Você está na página 1de 1

COORDENAÇÃO DE ENSINO DE

GRADUAÇÃO NA MODALIDADE EAD


AVALIAÇÃO À DISTÂNCIA

Curso: PROFOP - Física Professor: Cláudia Maria Rodrigues Rabello

Disciplina: Escola, Currículo e Conhecimento Nota do trabalho:


Data de Entrega da Tarefa: _______________

Turma: Matrícula:

Aluno(a):

DESENVOLVIMENTO DA TAREFA
No contexto do dia-a-dia escolar, encontramos a diversidade associada ao currículo em
diversas concepções, como:
 Diversidade biológica – É a diversidade de ambientes e seres vivos, que apresentam
diferenças entre si, diferenças essas que são motivos de preconceitos dentro da própria
raça humana, pois esta apresenta diversos grupos dentro da diversidade biológica
(indígenas, quilombolas, dentre outros), grupos estes que constroem variados
conhecimentos a respeito dos recursos da biodiversidade que, geralmente, não estão
inseridos no currículo escolar. Esses grupos estão exigindo, cada vez mais, dos órgãos
educacionais responsáveis e das escolas o reconhecimento e a incorporação de seus
saberes e direitos no currículo escolar.
 Diversidade cultural - Apesar de semelhantes se considerarmos o gênero humano, somos
muito diferentes enquanto a forma de realização do humano ao longo da história e da
cultura. A realidade é que somos diferentes (no gênero, idade, experiência, entre outras) e
devemos ter uma postura ética de não hierarquizar as diferenças, fazendo entender que
nenhum grupo humano e social é melhor nem pior que o outro. A diversidade cultural está
ligada aos processos indenitários. A diversidade cultural depende da relação que o sujeito
mantém entre seu grupo e com outros, assim como do local onde está inserido.
Os currículos ainda não abrangem a diversidade do saber, fazendo do saber cientifico o foco
em todos os níveis de ensino. Esse é um entre vários fatores que incentivam a luta pelo direito a
diversidade realizado por vários movimentos sociais.
Quando falamos dos relacionamentos com alunos, suas famílias e colegas de trabalhos,
devemos sempre associar a diversidade com a ética. Devemos rever posturas, valores,
representações e preconceitos que permeiam esses relacionamentos. A questão ética nos mostra
a necessidade e importâncias da inclusão na escola e nos currículos de todos os grupos como por
exemplo os deficientes no âmbito escolar, e a história da cultura afro-Brasileira no currículo.
Ainda enxergamos a diversidade de maneira errônea, com preconceitos quanto a gênero raça,
orientação sexual, e até opinião política. Assim podemos encontrar na escola e no currículo uma
maneira para reverter essa situação no futuro com ações como: pensar no currículo como
atividade produtiva e que possui um aspecto político; questionar a noção hegemônica de
conhecimento que impera na escola; construir práticas pedagógicas que realmente expressem a
riqueza das identidades e da diversidade cultural presente na escola e na sociedade; e ensinar
que conviver com a diferença é construir relações que se pautem no respeito, na igualdade social,
na igualdade de oportunidades e no exercício de uma pratica e postura democrática.