Você está na página 1de 26

Apostila – Inglês Instrumental – Análise e Desenvolvimento de Sistemas – 2013/1

Introdução

O material que você tem em mãos se configura como um suporte para a disciplina de Inglês de Instrumental. O
objetivo principal a ser atingido é torná-los capazes de ler e compreender textos produzidos em língua inglesa dos mais
variados gêneros, a fim de que vocês possam, quando chegar o momento, entender os manuais dos mais variados softwares e
hardwares com os quais vocês trabalharão durante o curso.
Inicialmente, veremos vários textos em língua portuguesa. Não se assustem! Pois, o objetivo das aulas iniciais é leva-
los a assimilar estratégias de leitura que depois podem ser aplicadas à leitura de textos em várias línguas, se ela utilizar o
sistema de escrita alfabética, claro.
Esse material apresenta uma variedade de textos, atividades, explicações que, acredito, sejam suficientes para o
semestre. No entanto, outros materiais complementares serão distribuídos ao longo de nossos encontros.
Para que essa pequena jornada que empreenderemos juntos seja satisfatória para todos nós, serão necessários
muita dedicação e esforço da parte de vocês e da minha. Tenho certeza que juntos superamos possíveis obstáculos que
surgirem nesse percurso.
Antes de iniciarmos nossas aulas propriamente ditas, veremos algumas considerações sobre o inglês instrumental.
SEJAM BEM-VINDOS!!!

Inglês instrumental?

Conforme aponta a CEDERJ (2009, p. 8), “o ensino de Inglês Instrumental foi introduzido no Brasil em 1983, por meio
do trabalho pioneiro da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP). Devido a sua boa aceitação, foi, aos poucos,
sendo difundido e adotado por outras universidades brasileiras e escolas técnicas. Atualmente, a maioria das universidades
federais e estaduais, várias universidades privadas e escolas técnicas oferecem cursos de inglês para fins acadêmicos, mais
conhecidos como Inglês Instrumental ”.
O foco de estudo recai sobre a leitura porque é essa habilidade que atende às necessidades dos alunos
universitários. Afinal, esses estudantes precisam ser capacitados a ler textos acadêmicos e científicos durante sua estada na
universidade.
O estudo de textos em língua inglesa se justifica porque 60% das pesquisas mundiais têm seus resultados
apresentados nesse idioma. Além disso, o inglês se tornou uma língua comum/global/internacional na comunicação entre as
pessoas. Outro motivo extremamente relevante para esse estudo reside no fato de o inglês ser a língua da Informática.
Como você terá de aprender a ler nessa língua, o conhecimento de alguns fatos sobre essa língua e de algumas
estratégias podem ajudar. Vejamos:

1) O inglês é uma língua alfabética, ou seja, usa um sistema de sinais gráficos e sonoros correspondentes às letras do
alfabeto.
2) 60% das palavras em inglês são de origem latina. Por isso, muitas delas são parecidas com as do português.
3) As palavras que são parecidas tanto na escrita quanto no significado são chamadas de cognatas ou transparentes.
4) O inglês, como o português, é uma língua SVO, ou seja, suas frases se estruturam em Sujeito, Verbo, Objeto.
5) Conhecer o código de regras que regem a língua inglesa, ou seja, a gramática, também ajuda.
6) Não há necessidade de que os textos lidos sejam apenas das áreas em que atuamos porque há palavras que são
comuns a qualquer tipo de texto. Por exemplo, preposições, conjunções, verbos e etc. Mas existe um vocabulário
próprio e um formato de texto específico para cada área que convém assimilar.
7) Praticar a leitura lendo diversos tipos e gêneros textuais o ajudará a adquirir conhecimento suficiente que lhe
assegure compreender diversos tipos de texto, inclusive na área da Informática.
8) Não há a necessidade de ter um conhecimento amplo de vocabulário da língua inglesa. Afinal, palavras soltas não
dizem nada. Como elas estão interligadas, se conhece algumas (não todas!), poderá fazer inferências sobre o
significado daquelas que você ainda não conhece. Veja como é possível identificar o significado das palavras nas
frases abaixo.
a) O jardim possuía uma quantidade imensa de fl ores: orquídeas, dálias, rosas, fepolhas e crisântemos.
b) É impossível cortar com esta faca porque ela está escrapa.
c) Mesmo nas partes mais pobres do país, as famílias possuem pelo menos uma mesa, alguns tamboretes, um
deirola e umas duas camas.

1
Estratégia 1 – Conhecendo os gêneros textuais

O objetivo da leitura no nosso caso é compreender os textos apresentados. Para isso, utilizamos diferentes
estratégias.
estratégias. Nos texto a seguir, tente identificar razão de uma possível dificuldade de compreensão.
compreensão.

Tal unidade de eu é, para Lacan, um logro. No Istuin eräänä tammikuunloppuäiväna Tiitin kanssa Oli
seminário sobre o eu na teoria de Freud e na técnica de kirpeä pakkasilma, taivas oli kirkas, já aurinko heitti
psicanálise, ao comentar o diálogo de Menon, Lacan lumihangille já tien poikki pieden pitkeä sinisiä
destaca: a clivagem entre o plano do imaginário ou do varjoja.
intuitivo... e a “função simbólica que  não lhe é
absolutamente homogênea, e cuja introdução na Fonte: Kokko apud Nuttall (1996)
realidade constitui um forçamento”.  No mesmo
seminário, numa das muitas vezes em que retorna à
máxima freudiana Wo Es bWar, soll Ich werden- na qual
os pós-freudianos pretenderam ler a necessidade de o A bolha inflacionária e a âncora cambial terão um
eu deslocar o isso-, Lacan afirma que o Es, o isso de impacto imensurável no espírito animal da
Freud, é precisamente o sujeito e qu e “ali onde isso comunidade que lida diretamente com a verdinha.
estava, lá tem de estar o eu.
Fonte: Coutinho (2002)

Para ler, então, precisamos conhecer o gênero textual e seu objetivo. Um anúncio, uma carta, um texto científico, um
horóscopo, um editorial de jornal; cada tipo de texto tem uma finalidade própria: vender um produto, passar uma informação,
relatar um caso, provocar riso, choro etc . Sendo assim, identifique os gêneros textuais a seguir e aponte o que os identifica e o
que se espera encontrar em cada um deles.

ad·min·is·tra·tion (noun) / əd-ˌmi-n ə-ˈstrā-shən/


1 :  performance of executive duties :
management 2 :  the act or process of
administering 3 :  the execution of public
affairs as distinguished from policy-making 4 a
:  a body of persons who administer b often
capitalized  :  a group constituting the political
executive in a presidential government c : a
governmental agency or board 5 :  the term of
office of an administrative officer or body

INDICATIONS: For the temporary relief of minor aches and pains associated with the
common cold, headache, toothache, muscular aches, backaches, for the minor pain of
arthritis, for the pain of menstrual cramps and for reduction of fever.

DIRECTIONS: Adults: Take 1 caplet every 4 or 6 hours while symptoms persist. If pain of
fever does not respond to 1 caplet, 2 caplets may be used but do not exceed 6 caplets in 2
24 hours, unless directed by a doctor. The smallest effective dose should be used.
Gêneros textuais podem ser definidos como a diversidade de textos que ocorrem nos ambientes discursivos de nossa
sociedade, os quais são materializações linguísticas de discursos textualizadas, com suas estruturas relativamente estáveis,
conforme Bakhtin, disponíveis no intertexto para serem atualizados nos eventos discursivos que ocorrem em sociedade.
O bilhete, a piada, os anúncios, a carta ao leitor, a notícia, a crônica, o ensaio, o artigo de opinião, o requerimento, o
editorial, a receita e outros são considerados gêneros textuais.

Atividade

1 – A que gênero pertence cada um dos textos abaixo? O que permite identificá-los?

My Heart
We are thus far separated - but after all one mile is as bad as a thousand - which is a great consolation to
one who must travel six hundred before he meets you again. If it will give you any satisfaction - I am as
comfortless as a pilgrim with peas in his shoes - and as cold as Charity - Chastity or any other Virtue.
From yours
Joe

3
Estratégia 2 – Skimming

É preciso identificar o assunto principal do texto. Quando queremos ler um livro ou assistir a um filme, primeiro,
procuramos saber do que ele trata: é uma aventura? Ação? Drama? Qual a história em geral. Essa informação, que vem
normalmente estampada nas capas dos vídeos, nas orelhas do livro, é essencial para escolha do livro ou do filme. Veja as
sinopses a seguir. Que filme você assistiria? Por quê? Que aspectos influenciaram sua escolha?

CAPITÃO SKY E O MUNDO DE AMANHÃ. De Kerry COMO FAZER UM FILME DE AMOR? De José Roberto
Conran. Com Gwyneth Paltrow e Jude Law. Ficção Torero. Com Denise Fraga, Cássio Gabus. Comédia
Científica. Nova York, final dos anos 30. A repórter Polly Romântica. Um homem e uma mulher se apaixonam. Mas
Perkins descobre que os cientistas mais famosos do há uma sombra sobre esse amor: a estranha morte da
mundo estão desaparecendo. Após a cidade ser atacada esposa dele. Enquanto a história é contada, um narrador
por imensos robôs voadores, ela resolve pedir ajuda ao vai revelando as fórmulas das histórias de amor mais
piloto e aventureiro- e seu antigo namorado- Joseph clichês, mostrando as intenções do autor. A ideia é fazer
“Capitão sky Sullivan e seu fi el ajudante Dex. A missão um Raio-X dos enredos do gênero, revelando suas
principal do grupo é localizar o megalomaníaco Dr. fragilidades. Duração: 1h30.
Totenkopf, que planeja destruir o mundo. Duração: 1h 46. Brasil/2003.
EUA/Inglaterra, 2004. Censura: 14 anos.
Censura: 12 anos.
(adaptação Fonte: Revista Programa, J.B., 12 novembro
de 2004)

Buscar a ideia principal do texto ( skimming) é uma estratégia que envolve uma leitura inicial rápida para sabermos do
que ele trata basicamente.

Atividade

1 – Faça uma leitura do texto a seguir e diga quais são suas ideias centrais. Com base nisso, você se interessaria pelo
assunto?

4
Estratégia 3 – Previsão do assunto

Quando decidimos então ler o texto, normalmente prevemos ou antecipamos o assunto (do que ele trata) utilizando
somente pistas, como gravuras, títulos, subtítulos, diagramas, fotos etc. Prever conteúdos, portanto, é uma estratégia básica
no processo de leitura.
Podemos também antecipar o assunto que vem depois de um parágrafo, de uma frase ou até mesmo de uma palavra.

Atividades

1 – Com base nos títulos e nas ilustrações, você seria capaz de identificar o assunto de cada um dos textos?
Blitz da lei seca vai flagrar quem usa maconha Emprego na indústria recua 1,4% em
e cocaína
2012, diz IBGE

Universidade sem fio

2 – O que você acha que vem depois dos seguintes parágrafos?

CURSO CERTO MINHA BIKE, MEU LAR


Professores de línguas dão dicas para pais escolherem os O francês que atravessou o mundo
melhores cursos de idiomas para seus filhos. pedalando uma bicicleta inicia a etapa
Uma preocupação está tirando o sono de muitos pais na hora brasileira da viagem.
de escolher um curso de línguas para matricularem seus Numa única viagem, o francês Jacques Sirrat,
37 anos, presenciou um tiroteio entre beduínos
filhos. Diante da diversidade de ofertas, a busca pelo curso e policiais no Iêmen, apanhou de policiais
ideal torna-se um desafio. De acordo com especialistas, são sérvios na Bósnia, comeu carne de cobra na
quatro os critérios principais para essa escolha. China e contraiu dengue no Haiti. Mais
surpreendente que a diversidade dos locais
visitados é o meio de transporte escolhido por
Jacques para seguir o roteiro, iniciado há
quatro anos.

3 – E depois dessas frases, o que vem? Marque uma das opções.

3.1. A mãe olhou incrédula para a bagunça que a criança tinha feito.

a) O quarto estava todo desarrumado, os brinquedos no chão, biscoitos espalhados por todos os cantos e as portas do
armário abertas.
b) Ela brincava alegre e tranquila com sua bonequinha nova.
c) A colcha nova havia sido dada pela tia libanesa.

3.2. Podemos pensar em várias razões para se morar na cidade de Santa Marta.

a) Parece que vai chover em Santa Marta.


b) O tempo é aprazível, os habitantes são cordiais e o custo de vida é baixo.
5
c) O prefeito de Santa Marta não tem apoio da população nem mesmo de seu partido.

4 – E depois de...


a) Eu adoro comer arroz com ___________________
b) As lágrimas escorrem pelo ___________________.
c) Foi fácil digitar o texto no seu novo _____________________.

Estratégia 4 – Buscando informações específicas – scanning 

Muitas vezes precisamos procurar por informações bastante específicas dentro de um texto. Quando fazemos isso,
concentramos nossa atenção apenas em identificá-la, ignorando outros detalhes do texto. Essa técnica de leitura, conhecida
como scanning, consiste em correr rapidamente os olhos pelo texto até localizar a informação desejada.

Atividade

1 – Encontre as seguintes informações nos textos da atividade da página 3.

a) Carta: nome do remetente


b) Receita médica: a data em que foi emitida
c) Anúncio: telefone para contato

Estratégia 5 – Inferência contextual

Quando lemos um texto nem sempre entendemos todas as palavras que ali aparecem porque nem todas são
essenciais para sua compreensão. Não nos preocupamos em entender todas as palavras porque conseguimos captar a ideia
principal do texto.
Há, no entanto, textos nos quais encontraremos palavras desconhecidas que são absolutamente essenciais para a
compreensão de sua ideia geral. Logo, tentar captar o sentido delas, mesmo que de forma superficial, é tarefa imprescindível.
Para inferir palavras ou ideias de um texto, podemos utilizar os seguintes recursos:

a) conhecimento prévio (background knowledge) – o conhecimento que o leitor já possui sobre o assunto.


b) contexto semântico (semantic context ) – o significado do texto como um todo
c) contexto linguístico (linguistic context ) – pistas que indiquem se a classe gramatical de uma palavra
d) contexto não-linguístico (nonlinguistic context ) – informações não-verbais
e) conhecimento sobre organização textual (text organization) – pistas contidas no título, subtítulo etc.

Atividades

1 – No texto a seguir, palavras foram substituídas por outras inventadas. Tente descobri-las.

Problema na clamba

Naquele dia, depois de  plomar , fui ver drão a Lucia queria ir comigo lá na clamba. Pensei melhor
grulhar -lhe antes. Mas, na hora de grulhar , vi-a passando na golipesta . Então, me dei conta de que ela
 já tinha programa.
Tomei então a decisão de ir tode. Ao chegar na clamba, tudo bem. Estacionei o zulpinho, pus a chave
na nalute, e desci correndo para aproveitar ao chinta aquele mar  pli sulaplente.
Não parecia haver ninguém na clamba. Finquei a gripe e estendi a bangoula. Estava  pli quieto ali que
até me saltipou. Mas, esqueci-me logo das saltipações pelo prazer de fi car ali. Mais tarde, resolvi
entrar na cleta cristalina. Não sei quanto tempo fi quei nadando, siltando e corristando.
Foi na hora de voltar da cleta que me dei conta de que nem a gripe, nem a bangoula, nem a nalute
estavam onde eu as tinha deixado. As minhas saltipações tinham fundamento. Que fazer?

2  –  Suponhamos que você acaba de receber um cartão-postal de um amigo que está viajando. O cartão pegou chuva e
algumas palavras desapareceram. Tente descobrir que palavra foi apagada em cada lacuna através da previsibilidade
fornecida pelo contexto.

6
Querido _________________________,

A viagem está sendo  __________________ Tenho____


divertido bastante por aqui. Há muitas  ______________  para
fazer durante a noite: vários bares, restaurantes, cinemas e
teatros e  _______________ variedade de shows. A cidade é
 ________________  bonita, com uma geografia encantadora.
Ontem  __________ o Pão de Açúcar com meus primos. A
subida do bondinho dá um  __________ na barriga, mas vale a
pena vencer o medo. A  _________   lá do alto do morro é
fantástica!

Espero  ________   tudo esteja bem aí com vocês. Volto


 __________   uma semana. Um grande abraço e até a
 ________________ 

3 – Deduza o significado das palavras em negrito.

a) He's poolith. He has 8 cars, 3 motorcycles, 5 apartments in New York and many investments around the world.
b) Mary bought apples, bananas, papayas and ghostoes to prepare a fruit salad.
c) The boy brought a rhya to play soccer with his friends. The old one is plown.
d) ln Europe, we visited Italy, Spain and Gendt.
e) My friends sent me a rosk of Corcovado". RJ.
f) The test was really thilty. Majority of students will repeat this semester.
g) Ann put onjeans, a bobboie and a jacket to go to the show.
h) Joanne grew many different culties: roses, violets, daisies and tufipS;i.
i) He was riding a horse when he fell down and broke his sonties. He can't walk for fifteen days.
 j) Call the gummy. There was an accident in Road 209 and the traffic is terrible.
k) Call the ruspy. There are many people hurt in the accident.
l)
Atividades de consolidação

1 – Analise os textos do ANEXO 1 para responder as questões sobre eles.

a) Carta-resposta comercial, identifique:


O nome da firma/destinatário
se endereço está completo ou se há somente caixa postal
se é preciso selar a carta

b) Lista com telefones de serviços de suporte técnico em vários países.


 Que tipos de linhas de telefone são apresentados?
 Há endereços de páginas da Web de diferentes localidades?
 Há endereços para quem quiser enviar correspondência pelo correio tradicional?

c) Cartão-formulário
 Que publicação está sendo oferecida?
 Para assinar a revista, é necessário fornecer o nome? E o e-mail?
7
  A que você acha que “75%” se refere?

d) Lista das melhores impressoras


 Segundo a publicação, qual é a melhor impressora da lista?
 Há comentários gerais sobre impressoras?
 Qual a impressora mais cara? E a mais barata?

e) Página de manual

 Que procedimento está sendo explicado?


 Há especificações sobre procedimentos anteriores?
 O aparelho em questão deve ser instalado em um computador?

f) Índice de revista

 Pelos assuntos contidos no índice, que tipo de revista é esta? Científica? De economia? De variedades?
 Há matérias culturais?
 Quais assuntos no índice lhe interessariam mais?

g) Fragmento de artigo científico

 As embarcações descritas são de que tipo?


 Se feet  significa pés (uma medida), e tons significa toneladas, o que significam length e weight ?
 De acordo com o texto, qual o peso e o comprimento do navio de guerra Leviathan?

h) Receita culinária

 Esta receita é de um alimento doce ou salgado?


 Que cereais fazem parte dos ingredientes da receita?
 Qual o tempo de cozimento sugerido?

Cognatos – Palavras amigas ou inimigas?

Há diversas palavras em inglês e em português que são semelhantes tanto na escrita quanto no significado. Essas
palavras são chamadas cognatas. O grau se semelhança determina se os cognatos são:

a) idênticos: radio, piano, hospital, industrial, total;


b) bastante parecidos: gasoline, inflation, intelligent, population, commercial; e
c) vagamente parecidos: electricity, company, responsibility.
Atividades

1 – Leia o texto identifique os cognatos, sublinhando-os.

WHEN DID THE TERM ‘COMPUTER VIRUS’ ARISE?

Steve White, manager of IBM Reseach’s Massively Distributed System Group, offers some comple mentary information:

The term ‘computer virus’ was coined in the early 1980s. Fred Cohen, then a Ph. D. student at the University of
Southern California, came up with the idea of using self-replicating software, which spreads by attaching itself to existing
programs as a way of attacking the security of multi-user computing systems. He showed the idea to Len Adleman, his thesis
advisor. Adleman pointed out the similarity to a biological virus, which uses the resources of the cell it attacks to reproduce
itself, and the term ‘computer virus’ begin its journey into everyday English.
Since then, computer viruses have mimicked their biological namesakes, spreading digital disease around the world.
And here at IBM Research we are taking inspiration from biological defenses to viruses and creating a kind of immune system

8
for cyberspace, which will be able to find, analyze and eliminate new computer viruses from the world’s computers quickly and
automatically.
ANSWER ORIGINALLY POSTED SEPTEMBER 2, 1997

Alex Haddox is product manager of the Symantec Anti-Virus Research Center, which manufactures Norton Anti-Virus products.
He adds:

The history of the computer virus began in the 1940s, when John von Neumann published a paper called “Theory and
Organization of Complicated Automata”, which documented the possibility of replicating computer programs. John Conway is
credited with creating the first “virus” in the form of a life emulating program called the “Game of Life” in the 1960s. In the 1970s
the first true self-replicating programs, ref erred to as “organisms”, were written as experiments in artificial intelligence on UNIX
systems and used in small, isolated network type games by large research companies.
In 1983 the term ‘virus’ was first coined to describe self -replicating programs by Frederick Cohen and his colleague,
Len Adleman. The first reports of serious damage from a PC virus occurred in 1986; the infection was caused by the “Pakistani
Brain” virus, which was written by two brothers, Basit and Amjad Farooq Alvi, of Lahore, Pakistan.

ANSWER POSTED OCTOBER 19, 2001


Fonte: www.sciam.com/askexpert/computers/computers15/04/11/01
(In: SOUZA, A. G. F. et al. Leitura em Língua Inglesa. São Paulo: Disal, 2005, p. 17)

2 – Releia o texto e cite dois exemplos de palavras que você conseguiu inferir o significado por meio do contexto e outras cinco
cujos significados você já conhecia.

3 – Descreva em poucas palavras o assunto do texto da atividade 1.

4 – Complete o quadro abaixo com informações retiradas do texto anterior.

Quando? Quem? O que fez/fizeram?


1940s Publicou um artigo chamado “Theory and Organization of Complicated
 Automata”, o qual documentou a possibilidade de d uplicação de programas
de computador.

1960s John Conway

Grandes empresas de Desenvolveram os primeiros verdadeiros programas que se autocopiam,


pesquisa conhecidos como “organismos”.

1980s Len Adleman Orientador da tese de Fred Cohen, apontou a semelhança existente entre
o software que se autocopia e o vírus biológico, o qual utiliza recursos da
célula que ele ataca para reproduzir-se.
Criaram o termo computer vírus

1986 Basit & Amjad Farooq Alvi

Cuidado!!! Existem várias palavras muito parecidas com as nossas que não são cognatas, pois têm significado
completamente diferente. Veja alguns exemplos:
Inglês Português Português Inglês
Actual Real Atual Present, current
Advertise Anunciar Advertir Warn
Appointment Encontro, compromisso Apontamento Note
Assist Dar assistência ou ajuda Assistir (freqüentar) Attend
College Faculdade Colégio High school
Commodity Mercadoria Comodidade Comfort
9
Customs Alfândega Costume Habit
Decorate Decorar (ornamentar) Decorar (saber de cor) Memorize
Eventually Finalmente Eventualmente Casually, accidentally
Exquisite Refinado, requintado Esquisito Strange, odd, weird
Pretend Fingir Pretender Intend
Push Empurrar Puxar Pull

5 – Leia o texto e escreva o real significado das palavras em negrito. Use o dicionário, se quiser.

 A DAY AT WORK

In the morning I attended a meeting between management and union representatives. The discussion was very
comprehensive, covering topics like working hours, days off, retirement age, etc. Both sides were interested in an agreement
and ready to compromise. The secretary recorded everything in the notes. Eventually, they decided to set a new meeting to
sign the final draft of the agreement.
Back at the office, a colleague of mine asked me if I had realized that the proposed agreement would be partially
against the company policy not to accept workers that have already retired. I pretended to be really busy and late for an
appointment, and left for the cafeteria. Actually, I didn't want to discuss the matter at that particular moment because there
were some strangers in the office.
After lunch I attended a lecture given by the mayor , who is an expert in tax legislation and has a graduate degree
in political science. He said his government intends to assist welfare programs and senior citizens, raise funds to improve
college education and build a public library, and establish tougher limits on vehicle emissions because he assumes this is
what the people expect from the government.
(Texto extraído do site www.sk.com.br , autor Ricardo Schütz, 1999)

6 – Leia os textos abaixo e responda as perguntas.

A) Localize no texto “Menu” as seguintes informações:

a) a entrada mais barata


10
b) o prato mais caro
c) uma opção para quem prefere frutos do mar
d) itens que um vegetariano poderia escolher

B) Vá ao texto “A walking tour of the Capitol Hill Area” e aponte:

a) o horário das excursões para conhecer o Capítólio, a Biblioteca do Congresso e o Jardim Botânico em julho
b) o número de livros existentes na Biblioteca do Congresso
c) em que circunstância o salão da Corte Suprema não pode ser visto no horário previsto

Double sense words

É comum a todas as línguas a ocorrência de palavras com significado ou função gramatical múltiplos.
Frequentemente este múltiplo sentido em um idioma não tem correspondente em outro. Quer dizer: os termos nem sempre
cobrem as mesmas áreas de significado entre diferentes idiomas. Este fenômeno, também chamado de polissemia, ocorre
com qualquer idioma; assim como o português, o inglês também tem inúmeras palavras de múltiplo significado. Veja alguns
exemplos.
Inglês Primeiro Segundo Inglês Primeiro Segundo
significado significado significado significado
Abstract Abstrato Resumo Individual Individual Indivíduo
Affiliate Filiar-se Determinar Interest Interesse Juros
Paternidade
Affluent Afluente Rico Just Justo Apenas
Ambulant Paciente de Capaz de Caminhar Legend Legenda Lenda
Ambulatório
Apology Apologia Desculpas Letter Letra Carta
Application Aplicação Requerimento Match Ligar (Relacionar) Partida (Jogo)
Apply Aplicar Inscrever-se Major Major Principal
Argument Argumento Discussão Manifest Manifesto Óbvio
Arm Arma Braço Mark Marca Nota
Bachelor Bacharel Solteiro Mass Massa Missa
Balance Balança Equilíbrio Matter Matéria Assunto
Ball Bola Baile, Bala (projétil) Medicine Medicina Remédio
Bar Bar Barra Move Mover Mudar
Bat Bastão de beisebol Morcego Observe Observar Celebrar
Cancel Cancelar Carimbar Official Oficial Autoridade
Capital Capital Maiúscula Oil leo Petróleo
Case Caso Estojo Operator Operador Telefonista
Cell Célula Cela Order Ordem Pedido
Character Caráter Personagem, Park Parque Estacionar
caractere
China China Porcelana Period Período Menstruação
Class Classe Aula Plant Planta Fábrica
Classified Classificado Confidencial Principal Principal Diretor da escola
Club Clube Taco de golfe Pupil Pupila Aluno
Coll Fresco Legal Race Raça Corrida
Collect Colecionar Cobrar, coletar Rare Raro Mal passado
(carne)
Compass Compasso Bússola Record Recorde Gravar
Confirmed Confirmado Inveterado Rest Resto Descansar
Consistent Consistente Compatível Retire Retirar Aposentar
Content Contente Conteúdo Roll Rolo Lista
Date Date Tâmara, Encontro Save Salvar Economizar
Directory Diretoria Lista telefônica Scale Escala Balança
Easy Fácil Em Paz / Sequel Sequela Sequencia
Confortável
Effective Efetivo Verdadeiro Spectacles Espetáculos culos
Entertain Entreter Receber visitas Spirits Espíritos Bebida alcóolica
Faculty Faculdade (mental) Corpo Docente Story Estória Pavimento, andar
Figure Figura Número Subject Sujeito Assunto
Fix Fixar Consertar To Play Jogar/ Brincar Tocar / Imitar
General General Geral Turkey Turquia Peru

11
Atividades

1 – Assinale o significado correto das palavras em destaque nas sentenças:

a) I need to cancel your documents.


( ) cancelar ( ) carimbar
b) She is the principal of the school.
( ) diretora ( ) principal
c) His mark was terrible.
( ) marca ( ) nota
d) The operator (a) gave me the wrong number of the plant (b).
( ) operador ( ) telefonista / ( ) planta ( ) fábrica
e) We are lost. We need a compass now.
bússola ( ) compasso
f) He is the most famous bachelor of the party.
( ) bacharel ( ) solteirão
g) Do you know the capital (a) of China (b)?
( ) capital ( ) principal / ( ) porcelana ( ) China
h) Brasilia is the capital of Brazil.
( ) capital ( ) maiúscula
i) I use capital letter to write my name.
( ) capital ( ) maiúscula
 j) I appreciate Chinese china.
( ) porcelana ( ) China
k) John collects caps.
( ) coleciona ( ) cobra

2 – Dê os respectivos significados das palavras repetidas em cada segmento:


a) Mike is not married. He is a bachelor .
b) He finished the college last year. Now, he is a bachelor in Biology.
c) We have a directory in order to look for the telephone numbers of the students. This directory is in the directory of
the school.
d) The character of this film has a bad character .
e) You have to write the names of the capitals with capital letters.

12
Non-verbal communication – images speak for themselves

Informação não verbal é toda informação fornecida por meio de


figuras, gráficos, tabelas, mapas etc. É possível obter por meio deles
informações que necessitamos ou desejamos.
Muitos textos combinam informações verbais e não verbais.
Não raro, a leitura do texto passa a ser apenas para a confirmação
daquilo que se depreendeu das informações não verbais.

Atividades

1  –  Leia o texto ao lado com base nas informações não-verbais


apresentadas e nas outras estratégias de leitura que você já aprendeu.

2 – O que significam esses símbolos?

13
Keywords – Palavras-chave

As palavras são imprescindíveis para a compreensão do texto porque têm relação direta com o assunto tratado. Tais
palavras são de fácil identificação, pois uma de suas características é a repetição ao longo do texto. Além disso, são em geral
substantivos ( nouns).

Atividade

1 – Reconheça no texto abaixo as palavras-chave ( keywords). Em seguida, responda as perguntas.

WHAT IS A BROWSER, AND WHAT BROWSERS ARE AVAILABLE?

A browser is a software program used to access and display pages and files on the web. Browsers require a
connection to the Internet (e.g., through a cable modem, a direct Ethernet connection, or a modem).
Popular web browsers include the following: Mozilla Firefox, Netscape, Internet Explorer, and Safari Mozilla Firefox,
Internet Explorer, Netscape, and Safari are graphical web browsers that can access text, graphics, sound, and other media.
These browsers offer a graphical user interface in which you use a mouse to navigate. Firefox, Internet Explorer, and
Netscape are available for both Windows and Macintosh computers; Safari is available only for MacOS X.
Firefox is available to Indiana University users in all of the Student Technology Centers (STCs). Netscape and Internet
Explorer are available in the Windows STCs; Safari is available in the Macintosh STCs. All are available via IUware at:
http://iuware.iu.edu/

a) O que é um Browser e para que é usado?


b) De acordo com o texto, quais são os Browsers mais populares?
c) O que estes browsers oferecem?
d) Para onde o Firefox está disponível?
e) Para onde o Safari está disponível?
f) Qual é o tipo de texto?
g) Circule todas as palavras cognatas no texto.
h) Relacione todas as palavras familiares do texto e dê a tradução.

Grupos nominais

Grupos nominais são grupos de palavras, compostos por duas ou mais palavras que estão relacionadas entre si,
sendo que uma é a palavra principal; o substantivo (núcleo), e as outras são os modificadores; palavras que caracterizam o
substantivo.
Veja os exemplos: Electric Energy (Energia Elétrica) / Private Investors (Investidores Privados) / State
Government (Governo Estadual).
Observe que nos grupos nominais em Inglês a palavra principal, ou seja, o substantivo (núcleo) é sempre a última
palavra do grupo, ao passo que em português nós começamos o grupo com ela.
Os grupos nominais podem ter mais de um modificador: Red Cross Emblem (Emblema da Cruz Vermelha).

Atividades

1 - Várias siglas são iniciais de grupos nominais. Você saberia dizer o que cada sigla significa?

a) VIP =
b) WTC =
c) NASA =
d) USA =
e) FBI =
f) ADSL =
g) CPU =
h) LAN =
i) RAM =
 j) WWW =
k) HTML =

14
2 – Leia o texto abaixo para responder as perguntas.

A HISTORY OF THE COMPUTER: NETWORK

Timesharing, the concept of linking a large number of users to a single computer via remote terminals, is developed at MIT in
the late 50s and early 60s.
1962: Paul Baran of RAND develops the idea of distributed, packet-switching networks.
ARPANET goes online in 1969.
Bob Kahn and Vint Cerf develop the basic ideas of the Internet in 1973.
In 1974 BBN opens the first public packet-switched network - Telenet.
A UUCP link between the University of North Carolina at Chapel Hill and Duke University establishes USENET in 1979. The f irst
MUD is also developed in 1979, at the University of Essex.
TCP/IP (Transmission Control Protocol and Internet Protocol) is established as the standard for ARPANET in 1982.
1987: the number of network hosts breaks 10,000.
1989: the number of hosts breaks 100,000.
Tim Berners-Lee develops the World Wide Web. CERN releases the first Web server in 1991.
1992: the number of hosts breaks 1,000,000.
The World Wide Web sports a growth rate of 341,634% in service traffic in its third year, 1993.
The main U.S. Internet backbone traffic begins routing through commercial providers as NSFNET reverts to a research
network in 1994.
The Internet 1996 World Exposition is the first World's Fair to be held on the internet.

a) Quando a ARPANET foi ao ar?


b) O que fizeram Bob Kahn and Vint Cerf?
c) Escreva um parágrafo informando o assunto tratado no texto?
d) O que é TCP/IP em inglês? Traduza para o português.
e) Identifique pelos menos 5 grupos nominais no texto e traduza-os.

Referência pronominal

A referência pronominal é um dos recursos utilizados para dar coerência à língua, fazendo uma interligação lógica
entre as orações que compõem um texto. Assim, em vez de repetir algo mencionado anteriormente, podemos utilizar
elementos de referência como os pronomes.
Vejamos os pronomes que podem ajudar a compreender a ligação entre os elementos de referência e as palavras
que eles substituem.
Subject Pronouns Object Pronouns Possessive Adjectives Possessive
I Me My Mine
You You Your Yours
He Him His His
She Her Her Hers
It It Its Its
We Us Our Ours
You You Your Yours
They Them Their Theirs

Pronomes Demonstrativos:
This este, esta, isto
These estes, estas
That esse, essa, isso, aquele, aquela, aquilo
Those esses, essas, aqueles, aquelas

PRONOMES RELATIVOS
Who/That (Para pessoas)
e.g. He is the system analyst who/that prepares instructions.

Which/ That (Para coisas)


e.g.This is the manual which/that you need
15
Pronomes Interrogativos  – usados em perguntas  – who, what, which, where, when, how

Who do you think you are?


What are you doing?
Which color do you prefer, red or yellow?

Atividades

1 – Read the text and answer the questions.

What is inside a PC system?

Processing

The nerve centre of a PC is the processor , also called the CPU, or central processing unit. This is built into a single chip
which executes program instructions and coordinates the activities that take place within the computer system. The chip itself is
a small piece of silicon with a complex electrical circuit called an integrated circuit.
The processor consists of three main parts:

a) The control unit examines the instructions in the user’s progr am, interprets each instruction and causes the circuits
and the rest of the components  – monitor, disk drives, etc  – to execute the functions specified.
b) The arithmetic logic unit (ALU) performs mathematical calculations and logical operations.
c) The registers  are high-speed units of memory used to store and control data. One of the registers (the program
counter, or PC) keeps track of the next instruction to be performed in the main memory. The other (the instruction
register, or IR) holds the instruction that is being executed.

The power and performance of a computer is partly determined by the speed of its processor. A system clock sends out
signals at fixed intervals to measure and synchronize the flow of data. Clock speed  is measured in gigahertz (GHz). For
example, a CPU running at 4GHz (four thousand million hertz, or cycles per second) will enable your PC to handle the most
demanding applications.

RAM and ROM

The programs and data which pass through the processor must be loaded into the main memory in order to be processed.
Therefore, when the user runs a program, the CPU looks for it on the hard disk and transfers a copy into the RAM chips. RAM
(random access memory) is volatile  – that is, its information is lost when the computer is turned off. However, ROM (read
only memory) is non-volatile, containing instructions and routines for the basic operations of the CPU. The BIOS (basic
input/output system) uses ROM to control communication with peripherals.
RAM capacity can be expanded by adding extra chips, usually contained in small circuit boards called dual in-line memory
modules ( DIMMs).

Buses and cards

The mains circuit board inside your system is called the motherboard  and contains the processor, the memory chips,
expansions slots, and controllers for peripherals, connected by buses  –  electrical channels which allow devices inside the
computer to communicate with each other. For example, the front side bus carries all data that passes from the CPU to other
devices.
The size of a bus, called bus width, determines how much data can be transmitted. It can be compared to the number of lanes
of a motorway  – the larger the width, the more data can travel along the bus. For example, a 64-bit bus can transmit 64 bits of
data.
Expansion slots allow users to install expansion cards, adding features like sound, memory and network capabilities.

a) Traduza o primeiro parágrafo.


b) Quais são as três partes que formam um processador?
c) Qual a diferença entre as memórias RAM e ROM?
d) O que são “expansion slots”?
e) Na frase “This is built into a single chip...” (1º parágrafo), a que se refere o pronome demonstrativo “this”?

16
f) Qual a referência do pronome “which” e “that”, respectivamente, em “(...) which executes program instructions and
coordinates the activities that take place within the computer system?
g) Em “the speed of its processor”, a que se refere o pronome possessivo “its” (2º parágrafo)?
h) Em “your PC” (2º parágrafo), a que se refere o pronome possessivo?
i) Na seção intitulada “RAM and ROM”, qual é a referência para o pronome “it” em “the CPU looks for it on the hard disk
and...”?
 j) “It can be compared to the number of lanes of a motorway” está na seção sobre “buses and cards”. A que se refere o
pronome “it”?

2 – Complete com who ou which:

a) I met a woman who can speak six languages.


b) What´s the name of the man ________ lives next door?
c) What´s the name of the river ________ flows through the town?
d) Where is the picture ________ was hanging on the wall?
e) Do you know anybody _______ wants to buy a car?
f) You always ask questions _______ are difficult to answer.
g) I have a friend _________ is very good at repairing cars.
h) I think everybody ________ went to the party enjoyed it a lot.

3 – Classifique os pronomes grifados e indique as respectivas palavras a que eles se referem:

a) Most people are happy in their jobs.


b) Mr. Baker lives in London. His son lives in Australia.
c) Where are the tickets? I can´t find them.
d) We are going out. You can come with us.
e) Margaret likes music. She plays the piano.
f) Ann is going out with her friends tonight.
g) I like tennis. It is my favorite sport.
h) I am talking to you. Please, listen to me.

Marcadores de substantivos

Substantivo é a palavra que designa pessoa, lugar, objeto, evento, substância.


É possível localiza-la no texto prestando atenção em certas palavras que acompanham os substantivos.
Empregam-se geralmente antes de substantivos:
Pronomes Demonstrativos: Quantidades Pronomes Possessivos adjetivos
This este, esta, isto Many muitos, muitas My Meu, minha, meus, minhas
These estes, estas (a) few poucos, poucas Your seu, sua, seus, suas
That esse, essa, isso, aquele, much muito, muita His dele (para pessoa)
aquela, aquilo (a) little pouco, pouca Her dela (para pessoa)
Those esses, essas, aqueles, some algum, alguns, alguma, algumas Its dele, dela (para coisas ou animais
aquelas any qualquer, quaisquer Our nosso, nossa, nossos, nossas
every todo, toda, todos, todas, cada Their deles, delas
a lot of muito (a), muitos (as)
 Artigos
Definido: THE = o, a, os, as Numerais Cardinais:
Indefinido: A, AN = um, uma One, two, three, etc.

Atividades

1 – Tendo como base o anúncio abaixo, responda as questões.

a) Encontre 5 marcadores de substantivos e transcreva-os, bem como os substantivos aos quais eles se referem.
b) Transcreva 3 grupos nominais e traduza-os.
c)  A que se refere o pronome “it” em “... and make it as effective as possible”?
d) Traduza o texto.
17
Formação de palavras – Prefixos e sufixos

Algumas palavras que aparecem nos textos demandam um pouco mais de atenção para inferi-las e reconhecê-las
durante a leitura. São as chamadas palavras derivadas, ou seja, palavras que apresentam componentes denominados
genericamente de afixos  – que podem ser prefixos ou sufixos. Sufixos e prefixos podem ser acrescentados às palavras dando-
lhes novos significados e, quase sempre, alternando sua classe gramatical.
Prefixos
1) Alguns indicam negação (dis-, il-, im-, in-, ir-, un-): disaprove, illegal, impossible, insecure, ir regular, unidentified.
2) Outros são usados com o sentido de demais, em excesso (over-): over tired, over work¸over use, over weight.
3) Já o prefixo under- significa o oposto, isto é, menos que o necessário ou desejado: under dressed, under estimate,
under achive.
4) O prefixo mis- indica a ideia de erro: misconduct, misunderstanding.

Sufixos
1) Alguns formam verbos (-ify, -ize/-ise, -en): simplify, centralize, modernize, darken
2) Outros formam substantivos (-al, -ance/-ence, -ee, -er/-or, -ist/-yst, -ness, -ion/-tion, -ment, -ity, -ism, -dom, -ship, -
hood, etc): approval, performance, preference, trainee, player, actor, scientist, analyst, darkness, education,
communication, equipment, university, realism, freedom, friendship, brotherhood.
3) Há os que formam adjetivos (-able/-ible, -al, -ful): admirable, terrible, national, beautiful.
4) E o que forma os advérbios (-ly): dayly, carefully, constantly.

Atividades
1 – Encontre no diagrama abaixo os equivalentes em inglês das seguintes palavras:

18
não-atraente / infelicidade / coautor / desonesto / inesquecível / supermercado / governo / imoral / internacional /
invisível / psicologia / informação / investimento / líder

2 – Todas essas palavras são compostas de uma raiz mais afixo (prefixo/sufixo). Classifique-as conforme a tabela:

Prefixo Raiz Sufixo


un forget(t) able
--- invest ment

Tempos verbais

1) Presente simples
I have a computer. I don’t have a computer. Do I have a computer?
You develop computer programs. You don’t develop computer programs. Do you develop computer programs?
She has a modern PC. She doesn’t have a modern PC. Does she have a modern PC?
He works with computers. He doesn’t wor k with computers. Does he work with computers?

2) Presente contínuo
I’m reading a book. I’m not reading a book. Am I reading a book?
He’s writing a program. He isn’t writing a program. Is he writing a program?
They’re studying. They aren’t studying. Are they studying?

3) Passado simples
I lived in London for 12 years. I didn’t live in London for 12 years. Did I live in London for 12 years?
She worked as a teacher. She didn’t work as a teacher. Did she work as a teacher?
We went to Salvador. We didn’t go to Salvador. Did we go to Salvador?

4) Passado contínuo
I was shining when I took the photo.
He was drinking a coffee when the disaster happened.
You were at home while I was at work.

5) Futuro
5.1. will
I’ll see you next week.
She’ll give me a hand.

5.2. am/is/are + going to…


I’m going to travel next week.
She is going to take care of the baby for me.
We are going to leave the class earlier.

6) Presente perfeito
I have finished.
She has finished.
19
They haven’t finished.
He hasn’t finished.

7) Imperativo
Repair the terminal.
Don’t press this button.
Let’s go.

8) Verbos modais
8.1 Can/Could
Could you open the door for me, please?

8.2 Must
Fish must live in water.
You mustn’t tell my secret to other people.

8.3 May/Might
Paul may be in the office.
Paul might be in the office.

8.4 Should
Are you cold? You should take some aspirins.

Atividades
1 - Traduza as seguintes sentenças para o português.

a) We might have several problems in case inflation rises sharply.


b) They can manufacturer high-tech equipment, but they may have problems to ship it.
c) How much should we purchase from that supplier?
d) A foreign company can encourage its employments to study languages.
e) We mustn`t do this because it`s against the laws.
f) Some terms may be included in such exemptions.
g) She must be in trouble in the traffic because she never comes to work late.
h) People should be in contact with a foreign language more often, otherwise they won`t memorize new
vocabulary and structures.
i) Companies should develop equipment, processes and goods that are “ecologically clean”.

2  –  Sublinhe os verbos do texto abaixo e tente apontar qual o tempo verbal usado (presente, passado, futuro, modal). Em
seguida, responda as questões.

WHAT´S AN ALGORITHM?

An algorithm is a sequence of instructions that tells how to solve a particular problem. Once the problem has
been identified, the next step is to select the best method for solving it. If the problem is a familiar one,
standardized algorithms may be available from program libraries. But if standard algorithms are not available or
suitable, a new algorithm must be written and then added to the program library. An algorithm must be specified
exactly, so there can be no doubt about what to do next, and it must have a finite number of steps. A computer
program is an algorithm that is written in a language that a computer can understand, but the same algorithm
could be written in several different languages.

a)  A classificação da palavra “solving ” é:


( ) substantivo (solução)
( ) gerúndio (resolvendo)
( ) particípio (resolvido)
( ) verbo/infinitivo (resolver)

20
b) O pronome “it ” (última palavra) refere-se a:
( ) Problem
( ) Identified
( ) Select
( ) method

c) Observando o uso do verbo modal “must” a tradução apropriada da sentença “it must have a finite number of steps”,
é:
( ) ele (algoritmo) poderia ter um número finito de passos.
( ) ele (algoritmo) não precisa ter um número finito de passos.
( ) ele (algoritmo) deve ter um número finito de passos.
( ) ele (algoritmo) não pode ter um número finito de passos.
( ) ele (algoritmo) talvez tenha um número finito de passos.

3 – Copy the exercises from the board.

Referências

CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima gramática da língua portuguesa. 43 ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional,
2000.
ESTERAS, Santiago Remacha. Infotech english for computer user's – student's book. São Paulo: Cambridge, 2003.
PEIXOTO, Jorge. Curso básico de inglês. Faculdade São Mateus. Porto Velho, RO.
Apostila inglês instrumental – Informática – CEDERJ.
http://hermes.ucs.br/cchc/dele/ucs-produtore/pages/sobregeneros.htm
http://www.paratexto.com.br/document.php?id=2533
Variados sites.

ANEXO 1

21
22
23
24
25
26