Você está na página 1de 32

1 5 DE ABRIL DE 201 5

34567
E D I Ç ÃO FÁC I L D E L E R

ARTIGOS DE ESTUDO
________________________________________________________________________________________________________________________________________________

1-7 DE JUNHO

Anciãos, estão treinando


outros irmãos?
PÁGINA 3 ˙ CÂNTICOS: 123, 121
________________________________________________________________________________________________________________________________________________

8-14 DE JUNHO

Como os anciãos
treinam outros para
mais responsabilidades
PÁGINA 9 ˙ CÂNTICOS: 45, 70
________________________________________________________________________________________________________________________________________________

15-21 DE JUNHO

Sua relação com


Jeová é real?
PÁGINA 15 ˙ CÂNTICOS: 91, 11
________________________________________________________________________________________________________________________________________________

22-28 DE JUNHO

Confie sempre
em Jeová!
PÁGINA 21 ˙ CÂNTICOS: 106, 49
ARTIGOS DE ESTUDO
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

ˇ Anciãos, estão treinando outros irmãos?


ˇ Como os anciãos treinam outros para mais
responsabilidades
Por que é importante os anciãos treinarem irmãos menos
HONG KONG experientes? O que alguns anciãos fazem que dá certo?
CAPA: Um ancião treina um servo O que os anciãos e os irmãos que estão sendo treinados
ministerial no testemunho público podem aprender do exemplo dos profetas Samuel, Elias
em regiões metropolitanas em e Eliseu? Veja a resposta nesses dois artigos.
Haiphong Road, Kowloon. __________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐‐
ˇ Sua relação com Jeová é real?
POPULAÇÃO ˇ Confie sempre em Jeová!
7.234.800 Se tivermos uma forte amizade com Jeová, conseguiremos
PUBLICADORES
enfrentar dificuldades. Para fortalecer nossa amizade com
Jeová devemos nos comunicar com ele e sempre confiar
5.747 nele. Veja nesses dois artigos como fazer isso.
ESTUDOS BÍBLICOS

6.382
TAMBÉM NESTE NÚMERO
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

27 Bênçãos em tempos favoráveis e em tempos difíceis


__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

32 Uma árvore cortada pode brotar de novo?

Mais de 180 mil


Carrinhos, mesas e outros suportes
para publicações foram providencia-
dos por meio da filial em Hong Kong
e enviados a muitos países.

34567 ˙
Vol. 136, No. 8 Semimonthly PORTUGUESE (Brazilian Edition)
April 15, 2015

˜ ˜ ´ ´ ˜ ´
Esta publicaçao nao e vendida. Ela faz parte de uma obra edu- A Sentinela e publicada quinzenalmente pela Associaçao Torre de Vigia de Bıblias e Tratados.
´ ´ ´ ´
cativa bıblica, mundial, mantida por donativos. A menos que haja Sede e grafica: Rodovia SP-141, km 43, Cesario Lange, SP, 18285-901. Diretor responsavel:
˜ ´ ˜ ˜ ´
outra indicaçao, os textos bıblicos citados sao da Traduçao do A. S. Machado Filho. Revista registrada sob o numero de ordem 514. 5 2015 Watch Tower Bible
ˆ
Novo Mundo das Escrituras Sagradas com Referencias. and Tract Society of Pennsylvania. Todos os direitos reservados. Impressa no Brasil.
Anciãos, estão treinando
outros irmãos?
“Para tudo há um tempo determinado.”
— ECLESIASTES 3:1.

CERTA vez, um superintendente de circuito estava quase COMO RESPONDERIA?


terminando a reunião com o corpo de anciãos de uma con- ________________________________________________________________________________________________________________________________

gregação. Ele olhou para os irmãos e pensou o quanto ele Por que é importante
gostava daqueles anciãos esforçados. Alguns deles tinham treinar outros?
idade para ser seu pai. Mesmo assim, o superintendente de
circuito ainda tinha de falar sobre um assunto importante ________________________________________________________________________________________________________________________________

com aqueles anciãos. Ele perguntou: “Irmãos, vocês têm Como os anciãos ajudam
conseguido treinar outros para que eles possam ajudar a congregação quando
a cuidar da congregação?” Na visita anterior, o superinten- treinam outros?
dente de circuito tinha incentivado que eles treinassem ou-
tros. Por fim, um dos anciãos disse: “Nós não estamos trei- ________________________________________________________________________________________________________________________________

nando muito.” E os outros concordaram com ele. Seguindo o exemplo de


2 Se você é ancião, talvez já tenha passado por uma situa-
Samuel, o que os anciãos de-
ção parecida. Os superintendentes de circuito têm visto vem fazer ao treinar outros?

1, 2. O que os superintendentes de circuito têm visto em muitas congrega-


ções?

3
que muitos anciãos precisam se esforçar outros agora.’ Será que é isso mesmo? É
em treinar os irmãos mais jovens e de verdade que talvez outros assuntos pre-
mais idade para que eles possam ajudar cisem de sua atenção sem demora. Mas,
a cuidar da congregação. Mas nem sem- se deixar o treinamento de irmãos para
pre é fácil fazer isso. Por quê? depois, na verdade você pode estar pre-
3 O ancião sabe que é importante trei- judicando a congregação.
nar os irmãos.1 (Veja a nota.) Se você é 5 Pense no seguinte exemplo. Todo

ancião, sabe da necessidade de mais ir- motorista sabe que deve trocar regu-
mãos para ajudar as congregações a se- larmente o óleo do carro. Mas talvez
rem fortes e para apoiar as congregações um motorista ache que colocar gasolina
que ainda serão formadas. (Leia Isaías é mais urgente do que trocar o óleo,
60:22.) A Bíblia diz que você deve “ensi- pois o carro não anda sem combustível.
nar outros”. (Leia 2 Timóteo 2:2.) Mas O motorista pode estar tão ocupado
pode ser difícil achar tempo para fazer que deixa a troca de óleo para depois.
isso. Você tem o seu emprego e tem de Afinal, ainda dá para o carro andar
cuidar de sua família. Além disso, você mais um pouco com aquele óleo. Mas
tem de cuidar das coisas da congrega- existe um perigo nessa situação. Se o
ção e de outros assuntos urgentes. Mas motorista não troca o óleo quando é ne-
vamos ver por que é importante que cessário, mais cedo ou mais tarde o car-
você encontre tempo para treinar ou- ro vai apresentar problemas. Depois, ele
tros, mesmo com tanto para fazer. vai ter de gastar muito tempo e dinheiro
para consertar o carro. O que aprende-
NÃO DEIXEM PARA DEPOIS mos disso?
4Por que pode ser difícil tirar tempo 6 Existem assuntos importantes que

para treinar irmãos na congregação? Al- os anciãos precisam cuidar logo. Se não
guns podem pensar: ‘Outros assuntos fizerem isso, a congregação vai sofrer.
da congregação são mais urgentes e pre- Assim como o motorista que precisa co-
cisam de atenção sem demora. E a con- locar gasolina no tanque regularmen-
gregação não vai sofrer se eu não treinar te, os anciãos devem sempre ver quais
são as “coisas mais importantes”. (Fili-
1 Este artigo e o próximo foram escritos especialmente
para os anciãos. Mas todos nós devemos nos interessar penses 1:10) Mas alguns anciãos ficam
por esse assunto. Por quê? Porque essa matéria vai ajudar tão ocupados com assuntos importantes
os homens na organização a verem que precisam ser trei-
nados para fazer mais na congregação. Com mais irmãos que não têm tempo para treinar outros.
treinados para ajudar na congregação, todos saem ga- Isso pode ser comparado a deixar de tro-
nhando.
car o óleo do carro. Se os anciãos sem-
3. (a) Como a Bíblia mostra que é importante trei- pre deixarem para treinar os irmãos
nar outros? Por que todos nós devemos nos interes- depois, mais cedo ou mais tarde a con-
sar por esse assunto? (Veja a nota.) (b) Por que al-
guns anciãos acham difícil treinar outros? 5, 6. O que aprendemos do exemplo do motorista
4. Por que alguns anciãos deixam o treinamento de e os cuidados com o carro? Como isso se compara
outros irmãos para depois? com o treinamento na congregação?

4 EDIÇÃO FÁCIL DE LER


gregação não terá um número suficien- sempre fazer o mesmo que fazem agora.
te de irmãos treinados para cuidar de to- (Miqueias 6:8) Além disso, os anciãos
das as coisas que precisam ser feitas. devem lembrar que “o tempo e o impre-
7 Então, nunca ache que treinar não é visto” podem fazer com que de repente
importante. Anciãos que se preocupam fique difícil cuidar de suas responsabili-
com o futuro da congregação e que se dades na congregação. (Eclesiastes 9:11,
esforçam em treinar outros mostram 12; Tiago 4:13, 14) Assim, por amarem o
que são sábios e valiosos para seus ir- povo de Jeová e se preocuparem com to-
mãos e irmãs. (Leia 1 Pedro 4:10.) Como dos na congregação, os anciãos se esfor-
isso ajuda a congregação? çam em ensinar aos irmãos mais jovens
o que eles aprenderam com o passar dos
USEM BEM O TEMPO anos. — Leia Salmo 71:17, 18.
8 Até mesmo os anciãos mais expe- 9 Os anciãos que treinam outros são
rientes devem ser humildes e entender valiosos porque o esforço deles ajudará
que, conforme o tempo passa e eles fi- a congregação a ficar forte. Por causa
cam mais velhos, não vão conseguir desse treinamento, mais irmãos estão
7. Que opinião devemos ter sobre os anciãos que
em condições de ajudar a congregação a
se esforçam em treinar outros? ficar unida e fiel a Deus. Isso é impor-
8. (a) Que motivos os anciãos têm para treinar ou- tante agora que estamos nos últimos
tros? (b) Os anciãos que servem onde há mais ne-
cessidade têm que responsabilidade urgente? (Veja 9. Que acontecimento futuro mostra a grande im-
o quadro “Uma missão urgente”.) portância do treinamento?

Uma missão urgente


NO MUNDO todo, irmãos e irmãs se mudam
para outros países para ajudar congrega-
ções que precisam de mais publicadores.
Eles se esforçam bastante para pregar e en-
sinar as boas novas. Mas o que aconteceria
se, de repente, eles tivessem de sair do
país? Em muitos lugares, não haveria um
número suficiente de irmãos locais treina-
dos para cuidar das necessidades da con-
gregação. Então, se você é um dos anciãos
que mudaram para ajudar onde precisa,
lembre-se de que tem uma missão urgente:
treinar irmãos para ajudarem a cuidar da
congregação.

15 DE ABRIL DE 2015 5
dias. E será de grande importância du- 12 Primeiro, o professor tem de prepa-
rante a grande tribulação que virá em rar o coração do aluno. Por que isso é
breve. (Ezequiel 38:10-12; Miqueias importante? Para que o aluno aprenda
5:5, 6) Assim, queridos anciãos, sempre novas habilidades. O professor tem de
se esforcem em tirar tempo para treinar preparar o coração do aluno para rece-
outros, começando hoje. ber o treinamento assim como o jardi-
10 É verdade que vocês já estão muito neiro tem de preparar a terra antes de
ocupados, cuidando de assuntos impor- jogar a semente. Então, como o profes-
tantes da congregação. Então, vocês tal- sor pode criar as condições certas para
vez precisem usar parte do tempo que o treinamento? Ele pode seguir o exem-
gastam com esses assuntos para dar plo de um excelente professor do passa-
treinamento. (Eclesiastes 3:1) Se fize- do, o profeta Samuel.
rem isso, estarão usando bem o tempo 13 Certa vez, mais de 3 mil anos atrás,

de vocês e ajudando a congregação. Jeová disse ao profeta Samuel, que já es-


tava idoso: “Amanhã, por volta desta
PREPAREM O CORAÇÃO DO ALUNO
hora, enviar-te-ei um homem da terra de
11Recentemente, pedimos a alguns Benjamim, e tu terás de ungi-lo como lí-
anciãos com experiência em treinar ir- der do meu povo Israel.” (1 Samuel 9:15,
mãos que nos dissessem como eles fa- 16) Samuel entendeu que isso significa-
zem isso.1 (Veja a nota.) Esses anciãos va que ele não seria mais o líder da na-
têm circunstâncias diferentes. Mas o in- ção de Israel. Jeová queria que ele ungis-
teressante é que os conselhos deles são se o novo líder. Então, Samuel teve uma
parecidos. O que isso prova? Que o trei- ideia e criou um plano para preparar o
namento baseado na Bíblia ajuda alunos homem escolhido para a nova responsa-
“em toda parte, em cada congregação”. bilidade.
(1 Coríntios 4:17) Por isso, neste artigo e 14 No dia seguinte, Samuel viu Saul.
no próximo, vamos estudar algumas su-
Jeová disse ao profeta que ele era o es-
gestões que esses anciãos deram. (Pro-
colhido. Samuel colocou logo seu plano
vérbios 15:22) Vamos chamar os anciãos
em ação. Fez tudo o que planejou. Criou
que dão treinamento de professores e os
uma boa oportunidade para conversar
irmãos que são treinados de alunos.
com Saul, convidando Saul e o servo
1 São anciãos da África do Sul, Austrália, Bangladesh, dele para uma refeição. Ofereceu os me-
Bélgica, Brasil, Coreia, Estados Unidos, França, Guiana lhores lugares e o melhor pedaço de car-
Francesa, Japão, México, Namíbia, Nigéria, ilha de Reu-
nião e Rússia. ne, e disse: “Come, porque se reservou
10. Para ter tempo de treinar outros, o que o ancião 12. O que o professor tem de fazer? Por que isso é
talvez precise fazer? importante?
11. (a) O que é interessante sobre os conselhos de 13-15. (a) O que Jeová disse para Samuel fazer?
anciãos de vários países a respeito de treinamento? (b) Como Samuel preparou Saul para sua nova res-
E o que isso prova? (b) Conforme Provérbios 15:22 ponsabilidade? (Veja o desenho no começo do arti-
mostra, por que é importante estudar sugestões de go.) (c) Por que é bom os anciãos estudarem esse re-
outros anciãos? lato sobre Samuel?

6 EDIÇÃO FÁCIL DE LER


O bom treinamento
começa com a amizade
(Veja os parágrafos 18 e 19.)

para ti para o tempo designado.” Depois os israelitas pedirem um rei humano,


da refeição, Samuel convidou Saul para ele ficou decepcionado e se sentiu rejei-
ir até a sua casa. No caminho, eles tive- tado. (1 Samuel 8:4-8) Jeová teve de fa-
ram uma excelente conversa. Quando lar três vezes para ele aceitar o pedido
chegaram, Samuel “continuou a falar do povo, porque Samuel não queria que
com Saul no terraço da casa” até a hora eles tivessem um rei. (1 Samuel 8:7, 9,
de dormir. No dia seguinte, Samuel un- 22) Mas Samuel não ficou com ciúme ou
giu Saul, daí o beijou e lhe deu mais ins- raiva do homem que passaria a ser o lí-
truções. Então, Saul foi embora. Ele es- der da nação. Quando Jeová mandou
tava preparado para o que aconteceria Samuel ungir Saul, ele não demorou a
depois. — 1 Samuel 9:17-27; 10:1. fazer isso. Ele obedeceu de coração, não
15 Samuel ungiu Saul para ser líder de
só porque tinha de fazer isso, mas por-
uma nação. É claro que isso é bem dife- que amava a Jeová.
rente de treinar um irmão para ser an- 17 Muitos anciãos experientes imitam
cião ou servo ministerial na congrega- Samuel e treinam outros de forma amo-
ção. Mesmo assim, é bom os anciãos rosa. (1 Pedro 5:2) Esses anciãos bon-
estudarem esse relato porque podem dosos treinam outros de coração, sem
aprender muitas lições de como Samuel medo de passar para os alunos algumas
preparou o coração de Saul. Vejamos de suas responsabilidades na congrega-
duas lições. ção. Ao contrário, os anciãos encaram
SEJAM AMIGOS E ENSINEM DE CORAÇÃO esses irmãos como importantes “colabo-
16 Esteja disposto a treinar, não de- radores” que vão ajudar a cuidar das ne-
more. A primeira vez que Samuel ouviu cessidades da congregação. (2 Coríntios
1:24; Hebreus 13:16) Esses anciãos não
16. (a) O que Samuel sentiu quando a nação de Is-
rael pediu um rei? (b) Como Samuel reagiu quando 17. Como os anciãos imitam Samuel? Que alegria
Jeová o mandou ungir Saul? eles têm?

15 DE ABRIL DE 2015 7
irmão, ele deve se esforçar em fazer ami-
Professor, tire tempo zade com o aluno e deixá-lo à vontade.
O modo de o ancião fazer isso depende
de sua programação das circunstâncias e da cultura de onde
apertada para dar vive. Mesmo assim, não importa onde
more, quando você tira tempo de sua
atenção ao aluno programação apertada para dar atenção
ao aluno, ele percebe que ele é impor-
tante para você. (Leia Romanos 12:10.)
são egoístas e sentem alegria de ver os
Não há dúvidas de que os alunos ficarão
alunos usarem as habilidades que têm
para ajudar o povo de Jeová. — Atos muito gratos pelo cuidado amoroso e
20:35. pela atenção que você dá a eles.
20 É verdade que o bom professor gos-
18 Seja amigo, não apenas professor.

Samuel poderia ter ungido Saul assim ta de treinar outros. Mas o bom profes-
que o viu. Era só derramar óleo sobre a sor deve também gostar da pessoa que
cabeça dele. Saul teria sido ungido, mas ele está treinando. (Veja também João
não estaria preparado para ser o líder do 5:20.) Por que isso é importante? Porque
povo de Deus. Mas Samuel tirou tempo se o aluno sentir que você se importa
para preparar o coração de Saul para de verdade com ele, estará disposto a
sua nova responsabilidade. Antes de Sa- aprender de você. Então, anciãos, esfor-
muel ungir Saul, eles tomaram uma re- cem-se a fazer mais do que ensinar. Se-
feição juntos, fizeram uma caminhada jam bons amigos. — Provérbios 17:17;
agradável, conversaram por um bom João 15:15.
tempo e até descansaram. Samuel espe- 21 Depois de preparar o coração do

rou a hora certa de ungir o novo rei. aluno, o ancião pode começar a treiná-
19 Isso é importante também hoje. lo. O que ele pode fazer? Vamos ver no
Antes de o ancião começar a treinar um próximo artigo.
18, 19. Como o ancião pode preparar o coração do 20, 21. (a) O que o bom professor faz? (b) O que
aluno? Por que isso é importante? vamos estudar no próximo artigo?

EXPLICAÇÃO Preparar o coração do aluno:


Ajudar um irmão a estar disposto a aprender novas habilida-
DE ALGUMAS des. O professor consegue fazer isso quando tira tempo para
EXPRESSÕES se tornar amigo do aluno. Ele deve fazer o aluno ficar à von-
tade e sentir que é importante.
Como os anciãos
treinam outros para
mais responsabilidades
“As coisas que ouviste de mim, . . . destas coisas encarrega
homens fiéis.” — 2 TIMÓTEO 2:2.

O POVO de Deus sempre soube que o treinamento é impor- COMO RESPONDERIA?


tante para conseguir fazer bem as coisas. Por exemplo, ________________________________________________________________________________________________________________________________

Abraão organizou “seus homens treinados”, lutou contra ini- O que o ancião pode fazer
migos para libertar Ló e conseguiu vencer a batalha. (Gêne- para ajudar um irmão a forta-
sis 14:14-16) E, na época do Rei Davi, os cantores eram lecer seu amor por Jeová?
“treinados” para louvar a Jeová cantando belas músicas.
(1 Crônicas 25:7) Hoje, temos que lutar contra Satanás e seu ________________________________________________________________________________________________________________________________

mundo. (Efésios 6:11-13) Nós também nos esforçamos para Que textos podem ajudar
louvar a Jeová por falar a outros sobre o nome dele. (Hebreus um irmão que parece não
13:15, 16) Assim como os servos de Deus no passado, para se interessar em fazer mais
na congregação?
que possamos fazer bem tudo isso, precisamos ser treina-
dos. Na congregação, Jeová deu aos anciãos a responsabili-
dade de treinar outros. (2 Timóteo 2:2) Vamos estudar o que ________________________________________________________________________________________________________________________________

alguns anciãos têm feito para treinar outros a cuidar do povo Como os irmãos que estão
de Jeová. sendo treinados podem imi-
tar o exemplo de Eliseu?
1. (a) O que os servos de Deus sempre souberam sobre dar treinamento?
Por que hoje o treinamento também é necessário? (b) O que vamos estudar
neste artigo?

9
Explique ao irmão por que
a tarefa que você pediu
para ele fazer é importante
e elogie o esforço dele
(Veja os parágrafos 5-8.)

FORTALEÇA O AMOR QUE cessário para o treinamento. É bem prová-


O ALUNO TEM POR JEOVÁ vel que, ao ouvir uma oração assim, o alu-
2 O ancião pode ser comparado com no passe a ter vontade de fazer mais.
um jardineiro. Antes de plantar as semen- 4 Ao começar a treinar o aluno, é bom

tes, talvez o jardineiro precise colocar nu- ler com ele trechos da Bíblia que o aju-
trientes na terra para que a planta cresça dem a ver como é importante querer aju-
bem. Da mesma maneira, antes de ensi- dar outros, ser confiável e ter humildade.
nar ao aluno novas habilidades, talvez o (1 Reis 19:19-21; Neemias 7:2; 13:13; Atos
ancião considere com ele alguns princí- 18:24-26) Assim como a terra precisa de
pios bíblicos. Isso é importante porque o nutrientes para a planta crescer bem,
aluno ficará mais disposto a colocar em o aluno precisa dessas qualidades para
prática o que aprende. — 1 Timóteo 4:6. crescer, ou seja, fazer progresso mais rá-
3 Como anci ão, voc ê precisa saber pido. Jean-Claude, um ancião na França,
como a verdade influencia os pensamen- disse que o objetivo de treinar outros é
tos e sentimentos do aluno. Para conse- ajudar o aluno a tomar decisões baseadas
guir isso, pode perguntar ao aluno como a em princípios bíblicos. Ele disse: “Eu
dedicação que ele fez a Jeová influencia as procuro oportunidades para ler junto
decisões que ele está tomando. Com essa com o aluno um texto da Bíblia para que
pergunta, você pode começar uma con- ele veja ‘as coisas maravilhosas’ da Pala-
versa sobre como nós podemos servir a vra de Deus.” (Salmo 119:18) O que mais
Jeová de todo o nosso coração, como Je- pode ser feito para fortalecer o aluno?
sus disse. (Leia Marcos 12:29, 30.) Você
EXPLIQUE O QUE FAZER E POR QUE
pode fazer uma oração com o irmão e pe-
5 Pergunte ao aluno quais são os alvos
dir a Jeová que dê a ele o espírito santo ne-
dele no serviço de Jeová. Se ele ainda não
2. O que o ancião talvez faça antes de ensinar ao
aluno novas habilidades? Por que isso é impor- 4. (a) Dê exemplos de trechos da Bíblia que po-
tante? dem ajudar o aluno a fazer progresso. (b) Qual deve
3. (a) Como o ancião pode usar numa conversa ser o objetivo dos anciãos que treinam outros?
com o aluno o que Jesus disse em Marcos 12:29, 5. (a) Como uma conversa sobre alvos no serviço
30? (b) Como o aluno pode se sentir quando o an- de Jeová pode ajudar? (b) Por que os anciãos devem
cião faz uma oração junto com ele? treinar irmãos que ainda são jovens? (Veja a nota.)

10 EDIÇÃO FÁCIL DE LER


pensou em nenhum, ajude-o a ter um Quando alguém é treinado desde pe-
alvo que ele possa alcançar. Depois, fale queno, provavelmente ficará concentra-
com animação sobre um alvo que você ti- do em alvos espirituais mesmo quando
nha quando era jovem e como foi bom for um pouco mais velho e passar por si-
quando o alcançou. Esse é um jeito sim- tuações que poderiam desviar sua aten-
ples de treinar, mas que dá bom resulta- ção. — Leia Salmo 71:5, 17.1 (Veja a
do. Victor, um irmão que é ancião e pio- nota.)
neiro na África, disse: “Quando eu era 6 Para incentivar o aluno, você precisa

jovem, um ancião me perguntou sobre fazer mais do que dizer a ele o que fazer.
meus alvos. As perguntas dele me ajuda- Você também deve explicar por que é
ram a levar mais a sério meu serviço
1 Se um jovem mostra que é maduro, tem humildade e
a Jeová.” Anciãos experientes disseram as outras qualidades necessárias para servir na congrega-
que é importante começar a treinar os ir- ção, os anciãos podem sugerir que ele seja escolhido
para ser servo ministerial, mesmo que ainda não tenha
mãos enquanto eles ainda são jovens, tal- 20 anos. — 1 Timóteo 3:8-10, 12; veja A Sentinela de 1.° de
vez no começo da adolescência. Você julho de 1989, página 29.
pode dar a eles algumas tarefas na con- 6. Qual foi uma importante maneira que Jesus
gregação, de acordo com a idade deles. usou para treinar outros?

Como treinar outros


ANCIÃOS com experiência em treinar outros dão
as seguintes sugestões:
1. Seja exemplo no que diz e no que faz.
2. Incentive o aluno a fortalecer a amizade com Jeová
por ler a Bíblia inteira em um ano.
3. Trabalhem juntos na pregação.
(Veja a foto na capa da revista.)
4. Ensine o aluno a dirigir as reuniões para o serviço
de campo de um modo que ajude os irmãos.
5. Quando você fizer um discurso público, dê ao
aluno uma cópia do esboço para que ele veja
como você desenvolveu o tema. )
6. De vez em quando, convide o aluno e a família dele
para participar da sua adoração em família.
7. Quando você e sua família forem pregar em luga-
res pouco trabalhados ou onde não há nenhuma
Testemunha de Jeová, convide o aluno e a família
dele.1 — Veja a nota.
1 Anciãos na África, nas Américas, na Ásia, na Austrália e na
Europa já seguiram essas sugestões e tiveram bons resultados.
importante fazer aquilo. Jesus, o Grande OUTRA DIFICULDADE
Instrutor, mandou os discípulos pregar. 9 Os anciãos em países ricos podem
Mas antes ele disse por que eles deviam enfrentar a dificuldade de incentivar ir-
obedecer àquela ordem. Ele disse: “Eu re- mãos batizados que estão na faixa dos 20
cebi autoridade sobre tudo o que está no ou 30 anos a fazer mais na congregação.
céu e na terra. Portanto, vão, façam dis- Anciãos experientes de uns 20 países
cípulos em todas as nações.” (Mateus disseram por que eles acham que alguns
28:18, 19, Bíblia Fácil de Ler) Como você jovens não fazem tanto na congregação.
pode fazer o mesmo que Jesus? A maioria desses anciãos disse que os
7 Quando pedir a um irmão para fazer
pais desses irmãos não ajudaram seus fi-
uma tarefa, explique com base na Bíblia lhos a terem alvos no serviço de Jeová
por que aquela tarefa é importante. Se fi- durante a juventude. E, quando alguns
zer isso, estará ensinando o irmão a fazer jovens queriam fazer mais, os pais os in-
as coisas por causa de princípios bíblicos centivavam a fazer um curso superior ou
e não por causa de regras. Por exemplo, a buscar uma carreira no mundo. Então,
ao pedir a um irmão para limpar a entra- o serviço de Deus nunca esteve em pri-
da do Salão do Reino e ver se não há nada meiro lugar na vida deles. — Mateus
que possa causar acidentes, mostre a ele 10:24.
Tito 2:10. Explique como aquela tarefa 10 Quando um irmão parece não estar
contribui para que outras pessoas quei- interessado em fazer mais na congrega-
ram ouvir a mensagem do Reino. Ajude ção, pode ser necessário um grande es-
também o aluno a pensar nas pessoas de forço e muita paciência para que ele
mais idade na congregação e em como mude seu modo de pensar. Mas isso é
elas serão ajudadas por aquela tarefa. possível. Conforme a planta vai crescen-
Esse tipo de conversa treina o aluno e o do, o jardineiro vai aos poucos ajustando
ajuda a pensar mais nas pessoas do que a direção do caule para que cresça reto.
em regras. Quando ele perceber que o Da mesma forma, você pode aos poucos
que faz ajuda os irmãos, vai se sentir bem ajudar um irmão a ver que ele precisa
de servir outros. mudar sua atitude em relação a aceitar
8 Outro ponto muito importante é elo-
mais responsabilidades na congregação.
giar o aluno que põe em prática o que Mas como?
aprendeu. Por que isso é importante? 11 Tire tempo para fazer amizade com
Porque o elogio vai ajudar o aluno a pro- o irmão. Deixe-o saber que a congrega-
gredir no serviço de Jeová, assim como a ção precisa dele. Então, conforme o tem-
água ajuda a planta a crescer bem. — Veja
também Mateus 3:17. 9. (a) Que dificuldade os anciãos em alguns países
ricos enfrentam? (b) Por que o serviço de Deus não
7, 8. (a) Como os anciãos podem imitar o jeito de está em primeiro lugar na vida de alguns jovens?
Jesus treinar? (b) Por que é importante elogiar o 10, 11. (a) De que maneira o ancião pode aos pou-
aluno? (c) Que sugestões podem ajudar os anciãos cos ajudar um irmão a mudar seu modo de pensar?
a treinar outros? (Veja o quadro “Como treinar ou- (b) Que textos o ancião pode usar para incentivar
tros”.) um irmão? Por que isso é importante? (Veja a nota.)

12 EDIÇÃO FÁCIL DE LER


po vai passando, converse com ele várias ficar com o seu professor todo o tempo
vezes, usando textos que o ajudem a pen- que pudesse. E Jeová recompensou Eli-
sar sobre a dedicação que ele fez a Jeová. seu por ter sido leal e fiel. Como? Ele dei-
(Eclesiastes 5:4; Isaías 6:8; Mateus 6:24, xou Eliseu ver o milagre de Elias ser leva-
33; Lucas 9:57-62; 1 Coríntios 15:58; do num vendaval. — 2 Reis 2:1-12.
2 Coríntios 5:15; 13:5) Tente tocar o cora- 14 Se você está sendo treinado, como

ção dele com perguntas deste tipo: ‘O pode imitar Eliseu? Aceite logo tarefas,
que você prometeu a Jeová quando se de- mesmo que sejam as mais humildes. Seu
dicou a ele? Como acha que Jeová se sen- professor é seu amigo. Diga para ele o
tiu quando você se batizou?’ (Provérbios quanto você valoriza o que ele está fazen-
27:11) ‘E como Satanás se sentiu?’ (1 Pe- do por você. Mostre a ele que você quer
dro 5:8) Textos bíblicos bem escolhidos continuar a aprender dele. Mais impor-
podem tocar o coração do irmão e ajudá- tante ainda é você cuidar de suas tarefas
lo a mudar seu modo de pensar. — Leia de forma fiel. Por quê? Porque quando
Hebreus 4:12.1 (Veja a nota.) você prova que é fiel e confiável, os an-
SEJA UM ALUNO FIEL ciãos passam a ter certeza de que Jeová
quer que você tenha mais responsabili-
12 Jovens, a congregação precisa de
dades na congregação. — Salmo 101:6;
sua ajuda! Que atitude você precisa ter
leia 2 Timóteo 2:2.
para se dar bem no serviço de Jeová?
Para responder a essa pergunta, vamos RESPEITE ANCIÃOS EXPERIENTES
estudar o que aconteceu na vida de um 15 O relato de Eliseu também nos ensi-
aluno do passado, Eliseu. na que é importante os irmãos respei-
13 Uns 3 mil anos atrás, o profeta Elias
tarem anciãos experientes. Depois que
convidou o jovem Eliseu para ser seu aju- Elias e Eliseu tinham visitado um grupo
dante. Eliseu aceitou logo e realizou de de profetas em Jericó, eles foram até o
modo fiel serviços humildes para o pro- rio Jordão. “Elias tomou então seu manto
feta Elias. (2 Reis 3:11) Elias treinou Eli- oficial e o enrolou, e golpeou as águas, e
seu durante seis anos. Então, quando o estas se dividiram.” Os dois atravessa-
trabalho do profeta Elias em Israel estava ram o rio em solo seco e continuaram a
quase terminando, Elias disse para Eli- conversar enquanto caminhavam. Eliseu
seu que não precisava continuar a ajudá- ouviu com muita atenção tudo o que seu
lo. Mas Eliseu por três vezes respondeu: professor disse e continuou aprendendo
“Não te deixarei.” Ele estava decidido a dele. Eliseu nunca achou que já sabia
1 Por exemplo, poderia usar os pontos da revista A Sen-
14. (a) Como os alunos de hoje podem imitar Eli-
tinela de 15 de abril de 2012, páginas 14-16, parágrafos
8-13, e do livro ‘Mantenha-se no Amor de Deus’, capítulo 16, seu? (b) Por que é tão importante que o aluno seja
parágrafos 1-3. fiel?
15, 16. (a) Que atitudes de Eliseu mostraram que
12, 13. (a) Por que Eliseu é um exemplo de bom ele respeitava seu professor? (Veja o desenho no co-
aluno? (b) Como Jeová recompensou Eliseu por ter meço do artigo.) (b) Como Eliseu ganhou a confian-
sido fiel? ça de outros profetas?

15 DE ABRIL DE 2015 13
tudo. Daí, Elias foi levado num vendaval zer mudanças só porque quer. Eliseu
e Eliseu voltou ao rio Jordão. Ali, ele ba- continuou a fazer as coisas do jeito de
teu nas águas com o manto oficial de Elias. Desse modo, ele ganhou a confian-
Elias e perguntou: “Onde está Jeová, o ça dos outros profetas e mostrou respeito
Deus de Elias?” De novo as águas do rio por seu professor. Hoje também, se você
se dividiram. — 2 Reis 2:8-14. continuar a usar o mesmo modo bíblico
16 Você notou que o primeiro milagre que seus professores usavam para fazer
de Eliseu foi exatamente igual ao último as coisas, estará mostrando respeito pe-
milagre de Elias? O que isso nos ensina? los anciãos experientes e ganhará a con-
Eliseu não achou que só porque ele esta- fiança de seus irmãos e irmãs. (Leia 1 Co-
va no comando a partir dali, ele tinha de ríntios 4:17.) Aos poucos você vai ter
fazer as coisas de um modo diferente de mais experiência e poderá fazer mudan-
Elias. Ao contrário, Eliseu copiou o jeito ças que ajudem a congregação a pôr em
de Elias fazer as coisas. Isso também prática as orientações da organização de
mostrou que ele respeitava seu professor Jeová, que está sempre avançando. Com
e, dessa forma, ele ganhou a confiança de o tempo, Jeová poderá ajudar você a fa-
outros profetas. (2 Reis 2:15) Eliseu ser- zer tarefas maiores do que aquelas que
viu como profeta por 60 anos. E, com o seus professores fizeram, assim como ele
poder de Jeová, ele fez muito mais mila- ajudou Eliseu. — João 14:12.
18 Nós gostaríamos que as sugestões
gres do que Elias. O que os alunos de
hoje podem aprender disso? que demos neste e no artigo anterior in-
17 Ao receber mais responsabilidades centivem mais anciãos a tirar tempo para
na congregação, não ache que você tem treinar outros irmãos, e oramos por isso.
de fazer as coisas de modo totalmente di- Também oramos para que mais irmãos
ferente de como elas eram feitas antes. tenham o desejo de ser treinados e usem
Na verdade, as coisas só devem ser mu- o que aprenderem para cuidar do povo
dadas por uma necessidade da congrega- de Jeová. Isso vai fortalecer as congrega-
ção ou por causa de uma orientação da ções no mundo todo e vai ajudar cada um
organização de Jeová. Você não deve fa- de nós a ficar fiel durante a época emo-
cionante que viveremos em breve.
17. (a) Como os alunos de hoje podem imitar a ati-
tude de Eliseu? (b) Com o tempo, como Jeová pode- 18. Por que é urgente treinar irmãos na congrega-
rá usar alunos fiéis? ção?

EXPLICAÇÃO Anciãos experientes treinam irmãos por ensinar a eles


habilidades importantes que são necessárias para
DE ALGUMAS cuidar do povo de Deus.
EXPRESSÕES
Sua relação com Jeová é real?
“Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós.”
— TIAGO 4:8.

SE VOCÊ é uma Testemunha de Jeová batizada, tem uma COMO RESPONDERIA?


coisa muito valiosa. Você tem uma relação com Jeová. Mas ________________________________________________________________________________________________________________________________

essa relação corre perigo. O mundo de Satanás quer des- Qual deve ser o seu objetivo
truí-la, e nossas imperfeições podem enfraquecê-la. En- ao estudar a Bíblia?
tão, nós precisamos manter nossa relação com Jeová o
mais forte possível. ________________________________________________________________________________________________________________________________

2 Jeová é real para você? Você acha que tem uma relação
Por que você pode confiar
de amizade com ele? Gostaria que sua relação com ele fos- que Jeová sempre faz
se ainda mais forte? Tiago 4:8 mostra o que é necessário o que é certo?
fazer para isso acontecer: “Chegai-vos a Deus, e ele se che-
gará a vós.” Se você der passos para se aproximar de Jeová,
________________________________________________________________________________________________________________________________
ele também dará passos para ficar mais achegado a você.
Quando você faz oração, por
Quanto mais você fizer isso, mais Jeová será uma Pessoa que deveria dizer a Jeová exa-
real para você. Dessa forma, sua relação de amizade será tamente como se sente e que
tão forte que poderá sentir o mesmo que Jesus. Ele disse: ajuda gostaria de receber?

1. Por que precisamos manter nossa relação com Jeová bem forte?
2. Como podemos deixar nossa relação com Jeová mais forte?

15
“Aquele que me enviou é real” e “eu o por fazer oração sempre. (Leia Salmo
conheço”. ( João 7:28, 29) Mas o que 142:2.) E como ele fala com você? Toda
você pode fazer para se achegar mais a vez que você lê a Bíblia e medita nela,
Jeová? está deixando Jeová falar com você.
3 Se você quer se achegar a Jeová, é (Leia Isaías 30:20, 21.) Vejamos como
importante que você e ele sempre se co- essa comunicação vai fortalecer sua re-
muniquem. Mas como isso é possível? lação com Jeová para que ele seja um
Imagine que você tem um amigo que Amigo real para você.
mora bem longe. Como vocês podem QUANDO VOCÊ LÊ A BÍBLIA,
se comunicar? Vocês podem sempre JEOVÁ FALA COM VOCÊ
escrever um para o outro e se falar 4 Nós sabemos que a Bíblia traz a
por telefone. Com Jeová a comunica-
mensagem de Deus para todas as pes-
ção acontece assim: você fala com ele
soas. Mas será que a Bíblia pode ajudar
3. Como podemos nos comunicar com Jeová? você a se aproximar de Jeová? Sim! Ao
tirar tempo todos os dias para ler a Bí-
blia, preste atenção em como aquilo
que você lê o afeta. E pense em como
Como você se comunica com Deus? pode usar na vida o que está lendo.
(Veja o parágrafo 3.)
Quando faz isso, está deixando Jeová
falar com você. Ele se torna um Amigo
achegado, que está sempre ajudando
você. E você se aproxima mais dele.
— Hebreus 4:12; Tiago 1:23-25.
5 Vamos ver um exemplo. Jesus dis-

se: “Parai de armazenar para vós tesou-


ros na terra.” Como essas palavras afe-
tam você? Se estiver fazendo o máximo
para colocar Jeová em primeiro lugar na
vida, sentirá que ele está feliz com você.
Mas pode ser que, quando lê o que Je-
sus disse, você se dê conta de que pre-
cisa simplificar sua vida e se concentrar
mais em servir a Deus. Nesse caso,
Jeová o está ajudando a entender o que
você pode fazer para se achegar mais a
ele. — Mateus 6:19, 20.
4, 5. Como Jeová fala com você quando você lê a
Bíblia? Dê um exemplo.
6 É verdade que ao estudar a Bíblia Por causa disso, alguns talvez pensem
aprendemos sobre as mudanças que te- que Jeová foi injusto e castigou Azarias
mos de fazer para servir melhor a Jeová. sem um motivo válido. E você? O que
Mas também aprendemos sobre todas pensa sobre o que Jeová fez? Quem co-
as coisas amorosas que ele faz e sobre a nhece bem a Jeová sabe que ele sem-
maravilhosa personalidade dele. Isso pre disciplina com justiça. Ele sempre
nos faz amá-lo ainda mais. E, quando disciplina “no grau correto”. ( Jeremias
nosso amor por ele aumenta, o amor 30:11) Então, mesmo que você não sai-
dele por nós também aumenta. Dessa ba o motivo de Jeová ter castigado Aza-
forma, nossa relação com ele fica cada rias, pode ter certeza de que ele fez o
vez mais forte. — Leia 1 Coríntios 8:3. que era certo.
7 Se quisermos nos achegar a Jeová, é 9 Em outro trecho, a Bíblia traz mais

importante estudarmos a Bíblia pelo detalhes sobre a vida do Rei Aza-


motivo certo. Jesus disse: “Isto significa rias, que também era conhecido como
vida eterna, que te conheçam, o único Rei Uzias. (2 Reis 15:7, 32) A história
Deus verdadeiro.” ( João 17:3, nota) Po- contada em 2 Crônicas 26:3-5, 16-21
demos aprender muitas coisas novas mostra que ele “fazia o que era direito
e interessantes quando estudamos a aos olhos de Jeová”. Mas também diz
Bíblia. Mas nosso objetivo principal que mais tarde o coração dele ficou
deve ser o de conhecer melhor a Jeová cheio de orgulho, “a ponto de causar a
como Pessoa. — Leia Êxodo 33:13; Sal- ruína”. O rei tentou fazer algo que ape-
mo 25:4. nas os sacerdotes podiam fazer. Oiten-
8 Se consideramos Jeová nosso Ami- ta e um sacerdotes disseram ao rei que
go achegado, não ficamos preocupados ele estava errado e que não podia fazer
quando, às vezes, a Bíblia não explica o aquilo. Como Azarias reagiu? Ele não
motivo de ele fazer algumas coisas. Por aceitou o que os sacerdotes disseram e
exemplo, na época em que Azarias era ficou com muita raiva deles. Isso mos-
rei em Judá, as pessoas adoravam deu- tra que ele tinha se tornado muito orgu-
ses falsos. Mas Azarias não fez isso. lhoso. Esses detalhes nos ajudam a en-
“Ele fazia o que era reto aos olhos de tender o motivo de Jeová ter castigado
Jeová.” (2 Reis 15:1-5) Ainda assim, o rei com lepra.
10 Que liç ão importante podemos
Jeová castigou Azarias com lepra. Por
quê? Esse trecho da Bíblia não explica. aprender disso? A história do Rei Aza-
rias dá detalhes que nos ajudam a
6, 7. (a) Quando estudamos a Bíblia, o que acon-
tece com nosso amor por Jeová e com o amor dele 9. Que detalhes nos ajudam a entender o motivo
por nós? (b) Qual deve ser nosso objetivo principal de Jeová ter castigado Azarias com lepra?
ao estudar a Bíblia? 10. Por que não precisamos sempre saber os moti-
8. (a) O que alguns talvez pensem sobre o que vos de Jeová fazer as coisas? O que vai aumentar
Jeová fez com Azarias? (b) Se você conhece bem a nossa confiança de que Jeová sempre faz o que é
Jeová, o que vai pensar sobre o que ele faz? certo?

15 DE ABRIL DE 2015 17
Continue a se achegar a Jeová
(Veja os parágrafos 16 e 17.)

NA INFÂNCIA NO SERVIÇO DE PIONEIRO

entender o motivo de Jeová o ter casti- tudo o que Jeová faz. O estudo da Bí-
gado. Mas e quando a Bíblia não dá to- blia tornará Jeová bem real para você.
dos os detalhes? O que você vai fazer? Isso achegará você ainda mais a ele.
Vai duvidar que Jeová fez o que era real- — Salmo 77:12, 13.
mente certo? Na verdade, se você pen-
QUANDO VOCÊ ORA,
sar no que já aprendeu sobre Jeová,
VOCÊ FALA COM JEOVÁ
11 Quando oramos, nós nos achega-
mos a Jeová. Em oração, nós o lou-
Quanto mais você vamos, agradecemos a ele e pedimos
conhecer a Jeová, tanto sua ajuda. (Salmo 32:8) Mas, para ter
uma relação achegada com Jeová, você
mais vai aumentar sua precisa ter certeza de que ele ouve suas
confiança de que ele orações.
12 Algumas pessoas acreditam que as
sempre faz o que é certo orações nos ajudam a nos sentir me-
lhor, mas que, na verdade, Deus não es-
verá que pode confiar que tudo o que cuta as orações. Essas pessoas dizem
ele faz é certo, mesmo que a Bíblia não que as orações apenas nos ajudam a
dê todos os detalhes sobre algum acon- pensar melhor sobre um problema e
tecimento. (Deuteronômio 32:4) Quan- que, por isso, nós mesmos acabamos
to mais você conhecer a Jeová como encontrando a solução para esse pro-
Pessoa, tanto mais você o amará e sua blema. É verdade que a oração pode
confiança nele vai aumentar. Então, 11-13. Como você sabe que Jeová ouve orações?
você não precisará saber os motivos de (Veja o desenho no começo do artigo.)

18 EDIÇÃO FÁCIL DE LER


NO CASAMENTO EM SITUAÇÕES DIFÍCEIS

nos ajudar nesse sentido. Mas, quando 14Talvez nem sempre seja fácil ver
você conversa com Jeová em oração, ele qual é a resposta de Jeová para suas ora-
realmente escuta tudo o que você diz. ções. Mas, quando você diz a Jeová em
Como você pode ter certeza disso? suas orações exatamente como se sente
13 Pense um pouco: antes de Jesus e que ajuda gostaria de receber, fica
nascer como humano, via os servos de mais fácil enxergar a resposta de Jeová,
Jeová na Terra fazerem orações e via e ele se torna mais real para você. Além
que Jeová as respondia. Depois, como
humano, Jesus orou a seu Pai, falando
sobre o que sentia. Certa vez, Jesus Você pode ter certeza
orou a noite inteira. (Lucas 6:12; 22:40- de que Jeová ouve
46) Será que Jesus teria feito isso se
Jeová não estivesse escutando? Jesus suas orações
até mesmo ensinou a seus discípulos
como deveriam orar. Será que ele teria disso, se falar para Jeová sobre tudo o
feito isso se pensasse que Jeová na ver- que preocupa você, ele se achegará ain-
dade não escuta orações? Fica claro que da mais a você.
Jesus sabia que Jeová realmente escuta 15 Por exemplo, Kelly sempre prega-

as orações. Ele chegou a dizer: “Pai, va, mas ela não gostava disso.1 (Veja a
obrigado pelo senhor ter me ouvido.
1 O nome foi mudado.
Eu sei que o senhor me ouve sem-
pre.” ( João 11:41, 42, Bíblia Fácil de Ler) 14, 15. (a) Quando você faz oração, por que é
Nós podemos ter essa mesma certeza! bom dizer a Jeová como se sente e que ajuda gosta-
ria de receber? (b) Como a oração ajudou Kelly a se
— Salmo 65:2 aproximar mais de Jeová?

15 DE ABRIL DE 2015 19
nota.) Ela disse: “Eu não gostava do ser- tantes para que ela se achegasse mais a
viço de campo. Não é exagero, não gos- Jeová.
tava mesmo.” Quando Kelly se aposen-
FAÇA A SUA PARTE
tou, um ancião a incentivou a se tornar
pioneira regular. Ela disse: “Ele até me
16 Nós podemos continuar a nos
entregou uma petição. Decidi ser pio- achegar a Jeová para sempre. Então, va-
mos continuar a escutar a Jeová por ler
neira, mas também comecei a orar todo
e estudar a Bíblia. E vamos continuar a
falar com ele por meio da oração. Se
Nós podemos continuar nós nos comunicarmos com Jeová, nos-
sa relação com ele ficará cada vez mais
a nos achegar a Jeová forte, e isso vai nos ajudar a enfrentar
para sempre dificuldades.
17 Mas, às vezes, continuamos a en-

frentar problemas pessoais, mesmo fa-


dia para que Jeová me fizesse gostar do zendo sempre orações a Jeová. Nesses
serviço de campo.” Será que Jeová res- momentos, nossa confiança em Jeová
pondeu a oração dela? Veja o que ela poderia diminuir. Poderíamos começar
diz agora, depois de três anos como a pensar que Jeová não ouve nossas ora-
pioneira: “Passo mais tempo na prega- ções, ou até duvidar que ele realmente
ção e aprendo com outras irmãs. Então, nos veja como seu amigo. Se você co-
aos poucos, estou melhorando minha meçar a se sentir assim, o que poderá
maneira de pregar. Hoje, não posso di- fazer? O próximo artigo vai falar sobre
zer que gosto do serviço de campo. Eu isso.
amo! Além disso, minha relação com
16, 17. (a) O que precisamos continuar a fazer
Jeová é muito mais forte do que antes.” para deixar nossa relação com Jeová cada vez mais
As orações de Kelly foram muito impor- forte? (b) O que vamos estudar no próximo artigo?

EXPLICAÇÃO Jeová é real para você Você se comunica com


quando você o conhece Jeová quando fala com ele
DE ALGUMAS como Pessoa e tem uma re- em oração, e Jeová fala com
EXPRESSÕES lação de amizade com ele. você quando você lê e estu-
Você sabe que ele fala com da a Bíblia.
você por meio de sua Pala-
vra, a Bíblia, e que você
pode confiar nele. Você tam-
bém tem certeza de que ele
ouve suas orações.
Confie sempre em Jeová!
“Confiai nele em todos os tempos, ó povo.” — SALMO 62:8.

NA ÉPOCA do apóstolo Paulo, os cristãos em Roma pas- COMO RESPONDERIA?


savam por muitos perigos. Os romanos acusaram os cris- ________________________________________________________________________________________________________________________________

tãos de terem começado um grande incêndio na cidade e Por que Jeová nem sempre
responde logo às nossas
diziam que eles odiavam as pessoas. Eles perseguiam os orações?
cristãos com crueldade. Muitos cristãos foram presos e al-
guns foram mortos por animais selvagens. Outros foram
pregados em postes de madeira e queimados vivos, para ________________________________________________________________________________________________________________________________

iluminar a noite. Imagine como você se sentiria se vives- Como se sente ao ler a
se nessa época. Poderia passar por situações desse tipo a promessa de Jeová em
1 Coríntios 10:13?
qualquer momento.
2 Durante esse tempo difícil, Paulo foi preso. Ele pode

ter se perguntado se os irmãos o ajudariam. Por quê? An- ________________________________________________________________________________________________________________________________

tes disso, ele tinha passado por uma situação difícil e nin- O que vai ajudar você
guém o tinha ajudado. Mas ele tinha recebido ajuda de a aumentar sua confiança
Jeová por meio do Senhor Jesus. Ele escreveu: “O Senhor em Jeová e a fortalecer
sua amizade com ele?
estava perto de mim e me infundiu poder.” Jesus deu a
1-3. Por que Paulo tinha certeza que podia confiar em Jeová? (Veja o dese-
nho no começo do artigo.)

21
Paulo o poder que ele precisava. Paulo dificuldade. Talvez tenha pedido ajuda
escreveu que foi “livrado da boca do a outras pessoas e tenha ficado decep-
leão”. — 2 Timóteo 4:16, 17.1 (Veja a cionado por não receber a ajuda que
nota.) precisava. A verdade é que existem pro-
3 Paulo se lembrou de como Jeová o blemas que os humanos não conse-
havia ajudado no passado. Por isso, guem resolver. O que você fará em si-
mesmo preso, tinha certeza de que tuações desse tipo? A Bíblia fala que
Jeová lhe daria a força que ele precisa- devemos confiar em Jeová. (Provérbios
ria para enfrentar aquela situação e 3:5, 6) Mas será que você pode ter cer-
teza que ele vai ajudá-lo? Sim! A Bíblia
tem muitos exemplos que mostram que
Uma dificuldade nos dá a Jeová ajuda seu povo.
5 Não fique guardando mágoa das
oportunidade de confiar
pessoas se elas não derem a ajuda que
totalmente em Jeová você precisa. Ao contrário, assim como
Paulo, use a dificuldade que está pas-
qualquer dificuldade que pudesse ter sando como uma oportunidade de con-
no futuro. Ele tinha tanta certeza disso fiar totalmente em Jeová e de sentir em
que escreveu: “O Senhor me livrará de sua própria vida como ele cuida de
toda obra iníqua.” (2 Timóteo 4:18) Pau- você. Quando você faz isso, sua con-
lo tinha aprendido que mesmo nas si- fiança em Jeová aumenta e sua amiza-
tuações em que os irmãos não pu- de com ele fica mais forte.
dessem ajudá-lo, ele poderia sempre É IMPORTANTE CONFIAR EM JEOVÁ
confiar na ajuda de Jeová e Jesus. Ele 6 Você está com um problema difícil
não tinha a menor dúvida disso. que o deixa triste. Você faz tudo o que
OPORTUNIDADES pode e ora a Jeová pedindo ajuda. De-
PARA CONFIAR EM JEOVÁ pois disso, será que pode ficar calmo,
4 Você já enfrentou um problema di- confiando que ele vai ajudá-lo? Sim,
fícil e se sentiu sozinho, sem ninguém pode! (Leia Salmo 62:8; 1 Pedro 5:7.)
para ajudá-lo? Talvez tenha perdido seu Para ter uma boa amizade com Jeová, é
emprego ou tenha sido pressionado importante aprender a confiar nele.
por colegas na escola. Pode ser que te- Mas isso pode não ser fácil. Por quê?
nha enfrentado uma doença ou outra Um motivo é que Jeová nem sempre
responde logo às orações. — Salmo
1 Pode ser que Paulo tenha sido livrado de um leão de
verdade ou de outra situação perigosa.
13:1, 2; 74:10; 89:46; 90:13; Habacuque
1:2.
4, 5. (a) Quem pode sempre lhe dar a ajuda que
você precisa? (b) O que você pode fazer para que 6. Por que nem sempre é fácil confiar em Jeová
sua amizade com Jeová fique mais forte? quando temos um problema difícil?

22 EDIÇÃO FÁCIL DE LER


7 Por que Jeová nem sempre respon- Jeová pedindo ajuda e não recebemos
de logo às nossas orações? A Bíblia diz logo uma resposta? Devemos ser pa-
que Jeová é como um pai para nós. (Sal- cientes. Jeová deseja nos ajudar, mas
mo 103:13) Um pai nem sempre dá ao ele espera com paciência pelo melhor
filho o que ele pede. E quando dá, às momento para nos dar o que precisa-
vezes não é no momento em que o fi- mos. A Bíblia diz que Jeová fica à espe-
lho pede. O pai sabe que às vezes a ra para nos mostrar favor e que vai
criança quer algo, mas logo em seguida agir com misericórdia. E diz também:
não quer mais. Ele também sabe que o
filho pode pedir algo que não é o me-
lhor nem para o filho nem para outras Jeová, nosso Pai
pessoas. Ele sabe do que o filho preci-
sa e quando é o melhor momento para
celestial, nos ama e
lhe dar isso. Se um pai sempre dá logo sabe do que precisamos
ao filho tudo o que ele pede, ele acaba
se tornando empregado do filho. Jeová,
nosso Pai celestial, ama a todos nós. “Jeová é Deus de julgamento. Felizes
Como Criador, ele sabe do que preci- todos os que ficam à espera dele.”
samos e ele decide quando é o me- — Isaías 30:18.
lhor momento de nos dar o que pedi- A “BOCA DO LEÃO”
mos. Devemos aprender a esperar e ver 10Talvez sua situação seja tão difícil
como Jeová responde às nossas ora-
que dá para comparar com o que Paulo
ções. — Veja também Isaías 29:16; 45:9.
8 Além disso, Jeová sabe o quanto
passou. Você pode sentir que também
precisa ser salvo “da boca do leão”.
cada pessoa consegue aguentar. (Salmo
(2 Timóteo 4:17) Em momentos assim,
103:14) Assim, ele nos dá a força que
é essencial confiar em Jeová. Por exem-
precisamos. É verdade que às vezes
plo, talvez você esteja cuidando de al-
sentimos que não vamos mais aguen-
tar. Mas Jeová promete que, se uma guém doente na família. Você está pe-
provação for difícil demais para nós, dindo a Jeová que o ajude a tomar boas
ele dará “a saída”. (Leia 1 Coríntios decisões e a ser forte.1 (Veja a nota.) En-
10:13.) Podemos confiar que Jeová sabe tão, você se sente tranquilo por saber
o quanto nós podemos aguentar. 1 Vários artigos já foram publicados para ajudar os cris-
9 O que devemos fazer se oramos a tãos que enfrentam uma doença e para ajudar os que cui-
dam deles. Veja Despertai! de 8 de fevereiro de 1994; 8 de
fevereiro de 1997; 22 de maio de 2000 e 22 de janeiro de
7. Por que Jeová nem sempre responde logo às nos- 2001.
sas orações?
8. O que Jeová promete sobre as provações que tal- 10-12. (a) Por que pode ser difícil cuidar de al-
vez enfrentemos? guém doente na família? (b) O que acontece com
9. O que devemos fazer se já pedimos ajuda a sua amizade com Jeová quando você confia nele
Jeová, mas ele ainda não respondeu? em tempos difíceis? Dê um exemplo.

15 DE ABRIL DE 2015 23
que Jeová vê e entende você e sua situa- 13 Nossa confiança total em Jeová
ção. Ele vai ajudá-lo a aguentar e a con- nos ajudará a enfrentar tragédias. Foi
tinuar fiel a ele. — Salmo 32:8. isso o que aconteceu com Ruth. O ma-
11 Mas às vezes talvez você tenha a rido dela, que não é Testemunha de
impressão de que Jeová não o está aju- Jeová, pediu o divórcio. Nessa mesma
dando. Pode ser que os médicos te- época, o irmão dela descobriu que ti-
nham opiniões diferentes sobre o que nha uma doença séria, chamada lúpus.
deve ser feito. Ou você esperava que os E poucos meses depois a esposa do ir-
parentes lhe dessem força, mas parece mão dela morreu. Ruth se tornou pio-
que eles só pioram as coisas. Confie neira quando começou a se recupe-
sempre que Jeová vai lhe dar forças. rar de todas essas perdas. Mas, daí, a
Continue achegado a ele. (Leia 1 Sa- mãe dela morreu. Como Ruth conse-
muel 30:3, 6.) Depois de um tempo, guiu enfrentar todas essas tragédias?
você vai ver como Jeová o ajudou e isso Ela conta: “Eu falava com Jeová todo
vai fortalecer sua amizade com ele. dia, mesmo sobre decisões pequenas.
Com isso, Jeová se tornou bem real
para mim. Aprendi a confiar nele em
Confie que seu vez de confiar em mim ou em outras
pessoas. E a ajuda que ele me deu foi
Pai celestial lhe real. Ele cuidou de todas as minhas ne-
dará força para cessidades. Assim, sinto que estou ca-
minhando lado a lado com Jeová.”
obedecer a ele 14 Outra situação difícil é quando al-

guém de nossa família é desassociado.


12 Foi isso o que aconteceu com Ali- Você sabe o que a Bíblia diz sobre
ne.1 (Veja a nota.) Ela tomou conta dos como devemos tratar os desassociados.
pais doentes por um longo tempo, até (1 Coríntios 5:11; 2 João 10) Por amar
que eles morreram. Ela disse: “Naque- muito aquela pessoa, você talvez ache
la época, eu, meu marido e meu irmão que é muito difícil ou até impossível
muitas vezes não sabíamos bem o que obedecer a essa ordem bíblica. Mas seu
fazer. Em algumas ocasiões nos sentía- Pai celestial lhe dará a força necessária
mos perdidos. Mas agora, olhando para para obedecer a ele. Você confia nisso?
trás, vemos com mais clareza que Jeová Vai encarar essa situação como uma
estava ao nosso lado. Ele nos fortaleceu oportunidade para se achegar mais a
e deu exatamente o que precisávamos, Jeová?
mesmo quando parecia que não tínha- 13. Como a confiança em Jeová ajudou Ruth a en-
mos mais nada a fazer.” frentar uma série de tragédias?
14. Como Jeová pode ajudar você a enfrentar a de-
1 Os nomes foram mudados. sassociação de alguém da sua família?

24 EDIÇÃO FÁCIL DE LER


Às vezes, até as dificuldades
na família podem testar
nossa amizade com Jeová
(Veja os parágrafos 14-16.)

15 Podemos comparar essa situação melhor para todos, incluindo pessoas


ao que aconteceu com Adão. Será de nossa família que não estão servin-
que ele achava que poderia desobede- do a Jeová. Então, continue a fortalecer
cer a Jeová e continuar vivendo? Não, seu amor a Jeová e sua confiança nele.
Adão “não foi enganado”. (1 Timóteo Se você está preocupado com um pa-
2:14) Então, por que ele desobedeceu a rente desassociado, fale a Jeová em ora-
Jeová? Porque ele amava mais a esposa ção tudo o que você está sentindo.1
do que amava a Jeová. Por isso, ele co- (Veja a nota.) (Romanos 12:12; Filipen-
meu a fruta que ela lhe deu. Ele escu- ses 4:6, 7) Mesmo que você esteja so-
tou a esposa dele em vez de obedecer à frendo muito, pense que sua situação é
ordem de Jeová. — Gênesis 3:6, 17.
16 A decisão de Adão nos mostra que
uma oportunidade de fortalecer ainda
mais sua amizade com Jeová. Isso fará
devemos amar a Jeová mais do que a
você confiar nele e ter a certeza de que,
qualquer outra pessoa. (Leia Mateus
se você for obediente, o resultado sem-
22:37, 38.) Quando amamos a Jeová
dessa forma, estamos fazendo o que é pre será o melhor.
1 J foram publicados artigos para nos ajudar quando
15. Por que Adão desobedeceu a Jeová? alguém de nossa família abandona a Jeová. Veja A Senti-
16. A quem devemos amar mais? Por que isso é im- nela de 1.° de setembro de 2006, páginas 17-21, e de 15 de
portante? janeiro de 2007, páginas 17-20.

15 DE ABRIL DE 2015 25
NÃO FIQUE PARADO
Mostre a Jeová que 17 Por que Jeová livrou Paulo “da
confia nele fazendo
o máximo na pregação boca do leão”? Paulo explica: “Para que,
(Veja o parágrafo 17.)
por meu intermédio, se efetuasse ple-
namente a pregação.” (2 Timóteo 4:17)
Nós também recebemos de Jeová a ta-
refa de pregar as “boas novas” e ele nos
chama de “colaboradores”. (1 Tessalo-
nicenses 2:4; 1 Coríntios 3:9) Se fizer-
mos o máximo na pregação, podemos
confiar que Jeová nos dará tudo o que
precisarmos. (Mateus 6:33) E será mais
fácil esperar a resposta de Jeová às nos-
sas orações.
18 Então, todos os dias procure forta-

lecer sua amizade com Jeová. Quando


passar por uma dificuldade e sentir
que está ansioso, use essa situação para
se aproximar mais de Jeová. Leia e es-
tude a Palavra de Deus, a Bíblia. Além
disso, medite no que lê. Continue a
orar a Jeová e faça o máximo no servi-
ço a ele. Se fizer tudo isso, pode confiar
que Jeová vai ajudar você a enfrentar
qualquer dificuldade que tenha agora
ou no futuro.
17. Se fizermos o máximo na pregação, podemos
confiar que Jeová fará o quê?
18. Como você pode aumentar sua confiança em
Jeová e fortalecer sua amizade com ele?

EXPLICAÇÃO Confiamos em Jeová por orar a ele e esperar com paciência


pela resposta às nossas orações. Enquanto esperamos, fa-
DE ALGUMAS zemos o máximo no serviço a ele com a certeza de que ele
EXPRESSÕES nos dará a força para aguentar situações difíceis.
BIOGRAFIA

Bênçãos em tempos
favoráveis e em
tempos difíceis
NARRADA POR TROPHIM NSOMBA

NASCI no mês de março de 1930, no povoado guia sustentar a família e continuar no tempo
de Namkumba, em Malaui, numa família de integral.1 (Veja a nota.) Mas servir a Jeová por
servos fiéis de Deus. Em 1942, dediquei minha tempo integral não era um alvo só meu. Assim,
vida a Jeová e fui batizado num dos belos rios planejamos bem e, com a ajuda das crianças,
do meu país. Nos últimos 70 anos, eu tentei fa- Lidasi também conseguiu entrar no tempo in-
zer exatamente o que o apóstolo Paulo disse tegral em 1960.
para Timóteo: “Prega a palavra, ocupa-te nisso Em 1962, assistimos à Assembleia de Distri-
urgentemente, em época favorável, em época to “Ministros Corajosos”. No ano seguinte, o ir-
dificultosa.” — 2 Timóteo 4:2. mão Henschel veio a Malaui para um congres-
Em 1948, Nathan Knorr e Milton Henschel so especial perto da cidade de Blantyre. Umas
vieram a Malaui. Depois da visita deles fiquei 10 mil pessoas assistiram a esse congresso.
com vontade de servir a Jeová por tempo inte- Quando me lembro de todos esses programas
gral. Algum tempo depois, eu conheci Lidasi, especiais, percebo como eles foram importan-
uma irmã simpática que também tinha o alvo tes para preparar e fortalecer a todos os irmãos
de servir a Jeová por tempo integral. Em 1950, em Malaui para os tempos difíceis que logo en-
nós nos casamos e, em 1953, nós já tínhamos frentaríamos.
dois filhos. Mesmo com filhos para criar, nós
decidimos que eu seria pioneiro regular. De- CHEGAM OS TEMPOS DIFÍCEIS
pois de dois anos, fui convidado para ser pio- Em 1964, as Testemunhas de Jeová foram
neiro especial. perseguidas por se recusarem a participar em
Pouco tempo depois, tive o privilégio de ser- atividades políticas. Por causa disso, mais de
vir como superintendente de circuito. Lidasi 1 Irmoos que têm filhos pequenos não são mais convidados
sempre me ajudou muito. Por isso, eu conse- para servir como superintendentes de circuito.

15 DE ABRIL DE 2015 27
mil casas de irmãos e mais de cem Salões do De volta a Malaui, recebi a tarefa de visitar
Reino foram destruídos. Eu e Lidasi continua- as congregações na capital do país, Lilongwe.
mos visitando as congregações do circuito até Mesmo com perseguição e todas as dificulda-
1967, quando a obra das Testemunhas de Jeová des, o número de congregações aumentou nos
foi proibida. O governo tomou a propriedade circuitos em que servimos.
da sede, obrigou os missionários a deixar o
AJUDA AMOROSA DE JEOVÁ
país e mandou muitos irmãos para a prisão. Eu
e Lidasi também fomos presos. Depois de li- Certa vez, estava acontecendo uma reunião
bertados, continuamos com nosso serviço no política num povoado que visitamos. Algumas
circuito, tentando não chamar atenção. pessoas da cidade descobriram que nós éra-
Certa vez, em outubro de 1972, alguns mem- mos Testemunhas de Jeová e nos fizeram sen-
bros de um grupo político violento chamado tar com um grupo político chamado Jovens
Liga Jovem de Malaui vieram atrás de nós. Pioneiros de Malaui. Oramos a Jeová pedindo
Mas, enquanto eles estavam a caminho, um de- ajuda e orientação. Quando a reunião termi-
les correu até a nossa casa para me avisar que nou, eles começaram a bater em nós. De repen-
eles iriam me matar e que eu deveria me escon- te, uma senhora entrou correndo e gritou: “Pa-
der. Mandei minha esposa e meus filhos se es- rem, por favor! Esse homem é meu sobrinho.
conderem no meio de algumas bananeiras ali Deixem que ele continue sua viagem!” O res-
perto. Daí, eu subi numa grande árvore. De lá ponsável por aquela reunião mandou nos sol-
de cima, pude ver enquanto eles destruíam mi- tar. Não sabemos por que a mulher disse aqui-
nha casa e tudo o que eu tinha. lo. Ela não era nossa parente. Para nós, aquilo
A perseguição piorou e milhares de Testemu- foi uma resposta de Jeová para a nossa oração.
nhas de Jeová fugiram de Malaui. Ficamos num Em 1981, os Jovens Pioneiros de Malaui nos
campo de refugiados em Moçambique até ju- encontraram de novo. Dessa vez, eles pegaram
nho de 1974. Naquela época, eu e Lidasi fomos nossas bicicletas, nossas malas e nossos livros.
convidados a ser pioneiros especiais em Dó- Pegaram também papéis importantes com in-
mue, Moçambique. Continuamos como pionei- formações dos irmãos no circuito. Nós conse-
ros especiais até 1975, quando nos obrigaram a guimos fugir para a casa de um ancião. Mas es-
voltar a Malaui, onde ainda havia perseguição. távamos muito preocupados por causa das

As assembleias nos fortaleceram


para a perseguição que viria
Os irmãos não participavam na
política, por isso, as pessoas
queimavam a casa deles

Cartão de
partido político

informações sobre os irmãos. Quando o grupo No dia seguinte, o chefe de polícia me levou
começou a olhar os papéis, encontrou cartas para outra sala. Ele queria que eu assinasse um
que os irmãos do país inteiro me mandaram. O papel que dizia: “Eu, Trophim Nsomba, deixei
grupo ficou com muito medo, pensando que de ser Testemunha de Jeová para ser libertado.”
eu fosse um funcionário importante do gover- Recusei assinar o papel e disse: “Estou pronto
no. Então, eles logo devolveram os papéis para não só para ser preso, mas também para mor-
os anciãos locais. rer. Ainda sou Testemunha de Jeová.” Minha
Em outra ocasião, estávamos num barco cru- resposta deixou o chefe tão bravo que ele ba-
zando um rio. O dono do barco era um líder po- teu na mesa com toda a força. O policial da ou-
lítico. Então, começou a pedir para cada um no tra sala correu para ver o que tinha acontecido.
barco mostrar seu cartão de partido político. O chefe disse para ele: “Este homem não quer
Quando ele estava chegando perto de nós, des- assinar um documento que diz que ele parou
cobriu que um dos passageiros era um ladrão de pregar. Então, deixe que ele assine um do-
procurado pela polícia. Isso causou certa con- cumento dizendo que é Testemunha de Jeová,
fusão, e o dono do barco não continuou a ver e daí o mandaremos para Lilongwe para ser
se todos tinham cartão de partido político. preso.” Durante todo esse tempo, minha espo-
Mais uma vez sentimos a ajuda amorosa de sa não sabia onde eu estava. Depois de quatro
Jeová. dias, com a ajuda de alguns irmãos ela desco-
briu o que tinha acontecido.
MANDADO PARA A PRISÃO Na delegacia de Lilongwe, os policiais foram
Em fevereiro de 1984, eu estava indo para Li- bondosos comigo. O chefe de polícia dali me
longwe para entregar uns relatórios que seriam disse: “Trouxe um prato de arroz para você,
enviados para a sede na Zâmbia. Um policial pois foi preso por causa da Palavra de Deus. Os
me parou e olhou tudo o que eu tinha na pas- outros aqui são ladrões.” Então, ele me man-
ta. Ele encontrou publicações bíblicas. Por isso, dou para a prisão Kachere, onde fiquei por cin-
ele me levou para a delegacia e começou a me co meses.
bater. Depois, ele me amarrou e me colocou O diretor da prisão ficou feliz quando eu
numa sala com prisioneiros que eram ladrões. cheguei porque ele queria que eu fosse o novo

15 DE ABRIL DE 2015 29
O governo proibiu
nossa obra e tomou
a propriedade da sede

Irmãos sendo levados depois


de um julgamento

“pastor” da prisão. Ele tirou o anterior dessa queriam ouvir, fui mandado para a prisão Dza-
função, dizendo: “Não quero que você conti- leka, ao norte de Lilongwe.
nue ensinando a Palavra de Deus aqui, porque
ABENÇOADO MESMO EM TEMPOS DIFÍCEIS
você foi preso por roubar da sua própria igre-
ja!” Assim, toda semana eu fazia reuniões para Havia 81 Testemunhas de Jeová na prisão
ensinar a Bíblia aos presos. Dzaleka quando cheguei ali, em julho de 1984.
Mais tarde, as coisas pioraram para o meu A prisão estava tão cheia que 300 prisioneiros
lado. Funcionários da prisão ficaram fazendo dormiam no chão encostados um no outro. De-
perguntas para saber quantas Testemunhas de pois de um tempo, as Testemunhas de Jeová
Jeová existiam em Malaui. Como as minhas puderam se reunir em pequenos grupos para
respostas não eram o que eles queriam ouvir, conversar sobre um texto da Bíblia todos os
eles bateram em mim até eu desmaiar. Certa dias. Isso foi muito encorajador.
vez, eles perguntaram onde era a nossa sede. Em outubro de 1984, todos nós fomos julga-
Eu respondi: “Vocês fizeram uma pergunta dos e condenados a dois anos de prisão. Como
simples, e eu vou responder.” Eu disse a eles antes, fomos colocados numa prisão com ou-
que a Bíblia falava sobre a nossa sede. Eles fi- tros que não eram Testemunhas de Jeová. Mas
caram surpresos e perguntaram: “Em que par- o diretor da prisão avisou a todos: “As Testemu-
te da Bíblia?” nhas de Jeová não fumam. Então, guardas, não
Respondi: “Em Isaías 43:12.” Eles procura- as incomodem pedindo cigarros nem as man-
ram o texto na Bíblia e leram com atenção: dem procurar um pedaço de carvão aceso para
“ ‘Vós sois as minhas testemunhas’, é a pronun- acender o cigarro de vocês. Elas são o povo de
ciação de Jeová, ‘e eu sou Deus’.” Eles leram o Deus! Todas as Testemunhas de Jeová devem
texto três vezes. Depois, perguntaram: “Como receber comida duas vezes por dia, pois elas
é que a sede das Testemunhas de Jeová pode não estão aqui por causa de algum crime, mas
estar na Bíblia e não nos Estados Unidos?” Eu por causa de suas crenças na Bíblia.”
disse: “As Testemunhas de Jeová nos Estados Nosso bom comportamento resultava tam-
Unidos também entendem que esse texto fala bém em outros benefícios. Quando estava es-
da sede delas.” Como eu não disse o que eles curo ou chovendo, os guardas não deixavam os

30 EDIÇÃO FÁCIL DE LER


prisioneiros saírem. Mas nós tínhamos permis- tos até mesmo quanto às nossas vidas. De fato,
são para sair do prédio porque eles confiavam sentimos em nosso íntimo que tínhamos rece-
em nós e sabiam que não tentaríamos fugir. bido a sentença de morte. Isto se deu para que
Por exemplo, certa vez, estávamos trabalhando tivéssemos confiança, não em nós mesmos,
nos campos e um guarda passou mal. Nós o mas no Deus que levanta os mortos. Ele nos
carregamos de volta para a prisão. Por termos resgatou . . . de uma coisa tão grande como a
sempre mostrado boa conduta, os homens que morte.” — 2 Coríntios 1:8-10.
tomavam conta de nós deram glória ao nome Chegamos a pensar às vezes que morrería-
de Jeová. — 1 Pedro 2:12.1 (Veja a nota.) mos. Mas sempre pedíamos a Jeová coragem,
OS TEMPOS BONS VOLTARAM sabedoria e humildade para que pudéssemos
Em 11 de maio de 1985, fui solto da prisão continuar a dar glória ao seu grande nome.
Dzaleka. Finalmente estava junto com minha Jeová abençoou nosso serviço a ele duran-
família de novo! Somos muito gratos a Jeová te tempos favoráveis e tempos difíceis. Hoje,
por ele nos ter ajudado a continuar fiéis duran- é emocionante ver a nova e linda sede em
te aqueles tempos difíceis. Nós nos sentimos Lilongwe e mais de mil novos Salões do Reino
como o apóstolo Paulo, que escreveu: “Não em Malaui! Essas bênçãos de Jeová são tão im-
queremos que sejais ignorantes da tribulação pressionantes para mim e para Lidasi que pa-
que nos sobreveio . . . Estávamos muito incer- recem um sonho.1 — Veja a nota.
1 Para mais informações sobre a perseguição em Malaui, veja 1 Enquanto este artigo estava sendo preparado, o irmão
o Anuário das Testemunhas de Jeová de 1999, páginas 171-223. Nsomba faleceu com 83 anos.

Irmão Nsomba e sua esposa, Lidasi,


em frente a um Salão do Reino em 2004
Uma árvore
cortada
pode brotar
de novo?

EM COMPARAÇÃO com o belo cedro do Líbano, a oliveira talvez não


impressione tanto, já que seu tronco é todo encurvado e torcido. Mas as
oliveiras têm uma capacidade fantástica de sobreviver em condições di-
fíceis. Algumas têm cerca de mil anos. As raízes da oliveira podem ser
bem compridas, e a árvore pode se recuperar mesmo que seu tronco te-
nha sido destruído. Se as raízes da oliveira estiverem vivas, a árvore vol-
tará a crescer.
Jó foi um homem fiel do passado. Ele acreditava que, se morresse,
viveria de novo. (Jó 14:13-15) Ele usou o exemplo de uma árvore, prova-
velmente a oliveira, para mostrar sua confiança de que Deus poderia
ressuscitá-lo. Jó disse: “Até mesmo para uma árvore há esperança.
Se for decepada, brotará novamente.” Depois de um período de seca,
a chuva pode fazer um toco seco de oliveira voltar a viver e produzir
“um ramo como planta nova”. — Jó 14:7-9.
Assim como um agricultor não vê a hora de uma oliveira cortada
voltar a viver e crescer, Jeová Deus não vê a hora de ressuscitar seus
servos e muitas outras pessoas. (Mateus 22:31, 32; João 5:28, 29; Atos
24:15) Imagine a alegria que sentiremos ao receber de volta pessoas
que estavam mortas e voltaram a viver!

s
n p
ws15 04/15-T

Baixe de graça Nesse site, você Entre no site

o esta revista e outras também pode ler a www.jw.org ou


141222

publicações no Tradução do Novo capture o código


site www. jw.org Mundo

Interesses relacionados