Você está na página 1de 2

FQ7 – Teste de Avaliação n.

o 1
Propostas de resolução

1.1 C.
1.2.1 a) F; b) V; c) V; d) F; e) V; f) V.
1.2.2 Sistemas planetários, enxames de estrelas, galáxias, enxames de galáxias.
1.2.3 Enxames de galáxias são conjuntos de galáxias que se movem em torno de um
mesmo ponto.
1.3 (1) planeta; (2) Sistema Solar; (3) Via Láctea;(4) galáxias; (5) Grupo Local.
2.1.1
Nome do modelo
Astrónomo Descrição do modelo Século
do Universo

A Terra, imóvel, ocupava o centro do


Cláudio Modelo Universo e à sua volta giravam a Lua, o Sol, os
Séc. II d. C.
Ptolomeu geocêntrico planetas e, por último, uma esfera com as
estrelas.

O Sol, imóvel, ocupava o centro do Universo e


Nicolau Modelo
à sua volta giravam a Lua, os planetas e, por Séc. XVI d. C.
Copérnico heliocêntrico
último, uma esfera com as estrelas.

2.1.2 A afirmação é verdadeira. Atualmente sabe-se que o Sol não se encontra imóvel no
centro do Universo, como pensava Copérnico. De acordo com o modelo atual, o Sol e
todo o Sistema Solar encontram-se num dos braços da Via Láctea, movendo-se em
conjunto em torno do centro da galáxia.
2.1.3 ∙ Este modelo estava de acordo com o que era possível ver da Terra olhando
diretamente para o céu: a Terra imóvel, com o Sol, a Lua e até as estrelas fixos numa
cúpula a moverem-se à volta dela.
∙ A igreja defendia este modelo porque atribuía à Terra e, por isso, ao ser humano,
um lugar privilegiado que era o centro do Universo.
2.2 B, D e E.
2.3 C e E.
2.4 Ao observar corpos que se moviam à volta de Júpiter e não à volta da Terra, Galileu foi
levado a pensar que nem todos os corpos celestes se moviam à volta da Terra, logo, esta
não seria o centro do Universo, como pensava Ptolomeu.
3.1 Telescópios espaciais.
3.2 A – Radiotelescópio e B – Telescópio ótico. Os radiotelescópios captam luz não visível
emitida pelos corpos celestes, enquanto que os telescópios óticos captam luz visível.
3.3.1 a) F; b) V; c) F; d) F; e) V.
3.3.2 Edwin Hubble / galáxias / afastar-se.
4.1 1 – c; 2 – a, b, e.
4.2.1 (1) Júpiter; (2) Sol; (3) Terra; (4) Sol.
4.2.2 150 000 000 km -------------- 1 ua
x -------------- 5,2 ua
x = 150 000 000 x 5,20 = 780 000 000 km
x = 780 milhões km
4.3 A.
5.1 Período de translação de um planeta é o tempo necessário para o planeta descrever
uma órbita completa à volta do Sol.
5.2.1 Marte.
5.2.2 Neptuno.
5.2.3 Júpiter.
5.2.4 Júpiter.
5.2.5 Vénus.
5.3 Mercúrio.
5.4 A Terra completa a sua órbita 12 vezes. O tempo que a Terra demora a completar uma
órbita é 1 ano e Júpiter demora 12 anos terrestres. Em 12 anos terrestres a Terra
completa 12 vezes a sua órbita.
5.5 A translação de um satélite é o movimento que realiza em torno do respetivo planeta.
5.6.1 É o facto de Mercúrio não ter atmosfera que causa o enorme arrefecimento noturno
à sua superfície.
5.6.2 Vénus tem uma atmosfera muito densa de dióxido de carbono, o que impede a perda
de energia para o exterior, conservando-se a sua temperatura sempre muito elevada.