Você está na página 1de 92

ANATOMOFISIOLOGI

A
O que é Anatomia e Fisiologia?
Anatomia
• Estuda as estruturas corporais e a relação entre
as diversas estruturas.
• NÃO ESTUDA FUNÇÕES

Fisiologia
• Estuda o funcionamento do corpo e como as
diversas partes atuam.
• ESTUDA FUNÇÕES
Divisão do Corpo Humano
 O corpo humano divide-se em cabeça, pescoço, tronco
e membros.
Posição Anatômica
O corpo está numa postura
ereta com os membros
superiores estendidos ao lado
do tronco e as
palmas das mãos voltadas para
a frente. A cabeça
e pés também estão apontados
para frente e o olhar para o
horizonte.
Organização Estrutural do Corpo
Humano

 Órgãos: estruturas compostas por dois ou mais tecidos


diferentes, que apresentam funções específicas;

 Sistema: conjunto de órgãos relacionados, com a mesma


função;

 Organismo: formado por todos os sistemas funcionando


umas com as outras.
Sistema Esquelético
Sistema Esquelético
 Composto por ossos e cartilagens;

 O Corpo Humano possui 206 ossos e

650 músculos.
Funções
 Sustentação ou suporte para órgãos, músculos
e outros tecidos chamados de “partes moles”;

 Proteção de órgãos e estruturas vitais

 Participação no movimento: os ossos servem


para fixação dos tendões da maioria dos
músculos esqueléticos.
 Armazenamento (reserva) e liberação de minerais:
como cálcio para o nosso sangue quando nosso
organismo precisa;

 Armazenamento de gordura: armazena os


triglicerídeos/lipídeos como reserva de energia em
situações de desgaste extremo;

 Dar forma ao corpo: os diversos grupos raciais possuem


características anatômicas particulares específicas
devidas à constituição do seu esqueleto baseada em
padrões genéticos.
Divisão ou organização do sistema
esquelético:

 Essadivisão inclui uma parte central que


seria como um eixo(AXIAL), e partes que
estão penduradas e que correspondem
aos membros superiores e inferiores
(APENDICULAR).
Divisão ou organização do sistema
esquelético:

 Axial
Divisão ou organização do sistema
esquelético:

 Apendicular
Ossos
 Partes do osso:

 - epífises proximal e distal: extremidades do

osso

 - diáfise: haste do corpo do osso

 - metáfise: região entre diáfise e epífises, onde

em crianças acontece o crescimento.


Cartilagem

 Tipo elástico de tecido conectivo semi-


rígido;
 Forma partes do esqueleto nas quais ocorre
movimento – ARTICULAÇÕES
 A cartilagem circulação sanguínea –
CARTILAGEM NÃO SANGRA!
Alterações ósseas
 Fraturas:

•Exposta
•Fechada
•Cominutiva: estilhaça
em pequenos
fragmentos;
Tratamento de Fraturas

 Realinhamento anatômico, imobilização


para manter realinhamento e recuperação
das funções.

 Redução não cirúrgica: aparelhos gessados,


talas, tração cutânea, bandagens.

 Redução cirúrgica: fixador externo, placa,


pinos, parafusos.
Crânio e Face
 Crânio:
 •Frontal
 •Parietais (2)
 •Temporal (2)
 •Occipital
 •Esfenóide
 •Etmóide

 Face:
 •Nasal (2)
 •Maxilar (2)
 •Zigomático (2)
 •Mandíbula
 •Lacrimal (2)
 •Palatino (2) vômer
Coluna Vertebral
Tórax
•Caixa torácica que protege os órgãos do tórax e abdome superior.

Fazem parte os ossos:

•Esterno – manúbrio, corpo e processo xifóide

•Clavícula (anterior)

•Escápula (posterior)

•Costelas: 12 pares (7 verdadeiras, 3 falsas e 2 flutuantes)

1 a 7 – no esterno

8 a 10– fixado umas às outras

11 e 12 – flutuantes
Membro Superior
•Úmero
•Ulna
•Rádio
•Carpo
•Metacarpo
•Falanges (proximal,
média e distal, exceto
polegar)
Membro Inferior
•Fêmur
•Patela
•Tíbia
•Fíbula
•Tarso
•Metatarso
•Falanges (proximal, média
e distal, exceto hálux)
Sistema Neurológico

 Função Integradora => Coordenação das funções do vários


órgãos (↑Pressão arterial ↑Filtração Renal e ↓Freq.
Respiratória)

 Função Sensorial => Sensações gerais e especiais.

 Função Motora => Contrações musculares voluntárias ou


Involuntárias

 Função Adaptativa => Adaptação ao meio ambiente


(sudorese, calafrio)
Elementos de proteção

Ossos – crânio e coluna


vertebral
Líquor

Meninges – dura-máter,
Barreira Encefálica
pia-máter e aracnóide
O crânio consiste em um compartimento
rígido de volume constante.
 Não complacente
Meninges
Aracnóide:
Dura-máter:
Membrana serosa intermediaria
Membrana espessa e dura aderida à
que atua como sistema de
caixa craniana.
amortecimento do SNC.

Pia-máter: Espaço subaracnoideo: entre

Membrana que reveste a superfície aracnóide e pia-máter, que é

do cérebro e medula espinhal. preenchida pelo líquido


cerebrospinhal
Coluna Vertebral
 O sistema nervoso é responsável por enviar estímulos a todos os
outros sistemas e órgãos do corpo. É ele que coordena, por meio
da transmissão de sinais, as ações voluntárias e involuntárias,
habilidade que garante o funcionamento do organismo e a vida.
TCE
 O TCE é qualquer lesão decorrente de um
trauma externo, que tenha como consequência
alterações anatômicas do crânio, como fratura ou
laceração do couro cabeludo, bem como o
comprometimento funcional das meninges,
encéfalo ou seus vasos, resultando em alterações
cerebrais, momentâneas ou permanentes.
 SINAIS E SINTOMAS

 •CEFALEIA

 •NAUSEAS E VÔMITOS;

 •AGITAÇÃO PSICOMOTORA;

 •REDUÇÃO DO NÍVEL

DE CONSCIÊNCIA;

 •ANISOCORIA

(DO LADO DA LESÃO);

 •COMA;
Escala de Glasgow
Sistema Respiratório
Função
 CONDUZIR o ar para dentro dos pulmões;

 FILTRAR, AQUECER E UMEDECER o ar;


 Promover e realizar a troca gasosa entre o
organismo e o ar atmosférico (Hematose),
fornecendo oxigênio e eliminando o
dióxido de carbono;
Estruturas do Sistema Respiratório

Trato Trato
respiratório respiratório
superior inferior

Formado por órgãos Formado por órgãos


localizados fora da caixa localizados na cavidade
torácica: cavidade nasal, torácica: parte inferior da
faringe, laringe e parte traquéia, brônquios,
superior da traquéia. bronquíolos, alvéolos e
pulmões.
Estruturas do Sistema respiratório
humano
Narinas e Fossas Nasais
 Entrada e saída de ar do organismo;

 Aquecimento, umidificação e filtração do ar


(vibrissas nasais e muco).
Faringe
 Cavidade comum ao sistema digestório e
respiratório;
Laringe
 FUNÇÕES:
• Atua como passagem para o ar durante a
respiração;
• Produz som, ou seja, a voz (por esta razão
é chamada de caixa de voz);
• Impede que o alimento e objetos
estranhos entrem nas estruturas
respiratórias (como a traqueia);
Laringe
 Epiglote – bloqueio da entrada de alimentos no
sistema respiratório;
 Pregas vocais – produção de sons durante a
passagem de ar.
Traquéia
• Aproximadamente 20
anéis cartilaginosos;

• Bifurca, dando origem


aos 2 brônquios
principais: direito e
esquerdo; O nome dessa
bifurcação é Carina.
Brônquios e Bronquíolos

 Brônquios são duas ramificações da


porção final da traquéia que penetram
nos pulmões;
 Bronquíolos são ramificações dos
brônquios que terminam nos alvéolos
pulmonares;
Alvéolos
 Local onde ocorre a hematose

(transformação do sangue venoso em


sangue arterial);
 Bolsas de ar ricamente vascularizadas.
Pulmões
 Mediastino: espaço entre o pulmão
direito e esquerdo, local onde está
situado o coração;
 Pleura: camada que reveste e protege o
pulmão.
Pulmões
 Base;
 Ápice;
 Hilo (brônquios, artérias e veias
pulmonares, nervos e vasos linfáticos);

 Direito: 3 lobos
 Esquerdo: 2 lobos
 O principal músculo que auxilia na
respiração é o Diafragma.
 12 a 20 mrpm - eupneico
Inspiração Expiração

•Contração dos músculos •Relaxamento dos músculos


intercostais e diafragma intercostais e diafragma;
•Aumento do volume da •Diminuição do volume da
caixa torácica caixa torácica
•Diminuição da pressão •Aumento da pressão
intrapulmonar intrapulmonar

Entrada de ar Saída de ar
Sistema Cardiovascular
Formado por:

➢ Coração
➢ Sangue
➢ Vasos sanguíneos

 Possuímos em média 5-7 litros de sangue;


 Em repouso, o coração bombeia mais de 7mil L/dia
 100.000 km vasos sanguíneos
Funções
 Transporte de O², CO², nutrientes e
hormônios.

 Proteção contra hemorragias(coagulação)


e doenças(glóbulos brancos)
Coração
É considerado uma ‘bomba’ que permite
o transporte de sangue.
 Órgão oco, muscular, situado no
mediastino, sobre o diafragma e entre a
coluna vertebral e o esterno;
Divisão do coração
 Átrios: duas câmaras superiores (D e E)
 Ventrículos: duas câmaras inferiores (D e E)
Circulação
Sistêmica
 O átrio direito recebe sangue desoxigenado através das

seguintes vias:

 Veia cava superior – traz sangue dos órgãos superiores e

tórax;

 Veia cava inferior – traz sangue dos órgãos inferiores

 O átrio direito envia o sangue para o ventrículo direito.

 O sangue é bombeado do ventrículo direito para as artérias

pulmonares direita e esquerda;


 Cada uma levando o sangue ao pulmão

correspondente.

 Nos pulmões, o sangue venoso recebe

oxigênio.

 O sangue oxigenado ou arterial é transportado ao átrio


esquerdo pelas 4 veias pulmonares.
 O sangue passa do átrio esquerdo para ventrículo
esquerdo, que bombeia o sangue arterial para a aorta;

 Desta, o sangue arterial segue pelos vasos sanguíneos e


suas ramificações transportando-o a todas as partes do
corpo.
Circulação Sistêmica
Veias cavas
Corpo (superior
e inferior)
Átrio
Aorta direito

Ventrículo
Ventrículo direito
esquerdo

Artérias
Átrio pulmonare
esquerdo s

Veias
Pulmões
pulmonares
Circulação Pulmonar
 A circulação pulmonar envolve o coração e os pulmões,
tendo como finalidade transformar o sangue venoso em
arterial.

 Nos pulmões,as artérias se transformam em capilares


onde o sangue libera o CO2 para os alvéolos e capta o
O2.

 Sangue desoxigenado: VD - tronco pulmonar – artéria


pulmonar D/E –pulmão D/E

 Sangue oxigenado: pulmão –veias pulmonares D/EAE


Vasos sanguíneos
Sangue Arterial

 Rico em Oxigênio (O²)


Sangue Venoso

 Rico em Dioxido de Carbono (CO²)


Sangue Capilar
Principais Vasos do Sistema
Circulatório
 Artéria Aorta – sai do coração com
sangue rico em O² e distribui para todo
o corpo;
 Veias Cavas – Trazem o sangue
desoxigenado do corpo para o coração;
 Veias e artérias pulmonares.
Pulso

 Pulso = Frequência cardíaca

 Normal – entre 60 a 100 bpm


 Taquicardia >100bpm
 Bradicardia <60bpm
Principais locais para verificar pulso

 Artéria temporal

 Artéria carótida comum

 Artéria Braquial

 Artéria femoral

 Artéria poplítea

 Artéria radial
Exceções
 Idosos

 Alterações na respiração
 Arritmias
 Pele sensível
 Proeminências ósseas
 Perfusão capilar
 Termorregulação
 Medicações
 Gestantes

 Tamanho do útero
 Hipovolemia
 DC reduzido
 Compressão da veia Cava
 Traumas penetrantes
 Sofrimento fetal
Pediatria
Pediatria SSVV
FAIXA PESO (KG) FC PA SISTÓLICA
ETÁRIA
Nascimento 3-4 140-160 7-10

Lactente 4-11 80-140 8-10

Pré-escolar 14-25 80-120 9-11

Adolescente 62-80 60-100 11-13


Queimaduras
 Sobrancelhas

 Fuligem

 História de
confinamento
 Explosão

 Escarro com
resíduos
Referências
✓Andrade, AF. et al. Mecanismos de lesão cerebral no traumatismo
cranioencefálico. Rev.Assoc. Med. Bras. [online]. 2009, vol.55, n.1

✓Freitas, GR; Et. al. Neuroproteção no Acidente Vascular Cerebral. Arq.


Neuropsiquiatr. 2005;63(3-B) :889-891.

✓Knobel, E. Condutas no paciente grave. Vol. 2. 3 Ed. São Paulo. Editora


Atheneu, 2006.

✓Knobel, E.Terapia Intensiva: Enfermagem.Atheneu. São Paulo, 2006.

✓Prehospital Trauma Life Support, 8th edition, by NAEMET (National


Association of Emergency Medical Technicians) is published by arrangement
with Elsevier Inc. –2017 –Elsevier Editora Ltda.
 VAN DE GRAAFF, Kent M. Anatomia humana. 6. ed. Barueri, SP: Manole,
2003. xx, 840 p.

 SOBOTTA, Johannes; PAULSEN, F.; WASCHKE, J. Sobotta: atlas de anatomia


humana. 23. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2012. 3v.

 GUYTON, Arthur C.; HALL, John E. Tratado de fisiologia médica. 12. ed. Rio
de Janeiro: Elsevier, c2011. xxi, 1151 p.

 JUNQUEIRA, Luiz Carlos Uchoa; CARNEIRO, José. Histologia básica: texto


e atlas. 12. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2013. 538 p.

 TORTORA, Gerard J.; NIELSEN, Mark T. Princípios de anatomia humana. 12.


ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, c2013. xviii, 1092 p.

 NETTER, Frank H. Atlas de anatomia humana. 6. ed. Rio de Janeiro: Elsevier,


c2014. 531, [49] p.
O sistema esquelético pode ser dividido em
duas partes funcionais, o esqueleto axial e o
esqueleto apendicular. Qual a alternativa que contém
apenas ossos do esqueleto axial.

A)Úmero, tíbia, ísquio e púbis.

B) Mandíbula, fêmur, fíbula e calcâneo.

C) Crânio, coluna, costelas e esterno.

D) Escápula, ulna, maxila e occipital


 Quala principal importância da caixa
torácica?

 Quais as partes da coluna vertebral?


 A posição ortostática conhecida como anatômica é a posição original do
corpo humano. Assinale a alternativa correta que evidencia a postura
adequada:

 a) Face voltada para frente, olhar fixo ao horizonte, membros semi-flexionados, palma
da mão voltada para frente, membros inferiores unidos.

 b) Face voltada para frente, olhar fixo ao horizonte, membros superiores estendidos,
palma da mão voltada para região proximal lateral da coxa, membros inferiores unidos.

 c) Face voltada para frente, olhar fixo ao horizonte, membros superiores estendidos,
palma da mão voltada para frente, membros inferiores unidos

 d) Face inclinada ligeiramente para baixo, olhar fixo ao horizonte, membros semi-
flexionados, palma da mão voltada para frente, membros inferiores unidos..

Você também pode gostar