Você está na página 1de 2

Universidade Federal de Viçosa

Centro de Ciências Exatas


Departamento de Matemática

1a Lista de MAT 641 (Análise no Rn) 2018-II

1. Sejam u, w ∈ R2 dois vetores l.i e a, b, c ∈ R três números reais fixados. Demonstre a


seguinte afirmação: para que exista em R2 um produto interno h , i satisfazendo hu, ui = a,
hu, wi = hw, ui = b, hw, wi = c é necessário e suficiente que a > 0 e ac > b2 .

2. Dizemos que uma norma || || em Rn provém de um produto interno, quando existe (em Rn )
um produto interno h , i tal que

|| x ||2 = hx, xi , ∀x ∈ Rn .

Resolva cada um dos itens a seguir:

(a) Seja || || uma norma arbitrária em Rn . Mostre que se z ∈ [x, y], então

|| x − y || = || x − z || + || z − y ||

(b) Mostre que se a norma || || provém de um produto interno, vale a recı́proca.


(c) Usando o item (b) acima, mostre que a norma do máximo || ||M e também a norma da
soma || ||S não provêm de um produto interno.

3. Vamos considerar o produto interno canônico e a norma eucidiana em Rn . Uma transformação


linear T : Rn −→ Rn preserva norma se || T (x) || = || x || para qualquer x ∈ Rn e preserva
produto interno se hT (x), T (y)i = hx, yi para quaisquer x, y ∈ Rn . Demonstre cada um dos
itens a seguir:

(a) Uma transformação linear preserva norma se, e somente se, preserva produto interno.
(b) Se T é uma transformação linear que preserva norma, então T é bijetora e a transformação
linear inversa T −1 também preserva norma.

4. A norma de uma transformação linear T : Rm −→ Rn é, por definição, o número real

| T | = sup{ || T (x) || : x ∈ Rm }.

Resolva cada um dos itens a seguir:

(a) Mostre que para todo y ∈ Rm , vale || T (y) || ≤ | T | . || y ||.


(b) Se T̄ : Rn −→ Rk é outra transformação linear, mostre que

| T̄ ◦ T | ≤ | T̄ | . | T |
5. Mostre que todo subespaço vetorial E de Rn é um subconjunto convexo.

6. Para cada a ∈ Rn , definimos a translação Ta : Rn −→ Rn dada por Ta (x) = x + a. Resolva


cada um dos itens a seguir:

(a) Mostre que toda translação preserva convexidade.


(b) Use o item (a) acima para mostrar que todo subespaço afim a + E := {a + x : x ∈ E},
onde E ⊂ Rn é subespaço vetorial, é um subconjunto convexo.

7. Seja C ⊂ Rn um subconjunto convexo. Para cada p ∈ Rn , considere a função ϕp : C −→ R


definida por ϕp (z) = || z − p ||. Resolva cada um dos itens a seguir:

(i) Dado p ∈ Rn − C, mostre que existe no máximo um ponto a ∈ C satisfazendo a condição


ϕp (a) = inf {ϕp (x) : x ∈ C} .
(ii) No caso em que C = B[a, r] é uma bola fechada, mostre que há exatamente um único
ponto a satisfazendo o item (i) acima.
(iii) No caso em que C = B(a, r) é uma bola aberta, mostre um tal ponto a não existe.

8. Em cada uma das afirmações abaixo, demonstre (se for verdadeira) ou dê um contra exemplo
(se for falsa):

(a) Se x é ortogonal à y, então || x + λy || ≥ || x || para qualquer λ ∈ R.


(b) Se || x + λy || ≥ || x || para qualquer λ ∈ R, então x é ortogonal à y.
(c) || x + y || = || x || + || y || se, e somente, x, y são l.i.
(d) | hx, yi | = || x || || y || se, e somente, x, y são l.i.
(e) || x + y ||2 = || x ||2 + || y ||2 se, e somente se, x é ortogonal à y.
(f) Se X ⊂ Rm e Y ⊂ Rn são convexos então seu produto cartesiano X × Y ⊂ Rm+n é
convexo.
(g) A interseção de uma famı́lia arbitrária de conjuntos convexos é um conjunto convexo.