Você está na página 1de 6

HULDA: A INTÉRPRETE DO LIVRO ENCONTRADO, NA

CASA DE DEUS
( 4221 visitas )

Publicado em: 2/2/2010


Por: Lunaides Soares Viola
Assembléia de Deus - Santos - São Sebastião - SP
AINDANAOTENDESFE@HOTMAIL.COM

Bíblia Virtual Versão impressora

II Reis 22:14 Então, o sacerdote Hilquias, Aicão, Acbor, Safã e Asaías foram
ter com a profetisa Hulda, mulher de Salum, o guarda-roupa, filho de Ticva,
filho de Harás, e lhe falaram. Ela habitava na cidade baixa de Jerusalém.

INTRODUÇÃO;

Baseada em poucas informações na escrita bíblica, estaremos explanando com


muito enriquecimento do Espirito Santo, a vida, e o ministério da profetiza Hulda.
Que mesmo não tendo grande espaço na história bíblica escrita, mais teve uma
participação fundamental, dando continuidade ao procedimento de uma
importantíssima reforma, que ocorreu no reinado do rei Josias.

QUEM ERA HULDA?

Hulda era mulher de Salum, filho de Ticvá. Hulda era casada com o neto, do
camareiro real. E, possivelmente o seu esposo, estava seguindo os passos
profissionais da família, porque em Israel, geralmente a profissão dos pais eram
seguida pelos filhos, e netos etc...

Logo, como será que Hilquias, o sacerdote, e a comitiva real, tinha conhecimento
do local onde morava a profetiza Hulda? Logicamente que as informações estavam
saindo do palácio, pois lá; de fato havia informante que tinha conhecimento do
lugar onde ela morava, e do seu ministério como profetiza.

Sendo assim, a única ligação provável que Salum, e profetiza Hulda tinham com o
palácio, antes do Sacerdote procurá-la, na segunda parte de Jerusalém, fôra
principiada pelo avô de Salum, o camareiro, ou propriamente o marido de Hulda,
que possivelmente estaria seguindo a profissão da família.

Lógico que tudo isso, que estamos utilizando como possibilidades, são algumas
conjecturas.

Mas a certeza que a Bíblia nos concede é que: Hulda foi encontrada pelo sacerdote
Hilquias com a comitiva real, estando ela em Jerusalém, mais na Cidade Baixa, ou
como dizem outras versões na segunda parte, de Jerusalém, justamente longe do
palácio real.
Ela habitava em Jerusalém na segunda parte. Derrepente; posso até afirmar, que
este local onde Hulda residia, não era algum ponto turístico real, em Jerusalém. Lá,
havia comércio, artesãos, comerciantes de todo o tipo de mercadorias.Era a classe,
onde possivelmente, só passaria por lá, os criados, e servos, a serviço do palácio
real.

Se alguém desejasse naquela época fazer alguma caminhada, ou grandes


empreendimentos, para o desenvolvimento de Jerusalém, certamente o lugar onde
Hulda morava estaria fora de cogitação. Quem seria tolo de achar que; aquele lugar
traria algum retorno de bom para grandes investimentos? Ou até mesmo para
pontos turísticos?Ou passeios da realeza?

Nos dias atuais, isso não seria difícil, de vermos turistas, adentrando em qualquer
buraco em Israel, simplesmente porque antigamente, alguém marcou a história de
Israel( Jesus, Davi, Elias, Abraão, Pedro e Paulo ,e etc).

Todos querem tirar foto, querem visitar o local onde aconteceram os maiores
milagres, em Israel. Mas, Israel, só teve todo este conhecimento, e poder de
influência positiva, porque alguém decidiu ousar, e deixar Deus fazer a diferença na
vida deles.

Mas, naquela época lá na segunda parte de Jerusalém, não seria uma boa opção da
corte real se deslocando do Palácio para ir para a segunda parte de Jerusalém.

Até que: II Reis 22:8 Então, disse o sumo sacerdote Hilquias ao escrivão Safã:
Achei o Livro da Lei na Casa do SENHOR. Hilquias entregou o livro a Safã, e este
o leu.

Por causa de uma grande reforma, proporcionado em Jerusalém. E, nesta mudança


,da parte do rei Josias, fez com que o sacerdote hilquias, encontrasse um livro
dentro da casa de Deus, que estava perdido.

E, este livro que foi encontrado, não era um livro comum. Mas quando o Sacerdote
entregou o livro para Safã, o escrivão ,e , que ele o leu. Safã correu para o rei Josias
e, fez o leu, também para o rei Josias.

II Reis 22:11 Tendo o rei ouvido as palavras do Livro da Lei, rasgou as suas vestes.
II Reis 22:12 Ordenou o rei a Hilquias, o sacerdote, a Aicão, filho de Safã, a Acbor,
filho de Micaías, a Safã, o escrivão, e a Asaías, servo do rei, dizendo:
II Reis 22:13 Ide e consultai o SENHOR por mim, pelo povo e por todo o Judá,
acerca das palavras deste livro que se achou; porque grande é o furor do SENHOR
que se acendeu contra nós, porquanto nossos pais não deram ouvidos às palavras
deste livro, para fazerem segundo tudo quanto de nós está escrito.

E, através desta leitura, feita por Safã, o escrivão , o rei rasgas as suas vestes,
temendo as palavras do livro, e ordena a Hilquias, ir em busca de uma confirmação,
relacionada a está leitura, que tinha acabada de ser lida.
Não sei, se o rei teve algum tipo de dúvida, na leitura do livro, ou se era mesmo
uma confirmação que ele estava buscando para corrigir o erro que poderia está
continuando em Israel, mais uma coisa eu sei: ele não ficou indiferente ao conteúdo
que estava escrito no livro.

E, mandou ir a consultar um profeta para que Deus não o pegasse em alguma falta
de conhecimento.

Isso não seria improvável: Oséias 4:6 O meu povo está sendo destruído, porque lhe
falta o conhecimento.

Porque tu, sacerdote, rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que


não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus,
também eu me esquecerei de teus filhos.

Seria a mesma coisa que Deus estaria a dizer para estes homens se eles não se
concertasse por completo perante Deus. E, Josias sabia muito bem disso.

Nunca é demais, saber a mais da parte de Deus; Já tinha o livro? Já tinha sido lido?
Agora o rei Josias, queria obter mais informações.

É JUSTAMENTE NESTE MOMENTO EM QUE A PROFETIZA HULDA, E A


CIDADE BAIXA, É O ALVO CENTRAL DA COMITIVA REAL, COM O
SACERDOTE HULQUIAS:

II Reis 22:13 Ide e consultai o SENHOR por mim, pelo povo e por todo o Judá,
acerca das palavras deste livro que se achou; porque grande é o furor do SENHOR
que se acendeu contra nós, porquanto nossos pais não deram ouvidos às palavras
deste livro, para fazerem segundo tudo quanto de nós está escrito.
II Reis 22:14 Então, o sacerdote Hilquias, Aicão, Acbor, Safã e Asaías foram ter
com a profetisa Hulda, mulher de Salum, o guarda-roupa, filho de Ticva, filho de
Harás, e lhe falaram. Ela habitava na cidade baixa de Jerusalém.
II Reis 22:15 Ela lhes disse: Assim diz o SENHOR, o Deus de Israel: Dizei ao
homem que vos enviou a mim:
II Reis 22:16 Assim diz o SENHOR: Eis que trarei males sobre este lugar e sobre os
seus moradores, a saber, todas as palavras do livro que leu o rei de Judá.
II Reis 22:17 Visto que me deixaram e queimaram incenso a outros deuses, para me
provocarem à ira com todas as obras das suas mãos, o meu furor se acendeu contra
este lugar e não se apagará.

O sacerdote Hilquias, obtendo as informações de onde tinha uma profetiza, e


detalhe, ela não era a única opção de consulta a Deus, tinha Jeremias, e Sofonias.
Mas , se o livramento da corte estava em descer na cidade baixa, e buscar o
conhecimento de Hulda, que é que poderia impedir.

É aí, que entra Hulda na história, e também a corte, contempla melhor o outro lado
da realidade de Jerusalém.
Uns dizem que a cidade era nova, outros dizem que era favelas de Israel, outros
dizem que era de classe baixa. Mas isso não importava nesta hora, o que Deus que
nos mostrar é que:

•Deus faz com que, pessoas grandes e influentes, desçam do seu palácio, para
pedirem ajuda em lugares onde muitas vezes, os próprios não valorizaram a vida
toda.

•Deus entrega nas mãos dos desvalorizados e desprezados, a chave da vitória,


como: oportunidades, palavras certa, profecia, pregação, dinheiro, posta de
emprego, a fim de ajudar aquele que tanto desprezou, e que nem se lembra da sua
existência.

•Deus nos mostra através da vida de Hulda que o


conhecimento de Deus, a revelação divina, não é só encontrado dentro de palácios,
sacerdotes, intelectuais da Bíblia. Deus, nos revela que existe profeta, que às vezes
nem sabem ler , escrever, não tem nem uma faculdade de teologia, bacharel em
nada, mas ; quando dar lugar para Deus, e abrem a boca, resolve qualquer problema
por causa da sua intimidade com Deus.

•Deus mostra que o poder de mudar um ambiente, cidade, casa , igreja, local de
trabalho, não é encontrado só em uma mudança de alteraçãode pastor, político,
polícia,etc.. mas este poder para mudanças de ambiente se dá quando se encontra
um verdadeiro BACHAREL DO REINO DE DEUS. Quando aplicamos a sabedoria
e conhecimento de Deus, altera qualquer ruína. Independente do lugar, da raça
social, do ambiente.

•E, também Deus mostra através da vida de Hulda que: Ninguém está escondido, ou
esquecido, ou desprezado demais que não possa ser lembrado, e procurado por ele.

Hulda foi , um exemplo para mim. Eu entendo aqui que, mesmo ela estando em
uma possível classe inferior, mais ela tinha algo da parte de Deus fundamental , e
por isso que ela foi procurada, foi valorizada, trouxe a solução do problema pelo
conhecimento profético que tinha, ajudou um grande povo, os livrando da
destruição.

E, para que isso acontecesse: precisou de um rei Justo se humilhar, e fazer descer o
sacerdote, escribas e sua comitiva real para não serem destruídos. Deus abate os
exaltados, e aos humildes, ele dá graça.

Hulda já sabia do conceito de Deus, pois ela era profetiza, ela não se tornou
profetiza quando o sacerdote chegou lá, ela já era antes de qualquer reforma do rei.

Agora, imagine Hulda falando para os do seu convívio social, sobre o intento de
Deus, pois o mal já iria acontecer, pois a palavra estava denunciando a iniqüidade
do povo.

O LIVRO ACHADO, ERA O ESPELHO DA SANTIDADE DE JERUSALÉM, SÓ


QUE ESTAVA PERDIDO, IMAGINE COMO O POVO NÃO DEVERIA ESTÁR?
SEM SE ENXERGAREM EM TODO ESTE TEMPO ,QUE O ESPELHO ESTAVA
PERDIDO DENTRO DA CASA DE DEUS?

Hulda era profetiza, e ouvia a voz de Deus. Creio que muitos nem valorizavam as
palavras de Hulda, mas quando alguém quer fazer a diferença, esta pessoa, sempre
terá a participação especial da parte de Deus.

E, assim foi com Hulda, chegou o momento de Deus; confirmar as palavras, e o


ministério da vida de Hulda. E, isto foi perante os reis, e sua comitiva, e os plebeus.

Tudo isso aconteceu, porque a Corte Real se humilhou para Deus, por causa do
livro, fazendo com que o sacerdotes, e os demais da corte, se virassem a irem
consultar a Deus, na casa de Hulda .

Eles fazendo assim: Indo para a cidade baixa, onde HULDA morava. Certamente
toda a história daquele povo estava sendo mudado, Foi aí que; muitos viram que as
palavra de Deus na boca de Hulda, eram palavras de seriedade, palavras de Deus.
Ao ponto da corte real, e as charretes descerem em direção a casa de Hulda.

Não, charretes dos oficiais de um rei chamado Acabe ,que só procurava seus 400
profetas vendidos, para bajulação, querendo comprar Hulda, não!
Muito pelo contrário, era charrete dos oficias de um rei, fiel e humilhado a Deus,
chamado Josias.

Imagine a cena, tem gente que precisam ver, para crer.

Hulda confirmou as palavras que estavam escritas no livro que fora achado,
fazendo com que o coração do rei fizesse um ajuntamento do povo, com intuíto de
renovar a aliança de todos com Deus, para serem livres do mal.

II Reis 23:1 Então, deu ordem o rei, e todos os anciãos de Judá e de Jerusalém se
ajuntaram a ele.
II Reis 23:2 O rei subiu à Casa do SENHOR, e com ele todos os homens de Judá,
todos os moradores de Jerusalém, os sacerdotes, os profetas e todo o povo, desde o
menor até ao maior; e leu diante deles todas as palavras do Livro da Aliança que
fora encontrado na Casa do SENHOR.

E, tudo isto só aconteceu, porque na cidade baixa de Jerusalém, tinha uma profetiza
com a palavra guardada em seu coração para não pecar contra Deus, enquanto que
o sacerdote, e os escrivães, nem imaginavam que tinham perdido o livro na casa do
Senhor.

No palácio, alguém trouxe a informação de que, nas cidades baixas, também tem
profetas.
Graças à Deus que o nosso Rei Jesus, sempre faz coisas novas, para nossas vidas!