Você está na página 1de 2

1.

Explique os seguintes conceitos:


1.1. Princípio da coesão
A coesão pode ser entendida como a conexão entre palavras, frases, parágrafos
de um texto. Acontece por meio de mecanismos de ligação, como, por exemplo,
o uso de conjunções, pronomes, repetições vocabulares, entre outros, que
garantem que se forme uma sequência lógica, gerando uma unidade completa e
compreensível.

1.2. Princípio da intertextualidade;


Intertextualidade é o nome dado à relação que se estabelece entre dois textos,
quando um texto já criado exerce influência na criação de um novo texto. Ou seja,
capacidade que os textos têm de dialogar entre si, principalmente textos de uma
determinada cultura, de um determinado tempo, como por exemplo, o texto de
revistas e jornais.

1.3. Princípio da intencionalidade;


Intencionalidade é a intenção de fazer penetrar seus pensamentos na mente de
quem o escuta. Para convencer alguém de seu modo de pensar e p assar isto
para o outro, é necessário que se tenha argumento s irrefutáveis e/ou pelo me nos
coerentes. A convicção com que se emprega a palavra é também ponto
importante, dando bastante ênfase às suas palavras, usando pausas intencionais,
demonstrando, através de sua fala, que acredita no que expõe.

1.4. Princípio da informatividade;


Diz respeito à medida na qual as ocorrências de um texto são esperadas,
ou não, conhecidas, ou não, no plano conceitual e no formal, ou seja, é a
capacidade do texto de nos surpreender.

1.5. Metarregra da progressão;


Para que um texto seja microestruturalmente ou macroestruturalmente coerente,
é preciso que haja no seu desenvolvimento uma contribuição semântica
constantemente renovada.

1.6. Metarregra da relação.


Para que uma sequência ou texto sejam coerentes, é preciso que os fatos que
se denotam no mundo representado estejam relacionados. O texto deve ser
capaz de representar o que o cerca e se correlacionar.
2. Por que se diz que a textualidade é construída com princípios linguísticos e
extralinguísticos? Para cada um desses aspectos, cite pelo menos o nome de
um princípio.
A construção da textualidade se dá por meio de um conjunto de princípios
divididos em duas categorias: princípios linguísticos (ou semântico formais) e
princípios extralinguísticos (ou pragmáticos).
• Os princípios linguísticos são dois: a coerência e a coesão. São eles os
responsáveis pela construção de sentido do texto em si e para o leitor-alvo.
• Os princípios extralinguísticos são cinco: a intencionalidade (com que
objetivo?), a aceitabilidade (satisfaz o leitor?), a situacionalidade (em que
contexto temporal?), a informatividade (o que informa de novo?) e a
intertextualidade (há referências externas?).

3. Considerando a polêmica sobre a existência da língua brasileira, explique o


significado da expressão “Língua portuguesa de expressão brasileira”.
Existe ou não existe diferença entre a língua portuguesa e a língua brasileira?
Com certeza. A portuguesa veio juntamente com Portugal na colonização, já as
brasileiras vieram com a riqueza cultural dos índios. Porém, Portugal impõe a
língua portuguesa no Brasil, e as mesmas consequentemente, sofrem influência
indígena e africana. É importante lembra r que existe uma relação linguística entre
as duas línguas, como por exemplo, palavras iguais significam coisas diferentes,
expressões iguais significam expressões diferentes. Apesar da língua ser “a
mesma”, existe muita dificuldade em entender o português de outros países, pois
cada país molda a língua.
Moldar a língua? Isso mesmo. A questão cultural altera o idioma, através de
decorrentes fatos históricos, da sociedade, do meio em que a língua está
envolvida. Mesmo havendo coincidências entre os idiomas, há sempre uma
diversidade cultural
que a modifica. Possuímos dialetos, sotaques, pronúncias diferentes em cada
região do Brasil, porém todos ainda pertencem à língua portuguesa de expressão
brasileira.