Você está na página 1de 128
5 0 ano livro do aluno sabores e cores Aprender, sempre é um bom negócio

5 0 ano

livro do aluno

sabores e cores

Aprender, sempre é um bom negócio JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd 1 10/09/12
Aprender, sempre é um bom negócio
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
1
10/09/12

19:30

JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd 2 10/09/12 19:30
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
2
10/09/12
19:30
Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae Unidade de Capacitação Empresarial
Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae Unidade de Capacitação Empresarial

Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae Unidade de Capacitação Empresarial

SaBorES E CorES

5º aNo – LIVro Do aLUNo

JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd

3

Brasília-DF

2012

Empresarial SaBorES E CorES 5º aNo – LIVro Do aLUNo JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd 3 Brasília-DF 2012 10/09/12 19:30

10/09/12

Empresarial SaBorES E CorES 5º aNo – LIVro Do aLUNo JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd 3 Brasília-DF 2012 10/09/12 19:30
Empresarial SaBorES E CorES 5º aNo – LIVro Do aLUNo JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd 3 Brasília-DF 2012 10/09/12 19:30

19:30

© 2012. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE.

Todos os direitos reservados.

A reprodução não autorizada desta publicação, no todo ou em parte, constitui violação dos direitos autorais (Lei nº 9.610).

Informações e contatos Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae Unidade de Capacitação Empresarial – UCE SGAS 605 – Conj. A – Asa Sul – 70.200-645 – Brasília / DF Telefone: (61) 3348-7168 Site: www.sebrae.com.br

Presidente do Conselho Deliberativo Roberto Simões

Diretor-Presidente Luiz Barretto Pereira Filho

Diretor-Técnico Carlos Alberto dos Santos

Diretor de Administração e Finanças José Claudio dos Santos

Gerente da Unidade de Capacitação Empresarial Mirela Malvestiti

Coordenação Nacional Flávia Azevedo Fernandes

Coordenação Estadual Sebrae SP Ana Maria de Araújo Brasílio Ana Paula Sefton Rejane Leatrice De Marco

Consultores Conteudistas Eliana Sabará Teixeira Silva – C&T Cooperativa de Trabalho Maria Estela Lacerda Ferreira – C&T Cooperativa de Trabalho

Revisão de Conteúdo Elimara Clélia Rufino – R&R Associados Ltda.

Consultor Educacional Adilson César de Araujo – Viva Educação Consultoria Ltda.

Revisão Ortográfica Grupo Informe Comunicação Integrada

Editoração Eletrônica Grupo Informe Comunicação Integrada

JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd

4

10/09/12

19:30

sabores e cores

5º ano Livro do aLuno

Nome:

Turma:

Escola:

JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd

5

10/09/12

19:30

5º ano

Livro do aluno

5º ano Livro do aluno JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd 6 10/09/12 19:30

JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd

6

10/09/12

19:30

sumário 8 introdução 10 encontro TurMa eMPreendedores vÊM Jovens 22 encontro a de onde dos
sumário
8
introdução
10
encontro
TurMa
eMPreendedores
vÊM Jovens
22
encontro
a de
onde dos
os aLiMenTos?
38
encontro
HiGiene
Tudo!
48
encontro
cHaPeuZinHo
verMeLHo
e
MaraviLHosa
cesTa!
56
encontro
aTender
beM
seM
oLHar
QueM
64
encontro
QuaL
a
nossa
FaTia
a Mercado? É sua
74
encontro
FaZer
aPrende-se
a FaZendo! do
88
encontro
Me
uM
dinHeiro
aÍ!
100
encontro
É ProPaGanda
aLMa
do neGÓcio!
112
encontro
uM
É Pouco,
É dois
boM,
e
TrÊs É ÓTiMo
seTe
eXTraordinÁrio!
114
encontro
dia
É da
inauGuraÇÃo
126
encontro
FecHando
uM cicLo
e iniciando ouTro
reFerÊncias bibLioGrÁFicas
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
7
10/09/12
19:30
Jovens empreendedores Primeiros Passos a turma dos jovens empreendedores Você conhece a turma dos Jovens
Jovens empreendedores Primeiros Passos
a turma dos jovens
empreendedores
Você conhece a turma dos Jovens Empreendedores?
Esta turma é formada por quatro amigos que estudam na mesma escola e estão aprendendo como ser
um empreendedor.
Você já ouviu falar em “empreendedor”?
O que é um jovem empreendedor?
Resumidamente, podemos dizer que empreendedor é a pessoa que define seus objetivos e age com de-
terminação e persistência para alcançá-los.
As pessoas empreendedoras buscam realizar os seus sonhos.
Os nossos amigos da turma dos Jovens Empreendedores também têm seus sonhos
8
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
8
10/09/12
19:30
inTroduÇÃo a TurMa dos Jovens eMPreendedores Mieko sonha em ser professora. Maurício sonha em ter
inTroduÇÃo
a TurMa dos Jovens
eMPreendedores
Mieko sonha em ser professora. Maurício sonha em ter uma banda de
rock. Leonardo tem muitos sonhos, quer ser astronauta, mas também pensa em ser
fazendeiro, em outros momentos quer ser bombeiro e tem certeza de que quer montar um espaço para poder
ajudar pessoas mais carentes da sua cidade. E a Pâmela? Pâmela quer ser uma empresária de sucesso, ela
quer se tornar uma grande cozinheira e depois montar um restaurante!
Sonhar é importante, pois quando sonhamos e desejamos algo de verdade, nos dispomos a agir no ca-
minho de conquistar o que esperamos. Não é mágica; é esforço! E assim são os empreendedores: sonham,
planejam o que é preciso fazer e se esforçam para realizar o que desejam.
E você? Quais são seus sonhos?
Existe algo que você deseja muito conquistar?
Com o curso, você terá a chance de aprender como os empreendedores agem para conquistar os seus
objetivos.
Você aprenderá que é importante acreditar no seu potencial, trabalhar em equipe e organizar e planejar
as atividades que precisam ser feitas para realizar aquilo que se deseja. Você também entenderá a impor-
tância de valorizar a cultura e cuidar do meio ambiente para que todos se sintam bem nas suas cidades e
comunidades, afinal, os empreendedores procuram também pensar no bem comum.
Mieko, Pâmela, Maurício e Leonardo estarão presentes neste curso junto com você, com seu professor e
com seus colegas de turma. Você os verá pelo seu livro de atividades!
Você está recebendo o convite para fazer parte desta turma de jovens empreendedores do 5º ano!
Prepare-se, pois você e seus colegas de turma terão uma atividade empreendedora para realizar durante os
encontros do curso! O que será? Participe e exercite como é ser um jovem empreendedor!
Registre seu nome no espaço abaixo:
9
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
9
10/09/12
19:30
Jovens empreendedores Primeiros Passos de onde vêm os alimentos? Neste primeiro encontro do curso Jovens
Jovens empreendedores Primeiros Passos
de onde vêm
os alimentos?
Neste primeiro encontro do curso Jovens Empreendedores Primeiros Passos você vai conhecer um pouco
mais sobre a importância dos alimentos para nosso crescimento e desenvolvimento.
Também vai conhecer o que é um plano de negócios e quais os seus passos de realização, além de iniciar
o estudo sobre comportamento empreendedor.
Como se trata de assuntos novos, vamos juntos construir, a cada encontro deste curso, os conhecimentos
referentes ao comportamento de um empreendedor e ao mundo dos negócios, concentrando nossas ativida-
des na área da alimentação como uma oportunidade de negócio.
bom, então vamos ao nosso estudo!
10
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
10
10/09/12
19:30
enconTro 1 de onde vÊM os aLiMenTos? atividades 1. os alimentos Vamos falar um pouco
enconTro
1
de onde vÊM os
aLiMenTos?
atividades
1. os alimentos
Vamos falar um pouco sobre os alimentos e sua importância para nossa vida. Em conjunto com seu
professor e seus colegas de turma, responda as seguintes perguntas e leia as informações do texto sobre esse
assunto.
1.1.
QUE TIPOS DE ALIMENTOS PODEMOS CONSUMIR?
1.2.
SERÁ QUE CADA TIPO DE ALIMENTO OFERECE ALGO DE DIFERENTE PARA NOSSO CORPO, NOSSO CRES-
CIMENTO E DESENVOLVIMENTO? EXPLIQUE:
11
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
11
10/09/12
19:30
Jovens empreendedores Primeiros Passos 1.3. VAMOS LER O TEXTO: a FunÇÃo dos aLiMenTos Vocês já
Jovens empreendedores Primeiros Passos
1.3.
VAMOS LER O TEXTO:
a FunÇÃo dos aLiMenTos
Vocês já devem ter ouvido alguém dizer:
“Coma isso para ficar forte!”
“Coma isso para crescer!”
Pois é, alimento é algo fundamental para nossa vida. Podemos entender que alimento é tudo aquilo que
podemos ingerir e que trará alguma contribuição para nosso corpo, para o nosso crescimento e desenvolvi-
mento.
Cada tipo de alimento tem uma função diferente em nosso corpo e de acordo com a sua contribuição eles
podem ser classificados em: construtores, reguladores e energéticos.
Os alimentos construtores são responsáveis pela construção e reparação de tecidos do corpo. São as
proteínas, tais como carnes em geral, ovos, leite e derivados. As proteínas participam da multiplicação das
células e, por isso, são essenciais para o crescimento da criança.
Os alimentos reguladores são as vitaminas e os minerais. Eles são importantes para a manutenção da
saúde, já que controlam o funcionamento do organismo e o crescimento da criança. Frutas e hortaliças são
as melhores fontes.
Os alimentos energéticos são responsáveis pela produção diária da energia necessária para as nossas
atividades. São os carboidratos, tais como pães, massas, inhame, mandioca, cará, batata, mandioquinha,
batata doce, biscoitos, além de cereais (arroz, trigo, aveia) e farinhas. Açúcares (mel, açúcar, melado, geleia,
doces em geral) e gorduras (óleo, banha, manteiga, margarina) também representam alimentos com poten-
cial energético e devem ser ingeridos de forma equilibrada na alimentação.
1.4.
ASSINALE E RESPONDA CONFORME SUA OPINIÃO. DIANTE DESTAS INFORMAÇõES O MAIS ADEQUADO É:
(
) Comermos somente um tipo de alimento.
) Comermos de forma equilibrada diferentes tipos de alimentos, considerando sua função e contribui-
ção para nosso corpo.
(
12
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
12
10/09/12
19:30
enconTro 1 de onde vÊM os aLiMenTos? Por que? QUANDO FALAMOS DE ALIMENTAÇÃO, O IDEAL
enconTro
1
de onde vÊM os
aLiMenTos?
Por que?
QUANDO FALAMOS DE ALIMENTAÇÃO, O IDEAL É BUSCARMOS EQUILIBRAR O CONSUMO DE DIFERENTES
TIPOS DE ALIMENTOS, CONFORME SUA FUNÇÃO, OU SEJA, BUSCAR COMER UM POUCO DE CADA TIPO
DE ALIMENTO ENTRE OS CONSTRUTORES, REGULADORES E ENERGÉTICOS. ALÉM DISSO, É IMPORTANTE
PRATICAR EXERCÍCIOS FÍSICOS PARA SE MANTER SAUDÁVEL.
OBSERVE UMA ILUSTRAÇÃO DE COMO EQUILIBRAR O CONSUMO DE ALIMENTOS E A PRÁTICA DE EXER-
CÍCIOS FÍSICOS NO DIA A DIA.
13
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
13
10/09/12
19:30
Jovens empreendedores Primeiros Passos 2. comPortamento emPreendedor 2.1. VAMOS LER O TEXTO: COMPORTAMENTO EMPREENDEDOR
Jovens empreendedores Primeiros Passos
2. comPortamento emPreendedor
2.1. VAMOS LER O TEXTO:
COMPORTAMENTO EMPREENDEDOR
Empreendedores são pessoas que definem objetivos para serem alcançados e agem para chegar até
eles. Isso quer dizer que os empreendedores são pessoas que se organizam, planejam e realizam tudo o que
é necessário fazer para alcançar um determinado objetivo.
Pâmela tem o objetivo de se tornar uma grande cozinheira, para depois montar um restaurante como
empresária quando for adulta. Certamente não será do dia para a noite que isso acontecerá. Ela precisará
estudar sobre o assunto, fazer cursos, praticar a arte de cozinhar, fazer várias receitas e oferecê-las às pessoas
para que experimentem, corrigir e melhorar o que for necessário, aprender como montar uma empresa e es-
tudar um pouco mais. Enfim, ela terá que fazer tudo isso e ainda outras coisas para se tornar uma cozinheira.
Para que tudo isso aconteça, Pâmela precisará colocar em prática e desenvolver alguns comportamentos
que serão decisivos para que ela alcance seu objetivo. Ela já pode ir aprendendo e praticando estes comporta-
mentos desde agora, afinal, estes comportamentos também serão importantes para outras situações do seu
dia a dia, como na escola e na convivência com os amigos, por exemplo. Estamos falando de comportamentos
empreendedores, como os seguintes:
• Saber o que deseja alcançar.
• Planejar e acompanhar o que é preciso fazer para chegar até o objetivo determinado.
14
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
14
10/09/12
19:30
enconTro 1 de onde vÊM os aLiMenTos? • Se esforçar e se empenhar para que
enconTro
1
de onde vÊM os
aLiMenTos?
• Se esforçar e se empenhar para que dê certo.
• Seguir em frente na busca do objetivo mesmo que apareçam algumas dificuldades, e tentar de novo
e de forma diferente caso algo dê errado.
• Buscar sempre fazer benfeito aquilo a que se propôs.
• Estudar e buscar informações constantemente sobre o assunto em questão.
• Avaliar e colocar boas ideias em prática.
• Fazer o que precisa ser feito usando criatividade.
• Trabalhar em equipe sempre que necessário, se relacionar bem com as pessoas em geral, saber
mostrar a sua ideia ou atividade como algo interessante.
• Avaliar as informações e situações que surgirem para tomar decisões.
• Acreditar no seu potencial para alcançar seus objetivos e melhorar cada vez mais.
Em geral, alguns destes comportamentos já são praticados pelas pessoas, e outros podem ser desenvolvidos.
Durante o curso Jovens Empreendedores Primeiros Passos você terá a oportunidade de aprender e praticar
estes comportamentos empreendedores.
2.2. O QUE VOCÊ ENTENDE POR "SER EMPREENDEDOR"?
uma oPortunidade de negócio Para a turma do 5º ano!
Nes al que vamos desenvolver: nós vamos montar um negócio durante o curso! É como se fôssemos
montar uma empresa.
15
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
15
10/09/12
19:30
Jovens empreendedores Primeiros Passos Existem empresas de diferentes tipos: • Você conhece alguma loja de
Jovens empreendedores Primeiros Passos
Existem empresas de diferentes tipos:
Você conhece alguma loja de sapato, de material escolar ou de roupa?
Lojas são exemplos de negócio.
Você conhece algum circo ou cinema?
Circos e cinemas também são exemplos de negócio.
Você conhece ou já ouviu falar sobre empresas que fabricam alguma coisa, por exemplo, indústria
de brinquedos?
Indústrias são exemplos de negócio.
Você conhece ou já ouviu falar de algum sítio ou fazenda onde se plantam frutas e verduras para
vender?
Sítios ou fazendas que vendem frutas, verduras ou outros alimentos são exemplos de negócio.
Se estes negócios existem é porque tem gente interessada naquilo que estas empresas oferecem, ou seja,
existem pessoas que vão até as lojas comprar roupas, sapatos, material escolar, por exemplo. Estas pessoas
são chamadas de clientes.
Como dá para perceber, um negócio compreende o desenvolvimento de uma atividade, de maneira orga-
nizada é claro, para atender uma necessidade ou oportunidade percebida.
De maneira bem simples e direta, podemos dizer que se tem alguém querendo comprar o que uma
empresa propõe vender e esta empresa consegue produzir e/ou vender o que o cliente procura, existe uma
oportunidade de negócio.
Imagine as seguintes situações:
• Tem pessoas querendo ir ao circo.
• Tem alguém que pode e se dispõe a montar um circo.
} Montar um circo neste local é uma oportunidade de negócio.
• Tem pessoas precisando e querendo comprar roupas e sapatos
• Tem alguém que pode e se dispõe a montar uma loja de roupas e sapatos.
} Montar uma loja de roupas e sapatos neste local é uma oportunidade de negócio.
16
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
16
10/09/12
19:30
EnContro 1 DE onDE VÊM oS aLIMEntoS? COMO JÁ SABEMOS DA IMPORTÂNCIA DO ALIMENTO NA
EnContro
1
DE onDE VÊM oS
aLIMEntoS?
COMO JÁ SABEMOS DA IMPORTÂNCIA DO ALIMENTO NA VIDA DAS PESSOAS,
NOSSO NEGÓCIO SERÁ NA ÁREA DE ALIMENTAÇÃO: VAMOS MONTAR UM ESPAÇO PARA VENDER ALGUM
TIPO DE ALIMENTO PARA AS PESSOAS.
ESTA É NOSSA OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO: MONTAREMOS UM ESPAÇO GASTRONôMICO!
COM ESTA ATIVIDADE, VAMOS APRENDER E PRATICAR COMPORTAMENTOS EMPREENDEDORES!
3. momento do jogo
No mundo dos negócios, dificilmente alguém alcança o sucesso sozinho. As empresas geralmente são
constituídas de várias pessoas que, trabalhando como equipes, dividem o trabalho para atingirem seu obje-
tivo de forma mais rápida, econômica e com maior qualidade.
Acompanhe as orientações do professor e participe de um jogo para compreender melhor a importância
de se trabalhar em equipe e relembrar as diversas possibilidades de aplicação dos vegetais, frutas e legumes
em nossa alimentação!
17
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
17
10/09/12
19:30
Jovens empreendedores Primeiros Passos 4. Plano de negócios Para iniciar um negócio, é preciso planejar
Jovens empreendedores Primeiros Passos
4.
Plano de negócios
Para iniciar um negócio, é preciso planejar por onde começar e onde queremos chegar.
Planejar é Pensar e organizar tudo o que você Precisa Para fazer algo,
antes de realizar de fato tal atividade.
Você já deve ter visto em filmes ou em desenhos animados, pessoas fazendo planos, estudando um
mapa do tesouro ou planejando as férias.
Em se tratando de negócios, este planejamento tem o nome de plano de negócios.
O plano de negócios é o conjunto de passos que devemos seguir para alcançar nossos objetivos. No
nosso caso, o objetivo é montar um negócio na área de alimentação.
Em cada encontro do curso, vamos conhecer esses passos e descobrir a importância de cada um deles
para que tenhamos sucesso em nosso negócio.
Você pode estar se perguntando: quais alimentos vamos vender?
Para responder a esta e a outras perguntas iniciaremos nosso plano de negócios. Neste primeiro encon-
tro, vamos nos dedicar ao primeiro passo: identificar a oportunidade de mercado e definir o tipo de negócio,
ou seja, vamos pesquisar e conversar sobre quais alimentos poderemos fazer e oferecer em nosso negócio.
5.
contextualização
5.1. SABEMOS QUE EM ALGUMAS CIDADES EXISTEM TIPOS DE ALIMENTOS QUE SÃO BASTANTE CONHE-
CIDOS POR TODOS. VOCÊ SABE DIZER SE NOSSA CIDADE OU NOSSA REGIÃO É CARACTERIZADA PELA
PRESENÇA DE ALGUM TIPO DE ALIMENTO E COMIDA? QUAL?
18
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
18
10/09/12
19:30
enconTro 1 de onde vÊM os aLiMenTos? 5.2. VOCÊ SABE CARACTERIZAR OUTRAS CIDADES OU REGIõES
enconTro
1
de onde vÊM os
aLiMenTos?
5.2.
VOCÊ SABE CARACTERIZAR OUTRAS CIDADES OU REGIõES PELO TIPO
DE COMIDA, SEJA DOCE OU SALGADA, OU ATÉ MESMO POR TIPOS DE BE-
BIDAS? DÊ UM EXEMPLO.
5.3.
POR QUE VOCÊ ACHA QUE CADA CIDADE OU REGIÃO TEM UM TIPO DE COMIDA OU BEBIDA DIFERENTE
DE OUTRAS?
5.4.
QUE NOME É DADO A ESSAS DIFERENÇAS ENTRE AS REGIõES, QUE MUDAM A MANEIRA DE COMER,
BEBER, FALAR, VESTIR-SE ETC.?
19
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
19
10/09/12
19:30
Jovens empreendedores Primeiros Passos 5.5. VAMOS LER O TEXTO: Sabores e cores do brasil No
Jovens empreendedores Primeiros Passos
5.5. VAMOS LER O TEXTO:
Sabores e cores do brasil
No Brasil, as comidas regionais são muito variadas justamente por sua grande extensão, sua história
e devido a aspectos climáticos e geográficos regionais. O resultado é que temos uma grande variedade de
ingredientes e sabores pelo Brasil.
Por exemplo, no Nordeste se destaca o consumo de acarajé, vatapá e tapioca; no Norte é forte o uso da
mandioca, peixes e frutas como o açaí; no Sudeste há pratos bastante consumidos como o feijão tropeiro, a
feijoada e a pizza; no Centro-Oeste é grande o consumo de peixes e o pequi é um ingrediente especial para
muitos pratos; e no Sul do país o churrasco é muito apreciado, além de uma bebida chamada chimarrão.
ficou com curiosidade Para saber um Pouco mais sobre as comidas de cada região do
brasil, em esPecial aquelas que você não conhece?
a dica é fazer uma Pesquisa sobre o assunto e dePois comPartilhar com seus colegas de
turma o seu aPrendizado!
20
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
20
10/09/12
19:30
EnContro 1 DE onDE VÊM oS aLIMEntoS? 6. atividade extraclasse Faça uma pesquisa junto com
EnContro
1
DE onDE VÊM oS
aLIMEntoS?
6. atividade extraclasse
Faça uma pesquisa junto com seu grupo, consultando em diferentes fontes (jornais, revistas, livros, inter-
net), inclusive entrevistando pessoas (parentes, vizinhos, amigos, professores) sobre a cultura e característi-
cas regionais que podem influenciar no comportamento das pessoas.
Procure obter informações sobre as seguintes questões:
• Tem algum tipo de comida doce, salgada ou alguma bebida que só é encontrada ou é muito encontrada
na cidade ou região? Qual? E qual a história desses alimentos na cidade ou região?
• Quando há turistas ou visitantes na cidade ou região eles procuram comer e beber o quê em especial?
• Quais são as principais festas regionais (folclóricas, religiosas e outras) na cidade ou região? Nesse
período, há algum outro alimento típico e específico que é mais consumido?
• Quando aumenta a temperatura, que tipos de alimentos são mais consumidos? E quando a temperatura
diminui, que tipos de alimentos são mais consumidos?
• Existe diferença de consumo de alimento em função da idade das pessoas? Por exemplo: os adultos
consomem mais o quê? E as crianças consomem mais o quê?
Com certeza o resultado da pesquisa trará informações importantes para tomarmos algumas decisões
sobre nosso negócio nos próximos encontros!
resumindo
Neste encontro, conhecemos o que é um plano de negócios e como se comporta um em-
preendedor. Nós vamos exercitar os comportamentos empreendedores fazendo uma atividade
para montar um negócio. Nosso negócio será na área de alimentação, uma vez que os alimentos
são de grande importância para a vida das pessoas. Vamos fazer uma pesquisa sobre a cultura
e características regionais que influenciam a alimentação das pessoas.
21
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
21
10/09/12
19:30
Jovens empreendedores Primeiros Passos higiene é tudo! Os sabores e as cores dos alimentos nos
Jovens empreendedores Primeiros Passos
higiene é tudo!
Os sabores e as cores dos alimentos nos encantam!
Uma maçã saborosa! Uma salada bem colorida e nutritiva com pedaços de cenoura, beterraba, tomate
e folhas de alface! Um suco de laranja! Um bolo de milho! Hum, que delícia!
Estes alimentos e todos os outros precisam de um grande cuidado em relação à higiene.
Neste encontro, vamos falar sobre a importância da higiene dos alimentos, e também das pessoas, do
local e dos objetos que entram em contato com eles.
Precisamos manter a higiene para evitar a contaminação dos alimentos, que pode ocorrer a qualquer
momento se não houver atenção na forma de prepará-los, armazená-los e vendê-los.
vamos comPreender um Pouco mais sobre como manter a higiene dos alimentos!
22
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
22
10/09/12
19:30
enconTro 2 HiGiene É Tudo atividades 1. Perigo nos alimentos 1.1. VOCÊ JÁ TEVE PROBLEMAS
enconTro
2
HiGiene É Tudo
atividades
1. Perigo nos alimentos
1.1.
VOCÊ JÁ TEVE PROBLEMAS COM O CONSUMO DE ALIMENTO ESTRAGADO OU CONHECE ALGUÉM QUE
TEVE? CONTE COMO FOI.
1.2.
O QUE É UM ALIMENTO CONTAMINADO?
1.3.
O QUE PODE CONTAMINAR OS ALIMENTOS?
1.4.
O QUE PODEMOS FAZER PARA EVITAR A CONTAMINAÇÃO NOS ALIMENTOS?
23
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
23
10/09/12
19:31
Jovens empreendedores Primeiros Passos 1.5. VAMOS LER O TEXTO. hIGIENE É TUDo! Certamente ninguém quer
Jovens empreendedores Primeiros Passos
1.5. VAMOS LER O TEXTO.
hIGIENE É TUDo!
Certamente ninguém quer passar pelo incômodo de consumir um alimento contaminado.
Para isso, o cuidado com a higiene deve ser constante quando se trabalha com alimentos.
Tudo aquilo que entra em contato com os alimentos deve ser mantido limpo. Isso vale para as mãos, as
mesas, as pias e para os utensílios em geral.
Confira algumas dicas básicas e cuidados importantes:
1- Manter o ambiente sempre limpo e organizado
} Manter o ambiente de trabalho onde o alimento será armazenado e preparado rigorosamente
limpo, organizado e livre de lixo, entulhos e outros materiais que não são mais utilizados.
} Não permitir a permanência e/ou passagem de animais domésticos por este local.
} Armazenar adequadamente os alimentos, conforme a necessidade (alguns podem precisar ficar
em geladeira, por exemplo).
} Manter os utensílios (colher, faca, pratos, dentre outros) limpos e guardados em local também
limpo e seco, ficando protegidos de poeira, moscas, baratas, pássaros, gatos, cachorros e outros
animais.
2 - Cuidar da higiene dos alimentos
} Lavar bem frutas, verduras e legumes antes de consumir ou utilizá-los no preparo de outros
alimentos.
} Utilizar sempre água potável para lavar e preparar alimentos.
} Não varrer o ambiente enquanto prepara alimentos, para não levantar poeira.
} Não conversar durante o preparo de alimentos, para evitar contaminá-los com partículas de
saliva.
24
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
24
10/09/12
19:31
EnContro 2 HIGIEnE É tUDo 3 - Manter higiene pessoal } Manter as mãos sempre
EnContro
2
HIGIEnE É tUDo
3 - Manter higiene pessoal
} Manter as mãos sempre limpas.
} Não usar pulseiras, anéis ou relógios.
} Manter as unhas curtas, sem esmalte e limpas.
} Não usar perfumes para não passar o cheiro para os alimentos.
} Usar avental e calçado, preferencialmente fechado.
} Usar touca ou boné que cubra bem os cabelos.
} Usar luvas e máscaras quando necessário.
} Não manusear dinheiro e alimentos ao mesmo tempo.
Fonte: Programa Sabor e Qualidade - SEBRAE
Para saber mais
atenção esPecial Para como se deve lavar as mãos:
25
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
25
10/09/12
19:31
Jovens empreendedores Primeiros Passos curiosidade: Veja na figura as áreas das mãos que normalmente são
Jovens empreendedores Primeiros Passos
curiosidade:
Veja na figura as áreas das mãos que normalmente são esquecidas de serem lavadas. Preste
sempre atenção para lavar as mãos e manter a higiene!
Áreas frequentemente esquecidas
durante a lavagem das mãos
Áreas pouco esquecidas
durante a lavagem das mãos
Áreas não esquecidas
durante a lavagem das mãos
2. Plano de negócios
Continuando nosso trabalho de planejamento para montar um negócio, vamos conhecer o resultado das
pesquisas sobre cultura e características regionais que influenciam a alimentação das pessoas.
Anote as informações que você considerar importantes e que se refiram às perguntas que direcionaram
as pesquisas dos grupos:
26
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
26
10/09/12
19:31
enconTro 2 HiGiene É Tudo • Tem algum tipo de comida doce, salgada ou alguma
enconTro
2
HiGiene É Tudo
Tem algum tipo de comida doce, salgada ou alguma bebida que só é
encontrada ou é muito encontrada na nossa cidade ou região? Qual? E
qual a história desses alimentos na cidade ou região?
Quando há turistas ou visitantes na nossa cidade ou região eles procuram comer e beber o quê em
especial?
Quais são as principais festas regionais (folclóricas, religiosas e outras) na cidade ou região? Nesse período,
há algum outro alimento típico e específico que é mais consumido?
Quando aumenta a temperatura que tipos de alimentos são mais consumidos?
E quando a temperatura diminui que tipos de alimentos são mais consumidos?
27
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
27
10/09/12
19:31
Jovens empreendedores Primeiros Passos • Existe diferença de consumo de alimento em função da idade
Jovens empreendedores Primeiros Passos
Existe diferença de consumo de alimento em função da idade das pessoas? Por exemplo, os adultos
consomem mais o quê? E as crianças consomem mais o quê?
3. decisão do nosso gruPo
Considerando as características da sua cidade e região, converse com o professor e com seus colegas de
turma para identificar duas ideias de negócios na área de alimentação que vocês acham mais interessantes.
28
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
28
10/09/12
19:31
EnContro 2 HIGIEnE É tUDo 3.1. AGORA VAMOS ANALISAR ALGUMAS INFORMAÇõES SOBRE AS IDEIAS DE
EnContro
2
HIGIEnE É tUDo
3.1. AGORA VAMOS ANALISAR ALGUMAS INFORMAÇõES SOBRE AS IDEIAS
DE NEGÓCIOS QUE TIVEMOS.
Converse com o professor e com seus colegas e registre as informações solicitadas.
Lista de verificação de informações sobre ideias de negócios na área
de alimentação
Ideia 1:
Ideia 2:
Aspectos a analisar
Sim
Não
Sim
Não
Vocês acham que as pessoas comprariam este
alimento?
Qual desses alimentos vocês acham que seria o
preferido para as pessoas comprarem?
Quanto vocês pensam que poderiam cobrar e que as
pessoas pagariam?
R$
R$
Os ingredientes são fáceis de achar?
Fica muito caro para fazer?
O produto ou seus ingredientes estragam facilmente?
É fácil fazer?
Alguém do nosso grupo sabe fazer?
Tem perigo de acidente na hora de fazer este produto?
29
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
29
10/09/12
19:31
Jovens empreendedores Primeiros Passos Ideia 1: Ideia 2: opinião do grupo Sim Não Sim Não
Jovens empreendedores Primeiros Passos
Ideia 1:
Ideia 2:
opinião do grupo
Sim
Não
Sim
Não
Trata-se de uma boa oportunidade de negócio? (pense
se é interessante elaborar tal alimento e se temos
como fazer isso).
Na opinião do grupo, a melhor oportunidade de
negócio é (marque X):
Argumentem a opinião do grupo com comentários:
Comentários sobre a ideia 1:
Comentários sobre a ideia 2:
obSERVAçÕES
30
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
30
10/09/12
19:31
EnContro 2 HIGIEnE É tUDo 4. comPortamento emPreendedor No encontro de hoje conversamos sobre a
EnContro
2
HIGIEnE É tUDo
4. comPortamento emPreendedor
No encontro de hoje conversamos sobre a importância da higiene para quem vai trabalhar com alimen-
tos, como é o nosso caso.
Ao pretendermos ter sucesso em algo que estamos fazendo, precisamos nos dedicar para que isso acon-
teça. Por exemplo, para ter sucesso no espaço gastronômico que estamos montando, precisamos nos dedicar
para que isso aconteça. Manter a higiene sempre presente é um dos aspectos que contribuirá para que tudo
dê certo no nosso negócio, afinal vamos trabalhar com alimentos. Outros aspectos também podem colabo-
rar para que tudo dê certo em nosso trabalho, como pesquisar sobre a área de alimentação, o que também
estamos fazendo.
Observe a figura abaixo e circule os comportamentos que você acha que nos ajudariam, como jovens
empreendedores, em nosso espaço gastronômico:
SER
RESPONSÁVEL
DESRESPEITAR
OS CUIDADOS
COM A HIGIENE
SER
PERSISTENTE
ESFORÇAR-SE
PARA FAZER
BEM FEITO
PREGUIÇA
DE LIMPAR
COLABORAR COM
OS COLEGAS
SER
AS COISAS
ORGANIZADO
TRABALHAR
EM EQUIPE
DEIXAR TUDO
BAGUNÇADO
Ser responsável, organizado, persistente, esforçar-se para fazer benfeito o trabalho, colaborar com os
colegas e trabalhar em equipe são alguns comportamentos praticados pelos empreendedores.
31
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
31
10/09/12
19:31
Jovens empreendedores Primeiros Passos 4.1. POR QUE VOCÊ ACREDITA QUE ESTES COMPORTAMENTOS PODEM CONTRIBUIR PARA
Jovens empreendedores Primeiros Passos
4.1.
POR QUE VOCÊ ACREDITA QUE ESTES COMPORTAMENTOS PODEM CONTRIBUIR PARA QUE TUDO DÊ
CERTO NO ESPAÇO GASTRONôMICO QUE ESTAMOS MONTANDO?
4.2.
PENSE EM UMA SITUAÇÃO NA QUAL VOCÊ OU ALGUÉM QUE VOCÊ CONHECE TENHA PRATICADO AL-
GUM DESSES COMPORTAMENTOS EMPREENDEDORES. DESCREVA TAL SITUAÇÃO RESUMIDAMENTE.
5. contextualização
Alguma vez quando consumiu algum alimento já lhe perguntaram se você tinha gostado e por quê? Pois
bem, ouvir o cliente é sempre importante.
Nós estamos montando nosso espaço gastronômico e, quando definirmos e vendermos os alimentos,
também iremos perguntar se os clientes estão gostando.
Já pensou o risco que corremos em de repente fazer algum alimento que a maioria das pessoas não
goste e não queira consumir? Seria bem desagradável!
Tão importante quanto ouvir se o cliente está gostando do que ele está consumindo é perguntar ao
cliente sobre suas preferências, antes de decidir o que fazer para vender.
Nós tivemos várias ideias do que fazer como negócio na área de alimentação e avaliamos duas delas.
Agora é hora de ouvir o cliente!
Realizaremos uma pesquisa com as pessoas que provavelmente serão nossos clientes quando vender-
mos os alimentos, para saber a opinião delas sobre as ideias de negócios que tivemos.
32
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
32
10/09/12
19:31
enconTro 2 HiGiene É Tudo 6 atividade extraclasse Você realizará a pesquisa com duas pessoas,
enconTro
2
HiGiene É Tudo
6 atividade extraclasse
Você realizará a pesquisa com duas pessoas, que podem ser parentes, vizinhos, colegas, funcionários da
escola ou alunos de outras turmas.
Preencha os questionários de pesquisa e traga para o próximo encontro.
Lembre-se de praticar os comportamentos empreendedores que estudamos:
Tenha organização e responsabilidade: não deixe para última hora a realização da atividade.
Seja persistente na busca de informações.
Esforce-se e dedique-se para fazer benfeita esta atividade.
Colabore com os colegas e trabalhe em equipe fazendo a sua parte e ajudando os colegas que
sentirem dificuldade para realizar a pesquisa.
bom
trabalho!
33
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
33
10/09/12
19:31
Jovens empreendedores Primeiros Passos Pesquisa de preferência do cliente - 1 Preencha os dados sobre
Jovens empreendedores Primeiros Passos
Pesquisa de preferência do cliente - 1
Preencha os dados sobre a pessoa entrevistada:
(
) Criança
(
) Adulto
(
) Parente, vizinho, familiar
(
) Funcionário da escola
(
) Aluno de outra turma
(
) Outro:
Pergunte e preencha as repostas:
1.
Entre duas opções de alimentos, qual delas é sua preferida?
(
) Opção 1:
(
) Opção 2:
2.
Quanto você pagaria pelas opções de alimentos apresentadas?
Opção 1: R$
Opção 2: R$
3.
Você tem sugestões para deixar alguma destas duas opções de alimento mais saborosas? Quais
são as sugestões?
(
) Opção 1:
(
) Opção 2:
4.
Alguma das opções apresentadas você não compraria de jeito nenhum? Por quê?
Opção (
) Por quê?
34
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
34
10/09/12
19:31
EnContro 2 HIGIEnE É tUDo Pesquisa de preferência do cliente - 2 Preencha os dados
EnContro
2
HIGIEnE É tUDo
Pesquisa de preferência do cliente - 2
Preencha os dados sobre a pessoa entrevistada:
(
) Criança
(
) Adulto
(
) Parente, vizinho, familiar
(
) Funcionário da escola
(
) Aluno de outra turma
(
) Outro:
Pergunte e preencha as repostas:
1.
Entre duas opções de alimentos, qual delas é sua preferida?
(
) Opção 1:
(
) Opção 2:
2.
Quanto você pagaria pelas opções de alimentos apresentadas?
Opção 1: R$
Opção 2: R$
3.
Você tem sugestões para deixar alguma destas duas opções de alimento mais saborosas? Quais
são as sugestões?
(
) Opção 1:
(
) Opção 2:
4.
Alguma das opções apresentadas você não compraria de jeito nenhum? Por quê?
Opção (
) Por quê?
35
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
35
10/09/12
19:31
Jovens empreendedores Primeiros Passos resumindo Neste encontro, aprendemos sobre a importância de manter a higiene
Jovens empreendedores Primeiros Passos
resumindo
Neste encontro, aprendemos sobre a importância de manter a higiene quando se traba-
lha com alimentos. Conhecemos algumas dicas e cuidados importantes para que isso aconte-
ça. Conversamos também sobre a importância de alguns comportamentos empreendedores
como responsabilidade, organização, persistência, esforço, colaboração e trabalho em equipe
para que tudo dê certo em nosso espaço gastronômico. Apresentamos os resultados da pes-
quisa que fizemos sobre a cultura e características regionais que influenciam a alimentação
das pessoas. Tivemos ideias de negócios na área de alimentação e vamos pesquisar a prefe-
rência dos nossos clientes.
36
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
36
10/09/12
19:31
EnContro 2 HIGIEnE É tUDo 37 SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
EnContro
2
HIGIEnE É tUDo
37
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
37
10/09/12
19:31
Jovens empreendedores Primeiros Passos chapeuzinho vermelho e sua maravilhosa cesta! Neste terceiro encontro, vamos
Jovens empreendedores Primeiros Passos
chapeuzinho vermelho e
sua maravilhosa cesta!
Neste terceiro encontro, vamos falar sobre a qualidade dos produtos e serviços, algo que todos buscamos
e queremos.
Para este estudo vamos relembrar uma famosa história, a história de Chapeuzinho Vermelho. Nela uma
menina vai visitar sua avó, que está adoentada, levando uma cesta com alguns alimentos. É nesta parte da
história que vamos nos concentrar para nosso estudo de hoje.
juntos, vamos estudar sobre a imPortÂncia da qualidade!
38
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
38
10/09/12
19:31
enconTro 3 cHaPeuZinHo verMeLHo e sua MaraviLHosa cesTa! atividades 1. uma conversa inicial sobre qualidade
enconTro
3
cHaPeuZinHo
verMeLHo e sua
MaraviLHosa cesTa!
atividades
1. uma conversa inicial sobre qualidade
Converse com seus colegas de turma e com o professor para responder as seguintes perguntas:
1.1.
CHAPEUZINHO VERMELHO FOI VISITAR SUA AVÓ PARA LEVAR UMA CESTA COM ALGUNS ALIMENTOS.
SE VOCÊ ESTIVESSE NO LUGAR DE CHAPEUZINHO VERMELHO LEVARIA NESTA CESTA QUALQUER TIPO
DE ALIMENTO? POR QUÊ? E COMO VOCÊ ACHA QUE DEVERIAM ESTAR ESTES ALIMENTOS?
1.2.
AGORA SE IMAGINE NO LUGAR DA AVÓ DE CHAPEUZINHO VERMELHO. COMO VOCÊ GOSTARIA QUE
ESTIVESSEM OU FOSSEM OS ALIMENTOS QUE ELA LHE TRAZIA? ASSINALE ENTRES AS OPÇõES ABAIXO:
(
) Saborosos
(
) Conservados
(
) Mofados
(
) Contaminados
(
) Limpos
(
) Nutritivos
(
) Bem embalados
(
) Cheirando mal
Escreva outros aspectos de como você gostaria que estivessem ou fossem os alimentos que receberia.
39
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
39
10/09/12
19:31
Jovens empreendedores Primeiros Passos 1.3. VOCÊ ACHA QUE SE OS ALIMENTOS DA CESTA ESTIVESSEM MOFADOS,
Jovens empreendedores Primeiros Passos
1.3. VOCÊ ACHA QUE SE OS ALIMENTOS DA CESTA ESTIVESSEM MOFADOS, CONTAMINADOS, CHEIRANDO
MAL ELES TERIAM A QUALIDADE NECESSÁRIA PARA QUE CHAPEUZINHO VERMELHO OS LEVASSEM
PARA SUA AVÓ E ELA GOSTASSE DOS ALIMENTOS? POR QUÊ?
2. qualidade de Produtos e serviços
Vamos ler o texto:
A qualidade de produtos e serviços no mundo dos negócios
Todas as pessoas buscam sempre o melhor ao consumir produtos ou serviços.
Da mesma forma, quem oferece estes produtos ou serviços também deve buscar oferecer sempre o me-
lhor, diante do que se espera.
Fornecedor é quem vende e cliente ou consumidor é quem compra os produtos e serviços para suprir
uma necessidade ou satisfazer uma vontade.
Um produto é algo palpável que pode ser oferecido a alguém, por exemplo, doces. É possível pegar
ou tocar os doces com as mãos.
Um serviço é algo que se realiza para outra pessoa, sem que possa “pegar” tal trabalho e sem que
se tenha necessariamente um produto ao final deste trabalho realizado. Por exemplo, imagine que
você vai cortar seu cabelo. O cabeleireiro presta um serviço ao cortar seu cabelo, você não consegue
“pegar” o serviço corte de cabelo, você não sai com um produto em mãos e sim com um novo visual.
Para esta prestação de serviço, vários produtos estão envolvidos e são utilizados, como a tesoura, a
cadeira, o espelho, entre outros.
Quem oferece um produto ou serviço para venda é chamado de fornecedor.
Quem compra os produtos os serviços é chamado de consumidor ou cliente.
40
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
40
10/09/12
19:31
EnContro 3 CHaPEUZInHo VErMELHo E SUa MaraVILHoSa CESta! Quando um produto ou serviço atende nossas
EnContro
3
CHaPEUZInHo
VErMELHo E SUa
MaraVILHoSa CESta!
Quando um produto ou serviço atende nossas necessidades de forma satis-
fatória como clientes, ou em alguns casos atende até melhor do que esperávamos,
dizemos que tal produto ou serviço tem qualidade.
Podemos simplificar o conceito de qualidade como fazer da melhor maneira aquilo que se propôs.
Esta definição passa pelo entendimento do que pode ser considerado algo benfeito, algo feito da melhor
maneira. Como estamos falando de fornecer um produto ou serviço, essa definição vai sempre passar pela
percepção de quem os consome, os clientes.
a qualidade está em oferecer algo, seja um Produto ou serviço, que atenda ou suPere
as necessidades do cliente e aquilo que ele esPera, fazendo isso da maneira mais
organizada e econômica Possível.
a qualidade também está na maneira como este Produto ou serviço é oferecido ao cliente.
Quando lembramos a história de Chapeuzinho Vermelho vimos a importância de ela cuidar da qualida-
de dos alimentos que colocou na cesta para levar para a sua avó.
Novamente se imagine no lugar da avó de Chapeuzinho recebendo uma cesta com alimentos de al-
guém. Você sabe que a cesta está organizada e limpa, com alimentos saborosos e nutritivos. Porém, ao
entregá-la a você a pessoa é mal-educada e começa a tirar os alimentos da cesta e jogá-los em qualquer lugar
sem cuidado. Possivelmente você não ficará muito feliz com esta situação, não é mesmo?
A qualidade deve ser buscada tanto no produto ou serviço que oferecemos, como na forma como os
oferecemos aos clientes.
Qualidade é uma das palavras fundamentais para os empreendedores. Os empreendedores buscam a
qualidade ao realizar suas atividades, sejam quais forem.
vamos estudar alguns elementos sobre este asPecto tão imPortante e marcante na
conduta de um emPreendedor.
41
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
41
10/09/12
19:31
Jovens empreendedores Primeiros Passos 2.1. NO NOSSO ESPAÇO GASTRONôMICO VAMOS VENDER OS ALIMENTOS QUE PRODUZIREMOS.
Jovens empreendedores Primeiros Passos
2.1.
NO NOSSO ESPAÇO GASTRONôMICO VAMOS VENDER OS ALIMENTOS QUE PRODUZIREMOS. O QUE
PODEMOS FAZER PARA BUSCAR A QUALIDADE NO NOSSO ESPAÇO GASTRONôMICO?
3. Plano de negócios
Vamos realizar mais um passo do plano de negócios: definição dos produtos ou serviços. Nós precisamos
definir quais são os alimentos que produziremos para vender em nosso espaço gastronômico, ou seja, quais
são os produtos que vamos fazer para vender.
Para isso, vamos analisar o resultado da pesquisa que fizemos sobre a preferência dos nossos clientes.
3.1.
COM A AJUDA DO PROFESSOR VAMOS TABULAR OS DADOS DA PESQUISA.
Tabular os dados da pesquisa é reunir e organizar os dados de todas as pesquisas realizadas para, então,
avaliar as informações conseguidas.
Resultado da pesquisa de preferência dos clientes
Quantidade de pessoas pesquisadas:
Quantas são:
(
) Criança
(
) Adulto
Quantas são:
(
) Parente, vizinho, familiar
(
) Funcionário da escola
(
) Aluno de outra turma
(
) Outro:
42
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
42
10/09/12
19:31
EnContro 3 CHaPEUZInHo VErMELHo E SUa MaraVILHoSa CESta! Preencha as respostas: 1. Quantos responderam sobre
EnContro
3
CHaPEUZInHo
VErMELHo E SUa
MaraVILHoSa CESta!
Preencha as respostas:
1.
Quantos responderam sobre a preferência ser a opção 1 e quantos sobre a
preferência ser a opção 2?
(
) Opção 1:
(
) Opção 2:
2.
Quanto ao valor que as pessoas pagariam pelas opções de alimentos apresentadas, qual o maior e o
menor valor citados para cada uma delas?
Opção 1: Maior valor: R$
Menor valor: R$
Opção 2: Maior valor: R$
Menor valor: R$
3.
Quais sugestões foram apresentadas para deixar alguma destas duas opções de alimento mais
saborosas?
(
) Opção 1:
(
) Opção 2:
4.
Quantas pessoas citaram que não comprariam de forma alguma uma das opções de alimentos
apresentadas? Por quê?
Opção 1: (
)
Motivos citados:
Opção 2: (
)
Motivos citados:
43
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
43
10/09/12
19:31
Jovens empreendedores Primeiros Passos 4. decisão do nosso gruPo Vamos analisar algumas informações importantes sobre
Jovens empreendedores Primeiros Passos
4. decisão do nosso gruPo
Vamos analisar algumas informações importantes sobre as ideias de negócios que pensamos.
4.1.
NO ENCONTRO 2 FIZEMOS UM ESTUDO SOBRE AS IDEIAS DE NEGÓCIOS QUE TIVEMOS. VAMOS
RELEMBRAR A ATIVIDADE E A CONCLUSÃO:
Avaliação do grupo:
opção 1:
opção 2:
opinião do grupo
Sim
Não
Sim
Não
Trata-se de uma boa oportunidade de negócio?
Na opinião do grupo a melhor oportunidade de
negócio é (marque X):
4.2.
VAMOS ANOTAR OS RESULTADOS A PARTIR DA PESQUISA DE PREFERÊNCIA DOS CLIENTES.
opinião dos clientes
opção 1:
opção 2:
Quanto preferem cada uma das opções?
Quantos disseram que não comprariam de forma
alguma uma das opções?
Pense nisso!
buscaremos oferecer alimentos saborosos, nutritivos
e saudáveis Para nossos clientes. Pense nisso!
4.3.
CONVERSE COM O PROFESSOR E DEFINA COM A TURMA QUAL É O TIPO DE NEGÓCIO NA ÁREA DE
ALIMENTAÇÃO QUE VOCÊS DECIDIRAM REALIZAR, OU SEJA, QUAL OU QUAIS ALIMENTOS SERÃO
FEITOS EM NOSSO ESPAÇO GASTRONôMICO?
44
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
44
10/09/12
19:31
enconTro 3 cHaPeuZinHo verMeLHo e sua MaraviLHosa cesTa! Importante: Ao trabalharmos com alimentos e estes
enconTro
3
cHaPeuZinHo
verMeLHo e sua
MaraviLHosa cesTa!
Importante:
Ao trabalharmos com alimentos e estes serem nossos produtos, devemos estar atentos para que
eles sigam um controle de qualidade. Para isso, precisamos padronizar a higiene, a porção, o sabor, os
ingredientes etc.
Já imaginou se você fosse comprar um pedaço de bolo e visse que um tem mais recheio e é maior
e o outro tem menos recheio e é menor? Isso significaria que eles não estão seguindo um padrão.
Outra questão a ser avaliada é sobre os ingredientes utilizados para fazer o produto (alimento
pronto para ser vendido). É importante seguir a receita a ser utilizada, observar o prazo de validade e
qual a melhor forma de fazer o armazenamento dos ingredientes e do alimento pronto!
Lembre-se destas orientações!
5. comPortamento emPreendedor
Hoje falamos sobre a qualidade dos produtos, analisamos o resultado da pesquisa de preferência dos
clientes e definimos o que faremos em nosso espaço gastronômico. Quanta coisa!
Nas atividades que realizamos precisamos trocar muitas ideias para decidir em conjunto sobre aspectos
do funcionamento do negócio que estamos montando, um espaço gastronômico.
Trabalhamos em equipe ouvindo as ideias de todos e fazendo as atividades em parceria com os colegas.
5.1.
VOCÊ ACHA QUE É IMPORTANTE PARA UM EMPREENDEDOR SABER SE COMUNICAR E TRABALHAR
EM EQUIPE?
5.2.
QUE BENEFÍCIOS SABER SE COMUNICAR E TRABALHAR EM EQUIPE PODEM TRAZER PARA NOSSO
TRABALHO NO ESPAÇO GASTRONôMICO?
45
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
45
10/09/12
19:32
Jovens empreendedores Primeiros Passos 5.3. QUE BENEFÍCIOS SABER SE COMUNICAR E TRABALHAR EM EQUIPE PODE
Jovens empreendedores Primeiros Passos
5.3. QUE BENEFÍCIOS SABER SE COMUNICAR E TRABALHAR EM EQUIPE PODE TRAZER PARA VOCÊ NO SEU
DIA A DIA?
6. contextualização
Tem coisas que aprendemos a gostar e das quais vamos nos lembrar sempre.
Com alguns alimentos também é assim. Gostamos daquele alimento, do jeito que ele foi preparado e
pronto, sempre lembraremos deste sabor. Algumas pessoas costumam até dizer que só de pensar em alguns
alimentos “dá água na boca e vontade de comer!"
Muitos alimentos são preparados a partir de receitas. Em algumas famílias existem receitas conhecidas
e adoradas por todos!
Leonardo, por exemplo, adora o bolo de laranja que sua avó prepara. Orgulhosa e feliz, a avó de Leonardo
sempre diz que aprendeu esta receita com a sua mãe, ou seja, com a bisavó de Leonardo.
A mãe de Leonardo copiou a receita para também poder fazer esta sobremesa tão gostosa que seu filho adora.
6.1.
VOCÊ CONHECE ALGUMA RECEITA QUE SEJA SEMPRE PREPARADA EM SUA FAMÍLIA? QUAL É A RECEITA?
6.2.
COMO SERÁ QUE AS RECEITAS SOBREVIVEM AO TEMPO?
46
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
46
10/09/12
19:32
enconTro 3 cHaPeuZinHo verMeLHo e sua MaraviLHosa cesTa! 6.3. NA SUA CASA EXISTE UM CADERNO
enconTro
3
cHaPeuZinHo
verMeLHo e sua
MaraviLHosa cesTa!
6.3. NA SUA CASA EXISTE UM CADERNO OU LIVRO DE RECEITAS? ELE É
USADO POR QUEM E COM QUE FREQUÊNCIA?
Os livros e cadernos de receita representam uma boa forma de se manter e divulgar as tradições cultu-
rais em família e até mesmo para cidades ou países.
Além da troca de receitas entre as pessoas, muitos programas de televisão e sites da internet disponibili-
zam receitas de diversas pessoas e diferentes lugares do Brasil e do mundo.
7. atividade extraclasse
Converse com seus familiares ou responsáveis sobre receitas que conhecem e costumam preparar.
Copie e traga uma ou duas receitas pesquisadas com seus pais, avós ou outros familiares e responsáveis.
Retomaremos esta atividade no encontro 5.
Exercite a sua comunicação na busca de informações e bom trabalho!
resumindo
Neste encontro estudamos sobre a importância da qualidade, conhecemos o que é produto,
serviço, fornecedor e cliente. Para buscar a qualidade no nosso espaço gastronômico analisamos o
resultado das pesquisas feitas com nossos clientes e definimos quais produtos faremos. Para o em-
preendedor é importante saber se comunicar e trabalhar em equipe. Exercitamos a comunicação e o
trabalho em equipe nas nossas atividades deste encontro.
47
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
47
10/09/12
19:32
Jovens empreendedores Primeiros Passos atender bem sem olhar a quem Este é o quarto encontro
Jovens empreendedores Primeiros Passos
atender bem sem olhar a
quem
Este é o quarto encontro do curso Jovens Empreendedores Primeiros Passos para a turma do 5º ano.
Neste encontro vamos conversar sobre os clientes e como podemos atendê-los da melhor maneira possível
no nosso espaço gastronômico.
Aliás, como vai se chamar o nosso espaço gastronômico?
vamos juntos continuar o Planejamento Para montar
o nosso negócio!
48
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
48
10/09/12
19:32
EnContro 4 atEnDEr BEM SEM oLHar a QUEM atividades 1. vivenciando o funcionamento de uma
EnContro
4
atEnDEr BEM SEM
oLHar a QUEM
atividades
1. vivenciando o funcionamento de uma emPresa
Vamos vivenciar papéis de comerciante e de clientes por meio de uma dramatização. Com isso, vamos
sentir como é o funcionamento de uma empresa, em especial no que se refere ao atendimento ao cliente.
dramatizar é a arte de criar ou adaPtar uma história, transformando-a em uma
Peça de teatro, Por exemPlo.
A turma será dividida em três grupos: comerciantes, consumidores e observadores. Cada grupo receberá
instruções do professor de forma separada.
Legal! Então vamos lá!
49
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
49
10/09/12
19:32
Jovens empreendedores Primeiros Passos 2. atendimento aos clientes Atender o cliente é se preocupar em
Jovens empreendedores Primeiros Passos
2. atendimento aos clientes
Atender o cliente é se preocupar em entender o que ele deseja para poder oferecer o que ele precisa. Para
isso, alguns aspectos são importantes, como por exemplo, educação, respeito e simpatia.
2.1.
VOCÊ JÁ PASSOU POR ALGUMA SITUAÇÃO DE MAU ATENDIMENTO? DESCREVA RESUMIDAMENTE.
2.2.
O QUE VOCÊ ACHA QUE É IMPORTANTE FAZER PARA ATENDER OS CLIENTES COM QUALIDADE?
2.3. NA SUA OPINIÃO, É MAIS FÁCIL OU MAIS DIFÍCIL ATENDER O CLIENTE QUANDO ELE RECLAMA SOBRE
ALGUMA COISA? POR QUÊ?
2.4.
VAMOS LER O TEXTO.
É muito importante ouvir o cliente!
A seguinte história nos faz pensar na importância de saber ouvir o cliente.
50
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
50
10/09/12
19:32
EnContro 4 atEnDEr BEM SEM oLHar a QUEM Esta história é sobre um cliente que
EnContro
4
atEnDEr BEM SEM
oLHar a QUEM
Esta história é sobre um cliente que tinha o costume de tomar sorvete depois do jantar. Ele
repetia este hábito todas as noites, variando apenas o sabor do sorvete. Entretanto, após trocar o
seu carro antigo por um modelo novo, suas idas à sorveteria se tornaram um pesadelo.
Sempre que ele comprava sorvete de baunilha e ia voltar para casa, o carro novo não funcio-
nava. Se comprasse qualquer outro tipo de sorvete, o carro funcionava normalmente.
Muito chateado, ele então enviou uma carta ao fabricante do carro contando sobre a situação.
Esta carta andou de mão em mão até chegar ao presidente da fábrica que resolveu levar o negócio
a
sério e enviou um engenheiro para conversar com o cliente que havia escrito a carta.
O
engenheiro e o reclamante foram, então, juntos no carro novo até a sorveteria.
engenheiro sugeriu o sabor de baunilha, para testar a reclamação, e o carro realmente não
funcionou.
O
Nos dias seguintes, o funcionário da fábrica, na mesma hora de costume do cliente, fez o
mesmo trajeto, no mesmo carro e somente variou o sabor do sorvete. Mais uma vez, o carro só não
pegava quando o sabor escolhido era o de baunilha.
O
problema acabou virando uma obsessão para o engenheiro, que passou a fazer experiên-
cias diárias anotando todos os detalhes possíveis e, depois de duas semanas, chegou à primeira
grande descoberta: quando escolhia baunilha, o cliente gastava menos tempo para ser atendido.
Examinando o carro, o engenheiro fez uma nova descoberta. Como o tempo de compra era
mais reduzido no caso da escolha do sorvete de baunilha, em comparação com os outros sabores,
o
motor não chegava a esfriar e assim não conseguia dar nova partida no carro instantaneamente.
partir deste episódio o fabricante desenvolveu um novo sistema de alimentação de com-
bustível, que passou a integrar todos os modelos a partir de 1959.
A
(Fonte: Http://www.revistamaremar.com.br/Index.php?meio=artigos&Id=58)
O exemplo que acabamos de ler mostra a importância de prestar atenção às informações que os clientes
trazem sobre os produtos e serviços oferecidos.
No espaço gastronômico do 5º ano precisamos estar dispostos e nos prepararmos para ouvir e atender
nossos clientes com atenção!
vamos estudar um Pouco mais sobre este assunto
e conversarmos sobre como Podemos atender bem
nossos clientes!
51
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
51
10/09/12
19:32
Jovens empreendedores Primeiros Passos 3. Plano de negócios Neste encontro vamos nos dedicar a dois
Jovens empreendedores Primeiros Passos
3. Plano de negócios
Neste encontro vamos nos dedicar a dois passos do plano de negócios – definir nossos clientes e definir
um nome para nosso espaço gastronômico.
3.1.
DEFINIR NOSSOS CLIENTES
cliente!
Atender bem os clientes, como você já viu, é prioridade para os empreendedores. Um bom atendimento
ajuda, e muito, para que os clientes fiquem com uma imagem positiva da empresa e se lembrem dela quando
precisarem comprar novamente aquele produto ou serviço.
Observe seus colegas de turma e pense sobre o jeito de ser de cada um. Somos todos diferentes uns dos
outros, não é verdade? Com os clientes acontece a mesma coisa, os clientes são diferentes entre si e cada um
tem um jeito de observar, escolher e decidir se compra ou não o produto ou serviço. Sendo assim:
• tem cliente que será mais falante;
• tem cliente que será mais quieto;
• tem cliente que vai querer saber tudo, perguntar todos os detalhes do produto;
• tem cliente que será engraçado e sorridente;
• tem cliente que será mais sério;
• tem cliente que será apressado
Enfim, os clientes se comportarão de forma bastante variada, cada um do seu jeito.
Como jovens empreendedores que estamos aprendendo a ser, vamos atender todos os nossos clientes
com respeito, atenção e educação.
Existe um ditado popular que fala que devemos “Fazer o bem sem olhar a quem”. Nós vamos aproveitar
esta frase e mudar um pouco o texto: nós vamos “Atender bem sem olhar a quem”. Isso quer dizer que inde-
pendentemente do jeito do cliente ou de quem é a pessoa nós vamos atender bem!
Converse com o professor e com seus colegas de turma para responder:
52
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
52
10/09/12
19:32
enconTro 4 aTender beM seM oLHar a QueM QUEM SERÃO OS NOSSOS CLIENTES? O nosso
enconTro
4
aTender beM seM
oLHar a QueM
QUEM SERÃO OS NOSSOS CLIENTES?
O nosso espaço gastronômico terá como clientes:
O que podemos fazer para atender bem os nossos clientes?
3.2.
DEFINIR NOME DO ESPAÇO GASTRONôMICO
Assim como antes de você nascer sua família já pensava em qual seria o seu nome, nós vamos pensar
em um nome para o negócio que estamos montando.
Converse com o professor e com seus colegas de turma e decidam em conjunto qual será o nome do
espaço gastronômico da turma do 5º ano.
53
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
53
10/09/12
19:32
Jovens empreendedores Primeiros Passos Para saber mais • Você sabia que as empresas têm um
Jovens empreendedores Primeiros Passos
Para saber mais
• Você sabia que as empresas têm um nome pelo qual são reconhecidas pelos órgãos do governo
e
este nome se chama razão social? Por exemplo: “loja de calçados masculinos e femininos
ltda.” Ou “indústria de brinquedos S.A.”
• Em alguns casos, esses nomes de razão social não são atraentes para os clientes, assim as
empresas podem criar um outro nome para usar e divulgar ao público, como se fosse um
apelido. Este nome é chamado de nome fantasia. Exemplo: “pé lindo” ou “brinquedolândia”.
• Muitas empresas já começam a divulgar o negócio antes de ele ser aberto ao público.
Por exemplo, uma padaria que ainda está comprando os fornos, encomendando farinha,
contratando e treinando pessoas para trabalhar, regularizando documentação junto ao
governo, pode colocar uma faixa, placa ou cartaz informando: “breve aqui padaria!”, Ou “breve
aqui mais uma padaria da rede pães de mel”, ou “agora o seu bairro vai ter a melhor padaria
em qualidade e atendimento!”.
• Uma locadora de filmes que esteja prestes a abrir as portas ao público pode divulgar com
frases, por exemplo: “daqui a alguns dias Brad Pitt estará nesse bairro” ou “Julia Roberts vem
pra nossa cidade e dessa vez é pra ficar” ou “em alguns dias você poderá levar o Rodrigo
Santoro pra sua casa!”
• Caso o nome fantasia já esteja definido o impacto será maior, pois as pessoas já vão fixando,
memorizando o nome da empresa, antes mesmo de ela abrir as portas. Mas lembre-se de
que para uma situação real de abertura de empresa, é preciso estar de acordo com todas
as licenças e documentações exigidas pelos órgãos do governo antes de investir esforços e
dinheiro na divulgação.
4. comPortamento emPreendedor
Conversamos sobre a importância de atender bem a qualquer cliente em nosso espaço gastronômico. Você
viu que lidar com diferentes clientes requer atenção, educação e respeito e outros comportamentos como:
• Autoconfiança: saber de seu próprio valor, sentir-se seguro em relação a si mesmo para poder agir
com firmeza e tranquilidade.
• Comunicação: capacidade para transmitir ideias, pensamentos e emoções com clareza e
objetividade, independentemente do tipo ou nível de cliente.
• Criatividade: capacidade para procurar boas soluções para resolver problemas.
• Flexibilidade: capacidade para compreender situações novas e disponibilidade para mudar posturas
e
para aprender.
• Negociação: capacidade para fazer acordos que sejam bons para as partes interessadas.
• Relacionamento interpessoal: capacidade de conviver e interagir com outras pessoas.
54
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
54
10/09/12
19:32
enconTro 4 aTender beM seM oLHar a QueM 4.1. COMO VOCÊ ACREDITA QUE PRATICAR ESTES
enconTro
4
aTender beM seM
oLHar a QueM
4.1.
COMO VOCÊ ACREDITA QUE PRATICAR ESTES COMPORTAMENTOS PODE
AJUDÁ-LO NO SEU DIA A DIA?
5. momento do jogo
O
professor irá desenvolver com vocês um jogo chamado Caixa de Pandora.
O
nome deste jogo é para fazer uma simples relação com a curiosidade frente ao desconhecido, bem
como com a insegurança em novas situações. Procure saber mais sobre a Caixa de Pandora. Trata-se da mi-
tologia grega e a história da criação da humanidade. Vale a pena pesquisar!
resumindo
Neste encontro conversamos sobre a importância de atender bem os clientes. Sabemos que
os clientes terão diferentes maneiras de se comportar e nós vamos atender a todos com a mesma
atenção, respeito e educação. Definimos quem serão nossos clientes e também o nome do nosso
espaço gastronômico.
55
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
55
10/09/12
19:32
Jovens empreendedores Primeiros Passos qual a nossa fatia do mercado? Você já observou como uma
Jovens empreendedores Primeiros Passos
qual a nossa fatia do
mercado?
Você já observou como uma pizza pode ser dividida de várias formas? Se você estiver com mais cinco
colegas basta dividí-la em seis pedaços para que cada um tenha sua parte. E se estiverem em oito colegas,
o que fazer? A mesma pizza pode ser dividida em oito pedaços, porém cada um deles será um pouco menor
do que na condição anterior.
Quanto mais pessoas para comer a pizza, menores serão os pedaços. Mas todos poderão provar um pe-
daço da pizza se existir a colaboração e se todos estiverem dispostos a dividí-la.
Neste encontro, vamos falar sobre concorrentes, um assunto que tem algo parecido com esta história da
pizza. Veremos como a cooperação é uma atitude muito importante na relação com concorrentes.
vamos juntos aPrender sobre a imPortÂncia da cooPeração na relação com os
concorrentes!
56
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
56
10/09/12
19:32
enconTro 5 QuaL a nossa FaTia do Mercado? atividades 1. a concorrência 1.1. O QUE
enconTro
5
QuaL a nossa
FaTia do Mercado?
atividades
1. a concorrência
1.1.
O QUE VOCÊ ENTENDE POR CONCORRÊNCIA?
1.2.
VOCÊ ACHA QUE A CONCORRÊNCIA É ALGO POSITIVO OU NEGATIVO? POR QUÊ?
1.3.
VAMOS LER O TEXTO.
A concorrência e a cooperação entre concorrentes
A concorrência ocorre quando duas ou mais empresas produzem e vendem produtos semelhantes para
públicos também semelhantes, de forma que os clientes em potencial sejam os mesmos.
Por exemplo: duas lanchonetes que atendam clientes parecidos no mesmo bairro.
É algo parecido com a história da pizza que lemos no início deste encontro.
Imaginem que um determinado bairro e seus moradores simbolizam uma “pizza”, que aqui vamos
chamar de mercado – a região que queremos atender e os clientes que ali estão.
Agora imaginem que vamos dividir este mercado conforme o número de lanchonetes que pre-
tendem atender estes clientes, como se estivéssemos dividindo a pizza pelo número de pessoas que
querem dela se servir.
Quanto maior o número de lanchonetes, teoricamente, cada uma delas terá uma fatia menor de
clientes para atender.
Com respeito e cooperação, todas as lanchonetes podem conquistar e manter seus clientes, ou
seja, todas podem ter a sua fatia no mercado.
57
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
57
10/09/12
19:32
Jovens empreendedores Primeiros Passos A concorrência tanto pode estimular a melhoria dos produtos e serviços
Jovens empreendedores Primeiros Passos
A concorrência tanto pode estimular a melhoria dos produtos e serviços quanto pode influir positiva-
mente sobre o custo de vida da sociedade.
Quando os empreendedores se dedicam a montar negócios, eles pesquisam a concorrência. Começam
identificando quem são os seus principais concorrentes, o que e quando eles vendem, há quantos anos eles
estão no negócio, e qual a estimativa de clientes que eles atendem. Assim, será possível identificar como
concorrer de uma forma saudável, ou seja, com ética e cooperação.
No caso do nosso espaço gastronômico também podemos pensar na concorrência que podemos ter.
Os concorrentes são aqueles que têm o mesmo negócio que o nosso buscando atender os mesmos clien-
tes. Por exemplo: a cantina da escola, a lanchonete perto da escola, dentre outros.
Muitas pessoas pensam que concorrentes são inimigos e devem fazer de tudo para
outro. Mas isto já faz parte de uma ideia do passado.
“derrubar” um ao
Hoje em dia as empresas e os empreendedores já entendem a importância de colaborar entre si, pois
desta forma podem crescer juntos e melhorar seus pontos fracos. Por exemplo, se os padeiros de uma região
se reunirem para comprar farinha em grande quantidade, poderão conseguir preços mais baixos e, com isso,
ter menor custo na produção de pães.
Assim os empreendedores podem criar parcerias por meio de um espaço de convivência em que todos
ganhem e a comunidade daquela região também seja favorecida. Para isso, é preciso que os empreendedores
sejam solidários, aprendam uns com os outros, compartilhem ideias e opiniões, e se unam para crescerem
juntos.
2. Plano de negócios
Os concorrentes também são fonte de informação e aprendizado para os empreendedores.
Conhecer os concorrentes é importante, pois assim será possível avaliar melhor o negócio, praticar um
preço justo, saber como pode criar um espaço de convivência e cooperação com os concorrentes e encontrar
formas para melhor atender os clientes. Com isso, chegamos a mais um passo do plano de negócios, que é
identificar os concorrentes.
58
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
58
10/09/12
19:32
enconTro 5 QuaL a nossa FaTia do Mercado? 2.1. QUAIS PODEM SER OS CONCORRENTES DO
enconTro
5
QuaL a nossa
FaTia do Mercado?
2.1.
QUAIS
PODEM
SER
OS
CONCORRENTES
DO
NOSSO
ESPAÇO
GASTRONôMICO?
2.2.
DE QUE FORMA PODEMOS CONVIVER COM OS CONCORRENTES, TENDO EM VISTA A COOPERAÇÃO?
3. decisão do nosso gruPo
Temos uma boa ideia para desenvolver: vamos elaborar um livro de receitas para vender como um dos
produtos no nosso espaço gastronômico!
Vamos conhecer o resultado da pesquisa sobre receitas que realizamos como atividade extraclasse no
encontro 2 e decidir quais as receitas mais interessantes para fazer parte do nosso livro.
Anote o nome das receitas escolhidas pela turma:
lembrem-se de que buscaremos oferecer alimentos saborosos, nutritivos e
saudáveis Para nossos clientes. Pensem nisso também Para escolher as receitas!
59
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
59
10/09/12
19:32
Jovens empreendedores Primeiros Passos 4. comPortamento emPreendedor A concorrência deve representar um aspecto
Jovens empreendedores Primeiros Passos
4.
comPortamento emPreendedor
A concorrência deve representar um aspecto natural de convivência no dia a dia do empreendedor. Para
tanto, alguns dos comportamentos que o empreendedor desenvolve em seu dia a dia são:
• Autoconfiança: buscar manter seus pontos de vista, mesmo diante de um insucesso temporário. Ter
confiança na própria capacidade de realizar alguma tarefa difícil ou de enfrentar desafios.
• Integridade: é a qualidade da pessoa que está ligada à honestidade, ao comprometimento
com as pessoas, com o negócio e consigo mesmo, respeito e ética.
• Criatividade: capacidade para procurar boas soluções para resolver problemas.
• Planejamento: capacidade de organizar o local de trabalho, analisar os recursos disponíveis e os
necessários, buscando soluções imediatas, mas com uma visão de longo prazo dos objetivos a serem
alcançados.
• Cooperação: agir em conjunto com outros na busca de objetivos previamente determinados.
4.1.
EM QUE VOCÊ ACREDITA QUE PRATICAR ESTES COMPORTAMENTOS PODE AJUDÁ-LO NO SEU DIA A DIA?
5.
contextualização
Imagine que vocês visitarão um restaurante para pesquisar a concorrência.
Liste o que pode ser observado para analisar como esse restaurante está preparado para funcionar e
atender seus clientes.
60
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
60
10/09/12
19:33
EnContro 5 QUaL a noSSa FatIa Do MErCaDo? 6. atividades extraclasse 6.1. PESQUISA Você e
EnContro
5
QUaL a noSSa
FatIa Do MErCaDo?
6. atividades extraclasse
6.1.
PESQUISA
Você e seu grupo farão uma pesquisa de concorrentes.
Passo a passo:
1- Identifiquem um local que possam visitar e que seja da área de alimentação
Local pesquisado:
Data da pesquisa:
2- Façam uma visita ao local escolhido para a pesquisa e anotem a opinião de vocês sobre:
• Organização do espaço:
• Qualidade dos alimentos:
• Preços:
• Atendimento aos clientes:
• Outros aspectos:
61
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
61
10/09/12
19:33
Jovens empreendedores Primeiros Passos sejam discretos na Pesquisa! lembrem-se de que o objetivo é observar,
Jovens empreendedores Primeiros Passos
sejam discretos na Pesquisa!
lembrem-se de que o objetivo é observar, não somente criticar.
no nosso Próximo encontro vamos analisar juntos os resultados da Pesquisa.
6.2.
MOMENTO DO FILME
Vamos assistir a um filme e depois aproveitar para trocar ideias sobre a história apresentada para deba-
ter o que podemos aprender analisando tal situação.
Aproveite para aprender e colabore para que a atividade se desenvolva num clima agradável.
luz!
câmera!
ação!
62
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
62
10/09/12
19:33
EnContro 5 QUaL a noSSa FatIa Do MErCaDo? resumindo Neste encontro falamos sobre a importância
EnContro
5
QUaL a noSSa
FatIa Do MErCaDo?
resumindo
Neste encontro falamos sobre a importância da cooperação para conviver num ambiente de
concorrência. Os concorrentes não são inimigos e devemos agir com cooperação e respeito para
que todos possam sair ganhando e aprendam em conjunto. Definimos que faremos um livro de
receitas com as receitas que os alunos pesquisaram - será o livro de receitas do 5º ano. Realiza-
remos uma pesquisa sobre concorrência.
63
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
63
10/09/12
19:33
Jovens empreendedores Primeiros Passos fazer aprende-se fazendo! Neste encontro vamos colocar a mão na massa!
Jovens empreendedores Primeiros Passos
fazer aprende-se
fazendo!
Neste encontro vamos colocar a mão na massa! Começaremos nossa preparação para a fabricação dos
alimentos que produziremos em nosso espaço gastronômico.
vamos lá! higiene, organização e mãos na massa!
64
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
64
10/09/12
19:33
enconTro 6 FaZer aPrende-se FaZendo! atividades 1. a arte de cozinhar 1.1. VOCÊ JÁ COZINHOU
enconTro
6
FaZer aPrende-se
FaZendo!
atividades
1. a arte de cozinhar
1.1. VOCÊ JÁ COZINHOU OU AJUDOU ALGUM ADULTO A PREPARAR ALGUMA RECEITA? QUAL? COMO FOI
ESTA EXPERIÊNCIA?
1.2.
VAMOS LER O TEXTO.
Quando nossos ancestrais jogaram uma caça na fogueira provavelmente descobriram uma nova manei-
ra de experimentar sua comida e deram início à arte de cozinhar.
De lá para cá, só evoluímos no aprimoramento de nossos dotes culinários. Esta atividade tem se tornado
tão sofisticada, que podemos elevá-la à categoria de arte.
Durante toda a história da humanidade, a comida sempre foi objeto de cobiça do ser humano. Primeiro,
pela própria sobrevivência. Segundo, porque comer é algo prazeroso e abarca todos os nossos sentidos.
Atualmente, a cozinha passou a ser um local da casa bem decorado, espaçoso e onde recebemos nossos
convidados, para apreciarem desde o preparo até a degustação de pratos simples ou sofisticados.
Cursos, do básico até o mais avançado, ensinam a técnica dos preparos; vão desde programas de televi-
são, demonstrações em lojas e até mesmo faculdades de gastronomia.
65
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
65
10/09/12
19:33
Jovens empreendedores Primeiros Passos Os restaurantes disputam chefs, pois seu talento significa um cardápio digno
Jovens empreendedores Primeiros Passos
Os restaurantes disputam chefs, pois seu talento significa um cardápio digno dos deuses.
Homens, mulheres, jovens e crianças, todos podem descobrir seu talento por essa arte, desenvolvendo
seus dotes culinários e tornando o ato de comer um dos maiores prazeres do ser humano.
Essa é uma arte acessível a todos, pois, com criatividade, um chuchu básico torna-se uma refeição gran-
diosa.
Até mesmo as crianças podem preparar pratos deliciosos, basta seguir as regras de segurança, hi-
giene, e sempre estarem acompanhadas de um adulto, para evitar acidentes.
2. Plano de negócios
2.1. VAMOS CONHECER O RESULTADO DA PESQUISA COM CONCORRENTES.
Após a apresentação dos grupos, anote o que foi possível aprender com esta pesquisa que pode ajudar a
melhor organizar o nosso espaço.
66
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
66
10/09/12
19:33
EnContro 6 FaZEr aPrEnDE-SE FaZEnDo! 2.2. IDENTIFICAR O LOCAL DE FUNCIONAMENTO DA EMPRESA E DEFINIR
EnContro
6
FaZEr aPrEnDE-SE
FaZEnDo!
2.2.
IDENTIFICAR O LOCAL DE FUNCIONAMENTO DA EMPRESA E DEFINIR
OS MATERIAIS NECESSÁRIOS.
Vamos trabalhar em mais dois passos do plano de negócios: identificar o local de
funcionamento da empresa e definir os materiais necessários para a realização do trabalho. Estes também
são dois passos importantes, afinal temos que pensar em todos os detalhes para que tudo funcione bem em
nosso espaço gastronômico.
Converse com o professor e com seus colegas de turma e responda:
} Onde faremos os momentos de produção dos alimentos que venderemos?
} O que precisamos ter no local de produção dos alimentos?
Equipamentos (liquidificador, panela etc):
Móveis (mesa, cadeira etc):
Material de higiene e proteção (avental etc):
Material de limpeza:
Ingredientes:
67
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
67
10/09/12
19:33
Jovens empreendedores Primeiros Passos Embalagens: Outros: } Já temos tudo que precisamos no local de
Jovens empreendedores Primeiros Passos
Embalagens:
Outros:
} Já temos tudo que precisamos no local de produção? Caso falte algo, liste.
} Onde montaremos o espaço de venda para os clientes?
} O que precisaremos ter no local de venda dos alimentos?
Equipamentos (geladeira, fogão etc):
Móveis (mesas, prateleiras etc):
Material de higiene e proteção (avental etc):
68
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
68
10/09/12
19:33
EnContro 6 FaZEr aPrEnDE-SE FaZEnDo! Material de limpeza: Embalagens: Outros: } Já temos tudo que
EnContro
6
FaZEr aPrEnDE-SE
FaZEnDo!
Material de limpeza:
Embalagens:
Outros:
}
Já temos tudo que precisaremos no local de venda? Caso falte algo, liste.
imPortante:
lembre-se de semPre considerar a validade dos ingredientes e do alimento
Produzido. a data de validade indica o Período considerado ideal Para o
consumo daquele alimento, devendo semPre ser resPeitada.
69
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
69
10/09/12
19:33
Jovens empreendedores Primeiros Passos 3. aPrender fazendo Acompanhe as orientações do professor e participe desta
Jovens empreendedores Primeiros Passos
3. aPrender fazendo
Acompanhe as orientações do professor e participe desta atividade. Vamos aprender fazendo, ou seja, vamos
aprender praticando a arte de cozinhar!
1ª ETAPA – PREPARAção INICIAL
• Organizar os ingredientes;
• Organizar o local e material necessário;
• Prender o cabelo e colocar touca;
• Usar avental e mantê-lo limpo;
• Usar máscara de proteção e luvas, se necessário, no momento da elaboração da receita;
• Lavar bem as mãos e antebraço;
• Enxugar em tolha limpa e seca ou descartável.
70
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
70
10/09/12
19:33
enconTro 6 FaZer aPrende-se FaZendo! 2ª etaPa – elaboração da receita O professor vai explicar
enconTro
6
FaZer aPrende-se
FaZendo!
2ª etaPa – elaboração da receita
O professor vai explicar qual será a receita a ser preparada.
então vamos lá:
organização, higiene,
atenção e mão na massa!
bom trabalho e bom
apetite!
71
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
71
10/09/12
19:33
Jovens empreendedores Primeiros Passos 4. comPortamento emPreendedor Como dá para perceber pelas nossas atividades no
Jovens empreendedores Primeiros Passos
4. comPortamento emPreendedor
Como dá para perceber pelas nossas atividades no curso Jovens Empreendedores Primeiros Passos, pla-
nejamento e organização são palavras de ordem para os empreendedores.
4.1.
COMO VOCÊ SE SENTIU NA ATIVIDADE PRÁTICA DE ELABORAR UMA RECEITA?
4.2.
ENFRENTOU ALGUMA DIFICULDADE? O QUE FEZ PARA SOLUCIONÁ-LA?
Um empreendedor passa constantemente por desafios, situações que exigem esforço e força de vontade.
Assim, o empreendedor desenvolve mais alguns comportamentos que o ajudam a conquistar seus objetivos:
• Disciplina: definir e seguir regras de organização do trabalho e conduta.
• Persistência: seguir em frente diante de possíveis dificuldades.
• Iniciativa: é não deixar para depois, nem para que os outros façam por você aquilo que deve ser
feito por você.
72
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
72
10/09/12
19:33
enconTro 6 FaZer aPrende-se FaZendo! 4.3. PENSE NO SEU COMPORTAMENTO NO DIA A DIA E
enconTro
6
FaZer aPrende-se
FaZendo!
4.3.
PENSE NO SEU COMPORTAMENTO NO DIA A DIA E AVALIE MARCANDO
COM X SUAS RESPOSTAS:
De vez
Comportamento
Nunca
Sempre
em quando
Tenho disciplina para realizar minhas atividades.
Sou persistente diante de dificuldades que
aparecem.
Tenho iniciativa para realizar o que preciso fazer e
não deixo a preguiça tomar conta da minha rotina.
4.4.
VOCÊ ACREDITA QUE PRATICAR AINDA MAIS ESTES COMPORTAMENTOS PODE AJUDÁ-LO NO SEU
DIA A DIA?
resumindo
Neste encontro falamos sobre a arte de cozinhar e aprendemos fazendo uma receita na
prática. É praticando que vamos nos tornar cada vez melhores naquilo que fazemos. No plano de
negócios conversamos sobre a pesquisa da concorrência e definimos o local de funcionamento
do nosso negócio, tanto para produção como para venda dos produtos. Também, listamos os
materiais que precisaremos para que nosso espaço gastronômico funcione sem problemas. O em-
preendedor desenvolve sua disciplina, é persistente e tem iniciativa para alcançar seus objetivos.
73
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
73
10/09/12
19:33
Jovens empreendedores Primeiros Passos me dá um dinheiro aí! Pensar na receita dos alimentos, providenciar
Jovens empreendedores Primeiros Passos
me dá um dinheiro aí!
Pensar na receita dos alimentos, providenciar os ingredientes, produzir e vender! Faremos alimentos sa-
borosos para vender aos nossos clientes! Oba! Estamos colocando nosso espaço gastronômico para funcionar.
Quanto vamos cobrar pelos produtos? Quanto gastaremos para produzir as receitas?
É momento de pensar no dinheiro envolvido para realizar esta atividade empreendedora.
vamos estudar sobre os recursos financeiros!
74
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
74
10/09/12
19:33
enconTro 7 Me dÁ uM dinHeiro aÍ! atividades 1. curiosidades financeiras hoje começamos falando sobre
enconTro
7
Me dÁ uM
dinHeiro aÍ!
atividades
1. curiosidades financeiras
hoje começamos falando sobre algumas curiosidades.
Responde aí: você sabia?
A origem dos cofrinhos de porquinho
Existem diferentes versões sobre a origem dos cofres em formato de porquinho.
Uma delas é que a invenção de usar o porquinho como cofre é atribuída ao engenheiro francês Sebas-
tian La Pestre, no século XVII. Por esta versão, Pestre teria calculado que em dez anos uma porca pode produ-
zir seis milhões de filhotes e concluiu que este animal representaria bem a ideia de economizar e prosperar.
Assim, os cofres em formato de porquinho simbolizam a chance da prosperidade pela economia. Geralmente,
quando cheio, o porquinho é quebrado ou esvaziado para que o poupador possa usufruir de suas economias.
Outra versão é que no século XV, os europeus guardavam suas economias em potes feitos de uma argila
laranja, que em inglês, se denomina 'pygg' e chamavam estes potes de 'Pyggy Banks' (bank em inglês signi-
fica banco). No século XIX, quando alguns oleiros receberam pedidos para produção de 'pyggy banks', estes
entenderam que deveriam ser feitos cofrinhos em forma de porco, que em inglês se escreve 'pig'. Os cofrinhos
em formato de porquinhos agradaram os clientes, principalmente, as crianças. Ou seja, de uma confusão no
entendimento da palavra podem ter surgido os cofres neste famoso formato. O cofre em forma de porquinho
passou a ser o símbolo da poupança em muitos países.
Dia da Poupança
No dia 31 de outubro comemora-se o Dia da Poupança.
Poupar é economizar, guardar para usar num outro momento, isto é, quando se fala de dinheiro significa
guardar dinheiro para usar em outro momento.
Apesar de 31 de outubro ser o Dia da Poupança, todo dia é dia de poupar!
1.1. VOCÊ RECEBE ALGUM DINHEIRO DE ALGUÉM DE VEZ EM QUANDO? DE QUEM?
1.2. O QUE COSTUMA FAZER COM ESTE DINHEIRO?
75
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
75
10/09/12
19:33
Jovens empreendedores Primeiros Passos 1.3. JÁ PENSOU EM GUARDAR ESTE DINHEIRO PARA USAR FUTURAMENTE OU
Jovens empreendedores Primeiros Passos
1.3. JÁ PENSOU EM GUARDAR ESTE DINHEIRO PARA USAR FUTURAMENTE OU PASSAR A GUARDAR
DINHEIRO QUANDO VIR A RECEBÊ-LO? PARA FAZER O QUÊ, POR EXEMPLO?
1.4.
QUAIS AS VANTAGENS VOCÊ ENXERGA EM POUPAR?
2. o dinheiro na nossa vida
Podemos dizer que o dinheiro é o meio de pagamento inventado para facilitar a aquisição de coisas, em
princípio, necessárias à sobrevivência, e depois, inclusive, de coisas supérfluas.
Hoje em dia, o cartão de crédito é uma das formas mais práticas de usar o dinheiro. É o chamado “di-
nheiro de plástico”, que permite realizar compras em vários estabelecimentos, em vários lugares do mundo,
por meio de um sistema eletrônico.
Mas, antes do cartão, o dinheiro já teve diferentes formas e sofreu várias transformações.
Algumas pesquisas informam que as moedas surgiram há quase 4 mil anos, por volta do ano 2.500
antes de Cristo – a.c., quase a mesma idade das pirâmides do Egito.
As moedas parecidas com as que conhecemos surgiram no século 7 a.c., no reino da Lídia, onde hoje fica
a
Turquia. Os lídios inventaram a moeda, com pesos, tamanhos e valores diferentes. Cada pedaço de metal
tinha um valor que correspondia a um determinado produto. Assim, as pessoas começaram a dividir e pesar
o
metal na hora de fechar um negócio.
Depois as moedas passaram a ser gravadas por cunhagem, como hoje, mas isso começou entre 640 e
630 a.c. Ao cunhar e emitir milhares de moedas, os lídios inventaram uma economia muito rica e farta e
fizeram fortunas na antiguidade.
76
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
76
10/09/12
19:33
EnContro 7 ME DÁ UM DInHEIro aÍ! primeira moeda cunhada em Roma foi feita em
EnContro
7
ME DÁ UM
DInHEIro aÍ!
primeira moeda cunhada em Roma foi feita em 268 a.c., e se chamava
denário. Esse nome é que deu origem à palavra dinheiro!
A
O
denário era feito de prata e servia como base do sistema de moedas (monetário) de Roma. Ele também
era fabricado no templo dedicado à deusa Juno Moneta, que deu origem às palavras “moeda” e “monetário”.
Coisas diferentes já foram usadas como dinheiro em vários países.
No passado, os noruegueses usavam manteiga e bacalhau seco como moeda. Os astecas, no México,
usavam sementes de cacau. No Japão, o arroz, e amêndoas na Índia; assim como renas na Sibéria e o sal na
China, de onde se deu origem à palavra salário.
No Brasil, o escambo, uma forma de troca, era usado como forma de pagamento, aceitando-se mercado-
rias em troca de outras.
açúcar já foi aceito como moeda, assim como o ferro, o tabaco, o cacau, a baunilha, o cravo e o tecido
de algodão.
O
No início, nosso dinheiro se chamava Real também, tanto aqui como em Portugal, e aqui no Brasil, o
plural de real era réis, ou mil-réis, também chamado de um conto de réis. Depois, só no século XX, teve di-
versos nomes, em função de mudanças no Sistema Monetário Brasileiro, dentre eles: Cruzeiro, Cruzeiro Novo,
Cruzado, Cruzado Novo, Cruzeiro Real e, finalmente, voltou a ser Real.
Aprender a valorizar e lidar com o dinheiro é muito importante. Se você cuidar do seu dinheiro de um
jeito responsável desde cedo, você terá chances de utilizá-lo para ajudar na realização de seus sonhos e de-
sejos. E ainda economizar para fazer o que quiser: comprar livros, estudar no exterior, viajar, ajudar a família,
os amigos, ajudar as pessoas necessitadas, enfim, tanta coisa!
3. Plano de negócios
Chegamos ao momento de falar um pouco sobre dinheiro no mundo dos negócios. No nosso plano de
negócios vamos trabalhar no passo definição dos recursos financeiros necessários para o desenvolvimento
do negócio.
Primeiro precisamos compreender alguns conceitos sobre a parte financeira: custo, receita e lucro.
}
Custo: é tudo que é gasto pela empresa para seu funcionamento, produção e realização do trabalho.
São valores gastos pela empresa. Podem ser divididos em:
• Custos fixos: são aqueles cujos valores não aumentam ou diminuem de maneira proporcional à
quantidade de produtos vendidos. Exemplos: aluguel, energia elétrica, outros.
• Custos Variáveis: são aqueles cujos valores aumentam ou diminuem de maneira proporcional à
77
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
77
10/09/12
19:33
Jovens empreendedores Primeiros Passos quantidade de produtos vendidos. Exemplos: matéria-prima, embalagens, outros. }
Jovens empreendedores Primeiros Passos
quantidade de produtos vendidos. Exemplos: matéria-prima, embalagens, outros.
} Receita: é o valor da soma de todas as vendas realizadas, ou seja, são valores recebidos pela
empresa pelas vendas dos produtos ou serviços.
} Resultado financeiro: a partir do total vendido, pagam-se os custos fixos e os variáveis, e chega-se
ao resultado financeiro, que tanto pode ser positivo, o que chamamos de lucro, quanto negativo, o
que chamamos de prejuízo.
Isso tudo é necessário para pensarmos no preço dos produtos!
3.1.
O ESPAÇO GASTRONôMICO DA TURMA DO 5º ANO DA ESCOLA APRENDENDO SEMPRE.
vamos conhecer um exemplo
para entender como esses
conceitos da parte financeira
funcionam na prática!
78
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
78
10/09/12
19:33
EnContro 7 ME DÁ UM DInHEIro aÍ! A turma do 5º ano da Escola Aprendendo
EnContro
7
ME DÁ UM
DInHEIro aÍ!
A turma do 5º ano da Escola Aprendendo Sempre está produzindo bolo
de cenoura para vender e proporcionar que as pessoas se alimentem bem com
bolo caseiro e evitem, com isso, comer somente alimentos industrializados.
Para formar o preço de venda do pedaço de bolo de cenoura, os alunos montaram com a ajuda do pro-
fessor algumas tabelas para registrar o valor de custo e, depois, definir o preço de venda.
Veja como ficou a tabela de custo dos ingredientes para fazer o bolo de cenoura:
bolo de cenoura
Ingredientes
Quantidade
Unidade de me-
dida
Valor unitário
Valor total
Farinha de trigo
com fermento
500
g
kg
R$ 1,80
R$ 0,90
(½ kg)
250
g
Açúcar
kg
R$ 1,60
R$ 0,40
(¼ kg)
Ovo
3
unidades
unidade
R$ 0,20
R$ 0,60
Cenoura
3
unidades
unidade
R$ 0,30
R$ 0,90
250 ml
Leite
litro
R$ 2,40
R$ 0,60
(¼ litro)
Total
R$ 3,40
Total com custo de ingredientes do bolo de cenoura
R$ 3,40
:
Rendimento
10 pedaços de bolo
=
Custo de ingredientes por pedaço de bolo
R$ 0,34
Além do bolo de cenoura, esta turma produziu também torta de legumes para vender. Para calcular o
custo deste produto, fizeram uma tabela como a do bolo de cenoura para registrar os ingredientes e seus
custos.
79
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
79
10/09/12
19:33
Jovens empreendedores Primeiros Passos torta de legumes Ingredientes Quantidade Unidade de me- dida Valor unitário
Jovens empreendedores Primeiros Passos
torta de legumes
Ingredientes
Quantidade
Unidade de me-
dida
Valor unitário
Valor total
Farinha de trigo
com fermento
500
g
kg
R$ 1,80
R$ 0,90
Queijo muçarela
100g (1/10 kg)
kg
R$ 11,00
R$ 1,10
Ovo
1 unidade
unidade
R$ 0,20
R$ 0,20
Cenoura
2
unidades
unidade
R$ 0,30
R$ 0,60
Tomate
2
unidades
unidade
R$ 0,15
R$ 0,30
Batata
2
unidades
unidade
R$ 0,15
R$ 0,30
100
g
Azeitona
Kg
R$ 10,00
R$ 1,00
(1/10 kg)
250 ml
Leite
litro
R$ 2,40
R$ 0,60
(1/4 litro)
Total
R$ 5,00
Total com custo de ingredientes da torta de legumes
R$ 5,00
:
Rendimento
10 pedaços de torta
=
Custo de ingredientes por pedaço de torta
R$ 0,50
A partir desses cálculos, e sempre com a ajuda do professor, os alunos organizaram uma tabela com os
custos de cada produto para ficar mais fácil analisar e definir os preços de venda:
Bolo de cenoura
Torta de legumes
Custo total de ingredientes
R$ 3,40
R$ 5,00
Unidade de venda
Pedaço
Pedaço
Rendimento
10 pedaços
10 pedaços
Custo por unidade (pedaço)
R$ 0,34
R$ 0,50
80
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
80
10/09/12
19:33
EnContro 7 ME DÁ UM DInHEIro aÍ! agora vamos Pensar: Se os alunos venderem o
EnContro
7
ME DÁ UM
DInHEIro aÍ!
agora vamos Pensar:
Se os alunos venderem o pedaço de bolo abaixo de R$ 0,34 e o de torta de
legumes abaixo de R$ 0,50 estarão ganhando alguma coisa?
É claro que não, pois estes valores representam o quanto gastaram com os ingredientes que utilizaram.
Então, já sabemos que o preço de venda deverá ser acima destes valores para que consigam recuperar o valor
que gastaram com os ingredientes.
3.2.
A DEFINIÇÃO DO PREÇO DE VENDA
Para definir o preço de venda os alunos do 5º ano da Escola Aprendendo Sempre tomaram como base
algumas informações:
} Os custos dos produtos;
} Os preços que os clientes estão dispostos a pagar.
Eles também fizeram uma pesquisa de preferência do cliente e analisaram tais informações,
como fizemos nos encontros 2 e 3!
} Os preços praticados pela concorrência.
Eles também fizeram uma pesquisa de concorrência e analisaram tais informações, como
fizemos nos encontros 5 e 6!
Analisando as informações com o professor, os alunos definiram os seguintes preços de venda:
Bolo de cenoura
Torta de legumes
Unidade de venda
Pedaço
Pedaço
Preço de venda
R$ 1,00
R$ 1,50
Os alunos decidiram produzir 10 bolos de cenoura e 4 tortas de legumes.
Eles também calcularam outros gastos que terão:
• custos com embalagens, pratinhos, garfinhos e guardanapos
= R$ 20,00.
• custo com aluguel de mesas e cadeiras, utilização de gás e energia
elétrica =
R$ 30,00.
81
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
81
10/09/12
19:33
Jovens empreendedores Primeiros Passos 4. decisão do nosso gruPo agora é com você e seus
Jovens empreendedores Primeiros Passos
4. decisão do nosso gruPo
agora é com você e seus colegas de turma!
Assim como os alunos do exemplo estudado, calculem os preços dos produtos que vocês decidiram elaborar
utilizando o mesmo passo a passo.
O professor irá orientar a atividade.
Depois que o nosso espaço gastronômico for inaugurado, poderemos calcular o resultado financeiro a partir
das vendas que forem realizadas.
}
Custos com ingredientes:
Produto 1:
Ingredientes
Quantidade
Unidade de me-
dida
Valor unitário
Valor total
Total
Total com custo de ingredientes
:
Rendimento
=
Custo de ingredientes por unidade para venda
82
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
82
10/09/12
19:33
EnContro 7 ME DÁ UM DInHEIro aÍ! Produto 2: Ingredientes Quantidade Unidade de me- dida
EnContro
7
ME DÁ UM
DInHEIro aÍ!
Produto 2:
Ingredientes
Quantidade
Unidade de me-
dida
Valor unitário
Valor total
Total
Total com custo de ingredientes
:
Rendimento
=
Custo de ingredientes por unidade para venda
}
Preço de venda
Produto 1
Produto 2
Unidade de venda
Preço de venda
imPortante:
no momento da decisão sobre os Preços, lembrem-se de avaliar:
} os custos dos Produtos;
} os Preços que os clientes estão disPostos a Pagar;
consulte sobre a Pesquisa de Preferência do cliente - encontro 3!
}
os Preços Praticados Pela concorrência.
consulte sobre a Pesquisa de concorrência - encontro 6!
83
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
83
10/09/12
19:33
Jovens empreendedores Primeiros Passos } Decisão de produção: Produto 1 Produto 2 Quantidade a ser
Jovens empreendedores Primeiros Passos
}
Decisão de produção:
Produto 1
Produto 2
Quantidade a ser produzida
}
Outros gastos previstos, além dos ingredientes, para a quantidade definida para produção:
Item
Valor
R$
R$
R$
R$
R$
Total
R$
5. comPortamento emPreendedor
A cada encontro estamos estudando sobre o comportamento empreendedor.
Com o estudo de hoje, percebemos a importância dos registros e dos controles, do trabalho em equipe,
da atenção no momento de planejar e calcular os custos e preço de venda. Quando o empreendedor se dedica
a planejar, avaliar seu planejamento e tomar decisões com base nessas informações, ele corre um risco menor
de errar. Chamamos isso de correr riscos calculados.
Assim, neste encontro, destacamos como comportamentos empreendedores:
• Correr riscos calculados: buscar informações, avaliar e decidir o que for necessário analisando estes
dados.
• Planejamento: manter controle das informações para ajudar na tomada de decisão.
É sempre importante parar para refletir sobre nossa trajetória e aprendizado como jovens empreendedores.
84
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
84
10/09/12
19:33
enconTro 7 Me dÁ uM dinHeiro aÍ! 5.1. QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE O CURSO
enconTro
7
Me dÁ uM
dinHeiro aÍ!
5.1.
QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE O CURSO ATÉ O MOMENTO? POR QUÊ?
5.2.
ESCREVA O QUE VOCÊ MAIS GOSTOU DE APRENDER NO ENCONTRO DE HOJE.
Para saber mais
afinal, o que é que a criança tem a ver com essa conversa sobre dinheiro?
tudo!
A relação que os adultos têm com o dinheiro pode ser reflexo das orientações que receberam na
infância. Quando a criança é bem educada financeiramente, ela tem tudo para ser tornar um adulto
capaz de poupar e gastar com eficiência.
Há pais que querem dar aos filhos tudo o que não tiveram e acabam ensinando à criança que
ela tem direito a tudo o que quiser na vida. Agindo dessa maneira, os pais estão tirando a coisa mais
preciosa, que nunca poderiam tirar de um filho, que é o direito de desejar e conquistar as coisas, e, ao
mesmo tempo, estão alimentando o impulso consumista em seus filhos.
Você precisa se conscientizar sobre a importância e as vantagens da poupança como algo que
pode ajudá-lo na conquista de seus objetivos.
Ajude seus pais a analisarem, durante as compras, as opções que são adequadas ao momento e
que estejam dentro das possibilidades financeiras da família. Não fique pedindo tudo, sem ao menos
saber se realmente precisa daquilo que está pedindo. Pense: “É realmente necessário?" Agindo assim,
você estará expressando seu gosto pessoal dentro da capacidade financeira de sua família e, o que é
melhor, sem entrar em conflitos com seus pais.
Caso você receba algum dinheiro eventualmente, utilize como um treino para o uso de dinheiro e
busque aprender a tomar decisões equilibradas em relação ao consumo de produtos e serviços.
85
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
85
10/09/12
19:33
Jovens empreendedores Primeiros Passos resumindo Neste encontro nos dedicamos a estudar os aspectos financeiros e
Jovens empreendedores Primeiros Passos
resumindo
Neste encontro nos dedicamos a estudar os aspectos financeiros e fazer cálculos sobre os
custos e o preço de venda dos produtos que venderemos em nosso espaço gastronômico. Estamos
seguindo nossa trajetória empreendedora e aprendendo sobre muitas coisas!
86
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
86
10/09/12
19:33
EnContro 7 ME DÁ UM DInHEIro aÍ! 87 SaBorES E CorES 5º ano Livro do
EnContro
7
ME DÁ UM
DInHEIro aÍ!
87
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
87
10/09/12
19:33
Jovens empreendedores Primeiros Passos Propaganda é a alma do negócio! Você já deve ter ouvido
Jovens empreendedores Primeiros Passos
Propaganda é a alma do
negócio!
Você já deve ter ouvido falar que a propaganda é alma do negócio e
geladeira para esquimó.
que o bom vendedor vende até
Isso quer dizer que, como jovens empreendedores, precisamos pensar em como faremos a divulgação do
espaço gastronômico que estamos montando. A propaganda que faremos deverá mostrar aos clientes como
será bom para eles comprarem nossos produtos.
^
vamos definir como faremos a ProPaganda do esPaço gastronômico!
88
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
88
10/09/12
19:33
enconTro 8 ProPaGanda É a aLMa do neGÓcio! atividades 1. ProPaganda é a alma do
enconTro
8
ProPaGanda É a
aLMa do neGÓcio!
atividades
1. ProPaganda é a alma do negócio
1.1. AO PASSAR PELOS CORREDORES DE UM SUPERMERCADO OU PELAS VITRINES DE LOJAS VOCÊ TEM
VONTADE DE COMPRAR MUITAS COISAS?
1.2.
SERÁ QUE REALMENTE PRECISA COMPRAR TUDO QUE SENTE VONTADE DE COMPRAR?
1.3. O QUE SERÁ QUE INTERFERE PARA QUE NÓS E TAMBÉM OUTRAS PESSOAS SINTAM VONTADE DE
COMPRAR TANTAS COISAS, ÀS VEZES COISAS QUE NEM PRECISAMOS?
1.4.
O QUE VOCÊ ENTENDE POR PROPAGANDA?
89
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
89
10/09/12
19:33
Jovens empreendedores Primeiros Passos 1.5. QUAIS AS FORMAS DE PROPAGANDA QUE VOCÊ CONHECE? 1.6. VAMOS
Jovens empreendedores Primeiros Passos
1.5.
QUAIS AS FORMAS DE PROPAGANDA QUE VOCÊ CONHECE?
1.6.
VAMOS LER O TEXTO.
Quando Pero Vaz de Caminha escreveu a primeira carta ao Rei de Portugal, D. Manuel, no dia 1º de
maio de 1500, falando das maravilhas deste país, nascia no Brasil a primeira propaganda.
Mascates, ambulantes e tropeiros foram os primeiros vendedores, pioneiros das vendas. Com chuva e
sol, calor, subindo rios e montanhas, atravessando matas, de barco ou em lombo de mulas, a mercadoria era
entregue nas mãos do freguês. Naquela época ninguém era cliente, era freguês mesmo.
Depois vieram os jornais, as revistas, os cartazes, até que o rádio viria revolucionar a propaganda no
Brasil. As novelas, programas de auditório e os jingles contribuiram para a divulgação e a venda de produ-
tos e serviços.
As revistas no Brasil foram e ainda são grandes veículos de comunicação.
A televisão tornou a propaganda mais eficaz. As ideias são as mais diversas, indo da tragédia ao humor
às mensagens reflexivas, atingindo todas as idades e classes sociais.
E, por fim, a internet e o celular são os veículos mais atuais de propaganda. Por meio deles recebemos
e-mails, mensagens etc. Tudo para divulgar, anunciar e vender produtos, serviços e ideias.
Vale refletir sobre a ética da propaganda, de forma a não lesar os consumidores e de manter uma con-
corrência saudável entre as empresas, além de considerar valores de cidadania e sustentabilidade.
A propaganda é uma ação de marketing.
Marketing pode ser entendido como o conjunto das ações definidas para que seja comunicada uma
ideia e vendido um produto ou serviço, buscando atrair e satisfazer os clientes.
Fazer cartazes para divulgar alguma coisa, fazer uma promoção, oferecer um brinde aos clientes, deixar
as pessoas experimentarem os produtos no espaço gastronômico, no nosso caso, são exemplos de ações de
marketing.
90
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
90
10/09/12
19:33
EnContro 8 ProPaGanDa É a aLMa Do nEGÓCIo! este é o grande mundo da ProPaganda,
EnContro
8
ProPaGanDa É a
aLMa Do nEGÓCIo!
este é o grande mundo da ProPaganda, um mundo de
criatividade, ideias e comunicação!
2. Praticando a ProPaganda
AGoRA VAMoS ExERCITAR UM PoUQUINho NoSSo LADo DE DESENVoLVEDoRES DE
PRoPAGANDAS!
o PRoFESSoR VAI PRoPoR UMA ATIVIDADE MUITo LEGAL.
USE E AbUSE DE SUA CRIATIVIDADE E CoMUNICAção!
boM TRAbALho!
91
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
91
10/09/12
19:33
Jovens empreendedores Primeiros Passos 3. Plano de negócios Neste encontro, o plano de negócios vai
Jovens empreendedores Primeiros Passos
3. Plano de negócios
Neste encontro, o plano de negócios vai abordar as ações de propaganda e marketing para divulgação
do negócio.
Maneiras de comercializar um produto
A palavra comercializar vem de comércio, que quer dizer troca, compra e venda de mercadorias e valores.
Os empreendedores têm várias formas de comercializar seus produtos.
Duas delas são:
1. Exposição em lojas: os produtos ficam expostos na vitrine e dentro da loja para que os clientes
possam escolher e comprar conforme a sua necessidade.
2. Vendas porta a porta: neste caso, em vez de o cliente ir atrás do produto, é o produto que vai à
casa do cliente. Exemplos: carrinho de sorvete que circula pela cidade, vendedor de vassouras etc. As
companhias de gás são também exemplos de empresas que vendem dessa forma – aliás, é a maneira
mais prática de vender gás.
NO NOSSO ESPAÇO GASTRONôMICO A VENDA SERÁ DE FORMA EXPOSITIVA,
OU SEJA, MONTAREMOS NOSSO NEGÓCIO, DIVULGAREMOS AOS CLIENTES E
VENDEREMOS NOSSOS PRODUTOS.
Embalagem
Um dos aspectos que chamam a atenção do cliente e interfere na sua decisão de compra é a embalagem
dos produtos.
Para muitos consumidores a embalagem é tão importante quanto o produto em si.
Por isso, a embalagem precisa ser bem estudada e elaborada de acordo com o produto, as possibilidades
da empresa e o que o cliente espera, é claro.
Já sabemos os produtos que faremos para venda em nosso espaço gastronômico.
Quando falamos em alimentação, a embalagem requer um cuidado ainda maior, afinal estamos lidando
com algo que as pessoas irão ingerir.
Converse com o professor e com seus colegas sobre as embalagens dos produtos. Anote o que ainda for
necessário providenciar.
92
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
92
10/09/12
19:33
enconTro 8 ProPaGanda É a aLMa do neGÓcio! Falando com o cliente Todo dia, ao
enconTro
8
ProPaGanda É a
aLMa do neGÓcio!
Falando com o cliente
Todo dia, ao ouvir o rádio ou assistir televisão, o que temos entre uma música e
outra ou entre um programa e outro?
Se você pensou na palavra propaganda, acertou!
Entre uma e outra reportagem em jornais e revistas, também temos propaganda e enquanto andamos
pelas ruas de nossa cidade, vemos cartazes e faixas de propaganda.
E
por que a propaganda é tão importante para o empreendedor?
Simplesmente porque é a melhor forma de ele conseguir comunicar-se com o cliente.
O
objetivo da propaganda é anunciar um produto ou serviço e informar aos possíveis clientes suas van-
tagens e onde poderá ser encontrado para que os clientes o comprem para atender as suas necessidades.
4. decisão do nosso gruPo
Como divulgar nossos produtos?
Chegou a hora de pensar em como e para quem divulgaremos nosso espaço gastronômico e, consequen-
temente, os produtos a serem vendidos.
Lembre-se de que as pessoas que pretendemos atingir com a divulgação são aquelas que frequentam
a escola e para elas um meio de propaganda eficaz pode ser utilizar cartazes, panfletos e convites a serem
confeccionados e distribuídos.
Mas atenção para o local onde serão afixados os cartazes: não adiantará nada colocá-los escondidos.
Lembre-se: antes de afixar cartazes pela escola é conveniente solicitar, por escrito, autorização na secretaria
da escola.
Mais um lembrete: para elaborar o material de divulgação do nosso espaço gastronômico reutilize pa-
péis ou use papel reciclado, pois assim estará contribuindo com o meio ambiente.
93
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
93
10/09/12
19:33
Jovens empreendedores Primeiros Passos 4.1. CONVERSE COM SEUS COLEGAS DE TURMA E COM O PROFESSOR
Jovens empreendedores Primeiros Passos
4.1.
CONVERSE COM SEUS COLEGAS DE TURMA E COM O PROFESSOR E DECIDAM:
o que faremos para divulgar o espaço gastronômico?
Que frases podem ser colocadas nos cartazes para despertar o interesse dos clientes?
Que desenhos ou cores utilizar para escrever o nome do espaço gastronômico e chamar a atenção dos
possíveis clientes?
Defina informações importantes que precisam estar nos cartazes e convites:
Data de inauguração:
Horário de funcionamento:
Local:
agora, trabalho em equiPe e mãos À obra!
vamos elaborar a camPanha de divulgação do esPaço gastronômico.
caPriche e bom trabalho!
94
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
94
10/09/12
19:34
EnContro 8 ProPaGanDa É a aLMa Do nEGÓCIo! 5. comPortamento emPreendedor Neste encontro ficou fácil
EnContro
8
ProPaGanDa É a
aLMa Do nEGÓCIo!
5. comPortamento emPreendedor
Neste encontro ficou fácil definir que comportamentos empreendedores foram presentes em todo mo-
mento, não é mesmo?
• Exercitamos e fortalecemos:
• Comunicação: para transmitir suas ideias ao cliente de forma clara e objetiva.
• Criatividade: para produzir soluções viáveis, econômicas e eficientes para resolver os problemas de
divulgação e realizar vendas.
• Energia: muito pique para envolver todos os colegas nessa tarefa.
• Iniciativa: não deixar para depois o que deve ser feito.
• Integridade: para não fazer propagandas enganosas, iludindo o cliente e afastando-os.
• Persuasão: para convencer os consumidores com bons argumentos e boa apresentação.
• Relacionamento interpessoal: para facilitar a comunicação com as pessoas. Nesse caso muitos fato-
res têm interferência, tais como: roupas, higiene, cabelos, postura, tom de voz, dentre outros.
95
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
95
10/09/12
19:34
Jovens empreendedores Primeiros Passos 5.1. PENSE E GRIFE, NA RELAÇÃO ACIMA, O COMPORTAMENTO QUE VOCÊ
Jovens empreendedores Primeiros Passos
5.1. PENSE E GRIFE, NA RELAÇÃO ACIMA, O COMPORTAMENTO QUE VOCÊ ACREDITA QUE MAIS PRECISA
FORTALECER EM SUA CONDUTA COMO UM JOVEM EMPREENDEDOR. O QUE FARÁ PARA FORTALECER
ESTE COMPORTAMENTO?
PARA SAbER MAIS
VAMOS REFLETIR SOBRE CONSUMO CONSCIENTE.
96
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
96
10/09/12
19:34
EnContro 8 ProPaGanDa É a aLMa Do nEGÓCIo! Nós precisamos comprar tantas coisas como compramos
EnContro
8
ProPaGanDa É a
aLMa Do nEGÓCIo!
Nós precisamos comprar tantas coisas como compramos hoje em dia? Pense nisso! Precisamos de um
tênis novo a cada mês? Precisamos ter várias roupas, às vezes que nem usamos? Será que as pessoas preci-
sam trocar de celular a todo momento, como é frequente hoje em dia? Aí é que está a questão: devemos saber
distinguir aquilo que necessitamos daquilo que desejamos ter. E ir mais além, refletir o porquê de desejarmos
tantas coisas!
Às vezes gastamos todo o nosso dinheiro ou pedimos tanta coisa e até mesmo acontece de fazermos
uma compra em muitas prestações só para termos o último lançamento de determinado aparelho eletrônico,
por exemplo. Parece que essa falsa necessidade de comprar nunca tem fim, pois sempre vamos desejar algo
que não temos e desvalorizar aquilo que já temos em prol de uma nova compra.
Por isso, devemos parar e pensar antes de consumir e não comprar por impulso. Devemos valorizar e
saber utilizar o dinheiro que recebemos como mesada, semanada ou em outras situações em nosso favor e
não gastar tudo de uma vez. Da mesma forma devemos valorizar o dinheiro dos nossos pais ou responsáveis,
que muitas vezes é investido em coisas que solicitamos. Devemos planejar nossos gastos para não criarmos
dívidas que sejam difíceis de serem pagas futuramente. Precisamos agir com autonomia e independência
de forma que possamos saber quais gastos temos previstos no cotidiano (lanche, cinema, passeios) e quais
podem surgir e não estarem previstos anteriormente.
Além do mais, precisamos pensar que para cada coisa que compramos, produzimos excesso de lixo. Por
exemplo, a cada novo aparelho celular comprado, joga-se o celular velho fora ou é dado para alguém, mas
este alguém provavelmente já tinha outro celular e aí a história recomeça. Resultado: mais uma bateria de
97
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
97
10/09/12
19:34
Jovens empreendedores Primeiros Passos celular, altamente nociva para o meio ambiente, corre o risco de
Jovens empreendedores Primeiros Passos
celular, altamente nociva para o meio ambiente, corre o risco de não ser depositada na coleta de reciclagem
oferecida pelas empresas responsáveis e ir para o lixo comum. Isso sem falar nas embalagens de tudo aquilo
que compramos: plásticos e papéis viram lixo e mais lixo!
Consumir de forma consciente é saber diferenciar uma compra necessária ou uma compra para suprir
um desejo específico de várias compras por impulso; é saber que tudo que se compra tem um impacto so-
cial e ambiental. Assim, a partir deste momento, amplie seus pensamentos e consuma diferente, consuma
consciente!
resumindo
Hoje trabalhamos para desenvolver a propaganda do nosso espaço gastronômico. Aprende-
mos que a propaganda é um meio de comunicação para conquistar os clientes e mostrar a eles as
vantagens de comprar os produtos que venderemos. Refletimos sobre consumo consciente. Esta-
mos, a cada dia do curso, fortalecendo comportamentos relacionados aos empreendedores, como a
criatividade e a comunicação.
98
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
98
10/09/12
19:34
EnContro 8 ProPaGanDa É a aLMa Do nEGÓCIo! 99 SaBorES E CorES 5º ano Livro
EnContro
8
ProPaGanDa É a
aLMa Do nEGÓCIo!
99
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
99
10/09/12
19:34
Jovens empreendedores Primeiros Passos um é pouco, dois é bom, três é ótimo e sete
Jovens empreendedores Primeiros Passos
um é pouco, dois é bom,
três é ótimo e sete é
extraordinário!
Faz muito tempo que as pessoas sabem que trabalhar em equipe é algo importante.
Neste encontro vamos organizar e dividir as tarefas, definindo as responsabilidades de cada um.
lá vamos nós!
100
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
100
10/09/12
19:34
enconTro 9 uM É Pouco, dois É boM, TrÊs É ÓTiMo e seTe É eXTraordinÁrio!
enconTro
9
uM É Pouco, dois
É boM, TrÊs É
ÓTiMo e seTe É
eXTraordinÁrio!
atividades
1. os sete anÕes e as equiPes
1.1. O QUE VOCÊ CONHECE SOBRE A HISTÓRIA DA BRANCA DE NEVE E OS SETE ANõES? DESCREVA
RESUMIDAMENTE.
1.2.
QUAIS OS NOMES DOS SETE ANõES?
1.3.
VAMOS LER O TEXTO.
oS SETE ANÕES
Atchim é alérgico a praticamente tudo e espirra muitas vezes. Uma característica marcante é o seu
comprometimento com os seus colegas.
O
Dengoso é super tímido. Mesmo ficando vermelho de vergonha em muitas situações, ele adora uma boa
diversão e está sempre disposto para qualquer parada!
o Dunga, embora não fale nenhuma palavra, sempre dá um jeito de ser notado. Seus olhos estão sem-
pre atentos a tudo o que acontece à sua volta.
E
Já o Feliz tem os olhos brilhantes e um largo sorriso. Ele vê o lado positivo da vida e está sempre alegrando
os demais anões, colocando-os para cima.
101
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
101
10/09/12
19:34
Jovens empreendedores Primeiros Passos O Mestre, na maioria das vezes, é o líder do grupo.
Jovens empreendedores Primeiros Passos
O
Mestre, na maioria das vezes, é o líder do grupo. Às vezes se confunde com as palavras na hora de
orientar o grupo, mas sempre sabe o que diz.
o Soneca gosta de cochilar, mas sempre consegue abrir os olhos quando alguma coisa interessante
vai acontecer.
E
Zangado geralmente parece estar de mau humor e é muito sério. Apesar disso, tem um lado senti-
mental e costuma preocupar-se com o grupo.
O
lembre:
apesar de cada um dos anões ter uma personalidade
diferente, todos trabalhavam unidos na mina, pois tinham
um objetivo comum que era realizado por meio do trabalho.
da mesma forma, cada um de seus colegas de turma
tem uma personalidade diferente e vocês podem trabalhar
ainda mais unidos pelo sucesso do espaço gastronômico
da turma do 5 0 ano!
102
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
102
10/09/12
19:34
enconTro 9 uM É Pouco, dois É boM, TrÊs É ÓTiMo e seTe É eXTraordinÁrio!
enconTro
9
uM É Pouco, dois
É boM, TrÊs É
ÓTiMo e seTe É
eXTraordinÁrio!
1.4.
REESCREVA O TEXTO ABAIXO SUBSTITUINDO A LETRA X PELA LETRA COR-
RETA, QUANDO NECESSÁRIO:
SoU IMPoRTANTE PARA MINhA EQUIPE?
"O txclado dx mxu computador funciona bxm, com xxcxção dx uma só txcla, qux parxcx fazxr grandx di-
fxrxnça.
Como as txclas do mxu txclado, basta qux apxnas um intxgrantx dx uma xquipx não colaborx para a di-
fxrxnça sxr bastantx grandx.
Vamos tomar cuidado para qux nossa xquipx não sxja como xssx txclado x qux todos os sxus intxgrantxs
participxm como dxvxm.”
Para qux uma xquipx trabalhx bxm, xla prxcisa da participação dx todos os sxus intxgrantxs, sxm xxcxção.
Sxmprx qux vocx pxnsar qux não prxcisam dx vocx, lxmbrx-sx do xxxmplo do txclado x diga a si mxsmo:
“SoU UMA TxCLA IMPoRTANTx NA MINhA xQUIPx. MxU TRAbALho x CoNTRIbUIção São MAIS
NxCxSSÁRIoS Do QUx PxNSo”.
103
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
103
10/09/12
19:34
Jovens empreendedores Primeiros Passos VoCÊ É IMPoRTANTE PARA SUA EQUIPE! 2. momento do jogo O
Jovens empreendedores Primeiros Passos
VoCÊ É IMPoRTANTE
PARA SUA EQUIPE!
2. momento do jogo
O professor vai propor um jogo bastante interessante para desenvolver a capacidade de trabalhar em
equipe, valorizando a participação de cada pessoa.
Preste atenção nas informações e aproveite para se divertir.
104
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
104
10/09/12
19:34
enconTro 9 uM É Pouco, dois É boM, TrÊs É ÓTiMo e seTe É eXTraordinÁrio!
enconTro
9
uM É Pouco, dois
É boM, TrÊs É
ÓTiMo e seTe É
eXTraordinÁrio!
3. Plano de negócios
Na reta final do nosso plano de negócios vamos nos organizar e distribuir as tarefas
empresa.
entre o pessoal da
Já vimos como é importante a colaboração e responsabilidade de todos!
Precisamos nos organizar, pois temos muito trabalho a fazer.
3.1. PRIMEIRO, VAMOS FAZER UMA CONFERÊNCIA E NOS ORGANIZAR PARA VER O QUE ESTÁ FALTANDO
FAZER NESTA RETA FINAL.
Leia e converse com o professor e com seus colegas de turma para responder as seguintes questões:
}
Já temos tudo que precisamos para organizar o espaço gastronômico? Se estiver faltando algo,
liste.
}
Em que horário chegaremos para a arrumação do espaço, caso isso ainda não tenha sido feito?
}
Os convites já foram distribuídos? Os cartazes já foram colados?
105
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
105
10/09/12
19:34
Jovens empreendedores Primeiros Passos } Como nos organizaremos para fazer a produção dos alimentos? Local:
Jovens empreendedores Primeiros Passos
}
Como nos organizaremos para fazer a produção dos alimentos?
Local:
Horário (s):
Data (s):
}
Vamos definir responsabilidades e organizar o trabalho da equipe:
Podemos formar equipes para diferentes atividades, por exemplo:
• Equipes para arrumar e organizar o espaço gastronômico (venda);
• Equipes para atender os clientes e vender os produtos;
• Equipes para a produção dos alimentos, dividindo as tarefas:
- organizar ingredientes;
- produzir;
- embalar e etiquetar;
• Equipe de apoio para manter a limpeza e higiene na produção e no espaço de venda;
• Equipes para ajudar no controle de caixa do espaço gastronômico.
Definam as equipes de trabalho e as responsabilidades, conforme o que ainda precisa ser feito.
Equipe para:
Nome
O que deve fazer
Quando
106
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
106
10/09/12
19:34
EnContro 9 UM É PoUCo, DoIS É BoM, trÊS É ÓtIMo E SEtE É EXtraorDInÁrIo!
EnContro
9
UM É PoUCo, DoIS
É BoM, trÊS É
ÓtIMo E SEtE É
EXtraorDInÁrIo!
Equipe para:
Nome
O
que deve fazer
Quando
Equipe para:
Nome
O
que deve fazer
Quando
Equipe para:
Nome
O
que deve fazer
Quando
Equipe para:
Nome
O
que deve fazer
Quando
107
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
107
10/09/12
19:34
Jovens empreendedores Primeiros Passos lembre-se de que todas as atividades devem ser realizadas com o
Jovens empreendedores Primeiros Passos
lembre-se de que todas as atividades devem ser realizadas com o
acomPanhamento do Professor ou outro resPonsável da escola!
Para saber mais
Como posso colaborar com o trabalho de minha equipe?
• Ajudando na organização: ao organizar seu material, o trabalho em equipe fica mais fácil e
agradável, uma vez que a ordem promove maior aproveitamento do espaço, ajudando-nos a
produzir com melhor qualidade. Lembre-se também de que a organização não é necessária
só durante o trabalho. Ao término deste, todo o material deverá ser guardado da mesma
forma como foi encontrado antes de começar. Assim você estará economizando tempo.
• Cuidando para não haver desperdício de material: desperdiçar material é gastar dinheiro
sem receber por isso. Portanto, evite desperdiçar.
• Trabalhando com atenção: ninguém quer que você, enquanto trabalha, pareça uma “mú-
mia” No entanto, muita gente falando ao mesmo tempo faz um barulhão danado, não é
mesmo? Assim, para que todos trabalhem em um ambiente agradável, procure falar baixo e
quando necessário. Se já tiver terminado seu trabalho, em vez de ficar batendo papo, que tal
oferecer ajuda a um colega? Um aparelho de som com músicas agradáveis também ajuda a
descontrair o ambiente, mas nada de som “da pesada”. Especial atenção quando manusear-
mos alimentos, pois não devemos ficar falando durante esta ação, de maneira a evitar que
saliva ou outros fluidos caiam em cima dos alimentos.
• Ajudando a manter limpo o local de trabalho: lembre-se sempre de que a limpeza do local
de trabalho é responsabilidade de todos. Portanto, nada de ficar falando ou pensando: “Mas
eu não sou faxineiro, então não vou limpar” Certamente ninguém vai ficar derrubando mate-
rial pelo chão porque acha isso “legal” Então, se você encontrar sujeira, limpe-a e lembre que
o mais importante não é procurar saber quem sujou ou quem vai limpar, mas fazer o possível
para não sujar!
as equiPes estão definidas e organizadas, as resPonsabilidades estão
comPartilhadas e a colaboração Precisa estar Presente em todos os
momentos desta atividade emPreendedora!
108
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
108
10/09/12
19:34
EnContro 9 UM É PoUCo, DoIS É BoM, trÊS É ÓtIMo E SEtE É EXtraorDInÁrIo!
EnContro
9
UM É PoUCo, DoIS
É BoM, trÊS É
ÓtIMo E SEtE É
EXtraorDInÁrIo!
4. comPortamento emPreendedor
Está na hora de usarmos um pouco de tudo que estudamos sobre o comportamento empreendedor para
colocar em prática nosso planejamento e alcançar o objetivo de fazer o espaço gastronômico acontecer.
Em especial é o momento de acreditar no potencial de cada um de nós para esta realização empreendedora!
4.1.
VAMOS LER E REFLETIR:
o feixe de varas
(Baseado na fábula “O velho e seu três filhos”, de La Fontaine)
Um velhinho, no leito de morte, chamou os três filhos, que não se entendiam e viviam brigando
entre si, e deu a eles um feixe de varas, dizendo:
Aquele de vocês que conseguir quebrar este feixe de varas herdará toda a minha fortuna.
Os três tentaram e nenhum conseguiu.
Pacientemente, o ancião desatou o laço que unia as varas que formavam o feixe e as foi quebran-
do, uma a uma. Disse-lhes:
Se vocês se mantiverem unidos, como este feixe de varas, serão invencíveis, ninguém poderá
derrotá-los. Porém, se derem lugar às desavenças, aos desentendimentos e vierem um dia a se sepa-
rar, vocês se tornarão frágeis como as varas que foram quebradas.
O velhinho morreu e os irmãos permaneceram unidos. Enquanto estiveram unidos, foram fortes,
ninguém conseguiu derrotá-los.
Mas, em pouco tempo, as desavenças e os desentendimentos começaram a aparecer. Chegaram
a tal ponto que eles acharam melhor dividir os bens herdados e cada um seguir o seu rumo.
Não demorou muito, o primeiro irmão faliu. Logo em seguida o segundo irmão também passou
por problemas e faliu. Mais tarde, o terceiro irmão infelizmente faliu também.
Nesse momento, eles se deram conta de que o velho pai tinha razão. Eles perderam tudo por não
permanecerem unidos.
Essa história é só para ilustrar a importância de se trabalhar em união como uma verdadeira equipe.
Se vocês se mantiverem unidos como um feixe de varas, o espaço gastronômico será um sucesso!
Vocês devem conversar sobre os problemas que ocorrerem de forma bastante clara, sempre verificando
o que é melhor para todos.
Enfim, é o momento de unir esforços e de dedicação!
109
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
109
10/09/12
19:34
Jovens empreendedores Primeiros Passos resumindo A inauguração do espaço gastronômico está próxima! Conferimos o
Jovens empreendedores Primeiros Passos
resumindo
A inauguração do espaço gastronômico está próxima! Conferimos o que ainda é preciso fazer
e dividimos as tarefas entre a equipe. Respeitando cada um, trabalharemos em equipe para al-
cançar nosso objetivo de ter sucesso nesta atividade empreendedora.
AGoRA É PRA VALER!
VAMoS NoS DEDICAR EM PRoDUZIR NoSSoS
ALIMENToS E FAZER TUDo MAIS o QUE FoR
NECESSÁRIo PARA INAUGURAR o ESPAço
GASTRoNoMICo.
NoSSo SUCESSo DEPENDE DA
PARTICIPAção EFETIVA DE ToDoS.
ACoMPANhE ATENTAMENTE AS
oRIENTAçÕES Do PRoFESSoR!
110
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
110
10/09/12
19:34
EnContro 9 UM É PoUCo, DoIS É BoM, trÊS É ÓtIMo E SEtE É EXtraorDInÁrIo!
EnContro
9
UM É PoUCo, DoIS
É BoM, trÊS É
ÓtIMo E SEtE É
EXtraorDInÁrIo!
111
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
111
10/09/12
19:34
Jovens empreendedores Primeiros Passos dia da inauguração! 112 JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd 112 10/09/12 19:34
Jovens empreendedores Primeiros Passos
dia da inauguração!
112
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
112
10/09/12
19:34
enconTro 10 dia da inauGuraÇÃo! Hoje é um dia muito esperado por todos nós, pois
enconTro
10
dia da
inauGuraÇÃo!
Hoje é um dia muito esperado por todos nós, pois faremos a inauguração
do nosso espaço gastronômico!
Tudo aquilo que planejamos e criamos até aqui será compartilhado com as pessoas que visitarão e de-
gustarão nossos produtos deliciosos!
Devemos nos lembrar dos comportamentos empreendedores e colocá-los em prática, além, é claro, de
lembrar que somos uma equipe unida!
Antes de iniciar as atividades, reflita e responda a seguinte questão.
Você sabe o que fazer se alguma situação difícil surgir durante a inauguração do nosso espaço gastronô-
mico? Marque sua opinião (pode ser mais de uma opção) e depois converse com os colegas:
(
) devo ficar triste e não participar mais;
(
) devo ser persistente e encontrar uma solução para contornar o problema;
(
) devo procurar auxílio dos meus colegas e do professor sempre que for preciso;
(
) devo ignorar a situação e não procurar resolvê-la;
(
) devo aprender com a situação difícil e buscar melhorar cada vez mais.
bom trabalho a todos!
aPós a inauguração, registre no esPaço abaixo
como foi esta exPeriência:
113
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
113
10/09/12
19:34
Jovens empreendedores Primeiros Passos fechando um ciclo e iniciando outro chegamos ao nosso Último encontro.
Jovens empreendedores Primeiros Passos
fechando um ciclo e
iniciando outro
chegamos ao nosso Último encontro. é hora de avaliarmos nosso trabalho até aqui e,
como semPre, aPrender um Pouco mais.
114
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
114
10/09/12
19:34
enconTro 11 FecHando uM cicLo e iniciando ouTro atividades 1. avaliando nossas açÕes Avaliar é
enconTro
11
FecHando uM
cicLo e iniciando
ouTro
atividades
1. avaliando nossas açÕes
Avaliar é um dos níveis mais altos do desenvolvimento humano.
Vamos agora fazer uma avaliação da nossa trajetória nos 11 encontros para podermos:
1. Compreender melhor o que foi vivido e aproveitar, de forma mais eficaz, o que foi aprendido.
2. Aprender a expressar nossos pontos de vista e avaliar a participação no curso e na atividade empre-
endedora que foi desenvolvida.
A avaliação, de fato, é muito mais voltada para o futuro do que para o passado, pois é por meio dela que
tomamos consciência de nossos erros e acertos e tornamo-nos mais capazes para ações futuras.
Em equipe, reflitam e respondam as seguintes questões.
1.1.
VOCÊS CONSEGUIRAM ATINGIR OS OBJETIVOS ESTABELECIDOS NO INÍCIO DO TRABALHO? COMO?
1.2.
COMO VOCÊS DEFINIRIAM O CLIMA DE TRABALHO NA EQUIPE:
Amistoso ou hostil?
Descontraído ou tenso?
Dinâmico ou chato?
Por que vocês acham que foi assim?
115
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
115
10/09/12
19:34
Jovens empreendedores Primeiros Passos 1.3. COMO SE DEU O FUNCIONAMENTO DA EQUIPE QUANTO À: Divisão
Jovens empreendedores Primeiros Passos
1.3.
COMO SE DEU O FUNCIONAMENTO DA EQUIPE QUANTO À:
Divisão de tarefas?
Participação de cada um?
Por que acham que funcionou assim?
1.4. VOCÊS ACHAM QUE, TERMINADO ESTE TRABALHO, VOCÊS ADQUIRIRAM:
Novos conhecimentos? Quais?
Mais conhecimento de si mesmos? Por quê?
116
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
116
10/09/12
19:35
enconTro 11 FecHando uM cicLo e iniciando ouTro Maior confiança no que são capazes de
enconTro
11
FecHando uM
cicLo e iniciando
ouTro
Maior confiança no que são capazes de realizar? Por quê?
1.5.
DE MODO GERAL, VOCÊS CONSIDERAM QUE AS INFORMAÇõES RECEBIDAS NO CURSO PODERÃO SER
APROVEITADAS NO FUTURO? POR QUE E DE QUE FORMA?
1.6.
VOCÊS GOSTARIAM DE REPETIR ESSA EXPERIÊNCIA? CITEM TRÊS RAZõES PARA A RESPOSTA.
2. Plano de negócios
Neste último encontro do curso Jovens Empreendedores Primeiros Passos para o 5º ano, vamos avaliar
os resultados da nossa experiência no espaço gastronômico.
2.1.
O QUE VOCÊ RESSALTA DE MAIS SIGNIFICATIVO NA EXPERIÊNCIA DE PLANEJAR E MONTAR O ESPAÇO
GASTRONôMICO?
117
sabores e cores 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
117
10/09/12
19:35
Jovens empreendedores Primeiros Passos 2.2. O QUE VOCÊ DIRIA QUE PODERIA TER ACONTECIDO DE OUTRA
Jovens empreendedores Primeiros Passos
2.2.
O QUE VOCÊ DIRIA QUE PODERIA TER ACONTECIDO DE OUTRA FORMA? POR QUÊ?
2.3.
AVALIAR OS RESULTADOS FINANCEIROS.
Você se lembra do caso da Escola Aprendendo Sempre?
Veja como os alunos calcularam e avaliaram seus resultados financeiros.
No espaço gastronômico da turma do 5º ano da Escola Aprendendo Sempre foram vendidas as seguintes
quantidades de produtos. Ajude-os a calcular o total arrecadado com as vendas de cada produto.
Total por
Produto
Quantidade vendida
Preço de venda
produto
Bolo de cenoura
100 pedaços
x
R$ 1,00
= R$
Torta de legumes
40 pedaços
x
R$ 1,50
= R$
Os alunos ficaram felizes com o trabalho realizado e sabiam que era a hora de calcular o quanto arreca-
daram e o quanto gastaram.
Qual foi o total arrecadado com as vendas de todos os produtos?
Produto
Total arrecadado com a venda dos produtos
Bolo de cenoura
R$
+
Torta de legumes
R$
=
Total
R$
118
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
118
10/09/12
19:35
EnContro 11 FECHanDo UM CICLo E InICIanDo oUtro Este total de dinheiro já é lucro?
EnContro
11
FECHanDo UM
CICLo E InICIanDo
oUtro
Este total de dinheiro já é lucro?
( ) Sim
(
)
Não
Se você respondeu que não, acertou! É preciso subtrair deste valor arrecadado pelas vendas dos produtos
o custo com os ingredientes e outros gastos. O custo com ingredientes deu um total de R$ 54,00. Os custos
com embalagens, pratinhos, garfinhos e guardanapos somaram R$ 20,00. Eles também tiveram um custo
com aluguel de mesas e cadeiras, utilização de gás e energia elétrica que somou R$ 30,00.
Calcule o total de custos do espaço gastronômico da turma do 5º ano da Escola Aprendendo Sempre.
Custos com ingredientes
R$
+
Custos com embalagens
R$
+
Outros custos
R$
=
Total custos
R$
Para saber se o resultado financeiro do espaço gastronômico da turma do 5º ano da Escola Aprendendo
Sempre é preciso calcular:
Total arrecadado com as vendas
R$
-
Total de custos
R$
=
Resultado financeiro
R$
Como já sabemos, sempre que o resultado financeiro for positivo, conquistou-se lucro. Quando este re-
sultado for negativo, houve prejuízo.
Os alunos do 5º ano da Escola Aprendendo Sempre ficaram felizes com o lucro que conquistaram e de-
cidiram doar o dinheiro para a compra de livros da biblioteca da escola!
119
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
119
10/09/12
19:35
Jovens empreendedores Primeiros Passos AGoRA É A VEZ DA SUA TURMA! Qual foi a quantidade
Jovens empreendedores Primeiros Passos
AGoRA É A VEZ DA SUA TURMA!
Qual foi a quantidade de produtos vendidos e os valores arrecadados com as vendas de cada um deles?
Total por
Produto
Quantidade vendida
Preço de venda
produto
x
R$
= R$
x
R$
= R$
x
R$
= R$
x
R$
= R$
Qual foi o total arrecadado com as vendas de todos os produtos?
Produto
Total arrecadado com a venda dos produtos
R$
+
R$
+
R$
+
R$
=
Total
R$
120
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
120
10/09/12
19:35
EnContro 11 FECHanDo UM CICLo E InICIanDo oUtro Qual foi o total de custos do
EnContro
11
FECHanDo UM
CICLo E InICIanDo
oUtro
Qual foi o total de custos do espaço gastronômico da turma do 5º ano?
Custos com ingredientes
R$
+
Custos com embalagens
R$
+
Outros custos
R$
=
Total de custos
R$
Qual foi o resultado financeiro conquistado?
Total arrecadado com as vendas
R$
-
Total de custos
R$
=
Resultado financeiro
R$
Tivemos:
(
) Lucro de R$
(
) Prejuízo de R$
121
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
121
10/09/12
19:35
Jovens empreendedores Primeiros Passos O que faremos a partir dos resultados que alcançamos? PARA SAbER
Jovens empreendedores Primeiros Passos
O que faremos a partir dos resultados que alcançamos?
PARA SAbER MAIS
o SERVIço PÓS-VENDA
“Nunca foi tão importante manter um bom relacionamento com os clientes
como atualmente."
Manter um cliente hoje em dia exige muito jogo de cintura. A qualidade, o bom
atendimento e o cumprimento de prazos são cada vez mais valorizados.
Um dos fatores mais valorizados pelos clientes é o serviço pós-venda.
O serviço pós-venda consiste em manter contato com o cliente para verificar se
ele está satisfeito com a compra realizada, para ouvir suas sugestões e opiniões sobre
o produto, o serviço, o atendimento recebido. Enfim, é manter o canal de comunicação
sempre aberto com o cliente para favorecer um bom relacionamento e para valorizar
suas contribuições.
Manter um bom relacionamento com os clientes é, hoje em dia, um fundamento
básico no mundo dos negócios, pois colabora para que estas pessoas continuem sendo
clientes da empresa.
122
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
122
10/09/12
19:35
EnContro 11 FECHanDo UM CICLo E InICIanDo oUtro 3. momento do jogo o Professor vai
EnContro
11
FECHanDo UM
CICLo E InICIanDo
oUtro
3. momento do jogo
o Professor vai ProPor um jogo muito legal.
mantenha atenção nos detalhes e ParticiPe!
123
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
123
10/09/12
19:35
Jovens empreendedores Primeiros Passos 4. comPortamento emPreendedor Prezados alunos, Potenciais emPreendedores: Quando
Jovens empreendedores Primeiros Passos
4. comPortamento emPreendedor
Prezados alunos, Potenciais emPreendedores:
Quando amamos e acreditamos em alguma coisa, nos sentimos as pessoas mais fortes do mundo para
buscar aquilo que desejamos.
Ao mesmo tempo, somos tomados por uma serenidade que nos permite planejar e organizar o que pre-
cisamos realizar para conquistar nossos objetivos e sonhos.
Por isso, sonhe!
Planeje, acredite, Persista e siga em frente!
deseje melhorar semPre! busque realizar seus sonhos!
exercite os comPortamentos emPreendedores em sua vida!
124
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
124
10/09/12
19:35
EnContro 11 FECHanDo UM CICLo E InICIanDo oUtro 125 SaBorES E CorES 5º ano Livro
EnContro
11
FECHanDo UM
CICLo E InICIanDo
oUtro
125
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
125
10/09/12
19:35
Jovens empreendedores Primeiros Passos referênciasbibliográficas ANTUNES, Celso. Jogos para estimulação das
Jovens empreendedores Primeiros Passos
referênciasbibliográficas
ANTUNES, Celso. Jogos para estimulação das inteligências múltiplas. 12ª Ed. Petrópolis: Vozes, 1998.
BRASIL. Cartilha sobre boas práticas para serviços de alimentação. Brasília: ANVISA, 2004.
BROTTO, Fábio Otuzi. Jogos cooperativos. Santos: Projeto Cooperação, 1997.
DOLABELA, Fernando. Oficina do empreendedor. Rio de Janeiro: Sextante, 2008.
Quero construir a minha história. Rio de Janeiro: Sextante, 2009.
DRUCKER, Peter. Inovação e espírito empreendedor: entrepreneurship. Prática e princípios. 6ª Ed. São Paulo:
Pioneira, 2006.
GADOTTI, Moacir. boniteza de um sonho: ensinar – e – aprender com sentido. São Paulo: Inst. Paulo Freire,
2008.
LOPES, Rose (org.). Educação empreendedora: conceitos, modelos e práticas. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.
MORIN, Edgar. os sete saberes necessários à educação do futuro.Tradução de Catarina Eleonora F. da Silva,
Jeanne Sawaya; revisão técnica de Edgard de Assis Carvalho. 2ª ed. São Paulo: Cortez; Brasília-DF: UNESCO,
2000.
PERRENOUD, Philippe. Construir as competências desde a escola. Porto Alegre: Artmed, 1999.
RAMAL, Silvina Ana. Como transformar seu talento em um negócio de sucesso: gestão de negócio para
pequenos empreendimentos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006.
126
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
126
10/09/12
19:35
rEfErênCiaS BiBLiográfiCaS 127 SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd 127
rEfErênCiaS
BiBLiográfiCaS
127
SaBorES E CorES 5º ano Livro do aluno
JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd
127
10/09/12
19:35

JEPP_quinto_ano_livro_aluno.indd

128

10/09/12

19:35