Você está na página 1de 12

Direito Constitucional | Material Complementar

Professor Daniel Sena

EXERCÍCIOS DE DIREITO CONSTITUCIONAL


TURMA DE EXERCÍCIOS – TJ/SP

DIREITOS FUNDAMENTAIS

1.(VUNESP – IPSMI – 2016) De acordo com a Constituição Federal de 1988,


(A) o direito à saúde é direito social, de segunda geração, garantido apenas aos brasileiros natos ou
naturalizados.
(B) a lei não poderá restringir a publicidade de atos processuais.
(C) a lei considerará crimes inafiançáveis e insuscetíveis de graça ou anistia, exclusivamente, os crimes de
tortura, terrorismo, racismo e homofobia.
(D) é garantido o direito à herança, desde que respeitada a função social da propriedade.
(E) é possível a extradição de qualquer brasileiro naturalizado em caso de crime comum, praticado antes da
naturalização, ou de comprovado envolvimento em tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, praticados
antes ou depois da naturalização.

2.(VUNESP – Prefeitura de Sertãozinho/SP – 2016) A respeito dos direitos e garantias fundamentais, é correto
afirmar que
(A) é livre a manifestação do pensamento, garantido o anonimato.
(B) as associações só poderão ser compulsoriamente dissolvidas ou ter suas atividades suspensas por decisão
judicial, exigindo-se, em ambos os casos, o trânsito em julgado.
(C) é ilícita a prisão civil de depositário infiel, qualquer que seja a modalidade do depósito.
(D) a partir do início da vigência da Emenda Constitucional nº 45/04, todos os tratados internacionais relativos a
direitos humanos são incorporados no direito brasileiro com hierarquia de emenda constitucional.
(E) a lei considerará crimes inafiançáveis e imprescritíveis a prática da tortura, o tráfico ilícito de entorpecentes
e drogas afins, o terrorismo e os definidos como crimes hediondos, por eles respondendo os mandantes, os
executores e os que, podendo evitá-los, se omitirem.

3.(VUNESP – UNESP – 2016) Segundo a Constituição Federal, a criação de associações e, na forma da lei, a de
cooperativas
(A) dependem de autorização do Poder Executivo.
(B) são acompanhadas por uma Comissão Especial criada pelo Poder Legislativo.
(C) independem de autorização, sendo vedada a interferência estatal em seu funcionamento.
(D) dependem de Decreto específico do Poder Legislativo, porém é vedada qualquer interferência do Poder
Executivo em seu funcionamento.
(E) independem de autorização do Poder Judiciário, porém devem ter seu funcionamento fiscalizado pelo Poder
Legislativo.

4.(VUNESP – Prefeitura de Rosana - 2016) Dentre os direitos e garantias fundamentais previstos na Constituição
Federal, consta a seguinte previsão:
(A) todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de
autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo
apenas exigido prévio aviso à autoridade competente.
(B) a criação de associações e de cooperativas independe de autorização, sendo vedada a interferência estatal
em seu funcionamento, não podendo tais entes ser compulsoriamente dissolvidos ou ter suas atividades
suspensas, ainda que por decisão judicial.
Direito Constitucional | Material Complementar
Professor Daniel Sena

(C) conceder-se-á mandado de injunção para proteger direito líquido e certo, quando o responsável pela
ilegalidade ou abuso de poder for autoridade pública ou agente de pessoa jurídica no exercício de
atribuições do Poder Público.
(D) qualquer cidadão é parte legítima para propor ação civil pública que vise a anular ato lesivo ao patrimônio
público ou de entidade de que o Estado participe, à moralidade administrativa, ao meio ambiente e ao
patrimônio histórico e cultural.
(E) os tratados e convenções internacionais sobre direitos humanos que forem aprovados, em cada Casa do
Congresso Nacional, em dois turnos, por três quintos dos votos dos respectivos membros, serão
equivalentes às leis complementares.

5.(VUNESP – UNESP – 2015) Em relação aos direitos e garantias fundamentais determinados na Constituição
Federal, assinale a alternativa correta.
(A) É a todos assegurado o direito de petição aos Poderes Públicos em defesa de direitos ou contra ilegalidade
ou abuso de poder, após o pagamento das devidas taxas.
(B) Serão extraditados os cidadãos brasileiros e estrangeiros que cometerem crime político ou de opinião.
(C) É livre a expressão da atividade intelectual, artística, sendo dependente de licença a atividade científica e de
comunicação.
(D) Aos autores pertence o direito exclusivo de utilização, publicação ou reprodução de suas obras,
intransmissível aos herdeiros.
(E) É assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício
profissional.

6.(VUNESP – CRO/SP – 2015) A respeito dos direitos e garantias fundamentais relativos ao direito à intimidade
e à vida privada, a Constituição Federal de 1988 prevê que
(A) a casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela podendo penetrar sem consentimento do morador, salvo
em caso de flagrante delito ou desastre, ou para prestar socorro, ou, durante o dia, por determinação
judicial.
(B) são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a
indenização pelo dano exclusivamente moral decorrente de sua violação.
(C) é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício
profissional e à investigação dos crimes hediondos e aqueles que lhe forem equiparados por lei.
(D) é inviolável o sigilo da correspondência e das comunicações telegráficas, de dados e das comunicações
telefônicas, salvo por ordem judicial, para fins de investigação ou instrução processual cível ou penal.
(E) é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de
censura, sendo exigível a licença prévia se tais manifestações atingirem a honra, a boa fama ou a
respeitabilidade.

7.(VUNESP – Prefeitura de Suzano – 2015) Os direitos individuais, fundamentais e invioláveis, garantidos aos
brasileiros e estrangeiros residentes no país pelo artigo 5 o da Constituição Federal da República, são
(A) a vida, a liberdade, a diferença, o voto e a propriedade
(B) a alimentação, o trabalho, a moradia, o transporte e a previdência.
(C) o conhecimento, a liberdade, a propriedade, o voto e o trabalho.
(D) a vida, a liberdade, a igualdade, a segurança e a propriedade
(E) a moradia, a diferença, a proteção estatal, a vida e o trabalho

8.(VUNESP – Prefeitura de Suzano – 2015) Segundo o artigo 5 o da Constituição da República Federativa do


Brasil, constitui um dos direitos invioláveis assegurados aos residentes no país
(A) a naturalização
(B) a discriminação.
Direito Constitucional | Material Complementar
Professor Daniel Sena

(C) o banimento
(D) a igualdade
(E) a empregabilidade.

9.(VUNESP – UNESP – 2015) Sobre o direito de utilização, publicação ou reprodução de obras, a Constituição
Federal estabelece que
(A) está sujeito à classificação e à censura do órgão público competente, objetivando a proteção da família e da
moral.
(B) pertence conjuntamente aos autores e às editoras e será regulado por lei federal.
(C) pertence ao respectivo autor, devendo ser regulado por lei federal, perecendo com a sua morte.
(D) é direito coletivo a ser usufruído pelo autor, pela respectiva editora e pelo órgão distribuidor da obra, na
forma da lei.
(E) é exclusivo dos autores, transmissível aos herdeiros pelo tempo que a lei fixar.

10.(VUNESP – Prefeitura de Caieiras – 2015) Em relação aos direitos e garantias fundamentais, é correto afirmar
que
(A) a liberdade de consciência pode ser alegada para eximir-se de obrigação legal a todos imposta.
(B) a criação de associações e, na forma da lei, a de cooperativas independem de autorização, sendo vedada a
interferência estatal em seu funcionamento.
(C) é plena a liberdade de associações para quaisquer fins.
(D) é obrigatória a associação para que o indivíduo possa gozar dos direitos sociais.
(E) o Estado promoverá a defesa dos comerciantes, na forma da lei.

11.(VUNESP – Prefeitura de Caieiras – 2015) Segundo o que prescreve a Constituição Federal, a liberdade de
reunião está condicionada
(A) ao pagamento de taxas.
(B) ao pagamento de tributos estabelecidos pela autoridade policial competente.
(C) à situação política e administrativa da entidade representativa da categoria profissional.
(D) à autorização especial da autoridade competente que determinará hora e local para a reunião.
(E) ao prévio aviso à autoridade competente e desde que não frustre outra reunião anteriormente convocada
para o mesmo local.

12.(VUNESP – PC/CE – 2015) A Constituição da República de 1988 (art. 5 o , XLVII) veda expressamente a
existência de pena de morte (salvo em caso de guerra declarada), além de vedar as penas
(A) de caráter perpétuo; de trabalhos forçados; infamantes e cruéis.
(B) de caráter perpétuo; de trabalhos forçados; de banimento e cruéis.
(C) de banimento e cruéis.
(D) de caráter perpétuo; de trabalhos forçados; de banimento; infamantes e cruéis.
(E) de trabalhos forçados; infamantes e cruéis.

13.(VUNESP – PC/CE – 2015) No que diz respeito às disposições constitucionais aplicáveis ao processo penal, é
correto afirmar que
(A) ninguém será preso senão em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada de autoridade judiciária
competente, salvo nos casos de transgressão militar ou crime impropriamente militar, definidos em lei.
(B) a lei só poderá restringir a publicidade dos atos processuais quando a defesa da intimidade ou o interesse
social o exigirem.
(C) não será admitida ação privada nos crimes de ação penal pública
(D) ninguém será considerado culpado até a publicação de sentença penal condenatória.
Direito Constitucional | Material Complementar
Professor Daniel Sena

(E) o preso tem direito à identificação dos responsáveis por sua prisão ou por seu interrogatório policial, salvo
as hipóteses em que a identificação colocar em risco a atividade policial.

14.(VUNESP – Prefeitura de São Paulo – 2016) Nos termos da Constituição da República, sempre que a falta de
norma regulamentadora torne inviável o exercício dos direitos e das liberdades constitucionais e das
prerrogativas inerentes à nacionalidade, à soberania e à cidadania,
(A) conceder-se-á mandado de injunção.
(B) será cabível o ajuizamento do habeas data.
(C) o prejudicado poderá impetrar habeas corpus.
(D) caberá ação popular.
(E) o cidadão poderá impetrar mandado de segurança.

15.(VUNESP - Câmara Municipal de Poá – 2016) A empresa X é autuada por suposta infração administrativa. Ao
consultar os autos do processo administrativo para elaboração de seu recurso, constata a existência de outro
processo relacionado ao seu ao qual lhe é negado acesso, sob o fundamento de que está sob sigilo. Porém,
toda a base fática que deu causa à autuação administrativa da empresa X consta desse processo “sigiloso”.
Visando ter acesso a esse processo administrativo anterior, o remédio constitucional adequado a ser utilizado
pela empresa X é
(A) o habeas data.
(B) o habeas corpus.
(C) o mandado de segurança.
(D) o mandado de injunção.
(E) a ação popular.

16.(VUNESP – UNESP – 2015) Em relação aos direitos e garantias fundamentais determinados na Constituição
Federal, assinale a alternativa correta.
(A) É a todos assegurado o direito de petição aos Poderes Públicos em defesa de direitos ou contra ilegalidade
ou abuso de poder, após o pagamento das devidas taxas.
(B) Serão extraditados os cidadãos brasileiros e estrangeiros que cometerem crime político ou de opinião.
(C) É livre a expressão da atividade intelectual, artística, sendo dependente de licença a atividade científica e de
comunicação.
(D) Aos autores pertence o direito exclusivo de utilização, publicação ou reprodução de suas obras,
intransmissível aos herdeiros.
(E) É assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício
profissional.

17.(VUNESP – Prefeitura de São Paulo – 2016) Um dos direitos fundamentais garantidos pela Constituição
Federal é o habeas data. Direito garantido à pessoa que o impetra para
(A) conhecer as informações relativas à sua pessoa, constantes de registros ou bancos de dados de entidades
governamentais ou de caráter público.
(B) salvaguardar seu direito de sigilo em possíveis e futuras convocações para depor no âmbito da justiça.
(C) prevenção antecipada para afastar qualquer tipo de ameaça ou constrangimento ilegal à sua pessoa.
(D) prevenir uma possível ação criminal que, contra tal pessoa, esteja na iminência de acontecer.
(E) se precaver quanto a informações pessoais, específicas do ponto de vista econômico-financeiro, que possam
ser divulgadas pelos órgãos de imprensa.

18.(VUNESP – Prefeitura de São Paulo – 2016) Fulano da Silva tem 16 anos de idade e pretende conseguir um
trabalho remunerado com registro em carteira. Considerando o que dispõe o texto constitucional, é correto
afirmar que Fulano
(A) somente poderá trabalhar, com essa idade, na condição de aprendiz.
Direito Constitucional | Material Complementar
Professor Daniel Sena

(B) não poderá trabalhar legalmente, uma vez que a Constituição Federal proíbe o trabalho de menores de
dezessete anos.
(C) poderá obter um trabalho formal, mas não poderá trabalhar no período noturno nem em trabalho perigoso
ou insalubre.
(D) poderá trabalhar, normalmente, não havendo qualquer restrição quanto ao tipo ou horário de trabalho.
(E) poderá trabalhar formalmente, havendo somente restrição quanto ao trabalho perigoso

19.(VUNESP – UNESP – 2016) Sobre os Direitos e Garantias Fundamentais estabelecidos na Constituição


Federal, pode-se afirmar corretamente que
(A) a prisão ilegal será imediatamente relaxada pela autoridade administrativa competente.
(B) o Brasil se submete à jurisdição de Tribunal Penal Internacional a cuja criação tenha manifestado adesão.
(C) é livre a criação de mais de uma organização sindical, em qualquer grau, representativa de categoria
profissional ou econômica, na mesma base territorial.
(D) nas empresas com menos de duzentos empregados, é assegurada a eleição de três representantes destes
com a finalidade exclusiva de promover-lhes o entendimento direto com os empregadores.
(E) são privativos de brasileiros natos ou naturalizados os cargos de Presidente e Vice-Presidente da República,
de carreira diplomática e de Ministros do Supremo Tribunal Federal.

20.(VUNESP – HCFMUSP – 2015) Conforme dispõe a Constituição Federal em seu artigo 6 o, são direitos sociais a
(A) educação, a saúde, o trabalho, a liberdade, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à
infância.
(B) educação, a saúde, o trabalho, a inviolabilidade dos direitos à vida e à liberdade e a proteção à maternidade
e à infância.
(C) inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade.
(D) igualdade de direitos entre homens e mulheres.
(E) educação, a saúde, o trabalho, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à
infância, a assistência aos desamparados, na forma desta constituição.

21.(VUNESP – HCFMUSP – 2015) A Constituição Federal assegura a livre associação profissional ou sindical,
observado que
(A) a lei poderá exigir autorização do Estado para a fundação de sindicato, ressalvado o registro no órgão
competente, vedadas ao Poder Público a interferência e a intervenção na organização sindical.
(B) a lei não poderá exigir autorização do Estado para a fundação de sindicato, ressalvado o registro no órgão
competente, cabendo ao Poder Público a interferência e a intervenção na organização sindical.
(C) a lei poderá exigir autorização do Estado para a fundação de sindicato, ressalvado o registro no órgão
competente, cabendo ao Poder Público a interferência e a intervenção na organização sindical.
(D) a lei não poderá exigir autorização do Estado para a fundação de sindicato, ressalvado o registro no órgão
competente, vedadas ao Poder Público a interferência e a intervenção na organização sindical.
(E) a lei poderá exigir autorização do Estado e da Sociedade para a fundação de sindicato, ressalvado o registro
no órgão competente, vedadas ao Poder Público a interferência e a intervenção na organização sindical.

22.(VUNESP – TJ/PA – 2014) De acordo com o art. 7.º, do Capítulo II (Dos Direitos Sociais), do Título II (Dos
Direitos e Garantias Fundamentais), da Constituição Federal, entre os direitos dos trabalhadores urbanos e
rurais, além de outros que visem à melhoria de sua condição social, consta

(A) a proibição do trabalho, perigoso ou insalubre a menores de dezesseis anos e de qualquer trabalho a
menores de quatorze anos.
(B) o seguro contra acidentes de trabalho, a cargo do empregador, de caráter universal, que exclui a indenização
imposta ao empregador ao incorrer em culpa.
Direito Constitucional | Material Complementar
Professor Daniel Sena

(C) a percepção de adicional de 100% no valor da hora extra sempre que o trabalho seja executado em
condições de perigo ou de insalubridade máxima.
(D) o reconhecimento das Convenções Coletivas de Trabalho, firmadas com os empregadores, que tenham
caráter nacional e não atentem contra a legislação vigente
(E) a proteção em face da automação, na forma da lei, bem como a redução dos riscos inerentes ao trabalho
por meio de normas de saúde, higiene e segurança

23.(VUNESP – TJ/SP – CARTORÁRIO– 2014) Assinale a alternativa em plena harmonia com a Constituição Federal
no que tange a direito dos trabalhadores urbanos e rurais:
(A) irredutibilidade do salário, nunca admitida sua diminuição.
(B) irredutibilidade do salário, nunca
(C) remuneração pelo serviço extraordinário, que deve ser pelo menos um terço superior à do normal.
(D) assistência gratuita aos filhos e dependentes desde o nascimento até cinco anos de idade em creches e pré-
escolas
(E) seguro-desemprego em qualquer hipótese

24.(VUNESP – DESENVOLVESP – 2014) Em razão de recente alteração constitucional, vários direitos já


reconhecidos a trabalhadores urbanos e rurais foram estendidos aos trabalhadores domésticos. Assim,
assinale a alternativa que corretamente identifica direitos assegurados aos trabalhadores domésticos na
Constituição Federal.
(A) Fundo de garantia por tempo de serviço e décimo terceiro salário com base na remuneração integral.
(B) Aviso prévio proporcional ao tempo de serviço e proteção em face da automação, na forma da lei.
(C) Salário mínimo e piso salarial proporcional à extensão e à complexidade do trabalho.
(D) Duração do trabalho normal não superior a oito horas diárias e participação nos lucros, ou resultados,
desvinculada da remuneração.
(E) Gozo de férias anuais remuneradas e proteção do mercado de trabalho da mulher, mediante incentivos
específicos.

25.(VUNESP – UNESP – 2017) Conforme estabelece a Constituição Federal, são dois exemplos de cargos
públicos privativos de brasileiro nato:
(A) de Ministro do Supremo Tribunal Federal e de oficial das Forças Armadas.
(B) de Deputado Federal e de Presidente da República.
(C) de Senador da República e de Ministro de Estado da Defesa.
(D) de Deputado Federal e de Deputado Estadual.
(E) de Vereador e da carreira diplomática.

26.(VUNESP – TJ/SP- Cartorário – 2016) Aos portugueses serão atribuídos os direitos


(A) inerentes ao brasileiro nato.
(B) inerentes ao brasileiro naturalizado.
(C) inerentes aos do brasileiro, quando tiverem residência permanente no Brasil e havendo reciprocidade no
ordenamento português ao brasileiro.
(D) correspondentes aos do brasileiro nato, quando tiverem residência permanente no Brasil e havendo
reciprocidade no ordenamento português.

27.(VUNESP – TJ/MS – 2015) Considerando as normas da Constituição Federal que tratam da extradição,
assinale a alternativa correta.
(A) O estrangeiro pode ser extraditado, havendo vedação apenas em relação aos crimes político e de opinião,
ressalvas estas que não são incompatíveis com a situação de asilado político do estrangeiro no país.
Direito Constitucional | Material Complementar
Professor Daniel Sena

(B) O brasileiro naturalizado pode ser extraditado pela prática de crime comum antes da naturalização, sendo
necessário, porém, para esse fim, que haja anulação da naturalização.
(C) O cidadão português não pode ser extraditado por crime de terrorismo, independentemente de quando foi
cometido, uma vez que o Supremo Tribunal Federal já assentou que este se equipara ao crime político.
(D) O brasileiro nato não pode ser extraditado, exceto se tiver nacionalidade primária do país no qual o crime foi
cometido e se houver reciprocidade estabelecida em tratado internacional.
(E) Os crimes que podem ensejar a extradição de estrangeiro não se sujeitam à prescrição.

28.(VUNESP – PC/CE – 2015) Considerando as disposições constitucionais a respeito da nacionalidade, assinale


a alternativa correta
(A) Aos estrangeiros com residência permanente no País, se houver reciprocidade em favor de brasileiros, serão
atribuídos os direitos inerentes ao brasileiro.
(B) São brasileiros natos os nascidos no estrangeiro, de pai brasileiro ou mãe brasileira, desde que qualquer
deles esteja a serviço da República Federativa do Brasil.
(C) São brasileiros natos os nascidos na República Federativa do Brasil, ainda que de pais estrangeiros, desde
que estes estejam a serviço de seu país.
(D) São brasileiros naturalizados os estrangeiros de qualquer nacionalidade, residentes na República Federativa
do Brasil há mais de dez anos ininterruptos e sem condenação penal
(E) São brasileiros naturalizados os que, na forma da lei, adquiram a nacionalidade brasileira, exigido aos
originários de países de língua portuguesa apenas idoneidade moral.

29.(VUNESP – TJ/PA – 2014) Casal de haitianos, que entrou irregularmente no território brasileiro, consegue
chegar à cidade de Belém, do Estado do Pará. Estabelece-se o casal na cidade, passando ambos a trabalhar,
ainda que de modo informal. A mulher engravida e a criança nasce em Belém. Nos termos da Constituição
Federal de 1988, a criança, filha do casal de estrangeiros haitianos, nascida no Brasil,
(A) não poderá adquirir a nacionalidade brasileira.
(B) será brasileira nata.
(C) será brasileira naturalizada.
(D) será considerada apátrida.
(E) possuirá nacionalidade haitiana.

30.(VUNESP – PC/SP – 2014) Não será concedida extradição de estrangeiro por crime político ou
(A) de opinião.
(B) por exercício de crença.
(C) decisão judicial estrangeira.
(D) de ação penal privada.
(E) contra a administração estrangeira.

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
31.(VUNESP – CRO/SP – 2015) Considerando os princípios que regem a Administração Pública, constantes do
artigo 37 da Constituição Federal, assinale a alternativa correta.
(A) Por consequência do princípio da eficiência, a Administração deve sempre buscar a concretização do
interesse público e não do particular.
(B) A Administração Pública, de acordo com o princípio da impessoalidade, deve agir com boa-fé, sinceridade,
probidade, lhaneza, lealdade e ética.
(C) O princípio da moralidade é ínsito ao Estado Democrático de Direito e está intimamente ligado à perspectiva
de transparência, dever da Administração Pública, direito da sociedade.
(D) A Administração deve atuar segundo a lei e nunca contra ou além da lei, em razão do princípio da legalidade.
(E) O princípio da publicidade administrativa consiste na organização racional dos meios e recursos humanos,
materiais e institucionais para a prestação dos serviços públicos.
Direito Constitucional | Material Complementar
Professor Daniel Sena

32.(VUNESP - Prefeitura de Sertãozinho – 2016) Sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis, é correto
afirmar que
(A) é vedada, em qualquer hipótese, a percepção de mais de uma aposentadoria à conta do regime próprio de
previdência.
(B) invalidada por sentença judicial a demissão do servidor estável, será ele reintegrado, e o eventual ocupante
da vaga, se estável, reconduzido ao cargo de origem, com direito a indenização, aproveitado em outro cargo
ou posto em disponibilidade com remuneração proporcional ao tempo de serviço.
(C) a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, desde que instituam regime de previdência
complementar para os seus respectivos servidores titulares de cargo efetivo, poderão fixar, para o valor das
aposentadorias e pensões a serem concedidas pelo regime de que trata este artigo, o limite máximo
estabelecido para os benefícios do regime geral de previdência social.
(D) o tempo de serviço será contado para efeito de aposentadoria.
(E) cabe ao Poder Judiciário aumentar vencimentos de servidores públicos quando observada ofensa ao
princípio da isonomia.

33.(VUNESP - Prefeitura de São Paulo – 2015) As funções de confiança de qualquer um dos poderes, e que se
destinam apenas às atribuições de direção, chefia e assessoramento, devem ser exercidas exclusivamente por
(A) empregados públicos ocupantes de cargo em comissão.
(B) servidor público.
(C) servidores ocupantes de cargo em comissão.
(D) servidores ocupantes de cargo efetivo.
(E) servidores ocupantes de cargo de carreira.

34.(VUNESP – PRODEST/ES – 2014) A Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 estabelece, em seu
artigo 37, que a administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do
Distrito Federal e dos Municípios obedecerá, entre outros, aos seguintes princípios fundamentais:
(A) liberdade, igualdade e fraternidade.
(B) probidade, qualidade e transparência.
(C) ética, moralidade e cidadania.
(D) impessoalidade, publicidade e eficiência.
(E) justiça, equidade e mobilidade

35.(VUNESP – PC/SP – 2014) Prevê o art. 37 da Constituição Federal, de forma expressa, que a administração
pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios
obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e:
(A) razoabilidade
(B) eficiência.
(C) proporcionalidade.
(D) unidade.
(E) economicidade.

36.(VUNESP - Prefeitura de São Paulo – 2016) Considerando os inúmeros casos de doenças causadas pelo
mosquito Aedes aegypti que assolam o país, determinada Prefeitura pretende contratar agentes comunitários
de saúde e agentes de combate às endemias, emergencialmente, com o objetivo de minorar esse problema
dentro do território do Município. Considerando o que dispõe a Constitu ição Federal sobre a matéria, é
correto afirmar que a pretendida contratação
Direito Constitucional | Material Complementar
Professor Daniel Sena

(A) pode ser feita por meio de processo seletivo público, de acordo com a natureza e complexidade de suas
atribuições e requisitos específicos para sua atuação.
(B) pode ser feita sem concurso ou processo seletivo públicos, uma vez que os cargos, empregos e funções na
área da saúde dispensam essa exigência para as respectivas contratações.
(C) deve ser feita, obrigatoriamente, por meio de concurso público de provas ou de provas e títulos, mas por
tempo determinado, até que o problema de saúde pública seja debelado.
(D) pode ser feita sem concurso público, por contratação direta para cargo em comissão de livre nomeação e
exoneração.
(E) deve ser feita, obrigatoriamente, por meio de concurso público de provas ou de provas e títulos, exigido
para o preenchimento de cargo, função ou emprego públicos.

37.(VUNESP - Câmara Municipal de Itatiba – 2015) Nos termos do artigo 37, § 6 o, da Constituição Federal, as
pessoas jurídicas de direito público e as de direito privado prestadoras de serviços públicos responderão pelos
danos que seus agentes, nessa qualidade, causarem a terceiros, permitindo afirmar que

(A) a Câmara Municipal, incumbida das funções legislativas, por não ter personalidade jurídica, não se sujeita a
esse dispositivo.
(B) o Município responde pelos danos que os servidores da Câmara Municipal, nessa qualidade, causarem a
terceiros, desde que demonstrado o nexo causal entre o dano e a ação dos agentes públicos.
(C) os servidores da Câmara Municipal, órgão do Município, respondem pelos danos causados,
independentemente de dolo ou culpa.
(D) a responsabilidade civil das pessoas jurídicas de direito público é subjetiva.
(E) a responsabilidade civil das pessoas jurídicas de direito público é objetiva, pois independe do nexo causal.

38.(VUNESP – TJ/SP- Contador – 2015) De acordo com a Constituição Federal de 1988, art. 37, a administração
pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios
obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publici dade e eficiência. A CF/88 prevê,
ainda, que
(A) os cargos, empregos e funções públicas são acessíveis exclusivamente aos brasileiros que preencham os
requisitos estabelecidos na norma específica
(B) o prazo de validade do concurso público será de até três anos, prorrogável uma vez, por metade desse
período.
(C) durante o prazo prorrogável previsto no edital de convocação, aquele aprovado em concurso público de
provas será convocado com prioridade sobre novos concursados para assumir cargo ou emprego, na
carreira.
(D) a investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou
de provas e títulos, bem como do poder executivo, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou
emprego, na forma prevista em lei, ressalvadas as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de
livre nomeação e exoneração, mas que deverão ser aprovados pelo poder legislativo.
(E) as funções de confiança, exercidas exclusivamente por servidores ocupantes de cargo efetivo, e os cargos
em comissão, a serem preenchidos por servidores de carreira, nos casos, nas condições e nos percentuais
mínimos previstos em lei, destinam-se apenas às atribuições de direção, chefia e assessoramento.

39.(VUNESP - Prefeitura de Caieiras – 2015) A contratação por tempo determinado


(A) é admitida durante todo o período eleitoral.
(B) é admitida em todas as circunstâncias em que haja interesse público.
(C) depende da discricionariedade e vontade do administrador público.
(D) é admitida para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público.
(E) não é admitida pela Constituição Federal.
Direito Constitucional | Material Complementar
Professor Daniel Sena

40.(VUNESP – PC/CE – 2015) É vedada a acumulação remunerada de cargos públicos, exceto, quando houver
compatibilidade de horários, a de
(A) dois cargos científicos com outro de professor.
(B) um cargo de professor com outro técnico ou científico.
(C) dois cargos técnicos com outro de professor.
(D) dois cargos de professor com outro técnico, em autarquias ou fundações.
(E) um cargo técnico com outro científico.

41.(VUNESP - Prefeitura de Caieiras – 2015) Ao Servidor Público da administração direta, autárquica e


fundacional, no exercício de mandato eletivo, aplica-se a seguinte disposição correta e em conformidade com
a Constituição Federal:
(A) quando em mandato eletivo distrital, não poderá se afastar de seu cargo, emprego ou função.
(B) investido no mandato de Prefeito, será afastado do cargo, emprego ou função, devendo, obrigatoriamente,
receber a remuneração do mandato eletivo.
(C) investido no mandato de Vereador, será obrigado a se afastar do seu cargo, emprego ou função, sendo-lhe
facultado optar pela sua remuneração.
(D) em qualquer caso que exija o afastamento para o exercício de mandato eletivo, seu tempo de serviço não
será contado para os efeitos legais.
(E) para efeito de benefício previdenciário, no caso de afastamento, os valores serão determinados como se no
exercício estivesse.

42.(VUNESP - Prefeitura de Caieiras – 2015) O artigo 39 da Constituição Federal estabelece que


(A) a União e os Estados, ao fixarem os padrões de vencimento do sistema remuneratório, não levarão em conta
os requisitos para a investidura do cargo.
(B) o Município deve adotar o mesmo plano de carreira estabelecido pelo Estado ao qual pertence.
(C) os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário publicarão anualmente os valores do subsídio e da
remuneração dos cargos e empregos públicos.
(D) a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios instituirão, no âmbito de suas competências, regime
jurídico diferenciado para os servidores das Autarquias.
(E) é vedado à União e ao Distrito Federal, ao fixarem os padrões de vencimento e demais componentes do
sistema remuneratório, observar as peculiaridades de cada cargo.

43.(VUNESP - Prefeitura de Caieiras – 2015) O servidor público declarado estável poderá perder o cargo em
virtude de
(A) filiação sindical.
(B) processo administrativo em que lhe seja assegurada ampla defesa.
(C) sindicância baseada em verdade sabida.
(D) participação em greve por quarenta dias consecutivos.
(E) extinção do cargo que ocupa.
44.(VUNESP – PC/CE – 2015) Segundo os ditames do artigo 39, parágrafo 3 o , da Constituição Federal,
aplicam-se aos servidores ocupantes de cargo público alguns dos direitos igualmente assegurados aos
trabalhadores urbanos e rurais, previstos no artigo 7 o e incisos, dentre os quais
(A) fundo de garantia do tempo de serviço.
(B) seguro-desemprego, em caso de desemprego involuntário.
(C) remuneração do trabalho noturno superior à do diurno.
(D) proteção em face da automação, na forma da lei.
(E) piso salarial proporcional à extensão e à complexidade do trabalho.
Direito Constitucional | Material Complementar
Professor Daniel Sena

45.(VUNESP – TJ/PA – 2014) Para fins de aposentadoria, segundo a Constituição Federal, são exemplos de
cargos públicos regidos pelo regime geral da previdência social:
(A) de provimento efetivo.
(B) em comissão.
(C) de carreira.
(D) estatutários.
(E) do Poder Judiciário.

46.(VUNESP – PC/SP – 2014) Sobre o tema “estabilidade dos servidores públicos”, disciplinado pela Constituição
da República, é correto afirmar que
(A) como condição para a aquisição da estabilidade, é obrigatória a avaliação especial de desempenho por
comissão instituída para tal finalidade.
(B) o servidor, apenas e tão somente, perderá o cargo em virtude de sentença judicial condenatória transitada
em julgado.
(C) o servidor, apenas e tão somente, perderá o cargo em virtude de decisão desfavorável em processo
administrativo disciplinar.
(D) os servidores nomeados para cargo de provimento efetivo, em virtude de concurso público, adquirem
estabilidade após dois anos de efetivo exercício.
(E) o servidor, apenas e tão somente, perderá o cargo em virtude de procedimento de avaliação periódica de
desempenho desfavorável.

PODER JUDICIÁRIO
47.(FCC – AL/MS – 2016) Bernardo é ministro do Supremo Tribunal Federal; Fátima é ministra do Tribunal
Superior do Trabalho e Cícero é membro do Conselho Nacional de Justiça. É correto afirmar que
(A) Bernardo e Fátima trabalham em órgãos do Poder Judiciário e Cícero em órgão do Poder Legislativo.
(B) Bernardo, Fátima e Cícero trabalham em órgãos do Poder Judiciário.
(C) Fátima e Bernardo trabalham em órgãos do Poder Judiciário e Cícero em órgão do Poder Executivo.
(D) Bernardo trabalha em órgão do Poder Judiciário e Fátima e Cícero em órgãos do Poder Executivo.
(E) Bernardo trabalha em órgão do Poder Executivo e Fátima e Cícero em órgãos do Poder Legislativo.

48.(FCC – TRT/PR – 2015) Considere:


I. Supremo Tribunal Federal.
II. Conselho Nacional de Justiça.
III. Tribunais Militares.
IV. Tribunais de Contas.
Nos termos da Constituição Federal, são órgãos do Poder Judiciário o constante em
(A) I, II, III e IV.
(B) I, II e III, apenas.
(C) I, II e IV, apenas.
(D) I, apenas.
(E) II, III e IV, apenas.

49.(FCC – TRE/RR – 2015) Dentro da estrutura constitucional Brasileira, o Órgão máximo do Poder Judiciário é o
(A) Tribunal Federal de Recursos.
(B) Conselho Nacional de Justiça.
(C) Superior Tribunal de Justiça.
(D) Tribunal Superior Eleitoral.
(E) Supremo Tribunal Federal.
Direito Constitucional | Material Complementar
Professor Daniel Sena

50. É correto afirmar que não são órgãos do Poder Judiciário:


(A) O Ministério da Justiça;
(B) Os Juízes do Trabalho;
(C) O Superior Tribunal do Trabalho;
(D) Os Juízes Eleitorais;
(E) O Conselho Nacional de Justiça.

GABARITO:
12) B 25) A 38) E
1) E 13) B 26) C 39) D
2) C 14) A 27) A 40) B
3) C 15) C 28) B 41) E
4) A 16) E 29) B 42) C
5) E 17) A 30) A 43) B
6) A 18) C 31) D 44) C
7) D 19) B 32) C 45) B
8) D 20) E 33) D 46) A
9) E 21) D 34) D 47) B
10) B 22) E 35) B 48) B
11) E 23) C 36) A 49) E
24) A 37) B 50) A