Você está na página 1de 19

LEITURA E INTERPRETAÇÃO

DE DADOS E INDICADORES
EDUCACIONAIS

AUTOR: PROF. ASSIS BENTO

SEDUC 2018 – LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS E INDICADORES EDUCACIONAIS 1


01. (UECE/CEV – 2018 – DETRAN/CE) O Brasil adentra o século XXI com um sistema de avaliação da educação
básica . capaz de disponibilizar informações sobre qualidade, especialmente no que se refere ao desempenho dos
estudantes. Os estudos do Saeb, ao longo dos anos, foram se aperfeiçoando, e hoje é possível contar com uma
excelente base de dados sobre fatores extra e intraescolares associados ao desempenho escolar dos estudantes
do ensino fundamental e médio. Atualmente o Saeb consiste das seguintes avaliações:
(A)Avaliação Nacional da Educação Básica (Aneb), Exame Nacional de Desempenho Escolar (Enade) e Avaliação
Nacional do Rendimento Escolar (Anresc).
(B) Avaliação Nacional da Educação Básica (Aneb), Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Anresc) e
Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA).
(C) Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Anresc), Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) e Provinha
Brasil.
(D) Avaliação Nacional da Educação Básica (Aneb), Exame Nacional de Desempenho Escolar (Enade) e Provinha
Brasil.

02. (FUNCAB/2014 – MDA) O Programme for International Student Assessment (Pisa) – Programa Internacional de
Avaliação de Estudantes – é uma iniciativa internacional de avaliação comparada, aplicada a estudantes na faixa de
15 anos, idade em que se pressupõe o término da escolaridade básica obrigatória na maioria dos países. O
programa é desenvolvido e coordenado pela OCDE e em cada país participante há uma coordenação nacional, que
no caso brasileiro, cabe ao Inep. As avaliações do Pisa ocorrem a cada três anos, sendo que os dados referentes à
prova de 2012 foram divulgados nos últimos meses. (portal.inep.gov.br – adaptado) Apesar da melhora sistemática
das notas, o Brasil ainda ocupa uma das últimas posições no ranking. A pior nota absoluta do Brasil na última prova
do Pisa foi em:
(A) humanidades. (B) leitura. (C) filosofia.
(D) ciências. (E) matemática.

03. (CESGRANRIO/2013 – IBGE) O Ideb – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – reforçou no panorama
brasileiro a centralidade da avaliação, do alcance de metas educacionais e de arranjos federativos indutores do regime
de colaboração. A necessidade de criar um índice que estabelecesse padrões para monitorar os sistemas de ensino
no Brasil, tomou como referência dois indicadores que expressam a qualidade da educação. Quais são esses
indicadores sintetizados pelo Ideb?
(A) Taxa de participação dos pais nas reuniões e nos processos decisórios da escola e média de desempenho em
exames padronizados.
(B) Taxa de distorção idade-série e média de desempenho em exames padronizados
(C) Fluxo escolar e taxa de distorção idade-série.
(D) Fluxo escolar e taxa de participação dos pais nas reuniões e nos processos decisórios da escola.
(E) Fluxo escolar e média de desempenho em exames padronizados.

04. (UECE/CEV – 2018 – DETRAN/CE) O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), criado pelo
Ministério da Educação em 2007, tem como objetivo definir metas intermediárias para que o Brasil consiga melhorar
o desempenho escolar dos estudantes, de modo a atingir a média da Organização para a Cooperação e
Desenvolvimento Econômico (OCDE) no PISA, que naquele ano foi 6,0. O Ideb é composto por variáveis
relacionadas a desempenho e fluxo escolar, quais sejam:
(A) resultados das provas de Língua Portuguesa e Ciências, aplicadas pelo Sistema de Avaliação da Educação
Básica e taxa de reprovação.
(B) resultados das provas de Língua Portuguesa e Matemática, aplicadas pelo Sistema de Avaliação da Educação
Básica e taxa de reprovação.
(C) resultados das provas de Ciências e Matemática, aplicadas pelo Sistema de Avaliação da Educação Básica e
taxa de abandono.
(D) resultados das provas de Língua Portuguesa e Matemática aplicadas pelo Sistema de Avaliação da Educação
Básica e taxa de aprovação.

05. (COMPERVE/UFRG) Na tabela a seguir, estão os dados do Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb) de
uma escola de um dado município.

SEDUC 2018 – LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS E INDICADORES EDUCACIONAIS 2


Em relação aos dados apresentados pela tabela, avalie as afirmações a seguir:

I- Uma melhora do Ideb no ano de 2015 em relação à meta proposta pode ser explicada pela melhora no fluxo
escolar.
II- O aumento do Ideb revela um melhor desempenho dos estudantes na área de ciências naturais. III- O
Ideb escola é indicador de qualidade do ensino de todos os componentes curriculares.
IV- Nos dados do Ideb da tabela, está incluído o indicador das médias do desempenho nas avaliações do Inep.

Das afirmações, estão corretas


(A) II e III. (B) II e IV. (C) I e III. (D) I e IV

06. (SEDUC/SP) Leia o trecho abaixo.

Art. 3° A qualidade da educação básica será aferida, objetivamente, com base no Ideb, calculado e divulgado
periodicamente pelo Inep, a partir dos dados sobre rendimento escolar, combinados com o desempenho dos alunos,
constantes do censo escolar e do Sistema de Avaliação da Educação Básica - Saeb, composto pela Avaliação
Nacional da Educação Básica - Aneb e a Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Prova Brasil).
Decreto n° 6.094, de 24 de abril de 2007. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-
2010/2007/decreto/d6094.htm

O Ideb não mede o desempenho de alunos e professores individualmente. Ele aponta a situação da escola e é um
indicador que deve ser interpretado dentro do contexto em que aquela escola existe. De posse de seus resultados,
compete ao coletivo da escola, sob a coordenação da gestão, refletir, compreender e agir, enfim, como intervir para
modificar e/ou consolidar e/ou ampliar uma situação diagnosticada. O Ideb está baseado no resultado
(A) das avaliações externas de aprendizagem e visa avaliar o desempenho do processo de ensino de cada escola
individualmente. É um índice que busca qualificar ou desqualificar profissionais e/ou escolas e/ou redes de ensino
e não contribui para repensar o currículo e o planejamento da escola.
(B) da avaliação externa em conversa com as avaliações internas. O Ideb pode não ser considerado um bom
termômetro, pois mistura duas medidas: a nota dos alunos em testes nacionais cruzados com índice de reprovação
e resultados das avaliações internas.
(C) de testes aplicados aos alunos e às alunas e no fluxo escolar. Foi criado para que a gestão e a comunidade
escolar tenham um parâmetro para avaliar a situação da unidade e seu percurso e para que possam definir metas
a serem atingidas e estratégias a serem adotadas. A análise do resultado da escola traz subsídios importantes que
podem ser utilizados na reformulação do Projeto Político-Pedagógico.
(D) de uma avaliação externa e corresponde à nota da escola. Para alcançar a meta do Ideb, compete aos
professores da escola desenvolver um treinamento junto aos alunos de como responder aos itens de um exame
como a Prova Brasil, além de fazer uma revisão, com ênfase nos conteúdos mais relevantes do currículo que são
avaliados na Prova.
(E) das avaliações internas elaboradas e aplicadas pelos professores de forma coletiva. Foi criado com a finalidade
de combater a reprovação e a evasão escolar dentro da concepção da universalização da educação básica. Um
sistema que garanta o direito constitucional à educação não pode reprovar sistematicamente seus alunos, fazendo
muitos deles abandonarem os estudos antes do término da educação obrigatória.

07. (IFCE/TO) A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, LDB, de 1996, passou para União a incumbência
de assegurar o processo nacional de avaliação do rendimento escolar no ensino fundamental, médio e superior, com
a cooperação dos sistemas, objetivando a definição de prioridades e a melhoria da qualidade do ensino (art. 9º,
incisos VI, VIII). Mediante a esse processo, o MEC assume a responsabilidade por meio do desenvolvimento de
mecanismos de avaliação em larga escala, como o Sistema Nacional de
Avaliação da Educação Básica (Saeb), do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinais), do Exame
Nacional do Ensino Médio (Enem). Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), A Prova Brasil, da
Provinha Brasil, dentre outros. Essas avaliações em larga escala desenvolvidas nos diferentes níveis do sistema
educacional, no Brasil, têm dentre seus objetivos o de:
I. Avaliar a aprendizagem dos alunos em sala de aula para fornecer ao professor elementos suficientes para melhoria
dos processos de ensino e aprendizagem;
II. Avaliar o desempenho da escola, produzir e disponibilizar dados e informações sobre o sistema educacional com
vista na melhoria da qualidade do ensino.
III. Caracterizar e identificar os principais problemas e as diferenças regionais de ensino de modo a permitir análises
e estudos na área com foco na melhoria da qualidade do ensino.
IV. Subsidiar a formulação, reformulação e monitoramento de políticas públicas, como também a elaboração de
programas de intervenção para as diversas etapas de ensino avaliadas.
V. Avaliar os aspectos metodológicos e didático-pedagógicos dos professores, bem como as competências e
habilidades dos alunos, objetivando a punição das instituições e dos alunos com baixos resultados.
Os objetivos das avaliações educacionais estão corretos na alternativa:
SEDUC 2018 – LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS E INDICADORES EDUCACIONAIS 3
(A) As assertivas II, III e IV estão erradas. (B) As assertivas I e V estão corretas.
(C) As assertivas I e V estão erradas. (D) Todas estão corretas.
(E) Todas estão erradas.

08. (SME/SP) Observe a imagem a seguir.

Sobre a Prova Brasil, assinale a afirmativa correta.


(A) É uma avaliação amostral aplicada aos alunos da rede pública.
(B) Tem como objetivo avaliar a infraestrutura das escolas públicas.
(C) Pode participar de suas edições qualquer escola interessada em avaliar seus alunos.
(D) Assegura o processo nacional de avaliação do rendimento escolar.
(E) Realiza um levantamento que não é previsto legalmente.

09. (SME/SP) Sobre o IDEB, analise as afirmativas a seguir.

I. É o principal indicador adotado pelo Governo Federal para traçar metas educacionais a serem alcançadas por
escolas e redes estaduais e municipais.
II. A ideia central da adoção de metas pelo IDEB é a de obter um maior comprometimento das redes e escolas com
a melhoria dos indicadores educacionais.
III. O indicador expressa exclusivamente uma medida da aprendizagem dos alunos, a partir dos resultados da Prova
Brasil.

Está correto o que se afirma em


(A) I, apenas. (B) II, apenas. (C) I e II, apenas.
(D) II e III, apenas. (E) I, II e III.

10. (Prefeitura / Salvador) Hoje, no Brasil, tendo em vista as Políticas Públicas, as crianças têm um maior acesso
ao sistema educacional. No entanto, são indicadores preocupantes o baixo rendimento e a repetência dos alunos.

A fim de se obter informações sobre o desempenho dos alunos e o fluxo escolar, foi desenvolvido um indicador de
qualidade chamado
(A) ENEM. (B) PNE. (C) ENADE. (D) IDEB. (E) PDE.
11. (PREFEITURA DE HORIZONTE/DIRETOR – U) O Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) compõe
o conjunto de ações que objetivam avaliar a qualidade da educação básica. Desde sua implementação, o SAEB foi
sofrendo ajustes para adequá-lo melhor às demandas de avaliação da educação básica brasileira. Conforme
estabelece a Portaria n.º 931, de 21 de março de 2005, o Saeb é composto por dois processos: a Avaliação Nacional
da Educação Básica (Aneb) e a Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Anresc). A seguir, analise as
alternativas e indique a correta.
(A) As informações produzidas pela ANEB serão utilizadas para identificar escolas, turmas, alunos, professores e
diretores.
(B) A ANRESC não avalia a qualidade do ensino ministrado nas escolas, ou seja, de cada unidade escolar, mas
somente o resultado global de cada município.
(C) A ANRESC é mais restrita e menos detalhada que a Aneb e tem foco apenas na gestão da escola. Por seu
caráter universal, recebe o nome de Prova Brasil em suas divulgações.
(D) A ANRESC, ou prova Brasil, caracteriza-se por ser uma avaliação por amostragem, de larga escala, externa aos
sistemas de ensino público e particular, de periodicidade semestral.
(E) A ANEB é realizada por amostragem das Redes de Ensino, em cada unidade da Federação e tem foco nas
SEDUC 2018 – LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS E INDICADORES EDUCACIONAIS 4
gestões dos sistemas educacionais. Por manter as mesmas características, a Aneb recebe o nome do Saeb em
suas divulgações.

12. (PREFEITURA DE CAUCAIA/DIRETOR – PRO MUNICÍPIO) Sobre o Índice de Desenvolvimento da Educação


– IDEB é incorreto afirmar que:
(A) Foi criado pelo Inep em 2007, em uma escala de zero a dez;
(B) Sintetiza dois conceitos igualmente importantes para a qualidade da educação: aprovação e média de
desempenho dos estudantes em língua portuguesa e matemática;
(C) É calculado a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, e médias de desempenho
nas avaliações do Inep, o Saeb e a Prova Brasil;
(D) A série histórica de resultados do Ideb se inicia em 2005, a partir de onde foram estabelecidas metas bienais de
qualidade a serem atingidas não apenas pelo País, mas também por escolas, municípios e unidades da Federação;
(E) A lógica é a de que cada instância evolua de forma a contribuir, em conjunto, para que o Brasil progrida da média
nacional 3,8, registrada em 2005 na primeira fase do ensino fundamental, para um Ideb igual a 9,0 em 2022, ano
do bicentenário da Independência.

13. (PREFEITURA DE CAUCAIA/DIRETOR – PRO MUNICÍPIO) Com relação ao Saeb (Sistema de Avaliação da
Educação Básica) é correto afirmar:
I. É composto por três avaliações externas em larga escala;
II. Tem como objetivo avaliar a Educação Básica brasileira e contribuir para a melhoria de sua qualidade e para a
universalização do acesso à escola;
III. Das avaliações que o compõe, somente a Avaliação Nacional da Aprendizagem (ANA) é de realização anual.
(A) Apenas II é verdadeira; (B) Apenas I e II são verdadeiras;
(C) Apenas II e III são verdadeiras; (D) Apenas III é verdadeira;
(E) Todas as afirmativas são verdadeiras

14. (PREFEITURA DE CAUCAIA/DIRETOR – PRO MUNICÍPIO) O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica


(IDEB) é um indicador que reúne dois conceitos igualmente importantes para a qualidade da educação: fluxo escolar
e médias de desempenho nas avaliações. O IDEB é calculado a partir de:
(A) Dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, e médias de desempenho nas avaliações do Inep,
o Saeb – para as unidades da federação e para o país, e a Prova Brasil – para os municípios;
(B) Dados sobre repetência, obtidos no Censo Escolar, e médias de desempenho na Avaliação Nacional de
Aprendizagem (ANA);
(C) Dados sobre reprovação, e médias de desempenho nas avaliações do Inep, o Saeb – para as unidades da
federação e para o país, e a Prova Brasil – para os municípios;
(D) Dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, e médias de desempenho na Avaliação Nacional de
Aprendizagem (ANA);
(E) Dados sobre reprovação, obtidos no Censo Escolar, e médias de desempenho nas avaliações do Inep, o Saeb
– para as unidades da federação e para o país, e a Prova Brasil – para os municípios.

15. (DIRETOR/SEDUC 2012) Os resultados do desempenho escolar de Língua Portuguesa e Matemática dos
programas estaduais de avaliação da educação básica, como, por exemplo, o SPAECE, são produzidos nas escalas
de proficiência do Saeb. Sobre a distribuição dos percentuais de alunos em nível de proficiência, são feitas as
seguintes afirmativas. Classifique-as como verdadeiras (V) ou falsas (F).
( ) Quanto maior o percentual de alunos nos níveis mais altos da escala e quanto menor o percentual nos níveis
mais baixos, melhor é o resultado de desempenho.
( ) Quando os percentuais de alunos se distribuem de modo acentuado nos níveis mais altos e mais baixos deixando
uma lacuna no nível intermediário, o resultado mostra uma desigualdade de oportunidades educacionais.
( ) Se os percentuais de alunos se distribuem de modo homogêneo em todos os níveis da escala, com valores
aproximados, essa situação se configura como um resultado homogêneo, apresentando um desempenho adequado.
( ) Se os alunos se concentram nos níveis mais baixos da escala, o resultado do desempenho é baixo e requer uma
ação de intervenção pedagógica.

A sequência correta dessa classificação, de cima para baixo, é:


(A) V, V, F, V (B) V, F, F, V (C) F, F, V, V
(D) F, V, V, F (E) V, V, F, F

16. (DIRETOR/SEDUC 2013) O Índice de Desenvolvimento da Educação (IDEB) é um índice de qualidade


educacional, criado pelo MEC, que combina informações de desempenho e fluxo escolar. Sobre o IDEB, assinale a
alternativa correta.
(A) o índice interfere nas políticas educacionais.
(B) os resultados do SPAECE compõem o seu cálculo.
(C) as redes de ensino apresentam resultados semelhantes.
(D) o índice esperado para o Brasil, para o ano de 2021, é 6,5.
SEDUC 2018 – LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS E INDICADORES EDUCACIONAIS 5
(E) as metas estabelecidas são padronizadas para todos os estados.

17. (DIRETOR/SEDUC 2013) No Brasil, estados e municípios que baseiam seus diagnósticos e políticas em
avaliações em larga escala há mais tempo têm experimentado a melhoria dos resultados, principalmente nos anos
iniciais, e formado estudantes mais bem preparados. (Trecho retirado do Boletim do Gestor. CEARÁ. Secretaria da
Educação. SPAECE – 2011 / Universidade Federal de Juiz de Fora, Faculdade de Educação, CAEd. v. 2 (jan/dez.
2011), Juiz de Fora, 2011 – Anual).

O estado do Ceará, através da Secretaria Estadual da Educação implementa, desde 1992, o Sistema Permanente
de Avaliação da Educação Básica do Ceará (SPAECE). Sobre o SPAECE, assinale a alternativa correta.
(A) Objetiva fornecer subsídios para formulação, reformulação e monitoramento das políticas educacionais,
possibilitando aos agentes educacionais um quadro situacional das redes pública e privada.
(B) Realizada, anualmente, a avaliação do Ensino Médio, de forma censitária, somente na 3ª série deste nível de
ensino, envolve todas as escolas da rede estadual de ensino e seus anexos, localizadas nos 184 municípios
cearenses.
(C) Consiste, o SPAECE-Alfa, numa avaliação bianual, externa e censitária, para identificar e analisar o nível de
proficiência em leitura dos alunos do 2º ano do Ensino Fundamental das escolas da Rede Pública (estaduais e
municipais).
(D) Caracteriza-se como avaliação externa em larga escala que avalia as competências e habilidades dos alunos
do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, abrangendo as escolas estaduais e municipais, utilizando testes com
itens elaborados pelos professores da rede pública e questionários contextuais, investigando dados
socioeconômicos e hábitos de estudo dos alunos, perfil e prática dos professores e diretores.
(E) Realiza a avaliação do Ensino Fundamental, de natureza amostral, nas séries finais de cada etapa do Ensino
Fundamental, com a finalidade de diagnosticar o estágio de conhecimento, bem como analisar a evolução do
desempenho dos alunos do 5º e 9º anos e os fatores associados a esse desempenho, produzindo informações que
possibilitem a definição de ações prioritárias de intervenção na Rede Pública de ensino (estadual e municipal).

18. (DIRETOR/COORDENADOR 2018 – SEDUC) Sobre o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB),
criado em 2007, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), para medir a
qualidade do aprendizado nacional e estabelecer metas para a melhoria do ensino, são feitas as seguintes
declarações:

I - O IDEB é calculado a partir da taxa de rendimento escolar e das médias de desempenho nos exames aplicados
pelo INEP.
II - As metas estabelecidas pelo IDEB são semelhantes para cada escola e rede de ensino. III -
Os resultados das avaliações do PISA compõem o cálculo do IDEB.
IV - O Brasil espera alcançar para o Ensino Médio, o IDEB de 5.2 até o ano de 2021, considerando todas as redes
de ensino.

Assinale a alternativa que contém, exclusivamente, as declarações corretas:


(A) I e II, apenas. (B) I e IV, apenas.
(C) II e III, apenas. (D) I, II e IV, apenas.
(E) II, III e IV, apenas.
19. (BB/FCC) Após a finalização de um concurso de conhecimentos gerais, os dados foram organizados e
apresentados em um infográfico, conforme abaixo.

Sabe-se que, do total de 840 participantes desse exame, 25% eram mulheres. Nas condições dadas, o total de
aprovados no concurso é igual a
(A) 756. (B) 315. (C) 189. (D) 284. (E) 354.

20. (MPE/RS) De acordo com dados do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio
Teixeira), no gráfico abaixo se encontra representada a evolução do gasto público em Educação no Brasil, em
porcentagem do PIB (Produto Interno Bruto), de 2000 a 2011.

SEDUC 2018 – LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS E INDICADORES EDUCACIONAIS 6


Em relação aos gastos públicos em Educação no Brasil no ano 2000, o aumento percentual dos gastos de 2000
para 2011 ficou entre
(A) 10% e 20%. (B) 20% e 30%. (C) 30% e 40%.
(D) 40% e 50%. (E) 50% e 60%

21. (PPGP/UFJF 2017) O quadro abaixo apresenta a quantidade de matrículas na Educação Básica registradas no
Brasil no ano de 2016.

A porcentagem de matrículas na Educação Básica registradas na rede pública da região Sudeste, em relação ao
total de matrículas nessa região, é aproximadamente
(A) 40%. (B) 41%. (C) 78%. (D) 82%. (E) 96%.

22. (PPGP/UFJF 2014) No gráfico abaixo, pode ser observada a evolução do número de inscrições de alunos no
Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), no período de 2009 a 2014

SEDUC 2018 – LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS E INDICADORES EDUCACIONAIS 7


Supondo que o crescimento percentual do número de inscritos no ENEM para o ano de 2015, em relação ao número
de inscritos em 2014, seja igual aquele observado no ano de 2014, em relação a 2013, a previsão para o número
de inscritos, em milhões de alunos, para o ano de 2015, é um número compreendido entre
(A) 10,1 e 10,3.
(B) 10,5 e 10,6.
(C) 11,0 e 11,1.
(D) 13,2 e 13,3.
(E) 18,4 e 18,5.

23. Considere que as médias finais dos alunos de um curso foram representadas no gráfico a seguir

Sabendo que a média para a aprovação nesse curso era maior ou igual a 6,0, qual foi a porcentagem de alunos
aprovados?
(A) 18% (B) 21% (C) 36% (D) 50% (E) 72%

24. (DIRETOR/SEDUC 2012) Um total de 4.611.441 pessoas foram inscritas no Enem 2010. O Sudeste foi a região
com maior número de inscrições, 1.798.863. Os gráficos a seguir apresentam as respectivas porcentagens por
região no País e por Estado na Região Sudeste.

De acordo com esses dados, classifique as afirmativas a seguir em verdadeiras (V) ou falsas (F).
( ) O número de inscritos da Região Nordeste foi aproximadamente igual ao de Minas Gerais.
( ) O número de inscritos do estado de São Paulo foi aproximadamente 827.477.
( ) A soma dos inscritos das Regiões Nordeste e Sudeste foi superior a dois terços do total de inscritos no País.
( ) O número de inscritos no estado de São Paulo representou a maioria em relação ao total de inscritos na Região
Sudeste.

A sequência correta dessa classificação, de cima para baixo, é:


(A) V, F, F, V (B) V, V, F, F (C) F, V, V, F
(D) F, V, V, V (E) F, F, V, F

SEDUC 2018 – LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS E INDICADORES EDUCACIONAIS 8


25. (DIRETOR/SEDUC 2012) Em um projeto realizado por uma escola do
Ensino Médio, os alunos são submetidos a uma avaliação de proficiência
em Leitura no início do ano letivo e a outra no final. De acordo com os
resultados alcançados, os alunos são classificados em um dos quatro
padrões de desempenho: MUITO CRÍTICO (MC), CRÍTICO (C),
INTERMEDIÁRIO (I) e ADEQUADO (A). O gráfico, ao lado, representa a
distribuição percentual de uma turma de 40 alunos por padrão de
desempenho.

Na avaliação realizada nos mesmos alunos, no final do ano, observou-se que 3 alunos haviam passado do padrão
desempenho MC para C, 5 alunos haviam passado do padrão de desempenho C para I e 8 alunos haviam passado
do padrão de desempenho I para A. Essa nova situação foi representada num diagrama, usando-se a legenda
abaixo

Dentre os diagramas abaixo, aquele que representa a nova distribuição do desempenho escolar por padrão de
desempenho dos alunos dessa turma é:

26. (DIRETOR/SEDUC 2013) No ano de 2012, o número de inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM
foi de aproximadamente 5.800.000 candidatos, distribuídos percentualmente entre as regiões do Brasil conforme
mostra o gráfico abaixo.

De acordo com esse gráfico, o número de candidatos inscritos na região Nordeste para o ENEM 2012 foi de,
aproximadamente,
(A) 4.060.000 inscritos. (B) 3.973.000 inscritos.
(C) 2.112.800 inscritos. (D) 1.827.000 inscritos.
(E) 580.000 inscritos.

SEDUC 2018 – LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS E INDICADORES EDUCACIONAIS 9


27. (PPGP/UFJF 2014) No gráfico abaixo, estão representados os quantitativos de medalhas de ouro, prata e bronze
conquistadas pelos alunos dos estados da região Sudeste na edição de 2013 da Olimpíada Brasileira das Escolas
Públicas – OBMEP.

Sobre os dados representados nesse gráfico, são feitas as seguintes afirmativas:


I – Os paulistanos conquistaram mais de 100 medalhas de ouro.
II – O número de medalhas de ouro conquistadas pelos alunos de Minas Gerais superou o total de medalhas
conquistadas pelos alunos do Espírito Santo.
III – O total de medalhas de prata conquistadas pelos alunos de Minas Gerais e Espírito Santo superou o total de
medalhas de prata conquistadas pelos alunos do Rio de Janeiro e São Paulo.
IV – Os alunos da região Sudeste conquistaram mais de 3 000 medalhas.

São corretas as afirmativas:

(A) I, II e III, apenas. (B) II, III e IV, apenas. (C) I, II e IV, apenas.
(D) I, III e IV, apenas. (E) I, II, III e IV.

28. (PPGP/UFJF 2014) A tabela abaixo informa o número de matrículas na Educação Básica, por dependência
administrativa, para os estados da região Sudeste, nos anos 2012 e 2013, segundo o Censo Escolar.

Sobre os dados representados nessa tabela, são feitas as seguintes afirmativas:


I – O decréscimo observado no total de matrículas na Educação Básica em Minas Gerais em 2013, em relação a
2012, deveu-se à redução do número de matrículas na rede privada.
II – Na rede pública, o estado da região Sudeste que apresentou a maior redução absoluta no número de matrículas
na Educação Básica em 2013, em relação a 2012, foi Minas Gerais.
III – Nos quatro estados da região Sudeste, a rede privada apresentou crescimento no número de matrículas na
Educação Básica de 2012 para 2013.
IV – Em 2012 e 2013, na região Sudeste, a rede privada respondeu por mais de um quarto do total de matrículas
na Educação Básica.

Está correto o que se afirma em:


(A) II, apenas. (B) III, apenas. (C) I e IV.
(D) II e III. (E) III e IV.

SEDUC 2018 – LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS E INDICADORES EDUCACIONAIS 10


29. (IFCE/PB – 2013) O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), responsável
pelo Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM), publicou os indicadores educacionais e dados consolidados sobre
o Enem 2013. Dentre esses dados, destacam-se os números de inscrições por modalidade nos anos de 2012 e
2013. Com base na leitura e interpretação dos dados apresentados a seguir, atribua (V) para as questões
Verdadeiras e (F) para as questões Falsas.

( ) O Ensino Médio Regular no ano de 2013 foi a modalidade que mais teve inscritos para o exame.
( ) O Ensino Médio Educação Especial não apresentou, em 2013, crescimento significativo em relação ao ano de
2012.
( ) A categoria de “Outros”, em 2013, cresceu significativamente em relação a 2012.
( ) Dos dados de todas as modalidades apresentadas, não houve avanços expressivos no total geral de inscritos,
considerando-se os anos de 2012 e 2013.
( ) Se compararmos os dados do Ensino Médio Regular com a Educação de Jovens e Adultos – EJA, verifica-se
um significativo crescimento no número de inscritos no exame na modalidade de Educação de Jovens e Adultos

A sequência CORRETA é:
(A) V, V, F, F, V (B) F, V, F, V, V (C) F, V, F, V, F
(D) V, F, V, F, V (E) F, V, V, V, F

30. (SEDUC/PI) O Ideb é um índice de qualidade de educação criado pelo MEC e serve como referência para a
implantação de diversas ações tanto pelo Ministério e pelas redes, quanto pelas escolas de todo o país. Seu cálculo
é baseado nas médias alcançadas pelos alunos do 5º e do 9º anos do Ensino Fundamental e do 3º do Ensino Médio
na Prova Brasil/Saeb e nas taxas de aprovação em cada etapa de ensino.
Analise o gráfico abaixo, que traz os resultados do Brasil dos anos de 2011 e de 2013 e ainda a meta definida para
2013.

Com base nos dados do gráfico, é CORRETO afirmar que


(A) o Ensino Médio e os Anos Iniciais atingiram a meta para 2013.
(B) os Anos Finais não revelam crescimento, mas atingiram a meta para 2013.
(C) os Anos Finais não revelam crescimento, mas superaram a meta para 2013.
(D) o Ensino Médio revela crescimento, mas não atingiu a meta para 2013.
(E) os Anos Iniciais revelam crescimento e superaram a meta para 2013.

31. (DIRETOR / COORDENADOR SEDUC 2018) O Saeb/Prova Brasil tem por objetivo realizar um diagnóstico dos
sistemas educacionais brasileiros nas esferas municipal, estadual e federal. O gráfico a seguir diz respeito à edição
de 2015 do Saeb/Prova Brasil e apresenta a média de desempenho do Brasil, da Região Nordeste e do Ceará, na
SEDUC 2018 – LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS E INDICADORES EDUCACIONAIS 11
disciplina de Língua Portuguesa, separada em três etapas de ensino: anos iniciais do Ensino Fundamental, anos
finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio.

Os dados do gráfico indicam que:

(A) no âmbito nacional, a média de proficiência em Língua Portuguesa, obtida pelos alunos que cursavam os anos
iniciais do Ensino Fundamental, é maior quando comparada à média apresentada pelo Ceará nessa mesma etapa
de ensino.
(B) tanto no âmbito nacional como na Região Nordeste e no Estado do Ceará, as maiores médias de proficiência
foram obtidas pelos alunos que cursavam os anos finais do Ensino Fundamental.
(C) no Ceará, a média de proficiência nos anos iniciais e finais do Ensino Fundamental foi maior na disciplina de
Língua Portuguesa, quando comparada à média dessas mesmas etapas de ensino na região nordeste e no país.
(D) para as três etapas da educação básica indicadas no gráfico, as médias de proficiência na disciplina de Língua
Portuguesa, no âmbito do Estado do Ceará, foram maiores quando comparadas àquelas do âmbito nacional e da
Região Nordeste.
(E) no Ceará, a média de proficiência em Língua Portuguesa no Ensino Médio foi maior que a média do Nordeste e
menor que a média do Brasil em Língua portuguesa, nesta mesma etapa.

32. (DIRETOR / COORDENADOR SEDUC 2018) O gráfico de barras a seguir informa o número de medalhas
conquistadas pelos alunos do Estado do Ceará na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas -
OBMEP, no ano de 2016, nos três níveis em que é disputada.

No Estado do Ceará, o número de medalhas ganhas pelos alunos que disputaram o nível 3 superou o número de
medalhas ganhas pelos alunos que disputaram o nível 1 em quantas medalhas?
(A) 6 (B) 15 (C) 22 (D) 31 (E) 127

33. (DIRETOR / COORDENADOR SEDUC 2018) No quadro abaixo estão relacionados, por ordem alfabética, os
SEDUC 2018 – LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS E INDICADORES EDUCACIONAIS 12
nomes e as notas obtidas pelos 10 candidatos que participaram da primeira fase de um processo seletivo.

Nesse processo, a nota mínima para que um candidato passe para a segunda fase da seleção é dada pela média
do conjunto das notas de todos os candidatos.

A nota mínima necessária para avançar para a segunda fase desta seleção foi

(A) 70. (B) 76. (C) 80. (D) 81. (E) 90.

34. (DIRETOR / COORDENADOR SEDUC 2018) No quadro abaixo, estão relacionados os percentuais de acertos
dos itens de Matemática do SPAECE 2015, reunidos por descritor, para os primeiros seis descritores da matriz de
Matemática do 5º ano do Ensino Fundamental.

Percentual de acerto por descritor – 5º ano do Ensino Fundamental - Matemática - SPAECE 2015

Com base nos dados apresentados nesse quadro, são feitas as afirmativas abaixo. Classifique as como verdadeiras
(V) ou falsas (F).

( ) O maior percentual de acerto registrado, dentre os descritores relacionados, foi alcançado por alunos da CREDE
de Tianguá;
( ) O menor percentual de acerto, dentre os registrados no quadro, deu-se em itens do descritor D6;
( ) Os alunos da SEFOR (Fortaleza) foram os que apresentaram maior percentual de acerto nos itens, em todos
os seis descritores relacionados.

A sequência correta dessa classificação é

(A) V V V (B) V F V (C) V F F


(D) F V V (E) V V F

35. (DIRETOR / COORDENADOR SEDUC 2018) O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) foi
introduzido pelo governo federal com o intuito de mudar o acompanhamento da educação no Brasil. Ele é um
indicador que avalia a educação em todo o país e em cada unidade da federação, município e escola pública. Veja
os dados abaixo relacionados ao Ceará, Nordeste e Brasil.

SEDUC 2018 – LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS E INDICADORES EDUCACIONAIS 13


Analisando as afirmativas abaixo relacionadas ao gráfico, indique a alternativa CORRETA.

(A) O IDEB do Ceará esteve sempre abaixo do Ideb do Brasil e sempre acima do IDEB do Nordeste.
(B) De acordo com o gráfico, o IDEB é calculado anualmente pelo Instituto de Nacional de Estudos e Pesquisas
Educacionais Anísio Teixeira (INEP) do Ministério da Educação (MEC).
(C) Em 2013, a diferença percentual do IDEB do Ceará em relação ao do Brasil era aproximadamente 3% menor e
10% maior do que o IDEB do Nordeste.
(D) A variação entre o maior valor atingido e o menor valor do IDEB do Ceará é aproximadamente 10%. (E) Em
exatamente dois períodos, o IDEB do Ceará foi igual ao IDEB do Brasil.

36. (DIRETOR / COORDENADOR SEDUC 2018) Analisando o gráfico abaixo em relação ao Sistema Nacional de
Avaliação da Educação Básica (Saeb), podemos fazer as seguintes afirmações:

I - Se analisarmos 2005 em relação a 2013, houve crescimento nas notas das duas disciplinas.
II - A maior nota em ambas as disciplinas ocorreu no ano de 2009.
III - Em 2005, a diferença percentual das notas de língua portuguesa em relação à matemática foi maior do que em
2013.

Marque a alternativa que contém a(s) afirmativa(s) CORRETA(S).

(A) I e III. (B) II e III. (C) I, II e III.


(D) Somente a I. (E) Somente a II.

SEDUC 2018 – LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS E INDICADORES EDUCACIONAIS 14


37. (DIRETOR / COORDENADOR SEDUC 2018) No quadro abaixo, está apresentado um recorte dos dados
preliminares do Censo Escolar 2017, sobre a Matrícula Inicial do Ensino Médio no Brasil, segundo a Dependência
Administrativa.

De acordo com os dados acima, são feitas as afirmações:

I - As matrículas iniciais na Dependência Estadual Urbana Integral já representam, aproximadamente, 8% das


parciais.
II - Percentualmente, as matrículas iniciais integrais, se comparadas com as parciais, são maiores na Dependência
Estadual Rural do que na Estadual Urbana.
III - O percentual de alunos matriculados na Dependência Municipal Rural Integral em relação à Dependência
Municipal Urbana Integral é maior na Rural.
IV - As matrículas iniciais na Dependência Municipal Rural Integral representam, aproximadamente, 10% das
parciais.

Assinale a opção que corresponde a sequência CORRETA.

(A) V F F V (B) F V F F (C) V F V F (D) V F V V (E) F V V V


38. (DIRETOR / COORDENADOR SEDUC 2018) O gráfico de linha apresentado abaixo descreve a evolução da
distorção idade- série observada no Brasil, no período de 2006 a 2016.

Considere que será mantida pelos próximos anos a mesma tendência de redução observada, no período de 2013
a 2016, em termos de pontos percentuais.

No ano de 2020, o percentual de alunos com distorção idade-série será de

(A) 7%. (B) 8%. (C) 9%. (D) 10%. (E) 11%

39. (DIRETOR / COORDENADOR SEDUC 2018) Pedro acertou 85% das questões de um determinado teste,
enquanto que Artur acertou 90% das questões do mesmo teste. Entretanto, Artur acertou somente uma questão a
mais do que Pedro.
O número de questões desse teste é
(A) 5. (B) 17. (C) 18. (D) 20. (E) 25.

SEDUC 2018 – LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS E INDICADORES EDUCACIONAIS 15


40. (ENEM)A escolaridade dos jogadores de futebol nos grandes centros é maior do que se imagina, como mostra
a pesquisa a seguir, realizada com os jogadores profissionais dos quatro principais clubes de futebol do Rio de
Janeiro. De acordo com esses dados, o percentual dos jogadores dos quatro clubes que concluíram o Ensino Médio
é de aproximadamente:

(A) 14%. (B) 48%. (C) 54%. (D) 60%. (E) 68%.

41. (CJF) Numa prova, um aluno acertou 30 questões que correspondem a 60% do número de questões da prova.
Quantas questões tinha essa prova ?
(A) 45 (B) 50 (C) 55 (D) 60 (E) 70

42. (UFC) Um trabalhador participou de uma greve na qual era reivindicado um ajuste salarial de 15%. A greve foi
encerrada após concessão de 10%. No caso dele, bastariam R$ 10,00 para que fossem integralizados os 15%
inicialmente pretendidos. O novo salário desse trabalhador, após a greve, é igual a:
(A) R$ 160,00 (B) R$ 220,00 (C) R$ 240,00
(D) R$ 280,00 (E) R$ 320,00
43. (ENEM)

Uma falsa relação

O cruzamento da quantidade de horas estudadas com o desempenho no Programa Internacional de Avaliação de


Estudantes (Pisa) mostra que mais tempo na escola não é garantia de nota acima da média.

*Considerando as médias de cada país no exame de matemática.


Nova Escola, São Paulo, dez. 2010 (adaptado)

Dos países com notas abaixo da média nesse exame, aquele que apresenta maior quantidade de horas de estudo
é
(A) Finlândia.
(B) Holanda.
(C) Israel.
(D) México.
(E) Rússia.

SEDUC 2018 – LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS E INDICADORES EDUCACIONAIS 16


44. (ENEM 2011) A participação dos estudantes na Olimpíada Brasileirade Matemática das Escolas Públicas
(OBMEP) aumenta a cada ano. O quadro indica o percentual de medalhistas de ouro, por região, nas edições da
OBMEP de 2005 a 2009:

Região 2005 2006 2007 2008 2009


Norte 2% 2% 1% 2% 1%
Nordeste 18% 19% 21% 15% 19%
Centro-oeste 5% 6% 7% 8% 9%
Sudeste 55% 61% 58% 66% 60%
Sul 21% 12% 13% 9% 11%

Em relação às edições de 2005 a 2009 da OBMEP, qual o percentual médio de medalhistas de ouro da região
Nordeste?
(A) 14,6%
(B) 18,2%
(C) 18,4%
(D) 19,0%
(E) 21,0%

45. (DIRETOR/SEDUC 2012) O IDEB mede o desempenho do sistema educacional do País por meio da combinação
de dois indicadores: os resultados dos estudantes do Ensino Fundamental na Prova Brasil e dos estudantes do
Ensino Médio no SAEB e a taxa de aprovação. O gráfico abaixo mostra o desempenho das redes no Ensino Médio.

Sobre esse gráfico, são feitas as seguintes afirmativas. Classifique-as como verdadeiras (V) ou falsas (F).
( ) O desempenho dos alunos do Ensino Médio nas redes privadas, embora tenha subido de 5,6 para 5,7 pontos,
apresentou 0,1 ponto abaixo da meta.
( ) As redes públicas e privadas têm resultados dissonantes apresentando, em 2011, uma diferença significativa de
5,8 pontos.
( ) Entre 2005 e 2011, o avanço no resultado do IDEB no Ensino Médio, integrando as duas redes, corresponde a
0,3 pontos.
( ) Entre 2009 e 2011, a nota do IDEB nas redes públicas ficou estagnada em 3,4 pontos.

A sequência correta dessa classificação, de cima para baixo, é:


(A) V, F, F, V (B) F, V, F, V (C) V, V, V, F
(D) F, F, V, F (E) V, F, V, V

SEDUC 2018 – LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS E INDICADORES EDUCACIONAIS 17


46. (CESPE)

O gráfico acima apresenta, para alguns anos, na Bahia, o número de unidades escolares que ofertam educação
profissional, tanto em números esperados quanto em resultados obtidos. De acordo com as informações do gráfico,
o ano em que o resultado obtido foi o melhor em comparação com o esperado foi o de
(A) 2009. (B) 2010. (C) 2011. (D) 2008.

47. (FCC) Na escola de Natália há aula em três períodos: manhã, tarde e noite. Com base nos dados que aparecem
no gráfico a seguir, determine quantos alunos frequentam o período da tarde.

(A) 450. (B) 460. (C) 470. (D) 480.

47. (FCC) O gráfico abaixo representa a porcentagem de notas obtidas por uma sala de 50 alunos em um teste de
conhecimentos gerais.
Sabendo-se que as notas variaram de 1 a 5 e que para aprovação foi
necessário que o aluno obtivesse notas maiores ou iguais a 3, a quantidade
de alunos aprovados foi
(A) 20.
(B) 18.
(C) 16.
(D) 14.

48. (FCC) O gráfico mostra a divisão percentual de acordo com o


grau de instrução, do mercado de trabalho para deficientes no
período de 2007 a 2010.

Está correto afirmar que, no período considerado, a


participação no mercado de trabalho para deficientes
(A) aumentou 1 ponto percentual em 2009, em
relação a 2007, para as pessoas que não haviam
completado o ensino médio.
(B) decresceu em todo o período considerado para as
pessoas com ensino médio a superior incompleto.
SEDUC 2018 – LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS E INDICADORES EDUCACIONAIS 18
(C) é menor para as pessoas com maior grau de
instrução.
(D) manteve-se constante em todo o período para as
pessoas com ensino médio completo.

49. (INEP) Ao final de uma competição de ciências em uma escola, restaram apenas três candidatos. De acordo
com as regras, o vencedor será o candidato que obtiver a maior média ponderada entre as notas das provas finais
nas disciplinas química e física, considerando, respectivamente, os pesos 4 e 6 para elas. As notas são sempre
números inteiros. Por questões médicas, o candidato II ainda não fez a prova final de química. No dia em que sua
avaliação for aplicada, as notas dos outros dois candidatos, em ambas as disciplinas, já terão sido divulgadas.

O quadro apresenta as notas obtidas pelos finalistas nas provas finais.

Candidato Química Física


I 20 23
II X 25
III 21 18

A menor nota que o candidato II deverá obter na prova de química para vencer a competição é
(A) 18. (B) 19. (C) 22. (D) 25. (E) 26.

50. Um concurso é composto por cinco etapas. Cada etapa vale 100 pontos. A pontuação final de cada candidato é
a média de suas notas nas cinco etapas. A classificação obedece à ordem decrescente das pontuações finais. O
critério de desempate baseia-se na maior pontuação na quinta etapa.
Média nas quatro Pontuação na
Candidato primeiras etapas quinta etapa
A 90 60
B 85 85
C 80 95
D 60 90
E 60 100
A ordem de classificação final desse concurso é
(A) A, B, C, E, D. (B) B, A, C, E, D. (C) C, B, E, A, D.
(D) C, B, E, D, A. (E) E, C, D, B, A.

GABARITO
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
B E E D D C C D C D
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
E E E A A A D B B C
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
C B E D A D E B D E
31 32 33 34 35 36 37 38 39 40
C B C E C B D B D D
41 42 43 44 45 46 47 48 49 50
B B C C E D B C A B

SEDUC 2018 – LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DADOS E INDICADORES EDUCACIONAIS 19