Você está na página 1de 21
: ‘Que a via dual, assim contrariamente ‘escolhida como meta : De qualquer modo, o simples fata de as metas da formagao av some 0 gets a Ulticahegelina da enfao Eom tee een em tos rigors Sem oc it ue con or ae Tepugnass aoe go Hla Boni 2 ara ee Sep eer par ar uma iia cats 4 er alg I tne ira com 3 atc] neclona reas ae Aan mo Po osturadeextterioaiade cee Sr pout corsenion 10 magisterial gelato 1 Nn gues, analy ipa espera nos eam cui Se gs vragen qe moses nes Ht ae adie dan amps extra de Uns POE se cenquistador, sempre 08 sa be cninvel, pra us 0 area 0 ganldade de expstnia gue, po isi por suse mos. iso ean, De a con su Pinos, Freud formalou o peje wi i ie tina do peogama 060 2 ecimento de uma rotina do PROBE cando o tertno frontsira de noves campo, € tl como & estacionitio 0 ie #5 dos analisis, em 90 esse dominio se limite alinhavar a sintomatologia elfesica ou que venha assim acostrae como urna duplicagio oensino oficial Por menos, enfin, que os restrinjamos a seguir uma literatura que se ha de dizer pouco amena, veremos o papel que assume Fela uma ignordncia na qual n8o tencionamos designar a douta Fgnorancia, ov a ignotfincia formada, mas a ignordncia crasa, faquela cuja espessura nunca Toi soquer rogada pelo arado de uma erica de suas origens. isses fendmenos de esteilizaeHo, bem mai patentes ainda por dentro, nio podem deixar de estar relacionados com os Pletos de identificagio imaginéria cuja instincia fundamental Freud eevelou nas masses © nos grupos, © mimo que se pode fact € que esses efeitos nfo xo Favoriveis A discussfo, principio td qualguer progressoeientfico, A identificagéo com a imagem (que di ao grupo seu Ideal — aqui, ada suficiéncia encarada oF Joverto Tundamenta, como Freud mostrou num esquema “Geisivo, a comunho do grupo, mas precissmente & custa de spalquercontnicagdoaticlada, Alia tensio host été mesmo Tinaittva da relagéo de indivéduo com individuo. E isso que S preciosismo corrente no meio reconhece, de maneira totalmente Malia, sob 0 termo narcisismo das pequenas diferencas, que tnaduiremos em termos mais diceos por: terror conformist, “Aqueles para quem o itinerdtio da Feromenologia do espirito ‘familiar se sairdo melhor nesse desvendamento e se surpreen ‘kia: menos. com a pacigncia que parcee adiar nesse meio {galquer incursto inlerrogativa, Mas a moderagio dos questi. Tientos nfo se limita aos pleiteantes, © no foi um novato que | suv em sua coragem ao darthe a segunte motiveto: P.-"Mio ns campo em que slguém se exponha mais totalmente do ue ao falar de psicandlise.” B esrio que um bom objet, como se costuma dizer, pode ge esa sujigto coletiva, mas essa imagem, que fa7 08 ches iis, toma 06 homens tirinicos, pois & © proprio Fros do qual Bio. nox mostra 0 fasmo de asas shertas sobre a cidade uta com o qual se afige a am acuada, lida. ote eccctOmcin vere geciter gua préoria ideclogia, pe Bente slise, havin tecusado, mas que fornece sem ammbigtidade ideais de seus promotores.” ‘Jeuuramente, esse paicologisino analticn nfo se ds sem qnoouinar resisténcias, © ineressante € que, 20 ratri8s como Teac se v8 favorecido por muitos desarvoramentossurgidos 1a silos de vida de areas culturas importantes, na medi em ‘maniesta 8 demanda de patterns que cle nfo esté psican fs imagem Jos i aque nelas iimpossibifitado de fornecer: Mr eacontramos a arteulagSo pola qual a psicandlise pends para um behaviorismo, ada ver mais dominante em suas “ten- sertias atuals™, Fase movimento &sustentado, como se ve, por Condigbes sociologicas que uliapassamo conheeimentoanaltico caren © que nfo se pode deixar de dizer aqui é que Freud, frevendo nominalmente esse contuio com 0 behavioromo, do Pinciou.o de antemao como o mals contcéio a seu caminho: ‘Qualquer que deva set para ¢anélise o desfecho da singular esto spiritual em que ela asim parece embrenhars, a rt Sepuifidade de seus defensores perinanece inacta em relago oy sujeltos de quem els se encarregam. Eé aqui que x6 podemot aos wieinos com alguns ideais que parecem prevalece na ft- aiagto destes: como 0 que é sufiientemente denunciado, posta ane adguirido drelto de cidadana, pelo term desntlecta- fizagao. ‘Como se i nde Fosse assustador que 0 sucesso da pofissio anvifee Ihe tenha atraide tantos adeplos inculos, seth que aaairdes considerar como om testltado to fundamental quate ensfio da andlise diatica que até mesmo a Venstmento sea proscita daquces que jf no teriam muito fod a reflesdo humana para enfrentar toda sorte a que suas melhores intengbes os expoem? ped, Ge, Webs, XIV, pTE9. san ema eNom Yat sombra do un 5 interapestividades ——~ inte 85 Stade hrs en py Pwestes a superar soberbamente as prépeias marcay ne a atribuir & experiéncia que a Fundamenta, B essa, is me situaglo da psicandlise se aisemons 4 ‘uma prova a mais da proeminénci aera descober sudiana, na estrutura da relagio intersubj ree significante. ae dissipar-se a inspiragdo de Freud, 0 Siewert A instdneia da letra no inconsciente 9 i ou a razdo desde de Freud % ranges de cnciros Oh, cidades do mat, veo em vs vos eiads, homens © mulheres, om brajoeeperasesscitanenteatados em slider lagos por pessoas que nn entenderto vos Kinguager,e 5 i cate vs pers desbafa, por quel lcrimejans, Ines estates, vorsas does vossos pesares ela ibede i ponida, Pos aquces que vos agrihosr no compresndetdo toss lingua tal como no os compecendeeis. (Caderaze de Leonardo da Vine) Seo tema do volume 3 de La Psychanalyse? encomendow-ne fo, devo tal defertncia a0 que nelas irk descobi, ‘esta contribu toe 2 fala: ela ficard & if por intoduz-iasituando-a entre o es ‘meio caminho. 0 escrito distingue-se, com efeto, por uma provaléncia do ewo, no sentido que veremos ser assumide aqui por esse tr ‘0 que permite @ concisio que, a meu Ver no fs o discurso eve delxar eo Ieitoroutra safda Sendo aentrada nee, que prefito Cilfel, Fste, pois, nfo ser um escrito, como @ entendo ‘A propriedade que confiro de alimentar minhasigbes de hoje, de fornecer delas um texto assim, a ni sero de wn, unt qualquer, aids, em sua sucess¥o, © 20 qual s6 se justifea nos feportarmos aqui pela escula da tGpics que Ines € pps ois a urgéneia de que agora exeaio como pretento para cit de lado esse propésito s6 faz. encobrir a difculdade de ge, # I sustent-lo na escala em que devo aqui apresentar meu si TT cose Anise 15, ra td Lowi Serie, Pai, ate ato, 2 Pacha tienes de onan le no se distancio demais dla fala, ‘edo Estudanes dttan por wleorcea ae de sempre o lugar ideal para sua instituigao?* ™ vivo marcou, de quebra, aravés dagucles a quem coe darter squoles a quem nto se dirige, 7 “sto, ' esboga, no que conceme a simbolizagio ¢ a inguagem, ras f._ lterational Journal of | ch Een cn Se ame ithe ational Journal of Peychoanalyss, com grand retorgo de * imidos a revirarem os folios de Sapir e Jespersen, Essen eis sada eo novaton, ms & socal scuton gue Pefon.Una ct secdade fur sore quando on sgt 009 no haverin até mesmo um picasa de hoe Be coe chegou a isso a tocar na fla, quando sua experiencia “ela se instrumento, seu BE conan sume, sv enqud seu mati e a6. wie ar em 9 de mip de 1957 24d seg de dag nM De et der talcum, GH, XIV. 288 veo