Você está na página 1de 1

Um método educacional adequado permite que os alunos alcancem altas

capacidades (p. 11).

Para mim o melhor método é aquele em que o professor investe em aulas mais
interativas, dinâmicas, que permitam a troca de ideias, que trabalhem o conhecimento
de forma criativa e que desperte nos alunos uma curiosidade pelos temas a serem
trabalhados, através de atividades mais práticas e um ambiente de ensino que o
permita se destacar futuramente. E notável que nas escolas existem múltiplos traços
de personalidade e temperamento, e que acabam influenciando no modo de trabalhar
com cada aluno, o professor deve ter em mente que essas diferenças sempre existirão
e para mim o ideal é esforçar-se para valorizar a individualidade e respeitá-la,
investindo em uma educação diferenciada permitindo que o aluno seja parte ativa
nesse processo.

Talento não e hereditário (p. 17).

Acredito que independente de hereditariedade, os filhos muitas vezes vão


projetar para si a visão de um mundo referente à vida dos seus pais, na a formação de
vida própria ou de como devem se portar diante de uma dificuldade ou perante a uma
sociedade, creio que essa vivencia está relacionada em como vemos nossos pais,
eles geralmente são nossas principais referencias de um mundo que e novo para uma
criança. Mas também por outro lado existem casos que a crianças que aprendem
também através de uma herança cultural do meio em que vive. Podemos pegar
crianças estimuladas com elementos musicais em período anterior à linguagem verbal,
e, dependendo desse estímulo, podem despertar ou não atração e desenvolvimento
musical.

A influência do ambiente na formação de habilidades (p. 19).

É muito comum ouvirmos referências a crianças que são consideradas com


queda a musica por causa dos pais, a família de um estudante de música pode
influenciar na sua trajetória, podendo determinar o sucesso ou o fracasso,
dependendo do grau ou o nível de atuação. Penso que uma criança que nasce em um
ambiente musical, com certeza terá uma convivência maior com a musica, porem não
significa que ela será futuramente um musico, muitas vezes ele pode ter ate mesmo
repugnância pela musica, mas com certeza ele terá mais acesso a informação do que
outro que nunca teve acesso ao campo musical. No texto a figura do menino que se
portava como lobo seria uma experiência que mostra que existe uma influencia em
alguns aspectos, ele se portava como lobo por uma adaptação de sobrevivência, ou
também por não conhecer outro modo de vida, pois o espelho de vida dele era
somente a dos lobos, o que faria pensar ser um lobo. Mas não podemos pensar
também em algo tão radical. Hoje existem influencia e varias possibilidades, acredito
que não exista nesse mundo uma criança que fique presa em um quarto onde tudo
que esta a sua volta esta direcionado a musica, por isso penso que essa influencia
pode ser um tema a ser muito discutido entre educadores e os pais.