Você está na página 1de 26

COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

progressão geométrica crescente.


Exercícios de sequências. O conjunto dos possíveis valores da razão dessa
Formula geral e produtos dos termos progressão é o intervalo
da PG.

(A)
QUESTÃO 1
Vários grupos de pesquisadores vêm
desenvolvendo técnicas de manipulação que retirem (B)
do vírus apenas a parte de seu material genético
associado à patogenicidade, e insiram o material
(C)
correspondente ao de genes humanos normais. No
tratamento de algumas doenças genéticas, esse
vírus modificado, ao ser introduzido no organismo, (D)
poderá transferir a informação nele adicionada para
o DNA das células do paciente, substituindo o gene
lesado. (E)

Um vírus, formado por uma hélice simples de RNA


QUESTÃO 3
Observe a representação do trecho de um circuito
contendo 51×103 bases nitrogenadas, sofreu o elétrico entre os pontos X e Y, contendo três
seguinte processo de manipulação em um resistores cujas resistências medem, em ohms, a, b
experimento: e c.
– dois fragmentos de RNA, identificados como X e
Y, contendo cada um 103 e 104 bases,
respectivamente, foram retirados de seu genoma;
– apenas um fragmento de RNA, contendo n bases,
foi introduzido nele.

Admita que o número total de bases, após a


modificação, equivalia ao quinto termo de uma
progressão geométrica, na qual o número de bases
dos fragmentos X e Y correspondia,
respectivamente, ao primeiro e ao terceiro termos
dessa progressão.
No experimento, a quantidade n de bases
nitrogenadas contidas no fragmento introduzido no Admita que a sequência (a, b, c) é uma progressão
vírus foi igual a:
geométrica de razão e que a resistência
(A) 3 × 102 equivalente entre X e Y mede 2,0 Ω.
(B) 5 × 103 O valor, em ohms, de (a + b + c) é igual a:

(C) 6 × 104 A) 21,0


(D) 4 × 105 B) 22,5
C) 24,0
QUESTÃO 2 D) 24,5
Os lados de um terreno triangular têm medidas
QUESTÃO 4
diferentes, as quais, em certa ordem, formam uma

1 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

Para analisar o crescimento de uma bactéria, foram


inoculadas 1×103 células a um determinado volume a)
de meio de cultura apropriado. Em seguida, durante
10 horas, em intervalos de 1 hora, era medido o b)
número total de bactérias nessa cultura. Os
c)
resultados da pesquisa estão mostrados no gráfico
abaixo. d)

e)

QUESTÃO 6
Uma oitava, intervalo entre uma nota musical e
outra com o dobro de sua frequência, corresponde à
sequência das oito notas, por exemplo, da escala de
dó maior: dó, ré, mi, fá, sol, lá, si, dó. Diz-se que o
segundo dó, o último grau da escala, está “uma
oitava acima” do primeiro. Um som cuja frequência
fundamental é o dobro de outro som e evoca a
sensação de ser a mesma nota musical, apenas
mais aguda (mais alta) ou mais grave (mais baixa).
Nesse contexto, duas progressões geométricas
(PG) construídas a partir dos 12 intervalos musicais
que compõem uma oitava merecem destaque. A
primeira PG (a1, a2, ..., an, ...), de primeiro termo a1
Nesse gráfico, o tempo 0 corresponde ao momento
do inóculo bacteriano.
= 1 e razão , aparece na construção das
Observe que a quantidade de bactérias presentes sequências das notas sonoras da escala musical. A
no meio, medida a cada hora, segue uma segunda PG (b1, b2, ..., bn, ...), de primeiro termo b1
progressão geométrica até 5 horas, inclusive.
= 1 e razão , é utilizada, por exemplo,
O número de bactérias encontrado no meio de
para se obter a posição dos trastes ao longo dos
cultura 3 horas após o inóculo, expresso em
braços de um violão. O primeiro termo da segunda
milhares, é igual a:
PG representa o comprimento total das cordas
soltas, ou seja, a distância entre os suportes das
(A) 16
cordas soltas, por exemplo, 1 m. Multiplicando-se
(B) 27
(C) 64 cada bn por essa distância, obtêm-se as medidas
(D) 105 das distâncias entre os trastes do violão.

QUESTÃO 5 Considerando essas informações, julgue os itens a


Sabe-se sobre a progressão geométrica a1 , a2 , a3 seguir (certo ou errado).

,... que a1 > 0 e a6 = . Além disso, a


• É correto afirmar que an × bn = 1, para todo n = 1,
progressão geométrica a1 , a5 , a9 ,... tem razão 2, 3,...
igual a 9. • Sabendo-se que a frequência da nota lá é de 220
Hz, é correto afirmar que, após percorrer uma oitava
Nessas condições, o produto a2 a7 vale

2 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

completa, a nova frequência será dada por 220 × de menor comprimento. A razão desta progressão é
a13 Hz. um número que está no intervalo

QUESTÃO 7
Texto I A)

Thomas Malthus (1766-1834) assegurava que, se a B)


população não fosse de algum modo contida,
dobraria de 25 em 25 anos, crescendo em C)
progressão geométrica, ao passo que, dadas as
condições médias da terra disponíveis em seu D)
tempo, os meios de subsistência só poderiam
aumentar, no máximo, em progressão aritmética.
QUESTÃO 9
Se as soluções da equação
Texto II algébrica , com

A ideia de um mundo famélico assombra a coeficientes , formam, numa


humanidade desde que Thomas Malthus previu que determinada ordem, uma progressão geométrica,
no futuro não haveria comida em quantidade então, é igual a
suficiente para todos.
Organismos internacionais — Organização das
A ( ) –3.
Nações Unidas, Banco Mundial e Fundo Monetário
Internacional — chamaram a atenção para a
gravidade dos problemas decorrentes da alta dos B() .
alimentos. O Banco Mundial prevê que 100 milhões
de pessoas poderão submergir na linha que separa C() .
a pobreza da miséria absoluta devido ao
encarecimento da comida. D ( ) 1.
(Adaptado: FRANÇA, R. O fantasma de Malthus.
Veja. 23 abr. 2008.) E ( ) 3.

A lei de Malthus (Texto I) cita progressões QUESTÃO 10


aritméticas (PA) e progressões geométricas (PG).
Se os dois primeiros termos de uma sequência são Se os números , e são, nesta ordem,
os três primeiros termos de uma progressão
x1 = 6 e x2 = 12, o quinto termo será
geométrica, então o termo seguinte desta
progressão é
a) x5 = 16 se for uma PA e x5 = 24 se for uma PG.
A) 1.
b) x5 = 24 se for uma PA e x5 = 96 se for uma PG.

c) x5 = 30 se for uma PA e x5 = 30 se for uma PG. B) .


C) 7.
d) x5 = 30 se for uma PA e x5 = 96 se for uma PG.
e) x5 = 48 se for uma PA e x5 = 72 se for uma PG. D) .

QUESTÃO 8 QUESTÃO 11
As medidas dos lados de um triângulo retângulo
expressas em metros formam uma progressão
geométrica cujo primeiro termo é a medida do cateto

3 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

Sejam e duas funções razão entre essas velocidades e = vd /va e depende


do material do objeto e do piso.
definidas por e , Uma bolinha, inicialmente em repouso, cai sob a
respectivamente. Considere os ação da gravidade de uma altura de 1 m. Ela colide
números com o piso diversas vezes, retornando, após cada
colisão, a uma determinada altura de energia
e potencial máxima. Desprezando a resistência do ar
. e considerando e = 0,90 , a altura máxima h n que a
Sobre esses números, é correto afirmar que: bolinha atingirá, após colidir com o piso n vezes,
formará uma progressão geométrica. Nessas
a) P = Q condições, o valor de h4 será, aproximadamente,
b) P = 2Q
c) P – Q < 1 (A) 35 cm.
d) Q < P (B) 43 cm.
e) Q − P = 1 (C) 53 cm.
QUESTÃO 12 (D) 65 cm.
Um polinômio P é dado pelo produto de 5 (E) 73 cm.
polinômios cujos graus formam uma progressão QUESTÃO 15
geométrica. Se o polinômio de menor grau tem grau
A soma dos valores não nulos de x , tais que a
igual a 2 e o grau de P é 62, então o de maior grau 2 3 2
tem grau igual a sequência (2; 4x ; 20x +12x ) seja uma PG, é:

A) 30 a) .
B) 32
C) 34 b) .
D) 36
E) 38 c) .

QUESTÃO 13 d) .
Se x, y e z são números reais não nulos, que
formam, nesta ordem, uma progressão geométrica, e) .
então o resultado da divisão de x + y + z QUESTÃO 16
Na figura a seguir, ABCD é um quadrado e os
por é
triângulos sombreados são triângulos semelhantes
tais que as alturas correspondentes formam uma
A) x2.
B) xy. progressão geométrica de razão .
C) y2.
D) z2.

QUESTÃO 14
Quando um objeto, em queda livre, colide com o
piso, há uma perda parcial da energia cinética, de
modo que sua velocidade escalar, imediatamente
antes (va) e mediatamente depois (vd) da colisão,
não é a mesma. O coeficiente de restituição é a

4 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

Se o perímetro do triângulo ABC é 1, a soma dos


perímetros dos quatro triângulos sombreados é

A)

B)
Se o segmento inicial mede 1 cm, o comprimento da
curva obtida na sexta figura é igual a
C)

D)
a) cm.
E)
b) cm.
QUESTÃO 17
Para construir uma curva “floco de neve”, divide-se c) cm.
um segmento de reta (figura 1) em três partes
iguais. Em seguida, o segmento central sofre uma
d) cm.
rotação de 60º, e acrescenta-se um novo segmento
de mesmo comprimento dos demais, como o que QUESTÃO 18
aparece tracejado na figura 2. Nas etapas Se os números reais positivos m, n e p formam,
seguintes, o mesmo procedimento é aplicado a cada nesta ordem, uma progressão geométrica, então a
segmento da linha poligonal, como está ilustrado soma log m + log n + log p é igual a
nas figuras 3 e 4.
A) 2 log n.
B) 3 log n.
C) 4 log n.
D) 5 log n.

QUESTÃO 19
Um dos moluscos transmissores da
esquistossomose é o biomphalaria amazonica
paraense. Sua concha tem forma de uma espiral
plana, como na figura:

5 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

A solução do sistema de equações

lineares é o termo ordenado (x0, y0,

z0) em que x0, y0 e z0 são números inteiros, nesta


ordem, em progressão:

a) geométrica de razão 3.
b) geométrica de razão 2.
c) aritmética de razão 2.
d) aritmética de razão 1.

A interseção do diâmetro A0B0 com a concha QUESTÃO 22


Admita que em uma população de indivíduos
determina pontos A0, B0, A1, B1, A2, B2, etc. A
portadores do HIV e também do bacilo de Koch,
cada meia volta da espiral, a largura do diâmetro do
mas que ainda não desenvolveram a tuberculose,
pelo menos 10% dos indivíduos desenvolvem
canal da concha reduz na proporção de , isto é,
tuberculose ao final de 1 ano. Se essa população
tinha inicialmente 10.000 indivíduos e, ao final de n
B0B1 = A0A1, A1A2 = B0B1, B1B2 = A1A2,
anos, exatamente 3.439 indivíduos desenvolveram
tuberculose, então o valor inteiro máximo possível
A2A3 = B1B2, e assim sucessivamente. Seja o
de n é
ponto C o limite da espiral, se A0B0 mede 6 mm, a
a) 1
medida de B0C é, em mm, igual a
b) 2
c) 3
(A)
d) 4
e) 5
(B)
(C) 3 QUESTÃO 23
Após o nascimento do filho, o pai comprometeu-se a
(D) depositar mensalmente, em uma caderneta de
poupança, os valores de R$ 1,00, R$ 2,00, R$ 4,00
(E) e assim sucessivamente, até o mês em que o valor
QUESTÃO 20 do depósito atingisse R$ 2.048,00. No mês seguinte
o pai recomeçaria os depósitos como de início e
A sequência (2, x, y, 8) representa uma progressão
assim o faria até o 21º aniversário do filho. Não
geométrica.
tendo ocorrido falha de depósito ao longo do
O produto xy vale: período, e sabendo-se que 210 = 1.024, o montante
total dos depósitos, em reais, feitos em caderneta
a) 8 de poupança foi de
b) 10
c) 12 (A) 42.947,50.
d) 14 (B) 49.142,00.
e) 16 (C) 57.330,00.
QUESTÃO 21

6 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

(D) 85.995,00. Van Gogh (1853-1890) vendeu um único quadro em


(E) 114.660,00. vida a seu irmão, por 400 francos. Nas palavras do
artista: "Não posso evitar os fatos de que meus
QUESTÃO 24 quadros não sejam vendáveis. Mas virá o tempo em
Considere o padrão de construção representado que as pessoas verão que eles valem mais que o
pelos desenhos a seguir. preço das tintas".
Disponível em:
Na Etapa 1, há um único quadrado com lado 10. Na <www.naturale.med.br/artes/4_Van_Gogh.pdf>.
Etapa 2, esse quadrado foi dividido em quatro Acesso em: 2 out. 2013.
quadrados congruentes, sendo um deles retirado,
como indica a figura. Na Etapa 3 e nas seguintes, o A mercantilização da cultura impulsionou o mercado
mesmo processo é repetido em cada um dos de artes nos grandes centros urbanos. Hoje, o
quadrados da etapa anterior. quadro Jardim das Flores, de Van Gogh, é avaliado
em aproximadamente 84 milhões de dólares.
Nessas condições, a área restante na Etapa 6 será Supondo que há 61 anos essa obra custasse 84
de: dólares e que sua valorização até 2013 ocorra
segundo uma PG, assinale a alternativa que
apresenta, corretamente, o valor dessa obra em
a) . 2033, considerando que sua valorização continue
conforme a mesma PG.
b) .
a) 1,68 × 109 dólares.
c) . b) 8,40 × 109 dólares.
c) 84,00 × 107 dólares.
d) .
d) 168,00 × 106 dólares.
e) . e) 420,00 × 107 dólares.
QUESTÃO 25 QUESTÃO 27
Em uma progressão geométrica estritamente
crescente com razão igual ao triplo do primeiro Os números a1, a2, a3 formam uma progressão
termo e na qual o quarto termo é igual 16.875, é aritmética de razão r, de tal modo que a1 + 3, a2 - 3,
CORRETO afirmar que
a3 - 3 estejam em progressão geométrica. Dado
A) o terceiro termo é igual a nove vezes o primeiro ainda que a1 > 0 e a2 = 2, conclui-se que r é igual a:
termo.
B) a soma dos três primeiros termos é igual a 241
vezes o primeiro termo. a) 3 +
C) o segundo termo é igual a 9 vezes o quadrado do
primeiro termo. b) 3 +
D) a soma do primeiro e do terceiro termo é igual
a 25 vezes o segundo termo.
c) 3 -
E) os termos também estão em progressão
aritmética.
d) 3 -
QUESTÃO 26
Leia o texto a seguir. e) 3 -

QUESTÃO 28

7 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

Se os dois primeiros termos de uma progressão Uma pessoa tomou uma dose de 120 mg de um
geométrica são dados por x1 = p2 – q2 e x2 = (p – medicamento para combater uma enfermidade, às 2
horas da manhã. De acordo com a bula do
q)2, com p > q > 0, então a expressão do décimo medicamento, a cada seis horas a quantidade dessa
primeiro termo desta progressão será droga no organismo se reduz à metade. A
prescrição médica foi feita de modo que, quando o
nível desse medicamento, no organismo, atingisse
15 mg, essa pessoa deveria repetir a dosagem. Se
A) o medicamento foi tomado rigorosamente segundo a
prescrição médica, a segunda dose foi tomada às:

B) a) 18h
b) 20h
c) 22h
C) d) 23h30min
e) 24h

D) QUESTÃO 32
A preocupação com o aumento populacional no
QUESTÃO 29
mundo não é um assunto recente. No século XVIII,
Se os três números x, y e 18 formam, nessa ordem,
o inglês Thomas Robert Malthus, economista e
uma progressão aritmética crescente e se os três
pastor da Igreja Anglicana, preocupado com o
números 24, y e x formam, nessa ordem, uma
aumento populacional e suas consequências
progressão geométrica decrescente, então y – x é
socioeconômicas para a Inglaterra, escreveu uma
igual a
obra intitulada Ensaio sobre o princípio da
população. Baseando-se em estudos que realizou
(A) 1.
sobre a evolução do crescimento populacional e a
(B) 2.
produção de alimentos, concluiu que o crescimento
(C) 4.
da população do globo se daria em ritmo mais
(D) 5.
acelerado que o da produção alimentar. Segundo
(E) 6.
Malthus, esse crescimento seria decorrente,
QUESTÃO 30 principalmente, das melhorias das condições de
Suponha que em um portal da internet, o número de vida nas cidades, do aperfeiçoamento do combate
participantes de um bate-papo virtual (chat) varie a às doenças, das melhorias no saneamento básico e
cada hora, segundo os termos de uma progressão dos benefícios obtidos com a Revolução
geométrica. Considerando o período das 22 horas Industrial. Tais fatores, de fato, fizeram com que as
às 5 horas da manhã, então, se às 24 horas havia taxas de mortalidade declinassem.
3.645 pessoas nas salas de bate-papo e às 2 horas KRAJEWSKI, Ângela Corrêa. Geografia: pesquisa e
da manhã havia 405, é correto afirmar que, às 5 ação. São Paulo: Moderna, 2005. p. 221. v. único.
horas da manhã, a quantidade de internautas nas (Adaptado)
salas de bate-papo era um número

a) quadrado perfeito.
b) divisível por 7.
c) múltiplo de 15.
d) par.
e) primo.
QUESTÃO 31

8 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

QUESTÃO 33
Os vértices de um polígono P1P2P3P4P5P6 têm
coordenadas P1 = (x1, y1), P2 = (x2, y2), P3 = (x3,
y3), P4 = (x4, y4), P5 = (x5, y5) e P6 = (x6, y6). As
abscissas e ordenadas destas coordenadas
satisfazem as seguintes condições:

I – x1, x2, y1, y2 formam, nessa ordem, uma


progressão aritmética de razão 2 e cuja soma dos
termos é igual a 4;
II – x4, x5, y4, y5 formam, nessa ordem, uma
progressão geométrica em que o primeiro termo é
igual a 8 e o último é igual a 1;
III – Os vértices P3 e P6, em que y3> 0, são as
representações geométricas no plano cartesiano
das raízes complexas do polinômio
2
p(x) = x – 4x + 20.

Considerando as informações dadas, faça o que se


pede.

A) Determine os vértices desse polígono.


B) Represente geometricamente esse polígono no
plano cartesiano e calcule a área da região limitada
por este polígono.

QUESTÃO 34
Sejam a e b dois números reais positivos e A, G e
H, respectivamente, as médias aritmética,
geométrica e harmônica desses dois números.
Admita que a > b e que a sequência (A, G, H) seja
a) Identifique os tipos de sequências numéricas
representadas no gráfico, sequência e
uma progressão geométrica de razão .
sequência , respectivamente.
b) Determine (apresentando os cálculos) o Determine .
décimo segundo
termo de cada uma das respectivas sequências. QUESTÃO 35
Uma dívida deve ser paga em quatro parcelas de
c) De acordo com a teoria de Malthus, relacione as valores decrescentes segundo uma razão
sequências numéricas identificadas por você no constante. Calcule o valor dessa dívida sabendo
item a que a primeira parcela é de R$ 6400,00 e a quarta é
com a produção de alimentos e o crescimento de R$ 800,00.
populacional. QUESTÃO 36
Assinale o que for correto.
d) Conceitue “crescimento vegetativo” da população.

9 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

01) 123 × 92 = 3 × 66.

02) .

04) Se A = [−3,0] e B = [−1,5] são intervalos da reta


real, então = {0, 1}. Observe as sequências de números e obtenha a
soma do número colocado no vigésimo quinto
triângulo escuro com o número colocado no décimo
08) . segundo triângulo claro.

QUESTÃO 38
Considerem-se a sequência numérica A = (1, 3, ...,
16) .
an, ...) – tal que, para valores inteiros positivos de n,
QUESTÃO 37
Teodoro de Cirene (465 a.C.–398 a.C.) foi o
– e a progressão aritmética B = (1, 4,
primeiro matemático a demonstrar a irracionalidade
..., 28).
dos números etc. A "Espiral de Sobre essas sequências, é correto afirmar:
Teodoro" é um método para construir 01. A sequência A é uma progressão geométrica.
02. A sequência B tem dez termos.
geometricamente segmentos de comprimento , 04. Existem apenas três termos comuns às duas
sendo n ≥2. Esta espiral é formada por triângulos sequências.
retângulos que têm um dos catetos unitário. O 08. Os termos x e y da progressão geométrica
triângulo inicial tem dois catetos unitários; portanto,
crescente x, a3, y, b9 – 1 são tais que x + y = 15.
sua hipotenusa mede . O segundo triângulo é 16. Os termos da sequência C = (Cn), em que Cn =
apoiado na hipotenusa do primeiro, e seu menor
cateto também é unitário, de modo que a medida da a2n – 2an, são quadrados perfeitos.

hipotenusa é . O próximo triângulo se apoia na 32. Utilizando-se algarismos do subconjunto {a1, a2,
hipotenusa do segundo e, também, tem um cateto a3} da sequência A, podem-se formar 12 números
unitário, e, assim, vai sendo construída a espiral. naturais primos, sem algarismos repetidos.
64. Existe um par de elementos da sequência B que
Na figura a seguir, temos uma espiral de Teodoro, pode ser excluído, sem alterar a sua média
com triângulos alternadamente escuros e claros. O aritmética.
primeiro triângulo claro e o primeiro triângulo escuro,
como se pode ver, receberam o número 1. O QUESTÃO 39
segundo triângulo escuro recebeu o número 5 e Sobre uma sequência infinita de números reais a 1,
assim por diante.
a2, a3, …, an,…, é correto afirmar que,

01) se tal sequência é uma progressão geométrica

de razão , a mesma converge para zero.

10 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

02) se tal sequência é uma progressão geométrica


Em 1766, o astrônomo alemão J. D. Tietz observou
de razão , a soma de seus termos converge que as distâncias heliocêntricas dos planetas até
então conhecidos e do cinturão de asteroides
para . obedeciam, com boa aproximação, a um padrão
conhecido hoje como Lei de Titius-Bode.
04) se tal sequência é uma progressão geométrica Segundo esse padrão, a partir do planeta Vênus e
não constante, satisfazendo, para todo natural n, a n incluindo o cinturão de asteroides, subtraindo-se 0,4
das distâncias heliocêntricas, em unidades
+ 2 = 4 (an + 1 − an), sua razão é necessariamente astronômicas (UA), obtém-se uma progressão
2. geométrica com termo inicial 0,3 e razão 2. A
distância da Terra ao Sol, por exemplo, é de,
08) se tal sequência é uma progressão aritmética, e aproximadamente, 1 UA e, neste caso, 1 – 0,4 = 0,3
dois termos em posições distintas coincidem, isto é, × 2.
existem naturais i ≠ j tais que ai = aj, então, sua
Determine, segundo a Lei de Titius-Bode, a
razão é 0.
distância heliocêntrica, em UA, do planeta Júpiter.
16) se tal sequência é uma progressão aritmética, e QUESTÃO 41
a soma de seus 2.011 primeiros termos é 2.011,
A progressão geométrica infinita (a1,a2,...,an,...) tem
então, a1006 = 1.

QUESTÃO 40 razão e a1 = 1. Determine o menor inteiro

A figura a seguir é uma representação do Sistema positivo n tal que Sn , a soma dos n primeiros
Solar.
termos da progressão, satisfaz a desigualdade Sn

> .

QUESTÃO 42
Assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

o
01) O 4 termo da progressão

geométrica é .
02) A representação gráfica de uma progressão
geométrica de razão q, sendo q > 0 e q ≠ 1, está
sobre uma curva exponencial.

04) A soma dos n primeiros termos de uma


progressão aritmética com termo

geral , em que ,é
08) Não existe progressão geométrica de razão q,
em que q é um número real, tal que a3 = –21 e a7 =
168.

16) O maior valor possível que pode ter a razão de

11 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

uma progressão aritmética que contenha os No experimento A, inicialmente, 6% das plantas


números 13, 79 e 299 entre seus termos é 11. estavam atacadas pelo fungo e, quatro semanas
depois, o número de plantas atacadas aumentou
QUESTÃO 43 para 24%. Já no experimento B, a observação
Candidatos inscritos ao vestibular da UFG/2014-1 iniciou-se com 11% das plantas atacadas pelo fungo
leram o livro O cortiço, com 182 páginas, de uma e, seis semanas depois, o número de plantas
determinada edição, iniciando-se na página 1. atacadas já era 85% do total.
Considere que dois desses candidatos leram o livro Considerando-se que a área ocupada pelo fungo
do seguinte modo: o primeiro leu duas páginas no cresce exponencialmente, a fração da plantação
primeiro dia e, em cada um dos dias seguintes, leu atingida pelo fungo aumenta, semanalmente, em
mais duas páginas do que no dia anterior, enquanto progressão geométrica, e a razão desta progressão
o segundo leu uma página no primeiro dia e, em é uma medida da rapidez de propagação do fungo.
cada um dos dias seguintes, leu o dobro do número Neste caso, determine em qual dos dois
de páginas do dia anterior. experimentos a propagação do fungo ocorre mais
Admitindo-se que os dois candidatos começaram a rapidamente.
ler o livro no mesmo dia e que o primeiro acabou a
leitura no dia 26 de outubro, determine em qual dia QUESTÃO 46
o segundo candidato acabou de ler o livro. Sabendo-se que o vértice da parábola de equação y
= a1x2 + a2x + a3 é o ponto de interseção das
Dado: log2 183 = 7,6

QUESTÃO 44 curvas de equações y = (2x – 4) e y = –2, e

que a1, a2 e a3 são elementos da progressão


Considerando-se as sequências (an) e (bn)
definidas por geométrica a1, a2, a3, ..., calcule a6.

,
para n = 1, 2, 3, ... , é correto afirmar:

(01) O produto de dois termos consecutivos


quaisquer da sequência (an) é um número negativo.
(02) Para qualquer n, tem-se −1 < an < 1.
(04) A sequência (bn) é crescente.

(08) Existe n tal que an = .

(16) A sequência (bn) é uma progressão aritmética.


(32) A sequência (an) é uma progressão geométrica
de razão negativa.

QUESTÃO 45
Dois experimentos independentes foram realizados
para estudar a propagação de um tipo de fungo que
ataca as folhas das plantas de feijão. A distribuição
das plantas na área plantada é uniforme, com a
mesma densidade em ambos os experimentos.

12 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

QUESTÃO 1
C Logo, se r > 1 e r2 – r – 1 < 0, então

RESOLUÇÃO: QUESTÃO 3
O número total de bases após a modificação será
D
(51 x 103) – 103 – 104 + n = 40000 + n
Assim,
RESOLUÇÃO:
a1 = 103
a3 = 104 Como a, b e c formam uma PG de razão ,

a5 = 40000 + n podemos dizer que e .


Utilizando a fórmula do termo geral da P.G., Como em sistemas paralelos a resistência
encontra-se a razão q:
equivalente é calculada por
, concluímos que:

E o valor de n:

Então, e Logo, a + b
+ c = 24,5.
QUESTÃO 2
E
QUESTÃO 4
RESOLUÇÃO: B
(Resolução oficial)
Representemos por a a menor medida dos lados do RESOLUÇÃO:
terreno e por r a razão da progressão geométrica a, Nessa progressão geométrica, o tempo 0 equivale
ar, ar2. Como os elementos da progressão não são ao primeiro termo (a1), igual a 103. E o tempo 5
iguais e a progressão é crescente, r > 1. Os termos
equivale ao sexto termo (a6), igual a 2,43 x 105.
da progressão geométrica crescente são medidas
Assim, utilizando a fórmula do termo geral da P.G.,
dos lados do terreno triangular; então, ar 2 < a + ar encontra-se o valor da razão q:
ou r2 < 1 + r, donde, r2 – r – 1 < 0.

O trinômio y = x2 – x – 1 é negativo para valores

pertencentes ao intervalo

13 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

Deseja-se a quantidade de bactérias encontrada no


tempo 3, que equivale ao termo a4: • C – Se uma oitava é um intervalo entre uma nota
e outra com o dobro de frequência, a nova
frequência da nota lá será de 220 × 2 Hz.

Como , pode-se dizer que


a nova frequência é dada por 220 × a13 Hz.

QUESTÃO 5 QUESTÃO 7
A D

RESOLUÇÃO: RESOLUÇÃO:
Aplicando a fórmula do termo geral da P.G. ao Progressão aritmética é toda sequência de números
termo dado, temos: na qual a diferença entre cada termo (a partir do
segundo) e o termo anterior é constante r.
(*)

Progressão geométrica é toda sequência de


Como a1>0, concluímos que q<0. números em que cada termo, a partir do segundo, é
Foi dado ainda que: obtido pela multiplicação do termo anterior por uma
constante q.

Progressão aritmética: xn = x1 + (n –1)r , logo r =


Sabendo que q<0, podemos concluir
12 – 6 = 6 e x5 = x1 + 4r = 6 + 4 · 6 = 30.
que
Progressão geométrica: xn = x1 · qn–1, logo q =
Substituindo esse valor em (*):
12/6 = 2 e x5 = x1 · g4 = 6 · 24 = 96.

QUESTÃO 8
A
O produto pedido é:
RESOLUÇÃO:
Admitindo que o cateto de menor comprimento seja
x, que a razão da P.G. seja q, o segundo cateto é
QUESTÃO 6 dado por xq, e a hipotenusa por xq2. Assim, temos:
CC
(xq2)2 = x2 + (xq)2
RESOLUÇÃO: (xq2)2 = x2 + (xq)2
•C–
q4 – q2 – 1 = 0

q2 =

14 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

q ≈ 1,27.

A razão desta progressão é, portanto, um número QUESTÃO 11


D
que está no intervalo [1, ].

RESOLUÇÃO:
QUESTÃO 9
B
Progressão aritmética de
RESOLUÇÃO: razão 1, logo:

Sejam , e · q as raízes da equação em


progressão geométrica de razão .
De acordo com as relações de Girard,

temos: .
, P.G. de razão . A soma infinita
Logo, = –3 é uma das raízes e, dos seus termos é:
consequentemente,
2 × (–3)3 – a × (– 3)2 + b × (–3) + 54 = 0 ⇒

⇒ –54 – 9a – 3b + 54 = 0 ⇒ 9a = –3b ⇒ Logo Q = 9 + 1 →


Q = 10

QUESTÃO 10
A Logo: 10 < 505 → Q < P

RESOLUÇÃO: QUESTÃO 12
A razão da P.G. pode ser determinada comparando-
se os dois primeiros elementos da série: B

RESOLUÇÃO:
A PG (2; 2q; 2q2; 2q3; 2q4) representa os graus dos
cinco polinômios que formam o polinômio P.
Sabemos que, como P é obtido pelo produto desses
polinômios, seu grau será a soma dos graus de
cada polinômio envolvido na operação. Dessa
A partir do terceiro termo da série e da razão é
forma, como P = 62, temos que:
possível deduzir o quarto termo:

2 + 2q + 2q2 + 2q3 + 2q4 = 62 ⇒ 2q + 2q2 + 2q3 +


2q4 = 60 ⇒ q + q2 + q3 + q4 = 30

Como os graus envolvidos são representados por


números naturais, temos que q *. Dessa forma,

15 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

pelo teorema das raízes racionais, temos que as RESOLUÇÃO:


prováveis raízes do polinômio obtido em q são Para que a sequência dada esteja em P.G., é
divisores de 30, ou seja, 1, 2, 3, 5, 6, 10, 15 e 30. necessário que tenhamos a seguinte relação:
Dessas, apenas q = 2 é raiz, pois 24 + 23 + 22 + 2 =
16 + 8 + 4 + 2 = 30. 2 · (20x3 + 12x2) = (4x2)2
Sendo assim, o polinômio de maior grau tem grau 4 3 2
16x – 40x – 24x = 0
igual a 2 × q4 = 2 × 24 = 32.
2x4 – 5x3 – 3x2 = 0
x2 · (2x2 – 5x – 3) = 0
QUESTÃO 13
C
Resolvendo essa equação, obtemos: x1 = x2 = 0, x3

RESOLUÇÃO: = e x4 = 3.
Se q é a razão da progressão geométrica, Assim, a soma dos valores não nulos de x é dada
por:
temos: .
Assim,
x3 + x4 = +3

x3 + x4 =

QUESTÃO 14 QUESTÃO 16
B D

RESOLUÇÃO: RESOLUÇÃO:
Utilizando a equação de Torricelli, temos:

Quando a bolinha atinge a altura máxima após a


primeira colisão, há conservação de energia, ou
seja:
Energia potencial = Energia cinética

Assim, se h0 = 1 e h1 = 0,902 = 0,81, temos uma


P.G. de primeiro termo igual a 1 e razão igual a
0,81. A altura h4 será o quinto termo:

Perímetro dos triângulos:


QUESTÃO 15
D

16 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

Adicionando log n aos dois lados da igualdade,


W= obtemos:
2 log n + log n = log m + log p + log n → log m + log
X= n + log p = 3 log n.

Y=
Z=1 QUESTÃO 19
B
Assim temos:

RESOLUÇÃO:
Do enunciado, temos:

QUESTÃO 17
C
Dados fazendo
RESOLUÇÃO:
Notando que em cada etapa, cada segmento da
linha poligonal dá origem a 4 novos segmentos

poligonais de medidas iguais a da anterior, os


comprimentos da curva em cada etapa são os
termos da progressão geométrica

de primeiro termo 1 .
Organizando esses dados em uma reta temos:
e razão q = . Logo, na sexta figura, teremos o

comprimento igual a cm.

Observe que:
QUESTÃO 18
(A0A1, A1A2,A2A3 , ...)
B
(x, , ...)
RESOLUÇÃO: É uma progressão geométrica infinita de a 1 = x e q
Se os números reais positivos m, n e p formam,
nessa ordem, uma progressão geométrica, temos = .
n2 = m · p. Aplicando logaritmo na base 10 aos dois (B0B1, B1B2, ...)
lados da igualdade:
2 2
log n = log m · p → log n = log m + log p → 2 log ( , ...)
n = log m + log p.

17 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

D
É uma progressão geométrica infinita de a 1 = e

q= . RESOLUÇÃO:
Ao final do primeiro ano (n = 1): 10000 × 0,10 =
A medida B0C e A0C é o limite da espiral e SBC e 1000 (restam 9000)
SAC, a soma dos infinitos termos da PG. Então: Ao final do segundo ano (n = 2): 9000 × 0,10 = 900
(restam 8100)
SBC + SAC = 6 mm. Ao final do terceiro ano (n = 3): 8100 × 0,10 = 810
(restam 7290)

. E assim sucessivamente. Trata-se, portanto, de uma


P.G. de razão 0,9. Deseja-se saber o valor de n
Logo, a medida de B0C = SBC
quando restam 6561 indivíduos (10000 – 3439 =
6561).

= .

QUESTÃO 20
E

RESOLUÇÃO:
(Resolução oficial)

Como a sequência representa uma progressão


QUESTÃO 23
geométrica, sabemos que , logo D
e, portanto, xy = 16.

RESOLUÇÃO:
QUESTÃO 21 O valor depositado a cada mês segue uma P.G. de
B razão 2. A soma dos valores depositados ao longo
de cada ano (R$ 1,00 + R$ 2,00...+ R$ 2.048,00) é
dado por:
RESOLUÇÃO:
Somando a segunda equação com a terceira, tem-
se:
Sn = a1 ·
3y = 6 → y = 2

Substituindo o valor de y na primeira e segunda


equações, encontram-se x = 1 e z = 4.
S12 = 1 ·
Portanto, a solução do sistema é (1, 2, 4), que forma
uma progressão geométrica de razão 2. S12 =
S12 = 4.095 = R$ 4.095,00.
QUESTÃO 22

18 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

Uma vez que esse valor é depositado ao longo de B) correta; 5 + 75 + 1.225 = 241 · 5.
21 anos, o valor total é: 21 · R$ 4.095,00 = R$ C) incorreta; o segundo termo é igual a 3 vezes o
85.995,00. quadrado do primeiro termo.
D) incorreta; a soma do primeiro com o terceiro
termo é igual a, aproximadamente, 15 vezes o
QUESTÃO 24 segundo termo.
E E) incorreta; os termos não se encontram em
progressão aritmética.

RESOLUÇÃO:
A área da figura da etapa 1 é de A1 = 102 = 100. Na QUESTÃO 26
B
etapa 2, a área restante é A2 = A1 – Na
RESOLUÇÃO:
etapa 3, a área restante é . (Resolução oficial)
Logo, a sequência de áreas forma uma progressão
geométrica, cujo primeiro termo a 1 = 100 e Devemos aplicar uma PG cujo primeiro termo é 84 e
o 61º termo é 84 milhões.
razão . Portanto, a área restante na etapa 6 60
Seja r a razão dessa PG. Assim a61 = 84r =
é igual ao termo a6:
84.000.000 ⇒ r60 = 1.000.000. Portanto,

. a81 = 84 · = 84 · = 84 ·108 =

8,4 × 109 dólares.


QUESTÃO 25
B QUESTÃO 27
E
RESOLUÇÃO:
Se o quarto termo da P.G. em questão é igual RESOLUÇÃO:
16.875, e a razão é igual ao triplo do primeiro termo,
temos: Se a2 = 2, a P.A. pode ser escrita como (2 - r, 2, 2 +
r). Assim, a P.G. pode ser escrita como (2 - r + 3, 2 -
a4 = a1 · q3
3, 2 + r - 3), ou (5 - r, -1, r - 1). Portanto, utilizando
16.875 = a1 · (3a1)3 as propriedades da P.G., tem-se:
16.875 = a1 · 27 · a13

16.875 = 27 · a14
a1 = 5 Como a1 > 0, tem-se que 2 - r > 0 ⇒ r < 2.

a2 = a1 · q = 5 · 15 = 75 Portanto, .

a3 = a2 · q = 75 · 15 = 1.125
a4 = a3 · q = 1.125 · 15 = 16.875 QUESTÃO 28
B
A) incorreta; o terceiro termo é igual a 225 vezes o
primeiro termo.

19 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

RESOLUÇÃO: buscado (a6) será:


A razão q da progressão geométrica é dada por:

45 pessoas. Esse número não é par, nem múltiplo


de 7, nem quadrado perfeito (pois não tem raiz).
Também não é primo pois é múltiplo de 3 e de 5.
Assim, o termo x11 será:

QUESTÃO 31
B

QUESTÃO 29 RESOLUÇÃO:
E Se, às 2 horas da manhã, a quantidade de droga no
organismo é de 120 mg, reduzindo-se à metade a
cada 6 horas, tem-se:
RESOLUÇÃO:
Sabe-se que x, y e 18 formam uma P.A. Horário 2h 8h 14h 20h
Quantidade 120 mg 60 mg 30 mg 15 mg
Então: Portanto, a nova dose deve ser tomada às 20 horas.
Além disso, 24, x e y formam uma P.G.

Então: QUESTÃO 32
Substituindo a primeira informação na segunda, GABARITO:
temos:
(Resolução oficial)

Resolvendo a equação, encontramos y = 12 ou y = a) A sequência numérica representada pela


36 (resultado este que não convém, pois a P.G. é sequência é uma progressão aritmética e a
decrescente). sequência numérica representada pela
Assim, substituindo y = 12 na primeira equação, sequência é uma progressão geométrica.
encontramos x = 6. E,
portanto, . b) Cálculo do décimo segundo termo de cada uma
das sequências numéricas.

QUESTÃO 30 DÉCIMO
DÉCIMO SEGUNDO
C SEGUNDO TERMO
TERMO DA P.G.
DA P.A.

RESOLUÇÃO: a1 = 1 b1 = 1
Sendo 3.645 o primeiro termo da PG (0h) e 405 o r=2 q=2
terceiro termo (2h), temos: n = 12 n = 12
405 = 3.645 × q2 a12 = a1 + (12 – 1) r b12 = b1 · q(12 – 1)

b12 = 1 · (2)11 = 2.048


a12 = a1 + 11r
milhões
a12 = 1 + 11(2) = 23
milhões
Assim, passadas mais 3 horas (5h), o termo

20 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

x2 – 4x + 20 + 0, = 16 – 80 = – 64

c) Relação entre as sequências numéricas: a


x= = =2
produção de alimentos e o crescimento
populacional. Analisando a relação entre a produção Daí, como ya>0 temos que x3 = 2, y3 = 4, x6 = 2, y6
de meios de subsistência e a evolução demográfica, = –4
Malthus concluiu que o crescimento populacional
Portanto, P3 = (2,4) , P6 = (2, –4).
excedia a capacidade de produzir alimentos.
Enquanto o crescimento populacional tenderia a
B)
seguir um ritmo de progressão geométrica, a
produção de alimentos cresceria, no máximo,
segundo uma progressão aritmética.

d) Conceito de crescimento vegetativo da


população. Crescimento vegetativo é a diferença
obtida entre as taxas de natalidade e as de
mortalidade.

QUESTÃO 33
GABARITO:
(Resolução oficial.)

A) De acordo com o enunciado, temos a P.A. (x1,


x2, y1, y2) de razão r = 2 e soma igual a 4.
Assim, x1 + x2 + y1 + y2 = x1 + (x1 + r) + (x1+ 2r) +
(x1 + 3r) = 4x1 + 6r = 4

Logo, x1 = –2
Daí, x2 = 0, y1 = 2, y2 = 4
Portanto, P1 = (–2,2), P2 = (0,4)
QUESTÃO 34
Agora, como (x4, x5, y4, y5) é uma P.G. com x4 = 8,
GABARITO:
y5 = 1 e razão q, temos: (Resolução oficial)

y5 = x4 · q3 → 1 = 8q3 → q =

Daí, x5 = 4 , y4 = 2
Portanto, P4 = (8,2), P5 = (4,1) A sequência (A, G, H) é uma P.G. de razão
.
2
Calculando as raízes complexas de p(x) = x –4x +
20 obtemos:

21 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

Note que o expoente da potência de 10 trata-se da


soma infinita dos termos de uma PG, cujo primeiro

termo é 1 e razão . Assim:

a e b são números reais positivos com a > b,


Portanto: .
logo: = 3.
16) Verdadeira.

QUESTÃO 35
GABARITO:
Temos:
QUESTÃO 37
GABARITO:
(Resolução oficial.)
Portanto, o valor da dívida será:
A sequência dos triângulos escuros (1, 5, 9, 13,...) é
6400 + 3200 + 1600 + 800 = R$ 12000,00. uma PA de razão r = 4.

O vigésimo quinto triângulo escuro terá o número


QUESTÃO 36
a25 = a1 + 24r = 1 + 24 · 4 = 1 + 96 = 97.
25
A sequência dos triângulos claros (1, 2, 4, 8,...) é
RESOLUÇÃO: uma PG de razão q = 2.
01 + 08 + 16 = 25
O décimo segundo triângulo claro escuro terá o
01) Verdadeira. 11 11
número a12 = a1⋅ q = 1 ⋅ 2 = 2 048.
123 × 92 = 3 × 66 ⇒ (3 × 22)3 × (32)2 = 3 × (2 × 3)6
A soma destes termos é 97 + 2 048 = 2 145.
⇒ 26 × 37 = 26 × 37

Resposta: A soma é 2 145.


02) Falsa.

QUESTÃO 38
02 + 04 + 08 + 16 + 64 = 94

04) Falsa. RESOLUÇÃO:


Se A = [−3,0] e B = [−1,5], temos que A B = [–1, Dados:
0].
A = (1, 3, ..., an, ....)
08) Verdadeira.

22 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

N = soma de arranjos =

B = (1, 4, ..., 28) .


Temos então 15 números: 1, 3, 6, 13, 16, 31, 36, 61,
01. Incorreta. 63, 136, 163, 316, 361, 613, 631. Desses,
n=3 pesquisamos quais são primos. Serão 8 primos: 3,
13, 31, 61, 163, 361, 613, 631. Porém, teremos 5
a3 = números pares, logo não há como ter 12 primos em
15 se 5 são pares.
Então, . Desta forma A não é uma PG.
64. Correta. B tem 10 elementos. A soma dos 10
02. Correta. elementos da PA, divididos por n = 10, nos dará a
B = (1, 4, ..., 28) é uma PA de razão r = 3. média aritmética. Se a soma dos termos
28 = 1 + (n – 1) · 3 equidistantes de uma PA é constante, retirando
n = 10. quaisquer pares equidistantes, teremos 8
elementos. A média aritmética não será alterada.
04. Correta.

. Fazendo uso desta expressão .


obteremos a3 = 3; a4 = 10; a5 = 15; a6 = 21; a7 = Retirando por exemplo os pares equidistantes 13 e
28. Então: A = (1, 3, 6, 10, 15, 21, 28, ...) e B = (1, 4, 16:
7, 10, ..., 28). Como B é finita, podemos afirmar que
somente coincidem (1, 10, 28).

Como era de se esperar, não houve alteração.


08. Correta.
a3 = 6
QUESTÃO 39
b9 – 1 = 24
01 + 04 + 08 + 16 = 29
PG: {x, 6, y, 24}, razão . Então, x · y =
RESOLUÇÃO:
36, e . Então, y2 = 144 e y = 12. 01) Correta. Qualquer P.G. que apresente razão
Se x · 12 = 36, logo x = 3, x + y = 15. De fato, 3 + 12 menor que 1 tende a zero.
= 15.
02) Incorreta. A soma dos termos dessa P.G.,
16. Correta. considerando-a infinita, é dada por:
Cn = a2n – 2 · an

Sn =

Sn =
Portanto, Cn é um quadrado perfeito. Sn = 4a1.

32. Incorreta. 04) Correta. Essa afirmativa pode ser verificada


A = {a1, a2, a3} substituindo-se valores de n na relação dada: an + 2
A = {1, 3, 6}

23 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

= 4(an + 1 – an). d5 – 0,4 = 0,3 × 24 ⇒ d5 = 0,4 + 4,8 = 5,2

Para n = 1 temos: Portanto, a distância heliocêntrica do planeta Júpiter


é de, aproximadamente, 5,2 UA.
an + 2 = 4(an + 1 – an)
a3 = 4(a2 – a1). QUESTÃO 41
GABARITO:
Para n = 2 temos: Observamos que a fatoração por primos do
denominador da fração dada é 4096 = 212 e que o
an + 2 = 4(an + 1 – an)
numerador está relacionado com o denominador
a4 = 4(a3 – a2). pela igualdade:

08) Correta. Se dois termos dessa P.A. coincidem, 8191 = 2×212 -1 = 213 -1
significa que se trata de uma P.A. de razão nula.
Por outro lado, a soma dos n primeiros termos da
16) Correta. A soma dos n termos de uma P.A. é progressão vale:
dada por:

Sn = (a1 + an)

2.011 = (a1 + a2.011) ·


Esses comentários reduzem a solução ao estudo da
(a1 + a2.011) = 2a1.006 = 2 desigualdade:
2a1.006 = 2
a1.006 = 1.
>

QUESTÃO 40 Ou seja, devemos examinar quando a desigualdade


GABARITO: Sn – S13 > 0 ocorre pela primeira vez. Obviamente,
(Resolução oficial) a diferença é positiva se, e somente se, n > 13, pois
Sn = Sn-1 + an e an > 0 . Então, o menor natural
Segundo a Lei de Titius-Bode
que satisfaz a condição pedida é n = 14.
n–1
dn – 0,4 = 0,3 × 2
QUESTÃO 42
11
onde dn denota a distância heliocêntrica do n-ésimo
objeto, a partir do planeta Vênus.
RESOLUÇÃO:
Sendo n = 1 para o planeta Vênus e considerando-
01+ 02 + 08 = 11
se o cinturão de asteroides, então o planeta Júpiter
corresponde a n = 5.
01) Verdadeira.
Desta forma,
A razão da progressão

24 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

que o primeiro e o segundo candidatos leram no n-


ésimo dia, respectivamente, tem-se que: an = 2n, n
é . Assim, o
4° termo > 0 e bn = 2n−1, n > 0.
será Como o total de páginas do livro é 182, o número de
dias que o primeiro candidato gastou para ler o livro
pode ser obtido calculando-se a soma dos termos
da progressão aritmética an:

02) Verdadeira.
Seja a P.G. genérica dada por: x, xq, xq2, xq3, ..., Como ele acabou a leitura em 26 de outubro
gastando 13 dias, ele iniciou a leitura no dia 14 de
xqn. Trata-se de uma função exponencial de
outubro.
incógnita n; portanto, sua representação gráfica é Por outro lado, o número de dias que o segundo
uma curva exponencial. candidato gastou para ler o livro pode ser obtido
calculando-se a soma dos termos da progressão
04) Falsa.
A soma dos n primeiros termos geométrica bn de razão r = 2:
será

Como os dois candidatos iniciaram a leitura do livro


. no mesmo dia, o segundo candidato acabou de ler o
08) Verdadeira. livro no dia 21 de outubro.
Para que os termos a3 e a7 dados sejam termos da
mesma P.G., temos: QUESTÃO 44
GABARITO:
23
RESOLUÇÃO:
01 + 02 + 04 + 16 = 23
Então,
(01) Verdadeira

Não existe q que satisfaça a igualdade.

16) Falsa. Como 2n + 1 é ímpar, (-1)2n + 1 = -1.


13 + xr = 79 → xr = 66
79 + yr = 299 → yr = 220
Assim, a razão pode assumir r = 22, que é o
máximo divisor comum entre 66 e 220. Além disso, o produto é
positivo, portanto, multiplicado por (-1), resulta em
um número negativo.
QUESTÃO 43
GABARITO: (02) Verdadeira
(Resolução oficial)

O quociente é sempre um número entre


Indicando-se por an e bn a quantidade de páginas 0 e 1 (pois o numerador e o denominador são

25 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/
COMISSÃO DE VESTIBULANDOS

consecutivos). E a expressão (-1)n define se o


termo é positivo ou negativo.

(04) Verdadeira uma vez que qA>0.


No caso do experimento B,

Para comparar qA e qB, é suficiente notar que

A sequência bn é uma progressão aritmética de


razão 0,5. Logo, qA > qB e a propagação do fungo é mais
rápida no experimento A.
08) Falsa

QUESTÃO 46
GABARITO:
( Resolução oficial)

• Cálculo do vértice da parábola


A abscissa do vértice é a solução da equação

A sequência an não é uma progressão geométrica.


(2x – 4) = –2 2x – 4 = 2x – 4 =
16) Verdadeira 4 2x = 2 3 x=3
Conforme visto no item (04), bn = {1; 1,5; 2; 2,5;
Assim, a parábola tem vértice no ponto V = (3, –2).
...} representa uma P.A. de razão 0,5.

32) Falsa • Cálculo dos coeficientes a1 , a2 e a3


Se bn é P.G, então b22 = b1 · b3, o que é falso, pois Sendo r a razão da P.G., tem-se f(x) = a1 x2 + (a1
b1 = 1, b2 = 1,5 e b3 = 2. r)x + (a1 r2) e, como as coordenadas do vértice em
função dos coeficientes são dadas por

QUESTÃO 45 e
GABARITO:
(Resolução oficial)

Considerando-se a informação do enunciado, de ,


que o porcentual atacado pelo fungo ao fim de cada
conclui-se que r = −6 e
semana cresce em PG, e denotando por q A e qB as
razões dessas progressões nos experimentos A e B, Logo a6 = a1r5 = · (–6)5 = 576.
respectivamente, tem-se, para as porcentagens no
experimento A,

26 | http://comissaovestibulandos.blogspot.com.br/