Você está na página 1de 2

Conheça o perfil do Engenheiro para o

mercado de trabalho
O engenheiro definitivamente é o profissional responsável pelo progresso de nossa
sociedade. Não se pode imaginar a vida sem carros, aviões, navios, celulares,
computadores, internet… Observem ao redor e verifiquem que a maioria das coisas
que utilizamos em nosso dia a dia é fruto de soluções de Engenharia.
O progresso trouxe a reboque mais uma revolução, a revolução tecnológica, que veio
para alterar drasticamente a nossa forma de ver, viver e nos relacionar. O mundo não
tem mais fronteiras, as telecomunicações venceram as barreiras da distância, as
ferramentas computacionais nos ajudaram a vencer as limitações humanas nas
tarefas repetitivas da solução de problemas. Os ajuntamentos e as relações sociais se
tornaram virtuais, e as relações de trabalho abrem-se para as atividades à distância.
Li, certa vez, em uma determinada pesquisa científica, que o conhecimento científico
que temos sobre Engenharia evolui num ritmo assombroso, duplicando a cada 10
anos. Dessa maneira, quem pretende se tornar um engenheiro tem que entender o
que a sociedade espera desse profissional e, principalmente, que competências o
mercado de trabalho exige para o exercício da profissão nesse contexto dinâmico e
contingente. Abaixo, segue uma listagem das habilidades, competências e atitudes
necessárias ao exercício da profissão de engenheiro, segundo um artigo elaborado
por R. S. Ferreira, sendo características que o aluno deve buscar, desenvolver e
exercitar para ser um profissional desejado pelas empresas:
• Ser portador de conhecimentos sólidos das ciências básicas, para a compreensão
das novas tecnologias;
• Ser capaz de atuar em equipes multidisciplinares, envolvendo especialistas tanto das
ciências básicas quanto das ciências aplicadas;
• Estar convencido da realidade da educação continuada para acompanhar a dinâmica
das novas tecnologias;
• Ser capaz de projetar e conduzir experimentos e, com visão científica, analisar e
interpretar resultados;
• Estar convencido da importância de atuar profissionalmente com responsabilidade e
dentro da ética;
• Ser capaz de se comunicar efetivamente nas modalidades oral e escrita;
• Ser capaz de entender o impacto das soluções de Engenharia no contexto
socioambiental;
• Ser capaz de integrar conhecimentos técnico-científicos no sentido da inovação e da
solução dos problemas tecnológicos;
• Ter a iniciativa de fazer e de realizar na prática;
• Ter tido a oportunidade de convivência em um ambiente científico e tecnológico;
• Ser capaz de utilizar a informática como instrumento do exercício da engenharia;
• Ser capaz de analisar criticamente os modelos empregados tanto no estudo como na
prática da Engenharia;
• Ser capaz de gerenciar e operar sistemas complexos de Engenharia;
• Ter a oportunidade de aprender sozinho e, com isso, executar sua capacidade
criativa;
• Ter tido a oportunidade de exercitar seu espírito empreendedor.
Particularmente, eu destaco que você, nosso engenheiro em formação, deve
desenvolver a ética, o relacionamento interpessoal, a capacidade de desenvolver
projetos, o falar em público e, principalmente, motivar-se para o estudo, para
desenvolver sua capacidade de aprender.