Você está na página 1de 3

Amizade

Já não os chamo servos, porque o servo não sabe o que o seu senhor faz. Em vez disso,
eu os tenho chamado amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu lhes tornei
conhecido.

João 15.15

Introdução

É interessante esse texto, depois de uma sucessão de fatos Jesus chamam os que estão
com eles de amigos, eu fico pensando o que passou na cabeça de Jesus, ao declarar os
que os seguiam como amigos será que ele lembra-se do primeiro encontro com cada
discípulo?

Uma pergunta que as vezes me perguntam como pastor é se eu tenho amigos...

Em um congresso de treinamento de igreja multiplicadora, o palestrante contou da sua


infância como filho de diácono e como ele foi instruído e com isso ele não soube se
relacionar com outras pessoas, ou seja ele nunca se relacionou com as pessoas como
amigo,isso me fez pensar sobre esta declaração de Jesus.

Transição:

“Já não os chamo servos, porque o servo não sabe o que o seu senhor faz. Em vez disso,
eu os tenho chamado amigos,”.

A pergunta que tentarei responder nesta noite e de como nos relacionar fazendo amigos,e
como Jesus nos chama a ser amigos Dele.

Vejamos:

Jesus chamou pecadores de amigos: Aí está um comilão e beberrão amigo de publicanos


e pecadores “(Lc 7.34)”.(Essa era opinião dos sacerdotes e religiosos da época!).

O novo testamento confirma que Jesus foi amigo de pecadores. Ele conversava com eles
nas ruas, chamou-os para serem discípulos, assistia a suas festas e se convidava para
jantar na casa deles. Em amizade Jesus compartilhava o evangelho.

A amizade de Jesus com pecadores foi uma parábola dramatizada que expressa a
mensagem de que Deus se fez amigo dos pecadores.

I. Como Jesus fazia e provocava relacionamentos:

Lucas 5. 27- 32. Jesus fazia visitas a domicilio. A amizade de Jesus significou
especificamente, seguir os amigos até a casa deles.

Jesus procurou Levi em seu lugar de trabalho. Levi saiu do seu local de trabalho e
seguiu Jesus. E então Jesus seguiu Levi. Levi convidou Jesus a um grande jantar em
sua casa. Na festa Jesus confraternizou com amigos de Levi e eles se tornaram
amigos de Jesus.

Ainda hoje Jesus que ir em sua casa em sua festa e confraterniza e ser amigos de
seus amigos, basta você convidar Jesus.
II. Jesus se convidou a ir à casa de Zaqueu. Lucas 19. 1-10.

Jesus saudou a Zaqueu na arvore e se convidou a casa dele para jantar. O efeito
sobre Zaqueu foi profundo. Sua amizade com Jesus motivou o arrependimento.

Zaqueu levantou-se e disse ao Senhor: “Olha Senhor! Estou dando a metade dos
meus bens aos pobres; e se de alguém extorqui alguma coisa, devolverei quatro vezes
mais”.

Jesus disse: “Hoje houve salvação nesta casa! Porque este homem também é filho de
Abraão” Lc. 19.8-9.

Será que nesta noite há algum filho de Abraão?

III. Jesus busca os perdidos

Jesus buscou e salvou os perdidos através de sua amizade.

Ele entrou em lares para curar os doentes e ensinar. Fez vinho no casamento de um
amigo. Ajudou alguns amigos que estavam sem sorte na pescaria, a não serem
ridicularizados. Aceitou de uma mulher um presente de amor de grande preço, na casa
de um fariseu.

VI. Consequência do relacionamento.

Sua amizade o levou a Cruz. A cruz em sim já foi um ato máximo de sua amizade
pelos pecadores. Na véspera de sua crucificação, Jesus disse a seus amigos: “
ninguém tem maior amor do que aquele que da vida pelos seus amigos” (Jo 15.13).

O estilo de Jesus, de entrar nas casas e comer com pecadores, foi levado adiante pelo
seus discípulos após a morte. Em Atos os discípulos entram nas casas de pagãos,
para compartilhar refeições e o evangelho. Aquele com quem os discípulos faziam
amizade seguia a Jesus.

Conclusão

Quando Jesus fazia amizade com pecadores, eles seguiam Jesus. Quando a “
Parábola dramatizada” da vida de Jesus, foi assumida por seus discípulos, eles se
tornaram “Parábolas dramatizadas de Jesus”. Era plenamente do propósito de Jesus
que seus discípulos passassem o restante de suas vidas, fazendo amizade com
pecadores.

E você como têm sido seus relacionamentos?

Você tem sido parábola de Jesus?

Apelo?