Você está na página 1de 5

Apresentação:

Boa tarde, meu nome é Thiago Rafael e junto do Pedro Henrique, iremos apresentar
de maneira um pouco resumida a produção de acido cítrico.
Sumario:
Nós iremos seguir esse roteiro, primeiramente falando um pouco sobre o acido cítrico,
suas propriedades, um pouco da sua historia, de suas aplicações,

Ácido Cítrico, também conhecido como citrato de hidrogênio, de nome oficial Acido 2-
hidroxi-123-propanotricarboxilico , é um acido orgânico fraco, que pode se encontrar nos
citrinos. Presente na maioria das frutas, sobretudo nos citricos, como o limão e a laranja, sua
formula química é c6h8o7, é um dos produtos de fermentação mais produzidos do mundo.
É usado como conservante natural, sendo conhecido também como acidulante INS 330
pelo Sistema Internacional de Numeração, dando um sabor acido e refrescante na preparação
de alimentos e bebidas.
É considerado “GRAS” (geralmente reconhecido como produto seguro) pela U.S. FAD
(é uma agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos,)
e aditivo alimentício seguro pelo Experts Committe de FAO/WHO (A Organização das Nações
Unidas para a Alimentação e a Agricultura)
Esta presente em todas as células vivas que necessitam de compostos de carbono
como fonte de energia; é um metabolito normal no organismo humano sendo quase
completamente metabolizado quando consumido.

As propriedades físicas do ácido cítrico estão resumidas na Tabela .


De massa molar 192.12 g/mol é encontrado sob o estado sólido em temperatura
ambiente, de cor branca ou cristalina, sem cheiro ,de sabor azedo, tem como caracateristica a
alta solubilidade, sendo completamente solúvel em água, biodegradável, de baixo ponto de
fusão, atóxico, não inflamável.
Ação sequestrante de íons metálicos, que previne reações indesejáveis de oxidação,
formação de cor e aromas em produtos alimentícios.

A descoberta do ácido cítrico é atribuída ao alquimista islâmico Jabir Ibn Hayyan no oitavo
século depois de Cristo.

• O ácido cítrico foi o primeiro ácido isolado em 1784 pelo químico sueco Carl Wilhelm
Scheele, que o cristalizou a partir do sumo do limão.

• A produção comercial deste compos to teve início na Inglaterra por volta de 1826, a
partir do citrato de cálcio italiano derivado do suco de limão, porém o comércio era
monopolizado por um cartel italiano com preço elevado. Outras fontes de obtenção de
ácido cítrico começaram então a ser pesquisadas, como por via química e
microbiológica

• 1880 - o farmacêutico francês LouisEdouard Grimaux e Roger Adams sintetizaram


ácido cítrico a partir do glicerol

• 1893 - Descoberta do acúmulo de ácido cítrico . O botanico e químico alemão


Wehmer, descobriu que o Penicillium sp possuía a capacidade de acumular este ácido
durante seu cultivo. No entanto, esse processo industrial não teve êxito devido aos
proble mas de contaminação e longo período de fermentação

• 1922 - Molliard descobriu que as culturas de A. niger produziam ácido cítrico sob
condições de deficiência de fosfato no meio de cultura

Atualmente, predomina a síntese do ácido cítrico por via fermentativa, principalmente o


processo submerso, a partir de melaços de cana-de-açúcar e de beterraba, empregando o
fungo Aspergillus niger. Esse processo é responsável por mais de 90% da produção, uma vez
que é mais econômico e simples que a via química.
uma produção global de mais de 1,6 milhões de toneladas, sendo que a demanda por este
produto cresce cerca de 3% a 5% a cada ano. Cerca da metade da produção mundial ocorre na
China

Alimentos e bebidas (64 %) como aromatizante

Detergentes e produtos de limpeza (22 %)

Produtos farmacêuticos e nutricionais (12 %): em produtos efervescentes; anticoagulante

Outras aplicações (2 %): estanhagem, preparo de corantes e resinas

Na Indústria de alimentos é utilizado em larga escala como aditivo ( acidulante e antioxidante)


por apresentar sabor agradável, baixíssima toxicidade e alta solubilidade. É empregado na
fabricação de refrigerantes, sobremesas, conservas de frutas, geléias, doces e vinhos. Também
utilizado na composição de sabores artificiais de refrescos em pó e na preparação de
alimentos gelatinosos.

Entre suas aplicações na industria farmacêutica estão a de anti-coagulante (em trasnfusao


sanguinea) e seu emprego na fabricação de produtos efervecentes.

Na industria de cosméticos é suado para ajustar o pH de loções adstringentes, como


sequestrante e em cremes de lavagem (“rinse) e fixadores de cabelo.

É também empregado como agente sequestrante em galvanoplastia em, curtumes e na


reativação de poços de petróleo,.
Flavorizantes ou saborizantes são substâncias que adicionada a um alimento lhe confere ou
intensifica um sabor e aroma. BEBIDAS NÃO CARBONATADAS

acidulante segundo a ANVISA é um produto capaz de aumentar a acidez de um alimento ou


conferir a ele sabor ácido. Bebidas; Geléias, Compotas e Conservas; (papinha da Nestlé)

Conservantes são substâncias químicas adicionadas a um produto com o propósito de


aumentar o seu tempo de vida útil, protegendo-o de bactérias, fungos, leveduras e quaisquer
tipos de organismos ou reações químicas que possam tornar o item impróprio para o uso.

Os antioxidantes são por definição moléculas que inibem o processo de oxidação de outras
moléculas. Óleos e Gorduras; Alimentos Congelados

Microrganismos

Ao longo dos anos um grande número de microrganismos foi usado para a produção de ácido
cítrico. A excreção de ácido cítrico é um fenômeno que ocorre em bactérias, leveduras e
fungos.

As bactérias Arthorobacter paraffineus e Corynebacterium produzem ácido cítrico em meio


que contém hidrocarbonetos como fonte de carbono

As leveduras apresentam uma desvantagem em relação aos fungos, que é a produção


simultânea de ácido cítrico e isocítrico, este último um subproduto indesejável.

Atualmente, o fungo Aspergillus niger é o principal organismo empregado para a produção


comercial.
As principais vantagens no seu uso são as facilidades de manipulação, sua habilidade de
ermentar uma grande variedade de matérias primas de baixo custo e produzir rendimentos
elevados de acido cítrico. Alem disso, é considerado “GRAS” (geralmente reconhecido como
um produto seguro) pela FAO, o que é bastante importante na produção de acido citrico
utilizndo este microorganismo.

O aspergillus Níger faz parte dos fungos filamentosos que constituem um grupo de micro-
organismos aeróbios fisiologicamente diversos. Estes fungos podem se desenvolver em meios
liquidos e sólidos. Em seu a,biente natural são encontrados frequenmente em superfície de
lioquidos e sólidos de tal maneira que uma grande parte de suas hfas são aéreas.

É um fuingo ascomiceto imperfeito (classe dos fungos mitosporicos) possui coloracao preta,
tendo uma grande variedade de cepas e subespécies.

O aspergillus Níger é considerado GRAS ( geralmente reconhecido com seguro) pela FAO, o que
é bastant importante na produção de acido citrico utilizando esse microorganismo.

Estas se apresentam inicialmente de cor branca, posteriormente passando a verde,


amarela, castanha ou negra.