Você está na página 1de 5

Lista 5 - Métodos Matemáticos II

Prof. Jorge Delgado

1. Verifique, usando a fórmula de Bromwich (fórmula complexa de in-


versão da transformada de Laplace), que a transformada de Laplace
inversa da função F (s) é a função f (t).

s
(a) F (s) = , f (t) = cos at;
s2 + a2
1 1
(b) F (s) = , f (t) = sen at;
s 2 + a2 a
1 1 −t
(c) F (s) = , f (t) = (e + sen t − t cos t);
(s + 1)(s 2 + 1) 2
1
(d) F (s) = , f (t) = te−t ;
(s + 1)2
s 1 −t 1 t
(e) F (s) = , f (t) = e (1 − 2t 2 ) + e (2t − 1);
(s + 1)3 (s − 1)2 16 16
1 1
(f) F (s) = , f (t) = (sen t − t cos t);
(s 2 + 1)2 2
1
(g) F (s) = , f (t) = e−2t (et − t − 1);
(s + 1)(s + 2)2
s+4 5
(h) F (s) = , f (t) = 3e−t − e−3t/2 ;
2s 2 + 5s + 3 2

2. Usando resíduos verifique as seguintes identidades:

  ∞
1 X
(a) L −1
(t) = 2 (−1)k cos kπ t;
senh s
k=0


2 X (−1)k
 
−1 s
(b) L (t) = t + sen kπ t;
senh s π k
k=1

1
Lista 5 - Métodos Matemáticos II 2


2 X (−1)k
 
−1 senh (sx/c) x kπ x kπ ct
(c) L  (t) = + senh cosh ;
s senh s`/c ` π k ` `
k=1

3. Usando a fórmula de Bromwich, determine a solução do problema de


valores iniciais.

x 00 + 4x = 2 1
(a) Solução. x(t) = (1 − cos 2t).
x(0) = 0, x 0 (0) = 0. 2

y 00 − 3y 0 + 2y = 4e2t
(b) Solução. y(t) = 4e2t (t + 1) − 7et .
y(0) = −3, y 0 (0) = 5.

4. Desenhe os gráficos e determine a série de Fourier, nas formas trigo-


nométrica e complexa, assim como os espectros de frequências com-
plexas (amplitudes e fases) das funções:

A , |t| ≤ 1
(a) f (t) = com f (t + 4) = f (t) ∀ t ∈ R.
0 , 1 < |t| < 3 ,

A , n=0
Solução. Na série de Fourier complexa: cn = 2A((−1)n −1)

n2 π 2
, n , 0.

1 , 0<t<π
(b) f (t) = 2 1 com f (t + 2π ) = f (t) ∀ t ∈ R.
− , −π < t < 0 ,
2

0 , n=0
Solução. Na série de Fourier complexa: cn = ((−1)n −1)i
 , n , 0.
n

(c) f (t) = A|t| , −|t| ≤ 2 , com f (t + 4) = f (t) ∀ t ∈ R.


Solução. Na série de Fourier complexa: cn = A2 Sa nπ2
.

A sen t , 0 < t < π
(d) f (t) = com f (t + 2π ) = f (t) ∀ t ∈ R.
0 , −π ≤ t ≤ 0 ,
 Ai
− 4 , n=1


Ai
Solução. Na série de Fourier complexa: cn = 4 , n = −1
 A((−1)n −1) ,


2π (1−n2 )
n , ±1.
(e) f (t) = A sen π t para 0 ≤ t < 1 e f (t + 1) = f (t) ∀ t ∈ R.

J. Delgado GMA - IME UFF


Lista 5 - Métodos Matemáticos II 3

−2A
Solução. Na série de Fourier complexa: cn = .
π (4n2 − 1)

1t, 0≤t<π
(f) f (t) = π 1
2 − t , π ≤ t < 2π
π

− 2 , n ímpar
n2 π 2
Solução. Na série de Fourier complexa: cn =
0 , n par.

5. Determine a série de Fourier complexa da função periódica f (t) de


período 2π dada por f (t) = et , para t ∈ [0, 2π ).

e2π − 1 X 1
Solução. f (t) = eint .
2π n=−∞ 1 − in

6. Dê a forma trigonométrica da série de Fourier complexa do exercício


anterior.
 
2π ∞
e − 1 1 X 1
Solução. f (t) = + 2
(cos nt − n sen nt) .
π 2 1+n
n=1

7. Verifique que os coeficientes da série de Fourier complexa de uma


função ímpar são imaginários puros e de uma função par são reais.
ZT
1 2
Solução. Verifique que, para f (t) par, cn = f (t) cos nω0 t dt; e
T T −2
Z T
1 2
para f (t) ímpar, cn = −i f (t) sen nω0 t dt.
T T
−2

8. Sabendo que os coeficientes da série de Fourier complexa de uma


1 2
onda periódica de período T = são cn = , escreva a forma
10 1 + in
trigonométrica da série de Fourier e descreva os espectros de frequên-
cias.
Solução. A série trigonométrica é
∞  
X 4 4n
f (t) = 2 + 2
cos 20nπ 2
sen 20nπ t .
1+n 1+n
n=1

9. Use a identidade eiωt = cos(ωt) + i sen(ωt) para verificar que, se


f (t) é uma função
Z∞
(a) par, então F [f (t)](ω) = 2 f (t) cos ωt dt;
0

J. Delgado GMA - IME UFF


Lista 5 - Métodos Matemáticos II 4

Z∞
(b) ímpar, então F [f (t)](ω) = −2i f (t) sen ωt dt.
0

10. Determine a transformada de Fourier das funções dadas abaixo.


 ωa
1 , |t| ≤ a 2 sen
(a) pa (t) = 2
(a > 0). Solução. F [pa (t)](ω) = 2 .
0 , |t| > a , ω
2

e−at , t ≥ 0 1
(b) f (t) = (a > 0). Solução. F [pa (t)](ω) = .
0 , t < 0, a + iω

2a
(c) f (t) = e−a|t| . Solução. F [e−a|t| ](ω) = .
a2 + ω2
1 π
(d) f (t) = . Solução. F [f (t)](ω) = e−a|ω| .
a2 +t 2 a
sen at
(e) f (t) = . Solução. F [f (t)](ω) = p2a (ω), (ver item (a)).
πt
cos bt π  −a|ω−b| −a|ω+b|

(f) f (t) = . Solução. F [f (t)](ω) = e + e .
a2 + t 2 2a

1 , t≤0
Nos itens a seguir, seja U (t) =
0 , t > 0.
1
(g) f (t) = eat U(−t), a > 0. Solução. F [f (t)](ω) = .
a − iω
1
(h) f (t) = te−t U(t). Solução. F [f (t)](ω) = .
(1 + iω)2

11. Desenhe os espectros de amplitudes e de fases das funções dos ítens


(a) - (d) do exercício anterior.

1 − t/a , 0 ≤ t ≤ a


12. Para a > 0, seja ga (t) = 1 + t/a , −a ≤ t ≤ 0


0 , |t| > a.

(a) Esboçe o gráfico de ga .

4 sen2 (ωa/2)
(b) Verifique que F [ga (t)](ω) = .
aω2

sen2 t
 
1
(c) Tomando a = 2, verifique que F (ω) = g2 (ω).
π t2 2

J. Delgado GMA - IME UFF


Lista 5 - Métodos Matemáticos II 5

2 sen2 t
 
1 
(d) Verifique que F cos 3t = g2 (ω − 3) + g2 (ω + 3) .
π t2 2
 
−1 1
13. Calcule F
(1 + iω)2

(a) Usando convolução.


(b) A formula de derivação da transformada de Fourier.
 
1
Solução. F −1 2
= e−t U (t).
(1 + iω)
 
−1 1
14. Calcule F
(1 + iω)(2 + iω)

(a) Usando convolução.


(b) Decomposição em frações parciais.
 
1
Solução. F −1 = (e−t − e−2t )U (t).
(1 + iω)(2 + iω)

15. Seja G(ω) = F [f (t)](ω) e seja



G(ω) , |ω| ≤ a
Ga (ω) = G(ω) · p2a (ω) =
0 , |ω| > a.
sen at
Se fa (t) = F −1 [Ga (ω)](t), verifique que fa (t) = f (t) ∗ .
πt
16. Usando a transformada de Fourier da delta de Dirac δ(t), verifique
que:

(a) F [A](ω) = 2π Aδ(ω), A ∈ R constante.

(b) F [eiωo t ](ω) = 2π δ(ω − ωo ), ωo ∈ R fixo.


(c) F [cos ωo t] = π δ(ω + ωo ) + π δ(ω − ωo ).
(d) F [sen ωo t] = π iδ(ω + ωo ) − π iδ(ω − ωo ).

J. Delgado GMA - IME UFF