Você está na página 1de 731

702 Paulo Lépore

COMENTARIOS Alternativa "c": esse é justamente o cerne da ques-


tão, pois não foi modificada a forma de acumulação de
Alternativa certa: letra "e" (a questão pede a cargos, muito menos vedada.
"incorreta"): ao servidor ocupante, exclusivamente, de
Alternativa "d": o Teto limita a acumulação de car-
cargo em comissão, declarado em lei de livre nomeação
gos, não impede.
e exoneração, será assegurado o regime geral de pre-
vidência social, conforme art. 40, § 13, da CF, indepen-
dentemente do tempo de efetivo exercício. 02. (EJEF - Notárlo-MG/2011) Nos termos da Cons-
tituição da República de 1988, os seguintes direitos
Alternativa "a": os princípios da legalidade, da
dos trabalhadores urbanos e rurais foram estendidos
impessoalidade, da moralidade, da publicidade e da
expressamente aos servidores públicos, EXCETO
eficiência deverão ser obedecidos pela administração
pública direta e indireta de qualquer dos poderes da a) a proteção do mercado de trabalho da mulher,
União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, mediante incentivos específicos, nos termos da lei.
consoante art. 37, caput, da CF.
b) o adicional de remuneração para as atividades
Alternativa "b": as pessoas jurídicas de direito penosas, insalubres ou perigosas, na forma da lei.
público e as de direito privado prestadoras de serviços
c) a duração do trabalho normal não superior a oito
públicos responderão pelos danos que seus agentes,
horas diárias e quarenta e quatro semanais, facul -
nessa qualidade, causarem a terceiros, assegurado o
tada a compensação de horários e a redução da jor-
direito de regresso contra o responsável no caso de dolo
nada, mediante acordo ou convenção coletiva de
ou culpa (art. 37, § 6°, da CF).
trabalho.
Alternativa "c": a investidura em cargo ou
d) a remuneração do serviço extraordinário superior,
emprego público depende de aprovação prévia em
no mínimo, em cinquenta por cento à do normal.
concurso público de provas ou de provas e títulos, de
acordo com a natureza e a complexidade do cargo
COMENTARIOS
ou emprego, na forma prevista em lei, ressalvadas as
nomeações para cargo em comissão (art. 37, li, da CF). O Nota do autor: o assunto central da questão são
Alternativa "d": os cargos em comissão destinam- os direitos dos servidores públicos, que foram expressa-
-se apenas às atribuições de direção, chefia e assessora - mente concedidos à semelhança do art. 7° da CF, com o
mento (art. 37, V, da CF). advento da emenda 19 de 1998. Notem que nem todos
foram assegurados, devendo o candidato ter domínio
dos artigos que versam sobre a Administração Pública.
$ NOTÁRIO E RECil5TRADOR Alternativa correta: letra "b": o previsto no inciso
XXlll do art. 7 não foi estendido aos servidores munici-
pais, como pode ser verificado no art. 39, § 3° da CF.
01. (Vunesp- Noti\rio-SP/2012) Tomando por referên-
cia o texto original da Constituição Federal em compa- Alternativa "a": a proteção do mercado de tra-
ração com as modificações introduzidas pelas emendas balho da mulher, mediante incentivos específicos, nos
constitucionais nºs 41, de 2003, e 47, de 2005, pode-se termos da lei, prevista no inciso XX do art. 7° está elen-
afirmar corretamente que cada nos direitos estendidos aos servidores públicos,
conforme previsto no art. 39, § 3° da CF.
a) é vedado ao pensionista receber subsídios ou
vencimentos. Alternativa "e": a duração do trabalho normal não
superior a oito horas diárias e quarenta e quatro sema-
b) as hipóteses de acumulação de cargos não foram
nais, facultada a compensação de horários e a redução
modificadas pelas emendas.
da jornada, mediante acordo ou convenção coletiva de
c) é vedado ao servidor acumular vencimentos com trabalho, prevista no inciso XIII do art. 7° está elencada
proventos. no art. 39, § 3° da CF.
d) o teto constitucional da remuneração dos servido- Alternativa "d": a remuneração do serviço extra-
res impede a acumulação de cargos. ordinário superior, no mínimo, em cinquenta por cento
à do normal, prevista no art. 7°, inciso XVI, foi estendida
COMENTARIOS aos servidores públicos, de acordo com o § 3° do art. 39
da CF.
Alternativa correta: letra "b": as emendas cita-
das versam sobre a administração pública e o sobre o
regime da previdência social, não mencionando nada 03. (EJEF - Notário-MG/2011) Analise os enunciados
sobre a acumulação de cargos. seguintes.

Alternativa "a": não nos textos das emendas 1. Os vencimentos dos cargos do Poder Legislativo e
nenhuma vedação ao pensionista receber subsídios ou do Poder Judiciário não poderão ser superiores aos
vencimentos. pagos pelo Poder Executivo.
Capítulo IX - Administração Pública 703

li. Os vencimentos dos cargos do Poder Executivo e do poderá ser ampliada mediante contrato, cabendo
Poder Legislativo não poderão ser superiores aos exclusivamente à lei dispor sobre a matéria.
pagos pelo Poder Judiciário.
COMENTÁRIOS
Ili. A administração fazendária e seus servidores fiscais
terão, dentro de suas áreas de competência e juris- Alternativa correta: letra "c": a alternativa coa-
dição, precedência sobre os demais setores admi- duna com o positivado no art. 37, XVIII, da CF.
nistrativos, na forma da lei.
Alternativa "a": na verdade, o que diz o texto legal,
IV. A administração fazendária e seus servidores fiscais previsto no art. 37, V, da CF é que as funções de con-
terão, dentro de suas áreas de competência e juris- fiança destinam-se apenas às atribuições de direção,
dição, precedência sobre os demais setores admi- chefia e assessoramento.
nistrativos do Poder Executivo.
Alternativa "b": na verdade o que está previsto no
Quanto aos enunciados apresentados, a análise
inciso VIII do art. 37 da CF é "a lei reservará percentual
permite concluir que
dos cargos e empregos públicos para as pessoas porta-
a) 1e li são falsos. doras de deficiência e definirá os critérios de sua admis-
b) li e Ili são verdadeiros. são", não existindo fixação de percentual mínimo.

c) Ili e IV são falsos. Alternativa "d": não é possível a cassação dos


direitos políticos. O que está previsto no § 4° do art. 37
d) 1e Ili são verdadeiros. da CF é que haverá a suspensão dos direitos políticos.

COMENTARIOS Alternativa "e": a autonomia gerencial, orçamen-


tária e financeira dos órgãos e entidades da Administra-
Alternativa correta: letra "d": a assertiva 1 é ver- ção direta e indireta, poderá sim ser ampliada mediante
dadeira, pois está em perfeita consonância com o pre-
contrato, de acordo com o gravado no § 8° do art. 37
visto no inciso XII do art. 37 da CF. A assertiva li é falsa,
da CF.
pois trata do mesmo inciso XII, porém, o examinador
busca confundir o candidato, alterando a ordem dos
poderes na questão. A assertiva Ili é verdadeira, pois OS. (FGV - Oficial de Cartório-RJ/2008) A respeito da
está em simetria com o previsto no art. 37, XVIII. A asser- possibilidade de acumulação remunerada de cargos
tiva IV é falsa, pois trata do mesmo inciso XVIII do art. 37, públicos prevista na Constituição, assinale a alternativa
com uma alteração feita pelo examinador, na tentativa correta.
de confundir o candidato. O final do inciso foi alterado, a) t permitida a acumulação de dois cargos de pro-
retirando-se a expressão "setores administrativos" e
fessor, desde que haja compatibilidade de horários,
incluindo-se "setores administrativos do Poder Exe-
sendo que a remuneração não pode ultrapassar,
cutivo".
nos Estados, o subsídio pago aos desembargadores
do Tribunal de Justiça.
04. (Vunesp - Notário-MS/2009) Sobre a Administra-
ção Pública, a Constituição Federal estabelece que b) t vedada a acumulação de dois cargos de professor,
ainda que se verifique compatibilidade de horários.
a) as funções de confiança, exercidas exclusivamente
por servidores ocupantes de cargo efetivo, e os c) t permitida a acumulação de dois cargos de profes-
cargos em comissão, a serem preenchidos por ser- sor com outro técnico ou científico, desde que haja
vidores de carreira, destinam-se apenas aos cargos compatibilidade de horários, sendo que a remune-
técnicos. ração não pode ultrapassar, nos Estados, o subsídio
pago aos ministros do Supremo Tribunal Federal.
b) a lei reservará o percentual de, pelo menos, dez por
cento dos cargos e empregos públicos para as pes- d) Os profissionais de saúde podem acumular até dois
soas portadoras de deficiência e definirá os critérios cargos, desde que haja compatibilidade de horá-
de sua admissão. rios . A restrição constitucional não se aplica aos
empregos em fundações públicas.
c) a administração fazendária e seus servidores fiscais
terão, dentro de suas áreas de competência e juris- e) t permitida a acumulação de um cargo de profes-
dição, precedência sobre os demais setores admi- sor com outro técnico ou científico, desde que haja
nistrativos, na forma da lei. compatibilidade de horários, sendo que a remune-
d) os atos de improbidade administrativa importa- ração, nos Estados, não pode ultrapassar o subsídio
rão a cassação dos direitos políticos, a suspensão mensal do Governador.
da função pública e o ressarcimento ao erário, na
forma e gradação previstas em lei, sem prejuízo da COMENTA RIOS
ação penal cabível.
Alternativa correta: letra "e": a alternativa está
e) a autonomia gerencial e financeira dos órgãos e em perfeita consonância com o art. 37, XVI, alíneas "a",
entidades da administração direta e indireta não "b" e "c", da CF.
704 Paulo Lépore

Alternativa "a": na verdade, a remuneração não também podem ocupar cargos públicos na forma
pode ultrapassar os vencimentos do Governador do da lei.
Estado, pois trata-se do âmbito do Poder Executivo.
b) A remuneração e o subsídio dos membros da pro-
Alternativa "b": a acumulação de dois cargos de curadoria dos estados e dos defensores públicos
professor é permitida e está prevista no art. 37, XVI, alí- estaduais não poderão ultrapassar o subsídio men-
nea "a, da CF.. sal do governador dos estados.

Alternativa "c": é permitida a acumulação de um c) Os atos de improbidade importarão na suspensão


cargo de professor com outro ou científico, de acordo dos direitos políticos, na perda da função pública,
com o art. 37, XVI, alínea "b" da CF. na indisponibilidade dos bens e no ressarcimento
ao erário. Todas essas sanções podem ser aplicadas
Alternativa "d": a restrição constitucional aplica-
pela autoridade administrativa competente.
-se às fundações públicas, de acordo com o inciso XVII
do art. 37 da CF. d) As normas relativas ao teto de remuneração na
administração pública aplicam-se, em qualquer
06. (Cespe- Notário-SE/2006) De acordo com a Cons- caso, às empresas públicas e às sociedades de eco-
tituição Federal, julgue os seguintes itens. nomia mista.

1. Os vencimentos dos cargos do Poder Legislativo COMENTARIOS


e do Poder Judiciário podem ser superiores aos
pagos pelo Poder Executivo. Alternativa correta: letra "a": alternativa que
coaduna com o texto legal, já que há expressa determi-
1. Ao servidor ocupante, exclusivamente, de cargo em
nação dos cargos que podem ser ocupados exclusiva-
comissão declarado em lei de livre nomeação e exo-
mente pelo brasileiros natos, a exemplo dos Ministros
neração não se aplica o regime geral da previdência
do Supremo Tribunal Federal. O artigo 207, § 1°, da
social.
Constituição Federal, faculta às universidades e às insti-
Ili. A Corregedoria-Geral de Justiça, órgão com juris- tuições de pesquisa científica e tecnológica a admissão
dição em todo o estado de Sergipe, é responsável de técnicos, cientistas e professores estrangeiros, além
pelo controle, fiscalização, orientação e instrução da regra do artigo 37, li, que permite, na forma da lei,
dos serviços jurisdicionais e administrativos da jus- que estrangeiros ocupem cargos públicos no Brasil.
tiça do 1ºgrau.
Alternativa "b": segundo previsão do inciso XI do
IV. As pessoas jurídicas de direito privado prestadoras art. 37 da CF, no âmbito do Poder Judiciário, o limite
de serviços públicos respondem pelos danos que imposto é o dos vencimentos dos Desembargadores do
seus agentes, nessa qualidade, causarem a tercei- Tribunal de Justiça, limitado a noventa inteiros e vinte
ros, desde que haja, qualquer que seja a hipótese, e cinco centésimos por cento do subsídio mensal, em
dolo ou culpa. espécie, dos Ministros do Supremo Tribunal Federal,
no âmbito do Poder Judiciário, aplicável este limite aos
COMENTARIOS membros do Ministério Público, aos Procuradores e aos
Defensores Públicos
Alternativa correta: a assertiva 1 está certa, pois
está em perfeita consonância com o texto previsto no Alternativa "c": apesar da sanções elencadas na
inciso XII do 37 da CF. A assertiva li está errada, pois ao alternativa estarem corretas, a autoridade administra-
servidor ocupante, exclusivamente, de cargo em comis- tiva não tem competência para aplicá-las, cabendo ao
são declarado em lei de livre nomeação e exoneração Poder Judiciário.
aplica-se o regime geral da previdência social, de
Alternativa "d": segundo o§ 9° do art. 37 da CF "O
acordo com o § 13 do art. 40 da CF. A assertiva Ili está
disposto no inciso XI aplica-se às empresas públicas e às
certa, pois a Corregedoria-Geral de Justiça, órgão com
sociedades de economia mista, e suas subsidiárias, que
jurisdição em todo o estado de Sergipe tem a incum-
receberem recursos da União, dos Estados, do Distrito
bência de correção permanente dos serviços judiciários
Federal ou dos Municípios para pagamento de despesas
de primeira instância, seu funcionamento e aperfeiço-
de pessoal ou de custeio em geral".
amento. A assertiva IV esta errada, pois a responsabili-
dade das pessoas jurídicas de direitos privado, presta-
doras de serviços público é objetiva, independente de
dolo ou culpa, de acordo com o § 6° do art. 37 da CF.
* DELECfADO DE POÚCIA CIVIL

07. (Cespe - Notário-MT/2005) A respeito da adminis- 01. (Delegado de Polícia - SP/ 2011 - ACADEPOL) Na
tração pública, assinale a opção correta. aposentadoria dos servidores públicos, os requisitos de
idade e de tempo de contribuição serão reduzidos em
a) Os cargos públicos são acessíveis aos brasileiros,
cinco anos para
natos ou naturalizados, de acordo com os requisi-
tos estabelecidos em lei, sendo que os estrangeiros a) quem exercer atividades insalubres e perigosas.
Capítulo IX - Administração Pública 705

b) aquele que contrair doenças e/ou deficiências físi- Alternativa "d": só há a interrupção no caso de
cas em razão das atividades laborais exercidas. promoção por merecimento, nos demais, a contagem
prossegue.
c) todos os trabalhadores que comprovarem exercer
atividades de risco. Alternativa "e": o correto é reguardadas as pro-
moções por merecimento, de acordo com a previsão do
d) o professor que comprovar o exercício de magisté-
inciso IV do art. 38 da CF.
rio exclusivo na educação infantil e no ensino fun-
damental e médio.
03. (Delegado de Polícia - ES/ 2011 - CESPE) Julgue
e) a mulher que comprovar o exercício cumulativo de o item subsecutivo, referente à administração pública e
dois cargos ou funções. aos servidores públicos.

COMENTARIOS
03.1. A CF assegura ao servidor público a revisão geral
Alternativa correta: letra "d" (responde a todas anual de sua remuneração ou subsídio mediante lei
as alternativas): alternativa em consonância com o específica de iniciativa do chefe do Poder Executivo e
que prevê o§ 5º do art. 40 da CF, que diz "Os requisitos estabelece o direito à indenização na hipótese de não
de idade e de tempo de contribuição serão reduzidos cumprimento da referida determinação constitucional.
em cinco anos, em relação ao disposto no § 1°, Ili, "a",
COMENTA RIOS
para o professor que comprove exclusivamente tempo
de efetivo exercício das funções de magistério na edu- Errado. Em que pese a previsão do inciso X do
cação infantil e no ensino fundamental e médio". As art. 37 da CF, que assegura a revisão geral anual de sua
demais alternativas não encontram amparo legal. remuneração ou subsídio mediante lei específica de ini-
ciativa do chefe do Poder Executivo, não existe previsão
02. (Delegado de Polícia - SP/ 2011 - ACADEPOL) de indenização, na hipótese de não cumprimento da
No exercício de mandato eletivo, que exija seu afasta- referida determinação constitucional.
mento, o servidor público terá
a) seu tempo de serviço contado para todos os efeitos
legais, exceto para promoção por merecimento.
* POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL

b) seu tempo de serviço contado para todos os efeitos


legais, exceto para a aposentadoria. 01. (Cespe - Policial Rodoviário Federal/2008)
Quanto às normas constitucionais sobre a administra-
c) interrompida sua contagem de tempo de serviço ção pública e seus servidores, julgue os itens a seguir.
público e se sujeitará a regime previdenciário dife-
1. É possível a percepção simultânea de proventos
renciado.
de aposentadoria com a remuneração de cargo
d) interrompida sua contagem de tempo no serviço em comissão declarado em lei de livre nomeação e
público. exoneração.
e) interrompida sua contagem de tempo, resguarda- li. A prática de atos de improbidade administrativa
das as promoções por antiguidade. implica a perda dos direitos políticos, a indisponibi-
lidade dos bens e o ressarcimento ao erário.
COMENTÁRIOS
Ili . O teto remuneratório, como limite máximo de
Alternativa correta: letra "a": a alternativa está remuneração no serviço público, alcança também
em simetria com o previsto no inciso IV do art. 38 da CF, os detentores de mandato eletivo nas esferas fede-
que diz "em qualquer caso que exija o afastamento para ral, estadual e municipal.
o exercício de mandato eletivo, seu tempo de serviço IV. O servidor público investido em mandato eletivo
será contado para todos os efeitos legais, exceto para federal, estadual, distrital ou municipal será afas-
promoção por merecimento". tado do cargo, emprego ou função, sendo-lhe
Alternativa "b": segundo a redação do inciso IV facultado optar pela sua remuneração de servidor.
do art. 38 da CF, na contagem de tempo de serviço, a V. Com a extinção do cargo público ou a declaração
exceção é quanto a promoção por merecimento, e não de sua desnecessidade, o servidor estável ocupante
aposentadoria. deste será aposentado, com remuneração propor-
cional ao tempo de serviço.
Alternativa "c": não há tal previsão na CF, pois
a redação do inciso IV do art. 38 diz que, em qualquer Estão certos apenas os itens
caso que exija o afastamento para o exercício de man- a) 1e li.
dato eletivo, seu tempo de serviço será contado para
todos os efeitos legais, exceto para promoção por mere- b) lelll.
cimento. c) li e IV.
706 Paulo Lépore

d) llleV. COMENTARJOS
e) IVeV. Alternativa correta: letra "a": nos exatos termos
do art. 37, V, da CF, as funções de confiança, exercidas
COMENTÁRIOS
exclusivamente por servidores ocupantes de cargo efe-
Alternativa correta: letra "b". Estão corretos os tivo, e os cargos em comissão, a serem preenchidos por
servidores de carreira nos casos, condições e percentu-
Itens 1e Ili.
ais mínimos previstos em lei, destinam-se apenas às
Item 1. Certo. É possível a percepção simultãnea atribuições de direção, chefia e assessoramento.
de proventos de aposentadoria com a remuneração de
Alternativa "b": os atos de improbidade adminis-
cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação trativa importarão a suspensão (não a cassação) de
e exoneração, pois se trata da exceção prevista na parte direitos políticos, a perda da função pública, a indispo-
final do art. 37, § 10 da CF. nibilidade de bens e o ressarcimento ao erário, na forma
Item li. Errado. A prática de atos de improbidade e gradação previstas em lei, sem prejuízo da ação penal
cabível, como descreve o art. 37, § 4º, da CF.
administrativa implica a suspensão (não a perda) dos
direitos políticos, a indisponibilidade dos bens, o ressar- Alternativa "c": tanto a vinculação quanto equi-
cimento ao erário e a perda da função pública. paração de quaisquer espécies remuneratórias no ser-
viço público são vedadas para o efeito de remuneração
Item Ili. Certo. O teto remuneratório, como limite de pessoal das carreiras públicas, consoante art. 37, XIII,
máximo de remuneração no serviço público, alcança da CF.
também os detentores de mandato eletivo nas esferas
Alternativa "d": o direito de greve é assegurado
federal, estadual e municipal, consoante art. 37, XI, da
ao servidor público, devendo ser exercido nos termos
CF. e nos limites definidos em lei específica (não em lei
Item IV. Errado. O servidor público investido em complementar), segundo redação do art. 37, VII, da CF.
mandato eletivo federal, estadual, distrital ou municipal
será afastado do cargo, emprego ou função, mas não
lhe é facultado optar pela sua remuneração de servidor, * ANALISTA E TÉCNICO DE TRF E TRE
nos termos do art. 38, 1, da CF.

Item V. Errado. Com a extinção do cargo público ou 01. (FCC - Analista Judiciário - Area Judiciária -
a declaração de sua desnecessidade, o servidor estável TRE-PR/2012) Considere as seguintes afirmações sobre
ocupante deste ficará em disponibilidade (portanto, o exercício de cargos, empregos e funções públicas na
não será aposentado), e terá direito a remuneração pro- Administração Pública brasileira:
porcional ao tempo de serviço (art. 41, § 3º, da CF). 1. Cargos, empregos e funções públicas são acessíveis
aos brasileiros que preencham os requisitos esta-
belecidos em lei, assim como aos estrangeiros, na
* EXAME DE ORDEM forma da lei, ressalvados os casos em que a Consti-
tuição da República exige a nacionalidade brasileira
originária para esse fim.
01. (FGV - OAB 2010.3) A respeito da disciplina cons-
li. A investidura em cargo ou emprego público
titucional da Administração Pública, é correto afirmar depende de aprovação prévia em concurso público
que de provas ou de provas e títulos, de acordo com a
a) as funções de confiança e os cargos em comissão se natureza e a complexidade do cargo ou emprego,
na forma prevista em lei, ressalvadas as nomeações
destinam apenas às atribuições de direção, chefia e
para cargo em comissão declarado em lei de livre
assessoramento.
nomeação e exoneração.
b) os atos de improbidade administrativa importarão
Ili. A não observância do prazo de validade de con-
a cassação de direitos políticos, a perda da função curso público, conforme previsto na Constituição,
pública, a indisponibilidade de bens e o ressarci- acarreta a nulidade do ato e a punição da autori-
mento ao erário, na forma e gradação previstas em dade responsável, nos termos da lei.
lei, sem prejuízo da ação penal cabível.
A luz da disciplina constitucional da matéria, está
c) a vinculação de espécies remuneratórias no serviço correto o que se afirma em
público é vedada, mas admite-se a equiparação
a) I, apenas.
salarial entre carreiras públicas.
b) li, apenas.
d) o direito de greve é assegurado ao servidor público
c) 1e li, apenas.
civil, devendo ser exercido nos termos e nos limites
definidos em lei complementar. d) li e Ili, apenas.
Capítulo IX - Administração Pública 707

e) l, ll ell l. Alternativa "a": o subsídio de Paulo, Governador


de Estado, está também limitado ao subsídio mensal,
COMENTÁRIOS em espécie, dos Ministros do STF (art. 37, XI, da CF).

O Nota do autor: fique ligado, pois questões afe- Alternativa ub": o subsídio de Armando, Deputado
tas ao direito administrativo também caem nas provas Federal, está também limitado ao subsídio mensal, em
de direito constitucional. Essa observação é importante espécie, dos Ministros do STF (art. 37, XI, da CF).
porque determinado tema pode não ter sido arrolado Alternativa uc": José é advogado e não tem qual-
na parte de direito administrativo do edital do concurso, quer vinculação ao teto remuneratório da Adminis-
mas ser cobrado como conteúdo de direito constitucio- tração Pública, pois nela não ocupa cargo, função ou
nal. emprego público.
Alternativa correta: letra ueu Alternativa ue": o subsídio de Adalberto, que é
Assertiva u1u: correta. Cargos, empregos e fun- Vereador, se submete ao regramento especial do art. 29,
ções públicas são acessíveis aos brasileiros que preen- VI, da CF.
cham os requisitos estabelecidos em lei, assim como aos
estrangeiros, na forma da lei, ressalvados os casos em 03. (Analista Judiciário - Area Judiciária TRE/AP
que a Constituição da República exige a nacionalidade 2011 - FCCJ A sociedade de economia mista, SUPERBR
brasileira originária para esse fim (artigos 12, § 3º e 37, S/A, tem a intenção de participar da empresa privada,
1, ambos da CFJ. AGROPLUS S/A. Segundo a Constituição Federal, a parti-
cipação da SUPERBR S/A na AGROPLUS S/A
Assertiva uuu: correta. A investidura em cargo
ou emprego público depende de aprovação prévia a) dependerá, exclusivamente, de autorização do
em concurso público de provas ou de provas e títulos, Poder Executivo.
de acordo com a natureza e a complexidade do cargo b) é liberada e independe de autorização prévia do
ou emprego, na forma prevista em lei, ressalvadas as Poder Público porque a SUPERBR S/A também é
nomeações para cargo em comissão declarado em lei composta de capital privado.
de livre nomeação e exoneração (art. 37, li, da CFJ.
c) é liberada e independe de autorização prévia
Assertiva ulll": correta. A não observância do do Poder Público desde que a SUPERBR S/A não
prazo de validade de concurso público, conforme pre- adquira mais do que 10% (dez por cento) das ações
visto na Constituição, acarreta a nulidade do ato e a da AGROPLUS S/A.
punição da autoridade responsável, nos termos da lei
d) dependerá de autorização legislativa.
(art. 37, § 2º, da CF).
e) dependerá, em qualquer hipótese, de autorização
do Poder Judiciário.
02. (Analista Judiciário - Area Judiciária TRE/CE
2012 - FCCJ Considerando que José, Armando, Pedro,
COMENTÁRIOS
Adalberto e Paulo ocupam, respectivamente, os cargos
de Advogado, de Deputado Federal, de Ministro do Alternativa correta: letra ud" (responde todas
Supremo Tribunal Federal, de Vereador e de Governa- as alternativas): o art. 37, XX, da CF, determina que:
dor de Estado, no tocante à Administração Pública, e "depende de autorização legislativa, em cada caso, a
em conformidade com o teor do texto constitucional, criação de subsidiárias das entidades mencionadas no
em regra, o subsídio de Alexandre, Promotor de Justiça, inciso anterior, assim como a participação de qualquer
está limitado a noventa inteiros e vinte e cinco centé- delas em empresa privada". Assim, exige-se autorização
simos por cento do subsídio mensal, em espécie, do legislativa para que a SUPERBR S/A participe da AGRO-
subsídio de PLUS S/A.

a) Paulo.
04. (Analista Judiciário - Execução de Mandados -
b) Armando. TRF 1• região/ 2011 - FCCJ Com relação aos servidores
c) José. públicos,

d) Pedro. a) o membro de Poder, o detentor de mandato eletivo,


os Ministros de Estado e os Secretários Estaduais e
e) Adalberto. Municipais serão remunerados exclusivamente por
subsídio fixado em doze parcelas.
COMENTÁRIOS
b) a fixação dos padrões de vencimento e dos demais
Alternativa correta: letra udu: o subsídio de Ale- componentes do sistema remuneratório obser-
xandre, Promotor de Justiça, está limitado a noventa vará a natureza, o grau de responsabilidade e a
inteiros e vinte e cinco centésimos por cento do subsídio complexidade dos cargos componentes de cada
mensal, em espécie, do subsídio de Pedro, que é Minis- carreira, os requisitos para a investidura e as pecu-
tro do STF, conforme art.37, XI, da CF. liaridades dos cargos.
708 Paulo Lépore
···························· ······· ······ ·· ·················· ·· ············· ···· ······· ·· ···· ······ ··········· ············ ···· ·· ··
c) Lei da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos
Municípios disciplinará a aplicação de recursos 05. (Analista Judiciário - Area Judiciária TRE/AP
orçamentários provenientes da economia com des- 2011 - FCC) Eugênio, servidor público estável, perdeu o
pesas correntes em cada órgão, autarquia e funda- cargo por sentença judicial transitada em julgado, cuja
ção, para aplicação no desenvolvimento de progra- vaga foi ocupada por Roberval que também é servidor
mas de qualidade e produtividade, treinamento e público estável. Porém, Eugênio obteve novas provas
desenvolvimento, modernização, reaparelhamento e ingressou com ação apropriada que foi julgada pro-
e racionalização do serviço público, exceto sob a cedente, sendo invalidadas a sentença judicial e a sua
forma de adicional ou prêmio de produtividade. demissão. Segundo a Constituição Federal, Eugênio

d) aos servidores titulares de cargos efetivos da União, a) será re integrado e, por consequência, o Roberval
dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, será promovido ao cargo de chefia.
incluídas suas autarquias e fundações, é assegu- b) não será reintegrado porque sua vaga já está
rado regime de previdência de caráter contributivo ocupada por Roberval. Eugênio será obrigatoria-
e subsidiário, mediante contribuição do respectivo mente posto em disponibilidade com remuneração
ente público, dos servidores ativos e inativos e dos proporcional ao tempo de serviço, sem direito a
pensionistas. indenização.
e) ao servidor ocupante, exclusivamente, de cargo c) não será reintegrado porque sua vaga já está ocu-
em comissão declarado em Lei de livre nomeação pada por Roberval e, nesse caso, Eugênio será obri-
e exoneração, bem como de outro cargo temporá- gatoriamente aproveitado em outro cargo, sem
rio ou de emprego público, não se aplica o regime direito a indenização.
geral de previdência social.
d) será reintegrado e o Roberval será mantido nomes
mo cargo, sendo vedada sua recondução.
COMENTARIOS
e) será reintegrado e o Roberval, ocupante da vaga,
Alternativa correta: letra "b": conforme art.
por ser estável, será reconduzido ao cargo de ori-
39, § l', da CF, a fixação dos padrões de vencimento e gem, sem direito a indenização, aproveitado em
dos demais componentes do sistema remuneratório
outro cargo ou posto em disponibilidade com
observará a natureza, o grau de responsabilidade e a remuneração proporcional ao tempo de serviço.
complexidade dos cargos componentes de cada car-
reira, os requisitos para a investidura e as peculiaridades COMENTA RIOS
dos cargos.
Alternativa correta: letra "e": Eugênio será rein-
Alternativa "a": o membro de Poder, o detentor de
tegrado e Roberval, ocupante da vaga, por ser está-
mandato eletivo, os Ministros de Estado e os Secretários
vel, será reconduzido ao cargo de origem, sem direito
Estaduais e Municipais serão remunerados exclusiva-
a indenização, aproveitado em outro cargo ou posto
mente por subsídio fixado em parcela única, nos ter-
em disponibilidade com remuneração proporcional ao
mos do art. 39, § 4' , da CF.
tempo de serviço, nos termos do art. 41, § 2', da CF.
Alternativa uc": Lei da União, dos Estados, do Dis-
Alternativa "a": vide comentários à letra "e".
trito Federal e dos Municípios disciplinará a aplicação
de recursos orçamentários provenientes da economia Alternativa "b": um servidor estável será posto
com despesas correntes em cada órgão, autarquia e em disponibilidade quando foi extinto o seu cargo ou
fundação, para aplicação no desenvolvimento de pro- declarada a sua desnecessidade, de modo que o servi-
gramas de qualidade e produtividade, treinamento e dor ganhará remuneração proporcional ao tempo de
desenvolvimento, modernização, reaparelhamento e serviço até seu adequado aproveitamento em outro
racionalização do serviço público, inclusive sob a forma cargo, consoante art. 41, § 3', da CF.
de adicional ou prêmio de produtividade. É o que pre- Alternativa "c": vide comentários à letra "e".
ceitua o art. 39, § 7°, da CF.
Alternativa "d": vide comentários à letra "e".
Alternativa "d": aos servidores titulares de cargos
efetivos da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos
06. (Analista Judiciário - Area Judiciária TRE/RS
Municípios, incluídas suas autarquias e fundações, é
2010 - FCC) No que se refere à Administração Pública
assegurado regime de previdência de caráter contribu-
é certo que
tivo e solidário, mediante contribuição do respectivo
ente público, dos servidores ativos e inativos e dos pen- a) os vencimentos dos cargos do Poder Judiciário, em
sionistas (art. 40, caput, da CF). razão das limitações de seu exercício, poderão ser
superiores aos pagos pelo Poder Executivo.
Alternativa "e": ao servidor ocupante, exclusiva-
mente, de cargo em comissão declarado em Lei de livre b) ao servidor público civil é garantido o direito de
nomeação e exoneração, bem como de outro cargo greve, nos termos definidos pelo ato administra-
temporário ou de emprego público, aplica-se o regime tivo, assim como à livre associação, mas não de
geral de previdência social, segundo art. 40, § 13, da CF. natureza sindical.
Capítulo IX - Administração Pública 709
................................... ..... .. ........ .. ......................................... .....................................
c) o decreto pode estabelecer os casos de contratação e) a administração fazendária e seus servidores fiscais
por tempo determinado para atender necessidades terão, dentro de suas áreas de competência e juris-
temporárias ou permanentes. dição, precedência sobre os demais setores admi-
nistrativos, na forma da lei.
d) os acréscimos pecuniários percebidos por servidor
público não serão computados nem acumulados
COMENTARIOS
para fins de concessão de acréscimos ulteriores.
e) a proibição de acumular cargos ou funções públicas Alternativa certa: letra "a" (a questão pede o
não abrange os empregos nas sociedades de eco- "incorreto"): durante o prazo improrrogável previsto
nomia mista e nas empresas públicas. no edital de convocação, aquele aprovado em concurso
público de provas ou de provas e títulos será convocado
COMENTARIOS com prioridade sobre novos concursados para assumir
cargo ou emprego, na carreira (art. 37, IV, da CF).
Alternativa correta: letra nd": os acrescrmos
Alternativa ub": as funções de confiança, exerci-
pecuniários percebidos por servidor público não serão
das exclusivamente por servidores ocupantes de cargo
computados nem acumulados para fins de concessão
efetivo, e os cargos em comissão, a serem preenchidos
de acréscimos ulteriores, conforme lição do art. 37, XIV,
por servidores de carreira nos casos, condições e per-
da CF.
centuais mínimos previstos em lei, destinam-se apenas
Alternativa "a": nos termos do art. 37, XII, da CF, os às atribuições de direção, chefia e assessoramento (art.
vencimentos dos cargos do Poder Judiciário não pode- 37, V, da CF).
rão ser superiores aos pagos pelo Poder Executivo.
Alternativa "c": é vedada a vinculação ou equi-
Alternativa "b": ao servidor público civil é garan- paração de quaisquer espécies remuneratórias para o
tido o direito de greve, nos termos definidos em lei efeito de remuneração de pessoal do serviço público
especifica, assim como à livre associação sindical, (art. 37, XIII, da CF).
segundo art. 37, VI e VII, da CF.
Alternativa "d": os acréscimos pecuniários perce-
Alternativa "c": a lei pode estabelecer os casos bidos por servidor público não serão computados nem
de contratação por tempo determinado para atender acumulados para fins de concessão de acréscimos ulte-
necessidades temporárias de excepcional interesse riores (art. 37, XIV, da CF).
público. É o que preceitua o art. 37, IX, da CF.
Alternativa "e": a administração fazendária e seus
Alternativa "e": a proibição de acumular cargos ou servidores fiscais terão, dentro de suas áreas de compe-
funções públicas abrange os empregos nas sociedades tência e jurisdição, precedência sobre os demais setores
de economia mista e nas empresas públicas, conforme administrativos, na forma da lei (art. 37, XVIII, da CF).
art. 37, XVII, da CF.

08. (Analista Judiciário - Execução de Mandados


07. (Analista Judiciário - Area Judiciária TRE/AM - TRF s• região/ 2008 - FCC) Quanto à administração
2010- FCC) A administração pública direta e indireta de pública, considere:
qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito
Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de 1. A lei estabelecerá os casos de contratação por
legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e tempo determinado para atender a necessidade
eficiência, sendo INCORRETO afirmar que temporária de excepcional interesse público.

a) durante o prazo improrrogável previsto no edital li. É garantido ao servidor público civil e ao militar o
de convocação, aquele aprovado em concurso direito à livre associação sindical e à reunião em
público de provas ou de provas e títulos, será con- qualquer local, vedada a interferência estatal no
vocado concorrendo em igualdade de condições seu funcionamento.
com novos concursados para assumir cargo ou Ili. Independe de lei ou de autorização legislativa a
emprego, na carreira. criação de autarquia e de fundação, salvo de socie-
b) as funções de confiança, exercidas exclusivamente dade de economia mista, que se fará por delegação
por servidores ocupantes de cargo efetivo, e os car- do Chefe do Executivo.
gos em comissão, a serem preenchidos por servido- IV. Os acréscimos pecuniários percebidos por servidor
res de carreira nos casos, condições e percentuais público não serão computados nem acumulados
mínimos previstos em lei, destinam-se apenas às para fins de concessão de acréscimos ulteriores.
atribuições de direção, chefia e assessoramento.
V. Os vencimentos do Poder Legislativo e do Poder
c) é vedada a vinculação ou equiparação de quaisquer Judiciário não poderão ser superiores aos pagos
espécies remuneratórias para o efeito de remunera- pelo Poder Executivo.
ção de pessoal do serviço público.
Estão corretas as que se encontram APENAS em
d) os acréscimos pecuniários percebidos por servidor
a) I, IV e V.
público não serão computados nem acumulados
para fins de concessão de acréscimos ulteriores. b) 11,111 e V.
710 Paulo Lépore

c) Ili e IV. COMENTARIOS


d) le li.
Alternativa correta: letra "d": o art. 40, § 2º, da CF,
e) llelll. prevê que as pensões, por ocasião de sua concessão,
não poderão exceder a remuneração do respectivo ser-
COMENTA RIOS
vidor, no cargo efetivo que serviu de referência para a
Alternativa correta: letra "a" sua concessão.

Assertiva "1": correta. A lei estabelecerá os casos Alternativa "a": os proventos de aposentadoria
de contratação por tempo determinado para atender não poderão exceder a remuneração do respectivo ser-
a necessidade temporária de excepcional interesse vidor, no cargo efetivo em que se deu a aposentadoria
público, de acordo com art. 37, IX, da CF. (art. 40, § 2º, da CF).

Assertiva "li": incorreta. t garantido ao servidor Alternativa "b": as pensões, por ocasião de sua
público civil o direito à livre associação sindical (art. 37, concessão, não poderão exceder a remuneração do
VI, da CF) e à reunião em qualquer local, vedada a inter- respectivo servidor, no cargo efetivo que serviu de refe-
ferência estatal no seu funcionamento (art. 5º, XVIII, da rência para a sua concessão (art. 40, § 2º, da CFJ.
CF). Ademais, ao militar são proibidas a sindicalização e
Alternativa "c": os proventos de aposentadoria
a greve, nos termos do art. 142, IV, da CF.
não poderão a remuneração do respectivo servidor no
Assertiva "Ili": incorreta. O art. 37, XIX, da CF, cargo efetivo em que se deu a aposentadoria (art. 40,
leciona que somente por lei específica poderá ser § 2º, da CF).
criada autarquia e autorizada a instituição de fundação
e sociedade de economia mista. Alternativa "e": as pensões, por ocasião de sua
concessão, não poderão exceder a remuneração do res-
Assertiva "IV": correta. Os acréscimos pecuniários
pectivo servidor, no cargo efetivo que serviu de refe-
percebidos por servidor público não serão computados
rência para a sua concessão (art. 40, § 2°, da CFJ.
nem acumulados para fins de concessão de acréscimos
ulteriores, nos termos do art. 37, XIV, da CF.
10. (Analista Judiciário - Area Judiciária - TRF 2•
Assertiva "V": correta. Consoante art. 37, XII, da CF,
região/ 2007 - FCCJ José exerce o cargo de Analista
os vencimentos do Poder Legislativo e do Poder Judici-
Judiciário do Tribunal Regional Federal da 2a Região.
ário não poderão ser superiores aos pagos pelo Poder
Para se aposentar voluntariamente, com proventos
Executivo
integrais, José deverá ostentar, NO MÍNIMO, as seguin-
tes condições:
09. (Analista Judiciário - Execução de Mandados
- TRF s• região/ 2008 - FCCJ Em relação aos servido- a) 10 anos de efetivo exercício no serviço público, 05
res públicos, estabelece a Constituição Federal, dentre anos no cargo efetivo em que se dará a aposenta-
outras situações, que doria, 60 anos de idade e 35 anos de contribuição.

a) os proventos de aposentadoria, por ocasião de sua b) 10 anos de efetivo exercício no serviço público, 05
concessão, não poderão exceder a remuneração do anos no cargo efetivo em que se dará a aposenta-
respectivo servidor, no cargo em comissão em que doria, 55 anos de idade e 30 anos de contribuição.
se deu a aposentadoria, salvo se em cargo efetivo
c) 10 anos de efetivo exercício no serviço público, 03
fixado o limite de até vinte por cento.
anos no cargo efetivo em que se dará a aposenta-
b) as pensões, por ocasião de sua concessão, poderão doria, 60 anos de idade e 35 anos de contribuição.
exceder em até vinte e cinco por cento a remune-
ração do respectivo servidor, no cargo efetivo que d) 20 anos de efetivo exercício no serviço público, 10
serviu de referência para a sua concessão. anos no cargo efetivo em que se dará a aposenta-
doria, 60 anos de idade e 30 anos de contribuição.
c) os proventos de aposentadoria, por ocasião de sua
concessão, poderão exceder em até trinta por cento e) 25 anos de efetivo exercício no serviço público, 15
a remuneração do respectivo servidor, no cargo em anos no cargo efetivo em que se dará a aposenta-
comissão em que se deu a aposentadoria. doria, 60 anos de idade e 30 anos de contribuição.

d) as pensões, por ocasião de sua concessão, não


COMENTÁRIOS
poderão exceder a remuneração do respectivo ser-
vidor, no cargo efetivo que serviu de referência para Alternativa correta: letra "a" (responde todas as
a sua concessão. alternativas): José, para se aposentar voluntariamente
e) as pensões, por ocasião de sua concessão, não com proventos integrais, deverá ostentar, no mínimo, 10
poderão exceder a remuneração do respectivo ser- anos de efetivo exercício no serviço público, 05 anos no
vidor, no cargo em comissão que serviu de referên- cargo efetivo em que se dará a aposentadoria, 60 anos
cia para a sua concessão, salvo se em cargo efetivo de idade e 35 anos de contribuição.ta lição do art. 40,
fixado o limite de até trinta e cinco por cento. § lº, Ili, "a", da CF.
Capítulo IX - Administração Pública 711

c) invalidada a demissão do servidor efetivo por deci-


11. (Analista Judiciário - Area Judiciária - TRF 4• são administrativa com trânsito em julgado, será
região/ 2006 - FCC) Quanto à Administração Pública, ele colocado em disponibilidade remunerada, caso
estabelece a Constituição Federal que ocupado o seu cargo de origem.
a) a proibição de acumulação remunerada de cargos
d) os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário publi-
públicos não se estende a funções ou empregos
carão, semestralmente, os valores do subsídio dos
abrangidas por autarquias, fundações ou empresas
cargos públicos, ficando vedada a publicação das
públicas.
respectivas remunerações.
b) os acréscimos pecuniários percebidos por servidor
e) fica vedada a avaliação especial de desempenho
público serão computados ou acumulados para fim
de servidor, por comissão instituída para essa fina-
de concessão de acréscimos ulteriores.
lidade, como condição para a aquisição da estabili-
c) a criação de empresa pública ou de fundação, assim dade.
como a participação de qualquer delas em empresa
privada, independe de autorização legislativa. COMENTARIOS
d) é vedada a vinculação ou equiparação de quaisquer Alternativa correta: letra "b": conforme art. 41, §
espécies remuneratórias para o efeito de remunera- 3º, da CF, o servidor estável, extinto o cargo ou decla-
ção do pessoal do serviço público. rada sua desnecessidade, ficará em disponibilidade,
e) são imprescritíveis os ilícitos praticados por agente, com remuneração proporcional ao tempo de serviço,
servidor ou não, que causem prejuízos ao erário. até seu adequado aproveitamento em outro cargo.
Alternativa "a": são estáveis após 3 (três) anos
COMENTARIOS
de exercício os servidores nomeados para cargo de
Alternativa correta: letra "d": a CF, em seu art. provimento efetivo em virtude de concurso público,
37, XIII, veda a vinculação ou equiparação de quaisquer segundo art. 42, caput, da CF.
espécies remuneratórias para o efeito de remuneração
Alternativa "c": invalidada a demissão do servidor
do pessoal do serviço público.
estável por sentença judicial, será ele reintegrado,
Alternativa "a": a proibição de acumulação remu- caso ocupado o seu cargo de origem (art. 41, § 2º, da CF).
nerada de cargos públicos se estende a funções ou
Alternativa "d": nos termos do art. 39, § 6º, da CF,
empregos abrangidas por autarquias, fundações ou
empresas públicas, consoante art. 37, XVII, da CF. os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário publicarão
anualmente os valores do subsídio e da remuneração
Alternativa "b": os acréscimos pecuniários perce- dos cargos de empregos públicos.
bidos por servidor público não serão computados ou
acumulados para fim de concessão de acréscimos ulte- Alternativa "e": é obrigatória, como condição
riores, segundo art. 37, XIV, da CF. para a aquisição da estabilidade, a avaliação especial de
desempenho de servidor por comissão instituída para
Alternativa "c": a criação de empresa pública ou essa finalidade, de acordo com art. 41, § 4º, da CF.
de fundação depende de lei específica, assim como
a participação de qualquer delas em empresa privada,
depende de autorização legislativa (art. 37, XIX e XX,
da CF). * ANALISTA E TÉCNICO DE TRT

Alternativa "e": não são imprescritíveis os ilícitos


praticados por agente, servidor ou não, que causem 01. (FCC - Técnico Judiciário - Area Administrativa
prejuízos ao erário. Nos termos do art. 37, § 5º, da CF: "A - TRT 2/2014) Considerando os dispositivos constitu-
lei estabelecerá os prazos de prescrição para ilícitos cionais referentes à Administração pública, é correto
praticados por qualquer agente, servidor ou não, afirmar:
que causem prejuízos ao erário, ressalvadas as respec-
a) Os atos de improbidade importarão, dentre outras
tivas ações de ressarcimento".
penas, suspensão dos direitos políticos, a perda da
função pública e o ressarcimento ao erário.
12. (Analista Judiciário - Execução de Mandados
- TRF 4° região/ 2006 - FCC) Quanto aos Servidores b) A proibição de acumular cargos, prevista na CF, não
Públicos Civis, estabelece a Constituição Federal que: se estende aos empregos e funções das empresas
públicas e sociedades de economia mista.
a) são efetivos após 3 (três) anos de exercício os servi-
dores nomeados para cargo de provimento efetivo c) As autarquias serão criadas por decreto presiden-
ou em comissão. cial específico, que será submetido ao Congresso
Nacional para apreciação.
b) o servidor estável, extinto o cargo ou declarada sua
desnecessidade, ficará em disponibilidade, com d) São imprescritíveis os ilícitos que causem prejuízo
remuneração proporcional ao tempo de serviço, ao erário, bem como as respectivas ações de ressar-
até seu adequado aproveitamento em outro cargo. cimento.
712 Paulo Lépore

e) Os vencimentos dos cargos do Poder Judiciário e Item 1: é estável o servidor público nomeado para
do Poder Executivo não poderão ser superiores aos cargo de provimento efetivo, em virtude de concurso
pagos pelo Poder Legislativo. público, após tris (e não dois) anos de efetivo exercício
(art. 41, caput, da CF).
COMENTARIOS
Item li: conforme art. 41, § 1º, li, da CF.
Alternativa correta: letra ua": conforme art. 37, § Item Ili: consoante art. 41, § 2º, da CF.
4º, da CF.
Alternativa ub": na linha do art. 37, XVII, da CF, a 03. (FCC - Técnico Judiciário - Área Administrativa
proibição de acumular estende-se a empregos e fun- - TRT 16/2014) Paulo é servidor público do Tribunal
ções e abrange autarquias, fundações, empresas públi- de Justiça do Estado do Maranhão e conta com vinte
cas, sociedades de economia mista, suas subsidiárias, e e cinco anos de efetivo exercício no serviço público.
sociedades controladas, direta ou indiretamente, pelo Nos termos estabelecidos pela Constituição Federal de
poder público. 1988, para se aposentar voluntariamente com proveitos
Alternativa "c": somente por lei especifica proporcionais ao tempo de contribuição, Paulo deverá
podem ser criadas autarquias, nos termos do art. 37, ter, no mínimo,
XIX,daCF. a) 65 anos de idade e ter cumprido pelo menos cinco
Alternativa ud": de acordo com o art. 37, § 5°, da CF, anos no cargo efetivo em que se dará a aposen-
a lei estabelecerá os prazos de prescrição (não são, tadoria.
portanto, imprescritíveis) para ilícitos praticados por b) 60 anos de idade e ter cumprido pelo menos cinco
qualquer agente, servidor ou não, que causem prejuízos anos no cargo efetivo em que se dará a aposen-
ao erário, ressalvadas as respectivas ações de ressarci- tadoria.
mento.
c) 65 anos de idade e ter cumprido pelo menos dez
Alternativa "e": os vencimentos dos cargos do anos no cargo efetivo em que se dará a aposen-
Poder Judiciário e do Poder Legislativo não poderão tadoria.
ser superiores aos pagos pelo Poder Executivo (art. 37,
d) 60 anos de idade e ter cumprido pelo menos dez
Xll,daCF).
anos no cargo efetivo em que se dará a aposen-
tadoria.
02. (FCC - Técnico Judiciário - Área Administrativa
- TRT 19/2014) Sobre os servidores públicos, conforme e) 55 anos de idade e ter cumprido pelo menos cinco
determina a Constituição federal, considere: anos no cargo efetivo em que se dará a aposen-
tadoria.
1. ~estável o servidor público nomeado para cargo de
provimento derivado ou efetivo, em virtude de con- COMENTARIOS
curso público, após dois anos de efetivo exercício.
Alternativa correta: letra "a" (responde a todas
li. O servidor público estável poderá perder o cargo as alternativas): de acordo com o art. 40, § lº, Ili, "b", da
mediante processo administrativo em que lhe seja CF, os servidores serão aposentados voluntariamente
assegurada ampla defesa. desde que cumprido tempo mínimo de dez anos de efe-
Ili. Se for invalidada, por sentença judicial, a demissão tivo exercício no serviço público e cinco anos no cargo
de um servidor estável, ele será reintegrado. Nesse efetivo em que se dará a aposentadoria, e desde que
caso, o eventual ocupante da vaga, se também tenham sessenta e cinco anos de idade, se homem, e
estável, será reconduzido ao cargo de origem, sem sessenta anos de idade, se mulher, com proventos pro-
direito à indenização, ou será aproveitado em outro porcionais ao tempo de contribuição. Se tivesse trinta e
cargo ou será posto em disponibilidade com remu- cinco anos de contribuição, Paulo poderia se aposentar
neração proporcional ao tempo de serviço. com sessenta anos de idade, nos termos do art. 40, 1º,
Ili, "a", da CF.
Está correto o que consta APENAS em
a) 1. 04. (FCC - Técnico Judiciário - Área Administrativa
b) li. - TRT 15/2013) Servidor público estadual eleito para
exercer mandato de Vereador e neste investido
c) Ili.
a) será exonerado de seu cargo, emprego ou função,
d) l ell.
somente podendo retornar para os quadros da
e) li e Ili. Administração por meio de novo concurso público.
b) ficará afastado de seu cargo, emprego ou função,
COMENTARIOS
não lhe sendo facultado optar pela sua remunera-
Alternativa correta: letra "e": li e Ili. ção.
Capítulo IX - Administração Pública 713
....... ..... ...... .... ... .. .............. ... .. ....... ... ........ .... .. ..... .. ........... .. ....... ..... .. ... .. ........ .... .. .......
c) será obrigatoriamente afastado do cargo, emprego a acumulação remunerada de cargos públicos, exceto,
ou função, sendo-lhe facultado optar pela sua quando houver compatibilidade de horários, a) a de
remuneração. dois cargos de professor; b) a de um cargo de profes-
sor com outro técnico ou científico; c) a de dois cargos
d) perceberá as vantagens de seu cargo, emprego ou
ou empregos privativos de profissionais de saúde,
função, sem prejuízo da remuneração do cargo ele-
com profissões regulamentadas. Portanto, caso haja
tivo, desde que haja compatibilidade de horários.
compatibilidade de horários e por se tratar de emprego
e) terá seu tempo de serviço contado para todos os público privativo de profissional da saúde, com profis-
efeitos legais, na hipótese de ser exigido afasta- são regulamentada (médico) poderá haver a acumula-
mento para exercício do mandato eletivo. ção remunerada .

COMENTÃRIOS
06. (Cespe - Analista Judiciário - Area Judiciária -
Alternativa correta: letra "d" (responde a todas TRT 8/2013) Com base nas normas constitucionais que
as alternativas): nos termos do art. 38, Ili, da CF, o versam sobre o regime de previdência e sobre a apo-
servidor público investido no mandato de Vereador, sentadoria do servidor público titular de cargo efetivo,
havendo compatibilidade de horários, perceberá as assinale a opção correta.
vantagens de seu cargo, emprego ou função, sem pre- a) a União, os estados, o Distrito Federal e os muni-
juízo da remuneração do cargo eletivo, e, não havendo cípios poderão instituir regime de previdência
compatibilidade, será afastado do cargo, emprego ou complementar para os seus respectivos servidores
função, sendo-lhe facultado optar por sua remunera- titulares de cargo efetivo, podendo a esse regime
ção. aderir apenas os servidores que tiverem ingressado
no serviço público após a data da publicação de seu
05. (FCC - Analista Judiciário - Oficial de Justiça ato de instituição.
Avaliador - TRT 5/2013) O titular de emprego público b) segundo a jurisprudência do STF, o regime especial
de médico junto a uma fundação pública estadual pre- de aposentadoria do professor fixado na Cons-
tende, mediante concurso público, ser contratado para tituição Federal de 1988 deve ser estendido aos
o exercício de mais um emprego público de médico professores de carreira que exerçam, em estabele-
junto a uma autarquia pública municipal. À luz da Cons- cimentos de ensino básico, as funções de direção,
tituição Federal, o médico coordenação e assessoramento pedagógico.
a) poderá exercer os dois empregos públicos, caso c) não incide contribuição sobre os proventos de apo-
haja compatibilidade de horários, uma vez que a sentadoria e pensão concedidos pelo regime de
regra da inacumulatividade de cargos e empregos previdência dos servidores públicos de cargo efe-
públicos não se aplica para as fundações e autar- tivo.
quias públicas.
d) é vedada a percepção de mais de uma aposentado-
b) poderá exercer os dois empregos públicos, caso ria à conta do regime de previdência dos servidores
haja compatibilidade de horários, uma vez que é públicos titulares de cargo efetivo.
vedada a acumulação de cargos e empregos públi-
e) a aposentadoria dos servidores públicos pode ocor-
cos apenas se estiverem vinculados a um mesmo
rer em virtude de invalidez permanente; compulso-
ente federativo.
riamente, aos setenta anos de idade; ou voluntaria-
c) poderá exercer os dois empregos públicos, caso mente, desde que cumpridos os requisitos exigidos,
haja compatibilidade de horários, visto tratar-se não havendo previsão legal de qualquer espécie de
de empregos públicos privativos de profissional da aposentadoria especial para esses servidores.
saúde, com profissões regulamentadas.
COMENTÃRIOS
d) não poderá exercer os dois empregos públicos,
ainda que haja compatibilidade de horários, uma Alternativa correta: letra "b": sobre o tema, vale
vez que o exercício do emprego público de médico destacar o julgado do STF: "Ação direta de inconstitu-
apenas pode ser cumulado com um cargo ou cionalidade manej ada contra o art. 1° da Lei federal
emprego público de professor. 11 .301 / 2006, que acrescentou o § 2° ao art. 67 da Lei
e) não poderá exercer os dois empregos públicos, 9.394/ 1996. Carreira de magistério. Aposentadoria
ainda que haja compatibilidade de horários, uma especial para os exercentes de função de direção,
vez que apenas poderiam ser cumulados um coordenação e assessoramento pedagógico. Alegada
emprego público de médico com um cargo público ofensa aos arts. 40, § 5°, e 201, § 8°, da CF. lnocorrência.
de médico. Ação julgada parcialmente procedente, com interpreta-
ção conforme. A função de magistério não se circuns-
COMENTÃRIOS creve apenas ao trabalho em sala de aula, abrangendo
também a preparação de aulas, a correção de provas, o
Alternativa correta: letra "c" (responde a todas atendimento aos pais e alunos, a coordenação e o asses-
as alternativas): consoante art. 37, XVI, da CF, é vedada soramento pedagógico e, ainda, a direção de unidade
714 Paulo Lépore

escolar. As funções de direção, coordenação e assesso- Alternativa "c": nos termos do art. 40, § 13 da CF,
ramento pedagógico integram a carreira do magistério, ao servidor ocupante, exclusivamente, de cargo em
desde que exercidos, em estabelecimentos de ensino comissão declarado em lei de livre nomeação e exo-
básico, por professores de carreira, excluídos os especia- neração bem como de outro cargo temporário ou de
listas em educação, fazendo jus aqueles que as desem- emprego público, aplica-se o regime geral de previ-
penham ao regime especial de aposentadoria estabe- dência social.
lecido nos arts. 40, § 5°, e 201, § 8°, da CF." (ADI 3.772,
Alternativa "d": os servidores aposentados por
Rei. p/ o ac. Min. Ricardo Lewandowski, julgamento em
invalidez permanente terão direito a aposentadoria
29-10-2008, Plenário, DJE de 29-10-2009.)
com proventos proporcionais ao temp ode contri-
Alternativa "a": nos termos do art. 40, §§ 14 a 16, buição, exceto se decorrente de acidente em serviço,
da CF, a União, os estados, o Distrito Federal e os muni- moléstia profissional ou doença grave, contagiosa ou
cípios poderão instituir regime de previdência comple- incurável, na forma da lei (art. 40, § 1º, 1, da CF).
mentar para os seus respectivos servidores titulares
Alternativa "e": os princípios constitucionais
de cargo efetivo, e somente mediante sua prévia e
explícitos da administração pública dispostos no art.
expressa opção, o regime poderá ser aplicado ao
37, caput, da CF também se aplicam às sociedades de
servidor que tiver ingressado no serviço público até
economia mista, uma vez que elas compõem a admi-
a data da publicação do ato de instituição do corres-
nistração indireta.
pondente regime de previdência complementar.
Alternativa "c": de acordo com o art. 40, § 18, da
08. (FCC - Analista Judiciário - Oficial de Justiça
CF incide contribuição sobre os proventos de aposenta-
Avaliador - TRT 5/2013) Lei Federal foi editada para
doria e pensão concedidos pelo regime de previdência
disciplinar os contratos a serem firmados pelo Poder
dos servidores públicos que superem o limite máximo
Público e administradores de órgãos e entidades da
estabelecido para os benefícios do regime geral de pre-
Administração direta e indireta, que permitam a amplia-
vidência social.
ção da autonomia gerencial, orçamentária e financeira
Alternativa "d": é vedada a percepção de mais de dos órgãos e entidades da Administração direta e indi-
uma aposentadoria à conta do regime de previdência reta e que tenham por objeto a fixação de metas de
dos servidores públicos, ressalvadas as aposentado- desempenho para o órgão ou entidade. A lei ainda dis-
rias decorrentes dos cargos acumuláveis na forma pôs sobre: o prazo de duração do contrato; os controles
da Constituição (art. 40, § 6º, da CF). e critérios de avaliação de desempenho, direitos, obri-
gações e responsabilidade dos dirigentes; a remunera-
Alternativa "e": vide alternativa "b".
ção do pessoal. A referida lei é

07. (Cespe - Analista Judiciário - Area Administra- a) constitucional, uma vez que há disposição autori-
tiva - TRT 8/2013) Assinale a opção correta acerca da zando a edição de lei para tratar da matéria.
administração pública. b) inconstitucional, uma vez que é vedado o trata-
a) a CF veda qualquer possibilidade de acumulação mento diferenciado entre órgãos e entidades da
remunerada de cargos públicos. Administração em razão do atendimento de metas
de desempenho.
b) a CF prevê a possibilidade de acesso a cargos,
empregos e funções públicas por estrangeiros. c) inconstitucional, uma vez que é vedada a ampliação
da autonomia gerencial, orçamentária e financeira
c) nos termos da CF, o servidor ocupante, exclusiva- dos órgãos e entidades da Administração por meio
mente, de cargo em comissão tem direito a aposen - de ato infra legal.
tadoria estatutária.
d) inconstitucional, uma vez que a lei deveria ter se
d) com base nos princípios da universalidade e do restringido à Administração pública indireta.
direito adquirido, todos os servidores aposentados
por invalidez têm direito à aposentadoria com pro- e) inconstitucional, uma vez que apenas lei comple-
ventos integrais. mentar poderia dispor sobre a matéria.

e) os princípios constitucionais explícitos da adminis- COMENTA RIOS


tração pública não se aplicam às sociedades de eco-
nomia mista, haja vista que elas são formadas pela Alternativa correta: letra a" (responde a todas
conjugação de capital público e privado. as alternativas): de acordo com o§ 8º do art. 37 da CF,
a autonomia gerencial, orçamentária e financeira dos
COMENTA RIOS órgãos e entidades da administração direta e indireta
poderá ser ampliada mediante contrato, a ser firmado
Alternativa correta: letra "b": conforme art. 37, 1,
entre seus administradores e o poder público, que
da CF. tenha por objeto a fixação de metas de desempenho
Alternativa ªa": a CF prevê algumas possibili- para o órgão ou entidade, cabendo à lei dispor sobre: 1-
dade de acumulação remunerada de cargos públicos, a o prazo de duração do contrato; li - os controles e crité-
exemplo daquelas dispostas no art. 37, XVI, da CF. rios de avaliação de desempenho, direitos, obrigações e
Capítulo IX - Administração Pública 715

responsabilidade dos dirigentes; Ili - a remuneração do IV. A lei é inconstitucional ao vincular a correção mone-
pessoa. Esse é o dispositivo constitucional que autoriza tária da remuneração dos servidores do Poder Exe-
a edição de lei para tratar da matéria. cutivo à correção monetária da remuneração dos
servidores vinculados ao Poder Judiciário.

09. (FCC - Analista Judiciário - Administrativa -TRT Está correto o que se afirma APENAS em
9/2013) Nos termos da Constituição Federal, em qual-
a) 1e Ili.
quer caso que exija o afastamento do servidor público
para o exercício de mandato eletivo, seu tempo de ser- b) 1e IV.
viço c) li e Ili.
a) será contado para todos os efeitos legais, exceto d) llelV.
para promoção por merecimento.
e) Ili e IV.
b) será contado para todos os efeitos legais, exceto
para promoção por antiguidade. COMENTÁRIOS

c) será contado para todos os efeitos legais, sem qual- Alternativa correta: "e".
quer exceção.
Item "I". Incorreto. A produção de efeitos válidos
d) não será computado para qualquer efeito legal. pela lei, quanto ao aumento do valor da remuneração
e) será contado tão somente para a promoção por dos servidores, não está vinculada à aprovada pelo
merecimento. Tribunal de Contas da União, pois não há regra constitu -
cional nesse sentido.
COMENTÁRIOS Item "li". Incorreto. A lei poderia ter instituído gra-
tificação de função, uma vez que a Constituição Federal
Alternativa correta: "a" (responde a todas as
determina que, os servidores públicos, em regra, perce-
alternativas): segundo o art. 38, IV, da CF, em qual-
berão remuneração, consistente no vencimento básico
quer caso que exija o afastamento para o exercício de
somado às gratificações permanentes previstas em lei.
mandato eletivo, seu tempo de serviço será contado
Apenas os membros de Poder é que deverão perceber,
para todos os efeitos legais, exceto para promoção por
exclusivamente, subsídios em parcela única, vedado o
merecimento.
acréscimo de qualquer gratificação, ressalvadas as van -
tagens pessoais já adquiridas (art. 39, § 4°, da CF).
10. (FCC - Analista Judiciário -Administrativa - TRT
Item "Ili". Correto. A lei é inconstitucional ao deter-
1/2013) Suponha que em 2012 foi editada lei federal
minar que a gratificação não será considerada para fins
aumentando o valor da remuneração de servidores
do limite máximo de remuneração, uma vez que o art.
públicos vinculados ao Poder Executivo e criando gra-
37, XI, da CF não exclui da incidência do teto salarial os
tificação de função para a mesma categoria . A lei ainda
valores percebidos a título de vantagens pessoais, nos
determinou que a gratificação não seria considerada
termos do seu art. Nos tetos remuneratórios não serão
para fins do limite máximo de remuneração estabele-
computadas apenas as parcelas de caráter indenizató-
cido na Constituição Federal. Prescreveu também que
rio, previstas em lei (art. 37, § 11, da CF).
a remuneração dos servidores seria corrigida moneta-
riamente pelo mesmo índice e na mesma data em que Item "IV". Correto. A lei é inconstitucional ao vin -
fosse corrigida a remuneração dos servidores públicos cular a correção monetária da remuneração dos ser-
vinculados ao Poder Judiciário. Considerando esse qua- vidores do Poder Executivo à correção monetária da
dro, analise as afirmações abaixo. remuneração dos servidores vinculados ao Poder Judi -
ciário, pois fere norma do art. 37, XIII, da CF, segundo a
1. A lei somente produzirá validamente seus efeitos,
qual é vedada a vinculação ou equiparação de quais-
quanto ao aumento do valor da remuneração dos quer espécies remuneratórias para o efeito de remune-
servidores, após ser aprovada pelo Tribunal de Con- ração de pessoal do serviço público.
tas da União.

li. A lei não poderia ter instituído gratificação de fun- 11. (FCC - Analista Judiciário - Exec. Mandados -
ção, uma vez que a Constituição determina que TRT 1/2013) Considere as seguintes afirmações em
todos os servidores públicos serão remunerados, relação ao regime jurídico dos servidores públicos, à
exclusivamente, por subsídios em parcela única, luz da Constituição da República e da jurisprudência do
vedado o acréscimo de qualquer gratificação, res- Supremo Tribunal Federal sobre a matéria:
salvadas as vantagens pessoais já adquiridas.
1. Dentro do prazo de validade de concurso público,
Il i. A lei é inconstitucional ao determinar que a gratifi- a Administração poderá escolher o momento no
cação não será considerada para fins do limite qual se realizará a nomeação, mas não poderá dis-
máximo de remuneração, uma vez que a Constitui- por sobre a própria nomeação, estando obrigada a
ção não exclui da incidência do teto salarial os valo- nomear os aprovados dentro do número de vagas
res percebidos a título de vantagen s pessoais. previsto no edital, ressalvadas situações excepcio -
716 Paulo Lépore

nalíssimas que justifiquem soluções diferenciadas, e imprevisíveis devem ser extremamente graves, impli-
devidamente motivadas de acordo com o interesse cando onerosidade excessiva, dificuldade ou mesmo
público. impossibilidade de cumprimento efetivo das regras do
edital; d) Necessidade: a solução drástica e excepcional
li. Salvo nos casos previstos na Constituição, o salário
de não cumprimento do dever de nomeação deve ser
mínimo não pode ser usado como indexador de
extremamente necessária, de forma que a Administra-
base de cálculo de vantagem de servidor público,
ção somente pode adotar tal medida quando absoluta-
nem ser substituído por decisão judicial.
mente não existirem outros meios menos gravosos para
Ili. Até que sobrevenha lei específica para regula- lidar com a situação excepcional e imprevisível. De toda
mentar o exercício do direito de greve pelos servi- forma, a recusa de nomear candidato aprovado dentro
dores públicos civis, aplica-se-lhes, no que couber, do número de vagas deve ser devidamente motivada e,
a lei que disciplina o exercício do direito de greve dessa forma, passível de controle pelo Poder Judiciário.
dos trabalhadores em geral.
Item "li". Correto. Segundo a Súmula Vinculante 4,
Está correto o que se afirma em salvo nos casos previstos na Constituição, o salário-mí-
nimo não pode ser usado como indexador de base de
a) 1e li, apenas.
cálculo de vantagem de servidor público ou de empre-
b) 1e Ili, apenas. gado, nem ser substituído por decisão judicial.
c) li e Ili, apenas. Item "Ili". Correto. A Constituição Federal garante
d) l, llelll. ao servidor público civil a livre associação sindical e o
direito de greve, que deverá ser exercido nos termos e
e) 1, apenas. limites definidos em lei específica (art. 37, VI e VII, da CF).
O problema é que a lei sobre o direito de greve do servi-
COMENTA RIOS dor público não foi editada. Mas, com o objetivo de con-
cretizar o direito estabelecido na Constituição, em 2007,
Alternativa correta: "d".
no bojo dos Mandados de Injunção (Mls) 670, 708 e 712,
Item "1". Correto. No RE 598.099, julgado em 2011 o STF autorizou a aplicação da lei de greve da iniciativa
e relatado pelo Ministro Gilmar Mendes, o STF assentou privada, no que for cabível (Lei 7.783/89) para garantir
que: "Dentro do prazo de validade do concurso, a admi- o exercício grevista regular dos servidores públicos. Em
nistração poderá escolher o momento no qual se reali- outras palavras: segundo o STF, enquanto não for edi-
zará a nomeação, mas não poderá dispor sobre a pró- tada a lei de greve dos servidores públicos será aplicada
pria nomeação, a qual, de acordo com o edital, passa a a lei de greve da iniciativa privada, no que for cabível.
constituir um direito do concursando aprovado e, dessa
forma, um dever imposto ao Poder Público. Uma vez
12. (FCC- Analista Judiciário -Administrativa -TRT
publicado o edital do concurso com número específico
9/2013) João é servidor ocupante, exclusivamente, de
de vagas, o ato da administração que declara os candi-
cargo em comissão no Tribunal Regional do Trabalho
datos aprovados no certame cria um dever de nomea-
da 9a Região. João pretende aposentar-se do serviço
ção para a própria administração e, portanto, um direito
público. Neste caso, aplicar-se-á o regime
à nomeação titularizado pelo candidato aprovado den-
tro desse número de vagas. (...) O dever de boa-fé da a) geral de previdência social.
administração pública exige o respeito incondicional às b) especial de previdência social, ou seja, próprio dos
regras do edital, inclusive quanto à previsão das vagas servidores titulares de cargos efetivos.
do concurso público". Entretanto, quando se afirma que
a Administração Pública tem a obrigação de nomear c) híbrido de previdência social, isto é, composto por
os aprovados dentro do número de vagas previsto no regras do regime geral e do regime especial (pró-
edital, deve-se levar em consideração a possibilidade de prio dos servidores titulares de cargo efetivo).
situações excepcionalíssimas que justifiquem soluções d) exatamente igual ao aplicável aos servidores titula-
diferenciadas, devidamente motivadas de acordo com res de cargos efetivos das autarquias federais.
o interesse público. Não se pode ignorar que determi-
e) híbrido de previdência social, isto é, composto por
nadas situações excepcionais podem exigir a recusa
regras do regime geral e do regime aplicável aos
da Administração Pública de nomear novos servidores.
empregados públicos.
Para justificar o excepcionalíssimo não cumprimento do
dever de nomeação por parte da Administração Pública,
COMENTA RIOS
é necessário que a situação justificadora seja dotada das
seguintes características: a) Superveniência: os even- Alternativa correta: "a" (responde a todas as
tuais fatos ensejadores de uma situação excepcional alternativas): a partir do fato de João exercer cargo em
devem ser necessariamente posteriores à publicação comissão, a situação-problema, aparentemente com-
do edital do certame público; b) Imprevisibilidade: plexa, se resolve pela literalidade do art. 40, § 13, da CF:
a situação deve ser determinada por circunstâncias "Ao servidor ocupante, exclusivamente, de cargo em
extraordinárias, imprevisíveis à época da publicação do comissão declarado em lei de livre nomeação e exo-
edital; c) Gravidade: os acontecimentos extraordinários neração bem como de outro cargo temporário ou de
Capítulo IX - Administração Pública 717

emprego público, aplica-se o regime geral de previdên- a) artístico.


cia social" (grifo nosso).
b) professor.
c) técnico.
13. (FCC - Técnico Judiciário - Administrativa - TRT
9/2013) Clara é servidora pública da Administração d) científico.
direta, tendo sido investida no mandato de Vereadora.
e) privativo de profissional de saúde, com profissão
Havendo compatibilidade de horários, Clara perceberá
regulamentada .
as vantagens de seu cargo, sem prejuízo da remunera-
ção do cargo eletivo. No entanto, NÃO havendo compa-
COMENTÁRIOS
tibilidade de horários, Clara
a) será afastada do cargo que detém na Administra- Alternativa correta: "e" (responde a todas as
ção direta, ficando obrigatoriamente com a remu- alternativas): Joaquim somente poderá cumular se
neração do cargo eletivo. o cargo público for privativo de profissional de saúde,
com profissão regulamentada, pois, dessa forma, ele
b) será afastada do cargo que detém na Administração
se enquadra na hipótese do art. 37, XVI, "c", da CF, con -
direta, sendo-lhe facultado optar pela sua remune-
forme amplamente demonstrado na questão anterior.
ração.
c) será exonerada do cargo que detém na Administra-
15. (FCC -Técnico Judiciário - Administrativa -TRT
ção direta.
9/2013) Extinto o cargo ou declarada a sua desnecessi-
d) não poderá exercer o mandato eletivo. dade, o servidor estável
e) será afastada do cargo que detém na Administra- a) será exonerado ad nutum, sem direito a remunera-
ção direta, ficando obrigatoriamente com a remu- ção.
neração deste cargo.
b) será obrigatoriamente exonerado, sendo-lhe
COMENTARIOS garanti do os direitos inerentes ao cargo.

Alternativa correta: "b" (responde a todas as c) será obrigatoriamente demitido, sendo-lhe garan-
alternativas): nos termos do art. 37, XVI, da CF, "é tido os direitos inerentes ao cargo.
vedada a acumulação remunerada de cargos públicos, d) ficará em disponibilidade, com remuneração pro-
exceto, quando houver compatibilidade de horários, porcional ao tempo de serviço, sendo vedado seu
observado em qualquer caso o disposto no inciso XI. a) aproveitamento em outro cargo público.
a de dois cargos de professor; b) a de um cargo de pro-
fessor com outro técnico ou científico; c) a de dois car- e) ficará em disponibilidade, com remuneração pro-
gos ou empregos privativos de profissionais de saúde, porcional ao tempo de serviço, até seu adequado
com profissões regulamentadas. Por força do art. 37, aproveitamento em outro cargo público.
§ 10 e.e. art. 38, caput, da CF, também pode haver acu-
mulação remunerada no caso de desempenho simul- COMENTARIOS
tâneo de cargo de provimento efetivo com cargo de
Alternativa correta: "e" (responde a todas as
Vereador, desde que haja compatibil idade de horário.
alternativas): a questão se resolve pela literalidade do
Neste último caso, investido no mandato de Vereador,
art. 41, § 3°, da CF: "Extinto o cargo ou declarada a sua
havendo compatibilidade de horários, perceberá as
desnecessidade, o servidor estável ficará em disponi-
vantagens de seu cargo, emprego ou função, sem pre-
bilidade, com remuneração proporcional ao tempo de
juízo da remuneração do cargo eletivo, e, não havendo
compatibilidade, ele poderá optar pela remuneração do serviço, até seu adequado aproveitamento em outro
cargo de Vereador ou do cargo de servidor público com cargo".
provimento efetivo (art. 38, Ili, da CF). Essa é justamente
a situação de Clara. 16. (FCC - Técnico Judiciário - Administrativa - TRT
1/2013) Suponha que lei federal tenha criado diversos
14. (FCC - Técnico Judiciário - Administrativa - TRT cargos em comissão, para o exercício de atribuições de
9/2013) Joaquim, servidor público federal, é médico, chefe de unidade e de assessor, a serem preenchidos
ocupa cargo privativo de profissional de saúde, com necessariamente por servidores de carreira. Essa lei é
profissão regulamentada, tendo ingressado no serviço a) constitucional, uma vez que a Constituição Fede-
público por concurso há dez anos. Joaquim pretende ral estabelece os mesmos requisitos para o preen -
prestar novo concurso público com o objetivo de cumu-
chimento dos cargos em comissão e para o exer-
lar, de forma remunerada, dois cargos públicos. A Cons-
cício das funções de confiança.
tituição Federal admite, em situações excepcionais, a
acumulação remunerada de cargos públicos, desde b) inconstitucional, uma vez que a Constituição Fede-
que haja compatibilidade de horários. No caso narrado, ral veda a criação de cargos em comissão, permi-
Joaquim somente poderá cumular se o segundo cargo tindo apenas as funções de confiança exercidas por
público for servidores ocupantes de cargos efetivos.
718 Paulo Lépore

c) inconstitucional, uma vez que, de acordo com a


Constituição Federal, cargos em comissão apenas 18. (FCC -TRT 14- Analista Judiciário/2011) A admi-
nistração pública direta e indireta de qualquer dos
podem ser preenchidos por servidores que não
Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e
sejam de carreira.
dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade,
d) constitucional, uma vez que, de acordo com a Cons- impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência,
tituição Federal, os cargos em comissão deverão ser sendo que
preenchidos por servidores de carreira nos casos, a) somente por lei específica poderá ser criada autar-
condições e percentuais mínimos previstos em lei, quia e autorizada a instituição de empresa pública,
destinando-se apenas às atribuições de direção, de sociedade de economia mista e de fundação,
chefia e assessoramento. cabendo à lei complementar, neste último caso,
e) constitucional, uma vez que, de acordo com a Cons- definir as áreas de sua atuação.
tituição Federal, os cargos em comissão somente b) independe de autorização legislativa, em cada caso,
podem ser preenchidos por servidores de carreira a criação de subsidiárias de empresa pública, assim
e devem destinar-se apenas às atribuições de dire- como a participação de qualquer delas em empresa
ção, chefia e assessoramento. privada, sendo necessária aprovação do Poder Exe-
cutivo.
COMENTÁRIOS
c) as obras, serviços, compras e alienações, ressalva-
Alternativa correta: ªd" (responde a todas as dos os casos especificados na legislação, serão con-
alternativas): lei federal que tenha criado diversos tratados mediante processo de licitação pública
que assegure igualdade de condições a todos os
cargos em comissão, para o exercício de atribuições de
concorrentes, com cláusulas que estabeleçam obri-
chefe de unidade e de assessor, a serem preenchidos
gações de pagamento, não sendo mantidas, no
necessariamente por servidores de carreira constitu-
entanto, as condições efetivas da proposta.
cional, é constitucional. uma vez que, de acordo com
o art. 37, V, da CF, os cargos em comissão deverão ser d) a autonomia gerencial, orçamentária e financeira
preenchidos por servidores de carreira nos casos, condi- dos órgãos e entidades da administração direta e
ções e percentuais mínimos previstos em lei, destinan- indireta não poderá ser ampliada mediante con-
trato, a ser firmado entre seus administradores e o
do-se apenas às atribuições de direção, chefia e asses-
poder público, que tenha por objeto a fixação de
soramento.
metas de desempenho para o órgão ou entidade.
e) a publicidade dos atos, programas, obras, serviços
17. (FCC - Analista Judiciário - Exec. Mandados -
e campanhas dos órgãos públicos deverá ter cará-
TRT 11/2012) Segundo a Constituição Federal, a insti-
ter prioritário com o fim de marcar os benefícios
tuição de fundação pública deve ser autorizada por
da administração pública em prol da democracia,
a) ato administrativo emanado pelo Poder Público dela podendo constar imagens que caracterizem
federal que, inclusive, definirá suas áreas de atua- promoção pessoal de servidores públicos que
ção. desempenharam sua função com zelo e dedicação
para lhe dar o devido reconhecimento popular.
b) ato administrativo emanado pelo Poder Público
municipal, do Município onde estiver localizada sua COMENTÁRIOS
sede que, inclusive, definirá suas áreas de atuação.
Alternativa "a": correta: nos exatos termos do
c) ato administrativo emanado pelo Poder Público art. 37, XIX, da CF, somente por lei específica poderá ser
estadual que, inclusive, definirá suas áreas de atu- criada autarquia e autorizada a instituição de empresa
ação. pública, de sociedade de economia mista e de funda-
d) lei específica, cabendo à lei complementar definir ção, cabendo à lei complementar, neste último caso,
suas áreas de atuação. definir as áreas de sua atuação.
Alternativa "b": depende de autorização legisla-
e) decreto municipal, emitido pelo Prefeito do Municí-
tiva, em cada caso, a criação de subsidiárias de empresa
pio onde estiver localizada sua sede que, inclusive,
pública, assim como a participação de qualquer delas
definirá suas áreas de atuação.
em empresa privada, consoante art. 37, XX, da CF.
COMENTÁRIOS Alternativa "c": as obras, serviços, compras e alie-
nações, ressalvados os casos especificados na legisla-
Alternativa correta: "d" (responde a todas as ção, serão contratados mediante processo de licitação
alternativas): consoante art. 37, XIX, da CF, somente por pública que assegure igualdade de condições a todos
lei específica poderá ser criada autarquia e autorizada a os concorrentes, com cláusulas que estabeleçam obri-
instituição de empresa pública, de sociedade de econo- gações de pagamento, mantidas as condições efetivas
mia mista e de fundação, cabendo à lei complementar, da proposta, nos termos da lei, o qual somente permi-
neste último caso, definir as áreas de sua atuação. tirá as exigências de qualificação técnica e econômica
Capítulo IX - Administração Pública 719

indispensáveis à garantia do cumprimento das obriga- Lopes Meirelles "vantagens pecuniárias são acrés-
ções (art. 37, XXI, da CF). cimos de estipêndio do servidor, concedidas a título
definitivo ou trans itório, pela decorrência do tempo
Alternativa "d": a autonomia gerencial, orçamen-
de serviço (ex facto temporis), ou pelo desempenho
tária e financeira dos órgãos e entidades da adminis-
de funções especiais (ex facto officii), ou em razão das
tração direta e indireta poderá ser ampliada mediante
condições anormais em que se realiza o serviço (propter
contrato, a ser firmado entre seus administradores e o
laborem), ou, finalmente, em razão de condições pes-
poder público, que tenha por objeto a fixação de metas
soais do servidor (propter personam). As duas primeiras
de desempenho para o órgão ou entidade, cabendo à
espécies constituem os adicionais (adicionais de venci-
lei dispor sobre prazo de duração do contrato, os con-
mento e adicionais de função), as duas últimas formam
troles e critérios de avaliação de desempenho, direitos,
a categoria das gratificações (gratificações de serviço e
obrigações e responsabilidade dos dirigentes, bem
gratificações pessoais). (Direito Administrativo Brasileiro,
como a remuneração do pessoal (art. 37, § 8°, da CF).
18 ed. São Paulo: Malheiros, 1993, p. 402). Portanto, no
Alternativa "e": a publicidade dos atos, progra- máximo pode-se dizer que os vencimentos abrangem
mas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públi- vantagens pecuniárias (gratificações) o que em nada
cos deverá ter caráter educativo, informativo ou de altera a solução para a questão.
orientação, dela não podendo constar nomes, símbo-
los ou imagens que caracterizem promoção pessoal 20. (FCC -TRT 24 - Analista Judiciário/2011) No que
de autoridades ou servidores públicos (art. 37, § 1°, da diz respeito à Administração Pública,
CF). Assim, está errado dizer que a publicidade terá
como caráter prioritário o fim de marcar os benefícios a) os acréscimos pecuniários percebidos por servidor
da administração pública em prol da democracia, dela público serão computados e acumulados para fins
podendo constar imagens que caracterizem promoção de concessão de acréscimos ulteriores.
pessoal de servidores públicos que desempenharam b) é vedada a vinculação ou equiparação de quaisquer
sua função com zelo e dedicação para lhe dar o devido espécies remuneratórias para o efeito de remune-
reconhecimento popular. ração de pessoal do serviço público.
c) a administração fazendária e seus servidores fiscais
19. (FCC - TRT 4-Analista JudicUirio/2011) Os agen- não terão, ainda que dentro de suas áreas de com-
tes administrativos submetidos ao regime estatutário, petência e jurisdição, precedência sobre os demais
ou sejam, os servidores públicos; os agentes políticos, setores administrativos.
a exemplo dos chefes dos Executivos; e os empregados
públicos como os presidentes de empresas públicas, d) somente por lei específica poderá ser criada
estão sujeitos ao sistema remuneratório consistente, autarquia e autorizada a instituição de fundação,
técnica e respectivamente, na categoria de cabendo à lei ordinária, neste último caso, definir as
áreas de sua atuação.
a) vantagens pecuniárias, salário e subsídio.
e) independe de autorização legislativa, em cada caso,
b) vantagens pecuniárias, vencimentos e salário. a criação de subsidiárias de sociedade de econom ia
c) subsídio, vencimentos e salário. mista, assim como a participação delas em empresa
privada.
d) vencimentos, subsídio e salário.
e) vencimentos, vantagens pecuniárias e subsídio. COMENTÁRIOS

Alternativa "b": correta: segundo o art. 37, XIII, da


COMENTÁRIOS
CF, é vedada a vinculação ou equiparação de quaisquer
Alternativa "d": correta (responde a todas as espécies remuneratórias para o efeito de remuneração
alternativas): os vencimentos referem-se ao venci- de pessoal do serviço público.
mento básico somado às gratificações permanentes Alternativa "a": os acréscimos pecuniários per-
previstas em lei (art. 1°, da Lei 8.852/94), que se aplicam cebidos por servidor público não serão computados e
aos agentes administrativos submetidos a regime esta- acumulados para fins de concessão de acréscimos ulte-
tutário, os denominados servidores públicos. Já o sub- riores, consoante art. 37, XIV, da CF.
sídio, na lição de Leandro Bortoleto "é o pagamento de
uma única parcela, sem subdivisões [...) forma normal- Alternativa "c": a administração fazendária e seus
mente adotada para se remunerar os agentes políticos" servidores fiscais terão, dentro de suas áreas de com-
(Direito Administrativo. Salvador: Juspodivm, 2012, p. petência e jurisdição, precedência sobre os demais
142). Por fim, o salário é a forma de pagamento devida setores administrativos, na forma da lei (art. 37, XVIII,
da CF).
a quem se submete ao regime da CLT, portanto, aos
empregados públicos como os presidentes de empre- Alternativa "d": somente por lei específica poderá
sas públicas. São essas as ponderações que levam à cor- ser criada autarquia e autorizada a instituição de funda-
reção da alternativa em comento. Convém ainda ressal- ção, cabendo à lei complementar (não ordinária), neste
tar que as vantagens pecuniárias não têm pertinência último caso, definir as áreas de sua atuação, nos termos
para a questão em análise. Isso porque, segundo Hely do art. 37, XIX, da CF.
720 Paulo Lépore

Alternativa ue": depende de autorização legisla- a) já cumpre os requisitos para a aposentadoria com-
tiva, em cada caso, a criação de subsidiárias de socie- pulsória e receberá proventos proporcionais ao tem
dade de economia mista, assim como a participação pode exercício efetivo no cargo.
delas em empresa privada (art. 37, XX, da CF).
b) poderá se aposentar voluntariamente com proven-
tos integrais, pois contribuiu por mais de vinte e
21. (FCC - TRT 8 - Analista Judlciário/2010) No cinco anos para a previdência.
tocante à administração pública direta e indireta de
c) não poderá se aposentar voluntariamente, uma vez
qualquer dos Poderes da União, é INCORRETO afirmar
que não conta com a idade mínima de sessenta e
que
cinco anos, nem com mais de trinta e cinco anos de
a) é vedada a vinculação ou equiparação de quaisquer contribuição para a previdência.
espécies remuneratórias para o efeito de remunera-
ção de pessoal do serviço público. d) não poderá se aposentar voluntariamente, uma vez
que não possui mais de quinze anos de efetivo exer-
b) o direito de greve será exercido nos termos e nos cício no cargo aonde se dará a aposentadoria.
limites definidos em lei específica.
e) poderá se aposentar voluntariamente com proven-
c) os acréscimos pecuniários percebidos por servidor tos proporcionais ao tempo de contribuição.
público serão computados e acumulados para fins
de concessão de acréscimos ulteriores. COMENTA RIOS
d) a administração fazendária e seus servidores fiscais
Alternativa "e": correta (responde a todas as
terão, dentro de suas áreas de competência e juris-
alternativas): nos termos do art. 40, § 1°, Ili, "b", da
dição, precedência sobre os demais setores admi-
CF, o servidor público poderá se aposentar voluntaria-
nistrativos, na forma da lei.
mente, desde que cumprido tempo mínimo de dez anos
e) depende de autorização legislativa, em cada caso, de efetivo exercício no serviço público e cinco anos no
a criação de subsidiárias de empresa de economia cargo efetivo em que se dará a aposentadoria, tenha
mista assim como a participação de quaisquer delas sessenta e cinco anos de idade, se homem, e sessenta
em empresa privada. anos de idade, se mulher, com proventos proporcio-
nais ao tempo de contribuição. Esse é justamente o
COMENTA RIOS enquadramento dado a Rosa, que tem 62 anos de idade
(exige-se 60), 20 anos de efetivo exercício no serviço
Alternativa "c": correta: os acréscimos pecuniá-
público (exige-se 10), 6 anos no cargo efetivo em que
rios percebidos por servidor público não serão compu-
se dará a aposentadoria (exige-se 5). Ela então poderá
tados e acumulados para fins de concessão de acrésci-
se aposentar com proventos proporcionais ao tempo de
mos ulteriores, nos termos do art. 37, XIV, da CF.
contribuição. Somente para fins de estudo, vale notar
Alternativa "a": é vedada a vinculação ou equi- que se Rosa tivesse 30, e não 27 anos de contribuição,
paração de quaisquer espécies remuneratórias para o sua aposentadoria seria com proventos integrais, con-
efeito de remuneração de pessoal do serviço público soante art. 40, § 1°, Ili, "a", da CF. Ademais, ela está longe
(art. 37, XIII, da CF). da aposentadoria compulsória, que somente se dá aos
Alternativa "b": o direito de greve será exercido 70 anos de idade, e garante proventos proporcionais ao
nos termos e nos limites definidos em lei específica (art. tempo de contribuição (art. 40, § 1°, li, da CF).
37, VII, da CF).

Alternativa "d": a administração fazendária e seus 23. (FCC - Técnico Judiciário - TRT 22/ 2010) No
servidores fiscais terão, dentro de suas áreas de com- tocante aos servidores públicos, é correto afirmar que
petência e jurisdição, precedência sobre os demais a) a Lei da União, dos Estados, do Distrito Federal e
setores administrativos, na forma da lei (art. 37, XVIII, da dos Municípios disciplinará a aplicação de recursos
CF). orçamentários provenientes da economia com des-
Alternativa ue": depende de autorização legisla- pesas correntes em cada órgão, autarquia e funda-
tiva, em cada caso, a criação de subsidiárias de empresa ção, para aplicação no desenvolvimento de progra-
de economia mista assim como a participação de quais- mas de qualidade e produtividade, treinamento e
quer delas em empresa privada (art. 37, XX, da CF). desenvolvimento, modernização, reaparelhamento
e racionalização do serviço público, excluído sob a
forma de adicional ou prêmio de produtividade.
22. (FCC - TRT 22 - Analista Judiciárlo/2010) Rosa,
servidora pública, titular de cargo efetivo da União b) a União, os Estados e o Distrito Federal manterão
pretende se aposentar. Ela conta com sessenta e dois escolas de governo para a formação e o aperfeiço-
anos de idade, vinte anos de efetivo exercício no ser- amento dos servidores públicos, constituindo-se a
viço público, seis anos no cargo efetivo em que se dará participação nos cursos um dos requisitos para a
a aposentadoria, tendo contribuído para o regime da promoção na carreira, sendo obrigatória, para isso,
previdência por vinte e sete anos. Nesse caso, Rosa a celebração de convênios ou contratos entre os
Capítulo IX - Administração Pública 721

entes federados, que deverão promovê-los anual- Alternativa "e": aos servidores titulares de cargos
mente. efetivos da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos
Municípios, incluídas (e não excluídas) suas autarquias
c) o membro de Poder, o detentor de mandato eletivo,
os Ministros de Estado e os Secretários Estaduais e e fundações, é assegurado regime de previdência de
Municipais serão remunerados exclusivamente por caráter contributivo e solidário, mediante contribuição
subsídio em quatro parcelas, trimestrais, vedado do respectivo ente público, dos servidores ativos e ina-
o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, tivos e dos pensionistas, observados critérios que pre-
abono, prêmio, verba de representação ou outra servem o equilíbrio financeiro e atuarial (art. 40, caput,
espécie remuneratória. daCF).

d) a fixação dos padrões de vencimento e dos demais


componentes do sistema remuneratório observará
a natureza, o grau de responsabilidade e a comple- * ANALJ5TA E TÉCNICO DO MPU
xidade dos cargos componentes de cada carreira;
os requisitos para a investidura; e as peculiaridades
01. (FCC - Técnico .- Area Administrativa -
dos cargos.
MPU/2007) A respeito dos servidores públicos, analise:
e) os titulares de cargos efetivos da União, dos Esta-
1. Os Ministros de Estado serão remunerados por sub-
dos, do Distrito Federal e dos Municípios, excluídas
sídio fixado em parcela única, com acréscimo de
suas autarquias e fundações, é assegurado regime
gratificação e verba de representação.
de previdência de caráter contributivo e solidário,
mediante contribuição do respectivo ente público, li. São estáveis após três anos de efetivo exercício os
dos servidores ativos e inativos e dos pensionistas, servidores nomeados para cargo de provimento
observados critérios que preservem o equilíbrio efetivo em virtude de concurso público.
financeiro e atuarial.
Ili. Os servidores públicos titulares de cargos efetivos
COMENTARIOS da União serão aposentados compulsoriamente,
aos oitenta anos de idade.
Alternativa "d": correta: nos exatos termos do art.
IV. Extinto o cargo ou declarada a sua desnecessidade,
37, § 1°, 1, li e Ili, da CF, a fixação dos padrões de ven-
o servidor estável será reconduzido ou reintegrado
cimento e dos demais componentes do sistema remu-
em outro cargo público.
neratório observará a natureza, o grau de responsabi-
lidade e a complexidade dos cargos componentes de É correto o que consta APENAS em
cada carreira; os requisitos para a investidura; e as pecu-
liaridades dos cargos.
a) 1, llelll

Alternativa "a": a Lei da União, dos Estados, do Dis-


b) 1, li e IV.
trito Federal e dos Municípios disciplinará a aplicação de c) li.
recursos orçamentários provenientes da economia com
d) li e Ili.
despesas correntes em cada órgão, autarquia e funda-
ção, para aplicação no desenvolvimento de programas e) lll e IV.
de qualidade e produtividade, treinamento e desenvol-
vimento, modernização, reaparelhamento e racionali- COMENTA RIOS
zação do serviço público, inclusive (e não excluído) sob
a forma de adicional ou prêmio de produtividade (art. Alternat iva correta: letra "c"
39, § 7°, da CF). Assertiva "1": Incorreta. Os Ministros de Estado
Alternativa "b": a União, os Estados e o Distrito serão remunerados exclusivamente por subsídio
Federal manterão escolas de governo para a formação e fixado em parcela única, vedado o acréscimo de qual-
o aperfeiçoamento dos servidores públicos, constituin- quer gratificação e verba de representação, de acordo
do-se a participação nos cursos um dos requisitos para com art. 39, § 4º, da CF.
a promoção na carreira, facultada (e não sendo obriga- Assertiva "li": correta. São estáveis após três anos
tória), para isso, a celebração de convênios ou contra- de efetivo exercício os servidores nomeados para cargo
tos entre os entes federados, que deverão promovê-los de provimento efetivo em virtude de concurso público,
anualmente (art. 39, § 2°, da CF).
nos termos do art. 41, caput, da CF.
Alternativa "c": o membro de Poder, o detentor de
Assertiva "Ili": incorreta. Os servidores públicos
mandato eletivo, os Ministros de Estado e os Secretários
titulares de cargos efetivos da União serão aposentados
Estaduais e Municipais serão remunerados exclusiva-
compulsoriamente aos setenta anos de idade. É o que
mente por subsídio fixado em parcela única (e não
preceitua o art. 40, § 1º, li, da CF.
em quatro parcelas, trimestrais), vedado o acréscimo de
qualquer gratificação, adicional, abono, prêmio, verba Assertiva "IV": incorreta. Extinto o cargo ou decla-
de representação ou outra espécie remuneratória (art. rada a sua desnecessidade, o servidor estável ficará em
39, § 4°, da CF). disponibilidade, com remuneração proporcional ao
722 Paulo Lépore

tempo de serviço, até seu adequado aproveitamento magistério na educação infantil e no ensino funda-
em outro cargo. O servidor não estável será exonerado. mental e médio poderá se aposentar voluntariamente
aos cinquenta e cinco anos de idade e trinta de contri-
02. (ESAF - Técnico - Área Administrativa - buição, se homem, e cinquenta anos de idade e vinte e
MPU/2004) Sobre a administração pública e os servido- cinco de contribuição, se mulher (art. 40, § 1º, Ili e§ 5º,
res públicos civis, marque a única opção correta. da CF).

a) Na fixação dos padrões de vencimento dos car- Alternativa "c": nos termos do art. 40, §§ 14 e 16,
gos componentes de cada carreira da administra- da CF, se a União instituir regime de previdência com-
ção, serão considerados, entre outros aspectos, os plementar para os seus respectivos servidores titulares
requisitos para a investidura e as peculiaridades do de cargo efetivo, ela poderá fixar, para os servidores
cargo, sendo vedada a distinção em razão da natu-
que prévia e expressamente optem, como valor das
reza do cargo, em face do princípio da isonomia aposentadorias e pensões a serem concedidas pelo
regime de previdência do servidor público, o limite
que rege a Administração Pública.
máximo estabelecido para os benefícios do regime
b) O professor que comprove exclusivamente tempo geral de previdência social.
de efetivo exercício das funções de magistério
Alternativa "d": extinto o cargo ocupado por ser-
poderá se aposentar voluntariamente aos cin-
vidor estável, ele ficará em disponibilidade, com remu-
quenta e cinco anos de idade e trinta de contribui-
neração proporcional ao tempo de serviço, até seu
ção, se homem, e cinquenta anos de idade e vinte e
adequado aproveitamento em outro cargo, de acordo
cinco de contribuição, se mulher.
com art. 41, § 3º, da CF.
c) Se a União instituir regime de previdência comple-
mentar para os seus respectivos servidores titulares
03. (ESAF - Técnico - Área Administrativa -
de cargo efetivo, ela poderá fixar, para todos os ser-
MPU/2004) No que se refere a disposições gerais rela-
vidores em atividade, como valor das aposentado-
tivas à administração pública, marque a única opção
rias e pensões a serem concedidas pelo regime de
correta.
previdência do servidor público, o limite máximo
estabelecido para os benefícios do regime geral de a) As administrações tributárias da União e dos Muni-
previdência social. cípios atuarão de forma integrada, o que inclui o
compartilhamento de informações fiscais, na forma
d) Extinto o cargo ocupado por servidor estável, ele que for definida em lei ou convênio.
ficará em disponibilidade, com remuneração inte-
gral, até seu adequado aproveitamento em outro b) A possibilidade de ampliação, por meio de con-
cargo. trato entre os administradores e o poder público,
da autonomia gerencial do órgão, prevista no texto
e) Se um servidor titular de cargo efetivo da União constitucional, não se aplica aos órgãos integrantes
for aposentado por invalidez permanente, seus da administração direta.
proventos serão proporcionais ao tempo de con-
tribuição, exceto, apenas, nas hipóteses em que a c) O somatório das remunerações dos ocupantes de
invalidez decorrer de acidente em serviço, moléstia cargos, constitucionalmente acumuláveis, da admi-
profissional ou doença grave, contagiosa ou incurá- nistração direta, excetuados os valores correspon-
vel, na forma da lei. dentes às vantagens pessoais, não poderá exceder
o subsídio mensal, em espécie, dos ministros do
COMENTÀRIOS Supremo Tribunal Federal.
d) O tempo de afastamento do servidor público para
Alternativa correta: letra "e": se um servidor titu-
o exercício de mandato eletivo será contado como
lar de cargo efetivo da União for aposentado por inva-
tempo de serviço para todos os efeitos legais,
lidez permanente, seus proventos serão proporcionais
exceto para a sua promoção.
ao tempo de contribuição, exceto, apenas, nas hipóte-
ses em que a invalidez decorrer de acidente em serviço, e) As funções de confiança destinam-se apenas às atri-
moléstia profissional ou doença grave, contagiosa ou buições de direção, chefia e assessoramento, sendo
incurável, na forma da lei. t o que estabelece o art. 40, exercidas por servidores ocupantes de cargo efe-
§ 1º, I, da CF. tivo ou de cargo em comissão.

Alternativa "a": na fixação dos padrões de ven-


COMENTÀRIOS
cimento dos cargos componentes de cada carreira da
administração serão considerados os requisitos para a Alternativa correta: letra "a": as administrações
investidura, as peculiaridades do cargo e a natureza, o tributárias da União e dos Municípios atuarão de forma
grau de responsabilidade e a complexidade dos cargos integrada, o que inclui o compartilhamento de informa-
componentes de cada carreira, conforme art. 39, § 1º, 1 ções fiscais, na forma que for definida em lei ou convê-
a Ili, da CF. nio (art. 37, XXII, da CF).
Alternativa "b": o professor que comprove exclu- Alternativa "b": a possibilidade de ampliação, por
sivamente tempo de efetivo exercício das funções de meio de contrato entre os administradores e o poder
Capítulo IX - Administração Pública 723

público, da autonomia gerencial do órgão, prevista no Injunção (Mls) 670, 708 e 712, o STF autorizou a aplicação
texto constitucional, se aplica aos órgãos integrantes da lei de greve da iniciativa privada para garantir o exer-
da administração direta (art. 37, § 8º, da CF). cício grevista regular dos servidores públicos. Note-se
Alternativa "c": o somatório das remunerações que essa decisão do STF é de 2007, e a questão comen-
dos ocupantes de cargos, constitucionalmente acumu- tada é de 2003. Portanto, à época em que foi aplicada
láveis, da administração direta, incluidos os valores cor- a resposta "c" estava absolutamente corretamente, mas
respondentes às vantagens pessoais ou de qualquer nos dias atuais estaria errada, por força da jurisprudên-
natureza, não poderá exceder o subsídio mensal, em cia dominante do STF.
espécie, dos ministros do Supremo Tribunal Federal (art.
Alternativa "a": conforme art. 37, 1, da CF, os car-
37, XI, da CF).
gos, empregos e funções públicas são acessíveis aos
Alternativa "d": o tempo de afastamento do ser- brasileiros que preencham os requisitos estabelecidos
vidor público para o exercício de mandato eletivo será em lei, assim como aos estrangeiros, na forma da lei.
contado como tempo de serviço para todos os efeitos
legais, exceto para promoção por merecimento (art. Alternativa "bª: não é qualquer cargo público
38, IV, da CF). Vale ressaltar que existem dois tipos de pode vir a ser declarado por lei como de livre nomeação
promoção: por antiguidade e por merecimento. Logo, e exoneração, pois o art. 37, V, da CF preceitua que os
o servidor afastado para exercício de mandato eletivo cargos em comissão (de livre nomeação e exoneração),
terá o período de afastamento contado como tempo de destinam-se apenas às atribuições de direção, chefia e
serviço apenas para fins de promoção por antiguidade. assessoramento.
Alternativa "e": as funções de confiança destinam- Alternativa "d": nos termos do art. 39, § 1°, da CF,
-se apenas às atribuições de direção, chefia e assessora- a fixação dos padrões de vencimento e dos demais
mento, sendo exercidas exclusivamente por servido-
componentes do sistema remuneratório dos servido-
res ocupantes de cargo efetivo (art. 37, V, da CF).
res observará a natureza, o grau de responsabilidade
e a complexidade dos cargos componentes de cada
* AUDrTOR DA RECErTA FEDERAL
carreira, portanto, não pode o legislador, por impera-
tivo de economia legislativa, criar lei estabelecendo que
a remuneração dos integrantes de certa carreira será
01. (ESAF - AFRFB - 2003) sempre igual à remuneração dos integrantes de outra
carreira.
a) Estrangeiros não podem exercer cargos públicos no
Brasil. Alternativa "e": também por conta do art. 39, § 1°,
b) Qualquer cargo público pode vir a ser declarado da CF, o legislador pode criar gratificação para apenas
por lei como de livre nomeação e exoneração e, em um segmento do funcionalismo, deixando de esten-
consequência, o seu provimento não dependerá de dê-la arbitrariamente a outro segmento, não havendo
prévia aprovação em concurso público. qualquer inconstitucionalidade por omissão.

c) Os servidores públicos não podem exercer o direito


de greve, enquanto esse direito não for regulado 02. (ESAF - AFRFB - 2002.2)
por lei.
a) ~auto-aplicável a norma constitucional que estabe-
d) Nada impede que, por economia legislativa, a lei lece que a remuneração dos ocupantes de cargos
estabeleça que a remuneração dos integrantes de na Administração Pública, incluídas as vantagens
uma certa carreira será sempre igual à remuneração pessoais, não pode exceder o subsídio mensal, em
dos integrantes de outra carreira, expressamente espécie, do Ministro do Supremo Tribunal Federal.
nominada pelo legislador.
b) Servidores inativos, mesmo que aposentados antes
e) Quando o legislador cria gratificação para ape-
da promulgação da Constituição, estão sujeitos ao
nas um segmento do funcionalismo, deixando de
teto de remuneração nela estabelecido.
estendê-la arbitrariamente a outro segmento, o
Judiciário pode, diante da inconstitucionalidade c) Nada impede que, em dispositivo específico, lei
por omissão, determinar que o segmento preterido orçamentária fixe nova remuneração para servido-
também receba a vantagem . res públicos de determinadas carreiras.

COMENTÁRIOS d) A Constituição de um Estado-membro pode deter-


minar a equiparação remuneratória entre cargos do
Alternativa ªcª: correta: a afirmação que os servi- serviço público estadual.
dores públicos não podem exercer o direito de greve,
enquanto esse direito não for regulado por lei está e) O Presidente da República tem a iniciativa privativa
correta na medida em que a norma constitucional que de projetos de lei sobre a remuneração e subsídios
a sustenta (art. 37, VII, da CF) é considerada de eficácia de servidores públicos e membros dos três poderes
limitada. Entretanto, em 2007, no bojo dos Mandados de da União.
724 Paulo Lépore

COMENTÁRIOS COMENTARIOS

Alternativa "b": correta: Servidores inativos, Alternativa "d": correta: a alternativa trata do
mesmo que aposentados antes da promulgação da exercício de três cargos, o que viola o art. 37, XVI, da CF.
Constituição, estão sujeitos ao teto de remuneração Alternativa "a": é possível a cumulação de dois
nela estabelecido, pois assim dispõe o art. 37, XI, da CF. cargos de professor de ensino médio, conforme art. 37,
Alternativa "a": nos termos do art. 48, XV da CF, XVI, "a", da CF.
cabe ao Congresso Nacional fixação do subsidio Alternativa "b": não há vedação quanto à ocupa-
dos Ministros do Supremo Tribunal Federal, por- ção de dois cargos de dentista na Administração Direta
tanto, não é absolutamente auto-aplicável a norma Federal, por imperativo do art. 37, XVI, "e", da CF, pois são
constitucional que estabelece que a remuneração dos dois cargos ou empregos privativos de profissionais
ocupantes de cargos na Administração Pública, incluí- da saúde, com profissões regulamentadas.
das as vantagens pessoais, não pode exceder o subsídio Alternativa "c": não há problema na cumulação
mensal, em espécie, do Ministro do Supremo Tribunal de cargo de professor de instituição de ensino supe-
Federal. rior federal com emprego de professor em instituição
Alternativa "c": conforme dispõe o art. 37, X, da privada de ensino, pois se trata de apenas um cargo
público.
CF, a remuneração dos servidores públicos somente
poderá ser fixada ou alterada por lei específica, motivo Alternativa "e": é possível a cumulação de cargo
pelo qual lei orçamentária não pode fixar nova remune- de fisioterapeuta na Administração autárquica federal
ração para servidores públicos de determinadas carrei- com outro emprego de fisioterapeuta em uma socie-
ras, ainda que em dispositivo específico. dade de economia mista estadual, por força do art. 37,
XVI, "c", combinado com o art. 37, XVII, ambos da CF.
Alternativa "d": A Constituição de um Estado-
-membro não pode determinar a equiparação remu-
04. (ESAF - AFRFB - 2002.2)
neratória entre cargos do serviço público estadual, pois
nos termos do art. 39, § 1°, da CF, a fixação dos padrões a) Harmoniza-se com a Constituição o advento de uma
de vencimento e dos demais componentes do sistema lei que determine a contagem em dobro, para fins
remuneratório dos servidores observará a natureza, o de aposentadoria, do tempo de serviço prestado
grau de responsabilidade e a complexidade dos car- pelo servidor estatutário em localidades de difícil
acesso, desde que seja premente a necessidade de
gos componentes de cada carreira, os requisitos
preenchimento de quadros de pessoal nessas loca-
para investidura e as peculiaridades dos cargos.
lidades.
Alternativa "e": O Presidente da República não
b) O efetivo exercício do direito de greve por servido-
tem a iniciativa privativa de projetos de lei sobre a remu-
res públicos estatutários na órbita da União e no
neração e subsídios de servidores públicos e membros
âmbito do Estado-membro, depende da edição de
dos três poderes da União, pois ela pertence aos chefes lei complementar federal e de lei complementar
de cada Poder, conforme art. 37, X e XI, art. 39, § 4°, e o estadual, respectivamente.
art. 99, todos da CF.
c) Somente em virtude de sentença judicial transitada
em julgado o servidor público estável pode perder
03. (ESAF - AFRFB - 2002.2) Assinale a opção em que o seu cargo.
consta caso de acumulação vedada constitucional-
d) Não há previsão constitucional para qualquer apo-
mente. Considere, para a sua resposta, que as profissões
sentadoria do servidor público ocupante, exclusiva-
de médico, dentista e de fisioterapeuta são profissões
mente, de cargo em comissão declarado em lei de
regulamentadas por lei.
livre nomeação e exoneração.
a) Dois cargos de professor de ensino médio.
e) O Poder Executivo está constitucionalmente obri-
b) Dois cargos de dentista na Administração Direta gado a tomar medidas que assegurem aos servido-
Federal. res públicos a revisão geral anual de suas remunera-
ções.
c) Cargo de professor de instituição de ensino supe-
rior federal com emprego de professor em institui- COMENTÁRIOS
ção privada de ensino.
Alternativa "e": correta: o Poder Executivo está
d) Vencimentos de cargo de médico com vencimento constitucionalmente obrigado a tomar medidas que
de professor de Universidade Federal com proven- assegurem aos servidores públicos a revisão geral anual
tos de outro cargo de médico. de suas remunerações, conforme dispõe o art. 37, X, da
e) Cargo de fisioterapeuta na Administração autár- CF.
quica federal com outro emprego de fisioterapeuta Alternativa "a": não se harmoniza com a Constitui-
em uma sociedade de economia mista estadual. ção o advento de uma lei que determine a contagem em
Capítulo IX - Administração Pública 725

dobro, para fins de aposentadoria, do tempo de serviço empregos privativos de profissionais de saúde, com
prestado pelo servidor estatutário em localidades de profissões regulamentadas.
difícil acesso, ainda que seja premente a necessidade de
Alternativa "b": correta: Médico da Administra-
preenchimento de quadros de pessoal nessas localida-
ção Pública Federal e Médico de sociedade de econo-
des, pois nos termos do art. 40, § 10, a lei não poderá
mia mista estadual são cargos ou empregos privativos
estabelecer qualquer forma de contagem de tempo de
de profissionais da saúde com profissões regulamen-
contribuição fictfcio.
tadas e plenamente cumuláveis (art. 37, XVI, "c", da CF).
Alternativa "b": O efetivo exercício do direito de
Alternativa "a": não é possível a cumulação de
greve por servidores públicos estatutários na órbita da
cargo técnico com outro privativo de profissional da
União e no âmbito do Estado-membro, depende da edi-
saúde (art. 37, XVI, da CF).
ção de lei, que não precisa ser complementar, pois não
se trata de exigência constitucional (art. 37, VII, da CF). Alternativa "c": não é possível a cumulação de
mais de dois cargos ou empregos públicos (art. 37, XVI,
Alternativa "c": não é somente em virtude de sen-
daCF).
tença judicial transitada em julgado o servidor público
estável pode perder o seu cargo, pois também poderá Alternativa "d": não é possível a cumulação de
ser mediante processo administrativo em que lhe seja mais de dois cargos ou empregos públicos (art. 37, XVI,
assegurada ampla defesa, ou mediante procedimento da CF).
de avaliação periódica de desempenho, na forma da lei
Alternativa "e": não é possível a cumulação de
complementar, assegurada a ampla defesa (art. 41, § 1°,
dois cargos técnicos (art. 37, XVI, da CF).
da CF).
Alternativa "d": o art. 40, § 13, da CF, expressa-
06. (ESAF - AFRFB - 2002.2)
mente enuncia que "ao servidor ocupante, exclusiva-
mente, de cargo em comissão declarado em lei de livre a) Pessoa jurídica não pode pleitear danos morais em
nomeação e exoneração bem como de outro cargo ação de responsabilidade civil do Estado.
temporário ou de emprego público, aplica-se o regime b) Em caso algum admite-se a responsabilidade civil
geral de previdência social". Portanto, é equivocado do Estado por ato praticado por membro do Poder
dizer que não há previsão constitucional para qualquer
Judiciário.
aposentadoria do servidor público ocupante, exclusiva-
mente, de cargo em comissão declarado em lei de livre e) Não cabe ação de indenização por responsabili-
nomeação e exoneração. dade civil do Estado, por danos físicos em paciente,
decorrentes de cirurgia em hospital do Estado, se
não provado que houve erro médico.
05. (ESAF - AFRFB - 2002) Assinale a hipótese em que
se mencionam cargos e/ou empregos públicos que d) O Estado deve ser considerado responsável, obje-
podem ser objeto de cumulação remunerada por um tivamente, por todo crime que resulta em dano
mesmo servidor, havendo compatibilidade de horários. material para a vítima, pressupondo-se a sua omis-
são no dever de prestar segurança.
a) Cargo Técnico de uma sociedade de economia
mista e Médico da Administração Direta Federal. e) Não apenas as hipóteses de ofensa à reputação, dig-
nidade e imagem da pessoa podem ensejar indeni-
b) Médico da Administração Pública Federal e Médico
zação a título de responsabilidade civil do Estado.
de sociedade de economia mista estadual.
Também a dor pela morte, em circunstâncias que
c) Professor de universidade pública federal, Profes- atraem a responsabilidade do poder público, pode
sor de universidade pública estadual e Médico da ser objeto de indenização.
Administração Pública Direta Federal.
d) Professor de instituição pública federal, cargo téc- COMENTARIOS

nico da Administração Pública Federal e cargo cien-


Alternativa "e": correta: conforme pensamento
tífico da Administração Pública Federal.
doutrinário majoritário, e a jurisprudência do STF, não
e) Dois cargos técnicos da Administração Pública apenas as hipóteses de ofensa à reputação, dignidade e
Federal. imagem da pessoa podem ensejar indenização a título
de responsabilidade civil do Estado. Também a dor pela
COMENTÁRIOS morte, em circunstâncias que atraem a responsabili-
dade do poder público, pode ser objeto de indenização.
O Nota do autor: a questão versa exclusivamente
sobre a cumulação de cargos públicos, conforme dispõe Alternativa "a": não há qualquer vedação
o art. 37, XVI, da CF: é vedada a acumulação remunerada quanto ao pedido feito por pessoa jurídica, de indeniza-
de cargos públicos, exceto, quando houver compati- ção por danos morais em ação de responsabilidade civil
bilidade de horários, nos seguintes casos: a) a de dois do Estado (art. 37, §§ 5° e 6°, da CF). Aliás, a jurisprudên-
cargos de professor; b) a de um cargo de professor cia do STF é pacífica quanto à possibilidade da pessoa
com outro técnico ou científico; c) a de dois cargos ou jurídica sofrer dano moral.
726 Paulo Lépore

Alternativa ub": é plenamente admissível a res- Alternativa "c": a fundação de sindicato não
ponsabilidade civil do Estado por ato praticado por depende de autorização do Ministério do Trabalho. O
membro do Poder Judiciário, conforme disposição art. 8°, 1, da CF, é claro ao determinar que:"~ livre a asso-
expressa no art. 5°, LXXV, da CF: "o Estado indenizará o ciação profissional ou sindical, observado o seguinte: 1
condenado por erro judiciário, assim como o que ficar - a lei não poderá exigir autorização do Estado para a
preso além do tempo fixado na sentença''. fundação de sindicato, ressalvado o registro no órgão
competente, vedadas ao Poder Público a interferência e
Alternativa "c": é plenamente cabível ação de a intervenção na organização sindical".
indenização por responsabilidade civil do Estado, por
danos físicos em paciente, decorrentes de cirurgia em Alternativa "d": o aposentado filiado tem direito
a votar e ser votado nas organizações sindicais, conso-
hospital do Estado, independentemente da prova do
ante art. 8°, VII, da CF.
erro médico, pois, em regra, a responsabilidade é obje-
tiva, cabendo ao Estado ingressar com ação de regresso Alternativa "e": o texto constitucional prevê o
em face do médico, se cabível ((art. 37, § 6°, da CF). direito ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço à
categoria dos trabalhadores domésticos, consoante art.
Alternativa "d": O Estado não deve ser conside-
7° da CF (conforme EC 72/2013).
rado responsável por todo crime que resulta em dano
material para a vítima, pois, nesse caso, a responsabili-
dade será por omissão, exigindo-se dolo ou culpa. "Não 02. (ESAF - ATRFB - 2005) Sobre Administração
Pública, marque a única opção correta.
são unânimes a doutrina e a jurisprudência em consi-
derar a responsabilidade por omissão como subjetiva, a) A proibição de acumulação remunerada de funções
mas é possível se afirmar que a doutrina majoritária e e empregos públicos não se estende às sociedades
a tendência da jurisprudência (inclusive do 5TF) são que são apenas controladas, direta ou indireta-
no sentido da responsabilidade subjetiva " (BORTOLETO, mente, pelo poder público.
Leandro. Direito Administrativo. Salvador: Juspodivm, b) A autorização para a criação de subsidiárias de
2012, p. 585). sociedade de economia mista deve ser feita, por lei
específica, caso a caso, sendo vedada uma autoriza-
ção geral feita por meio de lei.
* ANALJSTA DA RECEíTA FEDERAL c) Todas as obras, compras, alienações e serviços reali-
zados no âmbito da Administração Pública deverão
ser contratados mediante processo de licitação.
01. (ESAF - ATRFB - 2012) Sobre os direitos sociais,
assinale a única opção correta. d) As administrações tributárias da União e dos Esta-
dos poderão compartilhar cadastros e informações
a) Não viola a Constituição o estabelecimento de
fiscais, na forma da lei ou convênio.
remuneração inferior ao salário mínimo para as pra-
ças prestadoras de serviço militar inicial. e) Para evitar a duplicidade de sanção, os atos de
impropriedade administrativa que importarem em
b) O Supremo Tribunal Federal assentou o entendi- suspensão dos direitos políticos, em razão de trân-
mento de que é possível a fixação do piso salarial sito em julgado de sentença condenatória em ação
em múltiplos do salário mínimo. de improbidade administrativa, não poderão ser
c) A fundação de sindicato depende de autorização apreciados no âmbito de uma ação penal.
do Ministério do Trabalho.
COMENTÁRIOS
d) O aposentado filiado não tem direito a ser votado
nas organizações sindicais. Alternativa "d": correta: As administrações tri-
butárias da União e dos Estados poderão compartilhar
e) O texto constitucional prevê o direito ao Fundo de cadastros e informações fiscais, na forma da lei ou con-
Garantia do Tempo de Serviço à categoria dos tra- vênio, nos termos do art. 37, XXII, da CF.
balhadores domésticos.
Alternativa "a": A proibição de acumulação remu-
nerada de funções e empregos públicos também se
COMENTÁRIOS
estende às sociedades que são apenas controladas,
Alternativa "a": correta: nos termos da Súmula direta ou indiretamente, pelo poder público, conforme
Vinculante 6, não viola a Constituição o estabeleci- art. 37, XVII, da CF.
mento de remuneração inferior ao salário mínimo para Alternativa "b": A autorização para a criação de
as praças prestadoras de serviço militar inicial. subsidiárias de sociedade de economia mista depende
Alternativa "b": o Supremo Tribunal Federal assen- de autorização legislativa, caso a caso, mas não há
tou o entendimento de que é não possível a fixação do vedação quanto a eventual autorização geral feita por
piso salarial em múltiplos do salário mínimo. Tal posi- meio de lei (art. 37, XX, da CF).
cionamento foi exarado na AI 467.011-AgR, julgada em Alternativa "c": nem todas as obras, compras, alie-
2009 e relatada pela Ministra Cármen Lúcia). nações e serviços realizados no ambito da Administra-
Capítulo IX - Administração Pública 727
········· ··· ·· ····· ·· ······ ······ ····· ········· ··· ·················· ·· ············ ·· ···· ·· ····· ··········· ························
ção Pública deverão ser contratados mediante processo Alternativa "d": A acumulação remunerada de um
de licitação, pois se admite que a legislação ressalve cargo de professor com outro, técnico ou científico, se
casos específicos, como os que envolvam pequeno houver compatibilidade de horário, não se vincula a
valor (art. 37, XXI da CF). qualquer correlação de matérias (art. 37, XVI, "b", da
CF)
Alternativa "e": os atos de impropriedade admi-
nistrativa que importarem em suspensão dos direitos Alternativa "e": o art. 37, § 9°, da CF, enuncia que o
políticos, em razão de trânsito em julgado de sentença teto remuneratório aplica-se às empresas públicas
condenatória em ação de improbidade administrativa, e às sociedades de economia mista, e suas subsidiá-
também poderão ser apreciados no âmbito de uma rias, que receberem recursos da União, dos Estados, do
ação penal, nos termos do que dispõe o § 4° do art. 37 Distrito Federal ou dos Municípios para pagamento de
da CF. despesas de pessoal ou de custeio em geral.

03. (ESAF - ATRFB - 2005) Sobre Administração


Pública, marque a única opção correta.
IX.3. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA
a) Nos termos da Constituição Federal, é garantido ao • CF, art. 37, § 4º
servidor público civil o direito à associação sindical,
nos termos definidos em lei específica.
b) A remuneração dos servidores públicos deve ser
fixada por lei específica, assegurada a revisão geral
* PROCURADOR DO MUNICÍPIO
anual, depois de decorrido o prazo mínimo de um
ano do último reajuste concedido à categoria. 01. (Procurador do Municlpio - Prefeitura São Pau-
c) Para fins de aplicação do limite imposto pela Cons- lo-SP/2008 - FCC) Os atos de improbidade administra-
tituição Federal à remuneração dos servidores tiva praticados por autoridade municipal serão objeto
públicos, devem ser computados proventos, pen- de apreciação e de aplicação das sanções constitucio-
sões ou outras espécies remuneratórias, percebidos nais pelo
cumulativamente com a remuneração, bem como a) Prefeito, mediante reclamação relativa à prestação
as vantagens pessoais, e excluídas as parcelas de dos serviços públicos.
caráter indenizatório previstas em lei.
b) Procurador-Geral do Município, na hipótese de
d) A acumulação remunerada de um cargo de profes- representação contra o exercício negligente de
sor com outro, técnico ou científico, é possível se cargo, emprego ou função administrativa.
houver correlação de matérias e compatibilidade
c) Poder Judiciário, podendo importar na perda da
de horários.
função pública e indisponibilidade dos bens.
e) O limite remuneratório imposto pela Constituição
Federal não pode ser aplicado às empresas públicas d) Poder Judiciário, podendo importar na extradição
e às sociedades de economia mista, por serem elas do agente.
pessoas jurídicas de direito privado. e) Procurador-Geral de Justiça, podendo importar na
suspensão dos direitos políticos e perda da função
COMENTA RIOS pública.
Alternativa "c": correta: para fins de aplicação
COMENTARIOS
do limite imposto pela Constituição Federal à remune-
ração dos servidores públicos, devem ser computados Alternativa correta: letra "c" (responde a todas
proventos, pensões ou outras espécies remuneratórias, as alternativas): os atos de improbidade administra-
percebidos cumulativamente com a remuneração, bem tiva praticados por autoridade municipal serão julgados
como as vantagens pessoais, e excluídas as parcelas de pelo Poder Judiciário e, nos termos do art. 37, § 4º, da CF,
caráter indenizatório previstas em lei. Trata-se do que importarão a suspensão dos direitos políticos, a perda
dispõe art. 37, XI e.e. art. 37, § 11°, ambos da CF. da função pública, a indisponibilidade dos bens e ores-
sarcimento ao erário, na forma e gradação previstas em
Alternativa "a": nos termos da Constituição Fede-
lei, sem prejuízo da ação penal cabível.
ral, é garantido ao servidor público civil o direito à livre
associação sindical, independentemente de qualquer
lei específica (art. 37, VI, da CF).
Alternativa "b": a remuneração dos servidores
* ANALISTA E TÉCNICO DE TRF E TRE

públicos deve ser fixada por lei específica, assegurada


a revisão geral anual, sempre na mesma data e sem 01. {Analista Judiciário - Area Judiciária TRE/
distinção de índices, e não depois de decorrido o PE 2011 - FCCJ Apolo, funcionário público, recebeu
prazo mfnimo de um ano do último reajuste concedido propina para convidar empresas fantasmas a fim de
à categoria (art. 37, X, da CF). beneficiar a empresa UUUXXXAA Ltda. no processo
728 Paulo Lépore

de licitação de compra de material escolar pelo Poder


01.2. A CF autoriza a acumulação remunerada de dois
Público Estadual. As empresas fantasmas, convidadas,
cargos de técnico-administrativo, desde que haja com-
não apresentaram propostas, o que levou a empresa
patibilidade de horários e seja observado o teto consti-
UUUXXXAA a vencer a licitação, mesmo tendo apresen-
tucional da remuneração do serviço público.
tado proposta de fornecimento de material acima dos
valores praticados no mercado. Segundo a Constituição COMENTARIOS
Federal, o ato de improbidade administrativa cometido
por Apolo, poderá importar Errado. A CF não autoriza a acumulação remune-
rada de dois cargos de técnico-administrativo. A regra é
a) a perda da função pública, apenas, pois o ressarci- a vedação da acumulação remunerada de cargos públi-
mento ao erário competirá a empresa que venceu a cos, exceto quando houver compatibilidade de horá-
licitação. rios: a) a de dois cargos de professor; b) a de um cargo
de professor com outro técnico ou científico; e c) a de
b) a suspensão dos direitos políticos, apenas, pois o
dois cargos ou empregos privativos de profissionais de
ressarcimento ao erário competirá a empresa que
saúde, com profissões regulamentadas.
venceu a licitação.
c) a indisponibilidade de bens, apenas, pois é sua obri-
gação ressarcir o erário, caso a empresa tenha for- IX.4. RESPONSABILIDADE DO
necido o material escolar. ESTADO EILÍCITOS QUE CAUSEM
d) a perda da função pública e o ressarcimento ao erá-
rio, apenas, sem prejuízo da ação penal cabível.
PREJUÍZO AO ERÁRIO
e) a suspensão dos direitos políticos, a perda da fun- • CF. art. 37, §§ s• e 6°
ção pública, a indisponibilidade dos bens e o res-
sarcimento ao erário, na forma e gradação previstas
em lei, sem prejuízo da ação penal cabível.
* PROCURADOR DO ESTADO
COMENTARIOS

Alternativa correta: letra "e" (responde todas 01. (FCC - Procurador do Estado - R0/ 2011) Quanto à
responsabilidade civil do Estado por danos decorrentes
as alternativas): o ato de improbidade administrativa
de fenômenos da natureza é correto afirmar:
cometido por Apolo poderá importar a suspensão dos
direitos políticos, a perda da função pública, a indis- a) Gera o direito à indenização por danos morais,
ponibilidade dos bens e o ressarcimento ao erário, na exclusivamente.
forma e gradação previstas em lei, sem prejuízo da ação b) A pessoa prejudicada tem direito à indenização
penal cabível, tudo conforme art. 37, § 4º, da CF. com base na responsabilidade objetiva do Estado e
do risco administrativo.

* ANAU5TA E TÉCNICO DE TRT


c) Incide no campo da responsabilidade extracontra-
tual do Estado e gera direito à indenização.
d) A Administração Pública só poderá ser responsabi-
01. (CESPE - Analista Judiciário - Administrativa - lizada se ficar comprovada sua omissão ou atuação
TRT 10/2013) No que concerne ao regime constitucio- deficiente.
nal da administração pública, julgue os itens seguintes. e) Não há de se falar em direito à indenização nesta
hipótese.
01.1. O ressarcimento ao erário e a suspensão dos direi-
COMENTARIOS
tos políticos são penas aplicáveis aos servidores públi-
cos que cometerem atos de improbidade administra- Alternativa correta: letra "d" (responde todas
tiva. as demais alternativas): os danos decorrentes de
fenômenos da natureza, em regra, não geram respon-
COMENTARIOS sabilidade para o Poder Público. Isso porque, não se
forma o nexo de causalidade entre o dano causado e
Certo. A suspensão dos direitos politicos, a perda uma ação ou omissão da administração pública, já que
da função pública, a indisponibilidade dos bens e o o resultado foi provocado pela natureza. Entretanto,
ressarcimento ao erário, na forma e gradação previstas caso fique comprovado que a Administração Pública
em lei, sem prejuízo da ação penal cabível, são penas foi omissa ou teve uma atuação deficiente, responderá.
aplicáveis aos servidores públicos que cometerem atos Por exemplo: imagine que um grande volume de água
de improbidade administrativa, nos termos do art. 37, oriundo de chuva cause uma enchente e gere prejuízo
§ 4°, da CF. a munícipes. Se a chuva tiver sido excepcional, inco-
Capítulo IX - Administração Pública 729

mum, não haverá responsabilização da Administração. para a própria administração e, portanto, um direito à
Entretanto, se naquele Município chuvas fortes e demo- nomeação titularizado pelo candidato aprovado
radas são comuns, e as enchentes velhas conhecidas, é dentro desse número de vagas. (...) O dever de boa-fé
bem provável que o Município esteja atuando de forma da administração pública exige o respeito incondicional
deficiente, pois deveria dispor de meios para evitar as às regras do edital, inclusive quanto à previsão das vagas
enchentes e os prejuízos. do concurso público''. Entretanto, quando se afirma que
a Administração Pública tem a obrigação de nomear
os aprovados dentro do número de vagas previsto no
* DEFENSOR PÚBLICO ESTADUAL edital, deve-se levar em consideração a possibilidade de
situações excepcionalíssimas que justifiquem soluções
diferenciadas, devidamente motivadas de acordo com
01. (Cespe - Defensor Público - AC/ 2012) Com rela- o interesse público. Não se pode ignorar que determi-
ção à administração pública, assinale a opção correta. nadas situações excepcionais podem exigir a recusa
da Administração Pública de nomear novos servidores.
a) Conforme entendimento do STF, o candidato que,
Para justificar o excepcionalíssimo não cumprimento do
aprovado em concurso para provimento de cargo
dever de nomeação por parte da Administração Pública,
público, seja classificado dentro do número de
é necessário que a situação justificadora seja dotada das
vagas especificado no respectivo edital goza de
seguintes características: a) Superveniência: os even-
mera expectativa à nomeação.
tuais fatos ensejadores de uma situação excepcional
b) t constitucional o recebimento de subsídio men- devem ser necessariamente posteriores à publicação
sal e vitalício por ex-governadores de estados que do edital do certame público; b) Imprevisibilidade:
tenham exercido mandato integral em caráter per- a situação deve ser determinada por circunstâncias
manente antes da vigência da atual CF. extraordinárias, imprevisíveis à época da publicação do
edital; c) Gravidade: os acontecimentos extraordinários
c) Segundo entendimento do STF, a responsabilidade
e imprevisíveis devem ser extremamente graves, impli-
civil das pessoas jurídicas de direito privado presta-
cando onerosidade excessiva, dificuldade ou mesmo
doras de serviço público é objetiva relativamente a
impossibilidade de cumprimento efetivo das regras do
terceiros usuários e não usuários do serviço.
edital; d) Necessidade: a solução drástica e excepcional
d) Dado o princípio constitucional da isonomia, a juris- de não cumprimento do dever de nomeação deve ser
prudência do STF considera cabível a inovação de extremamente necessária, de forma que a Administra-
lei federal para reger os vencimentos dos servidores ção somente pode adotar tal medida quando absoluta-
públicos estaduais. mente não existirem outros meios menos gravosos para
e) Consoante jurisprudência do STF, é constitucional lidar com a situação excepcional e imprevisível. De toda
o estabelecimento do exercício de função pública forma, a recusa de nomear candidato aprovado dentro
como título a ser apresentado em prova de títulos do número de vagas deve ser devidamente motivada e,
de concurso para provimento de cargo público. dessa forma, passível de controle pelo Poder Judiciário.
Alternativa "b": em decisão exarada na ADI 3.853,
COMENTARIOS relatada pela Ministra Cármen Lúcia, o STF firmou que:
"1. Segundo a nova redação acrescentada ao Ato das
Alternativa correta: "c": segundo o STF, "A respon-
Disposições Constitucionais Gerais e Transitórias da
sabilidade civil das pessoas jurídicas de direito privado
Constituição de Mato Grosso do Sul, introduzida pela
prestadoras de serviço público é objetiva relativamente
Emenda Constitucional nº 35/2006, os ex-Governadores
a terceiros usuários, e não usuários do serviço, segundo
sul-mato-grossenses que exerceram mandato integral,
decorre do art. 37, § 6°, da CF. A inequívoca presença do
em 'caráter permanente', receberiam subsídio mensal e
nexo de causalidade entre o ato administrativo e o dano
vitalício, igual ao percebido pelo Governador do Estado.
causado ao terceiro não usuário do serviço público é
Previsão de que esse benefício seria transferido ao côn-
condição suficiente para estabelecer a responsabili-
juge supérstite, reduzido à metade do valor devido ao
dade objetiva da pessoa jurídica de direito privado.''
titular. 2. No vigente ordenamento republicano e
(RE 591.874, julgado em 2009 e relatado pelo Ministro
democrático brasileiro, os cargos políticos de chefia
Ricardo Lewandowski).
do Poder Executivo não são exercidos nem ocupa-
Alternativa "a": No RE 598.099, julgado em 2011 e dos 'em caráter permanente', por serem os manda-
relatado pelo Ministro Gilmar Mendes, o STF assentou tos temporários e seus ocupantes, transitórios. 3.
que: "Dentro do prazo de validade do concurso, a admi- Conquanto a norma faça menção ao termo 'benefício',
nistração poderá escolher o momento no qual se reali- não se tem configurado esse instituto de direito admi-
zará a nomeação, mas não poderá dispor sobre a pró- nistrativo e previdenciário, que requer atual e presente
pria nomeação, a qual, de acordo com o edital, passa a desempenho de cargo público. 4. Afronta o equilíbrio
constituir um direito do concursando aprovado e, dessa federativo e os principios da igualdade, da impes-
forma, um dever imposto ao Poder Público. Uma vez soalidade, da moralidade pública e da responsabi-
publicado o edital do concurso com número específico lidade dos gastos públicos (arts. 1°, 5°, caput, 25, § 1°,
de vagas, o ato da administração que declara os candida- 37, caput e inc. XIII, 169, § 1°, inc. I e li, e 195, § 5°, da Cons-
tos aprovados no certame cria um dever de nomeação tituição da República). 5. Precedentes. 6. Ação direta de
730 Paulo Lépore

inconstitucionalidade julgada procedente para declarar entre o dano sofrido pela vítima e o ato do agente para
a inconstitucionalidade do art. 29-A e seus parágra- imputar ao autor a responsabilidade pela reparação,
fos do Ato das Disposições Constitucionais Gerais dispensando a comprovação de culpa.
e Transitórias da Constituição do Estado de Mato
Alternativa "b": de acordo com a doutrina e a
Grosso do Sul".
jurisprudência, há entendimento de que nos casos de
Alternativa "d": conforme a jurisprudência do STF condutas omissivas do Estado, a sua responsabilidade
"A regência dos vencimentos dos servidores estaduais deve ser apurada subjetivamente. Para Celso Antônio
decorre de normas do próprio Estado. Não cabe, sob Bandeira de Mello, a teoria subjetiva deve ser aplicada
o ângulo da isonomia, acionar legislação federal." à responsabilidade do Estado por conduta omissiva,
(RE 459.128, julgado em 2009 e relatado pelo Ministro pois a palavra "causarem" do art. 37, § 6°, CF, somente
Marco Aurélio). abrange os atos comissivos, e não os omissivos, afir-
Alternativa "e": consoante jurisprudência do STF é mando que os atos omissivos somente "condicionam"
inconstitucional o estabelecimento do exercício de fun- o evento danoso (Curso de Direito Administrativo. 15 ed.
ção pública como título a ser apresentado em prova de São Paulo: Malheiros, 2005). Quanto à jurisprudência,
títulos de concurso para provimento de cargo público. segue ementa de um julgamento do STF: "CONSTITU-
"Concurso público.(... ) Prova de títulos: exercício de fun- CIONAL. ADMINISTRATIVO. CIVIL. RESPONSABILIDADE
ções públicas. Viola o princípio constitucional da iso- CIVIL DO ESTADO. ATO OMISSIVO DO PODER PÚBLICO:
nomia norma que estabelece como título o mero exer- DETENTO FERIDO POR OUTRO DETENTO. RESPONSABI-
cício de função pública." (ADI 3.443, julgada em 2005 e LIDADE SUBJETIVA: CULPA PUBLICIZADA: FALTA DO SER-
relatada pelo Ministro Carlos Velloso). VIÇO. C.F., art. 37, § 6°. 1. - Tratando-se de ato omissivo
do poder público, a responsabilidade civil por esse ato
é subjetiva, pelo que exige dolo ou culpa, em sentido
* PROMOTOR DE JUSTIÇA estrito, está numa de suas três vertentes - a negligência,
a imperícia ou a imprudência - não sendo, entretanto,
necessário individualizá-la, dado que pode ser atribuída
01. (MPE/PR- Promotor de Justiça - PR/2011) Relati- ao serviço público, de forma genérica, a falta do serviço.
vamente à responsabilidade civil do Estado é incorreto li. - A falta do serviço - faute du service dos franceses -
afirmar: não dispensa o requisito da causalidade, vale dizer, do
nexo de causalidade entre ação omissiva atribuída ao
a) Nos termos do artigo 37, § 6°, da Constituição Fede-
ral, a responsabilidade civil do Estado em regra é poder público e o dano causado a terceiro. Ili. - Detento
ferido por outro detento: responsabilidade civil do
objetiva.
Estado: ocorrência da falta do serviço, coma culpa gené-
b) De acordo com autorizada doutrina e jurisprudên- rica do serviço público, por isso que o Estado deve zelar
cia, há entendimento de que nos casos de condutas pela integridade física do preso. IV. - RE conhecido e
omissivas do Estado, a sua responsabilidade deve provido." (STF. RE 382054, julgado em 2004 e relatado
ser apurada subjetivamente. pelo Ministro Carlos Velloso).
c) Sendo responsabilizada a administração pública, Alternativa "c": sendo responsabilizada a adminis-
poderá promover ação regressiva contra o(s) agen- tração pública, poderá promover ação regressiva con-
te(s) responsável(eis) nos casos de dolo ou culpa. tra o(s) agente(s) responsável(eis) nos casos de dolo ou
d) A responsabilidade objetiva do Estado não pode culpa, conforme art. 37, § 6°, da CF.
ser afastada em nenhuma hipótese, havendo ape- Alternativa "e": são requisitos para configuração
nas possibilidade de repartir-se o valor da indeniza- da responsabilidade civil do Estado a ocorrência do
ção no caso de culpa concorrente da vítima.
dano e a existência do nexo causal entre o dano e a con-
e) São requisitos para configuração da responsabili- duta do agente estatal.
dade civil do Estado a ocorrência do dano e a exis-
tência do nexo causal entre o dano e a conduta do 02. (FCC - Promotor de Justiça - CE/2009) Sobre a
agente estatal. Administração Pública brasileira, conforme configurada
em nível constitucional e segundo a leitura que dela faz
COMENTÁRIOS
o Supremo Tribunal Federal, é correto afirmar que:
Alternativa certa: letra "d" (a questão pede o a) A interpretação do vocábulo "terceiro" contido no
"incorreto": a responsabilidade objetiva do Estado será § 6° do art. 37 da Constituição ("As pessoas jurídicas
afastada se o Estado comprovar a ausência do nexo cau- de direito público e as de direito privado prestado-
sal entre o dano e a ação do Estado, como, por exemplo, ras de serviços públicos responderão pelos danos
a existência de culpa exclusiva da vítima ou de terceiro que seus agentes, nessa qualidade, causarem a
ou, ainda, de caso fortuito ou força maior. terceiros, assegurado o direito de regresso contra
Alternativa "a": nos termos do artigo 37, § 6°, da o responsável nos casos de dolo ou culpa.'') indica
Constituição Federal, a responsabilidade civil do Estado, que nele não estão abrangidos os agentes do pró-
em regra, é objetiva. Basta a existência de nexo causal prio Estado.
Capítulo IX - Administração Pública 731

b) A Administração pode anular seus próprios atos, favoráveis para os destinatários decai em cinco anos,
quando eivados de vícios que os tornem ilegais, contados da data em que foram praticados, salvo com-
porque deles não se originam direitos, ou revogá- provada má-fé. É o que dispõe o art. 54, caput, da Lei
-los, por motivo de conveniência ou oportunidade, 9.784/99.
inclusive com revisão de direitos adquiridos.
Alternativa "d": o latrocínio cometido por fora-
c) O direito da Administração de anular os atos admi- gido decorrente da negligência estatal na vigilância do
nistrativos de que decorram efeitos favoráveis para criminoso, a inércia das autoridades policiais diante da
os destinatários decai em dez anos, contados da terceira fuga e o curto espaço de tempo que se seguiu
data em que foram praticados, salvo comprovada antes do crime são suficientes para caracterizar o nexo
má-fé. de causalidade entre o ato criminoso referido e a omis-
são do Estado, conforme RE 573.595-AgR. Rei. Min. Eros
d) O latrocinio cometido por foragido decorrente da
Graus, julgamento em 24-6-2008, Segunda Turma. DJE
negligência estatal na vigilância do criminoso, a
de 15-8-2008.
inércia das autoridades policiais diante da terceira
fuga e o curto espaço de tempo que se seguiu antes
do crime não são suficientes para caracterizar o
nexo de causalidade entre o ato criminoso referido * NOTÁRIO E RECilSTRADOR
e a omissão do Estado.
e) A responsabilidade civil das pessoas juridicas de 01. (Cespe - Notário-SE/2006) Julgue os itens subse-
direito privado prestadoras de serviço público é quentes à luz da Constituição Federal.
objetiva relativamente aos usuários do serviço, não
1. Há responsabilidade objetiva do Estado por dano
se estendendo a pessoas outras que não ostentem
causado por serventuário, pois os serviços notariais
a condição de usuário.
são exercidos por delegação do poder público.
COMENTARIOS li. A responsabilidade civil por ato ilícito praticado por
oficial do registro de imóveis não é pessoal e, por
Alternativa correta: letra "e": a responsabilidade
isso, alcança o seu sucessor na serventia.
civil das pessoas jurídicas de direito privado prestadoras
de serviço público é objetiva relativamente aos usuários 111. O ingresso na atividade notarial e de registro
do serviço, não se estendendo a pessoas outras que não depende de concurso público de provas e títulos,
ostentem a condição de usuário. não se permitindo que qualquer serventia fique
vaga, sem abertura de concurso de provimento ou
Apesar de o gabarito dessa questão ser a letra "e",
de remoção, por mais de seis meses.
atualmente essa alternativa estaria incorreta, pois o
STF mudou seu posicionamento, passando a entender IV. A aposentadoria por implemento de idade se aplica
que as pessoas jurídicas de direito privado prestado- aos serviços notariais e de registro, que são realiza-
ras de serviço público respondem objetivamente dos por ocupantes de cargos efetivos.
pelos danos causados por seus empregados, ainda que V. O Ministério Público, a advocacia e a defensoria
a vítima não esteja na condição de usuária do serviço pública constituem funções essenciais à justiça.
público, conforme Informativo 557 do STF.
VI. O controle externo, a cargo do Congresso Nacional,
Alternativa "a": a interpretação do vocábulo "ter- é exercido com o auxílio do Tribunal de Contas da
ceiro" contido no § 6° do art. 37 da Constituição ("As União.
pessoas jurídicas de direito público e as de direito pri-
vado prestadoras de serviços públicos responderão COMENTARIOS
pelos danos que seus agentes, nessa qualidade, causa-
rem a terceiros, assegurado o direito de regresso contra Alternativa correta: a assertiva 1 está certa, pois
o responsável nos casos de dolo ou culpa.") abrange os o Estado é objetivamente responsável por indenizar o
agentes do próprio Estado. O STF entende que não terceiro prejudicado, em razão deste ser o titular real
cabe fazer distinções quanto ao vocábulo "terceiro", da atividade delegada, cabendo-lhe obrigatória ação
devendo o Estado responder pelos danos causados de regresso contra o delegatário, pela responsabilidade
por seus agentes qualquer que seja a vítima, servidor subjetiva. Assim diz o § 6° do art. 37 da CF: "As pessoas
público ou não (AgR 473.381 do STF). jurídicas de direito público e as de direito privado pres-
tadoras de serviços públicos responderão pelos danos
Alternativa "b": a Administração pode anular seus
que seus agentes, nessa qualidade, causarem a terceiros,
próprios atos, quando eivados de vícios que os tornem
assegurado o direito de regresso contra o responsável
ilegais, porque deles não se originam direitos, ou revo-
nos casos de dolo ou culpa". A assertiva li está errada,
gá-los, por motivo de conveniência ou oportunidade,
pois a responsabilidade recai sobre o delegatário que
mas não pode fazer revisão de direitos adquiridos, con-
praticou o ato, e não sobre a delegação (transferida por
soante súmula 473 do STF.
qualquer motivo). A assertiva Ili está certa, em perfeita
Alternativa "c": o direito da Administração de consonância com o§ 3° do art. 236 da CF. A assertiva IV
anular os atos administrativos de que decorram efeitos está errada, pois não se aplica a aposentadoria compul-
732 Paulo Lépore

sória na atividade notarial e de registro, em virtude des- comissão declarados em lei de livre nomeação e exone-
tes não ocuparem cargos efetivos. A assertiva V está ração (art. 37, § 10, da CF)
certa, em simetria ao que prevê o texto constitucional,
Alternativa "c": Os Estados não podem, mediante
compreendido entre os arts. 127 ao 135. A assertiva VI
previsão em suas Constituições estaduais, fixar o subsí-
está em espelhada no art. 71 da CF, portanto, certa.
dio mensal dos desembargadores do respectivo Tribu-
nal de Justiça como limite único para a remuneração

* ANALISTA DA RECEfTA FEDERAL


dos servidores públicos estaduais, isso porque a Cons-
tituição estabelece uma série de limitações adicionais,
estabelecendo tetos de remuneração, conforme enun-
cia o art. 37, XI, da CF.
01. (ESAF - ATRFB - 2005) Sobre Administração
Pública, marque a única opção correta. Alternativa "d": nos termos do art. 38, Ili, da CF:
investido no mandato de Vereador, havendo compati-
a) Apenas nos casos em que uma sociedade de eco-
bilidade de horários (portanto, nem sempre), o servi-
nomia mista é prestadora de serviço público consi-
dor perceberá as vantagens de seu cargo, emprego ou
derado essencial à segurança nacional, a lei poderá
função, sem prejuízo da remuneração do cargo eletivo,
dispor sobre os requisitos e as restrições para quem
e, não havendo compatibilidade, poderá optar pela
nela ocupe cargo que possibilite o acesso a infor-
remuneração do cargo eletivo, ou a do cargo, emprego
mações privilegiadas.
ou função anterior.
b) A Constituição Federal não permite que nenhum
servidor perceba, simultaneamente, proventos de
aposentadoria pagos pelo regime de previdência
do servidor público e remuneração de um cargo
* AUDfTOR FISCAL DO TRABALHO

público.
01. (ESAF - MTE - Auditor-Fiscal do Trabalho/2010)
c) Os Estados não podem, mediante previsão em suas
A Constituição Federal prevê que as pessoas jurídicas
Constituições estaduais, fixar o subsídio mensal dos
de direito público e as de direito privado prestadoras
desembargadores do respectivo Tribunal de Justiça
de serviços públicos responderão pelos danos que seus
como limite único para a remuneração dos servido-
agentes, nessa qualidade, causarem a terceiros, asse-
res públicos estaduais.
gurado o direito de regresso contra o responsável nos
d) O servidor público investido no mandato de vere- casos de dolo ou culpa. Sobre o princípio da responsabi-
ador poderá sempre optar por perceber as vanta- lidade civil objetiva do poder público, é correto afirmar
gens de seu cargo sem prejuízo da remuneração do que
cargo eletivo.
a) se reveste de caráter absoluto, vez que não admite
e) A lei estabelecerá os prazos de prescrição para ilí- o abrandamento ou a exclusão da própria respon-
citos praticados por servidor público que causem sabilidade civil do Estado.
danos ao erário, ressalvadas as respectivas ações de
b) conforme decidiu o Superior Tribunal de Justiça,
ressarcimento.
nem a força maior exclui a responsabilidade civil do
COMENTARIOS
Estado.
c) havendo culpa exclusiva da vítima, não ficará exclu-
Alternativa "e": correta: A lei estabelecerá os pra-
ída a responsabilidade do Estado, vez que a culpa é
zos de prescrição para ilícitos praticados por qualquer
objetiva.
agente, servidor público ou não, que causem danos
ao erário, ressalvadas as respectivas ações de ressarci- d) se a culpa for concorrente, a responsabilidade civil
mento, nos termos do art. 37, § 5°, da CF. do Estado deverá ser mitigada, repartindo-se o
quanto da indenização.
Alternativa "a": consoante disposto no § 7° do art.
37 da CF, a lei disporá sobre os requisitos e as restrições e) a indenização do dano deve abranger o que a vítima
ao ocupante de cargo ou emprego da administração efetivamente perdeu, exceto os danos emergentes
direta e indireta que possibilite o acesso a informações e lucros cessantes.
privilegiadas, não se restringindo, portanto, àquele
vinculado a sociedade de economia mista prestadora COMENTÁRIOS
de serviço público considerado essencial à segurança Alternativa correta: letra "d": sobre o princípio
nacional. da responsabilidade civil objetiva do poder público, é
Alternativa "b": apesar de não ser a regra, a Cons- correto afirmar que se a culpa for concorrente, a respon-
tituição Federal faz expressa previsão de casos em que sabilidade civil do Estado deverá ser mitigada, repar-
é possível a percepção simultânea de proventos de apo- tindo-se o quanto da indenização. Essa é a posição
sentadoria pagos pelo regime de previdência do servi- predominante no STJ: "Civil. Recurso especial. Atrope-
dor público e remuneração de um cargo público, o que lamento por trem em via férrea. Vítima fatal. Culpa con-
se dá em relação aos cargos acumuláveis, eletivos e em corrente. Precedentes. Indenização por danos materiais
Capítulo IX - Administração Pública 733

e morais. Proporcionalidade. Pensão. Serviço doméstico ção e a lei'. Pode-se, assim, dizer, com Canotilho, que
indenizável. Vítima e pensionista com mais de 65 (ses- se abre caminho para 'uma legalidade sem lei'. [...]
senta e cinco) anos de idade. Termo final. Constituição a Constituição se presta (i) não só como norma
de capital. Necessidade. Súmula n.º 313/STJ. Compen- direta e imediatamente habilitadora de compe-
sação por danos morais. Critérios. Juros moratórios. tências administrativas, como também (ii) serve
Súmula n.º 54/ STJ. - A jurisprudência das Turmas que de critério imediato de decisão administrativa".
compõem a 2.ª Seção é no sentido de que há culpa con- Assim, em apertada síntese, pode-se dizer que, na
corrente entre a concessionária do transporte ferroviá- condução da máquina administrativa e das políti-
rio e a vítima, pelo atropelamento desta por trem em via cas públicas, o administrador não mais se submete
férrea; pois a primeira tem o dever de cercar e fiscalizar à mera legalidade estrita, mas sim aos preceitos que
os limites da linha férrea, mormente em locais de aden- emanam diretamente da Constituição Federal.
samento populacional e a segunda, pois atravessou os
2) Prlnclpios da Administração Pública: para
trilhos, apesar da existência de local próprio para pas-
memorizar os princípios da administração pública
sagem próximo ao local do acidente. - Havendo culpa
que constam do artigo 37, da CF, o amigo leitor
concorrente, as indenizações por danos materiais e
pode valer-se da clássica expressa mnemônica
morais devem ser fixadas pelo critério da proporcio-
"LIMPE".
nalidade. (REsp 773.853/RS, Rei. Min. Nancy Andrighi,
Terceira Turma, DJ 22.05.2006 p. 200)
Alternativa "a": sobre o princípio da responsabili-
L egalidade
dade civil objetiva do poder público, é correto afirmar
que não se reveste de caráter absoluto, vez que admite mpessoalidade
o abrandamento ou a exclusão da própria responsabili- M oralidade
dade civil do Estado, nos casos de força maior, caso for- p ublicidade
tuito, fato de terceiro ou culpa exclusiva da vítima.
E ficiência
Alternativa "b": sobre o princípio da responsabi-
lidade civil objetiva do poder público, é correto afirmar LIMPE
que conforme decidiu o Superior Tribunal de Justiça,
a força maior exclui a responsabilidade civil do 3) O conteúdo do Principio da Legalidade (art. 37,
Estado. •A responsabilidade civil do estado - assim tam - caput, da CF) não exclui a possibilidade de ativi-
bém a das pessoas jurídicas de direito privado prestado- dade discricionária pela Administração Pública,
ras de serviço público - é excepcionada pela ocorrência desde que observados os limites da lei, quando esta
de força maior ou caso fortuito, conforme vários prece- deixa alguma margem para a Administração agir
dentes desta Corte e do Supremo Tribunal Federal" (STJ, conforme os critérios de conveniência e oportuni-
4ª Turma, Luis Felipe Salomão, REsp 976564, 12/ 11 / 2012). dade. Isso porque, é ínsita à atividade administra-
Alternativa "c": sobre o princípio da responsabili- tiva a tomada de decisões políticas, que se referem
dade civil objetiva do poder público, é correto afirmar às opções que o administrador pode escolher na
que havendo culpa exclusiva da vítima, ficará excluída administração dos bens e serviços públicos. Por
a responsabilidade do Estado, vez que haverá o rompi- exemplo: um administrador pode decidir entre a
mento do nexo de causalidade. construção de uma escola ou hospital (valendo-se
de critérios de conveniência e oportunidade), e
Alternativa "e": Sobre o princípio da responsa- ambas são opções políticas legítimas. Entretanto,
bilidade civil objetiva do poder público, é correto afir- para materializar a obra, ele deverá abrir procedi-
mar que a indenização do dano deve abranger o que a mento licitatório, pois a Constituição Federal (art.
vítima perdeu e o que razoavelmente deixou de ganhar, 37, XXI) e a Lei 8.666/93 lhe impõem esse dever
os danos emergentes e os lucros cessantes. (limites da lei).
4) A Administração Pública pode ser direta (prestada
pela própria pessoa política, União, Estado ou Muni-
+ DICAS (RESUMO) cípio) ou indireta (descentralizada para outra pes-
soa jurídica, Autarquia, Fundação, Empresa Pública
1) Constituição e a atuação administrativa: ou Sociedade de Economia Mista).
de acordo com os ensinamentos de Gustavo
5) Somente por lei específica poderá ser criada autar-
Binenbojm (Uma teoria do Direito Administrativo:
quia e autorizada a instituição de empresa pública,
direitos fundamentais, democracia e constitucio-
de sociedade de economia mista e de fundação,
nalização. Rio de Janeiro: Renovar, 2006), as políti-
cabendo à lei complementar, neste último caso
cas públicas não estão mais restritas à interposição
(fundação), definir as áreas de sua atuação.
legislativa, pois "a reserva vertical de lei foi substi-
tuída por uma reserva vertical de Constituição. A 6) Depende de autorização legislativa, em cada
Constituição passa a figurar como norma direta- caso, a criação de subsidiárias de empresa pública,
mente habilitadora da atuação administrativa, assim como a participação de qualquer delas em
havendo uma verdadeira 'osmose entre a Constitui- empresa privada.
734 Paulo Lépore

7) A autonomia gerencial, orçamentária e finan- isonomia. Inexistência." (RE 140.889, Rei. p/ o ac.
ceira dos órgãos e entidades da administração Min. Maurício Corrêa, julgamento em 30-S-2000,
direta e indireta poderá ser ampliada mediante Segunda Turma, DJ de lS-12-2000.)
contrato, a ser firmado entre seus administradores e No RE 598.099, julgado em 2011 e relatado pelo
e o poder público, que tenha por objeto a fixação Ministro Gilmar Mendes, o STF assentou que: "Den-
de metas de desempenho para o órgão ou enti- tro do prazo de validade do concurso, a administra-
dade, cabendo à lei dispor sobre prazo de duração ção poderá escolher o momento no qual se rea-
do contrato, os controles e critérios de avaliação de lizará a nomeação, mas não poderá dispor sobre a
desempenho, direitos, obrigações e responsabili- própria nomeação, a qual, de acordo com o edital,
dade dos dirigentes, bem como a remuneração do passa a constituir um direito do concursando apro-
pessoal. vado e, dessa forma, um dever imposto ao Poder
8) A administração fazendária e seus servidores fis- Público. Uma vez publicado o edital do concurso
cais terão, dentro de suas áreas de competência e com número especifico de vagas, o ato da admi-
jurisdição, precedência sobre os demais setores nistração que declara os candidatos aprovados
administrativos, na forma da lei (art. 37, XVIII, da no certame cria um dever de nomeação para a
CF). própria administração e, portanto, um direito à
nomeação titularizado pelo candidato aprovado
9) A publicidade dos atos, programas, obras, ser-
dentro desse número de vagas.( ... ) O dever de boa-
viços e campanhas dos órgãos públicos deverá
-fé da administração pública exige o respeito incon-
ter caráter educativo, informativo ou de orien-
dicional às regras do edital, inclusive quanto à pre-
tação, dela não podendo constar nomes, símbolos
visão das vagas do concurso público". Entretanto,
ou imagens que caracterizem promoção pessoal de
quando se afirma que a Administração Pública tem
autoridades ou servidores públicos.
a obrigação de nomear os aprovados dentro do
10) As obras, serviços, compras e alienações, ressalva- número de vagas previsto no edital, deve-se levar
dos os casos especificados na legislação, serão con- em consideração a possibilidade de situações
tratados mediante processo de licitação pública excepcionalíssimas que justifiquem soluções
que assegure igualdade de condições a todos os diferenciadas, devidamente motivadas de acordo
concorrentes, com cláusulas que estabeleçam obri- com o interesse público. Não se pode ignorar que
gações de pagamento, mantidas as condições efeti- determinadas situações excepcionais podem exigir
vas da proposta, nos termos da lei, o qual somente a recusa da Administração Pública de nomear novos
permitirá as exigências de qualificação técnica e servidores. Para justificar o excepcionalíssimo não
econômica indispensáveis à garantia do cumpri- cumprimento do dever de nomeação por parte da
mento das obrigações. Administração Pública, é necessário que a situação
11) Concurso Público justificadora seja dotada das seguintes caracterís-
ticas: a) Superveniência: os eventuais fatos ense-
e Quanto a concurso público e o principio da igual-
jadores de uma situação excepcional devem ser
dade, segundo entendimento do STF, é possível:
necessariamente posteriores à publicação do edital
a) fixação limites etários máximos para a admissão do certame público; b) Imprevisibilidade: a situação
de pessoal no serviço público em atenção à natu- deve ser determinada por circunstâncias extraordi-
reza das atribuições do cargo a ser preenchido; e b) nárias, imprevisíveis à época da publicação do edi-
estabelecimento de limites mínimos de altura para tal; c) Gravidade: os acontecimentos extraordinários
candidatos em concurso público. e imprevisíveis devem ser extremamente graves,
implicando onerosidade excessiva, dificuldade ou
mesmo impossibilidade de cumprimento efetivo
das regras do edital; d) Necessidade: a solução drás-
tica e excepcional de nâo cumprimento do dever de
a) fixação limites etários b) estabelecimento de llmi-
máximos para a admis- tes mlnlmos de altura para nomeação deve ser extremamente necessária, de
são de pessoal no serviço candidatos em concurso forma que a Administração somente pode adotar
público em atenção à público; tal medida quando absolutamente não existirem
natureza das atribuições outros meios menos gravosos para lidar com a situ-
do cargo a ser preenchido ação excepcional e imprevisível. De toda forma, a
(Súmula 683, do STF); recusa de nomear candidato aprovado dentro do
número de vagas deve ser devidamente motivada
e Súmula 683, do STF: "O limite de idade para a ins- e, dessa forma, passivei de controle pelo Poder Judi-
crição em concurso público só se legitima em face ciário.
do art. 7°, XXX, da Constituição, quando possa ser e A Súmula 15 do STF dispõe: "Dentro do prazo de
justificado pela natureza das atribuições do cargo a validade do concurso, o candidato aprovado tem
ser preenchido." direito à nomeação, quando o cargo for preen-
e Segundo a jurisprudência do STF: "Razoabilidade chido sem observância da classificação."
da exigência de altura mínima para ingresso na e "A abertura de novo concurso, no prazo de vali-
carreira de delegado de polícia, dada a natureza dade de concurso anterior, não gera direito de
do cargo a ser exercido. Violação ao princípio da nomeação para os candidatos aprovados no pri-
Capítulo IX - Administração Pública 735

meiro, mas apenas prioridade sobre os novos e Cuidado! Não é possfvel a acumulação nos seguin-
concursados." (STF. RMS 22.926, julgado em 1997 e tes casos:
relatado pelo Ministro li mar Galvão). a) de cargo técnico com outro privativo de profissio-
e A exigência constitucional de reserva de vagas para nal da saúde;
portadores de deficiência em concurso público b) de mais de dois cargos ou empregos públicos (três
não pode ser afastada se o percentual legalmente
ou mais).
previsto for inferior a um, hipótese em que a fração
deve ser arredondada, obedecendo a regra consti- c) de dois cargos técnicos;
tucional constante no art. 37, VIII, da CF. 18) As funções de confiança, exercidas exclusiva-
12) Os cargos, empregos e funções públicas são aces- mente por servidores ocupantes de cargo efetivo,
síveis aos brasileiros que preencham os requisitos e os cargos em comissão, a serem preenchidos
legais, assim como aos estrangeiros, na forma da por servidores de carreira nos casos, condições e
lei (art. 37, 1, da CF). percentuais mínimos previstos em lei, destinam-se
apenas às atribuições de direção, chefia e asses-
13) É inconstitucional toda modalidade de provi-
mento que propicie ao servidor investir-se, sem soramento.
prévia aprovação em concurso público destinado 19) A nomeação de cargos de natureza política não
ao seu provimento, em cargo que não integra a car- está incluída nas proibições elencadas pela
reira na qual anteriormente investido (Súmula 685 Súmula Vinculante 13, que veda a prática do
doSTF). nepotismo em qualquer dos Poderes de todos os
14) Adquire estabilidade, após três anos de efetivo Entes Federados no Brasil, nos seguintes termos:
exercício, o servidor nomeado para cargo de pro- "A nomeação de cõnjuge, companheiro ou parente
vimento efetivo em virtude de concurso público, em linha reta, colateral ou por afinidade, até o ter-
consoante art. 41, caput, da CF. ceiro grau, inclusive, da autoridade nomeante ou
de servidor da mesma pessoa jurídica, investido em
15) Em 2007, no bojo dos Mandados de Injunção (Mls)
cargo de direção, chefia ou assessoramento, para o
670, 708 e 712, o STF autorizou 11 aplicação da lei
exercício de cargo em comissão ou de confiança,
de greve da iniciativa privada (Lei 7.783/89) para
ou, ainda, de função gratificada na Administração
garantir o exercício grevista regular dos servi-
dores públicos. Pública direta e indireta, em qualquer dos Pode-
res da União, dos Estados, do Distrito Federal e
e Vale notar, entretanto, que o STF vem entendendo dos municípios, compreendido o ajuste mediante
pela inadmissibilidade de exercfclo de greve por designações recíprocas, viola a Constituição Fede-
policiais. "O direito constitucional de greve atribu-
ral."
ído aos servidores públicos em geral não ampara
indiscriminadamente todas as categorias e carrei- 20) Reintegração: invalidação da pena de demissão
ras, mas antes excepciona casos como o de agen - aplicada a servidor público, com o retorno ao cargo,
tes armados e policiais cujas atividades não podem sem prejuízo da indenização. Se quem estiver em
ser paralisadas, ainda que parcialmente, sem gra- seu lugar for estável, será reconduzido ao cargo
ves prejuízos para a segurança e a tranquilidade anteriormente ocupado, ou será afastado com ven -
pública. (Ministro Gilmar Mendes, ao negar segui- cimentos proporcionais, ou aproveitado em outro
mento ao MI 774). cargo (sem direito a indenização), mas se quem
16) Tanto a vinculação quanto a equiparação de
estava no lugar não era estável, será simplesmente
quaisquer espécies remuneratórias no serviço exonerado.
público são vedadas para o efeito de remuneração 21) A exoneração somente será a pedido ou por con -
de pessoal das carreiras públicas (art. 37, XIII, da CF). veniência da administração, já a demissão é sem-
17) É vedada 11 acumulação remunerada de cargos ou pre a título de punição.
empregos públicos, exceto, quando houver compa- e O servidor público ocupante de cargo efetivo não
tibilidade de horários, nos seguintes casos: a) a de pode ser exonerado segundo livre critério da
dois cargos de professor; b) a de um cargo de pro - autoridade competente, pois os casos de perda
fessor com outro técnico ou científico; c) a de dois de cargo estão previstos no§ 1° do art. 41 da CF (1
cargos ou empregos privativos de profissionais de - Em virtude de sentença judicial transitada em jul-
saúde, com profissões regulamentadas . gado; li - Mediante Processo Administrativo em que
lhe seja assegurada ampla defesa; Ili - Mediante
Procedimento de Avaliação Periódica de Desem-
1. Regra Vedação/Impossibilidade penho, na forma da lei complementar, assegurada
ampla defesa).
a) dois cargos de professor
e No caso da falta de necessidade do cargo, o servi-
b) um cargo de professor com outro técnico dor ficará em disponibilidade, com remuneração
ou científico proporcional ao tempo de serviço, até o seu ade-
2. Exceções
c) dois cargos ou empregos privativos de quado aproveitamento em outro cargo.
profissionais de saúde, com profissões regu -
lamentadas
e O servidor público ocupante de cargo efetivo não
pode ser exonerado ad nutum, com base em
736 Paulo Lépore

decreto que declara a desnecessidade do cargo índices, e não depois de decorrido o prazo mínimo
(Súmula 21 do STF). de um ano do último reajuste concedido à categoria.
22) Os vencimentos referem-se ao vencimento básico 31) A fixação de vencimentos dos servidores públicos
somado às gratificações permanentes previstas em não pode ser objeto de convenção coletiva (Súmula
lei (art. 1º, da Lei 8.852/94), que se aplicam aos agen- 679 do STF).
tes administrativos submetidos a regime estatutário, 32) O teto salarial do funcionalismo público, previsto
os denominados servidores públicos. no texto constitucional e cujo parâmetro é o subsí-
23) Já o subsídio, na lição de Leandro Bortoleto "é o dio dos ministros do STF, aplica-se aos servidores
pagamento de uma única parcela, sem subdivisões da administração direta, autárquica e fundacional, e
[...] forma normalmente adotada para se remunerar também, aos empregados das empresas públicas e
os agentes políticos" (Direito Administrativo. Salva- sociedades de economia mista, e suas subsidiárias,
dor: Juspodivm, 2012, p. 142). que receberem recursos da União, dos Estados, do
DF ou dos Municípios para pagamento de despesas
24) Segundo Hely Lopes Meirelles "vantagens pecu-
de pessoal ou de custeio em geral (art. 37, § 9°, da CF).
niárias são acréscimos de estipêndio do servidor,
concedidas a título definitivo ou transitório, pela 33) A União, os Estados e o Distrito Federal manterão
decorrência do tempo de serviço (ex facto temporis), escolas de governo para a formação e o aperfeiço-
ou pelo desempenho de funções especiais (ex facto amento dos servidores públicos, constituindo-se
officii), ou em razão das condições anormais em que a participação nos cursos um dos requisitos para a
se realiza o serviço (propter laborem), ou, finalmente, promoção na carreira, facultada (e não sendo obri-
em razão de condições pessoais do servidor (propter gatória), para isso, a celebração de convênios ou con-
personam). As duas primeiras espécies constituem tratos entre os entes federados, que deverão promo-
os adicionais (adicionais de vencimento e adicionais vê-los anualmente.
de função), as duas últimas formam a categoria das e Súmula 339, do STF: "Não cabe ao Poder Judiciário,
gratificações (gratificações de serviço e gratificações que não tem função legislativa, aumentar vencimen-
pessoais). (Direito Administrativo Brasileiro, 18 ed. São tos de servidores públicos sob fundamento de isono-
Paulo: Malheiros, 1993, p. 402). Portanto, pode-se mia".
dizer que os vencimentos abrangem vantagens 34) Aos servidores titulares de cargos efetivos da União,
pecuniárias (gratificações) dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios,
25) O membro de Poder, o detentor de mandato eletivo, incluídas suas autarquias e fundações, é assegurado
os Ministros de Estado e os Secretários Estaduais e regime de previdência de caráter contributivo
Municipais serão remunerados exclusivamente por e solidário, mediante contribuição do respectivo
subsídio fixado em parcela única (e não em quatro ente público, dos servidores ativos e inativos e dos
parcelas, trimestrais), vedado o acréscimo de qual- pensionistas, observados critérios que preservem o
quer gratificação, adicional, abono, prêmio, verba de equilíbrio financeiro e atuarial.
representação ou outra espécie remuneratória . 35) Os servidores abrangidos pelo regime de previdên-
26) t vedada a vinculação ou equiparação de quais- cia serão aposentados: 1 - por invalidez perma-
quer espécies remuneratórias para o efeito de nente, sendo os proventos proporcionais ao tempo
remuneração de pessoal do serviço público. de contribuição, exceto se decorrente de acidente
em serviço, moléstia profissional ou doença grave,
27) Os acréscimos pecuniários percebidos por servi-
contagiosa ou incurável, na forma da lei; li - com-
dor público não serão computados e acumulados
pulsoriamente, aos setenta anos de idade, com
para fins de concessão de acréscimos ulteriores.
proventos proporcionais ao tempo de contribuição;
28) A fixação dos padrões de vencimento e dos Ili - voluntariamente, desde que cumprido tempo
demais componentes do sistema remuneratório mínimo de dez anos de efetivo exercício no serviço
observará a natureza, o grau de responsabilidade e público e cinco anos no cargo efetivo em que se
a complexidade dos cargos componentes de cada dará a aposentadoria, observadas as seguintes con-
carreira; os requisitos para a investidura; e as peculia- dições: a) sessenta anos de idade e trinta e cinco de
ridades dos cargos. contribuição, se homem, e cinqüenta e cinco anos de
29) A Lei da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos idade e trinta de contribuição, se mulher; b) sessenta
Municípios disciplinará a aplicação de recursos orça- e cinco anos de idade, se homem, e sessenta anos de
mentários provenientes da economia com despesas idade, se mulher, com proventos proporcionais ao
correntes em cada órgão, autarquia e fundação, para tempo de contribuição.
aplicação no desenvolvimento de programas de 36) Os proventos de aposentadoria e as pensões, por
qualidade e produtividade, treinamento e desenvol - ocasião de sua concessão, não poderão exceder a
vimento, modernização, reaparelhamento e raciona- remuneração do respectivo servidor, no cargo efe-
lização do serviço público, inclusive sob a forma de tivo em que se deu a aposentadoria ou que serviu de
adicional ou prêmio de produtividade (art. 39, § 7°, da referência para a concessão da pensão.
CF). 37) Os proventos nunca poderão ser excedentes ao
30) A remuneração dos servidores públicos deve ser subsídio mensal, em espécie, dos Ministros do
fixada por lei específica, assegurada a revisão gerai Supremo Tribunal Federal, o que não abrange as
anual, sempre na mesma data e sem distinção de parcelas de caráter indenizatório previstas em lei.
Capítulo IX - Administração Pública 737

....,
~ \-~·,,~ ...
r •.• ···•;s.:,.i. ·r::··
.:::- .. a:.~.......r.. •.t.,.'·.. ,,,~s. ...
~-

hc,!- .~
.

••• .,; .~
---~' ·-. ·1'· ~
- ..-. ..-:t...'!I. .... _...__;,.., ........
- s off'- ~ :-·~ ?~ •\
·-"-"'...: ~-'~ Jf-~l'\..S....
tfJD
Modalidade Sexo Requisito Aposentadoria Limite/Teto

Homem Invalidez Permanente Com proventos proporcionais Proventos nunca excedentes


1- ou Mulher ao tempo de contribuição, ao subsídio mensal, em espé-
exceto se decorrente de aci- cie, dos Ministros do Supremo
Por Invalidez dente em serviço, moléstia Tribunal Federal
Permanente profissional ou doença grave,
contagiosa ou incurável.

li- Compul- Homem 70 anos de idade Com proventos proporcionais


soriamente ou Mulher ao tempo de contribuição.

1) Homem a) 60 anos de idade + 35 Com proventos integrais,


anos de contribuição nunca excedentes à remune-
ração do servidor em atividade

ou
a) 65 anos de idade Com proventos proporcionais
ao tempo de contribuição

a) 55 anos de idade + 30 Com proventos integrais,


anos de contribuição nunca excedentes à remune-
2) Mulher
Ili- Volunta- ração do servidor em atividade
riamente ou
b) 60 anos de idade Com proventos proporcionais
ao tempo de contribuição

3) Homem Tempo mínimo de dez


e Mulher anos de efetivo exerci-
cio no serviço público
e cinco anos no cargo
efetivo em que se dará a
aposentadoria

38) t vedada a existência de mais de um regime 41) Segundo o STF, "A responsabilidade civil das pes-
próprio de previdência social para os servidores soas jurídicas de direito privado prestadoras de
titulares de cargos efetivos. serviço público é objetiva relativamente a tercei-
ros usuários, e não usuários do serviço, segundo
39) Notários e registradores: "O art. 40, § 1°, li, da CB,
decorre do art. 37, § 6°, da CF. A inequívoca presença
na redação que lhe foi conferida pela EC 20/1998,
do nexo de causalidade entre o ato administrativo e
está restrito aos cargos efetivos da União, dos Esta-
o dano causado ao terceiro não usuário do serviço
dos-membros, do Distrito Federal e dos Municí-
público é condição suficiente para estabelecer a res-
pios - incluídas as autarquias e fundações. Os ser-
ponsabilidade objetiva da pessoa jurídica de direito
viços de registros públicos, cartorários e notariais
privado." (RE 591.874, julgado em 2009 e relatado
são exercidos em caráter privado por delegação
pelo Ministro Ricardo Lewandowski).
do Poder Público - serviço público não privativo.
Os notários e os registradores exercem ativi- 42) A lei disporá sobre os requisitos e as restrições ao
dade estatal, entretanto não são titulares de ocupante de cargo ou emprego da administração
cargo público efetivo, tampouco ocupam cargo direta e indireta que possibilite o acesso a informa-
público. Não são servidores públicos, não lhes ções privilegiadas.
alcançando a compulsoriedade imposta pelo 43) A Administração pode anular seus próprios atos,
mencionado art. 40 da CF/1988 - aposentadoria quando eivados de vícios que os tornem ilegais,
compulsória aos setenta anos de idade." (ADI porque deles não se originam direitos, ou revogá-
2.602, julgada em 2005 e relatada para o acórdão -los, por motivo de conveniência ou oportunidade,
pelo Ministro Eros Grau). mas não pode fazer revisão de direitos adquiridos,
40) As pessoas jurídicas de direito público e as de consoante súmula 473 do STF.
direito privado prestadoras de serviços públicos 44) Os atos de improbidade administrativa importarão
responderão pelos danos que seus agentes, a suspensão de direitos políticos, a perda da fun-
nessa qualidade, causarem a terceiros, assegu- ção pública, a indisponibilidade de bens e o ressar-
rado o direito de regresso contra o responsável nos cimento ao erário, na forma e gradação previstas
casos de dolo ou culpa. em lei, sem prejuízo da ação penal cabfvel.
738 Paulo Lépore

+ SÚMULAS APLICÃVEIS
Súmula Vinculante 21: t inconstitucional a exi-
gência de depósito ou arrolamento prévios de
dinheiro ou bens para a admissibilidade de recurso
administrativo.
CapítuloX-
Separação dos Poderes

COMENTARIOS
+QUESTÕES
Alternativa correta: "c": consoante art. 46 da CF,
• CF. arts .44 a 126 da CF o Senado Federal, Casa da Federação, compõe-se de
representantes dos estados e do Distrito Federal, que
serão eleitos segundo o princípio majoritário, assim
como os prefeitos, governadores e presidente da Repú-
X.1. PODER LEGISLATIVO blica.

• CF, arts.44 a 75 Alternativa "a": de fato, a Câmara dos Deputados


compõe-se de representantes dos estados e do Distrito
Federal (art. 45, caput, da CF). Entretanto, consoante
art. 45, § 1º da CF, o número total de Deputados, bem
X.1.1. LEGISLATIVO DA UNIÃO como a representação por Estado e pelo Distrito Fede-
ral, será estabelecido por lei complementar, pro-
X.1.1.1. ORGANIZAÇÃO porcionalmente à população, procedendo-se aos ajus-
tes necessários, no ano anterior às eleições, para que
EFUNCIONAMENTO DO nenhuma daquelas unidades da Federação tenha
menos de oito ou mais de setenta Deputados, sendo
CONGRESSO NACIONAL o mínimo de oito e o máximo de setenta deputados.
Assim, não é o número total que fica entre 8 e 70, mas
• CF, arts.44 a 47, 51 e 57
sim a representação das unidades da Federação.

Alternativa "b": o número de deputados federais


não foi definido em 513 pela Constituição Federal.
* PROCURADOR DO ESTADO Segundo o art. 45, § 1º da CF, esse número é estabele-
cido por lei complementar.
01. (PGE-GO - Procurador do Estado - GOi 2013) A Alternativa "d": à luz do art. 45, § 2º da CF, cada ter-
respeito do Congresso Nacional, é CORRETO afirmar que ritório elegerá quatro deputados, não havendo qual-
a) a Câmara dos Deputados compõe-se de represen- quer menção a senadores.
tantes dos estados e do Distrito Federal, sendo o Alternativa "e": a cada quatro anos haverá a elei-
mínimo de oito e o máximo de setenta deputados.
ção de 1 ou 2 senadores. Isso porque eles são eleitos
b) o número de deputados federais, definidos em 513 para mandatos de 8 anos, mas há renovação de quatro
pela Constituição Federal. não pode ser reduzido em quatro anos (art. 46 da CF).
sob pena de violar a forma federativa de Estado.
c) o Senado Federal compõe-se de representantes 02. (UEPA - Procurador do Estado - PA/ 2012) Sobre
dos estados e do Distrito Federal, que serão eleitos o funcionamento do Poder Legislativo, analise as pro-
segundo o princípio majoritário, assim como os pre- posições a seguir:
feitos, governadores e presidente da República.
1. O subsídio dos Deputados Estaduais será fixado por
d) cada território elegerá quatro deputados e três lei de iniciativa da Assembleia Legislativa, na razão
senadores. de, no máximo, setenta e cinco por cento daquele
e) a cada quatro anos haverá a eleição de três senado- estabelecido, em espécie, para os Deputados Fede-
res em cada estado e no Distrito Federal. ra is.
740 Paulo Lépore

li. A renúncia do parlamentar, após a instauração de de agosto a 22 de dezembro, e cada legislatura, na


processo que envolva a perda de mandato, não Câmara dos Deputados, compreende quatro ses-
impede a deliberação final da Casa Legislativa. sões legislativas.
Ili. Na sessão legislativa extraordinária, o Congresso c) Os deputados federais são eleitos em conformi-
Nacional somente deliberará sobre a matéria para a dade com o sistema proporcional, ou seja, são elei-
qual foi convocado, exceto na vigência de medidas tos deputados aqueles que logrem maior votação
provisórias, as quais entrarão automaticamente na nas urnas de cada estado.
pauta da convocação.
d) O deputado federal que praticar crime antes da
IV. Na sessão legislativa extraordinária do Congresso diplomação poderá ser processado e julgado nor-
Nacional, é assegurado o pagamento de parcela malmente pelo STF, enquanto durar o mandato
indenizatória, em razão da convocação. legislativo. No entanto, a pedido de partido político
De acordo com as proposições apresentadas, estão com representação na casa, o andamento do pro-
CORRETAS: cesso poderá ser suspenso, se houver decisão, por
voto ostensivo e nominal, da maioria absoluta dos
a) somente li e Ili parlamentares.
b) somente 1e IV e) Denomina-se presidencialismo a forma de governo
c) somente 1,11, Ili e IV em que o presidente da República é o chefe do
Estado e de governo e parlamentarismo, aquela em
d) somente li, Ili e IV que o presidente da República, eleito democratica-
e) somente I, li e Ili mente, é o chefe de Estado, e o primeiro - ministro,
escolhido pelo presidente da República, é o chefe
COMENTÁRIOS de governo.

Alternativa correta: "e". COMENTÁRIOS


Proposição "I". Correta. Consoante art. 27, § 2º,
Alternativa correta: letra "b": no âmbito nacional,
da CF, com redação dada pela EC 19/98, o subsídio dos
as sessões legislativas ocorrem no período de 2 de feve-
Deputados Estaduais será fixado por lei de iniciativa da
reiro a 17 de julho e de 1.º de agosto a 22 de dezembro
Assembleia Legislativa, na razão de, no máximo, setenta
(art. 57, caput, da CF), e cada legislatura, na Câmara dos
e cinco por cento daquele estabelecido, em espécie,
Deputados, compreende quatro sessões legislativas, ou
para os Deputados Federais.
seja, quatro anos (art. 44, parágrafo único, da CF).
Proposição "li". Correta. De acordo com o art. 55,
Alternativa "a": as comissões parlamentares de
§ 4º, da CF, a renúncia do parlamentar, após a instaura-
inquérito devem ser criadas por prazo certo para a
ção de processo que envolva a perda de mandato, não
apuração de fato determinado; nesse ponto, não cons-
impede a deliberação final da Casa Legislativa, pois
tituem violação constitucional eventuais prorrogações
seus efeitos ficarão suspensos.
sucessivas, mas desde que dentro da legislatura em
Proposição "Ili". Correta. Segundo o art. 57, § 7° curso (art. 5°, § 2°, da Lei 1579/52).
da CF, com redação dada pela EC 50/06, na sessão legis-
lativa extraordinária, o Congresso Nacional somente Alternativa "c": os deputados federais são eleitos
deliberará sobre a matéria para a qual foi convocado, em conformidade com o sistema proporcional, ou seja,
exceto na vigência de medidas provisórias, as quais os eleitos não serão necessariamente o que lograram
entrarão automaticamente na pauta da convocação (c.f. maior votação. Nesse sistema, cada Estado tem uma
art. 57, § 8º, da CF, com redação dada pela EC 32/01). representação proporcional a sua população, que não
pode ser menor que oito e maior que setenta (art. 45,
Proposição "IV". Incorreta. Na sessão legislativa caput, da CF).
extraordinária do Congresso Nacional, é vedado o
pagamento de parcela indenizatória, em razão da con- Alternativa "d": o deputado federal que prati-
vocação (art. 57, § 7°, da CF). car crime antes da diplomação poderá ser processado
e julgado normalmente pelo STF (art. 53. § 1°, da CF),
enquanto durar o mandato legislativo. No entanto, não
03. (Cespe - Procurador do Estado - PB/ 2008) Com há necessidade de o Supremo dar ciência à respectiva
relação à organização dos poderes, assinale a opção Casa, a qual também não poderá sustar o andamento
correta. da ação.
a) As comissões parlamentares de inquérito devem
Alternativa "e": denomina-se presidencialismo o
ser criadas por prazo certo para a apuração de fato
sistema de governo em que o presidente da República
determinado; nesse ponto, não constituem viola-
é o chefe do Estado e de governo e parlamentarismo,
ção constitucional eventuais prorrogações sucessi-
aquele em que o presidente da República, eleito demo-
vas, mesmo que para a legislatura seguinte.
craticamente, é o chefe de Estado, e o primeiro-minis-
b) No âmbito nacional, as sessões legislativas ocorrem tro, escolhido pelo presidente da República, é o chefe
no período de 2 de fevereiro a 17 de julho e de l.° de governo.
Capítulo X - Separação dos Poderes 741
··· ··· ····· ····· ··· ···· ··· ········· ········ ·· ···· ····· ··· ········· ··· ·· ··· ··········· ····· ···· ············ ········ ···· ····· ·· ·····

* PROMOTOR DE JUSTlÇA
Plenário, salvo se houver recurso de um décimo dos
membros da Casa.
d) No Congresso Nacional, as decisões são, em regra,
01. (FEPESE - Promotor de Justiça - SC/2014) Analise tomadas por maioria absoluta de votos, salvo nos
o enunciado da questão abaixo e assinale se ele é falso casos em que a CF expressamente disponha de
ou verdadeiro: forma diversa, para hipóteses específicas.

( ) Conforme a Constituição Federal, a convocação e) Para participarem das sessões legislativas extraor-
extraordinária do Congresso Nacional far-se-á: a) dinárias do Congresso Nacional, os parlamentares
pelo Presidente do Senado Federal, em caso de recebem uma parcela indenizatória em valor não
decretação de estado de defesa ou de intervenção superior ao do subsídio mensal.
federal, de pedido de autorização para a decretação
de estado de sítio e para o compromisso e a posse COMENTA RIOS
do Presidente e do Vice-Presidente da República; b) Alternativa correta: "c": de acordo com o art. 58
pelo Presidente da República, pelos Presidentes da da CF e os regimentos internos do Legislativo da União,
Câmara dos Deputados e do Senado Federal ou a as comissões temáticas, criadas em razão da matéria,
requerimento da maioria dos membros de ambas são permanentes, cabendo-lhes, entre outras atribui-
as Casas, em caso de urgência ou interesse público ções, discutir e votar projeto de lei que dispensar, na
relevante, em todas essas hipóteses com a aprova- forma do regimento, a competência do Plenário, salvo
ção de 2/3 (dois terços) de cada uma das Casas do se houver recurso de um décimo dos membros da Casa.
Congresso Nacional.
Alternativa "a": o Congresso Nacional se reúne,
COMENTA RIOS anualmente, na Capital Federal, Brasília (art. 18 e.e. art.
57, ambos da CF). Cada legislatura tem a duração de
Falso. O enunciado está errado, uma vez que o quatro anos, compreendendo quatro (e não oito) ses-
artigo 57, § 6°, li, da CF, prescreve que a convocação sões legislativas (anos de atividade legislativa, que vão
extraordinária do Congresso Nacional far-se-á pelo Pre- de 2 de fevereiro a 17 de julho e 1 de agosto a 22 de
sidente da República, pelos Presidentes da Câmara dos dezembro), que não podem ser interrompidas sem a
Deputados e do Senado Federal ou a requerimento da aprovação do projeto de lei de diretrizes orçamentárias.
maioria dos membros de ambas as Casas, em caso de Alternativa "b": conforme art. 54 da CF, os Depu-
urgência ou interesse público relevante, em todas essas tados e Senadores não poderão desde a expedição do
hipóteses com a aprovação da maioria absoluta (e não diploma (não desde a posse), aceitar ou exercer cargo,
de 2/3) de cada uma das Casas do Congresso Nacional. função ou emprego remunerado, inclusive os de que
Ou seja, a convocação extraordinária do Congresso sejam demissíveis ad nutum na administração direta e
Nacional em caso de urgência ou interesse público rele- nas autarquias, empresas públicas, sociedades de eco-
vante reclama aprovação de maioria absoluta de cada nomia mista ou empresas concessionárias de serviço
uma das Casas do Congresso Nacional. público, salvo quando contrato obedecer cláusulas
uniformes.
02. (Cespe - Promotor de Justiça - T0/2012) Acerca Alternativa "d": na linha do art. 47 da CF, salvo
da estrutura, do funcionamento e das atribuições do disposição constitucional em contrário, as deliberações
Poder Legislativo, assinale a opção correta. de cada Casa e de suas Comissões serão tomadas por
maioria dos votos (maioria simples ou relativa), pre-
a) O Congresso Nacional se reúne, anualmente, na
sente a maioria absoluta de seus membros.
capital federal. Cada legislatura tem a duração de
quatro anos, compreendendo oito sessões legislati- Alternativa "e": é vedado o pagamento de par-
vas, que podem ser interrompidas, ainda que esteja cela indenizatória em razão da convocação de Parla-
pendente a aprovação do projeto de lei de diretri- mentares para sessões legislativas extraordinárias (art.
zes orçamentárias. 57, § 7°, da CF)
b) Como forma de garantia da independência do
Poder Legislativo, a CF estabelece algumas veda- 03. (Cespe - Promotor de Justiça - R0/2010) Com
ções aos parlamentares, denominadas incompati- relação à organização dos poderes na CF, assinale a
bilidades, entre as quais se insere a impossibilidade opção correta.
de, desde a posse, aceitar ou exercer cargo, função a) Suplente de deputado ou senador deve ser con-
ou emprego remunerado, inclusive os de que sejam vocado nos casos de licença do titular por período
demissíveis ad nutum em sociedades de economia superior a sessenta dias.
mista.
b) Na sessão legislativa extraordinária, o Congresso
c) As comissões temáticas, criadas em razão da maté- Nacional deve deliberar somente sobre a matéria
ria, são permanentes, cabendo-lhes, entre outras para a qual foi convocado, não podendo ser inclu-
atribuições, discutir e votar projeto de lei que dis- ídas na pauta sequer as medidas provisórias em
pensar, na forma do regimento, a competência do vigor na data da convocação extraordinária.
742 Paulo Lépore

c) O Senado Federal compõe-se de três representan- Assinale:


tes de cada estado e do DF, com mandato de oito
a) se somente as proposições 1e li forem verdadeiras.
anos, eleitos segundo o princípio proporcional,
sendo os representantes renovados de quatro em b) se somente as proposições 1e Ili forem verdadeiras.
quatro anos, de forma alternada, por um e dois ter- c) se somente as proposições 1e IV forem verdadeiras .
ços.
d) se somente as proposições I, li e Ili forem verdadei-
d) A CF prevê a reunião em sessão conjunta da Câmara ras.
dos Deputados e do Senado Federal na hipótese,
entre outras, de conhecer e deliberar sobre veto. e) se somente as proposições li, Ili e IV forem verdadei-
ras.
e) t de competência do Senado Federal autorizar,
por dois terços de seus membros, a instauração de COMENTÁRIOS
processo contra o presidente e o vice-presidente
da República, bem como contra os ministros de Alternativa correta: letra "b": a assertiva 1está em
Estado. perfeita consonância com o art. 44 da CF e diz: "Art. 44.
O Poder Legislativo é exercido pelo Congresso Nacio-
COMENTÁRIOS nal, que se compõe da Cimara dos Deputados e do
Senado Federal". A assertiva Ili nos remete ao art. 60,
Alternativa correta: letra "d": a CF prevê a reunião § 4°, Ili, que diz:" Não será objeto de deliberação a pro-
em sessão conjunta da Câmara dos Deputados e do posta de emenda tendente a abolir: Ili - a separação
Senado Federal na hipótese, entre outras, de conhecer e dos Poderes".
deliberar sobre veto (art. 57, § 3°, IV, da CF).
Alternativa "a": apesar da assertiva 1 estar de
Alternativa "a": suplente de deputado ou senador acordo com o texto gravado no art. 44 da CF, o mesmo
deve ser convocado nos casos de licença do titular por não ocorre com a assertiva li que inclui os governadores
período superior a cento e vinte dias, conforme art. 56, como legitimados para a propositura de proposta para
§ 1°, da CF. emenda à Constituição, o que difere do previsto no art.
Alternativa "b": na sessão legislativa extraordiná- 60, incisos 1, li e Ili da CF.
ria, o Congresso Nacional deve deliberar somente sobre Alternativa "e": apesar da assertiva 1estar em per-
a matéria para a qual foi convocado e, havendo medidas feita consonância com o art. 44 da CF, o mesmo não
provisórias em vigor na data da convocação extraordi- ocorre com a assertiva IV que exclui o Conselho Nacio-
nária, serão elas inclufdas automaticamente na pauta nal de Justiça como Órgão do Poder Judiciário, o que
da convocação, consoante art. 57, §§ 7° e 8°, da CF. afronta o previsto no art. 92, 1-A, inserido pela Emenda
Alternativa "c": o Senado Federal compõe-se de Constitucional nº 45 de 2004.
três representantes de cada estado e do DF, com man- Alternativa "d": mesmo as assertivas 1e Ili estando
dato de oito anos, eleitos segundo o princípio majori- corretas, a assertiva li apresenta erro, já que inclui os
tário, sendo os representantes renovados de quatro em governadores como legitimados para a propositura de
quatro anos, de forma alternada, por um e dois terços proposta para emenda à Constituição, o que difere do
(art. 46, caput e§§ 1° e 2°, da CFJ. previsto no art. 60, incisos 1, li e Ili da CF.
Alternativa "e": é de competência da Cãmara dos Alternativa "e": somente a assertiva Ili está de
Deputados autorizar, por dois terços de seus membros, acordo com a previsão constitucional.
a instauração de processo contra o presidente e o vice-
-presidente da República, bem como contra os minis-
tros de Estado. * DELEQADO DE POLÍCIA CIVIL

* NITTÁRIO E REQISTRADOR 01. (Delegado de Policia - T0/ 2008 - CESPE) Relati -


vamente à organização dos Poderes Legislativo e Execu -
tivo, julgue os itens subsequentes.
01. (FGV - Notário-AM /2005) Analise as proposições
a seguir: 01.1. O Poder Legislativo é do tipo bicameral porque
1. O Congresso Nacional se compõe da Câmara dos reúne, em um mesmo corpo, uma Casa que cumpre o
Deputados e do Senado Federal. papel de iniciadora do processo legislativo (a Câmara
dos Deputados) e uma Casa que cumpre sempre o papel
li. Os governadores têm legitimidade para propor de revisora (o Senado Federal).
emenda à Constituição Federal.
Ili. A separação dos Poderes é uma das cláusulas COMENTÁRIOS
pétreas.
Errado, pois o bicameralismo significa que há duas
IV. O Conselho Nacional de Justiça não é órgão do câmaras, uma dos representantes do povo (Câmara dos
Poder Judiciário. Deputados) e um que representa os Estados da Federa-
Capítulo X - Separação dos Poderes 743

ção (Senado Federal). Ambas podem atuar como inicia- c) Sessão conjunta: a reunião da Câmara dos Deputa-
doras e revisoras do processo legislativo. dos e do Senado Federal destinada, por exemplo, a
conhecer do veto presidencial e sobre ele deliberar.
01.2. O presidente da República, no exercício de suas d) Sessão extraordinária: a que ocorre por convocação
funções, só pode ser preso após o trânsito em julgado ou do Presidente do Senado Federal ou do Presi-
de sentença penal condenatória. dente da Câmara dos Deputados ou do Presidente
da República e mesmo por requerimento da maio-
COMENTARIOS ria dos membros de ambas as Casas para, excepcio-
nalmente, inaugurar a sessão legislativa e eleger as
Errado, pois se o crime comum foi cometido no
respectivas mesas diretoras.
exercício da função presidencial ou em razão dele, o
presidente poderá ser incriminado na vigência do man-
COMENTÁRIOS
dato, perante o STF, dês que haja, como já salientado,
prévia autorização da Câmara dos Deputados, por 2/3
O Nota do autor: a questão envolve conhecimento
dos seus membros.
básico sobre as principais atividades do Congresso
Nacional, dispostas nos artigos 44 a 58 da CF.
01.3. A imunidade formal garante ao parlamentar,
desde a expedição do diploma, a impossibilidade de, Alternativa correta: letra "c": conforme art. 57, §
em qualquer caso ou circunstância, ser ou permanecer 3º, IV, da CF, entende-se por sessão conjunta a reunião
preso ou ser processado sem autorização de sua respec- da Câmara dos Deputados e do Senado Federal desti-
tiva Casa legislativa. nada, por exemplo, a conhecer do veto presidencial e
sobre ele deliberar.
COMENTÁRIOS
Alternativa "a": Legislatura é um período de qua-
Errado, pois a redação do § 2° do art. 53 da CF é tro anos de atividade legislativa. (art. 44, parágrafo
clara: "Desde a expedição do diploma, os membros do único, da CF).
Congresso Nacional não poderão ser presos, salvo em Alternativa "b": Sessão legislativa é o período
flagrante de crime inafiançável. Nesse caso, os autos compreendido entre 2 de fevereiro a 17 de julho e 1º de
serão remetidos dentro de vinte e quatro horas à Casa agosto a 22 de dezembro, nos termos do art. 57, da CF.
respectiva, para que, pelo voto da maioria de seus mem-
bros, resolva sobre a prisão". Alternativa "d": Sessão extraordinária: a que
ocorre por convocação ou do Presidente do Senado
Federal ou do Presidente da Câmara dos Deputados
01.4. O presidente da República só pode ser subme-
ou do Presidente da República ou a requerimento da
tido a julgamento perante o STF, nas infrações penais
comuns, após autorização da Câmara dos Deputados, maioria dos membros de ambas as Casas, em caso de
por dois terços de seus membros. urgência ou interesse público relevante, mas não
para simplesmente inaugurar a sessão legislativa e ele-
COMENTARIOS ger as respectivas mesas diretoras, pois tais atribuições
se darão em sessão ordinária (art. 57, § 6º, li, da CF).
Certo, pois está de acordo com o previsto no art.
86 da CF, "Admitida a acusação contra o Presidente da
República, por dois terços da Câmara dos Deputados,
será ele submetido a julgamento perante o Supremo Tri-
* ANAU5TA E TÉCNICO DE TRF E TRE

bunal Federal, nas infrações penais comuns, ou perante


o Senado Federal, nos crimes de responsabilidade". 01. (Analista Judiciário - Execução de Mandados
- TRF 2• região/ 2012 - FCC) Considere as seguintes
assertivas a respeito do Congresso Nacional:
* EXA/vlE DE ORDEM
1. O Senado Federal compõe-se de representantes
dos Estados e do Distrito Federal, eleitos segundo o
01. (FGV - OAB 2010.2) O Congresso Nacional e suas princípio majoritário. Cada Estado e o Distrito Fede-
respectivas Casas se reúnem anualmente para a ativi- ral elegerão três Senadores, com mandato de oito
dade legislativa. Com relação ao sistema constitucional anos.
brasileiro, assinale a alternativa correta.
li. Cabe ao Congresso Nacional, com a sanção do Pre-
a) Legislatura: o período compreendido entre 2 de sidente da República, dispor sobre a transferência
fevereiro a 17 de julho e lºde agosto a 22 de dezem- temporária da sede do Governo Federal.
bro.
Ili. Cabe ao Congresso Nacional, com a sanção do Pre-
b) Sessão legislativa: os quatro anos equivalentes ao sidente da República, dispor sobre a fixação e modi-
mandato dos parlamentares. ficação do efetivo das Forças Armadas.
744 Paulo Lépore

IV. Compete privativamente ao Senado Federal auto-


rizar, por um terço de seus membros, a instauração 03. (Analista Judiciário - Area Judiciária TRE/AM
de processo contra os Ministros de Estado. 2010 - FCC) Sobre o Congresso Nacional, é correto afir-
mar que
De acordo com a Constituição Federal brasileira,
está correto o que consta APENAS em a) a convocação extraordinária do Congresso Nacio-
nal far-se-á pelo Presidente da República em caso
a) 1, li e IV. de intervenção federal com a aprovação de um
b) li, Ili e IV. terço do Senado Federal.

c) 1, li e Ili. b) a Câmara dos Deputados reunir-se-á em sessão


única no primeiro dia do primeiro ano da legisla-
d) llelll. tura, para a posse de seus membros e mandatos de
e) 1e IV. quatro anos.

c) a Mesa do Congresso Nacional será presidida pelo


COMENTÁRIOS
Presidente da Câmara dos Deputados.
Alternativa correta: letra "c" d) a sessão legislativa não será interrompida sem a
Assertiva "I": correta. O Senado Federal compõe- aprovação do projeto de lei de diretrizes orçamen-
-se de representantes dos Estados e do Distrito Federal, tárias.
eleitos segundo o princípio majoritário. Cada Estado e o
e) havendo leis complementares em vigor na data de
Distrito Federal elegerão três Senadores, com mandato
convocação extraordinária, serão elas automatica-
de oito anos (art. 46, caput e § 1º,da CF).
mente incluídas na pauta da convocação.
Assertiva "li": correta. Cabe ao Congresso Nacio-
nal, com a sanção do Presidente da República, dispor COMENTÁRIOS
sobre a transferência temporária da sede do Governo
Federal (art. 48, VII, da CF). Alternativa correta: letra "d": a sessão legislativa
não será interrompida sem a aprovação do projeto de
Assertiva "Ili": correta. Cabe ao Congresso Nacio- lei de diretrizes orçamentárias (art. 57, § 2º, da CF).
nal, com a sanção do Presidente da República, dispor
sobre a fixação e modificação do efetivo das Forças Alternativa "a": a convocação extraordinária
Armadas (art. 48, Ili, da CF). do Congresso Nacional far-se-á pelo Presidente do
Senado Federal em caso de intervenção federal, não
Assertiva "IV": incorreta. Compete privativa- sendo necessária a aprovação de um terço do Senado
mente à Câmara dos Deputados autorizar, por dois ter- Federal (art. 57, § 6º, I, da CF).
ços de seus membros, a instauração de processo contra
os Ministros de Estado (art. 51, 1, da CF). Alternativa "b": a Câmara dos Deputados reunir-
-se-á em sessão preparatória, a partir de 1° de feve-
reiro, no primeiro ano da legislatura, para a posse de
02. (Anallsta Judiciário - Area Judiciária TRE/RS
seus membros e eleição da respectiva Mesa, para man-
2010 - FCC) O Senado Federal compõe-se de repre-
dato de dois anos, vedada a recondução para o mesmo
sentantes dos Estados e do Distrito Federal, eleitos
cargo na eleição imediatamente subsequente (art. 57, §
segundo o princípio majoritário. A representação de
4º, da CF).
cada Estado e do Distrito Federal será renovada de qua-
tro em quatro anos, Alternativa "c": a Mesa do Congresso Nacional
será presidida pelo Presidente do Senado Federal (art.
a) proporcionalmente ao número de eleitores.
57, § 5º, da CF).
b) proporcionalmente à população.
Alternativa "e": havendo medidas provisórias
c) na sua totalidade nos Estados e proporcional no em vigor na data de convocação extraordinária, serão
Distrito Federa 1. elas automaticamente incluídas na pauta da convoca-
ção (art. 57, § 2º, da CF).
d) alternadamente, por um quarto e metade.
e) alternadamente, por um e dois terços.
04. (Analista Judiciário - Area Judiciária TRE/AC
2010 - FCC) No que diz respeito à organização dos
COMENTÁRIOS
Poderes, é INCORRETO afirmar que
Alternativa correta: letra "e" (responde todas
a) as decisões do Tribunal Superior Eleitoral são, em
as alternativas): O Senado Federal compõe-se de
regra, irrecorríveis a exemplo das concessões de
representantes dos Estados e do Distrito Federal, elei-
habeas corpus ou de mandado de segurança.
tos segundo o princípio majoritário. A representação
de cada Estado e do Distrito Federal será renovada de b) os atos do Presidente da República que atentem
quatro em quatro anos, alternadamente, por um e dois contra a lei orçamentária constituem crimes de res-
terços (art. 46, caput e § 2º, da CF). ponsabilidade.
Capítulo X- Separação dos Poderes 745

c) os tribunais poderão declarar a inconstitucionali- b) lelll.


dade da lei somente pelo voto da maioria absoluta
c) l,lllelV.
de seus membros ou dos membros do órgão espe-
cial. d) 11,lllelV.

d) a Mesa do Congresso Nacional será presidida pelo e) llelV.


Presidente da Câmara dos Deputados e os demais
cargos exercidos por membros do Senado Federal. COMENTA RIOS

e) é vedada a edição de medida provisória sobre Alternativa correta: letra "b"


matéria relativa a direitos políticos, partidos políti-
Assertiva "1": correta. O art. 47 da CF preceitua
cos e a reservada a lei complementar.
que: "salvo disposição constitucional em contrário, as
COMENTARIOS deliberações de cada casa e de suas Comissões serão
tomadas por maioria dos votos, presente a maioria
Alternativa certa: letra "d" (a questão pede o absoluta de seus membros".
"incorreto"): a Mesa do Congresso Nacional será pre-
Assertiva "li": incorreta. A Câmara dos Deputados
sidida pelo Presidente do Senado Federal e os demais
compõe-se de representantes do povo, eleitos segundo
cargos exercidos, alternadamente, pelos ocupantes
o sistema proporcional, conforme art. 45, caput, da CF.
de cargos equivalentes na Câmara dos Deputados e
no Senado Federal. É o que leciona o art. 57, § 5º, da CF. Assertiva "Ili": correta. É de competência exclu-
siva do Congresso Nacional aprovar o Estado de Defesa
Alternativa "a": as decisões do TSE são, em regra,
e a intervenção Federal, autorizar o Estado de Sítio ou
irrecorríveis a exemplo das concessões de habeas corpus
suspender qualquer uma dessas medidas, nos termos
ou de mandado de segurança (art. 121 , § 3º, da CF).
do art. 49, IV, da CF.
Alternativa "b": os atos do Presidente da Repú-
Assertiva "IV": incorreta. Cabe ao Congresso
blica que atentem contra a lei orçamentária constituem
Nacional, consoante art. 48, XV, da CF, com a sanção do
crimes de responsabilidade (art. 85, VI, da CFJ.
Presidente da República, dispor sobre a fixação do sub-
Alternativa "c": os tribunais poderão declarar sídio dos Ministros do Supremo Tribunal Federal.
a inconstitucionalidade da lei somente pelo voto da
maioria absoluta de seus membros ou dos membros do
órgão especial (art. 97 da CF). É a chamada "cláusula de
reserva de plenário''.
* ANALISTA E TÉCNICO DE TRT

Alternativa "e": é vedada a edição de medida pro-


visória sobre matéria relativa a direitos políticos, parti- 01. (CESPE - Técnico Judiciário - Administrativa -
dos políticos e a reservada a lei complementar (art. 62, § TRT 10/2013) Com base na CF,julgue os próximos itens,
1º, 1, "a" e Ili, da CF). referentes à organização dos poderes na República
Federativa do Brasil.

OS. (Analista Judiciário - Execução de Mandados 1. Em caso de vacância dos ca rgos de presidente e
- TRF 3° região/ 2007 - FCC) Considere as seguintes vice-presidente da República, nos três primeiros
assertivas sobre o Congresso Nacional, de acordo com anos do mandato, deve-se convocar eleição popu-
a Constituição Federal de 1988: lar direta, a ser realizada noventa dias depois de
aberta a última vaga, assegurando-se aos eleitos
1. Salvo disposição constitucional em contrário, as um mandato de quatro anos, permitida a reeleição
deliberações de cada casa e de suas Comissões para um único período subsequente.
serão tomadas por maioria dos votos, presente a
maioria absoluta de seus membros. li. Cabe ao Supremo Tribunal Federal, após autoriza-
ção da Câmara dos Deputados, processar e julgar os
li. A Câmara dos Deputados compõe-se de represen- crimes comuns praticados pelo presidente da Repú-
tantes dos Estados e do Distrito Federal, eleitos blica.
segundo o princípio majoritário.
Ili. O sistema bicameral do tipo federativo é adotado
Ili. É de competência exclusiva do Congresso Nacional no Brasil.
aprovar o Estado de Defesa e a intervenção Federal,
autorizar o Estado de Sítio ou suspender qualquer IV. Cabe ao Congresso Nacional eleger os membros do
uma dessas medidas. Conselho da República .

IV. Cabe à Câmara dos Deputados, com a sanção do COMENTARIOS


Presidente da República, dispor sobre a fixação do
subsídio dos Ministros do Supremo Tribunal Fede- Item "1" - Errado. "Caso ocorra a vacância e o
ral. cargo de Presidente da República passe a ser ocupado
por quem era o Vice-Presidente, então a situação se
Está correto o que se afirma APENAS em
consolida e o antes Vice, agora Presidente, terminará
a) I, li e Ili. o mandato presidencial. Entretanto, caso vague o
746 Paulo Lépore
.......................... ..... ... ................................................................................................
cargo de Presidente e também o de Vice-Presidente da tados em caso de decretação de estado de defesa
República, ocorrerá o que se chama de dupla vacância, ou de intervenção federal.
quando então serão convocados os próximos na linha
sucessória: Presidente da Câmara dos Deputados; Pre- COMENTÁRIOS
sidente do Senado Federal e Presidente do STF (nessa
ordem). Diante da dupla vacância, a sucessão reali- Alternativa "b": correta: consoante art. 46, da CF,
zada para o Presidente da Câmara dos Deputados, o o Senado Federal compõe-se de representantes dos
Presidente do Senado Federal ou o Presidente do STF Estados e do Distrito Federal, eleitos segundo o prin-
não se consolida, ou seja, eles não poderão simples- cípio majoritário para mandato de oito anos. Com esse
mente terminar o mandato. Na dupla vacância, vigem mandato, o Senador exercerá o cargo por duas legisla-
as seguintes regras: 1) vagando os cargos de Presidente turas que, nos termos do art. 44, parágrafo único, da CF,
e Vice-Presidente da República nos 2 primeiros anos dura quatro anos.
do mandato presidencial, far-se-á eleição 90 dias depois
Alternativa "a": as comissões parlamentares de
de aberta a última vaga; e 2) ocorrendo a vacância dos
inquérito não são permanentes, pois são criadas para
cargos de Presidente e Vice-Presidente da República
a apuração de fato determinado e por prazo certo. Além
nos 2 últimos anos do período presidencial, será feita a
disso, possuem poderes de investigação próprios
eleição pelo Congresso Nacional (eleição indireta), para
das autoridades judiciais, mas não podem aplicar
ambos os cargos 30 dias depois de aberta a última vaga
sanções, devendo, se for o caso, encaminhar suas con-
(LÉPORE, Paulo. Direito constitucional para os concursos
clusões ao Ministério Público, para que promova a res-
de técnico e analista. Coleção Tribunais e MPU. Salvador:
ponsabilidade civil ou criminal dos infratores (art. 58, §
Juspodivm, 2013, p. 324-32S).
3°, da CF).
Item "Ili" - Certo. Nos termos do art. 86 da CF,
Alternativa "c": o Congresso Nacional reúne-
cabe ao Supremo Tribunal Federal, após autorização
-se, anualmente, na Capital Federal, de 2 de fevereiro
da Câmara dos Deputados, processar e julgar os crimes
(não janeiro) a 17 de julho (não 30 de junho) e de 1° de
comuns praticados pelo presidente da República.
agosto a 22 de dezembro, nos termos do art. 57, caput,
Item "V" - Certo. Nos termos do art. 44 da CF, o da CF.
Poder Legislativo da União ou Legislativo Federal é
exercido pelo Congresso Nacional, que se compõe da Alternativa "d": os Deputados Federais represen-
Câmara dos Deputados e do Senado Federal. Assim, tam o povo e possuem mandato de quatro anos (art. 45,
pode-se afirmar que no Poder Legislativo da União ou da CF), o mesmo período de duração da legislatura
federal vige o bicameralismo federativo, pois é com- do Congresso Nacional (art. 44, parágrafo único, da
posto por duas câmaras ou casas legislativas: Câmara CF).
dos Deputados e Senado Federal. Alternativa "e": a convocação extraordinária do
Item "VII" - Errado. Consoante art. 51 da CF, com- Congresso Nacional será feita pelo Presidente do Sena-
pete privativamente à Câmara dos Deputados, iso- dor Federal (e não da Câmara dos Deputados) em caso
ladamente, por meio de Resolução (e não ao Con- de decretação de estado de defesa ou de intervenção
gresso Nacional), eleger os membros do Conselho da federal (art. 57, § 6°, 1, da CF).
República, nos termos do art. 89, VII, também da CF.

02. (FCC - TRT 6 - Técnico Judiciário -Area Adminis- * AUDrTOR DA RECErTA FEDERAL
trativa/2012) Em relação ao Poder Legislativo, é correto
afirmar:
01. (ESAF-AFRFB- 2012) O Estado de Sítio e o Estado
a) As comissões parlamentares de inquérito são per- de Defesa são institutos previstos no Texto Constitucio-
manentes e possuem poderes para apurar fatos de nal de 1988 e adotados em situações extremas. Sobre
relevância política, bem como para aplicar sanções. eles é correto afirmar que:
b) Os Senadores representam os Estados e o Distrito a) cabe ao governador do Estado, com a autorização
Federal e possuem mandato de oito anos, embora da Assembléia Legislativa, decretar o Estado de
a legislatura do Congresso Nacional dure, apenas, Sítio no âmbito do Estado respectivo.
quatro anos.
b) as imunidades de Deputados ou Senadores sub-
c) O Congresso Nacional reúne-se, anualmente, na sistirão durante o estado de sítio, só podendo ser
Capital Federal, de 2 de janeiro a 30 de junho e de 1° suspensas mediante o voto da maioria absoluta dos
de agosto a 22 de dezembro. membros da Casa respectiva, nos casos de atos pra-
d) Os Deputados Federais representam o povo e pos- ticados fora do recinto do Congresso Nacional, que
suem mandato de quatro anos, embora a legisla- sejam incompatíveis com a execução da medida.
tura do Congresso Nacional dure oito anos.
c) a decretação de estado de defesa e o pedido de
e) A convocação extraordinária do Congresso Nacio- autorização para a decretação de estado de sítio
nal será feita pelo Presidente da Câmara dos Depu- são hipóteses previstas na Constituição Federal
Capítulo X- Separação dos Poderes 747
······ ·· ··· ········· ················ ·· ··· ··· ··························· ·· ·· ········· ······· ····· ······· ···· ·······················
para a convocação extraordinária do Congresso
Nacional pelo Presidente do Senado Federal.
* PROCURADOR FEDERAL

d) na vigência de Estado de Sítio, é suspenso qualquer


01. (Cespe- Procurador Federal/2013) Ainda sobre a
procedimento em processo de cassação de Depu-
organização e o funcionamento de diversas instituições
tado ou Senador.
públicas brasileiras, julgue os itens seguintes.
e) o Estado de Defesa e o Estado de Sítio somente
podem ser decretados após deliberação por maio- 01.1. O Congresso Nacional, mediante delegação, atri-
ria absoluta do Congresso Nacional. buiu ao Senado Federal a competência para suspender
a execução do todo ou de parte de lei declarada incons-
COMENTÁRIOS titucional por decisão definitiva do STF (art. 52, X, da CF).

Alternativa "c": correta: consoante art. 57, § 6°, COMENTÁRIOS


1, da CF, a decretação de estado de defesa e o pedido
de autorização para a decretação de estado de sítio são Errado. ~ competência privativa do Senado Fede-
ral suspender a execução do todo ou de parte de lei
hipóteses para a convocação extraordinária do Con-
declarada inconstitucional por decisão definitiva do STF.
gresso Nacional pelo Presidente do Senado Federal. ~
permitida, ainda, a convocação extraordinária do Con-
gresso Nacional pelo Presidente da República, pelos 01.2. O sigilo das comunicações telefônicas só poderá
Presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado ser afastado por decisão judicial e somente para fins da
Federal ou a requerimento da maioria dos membros instrução processual penal.
de ambas as Casas, em caso de urgência ou interesse
COMENTÁRIOS
público relevante, em todas as hipóteses deste inciso
com a aprovação da maioria absoluta de cada uma das Errado. De acordo com o art. 5º, XII, da CF, é invio-
Casas do Congresso Nacional (art. 57, § 6°, li, da CF). lável o sigilo da correspondência e das comunicações
telegráficas, de dados e das comunicações telefônicas,
Alternativa "a": não cabe ao governador do salvo, no último caso, por ordem judicial, nas hipó-
Estado decretar o Estado de Sítio no âmbito do Estado teses e na forma que a lei estabelecer para fins de
respectivo, pois se trata de competência privativa do investigação criminal ou instrução processual penal.
Presidente da República (art. 84, IX, da CF). Ademais, de acordo com o STF, "O sigilo bancário, o sigilo
fiscal e o sigilo telefônico (sigilo este que incide sobre os
Alternativa "b": as imunidades de Deputados
dados/registros telefônicos e que não se identifica com
ou Senadores subsistirão durante o estado de sítio, só
a inviolabilidade das comunicações telefônicas) - ainda
podendo ser suspensas mediante o voto de 2/3 dos
que representem projeções específicas do direito à inti-
membros da Casa respectiva (não da maioria absoluta), midade, fundado no art. 5°, X, da Carta Política - não
nos casos de atos praticados fora do recinto do Con- se revelam oponiveis, em nosso sistema jurídico, às
gresso Nacional, que sejam incompatíveis com a execu- comissões parlamentares de inquérito, eis que o ato
ção da medida, nos termos do art. 53, § 8°, da CF. que lhes decreta a quebra traduz natural derivação dos
poderes de investigação que foram conferidos, pela pró-
Alternativa "d": na vigência de Estado de Sítio não
pria CR, aos órgãos de investigação parlamentar. As CPls,
há que se falar em suspensão de qualquer procedi-
no entanto, para decretarem, legitimamente, por autori-
mento em processo de cassação de Deputado ou Sena- dade própria, a quebra do sigilo bancário, do sigilo fiscal
dor, pois não há previsão constitucional nesse sentido. e/ou do sigilo telefônico, relativamente a pessoas por elas
Alternativa "e": o Estado de Sitio somente pode investigadas, devem demonstrar, a partir de meros indí-
cios, a existência concreta de causa provável que legitime
ser decretado pelo Presidente da República após deli-
a medida excepcional (ruptura da esfera de intimidade
beração por maioria absoluta do Congresso Nacio-
de quem se acha sob investigação), justificando a neces-
nal, diferentemente do que ocorre com o Estado de
sidade de sua efetivação no procedimento de ampla
Defesa, que é decretado de plano pelo Presidente da investigação dos fatos determinados que deram causa
República, com posterior submissão à aprovação do à instauração do inquérito parlamentar, sem prejuízo
Congresso Nacional, tudo de acordo com os artigos 137 de ulterior controle jurisdicional dos atos em referência
e 136, § 4°, da CF. (CF, art. 5°, XXXV). As deliberações de qualquer comissão
parlamentar de inquérito, à semelhança do que também
ocorre com as decisões judiciais (RTJ 140/514), quando
X.1.1.2. FORMAS DE MANIFESTAÇÃO DO destituídas de motivação, mostram-se írritas e despoja-
das de eficácia jurídica, pois nenhuma medida restritiva
LEGISLATIVO DA UNIÃO OU FEDERAL de direitos pode ser adotada pelo Poder Público, sem que
o ato que a decreta seja adequadamente fundamentado
• CF, arts.48 a 52 pela autoridade estatal." (MS 23.452, julgado em 1999 e
relatado pelo Ministro Celso de Mello).
748 Paulo Lépore
······ ······ ······ ···· ·· ················· ·· ······························ ···· ····· ····· ···· ··· ·· ··· ·· ····· ····· ······ ·· ·· ·· ·······
COMENTARIOS
01.3. Compete ao STF processar e julgar originaria-
mente o mandado de injunção quando a elaboração da Certo. O item reproduz as normas dos incisos VI e
norma regulamentadora for atribuição do TCU. VIII, do art. 71 da CF.

COMENTARIOS

Certo. Trata-se do que determina o art. 102, 1, "q",


* PROCURADOR DO ESTADO

daCF.
01. (FEPESE - Procurador do Estado - SC/ 2010) De
01.4. A Advocacia-Geral da União tem por chefe o acordo com a Constituição Federal, é competência pri-
advogado-geral da União, de livre nomeação pelo presi- vativa do Senado Federal:
dente da República entre os integrantes da carreira que a) sancionar, promulgar e fazer publicar as leis, bem
tenham mais de trinta e cinco anos de idade, notável como expedir decretos e regulamentos para sua fiel
saber jurídico e reputação ilibada. execução.
b) sustar os atos normativos do Poder Executivo que
COMENTA RIOS exorbitem do poder regulamentar ou dos limites de
delegação legislativa.
Errado. A Advocacia-Geral da União tem por
chefe o advogado-geral da União, de livre nomeação c) proceder à tomada de contas do Presidente da
pelo presidente da República dentre cidadãos (e não República, quando não apresentadas ao Congresso
necessariamente dentre os integrantes da carreira) que Nacional dentro de sessenta dias após a abertura da
tenham mais de trinta e cinco anos de idade, notável sessão legislativa.
saber jurídico e reputação ilibada, consoante art. 131, § d) avaliar periodicamente a funcionalidade do Sis-
1º,daCF. tema Tributário Nacional, em sua estrutura e seus
componentes, e o desempenho das administrações
01.5. É vedado à União, aos estados, ao DF e aos muni- tributárias da União, dos Estados e do Distrito Fede-
cípios instituir impostos sobre o patrimônio, renda ou ral e dos Municípios.
serviços dos partidos políticos e de suas fundações em e) aplicar aos responsáveis, em caso de ilegalidade
qualquer hipótese e independentemente das ativida- de despesa ou irregularidade de contas, as sanções
des desenvolvidas por esses entes. previstas em lei, que estabelecerá, entre outras
cominações, multa proporcional ao dano causado
COMENTÁRIOS ao erário.

Errado. É vedado à União, aos estados, ao DF e aos COMENTÁRIOS


municípios instituir impostos sobre o patrimônio, renda
Alternativa correta: letra "d": é competência
ou serviços dos partidos políticos e de suas fundações
privativa do Senado Federal avaliar periodicamente a
sem fins lucrativos, atendidos os requisitos da lei (e
funcionalidade do Sistema Tributário Nacional, em sua
não em qualquer hipótese e independentemente das
estrutura e seus componentes, e o desempenho das
atividades desenvolvidas por esses entes), nos termos
administrações tributárias da União, dos Estados e do
do art. 150, VI, da CF. Distrito Federal e dos Municípios. Trata-se da redação
do art. 52, XV, da CF.
01.6. O Ato das Disposições Constitucionais Transi- Alternativa "a": compete privativamente ao Presi-
tórias assegurou o direito de opção, nos termos de lei dente da República sancionar, promulgar e fazer publi-
complementar, pela carreira da AGU aos procuradores car as leis, bem como expedir decretos e regulamentos
da República que ingressaram nesse cargo antes da pro- para sua fiel execução, nos termos do art. 84, IV, da CF.
mulgação da atual CF.
Alternativa "b": conforme dispõe o art. 49, V, da
CF, é da competência exclusiva do Congresso Nacional
COMENTÃRIOS
sustar os atos normativos do Poder Executivo que exor-
Certo. Essa é a norma do art. 29, § 2º, do ADCT. bitem do poder regulamentar ou dos limites de delega-
ção legislativa

01.7. Compete ao TCU, entre outras atribuições, fiscali- Alternativa "c": compete à Câmara dos Depu-
tados proceder à tomada de contas do Presidente da
zar a aplicação de quaisquer recursos repassados pela
República, quando não apresentadas ao Congresso
União mediante convênio, acordo, ajuste ou outros ins-
Nacional dentro de sessenta dias após a abertura da
trumentos congêneres, a estado, ao DF ou a município,
sessão legislativa (art. 51, li, da CF).
aplicando aos responsáveis, em caso de ilegalidade de
despesa ou de irregularidade de contas, as sanções pre- Alternativa "e" : é competente o Tribunal de Con-
vistas em lei. tas da União para aplicar aos responsáveis, em caso de
Capítulo X - Separação dos Poderes 749

ilegalidade de despesa ou irregularidade de contas, as sas. O erro da assertiva, portanto, está no prazo de 10
sanções previstas em lei, que estabelecerá, entre outras dias.
cominações, multa proporcional ao dano causado ao
Alternativa "d": o artigo 52, inciso 1, da CF, deter-
erário (art. 71, VIII, da CF).
mina ser competência privativa do Senado Federal
processar e julgar o Presidente e o Vice-Presidente da
República nos crimes de responsabilidade, bem como
* PROCURADOR DO MUNICÍPIO os Ministros de Estado e os Comandantes da Marinha,
do Exército e da Aeronáutica nos crimes da mesma
natureza conexos com aqueles.
01. (Procurador do Município - Prefeitura Petrópo-
lis-RJ/2012- DOM CINTRA) De acordo com a Constitui- Alternativa "e": o artigo 49, inciso V, da CF, deter-
ção da República, é exemplo de controle político exer- mina ser competência exclusiva do Congresso Nacional
cido pelo Poder Legislativo: sustar os atos normativos do Poder Executivo que exor-
bitem do poder regulamentar ou dos limites de delega-
a) a competência exclusiva do Congresso Nacional e ção legislativa.
do Senado para apreciar a priori ou a posteriori os
atos do Poder Executivo;
02. (Procurador do Município - Prefeitura Curitiba-
b) a convocação de Ministro do STF para prestar infor- -PR/2007 - PUC) Dentre as atribuições e competências
mações sobre assunto previamente determinado, do Congresso Nacional brasileiro é correto:
importando crime de responsabilidade a ausência a) O Congresso Nacional pode dispor sobre a transfe-
sem justificação adequada; rência temporária da sede do Governo Federal.
c) o encaminhamento de pedidos escritos de informa- b) É de competência exclusiva do Senado Federal
ção, a Ministros do Estado, que deverão responder resolver definitivamente sobre tratados, acordos
no prazo de 1O(dez) dias, sob pena de crime de res- ou atos internacionais que acarretem encargos ou
ponsabilidade; compromissos gravosos ao patrimônio nacional.
d) a competência da Câmara dos Deputados para pro- c) O Senado e a Câmara podem convocar Ministros de
cessar e julgar o Presidente e o Vice-Presidente da Estado para prestar esclarecimentos e o não com-
República nos crimes de responsabilidade; parecimento destes, mesmo que justificadamente,
importa em crime de responsabilidade.
e) a competência do Senado Federal para sustar os
atos normativos do Poder Executivo que exorbitem d) Compete privativamente à Câmara dos Deputados
do poder regulamentar ou dos limites da delegação aprovar previamente, por voto secreto, após argui-
legislativa. ção pública, a escolha de Magistrados, nos casos
estabelecidos nesta Constituição.
COMENTARIOS
e) Compete ao Congresso Nacional processar e julgar
Alternativa correta: letra "a": segundo o artigo 49 o Presidente e o Vice-Presidente da República nos
da Constituição Federal, em seu inciso X, é da compe- crimes de responsabilidade, bem como os Ministros
tência exclusiva do Congresso Nacional fiscalizar e con- de Estado e os Comandantes da Marinha, do Exér-
cito e da Aeronáutica nos crimes da mesma natu-
trolar, diretamente, ou por qualquer de suas Casas, os
reza conexos com aqueles.
atos do Poder Executivo, incluídos os da administração
indireta.
COMENTÁRIOS
Alternativa "b": nos termos do artigo 50 da Cons-
tituição Federal, a Câmara dos Deputados e o Senado Alternativa correta: letra "a": assertiva está cor-
Federal, ou qualquer de suas Comissões, poderão reta, de acordo com o disposto no artigo 48, inciso VII
convocar Ministro de Estado ou quaisquer titulares da Constituição Federal.
de órgãos diretamente subordinados à Presidência da Alternativa "b": nos termos do artigo 49, inciso I,
República para prestarem, pessoalmente, informações da CF, esta competência é do Congresso Nacional, e não
sobre assunto previamente determinado, importando do Senado Federal.
crime de responsabilidade a ausência sem justificação
adequada. Esta competência, conforme resta claro no Alternativa "c": consoante artigo 50 da CF, a
disposto do artigo, refere-se aos Ministros de Estado. Câmara dos Deputados e o Senado Federal, ou qual-
quer de suas Comissões, poderão convocar Ministro de
Alternativa "c": nos termos do artigo 50, § 2°, As Estado ou quaisquer titulares de órgãos diretamente
Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal subordinados à Presidência da República para presta-
poderão encaminhar pedidos escritos de informações a rem, pessoalmente, informações sobre assunto previa-
Ministros de Estado ou a qualquer das pessoas referidas mente determinado, importando crime de responsa-
no caput deste artigo, importando em crime de respon- bilidade a ausência sem justificação adequada. Vê-se,
sabilidade a recusa, ou o não atendimento, no prazo de então, que importará em crime de responsabilidade
trinta dias, bem como a prestação de informações fal- apenas se não houver justificativa para a ausência.
750 Paulo Lépore

Alternativas "d" e "e": as assertivas não se enqua- dato do parlamentar." (MS 25.461, julgado em 2006 e
dram no texto constitucional, pois o artigo 52, inciso Ili, relatado pelo Ministro Sepúlveda Pertence).
alínea "a", da CF estabelece tratarem -se de competência
Alternativa "b": segundo o art. 84, XXII, da CF,
do Senado Federal.
compete privativamente ao Presidente da República
(e não ao Congresso Nacional) permitir que forças

* DEFENSOR PÚBLICO ESTADUAL


estrangeiras transitem pelo território nacional ou nele
permaneçam temporariamente.

Alternativa "c": consoante art. 86, caput, da CF,


01. (Cespe - Defensor Público - RR/2013) Com refe- logo após ser oferecida pelo Procurador Geral da Repú-
rência a aspectos pertinentes aos poderes da República, blica, a acusação/denúncia em face do Presidente da
assinale a opção correta. República pela prática de crime comum passará pelo
a) De acordo com entendimento do STF, a perda crivo da Câmara dos Deputados e somente será admi-
de mandato do parlamentar por condenação em tida mediante a concordância de 2/3 dos Deputados
ação de improbidade administrativa transitada em Federais.
julgado dependerá de votação pela casa do parla- Alternativa "dn: compete ao STF processar e jul-
mentar. gar ações populares contra o presidente da República
b) Compete privativamente ao Congresso Nacional quando a questão debatida envolver conflito federa-
permitir que forças estrangeiras transitem pelo ter- tivo, conforme ACO, 622-QO, Rei. p/ o ac. Min. Ricardo
ritório nacional. Lewandowski, julgamento em 7-11-2007, Plenário, DJE
de 15-2-2008.
c) Na hipótese de crime comum praticado pelo pre-
sidente da República, o recebimento da denúncia
pelo STF independerá de juízo positivo de admissi- 02. (FCC - Defensor Público - MT/ 2009) Dentre as
bilidade da Câmara dos Deputados. competências dos Deputados Federais e Senadores
está a propositura de projetos de lei que versem sobre
d) Não compete ao STF processar e julgar ações popu -
lares contra o presidente da República, mesmo a) bens públicos.
quando a questão debatida envolver conflito fede- b) servidores públicos da União e Territórios, seu
rativo. regime jurídico, provimento de cargos, estabilidade
e) Compete privativamente ao Senado Federal pro- e aposentadoria.
cessar e julgar os membros do Conselho Nacional
c) normas gerais para a organização do Ministério
de Justiça nos crimes de responsabilidade.
Público e da Defensoria Pública dos Estados, do
Distrito Federal e dos Territórios.
COMENTA RIOS
d) criação de cargos, funções ou empregos públicos
Alternativa correta: "e": de acordo com o art. 52,
na administração direta.
li, da CF, compete privativamente ao Senado Federal
processar e julgar os membros do Conselho Nacional de e) criação de órgãos da administração pública.
Justiça nos crimes de responsabilidade.
COMENTARIOS
Alternativa "a": de acordo com entendimento do
STF, a perda de mandato do parlamentar por condena- Alternativa correta: letra "a": dentre as com-
ção em ação de improbidade administrativa transitada petências dos Deputados Federais e Senadores está a
em julgado não dependerá de votação pela casa do propositura de projetos de lei que versem sobre bens
parlamentar. "Extinção de mandato parlamentar em públicos (art. 48, V, da CF).
decorrência de sentença proferida em ação de impro-
bidade administrativa, que suspendeu, por seis anos, os Alternativa "b": é de iniciativa privativa do Pre-
direitos políticos do titular do mandato. Ato da Mesa da sidente da República as leis que disponham sobre
Câmara dos Deputados que sobrestou o procedimento servidores públicos da União e Territórios, seu regime
de declaração de perda do mandato, sob alegação de jurídico, provimento de cargos, estabilidade e aposen-
inocorrência do trânsito em julgado da decisão judicial. tadoria (art. 61, § 1°, li, "c", da CF).
Em hipótese de extinção de mandado parlamentar, a
Alternativa "c": é de iniciativa privativa do Presi-
sua declaração pela Mesa é ato vinculado à existência
dente da República as leis que disponham sobre nor-
do fato objetivo que a determina, cuja realidade ou não
mas gerais para a organização do Ministério Público e
o interessado pode induvidosamente submeter ao con-
da Defensoria Pública dos Estados, do Distrito Federal e
trole jurisdicional. No caso, comunicada a suspensão
dos Territórios (art. 61, § 1°, li, "d", da CF).
dos direitos políticos do litisconsorte passivo por
decisão judicial e solicitada a adoção de providên- Alternativa "d": é de iniciativa privativa do Presi-
cias para a execução do julgado, de acordo com dente da República as leis que disponham sobre cria-
determinação do STJ, não cabia outra conduta à ção de cargos, funções ou empregos públicos na admi-
autoridade coatora senão declarar a perda do man- nistração direta (art. 61, § 1°, li, "a", da CF).
Capítulo X - Separação dos Poderes 751
..... ....... ...... .. .. .. ... ..... .. ........ .................. ......... ......... .... ..... .. .. .......................................
Alternativa ue": é de iniciativa privativa do Presi-
dente da República as leis que disponham sobre cria-
* JUIZ FEDERAL
ção de órgãos da administração pública (art. 61, § 1°, li,
"e", da CF). 01. (Cespe -Juiz Federal Substituto 1• região/ 2011)
Acerca da organização e atribuições do Poder Legisla-
03. (Vunesp - Defensor Público - MS/ 2008) No que tivo e da fiscalização financeira e orçamentária exercida
pelo Congresso Nacional, assinale a opção correta.
tange à organização constitucional do Poder Legisla-
tivo, é correto afirmar que a) Ao tomarem conhecimento de qualquer irregulari-
dade ou ilegalidade ocorrida no âmbito do Poder
a) cabe ao Congresso Nacional, com a sanção do
Executivo, do Poder Legislativo e do Poder Judi-
Presidente da República, resolver definitivamente
ciário, os responsáveis pelo controle interno dela
sobre tratados, acordos ou atos internacionais que devem dar ciência à Controladoria Geral da União,
acarretem encargos ou compromissos gravosos ao sob pena de responsabilidade solidária.
patrimônio nacional.
b) As normas da CF que versam sobre o TCU aplicam-
b) compete ao Congresso Nacional, com a sanção do -se à organização e à fiscalização dos tribunais de
Presidente da República, autorizar referendo e con- contas dos estados e do DF, cabendo às respectivas
vocar plebiscito. casas legislativas estabelecer o número de conse-
lheiros dessas cortes de contas e a sua forma de
c) compete privativamente ao Senado Federal apro-
nomeação.
var previamente, por voto secreto, após argüição
pública, a escolha de Ministros do Tribunal de Con- c) O Poder Legislativo é composto por deputados
tas da União indicados pelo Presidente da Repú- federais, eleitos pelo sistema proporcional, e por
blica. senadores, eleitos pela maioria absoluta do total de
eleitores de cada unidade da Federação.
d) a Câmara dos Deputados e o Senado Federal reu-
nir-se-ão em sessão conjunta, exclusivamente, para d) Diferentemente das mesas do Senado Federal e
da Câmara dos Deputados, a mesa do Congresso
inaugurar a sessão legislativa, receber o compro-
Nacional será presidida, alternadamente, pelo Pre-
misso do Presidente da República e conhecer do
sidente do Senado Federal e da Câmara dos Depu-
veto e sobre ele deliberar.
tados, com mandato de dois anos.

COMENTA RIOS e) Compete privativamente ao Senado Federal pro-


cessar e julgar os ministros do STF e os membros do
Alternativa correta: letra "c": consoante art. 52, Ili, CNJ nos crimes de responsabilidade.
"b", da CF, compete privativamente ao Senado Federal
aprovar previamente, por voto secreto, após argüição COMENTARIOS
pública, a escolha de Ministros do Tribunal de Contas da
União indicados pelo Presidente da República . Alternativa correta: letra "e": nos termos do art.
52, li, da CF, compete privativamente ao Senado Federal
Alternativa "a": cabe ao Congresso Nacional resol- processar e julgar os ministros do STF e os membros do
ver definitivamente sobre tratados, acordos ou atos CNJ nos crimes de responsabilidade
internacionais que acarretem encargos ou compromis-
Alternativa "a": ao tomarem conhecimento de
sos gravosos ao patrimônio nacional, nos termos do qualquer irregularidade ou ilegalidade ocorrida no
art. 49, 1, da CF, independentemente de sanção pre- âmbito do Poder Executivo, do Poder Legislativo e do
sidencial, pois se trata de competência exclusiva do Poder Judiciário, os responsáveis pelo controle interno
Congresso. dela devem dar ciência ao Tribunal de Contas da
Alternativa "b": conforme art. 49, XV, da CF, com- União, sob pena de responsabilidade solidária . ~ o que
preceitua o art. 74, § 1º, da CF.
pete ao Congresso Nacional, autorizar referendo e
convocar plebiscito, Independentemente de sanção Alternativa "b": as normas da CF que versam sobre
presidencial, pois se trata de competência exclusiva do o TCU aplicam-se à organização e à fiscalização dos Tri-
Congresso. bunais de Contas dos estados e do DF. A CF, em seu art.
75, parágrafo único, estabelece o número de conselhei-
Alternativa "d": não é apenas para inaugurar a ses- ros das cortes de contas estaduais: sete. Sobre a forma
são legislativa, receber o compromisso do Presidente da de nomeação, incide a Súmula 653, do STF: "No Tribunal
República e conhecer do veto e sobre ele deliberar que de Contas estadual, composto por sete conselhe iros,
a Câmara dos Deputados e o Senado Federal reunir-se- quatro devem ser escolhidos pela Assembléia Legis-
-ão em sessão conjunta, pois haverá reunião das Casas lativa e três pelo Chefe do Poder Executivo estadual,
também para elaborar o regimento comum e regular cabendo a este indicar um dentre auditores e outro den-
a criação de serviços comuns a elas, além de outros tre membros do Ministério Público, e um terceiro à sua
casos previstos na Constituição, de acordo com art. livre escolha". Aliás, a aplicação deste enunciado foi con-
57, § 3°, la IV, da CF. firmada pelo STF no seguinte julgado: "Lei do Estado
752 Paulo Lépore

de Pernambuco que prevê que a escolha de membros lativa, à terça parte das sessões ordinárias da Casa a
indicados para o Tribunal de Contas do Estado será feita que pertencer, salvo licença ou missão autorizada.
do seguinte modo: as três primeiras pela Assembleia A perda é decidida pela Câmara dos Deputados ou
Legislativa e as três seguintes pelo governador. A aplica- pelo Senado Federal, por voto secreto e maioria
ção pura e simples do critério cronológico permite que absoluta.
vagas ocupadas originalmente por membros indicados
d) A Câmara dos Deputados compõe-se de repre-
pela Assembleia Legislativa sejam posteriormente ocu-
sentantes dos estados e do DF, eleitos em número
padas por membros indicados pelo governador, ferindo
proporcional à população, de forma que nenhuma
assim o entendimento desta Corte, exposto na Súmula
unidade da Federação tenha menos de oito ou mais
653, de que nos tribunais de contas estaduais que con-
de sessenta deputados.
têm sete membros, a seguinte proporção deverá serres-
peitada: 4/7 indicados pela Assembleia Legislativa e 3/7 e) Os deputados e senadores, desde a posse, somente
indicados pelo governador. A determinação acerca de poderão ser processados e julgados pelo STF, prer-
qual dos poderes tem competência para fazer a escolha rogativa de foro que vale apenas para as infrações
dos membros dos tribunais de contas estaduais deve penais, não se estendendo, portanto, aos crimes
preceder à escolha da clientela sobre a qual recairá a eleitorais e às contravenções penais.
nomeação. A aplicação irrestrita do inciso li do art. 1° da
lei atacada é anacrônica e posterga a transição do antigo COMENTÂRIOS
regime de composição dos tribunais de contas para o
novo regime estabelecido pela CF/1988. Ação direta Alternativa correta: letra "b": as matérias de com-
julgada parcialmente procedente para: (1) emprestar petência exclusiva do Congresso Nacional (expostas
interpretação conforme ao inciso li do art. 1° da Lei no art. 49 da CF) são disciplinadas por meio de decreto
11.192/1994 do Estado de Pernambuco, para enten- legislativo e dispensam a manifestação, mediante san-
der que a expressão 'as três últimas vagas' somente se ção ou veto, do Presidente da República, conforme art.
refere às vagas pertencentes à cota do governador, ou 48, caput, da CF.
seja, às vagas que originalmente foram preenchidas por Alternativa "a": segundo art. S2, V, da CF, é atribui-
indicação do governador; (2) declarar a inconstitucio- ção privativa do Senado Federal autorizar operações
nalidade do art. 2° da mesma lei." (ADI 3.688, julgada externas de natureza financeira, de interesse da União,
em 2007 e relatada pelo Ministro Joaquim Barbosa). No dos estados, do DF e dos municípios.
mesmo sentido a ADI 374, julgada em 2012 e relatada
pelo Ministro Dias Tóffoli. Alternativa "c": o membro do Congresso Nacional
perderá o mandato se deixar de comparecer, em cada
Alternativa "c": o Poder Legislativo federal é com- sessão legislativa, à terça parte das sessões ordinárias
posto por Deputados Federais, eleitos pelo sistema pro- da Casa a que pertencer, salvo licença ou missão auto-
porcional, e por Senadores, eleitos pelo sistema majo- rizada. A perda é decidida pela Mesa da Casa respec-
ritário simples, em que se consideram eleitos os mais tiva, de ofício ou mediante provocação de qualquer de
bem votados em cada estado-membro e no Distrito seus membros, ou de partido político representado no
Federal, com renovações de quatro em quatro anos, Congresso Nacional, assegurada ampla defesa (art. 55,
alternadamente, por um e dois terços, independente- Ili e § 3º, da CF).
mente de ter sido alcançada a maioria absoluta (art. 46,
§ 2º, da CF).
Alternativa "d": a Câmara dos Deputados com-
põe-se de representantes do povo, eleitos em número
Alternativa "d": a mesa do Congresso Nacional proporcional à população, de forma que nenhuma uni-
será presidida pelo Presidente do Senado Federal, dade da Federação tenha menos de oito ou mais de
consoante art. 57, § 5º, da CF. setenta deputados (art. 45, caput e § 1º,da CF).
Alternativa "e": os deputados e senadores, desde
02. (Cespe -Juiz Federal Substituto 3• região/ 2011) a expedição do diploma, somente poderão ser proces-
Em relação à organização e às atribuições do Poder sados e julgados pelo STF, prerrogativa de foro que vale
Legislativo, ao estatuto dos congressistas e à perda de para as infrações penais, o que inclui, portanto, os cri-
mandato parlamentar, assinale a opção correta . mes eleitorais e as contravenções penais.

a) !ô atribuição privativa do Congresso Nacional auto-


rizar operações externas de natureza financeira, de
interesse da União, dos estados, do DF e dos muni- * JUIZ DE D/RErro
cípios.

b) As matérias de competência exclusiva do Congresso 01. (TJ/SC - Juiz de Direito Substituto - SC/2013)
Nacional são disciplinadas por meio de decreto Sobre o Poder Legislativo, analise as proposições abaixo
legislativo e dispensam a manifestação, mediante e assinale a alternativa correta:
sanção ou veto, do Presidente da República.
1. A Câmara dos Deputados compõe-se de represen-
c) O membro do Congresso Nacional perderá o man- tantes do povo, eleitos, pelo sistema majoritário,
dato se deixar de comparecer, em cada sessão legis- em cada Estado, em cada Território e no Distrito
Capítulo X - Separação dos Poderes 753

Federal. O número total de Deputados, bem como dois terços (não um terço) dos membros do Tribunal de
a representação por Estado e pelo Distrito Federal, Contas da União.
será estabelecido por lei complementar, proporcio-
Item ulV": na linha do art. 51, 1, da CF, compete pri-
nalmente à população, procedendo-se aos ajustes
vativamente à Câmara dos Deputados autorizar, por
necessários, no ano anterior às eleições, para que
dois terços de seus membros, a instauração de processo
nenhuma daquelas unidades da Federação tenha
contra o Presidente e o Vice-Presidente da República e
menos de oito ou mais de setenta Deputados.
os Ministros de Estado.
li. Cabe ao Congresso Nacional dispor sobre todas as
matérias de competência da União, dentre as quais
a organização administrativa, judiciária, do Ministé- 02. (Cespe - Juiz de Direito Substituto-BA/ 2012)
rio Público e da Defensoria Pública da União e dos Com base no que dispõe a CF sobre a estrutura, o fun-
Territórios e organização judiciária e do Ministério cionamento e as atribuições do Poder Legislativo, assi-
Público do Distrito Federal. nale a opção correta.

Ili. t da competência exclusiva do Congresso Nacio- a) Compete privativamente ao Senado Federal auto-
nal escolher um terço dos membros do Tribunal de rizar operações externas de natureza financeira de
Contas da União. interesse dos diversos entes federativos, bem como
resolver definitivamente sobre tratados, acordos
IV. Compete privativamente à Câmara dos Deputados ou atos internacionais que acarretem encargos ou
autorizar, por dois terços de seus membros, a ins- compromissos gravosos ao patrimônio nacional.
tauração de processo contra o Presidente e o Vice-
-Presidente da República e os Ministros de Estado. b) t da Câmara dos Deputados a competência para
autorizar a instauração de processo contra o presi-
a) Todas as proposições estão corretas.
dente, o vice-presidente da República e os ministros
b) Somente as proposições 1, li e Ili estão corretas. de Estado acusados de crime de responsabilidade, e
ao Senado Federal se a acusação for de prática de
c) Somente as proposições li, Ili e IV estão corretas.
crime comum.
d) Somente as proposições Ili e IV estão corretas.
c) Cabe ao Congresso Nacional dispor, por meio de lei,
e) Somente as proposições li e IV estão corretas. sobre afixação e modificação do efetivo das Forças
Armadas.
COMENTA RIOS
d) A condenação do presidente da República por
O Nota do autor: essa questão cobrou atualiza- crime de responsabilidade depende da aprovação
ção do candidato, pois exigiu conhecimento sobre a EC da medida, em votação secreta, pela maioria abso-
69/12, que alterou o art. 48, IX, da CF, sobre a competên- luta dos membros do Senado Federal.
cia para dispor sobre a Defensoria do Distrito Federal.
Assim, fique sempre atento às novidades, notadamente e) Nas sessões legislativas extraordinárias do Con-
às emendas constitucionais. gresso Nacional, os parlamentares só podem deli-
berar sobre a matéria que motivou a convocação,
Alternativa correta: ue". sendo terminantemente vedado discutir qualquer
Item "1": a Câmara dos Deputados compõe-se de outra matéria.
representantes do povo, eleitos, pelo sistema propor-
cional (não majoritário), em cada Estado, em cada Ter- COMENTARIOS
ritório (quando houver) e no Distrito Federal (art. 45,
caput, da CF). O número total de Deputados, bem como Alternativa correta: "e": consoante art. 48, Ili, da
a representação por Estado e pelo Distrito Federal, será CF, cabe ao Congresso Nacional dispor sobre afixação e
estabelecido por lei complementar, proporcionalmente modificação do efetivo das Forças Armadas.
à população, procedendo-se aos ajustes necessários, no Alternativa "a": de acordo com o art. 52, V, da CF,
ano anterior às eleições, para que nenhuma daquelas compete privativamente ao Senado Federal autorizar
unidades da Federação tenha menos de oito ou mais de operações externas de natureza financeira de interesse
setenta Deputados (art. 45, § 1º, da CF).
da União, apenas, (e não dos diversos entes federati-
Item "li": nos termos do art. 48 da CF, cabe ao Con- vos). Já resolver definitivamente sobre tratados, acor-
gresso Nacional, com a sanção do Presidente da Repú- dos ou atos internacionais que acarretem encargos ou
blica, dispor sobre todas as matérias de competência compromissos gravosos ao patrimônio nacional é com-
da União, dentre as quais a organização administrativa, petência exclusiva do Congresso Nacional (art. 49, I, da
judiciária, do Ministério Público e da Defensoria Pública CF).
da União e dos Territórios e organização judiciária e do
Alternativa "b": é da Câmara dos Deputados a
Ministério Público do Distrito Federal (conforme reda-
competência para autorizar a instauração de processo
ção dada pela EC 69/12 ao art. 48, IX, da CF).
contra o presidente, o vice-presidente da República e
Item "Ili": de acordo com o art. 48, XIII, da CF, é da os ministros de Estado, Independentemente da natu-
competência exclusiva do Congresso Nacional escolher reza, conforme art. 51 , 1, da CF.
754 Paulo Lépore

Alternativa "d": na forma do art. 52, parágrafo orçamento anual e da lei de diretrizes orçamentá-
único, da CF, a condenação do presidente da República rias (art. 166, §§ 3º e 4º, da CF).
por crime de responsabilidade depende da aprovação
Alternativa "c": são de iniciativa privativa do
da medida por dois terços dos votos (e não maioria
Presidente da República as leis que disponha sobre
absoluta) do Senado Federal.
criação de cargos, funções ou empregos públicos na
Alternativa "e": nas sessões legislativas extraor- administração direta e autárquica ou aumento de sua
dinárias do Congresso Nacional, os parlamentares só remuneração (art. 61, § 1', li, "a", da CF).
podem deliberar sobre a matéria que motivou a convo- Alternativa "d": consoante art. 71, IV, da CF, com-
cação, ressalvada a hipótese de existirem medidas pete ao Tribunal de Contas da União realizar, por Inicia-
provisórias em vigor na data da convocação extra- tiva própria da Câmara dos Deputados, do Senado
ordinária, quando elas serão automaticamente incluí- Federal, de Comissão técnica ou de inquérito, ins-
das na pauta de convocação (art. 57, §§ 7° e 8º, da CF) peções e auditorias de natureza contábil, financeira,
orçamentária, operacional e patrimonial nas unidades
03. (Cespe - Juiz de Direito Substituto-ES/ 2012) administrativas dos Poderes Legislativo, Executivo e
Considerando os dispositivos da CF sobre o funciona- Judiciário.
mento e as atribuições do Poder Legislativo, o processo Alternativa "e": na linha do art. 58, § 2', 1, da CF,
legislativo e a fiscalização contábil, financeira e orça- às comissões, em razão da matéria de sua competência,
mentária, assinale a opção correta. cabe discutir e votar projeto de lei que dispensar,
a) Ao Congresso Nacional cabe fixar os subsídios do na forma do regimento, a competência do Plenário
presidente, do vice-presidente da República e dos (portanto, há exceção), salvo se houver recurso de um
ministros de Estado e julgar anualmente as contas décimo dos membros da Casa.
prestadas pelo presidente da República.
04. (Vunesp-Julz Substituto - SP/ 2011) Sobre ostra-
b) A CF veda, completamente, a apresentação de
tados internacionais, assinale a alternativa correta.
emendas parlamentares que representem aumento
das despesas a projetos de lei de iniciativa exclusiva a) Podem ser celebrados pelo Presidente da República
do chefe do Poder Executivo. ou pelo Presidente do Senado.

c) A criação de cargos e funções na administração b) Celebrados pela autoridade competente, precisam


direta e autárquica, assim como o aumento da sua ser referendados pelo Congresso Nacional.
remuneração, somente pode ocorrer mediante lei
e) Nas hipóteses de grave violação de direitos huma-
de iniciativa do presidente da República ou do Con-
nos, o Procurador Geral da República, com a fina-
gresso Nacional. lidade de assegurar o cumprimento de obrigações
d) Compete ao Tribunal de Contas da União realizar, decorrentes de tratados internacionais de direi-
somente por iniciativa própria ou da comissão tos humanos dos quais o Brasil seja parte, poderá
mista permanente de deputados e senadores res- suscitar, perante o Supremo Tribunal Federal, em
ponsável pela apreciação e execução das leis orça- qualquer fase do inquérito ou processo, incidente
mentárias, inspeções e auditorias de natureza con- de deslocamento de competência para a Justiça
tábil, financeira, orçamentária, operacional e patri- Federal.
monial nas unidades administrativas dos Poderes d) Os tratados e convenções internacionais sobre direi-
Legislativo, Executivo e Judiciário. tos humanos que forem aprovados, em cada Casa
e) Às comissões permanentes do Congresso Nacio- do Congresso Nacional, em dois turnos, por maioria
nal compete discutir e votar, em caráter preliminar, simples dos votos dos respectivos membros, serão
matérias de sua competência, não sendo dispen- equivalentes às emendas constitucionais.
sável, portanto, em qualquer caso, a decisão final, e) Compete exclusivamente ao Senado Federal resol-
pelo plenário de cada Casa, acerca do conteúdo dos ver definitivamente sobre tratados, acordos ou atos
projetos de lei. internacionais que acarretem encargos ou compro-
missos gravosos ao patrimônio nacional.
COMENTARIOS
COMENTA RIOS
Alternativa correta: "a": nos termos do art. 49,
incisos VIII e IX, da CF, ao Congresso Nacional cabe fixar Alternativa correta: letra "b": os tratados interna-
os subsídios do presidente, do vice-presidente da Repú- cionais celebrados pela autoridade competente, preci-
blica e dos ministros de Estado e julgar anualmente as sam ser referendados pelo Congresso Nacional (art. 84,
contas prestadas pelo presidente da República. Vlll,daCF).

Alternativa "b": de acordo com o art. 63, 1, da CF, Alternativa "a": o Presidente do Senado Federal
não será admitido aumento de despesa prevista nos não pode celebrar tratado internacional, pois a com-
projetos de iniciativa exclusiva do Presidente da Repú- petência é privativa do Presidente da República, nos
blica, ressalvadas as emendas ao projeto de lei do termos do art. 84, VIII, da CF.
Capítulo X - Separação dos Poderes 755

Alternativa "c": nas hipóteses de grave violação de proporcional, em cada Estado, em cada Território e no
direitos humanos, o Procurador Geral da República, com Distrito Federal (art. 45, caput, da CF).
a finalidade de assegurar o cumprimento de obriga-
Alternativa "e": conforme art. 46, § 3º, da CF, cada
ções decorrentes de tratados internacionais de direitos
Senador será eleito com dois suplentes, que nâo são
humanos dos quais o Brasil seja parte, poderá suscitar,
submetidos a voto.
perante o Superior Tribunal de Justiça, em qualquer
fase do inquérito ou processo, incidente de desloca- Alternativa "d": não perderá o mandato o Depu-
mento de competência para a Justiça Federal. Trata-se tado ou Senador investido no cargo de Secretário de
do disposto no§ 5º do art. 109 da CF. Prefeitura de Capital ou chefe de missão diplomática
temporária (art. 56, I, da CF).
Alternativa "d": os tratados e convenções interna-
cionais sobre direitos humanos que forem aprovados, Alternativa "e": de acordo com o art. 51, 1, da CF,
em cada Casa do Congresso Nacional, em dois turnos, compete privativamente à Câmara dos Deputados
por três quintos dos votos dos respectivos membros, autorizar, por dois terços de seus membros, a instaura-
serão equivalentes às emendas constitucionais (art. 5º, ção de processo contra o Presidente e o Vice-Presidente
§ 3º, da CF). da República e os Ministros de Estado
Alternativa "e": compete exclusivamente ao Con-
gresso Nacional resolver definitivamente sobre tra-
tados, acordos ou atos internacionais que acarretem * PROCURADOR DA REPÚBLICA
encargos ou compromissos gravosos ao patrimônio
nacional (art. 49, 1, da CF).
01. (MPF - Procurador da República/2006) O PODER
LEGISLATIVO FEDERAL:
OS. (TJ/SC - Juiz Substituto - SC/ 2009) Assinale a
alternativa correta a respeito do Congresso Nacional: 1. é bicameral, sendo exercido pelo Congresso Nacio-
nal, constituído pela Câmara dos Deputados e pelo
a) O Senado Federal compõe-se de representantes do
Senado Federal;
povo, eleitos, pelo sistema proporcional, em cada
Estado e no Distrito Federal. li. exercido pelo Congresso Nacional, é constituído
pela Câmara dos Deputados - composta de repre-
b) A Câmara dos Deputados e o Senado Federal, ou
sentantes do povo - e pelo Senado Federal - com-
qualquer de suas Comissões, poderão convocar
posto de representantes dos Estados e do Distrito
Ministro de Estado ou quaisquer titulares de órgãos
Federal;
diretamente subordinados à Presidência da Repú-
blica para prestarem, pessoalmente, informações Ili. é exercido pelo Congresso Nacional, a que incumbe,
sobre assunto previamente determinado, impor- com a sanção do Presidente da República, dispor
tando em crime de responsabilidade a ausência sobre todas as matérias de competência da União
sem justificação adequada. Federal;
c) O Senador será eleito com suplentes também sub- IV. é exercido pelo Congresso Nacional a que compete,
metidos a voto. com exclusividade, dentre outras matérias, resolver
definitivamente sobre tratados, acordos ou atos
d) Perderá o mandato o Deputado ou Senador inves-
internacionais que acarretem encargos ou compro-
tido no cargo de Secretário de Prefeitura de Capital
missos gravosos ao patrimônio nacional.
ou chefe de missão diplomática temporária.

e) Compete privativamente ao Senado Federal autori- Analisando-se as assertivas acima, podemos afir-
zar, por dois terços de seus membros, a instauração mar que:
de processo contra o Presidente e o Vice-Presidente a) todas estão corretas;
da República e os Ministros de Estado.
b) estão corretas apenas as de números 1, li e Ili;
COMENTÁRIOS c) somente as de números li, Ili e IV estão corretas;
Alternativa correta: letra "b": nos exatos termos d) estão corretas apenas as de números 1, li e IV.
do art. 50, caput, da CF: "a Câmara dos Deputados e o
Senado Federal, ou qualquer de suas Comissões, pode- COMENTA RIOS
rão convocar Ministro de Estado ou quaisquer titulares
de órgãos diretamente subordinados à Presidência da O Nota do autor: esta questão foi anulada pela
República para prestarem, pessoalmente, informações banca do concurso, pois nenhuma alternativa traduz a
sobre assunto previamente determinado, importando solução da análise das assertivas.
em crime de responsabilidade a ausência sem justifica-
Assertiva "1": correta. O Poder Legislativo Federal
ção adequada".
é bicameral, sendo exercido pelo Congresso Nacional,
Alternativa "a": a Câmara dos Deputados com- constituído pela Câmara dos Deputados e pelo Senado
põe-se de representantes do povo, eleitos, pelo sistema Federal, consoante art. 44, da CF.
756 Paulo Lépore

Assertiva "li": correta. O Poder Legislativo Fede- que sofrer condenação criminal em sentença transi-
ral exercido pelo Congresso Nacional é constituído pela tada em julgado.
Câmara dos Deputados - composta de representantes
d) eleição de três juízes, dentre os membros do Supe-
do povo (art. 45, caput, da CF) - e pelo Senado Federal
rior Tribunal de Justiça, para composição do Tri-
- composto de representantes dos Estados e do Distrito
bunal Superior Eleitoral.
Federal (art. 46, caput, da CF).
e) aprovação, pelo Senado Federal, da exoneração, de
Assertiva "Ili": incorreta. O Poder Legislativo
ofício, do Procurador-Geral da República antes do
Federal é exercido pelo Congresso Nacional {art. 44, da
término de seu mandato.
CF), a que incumbe dispor sobre todas as matérias de
competência da União Federal. Entretanto, nem sem- COMENTARIOS
pre será necessária a sanção do Presidente da Repú-
blica, a exemplo do processo legislativo que culmine na O Nota do autor: a questão exige que o candidato
edição de Emenda à Constituição, que, após ser apro- conheça as hipóteses de votação secreta previstas pela
vada pelo Congresso Nacional, seguirá diretamente CF. Consequentemente, é de grande importância ater-
para promulgação pelas Mesas da Câmara dos Deputa- -se para as alteraçôes realizadas pela Emenda Constitu-
dos e do Senado Federal, consoante art. 60, § 3°, da CF. cional nº 76, de 2013.

Assertiva "IV": correta. O Poder Legislativo Fede- Alternativa correta: letra "e": a aprovação, pelo
ral é exercido pelo Congresso Nacional (art. 44, da CF) a Senado Federal, da exoneração, de ofício, do Procura-
que compete, com exclusividade, dentre outras maté- dor-Geral da República antes do término de seu man-
rias, resolver definitivamente sobre tratados, acordos dato ocorrerá por votação secreta, segundo o artigo
ou atos internacionais que acarretem encargos ou com- 52, XI, da CF.
promissos gravosos ao patrimônio nacional, tudo de Alternativa "a": deliberação, pela Casa legislativa
acordo com o art. 49, 1, da CF.
respectiva, sobre a prisão de parlamentar em flagrante
de crime inafiançável não exige votação secreta.

* PROfvlürOR DE JU5TIÇA
Alternativa "b": não se exige votação secreta para
apreciação, em sessão conjunta do Congresso Nacional,
do veto total ou parcial do Presidente da República a
projeto de lei.
01. (FEPESE- Promotor de Justiça -SC/2014) Analise
o enunciado da questão abaixo e assinale se ele é falso Alternativa "c": não será por votação secreta
ou verdadeiro: a decisão da Câmara dos Deputados ou do Senado
Federal sobre a perda de mandato de parlamentar que
{ ) Compete privativamente ao Senado Federal proce-
sofrer condenação criminal em sentença transitada em
der à tomada de contas do Presidente da República,
julgado. Nesta hipótese, o candidato deve ater-se para
quando não apresentadas ao Congresso Nacional
o artigo 55, § 2°, da CF, recentemente alterado pela
dentro de sessenta dias após a abertura da sessão
Emenda Constitucional n° 76, de 2013, que retirou a pos-
legislativa.
sibilidade de votação secreta para a hipótese elencada.
Desse modo, antes da EC nº 76/2013, o voto era secreto,
COMENTARIOS o que não mais ocorre atualmente, com o advento da
Emenda Constitucional.
Falso. Compete privativamente à Câmara dos
Deputados {e não ao Senado Federal) proceder à Alternativa "d": em que pese a eleição dos Minis-
tomada de contas do Presidente da República, quando tros do Superior Tribunal de Justiça para composição
não apresentadas ao Congresso Nacional dentro de ses- do Tribunal Superior Eleitoral ocorrer mediante votação
senta dias após a abertura da sessão legislativa, conso- secreta, o quantitativo de juízes oriundos do STJ é de
ante artigo 51, li, da CF. apenas dois (e não três), conforme disposto no artigo
119, 1, "b", da CF. Portanto, a eleição de dois (e não três)
juízes, dentre os membros do Superior Tribunal de Jus-
02. (FCC - Promotor de Justiça - PA/2014) A Consti-
tiça, para composição do Tribunal Superior Eleitoral, far-
tuição da República prevê que se dê por votação secreta
-se-á por votação secreta.
a
a) deliberação, pela Casa legislativa respectiva, sobre 03. (MPE - MS - Promotor de Justiça - MS/2013) IÔ
a prisão de parlamentar em flagrante de crime ina- incorreto afirmar, sobre o Tribunal de Contas da União:
fiançável.
a) o controle externo, a cargo do Congresso Nacional,
b) apreciação, em sessão conjunta do Congresso Na- será exercido com o auxílio do Tribunal de Contas
cional, do veto total ou parcial do Presidente da da União, ao qual compete julgar as contas presta-
República a projeto de lei. das anualmente pelo Presidente da República.

c) decisão da Câmara dos Deputados ou do Senado b) o controle externo, a cargo do Congresso Nacional,
Federal sobre a perda de mandato de parlamentar será exercido com o auxílio do Tribunal de Contas
Capítulo X - Separação dos Poderes 757

da União, ao qual compete julgar as contas dos d) A iniciativa das leis complementares e ordinárias
administradores e demais responsáveis por dinhei- cabe a qualquer membro ou Comissão da Câmara
ros, bens e valores públicos da administração direta dos Deputados, do Senado Federal ou do Con-
e indireta, incluídas as fundações e sociedades ins- gresso Nacional, ao Presidente da República, ao
tituídas e mantidas pelo Poder Público federal, e as Supremo Tribunal Federal, aos Tribunais Superiores,
contas daqueles que deram causa a perda, extravio ao Procurador-Geral da República e aos cidadãos,
ou outra irregularidade de que resulte prejuízo ao na forma e nos casos previstos na Constituição
erário público. Federal;

c) o controle externo, a cargo do Congresso Nacional, e) O Regimento Interno da Câmara dos Deputados é
será exercido com o auxílio do Tribunal de Con- aprovado por meio de Decreto Legislativo.
tas da União, ao qual compete fiscalizar as contas
nacionais das empresas supranacionais de cujo COMENTA RIOS
capital a União participe, de forma direta ou indi-
reta, nos termos do tratado constitutivo. Alternativa certa: "e": o Regimento Interno da
Câmara dos Deputados é aprovado por meio de Reso-
d) o controle externo, a cargo do Congresso Nacional, lução, pois é matéria afeta ao art. 51 da CF.
será exercido com o auxílio do Tribunal de Con-
Alternativa "a": trata-se do art. 37, XIX, da CF.
tas da União, ao qual compete fiscalizar a aplica-
ção de quaisquer recursos repassados pela União Alternativa "b": a alternativa traduz o art. 46 da CF.
mediante convênio, acordo, ajuste ou outros instru-
mentos congêneres, a Estado, ao Distrito Federal, Alternativa "c": conforme art. 49, XIII, da CF.
ou a Município. Alternativa "d": o texto da alternativa reflete o art.
e) o controle externo, a cargo do Congresso Nacional,
61 da CF.
será exercido com o auxílio do Tribunal de Contas
da União, ao qual compete aplicar aos responsá- 05. (MPE - AL - Promotor de Justiça - AL/2012) A
veis, em casos de ilegalidade de despesa ou irre- competência para apreciar atos de concessão e reno-
gularidade de contas, as sanções previstas em lei, vação de concessão de emissoras de rádio e televisão é
que estabelecerá, entre outras cominações, multa
a) do Congresso Nacional, com a sanção do Presidente
proporcional ao dano causado ao erário.
da República.
COMENTARIOS b) exclusiva do Congresso Nacional.

Alternativa certa (a questão pede o que é incor- e) privativa da Câmara dos Deputados.
reto afirmar): ua": a competência para julgar as contas d) privativa do Senado Federal.
prestadas anualmente pelo Presidente da República é
exclusiva do Congresso Nacional (art. 49, IX, da CF), e) privativa do Presidente da República.
não doTCU.
COMENTA RIOS
Alternativa "b": conforme art. 71, li, da CF.
Alternativa correta: "b" (responde a todas as
Alternativa "c": nos termos do art. 71, V, da CF.
alternativas): nos termos do art. 49, XII da CF, é da com -
Alternativa "d": na linha do art. 71, VI, da CF. petência exclusiva do Congresso Nacional apreciar os
atos de concessão e renovação de concessão de emis-
Alternativa "e": na esteira do art. 71 , VIII, da CF. soras de rádio e televisão.

04. (MPE- PR - Promotor de Justiça - PR/2012) Assi- 06. (MPE/PR - Promotor de Justiça - PR/2009) Ana-
nale a alternativa incorreta: lise as seguintes assertivas e após assinale a alternativa
a) Somente por lei específica poderá ser criada autar- correta:
quia e autorizada a instituição de empresa pública, 1. ~ da competência exclusiva do Congresso Nacional
de sociedade de economia mista e de fundação, sustar os atos normativos do Poder Executivo que
cabendo à lei complementar, neste último caso, exorbitem do poder regulamentar ou dos limites de
definir as áreas de sua atuação; delegação legislativa;
b) O Senado Federal compõe-se de representantes li. Compete privativamente à Câmara dos Deputados
dos Estados e do Distrito Federal, eleitos segundo autorizar, por maioria absoluta de seus membros,
o princípio majoritário, e cada Senador será eleito a instauração de processo contra o Presidente e
com dois suplentes; o Vice-Presidente da República e os Ministros de
Estado;
c) ~da competência exclusiva do Congresso Nacional
escolher dois terços dos membros do Tribunal de Ili. Compete privativamente ao Senado Federal apro-
Contas da União; var previamente, por voto secreto, após arguição
758 Paulo Lépore

pública, a escolha do Procurador-Geral da Repú-


blica;
* JUIZ DO TRABALHO

IV. É da competência exclusiva da Câmara dos Deputa-


01. (Cespe - Juiz do Trabalho Substituto s•
dos julgar anualmente as contas prestadas pelo Pre-
região/2013) Em relação ao Poder Legislativo, assinale
sidente da República e apreciar os relatórios sobre a
a opção correta.
execução dos panos de governo;
a) Os parlamentares integrantes da Câmara dos Depu-
V. As Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado
tados são eleitos pelo sistema majoritário.
Federal poderão encaminhar pedidos escritos de
informação a Ministros de Estado ou a quaisquer b) As propostas de emenda à Constituição devem ser
titulares de órgãos diretamente subordinados à sancionadas pelo presidente da República, ressal-
Presidência da República, importando em crime de vados os casos de sua iniciativa exclusiva.
responsabilidade a recusa, ou o não atendimento,
c) Decreto do presidente da República que viole os
no prazo de trinta dias, bem como a prestação de
limites legais pode ser objeto do controle político
informações falsas.
repressivo de constitucionalidade pelo Congresso
a) Todas as assertivas estão corretas; Nacional.

b) Apenas as assertivas 1, Ili e V estão corretas; d) Ao Tribunal de Contas da União, órgão auxiliar e
integrante do Poder Legislativo, compete julgar as
c) Apenas as assertivas 1, li, Ili e IV estão corretas; contas prestadas anualmente pelo presidente da
República.
d) Apenas as assertivas 1, li e IV estão corretas;
e) O presidente da República detém competência
e) Apenas as assertivas 1, Ili, IV e V estão corretas.
para vetar, por razões de inconstitucionalidade,
determinada palavra contida em projeto de lei.
COMENTÃRIOS

Alternativa correta: letra "b" COMENTÁRIOS

Assertiva "1": correta. É da competência exclusiva Alternativa correta: "c": compete exclusiva-
do Congresso Nacional sustar os atos normativos do mente ao Congresso Nacional sustar os atos norma-
Poder Executivo que exorbitem do poder regulamentar tivos do Poder Executivo que exorbitem do poder
ou dos limites de delegação legislativa, de acordo com regulamentar ou dos limites de delegação legisla-
art. 49, V, da CF. tiva (art. 49, V, da CF). Desse modo, quando o decreto
presidencial exorbitar os limites legais, o Congresso
Assertiva "li": incorreta. Compete privativamente Nacional poderá realizar o chamado controle político
à Câmara dos Deputados autorizar, por dois terços de repressivo. Trata-se de controle político, pois é realizado
seus membros, a instauração de processo contra o Pre- por órgão diverso do Judiciário, portanto, sem Poder
sidente e o Vice-Presidente da República e os Ministros Jurisdicional. Noutro giro, é repressivo por alcançar a
de Estado, conforme art. Sl, I, da CF. norma já pronta, apta a produzir seus efeitos.

Assertiva "Ili": correta. Compete privativamente Alternativa "a": os parlamentares integrantes da


ao Senado Federal aprovar previamente, por voto Câmara dos Deputados são eleitos pelo sistema pro-
secreto, após arguição pública, a escolha do Procura- porcional (e não majoritário), de acordo com o artigo
dor-Geral da República (art. 52, Ili, "e", da CF). 45, da CF.

Assertiva "IV": incorreta. É da competência exclu- Alternativa "b": as propostas de emenda à Cons-
siva do Congresso Nacional julgar anualmente as con- tituição não devem ser sancionadas pelo presidente
tas prestadas pelo Presidente da República e apreciar da República .
os relatórios sobre a execução dos panos de governo, Alternativa "d": ao Tribunal de Contas da União,
consoante art. 49, IX, da CF. órgão auxiliar e integrante do Poder Legislativo, com-
Assertiva "V": correta. As Mesas da Câmara dos pete apreciar (e não julgar) as contas prestadas anu-
Deputados e do Senado Federal poderão encaminhar almente pelo Presidente da República (art. 71, I, da CF).
pedidos escritos de informação a Ministros de Estado ou Alternativa "e": o Presidente da República detém
a quaisquer titulares de órgãos diretamente subordina- competência para vetar, por razões de inconstituciona-
dos à Presidência da República, importando em crime lidade (veto jurídico). Contudo, pela dicção do artigo 66,
de responsabilidade a recusa, ou o não atendimento, no § 2°, da CF, o veto parcial somente abrangerá texto
prazo de trinta dias, bem como a prestação de informa- integral de artigo, de parágrafo, de inciso ou de alf-
ções falsas (art. 50, § 2°, da CF). nea, não podendo incidir apenas sobre palavras.
Capítulo X - Separação dos Poderes 759

* NOTÁRIO E RECilSTRADOR 01.1. O presidente da República só pode ser subme-


tido a julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF),
nas infrações penais comuns, ou pelo Senado Federal,
01. (IESES - Notário-MA/2008) t competência exclu- nos crimes de responsabilidade, depois de admitida a
siva do Congresso Nacional: acusação por dois terços dos membros da Câmara dos
a) Suspender a execução, no todo ou em parte, de lei Deputados.
declarada inconstitucional por decisão definitiva
COMENTARIOS
do Supremo Tribunal Federal.

b) Autorizar o Presidente da República a declarar Certo. Os artigos 51 , 1e 52, 1, ambos da Constitui -


guerra, a celebrar a paz, a permitir que forças ção Federal, declaram que compete, respectivamente,
estrangeiras transitem pelo território nacional ou à Câmara dos Deputados autorizar, por dois terços a
nele permaneçam temporariamente, ressalvados instauração do processo contra o Presidente, e em caso
de crimes de responsabilidade competirá o julgamento
os casos previstos em lei complementar.
ao Senado Federal. Já o art. 102, 1, "b", dispõe que com-
e) Autorizar, por dois terços de seus membros, a ins- pete ao Supremo Tribunal Federal julgar o Presidente
tauração de processo contra o Presidente e o Vice da República, dentre outras autoridades nas infrações
- Presidente da República e os Ministros de Estado. penais comuns.

d) Processar e julgar o Presidente e o Vice-Presidente


da República nos crimes de responsabilidade, bem 01.2. Compete ao presidente da República, em caráter
como os Ministros de Estado e os Comandantes da privativo, prover os cargos públicos federais, na forma
Marinha, do Exército e da Aeronáutica nos crimes , da lei, podendo essa atribuição ser delegada aos minis-
tros de Estado, ao procurador-geral da República ou ao
da mesma natureza conexos com aqueles.
advogado-geral da União, os quais deverão observar os
limites traçados nas respectivas delegações.
COMENTÁRIOS

Alternativa correta: letra ubu: em perfeita sinto- COMENTARIOS


nia com o previsto no art. 49, li da CF. "autorizar o Presi-
Certo. Segundo o art. 84, VI, "a" da Constituição
dente da República a declarar guerra, a celebrar a paz,
Federal, compete ao Presidente da República, mediante
a permitir que forças estrangeiras transitem pelo terri-
decreto, a organização e o funcionamento da adminis-
tório nacional ou nele permaneçam temporariamente,
tração federal, desde que não implique aumento de
ressalvados os casos previstos em lei complementar".
despesa nem criação ou extinção de cargos públicos.
Alternativa ua": tal assertiva fala sobre uma com-
petência exclusiva do Senado Federal, prevista no art.
52, X da CF. * EXAME DE ORDEM
Alternativa uc": a assertiva descreve a competên-
cia exclusiva da Câmara dos Deputados, prevista no art. 01. (FGV - OAB 2012.4) O Congresso Nacional aprova
51, 1da CF. "autorizar, por dois terços de seus membros, tratados internacionais por meio de:
a instauração de processo contra o Presidente e o Vice-
-Presidente da República e os Ministros de Estado". a) Decreto.

Alternativa ud": esta competência exclusiva per- b) Resolução.


tence ao Senado Federal, e está prevista no art. 52, 1da e) Decreto-Lei.
CF. "processar e julgar o Presidente e o Vice-Presidente
da República nos crimes de responsabilidade, bem d) Decreto Legislativo.
como os Ministros de Estado e os Comandantes da Mari-
nha, do Exército e da Aeronáutica nos crimes da mesma COMENTÁRIOS
natureza conexos com aqueles•.
Alternativa correta: letra ud" (responde a todas
as alternativas): o art. 49, 1, da CF determina ser da
competência exclusiva do Congresso Nacional
* INVESTICiADOR, ESCRIVÃO, ACiENTE E resolver definitivamente sobre tratados, acordos ou
INSPETOR DE POLÍCIA CIVIL atos internacionais que acarretem encargos ou com -
promissos gravosos ao patrimônio nacional; e a matéria
deve ser aprovada por meio de decreto legislativo, nos
01. (CESPE - Agente de Polícia - DF/2013) Conside- termos dos artigos 109 e s.s. do Regimento Interno da
rando as atribuições e a responsabilidade do presidente Câmara dos Deputados e.e. artigos 172 e s.s. do Regi-
da República , julgue os próximos itens. mento Interno do Senado Federal.
760 Paulo Lépore

d) cabe ao Congresso exclusivamente sustar os atos


02. (FGV - OAB 2012.1 - prova reaplicada em Duque
normativos do Executivo que exorbitem de delega-
de Caxias/RJ) Suponha que a Comissão de Assuntos ção legislativa.
Econômicos do Senado tenha convocado o Ministro da
Fazenda para prestar pessoalmente informações sobre COMENTARIOS
assunto relativo à política econômica adotada pelo
governo federal. Nesse caso, Alternativa correta: letra "d": conforme determi-
nação do art. 49, V, da CF, é da competência exclusiva do
a) a convocação só poderia ser feita pelo Senado, e Congresso Nacional sustar os atos normativos do Poder
não por uma de suas comissões. Executivo que exorbitem do poder regulamentar ou
b) a convocação é inconstitucional, pois a Comissão só dos limites de delegação legislativa.
poderia encaminhar pedido escrito de informações Alternativa "a": é competência exclusiva do Con-
ao Ministro, mas não sua presença pessoal. gresso Nacional resolver definitivamente apenas sobre
tratados acordos ou atos internacionais que acarretem
c) a convocação é constitucional, e a ausência injusti-
encargos ou compromissos gravosos ao patrimônio
ficada do Ministro importaria crime de responsabi-
nacional, e não sobre tratados de qualquer natureza
lidade.
(art. 49, 1, da CF).
d) a convocação é constitucional, mas a ausência
Alternativa "b": o Presidente da República
(mesmo que injustificada) do Ministro não importa
somente pode ausentar-se do país por período supe-
crime de responsabilidade.
rior a 15 dias se o Congresso Nacional autorizá-lo, nos
termos do art. 49, Ili, da CF.
COMENTARIOS
Alternativa "c": ~ da competência exclusiva do
Alternativa correta: letra "c": nos termos do art. Congresso Nacional (e não do Presidente do Senado)
50 da CF, a Câmara dos Deputados e o Senado Fede- aprovar o estado de defesa e a intervenção federal, e
ral, ou qualquer de suas Comissões, poderão con- autorizar o estado de sítio, ou suspender qualquer
vocar Ministro de Estado ou quaisquer titulares de dessas medidas, consoante disposto no art. 49, IV, da CF.
órgãos diretamente subordinados à Presidência da
República para prestarem, pessoalmente, informações
sobre assunto previamente determinado, Importando
crime de responsabilidade a ausência sem justifi-
* ANALISTA E TÉCNICO DE TRF E TRE

cação adequada, de modo que a convocação é abso-


lutamente constitucional, e a ausência injustificada do 01. (FCC-Anallsta Judiciário-Área Judiciária -TRE-
Ministro importaria crime de responsabilidade. -R0/2013) Considere as seguintes situações hipotéti-
cas: O Presidente da República se ausentará do País por
Alternativa "a": a convocação poderia ser feita vinte e dois dias no mês de Fevereiro. O Vice-Presidente
pelo a Câmara dos Deputados e o Senado Federal, ou da República se ausentará do País por trinta dias no mês
qualquer de suas Comissões(art. 50, da CF) de março. De acordo com a Constituição Federal, as
Alternativa "b": a convocação é constitucional, referidas autorizações competem
pois a Comissão pode convocar Ministro de Estado (art. a) privativamente ao Senado Federal e privativamente
50, da CF). a Câmara dos Deputados, respectivamente.
Alternativa "d": a convocação é constitucional, b) privativamente ao Senado Federal.
e a ausência injustificada do Ministro Importa crime
c) exclusivamente ao Congresso Nacional e privativa-
de responsabilidade. Se a ausência for justificada, não
mente ao Senado Federal, respectivamente.
haverá crime de responsabilidade (art. 50, da CF).
d) privativamente a Câmara dos Deputados.
03. (FGV-OAB 2012.1 - prova reaplicada em Duque e) exclusivamente ao Congresso Nacional.
de Caxias/RJ) Os órgãos legislativos possuem compe-
tências definidas no texto constitucional. Sobre o tema, COMENTARIOS
à luz das normas constitucionais, é correto afirmar que
Alternativa correta: "e" (responde a todas as
a) é competência exclusiva do Congresso Nacional alternativas): conforme art. 49, Ili, da CF, é da compe-
resolver definitivamente sobre tratados de qual- tência exclusiva do Congresso Nacional autorizar o
quer natureza. Presidente e o Vice-Presidente da República a se
ausentarem do Pais, quando a ausência exceder a
b) o Presidente da República pode ausentar-se do país 15 dias.
por período indefinido sem autorização do Con-
gresso.
02. (Analista Judiciário - Area Judiciária - TRF 2•
c) cabe ao Presidente do Senado aprovar o estado de região/ 2012- FCC) Compete privativamente à Câmara
defesa e o estado de sítio. dos Deputados
Capítulo X - Separação dos Poderes 761

a) eleger membros do Conselho da República, sendo Alternativa "d": compete privativamente ao


que dele participam seis cidadãos brasileiros natos, Senado Federal aprovar previamente, por voto
com mais de trinta e cinco anos de idade, sendo dois secreto, após arguição em sessão secreta, a escolha dos
nomeados pelo Presidente da República, dois elei- chefes de missão diplomática de caráter permanente
tos pelo Senado Federal e dois eleitos pela Câmara e autorizar operações externas de natureza financeira,
dos Deputados, todos com mandato de três anos, de interesse da União, dos Estados, do Distrito Federal e
vedada a recondução. dos Municípios (art. 52, li e V, da CF) ..

b) aprovar previamente, por voto secreto, após argui- Alternativa "e": consoante art. 52, VI e VII, da CF,
ção pública, a escolha de Magistrados, nos casos compete privativamente ao Senado Federal fixar, por
estabelecidos na Constituição Federal, Ministros proposta do Presidente da República, limites globais
do Tribunal de Contas da União indicados pelo para o montante da dívida consolidada da União, dos
Presidente da República, Presidente e diretores do Estados, do Distrito Federal e dos Municípios e dispor
Banco Central e Procurador-Geral da República. sobre limites globais e condições para as operações de
crédito externo e interno da União, dos Estados, do Dis-
c) processar e julgar os Ministros do Supremo Tribunal
trito Federal e dos Municípios.
Federal, os membros do Conselho Nacional de Jus-
tiça e do Conselho Nacional do Ministério Público, o
Procurador-Geral da República e o Advogado-Geral 03. (Analista Judiciário - Area Judiciária - TRF 2•
da União nos crimes de responsabilidade. região/ 2012 - FCC) Cabe exclusivamente ao Congresso
Nacional, independentemente de sanção do Presidente
d) aprovar previamente, por voto secreto, após argui- da República,
ção em sessão secreta, a escolha dos chefes de mis-
são diplomática de caráter permanente e autorizar a) resolver sobre plano plurianual, diretrizes orçamen-
operações externas de natureza financeira, de inte- tárias, orçamento anual, operações de crédito,
resse da União, dos Estados, do Distrito Federal e dívida pública e emissões de curso forçado.
dos Municípios.
b) dispor sobre sistema tributário, arrecadação e dis-
e) fixar, por proposta do Presidente da República, limi- tribuição de rendas.
tes globais para o montante da dívida consolidada
c) resolver sobre os limites do território nacional,
da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos
espaço aéreo e marítimo e bens do domínio da
Municípios e dispor sobre limites globais e condi-
União.
ções para as operações de crédito externo e interno
da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos d) dispor definitivamente sobre incorporação,
Municípios. subdivisão ou desmembramento de áreas de Ter-
ritórios ou Estados, ouvidas as respectivas Assem-
COMENTARIOS bleias Legislativas.

Alternativa correta: letra "a": compete privati- e) resolver definitivamente sobre atos internacionais
vamente à Câmara dos Deputados eleger membros do que acarretem compromissos gravosos ao patri-
Conselho da República (art. 51 , V, da CF), sendo que dele mônio nacional.
participam seis cidadãos brasileiros natos, com mais de
trinta e cinco anos de idade, sendo dois nomeados pelo COMENTÃRIOS
Presidente da República, dois eleitos pelo Senado Fede-
Alternativa correta: letra "e": o art. 49, 1, da CF,
ral e dois eleitos pela Câmara dos Deputados, todos
estabelece caber exclusivamente ao Congresso Nacio-
com mandato de três anos, vedada a recondução (art.
nal, independentemente de sanção do Presidente da
89, VII, da CF).
República, resolver definitivamente sobre atos interna-
Alternativa "b": compete privativamente ao cionais que acarretem compromissos gravosos ao patri-
Senado Federal aprovar previamente, por voto mônio nacional.
secreto, após arguição pública, a escolha de Magistra-
Alternativa "a": nos termos do art. 48, li, da CF,
dos, nos casos estabelecidos na Constituição Federal,
cabe ao Congresso Nacional, com a sanção do Presi-
Ministros do Tribunal de Contas da União indicados
dente da República, resolver sobre plano plurianual,
pelo Presidente da República, Presidente e diretores do
diretrizes orçamentárias, orçamento anual, operações
Banco Central e Procurador-Geral da República. É o que
de crédito, dívida pública e emissões de curso forçado.
preceitua o art. 52, Ili, "a" a "e", da CF.
Alternativa "b": cabe ao Congresso Nacional, com
Alternativa "c": compete privativamente ao
a sanção do Presidente da República, dispor sobre
Senado Federal processar e julgar os Ministros do
sistema tributário, arrecadação e distribuição de rendas,
Supremo Tribunal Federal, os membros do Conselho
conforme art. 48, 1da CF.
Nacional de Justiça e do Conselho Nacional do Ministé-
rio Público, o Procurador-Geral da República e o Advo- Alternativa "c": cabe ao Congresso Nacional, com
gado-Geral da União nos crimes de responsabilidade a sanção do Presidente da República, resolver sobre
(art. 52, li, da CF). os limites do território nacional, espaço aéreo e marí-
762 Paulo Lépore

timo e bens do domínio da União, segundo art. 48, V da c) aprovar previamente, por voto secreto, após argui-
CF. ção pública, a escolha do Procurador-Geral da
República.
Alternativa "d": de acordo com art. 48, VI, da CF,
cabe ao Congresso Nacional, com a sanção do Pre- d) sustar os atos normativos do Poder Executivo que
sidente da República, dispor definitivamente sobre exorbitem do poder regulamentar ou dos limites de
incorporação, subdivisão ou desmembramento de delegação legislativa.
áreas de Territórios ou Estados, ouvidas as respectivas
e) proceder à tomada de contas do Presidente da
Assembleias Legislativas.
República, quando não apresentadas ao Congresso
Nacional dentro de sessenta dias após a abertura da
04. (Analista Judiciário - Execução de Mandados - sessão legislativa.
TRF 1• reglio/ 2011 - FCCJ Julgar anualmente as con-
tas prestadas pelo Presidente da República e apreciar os COMENTARIOS
relatórios sobre a execução dos planos de governo é da
competência exclusiva Alternativa correta: letra "c": compete privati-
vamente ao Senado Federal aprovar previamente, por
a) da Advocacia Geral da União. voto secreto, após arguição pública, a escolha do Procu-
b) da Procuradoria Geral da República. rador-Geral da República (art. 52, Ili, "e", da CF).

c) do Superior Tribunal de Justiça. Alternativa "a": compete exclusivamente ao Con-


gresso Nacional autorizar o Presidente e o Vice-Presi-
d) do Congresso Nacional. dente da República a se ausentarem do País, quando a
e) do Supremo Tribunal Federal. ausência exceder a quinze dias (art. 49, Ili, da CF).

Alternativa "b": compete exclusivamente ao Con-


COMENTARIOS gresso Nacional resolver definitivamente sobre tra -
tados, acordos ou atos internacionais que acarretem
Alternativa correta: letra "d" (responde todas as
encargos ou compromissos gravosos ao patrimônio
alternativas): é competência exclusiva do Congresso
nacional (art. 49, I, da CF).
Nacional, consoante art. 49, IX, da CF, julgar anualmente
as contas prestadas pelo Presidente da República e Alternativa "d": compete exclusivamente ao Con-
apreciar os relatórios sobre a execução dos planos de gresso Nacional sustar os atos normativos do Poder
governo. Executivo que exorbitem do poder regulamentar ou
dos limites de delegação legislativa (art. 49, V, da CF).
OS. (Analista Judiciário - Execução de Mandados - Alternativa "e": compete privativamente à Câmara
TRF 1• região/ 2011 -FCCJ Dois terços dos Ministros do dos Deputados proceder à tomada de contas do Presi-
Tribunal de Contas da União serão escolhidos pelo dente da República, quando não apresentadas ao Con-
gresso Nacional dentro de sessenta dias após a abertura
a) Supremo Tribunal Federal.
da sessão legislativa (art. 51, li, da CF).
b) Presidente do Senado Federal.

c) Presidente da República. 07. (Analista Judiciário - Area Judiciária TRE/RN


2011 - FCC) Compete privativamente ao Senado Fede-
d) Presidente do Supremo Tribunal Federal.
ral
e) Congresso Nacional.
a) processar e julgar os Ministros do Supremo Tribunal
Federal nos crimes de responsabilidade.
COMENTARIOS
b) autorizar, por dois terços de seus membros, a ins-
Alternativa correta: letra "e" (responde todas tauração de processo contra o Presidente e o Vice-
as alternativas): dois terços dos Ministros do Tribunal -Presidente da República.
de Contas da União serão escolhidos pelo Congresso
Nacional, segundo art. 49, XIII, da CF. e) autorizar, por dois terços de seus membros, a ins-
tauração de processo contra os Ministros de Estado.

06. (Analista Judiciário - Area Judiciária TRE/TO d) sustar os atos normativos do Poder Executivo que
2011 - FCC) Compete privativamente ao Senado Fede- exorbitem do poder regulamentar ou dos limites de
ral : delegação legislativa.

a) autorizar o Presidente e o Vice-Presidente da Repú- e) apreciar os atos de concessão e renovação de con-


blica a se ausentarem do País, quando a ausência cessão de emissoras de rádio e televisão.
exceder a quinze dias.
COMENTARIOS
b) resolver definitivamente sobre tratados, acordos
ou atos internacionais que acarretem encargos ou Alternativa correta: letra "a": compete privativa-
compromissos gravosos ao patrimônio nacional. mente ao Senado Federal processar e julgar os Ministros
Capítulo X - Separação dos Poderes 763

do Supremo Tribunal Federal nos crimes de responsabi- a) autorizar operações externas de natureza finan-
lidade, de acordo com art. 52, li, da CF. ceira, de interesse da União, dos Estados, do Distrito
Federal, dos Territórios e dos Municípios.
Alternativa "b": nos termos do art. 51, 1, da CF,
compete privativamente à Cimara dos Deputados b) processar e julgar o Presidente e o Vice-Presidente
autorizar, por dois terços de seus membros, a instaura- da República nos crimes de responsabilidade, bem
ção de processo contra o Presidente e o Vice-Presidente como os Ministros de Estado e os Comandantes da
da República . Marinha, do Exército e da Aeronáutica nos crimes
da mesma natureza conexos com aqueles.
Alternativa "c": compete privativamente à
Cimara dos Deputados autorizar, por dois terços de c) aprovar previamente, por voto secreto, após argui-
seus membros, a instauração de processo contra os ção em sessão secreta, a escolha dos chefes de mis-
Ministros de Estado, conforme art. 51, 1, da CF. são diplomática de caráter permanente.
d) proceder à tomada de contas do Presidente da
Alternativa "d": segundo art. 49, V, da CF, é da
República, quando não apresentadas ao Congresso
competência exclusiva do Congresso Nacional sus-
Nacional dentro de sessenta dias após a abertura da
tar os atos normativos do Poder Executivo que exorbi-
sessão legislativa.
tem do poder regulamentar ou dos limites de delega-
ção legislativa. e) fixar, por proposta do Presidente da República, limi-
tes globais para o montante da dívida consolidada
Alternativa "e": é da competência exclusiva do
da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos
Congresso Nacional apreciar os atos de concessão e
Municípios.
renovação de concessão de emissoras de rádio e televi-
são, consoante art. 49, XII, da CF.
COMENTARIOS

Alternativa correta: letra "d": compete privativa-


08. (Analista Judiciário - Area Judiciária TRE/BA/
mente à Câmara dos Deputados proceder à tomada de
2010 - CESPE) No que se refere à organização dos
contas do Presidente da República, quando não apre-
poderes no Estado, julgue os seguintes itens.
sentadas ao Congresso Nacional dentro de sessenta
dias após a abertura da sessão legislativa (art. 51, li, da
08.1. t de competência exclusiva do presidente da CF).
República resolver definitivamente sobre tratados,
Alternativa "a": autorizar operações externas de
acordos ou atos internacionais que acarretem encargos
natureza financeira, de interesse da União, dos Estados,
ou compromissos ao patrimônio nacional.
do Distrito Federal, dos Territórios e dos Municípios é
competência privativa do Senado Federal, consoante
COMENTA RIOS
art. 52, V, da CF.
Errado. t de competência exclusiva do Congresso Alternativa "b": compete privativamente ao
Nacional resolver definitivamente sobre tratados, acor- Senado Federal processar e julgar o Presidente e o
dos ou atos internacionais que acarretem encargos ou Vice-Presidente da República nos crimes de responsa-
compromissos ao patrimônio nacional (art. 49, 1, da CF). bilidade, bem como os Ministros de Estado e os Coman-
Atenção para não confundir com o disposto no art. 84, dantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica nos cri-
VIII, da CF. mes da mesma natureza conexos com aqueles, segundo
art. 52, I, da CF.
08.2. A CF confere aos tribunais com número superior Alternativa "c": aprovar previamente, por voto
a trinta e cinco julgadores a discricionariedade quanto secreto, após arguição em sessão secreta, a escolha dos
à constituição de órgão especial, para o exercício das chefes de missão diplomática de caráter permanente, é
atribuições administrativas e jurisdicionais delegadas competência privativa do Senado Federal (art. 52, IV,
da competência do tribunal pleno. daCF).

Alternativa "e": fixar, por proposta do Presidente


COMENTÃRIOS
da República, limites globais para o montante da dívida
Errado. A CF, em seu art. 93, XI, confere aos tribu- consolidada da União, dos Estados, do Distrito Federal
nais com número superior a vinte e cinco julgadores e dos Municípios é competência privativa do Senado
a discricionariedade quanto à constituição de órgão Federal, nos termos do art. 52, VI, da CF.
especial, para o exercício das atribuições administrati-
vas e jurisdicionais delegadas da competência do tribu- 10. (Analista Judiciário - Area Judiciária TRE/RS
nal pleno. 2010 - FCC) A autorização para instaurar processo con-
tra o Presidente e o Vice-Presidente da República e os
Ministros de Estado, compete privativamente
09. (Analista Judiciário - Area Judiciária - TRF 4•
região/ 2010- FCC) Compete privativamente à Câmara a) ao Senado Federal, por votação secreta da maioria
dos Deputados simples de seus membros.
764 Paulo Lépore

b) à Câmara dos Deputados, mediante votação por Alternativa "c": segundo art. 49, V, da CF, compete
dois terços de seus membros. exclusivamente ao Congresso Nacional (indepen-
dentemente da sanção do Presidente da República)
e) ao Congresso Nacional, através de votação por
sustar os atos normativos do Poder Executivo que exor-
maioria absoluta de seus membros.
bitem do poder regulamentar ou dos limites de delega-
d) ao Supremo Tribunal Federal, mediante representa- ção legislativa.
ção do Procurador-Geral da República.
Alternativa "e": compete privativamente ao
e) ao Conselho Nacional de Justiça, mediante repre- Senado Federal dispor sobre limites e condições para
sentação do Presidente do Supremo Tribunal Fede- a concessão de garantia da União em operações de cré-
ral, com prévia manifestação do Procurador-Geral dito externo e interno, de acordo com art. 52, VIII, da CF.
da República.

12. (Analista Judiciário - Area Judiciária - TRF


COMENTÁRIOS
3ª reglio/ 2007 - FCC) Compete privativamente ao
Alternativa correta: letra "b" (responde todas as Senado Federal:
alternativas): compete privativamente à Câmara dos
a) Aprovar, previamente, a alienação ou concessão de
Deputados, mediante votação por dois terços de seus
terras públicas com área superior a dois mil e qui-
membros, conceder autorização para instaurar pro-
nhentos hectares.
cesso contra o Presidente e o Vice-Presidente da Repú-
blica e os Ministros de Estado (art. 51, I, da CF). b) Proceder a tomada de contas do Presidente da
República, quando não apresentadas ao Congresso
Nacional dentro de sessenta dias após a abertura da
11. (Analista Judiciário - Area Judiciária TRE/RS
sessão legislativa.
2010- FCC) É correto afirmar que, dentre outras atribui-
ções, compete ao Congresso Nacional, com a sanção do c) Autorizar o Presidente e o Vice-Presidente da Repú-
Presidente da República, dispor sobre todas as matérias blica a se ausentarem do País, quando a ausência
de competência da União, especialmente sobre exceder a quinze dias.
a) autorização das operações externas de natureza d) Apreciar os atos de concessão e renovação de con-
financeira, de interesse da União, dos Estados, do cessão de emissoras de rádio e televisão.
Distrito Federal, dos Territórios e dos Municípios.
e) Aprovar previamente, por voto secreto, após argui-
b) aprovação do estado de defesa e a intervenção ção em sessão secreta, a escolha dos chefes de mis-
federal, autorizar o estado de sítio, ou suspender são diplomática de caráter permanente.
qualquer uma dessas medidas.

c) a sustação dos atos normativos do Poder Executivo COMENTÂRIOS


que exorbitem do poder regulamentar ou dos limi-
Alternativa correta: letra "e": compete privati-
tes de delegação legislativa.
vamente ao Senado Federal aprovar previamente, por
d) a fixação e modificação do efetivo das Forças Arma- voto secreto, após arguição em sessão secreta, a esco-
das. lha dos chefes de missão diplomática de caráter perma-
nente. Éo que fixa o art. 52, IV, da CF.
e) limites e condições para a concessão de garantia da
União em operações de crédito externo e interno Alternativa "a": é competência exclusiva do Con-
gresso Nacional aprovar, previamente, a alienação ou
COMENTÂRIOS concessão de terras públicas com área superior a dois
mil e quinhentos hectares (art. 49, XVII, da CF).
Alternativa correta: letra "d": compete ao Con-
gresso Nacional, com a sanção do Presidente da Repú- Alternativa "b": compete privativamente à
blica, dispor sobre todas as matérias de competência da Câmara dos Deputados proceder a tomada de contas
União, especialmente sobre a fixação e modificação do do Presidente da República, quando não apresentadas
efetivo das Forças Armadas, conforme art. 48, Ili, da CF. ao Congresso Nacional dentro de sessenta dias após a
abertura da sessão legislativa. É o que dispõe o art. 51,
Alternativa "a": nos termos do art. 52, V, da CF,
11,daCF.
compete privativamente ao Senado Federal auto-
rizar operações externas de natureza financeira, de Alternativa "c": é competência exclusiva do Con-
interesse da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos gresso Nacional autorizar o Presidente e o Vice-Presi-
Territórios e dos Municípios. dente da República a se ausentarem do Pais, quando a
ausência exceder a quinze dias, conforme art. 49, Ili, da
Alternativa "b": compete exclusivamente ao
CF.
Congresso Nacional (independentemente da sanção
do Presidente da República) aprovar o estado de defesa Alternativa "d": é competência exclusiva do Con-
e a intervenção federal, autorizar o estado de sítio, ou gresso Nacional apreciar os atos de concessão e reno-
suspender qualquer uma dessas medidas, consoante vação de concessão de emissoras de rádio e televisão,
art. 49, IV, da CF. de acordo com art. 49, XII, da CF.
Capítulo X - Separação dos Poderes 765

Ili. Apreciar os atos de concessão e renovação de con-


13. (Analista Judiciário - Execução de Mandados - cessão de emissoras de rádio e televisão.
TRF 3• região/ 2007 - FCC) Compete privativamente à
Câmara dos Deputados IV. Aprovar previamente, por voto secreto, após argui-
ção pública, a escolha do Presidente e Diretores do
a} dispor sobre limites e condições para a concessão Banco Central.
de garantia da União em operações de crédito
externo e interno. Tais assertivas estão respectivamente relacionadas
às competências privativas
b} aprovar previamente, por voto secreto, após argui-
ção pública, a escolha de Ministros do Tribunal a} da Câmara dos Deputados, da Câmara dos Deputa-
de Contas da União indicados pelo Presidente da dos, do Senado Federal e do Congresso Nacional.
República. b} do Senado Federal, do Congresso Nacional, do Con-
gresso Nacional e da Câmara dos Deputados.
c} proceder à tomada de contas do Presidente da
República, quando não apresentadas ao Congresso c} do Congresso Nacional, da Câmara dos Deputados,
Nacional dentro de sessenta dias após a abertura da da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.
sessão legislativa.
d} do Senado Federal, da Câmara dos Deputados, do
d} estabelecer limites globais e condições para o mon- Senado Federal e da Câmara dos Deputados.
tante da dívida mobiliária dos Estados, do Distrito
e) da Câmara dos Deputados, do Senado Federal, do
Federal e dos Municípios.
Congresso Nacional e do Senado Federal.
e} processar e julgar os Ministros do Supremo Tribunal
Federal nos crimes de responsabilidade. COMENTÁRIOS

Alternativa correta: letra "e" (responde todas


COMENTARIOS
as alternativas): é competência privativa da Câmara
Alternativa correta: letra "c": consoante art. 51, dos Deputados autorizar, por dois terços de seus mem-
li, da CF, compete privativamente à Câmara dos Depu- bros, a instauração de processo contra o Presidente e o
tados proceder à tomada de contas do Presidente da Vice-Presidente da República e os Ministros de Estado.
República, quando não apresentadas ao Congresso Já dispor sobre limites e condições para a concessão de
Nacional dentro de sessenta dias após a abertura da garantia da União em operações de crédito externo e
sessão legislativa. interno e aprovar previamente, por voto secreto, após
arguição pública, a escolha do Presidente e Diretores
Alternativa "a": dispor sobre limites e condições do Banco Central é competência privativa do Senado
para a concessão de garantia da União em operações de Federal. Por fim, é competência privativa do Congresso
crédito externo e interno é competência privativa do Nacional apreciar os atos de concessão e renovação de
Senado Federal (art. 52, VIII, da CF). concessão de emissoras de rádio e televisão.
Alternativa "b": segundo art. 52, Ili, "b", da CF, é
competência privativa do Senado Federal aprovar 15. (Analista Judiciário - Execução de Mandados -
previamente, por voto secreto, após arguição pública, TRF 1• região/ 2006 - FCC) Compete privativamente
a escolha de Ministros do Tribunal de Contas da União ao Senado Federal, além de outras, dispor sobre
indicados pelo Presidente da República
a} limites e condições para a concessão de garantia da
Alternativa "d": estabelecer limites globais e con- União em operações de crédito externo e interno.
dições para o montante da dívida mobiliária dos Esta-
b} criação e extinção de Ministérios e órgãos da admi-
dos, do Distrito Federal e dos Municípios é competência
nistração pública.
privativa do Senado Federal (art. 52, IX, da CF}.
c) telecomunicações e radiodifusão.
Alternativa "e": é competência privativa do
Senado Federal processar e julgar os Ministros do d) planos e programas nacionais, regionais e setoriais
Supremo Tribunal Federal nos crimes de responsabili- de desenvolvimento.
dade, nos termos do art. 52, li, da CF.
e} moeda, seus limites de emissão, e montante da
dívida mobiliária federal.
14. (Analista Judiciário - Execução de Mandados -
TRF 4• região/ 2006 - FCC) Analise: COMENTÁRIOS

1. Autorizar, por dois terços de seus membros, a ins- Alternativa correta: letra "a": compete privativa-
tauração de processo contra o Presidente e o Vice mente ao Senado Federal dispor sobre limites e condi-
- Presidente da República e os Ministros de Estado. ções para a concessão de garantia da União em opera-
ções de crédito externo e interno (art. 52, VIII, da CF).
li. Dispor sobre limites e condições para a conces-
são de garantia da União em operações de crédito Alternativa "b": compete privativamente ao Pre·
externo e interno. sidente da República dispor sobre criação e extinção
766 Paulo Lépore
............ ... ... .......................... ...... .. ..... ................. .. .... ........... ................................... ....
de Ministérios e órgãos da administração pública, con- - Presidente da República e os Ministros de Estado (art.
soante art. 61, § 1º, li, "e", da CF. 51, 1, da CF).
Alternativa "c": de acordo com art. 48, XII, da CF,
cabe ao Congresso Nacional, com a sanção do Presi- 02. (FCC - Técnico Judiciário - TRT 20/ 2011) A com-
dente da República, dispor sobre telecomunicações e petência exclusiva de sustar os atos normativos do
radiodifusão. Poder Executivo que exorbitem do poder regulamentar
ou dos limites de delegação legislativa é do
Alternativa "d": cabe ao Congresso Nacional,
com a sanção do Presidente da República, dispor a) Superior Tribunal de Justiça.
sobre planos e programas nacionais, regionais e seto-
riais de desenvolvimento, nos termos do art. 48, IV, da b) Supremo Tribunal Federal.
CF. c) Congresso Nacional.
Alternativa "e": cabe ao Congresso Nacional, d) Presidente da República.
com a sanção do Presidente da República, dispor
sobre moeda, seus limites de emissão, e montante da e) Presidente do Conselho Nacional de Justiça.
dívida mobiliária federal, segundo art. 48, XIV, da CF.
COMENTA RIOS

* ANALISTA E TÉCNICO DE TRT


Alternativa ªc": correta (responde a todas as
alternativas): prega o art. 49, V, da CF, que é da com-
petência exclusiva do Congresso Nacional sustar os atos
normativos do Poder Executivo que exorbitem do poder
01. (FCC - Técnico Judiciário -Area Administrativa -
regulamentar ou dos limites de delegação legislativa.
TRT 16/2014) Considere as seguintes atribuições:

1. suspender a execução, no todo ou em parte, de lei


declarada inconstitucional por decisão definitiva X.1.1.3. COMISSÕES
do Supremo Tribunal Federal.
~ CF, art. 58
li. fixar os subsídios dos Ministros de Estado, obser-
vadas as demais normas constitucionais.

Ili. escolher dois terços dos membros do Tribunal de


Contas da União.
* PROCURADOR DO ESTADO

IV. autorizar, por dois terços de seus membros, a ins-


01. (UEPA - Procurador do Estado - PA/ 2012) Sobre
tauração de processo contra o Presidente e o Vice
as Comissões Parlamentares de Inquérito, é CORRETO
- Presidente da República e os Ministros de Estado.
afirmar que:
De acordo com o disposto na Constituição Federal,
é competência exclusiva do Congresso Nacional, dentre a) o STF admitiu a possibilidade de elas ordenarem,
outras, as atribuições indicadas APENAS em sem intermediação judicial, a quebra de sigilo ban-
cário, fiscal e telefônico para fins de obtenção de
a) 1, li e Ili. dados e de registros, desde que exista causa prová-
b) llelll. vel e motivação prévia.

c) 11,lllelV. b) o STF decidiu, para bem da investigação de fato


determinado, em especial no que tange à malver-
d) lelV. sação de dinheiro público, pela desnecessidade de
e) li e IV. delimitação de prazo certo para duração das CPls.

c) o STF estabeleceu que, apesar de ser uma prerroga-


COMENTARIOS tiva das minorias parlamentares, o princípio majori-
tário permite que o requerimento de instalação de
Alternativa correta: letra "b": li e Ili.
uma CPI possa ser rejeitado por maioria absoluta
Item 1: suspender a execução, no todo ou em parte, dos membros das Casas do Congresso Nacional, em
de lei declarada inconstitucional por decisão definitiva conjunto ou separadamente, conforme sua prove-
do Supremo Tribunal Federal é matéria de competência niência.
privativa do Senado Federal (Art. 52, X, da CF).
d) o STF reconheceu, ao Presidente da Casa legislativa,
Item li: conforme art. 49, VIII, da CF. competência para adotar os procedimentos subse-
quentes e necessários à efetiva instalação de uma
Item Ili: de acordo com o art. 49, XIII, da CF.
CPI, cabendo-lhe apreciar o mérito sobre o objeto
Item IV: compete privativamente à Câmara dos da investigação parlamentar, em especial, quando
Deputados autorizar, por dois terços de seus membros, já instaurados, em torno dos mesmos fatos, inquéri-
a instauração de processo contra o Presidente e o Vice tos policiais ou processos judiciais.
Capítulo X - Separação dos Poderes 767
·················································· ····· ········································ ···· ······ ·· ·· ··· ··· ··· ·········· ··
e) o STF admitiu que elas devem respeitar o direito de tigação parlamentar, que se revela possível, dado o seu
não incriminação e que, excepcionalmente, podem caráter autônomo (RTJ 177/229- RTJ 180/191-193), ainda
exercer competências decisórias de cunho mate- que já instaurados, em torno dos mesmos fatos, inquéri-
rialmente jurisdicional, como a decretação de indis- tos policiais ou processos judiciais. A prerrogativa insti-
ponibilidade de bens. tucional de investigar, deferida ao Parlamento (especial-
mente aos grupos minoritários que atuam no âmbito
COMENTÃRIOS dos corpos legislativos), não pode ser comprometida
pelo bloco majoritário existente no Congresso Nacional
Alternativa correta: "a": segundo a jurisprudên- e que, por efeito de sua intencional recusa em indicar
cia do STF, "A quebra do sigilo inerente aos registros membros para determinada CPI (ainda que fundada
bancários, fiscais e telefônicos, por traduzir medida de em razôes de estrita conveniência político-partidária),
caráter excepcional, revela-se incompatível com o orde- culmine por frustrar e nulificar, de modo inaceitável e
namento constitucional, quando fundada em delibera- arbitrário, o exercício, pelo Legislativo (e pelas minorias
çôes emanadas de CPI cujo suporte decisório apoia-se que o integram), do poder constitucional de fiscalização
em formulações genéricas, destituídas da necessária e e de investigação do comportamento dos órgãos, agen -
específica indicação de causa provável, que se qualifica tes e instituiçôes do Estado, notada mente daqueles que
como pressuposto legitimador da ruptura, por parte do se estruturam na esfera orgânica do Poder Executivo.
Estado, da esfera de intimidade a todos garantida pela (...) Legitimidade passiva ad causam do presidente do
CR. Precedentes. Doutrina. O controle jurisdicional de Senado Federal - autoridade dotada de poderes para
abusos praticados por CPI não ofende o princípio da viabilizar a composição das comissões parlamentares
separação de poderes. O STF, quando intervém para de inquérito." (MS 24.831, julgado em 2005 e relatado
assegurar as franquias constitucionais e para garantir pelo Ministro Celso de Mello).
a integridade e a supremacia da Constituição, neutrali-
Alternativas "c" e "d": à luz da jurisprudência do
zando, desse modo, abusos cometidos por CPI, desem-
STF, "Existe, no sistema político-jurídico brasileiro, um
penha, de maneira plenamente legítima, as atribuições
verdadeiro estatuto constitucional das minorias parla-
que lhe conferiu a própria Carta da República. O regular
mentares, cujas prerrogativas - notadamente aquelas
exercício da função jurisdicional, nesse contexto, por-
pertinentes ao direito de investigar - devem ser pre-
que vocacionado a fazer prevalecer a autoridade da
servadas pelo Poder Judiciário, a quem incumbe pro-
Constituição, não transgride o princípio da separação
clamar o alto significado que assume, para o regime
de Poderes. Doutrina. Precedentes." (MS 25.668, julgado
democrático, a essencialidade da proteção jurisdicio-
em 2006 e relatado pelo Ministro Celso de Mello).
nal a ser dispensada ao direito de oposição, analisado
Alternativa "b": o STF entende pela necessidade na perspectiva da prática republicana das instituições
de delimitação de prazo certo para duração das CPls, parlamentares. A norma inscrita no art. 58, § 3°, da CR
conforme resta evidente no seguinte julgado: "Criação destina-se a ensejar a participação ativa das minorias
de CPI: requisitos constitucionais. O Parlamento rece- parlamentares no processo de investigação legislativa,
beu dos cidadãos, não só o poder de representação sem que, para tanto, mostre-se necessária a concor-
política e a competência para legislar, mas também o dância das agremiações que compõem a maioria par-
mandato para fiscalizar os órgãos e agentes do Estado, lamentar. O direito de oposição, especialmente aquele
respeitados, nesse processo de fiscalização, os limites reconhecido às minorias legislativas, para que não se
materiais e as exigências formais estabelecidas pela CF. transforme numa prerrogativa constitucional inconse-
O direito de investigar - que a Constituição da Repú - quente, há de ser aparelhado com instrumentos de atu-
blica atribuiu ao Congresso Nacional e às Casas que o ação que viabilizem a sua prática efetiva e concreta no
compõem (art. 58, § 3°) - tem, no inquérito parlamen - âmbito de cada uma das Casas do Congresso Nacional.
tar, o instrumento mais expressivo de concretização A maioria legislativa não pode frustrar o exerdcio,
desse relevantíssimo encargo constitucional, que tra- pelos grupos minoritários que atuam no Congresso
duz atribuição inerente à própria essência da instituição Nacional, do direito público subjetivo que lhes é
parlamentar. A instauração do inquérito parlamentar, assegurado pelo art. 58, § 3°, da Constituição e que
para viabilizar-se no âmbito das Casas legislativas, está lhes confere a prerrogativa de ver efetivamente
vinculada, unicamente, à satisfação de três exigências instaurada a investigação parlamentar, por perí-
definidas, de modo taxativo, no texto da Carta Política: odo certo, sobre fato determinado. Precedentes: MS
(1) subscrição do requerimento de constituição da CPI 24.847/DF, Rei. Min. Celso de Mello. A ofensa ao direito
por, no mínimo, 1/3 dos membros da Casa legislativa, (2) das minorias parlamentares constitui, em essência, um
indicação de fato determinado a ser objeto de apuração desrespeito ao direito do próprio povo, que também é
e (3) temporariedade da CPI. Preenchidos os requisi- representado pelos grupos minoritários que atuam nas
tos constitucionais (CF, art. 58, § 3°), impõe-se a criação Casas do Congresso Nacional. (...) O requisito constitu-
da CPI, que não depende, por isso mesmo, da vontade cional concernente à observilncia de 1/3 (um terço), no
aquiescente da maioria legislativa. Atendidas tais exi- mínimo, para criação de determinada CPI (CF, art. 58, §
gências (CF, art. 58, § 3°), cumpre, ao presidente da Casa 3°), refere-se à subscrição do requerimento de instaura-
legislativa, adotar os procedimentos subsequentes e ção da investigação parlamentar, que traduz exigência a
necessários à efetiva instalação da CPI, não lhe cabendo ser aferida no momento em que protocolado o pedido
qualquer apreciação de mérito sobre o objeto da inves- junto à Mesa da Casa legislativa, tanto que, 'depois de
768 Paulo Lépore

sua apresentação à Mesa', consoante prescreve o pró- IV. O fato objeto de apuração poderá ser determinado
prio Regimento Interno da Câmara dos Deputados ao longo do período de funcionamento da CPI.
(art. 102, § 4°), não mais se revelará possível a retirada
de qualquer assinatura. Preenchidos os requisitos COMENTÂRIOS
constitucionais {CF, art. 58, § 3°), impõe-se a criação
da CPI, que não depende, por isso mesmo, da von- Item 1, verdadeiro. Deputados e senadores não
tade aquiescente da maioria legislativa. Atendidas são obrigados a testemunhar em CPI acerca de informa-
tais exigências (CF, art. 58, § 3°), cumpre, ao presi- ções recebidas ou prestadas em razão do exercício do
dente da Casa legislativa, adotar os procedimentos mandato, conforme art. 53, § 6°, da CF.
subsequentes e necessários à efetiva instalação da Item li, falso. A CPI instaurada no Poder Legislativo
CPI, não se revestindo de legitimação constitucional estadual pode promover a quebra de sigilo bancário de
o ato que busca submeter, ao Plenário da Casa legisla- pessoa submetida a investigação, pois o STF entende
tiva, quer por intermédio de formulação de questão de que isso constitui poder inerente à competência inves-
ordem, quer mediante interposição de recurso ou utili- tigatória das Comissões Parlamentares de Inquérito. No
zação de qualquer outro meio regimental, a criação de entanto, para decretar a quebra do sigilo bancário deve
qualquer CPI. A prerrogativa institucional de inves- ser demonstrada a existência concreta de causa prová-
tigar, deferida ao Parlamento (especialmente aos vel que legitima a medida excepcional.
grupos minoritários que atuam no âmbito dos cor-
pos legislativos), não pode ser comprometida pelo Item Ili, verdadeiro. Nesse sentido foi a decisão
bloco majoritário existente no Congresso Nacional, do MS 26895, sob relataria do Ministro Celso de Mello,
que não dispõe de qualquer parcela de poder para julgado em 2009: "Extinta a CPI pela conclusão dos seus
deslocar, para o Plenário das Casas legislativas, a deci- trabalhos, tem-se por prejudicado o mandado de segu-
são final sobre a efetiva criação de determinada CPI, rança, por perda do objeto, inferindo-se não mais existir
sob pena de frustrar e nulificar, de modo inaceitável e legitimidade passiva do órgão impetrado".
arbitrário, o exercício, pelo Legislativo (e pelas minorias Item IV, falso. O fato objeto de apuração já deve
que o integram), do poder constitucional de fiscalizar e ser determinado no momento da criação da CPI, con-
de investigar o comportamento dos órgãos, agentes e forme art. 58, § 3°, da CF.
instituições do Estado, notadamente daqueles que se
estruturam na esfera orgânica do Poder Executivo. A
rejeição de ato de criação de CPI, pelo Plenário da
Câmara dos Deputados, ainda que por expressiva
* PROCURADOR DO MUNICÍPIO
votação majoritária, proferida em sede de recurso
interposto por líder de partido político que compõe 01. (Procurador do Município - Prefeitura Petró-
a maioria congressual, não tem o condão de justifi- polis-RJ/2012 - DOM CINTRA) Após investigação por
car a frustração do direito de investigar que a pró- Comissão Parlamentar de Inquérito, Câmara Municipal
pria CR outorga às minorias que atuam nas Casas do decide pela não entrega do resultado das investigações
Congresso Nacional." (MS 26.441, julgado em 2007 e ao Ministério Público, entendendo não haver prova
relatado pelo Ministro Celso de Mello). do crime, arquivando o procedimento. Na hipótese, a
Alternativa "e": o STF entende que as CPls não Câmara Municipal:
podem decretar indisponibilidade de bens, pois têm a) agiu de forma como lhe faculta a Constituição da
"poderes de investigação próprios das autoridades judi- República;
ciais: inteligência: liminar deferida para sustar os efeitos
de decisão da CPI que decretou indisponibilidade de b) deveria ter encaminhado o resultado das investiga-
bens". (MS 23.466-AgR, Rei. Min. Sepúlveda Pertence, ções ao Ministério Público, que é o único que pode
julgamento em 1°-7-1999, Plenário, DJ de 6-4-2001.) afirmar se houve ou não crime;
c) deveria ter encaminhado o resultado das investiga-
02. (Cespe - Procurador do Estado - ES/ 2008) ções ao Prefeito, que deve analisar o resultado;
Quanto às comissões parlamentares de inquérito (CPls), d) deveria ter encaminhado o resultado das investiga-
julgue os seguintes itens. ções ao juízo competente;
1. Deputados e senadores não são obrigados a teste- e) só poderia ter arquivado a resolução se houvesse
munhar em CPI acerca de informações recebidas ou anuência do Prefeito Municipal
prestadas em razão do exercício do mandato.
li. A CPI instaurada no Poder Legislativo estadual não COMENTÂRIOS
pode promover a quebra de sigilo bancário de pes-
Alternativa correta: letra "a" (responde a todas
soa submetida a investigação.
as alternativas): nos termos do artigo 58, § 3° da
Ili. Deve ser julgada prejudicada a ação de mandado Constituição Federal, as comissões parlamentares de
de segurança impetrada contra ato de CPI que vier inquérito, que terão poderes de investigação próprios
a se extinguir em decorrência da conclusão de seus das autoridades judiciais, além de outros previstos nos
trab,~hos investigatórios. regimentos das respectivas Casas, serão criadas pela
Capítulo X - Separação dos Poderes 769

Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal, em COMENTA RIOS


conjunto ou separadamente, mediante requerimento
de um terço de seus membros, para a apuração de fato Incorreto. De acordo com o postulado de reserva
determinado e por prazo certo, sendo suas conclusões, constitucional de jurisdição, conforme já decidido no
se for o caso, encaminhadas ao Ministério Público, para STF, há determinadas providências que só podem ser
que promova a responsabilidade civil ou criminal dos determinadas tão somente pela autoridade judicial, não
infratores. Fica claro, então, que a CF garantiu à CPI este possuindo tal atribuição nem mesmo aqueles investido
juízo de valor. destes poderes, como é o caso da CPI. Neste sentido,
as duas medidas referidas no enunciado só podem ser
determinadas por uma autoridade judicial.
02. (Procurador do Munidpio - Prefeitura Petró-
polis-RJ/2012 - DOM CINTRA) Após investigação por
Comissão Parlamentar de Inquérito, Câmara Municipal 03.2. Compete exclusivamente à Câmara dos Deputa-
decide pela não entrega do resultado das investigações dos sustar os atos normativos do Poder Executivo que
ao Ministério Público, entendendo não haver prova exorbitarem do poder regulamentar ou dos limites de
do crime, arquivando o procedimento. Na hipótese, a delegação legislativa.
Câmara Municipal:
COMENTARIOS
a) agiu de forma como lhe faculta a Constituição da
República; Incorreto. De acordo com o inciso V do artigo 49
da Constituição Federal, tal medida é da competência
b) deveria ter encaminhado o resultado das investiga- exclusiva do Congresso Nacional.
ções ao Ministério Público, que é o único que pode
afirmar se houve ou não crime;
03.3. A Câmara dos Deputados e o Senado Federal, ou
c) deveria ter encaminhado o resultado das investiga- qualquer de suas comissões, podem convocar ministro
ções ao Prefeito, que deve analisar o resultado; de Estado ou quaisquer titulares de órgãos diretamente
subordinados à Presidência da República para pres-
d) deveria ter encaminhado o resultado das investiga- tarem, pessoalmente, informações relativas a assunto
ções ao juízo competente; previamente determinado, sendo que a ausência injus-
e) só poderia ter arquivado a resolução se houvesse tificada do convocado importará na prática de crime de
anuência do Prefeito Municipal responsabilidade.

COMENTARIOS COMENTÃRIOS

Alternativa correta: letra ua" (responde a todas Correto. A assertiva se enquadra no texto constitu-
as alternativas): nos termos do artigo 58, § 3° da cional, nos termos do disposto em seu artigo 50.
Constituição Federal, as comissões parlamentares de
inquérito, que terão poderes de investigação próprios 03.4. Nos casos em que a consulta a parecerista seja
das autoridades judiciais, além de outros previstos nos facultativa, entende o STF que o parecer favorável a ato
regimentos das respectivas Casas, serão criadas pela que venha a lesar o erário enseja a responsabilização
Câmara dos Deputados e pelo Senado Federai, em pelos danos causados aos cofres públicos também do
conjunto ou separadamente, mediante requerimento jurista que o emitiu.
de um terço de seus membros, para a apuração de fato
determinado e por prazo certo, sendo suas conclusões, COMENTÃRIOS
se for o caso, encaminhadas ao Ministério Público, para
que promova a responsabilidade civil ou criminal dos Incorreto, haja vista o parecer ser não vinculativo
infratores. Fica claro, então, que a CF garantiu à CPI este ao administrador público. Não há efetivo compartilha-
mento do poder administrativo de decisão. Neste sen-
juízo de valor.
tido decidiu o STF no MS 24.631 - DF.

03. (Procurador do Município - Prefeitura Boa Vis-


04. (Procurador do Município - Prefeitura Recife-
ta-RR/2010 - CESPE) Acerca das diversas formas de
·PE/2008 - FCC) Durante o curso das investigações
controle sobre a administração pública, julgue os itens
promovidas por Comissão Parlamentar de Inquérito, a
a seguir.
quebra do sigilo bancário, fiscal e telefônico

a) não pode ser determinada pela própria Comissão,


03.1. As comissões parlamentares de inquérito consti-
em razão de a matéria estar submetida ao princípio
tuídas por qualquer uma das casas do Congresso Nacio-
da reserva de jurisdição.
nal têm poderes próprios das autoridades judiciais,
podendo ordenar, entre outros procedimentos, busca b) não pode ser determinada pela própria Comissão,
domiciliar e interceptação telefõnica. em razão do princípio do devido processo legal.
770 Paulo Lépore

OS. (C pode ser determinada pela própria Comis- * DEFENSOR PÚBLICO DA UNIÃO
são, quando a providência mostrar-se necessária,
mediante fundamentação adequada.
01. (Cespe - Defensor Público - DPU/ 2001) Com rela-
d) somente pode ser determinada pela própria Comis- ção à disciplina constitucional do Poder Legislativo, jul-
são quando o fato apurado tiver origem numa das gue os itens a seguir.
Casas do Congresso Nacional.
01.1. Não é obrigatório o atendimento à convocação
e) não é passível de controle jurisdicional, caso seja para depor como testemunha perante comissão parla-
decretada pela própria Comissão nos casos previs- mentar de inquérito (CPI); atendida a convocação, con-
tos pela Constituição Federal. tudo, o depoente cometerá crime de falso testemunho
se deixar de revelar fatos que possam incriminá-lo.
COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS
Alternativa correta: letra "c": segundo o artigo 58
Errado. Segundo entendimento do STF, a testemu-
da Constituição Federal, em seu§ 3°, as comissões parla-
nha e o indiciado, quando convocados, não são obriga-
mentares de inquérito, que terão poderes de investiga-
dos a responder às perguntas que possam incriminá-
ção próprios das autoridades judiciais, além de outros -los, em razão do seu direito constitucional ao silêncio
previstos nos regimentos das respectivas Casas, serão e a não autoincriminação. Entretanto, tanto o indiciado
criadas pela Câmara dos Deputados e pelo Senado quanto a testemunha tem o dever de ao menos compa-
Federal, em conjunto ou separadamente, mediante recer à CPI.
requerimento de um terço de seus membros, para a
apuração de fato determinado e por prazo certo, sendo 01.2. Muito embora possuam poderes de investigação
suas conclusões, se for o caso, encaminhadas ao Minis- próprios das autoridades judiciais, as CPls não se encon-
tério Público, para que promova a responsabilidade civil tram imunes ao controle de legitimidade de seus atos
ou criminal dos infratores. No que se refere especifica- pelo Poder Judiciário e ao dever de motivar suas deci-
mente a quebra do sigilo bancário, fiscal e telefônico, o sões gravosas aos direitos individuais.
STF já decidiu que a Comissão Parlamentar de Inquérito
COMENTÁRIOS
dispõe de competência para decretar, por autoridade
própria, a quebra do sigilo inerente aos registros bancá- Certo. Consoante jurisprudência do STF, "O con-
rios,fiscais e telefônicos, desde que esse ato de ruptura trole jurisdicional de abusos praticados por CPI não
esteja adequadamente fundamentado e revele a neces- ofende o princípio da separação de poderes. O STF,
sidade objetiva da efetivação dessa medida extraordi- quando intervém para assegurar as franquias constitu-
cionais e para garantir a integridade e a supremacia da
nária (MS 23.452-RJ).
Constituição, neutralizando, desse modo, abusos come-
Alternativa "a": a assertiva está incorreta, nos ter- tidos por CPI, desempenha, de maneira plenamente
mos do artigo 58 da CF e em razão da posição do STF a legítima, as atribuições que lhe conferiu a própria Carta
da República. O regular exercício da função jurisdicio-
respeito do tema.
nal, nesse contexto, porque vocacionado a fazer pre-
Alternativa "b": a assertiva está incorreta, já que as valecer a autoridade da Constituição, não transgride o
decisões do Supremo Tribunal Federal têm, igualmente, princípio da separação de Poderes. Doutrina. Preceden-
assegurado a presença do advogado nas sessões das tes." (MS 25.668, Rei. Min. Celso de Mello, julgamento
em 23-3-2006, Plenário, DJ de 4-8-2006.)
comissões parlamentares de inquérito, assistindo seus
clientes e tendo preservadas as prerrogativas estabe-
lecidas no Estatuto da Advocacia, o que revela, clara- 01.3. Ainda que constitucionalmente destinadas a apu-
mente, a observância do devido processo legal. rar fato determinado, as CPls não estão impedidas de
investigar fatos que se liguem, intimamente, com o fato
Alternativa "d": a assertiva está incorreta, tendo principal.
em vista que o disposto no artigo 58 da CF garante a
atuação em casos que envolvam o interesse público. As COMENTÁRIOS
comissões parlamentares de inquérito destinam-se a Certo. Segundo o STF: "1.- A Comissão Parlamentar
investigar atos do Poder Público e fatos relevantes para de Inquérito deve apurar fato determinado. C.F., art. 58,
o interesse público, não havendo nenhuma restrição § 3°. Todavia, não está impedida de investigar fatos
como a exposta no enunciado da assertiva. que se ligam, intimamente, com o fato principal. li.
- Prazo certo: o Supremo Tribunal Federal, julgando o
Alternativa "e": o artigo 5° da CF, em seu inciso HC nº 71.193-SP, decidiu que a locução "prazo certo",
XXXV, garante que a lei não excluirá da apreciação do inscrita no § 3° do artigo 58 da Constituição, não
Poder Judiciário lesão ou ameaça a direito. impede prorrogações sucessivas dentro da legisla-
Capítulo X - Separação dos Poderes 771

tura, nos termos da Lei 1.579 /52 . Ili. - A intimação do resumo: 1 - a CPI pode determinar a quebra dos sigilos
paciente, que é advogado, para prestar depoimento à bancário, fiscal e de registros telefônicos; li - a CPI não
CPI, não representa violência ao disposto no art. 133 da pode determinar a interceptação telefônica .
Constituição nem às normas dos artigos 87 e 89 da Lei
4.215, de 1963, 406, CPC, 154, Cód. Penal, e 207, CPP. O Alternativa correta: letra "d": o entendimento
paciente, se for o caso, invocará, perante a CPI, sempre pacífico do STF é que a quebra de sigilos bancário, fiscal
com possibilidade de ser requerido o controle judicial, e de registros telefônicos não se sujeitam a reserva de
os direitos decorrentes do seu "status" profissional, jurisdição. Desse modo, a CPI pode decretá-las. Nesse
sujeitos os que se excederem ao crime de abuso de sentido: "O princípio constitucional da reserva de juris-
autoridade. IV. - H.C. indeferido. 4. Os poderes das CPls dição - que incide sobre as hipóteses de busca domici-
limitam -se à esfera de competência da casa parlamentar liar (CF, art. 5°, XI), de interceptação telefôn ica (CF, art.
que as constituiu, sendo ilegítima a constituição de CPI 5°, XII) e de decretação da prisão, ressalvada a situação
estadual para investigar a regularidade na prestação de de flagrância penal (CF, art. 5°, LXI) - não se estende ao
serviço público federal" (HC 71 .231, publicado em 1996). tema da quebra de sigilo, pois, em tal matéria, e por
efeito de expressa autorização dada pela própria CR (CF,
art. 58, § 3°), assiste competência à CPI, para decretar,
01.4. A previsão de prazo certo para a apuração reali-
sempre em ato necessariamente motivado, a excepcio-
zada por uma CPI não impede suas sucessivas prorroga-
nal ruptura dessa esfera de privacidade das pessoas."
ções dentro de uma mesma legislatura.
(MS 23.652, julgado no ano 2000 e relatado pelo Minis-
COMENTÃRIOS tro Celso de Mel lo).

Alternativa "a": a CPI não pode determinar a


Certo. Vide comentários ao item anterior.
aplicação de multas, mas pode decretar a quebra do
sigilo bancário.

* DEFENSOR PÚBLICO ESTADUAL Alternativa "b": as comissões parlamentares de


inquérito têm poderes de investigação próprios das
autoridades judiciais (mas não têm poderes propria-
01. (FCC - Defensor Público - PB/2014) Segundo o mente jurisdicionais), razão pela qual não podem
entendimento do Supremo Tribunal Federal, as Comis- determinar a indisponibilidade de bens da pessoa
sões Parlamentares de Inquérito, em razão dos poderes investigada. No julgamento do MS 23446, julgado em
de investigação próprios das autoridades judiciais que 1999 e relatado pelo Ministro limar Galvão, o STF enten-
lhes são conferidos pelo artigo 58, § 3° da Constituição deu que a indisponibilidade de bens, assim como o
Federal, estão autorizadas a decretar, por ato devida- poder geral de cautela, é medida reservada ao juiz e não
mente fundamentado e em relação às pessoas por elas
se vincula à produção de provas, por isso, não é possível
investigadas, a
que seja determinada pelas comissões parlamentares
a) aplicação de multas e quebra do sigilo bancário. de inquérito. Noutro norte, a quebra de sigilo bancário
é passível de decretação pelas comissões parlamentares
b) indisponibilidade de bens e quebra de sigilo bancá-
de inquérito.
rio.

c) prisão e aplicação de multa. Alternativa "c": as Comissões Parlamentares de


Inquérito não podem determinar prisão, que, salvo a em
d) quebra de sigilos bancário, fiscal e de registros tele- flagrante delito, está sujeita a reserva de jurisdição (art.
fônicos. 5°, LXI, da CF). Esse é também o posicionamento ado-
e) indisponibilidade de bens e quebra de sigilo fiscal. tado pelo Pretório Excelso no julgamento do HC 79.790,
julgado em 1999 e relatado pelo Ministro Nelson Jobim.
COMENTA RIOS Ainda, a CPI não pode aplicar multa.

O Nota do autor: o tema CPI possui grande impor- Alternativa "e": as comissões parlamentares de
tância nos concursos públicos. Uma questão comu- inquérito têm poderes de investigação próprios das
mente levantada em provas objetivas é a possibilidade autoridades judiciais (mas não têm poderes propria-
da CPI determinar a quebra de sigilos bancário, fiscal e mente jurisdicionais), razão pela qual não podem
de registros telefônicos. Outra questão que é cobrada determinar a indisponibilidade de bens da pessoa
com altíssima frequência é a possibilidade da CPI deter- investigada. No julgamento do MS 23446, julgado em
minar a interceptação telefônica . Importante destacar 1999 e relatado pelo Ministro li mar Galvão, o STF enten-
que a interceptação (gravações de conversas presen- deu que a indisponibilidade de bens, assim como o
tes e futuras) não se confunde com a quebra de sigilo poder geral de cautela, é medida reservada ao juiz e não
(acesso a dados passados). Tal distinção é relevante, se vincula à produção de provas, por isso, não é possível
pois as CPls (órgãos que não são investidos de poderes que seja determinada pelas comissões parlamentares
jurisdicionais) até podem determinar a quebra de sigilo de inquérito. Contudo, a quebra de sigilo fiscal é pas-
de dados telefônicos (registro de chamadas recebidas sível de decretação pelas comissões parlamentares de
e efetuadas), mas não a interceptação telefônica . Em inquérito.
772 Paulo Lépore
.............. .. ......... ...................................................... ..... .. ................... .................... .. ...
sitivo mencionado que as comissões poderão discutir
02. (Cespe - Defensor Público - DF/ 2013) Com rela-
e votar projeto de lei nas hipóteses que o regimento
ção ao Poder Legislativo, julgue os itens subsequentes.
interno dispensar a deliberação pelo Plenário.

02.1. Uma CPI poderá ser instalada mediante requeri-


02.3. Inserem-se nas competências do TCU a fiscaliza-
mento de um terço dos membros da Câmara dos Depu-
ção das contas nacionais das empresas supranacionais
tados, não se exigindo que o requerimento seja subme-
de cujo capital a União participe, nos termos do tratado
tido a deliberação plenária da Casa.
constitutivo, e a fiscalização de aplicação de quaisquer
recursos repassados pela União a estado, ao DF ou a
COMENTÁRIOS
município.
Certo. Segundo dispõe o artigo SB, § 3°, da CF, as
comissões parlamentares de inquérito, que terão pode- COMENTÁRIOS
res de investigação próprios das autoridades judiciais,
Errado. Dentre as competências do TCU, estabele-
além de outros previstos nos regimentos das respecti-
cidas pelo artigo 71 da CF, destacam-se as constantes
vas Casas, serão criadas pela Câmara dos Deputados e
dos incisos V e VI. Segundo aludido dispositivo consti-
pelo Senado Federal, em conjunto ou separadamente,
tucional, inserem-se nas competências do TCU fiscalizar
mediante requerimento de um terço de seus membros,
as contas nacionais das empresas supranacionais de
para a apuração de fato determinado e por prazo certo,
cujo capital social a União participe, de forma direta ou
sendo suas conclusões, se for o caso, encaminhadas ao
indireta, nos termos do tratado constitutivo e fiscalizar a
Ministério Público, para que promova a responsabili-
aplicação de quaisquer recursos repassados pela União
dade civil ou criminal dos infratores. Ademais, não há
mediante convênio, acordo, ajuste ou outros instru-
qualquer exigência constitucional quanto à necessi-
mentos congêneres, a Estado, ao Distrito Federal ou a
dade de deliberação do requerimento pelo plenário da
Município.
Casa. Não é outro o entendimento da Suprema Corte: "A
garantia da instalação da CPI independe de deliberação
plenária, seja da Câmara, do Senado ou da Assembleia 02.4. Na CF, é expressamente estabelecido que cada
Legislativa• (STF. ADI 3619, julgada em 2006 e relatada legislatura tenha a duração de quatro anos.
pelo Ministro Eros Grau).

02.2. O projeto de lei aprovado nas comissões para as Certo. O artigo 44, parágrafo único, da CF, prevê
quais tenha sido enviado, na forma e prazo regimen- expressamente que cada legislatura terá a duração de
talmente estabelecidos, deve, necessariamente, seguir quatro anos.
para votação no plenário da respectiva Casa legislativa,
pois o modelo constitucional brasileiro não admite a 03. (Cespe - Defensor Público - T0/2013) No que
aprovação de leis por meio de órgãos fracionários da concerne aos entes da Federação e à organização dos
Câmara dos Deputados ou do Senado Federal. poderes no ordenamento jurídico nacional, assinale a
opção correta.
COMENTÁRIOS
a) t inconstitucional a criação, por estado-membro,
Errado. O projeto de lei aprovado nas comissões de procuradoria especial para representação judi-
para as quais tenha sido enviado, na forma e prazo cial do tribunal de contas do estado, ainda que para
regimentalmente estabelecidos, não deve, necessa- a prática, em juízo, de atos processuais em defesa
riamente, seguir para votação no plenário da res- de sua autonomia e independência, visto que tal
pectiva Casa legislativa, pois o modelo constitucio- competência é atribuída, com exclusividade, à pro-
nal brasileiro admite a aprovação de leis por meio de curadoria do estado.
órgãos fracionários da Câmara dos Deputados ou do
Senado Federal. Estabelece o artigo 58, § 2°, da CF, que b) Na CF, a regra que diz respeito à recondução de
às comissões, em razão da matéria de sua competência, membros das mesas das casas legislativas constitui
cabe: 1 - discutir e votar projeto de lei que dispensar, norma de preordenação para os estados-membros.
na forma do regimento, a competência do Plenário, c) De acordo com o entendimento do STF, a validade
salvo se houver recurso de um décimo dos membros da jurídica da quebra de sigilo bancário determinada
Casa; li - realizar audiências públicas com entidades da por comissão parlamentar de inquérito demanda
sociedade civil; Ili - convocar Ministros de Estado para aprovação da maioria absoluta dos membros que
prestar informações sobre assuntos inerentes a suas compõe o órgão de investigação legislativa.
atribuições; IV - receber petições, reclamações, repre-
d) O deputado ou senador que tenha praticado crime
sentações ou queixas de qualquer pessoa contra atos
antes da diplomação não terá direito à imunidade
ou omissões das autoridades ou entidades públicas; V
formal em relação ao processo e à prisão.
- solicitar depoimento de qualquer autoridade ou cida-
dão; VI - apreciar programas de obras, planos nacionais, e) t constitucional norma inserida na constituição
regionais e setoriais de desenvolvimento e sobre eles estadual que repute crime de responsabilidade a
emitir parecer. Desse modo, depreende-se do dispo- ausência injustificada de secretário do estado à
Capítulo X- Separação dos Poderes 773
····················· ······ ··· ·············· ······················· ·········· ···························· ·························
convocação da assembleia legislativa para prestar promulgação da CF, obedecidos os prindpios desta'.
esclarecimentos. Um desses princípios é o que fixa em quatro anos a
duração do mandato dos Deputados Estaduais(§ 1°
COMENTÁRIOS do art. 27 da CF), que, consequentemente, não pode
ser desobedecido por normas estaduais, como a
Alternativa correta: "cn: de acordo com o STF, "O
Constituição do Estado e o Regimento Interno de
principio da colegialidade traduz diretriz de funda-
sua Assembleia Legislativa. Não podem tais normas
mental importância na regência das deliberações toma-
ampliar nem reduzir o prazo de duração dos mandatos
das por qualquer CPI, notadamente quando esta, no
de Deputados Estaduais." (ADI 1.162-MC, julgada em
desempenho de sua competência investigatória, ordena
1995 e relatada pelo Ministro Sydney Sanches). O trecho
a adoção de medidas restritivas de direitos, como aque-
negrito refere-se à norma de preordenação, ou seja, a
las que importam na revelação (disclosure) das opera-
um mandamento Constituição a ser obedecido pelos
ções financeiras ativas e passivas de qualquer pessoa.
Estados.
A legitimidade do ato de quebra do sigilo bancário,
além de supor a plena adequação de tal medida ao que Alternativa "d": nos termos do art. 53, § lº, da CF,
prescreve a Constituição, deriva da necessidade de a Os Deputados e Senadores, desde a expedição do
providência em causa respeitar, quanto à sua adoção diploma, serão submetidos a julgamento perante o
e efetivação, o princípio da colegialidade, sob pena de Supremo Tribunal Federal.
essa deliberação reputar-se nula." (MS 24.817, Rei. Min. Alternativa "e": sobre o tema é clara a jurispru-
Celso de Mello, julgamento em 3-2-2005, Plenário, DJE dência do STF: "ADI 3.279, relatada pelo Ministro Cezar
de 6-11-2009.) Ademais, no bojo do MS 23.669, julgado Peluso. [...] É inconstitucional a norma de Constituição
no ano 2000, o Supremo Tribunal Federal decidiu que "A do Estado que, como pena cominada, caracterize como
quebra do sigilo bancário, que compreende a ruptura crimes de responsabilidade a ausência injustificada de
da esfera de intimidade financeira da pessoa, quando secretário de Estado a convocação da Assembleia Legis-
determinada por ato de qualquer Comissão Parlamen- lativa, bem como o não atendimento, pelo governador,
tar de Inquérito, depende, para revestir-se de vali- secretário de estado ou titular de entidade da admi-
dade jurídica, da aprovação da maioria absoluta dos nistração pública indireta, a pedido de informações da
membros que compõem o órgão de investigação mesma Assembleia".
legislativa (Lei n° 4.595/64, art. 38, § 4°)".
Alternativa "an: no julgamento pelo STF da ADI 04. (Cespe - Defensor Público - R0/ 2012) No que se
94, em 2011, sob relatoria do Ministro Gilmar Mendes, refere ao Poder Legislativo, assinale a opção correta .
"asseverou-se a possibilidade de existência de carrei-
ras especiais para representação judicial das assem- a) Segundo a jurisprudência do STF, as CPls podem
bleias e dos tribunais de contas nos casos em que determinar as diligências necessárias à investigação
estes necessitassem praticar, em jufzo e em nome para a qual foi criada, sendo-lhes inclusive permi-
próprio, atos processuais na defesa de sua autono- tido determinar quebra de sigilo fiscal, bancário e
mia e independência em face dos demais Poderes. de dados, vedada, entretanto, a determinação da
Sublinhou-se, outrossim, que essas procuradorias pode- quebra do sigilo das comunicações telefônicas.
riam ser responsáveis pela consultoria e pelo assessora- b) Os parlamentares federais gozam de imunidades
mento jurídico dos demais órgãos da assembleia e do formais e materiais, razão por que não podem ser
tribunal de contas. Ademais, tendo em vista a alteração presos ou condenados, civil e penalmente, por
na Constituição da República, estabelecida pela EC quaisquer de suas opiniões, palavras e votos, desde
19/98, consignou-se a não-prejudicialidade da ação em que proferidos em razão de suas funções parlamen-
curso, de modo que se imporia a verificação da cons- tares; além disso, somente podem ser processados
titucionalidade das normas impugnadas em relação após licença prévia da casa parlamentar a que per-
aos dois paradigmas constitucionais. No ponto, não se tencem.
observou qualquer ofensa ao art. 135 da CF, seja na sua
redação original, seja na atual." c) O TCU, órgão técnico e auxiliar do Poder Legislativo,
é responsável pelo julgamento das contas do presi-
Alternativa "bn: segundo o STF, Nos expressos ter- dente da República e dos administradores e demais
mos do § 1° do art. 27 da CF de 1988, 'será de quatro responsáveis por recursos públicos, cabendo-lhe
anos o mandato dos Deputados Estaduais'. A CF, no art. aplicar a estes últimos as sanções previstas em lei.
28, fixou em 1° de janeiro a data da posse do Governa-
dor e do Vice-Governador eleitos noventa dias antes do d) Compete exclusivamente ao Senado Federal sustar
término de seus mandatos. Não marcou data para o iní- os atos normativos do Poder Executivo que exorbi-
cio das legislaturas estaduais, mas, no art. 25, atribuiu tem do poder regulamentar ou dos limites de dele-
gação legislativa.
aos Estados o poder de se organizarem e se regerem
pelas Constituições e leis que adotarem, observados, e) As CPls, de caráter temporário, destinam-se à inves-
porém, os seus próprios princípios (da CF). E o art. 11 do tigação de um fato certo e determinado, somente
ADCT da CF de 1988 também estabeleceu: 'cada Assem- podendo ser criadas mediante requerimento da
bleia Legislativa, com poderes constituintes, elaborara a maioria absoluta dos membros do Congresso
Constituição do Estado, no prazo de um ano, contado da Nacional.
774 Paulo Lépore
························· ······ ············ ································· ···· ·· ··· ···· ·········· ···· ···· ···· ··· ······ ······· ···
COMENTÁRIOS podem ser presos ou condenados, civil e penalmente,
por quaisquer de suas opiniões, palavras e votos, desde
Alternativa correta: "a": sobre o tema, vale des- que proferidos em razão de suas funções parlamenta-
tacar os seguintes julgados do STF: "A quebra do sigilo, res (art. 53 da CF). Entretanto, eles podem ser proces-
por ato de CPI, deve ser necessariamente fundamen- sados sem a necessidade de licença prévia da casa
tada, sob pena de invalidade. A CPI - que dispõe de parlamentar a que pertencem. Desde a edição da EC
competência constitucional para ordenar a quebra 35/01, o STF não precisa mais de licença da respectiva
do sigilo bancário, fiscal e telefônico das pessoas Casa legislativa para processar ação penal movida em
sob investigação do Poder Legislativo - somente face de um de seus membros. O STF simplesmente dá
poderá praticar tal ato, que se reveste de gravíssimas ciência da ação à Casa, que, por iniciativa do partido do
consequências, se justificar, de modo adequado, e sem- Congressista e mediante decisão da maioria absoluta de
pre mediante indicação concreta de fatos específicos, seus membros, poderá, até decisão final, sustar o anda-
a necessidade de adoção dessa medida excepcional. mento da ação.
Precedentes. A fundamentação da quebra de sigilo há
de ser contemporãnea à própria deliberação legislativa Alternativa "c": há muita discussão sobre a natu-
que a decreta. A exigência de motivação - que há de reza jurídica do Tribunal de Contas, mas é certo que
ser contemporânea ao ato da CPI que ordena a quebra o TCU não é órgão do Poder Legislativo, apesar de
de sigilo - qualifica-se como pressuposto de validade auxiliá-lo, nem do Poder Judiciário, apesar de ter com-
jurídica da própria deliberação emanada desse órgão petência para julgar contas. Em verdade, o TCU é um
de investigação legislativa, não podendo ser por este órgão autônomo cuja existência e atividade encontram
suprida, em momento ulterior, quando da prestação respaldo diretamente no texto constitucional. Segundo
de informações em sede mandamental. Precedentes. A o art. 71, I, da CF, compete ao TCU apreciar as contas
quebra de sigilo - que se apoia em fundamentos gené- prestadas anualmente pelo Presidente da República,
ricos e que não indica fatos concretos e precisos refe- mediante parecer prévio que deverá ser elaborado em
rentes à pessoa sob investigação - constitui ato eivado sessenta dias a contar de seu recebimento.
de nulidade. Revela-se desvestido de fundamentação o
Alternativa "d": é da competência exclusiva do
ato de CPI, que, ao ordenar a ruptura do sigilo inerente
Congresso Nacional (e não do Senado Federal) sustar
aos registros fiscais, bancários e telefónicos, apóia-se
os atos normativos do Poder Executivo que exorbitem
em motivação genérica, destituída de base empírica
do poder regulamentar ou dos limites de delegação
idõnea e, por isso mesmo, desvinculada de fatos con- legislativa (art. 49, V, da CF).
cretos e específicos referentes à pessoa investigada."
(MS 23.868, Rei. Min. Celso de Mello, julgamento em Alternativa "e": consoante art. 58, § 3º, da CF, as
30-8-2001, Plenário, DJ de 21-6-2002. "CPI. Intercepta- CPls, de caráter temporário, destinam-se à investigação
ção telefónica. Sigilo judicial. Segredo de justiça. Que- de um fato certo e determinado, somente podendo ser
bra. Impossibilidade jurídica. Requisição de cópias das criadas mediante requerimento de 1/3 dos membros
ordens judiciais e dos mandados. Liminar concedida. da Câmara dos Deputados e Senado Federal, con-
Admissibilidade de submissão da liminar ao Plenário, junta ou separadamente (e não maioria absoluta dos
pelo relator, para referendo. Precedentes (MS 24.832- membros do Congresso Nacional).
MC, MS 26.307-MS e MS 26.900-MC). Voto vencido. Pode
o relator de mandado de segurança submeter ao Plená-
rio, para efeito de referendo, a liminar que haja deferido.
CPI. Prova. Interceptação telefónica. Decisão judicial.
* JUIZ DE DIRErrO
Sigilo judicial. Segredo de justiça. Quebra. Requisição,
às operadoras, de cópias das ordens judiciais e dos man- 01. (Cespe - Juiz de Direito Substituto - AC/ 2012)
dados de interceptação. Inadmissibilidade. Poder que A respeito dos direitos e garantias fundamentais e das
não tem caráter instrutório ou de investigação. Compe- ações constitucionais de tutela desses direitos, assinale
tência exclusiva do juízo que ordenou o sigilo. Aparên- a opção correta.
cia de ofensa a direito líquido e certo. Liminar concedida
e referendada. Voto vencido. Inteligência dos arts. 5°, X a) De acordo com decisão do STF, não se admite a pri-
e LX, e 58, § 3°, da CF; art. 325 do CP; e art. 10, c/c art. 1° são civil por infidelidade depositária na modalidade
da Lei federal 9.296/1996. CPI não tem poder jurídico de depósito voluntário, sendo ela admitida, entre-
de, mediante requisição, a operadoras de telefonia, tanto, na modalidade de depósito necessário, ou
de cópias de decisão nem de mandado judicial de depósito judicial, como obrigação legal que esta-
interceptação telefônica, quebrar sigilo imposto a beleça relação típica de direito público e de caráter
processo sujeito a segredo de justiça. Este é oponí- processual.
vel a CPI, representando expressiva limitação aos
b) É unânime, na doutrina e na jurisprudência, a com-
seus poderes constitucionais." (MS 27.483-MC-REF,
preensão de que o habeas data corresponde a ação
Rei. Min. Cezar Peluso, julgamento em 14-8-2008, Plená-
de caráter personalíssimo, razão por que não pode
rio, DJE de 1O-10-2008.)
ser ajuizada por pessoa jurídica, mas somente por
Alternativa "b": os parlamentares federais gozam pessoa física, brasileira ou estrangeira, com particu-
de imunidades formais e materiais, razão por que não lar e concreta identificação no mundo social.
Capítulo X - Separação dos Poderes 775

c) As comissões parlamentares de inquérito podem, 1999, Primeira Turma, DJ de 24-9-1999.) Ademais, a


de modo fundamentado, decretar, por iniciativa súmula 630 do STF é clara no sentido de que a entidade
própria, a quebra do sigilo bancário ou fiscal das de classe tem legitimação para o mandado de segu-
pessoas sob sua investigação. rança ainda quando a pretensão veiculada interesse
apenas a uma parte da respectiva categoria.
d) Segundo entendimento do STF, os sindicatos,
as entidades de classe e as associações somente Alternativa "e": nas hipóteses excepcionais de
podem impetrar mandado de segurança coletivo instituição do estado de defesa e do estado de sítio, o
se estiverem em funcionamento há pelo menos direito de reunião poderá ser suspenso, ainda que exer-
um ano e se pleitearem direito que, sendo peculiar
cido no seio de associações (e não salvo se exercido no
à categoria como um todo, guarde vínculo com os
seio das associações), consoante artigos 136, 1, •a• e 139,
fins próprios da entidade impetrante.
IV, da CF.
e) Nas hipóteses excepcionais de instituição do estado
de defesa e do estado de sítio, o direito de reunião
02. (Vunesp - Juiz Substituto - SP/ 2011) No tocante
poderá ser suspenso, salvo se exercido no seio de
às Comissões Parlamentares, é equivocado dizer:
associações, quando, então, não poderá ser objeto
de restrições. a) a Constituição Federal prevê a constituição das
Comissões Permanentes, das Comissões Temporá-
COMENTA RIOS rias, das Comissões Mistas e das Comissões Parla-
mentares de Inquérito.
Alternativa correta: "c": segundo o STF, "A fun-
damentação exigida das Comissões Parlamentares de b) as Comissões Mistas são sempre Temporárias,
Inquérito quanto à quebra de sigilo bancário, fiscal, extinguindo-se ao preencherem os fins a que se
telefônico e te lemático não ganha contornos exaus- destinam.
tivos equiparáveis à dos atos dos órgãos investidos do
ofício judicante. Requer-se que constem da deliberação c) as Comissões Parlamentares de Inquérito têm por
as razões pelas quais veio a ser determinada a medida" objeto a apuração de fato determinado e têm prazo
(MS 24.749 julgado em 2004 e relatado pelo Ministro certo de funcionamento.
Marco Aurélio).
d) as Comissões Permanentes organizam-se em fun-
Alternativa "an: de acordo com decisão do STF, ção da matéria de sua competência.
desde a adesão do Brasil, sem qualquer reserva, ao
Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos (art. e) a Comissão Representativa tem por atribuição
11) e à Convenção Americana sobre Direitos Humanos representar o Congresso Nacional durante o
- Pacto de San José da Costa Rica (art. 7°, 7), ambos recesso parlamentar.
no ano de 1992, não há mais base legal para prisão
civil do depositário infiel (independentemente COMENTÁRIOS
da modalidade de depósito), pois o caráter especial
desses diplomas internacionais sobre direitos huma- Alternativa correta: letra "b": no tocante às
nos lhes reserva lugar específico no ordenamento jurí- Comissões Parlamentares, é equivocado dizer que as
dico, estando abaixo da Constituição, porém acima da Comissões Mistas são sempre permanentes, pois
legislação interna. O status normativo supralegal dos existem também as temporárias, consoante art. 72,
tratados internacionais de direitos humanos subscritos caput, da CF.
pelo Brasil, dessa forma, torna inaplicável a legislação
infraconstitucional com ele conflitante, seja ela anterior Alternativa "a": a Constituição Federal, em seu
ou posterior ao ato de adesão. Assim ocorreu com o art. art. 58, caput e §§ 3° e 4°, prevê a constituição das Co-
1.287 do CC de 1916 e com o DL 911/1969, assim como missões Permanentes, das Comissões Temporárias, das
em relação ao art. 652 do Novo CC (Lei 10.406/ 2002). (RE Comissões Mistas e das Comissões Parlamentares de
466.343, julgado em 2008 e relatado pelo Ministro Cezar Inquérito.
Peluso).
Alternativa "e": as Comissões Parlamentares de
Alternativa "bn: a questão sobre a natureza do Inquérito têm por objeto a apuração de fato deter-
habeas data e seu ajuizamento por pessoa jurídica está minado e têm prazo certo de funcionamento (art. 58,
longe de ser pacífica. Predomina o entendimento de § 3º, da CF).
que se trata de ação personalíssima, mas o STF já reco-
nheceu repercussão geral para decidir se esse remédio Alternativa "dn: segundo o art. 58, § 2°, da CF, as
pode ou não ser ajuizado por pessoa jurídica . Comissões Permanentes organizam-se em função da
matéria de sua competência
Alternativa "d": o STF já entendeu pela "legitimi-
dade do sindicato para a impetração de mandado de Alternativa "e": a Comissão Representativa tem
segurança coletivo independentemente da comprova- por atribuição representar o Congresso Nacional
ção de um ano de constituição e funcionamento." (RE durante o recesso parlamentar, conforme art. 58, § 4°,
198.919, Rei. Min. limar Galvão, julgamento em 15-6- da CF.
776 Paulo Lépore
............................. ...... ........... ... .. ...............................................................................

* PROCURADOR DA REPÚBLICA
em matéria jornalística. Alegação inconsistente. Poste-
rior autorização para quebra também pelo relator, no
âmbito do inquérito e das ações cautelares incidentais.
01. (MPF - Procurador da República/2008) O ENQUA- Sétima preliminar. Dados de empréstimo fornecidos
DRAMENTO CONSTITUCIONAL DAS COMISSÕES PARLA- pelo Banco Central. Pedido direto do Ministério Público.
MENTARES DE INQUÉRITO NÃO AUTORIZA AFIRMAR Ilegalidade. Ausência. Requisição feita pela CPMI dos
QUE: Correios. Posterior autorização de compartilhamento
com o Ministério Público para instrução do inquérito.
a) Pode haver ampliação de investigações em razão
Legalidade. (...) Oitava preliminar. Dados fornecidos
do surgimento de fatos novos, desde que tenham ao Ministério Público pelo banco BMG. Existência de
relação com os que constituíam o seu inicial da decisão judicial de quebra de sigilo proferida pelo pre-
comissão.
sidente do STF e, posteriormente, de modo mais amplo,
b) As investigações podem incidir sobre fatos objeto pelo relator do inquérito. Ausência de ilegalidade.'' (lnq
de inquéritos policiais ou de processos judiciais em 2.245, julgado em 2007 e relatado pelo Ministro Joa-
curso, se houver entre eles conexão. quim Barbosa).

c) As comissões parlamentares de inquérito estaduais Alternativa "b": nas comissões parlamentares de


não podem requisitar a quebra de sigilo de dados inquérito as investigações podem incidir sobre fatos
bancários. objeto de inquéritos policiais ou de processos judiciais
em curso, se houver entre eles conexão. Sobre o tema,
d) Não caracteriza, em princípio, violação à imagem
esclarecedor acórdão do STF: "Criação de CPI: requisitos
do indiciado em comissão parlamentar de inqué-
constitucionais. O Parlamento recebeu dos cidadãos,
rito, a transmissão e a gravação de sessão em que se
não só o poder de representação política e a competên-
lhe toma o depoimento.
cia para legislar, mas também o mandato para fiscalizar
os órgãos e agentes do Estado, respeitados, nesse pro-
COMENTARIOS
cesso de fiscalização, os limites materiais e as exigências
O Nota do autor: a questão simplesmente pede formais estabelecidas pela CF. O direito de investigar -
a alternativa falsa. Fica a dica: diante de um enunciado que a Constituição da República atribuiu ao Congresso
como este, que foge do padrão, o ideal é o candidato Nacional e às Casas que o compõem (art. 58, § 3°) - tem,
tentar simplificar e anotar, ao lado do enunciado "mar- no inquérito parlamentar, o instrumento mais expres-
car a falsa". Essa estratégia evita confusões. sivo de concretização desse relevantíssimo encargo
constitucional, que traduz atribuição inerente à própria
Alternativa correta: letra "c": de acordo com a
essência da instituição parlamentar. A instauração do
jurisprudência do STF, as comissões parlamentares de
inquérito parlamentar, para viabilizar-se no âmbito das
inquérito estaduais podem requisitar a quebra de sigilo
Casas legislativas, está vinculada, unicamente, à satisfa-
de dados bancários. ""Ação cível originária. Mandado
ção de três exigências definidas, de modo taxativo, no
de segurança. Quebra de sigilo de dados bancários
texto da Carta Política: (1) subscrição do requerimento
determinada por CPI de Assembleia Legislativa. Recusa
de constituição da CPI por, no mínimo, 1/3 dos membros
de seu cumprimento pelo Banco Central do Brasil. LC
da Casa legislativa, (2) indicação de fato determinado a
105/2001. Potencial conflito federativo (cf.ACO 730-
ser objeto de apuração e (3) temporariedade da CPI. Pre-
QO). Federação. Inteligência. Observância obrigatória,
enchidos os requisitos constitucionais (CF, art. 58, § 3°),
pelos Estados-membros, de aspectos fundamentais
impõe-se a criação da CPI, que não depende, por isso
decorrentes do princípio da separação de poderes pre-
mesmo, da vontade aquiescente da maioria legislativa.
visto na CF de 1988. Função fiscalizadora exercida pelo
Atendidas tais exigências (CF, art. 58, § 3°), cumpre, ao
Poder Legislativo. Mecanismo essencial do sistema de
presidente da Casa legislativa, adotar os procedimentos
checks-and-counterchecks adotado pela CF de 1988.
subsequentes e necessários à efetiva instalação da CPI,
Vedação da utilização desse mecanismo de controle
não lhe cabendo qualquer apreciação de mérito sobre
pelos órgãos legislativos dos Estados-membros. Impos-
o objeto da investigação parlamentar, que se revela
sibilidade. Violação do equilíbrio federativo e da separa-
possível, dado o seu caráter autônomo (RTJ 177/229 -
ção de Poderes. Poderes de CPI estadual: ainda que seja
RTJ 180/191-193), ainda que já instaurados, em torno
omissa a LC 105/2001, podem essas comissões estadu-
dos mesmos fatos, inquéritos policiais ou processos
ais requerer quebra de sigilo de dados bancários, com
judiciais. A prerrogativa institucional de investigar,
base no art. 58, § 3°, da Constituição." (ACO 730, Relator
deferida ao Parlamento (especialmente aos grupos
Ministro Joaquim Barbosa, julgamento em 2005).
minoritários que atuam no âmbito dos corpos legisla-
Alternativa "a": nas comissões parlamentares de tivos), não pode ser comprometida pelo bloco majoritá-
inquérito, pode haver ampliação de investigações em rio existente no Congresso Nacional e que, por efeito de
razão do surgimento de fatos novos, desde que tenham sua intencional recusa em indicar membros para deter-
relação com os que constituíam o seu inicial da comis- minada CPI (ainda que fundada em razões de estrita
são. Assim entende o STF: "Quinta preliminar. Amplia- conveniência político-partidária), culmine por frustrar
ção do objeto de investigação de CPI no curso dos e nulificar, de modo inaceitável e arbitrário, o exercício,
trabalhos. Possibilidade. Precedentes. Sexta prelimi- pelo Legislativo (e pelas minorias que o integram), do
nar. Quebra de sigilo pela CPMI. Fundamento exclusivo poder constitucional de fiscalização e de investigação
Capítulo X- Separação dos Poderes 717

do comportamento dos órgãos, agentes e instituições d) É vedada a ampliação da atuação de CPI para além
do Estado, notadamente daqueles que se estruturam da finalidade para a qual ela tenha sido criada,
na esfera orgânica do Poder Executivo.( ...) Legitimidade ainda que sejam descobertos elementos novos não
passiva ad causam do presidente do Senado Federal - previstos originariamente no ato de instauração
autoridade dotada de poderes para viabilizar a compo- dessa CPI.
sição das comissões parlamentares de inquérito.'' (MS
e) Insere-se na competência da CPI a determinação
24.831, julgado em 2006, e relatado pelo Ministro Celso
da quebra de sigilo da comunicação telefônica,
de Mello).
sendo-lhe vedado, no entanto, requerer a quebra
Alternativa "d": de acordo com o STF, "Não apa- de registros telefônicos pretéritos, isto é, a lista de
rentam caracterizar abuso de exposição da imagem ligações efetuadas e recebidas pelo investigado
pessoal na mídia, a transmissão e a gravação de sessão durante determinado período de tempo já trans-
em que se toma depoimento de indiciado, em CPI." (MS corrido.
24.832-MC, Rei. Min. Cezar Peluso, julgamento em 18-3-
2004, Plenário, DJ de 18-8-2006.) COMENTARIOS

Alternativa correta: "b": de acordo com o STF, "O

* PROMOTOR DE JUSTIÇA
principio da colegialidade traduz diretriz de funda-
mental importância na regência das deliberações toma-
das por qualquer CPI, notadamente quando esta, no
desempenho de sua competência investigatória, ordena
01. (FEPESE - Promotor de Justiça - SC/2014) Analise
a adoção de medidas restritivas de direitos, como aque-
o enunciado da questão abaixo e assinale se ele é falso
las que importam na revelação (disclosure) das opera-
ou verdadeiro:
ções financeiras ativas e passivas de qualquer pessoa.
( ) As comissões parlamentares de inquérito, que terão A legitimidade do ato de quebra do sigilo bancário,
poderes de investigação próprios das autoridades além de supor a plena adequação de tal medida ao que
judiciais, além de outros previstos nos regimentos prescreve a Constituição, deriva da necessidade de a
das respectivas Casas, serão criadas pela Câmara providência em causa respeitar, quanto à sua adoção
dos Deputados e pelo Senado Federal, em conjunto e efetivação, o princípio da colegialidade, sob pena de
ou separadamente, mediante requerimento de essa deliberação reputar-se nula.'' (MS 24.817, Rei. Min.
1/3 (um terço) de seus membros, para a apuração Celso de Melio, julgamento em 3-2-2005, Plenário, DJE
de fato determinado e por prazo certo, sendo suas de 6-11-2009.) Ademais, no bojo do MS 23.669, julgado
conclusões, se for o caso, encaminhadas ao Ministé- no ano 2000, o Supremo Tribunal Federal decidiu que "A
rio Público, para que promova a responsabilidade quebra do sigilo bancário, que compreende a ruptura
civil ou criminal dos infratores. da esfera de intimidade financeira da pessoa, quando
determinada por ato de qualquer Comissão Parlamen-
CO ENTARIOS tar de Inquérito, depende, para revestir-se de vali-
dadejurídica, da aprovação da maioria absoluta dos
Verdadeiro. O enunciado está exatamente igual ao membros que compõem o órgão de investigação
texto do§ 3°, do artigo 58, da CF. legislativa (Lei n° 4.595/64, art. 38, § 4°)''.

Alternativa "a": a testemunha ou indiciado,


02. (Cespe - Promotor de Justiça - T0/2012) Assinale quando convocado, não é obrigado a responder às
a opção correta com referência às CPls. perguntas que possam incriminá-lo, em razão do seu
direito constitucional ao silêncio e a não autoincrimina-
a) A testemunha ou indiciado, quando convocado,
ção. Entretanto, tanto o indiciado quanto a testemu-
não é obrigado a comparecer à CPI e não precisa
nha tem o dever de comparecer à CPI.
responder às perguntas que possam incriminá-lo,
em razão do seu direito constitucional ao silêncio e Alternativa "c": as CPls não podem impor sanções
a não autoincriminação. aos investigados, pois tem apenas os poderes de inves-
tigação próprios das autoridades judiciais (art. 58, § 3°,
b) O princípio da colegialidade traduz diretriz de fun-
da CF). As conclusões dos trabalhos devem ser encami-
damental importância na regência das deliberações
nhadas ao Ministério Público para eventuais providên-
tomadas por qualquer CPI, notadamente quando
cias que busquem a imposição de penalidades.
esta, no desempenho de sua competência investi-
gatória, ordena a adoção de medidas restritivas de Alternativa "d": não é vedada a ampliação da
direitos, como aquelas que impliquem a revelação atuação de CPI para além da finalidade para a qual ela
das operações financeiras ativas e passivas de qual- tenha sido criada. Segundo o STF, fatos inicialmente
quer pessoa. imprevistos podem ser acrescidos a uma CPI que esteja
em funcionamento (HC 71.039, julgado em 1996).
c) Por constituírem exercício da função político-ad-
ministrativa do Poder Legislativo, as CPls, mediante Alternativa "e": de acordo com o STF, "o sigilo
decisões fundamentadas, podem impor sanções bancário, o sigilo fiscal e o sigilo telefônico (sigilo
administrativas aos infratores. este que incide sobre os dados/registros telefõni-
778 Paulo Lépore

cos e que não se identifica com a inviolabilidade e) Apenas 1é correta.


das comunicações telefônicas) - ainda que represen -
tem projeções específicas do direito à intimidade, fun - COMENTARIOS
dado no art. 5°, X, da Carta Política - não se revelam
oponíveis, em nosso sistema jurídico, às comissões Alternativa correta: letra "c"
parlamentares de Inquérito, eis que o ato que lhes Assertiva "1": incorreta. De acordo com a juris-
decreta a quebra traduz natural derivação dos pode- prudência dominante do Supremo Tribunal Federal, a
res de investigação que foram conferidos, pela própria cláusula constitucional de equivalência com os poderes
CR, aos órgãos de investigação parlamentar. As CPls, instrutórios das autoridades judiciais não tem a exten-
no entanto, para decretarem, legitimamente, por auto- são de legitimar a possibilidade de busca e apreensão
ridade própria, a quebra do sigilo bancário, do sigilo domiciliar por CPI, por se tratar de ato sujeito ao princí-
fiscal e/ou do sigilo telefônico, relativamente a pessoas pio constitucional da reserva de jurisdição, ou seja, ato
por elas investigadas, devem demonstrar, a partir de cabível apenas aos membros do Poder Judiciário (CF,
meros indícios, a existência concreta de causa provável art. 5°, XI), mas legitima a quebra do sigilo telefônico.
que legitime a medida excepcional (ruptura da esfera Vale lembrar que CPI pode autorizar a quebra do sigilo
de intimidade de quem se acha sob investigação), j us- telefónico. O que ela não pode é autorizar a intercepta-
tificando a necessidade de sua efetivação no procedi- ção telefónica.
mento de ampla investigação dos fatos determinados
que deram causa à instauração do inquérito parlamen- Assertiva "li": incorreta. As CPl's serão criadas
tar, sem prejuízo de ulterior controle jurisdicional dos pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal, em
atos em referência (CF, art. 5°, XXXV). As deliberações de conjunto ou separadamente, mediante o requerimento
qualquer comissão parlamentar de inquérito, à seme- de, pelo menos, um terço de seus membros, mas não é
lhança do que também ocorre com as decisões judiciais necessário aprovação pela maioria absoluta da respec-
(RTJ 140/514), quando destituídas de motivação, mos- tiva Casa, de acordo com art. 58, § 3°, da CF.
tram-se irritas e despojadas de eficácia jurídica, pois Assertiva "Ili": incorreta. De acordo com a juris-
nenhuma medida restritiva de direitos pode ser ado- prudência dominante do Supremo Tribunal Federal,
tada pelo Poder Público, sem que o ato que a decreta admite-se a ampliação do objeto da investigação
seja adequadamente fundamentado pela autoridade durante o curso dos trabalhos da CPI, desde que essa
estatal." (MS 23.4S2, julgado em 1999 e relatado pelo ampliação tenha relação com o objeto da investigação.
Ministro Celso de Mel lo).

04. (MPE/GO- Promotor de Justiça - G0/2010) Ares-


03. (MPE/PB - Promotor de Justiça - PB/2010) Sobre peito das Comissões Parlamentares de Inquérito, leia as
as comissões parlamentares de inquérito (CPl's), consi- afirmativas abaixo e, em seguida, assinale a alternativa
dere as asserções imediatamente abaixo e, em seguida, correta:
assinale a alternativa que contenha o julgamento
devido sobre elas: 1. Poderão determinar, em decisão fundamentada e
motivada, a quebra do sigilo fiscal, bancário e de
1. De acordo com a jurisprudência dominante do dados.
Supremo Tribunal Federal, a cláusula constitucional
de equivalência com os poderes instrutórios das li. Poderão determinar, em decisão fundamentada e
autoridades judiciais não tem a extensão de legiti- motivada, diligência de busca domiciliar, quebra do
mar as possibilidades de busca e apreensão domici- sigilo das comunicações telefônicas e dar ordem de
liar e de quebra do sigilo telefônico ordenadas por prisão em caso de flagrante delito.
CPI. Ili. Após a conclusão dos trabalhos investigativos, o
li. As CPl's serão criadas pela Câmara dos Deputados relatório e a resolução que o aprovar serão enca-
e pelo Senado Federal, em conjunto ou separada- minhados ao chefe Ministério Público da União ou
mente, mediante o requerimento de, pelo menos, dos Estados, ou ainda às autoridades administra-
um terço de seus membros, aprovado pela maioria tivas ou judiciais com poder de decisão, conforme
absoluta da respectiva Casa. o caso, para a prática de atos de sua competência.
A autoridade a quem for encaminhada a resolução
Ili. De acordo com a jurisprudência dominante do informará ao remetente, no prazo de trinta dias, as
Supremo Tribunal Federal, interpretando o requi- providências adotadas ou a justificativa pela omis-
sito normativo-constitucional de fato determinado, são.
não se admite a ampliação do objeto da investiga-
ção durante o curso dos trabalhos da CPI. IV. O processo ou procedimento resultante do encami-
nhamento do relatório de Comissão Parlamentar de
a) Apenas 1e li são erradas. Inquérito e da resolução que o aprovou terá prio-
ridade sobre qualquer outro, exceto sobre aquele
b) Apenas 1e Ili são erradas.
relativo a pedido de habeas corpus, habeas data e
c) 1, li e Ili são erradas. mandado de segurança.

d) Apenas li e Ili são corretas. a) Apenas as afirmativas 1e li são verdadeiras.


Capítulo X - Separação dos Poderes 779

b) Apenas as afirmativas li e Ili são verdadeiras. b) as conclusões extraídas da investigação realizada


serão encaminhadas para o Ministério Público, para
c) Apenas as afirmativas Ili e IV são verdadeiras.
que promova a responsabilização civil ou criminal
d) Todas as afirmativas são verdadeiras. dos infratores.

COMENTARIOS c) a comissão poderá determinar o ingresso no domi-


cílio, durante o dia, ainda que sem o consentimento
O Nota do autor: essa questão exige do candidato do morador.
o conhecimento da Lei 10.001/00, que dispõe sobre a
prioridade nos procedimentos a serem adotados pelo d) pode a comissão parlamentar determinar a viola-
Ministério Público e por outros órgãos a respeito das ção do sigilo de correspondência e das comunica-
conclusões das comissões parlamentares de inquérito. ções telegráficas.

Alternativa correta: letra "c" e) a comissão parlamentar poderá impedir que o


investigado seja assistido por advogado quando de
Assertiva "1": incorreta. As CPl's poderão deter-
sua oitiva.
minar, em decisão fundamentada e motivada, a quebra
do sigilo fiscal, bancário e de dados telefônicos. No
COMENTÁRIOS
conceito de dados incluem-se os registros telefônicos
pretéritos, mas não o sigilo da comunicação telefô-
Alternativa correta: letra "b": a alternativa está de
nica (interceptação telefônica), que, segundo o STF, se
acordo com o que prevê o§ 3° do art. 58 da CF.
encontra dentro da reserva jurisdicional.
Alternativa "a": a redação do § 3º do art. 58 é clara
Assertiva "li": incorreta. As CPl's não poderão
no que tange ao prazo, que deve ser determinado.
determinar, ainda que em decisão fundamentada e
motivada, diligência de busca domiciliar e quebra do Alternativa "c": a busca e apreensão, em residên-
sigilo das comunicações telefônicas por se tratar de ato cias, sem o consentimento do morador, não faz parte
sujeito ao princípio constitucional da reserva de juris- das competências das CPls.
dição, mas poderão dar ordem de prisão em caso de
flagrante delito. Alternativa "d": mais uma questão que está fora
das competências das CPls, cabendo ao Poder Judiciário
Assertiva "IW: correta . Após a conclusão dos
deferir tal medida.
trabalhos investigativos, o relatório e a resolução que
o aprovar serão encaminhados ao chefe Ministério Alternativa "e": de forma alguma o acusado pode
Público da União ou dos Estados, ou ainda às autorida- ser impedido de ser assistido por advogado em sua
des administrativas ou judiciais com poder de decisão, oitiva, cabendo nas CPls o direito a ampla defesa.
conforme o caso, para a prática de atos de sua compe-
tência (art. 1° da Lei 10.001 / 2000). A autoridade a quem
02. (Delegado de Polícia - RN/ 2008 - CESPEJ À luz
for encaminhada a resolução informará ao remetente,
do direito constitucional e da jurisprudência do STF,
no prazo de trinta dias, as providências adotadas ou a
assinale a opção correta.
justificativa pela omissão (art. 2° da Lei 10.001/2000).

Assertiva "IV": correta. O processo ou procedi- a) Desde que previsto expressamente na constituição
mento resultante do encaminhamento do relatório estadual, é possível a garantia de foro especial por
de Comissão Parlamentar de Inquérito e da resolução prerrogativa de função a delegados de polícia civil.
que o aprovou terá prioridade sobre qualquer outro,
b) É admissível a interposição de recursos por enti-
exceto sobre aquele relativo a pedido de habeas cor-
dade que tenha figurado na qualidade de amicus
pus, habeas data e mandado de segurança (art. 3° da Lei curiae nos processos objetivos de controle de cons-
10.001/2000).
titucionalidade.

e) É de competência exclusiva da União legislar sobre


* DELECiADO DE POÚCIA CIVIL produção e consumo, razão pela qual contraria a CF
lei estadual que proíba o uso de amianto nos limites
territoriais do respectivo estado-membro.
01. (Delegado de Polícia - RO/ 2009 - FUNCAB) As
comissões parlamentares de inquérito, que terão pode- d) Apesar de possuir amplos poderes investigatórios,
res de investigação próprios de autoridades judiciais, CPI não pode indiciar juízes por fatos relativos à
além de outros previstos nos Regimentos das respecti- atividade tipicamente jurisdicional, que é absoluta-
vas Casas, estão previstas na Constituição da República mente imune à investigação realizada por CPI.
em seu Artigo 58, § 3º. Em relação ao tema, pode-se afir-
e) Para que se evite desrespeito indireto a suas deci-
mar que:
sões, o STF firmou jurisprudência no sentido de que
a) a comissão parlamentar deve ser instaurada por a revogação superveniente do ato estatal impug-
fato determinado, podendo ser indeterminado o nado não provoca a extinção do processo de fiscali-
prazo de sua duração. zação abstrata de constitucionalidade.
780 Paulo Lépore

COMENTÁRIOS COMENTA RIOS

Alternativa correta: letra "d": segundo entendi- Alternativa correta: letra "b": as CPls possuem
mento do STF, exarado no Informativo 417, "ofende o poderes de investigação próprios das autoridades judi-
princípio constitucional da separação e independência ciais, conforme art. 58, § 3º, da CF.
dos poderes (CF, art. 2°) a intimação de magistrado para
Alternativa "a": a inauguração da sessão legisla-
prestar esclarecimentos perante comissão parlamentar
tiva será realizada pela Câmara dos Deputados e pelo
de inquérito sobre ato jurisdicional praticado. Com base
Senado Federal, em sessão conjunta (art. 57, § 3º, 1, da
nesse entendimento, o Tribunal deferiu habeas corpus
CF).
impetrado contra o requerimento de convocação de
magistrada federal para prestar depoimento perante a Alternativa "c": a Câmara dos Deputados e o
CPI dos Bingos instaurada pelo Senado Federal, a fim Senado Federal reunir-se-ão em sessão conjunta
de esclarecer as razões pelas quais concedera limina- para regular a criação de serviços comuns às duas
res em favor de determinada empresa, as quais teriam Casas, segundo art. 57, § 3º, li, da CF.
acarretado prejuízos consideráveis à Caixa Econômica Alternativa "d": a Câmara dos Deputados e o
Federal - CEF. Precedente citado: HC 80089/ RJ (DJU
Senado Federal reunir-se-ão em sessão conjunta
de 29.9.2000). HC 86581/DF, rei. Min. Ellen Gracie,
para elaborar o regimento comum às duas Casas, de
23.2.2006. (HC-86581). acordo com art. 57, § 3º, li, da CF.
Alternativa "a": a previsão de foro especial por
Alternativa "e": a Câmara dos Deputados e o
prerrogativa de função aos Delegados de Polícia nas
Senado Federal reunir-se-ão em sessão conjunta
Constituições estaduais é, de acordo com o julgamento
para conhecer do veto e sobre ele deliberar, nos termos
da ADI 2587-GO, inconstitucional.
do art. 57, § 3º, IV da CF.
Alternativa "b": segundo entendimento do STF,
entidades que participam na qualidade de amici curiae
dos processos objetivos de controle de constitucionali-
dade, não possuem legitimidade para recorrer, ainda
* ANALISTA E TÉCNICO DO MPU
que aportem aos autos informações relevantes ou dados
técnicos. Decisões monocráticas no mesmo sentido. ADI 01. (ESAF - Analista Processual - MPU/2004) Uma
2.591-ED, Rei. Min. Eros Grau, julgamento em 14-12-06, Comissão Parlamentar de Inquérito instaurada no plano
DJ de 13-4-07. federal não pode
Alternativa "c": tal competência é concorrente, de a) quebrar sigilo telefônico de investigado.
acordo com o inciso V do art. 24 da CF.
b) investigar ato administrativo algum de integrante
Alternativa "e": de acordo com o entendimento
do Judiciário.
do STF "a revogação superveniente do ato estatal
impugnado faz instaurar situação de prejudicialidade c) quebrar sigilo bancário de investigado.
que provoca a extinção anômala do processo de fis- d) anular ato do Executivo praticado de modo com-
calização abstrata de constitucionalidade, eis que a provadamente contrário à moral e ao direito.
ab-rogação do diploma normativo questionado opera,
quanto a ele, a sua exclusão do sistema de direito e) convocar integrante do Ministério Público para
positivo, causando, desse modo, a perda ulterior de depor.
objeto da própria ação direta, independentemente
da ocorrência, ou não, de efeitos residuais concretos." COMENTA RIOS
(RTJ 195/752-754, 754, Rei. Min. Celso de Mello). Alternativa correta: letra "d": uma CPI instaurada
no plano federal não pode anular ato do Executivo pra-
ticado de modo comprovadamente contrário à moral e
* ANALISTA E TÉCNICO DE TRF E TRE ao direito, pois esta competência não lhe pertence. A
competência da CPI termina com a realização das inves-
tigações e elaboração de um relatório final que, se for o
01. (Analista Judiciário - Area Judiciária TRE/AL
caso, será encaminhado ao Ministério Público para que
2010 - FCC) i; correto afirmar que as comissões parla-
promova a responsabilidade civil ou criminal dos infra-
mentares de inquérito possuem, dentre outros, poderes
tores (art. 58, § 3º, da CF).
de
Alternativa "a": CPI pode quebrar sigilo telefônico
a) inaugurar a sessão legislativa.
para ter acesso aos registros pretéritos do investigado,
b) investigação próprios das autoridades judiciais. como ligações feitas e recebidas. O que a CPI não pode
fazer é interceptação telefônica, cabível apenas ao Judi-
c) regular a criação de serviços comuns da Câmara dos
ciário.
Deputados.
Alternativa "b": CPI pode investigar ato adminis-
d) elaborar o regimento comum do Senado Federal.
trativo, mas não jurisdicional, de integrante do Judici-
e) conhecer do veto e sobre ele deliberar. ário.
Capítulo X - Separação dos Poderes 781

Alternativa "e": CPI pode quebrar sigilo bancário


de investigado, de modo que terá acesso a seus extratos
* PROCURADOR DO ESTADO
bancários, por exemplo.

Alternativa "e": CPI pode convocar integrante do 01. (FCC - Procurador do Estado - SP/ 2011) Depu-
Ministério Público para depor. tado Federal, integrante da Comissão de Transportes
da Câmara, é submetido a processo administrativo sob
a acusação de haver praticado ato incompatível com o

* AUDfTOR DA RECEfTA FEDERAL


decoro parlamentar, ao residir em apartamento custe-
ado por entidade representativa de empresas transpor-
tadoras. Antes do encerramento da instrução probató-
ria, o parlamentar apresenta à Mesa da Câmara pedido
01. (ESAF - AFRFB - 2012) O presidente, o vice-pre-
de renúncia, que, entretanto, não impediu o colegiado
sidente e o relator de uma Comissão Parlamentar de
processante de decretar-lhe a perda de mandato por
Inquérito, após minuciosa análise de documentos refe-
quebra de decoro, pelo voto da maioria absoluta de
rentes a um dos investigados, decidiram, por unani-
seus membros. Esse ato punitivo é:
midade, determinar, com a finalidade de aprofundar a
investigação, a quebra do sigilo bancário e fiscal desse a) contrário à Constituição, por implicar usurpação de
investigado. A decisão unânime e fundamentada dos competência do plenário da Câmara dos Deputa-
três integrantes da Comissão é dos.

a) legal somente no que diz respeito ao sigilo bancá- b) conforme a Constituição, pois, nesse caso, a renún-
rio. cia fica sujeita a condição suspensiva, só produ-
zindo efeitos se a decisão final não concluir pela
b) ilegal porque as decisões de CPI têm que ser toma-
perda de mandato.
das pela maioria dos seus membros, considerando
o caráter colegiado da Comissão, especialmente c) contrário à Constituição, pois o ato apontado
quando importem em quebra de sigilo bancário e como incompatível com o decoro parlamentar não
fiscal. está previsto, como tal, no Regimento Interno da
Câmara.
c) legal, considerando que a decisão foi unânime e
fundamentada, além do que a Constituição auto- d) contrário à Constituição, pois a renúncia consubs-
riza esse tipo de procedimento. tancia manifestação unilateral de vontade, produ-
zindo efeitos de imediato.
d) ilegal porque CPI não tem competência para deter-
minar quebra de sigilo bancário e fiscal. e) conforme à Constituição, por se tratar de mera
declaração de perda de mandato, não estando
e) ilegal porque, em se tratando de ato de CPI, relativo
sujeita à reserva de plenário.
à quebra de sigilo, tem que ser aprovada também
pelo Presidente do Congresso Nacional.
COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS Alternativa correta: letra "a" (responde todas


as demais alternativas): o ato punitivo é contrário à
Alternativa "b": correta (responde a todas as
Constituição, pois implica usurpação de competên-
alternativas): a decisão unânime de Presidente, Vice-
cia do plenário da Câmara dos Deputados, único legi-
-Presidente e Relator de uma CPI é ilegal porque as deci-
timado a punir o Deputado com a perda do mandato
sões de CPI têm que ser tomadas pela maioria dos seus
nessa circunstância, conforme art. 55, § 2°, da CF
membros, considerando o caráter colegiado da Comis-
são (e não apenas desses três membros), especialmente
quando importem em quebra de sigilo bancário e fiscal, 02. (FCC - Procurador do Estado - AM I 2010) O
nos termos do que dispõe o art. 56, § 2°, do Regimento Deputado Federal ou Senador pego em flagrante
Interno da Câmara dos Deputados e artigos 108 e 109 durante prática de crime
do Regimento Interno do Senado Federal.
a) poderá ter sua prisão decretada, independente-
mente de o crime ser inafiançável ou não.

X.1.1.4. IMUNIDADES, b) poderá ter sua prisão decretada, apenas se o crime


for inafiançável.
PRERROGATIVAS, IMPEDIMENTOS/
c) não poderá ser denunciado judicialmente, salvo
INCOMPATIBILIDADES EPERDA DE mediante prévia autorização da Casa legislativa res-
pectiva.
MANDATO DOS PARLAMENTARES
d) poderá ser denunciado judicialmente ao Superior
• CF, arts.53 a 56 Tribunal de Justiça, independentemente de autori-
zação da Casa legislativa respectiva.
782 Paulo Lépore

e) somente poderá perder o cargo em razão do crime, a) Desde a expedição do diploma, os membros do
por decisão judicial transitada em julgado, inde- Congresso Nacional não poderão ser presos - salvo
pendentemente de manifestação da Casa legisla- em flagrante de crime inafiançável - nem processa-
tiva respectiva . dos criminalmente, sem prévia licença de sua Casa.

b) A inviolabilidade parlamentar prevista na CF refe-


COMENTÁRIOS
re-se apenas ao campo penal, não abrangendo a
Alternativa correta: letra "b": o Deputado Federal inviolabilidade civil.
ou Senador pego em flagrante durante prática de crime
c) Para que o presidente da República e os governado-
poderá ter sua prisão decretada, apenas se o crime for
res sejam processados criminalmente, não é neces-
inafiançável (art. 53, § 2°, da CF).
sária licença prévia da respectiva casa legislativa.
Alternativa "a": vide comentários à letra "b".
d) A imunidade processual impede que os parlamen-
Alternativa "c": poderá ser denunciado judicial- tares sejam investigados sem prévia licença da res-
mente, independentemente de prévia autorização da pectiva casa legislativa.
Casa legislativa respectiva (art. 53, § 3°, da CF).
e) Como não é um direito pessoal, mas uma garantia
Alternativa "d": poderá ser denunciado judicial- funcional e institucional, a inviolabilidade penal do
mente ao Supremo Tribunal Federal, independente- parlamentar é irrenunciável.
mente de autorização da Casa legislativa respectiva (art.
53, § 3°, da CF). COMENTÁRIOS

Alternativa "e": conforme leciona o art. 55, § 1°, Alternativa correta: letra "e": como não é um
da CF, a perda do cargo em razão de crime, por decisão direito pessoal, mas uma garantia funcional e institucio-
judicial transitada em julgado, dependerá de decisão nal, a inviolabilidade penal do parlamentar é irrenunciá-
da Câmara dos Deputados ou do Senado Federal, por vel. A imunidade decorre da função exercida, em não da
voto secreto e ma ioria absoluta, mediante provocaçâo pessoa do parlamentar.
da respectiva Mesa ou de partido político representado
no Congresso Nacional, assegurada ampla defesa. Alternativa "a": desde a expedição do diploma, os
membros do Congresso Nacional não poderão ser pre-
sos, salvo em flagrante de crime inafiançável. conforme
03. (Cespe - Procurador do Estado - PE / 2009) José, art. 53, § 2°, da CF, o que independe de licença de sua
candidato a deputado federal pelo estado de Pernam- respectiva Casa. Para que um parlamentar seja proces-
buco, registrou sua candidatura no dia 2 de julho. A elei- sado também não há necessidade de licença da Casa
ção ocorreu no dia 3 de outubro, e o resultado que o a que pertença.
declarou eleito foi divulgado no dia 6 de outubro. José
foi diplomado pelo TRE do Estado de Pernambuco no Alternativa "b": a inviolabilidade parlamentar pre-
dia 17 de dezembro e tomou posse no cargo de depu- vista na CF refere-se ao campo penal e civil, segundo
tado federal no dia 2 de fevereiro do ano seguinte. art. 53, caput, da CF.

No caso hipotético apresentado acima, a imuni- Alternativa "c": para que o presidente da Repú-
dade formal de José deve ser contada a partir blica e os governadores sejam processados criminal-
mente, não é necessária licença prévia da respectiva
a) do registro de sua candidatura, no dia 2 de julho. casa legislativa.
b) do dia da eleição, no dia 3 de outubro. Alternativa "d": a imunidade processual dos par-
c) do dia da divulgação do resultado das eleições, no lamentares refere-se à prisão e ao processo a ser instau-
qual foi declarado eleito, no dia 6 de outubro. rado contra eles e não impede que os parlamentares
sejam investigados sem prévia licença da respectiva
d) da diplomação, no dia 17 de dezembro. casa legislativa, uma vez que tal licença é desnecessária.
e) da data da posse, no dia 2 de fevereiro do ano
seguinte.

COMENTÁRIOS
* PROCURADOR DO MUNICÍPIO

Alternativa correta: letra "d" (responde todas as 01. (Procurador do Municlpio - Prefeitura Reclfe-
demais alternativas): a imunidade formal de José deve ·PE/2008 - FCC) A imunidade constitucional garantida
ser contada a partir da diplomação, no dia 17 de dezem - aos Deputados Federais e Senadores em razão de suas
bro. É o que está disciplinado no art. 53, § 2°, da CF. opiniões, palavras e votos

a) aplica-se aos atos praticados em razão do mandato,


04. (Cespe - Procurador do Estado - PI/ 2008) A res-
ainda que exercidos fora do recinto da própria Casa
peito das prerrogativas do presidente da República, dos
legislativa.
governadores e dos parlamentares, conforme previ sto
na CF, assinale a opção correta . b) aplica-se somente em matéria processual.
Capítulo X - Separação dos Poderes 783

c) impede que o parlamentar seja preso em flagrante c) decidida pela Casa respectiva, e não apenas decla-
de crime, ainda que este seja inafiançável. rada pela Mesa do Senado Federal ou da Camara
dos Deputados, na hipótese de perda ou suspensa o
d) aplica-se somente em matéria penal.
dos direitos políticos.
e) impede que os parlamentares sejam sancionados d) decidida pela Casa respectiva, e não apenas decla-
pela própria Casa legislativa a que pertencem, rada pela Mesa da Câmara dos Deputados ou do
mesmo que haja abuso dessa prerrogativa consti- Senado Federal, quando houver condenação crimi-
tucional. nal transitada em julgado.

COMENTARIOS e) declarada pela Justiça Eleitoral, e não pela Mesa


da respectiva Casa, no caso de excesso de faltas do
Alternativa correta: letra "a": segundo o artigo 53 parlamentar às sessões ordinárias.
da Constituição Federal, os Deputados e Senadores são
invioláveis, civil e penalmente, por quaisquer de suas COMENTARIOS
opiniões, palavras e votos, inclusive quando estes atos
Alternativa correta: letra "d" (responde a todas
forem exercidos fora do recinto do Congresso Nacional.
as alternativas): o artigo 55, § 2°, da Constituição Fede-
Neste sentido, em relação aos vereadores, a imunidade
ral, diz que a perda do mandato dos deputados federais
restringe-se aos limites da circunscrição de seu Municí-
e senadores será decidida pela Câmara dos Deputados
pio, sempre no exercício do mandato.
ou pelo Senado Federal, por voto secreto e maioria
Alternativa "b": o caput do artigo 53 da CF refe- absoluta, mediante provocação da respectiva Mesa ou
re-se à imunidade material, ao passo que seu § 2°, dis- de partido político representado no Congresso Nacio-
pondo sobre a imunidade processual, determina que, nal, assegurada ampla defesa.
desde a expedição do diploma, os membros do Con-
gresso Nacional não poderão ser presos, salvo em fla-
grante de crime inafiançável. Nesse caso, os autos serão
remetidos dentro de vinte e quatro horas à Casa respec-
* DEFENSOR PÚBLICO ESTADUAL

tiva, para que, pelo voto da maioria de seus membros,


resolva sobre a prisão 01. (UFPR - Defensor Público - PR/2014) No que se
refere ao Estatuto dos Congressistas, bem como à orga-
Alternativa "c": a assertiva está incorreta, já que
nização e funcionamento do Poder Legislativo, é cor-
o artigo 53 da CF, em seu § 2°, dispondo sobre a imu- reto afirmar:
nidade processual, determina que, desde a expedição
do diploma, os membros do Congresso Nacional não a) a perda de mandato de Deputado Federal, em caso
poderão ser presos, salvo em flagrante de crime ina- de quebra do decoro parlamentar, será decidida
fiançável. Alternativa "d": o artigo 53 da CF determina pela Câmara dos Deputados, por voto secreto e
que os Deputados e Senadores são invioláveis, civil e maioria absoluta, mediante provocação da respec-
penalmente, por quaisquer de suas opiniões, palavras e tiva Mesa ou de partido político representado no
votos, inclusive quando estes atos forem exercidos fora Congresso Nacional, assegurada ampla defesa.
do recinto do Congresso Nacional. b) os membros do Congresso Nacional não poderão
Alternativa "e": Não há vedação à sanção pela ser presos, salvo em flagrante de crime inafiançá-
própria Casa Legislativa. Exemplo disso é o artigo 55 vel. Nesse caso, os autos serão remetidos dentro
da CF, que em seu § 2°, estabelece que, nos casos dos de vinte e quatro horas à Casa respectiva, para que,
incisos 1, li e VI, a perda do mandato será decidida pela pelo voto da maioria de seus membros, resolva
Câmara dos Deputados ou pelo Senado Federal, por sobre a prisão. Além disso, os membros do Con-
voto secreto e maioria absoluta, mediante provocação gresso Nacional não são obrigados a testemunhar
da respectiva Mesa ou de partido político representado sobre informações recebidas ou prestadas em razão
no Congresso Nacional, assegurada ampla defesa. do exercício do mandato, nem sobre as pessoas que
lhes confiaram ou deles receberam informações.

02. (Procurador do Município - Prefeitura Salva- c) os Deputados Federais, os Deputados Distritais


dor-BA/2006 - FCC) A perda do mandato de Deputado e os Deputados Estaduais possuem imunidades
Federal e de Senador será constitucionais formais e materiais, enquanto que
os vereadores somente possuem imunidades mate-
a) decidida pelo Congresso Nacional, e não apenas riais circunscritas ao território do respectivo Muni-
declarada por sua Mesa, quando o parlamentar cípio. A Constituição Federal dispõe que os Depu-
infringir qualquer das proibições constitucionais ao tados Federais e Senadores, desde a expedição do
exercício do mandato. diploma, serão processados e julgados criminal-
mente perante o Supremo Tribunal Federal.
b) decidida pelo Congresso Nacional, e não apenas
declarada por sua Mesa, quando houver prática d) com a vacância do cargo de Senador será con-
de procedimento declarado incompatível com o vocado o suplente, porém, se ocorrer vaga, e não
decoro parlamentar. existindo suplente, será necessária a realização de
784 Paulo Lépore

nova eleição para o preenchimento do cargo, salvo CF). Portanto, apenas ocorrerá eleição para preencher
se faltarem mais de quinze meses para o término do a vaga, quando faltar mais de quinze meses para o tér-
mandato. mino.
e) na sessão legislativa ordinária, o Congresso Nacio- Alternativa "e": na sessão legislativa extraordi-
nal somente deliberará sobre a matéria para a qual nária (e não ordinária), o Congresso Nacional somente
foi convocado, ressalvada a hipótese de medida deliberará sobre a matéria para a qual foi convocado,
provisória em vigor na data de convocação da reu- ressalvada a hipótese de medida provisória em vigor
nião, que será automaticamente colocada na pauta, na data de convocação da reunião, que será automa-
vedado pagamento de parcela indenizatória em ticamente colocada na pauta, vedado pagamento de
razão da convocação. parcela indenizatória em razão da convocação (art. 57,
§ 7°, da CF).
COMENTARIOS

Alternativa correta: letra "c": os Deputados Fede- 02. (Cespe - Defensor Público - AL/ 2009) A respeito
rais, Estaduais e Distritais possuem imunidade formal e da organização dos poderes no Estado, julgue os pró-
material. A imunidade formal (que garante regras espe- ximos itens.
ciais para a prisão e o processo de Parlamentar) não se 1. A CF não atribuiu a imunidade formal ao parlamen-
aplica aos Vereadores por falta de expressa previsão no tar municipal e não a reconheceu, ao parlamentar
Texto Constitucional. Contudo, os Vereadores gozam estadual, quanto aos crimes praticados antes da
de imunidade material (inviolabilidade) relativa às suas diplomação.
opiniões, palavras e votos, no exercício do mandato e
na circunscrição (limites territoriais) do Município a que li. A CF, ao conferir autonomia aos estados-membros,
estejam vinculados. Ainda, conforme artigo 53, § 1º, da impõe a observância obrigatória de princípios rela-
CF, a os Deputados Federais e Senadores, desde a expe- cionados ao processo legislativo, de modo que o
dição do diploma, serão processados e julgados crimi- legislador estadual não pode validamente dispor
nalmente perante o Supremo Tribunal Federal. sobre as matérias reservadas à iniciativa do chefe
do Poder Executivo.
Alternativa "a": perderá o mandato o Deputado
ou Senador cujo procedimento for declarado incompa- Ili. De acordo com o entendimento do STF, é inconsti-
tível com o decoro parlamentar. Neste caso, a perda do tucional lei editada pelo estado-membro que prevê
mandato será decidida pela Câmara dos Deputados ou a vinculação da DPE a determinada secretaria de
pelo Senado Federal, por maioria absoluta, mediante estado.
provocação da respectiva Mesa ou de partido polí- IV. Compete privativamente ao MP promover o inqué-
tico representado no Congresso Nacional, assegurada rito civil e a ação civil pública, para a proteção do
ampla defesa. Portanto, não se exige votação secreta patrimônio público e social, do meio ambiente e de
na hipótese elencada. Ressalta-se que isso ocorreu por interesses difusos e coletivos.
conta da Emenda Constitucional n° 76/2013, que aboliu
a votação secreta nos casos de perda de mandato de COMENTÁRIOS
Deputado ou Senador.
Item 1, verdadeiro. A imunidade formai foi con-
Alternativa "b": desde a expedição do diploma,
cedida apenas a Deputados Federais e Senadores,
os membros do Congresso Nacional não poderão ser
bem como a Deputados Estaduais (art. 27, § 1°, da CF),
presos, salvo em flagrante de crime inafiançável. Nesse
de modo que os Vereadores têm somente imunidade
caso, os autos serão remetidos dentro de vinte e quatro
material (art. 29, VIII, da CF). Além disso, a CF conferiu
horas à Casa respectiva, para que, pelo voto da maioria
imunidade formal apenas para os crimes praticados
de seus membros, resolva sobre a prisão (art. 53, § 2°,
após a diplomação do parlamentar, nos termos do art.
da CF). Além disso, os membros do Congresso Nacional
53, §§ 1° e 2°, da CF.
não são obrigados a testemunhar sobre informações
recebidas ou prestadas em razão do exercício do man - Item li, verdadeiro. O legislador estadual não pode
dato, nem sobre as pessoas que lhes confiaram ou deles tratar de matérias de iniciativa do chefe do Executivo,
receberam informações (art. 53, § 6°, da CF). Portanto, elencadas no art. 61, § 1°, da CF. Caso o processo legis-
conforme consta da Carta Maior, apenas quando da lativo em relação a essas matérias fosse desencadeado
expedição do diploma que os membros do Congresso por parlamentar, estaria ele usurpando a competência
Nacional não poderão ser presos, salvo em flagrante de do chefe do Executivo.
crime inafiançável.
Item Ili, verdadeiro. Nesse sentido: "A EC 45/04
Alternativa "d": cada Senador será eleito com dois outorgou expressamente autonomia funcional e admi-
suplentes (art. 46, § 3°, da CF). O suplente será convo- nistrativa às defensorias públicas estaduais, além da
cado nos casos de vaga, de investidura em funções pre- iniciativa para a propositura de seus orçamentos (art.
vistas no art. 56 ou de licença superior a cento e vinte 134, § 2°): donde, ser inconstitucional a norma local que
dias. Ocorrendo vaga e não havendo suplente, far-se-á estabelece a vinculação da Defensoria Pública a Secre-
eleição para preenchê-la se faltarem mais de quinze taria de Estado". (ADI 3569, relator Ministro Sepúlveda
meses para o término do mandato (art. 56, § 2°, da Pertence, julgada em 2007).
Capítulo X- Separação dos Poderes 785
································ ······························· ···················· ··········· ··· ···· ······· ······ ·········· ···· ··
Item IV, falso. Promover o inquérito civil é ato de defesa, não haverá suspensão das imunidades par-
exclusivo do MP, mas não lhe cabe privativamente pro- lamentares.
mover a ação civil pública, pois há outros legitimados Assertiva li: está correta. De acordo com ao Súmula
previstos nas Lei 7.347/85 (Lei de Ação Civil Pública). 245, do STF, a imunidade parlamentar não se estende ao
Ademais, o§ 1° do art. 129 da CF preceitua que "a legiti- corréu sem essa prerrogativa.
mação do Ministério Público para as ações civis previs-
tas neste artigo não impede a de terceiros, nas mesmas Assertiva Ili: está incorreta. As comissões parla-
hipóteses, segundo o disposto nesta Constituição e na mentares de inquérito, que terão poderes de investiga-
lei". ção próprios das autoridades judiciais (e não policiais),
além de outros previstos nos regimentos das respecti-
vas Casas, serão criadas pela Câmara dos Deputados e
* JUIZ DE D/REfT"O
pelo Senado Federal, em conjunto ou separadamente,
mediante requerimento de um terço de seus membros,
para a apuração de fato determinado e por prazo certo,
01. (PUC - PR - Juiz de Direito - PR/2014) Considere sendo suas conclusões, se for o caso, encaminhadas ao
as seguintes alternativas: Ministério Público, para que promova a responsabili-
dade civil ou criminal dos infratores (art. 58, § 3°, da CF).
1. as imunidades de Deputados ou Senadores sub-
sistirão durante o estado de defesa, só podendo Assertiva IV: está correta. O Congresso Nacional
ser suspensas mediante o voto de dois terços dos e suas Casas terão comissões permanentes e tempo-
membros da Casa respectiva, nos casos de atos pra- rárias, constituídas na forma e com as atribuições pre-
ticados fora do recinto do Congresso Nacional, que vistas no respectivo regimento ou no ato de que resul-
sejam incompatíveis com a execução da medida. tar sua criação, conforme estabelecido no artigo 58,
"caput", da CF. Por sua vez, o§ 2°, de aludido dispositivo
li. a imunidade parlamentar não se estende ao corréu Constitucional dispõe que às comissões, em razão da
sem essa prerrogativa.'' matéria de sua competência, cabe: 1- discutir e votar
Ili. as comissões parlamentares de inquérito, que terão projeto de lei que dispensar, na forma do regimento, a
poderes de investigação próprios das autoridades competência do Plenário, salvo se houver recurso de
policiais, além de outros previstos nos regimentos um décimo dos membros da Casa; li - realizar audiên-
das respectivas Casas, serão criadas pela Câmara cias públicas com entidades da sociedade civil; Ili - con-
dos Deputados e pelo Senado Federal, em conjunto vocar Ministros de Estado para prestar informações
ou separadamente, mediante requerimento de um sobre assuntos inerentes a suas atribuições; IV -
terço de seus membros, para a apuração de fato receber petições, reclamações, representações ou quei-
determinado e por prazo certo, sendo suas con- xas de qualquer pessoa contra atos ou omissões das
clusões, se for o caso, encaminhadas ao Ministério autoridades ou entidades públicas; V - solicitar depoi-
Público, para que promova a responsabilidade civil mento de qualquer autoridade ou cidadão; VI - apreciar
ou criminal dos infratores. programas de obras, planos nacionais, regionais e seto-
riais de desenvolvimento e sobre eles emitir parecer.
IV. às comissões, permanentes ou temporárias do Con-
gresso Nacional, em razão da matéria de sua com-
petência, cabe convocar Ministros de Estado para 02. (FCC - Juiz de Direito - AP/2014) Féres, Deputado
prestar informações sobre assuntos inerentes a suas Federal, foi preso em flagrante pela prática de ato que
atribuições; configura crime de racismo. Considerando a disciplina
das imunidades parlamentares na Constituição da
Assinale a alternativa CORRETA. República, Féres
a) somente a li está correta. a) poderia ter sido preso, uma vez que racismo cons-
b) somente a li e a IV estão corretas. tituiu crime inafiançável, devendo os autos, nesse
caso, ser remetidos dentro de 24 horas à Câmara
c) somente a 1 e a li estão corretas. dos Deputados para que, pelo voto da maioria de
d) somente a Ili e a IV estão corretas. seus membros, resolva sobre a prisão.
b) não poderia ter sido preso, pois os membros do
COMENTA RIOS Congresso Nacional possuem imunidade formal
desde a expedição do diploma.
Alternativa correta: letra ub": somente a li e a IV
estão corretas. c) poderia ter sido preso, uma vez que racismo cons-
titui crime inafiançável, porém, pela natureza do
Assertiva 1: está incorreta. As imunidades de
crime, não terá direito a foro privilegiado, devendo
Deputados ou Senadores subsistirão durante o estado
ser submetido a julgamento perante o Juiz do local
de sítio (e não de defesa), só podendo ser suspensas
do crime.
mediante o voto de dois terços dos membros da Casa
respectiva, nos casos de atos praticados fora do recinto d) não poderá ser processado por crime de racismo
do Congresso Nacional, que sejam incompatíveis com porque os Deputados Federais são invioláveis, civil
a execução da medida (art. 53, § 8°, da CF). No estado e penalmente, por suas opiniões, palavras e votos.
786 Paulo Lépore
···················································· ·········· ··· ····································· ····· ······· ····· ··· ·· ··· ·· ·
e) poderá ser processado pelo Supremo Tribunal gresso Nacional não poderão ser presos, salvo em
Federal, o qual só receberá a denúncia contra o flagrante de crime inafiançável.
Deputado Federal mediante autorização de, no
Alternativa "e": Féres poderá ser processado pelo
mínimo, 2/3 dos membros da Câmara dos Deputa-
Supremo Tribunal Federal, o qual receberá a denúncia
dos.
contra o Deputado Federal independentemente de
autorização dos membros da Câmara dos Deputados.
COMENTA RIOS
Aliás, recebida a denúncia contra o Senador ou Depu-
Alternativa correta: letra "a": o artigo 5°, XLll, tado, por crime ocorrido após a diplomação, o Supremo
da CF estabelece que a prática do racismo constitui Tribunal Federal dará ciência à Casa respectiva, que, por
crime inafiançável e imprescritível, sujeito à pena de iniciativa de partido político nela representado e pelo
reclusão, nos termos da lei. Por seu turno, o artigo 53, voto da maioria de seus membros, poderá, até a deci-
§ 2°, da CF, estatui que desde a expedição do diploma, são final, sustar o andamento da ação (art. 53, § 3°, da
os membros do Congresso Nacional não poderão CF). Verifica-se, portanto, que a Casa do Parlamentar
ser presos, salvo em flagrante de crime inafiançá- processado poderá apenas sustar o andamento da ação,
vel. Nesse caso, os autos serão remetidos dentro de mas não autorizará o seu processamento. Contudo, vale
vinte e quatro horas à Casa respectiva, para que, pelo recordar que a redação original da CF (antes da altera-
voto da maioria de seus membros, resolva sobre a pri- ção pela EC nº 35/2001), estabelecia que os Parlamen-
são. Portanto, Féres poderia ter sido preso, uma vez que tares não seriam processados sem prévia licença de sua
racismo constituiu crime inafiançável, e os autos, nesse Casa, no entanto, essa regra foi superada com o advento
caso, remetidos dentro de 24 horas à Câmara dos Depu- da EC 35/2001.
tados para que, pelo voto da maioria de seus membros,
resolva sobre a prisão. 03. (Cespe - Juiz de Direito Substituto - MA/ 2013)
Assinale a opção correta no que se refere aos poderes
Alternativa "b": conforme cediço, os membros do
da República.
Congresso Nacional possuem imunidade formal, relati-
vizada, contudo, nos casos de prática de crimes inafian- a) Embora a CF estabeleça a competência privativa
çáveis. O artigo 53, § 2°, da CF estatui que desde a expe- dos tribunais de justiça para a escolha de seus
dição do diploma, os membros do Congresso Nacional órgãos diretivos, tal circunstância não reveste de
não poderão ser presos, salvo em flagrante de crime inconstitucionalidade lei estadual que admita a
inafiançável. Tendo em vista que o racismo constitui participação, na referida escolha, não somente de
crime inafiançável, pela dicção do artigo 5°, XLll, da CF, desembargadores, mas também de juízes vitalícios
Féres poderia ter sido preso. que atuem em primeiro grau de jurisdição.

Alternativa "c": poderia ter sido preso, uma vez b) De acordo com o entendimento do STF, o depu-
que racismo constitui crime inafiançável, e, ainda assim, tado ou senador que assumir o cargo de ministro
terá direito a foro privilegiado, devendo ser submetido de Estado estará sujeito à perda do mandato por
a julgamento perante o Supremo Tribunal Federal (art. quebra de decoro parlamentar caso pratique, na
53, § 1°, e 103, 1, "b", da CF). condição de Ministro, ato considerado indecoroso.

Alternativa "d": Féres poderá ser processado por c) De acordo com o estabelecido na CF, o Tribunal de
crime de racismo, independentemente se os Deputados Contas da União é órgão de natureza técnica que
Federais são invioláveis, civil e penalmente, por suas auxilia o Poder Legislativo na atividade de controle
opiniões, palavras e votos. Inicialmente, é importante e fiscalização, cujos ministros são detentores das
destacar que os crimes de racismo nem sempre serão mesmas garantias, impedimentos, vencimentos e
cometidos pela manifestação de opiniões, palavras ou vantagens conferidas aos parlamentares.
mesmo votos, ocorrendo com maior veemência em ati- d) A competência do presidente da República para
tudes segregacionistas (por exemplo, art. 3°, da Lei nº prover cargos públicos federais não pode ser dele-
7.716/89 - que define os crimes resultantes de precon- gada a ministro de Estado.
ceito de raça ou de cor: "Impedir ou obstar o acesso de
alguém, devidamente habilitado, a qualquer cargo da COMENTÁRIOS
Administração Direta ou Indireta, bem como das con-
cessionárias de serviços públicos"). Ainda, a imunidade Alternativa correta: "b": o entendimento do STF
material/inviolabilidade deve estar vinculada ao exer- sobre a questão se deu nos seguintes termos: "Trami-
cício do mandato, o que é presumido apenas quando tação e processamento de representação por quebra
no interior do recinto Parlamentar. Desse modo, fora de decoro parlamentar. Deputado federal licenciado
do recinto Parlamentar, a imunidade material apenas e investido no cargo de ministro de Estado. Liminar
incidirá quando as manifestações forem proferidas indeferida. (...) O membro do Congresso Nacional que
pelo desempenho do mandato e em razão dele, sendo se licencia do mandato para investir-se no cargo de
este o posicionamento adotado pelo STF (Informativo ministro de Estado não perde os laços que o unem,
nº 640). Ainda, vale recordar que a prática do racismo organicamente, ao Parlamento (CF, art. 56, 1). Conse-
constitui crime inafiançável e imprescritível e que, quentemente, continua a subsistir em seu favor a garan-
desde a expedição do diploma, os membros do Con- tia constitucional da prerrogativa de foro em matéria
Capítulo X - Separação dos Poderes 787

penal (lnq 777-3-QO/TO, Rei. Min. Moreira Alves, DJ de tiça (não aos parlamentares), conforme art. 73, § 3º, da
1°-10-1993), bem como a faculdade de optar pela remu- CF.
neração do mandato (CF, art. 56, § 3°). Da mesma forma,
Alternativa ud": nos termos do art. 84, parágrafo
ainda que licenciado, cumpre-lhe guardar estrita obser-
único, da CF, a competência do presidente da República
vância às vedações e incompatibilidades inerentes ao
para prover cargos públicos federais pode ser delegada
estatuto constitucional do congressista, assim como às
a Ministro de Estado.
exigências ético-jurídicas que a Constituição (CF, art. 55,
§ 1°) e os regimentos internos das casas legislativas estil-
belecem como elementos caracterizadores do decoro 04. (PUC- PR -Juiz de Direito Substituto - PR/ 2012)
parlamentar. Nâo obstante, o princípio da separação e Leia as alternativas abaixo e assinale a única CORRETA:
independência dos Poderes e os mecanismos de inter-
a) A súmula vinculante foi criada pela emenda cons-
ferência recíproca que lhe são inerentes impedem, em
titucional nº 45 e permite que o Supremo Tribunal
princípio, que a Câmara a que pertença o parlamentilr o
Federal, de ofício ou por provocação, mediante
submeta, quando licenciado nas condições supramen-
decisão da maioria de seus membros, após reitera-
cionadas, a processo de perda do mandato, em virtude
das decisões sobre matéria constitucional, defina
de atos por ele praticados que tenham estrita vincula-
como a matéria deve ser tratada por todos os
ção com a função exercida no Poder Executivo (CF, art.
demais órgãos do Poder Judiciário e pela adminis-
87, parágrafo único, I, li, Ili e IV), uma vez que a Consti-
tração pública direta na esfera federal.
tuição prevê modalidade específica de responsabiliza-
ção política para os membros do Poder Executivo (CF, b) Os membros do Congresso Nacional podem ser
arts. 85, 86 e 102, 1, c). Na hipótese dos autos, contudo, presos em flagrante de crime inafiançável e os
embora afastado do exercício do mandato parlamentar, autos devem ser remetidos em vinte e quatro horas
o impetrante foi acusado de haver usado de sua influ- à sua Casa para que a maioria resolva sobre a prisão.
ência para levantar fundos junto a bancos 'com a finali-
c) As medidas provisórias têm eficácia pelo prazo de
dade de pagar parlamentares para que, na Câmara dos
sessenta dias que podem ser prorrogados, uma
Deputados, votassem projetos em favor do Governo'
única vez, por igual prazo. Dentro deste prazo, se
(Representação 38/2005, formulada pelo PTB). Tal impu-
não apreciadas em quarenta e cinco dias na pri-
tação se adequa, em tese, ao que preceituado no art. 4°,
meira Casa, entram em regime de urgência. Sendo
IV, do Código de ~tica e Decoro Parlamentar da Câmara
remetidas à segunda Casa e, após a contagem do
dos Deputados que qualifica como suscetíveis de acar-
mesmo prazo de quarenta e cinco dias, se ainda
retar a perda do mandato os atos e procedimentos leva-
não apreciadas, novamente entrarão em regime de
dos a efeito no intuito de 'fraudar, por qualquer meio ou
urgência. Ao final, se aprovadas, com alteração de
forma, o regular andamento dos trabalhos legislativos
mérito ou não, serão promulgadas pelo Presidente
para alterar o resultado de deliberação'." (MS 25.579-
da Mesa do Congresso Nacional, o Presidente do
MC, Rei. p/ o ac. Min. Joaquim Barbosa, julgamento em
Senado.
19-10-2005, Plenário, DJ de 24-8-2007.)
d) A Advocacia Geral da União é órgão incluído entre
Alternativa "a": conforme já decidiu o STF, "O pro-
as funções essenciais da justiça, criado pela Cons-
cesso de escolha para os cargos de direção superior
tituição de 1988 para corrigir distorções existentes
nos tribunais judiciários e a definição das condições de
pelas competências dantes atribuídas ao Ministério
elegibilidade pertinentes aos seus membros vitalícios e,
Público. Os advogados da União têm competência
onde houver órgão especial, aos magistrados togados para atividades de assessoria e consultoria jurídica
que o integram constituem matérias que, por dizerem e de representação judicial e extrajudicial da União,
respeito à organização e ao funcionamento do Poder englobando seus diversos órgãos, em quaisquer
Judiciário, acham-se sujeitas, por efeito de reserva dos Poderes.
constitucional, ao domínio normativo de lei com-
plementar. Precedentes. A autonomia do Poder Judici- e) O Conselho Nacional de Justiça tem como atribui-
ário, que confere aos Tribunais a prerrogativa institucio- ções o controle da atuação administrativa e finan-
nal do autogoverno, não lhes permite veicular, livre- ceira do Poder Judiciário e do cumprimento dos
mente, em sede regimental, a disciplina normativa deveres funcionais dos juízes, mas não pode rece-
referente à eleição e à estipulação dos requisitos de ber e conhecer reclamações contra as serventias
elegibilidade para os cargos de sua administração auxiliares do Poder Judiciário, exceto se for para
superior." (ADI 1.152, julgada em 1994 e relatada pelo exercer competência disciplinar.
Ministro Celso de Mello).
COMENTÃRIOS
Alternativa "c": de acordo com o estabelecido na
CF, o Tribunal de Contas da União é órgão que auxilia o Alternativa correta: "b": de acordo com o art. 53,
Poder Legislativo na atividade de controle externo (art. a expedição do diploma, os membros
§ 2º, da CF, desde
71 da CF), cujos ministros são detentores das mesmas do Congresso Nacional não poderão ser presos, salvo
garantias, impedimentos, vencimentos e vantagens em flagrante de crime inafiançável. Nesse caso, os autos
conferidas aos Ministros do Superior Tribunal de Jus- serão remetidos dentro de vinte e quatro horas à Casa
788 Paulo Lépore

respectiva, para que, pelo voto da maioria de seus mem- tanto, uma vez diplomados, ainda que ainda não
bros, resolva sobre a prisão. tenham tomado posse, submetidos a julgamento
perante o STF.
Alternativa "a": a súmula vinculante foi criada
pela emenda constitucional nº 45 (art. 103-A da CF) e b) Se o presidente da República não apresentar ao
permite que o Supremo Tribunal Federal, de ofício ou Congresso Nacional as contas relativas ao exercício
por provocação, mediante decisão de dois terços (e anterior até sessenta dias após a abertura da sessão
não da maioria) de seus membros, após reiteradas deci- legislativa, caberá ao Senado Federal proceder à
sões sobre matéria constitucional, aprove súmula que, tomada de contas.
a partir de sua publicação na imprensa oficial, terá
c) O número total de deputados federais deve ser
efeito vinculante em relação aos demais órgãos do
estabelecido por lei complementar, enquanto o
Poder Judiciário e à administração pública direta e
número de representantes por estado e pelo DF
indireta, nas esferas federal, estadual e municipal,
deve ser estabelecido por lei ordinária, proporcio-
bem como proceder à sua revisão ou cancelamento,
nalmente ao número de eleitores.
na forma estabelecida em lei.
d) Cabe ao Congresso Nacional aprovar o estado de
Alternativa "c": as medidas provisórias têm eficá- defesa e a intervenção federal; entretanto, a sus-
cia pelo prazo de sessenta dias que podem ser prorro- pensão dessas medidas é competência privativa do
gados, uma única vez, por igual prazo (art. 62, § 3º, da presidente da República, dispensada a manifesta-
CF). Dentro deste prazo, se não apreciadas em quarenta ção do Poder Legislativo.
e cinco dias entrará em regime de urgência, subse-
qüentemente, em cada uma das Casas do Congresso e) Compete privativamente ao Senado Federal esco-
Nacional, ficando sobrestadas, até que se ultime a lher dois terços dos membros do TCU.
votação, todas as demais deliberações legislativas
da Casa em que estiver tramitando (art. 45, § 6º, da COMENTA RIOS
CF). Ao final, se aprovadas sem alterações, as medidas
Alternativa correta: "a": o art. 53, § 1º,da CF é claro
provisórias se tornam leis, com posterior promulgação
no sentido de que os Deputados e Senadores, desde a
pelo Presidente do Congresso Nacional. Se for proposta
expedição do diploma, serão submetidos a julgamento
alguma alteração, cria-se o chamado projeto de lei de
perante o Supremo Tribunal Federal.
conversão, e a medida permanecerá integralmente em
vigor até que seja sancionado ou votado o projeto (art. Alternativa "b": o art. 51, li, da CF, assinala que,
62, § 12, da CF). compete privativamente à Câmara dos Deputados
(não ao Senado Federal) proceder à tomada de contas
Alternativa "d": nos termos do art. 131 da CF, os
do Presidente da República, quando não apresentadas
advogados da União têm competência para ativida-
ao Congresso Nacional dentro de sessenta dias após a
des de as atividades de consultoria e assessoramento abertura da sessão legislativa.
jurídico do Poder Executivo (e não de quaisquer dos
Poderes). Alternativa "c": o número total de deputados
federais bem como a representação por Estado e
Alternativa "e": o Conselho Nacional de Justiça pelo Distrito Federal deve ser estabelecido por lei
tem como atribuições o controle da atuação administra- complementar, proporcionalmente à população (não
tiva e financeira do Poder Judiciário e do cumprimento ao número de eleitores), conforme art. 45, § 1º, da CF.
dos deveres funcionais dos juízes, cabendo-lhe, den-
tre outras atribuições receber e conhecer reclama- Alternativa "d": é da competência exclusiva do
ções contra membros ou órgãos do Poder Judiciário, Congresso Nacional aprovar o estado de defesa e a
inclusive contra seus serviços auxiliares, serventias intervenção federal; ou suspender qualquer dessas
e órgãos prestadores de serviços notariais e de regis- medidas (não havendo participação do Presidente da
tro que atuem por delegação do poder público ou ofi- República nessa decisão), consoante art. 49, IV, da CF.
cializados, sem prejuízo da competência disciplinar e Alternativa "e": compete exclusivamente ao
correicional dos tribunais, podendo avocar processos Congresso Nacional (e não privativamente ao Senado
disciplinares em curso e determinar a remoção, a dispo- Federal) escolher dois terços dos membros do TCU (art.
nibilidade ou a aposentadoria com subsídios ou proven- 49, XIII, da CF).
tos proporcionais ao tempo de serviço e aplicar outras
sanções administrativas, assegurada ampla defesa (art.
103-B, § 4º, Ili, da CF) 06. (FCC - Juiz Substituto - PE/ 2011) A disciplina
constitucional das imunidades parlamentares e a sua
respectiva compreensão jurisprudencial permitem afir-
05. (Cespe - Juiz de Direito Substituto - AC/ 2012) A mar:
luz do disposto na CF, assinale a opção correta acerca da
estrutura, do funcionamento e das atribuições do Poder a) A inviolabilidade parlamentar não se estende ao
Legislativo. congressista quando, na condição de candidato
a qualquer cargo eletivo, vem a ofender, moral-
a) Os deputados e senadores dispõem de foro privile- mente, a honra de terceira pessoa, inclusive a de
giado desde a expedição do diploma, estando, por- outros candidatos, em pronunciamento motivado
Capítulo X - Separação dos Poderes 789

por finalidade exclusivamente eleitoral, que não


07. (Cespe - Juiz Substituto - AL/ 2008) Quanto à
guarda qualquer conexão com o exercício das fun-
organização da União, dos estados e dos Municípios,
ções congressuais.
assinale a opção correta.
b) Desde a proclamação do resultado das eleições, os
a) Compete privativamente à União registrar, acom-
membros do Congresso Nacional não poderão ser
panhar e fiscalizar as concessões de direitos de pes-
presos, salvo em flagrante de crime inafiançável.
quisa e exploração de recursos hídricos e minerais.
c) Os Deputados e Senadores, desde a proclamação
b) O subsídio do Vereador será fixado por lei munici-
do resultado das eleições, serão submetidos a julga-
pal, de iniciativa da respectiva mesa, no início de
mento perante o Supremo Tribunal Federal.
cada legislatura. O valor então fixado terá de ser
d) A incorporação às Forças Armadas de Deputados mantido até o final da mesma legislatura.
e Senadores, embora militares, dependerá de pré-
c) Caso o estado de Alagoas pretenda criar um Tribu-
via licença da Casa respectiva, salvo em tempo de
nal de contas dos Municípios, embora seja possível
guerra.
a sua criação, esse Tribunal deverá ser composto,
e) As imunidades de Deputados ou Senadores subsis- conforme súmula do STF, por sete conselheiros, dos
tirão durante o estado de sítio, só podendo ser sus- quais três devem ser escolhidos pela assembleia
pensas mediante o voto de três quintos dos mem- legislativa, e quatro pelo chefe do Poder Executivo
bros da Casa respectiva. estadual, cabendo a este indicar um entre audito-
res, outro entre membros do MP e os outros dois à
COMENTA RIOS sua livre escolha.

Alternativa correta: letra uan: a inviolabilidade d) No ãmbito da competência concorrente, conforme


parlamentar não se estende ao congressista quando, preceitua a CF, a competência dos estados, do DF e
na condição de candidato a qualquer cargo eletivo, dos Municípios será a de suplementar a legislação
vem a ofender, moralmente, a honra de terceira pessoa, federal. Inexistindo lei federal sobre normas gerais,
inclusive a de outros candidatos, em pronunciamento esses entes federativos exercerão a competência
motivado por finalidade exclusivamente eleitoral, que legislativa plena, para atender suas peculiaridades.
não guarda qualquer conexão com o exercício das fun- e) Os deputados estaduais se submetem ao mesmo
ções congressuais. Segundo o STF, ·o postulado repu- regime das imunidades previsto na CF para os
blicano - que repele privilégios e não tolera discrimi- deputados federais e senadores.
nações - impede que o parlamentar-candidato tenha,
sobre seus concorrentes, qualquer vantagem de ordem COMENTARIOS
jurídico-penal resultante da garantia da imunidade par-
lamentar, sob pena de dispensar-se, ao congressista, Alternativa correta: letra "e": os deputados esta-
nos pronunciamentos estranhos à atividade legislativa, duais se submetem ao mesmo regime das imunidades
tratamento diferenciado e seletivo, capaz de gerar, no previsto na CF para os deputados federais e senadores,
contexto do processo eleitoral, inaceitável quebra da nos termos do art. 27, § 1°, da CF.
essencial igualdade que deve existir entre todos aque-
les que, parlamentares ou não, disputam mandatos ele- Alternativa "a": é competência comum da União,
tivos". (lnq-QO 1400, julgado em 2002 e relatado pelo dos Estados, do Distrito Federal e dos Municlpios
Ministro Celso de Mello). registrar, acompanhar e fiscalizar as concessões de
direitos de pesquisa e exploração de recursos hídricos e
Alternativa ubn: segundo o art. 53, § 2º, da CF, minerais em seus territórios, consoante art. 23, IX, da CF.
desde a expedição do diploma, os membros do Con-
gresso Nacional não poderão ser presos, salvo em fla- Alternativa "b": o subsídio do Vereador será fixado
por lei municipal, de iniciativa da Câmara Municipal
grante de crime inafiançável.
em cada legislatura. O valor então fixado valerá para a
Alternativa "c": os Deputados e Senadores, a legislatura subsequente. Ou seja, a CF impede que o
expedição do diploma, serão submetidos a julga- aumento dos subsídios tenha eficácia na própria legis-
mento perante o Supremo Tribunal Federal, consoante latura em que foi aprovada (art. 29, VI, da CF).
art. 53, § 1º, da CF.
Alternativa "c": a CF não permite a criação de Tri-
Alternativa "d": de acordo com o art. 53, § 7°, da bunais de contas municipais, conforme art. 31, § 4°, da
CF, a incorporação às Forças Armadas de Deputados e CF.
Senadores, embora militares e ainda que em tempo de
Alternativa "d": no âmbito da competência con-
guerra, dependerá de prévia licença da Casa respectiva .
corrente, conforme preceitua a CF, a competência dos
Alternativa ue": as imunidades de Deputados Estados será a de suplementar a legislação federal.
ou Senadores subsistirão durante o estado de sítio, só Inexistindo lei federal sobre normas gerais, esses entes
podendo ser suspensas mediante o voto de dois terços federativos exercerão a competência legislativa plena,
dos membros da Casa respectiva, conforme art. 53, § 8º, para atender suas peculiaridades (art. 24, §§ 2° e 3°, da
da CF. CF).
790 Paulo Lépore

e) formal, material, material e formal.


08. (EJEF - Juiz Substituto - MG/ 2008) As imuni-
dades parlamentares - material e formal - constituem COMENTÁRIOS
garantia significativa para o exercício do mandato con-
cedido pelo povo aos integrantes do Poder Legislativo. Alternativa correta: letra "e" (responde todas
as demais alternativas): a impossibilidade de prisão,
a) As imunidades podem ser objeto de renúncia.
salvo em flagrante delito, bem como o foro privilegiado
b) A imunidade parlamentar material obsta a proposi- perante o STF, correspondem imunidades formais atri-
tura de ação penal ou indenizatória contra o mem- buídas aos parlamentares federais. A imunidade mate-
bro do Poder Legislativo pelas opiniões, palavras e rial (ou inviolabilidade) encontra-se no artigo 53, da
votos que proferir e exige relação de pertinência CF, segundo o qual, Deputados e Senadores são invio-
com o exercício da função. láveis, civil e penalmente, por quaisquer de suas
opiniões, palavras e votos. Portanto, Impossibilidade
c) A imunidade parlamentar formal somente garante
de prisão, salvo em flagrante delito de crime inafian-
ao integrante do Poder Legislativo a impossibili-
çável; liberdade de opinião no exercício parlamentar;
dade de ser ou de permanecer preso.
voto livre sem interferência dos demais poderes; e foro
d) A imunidade parlamentar material será aplicável privilegiado perante o Supremo Tribunal Federal são
somente nos casos em que a manifestação do pen- espécies de imunidade Parlamentar dos Deputados e
samento ocorrer dentro do recinto legislativo. Senadores classificadas, respectivamente, como formal,
material, material e formal.
COMENTÁRIOS

02. (FUNDEP - Promotor de Justiça - MG/2014) Assi-


Alternativa correta: letra "b": a imunidade parla-
nale a alternativa CORRETA:
mentar material obsta a propositura de ação penal ou
indenizatória contra o membro do Poder Legislativo a) os Deputados Federais, Estaduais e Distritais, Sena-
pelas opiniões, palavras e votos que proferir e exige dores e Vereadores gozam de imunidade material e
relação de pertinência com o exercício da função, con- imunidade formal.
soante art. 53, caput, da CF.
b) os Deputados e Senadores, desde a expedição do
Alternativa "a": as imunidades não podem ser diploma, serão submetidos a julgamento perante
objeto de renúncia, pois são de ordem pública e estão o Supremo Tribunal Federal. Essa prerrogativa
ligadas ao mandato e não ao mandatário. alcança também os suplentes, diplomados ou não,
independentemente de terem assumido o cargo,
Alternativa "c": a imunidade parlamentar formal
definitiva ou provisoriamente.
garante ao integrante do Poder Legislativo a impossi-
bilidade de ser ou de permanecer preso, bem como a c) as imunidades de Deputados e Senadores sub-
possibilidade de sustar o andamento da ação, nos sistirão durante o estado de sítio, só podendo ser
termos do art. 53, §§ 2º e 3º, da CF. suspensas mediante o voto de dois terços dos
membros da Casa respectiva, nos casos de atos pra-
Alternativa "d": a imunidade parlamentar mate-
ticados fora do recinto do Congresso Nacional, que
rial será aplicável nos casos em que a manifestação do
sejam incompatíveis com a execução da medida.
pensamento ocorrer dentro do recinto legislativo ou
mesmo fora, desde que tenha relação com o exercício d) a incorporação às Forças Armadas de Deputados e
do mandato. Senadores, embora militares, dependerá de prévia
licença da Casa respectiva, exceto em tempo de
guerra .
* PROCURADOR DA REPÚBLICA
COMENTA RIOS

01. (UFMT - Promotor de Justiça - MT/2014) Impos- Alternativa correta: letra "c": a alternativa está
sibilidade de prisão, salvo em flagrante delito de crime perfeitamente de acordo com o artigo 53, § 8°, da CF.
inafiançável; liberdade de opinião no exercício parla- Este dispositivo garante que as imunidades de Deputa-
mentar; voto livre sem interferência dos demais pode- dos e Senadores subsistirão durante o estado de sítio,
res; e foro privilegiado perante o Supremo Tribunal só podendo ser suspensas mediante o voto de dois ter-
Federal são espécies de imunidade Parlamentar dos ços dos membros da Casa respectiva, nos casos de atos
Deputados e Senadores classificadas, respectivamente, praticados fora do recinto do Congresso Nacional, que
como: sejam incompatíveis com a execução da medida.

a) material, material, formal e formal. Alternativa "a": os Vereadores gozam de imuni-


dade material (inviolabilidade) relativa às suas opiniões,
b) formal, formal, material e formal. palavras e votos, no exercício do mandato e na circuns-
crição (limites territoriais) do Município a que estejam
e) material, material, material e formal.
vinculados. No entanto, a imunidade formal (que
d) formal, formal, formal e material. garante regras especiais para a prisão e o processo de
Capítulo X - Separação dos Poderes 791

Parlamentar) não se aplica aos Vereadores, por falta infração penal ou ilícito civil, mesmo após o fim da
de expressa previsão no Texto Constitucional. Desse legislatura, o parlamentar não poderá ser investi-
modo, a questão encontra-se errada, pois menciona gado, incriminado ou responsabilizado pelos fatos
que os vereadores gozam da imunidade formal. anteriores.

Alternativa "b": os Deputados e Senadores, desde b) processual parlamentar, a partir da EC 35/01, deter-
a expedição do diploma, serão submetidos a julgamento mina que recebida à denúncia contra Senador ou
perante o Supremo Tribunal Federal. Essa prerrogativa Deputado, por crime ocorrido após a diplomação,
alcança também os suplentes, desde que estejam em o Supremo Tribunal Federal dará ciência à Casares-
exercido. Portanto, aos suplentes de senadores e depu- pectiva, solicitando prévia licença para dar conti-
tados federais são garantidas as mesmas prerrogativas nuidade ao processo, que poderá ser concedida por
dos titulares, contudo, apenas quando em exercício. maioria absoluta dos membros da Casa Parlamen-
Esse é o entendimento da Suprema Corte, valendo des- tar.
tacar o julgado a seguir: "A prerrogativa de foro confe-
c) material exige que as condutas praticadas pelo par-
rida aos membros do Congresso Nacional, vinculada à
lamentar no exercício do mandato sejam realizadas
liberdade máxima necessária ao bom desempenho do
nas comissões ou no plenário do Congresso Nacio-
ofício legislativo, estende-se ao suplente respectivo
nal, tornando-o inviolável pelas palavras, votos e
apenas durante o período em que este permanecer
opiniões decorrentes do desempenho das funções
no efetivo exercício da atividade parlamentar. Assim,
parlamentares e possui eficácia temporal perma-
o retorno do deputado ou do senador titular às fun-
nente ou perpétua, pois pressupondo a inexistên-
ções normais implica a perda, pelo suplente, do direito
cia da infração penal ou ilícito civil, mesmo após o
de ser investigado, processado e julgado no Supremo
fim da legislatura, o parlamentar não poderá ser
Tribunal Federal" (STF. lnq. 2421 Agr, julgado em 2008
investigado, incriminado ou responsabilizado pelos
e relatado pelo Ministro Menezes Direito). Destaca-se,
fatos anteriores.
ainda, segundo consta do lnq. 2.453-AgR, julgado em
2007 e relatado pelo Ministro Ricardo Lewandowski: d) processual parlamentar, a partir da EC 35/01, deter-
"que a diplomação do suplente não lhe estende auto- mina que recebida à denúncia contra Senador ou
maticamente o regime político-jurídico dos congressis- Deputado, por crime ocorrido antes da diploma-
tas, por constituir mera formalidade anterior e essenci11I ção, o Supremo Tribunal Federal dará ciência à Casa
a possibilitar a posse interina ou definitiva no cargo na repectiva, que, por iniciativa de partido político
hipótese de licença do titular ou vacância permanente". nela representado e pelo voto da maioria de seus
membros, poderá, até decisão final, sustar o anda-
Alternativa "d": a incorporação às Forças Armadas
mento da ação.
de Deputados e Senadores, embora militares, depen-
derá de prévia licença da Casa respectiva, mesmo que e) material exige relação entre as condutas praticadas
em tempo de guerra. A alternativa está errada, pois pelo parlamentar e o exercício do mandato, tornan-
aplica-se a regra também em tempo de guerra, con- do-o inviolável pelas palavras, votos e opiniões de-
forme possível verificar no § 7°, do artigo 53, da CF. correntes do desempenho das funções parlamen-
tares e possuem eficácia temporal limitada, pois,
após o fim da legislatura, o parlamentar poderá ser
03. (MPE - SC - Promotor de Justiça- SCl201 J) Assim
investigado, incriminado ou responsabilizado pelos
que eleitos para o Congresso Nacional, seus membros
fatos anteriores.
não poderão ser presos, salvo em flagrante de crime
inafiançável.
COMENTARIOS

COMENTA RIOS Alternativa correta: "a": a Imunidade material,


real, substantiva ou inviolabilidade determina a exclu-
Errado. Segundo o art. 53, § 2°, da CF, desde a
são da prática de crime bem como da responsabilidade
expedição do diploma, os membros do Congresso
civil, pelas opiniões, palavras e votos dos parlamentares
Nacional não poderão ser presos, salvo em flagrante de
relacionadas ao exercício do mandato (art. 53, caput, da
crime inafiançável. Portanto, o erro do item está em afir-
CF). Ademais, há uma eficácia temporal permanente ou
mar que a imunidade existe desde que eleitos.
perpétua, pois mesmo depois de deixar o mandato, o
parlamentar não poderá ser investigado, incriminado
04. (MPE - SP - Promotor de Justiça - SP/2012) Em ou responsabilizado pelos fatos anteriores.
relação às imunidades parlamentares, é correto afirmar
Alternativa "b": a imunidade formal ou adjetiva
que a imunidade
para o processo, também chamada de imunidade pro-
a) material exige relação entre as condutas praticadas cessual parlamentar, implica a possibilidade de susta-
pelo parlamentar e o exercício do mandato, tor- ção, até decisão final. do andamento de ação criminal
nando - o inviolável pelas palavras, votos e opini- movida em face de parlamentar, por iniciativa do par-
ões decorrentes do desempenho das funções parla- tido do congressista acusado e mediante decisão da
mentares e possuem eficácia temporal permanente maioria absoluta dos membros da respectiva casa (se
ou perpétua, pois pressupondo a inexistência dii Senador, do Senado Federal, se Deputado Federal. da
792 Paulo Lépore

Câmara dos Deputados), após ter sido dada ciência pelo licença da respectiva Casa legislativa para processar
STF (art. 53, § 3°, da CF). Desde a edição da EC 35/01, o ação penal movida em face de um de seus membros.
5TF nio precisa mais de llcença da respectiva Casa O STF simplesmente dá ciência da ação à Casa, que, por
legislativa para processar ação penal movida em iniciativa do partido do Congressista e mediante deci-
face de um de seus membros. O STF simplesmente dá são da maioria absoluta de seus membros, poderá, até
ciência da ação à Casa, que, por iniciativa do partido do decisão final, sustar o andamento da ação.
Congressista e mediante decisão da maioria absoluta de
Alternativa "b": a imunidade parlamentar formal
seus membros, poderá, até decisão final, sustar o anda-
relativa à prisão é excepcionada apenas no caso de
mento da ação.
flagrante por crime inafiançável (art. 53, § 2°, da CF).
Alternativa uc": a imunidade material não se sub-
Alternativa "c": o pedido de sustação do anda-
mete a qualquer restrição territorial. Assim, exercendo
mento da ação penal é de iniciativa reservada a partido
sua função, o Parlamentar Federal está resguardado
político representado na Casa Legislativa, e a deci-
pela imunidade material mesmo se estiver fora dos
são, para a qual se exige maioria absoluta, compete ao
limites territoriais do Congresso Nacional.
plenário da respectiva Casa Legislativa (art. 53, § 3°, da
Alternativa ud": vide comentários à alternativa "b". CF).

Alternativa "e": vide comentários à alternativa "a". Alternativa "d": segundo o art. 27, § 1°, da CF, será
de quatro anos o mandato dos Deputados Estaduais,
05. (MPE- PB- Promotor de Justiça - PB/2011) ~cor­ aplicando-se-lhes as regras desta Constituição
reto afirmar: sobre sistema eleitoral, Inviolabilidade, Imunida-
des, remuneração, perda de mandato, licença, impedi-
a) A instauração de processo criminal contra congres- mentos e incorporação às Forças Armadas. Portanto, os
sista não depende de licença do Poder Legislativo, deputados estaduais devem ter exatamente as mesmas
mas há a possibilidade de sustação do andamento imunidades que os parlamentares federais.
da ação penal, somente cabível quando se trata de
condutas praticadas após a diplomação, ainda que Alternativa "e": (Abstenção de resposta - Seção VIII,
anteriores ao exercício do mandato e independen- item 11, do Edital do Concurso)
temente da natureza da infração.
06. (MPE/PB - Promotor de Justiça - PB/2010) ~cor­
b) A imunidade parlamentar formal relativa à prisão
reto afirmar, exceto:
não abrange a prisão cível por dívida de alimentos
nem a execução de pena privativa de liberdade a) O subsídio dos vereadores sujeita-se aos limites
definitivamente imposta por sentença transitada percentuais máximos fixados pela Constituição em
em julgado. relação ao subsídio dos deputados estaduais, mas
também não poderá superar o subsídio do prefeito.
c) O pedido de sustação do andamento da ação penal
é de iniciativa reservada ao partido político a que b) subsídio dos vereadores será fixado, em cada legis-
o parlamentar é filiado, e a decisão, para a qual se latura para a subsequente, por ato da Glmara Muni-
exige maioria absoluta, compete ao plenário da res- cipal, o qual não depende de sanção pelo Prefeito.
pectiva Casa Legislativa.
c) Sob a égide da Constituição Federal, os vereadores
d) Aos deputados estaduais aplicam-se as mesmas não gozam de imunidades formais, considerando-
imunidades dos membros do Congresso Nacional, -se inconstitucional qualquer disposição normativa
podendo a constituição estadual ampliá-las, mas constante de constituição do Estado-membro ou
não as restringir. de lei orgânica municipal que lhes atribua qualquer
prerrogativa processual em razão do cargo parla-
e) (Abstenção de resposta - Seção VIII, item 11, do Edital
mentar.
do Concurso).
d) As imunidades parlamentares concedidas aos
COMENTÁRIOS deputados estaduais restringem-se à Justiça do
respectivo Estado-membro, somente vinculando
Alternativa correta: "a": a imunidade formal para órgãos jurisdicionais da União, em fase recursai,
o processo implica a possibilidade de sustação, até deci-
quando o respectivo processo tiver sido iniciado
são final, do andamento de ação criminal movida em
perante a Justiça do Estado.
face de parlamentar, por iniciativa do partido do con-
gressista acusado e mediante decisão da maioria abso- e) Aos deputados estaduais aplicam-se, sem restri-
luta dos membros da respectiva casa (se Senador, do ções, as normas constitucionais sobre sistema elei-
Senado Federal, se Deputado Federal, da Câmara dos toral, remuneração e inviolabilidade que incidem
Deputados), após ter sido dada ciência pelo STF (art. 53, em relação aos integrantes do Congresso Nacional.
§ 3°, da CF).
COMENTARIOS
Vale notar que somente poderão ser suspensos os
processos por crimes ocorridos depois da diplomação. Alternativa certa: letra "d" (a questão pede o
Desde a edição da EC 35/01, o STF não precisa mais de que é "incorreto"): as imunidades parlamentares con-
Capítulo X- Separação dos Poderes 793

cedidas aos deputados estaduais não restringem-se ção pela maioria simples do Plenário da Câmara dos
à Justiça do respectivo Estado-membro, já que o STF Deputados.
entendeu que, em razão do mandamento explícito do
art. 27, § 1°, da CF, aplicam-se, aos deputados estaduais, COMENTA RIOS
as regras constitucionais relativas às imunidades dos
membros do Congresso Nacional, restando superado o Alternativa correta: letra "a": a alternativa está
enunciado da súmula nº 3 do próprio Supremo, que diz: em perfeita consonância com o § 2 do art. 55 da CF,
"A imunidade concedida a deputados estaduais é res- que diz "Nos casos dos incisos I, li e VI, a perda do man-
trita a justiça do estado". dato será decidida pela Câmara dos Deputados ou pelo
Senado Federal, por voto secreto e maioria absoluta,
Alternatlva "a": o subsídio dos vereadores sujeita- mediante provocação da respectiva Mesa ou de partido
-se aos limites percentuais máximos fixados pela Consti- político representado no Congresso Nacional, assegu-
tuição em relação ao subsídio dos deputados estaduais rada ampla defesa•.
(29, VI, "a" a "f", da CF), mas também não poderá superar
o subsídio do prefeito (art. 37, IX, da CF). Alternativa "b": a perda do mandato não é por
decorrência automática, mas segue o que está positi-
Alternativa "b": o subsídio dos vereadores será vado no § 2 do art. 55 da CF, ou seja, a perda do man-
fixado, em cada legislatura para a subsequente, por ato dato será decidida pela Câmara dos Deputados ou pelo
da Câmara Municipal, o qual não depende de sanção Senado Federal, por voto secreto e maioria absoluta,
pelo Prefeito, conforme art. 29, caput, da CF. mediante provocação da respectiva Mesa ou de partido
político representado no Congresso Nacional, assegu-
Alternativa "e": sob a égide da Constituição Fede-
rada ampla defesa
ral, os vereadores não gozam de imunidades formais,
considerando-se inconstitucional qualquer disposição Alternativa "e": a decisão é por voto secreto e
normativa constante de constituição do Estado-mem- maioria absoluta, mediante provocação da respectiva
bro ou de lei orgânica municipal que lhes atribua qual- Mesa ou de partido político representado no Congresso
quer prerrogativa processual em razão do cargo parla- Nacional, assegurada ampla defesa.
mentar. A CF não atribuiu a imunidade formal ao par-
Alternativa "d": não há necessidade de ratificação
lamentar municipal, mas apenas a imunidade material
e nem de remessa obrigatória à Câmara dos Deputados.
(art. 29, VIII, da CF).
Alternativa "e": o texto legal fala de condenação
Alternativa "e": Aos deputados estaduais aplicam-
criminal, e não somente por crime de responsabilidade
-se, sem restrições, as normas constitucionais sobre sis-
política, além disso, a maioria é absoluta e não simples.
tema eleitoral, remuneração e inviolabilidade que inci-
dem em relação aos integrantes do Congresso Nacional

* DELECiADO DE POLÍCIA CIVIL


* NOTÁRIO E RECilSTRADOR
01. (FU NCAB - Delegado de Polícia - RJ/2012) Acerca
da organização do Poder Legislativo, é correto o que se
01. (Vunesp - Notário-MS/2009) O Deputado que afirma em:
sofrer condenação criminal em sentença transitada em
julgado perderá o mandato a) Os Deputados e Senadores não serão obrigados
a testemunhar sobre informações recebidas ou
a) se assim for decidido pela Câmara dos Deputados, prestadas em razão do exercício do mandato, nem
por voto secreto e maioria absoluta, mediante pro- sobre as pessoas que lhes confiaram ou deles rece-
vocação da Mesa da Casa ou de partido político beram informações.
representado no Congresso Nacional, assegurada
ampla defesa. b) Compete exclusivamente ao Congresso Nacional
autorizar, por dois terços dos seus membros, a ins-
b) por decorrência automática da mesma decisão judi- tauração de processo contra o Presidente e o Vice-
cial. -Presidente da República e os Ministros de Estado.
c) se assim restar decidido em processo parlamentar c) Compete privativamente à Câmara dos Deputados
perante o Conselho de Ética, com posterior rati- sustar os atos normativos do Poder Executivo que
ficação do Plenário da Câmara dos Deputados, exorbitem do poder regulamentar ou dos limites de
mediante voto aberto e pela maioria simples da delegação legislativa.
Casa.
d) Compete privativamente ao Senado Federal apre-
d) se a decisão, que deverá, obrigatoriamente, ser ciar os atos de concessão e renovação de concessão
remetida à Câmara dos Deputados, for ratificada, de emissoras de rádio e televisão.
posteriormente, pela respectiva Mesa da Casa.
e) As imunidades de Deputados ou Senadores sub-
e) se a decisão judicial for relativa a crime de sistirão durante o estado de sítio, só podendo ser
responsabilidade política e dependerá de aprova- suspensas mediante o voto da maioria absoluta dos
794 Paulo Lépore

membros da Casa respectiva, nos casos de atos pra- Alternativa "b": a alternativa está em simetria com
ticados fora do recinto do Congresso Nacional, que o previsto no art. 54, inciso 1, alínea "a" da CF.
sejam incompatíveis com a execução da medida .
Alternativa "c": a alternativa está em perfeita con-
COMENTÀRIOS sonância com o previsto no art. 54, inciso li, alínea "a"
daCF.
Alternativa correta: letra "a": a alternativa está
em perfeita consonância com o que prevê o § 6° do art. Alternativa "d": tal procedimento está previsto no
53 da CF. § 2° do art. 55 da CF.
Alternativa "b": a mencionada competência é pri-
vativa da Câmara dos Deputados, conforme previsão 03. (Delegado de Policia - SC/ 2008 - ACADEPOL)
constitucional no art. 51 da CF. Sobre Deputados Federais e Senadores Federais, assi-
Alternativa "c": tal competência é exclusiva do nale a alternativa correta.
Congresso Nacional, nos termos do art. 49, inciso V da
a) Desde a expedição do diploma, os membros do
CF.
Congresso Nacional não poderão ser presos, salvo
Alternativa "d": essa competência é exclusiva do
em flagrante de crime inafiançável. Os autos serão
Congresso Nacional, de acordo com o inciso XII do art.
remetidos em vinte e quatro horas à Casa respec-
49da CF.
tiva, para que, o voto da maioria dos membros,
Alternativa "e": a alternativa afronta o previsto no resolva sobre a prisão.
§ 8º do art. 53 da CF, que diz "As imunidades de Deputa-
dos ou Senadores subsistirão durante o estado de sítio, b) Recebida denúncia contra o Senador ou Deputado,
só podendo ser suspensas mediante o voto de dois ter- por crime ocorrido após a diplomação, o Supremo
ços dos membros da Casa respectiva, nos casos de atos Tribunal Federal dará ciência à Casa respectiva que,
praticados fora do recinto do Congresso Nacional, que por iniciativa de partido político nela representado
sejam incompatíveis com a execução da medida". e pelo voto da maioria de seus membros, poderá,
até a decisão final, sustar o andamento da ação. O
02. (Delegado de Polícia - SC/ 2008 -ACADEPOL) De pedido de sustação será apreciado pela Casa res-
acordo com a Constituição da República Federativa do pectiva no prazo improrrogável de quarenta e oito
Brasil é correto afirmar, exceto: horas do seu recebimento pela Mesa Diretora.
a) Os Deputados e Senadores não poderão desde
c) As imunidades de Deputados e Senadores sub-
a expedição do diploma ser titular de mais de um
cargo ou mandato público eletivo. sistirão durante o estado de sítio, só podendo ser
suspensas mediante o voto de maioria absoluta dos
b) Os Deputados e Senadores não poderão desde a
membros da Casa respectiva, nos casos de atos pra-
expedição do diploma firmar ou manter contrato
ticados fora do recinto do Congresso Nacional que
com pessoa jurídica de direito público, autarquia,
sejam incompatíveis com a execução da medida.
empresa pública, sociedade de economia mista ou
empresa concessionária de serviço público, salvo d) Fica suspenso o mandato do Deputado ou Senador
quando o contrato obedecer a cláusulas uniformes.
que sofrer condenação criminal em sentença transi-
c) Deputados e Senadores não poderão desde a posse tada em julgado, enquanto durarem seus efeitos.
ser proprietários, controladores ou diretores de
empresa que goze de favor decorrente de contrato COMENTARIOS
com pessoa jurídica de direito público, ou nela exer-
cer função remunerada. Alternativa correta: letra "a": tal prerrogativa está
d) Nos casos de existência de procedimento declarado prevista no § 2° do art. 53 da CF.
incompatível com o decoro parlamentar, a perda do
Alternativa "b": o § 4° do art. 53 da CF estabelece
mandato será decidida pela Câmara dos Deputados
o prazo de 45 dias na apreciação do pedido para sustar
ou pelo Senado Federal, por voto secreto e maioria
absoluta, mediante provocação da respectiva Mesa o andamento da ação.
ou de partido político representado no Congresso Alternativa "c": o§ 8° do art. 53 da CF diz que a sus-
Nacional, assegurada ampla defesa. pensão das imunidades dos parlamentares, na vigência
do estado de sítio, só pode ocorrer por voto de 213 dos
COMENTÀRIOS
membros da Casa respectiva.
Alternativa correta: letra "a": em verdade, o
impedimento quanto a serem titulares de mais de um Alternativa "d": a redação do inciso VI do art. 55
cargo ou mandato público eletivo se dá a partir da da CF diz que perderá o mandato o parlamentar que
posse, de acordo com o previsto no art. 54, inciso li, alí- sofrer condenação criminal em sentença transitada em
nea "d " da CF. julgado.
Capítulo X - Separação dos Poderes 795

Item Ili: Incorreto. Os Deputados e Senado-


$ INVESTICiADOR, ESCRIVÃO, ACiENTE E
res (parlamentares) serão submetidos a julgamento
INSPETOR DE POÚCIA CIVIL
perante o Supremo Tribunal Federal, desde a expedição
do diploma, consoante dispõe o art. 53, § 1.º da CF.
01. (UFF - Inspetor de Policia - RJ/2012) Acerca das Item IV: correto. Os parlamentares desde a expedi-
proibições e garantias do Poder Legislativo, julgue os ção do diploma, não poderão firmar ou manter contrato
itens a seguir: com pessoas jurídicas de direito público sejam elas da
Administração Pública Direta ou Indireta, e até mesmo
1. Os Deputados e Senadores são invioláveis, civil e
penalmente, por quaisquer de suas opiniões, pala- com concessionárias de serviço público, salvo se o con-
vras e votos. trato obedecer a cláusulas uniformes. O fundamento
constitucional da questão está no art. 54, I, a da CF.
li. Os Deputados e Senadores não serão obrigados
a testemunhar sobre informações recebidas ou
prestadas em razão do exercício do mandato, nem
sobre as pessoas que lhes confiaram ou deles rece-
* EXAME DE ORDEM
beram informações.
01. (FGV - Exame de Ordem 2014.3) O senador "X"
Ili. Os Deputados e Senadores, desde a expedição do
ausentou-se das atividades do Senado Federal para tra-
diploma, serão submetidos a julgamento perante o
tar de assunto de interesse particular por cento e cin-
Superior Tribunal de Justiça.
quenta dias ininterruptos e, diante desse fato, enfrenta
IV. Os Deputados e Senadores não poderão, desde a representação para a perda do seu mandato, por não
posse, firmar ou manter contrato com pessoa jurí- ter comparecido à terça parte das sessões ordinárias da
dica de direito público, autarquia, empresa pública, Casa, que foram realizadas no período em que esteve
sociedade de economia mista ou empresa conces- ausente.
sionária de serviço público.
Nessa hipótese, assinale a afirmativa correta.
Sobre os itens acima, pode-se afirmar que:
a) a perda do mandato do referido senador será deci-
a) todos estão corretos. dida pelo Senado Federal, por maioria absoluta,
mediante provocação da respectiva mesa ou de
b) apenas Ili e IV estão corretos.
partido político representado no Congresso Nacio-
c) apenas 1e Ili estão corretos. nal, assegurada a ampla defesa.

d) apenas 1, li e Ili estão corretos. b) não poderá o referido parlamentar perder o man -
dato, já que o afastamento não ultrapassou cento e
e) apenas 1e li estão corretos. oitenta dias dentro da mesma sessão legislativa.

COMENTA RIOS c) a perda do mandato do referido senador poderá


ser declarada pela Mesa da Casa Legislativa de ofí-
O Nota do autor: A alternativa foi anulada, pois cio ou mediante provocação de qualquer dos seus
estão certos os itens I, li e IV, não contendo alternativa membros, ou de partido político representado no
para estes itens. Congresso Nacional, assegurada a ampla defesa.

Item 1: correto. Os parlamentares (Deputados d) caso o referido senador venha a renunciar após
e Senadores) são invioláveis, civil e penalmente, por submetido ao processo que vise ou possa levar à
qualquer de suas opiniões, palavras e votos. Impor- perda do seu mandato, haverá o arquivamento do
tante anotar que a presença física dos parlamentares no processo pela perda do seu objeto.
Congresso Nacional, não é critério para auferir se está
no exercício da função ou não, este poder estar fora do COMENTÁRIOS
Congresso Nacional mas em função do mandato, hipó-
Alternativa correta: letra "c" (responde a todas
tese que ainda continua inviolável, ou pode estar no
as alternativas): a perda do mandato do Parlamentar
Congresso Nacional, por razões alheias ao exercício do
Federal se rege pelo art. 55 da CF. Além da hipótese de
mandato. O critério para estabelecer a imunidade par-
infração aos impedimentos/incompatibilidades do art.
lamentar, portanto, é se o parlamentar emite a opinião,
54 da CF, o Deputado Federal ou o Senador também
palavra ou voto no exercício do mandato, pois caso não
podem perder o mandato por falta de decoro parla-
estiver, não tem imunidade parlamentar.
mentar, por ter sofrido condenação criminal com sen-
Item li: correto. Entendeu por bem o poder cons- tença transitada em julgado, por não ter comparecido,
tituinte derivado, promulgando a Emenda Constitucio- em cada sessão legislativa, a pelo menos 1/3 das sessões
nal 35/01, alterando a redação do art. 53, § 6° da CF, que ordinárias da Casa a que pertencer, quando a Justiça
os parlamentares não deveriam ser obrigados a teste- Eleitoral assim decretar ou se perder ou tiver suspensos
munhar sobre informações recebidas ou prestadas em os seus direitos políticos. Na hipótese de não compare-
razão do exercício do mandato, nem sobre as pessoas cimento à terça parte das sessões ordinárias, a perda do
que lhes confiaram ou deles receberam informações. mandato será declarada pela Mesa da Casa respectiva,
796 Paulo Lépore

de ofício ou mediante provocação de qualquer de seus são. Entretanto, se o parlamentar for preso por crimes
membros, ou de partido político representado no Con- lnafianç6vels, os autos do processo ou procedimento
gresso Nacional, assegurada ampla defesa (art. 55, § 3º, serão remetidos dentro de 24 horas à Casa respectiva
da CF). Vale ainda notar que, a renúncia de parlamentar {se Senador, ao Senado Federal, se Deputado Federal,
submetido a processo que vise ou possa levar à perda à Câmara dos Deputados) para que, pelo voto da maio-
do mandato, nos termos deste artigo, terá seus efeitos ria (absoluta) de seus membros, resolva sobre a prisão
suspensos até as deliberações finais (art. 55, § 4º, da CF). (a prisão somente será mantida se a Casa aprová-la
mediante votação por escrutínio aberto), nos termos do
02. (FGV - Exame de Ordem 2013.3) O Deputado art. 53, § 2°, da CF.
Federal "Y" foi objeto de extensa investigação, e diver- Alternativa "b": nos termos do art. 53, § 1°, da
sas reportagens jornalísticas indicaram sua participa- CF, os Deputados e Senadores, desde a expedição do
ção em fraudes contra a previdência social. Além disso, diploma, serão submetidos a julgamento perante o
inquéritos da polícia chegaram a fortes indícios de Supremo Tribunal Federal {não STJ).
diversas práticas criminosas por uma quadrilha por ele
Alternativa "d": desde a edição da EC 35/01, o STF
liderada. O Ministério Público ofereceu denúncia contra
não precisa mais de licença da respectiva Casa legis-
sete acusados, incluindo o parlamentar.
lativa para processar ação penal movida em face de um
Com relação ao caso apresentado, assinale a afirma- de seus membros. O STF simplesmente dá ciência da
tiva correta . ação à Casa, que, por iniciativa do partido do Congres-
sista e mediante decisão da maioria absoluta de seus
a) Os deputados federais não podem ser presos em
membros, poderá, até decisão final, sustar o andamento
hipótese alguma, pois são invioláveis, na forma pre-
vista na Constituição da República . da ação.

b) O processo criminal contra o deputado federal


03. (FGV - OAB 2012.1 - prova reaplicada em Duque
deverá tramitar perante o Superior Tribunal de Jus-
de CaxlasfRJ) a imunidade formal e a imunidade mate-
tiça e tem procedimento especial previsto em lei.
rial consistem em prerrogativas conferidas aos ocupan-
c) O tribunal competente, recebida denúncia contra o tes de determinados cargos públicos.
deputado federal por crime ocorrido após a diplo-
Em relação às referidas imunidades, é correto afir-
mação, dará ciência à Cãmara dos Deputados, que
mar que
poderá sustar o andamento da ação por iniciativa
de partido político nela representado e pelo voto a) a imunidade formal se aplica inclusive aos Vereado-
da maioria de seus membros, até a decisão final. res.
d) Os membros do Congresso Nacional, desde a expe- b) o Governador de Estado goza de imunidade formal
dição do diploma, não poderão ser processados e de imunidade material na mesma extensão que o
criminalmente sem prévia licença de sua Casa; não Presidente da República .
sendo concedida a licença, ficará suspensa a pres-
c) os Vereadores gozam de imunidade material rela-
crição, até o fim do mandato.
tiva às suas opiniões, palavras e votos, nos limites
territoriais do Município a que estejam vinculados.
COMENTA RIOS
d) a imunidade relativa à proibição de prisão impede
O Nota do autor: o tema das imunidades merece inclusive a prisão em flagrante por crime inafiançá-
atenção especial do candidato, pois é dotado de deta- vel.
lhes que tornam atraente a elaboração de questões
objetivas pela banca examinadora. COMENTÁRIOS
Alternativa correta: "c": a imunidade do parla-
Alternativa correta: letra "c": nos termos do art.
mentar federal para o processo implica a possibilidade
29, VIII, da CF, os Vereadores gozam de imunidade mate-
de sustação, até decisão final, do andamento de ação
rial (inviolabilidade) relativa às suas opiniões, palavras e
criminal movida em face de parlamentar, por iniciativa
votos, no exercício do mandato e na circunscrição (limi-
do partido do congressista acusado e mediante decisão
tes territoriais) do Município a que estejam vinculados.
da maioria absoluta dos membros da respectiva casa (se
Senador, do Senado Federal, se Deputado Federal, da Alternativa "a": a imunidade formal (que garante
Câmara dos Deputados), após ter sido dada ciência pelo regras especiais para a prisão e o processo de Parlamen-
STF (art. 53, § 3°, da CF). tar) não se aplica aos Vereadores, por falta de expressa
previsão no Texto Constitucional.
Alternativa "a": a CF garante ao parlamentar fede-
ral imunidade para prisão desde a diplomação (ato de Alternativa "b": as imunidades previstas nos §§ 3°
entrega de documento que atesta a eleição do candi- e 4° do art. 86 da CF, segundo as quais enquanto não
dato), portanto, antes mesmo do ato público da posse, sobrevier sentença condenatória, nas infrações comuns,
e garante que Deputados Federais e Senadores não o Presidente da República não estará sujeito a prisão e,
poderão ser presos, salvo em flagrante de crime ina- que, na vigência de seu mandato, o Presidente da Repú-
fiançável. Portanto, a regra é a impossibilidade de pri- blica não pode ser responsabilizado por atos estranhos
Capítulo X - Separação dos Poderes 797
··················································--··············································································
ao exercício de suas funções, não podem ser estendi-
das ao Governador de Estado. Esse foi o posiciona-
* ANALISTA E TÉCNICO DE TRF E TRE

mento adotado pelo STF, em 1995, no julgamento da


ADI 978. Já a imunidade disposta no caput do art. 86 da 01. (Analista Judich!irio - Area Judiciária TRE/PE
CF, que exige admissão de acusação por dois terços da 2011 - FCC) A prerrogativa concedida aos parlamenta-
res para o exercício do ofício congressual, com a mais
Câmara dos Deputados para que o Presidente da Repú-
ampla liberdade de manifestação, por meio de palavras,
blica seja processado perante o STF, pode ser garantida, discussão, debate e voto no Parlamento ou em uma das
por meio de Constituição Estadual, ao Governador, con- suas comissões, se trata da imunidade
dicionando que ele somente será processado perante o
a) material.
STJ, por crime comum (art. 105, I, "a", da CF), após autori-
zação da Assembleia Legislativa. b) formal.

c) lógica.
Alternativa "d": a imunidade relativa à proibição
de prisão não impede a prisão em flagrante por crime d) objetiva.
inafiançável, conforme previsão expressa do art. 53, § e) subjetiva.
2º, da CF.
COMENTÁRIOS
04. (FGV- OAB 2011.1) Considere a hipótese de Depu-
Alternativa correta: letra "a": a prerrogativa con-
tado Federal que cometeu crime (comum) após a diplo- cedida aos parlamentares para o exercício do ofício
mação. Nesse caso, é correto afirmar que congressual, com a mais ampla liberdade de manifesta-
ção, por meio de palavras, discussão, debate e voto no
a) a Câmara dos Deputados pode sustar o andamento Parlamento ou em uma das suas comissões, se trata da
da ação penal. imunidade material contida no art. 53, caput, da CF.

b) o STF só pode receber a denúncia após a licença da Alternativa "b": a imunidade formal está disposta
Câmara dos Deputados. no art. 53, §§ 1º a 5º, da CF, e relaciona-se à prisão dos
parlamentares e ao processo a ser instaurado contra
c) o STF só pode receber a denúncia após a licença do eles.
Congresso Nacional.
Alternativa "c": não corresponde a qualquer forma
de imunidade parlamentar.
d) o Congresso Naciona l pode sustar o andamento da
ação penal. Alternativa "d": não corresponde a qualquer
forma de imunidade parlamentar.
COMENTARIOS
Alternativa "e": não corresponde a qualquer forma
de imunidade parlamentar.
Alternativa correta: letra "a": consoante art. 53, §
3º, da CF, recebida a denúncia contra o Senador ou Depu-
02. (Analista Judiciário - Execução de Mandados
tado, por crime ocorrido após a diplomação, o Supremo
- TRF 4• região/ 2010 - FCC) ~ correto afirmar que os
Tribunal Federal dará ciência à Casa respectiva, que, por Deputados e Senadores não poderão, desde a expedi-
iniciativa de partido político nela representado e pelo ção do diploma,
voto da maioria de seus membros, poderá, até a decisão
a) patrocinar causa em que seja interessada empresa
final, sustar o andamento da ação.
de economia mista ou concessionária de serviço
Alternativa "b": o STF não precisa de licença público.

da Câmara dos Deputados para processar um de seus b) aceitar ou exercer cargo, função ou emprego remu-
membros. No máximo a Casa pode sustar o andamento nerado, inclusive os de que sejam demissíveis ad
da ação, nos termos do art. 53, § 3º, da CF. nutum, em autarquia.
c) ser proprietários, controladores ou diretores de
Alternativa "c": o STF não precisa de licença do
empresa que goze de favor decorrente de contrato
Congresso Nacional para processar Deputado (art. 53, § com pessoa jurídica de direito público, ou nela exer-
3º, da CF). cer função remunerada .

Alternativa "d": a respectiva Casa, portanto, a d) patrocinar causa em que seja interessada pessoa
Câmara dos Deputados, é que pode sustar o andamento jurídica de direito público e empresa pública.
da ação penal, não o Congresso Nacional (art. 53, § 3º, e) ser titulares de mais de um cargo ou mandato
daCF). público eletivo.
798 Paulo Lépore

COMENTARIOS COMENTA RIOS

Alternativa correta: letra "b": os Deputados e Alternativa correta: letra "a"


Senadores não poderão, desde a expedição do diploma,
Alternativa "1": incorreta. Deputados e Senado-
aceitar ou exercer cargo, função ou emprego remune- res não poderão, desde a posse, ser proprietários, con-
rado, inclusive os de que sejam demissíveis ad nutum, troladores ou diretores de empresa que goze de favor
em autarquia. to que estabelece o art. 54, 1, "b", da CF. decorrente de contrato com pessoa jurídica de direito
Alternativa "a": os Deputados e Senadores não público, ou nela exercer função remunerada, nos ter-
poderão, desde a posse, patrocinar causa em que seja mos do art. 54, li, "a", da CF.
interessada pessoa jurídica de direito público, autar- Alternativa "li": incorreta. Deputados e Sena-
quia, empresa pública, sociedade de economia mista dores não poderão, desde a expedição do diploma,
ou empresa concessionária de serviço público, de firmar ou manter qualquer espécie de contrato com
acordo com art. 54, li, "c", da CF. pessoa jurídica de direito público, autarquia, empresa
pública, sociedade de economia mista ou empresa con-
Alternativa "c": os Deputados e Senadores não
cessionária de serviço público, consoante art. 54, 1, "a",
poderão, desde a posse, ser proprietários, controlado-
daCF.
res ou diretores de empresa que goze de favor decor-
rente de contrato com pessoa jurídica de direito público, Alternativa "Ili": correta. Deputados e Senadores
ou nela exercer função remunerada, nos termos do art. não poderão, desde a posse, ser titulares de mais de um
54, li, "a", da CF.. cargo ou mandato eletivo, de acordo com art. 54, li, "d",
da CF.
Alternativa "d": os Deputados e Senadores não
poderão, desde a posse, patrocinar causa em que seja Alternativa "IV": correta. Deputados e Senadores
interessada pessoa jurídica de direito público e empresa não perderão o mandato quando investido no cargo,
pública (art. 54, li, "c", da CF). entre outros, de Secretário de Estado e de Prefeitura de
Capital, segundo art. 56, I, da CF.
Alternativa "e": os Deputados e Senadores não
poderão, desde a posse, ser titulares de mais de um
04. (Analista Judiciário - Area Judiciária TRE/AL
cargo ou mandato público eletivo (art. 54, li, ""d", da CF).
2010 - FCC) Os Deputados e os Senadores NÃO pode-
rão, desde a expedição do diploma:
03. (Analista Judiciário - Area Judiciária TRE/RS
a) ser diretores de empresa que goze de favor decor-
2010 - FCC) Quanto à matéria de incompatibilidades
rente de contrato com pessoa jurídica de direito
dos Deputados e Senadores analise:
público.
1. Não poderão, desde a expedição do diploma,
b) ser proprietários de empresa que goze de favor
ser proprietários, controladores ou diretores de
decorrente de contrato com pessoa jurídica de
empresa que goze de favor decorrente de contrato
direito público, ou nela exercer função remunerada.
com pessoa jurídica de direito público, ou nela exer-
cer função remunerada. c) firmar ou manter contrato com pessoa jurídica de
direito público, salvo quando o contrato obedecer
li. Não poderão, desde a posse, firmar ou manter qual- a cláusulas uniformes.
quer espécie de contrato com pessoa jurídica de
direito público, autarquia, empresa pública, socie- d) patrocinar causa em que seja interessada pessoa
dade de economia mista ou empresa concessioná- jurídica de direito público.
ria de serviço público. e) ser titulares de mais de um cargo ou mandato
Ili. Não poderão, desde a posse, ser titulares de mais de público eletivo.
um cargo ou mandato eletivo.
COMENTARIOS
IV. Não perderá o mandato quando investido no cargo,
entre outros, de Secretário de Estado e de Prefeitura Alternativa correta: letra "c": os Deputados e os
de Capital. Senadores não poderão, desde a expedição do diploma,
firmar ou manter contrato com pessoa jurídica de direito
Nesses casos, está correto SOMENTE o que se afirma público, salvo quando o contrato obedecer a cláusulas
em uniformes. to que preceitua o art. 54, 1, "a", da CF.

a) lllelV. Alternativa "a": os Deputados e os Senadores não


poderão, desde a posse, ser diretores de empresa que
b) lell. goze de favor decorrente de contrato com pessoa jurí-
c) 1e Ili. dica de direito público, consoante art. 54, li, "a", da CF..
Alternativa "b": os Deputados e os Senadores não
d) 11, lllelV.
poderão, desde a posse, ser proprietários de empresa
e) l,llelV. que goze de favor decorrente de contrato com pessoa
Capítulo X - Separação dos Poderes 799

jurídica de direito público, ou nela exercer função remu- b) como instância máxima do Judiciário brasileiro,
nerada, nos termos do art. 54, li, "a ", da CF. somente tem competência originária.
Alternativa "d": os Deputados e os Senadores não c) seus Ministros gozam da garantia da vitaliciedade
poderão, desde a posse, patrocinar causa em que seja após dois anos no exercício do cargo.
interessada pessoa jurídica de direito público, conforme
d) compete-lhe processar e julgar, originariamente, os
lições do art. 54, li, "c", da CF.
governadores de Estado nos casos de crime prati-
Alternativa "e": os Deputados e os Senadores não cado após a posse.
poderão, desde a posse, ser titulares de mais de um
cargo ou mandato público eletivo, segundo art. 54, li, e) pode acatar o pedido de abertura de ação penal
"d", da CF. contra parlamentar sem a necessidade de autori-
zação prévia da Câmara ou Senado, bastando que
posteriormente comunique a existência da ação à

* ANALISTA E TÉCNICO DE TRT


Casa respectiva a que pertencer o parlamentar.

COMENTARIOS

01. (FCC -Técnico Judiciário - Administrativa -TRT Alternativa "e": correta: desde a edição da EC
11/2012) José, Deputado Federal, é investido no cargo 3S/ 01, o STF não precisa mais de licença da respectiva
de Secretário de um determinado Estado da Federação. Casa legislativa para processar ação penal movida em
Nesse caso, de acordo com a Constituição Federal de face de um de seus membros. O STF simplesmente dá
1988, José ciência da ação à Casa, que, por iniciativa do partido do
a) perderá o mandato de Deputado Federal se perma- Congressista e mediante decisão da maioria absoluta de
necer no cargo de Secretário de Estado por mais de seus membros, poderá, até decisão final, sustar o anda-
seis meses. mento da ação (art. 53, § 3°, da CF).

b) perderá o mandato de Deputado Federal indepen- Alternativa "a": os Ministros do STF devem ser
dentemente do prazo que permanecer no cargo de escolhidos entre brasileiros natos, com mais de 35 e
Secretário de Estado. menos de 65 anos de idade, de notável saber jurídico
e reputação ilibada. A indicação cabe ao Presidente da
c) não perderá o mandato de Deputado Federal e po-
República, que a submete à aprovação pela maioria
derá optar pela remuneração do mandato.
absoluta do Senado Federal (art. 101 da CF).
d) não perderá o mandato de Deputado Federal e
Alternativa "b": como instância máxima do Judi-
receberá a remuneração de Secretário de Estado.
ciário brasileiro, o STF tem competência originária (art.
e) poderá cumular os cargos de Deputado Federal 102, I, da CF) e derivada ordinária (art. 102, li, "a" e "b")
e Secretário de Estado, optando-se por uma das e extraordinária (art. 102, Ili, "a ", "b", "c" e "d").
remunerações estabelecidas.
Alternativa "c": os Ministros do STF gozam da
COMENTARIOS garantia da vitaliciedade desde o momento da posse.
Alternativa "d": nos termos do art. 105, I, "a", da
Alternativa correta: "c" (responde a todas as
CF, compete ao STJ processar e julgar, originariamente,
alternativas): de acordo com o art. 56, 1, da CF, não
os governadores de Estado nos casos de crime comum
perderá o mandato o Deputado ou Senador investido
praticado após a posse. O julgamento por crime de res-
no cargo de Secretário de Estado e, segundo o § 3° do
ponsabilidade dependerá do que estiver previsto na
mesmo art. 56 da CF, o Congressista poderá optar pela
Constituição de cada Estado.
remuneração do mandato.

02. (ESAF - AFRFB - 2005) Sobre a organização do


* AUDrTOR DA RECErTA FEDERAL Poder Legislativo, na Constituição de 1988, marque a
única opção correta.
a) ~ competência exclusiva do Congresso Nacional a
01. (ESAF-AFRFB-2012) O Supremo Tribunal Federal
concessão de anistia.
é a mais alta Corte de Justiçado país. Composta por 11
Ministros, tem sede em Brasília e jurisdição em todo o b) O julgamento, pelo Senado Federal, do Advoga-
território nacional. Sobre o Supremo Tribunal Federal, é do-Geral da União, por crime de responsabilidade,
correto dizer que: não prescinde da autorização da Câmara dos Depu-
tados, por quórum qualificado, para a instauração
a) seus Ministros devem ser escolhidos entre brasilei -
do processo.
ros natos, com mais de 35 e menos de 65 anos de
idade, de notável saber jurídico e reputação ilibada. e) A inviolabilidade civil e penal dos Parlamentares,
A indicação cabe ao Presidente da República, que a por quaisquer de suas opiniões, palavras e votos,
submete à Câmara dos Deputados e em seguida ao abrange atos praticados fora do exercício da ativi-
Senado Federal. dade parlamentar.
800 Paulo Lépore

d) Não é possível. em uma sessão legislativa extraordi- a) É viável reforma constitucional que aperfeiçoe o
nária, o Congresso Nacional deliberar sobre matéria processo legislativo de emenda constitucional, tor-
para a qual não foi convocado. nando-o formalmente mais rigoroso.
e) A perda de mandato do Parlamentar que sofrer b) A Constituição Federal conferiu, de forma explícita,
condenação criminal em sentença transitada em o poder de editar medidas provisórias unicamente
julgado será decidida pela Casa respectiva, por voto ao Presidente da República; assim, e por se tratar de
secreto e maioria absoluta. instrumento de exceção ao princípio da Separação
de Poderes, a comportar interpretação restritiva, tal
COMENTARIOS espécie normativa não pode ser adotada por Esta-
dos e Municípios.
Alternativa "e": correta: a perda de mandato do
Parlamentar que sofrer condenação criminal em sen- c) Adotada medida provisória pelo Presidente da
tença transitada em julgado será decidida pela Casa res- República, o Congresso Nacional deverá sobre ela
pectiva, por voto secreto e maioria absoluta, nos exatos deliberar durante a convocação extraordinária,
termos do art. 55, § 2°, da CF. caso tenha constado como objeto da convocação,
ou, caso contrário, o prazo de 60 dias será conside-
Alternativa "a": a concessão de anistia é de com- rado interrompido desde a sua edição.
petência da União, não do Congresso Nacional (art. 21,
XVll,daCF). d) Desde que observados os requisitos da relevância
e da urgência, medida provisória poderá dispor
Alternativa "b": O julgamento, pelo Senado Fede- sobre a composição dos organismos regionais, que
ral, do Advogado-Geral da União, por crime de respon- equivalem a formas especiais de organização admi-
sabilidade, prescinde, ou seja, não exige autorização nistrativa do território, de iniciativa da União, com
da Câmara dos Deputados, por quórum qualificado, a finalidade de promover, no âmbito do complexo
para a instauração do processo (art. 52, li, da CF). geoeconômico e social, o seu desenvolvimento,
Alternativa "c": A inviolabilidade civil e penal dos com redução das desigualdades regionais, mas tal
Parlamentares, por quaisquer de suas opiniões, palavras espécie normativa não poderá dispor sobre os pla-
e votos, não abrange atos praticados fora do exercício nos regionais, integrantes dos planos nacionais de
da atividade parlamentar. No caso da prática de crime, desenvolvimento econômico e social.
o Parlamentar apenas terá direito a foro privilegiado, ou e) É válida a revogação por lei ordinária de dispositivo
a sustação de denúncia pela respectiva Casa (art. 53, § formalmente inserido em lei complementar, cuja
3°, da CF). matéria disciplinada não estava constitucional-
Alternativa "d": na sessão legislativa extraordiná- mente reservada a esta última.
ria, o Congresso Nacional somente deliberará sobre a
COMENTARIOS
matéria para a qual foi convocado, ressalvada a hipó-
tese de haver medidas provisórias em vigor na data de Alternativa correta: "e": de acordo com a disci-
convocação extraordinária do Congresso Nacional, pois plina constitucional pátria, exige-se regulamentação
essas serão automaticamente incluídas na pauta da con- por lei complementar apenas para as matérias expres-
vocação (art. 57, §§ 7° e 8°, da CF). samente arroladas pela CF. Entretanto, é possível que o
legislador regulamente por lei complementar matéria
para a qual a Constituição não exigia essa espécie nor-
X.1.1.S. PROCESSO LEGISLATIVO mativa, ou seja, que poderia ser tratada por lei ordiná -
DA UNIÃO OU FEDERAL ria . Nesse caso, a lei será apenas formalmente comple-
mentar, mas materialmente ordinária. Por essa razão,
é possível que uma lei ordinária posterior altere o seu
• CF, art. 59
conteúdo.
Alternativa "a": segundo a doutrina, são limita-
ções Implícitas ao poder constituinte derivado refor-
X.1.1.5.1. PROCESSO LEGISLATIVO mador, "as normas que disciplinam o próprio pro-
cedimento de emenda, já que o poder delegado não
ORDINÃRIO OU COMUM pode alterar as condições da delegação que recebeu"
(MENDES, Gilmar Ferreira; COELHO, Inocêncio Mártires;
• CF, arts.61, 63 a 67 e 69 BRANCO, Paulo Gustavo Gonet. Curso de direito constitu-
cional. 2. ed. 2008, p. 229).
Alternativa "b": a doutrina e o STF sustentam que
* PROCURAIJOR DA FAZENDA NACIONAL as medidas provisórias também podem ser adota-
das por Estados e Municípios. De acordo com Nathalia
Masson: "se houver previsão expressa na Constituição
01. (ESAF - Procurador da Fazenda Naclonal/2007) do Estado (e desde que respeitada a simetria, isto é,
Assinale a opção correta. desde que observada toda a sistemática constitucional)
Capítulo X - Separação dos Poderes 801
...... ........ ... ................................... ......... .... ..... ................................. ........ ...... .. .. ....... ..
Governadores também poderão editar Medidas Provi- IV. Constitui monopólio da União a refinação do petró-
sórias, válidas na esfera estadual. O que justifica essa leo nacional ou estrangeiro.
possibilidade para os Estados, ademais do argumento De acordo com as proposições apresentadas, assi-
da simetria, é a redação do art. 25, § 2º, CF/88, quando nale a alternativa CORRETA:
indica uma competência estadual (para explorar direta-
mente, ou mediante concessão, os serviços locais de gás a) todas as proposições estão corretas
canalizado) e determina o cumprimento por meio da b) apenas uma das proposições está correta
edição de lei, jamais Medida Provisória. Segundo nossa
Suprema Corte, não seria lógico impor essa restrição c) apenas duas proposições estão corretas
para o Presidente da República, pois se trata de atribui- d) apenas três proposições estão corretas
ção estadual, tampouco impô-la aos Estados-membros
e) todas as proposições estão incorretas
se o manuseio do instrumento a eles fosse completa-
mente vedado. [...]. Do mesmo modo, e também pelo
COMENTÁRIOS
ideal da simetria, compreende-se possível a edição de
MP na esfera municipal. Neste caso, ademais da estrita Alternativa correta: "b".
obediência ao regramento básico imposto pela Consti-
Proposição "1". Incorreta. O texto da Constituição
tuição Federal, é preciso que haja previsão expressa do
Federal não traz nenhuma previsão sobre iniciativa
cabimento da espécie normativa na respectiva Consti-
popular no processo legislativo estadual.
tuição estadual e também na Lei Orgânica Municipal,
para que os Prefeitos possam fazer uso dessas medidas" Proposição ªli". Incorreta. Nos termos do art. 67
(Manual de direito constitucional. Salvador: Juspodivm, da CF, a matéria constante de projeto de lei rejeitado
2013, p. 677). somente poderá constituir objeto de novo projeto, na
mesma sessão legislativa, mediante proposta da maio-
Alternativa "c": na linha do art. 57, § 8º, da CF, ria absoluta dos membros de qualquer das Casas (e não
havendo medidas provisórias em vigor na data de con- das duas Casas) do Congresso Nacional.
vocação extraordinária do Congresso Nacional, serão
elas automaticamente incluídas na pauta da convoca- Proposição "Ili". Incorreta. Consoante art. 128, §
ção (ou seja, não precisam ser incluídas como objeto da 2º, da CF, a destituição do Procurador-Geral da Repú-
convocação). blica, por iniciativa do Presidente da República, deverá
ser precedida de autorização da maioria absoluta do
Alternativa ªd": a composição dos organismos Senado Federal.
regionais que executarão, na forma da lei, os planos
Proposição "IV". Correta. Nos termos do art. 177,
regionais, integrantes dos planos nacionais de desen-
li, da CF, constitui monopólio da União a refinação do
volvimento econômico e social, no âmbito das regiões,
petróleo nacional ou estrangeiro.
conforme art. 43 da CF, deverá ser disposta por meio de
lei complementar. Assim, por ser vedada a edição de
medida provisória em relação a matéria reservada a 02. (FMP - Procurador do Estado - AC/ 2012) Den-
lei complementar (art. 62, § l º, Ili, da CF), a alternativa tre as regras básicas do processo legislativo federal,
está incorreta. de observância compulsória pelos Estados, por sua
implicação com o princípio fundamentai da separação
e independência dos Poderes e do Pacto Federativo,

* PROCURADOR DO ESíADO
encontram-se as previstas nas alíneas a e c do art. 61,
§ 1°, li, da CF, que determinam a iniciativa reservada do
chefe do Poder Executivo (da União) na elaboração de
leis que disponham sobre o regime jurídico e o provi-
01. (UEPA - Procurador do Estado - PAI 2012) Analise mento de cargos dos servidores públicos civis e milita-
as proposições a seguir:
res.
1. O texto da Constituição Federal prevê que a inicia- a) A afirmativa está correta.
tiva popular no processo legislativo estadual impõe
a subscrição do projeto de lei por, no mínimo, um b) A afirmativa está incorreta.
por cento do eleitorado do Estado. c) A afirmativa está correta, porém pode a Constitui-
ção estadual disciplinar diversamente.
li. A matéria constante de projeto de lei rejeitado
poderá constituir objeto de novo projeto, na d) Nenhuma das alternativas anteriores.
mesma sessão legislativa, mas somente na hipótese
de a proposta partir da maioria absoluta dos mem- COMENTÁRIOS
bros das duas Casas do Congresso Nacional.
Alternativa correta: "a" (responde a todas as
Ili. A destituição do Procurador Geral da República alternativas): a correção da afirmativa é referendada
poderá decorrerá de ato complexo de que partici- pela jurisprudência do STF: "Lei estadual que concede
pam o Presidente da República e o Supremo Tribu- 'anistia' administrativa a servidores públicos estadu-
nal Federal. ais que interromperam suas atividades - paralisação
Paulo Lépore
..802
.. ............ .. .. ... .... ....................... ............................ .... ..... ....... ............. .. .. ..... ... .. .........
da prestação de serviços públicos. A jurisprudência etapa de sanção ou veto do Presidente da República,
desta Corte é firme no sentido de que cabe ao chefe consoante art. 66 da CF.
do Poder Executivo deflagrar o processo legisla-
tivo referente a lei de criação de cargos, funções 04. (FMP - Procurador do Estado - AC/ 2012) De
ou empregos públicos na administração direta e acordo com as afirmações abaixo sobre o Processo
autárquica ou aumento de sua remuneração, bem Legislativo no âmbito federal, assinale a alternativa cor-
assim disponha sobre regime jurfdico e provimento reta.
de cargos dos servidores públicos. Aplica-se aos
Estados-membros o disposto no art. 61, § 1°, li, da 1. O veto jurídico do Presidente da República, forma
CB. Precedentes. Inviável o projeto de lei de iniciativa de controle prévio de constitucionalidade de lei,
do Poder Legislativo que disponha a propósito servi- será sempre expresso.
dores públicos - 'anistia ' administrativa, nesta hipótese li. O Congresso Nacional também exerce controle pré-
- implicando aumento de despesas para o Poder Execu- vio de constitucionalidade, a partir das Comissões
tivo." (ADI 341, julgada em 2010 e relatada pelo Ministro de Constituição e Justiça presentes nas duas Casas
Eros Grau) . "~ inconstitucional a norma de Constitui- Legislativas, que oferecem pareceres aos projetos
ção do Estado-membro que disponha sobre valor da de lei em andamento.
remuneração de servidores policiais militares." (ADI
3.555, julgada em 2009 e relatada pelo Ministro Cezar a) Apenas a afirmativa 1está correta.
Peluso). b) Nenhuma das afirmativas está correta.
c) Apenas a afirmativa li está correta.
03. (FMP - Procurador do Estado - AC/ 2012) Sobre
as leis ordinárias e as leis complementares, pode-se afir- d) Ambas as afirmativas estão corretas.
mar:
COMENTA RIOS
1. Ambas têm o mesmo patamar normativo no âmbito
da hierarquia das normas no entendimento do STF. Alternativa correta: "d".

li. Uma das diferenças relevantes diz respeito à com- Item "lw: o veto jurídico do Presidente da República
petência temática, pois as leis ordinárias são enu- é forma de controle prévio de constitucionalidade de
meradas na Constituição. lei (porque reflete juízo de validade ainda sobre o pro-
jeto de lei), e será sempre expresso. Isso porque, diante
Ili. Considerando a ausência de algum(ns) parlamenta- do silêncio, ocorrerá automaticamente a sanção tácita,
res nas sessões deliberativas, a aprovação de uma conforme art. 66, § 3º, da CF, não existindo veto tácito.
lei complementar exige mais votos do que a apro-
vação de uma lei ordinária, porém as duas prescin- Item "li": A essência do Parlamento é o debate, a
dem de sanção ou veto do Presidente da República. discussão. Aliás, a expressão Parlamento vem de par/are
(falar). O Parlamento brasileiro é o Congresso Nacional,
Assim, está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s}: que deve discutir os projetos de normas jurídicas. O
a) apenas a 1 debate começa na Comissão de Constituição e Justiça
(para verificação de possível ofensa ao texto constitu -
b) apenas a 1e a li. cional) e segue para a Comissão Temática (para análise
da pertinência material e aprimoramento) da Casa ini-
c) apenas a Ili.
ciadora. Somente após ter passado pelas Comissões é
d) apenas a li e a Ili. que o projeto vai a discussão/debate em plenário.

COMENTÁRIOS 05. (FCC - Procurador do Estado - AM / 2010) NÃO


viola a Constituição Federal a propositura, por depu-
Alternativa correta: "a".
tado federal, de projeto de lei que verse sobre:
Item "1": segundo a jurisprudência do STF, inexiste
a) direitos e obrigações de servidores públicos.
hierarquia entre lei ordinária e lei complementar. (RE
377.457, julgado em 2008 e relatado pelo Ministro Gil- b) redução da jornada de trabalho semanal de servi-
mar Mendes). dores públicos.

Item "li": uma das diferenças relevantes diz res- c) hipóteses de isenção de pagamento de contribui-
peito à competência temática, pois as leis complemen- ção previdenciária devida por servidores públicos.
tares (não ordinárias) são enumeradas na Constituição.
d) provimento de cargos públicos.
Item "Ili": considerando a ausência de algum(ns) e) criação de cargos públicos.
parlamentares nas sessões deliberativas, a aprovação
de uma lei complementar exige mais votos do que COMENTA RIOS
a aprovação de uma lei ordinária, pois a primeira se
aprova com maioria absoluta e a segunda com maioria Alternativa correta: letra "c": não viola a Cons-
simples, além de as duas espécies contarem com a tituição Federal a propositura, por deputado federal,
Capítulo X - Separação dos Poderes 803
.......................... .........................................................................................................
de projeto de lei que verse sobre hipóteses de isenção
07. (Cespe - Procurador do Estado - PB/ 2008)
de pagamento de contribuição previdenciária devida
Quanto ao processo legislativo, assinale a opção correta .
por servidores públicos, pois não há qualquer vedação
quanto a essa possibilidade. a) É de competência privativa do presidente da Repú-
blica a iniciativa de proposição de projeto de lei que
Alternativa "a": é de iniciativa privativa do Pre-
disponha acerca do parcelamento de débitos tribu-
sidente da República a propositura de lei que dispo-
tários .
nha sobre direitos e obrigações de servidores públicos
(art. 61, § 1°, li, "c" da CF). b) Considere-se que determinada medida provisória
que determine aumento de certo imposto tenha
Alternativa "b": é de iniciativa privativa do Pre-
sido publicada no dia 15/11/2007 e convertida em
sidente da República a propositura de lei que dispo-
lei em 11/2/2008. Nessa hipótese, o referido tributo
nha sobre redução da jornada de trabalho semanal de
não pode ser cobrado, com aumento, no exercício
servidores públicos (art. 61, § 1°, li, "c" da CF).
de2008.
Alternativa "d": é de iniciativa privativa do Pre-
c) Os projetos de lei somente podem ser votados no
sidente da República a propositura de lei que dispo-
plenário do Congresso Nacional ou no de uma de
nha sobre provimento de cargos públicos (art. 61, § 1°,
suas casas.
li, "c" da CF).
d) Os estados e municípios não têm autorização cons-
Alternativa "e": é de iniciativa privativa do Pre- titucional para aceitarem proposta de lei de origem
sidente da República a propositura de lei que dispo- popular.
nha sobre a criação de cargos públicos (art. 61, § 1°, li,
"a" da CF).
COMENTÁRIOS

06. (FEPESE- Procurador do Estado - SC/ 2009) Assi- Alternativa correta: letra "b": se medida provisó-
nale a alternativa correta, com respeito ao modelo cons- ria determinou aumento de certo imposto, foi publicada
titucional, federal e estadual brasileiro. no dia 15/11/2007 e convertida em lei em 11/2/2008, o
referido tributo não pode ser cobrado, com aumento,
a) Lei ordinária disporá sobre a elaboração, redação, no exercício de 2008, conforme art. 62, § 2°, da CF.
alteração e consolidação das leis.
Alternativa "a": é de competência privativa do
b) O processo legislativo no Brasil compreende, dentre presidente da República a iniciativa de proposição de
outras normas, a elaboração de resoluções. projeto de lei que disponha acerca do parcelamento de
débitos tributários na órbita dos Territórios Federais
c) Decretos legislativos podem ser editados pelo Pre-
(art. 61, § 1°, li, "b", da CF). Assim, a iniciativa parlamen-
sidente da República através de delegação de com-
tar é admitida para tratar de questões que envolvam
petência via resolução. matéria tributária, uma vez que não há restrição na CF
d) Medidas Provisórias podem tratar de matéria ati- a respeito.
nente a leis complementares tais como orçamento Alternativa "c": em alguns casos os projetos de lei
e créditos adicionais. podem ser votados também nas comissões, segundo
art. 58, § 2°, 1, da CF.
COMENTARIOS
Alternativa "d": os estados e municípios têm
O Nota do Autor: o amigo leitor deve memorizar autorização constitucional para aceitarem proposta
o art. 59 da CF. É garantia de acerto para provas futuras. de lei de origem popular, de acordo com artigos 27, §
4° e 29, XIII, da CF.
Alternativa correta: letra "b": o processo legisla-
tivo no Brasil compreende, dentre outras normas, a ela-
boração de resoluções, que estão previstas no inciso VII
do art. 59 da CF. * PROCURADOR DO MUNICÍPIO

Alternativa "a": o parágrafo único do art. 59 da CF


dispõe que lei complementar disporá sobre a elabora- 01. (Procurador do Município - Prefeitura Florianó-
ção, redação, alteração e consolidação das leis. polis-Se /2011 - FEPESE) De acordo com a Constitui-
ção Federal de 1988, não constitui matéria reservada à
Alternativa "c": leis delegadas podem ser edita-
lei complementar:
das pelo Presidente da República através de delegação
de competência via resolução do Congresso Nacional, a) Regular as limitações constitucionais ao poder de
consoante art. 68, § 2°, da CF. tributar.

Alternativa "d": medidas provisórias não podem b) Estabelecer as normas gerais a serem adota das na
tratar de matéria atinente a leis complementares, con- organização, no preparo e no emprego das Forças
forme art. 62, § 1°, Ili, da CF. Armadas.
804 Paulo Lépore

c) Dispor sobre a elaboração, redação, alteração e Alternativa "a": o artigo 66 da Constituição Fede-
consolidação das leis. ral permite o veto parcial.

d) Dispor sobre direitos de nacionalidade e cidadania. Alternativa "e": o artigo 66, § 4° da Constituição
Federal, enuncia que o veto deve ser apreciado, em ses-
e) Dispor sobre a organização e competência dos tri-
são conjunta, pelos deputados e senadores, em votação
bunais, dos juízes de direito e das juntas eleitorais.
secreta.

COMENTARIOS Alternativa "d": o artigo 66, § 5°, da Constituição


Federal, diz que, se o veto não for mantido, será o pro-
Alternativa correta: letra "d": as hipóteses de jeto enviado, para promulgação, ao Presidente da Repú-
regulamentação da Constituição por meio de lei com- blica.
plementar estão taxativamente previstas, isto é, para
que determinada matéria seja regulada por meio de lei Alternativa "e": o artigo 66 da Constituição Fede-
complementar, deve haver expressa previsão na Cons- ral permite o veto político.
tituição. Caso contrário, o instrumento normativo ade-
quado será a lei ordinária, que possui o campo material
residual, ou seja, cabe a ela regular tudo o que não o for
por meio das outras espécies normativas.
* DEFENSOR PÚBLICO DA UNIÃO

Alternativa "b": a hipótese prevista nesta assertiva


01. (Cespe - Defensor Público - DPU/ 2010) No que
deve ser veiculada por meio de lei complementar, nos
termos do artigo 146, inciso li, da Constituição Federal. concerne ao processo legislativo, julgue os itens subse-
quentes.
Alternativa "c": trata-se de matéria afeta a lei com-
plementar, nos termos do artigo 59, parágrafo único, da
01.1. Considere que o chefe do Poder Executivo tenha
Constituição Federal
apresentado projeto de lei ordinária que dispõe sobre a
Alternativa "d": a matéria deve ser regulamentada remuneração de servidores públicos. Nesse caso, não se
via lei complementar, consoante artigo 68, § 1°, da Cons- admite emenda parlamentar ao projeto para aumento
tituição Federal. do valor da remuneração proposto.

Alternativa "e": a hipótese prevista nesta assertiva


COMENTARIOS
deve ser veiculada por meio de lei complementar, nos
termos do artigo 121 da Constituição Federal. Certo. De acordo com o art. 63, 1, da CF, em regra
não será admitido aumento da despesa prevista nos
02. (Procurador do Município - Prefeitura Salvador- projetos de iniciativa exclusiva do Presidente da Repú-
-BA/2006 - FCC) O veto do Presidente da República a blica, a exemplo daqueles que dispõem sobre a remu-
projeto de lei neração de servidores públicos.

a) não pode ser parcial.


01.2. A autonomia funcional e administrativa da Defen-
b) não pode ser tácito. soria Pública estadual assegura, conforme a Constitui-
c) deve ser apreciado, em sessão conjunta, pelos ção Federal, ao defensor público-geral do estado a ini-
deputados e senadores, em votação aberta. ciativa de propor projeto de lei que disponha sobre a
criação e a remuneração de cargos de defensor público
d) se não mantido pelo congresso nacional, leva a que estadual.
o projeto de lei seja promulgado pelo Presidente do
Senado Federal.

e) não pode ser político, admitindo -se apenas o veto


Errado. Nos termos do art. 134, § 2º, da CF, as defen-
jurídico.
sorias estaduais gozam de autonomia funcional e admi-
nistrativa, mas não se garante ao defensor público -ge-
COMENTARIOS
ral do estado a iniciativa de propor projeto de lei que
Alternativa correta: letra "b": de acordo com disponha sobre a criação e a remuneração de cargos de
artigo 66, § 1° da Constituição Federal, se o Presidente defensor público estadual.
da República considerar o projeto, no todo ou em parte,
inconstitucional ou contrário ao interesse público,
vetá-lo-á total ou parcialmente, no prazo de quinze
dias úteis, contados da data do recebimento, e comu-
* DEFENSOR PÚBLICO ESTADUAL

nicará, dentro de quarenta e oito horas, ao Presidente


do Senado Federal os motivos do veto. Logo pode-se 01. (FCC - Defensor Público - MA/2009) É mecanismo
concluir que não há possibilidade de veto tácito pelo inerente à sistemática da separação de poderes como
Presidente da República. albergada pela Constituição da República:
Capítulo X - Separação dos Poderes 805

a) o veto do Presidente da República a projetos de lei quando o Congresso Nacional não a examina den-
aprovados pelas Casas do Congresso Nacional, por tro do prazo de cento e vinte dias previsto no texto
motivo de contrariedade ao interesse público. constitucional.
b) o processamento e julgamento do Presidente da b) Compete às assembleias legislativas estaduais,
República, nos crimes de responsabilidade, pela por autoridade própria, dispor, mediante decre-
Câmara dos Deputados. tos legislativos, sobre a iniciativa popular de lei no
c) a suspensão, no todo ou em parte, pelo Con- âmbito dos respectivos estados.
gresso Nacional, da execução de lei declarada
c) Nos casos em que o presidente da República, trans-
inconstitucional por decisão definitiva do Supremo
corrido o prazo de quinze dias úteis do recebimento
Tribunal Federal.
de projeto de lei aprovado pelo Congresso Nacio-
d) a sustação de atos normativos do Poder Executivo nal, não se manifestar expressamente no sentido de
pelo Senado Federal, nos casos em que se extrapo- sancionar ou de vetar o projeto, ocorrerá a sanção
larem os limites de delegação legislativa. tácita, que terá como fase seguinte a promulgação
da lei.
e) a criação pelas Casas do Congresso Nacional, me-
diante requerimento de, no mínimo, dois terços de d) As resoluções são atos normativos destinados a
seus membros, de comissão parlamentar de inqué- regular assunto de competência exclusiva do Con-
rito, para apuração de fato determinado e por prazo gresso Nacional, incumbindo - lhes, prioritaria-
certo. mente, referendar atos emanados do presidente da
República.
COMENTARIOS
e) A iniciativa para apresentação de proposta de
Alternativa correta: letra "a": é mecanismo ine- emenda à CF por deputado ou senador depende da
rente à sistemática da separação de poderes o veto do manifestação de dois terços, no mínimo, dos mem-
Presidente da República a projetos de lei aprovados bros da Câmara dos Deputados e do Senado Fede-
pelas Casas do Congresso Nacional, por motivo de con-
ral.
trariedade ao interesse público, nos termos do art. 66,
§ 1°, da CF.
COMENTARIOS
Alternativa "b": o processamento e julgamento
do Presidente da República, nos crimes de responsabili- Alternativa correta: letra "c": nos casos em que o
dade, será pelo Senado Federal (art. 52, 1, da CF). presidente da República, transcorrido o prazo de quinze
dias úteis do recebimento de projeto de lei aprovado
Alternativa "c": o art. 52, X, da CF, prevê que cabe
pelo Congresso Nacional, não se manifestar expressa-
ao Senado Federal a suspensão, no todo ou em parte,
mente no sentido de sancionar ou de vetar o projeto,
pelo Congresso Nacional, da execução de lei declarada
ocorrerá a sanção tácita, que terá como fase seguinte
inconstitucional por decisão definitiva do Supremo Tri-
a promulgação da lei. (art. 66, §§ 1º e 3º, da CF) Lem-
bunal Federal.
brando que a sanção do presidente pode ser expressa
Alternativa "d": é da competência exclusiva do ou tácita, mas o veto deve ser sempre expresso.
Congresso Nacional sustar os atos normativos do
Poder Executivo, nos casos em que se extrapolarem os Alternativa "a": o presidente da República não
limites de delegação legislativa, conforme art. 49, V, da poderá reeditar, na mesma sessão legislativa, a medida
CF.. provisória que tenha sido expressamente rejeitada ou
que tenha perdido sua eficácia por decurso de prazo
Alternativa "e": a criação de comissão parlamen- (art. 62, § 1O, da CF).
tar de inquérito pelas Casas do Congresso Nacional será
mediante requerimento de, no mínimo, um terço de Alternativa "b": lei disporá sobre a iniciativa popu-
seus membros, segundo art. 58, § 3°, da CF. lar no processo legislativo estadual, consoante art. 27, §
4º, da CF.

* JUIZ FEDERAL
Alternativa "d": os decretos legislativos são atos
normativos destinados a regular assunto de competên-
cia exclusiva do Congresso Nacional (art. 49, 1a XVII, da
01. (Cespe-Juiz Federal Substituto 2• região/ 2013) CF), incumbindo - lhes, prioritariamente, referendar
A respeito das disposições constitucionais sobre o pro- atos emanados do presidente da República (art. 49, I, da
cesso legislativo, assinale a opção correta. CF).

a) O presidente da República não poderá reeditar, na Alternativa "e": a iniciativa para apresentação de
mesma sessão legislativa, a med ida provisória que proposta de emenda à CF por deputado ou senador
tenha sido expressamente rejeitada. Ele poderá depende da manifestação de um terço, no minimo, dos
fazê-lo, porém, se a medida provisória tiver sofrido membros da Câmara dos Deputados e do Senado Fede-
rejeição tácita ou implícita, que se caracteriza ral (art. 60, I, da CF).
806 Paulo Lépore

02. (Cespe -Juiz Federal Substituto 3° região/ 2011) * JUIZ DE DIREITO


No que concerne à organização político-administrativa
do Estado brasileiro, à intervenção federal e ao processo
01. (FCC - Juiz de Direito - CE/2014) No processo de
legislativo, assinale a opção correta.
elaboração da lei de revisão geral da remuneração dos
a) A matéria constante de projeto de lei rejeitado servidores estaduais
poderá constituir objeto de novo projeto, na
a) incide jurisprudência vinculante - relativamente
mesma sessão legislativa, mediante proposta da
aos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário - do
maioria absoluta dos membros de qualquer das
Supremo Tribunal Federal sobre o assunto.
Casas do Congresso Nacional.
b) declarada a inconstitucionalidade por omissão na
b) Somente por emenda constitucional admite-se a
hipótese, será dada ciência ao Poder Executivo para
alteração da forma federativa de Estado, para que
a adoção das providências necessárias, devendo
o Brasil venha, eventualmente, a assumir a condição
fazê-lo em trinta dias.
de Estado unitário.
c) deve ser cumprido prazo anual para a revisão, prazo
c) Os denominados princípios constitucionais sen-
esse que existe desde o texto constitucional origi-
síveis, que, uma vez descumpridos, podem dar
nário da República.
ensejo à intervenção federal, incluem os valores
sociais do trabalho e da livre iniciativa, o pluralismo d) deve ser respeitada norma da Constituição da
político e a prevalência dos direitos humanos. República sobre reserva de iniciativa, ainda que não
tenha sido reproduzida pela Constituição estadual.
d) Para efeitos administrativos, a União pode instituir
regiões metropolitanas, aglomerações urbanas e e) devem ser observadas exclusivamente as normas
microrregiões em um mesmo complexo geoeco- constitucionais e legais estaduais pertinentes.
nõmico e social, visando a seu desenvolvimento e
à redução das desigualdades regionais. COMENTÁRIOS

e) O Presidente da República pode solicitar urgência Alternativa correta: letra "d": são de iniciativa
para apreciação de todos os projetos de lei que jul- privativa do Presidente da República as leis que dis-
gar relevantes ao bom funcionamento da adminis- ponham sobre a criação de cargos, funções ou empre-
tração pública, com exceção dos projetos de inicia- gos públicos na administração direta e autárquica ou
tiva privativa dos órgãos do Poder Judiciário. aumento de sua remuneração (art. 61, § lº, li, "a", da
CF). Essa regra, também deve ser aplicada ao Gover-
COMENTÁRIOS nador e à administração estadual, em decorrência do
Princípio da Simetria ou Parametricidade, segundo o
Alternativa correta: letra "a": a matéria constante
qual, as normas de organização do Estado dispostas na
de projeto de lei rejeitado poderá constituir objeto de
Constituição Federal e válidas para a União, devem ser
novo projeto, na mesma sessão legislativa, mediante
reproduzidas nas Constituições Estaduais e aplicadas
proposta da maioria absoluta dos membros de qual-
aos Estados Membros. O mesmo se dá em relação aos
quer das Casas do Congresso Nacional. f a exata reda-
Municípios, na medida em que será de iniciativa priva-
ção do art. 67 da CF.
tiva dos Prefeitos a criação de cargos, funções ou empre-
Alternativa "b": a forma federativa de Estado não gos públicos na administração direta e autárquica ou
pode ser objeto de emenda constitucional, pois é cláu- aumento de sua remuneração no âmbito de cada Muni-
sula pétrea descrita no art. 60, § 4º, I, da CF. cípio. Portanto, deve ser respeitada norma da Constitui-
ção da República sobre reserva de iniciativa, ainda que
Alternativa "c": os denominados princípios consti-
não tenha sido reproduzida pela Constituição estadual,
tucionais sensíveis estão descritos no art. 34, VII, da CF
uma vez que as normas básicas sobre processo legis-
e, uma vez descumpridos, podem dar ensejo à interven-
lativo devem ser respeitadas pelos Estados-membros.
ção federal. Note-se que os valores sociais do trabalho e
Não é outro o entendimento do Pretório Excelso: "já se
da livre iniciativa e o pluralismo político são fundamen-
firmou o entendimento desta Corte no sentido de que,
tos da República Federativa do Brasil (art. 1º, IV e V, da
também em face da atual Constituição, as normas bási-
CF), enquanto que a prevalência dos direitos humanos é
cas da Carta Magna Federal sobre processo legislativo,
um dos princfpios que regem as relações internacio-
como as referentes às hipóteses de iniciativa reservada,
nais da RFB (art. 4º, li, da CF).
devem ser observadas pelos Estados-membros. Assim,
Alternativa "d": para efeitos administrativos, a não partindo o dispositivo constitucional estadual ora
União pode articular sua ação em um mesmo com- atacado da iniciativa do Governador, e dizendo respeito
plexo geoeconõmico e social, visando a seu desenvol- a vantagens a ser concedidas aos servidores públicos
vimento e à redução das desigualdades regionais, con- civis, foi ofendido o artigo 61, § 1°, li, "c", da Carta Magna
forme art. 43, caput, da CF. Federal" (STF. ADI 1730, julgada em 2003 e relatada pelo
Ministro Moreira Alves).
Alternativa "e": na lição do art. 64, § lº, da CF, o
Presidente da República pode solicitar urgência para a Alternativa "a": não há se falar em vinculação
apreciação de projetos de sua iniciativa. do Poder Legislativo por decisões emanadas do Poder
Capítulo X - Separação dos Poderes 807

Jurdiciário - ainda que seja jurisprudência vinculante.


Exemplo disso é a própria Súmula Vinculante que COMENTA RIOS
quando editada pelo STF, vincula os demais órgãos
do Poder Judiciário e a administração pública direta e Alternativa correta: "c": de acordo com enten-
indireta (mas, não o Legislativo). Sobre o assunto (pro- dimento do STF, "A iniciativa de leis que versem sobre
cesso de elaboração da lei de revisão geral da remune- matéria tributária é concorrente entre o chefe do Poder
ração dos servidores estaduais), não há, até o momento, Executivo e os membros do Legislativo. A circunstância
súmula vinculante editada pelo STF. de as leis que versem sobre matéria tributária poderem
Alternativa "b": declarada a inconstitucionalidade repercutir no orçamento do ente federado não conduz
por omissão de medida para tornar efetiva norma cons- à conclusão de que sua iniciativa é privativa do chefe
titucional, será dada ciência ao Poder competente para a do Executivo." (RE 590.697-ED, Rei. Min. Ricardo lewan-
adoção das providências necessárias e, em se tratando dowski, julgamento em 23-8-2011, Segunda Turma, DJE
de órgão administrativo, para fazê-lo em trinta de 6-9-2011).
dias (art. 103, § 2°, da CF). O entendimento da Suprema
Alternativa "a": a rejeição expressa de medida
Corte, é que quando o Chefe do Poder Executivo deixa
provisória opera efeitos ex tunc (não ex nunc), ou seja,
de desencadear o processo legislativo, cuja competên-
retroativos (STF, RE 254.818).
cia é de sua exclusividade, não se aplicará o prazo de
trinta dias para que tome a iniciativa, pois não estaria Alternativa "b": os projetos de lei de iniciativa
diante de uma atribuição administrativa (neste sentido, popular sempre terão início na Câmara dos Deputa-
ADI 2504, julgada em 2002 e relatada pelo Ministro limar dos (não no Senado Federal), conforme art. 64, caput,
Galvão). Ainda, segundo o Pretório Excelso, "Esta Corte da CF.
firmou o entendimento de que, embora reconhecida a
Alternativa "d": segundo o art. 58, § 2º, da CF, às
mora legislativa, não pode o Judiciário deflagrar o pro-
cesso legislativo, nem fixar prazo para que o chefe do comissões, em razão da matéria de sua competência,
Poder Executivo o faça. Além disso, esta Turma enten- cabe discutir e votar projeto de lei que dispensar, na
deu que o comportamento emissivo do chefe do Poder forma do regimento, a competência do Plenário, salvo
Executivo não gera direito à indenização por perdas e se houver recurso de um décimo dos membros da Casa.
danos" (RE 424584, julgado em 2009 e relatado pelo Portanto, não há qualquer especificidade em relação
Ministro Joaquim Barbosa). a projeto de lei complementar.

Alternativa "c": deve ser cumprido prazo anual


para a revisão, prazo esse incluído com a Emenda Cons- 03. (TJ/RS - Juiz de Direito Substituto - RS/2012 -
titucional nº 19, de 1998. Portanto, não existe desde o adaptada) Em relação ao processo legislativo segundo
texto constitucional originário da República. a Constituição Federal, considere as assertivas abaixo.

Alternativa "e": devem ser observadas as normas 1. Os projetos de lei de iniciativa do Presidente da
constitucionais e legais estaduais pertinentes, bem República só podem ter início na Câmara dos Depu-
como as normas constantes da Constituição Federal e tados.
eventuais leis de âmbito nacional. Portanto, não serão
li. Se a proposta de emenda constitucional não for
observadas exclusivamente as normas constitucio-
apresentada pelo Presidente da República, não
nais e legais estaduais. Exemplo disso é a iniciativa da
haverá qualquer participação do Poder Executivo
lei, devendo ser observado o que dispõe a CF, que atri-
em sua tramitação.
bui tal competência ao Chefe do Poder Executivo.
Ili. Na sessão conjunta destinada a apreciar o veto do
02. (Cespe - Juiz de Direito Substituto - MA/ 2013) Presidente da República, o voto dos parlamentares
Considerando as disposições constitucionais e a juris- é aberto.
prudência acerca do processo legislativo, assinale a Quais são corretas?
opção correta.
a) Apenas 1
a) A rejeição expressa de medida provisória opera
efeitos ex nunc. b) Apenas li
b) Os projetos de lei de iniciativa popular poderão ini- c) Apenas Ili
ciar-se tanto na Câmara dos Deputados quanto no
Senado Federal. d) Apenas 1e li

c) De acordo com entendimento do STF, a iniciativa de e) l, 11 elll


lei que verse sobre matéria tributária é concorrente
entre o chefe do Poder Executivo e os membros do COMENTARIOS
legislativo.
Alternativa correta: "e".
d) De acordo com o regime de tramitação do projeto
de lei complementar, é dispensável a submissão de O Nota do autor: essa questão foi adaptada em
seu conteúdo ao plenário da casa legislativa. virtude da aprovação da EC 76/2013.
~~.~... ....... ... ........ .... ...... .. ....... ..... ... .. .... .... .. .. ... .. .. ... ... .. .... ... .. .. ......... .. .... .. ... ....
Paulo Lépore
............ .
Item "1": consoante art. 64, caput, da CF, os projetos
de lei de iniciativa do Presidente da República só podem 05. (Cespe - Juiz de Direito Substituto - AC/ 2012)
ter início na Câmara dos Deputados. Aluz das disposições constitucionais sobre o processo
legislativo, assinale a opção correta.
Item "li": se a proposta de emenda constitucional
a) As leis delegadas serão elaboradas pelo presidente
não for apresentada pelo Presidente da República, não
da República após a edição pelo Congresso Nacio-
haverá qualquer participação do Poder Executivo em
nal de decreto legislativo com a especificação do
sua tramitação, pois uma vez aprova, a emenda será
conteúdo e dos termos de exercício da delegação.
promulgada pelas Mesas da Câmara dos Deputados e
do Senado Federal, com o respectivo número de ordem. b) Como regra, os projetos de lei, assim como as pro-
postas de emenda à CF, são submetidos a dois tur-
Item "Ili•: de acordo com o art. 66, § 4º, da CF (com nos de discussão e votação.
redação dada pela EC 76/2013, O veto será apreciado
c) As medidas provisórias devem ser votadas em ses-
em sessão conjunta, dentro de trinta dias a contar de
são conjunta do Congresso Nacional, no prazo de
seu recebimento, só podendo ser rejeitado pelo voto
sessenta dias a contar de sua publicação, sob pena
(aberto, portanto, não mais em escrutínio secreto) da
de imediata perda da sua eficácia.
maioria absoluta dos Deputados e Senadores.
d) Não se admite, nos projetos que versam sobre a
criação e extinção de ministérios e órgãos da admi-
04. (TJ/RS - Juiz de Direito Substituto - RS/2012) No
nistração pública, emenda parlamentar que gere
que tange ao processo legislativo e à organização do aumento da despesa prevista.
Estado segundo a Constituição Federal, assinale a asser-
tiva correta. e) O veto a projeto de lei deverá ser apreciado em
cada uma das casas do Congresso Nacional dentro
a) Lei Municipal, de iniciativa do Prefeito Municipal, de trinta dias a contar da decisão presidencial, e
pode fixar ou modificar os efetivos das Forças sua rejeição dependerá do voto de dois terços dos
Armadas. membros de cada uma delas, em votação nominal.

b) Só é exigível lei complementar nas hipóteses taxati- COMENTARIOS


vamente previstas na Constituição Federal.
Alternativa correta: "d": de acordo com o art. 63
e) A Câmara dos Deputados pode editar lei que crie
da CF, em regra não será admitido aumento de despesa
cargos, funções ou empregos públicos na admi- prevista nos projetos de iniciativa exclusiva do Presi-
nistração direta e autárquica. dente da República, a exemplo daquele que verse sobre
d) O quorum de aprovação para leis complementares a criação e extinção de ministérios e órgãos da adminis-
é de maioria simples. tração pública (art. 61 , § 1º, li, "e", da CF).

Alternativa "a": a lei delegada representa uma


e) O Presidente da República, em caso de urgência e
exceção ao princípio da indelegabilidade das funções
relevância, pode editar medida provisória que vise
típicas de um órgão a outro. Isso porque é aquela que
o sequestro de bens e poupança popular.
se materializa a partir da delegação da função típica
de legislar do Poder Legislativo para o Poder Executivo
COMENTARIOS
(Presidente da República), consoante art. 68, caput, da
CF. A delegação ocorre a partir de um pedido do Pre-
Alternativa correta: "b": a regra do processo legis-
sidente da República por mensagem especial ao Presi-
lativo é a lei ordinária, só sendo exigível lei complemen-
dente do Congresso Nacional, que indica o assunto a ser
tar nas hipóteses taxativamente previstas na Constitui -
abordado na futura lei delegada. Esse pedido recebe
ção Federal.
o nome de iniciativa solicitadora. Recebendo a inicia-
Alternativa "a": é de iniciativa privativa do Pre- tiva solicitadora e concordando com ela, o Presidente
sidente da República as leis que fixem ou modifiquem do Congresso Nacional emite uma resolução (náo
os efetivos das Forças Armadas (art. 61 , § 1' , I, da CF). decreto legislativo) especificando o conteúdo e os ter-
mos do exercício da delegação (art. 68, § 2°, da CF).
Alternativa "c": é de iniciativa privativa do Pre-
Alternativa "b": como regra, os projetos de lei,
sidente da República editar lei que crie cargos, fun-
diferentemente das propostas de emenda à CF, são
ções ou empregos públicos na administração direta e
submetidos a apenas um turno de discussão e votação.
autárquica (art. 61, § 1', li, "a", da CF).
Alternativa "c": as medidas provisórias devem ser
Alternativa "d": o quorum de aprovação para leis votadas em cada uma das Casas (e não em sessão con-
complementares é de maioria absoluta (não simples), junta) do Congresso Nacional, no prazo de sessenta dias
consoante art. 69 da CF. a contar de sua publicação, podendo haver uma única
prorrogação desse prazo (art. 62, §§ 3º e 7º, da CF).
Alternativa "e": é vedada a edição de medida
provisória que vise o sequestro de bens e poupança Alternativa "e": o veto a projeto de lei deverá ser
popular (art. 62, § 1º, li, da CF). apreciado em sessão conjunta (e não em cada uma
Capítulo X - Separação dos Poderes 809

das casas do Congresso Nacional) dentro de trinta dias data de publicação no diário oficial, normalmente um
a contar de seu recebimento (e não da decisão presi- dia depois.
dencial), e sua rejeição dependerá da maioria absoluta
Alternativa "d": as medidas provisórias devem
dos deputados e senadores (e não do voto de dois ter-
ser votadas por cada uma das Casas do Congresso
ços dos membros de cada uma delas, em votação nomi-
Nacional (não em sessão conjunta do Congresso Nacio-
nal), conforme art. 66, § 4º, da CF, com redação dada pela
nal), consoante art. 62, § 5º, da CF.
EC 76/2013.
Alternativa "e": as leis delegadas, elaboradas pelo
presidente da República em virtude de autorização do
06. (Cespe - Juiz de Direito Substituto-PI/ 2012)
Poder Legislativo, devem ser aprovadas por maioria
Considerando as disposições constitucionais acerca do
simples ou relativa (náo absoluta), mesmo porque
processo legislativo, assinale a opção correta.
elas nem podem ter como objeto matéria reservada a
a) As deliberações das comissões permanentes de lei complementar (que exigiria aprovação por maioria
ambas as casas do Congresso Nacional devem ser absoluta), conforme artigos 68 e 69 da CF.
tomadas por maioria simples, salvo no que diz res-
peito à discussão e votação, em caráter conclusivo,
07. (Cespe - Juiz de Direito Substituto-CE/ 2012)
de projetos de lei, caso em que se requer maioria
Acerca do processo legislativo na ordem jurídica pátria,
absoluta.
assinale a opção correta.
b) A promulgação é entendida como o atestado de
a) Celebrado tratado, convenção ou ato internacional
existência da lei; desse modo, os efeitos da lei
pelo presidente da República, cabe ao Congresso
somente se produzem depois daquela.
Nacional o correspondente referendo ou aprova-
c) A promulgação e a publicação da lei são sempre ção, mediante a edição de resolução especifica.
atos conjuntos e devem ocorrer de forma simultâ-
b) No processo legislativo da lei ordinária, o veto pre-
nea.
sidencial parcial pode abranger trecho, palavras ou
d) As medidas provisórias, cujo prazo de validade é expressões constantes de artigo, parágrafo ou alí-
de sessenta dias, prorrogável por mais sessenta, nea.
devem ser votadas em sessão conjunta do Con-
c) O controle exercido pelo Congresso Nacional sobre
gresso Nacional.
a lei delegada opera efeitos ex tunc.
e) As leis delegadas, elaboradas pelo presidente da
d) Segundo o STF, uma vez editada a medida provisó-
República em virtude de autorização do Poder
ria, não pode o presidente da República retirá-la da
Legislativo, devem ser aprovadas por maioria abso-
apreciação do Congresso Nacional nem tampouco
luta.
ab-rogá-la por meio de nova medida provisória.
COMENTÁRIOS e) Lei ordinária posterior pode revogar lei formal-
mente complementar, desde que materialmente
O Nota do autor: é interessante notar que essa ordinária.
questão exige conhecimento doutrinário, o que tem
sido pouco comum, pois as provas para juiz de direito COMENTÁRIOS
tem explorado mais a jurisprudência do STF. De toda
forma, fica o alerta: estudar a jurisprudência do STF e Alternativa correta: "e": se uma lei denominada
também a doutrina da área. de complementar versar sobre matéria relativa a lei
ordinária (ou seja, para a qual não seria exigível lei com-
Alternativa correta: "b": "a promulgação é o ato
plementar), então ela poderá ser revogada também por
por meio do qual o chefe do Poder Executivo atesta que
lei ordinária posterior. Esse é o entendimento do STF
a ordem jurídica foi regularmente inovada e que a nova
(RE, 377.457, julgado em 2008 e relatado pelo Ministro
lei tem aptidão para produzir efeitos, ou seja, tem exe-
Gilmar Mendes).
cutoriedade" (LtPORE, Paulo. Direito constitucional. Sal-
vador: Juspodivm, 2013, p. 280). Alternativa "a": de acordo com os artigos 49, 1, e
84, VIII, da CF, celebrado tratado, convenção ou ato
Alternatlva "a": nos termos do art. 47 da CF, salvo
internacional pelo presidente da República, cabe ao
disposição constitucional em contrário, as deliberações
Congresso Nacional o correspondente referendo ou
de cada Casa e de suas Comissões serão tomadas por
aprovação, mediante a edição de decreto legislativo,
maioria dos votos (maioria simples), presente a maioria
exigido para todas as matérias do art. 49 da CF.
absoluta de seus membros. Essa é a regra para discus-
são e votação, em caráter conclusivo, de projetos de lei. Alternativa "b": o veto presidencial parcial
A maioria absoluta somente é exigível para projetos de somente pode abranger trecho integral de artigo, de
lei complementar (art. 69 da CF). parágrafo, de inciso ou de alínea, não podendo ser
exclusivamente sobre palavras ou expressões (art. 66,
Alternativa "c": a promulgação e a publicação da
§ 2º, da CFJ.
lei não são atos que devem ocorrer de forma simultâ-
nea. Tanto é verdade que a data que consta na ementa Alternativa "c": o controle exercido pelo Con-
da lei é a de promulgação, que não se confunde com a gresso Nacional sobre a lei delegada (consoante art. 68,
810 Paulo Lépore

§ 2º, da CF) opera efeitos ex nunc (não ex tunc), ou seja, Alternativa "a": à luz do art. 65 da CF, o projeto
não retroativos, mediante sustação do ato normativo de lei aprovado por uma Casa será revisto pela outra,
que exorbite dos limites da delegação legislativa (art. em um só turno (e não em dois turnos) de discussão e
49, V, da CF). votação, e enviado à sanção ou promulgação, se a Casa
revisora o aprovar, ou arquivado, se o rejeitar.
Alternativa "d": segundo o STF, porque possui
força de lei e eficácia imediata a partir de sua publica- Alternativa "b": na linha do art. 66, § 1º, da CF, se o
ção, a medida provisória não pode ser 'retirada' pelo Presidente da República considerar o projeto, no todo
presidente da República à apreciação do Congresso ou em parte, inconstitucional ou contrário ao interesse
Nacional. (...). Entretanto, como qualquer outro público, vetá-lo-á total ou parcialmente, no prazo de
ato legislativo, a medida provisória é passivei de quinze dias úteis (não corridos), contados da data do
ab-rogação mediante diploma de igual ou superior recebimento, e comunicará, dentro de quarenta e oito
hierarquia. (...). A revogação da medida provisó- horas, ao Presidente do Senado Federal os motivos do
ria por outra apenas suspende a eficácia da norma veto.
ab-rogada, que voltará a vigorar pelo tempo que lhe
Alternativa "e": o veto do Presidente da Repú-
reste para apreciação, caso caduque ou seja rejeitada
blica será apreciado em sessão conjunta, dentro de
a medida provisória ab-rogante. Consequentemente,
trinta (não quinze) dias a contar de seu recebimento,
o ato revocatório não subtrai ao Congresso Nacional o
só podendo ser rejeitado pelo voto da maioria absoluta
exame da matéria contida na medida provisória revo-
dos Deputados e Senadores, em escrutfnio aberto
gada. (ADI 2.984, julgada em 2003 e relatada pela Minis-
(não em escrutínio secreto, de acordo com a nova reda-
tra Ellen Gracie).
ção dada ao art. 66, § 4º, da CF pela EC 76/2013).

08. (Vunesp - Juiz de Direito Substituto - RJ/2011 -


09. (Cespe - Juiz de Direito Substituto-PB/ 2011)
adaptada) Considerando o disposto na Carta Magna a
Considerando a disciplina constitucional do Congresso
respeito do processo legislativo, assinale a alternativa
Nacional e do processo legislativo, assinale a opção cor-
correta.
reta .
a) O projeto de lei aprovado por uma Casa será revisto a) No Poder Judiciário, cabe ao presidente do STF, com
pela outra, em dois turnos de discussão e votação, exclusividade, a iniciativa das leis complementares
e enviado à sanção ou promulgação, se a Casa revi- e ordinárias sobre matérias afetas a esse poder.
sora o aprovar, ou arquivado, se o rejeitar.
b) O veto que o Presidente da República apõe a pro-
b) Se o Presidente da República considerar o projeto, jeto de lei pode ser total ou parcial, devendo, neste
no todo ou em parte, inconstitucional ou contrá- caso, abranger texto integral de artigo, de pará-
rio ao interesse público, vetá-lo-á total ou parcial- grafo, de inciso ou de alínea.
mente, no prazo de quinze dias corridos, contados
da data do recebimento, e comunicará, dentro de c) Os Estados, o DF e os territórios são representados
quarenta e oito horas, ao Presidente do Senado por três senadores, eleitos, com dois suplentes,
Federal os motivos do veto. para mandatos de oito anos, sendo a representação
renovada a cada quatro anos, na proporção de um
c) O veto do Presidente da República será apreciado terço, de acordo com o princípio proporcional e de
em sessão conjunta, dentro de quinze dias a contar dois terços, de acordo com o princípio majoritário.
de seu recebimento, só podendo ser rejeitado pelo
voto da maioria absoluta dos Deputados e Senado- d) Entre as competências exclusivas do Cc;mgresso
res, em escrutínio secreto. Nacional incluem-se a de processar e julgar os
ministros do STF, os membros do CNJ e do Conselho
d) Na hipótese de rejeição de veto pelo Congresso Nacional do Ministério Público, o Procurador-Geral
Nacional, se a lei não for promulgada dentro de da República e o AGU nos crimes comuns e nos de
quarenta e oito horas pelo Presidente da República, responsabilidade.
o Presidente do Senado a promulgará e, se este não
o fizer em igual prazo, caberá ao Vice-Presidente do e) Os parlamentares federais possuem imunidade for-
Senado fazê-lo. mal para a prisão e para o processo, não podendo,
desde a expedição do diploma, ser presos, salvo em
COMENTARIOS flagrante de crime inafiançável, nem processados
criminalmente sem prévia licença da respectiva
O Nota do autor: a questão foi adaptada em razão casa .
da EC 76/2013, que alterou o art. 66, § 4º, da CF.
COMENTARIOS
Alternativa correta: "d": de acordo com o art. 66, §
7º, da CF, se a lei não for promulgada dentro de quarenta Alternativa correta: letra "b": o veto que o Presi-
e oito horas pelo Presidente da República, nos casos dos dente da República apõe a projeto de lei pode ser total
§ 3° e§ 5° (sanção tácita e rejeição de veto), o Presidente ou parcial, devendo, neste caso, abranger texto integral
do Senado a promulgará, e, se este não o fizer em igual de artigo, de parágrafo, de inciso ou de alínea. Trata-se
prazo, caberá ao Vice-Presidente do Senado fazê-lo. do disposto no art. 66, §§ 1ºe 2º, da CF.
Capítulo X - Separação dos Poderes 811

Alternativa "a": a iniciativa das leis complementa- sanção presidencial em resolução editada pelo Poder
res e ordinárias sobre matérias afetas ao Poder Judiciá- Legislativo, pois trata-se de ato normativo por meio
rio cabe ao STF, Tribunais Superiores (art. 61, caput, da do qual será regulamentada matéria de competência
CF)) e Tribunais de Justiça (art. 125, § 1°, da CF). privativa da Cãmara dos Deputados (art. 51 da CF) e do
Senado Federal (art. 52 da CF).
Alternativa "c": os Estados e o DF são representa-
dos por três senadores, eleitos, com dois suplentes, para Alternativa "b": são de iniciativa privativa do
mandatos de oito anos, sendo a representação reno- Chefe do Poder Executivo, entre outras, leis versantes
vada de quatro em quatro anos, alternadamente, sobre servidores públicos, seu regime jurídico, provi-
por um e dois terços, de acordo com o princípio majo- mento de cargos, estabilidade e aposentadoria (art. 61,
ritário (art. 46, caput e §§ 1º a 3º, da CF). Os Territórios § 1º, li, "c", da CF).
não têm senadores, apenas deputados federais (art.
Alternativa "d": consoante leitura do art. 59, 1a VII,
45, § 2°, da CF).
da CF, o processo legislativo compreende a elaboração
Alternativa "d": de acordo com o art. 52, li, da CF, das seguintes proposições: emendas à Constituição, leis
entre as competências exclusivas do Senado Federal complementares, leis ordinárias, leis delegadas, medi-
incluem-se a de processar e julgar os ministros do 5TF, das provisórias, decretos legislativos e resoluções.
os membros do CNJ e do Conselho Nacional do Minis-
Alternativa "e": o quórum para a aprovação de
tério Público, o Procurador-Geral da República e o AGU
emenda constitucional é de três quintos (art. 60, § 2º,
nos crimes de responsabilidade.
da CF).
Alternativa "e": os parlamentares federais pos-
suem imunidade formal para a prisão e para o processo, 11. (IESES - Juiz Substituto - MA/ 2008) De acordo
não podendo, desde a expedição do diploma, ser pre- com a Constituição da República Federativa do Brasil,
sos, salvo em flagrante de crime inafiançável. Não há marque V ou F, conforme as afirmações a seguir sejam
mais necessidade de prévia autorização da Casa Legis- verdadeiras ou falsas.
lativa para que possa ser instaurado processo criminal
contra congressista. O que pode ocorrer é que, instau- 1. Compete ao Supremo Tribunal Federal, precipua-
rado o processo, pode a Casa suspender o andamento mente, a guarda da Constituição. Ainda, nos termos
da ação (art. 53, § 3º, da CF). da Constituição da República Federativa do Brasil, é
competência do Supremo Tribunal Federal: proces-
sar e julgar, originariamente o mandado de segu-
10. (TJISC - Juiz Substituto - SC/ 2009) ~INCORRETO rança e o "habeas-data" contra atos do Presidente
asseverar, em tema de processo legislativo, que: da República, das Mesas da Câmara dos Deputa-
a) Não há sanção, pelo Chefe do Poder Executivo, em dos e do Senado Federal, do Tribunal de Contas da
emenda constitucional, nem tampouco em resolu- União, do Procurador-Geral da República e do pró-
ção editada pelo Poder Legislativo. prio Supremo Tribunal Federal.

b) São de iniciativa privativa do Chefe do Poder Exe- li. A discussão e votação dos projetos de lei de inicia-
cutivo, entre outras, leis versantes sobre servidores tiva do Presidente da República, do Supremo Tribu-
públicos, seu regime jurídico, provimento de car- nal Federal e dos Tribunais Superiores terão início
gos, estabilidade e aposentadoria. na Câmara dos Deputados, sendo que o Presidente
da República poderá solicitar urgência para apre-
c) Não é admissível aumento de despesa ao projeto ciação de projetos de sua iniciativa.
original pela via de emenda parlamentar.
Il i. A Constituição poderá ser emendada mediante
d) Compreende a elaboração das seguintes proposi- proposta: de um terço, no mínimo, dos membros da
ções: emendas à Constituição, leis complementa- Câmara dos Deputados ou do Senado Federal; do
res, leis ordinárias, leis delegadas, medidas provisó- Presidente da República e de mais da metade das
rias, decretos legislativos e resoluções. Assembleias Legislativas das unidades da Federa-
e) O quórum para a aprovação de emenda constitu- ção, manifestando-se, cada uma delas, pela maioria
cional é de três quintos. relativa de seus membros.
IV. As medidas provisórias terão sua votação iniciada
COMENTÁRIOS
na Câmara dos Deputados, sendo vedada a edição
de medidas provisórias sobre matéria já discipli-
Alternativa certa: letra "e" (a questão pede o
nada em projeto de lei aprovado pelo Congresso
"incorreto"): é admitido aumento de despesa por
emenda parlamentar quando não seja em projeto de Nacional e pendente de sanção ou veto do Presi-
lei relacionado nos incisos 1e li do art. 63 da CF, pois a dente da República .
restrição alcança estes casos. A sequência correta, de cima para baixo, é:
Alternativa "a": não há sanção, pelo Chefe do a) V- F - F-V
Poder Executivo, em emenda constitucional, pois as
b) V - V - V-V
emendas são promulgadas pelo Poder Leg islativo
Poder Legislativo (art. 60, § 3º, da CF). Também não há c) F-V-V- F
812 Paulo Lépore

d) V-F-V-F COMENTARIOS

COMENTÁRIOS Alternativa correta: letra "a": são de iniciativa pri-


vativa do Presidente da República leis que disponham
Alternativa correta: letra "b" sobre servidores públicos da União e Territórios, seu
regime jurídico, provimento de cargos, estabilidade e
Assertiva ui": verdadeira. Compete ao Supremo
aposentadoria (art. 61, § lº, li, "c", da CF).
Tribunal Federal, precipuamente, a guarda da Constitui-
ção (art. 102, caput, da CF). Ainda, nos termos da Consti- Alternativa ub": a discussão e votação dos proje-
tuição da República Federativa do Brasil, é competência tos de lei de iniciativa do Presidente da República, do
do Supremo Tribunal Federal: processar e julgar, origi- Supremo Tribunal Federal e dos Tribunais Superiores
nariamente o mandado de segurança e o "habeas-data" terão início na Câmara dos Deputados, conforme
contra atos do Presidente da República, das Mesas da leciona o art. 64, caput, da CF.
Câmara dos Deputados e do Senado Federal, do Tribu- Alternativa "c": a iniciativa de lei popular poderá
nal de Contas da União, do Procurador-Geral da Repú- ser exercida pela apresentação de projeto junto à
blica e do próprio Supremo Tribunal Federal, nos termos Câmara dos Deputados, nos termos do art. 61, § 2º, da
do art. 102, 1, "d", da CF. CF.

Assertiva "li": verdadeira. A discussão e vota- Alternativa "d": na lição do art. 62, § 3º, da CF, a
ção dos projetos de lei de iniciativa do Presidente da medida provisória que não for votada no prazo de 60
República, do Supremo Tribunal Federal e dos Tribu- dias poderá ser prorrogada por uma vez e por igual
nais Superiores terão início na Câmara dos Deputados, prazo
sendo que o Presidente da República poderá solicitar
urgência para apreciação de projetos de sua iniciativa 13. (EJEF -Juiz Substituto - MG/ 2008) A Constituição
(art. 64, caput e § 1º,da CF) da República discrimina as regras mediante as quais se
desenvolve o processo legislativo e que irão propiciar a
Assertiva "Ili": verdadeira. Conforme dispõe o
formação dos atos normativos nela declinados (art. 59).
art. 60, 1a Ili, da CF, a Constituição poderá ser emendada
mediante proposta: de um terço, no mínimo, dos mem- a) O texto constitucional admite a aprovação de pro-
bros da Câmara dos Deputados ou do Senado Federal; jeto de lei ou de medida provisória por decurso de
do Presidente da República e de mais da metade das prazo.
Assembleias Legislativas das unidades da Federação,
b) É de iniciativa privativa do Presidente da República
manifestando-se, cada uma delas, pela maioria relativa
a lei que disponha sobre criação de cargos, funções
de seus membros.
ou empregos públicos na administração direta e
Assertiva "IV": verdadeira. As medidas provisó- autárquica ou aumento de sua remuneração.
rias terão sua votação iniciada na Câmara dos Deputa- c) No projeto de iniciativa exclusiva do Chefe do Poder
dos (art. 62, § 8º, da CF), sendo vedada a edição de medi- Executivo sempre é lícito aos membros do Poder
das provisórias sobre matéria já disciplinada em projeto Legislativo emendá-lo de modo a aumentar a des-
de lei aprovado pelo Congresso Nacional e pendente de pesa nele prevista.
sanção ou veto do Presidente da República (art. 62, § 1º,
IV, da CF). d) Não é admissível a iniciativa popular.

COMENTÁRIOS
12. (IESES - Juiz Substituto - MA/ 2008) No que se
refere ao processo legislativo, é correto afirmar: Alternativa correta: letra "b": o art. 61, § lº, li, "a",
da CF dispõe que é de iniciativa privativa do Presidente
a) São de iniciativa privativa do Presidente da Repú- da República a lei que disponha sobre criação de cargos,
blica leis que disponham sobre servidores públicos funções ou empregos públicos na administração direta
da União e Territórios, seu regime jurídico, provi- e autárquica ou aumento de sua remuneração
mento de cargos, estabilidade e aposentadoria.
Alternativa "a": o texto constitucional admite a
b) A discussão e votação dos projetos de lei de inicia- aprovação de projeto de lei por decurso de prazo (art.
tiva do Presidente da República, do Supremo Tribu- 66, § 3°, da CF), mas não admite a aprovação de medida
nal Federal e dos Tribunais Superiores terão início provisória, pois, se esta não for convertida em lei no
no Senado Federal. prazo de 60 dias (ou 120 dias, se tiver havido a prorroga-
ção), esta perderá sua eficácia.
c) A iniciativa de lei popular poderá ser exercida pela
apresentação de projeto junto ao Senado Federal. Alternativa "c": no projeto de iniciativa exclusiva
do Chefe do Poder Executivo em regra não é lícito aos
d) A medida provisória que não for votada no prazo de membros do Poder Legislativo emendá-lo de modo a
60 dias poderá ser prorrogada por até duas vezes e aumentar a despesa nele prevista, ressalvado o que dis-
por igual prazo. põe o art. 63, 1 c/c art. 166, §§ 3º e 4°, ambos da CF.
Capítulo X - Separação dos Poderes 813

Alternativa "d": conforme se depreende do art. 14, sobre matéria reservada a lei complementar e ao
Ili, da CF, é admissível a iniciativa popular. processo civil, vedada sua edição relativamente ao
direito penal ou processual penal.
14. (Cespe - Juiz Substituto - SE/ 2008) Assinale a Analisando-se as assertivas acima, podemos afir-
opção correta em relação ao processo legislativo. mar que:
a) ~ válida emenda à constituição estadual de inicia-
a) somente as de números 1, li e Ili estão corretas;
tiva do quorum parlamentar e que promova altera-
ção no regime jurídico dos servidores da Secretaria b) todas estão corretas;
de Fazenda.
c) estão corretas apenas as de números li, Ili e IV;
b) A lei complementar materialmente ordinária pode
ser revogada por lei ordinária. d) somente a de número 1 está correta.

c) A sanção de lei pelo Governador supre eventual COMENTÁRIOS


vício de iniciativa do projeto.
Alternativa correta: letra "d"
d) O Governador tem iniciativa privativa para a apre-
sentação de projetos de lei de matéria tributária. Assertiva "1": correta. No processo legislativo
federal compreende-se a elaboração de leis ordinárias,
COMENTÁRIOS leis complementares, emendas à Constituição, leis dele-
gadas, medidas provisórias, decretos legislativos e reso-
Alternativa correta: letra "b": a lei complementar
luções, nos termos do art. 59, 1a VII, da CF.
materialmente ordinária, ou seja, com conteúdo que
pode ser estabelecido por lei ordinária, pode ser revo- Assertiva "li": incorreta. A proposta de emenda
gada por lei ordinária. constitucional será discutida e votada em cada casa do
Congresso Nacional (separadamente), em dois turnos,
Alternativa "a": é inválida emenda à constituição
estadual de iniciativa do quórum parlamentar que pro- considerando-se aprovada se obtiver, em ambos, três
mova alteração no regime jurídico dos servidores da quintos dos votos de seus membros, de acordo com art.
Secretaria de Fazenda, uma vez que se trata de matéria 60, § 2°, da CF.
restrita à iniciativa do Chefe do Executivo (art. 62, § 1°, Assertiva "Ili": incorreta. A iniciativa das leis não
li, "c"). é privativa dos Deputados Federais, dos Senadores e do
Alternativa "c": a sanção de lei pelo Governador Presidente da República, pois ela também cabe ao STF,
não supre eventual vício de iniciativa do projeto. aos Tribunais Superiores, ao PGR e aos cidadãos, con-
forme art. 61, caput, da CF, bem como aos Tribunais de
Alternativa "d": o Governador não tem iniciativa Justiça, segundo o art. 125, § 1°, da CF.
privativa para a apresentação de projetos de lei de
matéria tributária, pois a CF não atribui competência Assertiva "IV": incorreta. Em casos de relevância
privativa ao Chefe do Executivo para tratar de matéria e urgência, poderão ser editadas medidas provisórias,
tributária, salvo no âmbito dos Territórios (art. 61, § 1°, com força de lei, sendo vedada sua edição sobre pro-
li, "b"). cesso civil, direito penal ou processual penal e matéria
reservada a lei complementar, (art. 62, § 1°, I, "b" e Ili,
da CF).
* PROCURADOR DA REPÚBLICA

01. (MPF - Procurador da Repúbllca/2006) NO PRO-


* PROMOTOR DE JUSTIÇA

CESSO LEGISLATIVO FEDERAL:


1. compreende-se a elaboração de leis ordinárias, 01. (FUNDEP - Promotor de Justiça - MG/2014) Ana-
leis complementares, emendas à Constituição, leis lise as seguintes assertivas relativas ao processo legisla-
delegadas, medidas provisórias, decretos legislati- tivo estabelecido na Constituição da República de 1988:
vos e resoluções; 1. A iniciativa do processo legislativo pode ser concor-
li. a proposta de emenda constitucional será discu- rente ou geral e reservada ou exclusiva.
tida e votada pelo Congresso Nacional, em sessão li. As regras do processo legislativo, em especial as
unicameral, em dois turnos, considerando-se apro- concernentes à iniciativa legislativa, em razão da
vada se obtiver, em ambos, três quintos dos votos autonomia dos Estados, Distrito Federal e Municí-
de seus membros; pios, não são de observância obrigatória para esses
Ili. a iniciativa das leis é privativa dos Deputados Fede- entes federativos.
rais, dos Senadores e do Presidente da República;
Ili. O processo legislativo previsto no art. 59 compre-
IV. em casos de relevância e urgência, poderão ser ende a elaboração de decretos legislativos, leis
editadas medidas provisórias, com força de lei, delegadas, resoluções e portarias.
814 Paulo Lépore

IV. São fases do processo legislativo ordinário: a inicia- não compreendem o processo legislativo estampado
tiva, discussão, votação, sanção ou veto, promulga- no artigo 59, da CF.
ção e publicação.
Assertiva IV: está correta. São fases do processo
Somente está CORRETO o que se afirma em: legislativo ordinário: a iniciativa (ato que instaura o pro-
a) 1ell; cesso legislativo); discussão (onde ocorre o debate do
projeto de lei); votação; sanção ou veto (o Presidente
b) lelV; da República, ao receber o projeto do Poder Legislativo,
c) li e Ili; terá 15 dias para sancioná-lo ou vetá-lo); promulgação
(chefe do Poder Executivo atesta que a ordem jurídica
d) ll e IV. foi regularmente inovada e que a nova lei tem aptidão
para produzir efeitos); e publicação (inserção do texto
COMENTARIOS promulgado na imprensa oficial e que confere obriga-
Alternativa correta: letra "b": 1 e IV; toriedade à lei).

Assertiva 1: está correta. A iniciativa do processo


legislativo pode ser concorrente ou geral e reservada ou 02. (MPE - SC - Promotor de Justiça - SC/2013) Em
exclusiva. A iniciativa concorrente, geral ou comum é vetando parcialmente algum projeto de lei, a Presidên-
aquela em que a competência para deflagrar o processo cia da República não poderá, ainda que fundamentada-
legislativo é atribuída a mais de uma pessoa ou órgão. mente, limitar seu ato a alguma expressão ou conjunto
Ou seja, é aquela indicada no artigo 61, "caput", da CF de palavras, devendo fazer com que abranja, ao menos,
(que cabe a qualquer membro ou Comissão da Câmara texto integral de artigo, de parágrafo, de inciso ou de
dos Deputados, do Senado Federal ou do Congresso alínea.
Nacional, ao Presidente da República, ao Supremo Tri-
bunal Federal, aos Tribunais Superiores, ao Procura- COMENTARIOS
dor-Geral da República e aos cidadãos). Por sua vez, a
Verdadeiro. De acordo com o art. 66, § 2°, da CF, o
iniciativa reservada, exclusiva ou privativa é aquela
veto parcial somente abrangerá texto integral de artigo,
atribuída à apenas uma autoridade, Poder, Tribunal ou
de parágrafo, de inciso ou de alínea.
Função essencial à Justiça, incorrendo em inconstitucio-
nalidade por vício formal de iniciativa, quando iniciado
por pessoa ou órgão diverso do constitucionalmente 03. (MPE - MS - Promotor de Justiça - MS/2013)
estipulado. Sobre o processo legislativo, é incorreto afirmar:
Assertiva li: está incorreta. As regras do processo a) a Constituição poderá ser emendada mediante
legislativo, em especial as concernentes à iniciativa proposta: de um terço, no mínimo, dos membros
legislativa, são de observância obrigatória para os da Câmara dos Deputados ou do Senado Federal;
Estados, Distrito Federal e Municípios, pelo princípio do Presidente da República; de mais da metade das
da simetria. Por exemplo, são de iniciativa privativa do Assembleias Legislativas das unidades da Federa-
Presidente da República as leis que disponham sobre ção, manifestando-se, cada uma delas, pela maioria
a criação de cargos, funções ou empregos públicos na relativa de seus membros.
administração direta e autárquica ou aumento de sua
remuneração (art. 61, § 1º, 11, "a", da CF). Essa regra, tam- b) a matéria constante de proposta de emenda rejei-
bém deve ser aplicada ao Governador e à administração tada ou havida por prejudicada não pode ser objeto
estadual, em decorrência do Princípio da Simetria ou de nova proposta na mesma sessão legislativa.
Parametricidade, segundo o qual, as normas de orga-
c) é vedada a edição de medidas provisórias sobre as
nização do Estado dispostas na Constituição Federal e
seguintes matérias, dentre outras: nacionalidade e
válidas para a União, devem ser reproduzidas nas Cons-
cidadania; direito penal e processual penal; organi-
tituições Estaduais e aplicadas aos Estados Membros.
zação do Ministério Público; reservada a lei comple-
Ainda, Mister destacar, que nos termos da ADI 4034,
mentar.
julgada no ano 2000 e relatada pelo Ministro Sepúlveda
Pertence, as regras básicas do processo legislativo fede- d) a Constituição não admite a iniciativa parlamentar
ral são de absorção compulsória pelos Estados-mem- em tema de direito tributário, pois se trata de inicia-
bros em tudo aquilo que diga respeito - como ocorre às tiva privativa do Presidente da República.
que enumeram casos de iniciativa legislativa reservada
- ao princípio fundamental de independência e harmo- e) as medidas provisórias terão sua votação iniciada
nia dos poderes, como delineado na Constituição da na Câmara dos Deputados.
República.
COMENTÁRIOS
Assertiva Ili: está incorreta. O processo legislativo
previsto no art. 59 compreende a elaboração de emen- Alternativa certa: "d": a Constituição admite a
das à Constituição; leis complementares; leis ordi- iniciativa parlamentar em tema de direito tributário,
nárias; leis delegadas; medidas provisórias; decre- pois não se trata de iniciativa privativa do Presidente da
tos legislativos; e resoluções. Portanto, as portarias República, haja vista não constar do art. 61, § 1°, da CF.
Capítulo X - Separação dos Poderes 815

Alternativa "a": trata-se de reprodução do art. 60, Geral da República. Há um extenso rol de legitimados
1, li e Ili da CF. no art. 103 da CF.

Alternativa "b": reflete o texto do art. 60, § 5°, da Item "V": trata-se de competência arrolada no art.
CF. 21, XVIII, da CF.

Alternativa "c": a alternativa reproduz vários inci-


sos e alíneas do art. 62, § 1°, da CF. 05. (Consulplan - Promotor de Justiça - MG/2012)
Examine as afirmativas abaixo:
Alternativa "e": o texto é o mesmo do art. 62, § 8°,
da CF. 1. Lei municipal, de iniciativa parlamentar, que altera
a jornada de trabalho de servidores públicos do
Poder Executivo padecerá de inconstitucionalidade
04. (MPE - SC - Promotor de Justiça - SC/2012) Assi-
formal, por desrespeito à prerrogativa de iniciar o
nale a alternativa correta:
processo legislativo.
1. São de iniciativa privativa do Presidente da Repú-
li . Nos projetos de leis de iniciativa privativa ou reser-
blica as leis que disponham sobre organização do
vada do Poder Executivo, o poder de emenda do
Ministério Público e da Defensoria Pública da União.
Poder Legislativo é ilimitado.
li. O afastamento do Presidente e do Vice Presidente
Ili. Lei estadual, de iniciativa parlamentar, que concede
da República há de ser precedido, em qualquer
isenção de pagamento de taxa de inscrição em con-
hipótese, da necessária licença do Congresso
curso público, padecerá de inconstitucionalidade
Nacional.
formal, por desrespeito à prerrogativa de iniciar o
Ili. O Presidente da República poderá adotar medida processo legislativo.
provisória, com força de lei, sobre matéria relativa à
IV. A iniciativa privativa ou reservada para a deflagra-
nacionalidade, cidadania e direitos políticos, entre-
ção do processo legislativo, por ter caráter excep-
tanto, deverá submetê-la, de imediato, ao Con-
cional, não se presume e nem comporta interpreta-
gresso Nacional.
ção extensiva.
IV. Compete ao Procurador Geral da República promo-
A análise permite concluir que:
ver, privativamente, a ação declaratória de constitu-
cionalidade. a) apenas as afirmativas 1e li estão CORRETAS.

V. AUnião compete planejar e promover a defesa per- b) apenas as afirmativas 1e IV estão CORRETAS.
manente contra as calamidades públicas, especial-
c) apenas as afirmativas li e Ili estão CORRETAS.
mente as secas e as inundações.
d) ape nas as afirmativas Ili e IV estão CORRETAS.
a) Apenas as assertivas li e V estão corretas.
b) Apenas as assertivas 1, li e V estão corret as. COMENTARIOS

c) Apenas as assertivas 1e V estão corretas. Alternativa correta: "b".


d) Apenas as assertivas li, Il i e IV estão corretas. Item "1": de acordo com a jurisprudência do STF:
e) Todas as assertivas estão corretas. "Processo legislativo: normas de lei de iniciativa parla-
mentar que cuidam de jornada de trabalho, distribuição
COMENTARIOS de carga horária, lotação dos profissionais da educação
e uso dos espaços físicos e recursos humanos e mate-
Alternativa correta: "c". riais do Estado e de seus Municípios na organização do
sistema de ensino: reserva de iniciativa ao Poder Execu-
Item "1": de acordo com o art. 61, § 1°, li, "d", da CF,
tivo dos projetos de leis que disponham sobre o regime
são de iniciativa privativa do Presidente da República
jurídico dos servidores públicos, provimento de cargos,
as leis que disponham sobre organização do Ministério
estabilidade e aposentadoria {art. 61, li, § 1°, c)." {ADI
Público e da Defensoria Pública da União.
1.895, Rei. Min. Sepúiveda Pertence, julgamento em 2-8-
Item "li": consoante art. 49, Ili, da CF, o afastamento 2007, Plenário, DJ de 6-9-2007.)
do Presidente e do Vice Presidente da República há
Item "li": no bojo da ADI 2813 {rei. Min. Cármen
de ser precedido da necessária licença do Congresso
Lúcia, 1°.8.2011), o STF entendeu pela possibilidade de
Nacional quando a ausência exceder a 15 dias {não
emendas parlamentares a projetos de lei de iniciativa
em qualquer hipótese).
do Chefe do Poder Executivo estadual, desde que haja
Item "Ili": o Presidente da República não poderá pertinência temática com o projeto de lei originário
adotar medida provisória, com força de lei, sobre maté- e que delas não decorra aumento da despesa global
ria relativa à nacionalidade, cidadania e direitos políti- prevista {art. 166, §§ 3° e 4° da CF).
cos {art. 62, § 1°, 1, "a", da CF).
Item "Ili": lei estadual, de iniciativa parlamentar,
Item "IV": a ação declaratória de constitucionali- que concede isenção de pagamento de taxa de inscri-
dade não é de competência privativa do Procurador ção em concurso público, não padecerá de inconstitu-
816 Paulo Lépore

cionalidade formal, pois, de fato, traz matéria de inicia- Alternativa "b": de acordo com o STF, não ocorre
tiva parlamentar. contrariedade ao§ 5° do art. 60 da Constituição se o
Presidente da Câmara dos Deputados aplica dispositivo
Item ulV": de acordo com o STF, "A Constituição
regimental adequado e declara prejudicada a propo-
de 1988 admite a iniciativa parlamentar na instauração
sição que tiver substitutivo aprovado, e não rejeitado,
do processo legislativo em tema de direito tributário.
ressalvados os destaques (MS 32.033).
A iniciativa reservada, por constituir matéria de direito
estrito, não se presume e nem comporta interpretação Alternativa "d": cabe a iniciativa parlamentar de
ampliativa, na medida em que, por implicar limitação projeto de lei que estabeleça isenção do pagamento de
ao poder de instauração do processo legislativo, deve taxa de concurso para acesso a cargo público.
necessariamente derivar de norma constitucional explí-
cita e inequívoca. O ato de legislar sobre direito tribu- 07. (MPE/PR - Promotor de Justiça - PR/2011) Rela-
tário, ainda que para conceder benefícios jurídicos de tivamente ao poder de iniciativa para a proposição de
ordem fiscal, não se equipara, especialmente para os leis, é correto afirmar:
fins de instauração do respectivo processo legislativo,
ao ato de legislar sobre o orçamento do Estado." (ADI a) No âmbito dos Estados membros, o poder de ini-
724-MC, Rei. Min. Celso de Mello, julgamento em 7-5- ciativa de leis visando o estabelecimento da orga-
1992, Plenário, DJ de 27-4-2001 .) nização, atribuições e estatuto de cada Ministério
Público é concorrente entre o Procurador-Geral de
Justiça e o Governador do Estado.
06. (MP - DFT - Promotor de Justiça - DFT/2011 -
adaptada) Marque a opção verdadeira: b) Os projetos de lei de iniciativa privativa do Pre-
sidente da República, em regra, não poderão ser
a) A interpretação das chamadas "cláusulas pétreas" alterados através de emendas apresentadas pelos
deve ser restritiva no tocante à sua enumeração e à parlamentares.
definição de conteúdo e alcance de cada uma delas.
c) A iniciativa popular pode ser exercida pela apre-
b) Se uma das Casas do Congresso rejeitar o substitu- sentação à Câmara dos Deputados de projeto de
tivo a uma proposta de emenda à Constituição, não lei subscrito por, no mínimo, um por cento do elei-
pode haver nova deliberação da proposição origi- torado nacional, distribu ído pelo menos por cinco
nal na mesma sessão legislativa. Estados, com não menos de três décimos por cento
c) Só se pode falar em a iniciativa vinculada das leis, dos eleitores de cada um deles.
se houver, no texto da própria Constituição, dispo- d) ~conjunta dos Presidentes da República, da Câmara
sitivo que, de modo expresso, a preveja. dos Deputados, do Senado Federal e do Supremo
d) Não cabe a iniciativa parlamentar de projeto de lei Tribunal Federal, a iniciativa de lei para fixação dos
que estabeleça isenção do pagamento de taxa de subsídios dos Ministros do Supremo Tribunal Fede-
concurso para acesso a cargo público. ral e conseqüente estabelecimento do teto salarial
do funcionalismo público, conforme estabelecido
COMENTARIOS
pela Emenda Constitucional 19/98.
e) Todas as alternativas anteriores são incorretas.
Alternativa correta: "c": de acordo com Natha-
lia Masson, a iniciativa vinculada é "absolutamente COMENTARIOS
excepcional e dependente de previsão constitucional
expressa, envolve as situações nas quais o legitimado é Alternativa correta: letra "c": consoante disposto
obrigado a dar início ao processo legislativo, na forma no art. 61 , § 2°, da CF, a iniciativa popular pode ser exer-
e nos prazos estabelecidos pela Constituição. Exem- cida pela apresentação à Câmara dos Deputados de
plo: são vinculadas as iniciativas para apresentação dos projeto de lei subscrito por, no mínimo, um por cento do
projetos das leis orçamentárias (Lei do Plano Plurianual eleitorado nacional, distribuído pelo menos por cinco
- PPA, Lei de Diretrizes Orçamentárias - LDO, Lei do Estados, com não menos de três décimos por cento dos
Orçamento Anual - LOA), que devem ser apresentados eleitores de cada um deles.
ao Legislativo, privativamente pelo chefe do Executivo,
Alternativa "a": no âmbito dos Estados membros,
nos prazos estabelecidos pela Constituição" (Manual de
o poder de iniciativa de leis visando o estabelecimento
direito constitucional. Salvador: Juspodivm, 2013, p. 645).
da organização, atribuições e estatuto de cada Ministé-
Alternativa "a": o STF entende que os direitos e rio Público não é compartilhado com o Governador do
garantias individuais considerados cláusulas pétreas Estado, nos termos do art. 128, § S0 , da CF.
pela CF não se restringem àqueles expressos no elenco
Alternativa ub": os projetos de lei de iniciativa pri-
do art. 5°, admitindo interpretação extensiva para defi-
vativa do Presidente da República poderão ser altera-
nição de direitos análogos, o que restou claro na ADI
dos através de emendas apresentadas pelos parlamen-
939, julgada em 1993 e relatada pelo Ministro Sydney
tares, conforme art. 64, § 3°, da CF.
Sanches, que considerou direito e garantia individual a
anterioridade tributária, consoante art. 5°, § 2°, art. 60, § Alternativa "d": cabe ao Congresso Naclonal,
4°, IV, e art. 150, Ili, "b", todos da CF. com a sanção do Presidente da República dispor sobre
~?.~!~~~~. ~ .~. ~.~~~.r.~~~~. ~~~ .~~~~.r.~~ ..... ....................................... ..... .. ... ..... .... .... ..... ..... .~~. ?.
fixação dos subsídios dos Ministros do Supremo Tribu- expressa ratificação pelo promotor, de mesmo grau fun-
nal Federal (art. 48, XV, da CF). cional e integrante do mesmo Ministério Público, com
atuação junto ao órgão jurisdicional competente. Nesse
Alternativa "e": a alternativa "e" está correta.
sentido: "o ato processual de oferecimento da denún-
cia, praticado, em foro incompetente, por um represen-
08. (MPE/PB - Promotor de Justiça - PB/2010) Con- tante, prescinde, para ser válido e eficaz, de ratificação
siderando a jurisprudência dominante do Supremo Tri- por outro do mesmo grau funcional e do mesmo Minis-
bunal Federal, analise as proposições imediatamente tério Público, apenas lotado em foro diverso e compe-
abaixo e, em seguida, assinale a alternativa que conte- tente, porque o foi em nome da instituição, que é una
nha o julgamento devido sobre elas: e indivisível." (HC 85.137, Rei. Min. Cezar Peluso, julga-
mento em 13-9-2005, Primeira Turma, DJ de 28-10-2005).
1. A lei ordinária que verse sobre matéria reservada a
lei complementar é inconstitucional, mas, em hipó- Assertiva " Ili": incorreta. A iniciativa popular de
tese oposta, dispondo sobre assunto que não seja lei, que poderá ser exercida perante apenas a Câmara
próprio de lei complementar, ainda que com esta dos Deputados, é instrumento da soberania popular,
conflite, não padece de vício de inconstitucionali- conforme artigos 14, Ili e 61 , § 2°, ambos da CF.
dade e, se posterior, prevalecerá em relação a ela.

li. O ato processual de oferecimento de denúncia, 09. (MPE/MG - Promotor de Justiça - MG/2008) Ana-
praticado pelo promotor de justiça perante o juízo lise as seguintes assertivas quanto ao processo legisla-
junto ao qual exerce suas funções, prescinde, para tivo previsto na Constituição de 1988.
ser válido e eficaz, na hipótese em que vier a ser
1. A iniciativa legislativa para a proposição de emenda
declarada a incompetência relativa daquele juízo,
constitucional é concorrente.
de expressa ratificação pelo promotor, de mesmo
grau funcional e integrante do mesmo Ministério li. Em regra, o processo legislativo inicia-se na Câmara
Público, com atuação junto ao órgão jurisdicional dos Deputados, em homenagem ao princípio
competente. democrático.

Ili. A iniciativa popular de lei, que poderá ser exercida Ili. Não poderá haver emendas parlamentares em pro-
perante a Câmara dos Deputados ou o Senado jeto de lei cuja iniciativa seja exclusiva do chefe do
Federal, é instrumento da soberania popular. Poder Executivo.

a) Apenas li e Ili são corretas. IV. A medida provisória e o decreto presidencial são
exemplos de espécies normativas previstas na
b) Apenas li é errada. Constituição de 1988.
c) Apenas 1 e li são corretas. a) As opções 1e IV estão corretas.
d) Apenas 1 é correta. b) As opções 1e li estão corretas.
e) 1, li e Ili são corretas. c) As opções li e Ili estão corretas.

COMENTÃRIOS d) As opções Ili e IV estão corretas.


e) As opções 1, li e IV estão corretas.
Alternativa correta: letra "e"
Assertiva "1": correta. A lei ordinária que verse COMENTA RIOS
sobre matéria reservada a lei complementar é incons-
Alternativa correta: letra "b"
titucional, mas, em hipótese oposta, dispondo sobre
assunto que não seja próprio de lei complementar, ainda Assertiva "I": correta. A iniciativa legislativa para
que com esta conflite, não padece de vício de inconsti- a proposição de emenda constitucional é concorrente,
tucionalidade e, se posterior, prevalecerá em relação a nos termos do art. 60, 1a Ili, da CF.
ela. Quanto à impossibilidade de lei ordinária (ou qual-
Assertiva "li": correta. Em regra, o processo legis-
quer outro ato normativo) disciplinar matéria reservada
lativo inicia-se na Câmara dos Deputados, em home-
à lei complementar, segue trecho de uma decisão do
nagem ao princípio democrático (artigos 61, § 2° e 64,
STF: "tendo-se firmado a jurisprudência desta Corte no
caput, da CF).
sentido de que, quando a Constituição exige lei comple-
mentar para disciplinar determinada matéria, essa disci- Assertiva "Ili": Incorreta. O STF firmou entendi-
plina só pode ser feita por essa modalidade normativa." mento no sentido de que poderá haver emendas parla-
(ADI 2.436-MC, Rei. Min. Moreira Alves, julgamento mentares em projeto de lei cuja iniciativa seja exclusiva
em 30-5-2001, Plenário, DJ de 9-5-2003.) do chefe do Poder Executivo, desde que não causem
aumento de despesas e guardem relação de pertinência
Assertiva "li": correta. O ato processual de ofereci-
com o objeto da proposição legislativa.
mento de denúncia, praticado pelo promotor de justiça
perante o juízo junto ao qual exerce suas funções, pres- Assertiva "IV": incorreta. Nos termos do art. 59, da
cinde, para ser válido e eficaz, na hipótese em que vier a CF, a medida provisória é exemplo de espécie nor-
ser declarada a incompetência relativa daquele juízo, de mativa, mas o decreto presidencial não.
818 Paulo Lépore

* DELEQADO DE POÚCIA FEDERAL


no Senado Federal, em homenagem ao princípio
democrático.
Ili. Não poderá haver emendas parlamentares em pro-
01. (Cespe- Delegado de Polícia Federal - DPFl2013) jeto de lei cuja iniciativa seja exclusiva do chefe do
Em relação ao processo legislativo e ao sistema de Poder Executivo.
governo adotado no Brasil, julgue o seguinte item.
IV. A matéria constante de projeto de lei rejeitado
somente poderá constituir objeto de novo projeto,
01.1. A iniciativa das leis ordinárias cabe a qualquer na mesma sessão legislativa, mediante proposta
membro ou comissão da Câmara dos Deputados, do da maioria absoluta dos membros de qualquer das
Senado Federal ou do Congresso Nacional, bem como Casas do Congresso Nacional.
ao presidente da República, ao STF, aos tribunais supe-
riores, ao procurador-geral da República e aos cidadãos. a) As opções 1e IV estão erradas.
No que tange às leis complementares, a CF não autoriza b) As opções 1e li estão corretas.
a iniciativa popular de lei.
c) As opções li e Ili estão corretas.
COMENTÂRIOS d) As opções Ili e IV estão corretas.
Errado. A iniciativa das leis complementares e) As opções 1e IV estão corretas.
e ordinárias cabe a qualquer membro ou Comissão
da Câmara dos Deputados, do Senado Federal ou do COMENTÁRIOS
Congresso Nacional, ao Presidente da República, ao
Supremo Tribunal Federal, aos Tribunais Superiores, Alternativa correta: letra "e": a alternativa 1
ao Procurador-Geral da República e aos cidadãos, na encontra amparo no art. 61 da CF, demonstrando a ini-
forma e nos casos previstos nesta Constituição (art. 61, ciativa concorrente do processo legislativo. A assertiva
IV está em perfeita consonãncia com o texto gravado no
caput, CF).
art. 67 da CF.
Alternativa "a": as assertivas 1 e IV são as únicas
* DELEQADO DE POÚCIA CIVIL corretas.
Alternativa "b": em que pese a assertiva 1estar cor-
reta, a li apresenta erro, pois não há menção do início
01. (Delegado de Polícia - ESI 2011 - CESPE) Com
do processo legislativo referente as emendas constitu-
relação ao processo legislativo e ao controle de consti-
cionais serem iniciados na Câmara ou no Senado, nem a
tucionalidade, julgue os itens seguintes.
menção ao respeito a tal princípio.

01.1 •. A iniciativa para elaboração de leis complemen- Alternativa "e": a assertiva li está errada, pois não
tares e ordinárias constitui exemplo da denominada ini- há menção do início do processo legislativo referente as
ciativa concorrente. emendas constitucionais serem iniciados na Câmara ou
no Senado, nem a menção ao respeito a tal princípio. A
COMENTARIOS assertiva Ili apresenta erro, pois, não havendo aumento
de despesa o Poder Legislativo pode emendar projeto
Certo. A iniciativa, de acordo com expressa previ- de lei de iniciativa exclusiva do Presidente da República.
são constitucional, pode nascer de diversos atores que
Alternativa "d": em que pese a assertiva IV estar
compõe o cenário político e social. A redação do art. 61
correta, a Ili apresenta erro, pois, não havendo aumento
da CF é clara, não deixando margem quanto a legitimi-
de despesa o Poder Legislativo pode emendar projeto
dade concorrente, "A iniciativa das leis complementa-
de lei de iniciativa exclusiva do Presidente da República.
res e ordinárias cabe a qualquer membro ou Comissão
da Câmara dos Deputados, do Senado Federal ou do
Congresso Nacional, ao Presidente da República, ao 03. (Delegado de Polícia - ROi 2009 - FUNCAB) No
Supremo Tribunal Federal, aos Tribunais Superiores, ao que se refere às normas constitucionais sobre processo
Procurador-Geral da República e aos cidadãos, na forma legislativo, marque a opção correta.
e nos casos previstos nesta Constituição". a) A iniciativa popular pode ser exercida pela apre-
sentação ao Senado Federal de projeto de lei subs-
02. (Delegado de Polícia - RJI 2009- CEPERJ) Analise crito por, no mínimo, cinco por cento do eleitorado
as seguintes assertivas quanto ao processo legislativo nacional, distribuído por pelo menos dez Estados
previsto na Constituição Federal de 1988 e assinale a da Federação.
alternativa correta.
b) É vedada a edição de medida provisória sobre
1. A iniciativa legislativa para a proposição de emenda matéria tributária.
constitucional é concorrente.
c) A matéria constante de proposta de emenda rejei-
li. Em regra, o processo legislativo da emenda cons- tada ou havida por prejudicada poderá ser objeto
titucional inicia-se na Cãmara dos Deputados ou de nova proposta na mesma sessão legislativa.
Capítulo X - Separação dos Poderes 819

d) São de iniciativa privativa do Presidente da Repú- ( ) A Casa na qual tenha sido concluída a votação
blica leis que disponham sobre organização admi- enviará o projeto de lei ao Presidente da República
nistrativa e judiciária dos Territórios. que, aquiescendo, o sancionará. Decorrido o prazo
de quarenta e oito horas, o seu silêncio importará
e) A proposta de emenda à Constituição será apro-
sanção.
vada se obtiver, em dois turnos, dois quintos dos
votos dos membros de cada Casa do Congresso A sequencia correta, de cima para baixo, é:
Nacional.
a) F-V- F-F

COMENTARIOS b) V-F-V-F

Alternativa correta: letra ud": a alternativa está c) V-V-V-F


em sintonia com a previsão constitucional da alínea "b", d) F-F-V-V
do§ 1º do art. 61 da CF.
COMENTARIOS
Alternativa ua": de acordo com o§ 2° do art. 61, a
iniciativa popular pode ser exercida pela apresentação Alternativa correta: letra "b" (responde a todas
à Càmara dos Deputados de projeto de lei subscrito as alternativas): a assertiva 1é verdadeira, pois está em
por, no mínimo, um por cento do eleitorado nacional, perfeita consonância com o previsto no art. 64 da CF. A
distribuído pelo menos por cinco Estados, com não assertiva li é falsa, pois afronta o texto legal positivado
menos de três décimos por cento dos eleitores de no art. 66 e § 1° da CF, afinal, o prazo para veto total
cada um deles. ou parcial é de quinze dias. A assertiva Ili é verdadeira,
Alternativa "b": não consta tal vedação no rol do§ pois está de acordo com o previsto no art. 66 da CF. A
1° do art. 62 da CF. assertiva IV é falsa, já que afronta o que está positivado
no § 3° do art. 66 da CF, pois o prazo para que o silêncio
Alternativa "cn: de acordo com o § 10 do art. 62 da do Presidente se materialize em sanção é de quinze dias.
CF, é vedada a reedição, na mesma sessão legislativa,
de medida provisória que tenha sido rejeitada ou que
tenha perdido sua eficácia por decurso de prazo.

Alternativa "e": o§ 2° do art. 60 diz que a proposta


* EXAME DE ORDEM

será discutida e votada em cada Casa do Congresso


Nacional, em dois turnos, considerando-se aprovada se 01. (FGV - Exame de Ordem 2014.2) Maria da Silva,
obtiver, em ambos, três quintos dos votos dos respecti- deputada federal integrante do partido Alfa, vem a ter
vos membros. projeto de sua iniciativa aprovado, com apoio de outros
partidos políticos. Para sua surpresa, o texto do seu pro-
jeto veio a ser vetado na integralidade por decisão do
04. (Delegado de Polícia - SC/ 2008 - ACADEPOL)
Presidente da República. Após tomar ciência do veto
Em relação ao Processo Legislativo, marque V ou F,
presidencial, a deputada, com o intuito de derrubá-lo,
conforme as afirmações a seguir sejam verdadeiras ou
procura as lideranças dos partidos que apoiaram seu
falsas.
projeto.
( ) A discussão e votação dos projetos de lei de inicia-
Nos termos da Constituição Federal, assinale a
tiva do Presidente da República, do Supremo Tribu-
opção que apresenta o procedimento correto.
nal Federal e dos Tribunais Superiores terão início
na Câmara dos Deputados, sendo que o Presidente a) vetado o projeto de lei, ocorrerá o seu arquiva-
da República poderá solicitar urgência para apre- mento.
ciação de projetos de sua iniciativa.
b) após o veto, a matéria somente poderá ser reapre-
( ) A Casa na qual tenha sido concluída a votação ciada no ano subsequente.
enviará o projeto de lei ao Presidente da República c) o veto poderá ser rejeitado, o que acarretará o
que, aquiescendo, o sancionará. Se considerar o envio do projeto para promulgação pelo Presidente
projeto, no todo ou em parte, inconstitucional ou da República.
contrário ao interesse público, vetá-lo-á total ou
parcialmente, no prazo de quarenta e oito horas, d) a apreciação do veto deverá ocorrer, em separado,
contados da data do recebimento, e comunicará, por cada Casa Legislativa, podendo ser rejeitado
dentro de quinze dias, ao Presidente do Senado pela maioria absoluta de cada uma delas.
Federal os motivos do veto.
COMENTÁRIOS
( ) O projeto de lei aprovado por uma Casa será revisto
pela outra, em um só turno de discussão e vota- Alternativa correta: letra "c" (responde a todas
ção, e enviado à sanção ou promulgação, se a Casa as alternativas): segundo o art. 66, §§ 4º e 5º da CF,
revisora o aprovar, ou arquivado, se o rejeitar. Mas, o veto será apreciado em sessão conjunta, dentro de
sendo o projeto emendado, voltará à Casa inicia- trinta dias a contar de seu recebimento, só podendo ser
dora. rejeitado pelo voto da maioria absoluta dos Deputados
820 Paulo Lépore

e Senadores e, se o veto não for mantido, será o projeto (art. 40, § 4º, Ili da Constituição da República), edita
enviado, para promulgação, ao Presidente da República. lei complementar, de iniciativa do deputado "X", que
determina a aplicação dos mesmos critérios aplicados
aos trabalhadores da iniciativa privada (previstos na Lei
02. (FGV - OAB 2012.3) O Presidente da República
nº 8.213/91). O Governador do Estado sanciona a lei, que
encaminhou ao Senado Federal projeto de Lei Ordiná-
é publicada dias depois.
ria para provimento de cargos de servidores da União.
Após os debates, o projeto foi aprovado pelo plenário Sobre o caso concreto apresentado, assinale a afir-
do Senado Federal e, em seguida, encaminhado para mativa correta.
a Câmara dos Deputados que, em apenas um turno de
discussão e votação, o aprovou e o enviou ao Presidente a) Há vício de iniciativa, devendo a regulamentação
da República, que o sancionou. do regime dos servidores públicos ser estabelecida
em lei de iniciativa do Chefe do Poder Executivo -
Sobre o fato acima, assinale a afirmativa correta. no caso, o Governador do Estado.
a) A lei é inconstitucional, pois a iniciativa de projetos b) Ainda que houvesse vício de iniciativa, a sanção
de lei para provimento de cargos de servidores da pelo Governador do Estado supre tal vício, uma vez
União é da Câmara dos Deputados. que se considera que a autoridade originalmente
atribuída do poder de iniciativa ratificou as dispo-
b) A discussão e a votação do projeto deveriam ter se
sições da lei.
iniciado na C:lmara dos Deputados, havendo, por
isso, vício no processo legislativo. c) Não há vício de iniciativa, pois as matérias com
reserva de iniciativa são somente aquelas que
c) A ocorrência de dois turnos de discussão e votação
devem ser tratadas por meio de lei ordinária; as leis
do projeto de lei ordinária, pressuposta no ade-
complementares, pela exigência de quorum qualifi-
quado processo legislativo, não ocorreu no caso
cado, podem ser encaminhadas pelo Poder Execu-
narrado.
tivo ou pelo Legislativo.
d) A lei é constitucional, pois o processo legislativo foi
d) Somente existe vício de iniciativa se não tiver havido
hígido.
tempo razoável para o Poder Executivo encaminhar
à Assembleia Legislativa o projeto de lei. Diante da
COMENTARIOS
inércia do Governador por diversos anos, pode a
Alternativa correta: letra "b": projeto de Lei Ordi- Assembleia suprir a mora, elaborando o projeto.
nária para provimento de cargos de servidores da União
é de iniciativa privativa do Presidente da República (art.
61, § 1º, li, "a", da CF), e nos termos do art. 64, da CF, a
Alternativa correta: letra "a": nos termos do art.
discussão e votação dos projetos de lei de iniciativa do
61, § 1º, li, "c", são de iniciativa privativa do Presidente
Presidente da República, do Supremo Tribunal Federal
da República as leis que disponham sobre servidores
e dos Tribunais Superiores terão inicio na Câmara dos
públicos da União e Territórios, seu regime jurldlco,
Deputados.
provimento de cargos, estabilidade e aposentado-
Alternativa "a": A lei é inconstitucional, mas não ria. Essa regra, apesar de se referir expressamente ao
porque a iniciativa de projetos de lei para provimento Presidente da República e, portanto, à administração
de cargos de servidores da União seja da Câmara dos federal, também deve ser aplicada ao Governador e à
Deputados, pois, na verdade a iniciativa é Privativa do administração estadual. Tal conclusão decorre da apli-
Presidente da República (art. 61, § 1°, li, "a", da CF). Por- cação do Principio da Simetria ou Parametricidade,
tanto, a justificativa da inconstitucionalidade é que está segundo o qual, as normas de organização do Estado
equivocada. dispostas na Constituição Federal e válidas para a União,