Você está na página 1de 6

FORMULÁRIO

Estado Plano de Tensão (EPT) Estado Plano de Deformação (EPD)


Ângulos nos quais ocorrem Ângulos nos quais ocorrem
as tensões principais as deformações principais

𝟐𝝉𝒙𝒚
𝒕𝒈(𝟐𝜽𝒑 ) = 𝜸𝒙𝒚
𝝈𝒙 − 𝝈𝒚 𝒕𝒈(𝟐𝜽𝒑 ) =
𝜺𝒙 − 𝜺𝒚
𝜽𝒑𝟐 = 𝜽𝒑𝟏 + 𝟗𝟎°

Tensões Principais Deformações Principais

𝝈𝒙 + 𝝈𝒚 𝝈𝒙 − 𝝈𝒚 𝟐 𝜺𝒙 + 𝜺𝒚 𝜺 𝒙 − 𝜺𝒚 𝟐 𝜸𝒙𝒚 𝟐
𝝈𝒎𝒂𝒙,𝒎𝒊𝒏 = ± √( ) + 𝝉𝟐𝒙𝒚 𝜺𝒑𝟏,𝒑𝟐 = ± √( ) +( )
𝟐 𝟐 𝟐 𝟐 𝟐

Ângulos nos quais ocorrem a mínima e Ângulos nos quais ocorrem a mínima e máxima
máxima tensões cisalhantes deformações por cisalhamento
𝝈𝒙 −𝝈𝒚 𝜺𝒙 − 𝜺𝒚
𝒕𝒈(𝟐𝜽𝒄 ) = − ; 𝜽𝒄 = 𝜽𝒑 ± 𝟒𝟓° 𝒕𝒈(𝟐𝜽𝜸 ) = −
𝟐𝝉𝒙𝒚 𝜸𝒙𝒚

Tensão Cisalhante Deformação por cisalhamento


máximas em módulo máxima em módulo

𝝈𝒙 − 𝝈𝒚 𝟐 𝜺𝒙 − 𝜺 𝒚 𝟐 𝜸𝒙𝒚 𝟐
𝝉𝒎𝒂𝒙 √
= ( ) + 𝝉𝟐𝒙𝒚 𝜸𝒎𝒂𝒙 = √( ) +( )
𝟐 𝟐 𝟐

Tensão normal correspondente Deformação normal correspondente


à tensão cisalhante máxima à deformação cisalhante máxima

𝝈𝒙 + 𝝈𝒚 𝜺𝒙 + 𝜺𝒚
𝝈𝒎𝒆𝒅 = 𝜺𝒎𝒆𝒅 =
𝟐 𝟐

𝝈𝒙 + 𝝈𝒚 𝝈𝒙 − 𝝈𝒚 𝝐𝒙 + 𝝐𝒚 𝝐𝒙 − 𝝐𝒚 𝜸𝒙𝒚
𝝈𝒙 ′ = + 𝒄𝒐𝒔(𝟐𝜽) + 𝝉𝒙𝒚 𝒔𝒆𝒏(𝟐𝜽) 𝝐𝒙′ = + 𝒄𝒐𝒔(𝟐𝜽) +
𝒔𝒆𝒏(𝟐𝜽)
𝟐 𝟐 𝟐 𝟐 𝟐
𝝈𝒙 + 𝝈𝒚 𝝈𝒙 − 𝝈𝒚 𝝐𝒙 + 𝝐𝒚 𝝐𝒙 − 𝝐𝒚 𝜸𝒙𝒚
𝝈𝒚′ = − 𝒄𝒐𝒔(𝟐𝜽) − 𝝉𝒙𝒚 𝒔𝒆𝒏(𝟐𝜽) 𝝐𝒚′ = − 𝒄𝒐𝒔(𝟐𝜽) − 𝒔𝒆𝒏(𝟐𝜽)
𝟐 𝟐 𝟐 𝟐 𝟐
𝝈𝒙 − 𝝈𝒚 𝜸𝒙′ 𝒚′ 𝝐𝒙 − 𝝐𝒚 𝜸𝒙𝒚
𝝉𝒙′𝒚′ = − 𝒔𝒆𝒏(𝟐𝜽) + 𝝉𝒙𝒚𝒄𝒐𝒔(𝟐𝜽) =− 𝒔𝒆𝒏(𝟐𝜽) + 𝒄𝒐𝒔(𝟐𝜽)
𝟐 𝟐 𝟐 𝟐

Estado Geral de Deformação (EGD)

Medidas de deformação e rosetas de deformação

𝝐𝟏 = 𝝐𝒙 𝒄𝒐𝒔𝟐 (𝜽𝟏 ) + 𝝐𝒚 𝒔𝒆𝒏𝟐 (𝜽𝟏 ) + 𝜸𝒙𝒚 𝒔𝒆𝒏(𝜽𝟏 )𝐜𝐨𝐬(𝜽𝟏 )

𝝐𝟐 = 𝝐𝒙 𝒄𝒐𝒔𝟐 (𝜽𝟐 ) + 𝝐𝒚 𝒔𝒆𝒏𝟐 (𝜽𝟐 ) + 𝜸𝒙𝒚 𝒔𝒆𝒏(𝜽𝟐 )𝒄𝒐𝒔(𝜽𝟐 )


𝝐𝟑 = 𝝐𝒙 𝒄𝒐𝒔𝟐 (𝜽𝟑 ) + 𝝐𝒚 𝒔𝒆𝒏𝟐 (𝜽𝟑 ) + 𝜸𝒙𝒚 𝒔𝒆𝒏(𝜽𝟑 )𝒄𝒐𝒔(𝜽𝟑 )

Tensor de Tensões

𝝈𝒙 𝝉𝒙𝒚 𝝉𝒙𝒛
𝑻 = [𝝉𝒚𝒙 𝝈𝒚 𝝉𝒚𝒛 ] 𝝉𝒙𝒚 = 𝝉𝒚𝒙 ; 𝝉𝒙𝒛 = 𝝉𝒛𝒙 ; 𝝉𝒚𝒛 = 𝝉𝒛𝒚 (O tensor é simétrico)
𝝉𝒛𝒙 𝝉𝒛𝒚 𝝈𝒛

(𝑻 − 𝝈𝒑 𝑰)𝒏 = 𝟎 (Autovalores e Autovetores)

Relação com o Estado de Tensões (Lei de Hooke generalizada para carregamento multiaxial)

𝝈𝒙 𝝈𝒚 𝝈𝒛 𝑬
𝜺𝒙 = −𝝂 −𝝂 𝝈𝒙 = [(𝟏 − 𝝂)𝝐𝒙 + 𝝂(𝝐𝒚 + 𝝐𝒛 )]
𝑬 𝑬 𝑬 (𝟏 + 𝝂)(𝟏 − 𝟐𝝂)
𝝈𝒙 𝝈𝒚 𝝈𝒛
𝜺𝒚 = −𝝂 + −𝝂 𝑬
𝑬 𝑬 𝑬 𝝈𝒚 = [(𝟏 − 𝝂)𝝐𝒚 + 𝝂(𝝐𝒛 + 𝝐𝒙 )]
(𝟏 + 𝝂)(𝟏 − 𝟐𝝂)
𝝈𝒙 𝝈𝒚 𝝈𝒛
𝜺𝒛 = −𝝂 −𝝂 + 𝑬
𝑬 𝑬 𝑬 𝝈𝒛 = [(𝟏 − 𝝂)𝝐𝒛 + 𝝂(𝝐𝒙 + 𝝐𝒚 )]
(𝟏 + 𝝂)(𝟏 − 𝟐𝝂)
G é o módulo de elasticidade transversal do material.
𝝉𝒙𝒚 = 𝑮𝜸𝒙𝒚 𝝉𝒚𝒛 = 𝑮𝜸𝒚𝒛 𝝉𝒙𝒛 = 𝑮𝜸𝒙𝒛

𝑬
𝑮= (Relação entre constantes elásticas)
𝟐(𝟏+𝝂)

𝜸𝒙𝒚 é a deformação de cisalhamento ou distorção angular

Coeficiente de Poisson Dilatação volumétrica do material

𝜺𝒕𝒓𝒂𝒏𝒔 𝒆 = 𝝐𝒙 + 𝝐𝒚 + 𝝐𝒛
𝝂=−
𝜺𝒍𝒐𝒏𝒈 𝒆=
𝟏−𝟐𝝂
(𝝈𝒙 + 𝝈𝒚 + 𝝈𝒛 ) (em termos de tensão)
𝑬
Deformação total longitudinal (axial)
Para pressão uniforme: 𝝈𝒙 = 𝝈𝒚 = 𝝈𝒛 = −𝒑
𝑷𝑳 𝝈𝒙 𝑳
𝜹= = 𝟑(𝟏 − 𝟐𝝂) 𝑬
𝑬𝑨 𝑬 𝒆=− 𝒑 → 𝒌=
𝜹 𝝈𝒙 𝑬 𝟑(𝟏 − 𝟐𝝂)
𝜺𝒍𝒐𝒏𝒈 = 𝜺𝒙 = ∴ 𝜺𝒙 = 𝒑
𝑳 𝑬 𝒌=−
𝒆
Deformação específica transversal 𝒌 é o módulo de compressibilidade volumétrica
𝜺𝒚 do material (MPa).
𝜺𝒕𝒓𝒂𝒏𝒔 𝜺𝒛
𝝂=− =− =−
𝜺𝒍𝒐𝒏𝒈 𝜺𝒙 𝜺𝒙 1 − 2𝜈 > 0
𝝈𝒙 𝟏
∴ 𝜺𝒚 = 𝜺𝒛 = −𝝂𝜺𝒙 = −𝝂 0<𝝂<𝟐 (para qualquer material de engenharia)
𝑬
Círculo de Mohr para o EPT

PROCEDIMENTOS:

1) Para um estado plano de deformação conhecido, plotar os pontos 𝑿 = (𝝈𝒙 ; −𝝉𝒙𝒚 ) e 𝒀 = (𝝈𝒚 ; +𝝉𝒙𝒚 );
2) Marcar o centro do círculo no ponto 𝑪 = (𝝈𝒎𝒆𝒅 ; 𝟎);

𝝈𝒙 + 𝝈𝒚
𝝈𝒎𝒆𝒅 =
𝟐

𝝈𝒙 −𝝈𝒚 𝟐
3) Unir o Centro aos pontos 𝑿 e 𝒀, e, determinar o Raio 𝑹 = √( ) + 𝝉𝟐𝒙𝒚 ;
𝟐

4) Determinar as tensões principais: e plotar os pontos (𝝈𝟏 ; 𝟎) e (𝝈𝟐 ; 𝟎):

𝝈𝒎𝒂𝒙 = 𝝈𝒎𝒆𝒅 + 𝑹 𝝈𝒎𝒊𝒏 = 𝝈𝒎𝒆𝒅 − 𝑹

5) Calcular o ângulo entre o eixo original (𝒙) e os eixos principais (𝒙’): (𝟐𝜽𝟏 𝒆 𝟐𝜽𝟐 ): 𝜽𝟐 = 𝜽𝟏 + 𝟗𝟎°:

𝟐𝝉𝒙𝒚
𝒕𝒈(𝟐𝜽𝒑 ) =
𝝈𝒙 − 𝝈𝒚

6) Determinar as tensões cisalhantes máximas, pontos: (𝝈𝒎𝒆𝒅 ; 𝑹) e (𝝈𝒎𝒆𝒅 ; −𝑹) e o ângulo correspondente
para essas tensões: (𝜽𝟏 + 𝟒𝟓°).
Círculo d Mohr para o EPD

PROCEDIMENTOS:

𝜸𝒙𝒚 𝜸𝒙𝒚
1) Para um estado plano de deformação conhecido, plotar os pontos 𝑿 = (𝝐𝒙 ; − ) e 𝒀 = (𝝐𝒚 ; + );
𝟐 𝟐

2) Marcar o centro do círculo no ponto 𝑪 = (𝜺𝒎𝒆𝒅 ; 𝟎);

𝜺𝒙 + 𝜺𝒚
𝜺𝒎𝒆𝒅 =
𝟐

𝜺𝒙 −𝜺𝒚 𝟐 𝜸𝒙𝒚 𝟐
3) Unir o Centro aos pontos 𝑿 e 𝒀, e, determinar o Raio 𝑹 = √( ) +( ) ;
𝟐 𝟐

4) Determinar as tensões principais: e plotar os pontos (𝜺𝒎𝒂𝒙 ; 𝟎) e (𝜺𝒎𝒊𝒏 ; 𝟎):

𝜺𝒎𝒂𝒙 = 𝜺𝒎𝒆𝒅 + 𝑹 𝜺𝒎𝒊𝒏 = 𝜺𝒎𝒆𝒅 − 𝑹

5) Calcular o ângulo entre o eixo original (𝒙) e os eixos principais (𝒙’): (𝟐𝜽𝟏 𝒆 𝟐𝜽𝟐 ): 𝜽𝟐 = 𝜽𝟏 + 𝟗𝟎°:

𝜸𝒙𝒚
𝒕𝒈(𝟐𝜽𝒑 ) =
𝜺 𝒙 − 𝜺𝒚

6) Determinar as deformações de cisalhamento máximas, pontos: (𝜺𝒎𝒆𝒅 ; 𝑹) e (𝜺𝒎𝒆𝒅 ; −𝑹) e o ângulo


correspondente para essas deformações: (𝜽𝟏 + 𝟒𝟓°).
Exercício Resolvido da página 269 do Livro:
Curso Básico de Mecânica dos Solos em 16 Aulas – 3ª Edição
Carlos de Souza Pinto – São Paulo: Oficina de Textos, 2006.