre devido à atmosfera.

japizzirani@gmail.com 55