Você está na página 1de 32

CAPÍTULO V- LIGAÇÕES QUÍMICAS

Elementos que seguem à regra do


5.1) Estabilidade dos gases nobres: dueto: H e Li.
Os demais elementos representativos
Os gases nobres são os únicos seguem à regra do octeto (oito elétrons
elementos encontrados na natureza na na última camada).
forma de átomos isolados.
Através de suas características
podemos concluir que possuem 5.3) Ligação iônica ou Eletrovalente:
estabilidade eletrônica.
É o tipo de ligação que se caracteriza
Características dos gases nobres: por uma cessão e recepção total de
elétrons, com formação de cátions e
 Não possuem eletronegatividade; ânions fortemente atraídos. Chamamos
 Não possuem eletropositividade; também de ligação heteropolar.
 Não possuem afinidade
eletrônica; Ocorrência: Metal + Ametal e
 Possuem os mais altos valores de Metal + Hidrogênio
potenciais de ionização; (eletropositivo + eletronegativo)
 São chamados de elementos
nulivalentes (valência zero).
Obs: Não há formação de molécula, mas
sim, de íon - fórmula.
A configuração eletrônica dos gases
As substâncias formadas por Metal
nobres nos mostra que todos possuem
e Hidrogênio são chamadas de hidretos
oito elétrons na última camada, com
metálicos (H –1).
exceção do Hélio, que apresenta apenas
dois elétrons.
5.3.1) Formulações:
5.2) Regras do octeto e do dueto:
- Fórmula eletrônica ou de Lewis:
Exemplo:
Os gases nobres não fazem ligações
espontaneamente com os demais
elementos. Os outros elementos
estabelecem ligações para adquirir uma
configuração eletrônica idêntica à dos
- Íon – fórmula ou fórmula: KCl.
gases nobres e, assim, obter sua
estabilidade eletrônica.
Os átomos combinam-se através da
5.3.2) Valência: é o número de
cessão, recepção ou emparelhamento de
ligações que um átomo é capaz de
elétrons, formando as moléculas ou os
estabelecer. Assim: 1A e 7 A são
cristais.
elementos monovalentes, 2A e 6A são
As ligações são estabelecidas na
bivalentes, 3A e 5A são trivalentes e 4A
camada de valência. Assim, chamamos
são tetravalentes.
de valência à capacidade de
Valência + carga do íon recebe o
combinação.
nome de eletrovalência.
Ex: +2 do íon Ca 2+
Valência de estabilidade dos elementos
Obs2: Alguns elementos representativos
representativos:
ao se combinarem buscam a
estabilidade do gás nobre Hélio, isto é,
Subgrupo Carga do íon
ter configuração eletrônica com apenas
1A +1
dois elétrons, o que chamamos de regra
2A +2
do dueto.
3A +3
5A -3  Silício  Ligação iônica  raros
6A -2  Exemplo: Li4Si. Ligação
7A -1 covalente  a grande maioria
dos compostos de Silício 
Exemplo: (SiO2)n.
5.3.3) Alguns elementos
representativos não adquirem
estabilidade eletrônica de um gás nobre:  Germânio  Encontrado em
São eles: Sn, Pb e Bi. Os íons Sn algumas espécies de hulha
2+
, Pb 2+ e Bi 3+, são os cátions mais (carvão vegetal) e no mineral
estáveis desses elementos, eles só germanita – Cu3 (Ge, Ga, Fe) (S,
perdem os elétrons do subnível p, os As)4.
cátions Sn 4+, Pb 4+e Bi 5+ comportam-se
excepcionalmente com valores elevados
de potenciais de ionização.  Estanho  ligação iônica 
Exemplo: SnF4.
50 Sn  1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6
5s2 4d10 5p2
82 Pb  1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d
2 2 6 2 6 2 10
4p6  Chumbo  ligação iônica 
5s2 4d10 5p6 6s2 4f14 5d10 6p2 Exemplo: PbF4.

83Bi  1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2
4d10 5p6 6s2 4f14 5d10 6p3

5.3.4) Família 14 ou 4 A

A tendência de ganhar ou perder


elétrons será determinado principalmente
pelo tamanho do raio atômico do
elemento.

Carbono Ametal Eletro- Iônica ou


(C) negativo covalente
Silício Ametal Eletro- Iônica ou
(Si) negativo covalente
Germânio Metal Eletro- Iônica
(Ge) positivo
Estanho Metal Eletro- Iônica
(Sn) positivo
Chumbo Metal Eletro- Iônica
(Pb) positivo

Exemplos: EXERCÍCIOS DE LIGAÇÕES


IÔNICAS – QUESTÕES OBJETIVAS
 Carbono  Ligação iônica 
Carbetos  Exemplo: CaC2.
Ligação covalente  a grande 1) (UERJ/1996) Átomos de um elemento
maioria dos compostos de X foram colocados em um meio onde já
Carbono  orgânicos  havia átomos de um elemento Y. A
Exemplo: CH3OH. aproximação dos átomos de X e Y
provocou uma transformação de
transferência de elétrons, havendo
formação das espécies iônicas X 1+ e Y2- (a) Perclorato de sódio (NaClO4);
que são isoeletrônicas. A transformação etanoato de sódio (CH3CO2Na) e cloreto
ocorrida permite a seguinte conclusão a de etila (CH3CH2Cl).
respeito de X e Y.
(b) Iodeto de sódio (NaI); hexano
(a) A espécie X1+ é maior do que a Y 2-. (CH3(CH2)4CH3) e carbonato de cálcio
(b) Possuem eletronegatividades iguais. (CaCO3).
(c) Formam uma substância de fórmula
XY2. (c) Fluoreto de sódio (NaF); hidróxido de
(d) A eletronegatividade de Y é maior do potássio (KOH) e nitrato de prata
que a de X. (AgNO3).

2) (UERJ/1997) Sou o átomo Y de maior (d) Acetileno (etino) (C2H2); ácido


raio atômico do 3º período da perclórico (HClO4) e cloreto de sódio
classificação periódica e formo com os (NaCl).
halogênios (X) os sais do tipo YX. Eu sou
representado pelo seguinte símbolo: (e) Ácido sulfúrico (H2SO4); hidróxido de
sódio (NaOH) e metanol (CH3OH).
(a) Al
(b) Cl 5) (UERJ/2001) A figura abaixo
(c) Mg representa o átomo de um elemento
(d) Na químico, de acordo com o modelo de
Bohr.
3) (UERJ/1998) Apesar da posição
contrária de alguns ortodontistas, está
sendo lançada no mercado internacional
a "chupeta anticárie". Ela contém flúor,
um já consagrado agente anticáries, e
xylitol, um açúcar que não provoca cárie
e estimula a sucção pelo bebê.
Considerando que o flúor utilizado para
esse fim aparece na forma de fluoreto de (HARTWIG, D. R. e outros. "Química
sódio, a ligação química existente entre o geral e inorgânica."São Paulo. Scipione,
sódio e o flúor é denominada: 1999.)

(a) iônica Para adquirir estabilidade, um


(b) metálica átomo do elemento representado pela
(c) dipolo-dipolo figura deverá efetuar ligação química
(d) covalente apolar com um único átomo de outro elemento,
cujo símbolo é:
4) (UFU/1999) As propriedades das
substâncias podem ser relacionadas com (a) C
o tipo de ligação que existe entre seus (b) F
átomos. Por exemplo: compostos que (c) P
possuam ligações iônicas têm alto ponto (d) S
de fusão (geralmente acima de 350°C); 6) (UFRRJ/2003) Quando íons de cargas
todos são sólidos à temperatura opostas, formados por elementos do
ambiente e grande parte deles são grupo 1 (IA) e do grupo 17 (VII A) são
solúveis em água, sendo que suas aproximados, ocorre uma forte atração
soluções aquosas conduzem corrente entre eles, e grande quantidade de
elétrica. energia é liberada. Essa força de atração
Assinale a alternativa em que é chamada:
aparecem, somente, substâncias
predominantemente iônicas: (a) ligação covalente.
(b) ligação iônica. 10) (PUCRJ/2008) Cloreto de sódio é um
(c) ligação dativa. composto iônico que se encontra no
(d) ligação hidrogênio. estado sólido. Dissolvido em água, se
(e) forças de Van der Waals. dissocia completamente.
Acerca desse sal, é INCORRETO afirmar
que:
7) (UERJ/2004) A nanofiltração é um
processo de separação que emprega (a) tem fórmula NaCl.
membranas poliméricas cujo diâmetro de (b) no estado sólido, a atração entre os
poro está na faixa de 1 nm. seus íons é muito forte e por essa razão
Considere uma solução aquosa possui elevado ponto de fusão.
preparada com sais solúveis de cálcio, (c) em solução aquosa, conduz corrente
magnésio, sódio e potássio. O processo elétrica muito bem.
de nanofiltração dessa solução retém os (d) a ligação entre os seus íons é por
íons divalentes, enquanto permite a covalência.
passagem da água e dos íons (e) HCl e NaOH são o ácido e a base
monovalentes. que dão origem a esse sal.

As espécies iônicas retidas são:

(a) sódio e potássio


(b) potássio e cálcio
(c) magnésio e sódio
(d) cálcio e magnésio

8) (PUCRJ/2004) Escolha, entre as


substâncias abaixo, aquela que tem as
seguintes propriedades: não conduz a
corrente elétrica no estado sólido, mas
conduz em solução e é solúvel em
solventes polares.

(a) NaCl
(b) Na
(c) HCl
(d) Cl2
(e) H2 GABARITO: LIGAÇÕES IÔNICAS

9) (UERJ/2005) Com base na tabela de 1–D 2–D 3–A 4–C 5–D


Classificação Periódica dos Elementos, 6–B 7–D 8–A 9–A 10 – D
podemos formar um composto químico
por meio da escolha aleatória de um
elemento da família IIA e de outro da
família VA. A probabilidade desse
composto apresentar ligação química 5.4) Ligação Covalente ou Molecular:
predominantemente iônica é de:
É o tipo de ligação que se caracteriza
(a) 1/6 pelo emparelhamento eletrônico entre
(b) 1/5 átomos que precisam receber elétrons
(c) 2/3 (eletronegativo + eletronegativo).
(d) 4/5
Ocorrência: Ametal + Ametal, simples; o menos eletronegativo da
H + Ametal, fórmula.
H+H
Compostos orgânicos
5.4.3) Formulações:

5.4.1) Características: - Fórmula eletrônica ou de Lewis:

 Quando dois ou mais átomos se


unem por covalência há formação
de moléculas.
- Fórmula estrutural plana: H – N – H
 Também quando unidos por
ligação covalente, os átomos
H
seguem à regras do dueto ou
octeto.
- Fórmula molecular ou bruta: NH3
 Os elétrons de cada par
compartilhado possuem spins
opostos e localizam-se no mesmo
5.4.4) Tipos de ligações:
orbital molecular, resultante da
fusão de dois orbitais atômicos.
- Ligação dupla: Ex: O = O (O2)

- Ligação tripla: Ex: N  N (N2)


5.4.2) Subgrupo x valência:

4A 5A 6A 7A
- Ligação sigma (δ): é a primeira
covalência observada entre dois átomos.
   
X X X X 
    - Ligação pi (π): é a segunda e a
4.c.s. 3.c.s 2.c.s. 1c.s. terceira ligações estabelecidas entre dois
0 c.d. 1c.d. 2c.d. 3c.d. átomos.

Obs: c.s. covalente simples Exemplos Nº de ligações  e 


H – Cl 1
c.d. covalente dativa
O=O 1  e 1
H  uma ligação covalente
NN 1  e 2
simples

Covalente simples ou normal: cada


átomo envolvido participa com um
5.5) Geometria Molecular:
elétron desemparelhado na formação do
par eletrônico.
Covalente dativa ou coordenada: o A maioria das moléculas tem estrutura
átomo já estabilizado e com pares de espacial, isto é, tridimensional. Através
elétrons (emparelhados) disponíveis de algumas regras é possível deduzir a
compartilha esses com outros átomos. forma geométrica delas.
Muitas dessas moléculas possuem
Obs: Elementos iguais só estabelecem um átomo central e os demais átomos o
ligações para formar substâncias simples rodeiam, procurando uma estrutura onde
Exemplos: Cl2, O3, N2. o nível de energia seja mínimo e a
estabilidade máxima.
O átomo central é normalmente: o Para se determinar a geometria,
que vem na frente da molécula; o que deve-se observar o número de átomos
faz o maior nº de ligações covalentes
que a molécula possui e as ligações que O
o átomo central está fazendo.
Consultando a tabela abaixo podemos
escolher corretamente a disposição das 5.7) Formulação de bases e sais
moléculas. inorgânicos oxigenados:

Nº total Pares São substâncias iônicas que possuem


de eletrônicos Geo-metria Exs ligações iônicas e covalentes. Exemplos:
átomos livres do Na [O – H ] → Hidróxido de sódio
átomo
central

2 Ausência linear Cl2


(átomos HCl
iguais ou Sulfato de cálcio
diferentes)

3 Ausência linear CO2


HCN 5.8) Formulação peróxidos e
superóxidos:

3 Presença angular H2O


SO2 São substâncias iônicas que possuem
ligações iônicas e covalentes.

4 Ausência trigonal SO3 Ex: Na2[ O – O ] → Peróxido de sódio


CH2O

5.9) Caráter de ligação:


4 Presença piramidal NH3
H3O+
  1,7  caráter iônico
5 Ausência tetraédrica CH4 Quanto maior a diferença de
CCl4 eletronegatividade (), maior o
deslocamento de elétrons na ligação
estabelecida pelos átomos, maior o caráter
iônico da ligação.
MODELOS:
  1,7  caráter covalente ou
molecular
Quanto menor a diferença de
eletronegatividade (), menor o
deslocamento de elétrons na ligação
estabelecida pelos átomos, maior o caráter
covalente da ligação.

5.10) Polaridade de Ligação:


5.6) Formulação de ácidos inorgânicos
oxigenados: HxEOy Ligação covalente polar (  0)
- E é o elemento central. ocorre entre átomos de
- O liga-se ao elemento central. eletronegatividades diferentes, formando
- H liga-se preferencialmente com o O. no átomo mais eletronegativo carga
parcial negativa (-) e no átomo menos
Exemplo: HNO3 - ácido nítrico eletronegativo carga parcial positiva( +).

H–O–N=O Exemplos: SCl2, CH2O, H2O



Ligação covalente apolar ( = 0) 1º) R = 0  Molécula apolar (moléculas
ocorre entre átomos de simétricas)  CO2, SO3, BF3, CCl4,
eletronegatividades iguais:
2º) R  0Molécula polar (moléculas
Exemplos: O2, N2, O3, PH3, CS2. assimétricas)  HCl, H2O, SO2, CH2O,
NH3, CHCl3, Ácidos monocarboxílicos ,
Obs: Algumas moléculas possuem Aldeídos.
ligações covalentes; polar e apolar.
Ex: NO2Cl
Obs: Soma vetorial:

5.11) Polaridade de Moléculas:


 R = 0, R=0
As moléculas podem ser classificadas
em polares ou apolares. Para classificá-
las devemos observar três aspectos:
 R  0, R0
 A diferença de
eletronegatividade entre os
RESUMO 1
átomos.
  1,7  caráter iônico
 A geometria molecular.
 ≤ 1,7  caráter covalente
 Vetor momento dipolar
resultante ( R).   1,7  ligação covalente polar
 = 0  ligação covalente apolar
Se  = 0 para todas as ligações, a
molécula será apolar, qualquer que seja
sua geometria ( R = 0).
RESUMO 2:
Exemplos: H2, N2, O3, S8, CS2. Ligações Deslocamento de
elétrons
Se   0 entre os átomos, a Iônica Total
molécula poderá ser polar ou apolar, Covalente Parcial
dependendo de sua geometria e do polar
momento dipolar resultante ( R). Covalente Nulo
Assim: apolar

 R = 0  Molécula apolar
(moléculas simétricas)
 R  0  Molécula polar
(moléculas assimétricas) 5.12) Algumas exceções à regra do
octeto:
Dica: Uma molécula será
a) Berílio  Ex: BeH2  H  Be  H
simétrica (APOLAR) quando
seus extremos forem iguais e o
O Berílio fica estável com 4 elétrons na
elemento central não
camada de valência.
apresentar elétrons
desemparelhados.

Exemplos: b) Boro  Ex: BF3  F  B  F



F
(eletropositivo + eletropositivo)
O Boro fica estável com 6 elétrons na
camada de valência.

Os metais possuem característica de


c) Cloreto de alumínio  AlCl3  perder elétrons. Assim, em uma barra
Cl  Al  Cl metálica, os átomos dos metais cedem
 os seus elétrons de valência formando
Cl cátions ordenados em uma estrutura
cristalina. Os elétrons cedidos geram
O Alumínio fica com 6 elétrons na uma nuvem eletrônica que rodeiam os
camada de valência. cátions metálicos, formando o que
chamamos de “mar de elétrons”.
O mar de elétrons (semilivres) é
d) PCl5  O Fósforo fica com 10 elétrons responsável pelas principais
na camada de valência. características metálicas, como:
condutividade elétrica, condutividade
térmica, brilho metálico.
e) SF6  O Enxofre fica com 12 elétrons O cristal de um metal é poliatômico e
na camada de valência. devemos representá-lo corretamente
assim: Xn. Por uma questão de
simplicidade representamos apenas o
f) NO  [N = O  O] Nitrogênio fica com símbolo X.
7 elétrons na camada de valência.
Exemplo de substância simples metálica:
Fe n ou Fe.
g) NO2  [O  N = O]  O Nitrogênio
fica com 7 elétrons na camada de Exemplos de ligas metálicas:
valência. Latão – Cu e Zn
Bronze – Cu + Sn
Amálgama – Hg + Ag + Sn
h) ClO2  [O  Cl  O]  O Cloro fica
com 7 elétrons na camada de valência.
Figura:

i) XeF2  O Xenônio fica com 10


elétrons na camada de valência.

j) XeF4  O Xenônio fica com 12


elétrons na camada de valência.
Obs: Compostos de gases nobres só
ocorrem com átomos de grande raio, que
comportam expansão da camada de 5.14) Classificação das substâncias:
valência.
Tipo de ligação Classe de
substância
5.13) Ligação Metálica: Iônica Iônica
Covalente Molecular
É a ligação que ocorre entre metais Covalente Covalente
iguais ou diferentes. Metálica Metálica

As substâncias moleculares são


Ocorrência: Metal + Metal formadas por moléculas discretas, com
fórmula molecular conhecida. Exemplos:
H2O, NH3, C6H12O6. Ex: CaCl2 (aq) ou (L)  Ca 2+ + 2Cl –
As substâncias covalentes são
constituídas de macromoléculas
formadas por um número muito grande b) Substâncias moleculares: líquidas ou
de átomos unidos por ligações gasosas, PF/PE baixos, não conduzem a
covalentes. eletricidade, exceto os ácidos e a amônia
Exemplos: Carbono diamante (Cn), em solução aquosa (reação de
Carbono grafite (Cn), Carbeto de silício ionização), as substâncias polares são
(SiC)n, Nitreto de alumínio (AlN)n, Sílica miscíveis em solventes polares e as
(SiO2)n. apolares em solventes apolares.

Carbono diamante (Cn) Exemplos:


H2O → PF = 0ºC e PE = 100 ºC (ponte
de hidrogênio)
Cl2 → PF = - 100,98 ºC e PE = - 33,97 ºC
(Van der Waals)

c) Substâncias covalentes: sólidas,


PF/PE elevados, insolúveis em quase
todos os solventes, não condutores de
corrente elétrica, exceto o Carbono
Carbono grafite (Cn) grafite.

Exemplo:
Carbono diamante → PF = 3546,85 ºC e
PE = 4826,85 ºC (Massa Molecular
indeterminada).

d) Substâncias metálicas: sólidas, PF/PE


elevados, condutores de corrente elétrica
no estado sólido.

5.15) Principais características das Exemplo:


substâncias: W → PF = 3500º C e PE = 4200 ºC
Ag → PF = 960,5º C e PE = 1950º C

a) Substâncias iônicas: sólidas, PF/PE


elevados, condutoras de corrente elétrica
em solução aquosa (dissociação iônica)
ou fundidas (estado líquido), solúveis em EXERCÍCIOS DE LIGAÇÕES
solventes polares (misturas COVALENTES – QUESTÕES
homogêneas). OBJETIVAS
Exemplos: 1) (UNIRIO/1995) Analise a posição de
NaCl → PF = 801º C e PE = 1413 º C alguns elementos na Classificação
CaO → PF = 2614 ºC e PE = 2800 º C Periódica (Tabela A) e as suas
tendências em formarem ligações
químicas (Tabela B), como especificado
Obs: Dissociação iônica: separação de adiante:
íons pela fusão ou por ação do solvente.

X+Y-  X+ + Y-
(a) HI, NH3, CO2, SO2, CH4
(b) HCl, SiF4, BF3, I2,CO
(c) HCl, NH3, H2O, SO2, CO
(d) O2, SiF4, H2O, N2, CS2
(e) HI, CH4, H2O, I2, CS2

4) (UNIFICADO/ 98) Um elemento de


grande importância do subgrupo 5 A é o
fósforo , que ocorre na natureza ,
principalmente nos minérios da APATITA
A única opção que relaciona . Como não é encontrado isolado,
corretamente o elemento químico e sua costuma ser obtido industrialmente
característica, quando ocorre a possível através da redução da rocha fosfática,
ligação, é: mediante carvão e areia num forno
elétrico.
(a) 1D; 2A; 3C; 4F
(b) 1D; 2B; 3A; 4F 2 Ca 3(PO4)2 + 6 SiO2 + 10 C  P4 +
(c) 1D; 2F; 3E; 4C 6 CaSiO3 + 10 CO
(d) 1D; 2B; 3A; 4E
(e) 1D; 2F; 3A; 4C A partir da variedade alotrópica obtida
do fósforo, um grande número de
compostos pode ser produzido, como no
2) (UFF/1995) O NaClO (hipoclorito de caso do anidrido fosfórico, segundo a
sódio) é um sal vendido comercialmente reação abaixo:
em solução aquosa com os nomes de P4 + 5 O2  2 P2O5
água sanitária e água de lavadeira , O P2O5 pode reagir com uma, duas e
possuindo efeito bactericida e alvejante. três moléculas de água de acordo com
No hipoclorito de sódio, o CLORO as seguintes reações:
estabelece: P2O5 + H2O  2 HPO3
P2O5 + 2 H2O  H4P2O7
(a) uma ligação iônica e uma ligação P2O5 + 3 H2O  2H3PO4
covalente normal.
(b) somente uma ligação iônica. Com base nos ácidos obtidos, é
(c) somente uma ligação covalente correto afirmar que a molécula de:
dativa.
(d) uma ligação covalente normal e uma (a) HPO3 apresenta 4 ligações
ligação covalente dativa. covalentes simples e 1 ligação covalente
(e) somente uma ligação covalente dativa.
normal (b) HPO3 apresenta 3 ligações
covalentes simples e 1 ligação covalente
dativa.
(c) H3PO4 apresenta 3 ligações
3) (PUCMG/1997) Leia atentamente os covalentes simples e 1 ligação covalente
seguintes itens: dativa.
(d) H4P2O7 apresenta 6 ligações
I. HCl, HI, O2 covalentes simples e 2 ligações
II. CH4, NH3, SiF4 covalentes dativas.
III. H2O, CO2, BF3 (e) H4P2O7 apresenta 10 ligações
IV. N2, I2, SO2 covalentes simples e 4 ligações
V. CS2, CO, CH4 covalentes dativas.

As substâncias mais polares, em cada


item indicado, são:
5) (MACKENZIE/1998) Relativamente à 8) (UFPE/2000) Considerando os
fórmula estrutural abaixo, é correto seguintes haletos de hidrogênio HF, HCl,
afirmar que: e HBr, pode-se afirmar que:

(a) a molécula mais polar é HF.


(b) a molécula mais polar é HCl.
(c) todos os três são compostos iônicos.
(d) somente HF é iônico, pois o flúor é
(a) existem somente ligações covalentes muito eletronegativo.
normais. (e) somente HBr é covalente, pois o
(b) o oxigênio cede dois elétrons para o Bromo é um átomo muito grande para
cálcio. formar ligações iônicas.
(c) o enxofre recebe dois elétrons do
cálcio.
(d) o cálcio, no estado fundamental, 9) (UFPI/2000) Moléculas polares são
apresenta seis elétrons na camada de responsáveis pela absorção de energia
valência. de microondas. Assinale abaixo a
(e) existem duas ligações iônicas, duas substância que mais provavelmente
ligações covalentes normais e duas absorverá nesta região.
ligações dativas (ou covalentes
coordenadas). (a) BeCl2
(b) H2O
(c) CCl4
6) (UFSM/99) Assinale a alternativa que (d) CO2
apresenta APENAS moléculas contendo (e) BF3
geometria piramidal:

(a) BF3 – SO3 – CH4 10) (UFC/2000) O óxido nítrico, NO, é


(b) SO3 – PH3 – CHCl3 normalmente veiculado pela mídia como
(c) NCl3 – CF2Cl2 – BF3 um indesejável poluente do meio
(d) POCl3 – NH3 – CH4 ambiente. Sabe-se, entretanto, que esta
(e) PH3 – NCl3 – PHCl2 substância é, também, essencial nas
atividades digestivas, na regulação da
pressão sangüínea e na defesa bacterial,
7) (PUCMG/1999) "O SiO2 é um sólido ocorrendo naturalmente em diversos
de ponto de fusão muito elevado tipos de células do corpo humano.
(PF=1.700°C) e o CO2 é um gás nas Com relação às ligações químicas
condições ambiente. Ambos são polares, presentes na molécula do óxido nítrico, é
mas a grande diferença de pontos de correto afirmar que:
ebulição não se justifica pela diferença
de massa molar. Justifica-se, portanto, (a) são predominantemente iônicas,
que o retículo cristalino de SiO 2 é resultando em uma espécie química
_________e o do CO2 é ____________". apolar.
(b) são covalentes apolares, e a
As lacunas ficam CORRETAMENTE molécula do NO é polar.
preenchidas, respectivamente com: (c) satisfazem à regra do octeto, e o
número de oxidação do nitrogênio é +2.
(a) iônico - molecular (d) são covalentes polares, e a molécula
(b) molecular - iônico do NO possui momento de dipolo (µ≠0).
(c) molecular - covalente (e) são covalentes apolares, e a
(d) iônico - covalente molécula do NO apresenta forte caráter
(e) covalente - molecular iônico.
11) (UFSM/2000) Assinale a alternativa Assinale a opção que apresenta,
que caracteriza, respectivamente, a corretamente, os compostos H2O, H2S e
polaridade das substâncias dióxido de H2Se em ordem crescente de polaridade.
carbono, metano e tetrafluormeto.
(a) H2Se < H2O < H2S
(a) APOLAR - APOLAR - APOLAR (b) H2S < H2Se < H2O
(b) APOLAR - APOLAR - POLAR (c) H2S < H2O < H2Se
(c) POLAR - APOLAR - POLAR (d) H2O < H2Se < H2S
(d) POLAR - POLAR - POLAR (e) H2Se < H2S < H2O
(e) APOLAR - POLAR - POLAR

15) (UFF/2002) Para o estudo das


12) (UFRRJ/2000) As ligas metálicas são relações entre o tipo de ligação química
formadas pela união de dois ou mais e as propriedades físicas das
metais, ou ainda, por uma união entre substâncias X e Y, sólidas à temperatura
metais, ametais e semi-metais. ambiente, foi realizado um experimento
Relacionando, no quadro a seguir, cada que permitiu as seguintes constatações:
tipo de liga com as composições dadas.
I) A substância X, no estado sólido, não
conduz a corrente elétrica, porém, no
estado líquido, a conduz.

II) A substância Y não conduz a corrente


elétrica no estado sólido nem no estado
líquido.
pode-se afirmar que a única correlação
Pode-se, então, concluir que:
correta entre liga e composição encontra-
se na opção:
(a) As substâncias X e Y são covalentes.
(b) As substâncias X e Y são iônicas.
(a) I b; II c; III a; IV d.
(c) A substância X é iônica e a substância
(b) I c; II b; III d; IV a.
Y é covalente.
(c) I a; II b; III c; IV d.
(d) A substância X é um metal.
(d) I c; Il d; lll b; IV a.
(e) A substância Y é um metal.
(e) I d; II a; IIl c; IV b.

16) (UERJ/2003) Nesse experimento, o


13) (PUCMG/2001) Sejam dadas as
sulfeto de zinco era o material que
seguintes moléculas: H2O, BeH2, BCl3 e
cintilava quando recebia o choque das
CCl4. As configurações espaciais dessas
partículas alfa. Outra substância que
moléculas são, respectivamente:
apresenta excelentes características
para detecção de tais partículas,
(a) angular, linear, trigonal, tetraédrica.
utilizando ainda material cintilante, possui
(b) angular, trigonal, linear, tetraédrica.
ligação interatômica de caráter
(c) angular, linear, piramidal, tetraédrica.
predominantemente iônico e é formada
(d) trigonal, linear, angular, tetraédrica.
por um metal representativo e um
14) (UFF/2001) A capacidade que um
ametal.
átomo tem de atrair elétrons de outro
A fórmula dessa outra substância é:
átomo, quando os dois formam uma
ligação química, é denominada
(a) BaF2
eletronegatividade. Esta é uma das
(b) BeI2
propriedades químicas consideradas no
(c) SiO2
estudo da polaridade das ligações.
(d) FeCl2
17) (UNIRIO/2004) O dióxido de carbono
(CO2) é um gás essencial no globo
terrestre. Sem a presença deste gás, o
globo seria gelado e vazio. Porém,
quando este é inalado em concentração
superior a 10 %, pode levar o indivíduo à
morte por asfixia. Este gás apresenta em
sua molécula um número de ligações
covalentes igual a:

(a) 4 (b) 1 21) (UFF/2005) O leite materno é um


(c) 2 (d) 3 alimento rico em substâncias orgânicas,
(e) 0 tais como proteínas, gorduras e
açúcares, e substâncias minerais como,
por exemplo, o fosfato de cálcio. Esses
18) (PUCRJ/2004) No composto P2O5, compostos orgânicos têm como
nas ligações P-O, o número de ligações característica principal as ligações
covalentes dativas é: covalentes na formação de suas
moléculas, enquanto o mineral apresenta
(a) 1 (b) 2 também ligação iônica.
(c) 3 (d) 4 Assinale a alternativa que apresenta
(e) 5 corretamente os conceitos de ligações
covalente e iônica, respectivamente.

19) (PUCRJ/2004) Escolha, entre as (a) A ligação covalente só ocorre nos


substâncias abaixo, aquela que tem as compostos orgânicos.
seguintes propriedades: não conduz a (b) A ligação covalente se faz por
corrente elétrica no estado sólido, mas transferência de elétrons e a ligação
conduz em solução e é solúvel em iônica pelo compartilhamento de elétrons
solventes polares. com spins opostos.
(c) A ligação covalente se faz por atração
(a) NaCl de cargas entre átomos e a ligação
(b) Na iônica por separação de cargas.
(c) HCl (d) A ligação covalente se faz por união
(d) Cl2 de átomos em moléculas e a ligação
(e) H2 iônica por união de átomos em
complexos químicos.
(e) A ligação covalente se faz pelo
20) (UERJ/2004) Nos motores de compartilhamento de elétrons e a ligação
combustão interna, o sulfeto de iônica por transferência de elétrons.
hidrogênio, presente em combustíveis, é
convertido no poluente atmosférico óxido
de enxofre IV, como mostra sua equação 22) (UEL/2006) Algumas substâncias
de combustão abaixo. sólidas são caracterizadas pela repetição
organizada de estruturas individuais,
H2S(G) + 3/2O2 (G) → SO2 (G) + H2O(L) constituindo sólidos com formas
geométricas definidas - os cristais. Por
O sulfeto de hidrogênio é extraído dos exemplo, o cloreto de sódio e a sacarose
combustíveis por um solvente que possui formam cristais cúbicos e hexagonais,
baixa polaridade molecular e natureza respectivamente.
ácido-básica oposta à sua. A imagem a seguir mostra três sólidos
As fórmulas eletrônicas do sulfeto de cujas formas são cúbicas. Em (1), (2) e
hidrogênio e do óxido de enxofre IV (3) estão representados,
estão, respectivamente, representadas respectivamente, cristais de iodo,
em: brometo de potássio e ferro.
24) (PUCMG/2008) O elemento bromo
forma compostos iônicos e moleculares.
Assinale a alternativa que apresenta,
respectivamente, um composto iônico e
um molecular formado pelo bromo.

(a) CaBr2 e HBr


(b) CBr4 e KBr
(c) NaBr e MgBr2
(d) KBr e NH4Br

Sobre as estruturas (1), (2) e (3), é 25) (FGV/2008) Na tabela são dadas as
correto afirmar: energias de ligação (kJ/mol) a 25 °C para
algumas ligações simples, para
(a) A molécula individual do cristal (1) moléculas diatômicas entre H e os
apresenta átomos unidos por ligação halogênios (X).
covalente polar.
(b) O cristal (2) é formado por um
número de prótons maior do que o
número de elétrons.
(c) A substância representada em (3) é
boa condutora de eletricidade no estado
sólido e no líquido.
(d) A substância representada em (1) é
boa condutora de eletricidade no estado
líquido. Analise as afirmações seguintes.
(e) A substância representada em (2) é
boa condutora de eletricidade no estado I. Dentre os compostos HX, o HF é o
sólido. ácido mais fraco e a sua ligação H-X é a
mais forte.
II. A distância de ligação entre os átomos
23) (PUCRJ/2008) De acordo com a nas moléculas X‚ é maior no I‚, já que a
Teoria da repulsão dos pares eletrônicos sua energia de ligação é a mais fraca.
da camada de valência, os pares de III. A molécula com maior momento
elétrons em torno de um átomo central dipolar é o HI.
se repelem e se orientam para o maior
afastamento angular possível. Considere Está correto o contido em
que os pares de elétrons em torno do
átomo central podem ser uma ligação (a) I, II e III.
covalente (simples, dupla ou tripla) ou (b) I e II, apenas.
simplesmente um par de elétrons livres (c) I e III, apenas.
(sem ligação). (d) II e III, apenas.
Com base nessa teoria, é correto (e) II, apenas.
afirmar que a geometria molecular do
dióxido de carbono é:

(a) trigonal plana.


(b) piramidal. 5.16) Forças intermoleculares:
(c) angular.
(d) linear. São forças (ligações) de atração
(e) tetraédrica. entre as moléculas, nos estados; sólido e
líquido. São responsáveis pelo estado
físico das substâncias.
elas. O pólo positivo de uma molécula
atrai o pólo negativo da outra molécula.
Este tipo de interação é o mesmo que
ocorre na ligação iônica, porém com
menor intensidade.
Não ocorrem em moléculas polares
que apresentam ligações do tipo H –
FON.
GASOSO LÍQUIDO SÓLIDO
Exemplos: HCl, H2S, SO2, CH3COCH3
(http://labinfo.cefetrs.edu.br/professores/cont
e/química_geral)

Classes de interações:

 FORÇAS DE VAN DER WAALS,


DIPOLO INDUZIDO, DIPOLO
INSTANTÂNEO OU LONDON:

São forças fracas que ocorrem entre


moléculas apolares ou entre átomos de
(www.paularibeiro.no.sapo.pt/estados_fisicos
gases nobres. _materia.htm)
Tem-se a formação momentânea de
pólos, devido a deformação da nuvem
eletrônica de uma molécula acarretada
pela ação do núcleo positivo da molécula
vizinha.

Exemplos: I2 (s), CO2 (s), O2 (l).

As substâncias I2 (s) e CO2 (s) sublimam. PROPANONA (CH3COCH3)

(www.md.cefet.br/cardoso/química/
forças.htm)

 FORÇAS: PONTES DE
HIDROGÊNIO:

A ponte de hidrogênio, por ser muito


mais intensa, é um exemplo extremo da
interação dipolo-dipolo, e ocorre em
moléculas polares que apresentam
átomos de hidrogênio ligados a átomos
(www.qmcweb.org)
de F, O, e N, os quais são altamente
eletronegativos, originando dipolos muito
acentuados.
 FORÇAS DIPOLO-DIPOLO OU
DIPOLO PERMANENTE:
H → F, O, N
São forças intermediárias que
ocorrem entre moléculas polares,
justificando a atração existente entre Exemplos: H2O, NH3, HF, CH3CH2OH.
molecular, aumenta as interações, por
dipolo induzido, nas cadeias carbônicas.

(http://labinfo.cefetrs.edu.br/professores/ 4º - Para compostos de mesma massa e


conte/químicageral) mesma tipo de interações (isômeros), a
substância que possuir o menor nº de
radicais, terá os maiores valores de
5.17) Forças intermoleculares e os
fusão e ebulição.
pontos de fusão e ebulição:

Obs2: As pontes de hidrogênio explicam


1º - Quanto maior a intensidade de
o aumento de volume da água ao se
interação entre as moléculas; maiores
solidificar e a diminuição da densidade.
serão os PF e PE, assim:

Dipolo Induzido < Dipolo – Dipolo Obs3: Propriedades de compostos


< Ponte de Hidrogênio orgânicos:
Exemplo: HF > SO2 > O2 Grupo Polaridade Forças
funcional
2º - Em moléculas com o mesmo tipo de HC Apolar DI
interação, quanto maior a massa
Álcool Polar PH
molecular; maiores os seus PF e PE.
Aldeído Polar DD
Cetona Polar DD
Exemplo: CCl4 > CH4
Ácido Muito Polar PH
carboxílico
3º - Analisando os compostos orgânicos Sal de ácido Muito Polar Lig.
de mesma interação intermolecular e carb. iônica
mesma massa molecular (isômeros), terá Éter Apolar DI
os maiores PF e PE a molécula que Éster Polar DD
apresentar o menor número de Fenol Polar PH
ramificações. Enol Polar PH
Haleto orgânico Polar DD
Exemplo: n – pentano (PE = 36,2 ºC) > Anidrido Polar DD
neopentano. (PE = 8,9 ºC) Haleto de ácido Polar DD
Amina (1ª e 2ª) Polar PH
Amida (1ª e 2ª) Muito Polar PH
Obs1: Ordem decrescente de Nitrocomposto Muito Polar DD
importância para análise dos pontos Nitrila Polar DD
de fusão e ebulição das substâncias: Isonitrila Polar DD
Composto de Muito Polar Lig.
1º – Substâncias covalentes > metálicas Grignard iônica
> iônicas  ponte de hidrogênio  dipolo- Ácido Sulfônico Polar PH
dipolo  dipolo induzido.
DI – Dipolo Induzido,
DD – Dipolo – Dipolo
2º - Quanto maior o nº de pontes de PH – Ponte de Hidrogênio
hidrogênio, maiores as temperaturas de
fusão e ebulição. Obs4: Considerando a geometria
3º - Em moléculas com o mesmo tipo e molecular dos éteres, as interações
mesmo nº de interação, quanto maior a intermoleculares são classificadas como
massa molecular da substância; maiores dipolo – dipolo.
os seus PF e PE. Para os compostos No caso dos hidrocarbonetos
orgânicos, o aumento da massa estudaremos os isômeros cis e trans,
suas polaridades e forças Soluto iônico + solvente polar 
intermoleculares, no capítulo de Dissociação.
isomeria, em química orgânica. +
Ex: NaCl + H2O  Na + Cl

3ª - Misturas Heterogêneas: (Substância


polar + solvente apolar) ou (substância
RESUMO: apolar + solvente polar).

4a – Para a mesma classe de substância,


Tipo de Ligações Força das
o aumento de massa diminui a
ligação Interatô- ligações
solubilidade.
micas
Ligação
Metálica Ex1: propanona é mais solúvel em água
Ligação Iônica que a butanona.
Lig. Cov. Polar
Lig.Cov. Apolar Ex2: metanol e etanol possuem
solubilidade infinita em água, já pentanol
PH Ligações e hexanol têm suas solubilidades
DD Intermole- diminuídas em água e aumentadas em
DH culares solventes apolares.

5ª) Algumas substâncias podem ser


5.18) Solubilidade: solúveis em água (polar) e em solventes
apolares, por possuírem uma parte de
“SEMELHANTE DISSOLVE cadeia polar e outra apolar.
SEMELHANTE”
Exs: sabões, álcoois e a gasolina (no
- Substâncias polares tendem a se Brasil pode conter até 24% em volume
dissolver em solventes polares (Misturas de etanol).
homogêneas).
Álcool (R – OH) – Parte polar (OH) e
Exemplos: NaCl e H2O, açúcar e H2O. parte apolar (R).

- Substâncias apolares tendem a se 6a – As substâncias formadas por


dissolver em solventes apolares interações do tipo ponte de hidrogênio
(Misturas homogêneas). são mais solúveis em água, que as
formadas por dipolo-dipolo.
Exemplos: gasolina e querosene, CS2 e
S8 7ª - Comparando duas substâncias que
possuem ponte de hidrogênio, a que tiver
OBSERVAÇÕES IMPORTANTES: o maior nº de pontes, será mais solúvel
em água.
1a – Principais solventes polares: H2O e
NH3 líquido (amoníaco).

Principais solventes apolares: CCl4 EXERCÍCIOS DE LIGAÇÕES


(tetracloreto de carbono), CS2 (sulfeto de COVALENTES
carbono), Éter, Hidrocarbonetos – QUESTÕES OBJETIVAS
alcanos e aromáticos (benzeno, tolueno, CONTINUAÇÃO
naftaleno).
26) (UFF/1996) Para os compostos:
2ª - Soluto polar molecular + solvente CH3CH2CH2OH (R – OH), CH3OCH2CH3
polar  Ionização. (R – O – R') e CH3CH2COOH (R“ – COOH),
+ –
Ex: HCl + H2O  H3O + Cl a ordem crescente de pontos de ebulição
é:
solução aquosa saturada de sal de
(a) R – O – R’, R – OH, R“– COOH. cozinha e observar a precipitação do sal.
(b) R“– COOH, R – OH, R – O – R’. Na falta de sal de cozinha, para
(c) R – OH, R – O – R’, R“– COOH. realizar o mesmo experimento, o
professor poderia utilizar a seguinte
(d) R “– COOH, R - O - R’, R –OH. substância:
(e) R – O – R’, R“– COOH, R – OH.
(a) metano
27) (UERJ/1999) O experimento a seguir (b) tetracloro metano
mostra o desvio ocorrido em um filete de (c) anidrido carbônico
água quando esta é escoada através de (d) iodeto de potássio
um tubo capilar.
30) (UFV/2002) A ingestão acidental de
tolueno pode levar a manifestações
sistêmicas caracterizadas por estímulo
do sistema nervoso central, seguido de
depressão, tontura e náuseas. A equação
abaixo representa um dos processos de
biotransformação do tolueno no
organismo humano pela ação da enzima
citocromo P-450.

Considerando suas ligações


interatômicas e suas forças
intermoleculares, a propriedade da água
que justifica a ocorrência do fenômeno
consiste em:
Assinale a afirmativa INCORRETA:
(a) ser um composto iônico
(b) possuir moléculas polares (a) As forças intermoleculares no tolueno
(c) ter ligações covalentes apolares são mais fracas que as forças no ácido
(d) apresentar interações de Van der benzóico.
Waals (b) O tolueno e o ácido benzóico
apresentam carbonos com hibridização
28) (UFV/1999) Considere as sp2 e sp3.
substâncias representadas a seguir: (c) O ácido benzóico apresenta maior
temperatura de fusão que o tolueno.
I - (C2H5) 2O II – C4H9OH (d) O ácido benzóico será mais solúvel
em água que o tolueno.
III - C2H6 IV – C3H8 (e) As moléculas de ácido benzóico
formam ligações de hidrogênio entre si.
Assinale a alternativa que apresenta
as substâncias em ordem CRESCENTE 31) (UNIRIO/2003) "(...) o Corpo de
de ponto de ebulição: Bombeiros de José Bonifácio, a 40km de São
José do Rio Preto, interior de São Paulo, foi
(a) I, II, III, IV. (b) III, IV, I, II. acionado por funcionários do frigorífico
(c) III, IV, II, I. (d) IV, III, I, II. Minerva. O motivo foi um vazamento de
(e) II, I, III, IV. amônia." (www.globonews.globo.com)

29) (UERJ/2002) Para demonstrar a A amônia (NH3) é um gás à


relação entre polaridade e solubilidade, temperatura ambiente. Nesta
um professor realiza um experimento que temperatura suas moléculas estão pouco
consiste em adicionar etanol a uma agregadas e, no estado líquido, elas
estão mais próximas umas das outras.
Assinale a opção que indica a 34) (UERJ/2004) No esquema a seguir
interação existente entre suas moléculas estão representadas, na forma de linhas
no estado líquido. pontilhadas, determinadas interações
intermoleculares entre as bases
(a) ligação de hidrogênio nitrogenadas presentes na molécula de
(b) dipolo - dipolo DNA - timina, adenina, citosina e
(c) dipolo - dipolo induzido guanina.
(d) dipolo induzido - dipolo induzido
(e) íon – dipolo

32) (UFMG/2003) Este gráfico representa


a variação da temperatura de ebulição, a
1 atm, de séries homólogas de alcoóis e
alcanos de cadeia linear, em função da
massa molar:

As interações representadas entre a


timina e a adenina, e entre a citosina e a
guanina, são do tipo:

Considerando-se esse gráfico e os (a) iônica


compostos nele representados, é (b) metálica
INCORRETO afirmar que: (c) dipolo-dipolo
(d) ligação de hidrogênio
(a) as curvas I e II correspondem,
respectivamente, aos alcoóis e aos 35) (UNIRIO/2004) Em condições
alcanos. ambientes, os álcoois de menor peso
(b) o aumento da cadeia carbônica molecular são líquidos, facilitando a sua
aumenta a intensidade das interações dissolução na água. Em relação aos
intermoleculares. álcoois indicados abaixo, aquele que
(c) a interação por ligações de hidrogênio apresenta a maior solubilidade em água
é a única presente nos alcoóis. é o:
(d) a interação entre dipolos induzidos é
a única presente nos alcanos. (a) pentanol (b) octanol
(c) isobutanol (d) metanol
33) (UERJ/2004) O betacaroteno, cuja (e) n-butanol
fórmula estrutural está representada a
seguir, é um pigmento presente em 36) (UFF/2004) Com o intuito de
alguns vegetais, como cenoura e tomate. economizar petróleo e estimular a
substituição do combustível de origem
fóssil por uma fonte renovável, o governo
brasileiro determinou a adição de álcool
de cana-de-açúcar à gasolina do
petróleo. Para testar o teor de álcool,
Dentre os solventes abaixo, aquele
separaram-se 50,0 mL de gasolina
que melhor solubiliza o betacaroteno é:
vermelha numa proveta de 100,0 mL e
adicionaram-se 50,0 mL de água. Após a
(a) água
agitação, com um bastão de vidro, essa
(b) etanol
mistura foi deixada em repouso por 5
(c) hexano
minutos, para a separação das fases. Em
(d) propanona
seguida, verificou-se que a fase escura
foi reduzida em 12,5 mL.
Com base nos dados acima,
identifique a opção que informa o teor de 39) (PUCRS/2006) Pela análise do
álcool na gasolina. quadro, conclui-se que a ordem
crescente dos pontos de ebulição dos
(a) 12,5% compostos indicados é:
(b) 25,0%
(c) 37,5%
(d) 50,0%
(e) 62,5%

37) (FGV/2005) O conhecimento das


estruturas das moléculas é um assunto
bastante relevante, já que as formas das
moléculas determinam propriedades das
substâncias como odor, sabor, coloração
e solubilidade.
As figuras apresentam as estruturas das
moléculas CO2, H2O, NH3, CH4, H2S e
PH3.
(a) I < II < III < IV < V (b) II < I < V < III < IV
(c) II < V < I < III < IV (d) III < IV < I < II < V
(e) IV < III < V < I < II

40) (UERJ/2007) Observe as seguintes


Quanto às forças intermoleculares, a estruturas de quatro vitaminas
molécula que forma ligações de lipossolúveis:
hidrogênio (pontes de hidrogênio) com a
água é:

(a) H2S. (b) CH4. (c) NH3.


(d) PH3. (e) CO2.

38) (UERJ/2005) A vitamina C, cuja


estrutura é mostrada a seguir, apresenta
vários grupos hidrófilos, o que facilita sua
dissolução na água. Por esta razão, ao
ser ingerida em excesso, é eliminada
pelos rins. As vitaminas A e D apresentam a função
álcool em suas estruturas, a vitamina E
apresenta a função fenol, e a vitamina K,
a função cetona. Para manutenção das
propriedades de coagulação do sangue,
é necessária a absorção da vitamina
representada pela estrutura de número:
Considerando suas atrações
interatômicas e intermoleculares, esse (a) I (b) II (c) III (d) IV
caráter hidrossolúvel é justificado pelo GABARITO: EXERCÍCIOS DE
fato de a vitamina C apresentar uma LIGAÇÕES COVALENTES –
estrutura composta de: QUESTÕES OBJETIVAS

(a) heteroátomos
(b) íons aglomerados 1–E
(c) dipolos permanentes
(d) carbonos assimétricos 2–E
3–C 23 – D

4–A 24 – A

5–E 25 – B

6–E 26 – A

7–E 27 – B

8–A 28 – B

9–B 29 – D

10 – D 30 – B

11 – A 31 – A

12 – D 32 – C

13 – A 33 – C

14 – E 34 – D

15 – C 35 – D

16 – A 36 – B

17 – A 37 – C

18 – B 38 – C

19 – A 39 – B

20 – B 40 – A

21 – E

22 – C
5.19) Substância Simples e Substância
Composta:

Substância Simples Pura: formada


por apenas um elemento químico.

Exemplos: Fe, H2, O3, P4, S8.

ATOMICIDADE: é o nº de átomos (http://educar.sc.usp.br/ciencias/


existentes na molécula de uma quimica/qm1 _2.htm)
substância simples.

As substâncias simples podem ser: 5.20) Alotropia:

Monoatômicas: Gases Nobres É o fenômeno em que um elemento


Diatômicas: O2, N2, H2, Halogênios (7A). químico forma duas ou mais substâncias
Triatômica: O3 simples diferentes, que são chamadas
Tetratômicas: P4, As4, Sb4. variedades alotrópicas ou alótropos.
Octatômicas: S8, Se8, Te8. Os alótropos diferem entre si pela
Atomicidade infinita: Metais (Xn), atomicidade ou pela estrutura cristalina.
Carbono grafite e diamante (Cn) e
Fósforo vermelho (P4)n ou Pn.
a) Alotropia quanto à atomicidade:
Nas reações químicas, por
simplicidade, representam-se as Caso 1: O2 e O3
substâncias simples de atomicidade O O2 é a variedade alotrópica mais
infinita como monoatômicas. estável.

Exemplo: C + O2 →CO2 Transformação espontânea (Tambiente):


2 O3  3 O2
Substância Composta Pura: formada
por mais de um elemento químico. Transformação não espontânea:
3 O2  2 O3
Exemplos: Fe(OH)3, H2O2 , H3PO4
Ocorrência: estratosfera – presença de
As substâncias compostas podem ser raios solares (descarga elétrica).
classificadas quanto ao número de
elementos químicos em:
Caso 2: P4 (fósforo branco) e (P4)n
binárias  exemplo: KCl, (fósforo vermelho).
ternárias  exemplo: H3PO4,
quaternárias  exemplo: NaHCO3 O fósforo vermelho é a variedade
alotrópica mais estável.
As substâncias puras; simples e
compostas, possuem temperaturas de Transformação espontânea (Tambiente):
fusão e ebulição constantes, o que P4  (P4)n
representa um critério de pureza. Transformação não espontânea (Energia)
(P4)n  P4
O fósforo vermelho, espécie menos
reativa, encontra-se na lateral das caixas
de fósforo.
O fósforo branco, espécie mais
reativa, queima espontaneamente em
contato com o ar. Costuma ser guardado
dentro d água nos laboratórios. É É a união de duas ou mais
utilizado em bombas de fumaça. substâncias, cada uma conservando
Conhecemos, ainda, o fósforo violeta suas propriedades físicas e químicas, ou
e o negro. seja, não há reação química.
Uma mistura não possui fórmula,
utilizamos as fórmulas moleculares das
b) Alotropia quanto à estrutura cristalina: substâncias presentes. Veja alguns
exemplos a seguir:
Caso 1: Cn - Carbono diamante e C n -
Carbono grafite. Mistura Principais
componentes
Observe que a fórmula molecular é a Ar N2 + O2
mesma para as duas substâncias. Vinagre Água + ácido acético
O Carbono grafite é a variedade Álcool Etanol + água
alotrópica mais estável. Características hidratado
do grafite: estrutura hexagonal e boa Gás de bujão Propano + butano
condutora de corrente elétrica. (GLP)
O Carbono diamante é duro, não é Gasolina HC com 5 a 10 C na
molécula
condutor de corrente elétrica e sua
Querosene HC com 10 a 16 C na
estrutura cristalina é tetraédrica.
molécula
Lata Ferro + Estanho
Transformação espontânea (T = 1500ºC): Leite Água + gorduras +
Diamante  Grafite proteínas + açúcares
(Essa reação é muito lenta à temperatura
ambiente) Graficamente, não representamos
patamares durante a fusão e a ebulição,
Transformação não espontânea (T e P já que cada substância possui suas
elevadas): temperaturas de mudança de estado
Grafite  Diamente físico.

Gráfico:
Caso 2: S8 - enxofre rômbico – () e S8
- enxofre monoclínico – ()

O enxofre rômbico é a variedade


alotrópica mais estável.
Rômbico e monoclínico são as
estruturas cristalinas. As espécies
citadas são encontradas em erupções
vulcânicas.

Transformação espontânea (Tambiente): http://educar.sc.usp.br/ciencias/quimica/


   qm12.htm)
Transformação não espontânea (Energia)
  
O enxofre é o elemento de maior Classificação:
número de variedades alotrópicas, trinta,
por isso nas reações utilizamos apenas o Misturas homogêneas ou SOLUÇÕES:
S (como monoatômico). são misturas que não conseguimos
observar as partículas do soluto, mesmo
com uso de microscópios. Apresentam
5.21) Misturas: uma só fase (monofásica).
Exemplos: ligas metálicas (exemplo: ouro mistura heterogênea (mais de uma
18 quilates), água + álcool, misturas substância).
gasosas (exemplo: O2 + N2).
3ª - As misturas formadas por n sólidos
Observações: apresentam n fases, desde que estes
sólidos não formem uma liga metálica.
1ª - Exemplos de ligas metálicas:
4ª - Soluções sólidas são sólidos onde
Ag de lei solução sólida de Cu + Ag um componente está disperso ao acaso
Aço Fe (98,5%) + C (0,5 a 1,7%) em outro componente, em uma escala
Bronze Sn (10%) + Cu ( 90%) atômica ou molecular.
Latão Zn ( 33%) + Cu (67%)
Au 18 Au (75%) + Cu (12,5%) + 5ª - ase de agregação de uma solução é
quilates Ag (12,5%) determinada pela fase do solvente.
Au 24 Au puro Exemplos:
quilates
Moedas Cu (75%) + Ni (25%) SOLUÇÃO Solvente Soluto Exemplos
Bronze Al + Cu Gasosa Gás Gás O 2 + N2
de Al Líquida Líquido G , L ou S H2O + O2
Sólida Sólido G , L ou S Au + Hg

2ª - As misturas gasosas são sempre


homogêneas. 5.22) Mudanças de estado físico:

3ª - Os termos miscibilidade e dissolução


são utilizados para as soluções.

Exemplo: álcool é miscível em água.

Misturas heterogêneas ou DISPERSÃO:


apresentam duas ou mais fases.

Exemplo: água + areia


(http://br.geocities.com/galileon/2/
termo/mud_est.htm)
Observações:

1ª - Fase: é cada porção homogênea do Observações:


sistema. Um sistema pode ser:
monofásico, bifásico, trifásico, tetrafásico 1ª - Vaporização: evaporação, ebulição e
ou polifásico. calefação.
2ª - Sistema: é qualquer material 2ª - Quando à temperatura ambiente a
analisado. substância é sólida ou líquida, falamos
- Temos duas possibilidades para os de estado vapor e quando for gasosa, à
sistemas homogêneo (1 fase) e temperatura ambiente, usamos o termo
heterogêneo (duas ou mais fases): estado gasoso.
- Sistema homogêneo: pode ser uma
substância pura em um determinado Condensação: exemplo:
estado físico (exemplo: H2O sólida) ou H2O (Vapor  Líquido)
uma mistura homogênea (mais de uma
substância). Liquefação: exemplo:
- Sistema heterogêneo: pode ser um a
O2 (Gasoso  Líquido).
substância pura em diferentes estados
físicos (H2O sólida e H2O líquida) ou uma
3ª) Substâncias importantes que
sublimam: I2, cânfora, naftalina, gelo-
seco (CO2 sólido).

5.23) Métodos de separação de misturas:

Misturas homogêneas:

a) Sistema sólido-sólido: fusão


fracionada.

Exemplo: moedas  Cu (75%, PF=


1083,4 ºC) + Ni (25% , PF= 1453 ºC). Destilação fracionada: Petróleo
(www.santateresa.g12.br/quimicag/
misturas.htm)
b) Sistema sólido-líquido:
c) Sistema líquido-gás: aquecimento
Método Exemplos de misturas
simples. Exemplo: O2 + H2O
Evaporação Água + sais ( salinas)
Destilação Água ( PE=100ºC) e NaCl
simples ( PE = 1490 ºC)
d) Sistema gás-gás: liquefação
fracionada. Exemplo: Separação do O2
(PE=-183ºC) e N2 (PE= - 195ºC) do ar
atmosférico. Lembrete: PE = Ponto de
liquefação.

Misturas heterogêneas:

a) Sistema sólido - sólido:

Método Exemplos de misturas


Destilação simples: Água (PE=100ºC) e Catação granito triturado – pinça
NaCl ( PE = 1490 ºC) (quartzo + mica+ fedspato)
Peneiração areia + pedregulhos
(www.santateresa.g12.br/quimicag/ (tamisação)
misturas.htm) Separação Ferro + enxofre
magnética
Ventilação casca do grão de arroz
c) Sistema líquido-líquido: Levigação areias auríferas
Flotação areia + serragem (diferença
Método Exemplos de misturas de densidade)
Destilação Água ( PE=100ºC) e Éter Dissolução S + Fe (extração por
fracionada ( PE = 34 ºC) ; Petróleo fracionada solvente)
Sublimação Areia + Iodo
Separação magnética : Ferro + enxofre

(www.santateresa.g12.br/quimicag/
misturas.htm) Filtração comum : Enxofre + água
(www.santateresa.g12.br/quimicag/
misturas.htm)

Flotação: areia + serragem


(www.santateresa.g12.br/quimicag/
misturas.htm) Centrifugação: Sangue
(www.santateresa.g12.br/quimicag/
misturas.htm)

c) Sistema líquido-líquido:

Método Exemplos de misturas


Funil de água + óleo
Decantação
Sifonação gasolina + água

Sublimação: Areia + Iodo


(www.santateresa.g12.br/quimicag/
misturas.htm)

b) Sistema sólido-líquido:

Método Exemplos de misturas


Filtração comum Enxofre + água
Decantação areia + água
Centrifugação Sangue
gasolina + água
(www.santateresa.g12.br/quimicag/
misturas.htm)
 C  ou = C =  2 ligações do
tipo sp e 2 ligações  do tipo p – p.

Exemplos:

CH4 - 4 ligações  s – sp3.

CO2 - 2 ligações  p – sp e 2 ligações .

H2C = CH2 - 4 ligações  s – sp2 , 1


ligação  sp2 – sp2 e 1 ligação .
Funil de Decantação: água + óleo
(www.santateresa.g12.br/quimicag/
misturas.htm)
Caso 2: Silício – Esse elemento
estabelece 3 diferentes híbridos: sp3, sp2
e sp, assim como o carbono.
5.24) Orbitais ligantes:
Exemplo: SiH4 - 4 ligações  s – sp3.
a) Sem formação de híbridos:

Exemplos: Caso 3: Boro - Forma 3 ligações  do


tipo sp2.
H – Cl  uma ligação do tipo  s – p.
Exemplos:
O = O  uma ligação do tipo  p – p e
uma ligação do tipo  p – p. BH3 - 3 ligações  s – sp2.

Obs: Toda ligação  é do tipo p – p. BCl3 - 3 ligações  p – sp2.

Lembrete! Subnível de maior energia –


onde os elementos estabelecem as Caso 4: Berílio - Forma 2 ligações  do
ligações, em busca da estabilidade. tipo sp.

H 4A 5A 6A 7A Exemplos:
s p p p p
BeH2 - 2 ligações  s – sp.

b) Com formação de híbridos: BeCl2 - 2 ligações  p – sp.

Caso 1: Carbono – Esse elemento


estabelece 3 diferentes híbridos: sp3, sp2
e sp.


C  4 ligações do tipo sp3.


 C =  3 ligações do tipo sp2
e 1 ligação  do tipo p – p.
EXERCÍCIOS DE LIGAÇÕES 2) (UFRRJ/2001) A viscosidade é
QUESTÕES DISCURSIVAS influenciada por alguns fatores que
podem retardar o escoamento de um
líquido, aumentando-a; ou acelerar o
1) (UFRJ/2000) A solubilidade dos escoamento, reduzindo-a.
compostos é um conhecimento muito Observe o quadro abaixo:
importante em química.
Sabe-se que, de uma forma geral,
substâncias polares dissolvem
substâncias polares e substâncias
apolares dissolvem substâncias
apolares.
Em um laboratório, massas iguais de
tetracloreto de carbono, água e etanol
foram colocadas em três recipientes
idênticos, conforme se vê na figura a
seguir.

A identificação dos fatores que


influenciaram a viscosidade requer que
se considerem os arranjos estruturais
dos diversos líquidos e, por meio dessa
análise, se compreenda o porquê de as
viscosidades serem diferentes.

a) Como se explica a variação da


a) Mostre, por meio de desenhos viscosidade com a temperatura?
semelhantes ao apresentado, como fica _________________________________
a mistura de I e II, identificando cada _________________________________
substância, e como fica a mistura de II e _________________________________
III. _________________________________
_________________________________

b) Considere as estruturas das


substâncias acima e explique o porquê
de a glicerina ser muito mais viscosa que
o etanol.
_________________________________
_________________________________

b) A graxa lubrificante utilizada em 3) (UFRJ/2003) Na produção industrial


automóveis é uma mistura de de álcool combustível, a partir da
hidrocarbonetos pesados derivados de fermentação do caldo de cana-de-açúcar,
petróleo com aditivos diversos. além do etanol, são formados como
Indique qual, dentre os três solventes subprodutos os álcoois: n-butanol, n-
apresentados, é o mais adequado para pentanol e n-propanol.
remover uma mancha de graxa em uma Indique a ordem de saída destes
camisa. Justifique sua resposta. compostos, durante a destilação
fracionada do meio fermentado, realizada
_________________________________ à pressão atmosférica. Justifique a sua
_________________________________ resposta.
_________________________________
_________________________________
_________________________________
_________________________________
_________________________________
_________________________________
_________________________________

4) (UFRRJ/2004) Considere a seguinte


tabela:
Identifique os produtos químicos A, B,
C e D.

_________________________________
_________________________________
_________________________________
_________________________________
Qual ou quais fatores justificam as
diferenças de constantes físicas
6) (UFF/2006) Identifique, dando razões,
observadas neste grupo de compostos?
a substância (em cada par) que tem o
ponto de ebulição mais elevado.
_________________________________
_________________________________
_________________________________
a) Ácido butanóico e n-butanal.
_________________________________
_________________________________
_________________________________
_________________________________
_________________________________
_________________________________
b) Éter dietílico e n-butanol.
5) (UFRJ/2005) Fogos de artifício são
_________________________________
muito utilizados em grandes eventos ao
_________________________________
ar livre. Para que os fogos produzam os
efeitos de som, luz, cor e forma
c) n-pentano e isopentano.
planejados, é necessária uma seleção
precisa dos produtos químicos que serão
_________________________________
utilizados.
_________________________________
Alguns produtos químicos, tais como
liga de ferrotitânio, benzoato de sódio,
d) Água e metanol.
hexacloroetano e cloreto de cálcio,
podem ser utilizados para obter efeitos
_________________________________
especiais em fogos de artifício.
_________________________________
A tabela a seguir fornece informações
relativas à natureza das ligações
7) (UFRJ/2006) Alguns materiais, quando
químicas presentes nesses quatro
submetidos a baixas temperaturas,
produtos:
podem apresentar supercondutividade,
isto é, um fenômeno em que a
resistência elétrica se iguala a zero. Um
material com essa característica é uma
cerâmica que contém os óxidos HgO,
CaO, BaO e CuO. Disponha os óxidos
HgO, CaO, BaO e CuO em ordem
crescente de caráter covalente das suas _________________________________
ligações.
Justifique sua resposta, com base nos
valores de eletronegatividade. b) Explique o efeito Tyndall e indique a
provável faixa de pH da dispersão
Dados: formada.

_________________________________
_________________________________
_________________________________
_________________________________ _________________________________
_________________________________ _________________________________
_________________________________ _________________________________
_________________________________
_________________________________
_________________________________ 10) (UERJ/2007) Um laboratório recebe
_________________________________ três amostras para análise. A tabela a
seguir descreve algumas de suas
principais características.
8) (UFRJ/2007) QUANTA (Gilberto Gil)

"Fragmento infinitésimo
Quase apenas mental
Quantum granulado no mel
Quantum ondulado do sal
Mel de urânio, sal de rádio
Qualquer coisa quase ideal"

Com base na Tabela Periódica,


escreva a fórmula do sal formado pelo
halogênio mais eletronegativo e o metal Três elementos químicos fazem parte
alcalino terroso citado por Gilberto Gil na da constituição das amostras; no
letra de Quanta, indicando o tipo de entanto, cada uma é composta por
ligação química do sal formado. apenas dois deles. Os átomos desses
três elementos, no estado fundamental,
_________________________________ possuem 2, 3 e 7 elétrons de valência
situados na terceira camada eletrônica.
Explique a alta condutividade elétrica
9) (UFRJ/2007) A caiação é um processo da amostra I, a partir de sua composição
tradicionalmente utilizado na pintura de química, e indique as fórmulas das
casas. Uma das maneiras de se preparar substâncias presentes nas amostras II e
o pigmento consiste em misturar cal III.
virgem com excesso de água, o que
resulta na reação apresentada a seguir: _________________________________
_________________________________
CaO + H2O → Ca(OH)2 _________________________________
_________________________________
A reação produz um pigmento branco _________________________________
finamente dividido que, quando disperso _________________________________
em água, apresenta efeito Tyndall.

a) Identifique o tipo de ligação e calcule o


número total de elétrons presentes no
composto CaO.
GABARITO menores, sendo que o CF4, por ter maior
EXERCÍCIOS DE LIGAÇÕES massa molecular, apresenta maiores
QUESTÕES DISCURSIVAS valores de pontos de fusão e de ebulição
do que o N2.
O HBr é uma molécula polar e
1) a) apresenta interações do tipo dipolo-
dipolo que é uma interação
intermolecular mais forte do que o dipolo
induzido.
A água é polar e apresenta ligações
de hidrogênio (pontes de hidrogênio),
que é uma interação intermolecular forte,
mesmo para moléculas com menor
massa molecular e as constantes físicas
são altas.

b) O solvente mais adequado para 5)


removê-la é o mais apolar: o tetracloreto
de carbono. A: cloreto de cálcio;
B: hexacloroetano;
C: liga de ferro-titânio;
2) a) A elevação de temperatura reduz a D: benzoato de sódio
viscosidade, pois nesta condição a
rapidez de movimentação das partículas
é mais acentuada, as força de interação 6) a) Ácido butanóico, pois apresenta o
enfraquecem e as partículas ficam mais grupamento OH que forma ponte de
livres para escoar. hidrogênio intermolecular que faz
aumentar o seu PE.

b) A viscosidade da glicerina é muito


grande em relação ao etanol tendo em b) n-butanol, pois apresenta o
vista o maior número de ligações grupamento OH que forma ponte de
hidrogênio que são forças hidrogênio intermolecular que faz
intermoleculares fortes. aumentar o seu PE.

Etanol: 1 grupo OH - 1 ligação


hidrogênio c) O n-pentano, pois apresenta cadeia
Glicerina: 3 grupos O - 3 ligações carbônica principal não ramificada,
hidrogênio possuindo interação de Van der Waals
maior do que o isopentano.

3) Após o etanol, a ordem de saída é: n-


propanol, n-butanol, e n-pentanol. d) A água, uma vez que forma duas
Justificativa: o ponto de ebulição de pontes de hidrogênio e o metanol,
alcóois primários não ramificados apenas uma.
aumenta com o tamanho da cadeia.

7) Quanto maior a diferença das


4) Os compostos N2 e CF4 são apolares e eletronegatividades dos elementos que
apresentam interações de Van de Waals compõem cada óxido, menor o caráter
ou dipolo induzido em seus estados covalente da sua ligação. Assim, de
líquido e sólido. Estas interações são acordo com a Tabela Periódica, temos:
mais fracas e conseqüentemente as HgO: 3,44 - 2,00 = 1,44
constantes físicas dos compostos são CaO: 3,44 - 1,00 = 2,44
BaO: 3,44 - 0,89 = 2,55
CuO: 3,44 - 1,90 = 1,54

Desta forma, a disposição dos


compostos, de acordo com o critério
solicitado, é: BaO < CaO < CuO < HgO

8) RaF2, ligação iônica.

9) a) Ligação iônica; 28 elétrons.

b) Efeito Tyndall é o efeito do


espalhamento da luz causado pelas
partículas em um colóide. A faixa de pH
da dispersão é entre 7 e 14 (pH > 7).

10) Como a amostra I é constituída por


dois metais, os elétrons são livres para
movimentar-se, advindo daí a alta
condutividade no estado sólido.
Amostra II → AlCl3
Amostra III → MgCl2