Você está na página 1de 1

Resenha sobre o seminário: “Os Quatro Pilares da Educação”

A Educação deve ser considerada como alicerce da sociedade. Uma sociedade com fundamentos
sólidos tende a permanecer, cumprindo sua função primordial de oferecer condições para a vida.

Como forma de embasar a importância da educação como sustentáculo da vida como a


conhecemos, Jacques Delor organizou para a UNESCO o relatório da Comissão Internacional sobre
Educação para o século XXI, intitulado: “Educação, um Tesouro a descobrir“ (1996), em que se
exploram “Os Quatro Pilares da Educação”. São eles: aprender a conhecer, aprender a fazer,
aprender a conviver e aprender a ser.

A turma de Didática, do 2º período diurno do curso de Psicologia do CES/JF, organizou um


seminário onde os 4 pilares da educação foram debatidos sob a ótica dos graduandos, utilizando de
dados educacionais previamente levantados e experiências pessoais compartilhadas entre os
participantes. Dois grupos foram formados para elucidar as nuances dos quatro pilares da
Educação, sendo tratados de maneira discursiva e expositiva, com comentários livres e propostas
de problematização.

Sobre o pilar: “aprender a conhecer”, os participantes concordaram sobre a necessidade de que o


educador esteja consciente de que a aquisição de novos conhecimentos é um processo
ininterrupto, bilateral e essencial para o bom desenvolvimento da docência, visando uma constante
percepção do mundo, das realidades e da diversidade em que o contexto educacional se
desenvolve.

“Aprender a fazer” foi entendido, como a busca de um comportamento proativo da parte do


educador, sempre inovando em seu modus operandi, explorando novas técnicas para gerenciar o
processo de aprendizagem, agindo como um catalisador de informações, um facilitador e promotor
de uma consciência coletiva voltada para a aquisição e processamento funcional do conhecimento.

“Aprender a conviver” fez com que o grupo voltasse os olhos para as diferenças socioculturais entre
os sujeitos do ambiente educacional e a palavra-chave que resumiu o debate foi: TOLERANCIA! Um
convite a ver o outro com os olhos do outro, a desenvolver empatia, buscar constantemente a
coexistência e a convergência de opiniões e valores, incentivando o diálogo e o respeito mútuo.

E ao final, como um resumo dos 3 pilares, o 4º pilar é “aprender a ser”, uma busca incessante para
concretizar todos os elementos que fazem com que educador e educando se complementem,
formando um círculo onde a vivência do aprendizado seja efetivo, continuo e cujo resultado seja o
fortalecimento da própria sociedade, em seus alicerces, plantados no intimo do coração humano.