Você está na página 1de 4

Por que eu me masturbo?

– Ajuda para parar de


se masturbar

Assim como ocorre com outras atividades sexuais envolvendo vício, a


masturbação pode ter uma ou várias causas. Para poder parar com esse
hábito, precisamos ir até a raiz do problema.

Passo 1: Peça a Deus a graça de responder à pergunta “Porque me


masturbo?”

Uma oração simples para isso poderia ser:

“Amado Pai, peço que me ajudes a descobrir as razões pelas quais tenho me
masturbado. Por favor, revelai-me a verdade, através do Espírito Santo. Em
nome de Jesus Cristo, eu ordeno que toda voz que não seja de Deus silencie
agora. Que somente a paz de Cristo esteja em meu coração, meu espírito e
meu corpo. Obrigado, Pai, em nome de Jesus, Amem”.

A seguir, seria útil passar um tempo em oração silenciosa, escutando o Espírito


Santo. Escreva os seus pensamentos, a agradeça a Deus pelo que Ele lhe
revelar. Algumas razões comuns que temos visto para a masturbação incluem:

- Diminuir a dor da rejeição, abuso, baixa auto-estima etc.


- Diminuir a frustração e o estresse
- Amor ao prazer
- Auto-piedade
- Independência, auto-suficiência
- Complementar o hábito de ver pornografia
- “Sexo seguro”, tentando manter a virgindade física
- “Alívio saudável” da tensão sexual
- Impaciência, não esperar em Deus
- Razões para meu hábito: ______________ (escrever as suas próprias outras
razões)

Passo 2: Identificar as causas mais profundas associadas

Tendo conhecido as razões superficiais para nosso hábito, podemos procurar


descobrir as raízes mais profundas dessas razões. Novamente, devemos
convidar Deus para nos guiar nessa descoberta. Uma oração para esse
momento poderia ser:“Senhor, ajudai-me a compreender as raízes escondidas
por trás das razões de meu hábito. Por favor ajuda-me a enxergar a verdade.
Obrigado, Pai! Amem”.

As raízes normalmente começam com uma experiência que quebra nosso


desenvolvimento saudável no nível físico, emocional ou espiritual. Se
respondemos a essa experiência de maneiras não saudáveis (ou seja,
pecando), essas raízes crescerão. Há tantos cenários possíveis para explicar
como essas raízes começaram, que é impossível cobrir todos aqui.
Compartilhando as raízes que temos visto, esperamos ajudá-lo a descobrir as
raízes que estão na base de seus próprios hábitos.

Geralmente, as raízes envolvem o pecado que cometemos ou que alguém


cometeu contra nós. Aqui estão alguns exemplos de raízes/causas de
masturbação:

- Trauma, violência, abuso, molestação


- Rejeição (não era amado pelos pais, era motivo de piada para os colegas, foi
rejeitado por namorada etc.)
- Influências dos pais ou antepassados
- Falta de perdão (amargura, ressentimento, rancor etc)
- Ligação com ocultismo
- Pecado sexual
- Orgulho (“Posso fazer por mim mesmo”, ou “Não preciso de ninguém”, ou
“Não preciso de Deus” etc.)
- Luxúria e idolatria sexual
- Relacionamentos não saudáveis
- Atividade homossexual e perversões como sexo em grupo, fetiches etc.

Gaste algum tempo pensando em sua vida, começando no ponto mais cedo
que conseguir lembrar, e olhando para as indicações de inícios de causas ou
raízes tais como as listadas acima. Deixe que o Espírito de Deus o conduza
nisso. Listo abaixo alguns períodos típicos da vida. Escreva qualquer causa ou
raiz que o Senhor lhe mostrar.

- Primeira Infância (0 a 3 anos)


- Pré-escola (3 a 6 anos)
- Infância (7 a 12 anos)
- Adolescência/Juventude (13 a 19 anos)
- Carreira/Faculdade/Casamento etc. (20 a 40 anos)
- Outros

Aqui está um exemplo de como essas raízes podem começar e crescer em


nossas vidas. Um pai censurava continuamente o filho de 7 anos pela sua falta
de habilidade nos esportes. O pai não conseguia ver nenhum valor nogosto do
seu filho por música, arte e drama. Essas atividades eram “coisas de menina”,
de acordo com o pai. O filho ficou emocionalmente machucado pela rejeição de
seu pai, e isso se tornou uma “raiz”. Nos anos seguintes, o pai continuou a
ridicularizar o filho. O garoto começou a acreditar que não podia fazer nada
certo aos olhos de seu pai, e que ele nunca ia ter sucesso em nada. Ao entrar
na adolescência, ele respondeu à dor da rejeição se tornando isolado e
rebelde. Quando um amigo lhe iniciou na pornografia e na masturbação, o
garoto descobriu um prazer que nunca tinha conhecido antes. As imagens da
pornografia lhe ofereciam a “aceitação” e o “amor” que ele sempre desejara.
Não importava que a pornografia fosse baseada em fantasia – ele iria agarrar
todo “amor” e “aceitação” que conseguisse ter. Encontrando consolação na
masturbação, ele logo se viu viciado nela.
Passo 3: Remover as raízes

A importância de remover as raízes não pode ser subestimada. Deixá-las à


solta pode dificultar o processo de parar de se masturbar. Além do mais, as
“raízes” continuariam a soltar “veneno espiritual” e nos prejudicando. Quanto
mais permitimos que as raízes permaneçam em nós, mais profundo será o
dano de que teremos de recuperar.

Encorajamos-lhe a ser paciente nesse processo de retirar as “raízes”. Isso


muitas vezes pode levar tempo. Não permita que o inimigo lhe convença a
desistir. Continue no caminho persistentemente, guiado pelo Senhor. Não
acredite na mentira de que “você nunca vai ficar livre”.

A. Comece rezando. A oração nos conecta com o poder de Deus. Ele pode
fazer impossíveis. Jesus disse: “Para o homem é impossível, mas com Deus
nada é impossível” (Mateus 19, 26). Enquanto reza, acredite em seu coração
que o poder de Deus vai fazer a diferença. Acredite que Ele está ouvindo sua
oração e que vai responder. Sua fé completa o “circuito” do poder de Deus em
sua vida.

Um exemplo de oração: “Deus Pai, eu vos agradeço por me amar e por ter
morrido por mim. Obrigado por estar comigo neste momento. Por favor, ajudai-
me a remover as raízes do meu vício completamente. Por favor, guiai-me e
protegei-me do maligno. Eu acredito na liberdade que é minha através de
Jesus Cristo. Por favor, ajudai-me em qualquer falta de fé que eu tenha.
Obrigado, Pai”.

B. Confissão, arrependimento e desapego. Nesse ponto assumimos a


responsabilidade pelo nosso pecado envolvido na masturbação e suas raízes.
Arrependemo-nos do pecado nos afastando dele e não mais o aceitando.
Finalmente, devemos nos libertar de qualquer atitude não saudável a que
tenhamos nos apegado.

Arrependa-se e confesse os pecados envolvidos com seu hábito de


masturbação, e dos pecados envolvidos em cada “raiz”. Veja as fontes ou
“raízes” que tiver anotado, e peça perdão a Deus, e confesse esse pecados ao
sacerdote. Se não tiver certeza sobre os pecados envolvidos, pela ao Espírito
Santo que o ajude a identificá-los.

Devemos também nos desapegar que qualquer coisa que nos impeça de viver
sem pecado, seja a falta de perdão, memórias, raiva, ódio, malícia, ou desejo
de vingança, etc. Falta de perdão e memórias de pecados são comuns em
viciados em sexo. Para nos libertar da falta de perdão, devemos perdoar as
pessoas envolvidas (com a ajuda de Jesus). Com relação à memórias,
devemos rendê-la a Deus e evitar fantasiar no futuro sobre elas.

Exemplo de oração: “Senhor, eu renuncio a essas atitudes ou memórias


pecaminosas agora. Especificamente, eu renuncio a _____________ (seus
itens específicos). Por favor, afastai isso de mim, e lavai-me com o Sangue de
Jesus, retirando de mim qualquer resíduo de maligno. Eu perdôo as pessoas
que me fizeram mal: ________________ (listar as pessoas). Por favor,
renovai-me com vosso Espírito Santo agora, e substitua as áreas de pecado
com amor, júbilo, paz, ternura, paciência, auto-controle, bondade, fidelidade e
gentileza. Obrigado, Senhor”.

C. Reze pela cura. Aqui nessa atividade final pedimos a Deus que complete a
cura que nosso arrependimento e confissão iniciaram. Algumas atividades que
poderão ajudá-lo a rezar pela cura incluem: passar um tempo louvando a Deus;
ler passagens bíblicas de curas; silenciar para ouvir a voz de Deus; permitir
mais tempo de oração; agradecer ao Senhor pela cura.

Encorajamos-lhe a rezar pela cura nessas e em outras áreas que o Senhor lhe
revelar. Também pode ajudar ter alguns amigos em que confie, para rezar por
você. Seja paciente e persistente, pois as coisas podem levar algum tempo.