Você está na página 1de 163

Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal

PJe - Processo Judicial Eletrônico

20/10/2018

Número: 0603024-56.2018.6.07.0000
Classe: AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO JUDICIAL ELEITORAL
Órgão julgador colegiado: Colegiado do Tribunal Regional Eleitoral
Órgão julgador: Corregedoria Regional Eleitoral Desembargador WALDIR LEÔNCIO JUNIOR
Última distribuição : 20/10/2018
Valor da causa: R$ 0,00
Assuntos: Impedimento ou Embaraço ao Exercício do Sufrágio, Abuso - De Poder Econômico
Segredo de justiça? NÃO
Justiça gratuita? NÃO
Pedido de liminar ou antecipação de tutela? NÃO
Partes Procurador/Terceiro vinculado
RODRIGO SOBRAL ROLLEMBERG (REPRESENTANTE) CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO (ADVOGADO)
Coligação Brasília de Mãos Limpas (REPRESENTANTE) CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO (ADVOGADO)
IBANEIS ROCHA BARROS JUNIOR (REPRESENTADO)
MARCUS VINICIUS BRITTO DE ALBUQUERQUE DIAS
(REPRESENTADO)
Ministério Público Eleitoral DF (FISCAL DA LEI)
Documentos
Id. Data da Documento Tipo
Assinatura
95557 20/10/2018 17:53 0. AIJE - Casas Derrubadas - AGEFIS - Abuso de Petição Inicial Anexa
poder econômico - RR X IBANEIS - Versão final
95556 20/10/2018 17:53 19. Debate Record Documento de Comprovação
95555 20/10/2018 17:53 15. 2.10.2018 Ibaneis promete refazer, com verba Documento de Comprovação
dele, casas demolidas pela Agefis
95554 20/10/2018 17:53 12. 2.10,2018 Ele compra votos, eu peço diz Fraga Documento de Comprovação
sobre Ibaneis - Radar Santa Maria
95553 20/10/2018 17:53 10. 02.10.2018 - Metrópoles - Quem diz que é crime Documento de Comprovação
eleitoral pode ir à Justiça
95552 20/10/2018 17:53 30. Reportagens (1) Documento de Comprovação
95551 20/10/2018 17:53 28. O judiciário ficará de cócoras diante de Ibaneis Documento de Comprovação
Rocha_ - Blog do Callado
95550 20/10/2018 17:53 27. Ibaneis X Rollemberg - Época Documento de Comprovação
95549 20/10/2018 17:53 26. No DF2, Ibaneis diz que abrir mão de R$ 30 Documento de Comprovação
milhões em precatórios não é compra de votos
95548 20/10/2018 17:53 25. Metrópoles - Rivais acusam Ibaneis de compra de Documento de Comprovação
votos ao prometer reconstruir casas
95547 20/10/2018 17:53 24. Repercussão - Globo News Documento de Comprovação
95546 20/10/2018 17:53 23. Quero que a população saiba o que Ibaneis Documento de Comprovação
representa_
95545 20/10/2018 17:53 22. Matéria Ibaneis Documento de Comprovação
95544 20/10/2018 17:53 18. 4.10.2018_Nova máscara da velha política_, diz Documento de Comprovação
Rollemberg sobre Ibaneis - Notícia - Brasília é A
95543 20/10/2018 17:53 17. 3.10.2018 Rivais acusam Ibaneis de compra de Documento de Comprovação
votos ao prometer reconstruir casas %%
95542 20/10/2018 17:53 16. 2.10.2018 Vídeo_ Ibaneis promete reconstruir Documento de Comprovação
casas derrubadas pela Agefis - Cidades
95541 20/10/2018 17:53 14. 2.10.2018 Denúncia de compra de votos _ Caso Documento de Comprovação
Ibaneis não é o primeiro em eleições no DF - Blog d
95540 20/10/2018 17:53 13. 2.10.2018 ContextoExato - Ibaneis promete Documento de Comprovação
refazer, com verba dele, casas demolidas pela Agefis
95539 20/10/2018 17:53 11. 02.10.2018 - Metrópoles - Vídeo_ Ibaneis Documento de Comprovação
promete reconstruir casas derrubadas pela Agefis -
Cida
95538 20/10/2018 17:53 09.1 Grilheiros de Brasília batem palmas para Ibaneis Documento de Comprovação
_
95537 20/10/2018 17:53 09. Grilheiros de Brasília batem palmas para Ibaneis Documento de Comprovação
_ Brasília de Fato
95536 20/10/2018 17:53 08. 1.10.2018 Ibaneis promete refazer, com verba Documento de Comprovação
dele, casas demolidas pela Agefis - Portal Varada
95535 20/10/2018 17:53 07 - declaração de bens - Ibaneis - MAIS de 94 Documento de Comprovação
milhões
95534 20/10/2018 17:53 06. Metrópoles - Ibaneis promete refazer, com verba Documento de Comprovação
dele, casas demolidas pela Agefis
95483 20/10/2018 17:53 04. Vídeo - Ibaneis promete reconstruir casas Documento de Comprovação
derrubadas
95482 20/10/2018 17:53 03. Procuração - Rodrigo Rollemberg Procuração
95481 20/10/2018 17:53 02 - DRAP - Coligação Brasília de Mãos Limpas 40- Documento de Comprovação
PSB _ 43-PV _ 65-PC do B _ 12-PDT _ 18-REDE
95480 20/10/2018 17:53 01 - Procuração Brasília de mãos limpas Procuração
95473 20/10/2018 17:53 Petição Inicial Petição Inicial
EXCELENTÍSSIMO SENHOR DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL
REGIONAL ELEITORAL DO DISTRITO FEDERAL

AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO JUDICIAL ELEITORAL (AIJE). ABUSO DE PODER ECONÔMICO.


CAPTAÇÃO ILÍCITA DE SUFRÁGIO. PROMESSA DE DOAÇÃO DE R$ 300.000.000,00 PARA
CONSTRUÇÃO DE CASAS DERRUBADAS PELA AGEFIS E REFORMA DE ESCOLAS E
CRECHES.
1) A PROMESSA DE BENEFÍCIO ECONÔMICO (CONSTRUÇÃO DAS CASAS, COM VULTUOSA
QUANTIA DE DINHEIRO DO PRÓPRIO CANDIDATO), VINCULADA À SUA ELEIÇÃO, CONFIGURA
ABUSO DE PODER E CAPTAÇÃO ILÍCITA DE SUFRÁGIO (ART. 41-A DA LEI 9.504/97 E ART. 22
DA LC 64/90). PRECEDENTES.
2) GRAVIDADE DA CONDUTA. A PROMESSA DE USO DE VULTOSOS RECURSOS FINANCEIROS
EM BENEFÍCIO DA CANDIDATURA AO CARGO DE GOVERNADOR TEM IMPACTO RELEVANTE
NA DISPUTA ELEITORAL E DESEQUILIBRA O PLEITO.
3) PROCEDÊNCIA DA AIJE PARA CASSAR OS REGISTROS DOS ORA INVESTIGADOS, BEM
COMO APLICAR A SANÇÃO DE INELEGIBILIDADE POR 8 (OITO) ANOS.

COLIGAÇÃO BRASÍLIA DE MÃOS LIMPAS (PSB/PDT/REDE/PV/PCDOB),


pessoa jurídica de direito privado, coligação majoritária, devidamente qualificada no
DRAP nº 0600929-53.2018.6.07.0000, com endereço na SHIS QL 04, Conjunto 01,
Casa 02, Lago Sul, Brasília-DF, CEP: 71.610-2015, neste ato representado por TIAGO
ARAÚJO COELHO DE SOUZA, brasileiro, casado, servidor público, portador do RG n.
2.867.473 SSP-DF, inscrito no CPF sob o n. 617.879.142-91, residente e domiciliado à
SQN 214 Bloco A Apartamento 506 – CEP 70873-010 e RODRIGO SOBRAL
ROLLEMBERG, candidato à reeleição para o Governo do DF, devidamente qualificado
no RCAND n. 0600951-14, vêm respeitosamente, à presença de Vossa Excelência, por
seus advogados, em consonância com o art. 41-A da Lei 9.504/971 e 22 da LC 64/902,
apresentar

AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO JUDICIAL ELEITORAL POR


ABUSO DE PODER ECONÔMICO

1
Lei n. 9.504/97. Art. 41-A. Ressalvado o disposto no art. 26 e seus incisos, constitui captação de sufrágio, vedada por esta Lei, o candidato
doar, oferecer, prometer, ou entregar, ao eleitor, com o fim de obter-lhe o voto, bem ou vantagem pessoal de qualquer natureza,
inclusive emprego ou função pública, desde o registro da candidatura até o dia da eleição, inclusive, sob pena de multa de mil a cinqüenta mil
Ufir, e cassação do registro ou do diploma, observado o procedimento previsto no art. 22 da Lei Complementar no 64, de 18 de maio de
1990. § 1o Para a caracterização da conduta ilícita, é desnecessário o pedido explícito de votos, bastando a evidência do dolo, consistente
no especial fim de agir. § 2o As sanções previstas no caput aplicam-se contra quem praticar atos de violência ou grave ameaça a pessoa, com
o fim de obter-lhe o voto. § 3o A representação contra as condutas vedadas no caput poderá ser ajuizada até a data da diplomação. § 4o O
prazo de recurso contra decisões proferidas com base neste artigo será de 3 (três) dias, a contar da data da publicação do julgamento no
Diário Oficial.
2
Art. 22. Qualquer partido político, coligação, candidato ou Ministério Público Eleitoral poderá representar à Justiça Eleitoral, diretamente
ao Corregedor-Geral ou Regional, relatando fatos e indicando provas, indícios e circunstâncias e pedir abertura de investigação judicial para
apurar uso indevido, desvio ou abuso do poder econômico ou do poder de autoridade, ou utilização indevida de veículos ou meios de
comunicação social, em benefício de candidato ou de partido político, obedecido o seguinte rito:

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
em desfavor de IBANEIS ROCHA BARROS JÚNIOR, brasileiro, advogado, CPF nº
539.425.901-15, candidato a Governador, já devidamente qualificado nos autos do
RCAND nº 0601003-10.2018.6.07.0000, com endereço no Setor de Administração
Federal Sul, Bloco D, Edifício Via Esplanada, Sala 402, CEP 70070-600, Brasília-DF,
telefone: (61) 3225.9975, e-mail ibaneisrocha2018@gmail.com, e MARCUS VINÍCIUS
BRITTO DE ALBUQUERQUE DIAS (PACO BRITTO), brasileiro, empresário, portador do
CPF nº 280.137.351-68, já devidamente qualificado nos autos do DRAP nº 0601004-
92.2018.6.07.0000, candidato a Vice-Governador, com endereço no SIA, Trecho 06,
Lote 105/115 – Guará, Brasília-DF, CEP 71205-060, e-mail pacobritto@gmail.com,
pelos fundamentos de fato e de direito a seguida apresentados.

1) DAS RAZÕES PARA A PROCEDÊNCIA DA AIJE

Trata-se de Ação de Investigação Judicial Eleitoral proposta pela Coligação


Brasília de Mãos Limpas, em face de Ibaneis Rocha Barros Júnior, candidato ao cargo
de Governador do Distrito Federal e Paco Britto, candidato ao cargo de Vice-
Governador, pela Coligação “Pra Fazer a Diferença”.

Os investigados, aproveitando-se do notório poderio econômico de Ibaneis


Rocha, praticaram condutas que violaram o princípio da isonomia no processo eleitoral
em curso no ano de 2018 em prol de suas próprias candidaturas ao Governo do Distrito
Federal, com o propósito de obter favorecimento político.

- FATO 1: DISCURSO DO CANDIDATO IBANEIS NA COLÔNIA AGRÍCOLA 26 DE


SETEMBRO

No dia 30.9.2018, domingo, 7 (sete) dias antes do primeiro turno das eleições
gerais, o investigado Ibaneis Rocha, em reunião com correligionários e eleitores, na
Colônia Agrícola 26 de Setembro, assentamento localizado próximo a Taguatinga-
DF, prometeu reconstruir as casas derrubadas irregularmente pela Agência de
Fiscalização do Distrito Federal (AGEFIS)3 com recursos próprios.

3
LEI Nº 4.150, DE 05 DE JUNHO DE 2008. DODF de 06.06.2008 - Art. 2º A AGEFIS tem como finalidade básica implementar a política
de fiscalização de atividades urbanas do Distrito Federal, em consonância com a política governamental e em estrita obediência à legislação
aplicável.

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
O evento público de campanha foi gravado pelos eleitores presentes que
capturaram a lamentável cena do candidato investigado apresentando vantagem
econômica indevida àqueles que tiveram suas residências derrubadas:

“Para vocês que buscam sua moradia, aqui no DF tem terra para levantar
muito tijolo, e nós vamos manter a casa de vocês de pé”. [...]
“As casas que a AGEFIS derrubou, eu vou construir com o meu dinheiro!”

Após a declaração ilícita do investigado, a plateia aplaude e ensaia um "já


ganhou".

Além disso, é possível ouvir duas mulheres conversando a respeito da oferta


do benefício: “Eu vou mandar derrubar a minha porque ele é milionário". E a outra
completa: "eu também".

Importante destacar que esse fato foi amplamente divulgado na mídia do


Distrito Federal, especialmente na página do Jornal Metrópoles, maior jornal
eletrônico local, conforme se verifica das matérias jornalísticas indicadas abaixo:

Ibaneis promete refazer, com verba dele, casas demolidas pela Agefis: Na
Colônia Agrícola 26 de Setembro, candidato ao GDF afirmou que
levantará as residências que a Agência de Fiscalização derrubou
https://www.metropoles.com/distrito-federal/politica-df/ibaneis-promete-
refazer-com-verba-dele-casas-demolidas-pela-agefis

“Quem diz que é crime eleitoral pode ir à Justiça”, provoca Ibaneis No


domingo (30/9), ele prometeu reconstruir com verba própria casas
demolidas pela Agefis. Segundo o emedebista, foi “figura de linguagem”
https://www.metropoles.com/distrito-federal/politica-df/quem-diz-que-e-crime-
eleitoral-pode-ir-a-justica-provoca-ibaneis

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 3
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Como dito, o referido meio de comunicação possui ampla inserção na sociedade
do DF, uma vez que em maio desse ano houve 120 milhões de “page views”.

A informação da quantidade de acessos ao jornal é pública e notória, tendo sido


inclusive divulgada pelo Jota, senão vejamos:

“De propriedade de Luiz Estevão, senador cassado e condenado a mais de 30


anos de prisão no esquema de desvio de recursos na construção do Fórum
Trabalhista de São Paulo, o Metrópoles se tornou um dos principais veículos
de jornalismo da Brasília, com mais de 120 milhões de page views no último
mês.”
https://www.jota.info/coberturas-especiais/liberdade-de-expressao/o-caso-
metropoles-cumprindo-a-lei-ou-impondo-a-censura-03062018

Fica evidente que não se trata de mera proposta de campanha, mas sim acordo
de vontades de um lado, o candidato infrator que promete a eleitores definidos a
construção de casas condicionando tal dádiva- a construção das casas – à sua vitória
nas urnas e, portanto, caracterizando de modo inafastável a conduta prevista no artigo
41 – A da Lei n.º 9.504/97.

A promessa do candidato de entrega de dádiva também ressoa ainda naqueles


que não obstante não sejam os destinatários imediatos das casas podem se beneficiar
do mesmo tipo de ilicitude afetando também a igualdade da disputa ante o abuso do
poder econômico demonstrado

Portanto, há evidente promessa de reconstrução com dinheiro do próprio


candidato de diversas residências que foram derrubadas pela AGEFIS, por terem
sido construídas irregularmente por meio de invasão de áreas públicas.

- FATO 2: MANIFESTAÇÕES DO CANDIDATO IBANEIS NO DEBATE PROMOVIDO PELA


REDE GLOBO DE TELEVISÃO – 1º TURNO, EM 2.10.2018

A partir da ilicitude praticada pelo investigado, que apresentou promessa de


benefício econômico em evento eleitoral de sua campanha a centenas de eleitores,
houve a reiteração da conduta por diversas oportunidades.

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 4
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
No entanto, a cada reiteração da promessa indevida, verifica-se que o
compromisso assumido com os eleitores, que tiveram as suas residências demolidas,
atinge proporções inimagináveis.

Isso porque os candidatos adversários e jornalistas indagaram o investigado


por diversas oportunidades em programas e debates veiculados por emissoras de
televisão acerca do ato de campanha impugnado nesta oportunidade.

Ocorre que Ibaneis ao invés de se retratar pelo ato abusivo, reiterou com
veemência que realmente utilizaria dinheiro próprio para reconstruir as casas
derrubadas dos eleitores que construíram em local proibido.

Assim, houve uma readequação do discurso para tentar transparecer regular o


ato ilícito, tendo em vista que inicialmente, no evento realizado na Colônia Agrícola
26 de Setembro, o candidato se limitou a dizer: “eu vou construir com o meu
dinheiro!”.

Dois dias após o referido discurso, no debate promovido pela Rede Globo de
Televisão – 1º Turno, em 2.10.2018, há uma mudança de discurso, consignando que o
valor a ser aplicado na reconstrução das residências demolidas teria como origem os
precatórios que o investigado teria a receber.

Importante destacar que, em 21/8/2018, ainda no início da campanha eleitoral,


o investigado foi questionado acerca do destino dos precatórios pendentes de
pagamento ao seu escritório de advocacia, caso fosse eleito Governador do DF.

Nessa oportunidade, prontamente o candidato prometeu reformar as escolas e


creches do DF com os referidos valores.

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 5
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
É exatamente o que foi divulgado no site do Sindicato dos Professores -
SINPRO4 em que noticiou as respostas de sabatina realizada pela entidade sindical,
com o título “Ibaneis promete reformar as escolas com dinheiro do seu escritório de
advocacia”, conforme se observa do trecho a seguir:

“Educação

Questionado sobre os problemas da educação do Distrito Federal, Ibaneis se


comprometeu a reformar todas as escolas públicas e disse que entende muito
de construção civil. “Conheço o orçamento, sei o que dá para fazer.
Reformarei todas em um ano”, prometeu.

Ele disse que parte dos recursos financeiros para isso sairão do seu
escritório de advocacia e não do Orçamento do GDF. Ele prometeu, durante
a sabatina, que tudo que o seu escritório de advocacia receber com
honorários decorrentes de ações como as que cobram o pagamento da
terceira parcela do reajuste dos servidores será usado na reforma de escolas
públicas.

“Com meus sócios, já foi deliberado que os honorários das ações dos
servidores serão revertidas para a reforma das escolas”, disse. Comentou as
metas do Plano Distrital de Educação (PDE) e salientou a necessidade de se
investir em duas frentes: na valorização do professor e no ensino integral.
“Temos de reconhecer que o professor precisa de uma carga horária menor,
com formação específica para atender às crianças.”
Ressaltou que seu plano de governo é construído com as categorias. “O
sistema que conheço de ensino é o que dá certo para o meu filho. Quero que a
cidade tenha a educação que dou para o meu filho”, disse”.

Quase um mês depois, em 14/9/2018, o investigado registrou em Cartório


promessa exatamente no sentido de que “os honorários de sucumbência devidos ao
escritório IBANEIS ADVOCACIA E CONSULTORIA referentes ao pagamento da
terceira parcela do reajuste dos servidores públicos do Distrito Federal, também
serão revertidos para melhorias de creches e escolas”, conforme se verifica de trecho
do próprio documento5:

4
http://www.sinprodf.org.br/ibaneis-promete-reformar-as-escolas-com-dinheiro-do-seu-escritorio-de-advocacia/ .
5
https://www.metropoles.com/distrito-federal/politica-df/em-cartorio-ibaneis-garante-abrir-mao-do-salario-de-governador

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 6
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Apesar do documento registrado em Cartório indicar que os honorários de
sucumbência devidos ao escritório do investigado seriam destinados exclusivamente a
creches e escolas, houve evidente alteração repentina do compromisso firmado para
incluir a reconstrução de residências neste valor referente aos precatórios.

Não há dúvida de que a alteração da promessa registrada ocorreu em virtude


da ilicitude do discurso proferido, no dia 30.9.2018, em reunião com correligionários e
eleitores, na Colônia Agrícola 26 de Setembro.

Assim, no mencionado debate promovido pela Rede Globo de Televisão, às


22h17, Ibaneis Rocha ratifica o reprovável compromisso, senão vejamos:

“Nesse caso, Fraga, eu fiz uma escritura pública e você tomou conhecimento,
de que mesmo tendo direito e sendo legal o recebimento, que foi homologado
pela justiça, em sentença transitada em julgado, eu estou abrindo mão desses
honorários e estou colocando estes honorários à disposição da sociedade
para recuperar as escolas que precisam, as creches que precisam ser
recuperadas e agora também para construir as casas que ilegalmente e após
processo judicial, após processo administrativo, serão devolvidas àquela
população diante de derrubadas que vocês todos aqui dizem que foram
ilegais. Então esses recursos não entrarão nos cofres do meu escritório,
mesmo sendo legais e pagos pelo Tribunal de Justiça e não pelo Governo do
Distrito Federal. Mas eles vão se reverter em favor da nossa sociedade, que é
o que importa”.

Mais adiante, no referido Debate, às 23h41, o investigado reitera a ilicitude e


volta a dizer que utilizará do seu colossal patrimônio para beneficiar eleitores, caso
seja eleito:

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 7
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
“Não, Rosso. Não é crime eleitoral. Eu não me dirigi a nenhum eleitor em
particular. Não conheço nenhum que teve as casas derrubadas. E mais uma
vez quero dizer aqui para você que de justiça eu entendo. O que eu falo, eu
garanto. Então que quero dizer para você de forma bem clara. Não tem crime
eleitoral algum. O que ocorre é o seguinte: todos vocês candidatos assumem
publicamente que o que ocorreu tanto lá, quanto em outros locais, são
derrubadas ilegais. Então nós vamos, logo no início do nosso governo, abrir
processos administrativos, que deveriam ter sido abertos antes das
derrubadas, para verificar se houve realmente a ilegalidade. E em tendo
havido a ilegalidade, eu não vou sobrecarregar mais uma vez os cofres
públicos. Eu vou utilizar o que é meu para fazer. Dessas parcelas dos
precatórios, que eu vou deixar de receber. Isso é proposta. E proposta todos
devem fazer, dizendo de onde irão tirar os recursos. Eu estou dizendo de onde
vem”.

Importante registrar que o referido debate teve ampla repercussão nas mídias
sociais, bem como nos veículos de comunicação do Distrito Federal.

É o que se verifica a partir da divulgação de matéria jornalística veiculada pelo


Jornal Metrópoles, cujo título e link são os seguintes:

Rivais acusam Ibaneis de compra de votos ao prometer reconstruir casas:


Durante debate da TV Globo, Ibaneis disse que vai refazer imóveis
derrubados pela Agefis com precatórios que receberá do DF
https://www.metropoles.com/distrito-federal/eleicoes-2018-distrito-
federal/rivais-acusam-ibaneis-de-compra-de-votos-ao-prometer-reconstruir-
casas

- FATO 3: ENTREVISTA DO CANDIDATO IBANEIS NO NO PROGRAMA DFTV 2, DA


REDE GLOBO, DIA 16.10.2018

Após a realização do primeiro turno, o investigado não poupou esforços para


disseminar ainda mais o pacto ilícito de beneficiar eleitores que tiveram suas casas
derrubadas com a reconstrução dos imóveis financiada com o seu próprio dinheiro.

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 8
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Em entrevista realizada no programa DFTV 2, dia 16.10.2018, o jornalista
Antônio de Castro questionou o ora investigado acerca da promessa de doação
dos seus recursos à população carente caso vencesse as eleições, conforme trechos
ora transcritos:

Ibaneis: O que eu tiver relacionado à terceira parcela de precatórios para


receber do Distrito Federal, do GDF, eu vou repassar integralmente para que
sejam reformadas escolas e para que sejam construídas creches no Distrito
Federal”.

Entrevistador: O senhor está condicionando essa doação ao fato de o senhor


ser eleito, então quer dizer que se o seu adversário vencer a eleição não terá
essa doação?

Ibaneis: Exatamente.

Entrevistador: Isso não é um toma lá da cá?

Ibaneis: Não tem toma lá da cá nenhum. Eu estou colocando uma proposta


minha, se eu vencer as eleições eu vou doar para as escolas. Agora se eu não
vencer... Tá aí...

O representado afirmou ainda que “o recurso a partir de quando o precatório


é pago, ele é meu e do meu escritório e eu faço dele o que eu quiser”.

Quanto à promessa de construções das casas que foram derrubadas na Colônia


Agrícola 26 de Setembro com seus recursos próprios, o representado novamente
confirmou o compromisso firmado com os eleitores, senão vejamos:

Entrevistador: Mas o senhor está dizendo que vai fazer isso com seu recurso
próprio. Como o senhor vai reconstruir as casas dessas pessoas? O senhor
vai chamar lá no palácio do buriti? Centenas de... deixa eu concluir a
pergunta? Mas você vai chamar as pessoas?

Ibaneis: Vai ser aberto processo administrativo, vai ser levantado o que tinha
lá e as pessoas vão receber os recursos para reconstruir as suas casas.

Entrevistador: Mas como vão receber candidato? O senhor chamaria essas


famílias lá no Palácio do Buriti, faria uma fila lá de milhares de famílias e o
senhor assinaria...

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 9
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Ibaneis: Eu não vou fazer fila, é pra isso que tem o servidor, pra ir lá fazer o
levantamento, abrir o processo administrativo, que era o que os governantes
já deveriam ter feito.

Entrevistador: Mas ai o senhor está confundindo tudo, o senhor disse que vai
fazer isso com o seu recurso próprio, mas ai o senhor vai colocar o servidor
pra ...

Ibaneis: Sim, depois de levantado o processo administrativo, levantado o


custo da moradia, isso vai ser feito através de doação.

Entrevistador: Mas candidato, eu quero saber na prática: como o senhor vai


fazer isso?

Ibaneis: Tá muito claro, eu vou abrir o processo administrativo, se a


derrubada foi ilegal isso vai ser reconstruído.

Entrevistador: Eu entendi essa parte, mas como será feita a doação lá


finalmente, o senhor chamará as famílias?

Ibaneis: Através de processo administrativo regular do poder público, onde


aqueles que tiveram as suas casas, vão ter o direito de dizer, mostrar o local,
fazer o levantamento, dizer o que que tinha construído, fazer todo o
levantamento do custo daquilo ali. Feito isso tudo, vai ser homologado e ao
invés de colocar o dinheiro público eu vou botar o meu.

Nessa oportunidade, portanto, o ora investigado prometeu a doação do valor


de R$300.000.000,00 (trezentos milhões de reais) para a construção de casas para os
eleitores, aumentando, assim, de forma incomensurável, o número de pessoas
alcançadas.

Isso sem falar que, durante a referida entrevista no DFTV, o representado


ainda cria uma CONDIÇÃO para que seja realizada a doação do vultoso valor
aos eleitores, qual seja, sua VITÓRIA NAS URNAS:

Entrevistador: O senhor está condicionando essa doação ao fato de o senhor


ser eleito, então quer dizer que se o seu adversário vencer a eleição não terá
essa doação?

Ibaneis: Exatamente.

Entrevistador: Isso não é um toma lá da cá?

10

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 10
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Ibaneis: Não tem toma lá da cá nenhum. Eu estou colocando uma proposta
minha, se eu vencer as eleições eu vou doar para as escolas. Agora se eu não
vencer... Tá aí...

Assim, não resta alternativa aos investigantes, a não ser a propositura da


presente Ação de Investigação Judicial Eleitoral, com a finalidade de cessar esta
transgressão eleitoral e coibir a evidente prática de captação ilícita de sufrágio e o
abuso de poder econômico.

- FATO 4: SABATINA NO G1 COM O CANDIDATO IBANEIS

Em sabatina realizada no dia 16.10.2018 pelo portal G1, o ora representado


afirma que não se arrepende de prometer que construiria as casas derrubadas pela
Agefis com o próprio dinheiro.

Na mesma sabatina reafirma que irá construir escolas e creches com recursos
próprios advindos de precatórios pendentes de recebimento pelo seu escritório de
advocacia, fato já registrado em cartório.

A referida sabatina está disponível no seguinte site:


https://g1.globo.com/df/distrito-federal/eleicoes/2018/noticia/2018/10/16/ao-g1-
ibaneis-admite-compra-de-imovel-sem-escritura-e-promete-combater-abusos-
de-flanelinhas.ghtml

- FATO 5: ENTREVISTA COM O CANDIDATO IBANEIS NA BANDNEWS FM

Em entrevista realizada no dia 11.10.2018 à BandNews FM divulgada no


Facebook, o ora representado afirma que fez esta proposta e caso eleito vai cumprir a
promessa de reconstrução de residências demolidas pela AGEFIS.

A referida entrevista está disponível no seguinte site:


https://www.facebook.com/BandNewsFmBrasilia/videos/485206481986568/

11

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 11
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
- FATO 6: ENTREVISTA DO CANDIDATO IBANEIS AO CB PODER -

Em entrevista realizada em 9.10.2018 pelo C.B Poder, o candidato Ibaneis


Rocha reafirmou que é um compromisso dele abrir um processo administrativo para
verificar se as derrubadas foram ilegais e que reconstruirá todas com os seus
recursos, advindos de precatórios.

A referida entrevista está disponível no seguinte site:


https://www.youtube.com/watch?v=ybpY_u8vrXc&t=2s

2) DO CABIMENTO DA PRESENTE AÇÃO JUDICIAL DE INVESTIGAÇÃO ELEITORAL:


ART. 96-B DA LEI 9.504/97.

Com o advento da Lei 13.165/2015, foi introduzido na Lei Eleitoral o art. 96-
B, que trata das ações eleitorais que, propostas por partes diversas, versem sobre o
mesmo fato:

Art. 96-B. Serão reunidas para julgamento comum as ações eleitorais


propostas por partes diversas sobre o mesmo fato, sendo competente para
apreciá-las o juiz ou relator que tiver recebido a primeira.
§ 1º O ajuizamento de ação eleitoral por candidato ou partido político não
impede ação do Ministério Público no mesmo sentido.
§ 2º Se proposta ação sobre o mesmo fato apreciado em outra cuja decisão
ainda não transitou em julgado, será ela apensada ao processo anterior na
instância em que ele se encontrar, figurando a parte como litisconsorte no
feito principal.
§ 3º Se proposta ação sobre o mesmo fato apreciado em outra cuja decisão já
tenha transitado em julgado, não será ela conhecida pelo juiz, ressalvada a
apresentação de outras ou novas provas.

Segundo a previsão legal, as ações que versam sobre o mesmo fato devem ser
reunidas para julgamento conjunto perante o juízo prevento, a qualquer tempo antes do
trânsito em julgado, convertendo-se o autor da segunda ação em litisconsorte na
primeira.

12

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 12
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Tramita perante esse e. TRE-DF a AIJE nº 0602991-66, ajuizada pela
Coligação “Elas por Nós: Sem medo de Mudar o DF” (PSOL e PCB) e Maria de
Fátima Sousa, que trata da captação ilícita de sufrágio e abuso de poder econômico
praticados pelos ora investigados ao prometerem a reconstrução das casas àqueles
eleitores afetados pelas derrubadas promovidas pela AGEFIS, com dinheiro próprio do
candidato a Governador, R$300.000.000,00 (trezentos milhões de reais).

Enquanto que a presente AIJE, muito embora também trate do mesmo fato,
apresenta fatos novos e provas inéditas não abordados na AIJE em trâmite nessa
Corte Regional Eleitoral do Distrito Federal, como será visto adiante.

Dessa forma, em virtude da robustez do novo acervo probatório e da


amplitude da gravidade dos ilícitos praticados após o discurso proferido na Colônia
Agrícola 26 de Setembro, devem os presentes autos tramitarem em conjunto com a
presente AIJE nº 0602991-66, a teor do art. 96-B da Lei nº 9.504/97.

3) DA SINGULARIDADE E ESPECIFICIDADE DO PRESENTE CASO. PROMESSA DE


RECONSTRUÇÃO DE CASAS COM DINHEIRO DO PRÓPRIO CANDIDATO, QUE
DISPONIBILIZOU VULTUOSA QUANTIA: BENEFÍCIO A ELEITORES DETERMINADOS E
DETERMINÁVEIS.

Primeiramente, importa ressaltar a especificidade e peculiaridade do presente


caso, tendo em vista que a Justiça Eleitoral nunca analisou caso semelhante em que
candidato com tanto poderio econômico pudesse fazer promessa que desequilibrasse
significativamente as eleições.

A fim de se demonstrar que não se trata de mera promessa genérica ou


política, e revela caso sui generis: a promessa de uso de enorme quantia (R$ 300
milhões) de recursos próprios para construir casas para as pessoas que tiveram suas
casas derrubadas, diretamente atrelado à sua eleição.

13

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 13
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
É informação pública e notória que o representado é um dos candidatos mais
ricos do Distrito Federal, demonstrando que a promessa apresentada possui total
viabilidade de ser cumprida no caso de ser eleito Governador.

Ora, é o próprio candidato representado que informa ao e. TRE-DF que possui


mais de R$ 94.000,00 (NOVENTA E QUATRO MILHÕES) em bens em seu nome, o
que evidencia a necessidade de análise verticalizada pela Justiça Eleitoral.

A própria imprensa local identifica o investigado como um dos candidatos mais


afortunados do Distrito Federal, senão vejamos:

15/8/2018 - Saiba quem é o candidato ao GDF mais rico e o mais


“pobre”: Ex-presidente da OAB-DF, Ibaneis Rocha (MDB) declarou
R$ 93.720.602,57 em bens. Paulo Chagas (PRP) está no fim da lista,
com R$ 129.496,04
https://www.metropoles.com/distrito-federal/politica-df/de-nove-
buritizaveis-com-registro-no-tre-ibaneis-declara-se-mais-rico

24/8/2018 - Candidato mais rico ao GDF, Ibaneis esquece de declarar


carros de luxo
https://www.metropoles.com/m-confirma/candidato-mais-rico-ao-gdf-
ibaneis-esquece-de-declarar-carros-de-luxo

15/8/2018 - Fortuna de Ibaneis é cinco vezes maior que a dos demais


candidatos ao GDF
https://www.destakjornal.com.br/cidades/detalhe/fortuna-de-ibaneis-e-
cinco-vezes-maior-que-a-dos-demais-candidatos-ao-gdf

Importante registrar que a Justiça Eleitoral não pode tolerar ser desafiada por
candidato que pratica ilicitudes com repercussão suficiente para desequilibrar as
eleições.

14

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 14
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Como dito, a promessa apresentada pelo investigado se torna plausível aos
eleitores mais humildes que acreditam que receberão o benefício prometido caso
sejam eleitos.

Ora, é evidente a exploração da miséria humana ao se realizar promessa que


possibilita o eleitor pobre a sonhar com a sua casas própria, mesmo que construída em
terreno irregular com o financiamento do candidato a Governador.

No presente caso, a captação ilícita a partir da promessa de vantagem


pessoal acarreta benefício a eleitores identificáveis (eleitores que tiveram suas
casas demolidas na Colônia Agrícola 26 de Setembro), com o fim específico de
obter o voto de eleitor determinado, com inegável participação do candidato
beneficiário na prática do ato.

Como sabido, grilagem, parcelamento irregular de terras e ocupação ilegal de


áreas públicas são situações que atingem dimensões absurdas no Distrito Federal.

Ocorre que o atual governo de Brasília procurou combater as invasões de


terras públicas e a teoria do fato consumado, que leva às reivindicações de regularizar
condomínios já estabelecidos e que possuam a viabilidade jurídica e ambiental de
regularização.

Observa-se, assim, que a mensagem alcançou seu intento, influenciando


gravemente a vontade do eleitor, que se mostra seduzido pela promessa feita pelo
investigado Ibaneis Rocha, configurando evidente captação ilícita de sufrágio e abuso
de poder econômico.

Afinal, todos os eleitores que tiveram suas casas derrubadas pela AGEFIS
estão acreditando que, votando no ora investigado, terão suas casas reconstruídas sem
qualquer dispêndio financeiro próprio ou burocracia administrativa, já que o
investigado prometeu que a reconstrução será custeada com seu próprio dinheiro.

15

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 15
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Registre-se que essa promessa apresentada se torna factível e executável
justamente pelo fato do investigado possuir riquezas que possibilitam o cumprimento
de seu compromisso com os eleitores.

No entanto, essa condição financeira do referido candidato desequilibra o


pleito a partir do momento que nenhum outro candidato ostenta tamanha robustez
econômica para realizar promessa similar, o que evidentemente quebra a isonomia da
disputa.

De acordo com o art. 41-A da Lei nº 9504/97, constitui captação ilícita do


sufrágio, fenômeno conhecido popularmente como “compra de votos”, “doar,
oferecer, prometer, ou entregar, ao eleitor, com o fim de obter-lhe o voto, bem ou
vantagem pessoal de qualquer natureza, inclusive emprego ou função pública, desde
o registro da candidatura até o dia da eleição”.

Diz o parágrafo primeiro do artigo: “para a caracterização da conduta ilícita,


é desnecessário o pedido explícito de votos, bastando a evidência do dolo, consistente
no especial fim de agir”.

Ou seja, para caracterizar a compra de votos é preciso que ocorram, de modo


simultâneo, os seguintes requisitos: prática de uma das condutas previstas no art. 41-A
da Lei nº 9.504/1997; fim específico de obter o voto do eleitor e participação ou
anuência do candidato beneficiário na prática do ato.

Cabe ressaltar também que, para a caracterização de compra de voto, o bem ou


a vantagem oferecida pelo candidato deve ser pessoal, mesmo que a oferta seja pública
ou coletiva.

Segundo José Jairo Gomes, “deve referir-se a prestação situada na esfera


privada do eleitor, de sorte a carrear-lhe benefício individual. Mas a exegese dessa
cláusula é algo alargada, podendo o proveito ou a dádiva ser endereçado à pessoa
ligada ao eleitor. Assim, por exemplo, se o candidato fizer promessa – em troca de
voto – de fornecer material de construção a parente ou familiar de alguém, estará

16

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 16
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
configurada a situação fática prevista no artigo 41-A da LE, O benefício aí é
indireto6.

Na realidade não importa a natureza do bem ou vantagem que é colocada à


disposição, oferecida, prometida ou entregue a alguém, com o fito de obtenção de
voto.

Essa promessa pode ser de variadas espécies, desde aquelas representativas de


valor econômico, financeiro, que possam ser quantificadas, individualizadas,
materializadas, até mesmo aquelas que tenham conotação de benefício moral, com
conteúdo imaterial, ou que se revelem em atos de apoio ou até mesmo prestígio.

Dessa forma, não se trata de proposta de campanha ou de programa de política


pública, mas de abuso de poder econômico, pela promessa de reconstrução de casas
específicas (as demolidas pela AGEFIS) não como política pública, mas a partir de
recursos do patrimônio do próprio do candidato.

A promessa de uso de recursos financeiros próprios, de vultuosa monta, com


repercussão direta no patrimônio do eleitor (casa própria), influencia diretamente na
intenção de voto daquelas pessoas beneficiadas, configurando captação ilícita de
sufrágio e abuso de poder econômico.

E o que é mais grave: a referida promessa foi reafirmada diversas vezes pelo
candidato ora representado.

Tudo isso é ponto basilar para compreender, de forma crítica, as circunstâncias


fáticas que evidenciam a singularidade do presente caso capaz de viciar a vontade do
eleitor, conforme a tipificação do art. 41-A da Lei 9504/97.

6
GOMES, José Jairo. Direito Eleitoral. Ed. São Paulo: Atlas, 2013, p. 559.

17

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 17
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Nesse contexto, a promessa de reconstrução das casas irregulares demolidas
pela AGEFIS com recursos próprios (R$ 300 milhões) constitui promessa de vantagem
pessoal de qualquer natureza que acarreta benefício patrimonial individual a cada
um daqueles que tiveram sua casa demolida por ter sido construída em área
irregular.

Afinal, tem-se, no presente caso, uma evidente promessa de vantagem de


ordem pessoal, situada na esfera privada do eleitor, que pode ser quantificada,
individualizada e materializada, configurando captação ilícita de sufrágio, posto
que os eleitores beneficiados são perfeitamente identificados.

4) DAS RAZÕES QUE EVIDENCIAM A CONFIGURAÇÃO DA CAPTAÇÃO ILÍCITA DE


SUFRÁGIO – ART. 41-A DA LEI Nº 9.504/97.

Como visto, os investigados realizaram captação ilícita de sufrágio e abuso de


poder econômico em virtude da prática do seguinte fato: prometer a reconstrução das
casas demolidas pela AGEFIS com dinheiro próprio do candidato, em montante
substancial (R$ 300 milhões de reais), em troca de voto, pois a implementação do
benefício ficou expressamente condicionada à sua eleição.

A promessa foi realizada em reunião com correligionários e diversos eleitores,


e segundo o investigado Ibaneis Rocha seriam destinados R$ 300.000.000,00
(trezentos milhões de reais) de seu próprio bolso para este fim específico, reconstrução
das casas derrubadas, apenas e tão somente se eleito.

Caracteriza-se, assim, a hipótese do art. 41-A da Lei nº 9.504/97, caput, e §1º:

“Art. 41-A. Ressalvado o disposto no art. 26 e seus incisos, constitui captação


de sufrágio, vedada por esta Lei, o candidato doar, oferecer, prometer, ou
entregar, ao eleitor, com o fim de obter-lhe o voto, bem ou vantagem pessoal
de qualquer natureza, inclusive emprego ou função pública, desde o registro
da candidatura até o dia da eleição, inclusive, sob pena de multa de mil a
cinqüenta mil Ufir, e cassação do registro ou do diploma, observado o
procedimento previsto no art. 22 da Lei Complementar no 64, de 18 de maio
de 1990.

18

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 18
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
§ 1º Para a caracterização da conduta ilícita, é desnecessário o pedido
explícito de votos, bastando a evidência do dolo, consistente no especial fim
de agir”.

Francisco de Assis Sanseverino7 ressalta que “para o enquadramento da


conduta no art. 41-A, deve haver a compra, a negociação do voto do eleitor, com
promessas de vantagens mais concretas e específicas, de forma a corromper a
consciência do eleitor”, concluindo que “a promessa concreta de qualquer vantagem,
MESMO DIRIGIDA A ELEITORES INDETERMINADOS, de forma genérica,
condicionadas à obtenção do voto do eleitor, de modo a corrompê-lo, pode
configurar a infração”.

Da análise das imagens e do áudio das mídias encartadas não há dúvida de que
há uma promessa concreta de vantagem pessoal dirigida a eleitores determinados:

1) construção das casas derrubadas;


2) a partir do uso de vultosos recursos próprios do candidato;
3) condicionante com o voto/eleição do candidato.

Ou seja, a crença do eleitor é clara: aqueles eleitores que tiveram sua casa
derrubada pela AGEFIS terão o benefício que o ora investigado prometeu. E tal
promessa, durante o período eleitoral, é de uso de recursos próprios para a
reconstrução da casa das pessoas, ou seja, elas terão benefício patrimonial direto caso
votem no candidato ora investigado.

É dentro deste quadro fático-jurídico que se tem que os fatos noticiados


configuram o ilícito eleitoral de captação ilícita de sufrágio, restando preenchidos os
requisitos constantes do art. 41-A da Lei das Eleições.

Isso porque há a promessa de benesse determinada, de modo a


consubstanciar vantagem direta ao eleitor, aliciando a sua vontade.

7
Compra de Votos – Análise à Luz dos Princípios Democráticos. Porto Alegre: Verbo Jurídico, 2007, p.264.

19

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 19
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Afinal, “a promessa de vantagem pessoal ilícita prevista no art. 41-A da Lei
n.º 9.504/97 é a que tem a finalidade especial de aliciar a vontade do eleitor". (TRE-
GO, RE nº 207-27, Rel. Des. Eleitoral Marcelo Arantes de Melo Borges, DJe
3.11.2014).

Na hipótese de captação ilícita de sufrágio, o c. TSE tem reiteradamente


assentado que “o núcleo do artigo 41-A da Lei nº 9.504/1997 não exige, para a sua
configuração, apenas a entrega do bem ou da vantagem pessoal, contentando-se com
o oferecimento ou a promessa de entrega, a fim de obter o voto do eleitor”. (REspe
nº 4038-03, Rel. Designada Min. Luciana Lóssio, DJe 25.9.2013).

No mesmo sentido, o REspe nº 357-70, Rel. Min. Fernando Gonçalves, DJe


30.4.2010: “a promessa de vantagem pessoal em troca de voto é parte da fattispecie
integrante da norma, devendo se relacionar com o benefício a ser obtido concreta e
individualmente por eleitor determinado, para fazer incidir o art. 41-A da Lei das
Eleições”.

Segundo José Jairo Gomes8, a captação ilícita de sufrágio “estará configurada


sempre que a eleitor for oferecido, prometido ou entregue bem ou vantagem com o fim
de obter-lhe o voto”.

Instrui, ainda, que se admite “que o „fim de obter‟ (e não o pedido expresso
de) votos – dolo específico ou fim especial de agir, na linguagem do Direito Penal –
resulte das circunstâncias do evento, sendo deduzido do contexto em que ocorreu,
mormente do comportamento e da relação dos envolvidos”, ressaltando ser “nesse
sentido a exegese que o Tribunal Superior Eleitoral vem emprestando a essa questão,
conforme evidenciam, entre outros: o REspe nº 25.146/RJ (DJ 20-4-2006, p. 124), o
RO nº 777/AP (JTSE 3:2006:118).

Esta é exatamente a hipótese do presente caso.

8
Direito Eleitoral. 14ª ed. Ver., atual. e ampl., São Paulo: Atlas, 2018, p. 829.

20

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 20
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Afinal, como já dito, a prova dos autos é irrefutável: o investigado, candidato
beneficiário, efetivamente fez a promessa de dádiva de vultosos recursos (R$ 300
milhões de reais) em troca de votos, e condicionando à sua eleição, como se depreende
das inúmeras manifestações nos veículos de comunicação, ocasião em que reiterou a
conduta inúmeras vezes.

O caso é deveras grave, pois envolve algo precioso para a população,


principalmente a mais humilde: a casa própria, a moradia.

No caso, ficou comprovado o oferecimento de vantagem patrimonial a


eleitores determinados: sejam todas as pessoas que tiveram suas moradias derrubadas
na Colônia Agrícola 26 de Setembro, sejam todos os demais eleitores que tiveram as
suas casas derrubadas pela Agência de Fiscalização do Distrito Federal (AGEFIS).

Portanto, não se trata de promessa vaga, feita em palanque, durante campanha


em período eleitoral. Ao contrário, se tratou de um ato concreto de benefício eleitoral
patrimonial especificamente condicionado à sua eleição, o que revela a ilicitude
flagrante do ato impugnado.

Até mesmo porque não se prometeu a construção de moradias para todos, ou a


criação de um programa social de habitação, mas a doação de dinheiro próprio para
honrar o benefício.

Ademais, em caso de pluralidade de eleitores corrompidos, como é a presente


hipótese, é possível reconhecer o ilícito sem a necessidade de qualificação individual
de cada um dos eleitores.

Paradigmático o acórdão do e. TRE-GO no Recurso Eleitoral nº 469-45, Rel.


Des. Eleitoral Marcelo Arantes de Melo Borges, DJe 18.8.2017:

“A promessa específica do candidato de arar as terras de 35 famílias de


agricultores moradores de assentamentos rurais, ainda no ano eleitoral, caso
vitorioso, formulada pelo candidato ao cargo de prefeito em comício político
dirigido a estes e posteriormente reafirmada em entrevista concedida em
rádio local, respaldada por provas contundentes (gravação ambiental do

21

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 21
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
comício e da entrevista e prova testemunhal), configura captação ilícita de
sufrágio”.

No paradigma, imputou-se aos candidatos aos cargos de Prefeito e Vice-


Prefeito do município de Trombas-GO a conduta prevista no art. 41-A da Lei nº
9.504/97 (captação ilícita de sufrágio), pois ao realizar comício de campanha, o
candidato a Prefeito prometeu arar as terras dos moradores de um assentamento
rural localizado naquele município, ainda no ano da realização das eleições.

A promessa de aração de terras foi ratificada em entrevista concedida


pelo candidato a Prefeito a uma rádio local do município de Trombas-GO.

Naquele caso, o Desembargador Relator assentou que “especificamente sobre o


áudio cujo conteúdo revela gravação ambiental realizada no comício dos recorrentes no
dia 7.9.2016, fica evidente na fala do então candidato Agostinho Nóbrega a promessa de
realização de aração de terras, ainda no ano da eleição, dirigida a eleitores específicos,
fato que, a meu senso, amolda-se perfeitamente ao delineado no art. 41-A da Lei das
Eleições, ou seja, prometer vantagem pessoal a eleitor (eleitores pertencentes ao
assentamento), com o fim de obter-lhe o voto (condicionada à eleição dos recorrentes),
desde o registro de candidatura até o dia da eleição (ano da eleição), o que afasta por
completo a tese dos recorrentes de realização de promessa genérica”.

Ressaltou o Desembargador que “na entrevista concedida à rádio do


município de Trombas no dia 7.10.2016 - na condição de candidato já eleito, o
recorrente Agostinho Nóbrega Rodrigues confirma que a promessa realizada em
comício seria cumprida ao ser questionado pela apresentadora do programa,
afirmando que os tratores estariam prontos para fazer o serviço na outra segunda-
feira, o que, a meu juízo, comprova que o candidato realmente fez a promessa e a
confirmou, revelando sua intenção de realmente adimpli-la, antes mesmo de tomar
posse no cargo, realizando os serviços de aração prometidos”.

22

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 22
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Assim, concluiu-se “evidenciados os requisitos configuradores contidos no
art. 41-A da Lei das Eleições, quais sejam: a) promessa dos serviços de aração a
eleitores, no caso, agricultores do assentamento rural (conduta típica); b)
acompanhada de pedido expresso de votos (fim de obter voto); e c) formulação do
pedido pelo próprio candidato beneficiário (participação ou anuência do candidato),
especificando, inclusive, o momento de realização da aludida promessa (desde o
registro de candidatura até o dia da eleição), considerando, ainda, que a promessa
deveria ser concretizada no ano da realização do pleito”.

Da mesma forma, no presente caso, houve uma promessa concreta


formulada diretamente pelo candidato a Governador de vantagem pessoal
(reconstrução das casas derrubadas pela AGEFIS com o seu próprio dinheiro),
dirigida a eleitores determinados (eleitores que tiveram suas casas demolidas na
Colônia Agrícola 26 de Setembro, bem como todos os demais eleitores que
tiveram as suas casas demolidas pela AGEFIS), durante o período eleitoral, com o
fim de obter voto.

Tanto há essa condicionante que o próprio representado confessou em


entrevista à TV Globo, em 16.10.2018, que a doação de recursos próprios para a
construção de casas só ocorreria se ele fosse eleito.

O contexto fático demonstra de forma cabal o liame entre os investigados e os


eleitores aliciados, inexistindo qualquer dúvida da participação direta no cooptação
irregular de votos.

Vale destacar ainda que, conforme já explicitado pelo e. TRE-ES, no Recurso


Eleitoral nº 12-35, Rel. Des. Eleitoral Rômulo Taddei, DJe 29.4.2010, é “irrelevante a
ausência de pedido expresso de votos, bem como a indeterminação dos eleitores
corrompidos, uma vez que a simples promessa de benesses no período crítico da
disputa eleitoral gera a presunção de que o objetivo visado é captar votos”.

23

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 23
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
De outro lado, sobre a promessa direcionada a uma pluralidade de eleitores,
identificáveis por meio de sua comunidade, o c. TSE já decidiu que configura captação
ilícita de sufrágio:

“Recurso especial. Representação com base nos arts. 41-A e 73 da Lei nº


9.504/97. [...]. PARA A CONFIGURAÇÃO DA INFRAÇÃO AO ART. 41-A
DA LEI Nº 9.504/ 97 NÃO É NECESSÁRIA A IDENTIFICAÇÃO DO
ELEITOR. [...]. Oferta feita a membros da comunidade. A pluralidade não
desfigura a prática da ilicitude. [...].” NE: Candidato dava a entender aos
eleitores que obras públicas deveriam ser a ele creditadas.
(Ac. nº 21.120, de 17.6.2003, rel. Min. Luiz Carlos Madeira.)

No referido paradigma, assentou-se que “nessas condições, não se deve


desprezar a oferta concreta feita a membros de uma determinada comunidade, pois
a pluralidade de seus membros não desfigura a prática da ilicitude”.

Consignou-se que “não é demais lembrar que a testemunha da defesa, Carlos


Roberto Pereira dos Santos, arrolada pelo primeiro Representado, Senhor José
Carlos Gratz, em seu depoimento, à fl. 1056/1057, declara que atualmente 'encontra-
se apoiando o Deputado José Carlos Gratz e que nele votaria umas dez vezes nesta
mesma eleição, porque ele realizou um sonho seu e de toda a Comunidade da Grande
Cobilândia”.

Para concluir que “a declaração acima transcrita é resultado de uma conduta


por parte do candidato, ora Representado, que transfere a realização de obras com
verbas públicas como se suas fossem ou como se o poder público fosse ele mesmo e
que sem ele não haveria obras; levando ao extremo a máxima absolutista de que "o
Estado sou Eu".

A despeito de o serviço de abastecimento de água no município depender de


viabilidade técnica a ser aferida pela empresa responsável, ficou assentado no acórdão
que o ato cometido pelo prefeito em relação ao eleitor, a respeito de pedido dirigido à
concessionária, foi motivado por intuito de compra de voto, tornando-se irrelevante a
discussão se seria possível ou não a efetivação de tal providência.

24

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 24
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Do mesmo modo, no Recurso Especial nº 252-56, rel. Min. Cesar Asfor
Rocha, Acórdão de 16.2.2006, assentou-se que não é necessário que os eleitores
beneficiados sejam identificados nominalmente:

“[...]. Captação de sufrágio do art. 41-A da Lei nº 9.504/97. [...]. 1. Na linha


da jurisprudência desta Corte, estando comprovado que houve captação
vedada de sufrágio, NÃO É NECESSÁRIO ESTEJAM IDENTIFICADOS
NOMINALMENTE OS ELEITORES QUE RECEBERAM A BENESSE EM
TROCA DE VOTO, bastando para a caracterização do ilícito a solicitação do
voto e a promessa ou entrega de bem ou vantagem pessoal de qualquer
natureza. [...].”

Fica evidente que não se trata de mera proposta de campanha, mas sim acordo
de vontades de um lado, o candidato infrator que promete a uma categoria de eleitores
determinados a construção de casas condicionando tal dádiva – a reconstrução das
casas – à sua vitória nas urnas.

Veja-se que os tribunais já tem reconhecido que havendo provas robustas e


incontestes de que os atos do candidato extrapolaram os meios legítimos de conquista
de votos, deve ser resta caracterizada a conduta prevista no art. 41-A da Lei das
Eleições, notadamente, a partir da amplitude dos fatos ilícitos e da engenhosidade do
modo de agir do representado: Vejamos:

RECURSO ELEITORAL - AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO JUDICIAL


ELEITORAL - VEREADOR - ELEIÇÕES 2016 - ABUSO DE PODER -
VEREADOR CANDIDATO À REELEIÇÃO - SERVIDOR
APOSENTADO DE AUTARQUIA PREVIDENCIÁRIA - PROMESSA DE
FACILITAÇÃO NA CONCESSÃO DE BENEFÍCIOS - INFLUÊNCIA
JUNTO ÀQUELA INSTITUIÇÃO PARA ANGARIAR VOTOS -
DISTRIBUIÇÃO DE OUTROS BENS E VANTAGENS - CAPTAÇÃO
ILÍCITA DE SUFRÁGIO - ART. 41-A DA LEI Nº 9.504/97 -
COMPROVAÇÃO - ABUSO DE PODER POLÍTICO E ECONÔMICO -
RECONHECIMENTO - INCIDÊNCIA DO ART. 22, XIV, LC Nº 64/90 -
CASSAÇÃO DO DIPLOMA - DECLARAÇÃO DE INELEGIBILIDADE
POR 8 ANOS - PROCEDÊNCIA DO PEDIDO - REFORMA DA
SENTENÇA - PROVIMENTO DO RECURSO A afirmação de que o
Ministério Público estaria participando de uma grande armação contra

25

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 25
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
o réu, no caso dos autos, se revela absolutamente inconsistente, na
medida em que o recorrido não comprova, demonstra, indica ou sequer
insinua, qual seria o interesse do parquet em cassar o seu mandato. Ao
revés, a declaração mais parece o uso do "argumentum ad hominem",
falácia identificada quando alguém procura negar proposição com
crítica ao seu autor, e não ao seu conteúdo. Fatos comprovadamente
ocorridos no ano de 2012, seguramente, não servem para embasar uma
condenação em processo que trata das eleições 2016. Entretanto,
revelam fortes indícios de que o candidato, durante às eleições 2016,
continuou exercendo influência em procedimentos administrativos de
autarquia previdenciária, usando-os como moeda eleitoreira,
notadamente quando analisados em conjunto com provas documentais
colacionadas aos autos (documentos pessoais de segurados, todos
referentes ao ano de 2016, tais como: pedidos de prorrogação ou
reconsideração do Sistema Administrativo de Benefícios por
Incapacidade; guias da previdência social para recolhimento de
contribuições; laudos médicos periciais; fichas de consultas de dados
cadastrais; comunicações de decisões de reconhecimento de benefícios;
requerimentos de pedidos de prorrogação e marcação de perícia
médica; comprovante de agendamento de recurso para benefício;
extratos de benefícios do DATAPREV e requerimentos de concessão de
benefícios). Depoimentos de testemunhas servidores do INSS, no sentido
de que desconheciam qualquer conotação eleitoreira na conduta do
candidato junto ao órgão quando ainda em exercício, mostram-se de
pouca credibilidade, pois, na qualidade de servidores daquela
autarquia, afirmar em juízo o contrário poderia responsabilizá-los
penalmente por esta alegação pois, se conhecessem alguma
irregularidade e ainda assim não agissem, sua conduta poder-se-ia
enquadrar no tipo de condescendência criminosa, previsto no art. 320,
CP, parte final. Na espécie, as provas demonstram que o candidato
recorrido usava de seu prestígio ou conhecimento junto ao INSS para
angariar votos junto ao eleitorado de Parnamirim, em ordem a
caracterizar a conduta proscrita pelo art. 41-A da Lei nº 9.504/97,
ofertar, prometer ou entregar vantagens pessoais de natureza
previdenciária a eleitores com intuito de obter-lhes o voto. Sobre a
captação ilícita de sufrágio por meio da promessa/oferta/doação/entrega
de bens de outra natureza, igualmente, há fartas provas nos autos da sua

26

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 26
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
existência, tais como "lista de pedido de ajuda", onde consta relação de
nomes e benesses, faturas de energia elétrica em nome de terceiros, além
de outros documentos de ordem pessoal, tais como um recibo de
pagamento de financiamento habitacional, financiado pela Caixa
Econômica Federal, extratos de débitos da Secretaria Municipal de
Tributação, além de receituários médicos, solicitação de exames e
recibos de pagamento de consultas médicas. Havendo nos autos provas
robustas e incontestes de que os atos do recorrido extrapolaram os
meios legítimos de conquista de votos, deve ser reformada a decisão que
entendeu em sentido contrário, de modo a entender por caracterizada a
conduta prevista no art. 41-A da Lei das Eleições. A partir da amplitude
dos fatos ilícitos e da engenhosidade do modo de agir do recorrido, é
possível entender pela existência de verdadeiro esquema de compra de
votos em Parnamirim/RN, durante as eleições de 2016, concluindo-se,
de modo indubitável, que foram capazes de comprometer a
normalidade das eleições no município, lesando sobremaneira a
higidez e o equilíbrio do pleito. Nesse contexto, os fatos foram graves o
suficiente para configurar hipótese de abuso de poder, notadamente
considerando a posição política ostentada pelo recorrido, que era
vereador candidato à reeleição, com presumível conhecimento da lei
eleitoral e dos benefícios que obteria com a prática ilícita; a
ardilosidade de se utilizar de pessoas em situação de risco social, que
normalmente necessitam de benefícios previdenciários para sua
manutenção econômica; além do fato de haver fortes indícios de que
esse esquema vinha sendo desenvolvido desde às eleições 2012. No
tocante à inelegibilidade, há a necessidade do prévio conhecimento do
candidato beneficiado em ação de investigação judicial eleitoral acerca
dos fatos ilícitos dos quais decorreu sua condenação, e as provas
revelam que o recorrido participou ativamente do processo de captação
ilícita e abuso de poder, tendo sido ele mesmo o responsável direto pela
realização dos fatos abusivos. Conhecimento e provimento do recurso.
(TRE-RN - RE: 18210 PARNAMIRIM - RN, Relator: LUIS GUSTAVO
ALVES SMITH, Data de Julgamento: 09/10/2017, Data de Publicação:
DJE - Diário de justiça eletrônico, Data 13/10/2017, Página 03/04)

Aí está a configuração da manipulação da vontade eleitoral.

27

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 27
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Afinal, no presente caso, aos olhos dos eleitores que tiveram suas casas
demolidas pela AGEFIS não será o poder público que eventualmente realizará as obras
de reconstrução das casas, mas o candidato Ibaneis Rocha, caso eleito.

Desse modo, o oferecimento de vantagem dirigida a quem teve sua casa


derrubada pela AGEFIS, concretizada na promessa de reconstrução do imóvel com
dinheiro do candidato, ora investigado, em uma reunião da comunidade local,
caracteriza infração ao art. 41-A da Lei nº 9.504/97, conforme amplamente
demonstrado, seja pelo contexto dos fatos, seja pela jurisprudência eleitoral.

5) DAS RAZÕES QUE EVIDENCIAM A CONFIGURAÇÃO DO ABUSO DE PODER


ECONÔMICO: PROMESSA DE RECONSTRUÇÃO DAS CASAS DERRUBADAS PELA
AGEFIS E DE REFORMA DAS ESCOLAS E CRECHES COM DINHEIRO PRÓPRIO DO
CANDIDATO – ART. 22 DA LC 64/90.

O art. 14, § 9º, da Constituição Federal, assegura a defesa da normalidade e


legitimidade das eleições, dele defluindo a Lei Complementar nº 64/90, na qual se
encontra a AIJE, que, para sua procedência, requer seja demonstrado, modo
inequívoco, a violação do bem jurídico protegido, no caso a normalidade e
legitimidade do pleito:

§ 9° Lei complementar estabelecerá outros casos de inelegibilidade e os


prazos de sua cessação, a fim de proteger a probidade administrativa, a
moralidade para o exercício do mandato, considerada a vida pregressa do
candidato, e a normalidade e legitimidade das eleições contra a influência
do poder econômico ou o abuso do exercício de função, cargo ou emprego na
administração direta ou indireta.

Da mesma forma, o art. 237 do Código Eleitoral ainda dispõe que:

“Art. 237. A interferência do poder econômico e o desvio ou abuso do poder


de autoridade, em desfavor da liberdade do voto, serão coibidos e punidos”.

28

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 28
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
O ato abusivo resta caracterizado quando houver o rompimento do bem
jurídico tutelado pela norma eleitoral - normalidade e legitimidade do pleito -,
configurando-se o elemento constitutivo do ilícito com o reconhecimento da gravidade
das circunstâncias, como definido pela nova regra exposta pelo art. 22, inciso XVI, da
LC nº 64/90.

O abuso de poder é conceituado como qualquer ato, doloso ou culposo, de


inobservância das regras de legalidade, com consequências jurídicas negativas na
esfera do direito.

A utilização de abuso de poder nas eleições é uma realidade nefasta no cenário


eleitoral, pois afeta inequivocamente a liberdade do eleitor, minando de maneira
violenta e irreversível a igualdade de oportunidades entre os candidatos,
comprometendo a normalidade e a legitimidade das eleições.9

No caso específico do abuso de poder econômico, está especificamente previsto


no artigo 22 da LC nº 64/9010, e tem como finalidade proteger o bem jurídico
explicitado no artigo 14, § 9º, da CF:

A violação a esses valores é levada em conta por Fortunato Bin, que os utiliza
para forjar o conceito do abuso de poder nas eleições, definido que se caracteriza por
ser “[...] um complexo de atos que desvirtuam a vontade do eleitor, violando o
princípio da igualdade entre os concorrentes do processo eleitoral e o da liberdade de
voto, que norteiam o Estado democrático de direito”.7

José Jairo Gomes é categórico em ressaltar a sua nocividade, ao pregar que o


pleito em que o abuso se instala resulta necessariamente corrompido, na medida em
que impede que a vontade genuína do eleitor se manifeste nas urnas. Em sua visão,
isso contribui para a formação de representação política “inautêntica, mendaz”.11

9
ALVIM, Frederico Franco. Curso de Direito Eleitoral. 2ª edição. Curitiba: Juruá, 2016, p. 512.
10
“Art. 22 - Qualquer partido político, coligação, candidato ou Ministério Público Eleitoral poderá representar à Justiça
Eleitoral, diretamente ao Corregedor-Geral ou Regional, relatando fatos e indicando provas, indícios e circunstâncias e
pedir abertura de investigação judicial para apurar uso indevido, desvio ou abuso do poder econômico ou do poder de
autoridade, ou utilização indevida de veículos ou meios de comunicação social, em benefício de candidato ou de partido
político, obedecido o seguinte rito.”
11
BIN, Eduardo Fortunato. O polimorfismo do abuso de poder no processo eleitoral: o mito de Proteu. In: Revista do
TRE/RS, v.8, no 17, jul./dez. 2003, p. 46.

29

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 29
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Portanto, trata-se de expediente muito nocivo à democracia, na medida em que
afeta a livre concorrência pelo poder.

O processo eleitoral contempla, necessariamente, uma fase destinada ao


convencimento do eleitorado. No entanto, o processo de captação de preferências
políticas do eleitor deve se submeter aos limites normativos estabelecidos com a
finalidade de preservar a sua legitimidade.

Conforme elucida o doutrinador Frederico Alvim em sua obra “Curso de


Direito Eleitoral”:12

O poder econômico deriva da desigualdade na distribuição e na


apropriação dos recursos necessários para a subsistência e para a
qualidade de vida daqueles dos quais se espera uma determinada
postura. Bobbio define-o como o poder que se vale da posse de certos
bens necessários (ou assim considerados) em uma situação de escassez,
para induzir pessoas que não o possuem a adotarem um comportamento
desejado por quem quer que o detenha. Para o mestre, a posse de
grandezas econômicas representa uma enorme fonte de poder, haja
vista que, em geral, qualquer agente que possua abundância de bens é
capaz de condicionar o comportamento de quem se encontra em
situação de penúria, por meio de oferecimento ou de entrega de
alguma espécie de compensação. O poder econômico, nesse passo,
viabiliza uma “compra de obediência”, no ponto em que se demonstra
capaz de submeter tanto aqueles que carecem de recursos como os que
têm escassos, ou ainda, os que possuem, e, no entanto, querem ter
mais.
[...].
Em contornos gerais, configura-se sempre que atores políticos
empregam o fator econômico não como meio de viabilização de
campanha, mas como fonte direta para a obtenção de apoio popular.
Identificá-lo, no mais das vezes, é tarefa simples; haverá, entretanto,
ocorrências não muito claras, a demandarem cautela maior. Nesses
casos, o reconhecimento é auxiliado pelo método proposto por Bruno
Speck, para quem o voto negociado possui três dimensões importantes:

12
ALVIM, Frederico Franco. Curso de Direito Eleitoral. 2ª edição. Curitiba: Juruá, 2016, p. 523/4.

30

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 30
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
a) o número de eleitores envolvidos na troca, que tanto pode ser
individual como coletiva, abarcando grupos e organizações como
moradores de um mesmo bairro ou membros de uma mesma igreja ou
clube; b) o objeto da troca, que, ademais de bens materiais, pode
envolver compensações imateriais, como empregos, indicações ou
outros favores; e c) o momento da compensação, que pode derivar de
vantagens instantâneas ou postergadas, envolvendo compromissos
futuros. Conforme o autor, o posicionamento de um fato concreto diante
dessas três dimensões facilita a compreensão do ilícito, visto que os
níveis de individualização da transação, de materialidade da
recompensa e de imediatidade de troca são diretamente proporcionais
ao grau de exibição da negociação política.
[...].

No caso específico dos autos, analisando a questão sob a perspectiva de Bruno


Speck, quanto à primeira dimensão: os eleitores envolvidos fazem parte de uma
coletividade, qual seja, pessoas que tiveram as suas casas demolidas pela Agência de
Fiscalização do Distrito Federal (AGEFIS), bem como pessoas que seriam direta e
indiretamente beneficiadas com as reformas de escolas e creches.

Quanto à segunda dimensão, o objeto da troca envolve bens materiais do


candidato Ibaneis Rocha, que prometeu que se eleito pagaria a reconstrução de todos
os imóveis derrubados com o seu próprio dinheiro e doaria dinheiro para reforma de
escolas e creches, em montante absurdo de R$ 300 milhões de reais.

Quanto à terceira dimensão, o momento da compensação é futuro, pois os


benefícios somente serão pagos caso o candidato tenha sucesso nas eleições.

Há inegável liame objetivo entre a promessa de reconstrução das casas


derrubadas pela AGEFIS, com dinheiro próprio do candidato a Governador, em
elevado valor (R$ 300 milhões), e a influência na consciência e vontade dos eleitores
que tiveram suas casas demolidas, restando clara a gravidade do fato e suas
circunstâncias: captação ilícita de votos e abuso de poder econômico.

31

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 31
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Portanto, a conduta dos investigados revela-se estratégica e abusivamente
eleitoreira, pois serve como instrumento arregimentador indevido de votos, uma
vez que uma significativa parcela da população do Distrito Federal teve suas casas
removidas ou demolidas, por serem construídas em área irregular ou se constituírem
em invasão de área pública.

Evidente que esses eleitores, seus parentes, e todos aqueles com os quais se
relacionam, passaram a ser impactados com tal promessa, a qual constitui uma
benesse de natureza eminentemente privada, que somente pode ser fornecida pelo
candidato que tem situação financeira totalmente diferenciada dos demais
concorrentes.

Com o devido respeito, muito embora o candidato Ibaneis Rocha tenha tentado
defender a legalidade de sua conduta, tendo repetido insistentemente que sua promessa
se equipara a qualquer outra, tal como dar aumento a uma categoria profissional, não é
o que revela a análise da Constituição Federal e da legislação eleitoral.

Na realidade, as políticas públicas são conjuntos de programas, ações e


decisões tomadas pelos governos (nacionais, estaduais ou municipais) com a
participação, direta ou indireta, de entes públicos ou privados que visam assegurar
determinado direito garantido pela Constituição Federal para a sociedade ou para
determinado segmento social, cultural, étnico ou econômico.13

As políticas públicas, por óbvio, tem como fundamento o orçamento dos


recursos públicos, e se submetem aos princípios constitucionais do artigo 37 da
Constituição Federal: legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência.

13
Segundo Eduardo Appio, “as políticas públicas podem ser conceituadas como instrumentos de execução de
programas políticos baseados na intervenção estatal na sociedade com a finalidade de assegurar igualdade de
oportunidades aos cidadãos, tendo por escopo assegurar as condições materiais de uma existência digna a todos
os cidadãos”. Continuando, Appio esclarece que “as políticas públicas no Brasil se desenvolvem em duas
frentes, quais sejam, políticas públicas de natureza social e de natureza econômica, ambas com um sentido
complementar e uma finalidade comum, qual seja, de impulsionar o desenvolvimento da Nação, através da
melhoria das condições gerais de vida de todos os cidadãos”. APPIO, Eduardo. Controle judicial das políticas
públicas no Brasil, p. 136.

32

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 32
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
No caso específico, o dinheiro a ser utilizado para concretizar o que foi
prometido será de fonte própria, ou seja, de natureza inequivocamente privada, o
que por si só retira, de forma definitiva, a possibilidade de se entender que a promessa
realizada seria uma mera política pública.

Tampouco lhe socorre o argumento de que seu dinheiro será inicialmente


cedido para o Governo do Distrito Federal, para posteriormente poder ser utilizado
com tal finalidade, o que retiraria o caráter privado.

Afinal, a simples análise do caso concreto evidencia que a promessa, caso


viesse a ser concretizada nos moldes descritos pelo candidato em entrevista a Rede
Globo, implicaria na utilização da máquina pública para promoção pessoal do
candidato doador dos recursos, com uma grave violação ao princípio da
impessoalidade, o que também afasta de forma inconteste o argumento de que se
trataria de promessa corriqueira e legítima.

Isso porque não importa para o eleitor qual o trâmite burocrático utilizado para
que ele receba o benefício financeiro, se pelas mãos do próprio candidato ou pelas
mãos do poder público, de qualquer forma, apenas o candidato Ibaneis Rocha pode
concretizar a promessa realizada, a partir de recursos próprios, o que viola gravemente
o princípio da moralidade.

A vinculação entre voto e esse tipo de promessa assistencialista cria estados


mentais no eleitorado, que passa a acreditar que o benefício alardeado pelo político
não são direitos seus, mas decorrem da benevolência daquele. Reconhecer neste
quadro o abuso de poder econômico e a captação ilícita de sufrágio é uma tarefa
salutar no desempenho da função jurisdicional eleitoral.

33

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 33
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Para o funcionamento da democracia representativa contemporânea, a partir
do sistema constitucional definido em 1988, se faz necessário o respeito a três pilares
fundamentais: a) a liberdade do cidadão em definir e ordenar seus próprios interesses;
b) a igualdade de todos, na medida em que as instituições democráticas atribuem o
mesmo valor a cada cidadão (um eleitor, um voto); c) a soberania popular, onde os
interesses do povo prevalecem soberanos nas orientações e atitudes do governo.14

No entanto, no momento em que a autonomia e independência de escolha


política dos eleitores é cooptada e inviabilizada pelo mecanismo de dominação
clientelista, tal como ocorreu no caso dos autos, cada um desses pressupostos cai por
terra, tal como ressaltado por Mateus Muller no artigo “Relações Clientelistas nas
Eleições Brasileiras”:15

a) a liberdade de escolha do indivíduo é transferida ao candidato; b) a


igualdade de todos os cidadão fica comprometida quando alguns
passam a possuir acesso diferenciado a “coisa pública” como forma de
compensação; c) a soberania popular é substituída pelos interesses
egoístas dos candidatos e eleitores clientelistas e acaba,
necessariamente, contrariando o bem comum e o interesse público.

Como se observa, a proposta do candidato tem como finalidade a exploração


da pobreza, pois como se verifica, os beneficiários das promessas são, em sua grande
maioria, pessoas de baixo grau de instrução e baixo poder aquisitivo, sendo
costumeiramente gratos a este tipo de promessas patrimoniais indevidas.

Inegável que se trata de estratégia dos investigados para buscar criar no


imaginário de todos os eleitores que se encontram em situação semelhante, que o voto
no candidato Ibaneis Rocha seria passível de lhe trazer recompensa financeira, a qual
não pode entregue por nenhum outro candidato.

14
ANASTASIA, Fátima; INÁCIO, Magna. Democracia, Poder Legislativo, Interesses e Capacidades. In:
Câmaras Municipais e Prefeituras: Transparência, Controle e Participação Popular. Brasília: Câmara dos
Deputados, 2006.
15
MÜLLER, Matheus. RELAÇÕES CLIENTELISTAS NAS ELEIÇÕES BRASILEIRAS.
http://www.congresoalacip2017.org/arquivo/downloadpublic2?q=YToyOntzOjY6InBhcmFtcyI7czozNToiYTox
OntzOjEwOiJJRF9BUlFVSVZPIjtzOjQ6IjI2NTgiO30iO3M6MToiaCI7czozMjoiYTk1YWE5Yjc3N2JhNmEw
NjAxNTExMzc2NDc2NmUzOWIiO30%3D

34

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 34
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Vale destacar que não importa se o benefício foi realmente entregue para que
possa caracterizar o abuso de poder econômico, sendo que a mera ostentação do poder
é possível impactar o eleitorado, mesmo que seja apenas por meio de promessa:16

Sartori sustenta que o que torna o homem único é a sua capacidade de


reagir a representações (símbolos). Para ele, o homem é um animal
simbólico, na medida em que se demonstra capaz de compreender e
reagir em função aquilo abstrato. Nesse passo, é natural que se
reconheça que, em ações sociais concretas, a simples reputação
(representação) de que um ator possua um poder é suficiente para
modular a atuação alheia segundo os seus desejos. Em vista disso, é
justo pensar que no cenário eletivo a mera ostentação do poder
financeiro é capaz impactar o eleitorado. Logo, sugerir a condição de
proporcionar uma recompensa pode ser tão eficaz como outorgá-la de
pronto. O agente responde ao que se supõe que virá a acontecer, numa
espécie do que Sartori chama de “efeito exterminador do futuro”. Nesse
caminho, Stoppino agrega que a reputação que se atribui a um poder
constitui, de fato, um recurso do poder efetivo.
[...].
Isso posto, em prol da depuração da renovação democrática urge
reconhecer a existência de um abuso de poder putativo, configurado
sempre que se proceda à manipulação da consciência sem que haja
efetivo dispêndio de recursos, isto é, sempre que, para a influência do
eleitorado, baste a força ideológica que carrega a mera suposição da
existência do poder financeiro. Nesse raciocínio, vale lembrar que o
juramento de favor econômico é fattispecie do art. 41-A, LE, e que a
captação ilícita de sufrágio em proporção suficiente a comprometer
normalidade e a legitimidade do pleito é, sem sombra de dúvidas, caso
típico de ilícito em estudo. Pense-se, p. ex., em um candidato
desabastado que, em determinado Município, divulgue entre os eleitores
a falsa informação de que possui somas milionárias para distribuir entre
aqueles que em seu favor sufraguem na data da eleição, ou mesmo
praticando compra de voto indireta ou ainda compra de apoio, contrate

16
ALVIM, Frederico Franco. Curso de Direito Eleitoral. 2ª edição. Curitiba: Juruá, 2016, p. 527/8.

35

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 35
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
cabos eleitorais em quantidade ou com salários incompatíveis com sua
realidade financeira, ou estabeleça acordo com políticos de base ou
formadores de opinião sem possuir condições de cumprir os acordos
financeiros estabelecidos.
O argumento aproxima-se bastante do que decidiu o TSE no AgR-AI
11.708/MG, ao reconhecer possível a configuração de abuso econômico
mediante a realização de promessa. No caso em questão, os candidatos
valeram-se do trabalho de cabos eleitorais que visitaram residências de
família prometendo doação de quantia mensal, caso aqueles se
sagrassem eleitos no pleito em andamento. Além disso, o próprio TSE
(Respe 36.151/MG) entende desnecessário, para a caracterização de
captação ilícita de sufrágio, perquirir se agente transgressor possui, ou
não, meios para cumprir a promessa em que embasa a pressão que
exerce sobre um determinado eleitor.
Saliente-se que o abuso de poder econômico putativo não deve ser
confundido com ato abusivo na modalidade tentada. No primeiro caso,
fala-se de uma conduta perfeita e acabada, apta ao reconhecimento
ilícito porquanto idônea a atingir o seu fim, qual seja: correr a liberdade
de escolha em detrimento da legitimidade do pleito, cabendo lembrar
que o reconhecimento de ato abusivo pode ocorrer mesmo sem a
efetiva concessão de benefícios diretos para o eleitor.

Assim, a conduta caracterizou o abuso do poder econômico, de modo a


desequilibrar o pleito em favor dos candidatos beneficiados, sendo perfeitamente
cabível a aplicação da penalidade prevista no artigo 22, XIV, da Lei Complementar n°
64/90.17

Nesse sentido foi a conclusão do c. TSE ao julgar o Recurso Especial nº 736-


46, da relatoria do Ministro Herman Benjamin, DJe 31.5.2016, de Nova Viçosa-BA,
que tratou de promessa de benefício patrimonial direto, condicionado à vitória no
pleito eleitoral.
17
XIV – julgada procedente a representação, ainda que após a proclamação dos eleitos, o Tribunal declarará a
inelegibilidade do representado e de quantos hajam contribuído para a prática do ato, cominando-lhes sanção de
inelegibilidade para as eleições a se realizarem nos 8 (oito) anos subsequentes à eleição em que se verificou, além da
cassação do registro ou diploma do candidato diretamente beneficiado pela interferência do poder econômico ou pelo
desvio ou abuso do poder de autoridade ou dos meios de comunicação, determinando a remessa dos autos ao Ministério
Público Eleitoral, para instauração de processo disciplinar, se for o caso, e de ação penal, ordenando quaisquer outras
providências que a espécie comportar; (Redação dada pela Lei Complementar nº 135, de 2010)

36

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 36
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
No paradigma, o agente público, valendo-se de condição funcional e em
manifesto desvio de finalidade, fez promessa de benefício patrimonial - renúncia fiscal
-, de forma a comprometer a legitimidade do pleito e a paridade de armas entre
candidatos, pois condicionado à sua eleição.

Da descrição dos fatos observa-se naquele caso:

“Verifica-se que, no dia 03/09/2012, o então Prefeito do Município de Nova


Viçosa, Sr. Carlos Robson, encaminhou o Projeto de Lei nº 003/2012 que
previa anistia e redução de tributos, para a Câmara Municipal.

Em 09/10/2012, após a aprovação pela Câmara, o Prefeito aguardou passar o


período das eleições, e vetou o referido Projeto, sob a alegação de que
confrontava com o dispositivo legal do art. 73, § 10, da Lei nº 9.504/97.

Ressalta-se, que Márvio Lavor Mendes, ora recorrente [recorrido], era o


Presidente da Câmara Municipal de Nova Viçosa envolvendo-se, portanto,
diretamente nos fatos narrados.”

Daí, assentou-se que “embora realmente não vislumbre efetiva distribuição


gratuita de benefícios fiscais (circunstância que se enquadraria no art. 73, § 10, da
Lei nº 9.504/97), por conta do veto do ex-Prefeito, as condutas são aptas a configurar
abuso de poder político entrelaçado com econômico e também corrupção”.

Entendeu-se que “os três fatos – envio de projeto, reunião com eleitores e
posterior veto – não devem ser considerados de forma isolada, mas sim em seu
conjunto, relevando inequívoco intenção e efetiva prática de ilícitos capazes de
desequilibrar o pleito”.

Assentou-se que “se tratar de mais um elemento configurador do ilícito, já que


o mandatário, sabedor dessa impossibilidade, ainda assim efetuou promessa de modo
a assegurar a vitória dos candidatos”.

37

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 37
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Constou da decisão que o abuso de poder ficou configurado também porque
a promessa de benefício patrimonial estava condicionada aos “votos em favor do
recorrido”, exatamente como ocorreu no caso dos autos em que o candidato
expressamente revelou que caso não eleito não fará a doação financeira alardeada.

O ilustre Min. Admar Gonzaga ainda consignou em seu voto que “o


encaminhamento do projeto de lei, pouco mais de um mês antes da eleição,
propondo desconto de tributo, seguido de reunião pública em que se proferiu
discurso com conteúdo condicionante à eleição, depois o veto em 9 de outubro, ou
seja, pouco tempo depois da realização do pleito, produz um cenário próprio e de
abuso de poder econômico, conforme previsto no art. 14, § 10, da Constituição
Federal, entrelaçado com o abuso de poder político, de extrema gravidade,
conquanto, na verdade, o que se verifica é um descaso com a boa-fé do eleitor,
colhido na agonia para pagar seus impostos”.

No mesmo sentido, precedente oriundo de Mossoró-RN, julgado pelo e.


Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte no Recurso Eleitoral n. 417-
67.2012, rel. Juiz Eduardo Guimarães, a seguir ementado:

RECURSO ELEITORAL - AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO JUDICIAL


ELEITORAL - ABUSO DE PODER - CONCEITO ABERTO - ANÁLISE
CASUÍSTICA - UTILIZAÇÃO DA MÁQUINA ADMINISTRATIVA
MUNICIPAL PARA BENEFICIAR CANDIDATURA - INCIDÊNCIA NA
CONDUTA VEDADA PREVISTA NO ARTIGO 73, INCISO III, DA LEI
N.º 9.504/97 - GRAVIDADE DA CONDUTA EVIDENCIADA - ABUSO
DO PODER POLÍTICO CONFIGURADO - FORTE INFLUÊNCIA DO
PODER ECONÔMICO NA CAMPANHA ELEITORAL -
IRREGULARIDADES NA PRESTAÇÃO DE CONTAS - DISTRIBUIÇÃO
DE CAMISETAS PADRONIZADAS NA DATA DO PLEITO -
PADRONIZAÇÃO DO FARDAMENTO DE FUNCIONÁRIOS DE
HOSPITAL QUE PRESTA SERVIÇO PÚBLICO (ART. 73, INCISO V,
DA LEI N.º 9.504/97) - CAPTAÇÃO ILÍCITA DE SUFRÁGIO -
COMPRA DE VOTOS EM TROCA DE SACOS DE CIMENTO -
PROMESSA DE DOAÇÃO DE QUANTIA SIGNIFICATIVA DE
DINHEIRO A ENTIDADES FILANTRÓPICAS - DOAÇÃO DE

38

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 38
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
BICICLETAS A CRIANÇAS E ADOLESCENTES POR EMPRESÁRIO
FINANCIADOR DA CAMPANHA DOS RECORRENTES -
IRREGULARIDADE NA DOAÇÃO EFETIVADA À INSTITUIÇÃO,
COM VIOLAÇÃO AO ART. 27, IV, DA RES. 23.376/2012 -
GRAVIDADE DAS CONDUTAS - ABUSO DO PODER ECONÔMICO -
CONFIGURAÇÃO - DESPROVIMENTO
Em face do caráter aberto e flexível do conceito de abuso de poder, faz-
se necessário, diante das especificidades de cada caso concreto, aferir a
gravidade das circunstâncias em que o ato foi praticado para fins de
enquadrá-lo como abusivo, consoante alteração trazida pela Lei da
Ficha Limpa, ao inserir o inciso XVI ao artigo 22 da LC n.º 64/90.
Evidenciado o uso da máquina administrativa municipal para beneficiar
candidatura, por meio da utilização do trabalho de servidores públicos
durante o horário de expediente, há que se reconhecer o abuso do poder
político em detrimento da normalidade e legitimidade do pleito,
ressaltando-se a gravidade da conduta, que além de abusiva, incidiu na
conduta vedada prevista no artigo 73, inciso III, da Lei n.º 9.504/97.
Demonstrada nos autos, a forte influência do poderio econômico a
macular a eleição majoritária realizada no âmbito municipal, por meio
da ocorrência de diversas irregularidades de natureza grave na
prestação de contas dos candidatos, indicando a arrecadação de
recursos/realização de despesas à margem de registro nas contas de
campanha e a superação do limite de gastos previamente informado à
Justiça Eleitoral.
Abuso do poder econômico caracterizado, ainda, pelas seguintes
práticas: a) distribuição de significativa quantidade de camisetas
padronizadas na data do pleito; b) padronização do fardamento de
funcionários de hospital que presta serviço público mediante convênio
com o Sistema Único de Saúde, incidindo também na conduta vedada
prevista no art. 73, inciso V, da Lei n.º 9.504/97; c) captação ilícita de
sufrágio por meio da compra do voto de eleitores em troca de sacos de
cimento; e d) promessa de doação, pelo principal financiador da
campanha dos candidatos, de significativa quantia em dinheiro a
entidades filantrópicas, condicionada à vitória destes últimos nas
urnas. e) doação de bicicletas a crianças e adolescentes por empresário
financiador da campanha dos recorrentes. f) Irregularidade na doação

39

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 39
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
efetivada pelo Colégio Mater Christi, com violação ao art. 27, IV, da
Res. 23.376/2012.
Gravidade das condutas que, além de abusivas, incidiram em outros
ilícitos eleitorais e afetaram a legitimidade e regularidade do pleito
majoritário realizado na localidade.
Recurso a que se nega provimento.
(TRE-RN - AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO JUDICIAL ELEITORAL n
41767, ACÓRDÃO n 402014 de 13/02/2014, Relator(a) FRANCISCO
EDUARDO GUIMARÃES FARIAS, Publicação: DJE - Diário de justiça
eletrônico, Data 14/02/2014, Página 04/05 )

Naquele caso, apurou-se a ocorrência de abuso de poder econômico,


reconhecendo, ao final, a conduta ilícita e determinando a cassação dos mandatos, na
promessa de doação de prêmio de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) a entidades
filantrópicas da cidade em caso de vitória nas urnas.

Entendeu-se que haveria gravidade bastante na promessa de prêmio realizada


em prol da campanha eleitoral do candidato, sendo possível a configuração de abuso
de poder econômico:

“Por fim, de não menos gravidade, resta apreciar o fato atinente à


divulgação, às vésperas do pleito, de aposta solidária realizada pelo
empresário Edvaldo Fagundes (item i), no sentido de doar o valioso
prêmio obtido (a quantia de meio milhão de reais), caso saísse
vencedor, a entidades filantrópicas localizadas no Município de
Mossoró/RN, entrega condicionada à vitória dos recorrentes nas
urnas.
O fato encontra-se comprovado por meio de cópia dos jornais impressos
que veicularam a noticia (fls. 82-87) e do depoimento prestado pelo
empresário em Juízo (CD de fl. 1657), revelando novamente a nefasta
influência do poder econômico no contexto da campanha dos
recorrentes, por meio de conduta realizada pelo principal financiador
de sua candidatura, o empresário Edvaldo Fagundes, com nítida
repercussão no resultado alcançado nas urnas, haja vista a virada
alcançada de última hora pela candidata Claudia Regina e Wellington

40

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 40
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Filho, sendo desnecessário mencionar a sua gravidade no contexto da
campanha eleitoral realizada em Mossoró”.

A referida conduta, além de ser gravíssima por atentar contra a liberdade de


votos dos eleitores beneficiários e consistir em benefício eleitoral para os investigados,
quebra a igualdade de oportunidade no pleito eleitoral, razão pela qual não se
constitui em ato insignificante, mas sim conduta grave e reprovável na seara eleitoral.

Inicialmente, impende destacar que o uso do poder econômico não é vedado


pela legislação eleitoral. O que se veda é apenas o seu uso abusivo.

Ou seja, quando o poder econômico é utilizado fora das balizas permitidas


pela legislação eleitoral, como no presente caso, em que há promessa de doação de
R$ 300.000.000,00 (trezentos milhões de reais) para a reconstrução de casas
derrubadas pela AGEFIS e reforma de escolas e creches.

Com efeito, a partir da entrada em vigor da LC 135/2010, que inseriu o inciso


XVI no art. 22 da LC 64/9018, não mais se exige o requisito da potencialidade de a
conduta afetar o resultado das eleições para que se caracterize o abuso de poder,
bastando a verificação da gravidade das circunstâncias.

Em suma, basta que a conduta abusiva seja grave para que se configure o
ilícito eleitoral, como é o presente caso.

Nesse sentido, lecionam Ophir Cavalcante Júnior e Marcus Vinícius Furtado


19
Coelho ;

“Foi acrescentado um dispositivo de natureza interpretativa, qual seja o novo


inciso XVI do art. 22 da LC 64/90, segundo o qual, para a configuração do
ato abusivo, não deverá ser exigido o requisito da potencialidade de o fato
alterar o resultado da eleição, bastando a verificação da 'gravidade das
circunstâncias', que bem se aproxima da definição de proporcionalidade e
razoabilidade. (...)
18
LC 64/90. Art. 22. XVI – para a configuração do ato abusivo, não será considerada a potencialidade de o fato alterar o resultado da eleição,
mas apenas a gravidade das circunstâncias que o caracterizam.
19
Ficha Limpa: A Vitória da Sociedade – Comentários à Lei Complementar 135/2010, OAB – Conselho Federal, Brasília-DF, 2010, p. 22-
23.

41

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 41
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Não é possível a punição por fato insignificante, sem relevo, desprovido de
repercussão social. Gravidade advém do adjetivo do latim 'gravis', que
significa pesado ou importante. As circunstâncias são os elementos que
acompanham o fato, suas particularidades, incluindo as causas. Diz respeito
a como o ato foi praticado.”

No AgR-AI nº 117-08, Rel. Min. Felix Fischer, DJe 15.4.2010, esse c. TSE
exarou que “a reiteração do compromisso de doação de dinheiro, feita
individualmente a diversos eleitores, não significa que a promessa seja genérica. Pelo
contrário, torna a conduta ainda mais grave, na medida em que não implica apenas
desrespeito à vontade do eleitor (captação ilícita de sufrágio), mas também tende a
afetar a normalidade e a legitimidade das eleições (abuso de poder econômico)”.

No presente caso, a promessa de doação de R$ 300.000.000,00 (trezentos


milhões de reais) gerou evidente desequilíbrio da disputa e comprometimento da
paridade de armas, uma vez que o valor econômico da conduta é bastante
expressivo.

Afinal, não é qualquer candidato que poderia fazer uma promessa dessas, mas
tão somente aqueles que sejam muito abastados, como é o caso do representado, que
tenta abusar de seu poderio financeiro para angariar eleitores.

O proveito eleitoral está claro, auferido por meio de prova robusta de que o ato
irregular foi praticado com abuso de poder econômico, de modo a favorecer, de
maneira inconteste, a imagem dos ora investigados e impulsionar sua candidatura aos
cargos de Governador e Vice-Governador do Distrito Federal, maculando a soberania
do voto.

Em suma, não se tratou de simples promessa de campanha, o que poderia ser


feito por qualquer candidato. Ao contrário, tratou-se de abuso de poder econômico,
pois somente um candidato extremamente rico, como o ora representado, teria essa
condição, o que mostra o desequilíbrio do pleito.

42

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 42
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Ademais, evidente o caráter eleitoreiro, pois foi expressamente condicionada a
doação de R$ 300 milhões para a reconstrução das casas derrubadas e de escolas à
vitória do ora representado na eleição.

Desse modo, nos termos do art. 22, da LC nº 64/90, a presente AIJE é


plenamente cabível, ante a gravidade da conduta perpetrada, uma vez que os elementos
trazidos aos autos demonstram a caracterização do abuso do poder econômico dando
força desproporcional à candidatura dos investigados, de forma a comprometer a
igualdade da disputa e a legitimidade do pleito.

Vale destacar que é fundamental para análise as circunstâncias do caso


concreto, como destacado pela ilustre Ministra Luciana Lóssio, no Recurso Especial
nº 198-47, Rel. Min. Luciana Lóssio, Acórdão de 3.2.2015, no qual o c. TSE assentou
que “a aferição da gravidade, para fins da caracterização do abuso de poder, deve
levar em conta as circunstâncias do fato em si, não se prendendo a eventuais
implicações no pleito, muito embora tais implicações, quando existentes, reforcem a
natureza grave do ato”.

No caso específico dos autos, as promessas atingiram um número muito


relevante de pessoas, tais como todas as pessoas que já tiveram suas casas derrubadas
pela Agência de Fiscalização do Distrito Federal (AGEFIS), bem como seus parentes,
vizinhos, amigos, e toda a coletividade de baixa renda, considerando ainda que a
promessa também incluía a reforma de escolas e creches públicas com dinheiro
próprio.

43

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 43
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
6) DOS PEDIDOS

Diante de todo o exposto, requer:

a) O processamento da presente AIJE, com a notificação dos investigados Ibaneis


Rocha Barros Júnior, candidato a Governador, e Marcus Vinícius Britto de
Albuquerque Dias – Paco Britto, candidato a Vice-Governador, nos endereços
declinados nos respectivos registros de candidatura, para que, caso queiram, no prazo
de 05 (cinco) dias, ofereçam defesa nos termos do art. 22, inciso I, alínea “a”;

b) Seja expedido ofício à AGEFIS, situada no SIA, Lote 1545/1555, Trecho 3 - Sia
Sul, DF, CEP: 71200-039, telefone (61) 3961-5126, e à SEDHEST, situada no AE 01
Bloco 5 Lote 22 - Brasília, DF, 70297-400, para que informe ao Juízo o quantitativos
de todas as pessoas que tiveram suas casas derrubadas nos últimos quatro anos,
destacando na informação as localidades das regiões administrativas em que tais ações
foram realizadas, bem como quantas moradias foram derrubadas/desobstruídas na
Colônia Agrícola 26 de Setembro (BR 070, km 01) e que, portanto, são destinatárias
do clientelismo praticado pelos candidatos, nos termos do art. 22, VIII, da LC nº
64/90;

c) Seja expedido ofício ao IBOPE, no endereço Avenida Francisco Matarazzo nº 1350,


andar 8, CGD Corporat – Água Branca – CEP 25.05001-100 – São Paulo/SP, para que
informe a audiência média do programa DFTV 2ª Edição da Rede Globo, da
programação veiculada entre a faixa de 22h às 0h durante os dias de semana, bem
como da audiência dos demais debates e entrevistas impugnados na presente AIJE 20,
nos termos do art. 22, VIII, da LC nº 64/90;

d) Sejam oficiadas as emissoras Band News, Globo News, G1, Correio Braziliense,
Record e Rede Globo para que apresentem as gravações completas das entrevistas e
debates especificados abaixo:

20
1) Rede Globo de Televisão Debate do dia 2.10.2018, bem como entrevista realizada com o candidato Ibaneis Rocha em 16.10.2018; 2)
Site G1 – Sabatina realizada no dia 16.10 com o candidato Ibaneis Rocha; 3) Band News FM – Entrevista realizada com candidato Ibaneis
Rocha em 11.10.2018; 4) Correio Braziliense – Entrevista realizada em 09.10.2018 com o candidato Ibaneis Rocha; 5) Record – Debate
realizado com todos os candidatos do primeiro turno.

44

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 44
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
d.1) Rede Globo de Televisão Debate do dia 2.10.2018, bem como entrevista
realizada com o candidato Ibaneis Rocha em 16.10.2018
d.2) Site G1 – Sabatina realizada no dia 16.10 com o candidato Ibaneis Rocha
d.3) Band News FM – Entrevista realizada com candidato Ibaneis Rocha em
11.10.2018;
d.4) Correio Braziliense – Entrevista realizada em 09.10.2018 com o candidato
Ibaneis Rocha
d.5) Record – Debate realizado com todos os candidatos do primeiro turno.

d) A intimação do Ministério Público Eleitoral;

e) Após o regular trâmite processual, seja julgada procedente a presente ação para que,
nos termos do art. 22, XIV, da LC nº 64/90, ainda que após a proclamação dos eleitos,
seja cassado o registro ou diploma dos investigados Ibaneis Rocha e Roco Britto,
declarando-se a inelegibilidade dos investigados por oito anos a partir das eleições de
2018, bem como ao pagamento de multa do artigo 41-A da Lei das Eleições,
ordenando quaisquer outras providências que se fizerem necessárias.

Protesta provar o alegado por todos os meios de prova em direito admitidos,


principalmente pela juntada posterior de documentos que sejam relevantes. Nos termos
do art. 22 da LC nº 64/90, arrola abaixo as suas testemunhas.

Outrossim, requer sejam certificados nos autos os nome de todos advogados e


que as publicações sejam realizadas exclusivamente em nome da advogada
Gabriela Rollemberg, inscrita na OAB-DF 25.157, sob pena de nulidade.

P. E. Deferimento.
Brasília-DF, 20 de outubro de 2018.

Gabriela Rollemberg Rodrigo Pedreira


OAB-DF 25.157 OAB-DF 29.627

45

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 45
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
Carolina Petrarca Rafael Lobato
OAB-DF 16.535 OAB-DF 34.897

Cássio Thito Janaína Rolemberg


OAB-DF 50.568 OAB-DF 52.708

46

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:53:27 Num. 95557 - Pág. 46
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017532509500000000093748
Número do documento: 18102017532509500000000093748
20/10/2018 16:46
19. Debate Record

Tipo de documento: Documento de Comprovação


Descrição do documento: 19. Debate Record
Id: 95556
Data da assinatura: 20/10/2018

Atenção

Por motivo técnico, este documento não pode ser adicionado à compilação selecionada pelo usuário. Todavia, seu conteúdo pode
ser acessado na página 'Detalhes do processo' na aba 'Processos', agrupador 'Documentos'.

Num. 95556 - Pág. 1


20/10/2018 Ibaneis promete refazer, com verba dele, casas demolidas pela Agefis – Expressão Brasiliense

Expressão Brasiliense

O candidato ao Governo do Distrito Federal (GDF) Ibaneis Rocha


(h ps://www.metropoles.com/distrito-federal/politica-df/conheca-a-biografia-do-candidato-ao-gdf-
ibaneis-rocha) (MDB) prometeu, durante agenda na Colônia Agrícola 26 de Setembro, reconstruir
residências demolidas pela Agência de Fiscalização do DF (Agefis). Um vídeo com a fala do
postulante ao Palácio do Buriti circulou em grupos de WhatsApp nesta segunda-feira (1º/10), um dia
após a agenda no assentamento, localizado próximo a Taguatinga.

Na gravação, Ibaneis fala em um microfone para eleitores: “Para vocês que buscam sua moradia, aqui
no DF tem terra para levantar muito tijolo, e nós vamos manter a casa de vocês de pé. As casas que a
Agefis derrubou, eu vou reconstruir com meu dinheiro”, disse.

Assista:

Uma das eleitoras que estavam no local comentou: “Vou mandar derrubar a minha, porque ele é
milionário”, falou, antes de o vídeo terminar.

A assessoria do emedebista disse que “a defesa das famílias que tiveram suas casas derrubadas
injustamente pela Agefis é uma bandeira do candidato”. Ainda de acordo com a nota, Ibaneis
acredita na necessidade de o GDF pagar uma indenização aos prejudicados, depois que o caso tiver
sido analisado pela Procuradoria-Geral do Distrito Federal.

Quanto à promessa de pagar as casas do próprio bolso, a assessoria informou que foi uma “figura de
linguagem”. Não é dinheiro próprio, mas do orçamento do governo.

https://expressaobrasiliense.com/2018/10/02/ibaneis-promete-refazer-com-verba-dele-casas-demolidas-pela-agefis/ 1/2

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:20 Num. 95555 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017521996200000000093746
Número do documento: 18102017521996200000000093746
20/10/2018 Ibaneis promete refazer, com verba dele, casas demolidas pela Agefis – Expressão Brasiliense

“O ‘meu dinheiro’ é, obviamente, força de expressão. Até porque ele já registrou em cartório que vai
transferir para os cofres públicos todo o valor que tiver a receber em honorários ganhos pelo
escritório dele. Esses recursos poderão ser usados inclusive nesse casos”, informou a assessoria.

Matéria do portal Metrópoles

Foto: Google Imagens

2 02AMERICA/SAO_PAULO OUTUBRO 02AMERICA/SAO_PAULO


Anúncios

2018# #EXPRESSÃOBRASILIENSE, # POLÍTICADF

Site hospedado por WordPress.com.

https://expressaobrasiliense.com/2018/10/02/ibaneis-promete-refazer-com-verba-dele-casas-demolidas-pela-agefis/ 2/2

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:20 Num. 95555 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017521996200000000093746
Número do documento: 18102017521996200000000093746
20/10/2018 “Ele compra votos, eu peço”, diz Fraga sobre Ibaneis - Radar Santa Maria

Jeep Renegade

More in + Notícias: Anúncio Tração 4x4, Unconnect, Motor Flex ou Turbodissel e o melhor: Versões a pa
Parque da Cidade será
palco de piquenique Jeep
inclusivo
20 de outubro de 2018
Monte o Seu!

Líder Mãe deixa lhosHorário


Comunitário de novede Ônibus Achados e Perdidos    
meses e cinco anos
sozinhos em casa no DF
20 de outubro de 2018

DF: para fugir da PM,


homem embriagado bate
em tudo que vê pela
frente
20 de outubro de 2018

LÍDER COMUNITÁRIO HORÁRIO DE ÔNIBUS ACHADOS E PERDIDOS 

+ NOTÍCIAS, EXTERNAS

“Ele compra votos, eu peço”, diz Fraga


sobre Ibaneis
Escrito por radarsantamaria on 2 de outubro de 2018

Compra vídeo Candidato presidente

Deputada estadual Deputado distrital

Na manhã desta terça-feira (2/10), em caminhada pela Feira dos Goianos, em Taguatinga Norte, o
candidato pelo DEM ao Governo do Distrito Federal (GDF), Alberto Fraga, criticou a declaração do
adversário do MDB, Ibaneis Rocha, de que vai construir com dinheiro do próprio bolso casas
derrubadas pela Age s na Colônia Agrícola 26 de Setembro.

“Isso que ele fez chama-se compra de sufrágio. Eu espero que a Justiça veja com isenção essa
questão. É gravíssimo o que ele falou, ainda mais em uma reunião política. Se isso não for compra de
voto, eu não sei mais o que é”, apontou Fraga. “Ele vem abusando do poder econômico que detém e
agora a soberba é tão grande que isso está transparecendo publicamente. Que voto caro hein?”,
completou.

Deputado distrital

Compra e vende

Mais sobre o assunto


Ibaneis promete refazer, com verba dele, casas demolidas pela Age s
“A velha política do coronelismo”, diz Rosso sobre promessa de Ibaneis

http://radarsantamaria.com.br/ele-compra-votos-eu-peco-diz-fraga-sobre-ibaneis/ 1/5

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:19 Num. 95554 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017521055900000000093745
Número do documento: 18102017521055900000000093745
20/10/2018 “Ele compra votos, eu peço”, diz Fraga sobre Ibaneis - Radar Santa Maria

Fraga volta a criticar condenação e fala em “jogo sujo” na campanha


Integrantes do PSDB abandonam Fraga e migram para campanha de Ibaneis
More in + Notícias: Justiça condena Fraga por cobrança de propina no setor de transporte
Parque da Cidade será
palco de piquenique Em um vídeo gravado no último domingo (30) na Colônia Agrícola 26 de Setembro, próximo a
inclusivo Taguatinga, o emedebista fala aos presentes: “Para vocês que buscam sua moradia, aqui no DF tem
20 de outubro de 2018 terra para levantar muito tijolo, e nós vamos manter a casa de vocês de pé. As casas que a Age s
derrubou eu vou reconstruir com meu dinheiro”. A assessoria de Ibaneis informou que a promessa
Mãe deixa lhos de novefoi uma “ gura de linguagem” e que não se tratava de dinheiro particular, mas do orçamento do
meses e cinco anos governo.
sozinhos em casa no DF
20 de outubro de 2018 Após a pausa para falar com jornalistas, o deputado federal provocou: “Deixa eu voltar a falar com o
pessoal, porque ele compra votos, eu peço”.
DF: para fugir da PM,
homem embriagado bate “Tolerância” e taxa para os ambulantes
em tudo que vê pela
Na agenda de campanha, o parlamentar a rmou que, se eleito, pretende criar uma subsecretaria
frente
especí ca para atender o grande número de demandas dos feirantes. “Cada um precisa de algo
20 de outubro de 2018
diferente. Criar esse órgão, seria uma maneira de tentar encontrar uma solução para esse
con ito com os camelôs, por exemplo”, explicou o buritizável.

Deputada federal

A eleições 2018

Fraga declarou que não tem intenção de retirar os vendedores informais de


onde estão. “A ideia é formar um cadastro geral para todos eles e cobrar uma
taxa para poderem continuar trabalhando. O índice de desemprego está
muito alto em Brasília, então, devemos ter essa tolerância com os
ambulantes”, completou.

Cecília Pereira da Silva (foto em destaque), 63 anos, vende seus produtos há 10 anos nos arredores da
Feira dos Goianos. “O governo não nos oferece emprego e também não nos deixa trabalhar. Eu já
corri demais da Age s. Quero ter a oportunidade de me regularizar, mas quem ganhar esta eleição
deve ter a consciência de que não estamos aqui por diversão”, reclamou a ambulante.

Fonte: Metropoles
Author: Natália Moura, especial para o Metrópoles

Continue lendo:

TRE mantém Polícia Federal


cassação de desarticula Para Eliana
prefeito de esquema de Pedrosa, Ibaneis
Planaltina (GO)… compra de… não é líder nas…

Fraga ataca Ibaneis:


Datafolha: Eliana “Candidato que Filippelli lança
tem 20%; Fraga, quer comprar as Ibaneis ao GDF e
14%; Ibaneis, 13%;… pessoas” Fraga anuncia…

http://radarsantamaria.com.br/ele-compra-votos-eu-peco-diz-fraga-sobre-ibaneis/ 2/5

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:19 Num. 95554 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017521055900000000093745
Número do documento: 18102017521055900000000093745
20/10/2018 “Ele compra votos, eu peço”, diz Fraga sobre Ibaneis - Radar Santa Maria

radarsantamaria
More in + Notícias:

Parque da Cidade será


palco de piquenique
inclusivo
20 de outubro de 2018

Mãe deixa lhos de nove


meses e cinco anos
sozinhos em casa no DF
Comentários
20 de outubro de 2018

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *
DF: para fugir da PM,
homem embriagado bate
E você oem tudo
que que vê pela
acha?
frente
20 de outubro de 2018

Name

Email Address

Website

Salvar meus dados neste navegador para a próxima vez que eu comentar.

Noti que-me sobre novos comentários por e-mail.

Noti que-me sobre novas publicações por e-mail.

Fazer um comentário

Rede Sociais

Siga-nos

http://radarsantamaria.com.br/ele-compra-votos-eu-peco-diz-fraga-sobre-ibaneis/ 3/5

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:19 Num. 95554 - Pág. 3
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017521055900000000093745
Número do documento: 18102017521055900000000093745
20/10/2018 “Ele compra votos, eu peço”, diz Fraga sobre Ibaneis - Radar Santa Maria

  

More in + Notícias:

Parque da Cidade será


palco de piquenique
inclusivo
20 de outubro de 2018 Inscreva-se no Blog por E-mail

Digite seu endereço de e-mail para se


Mãe deixa lhos de nove
inscrever neste blog e receber noti cações de
meses e cinco anos
novas postagens por e-mail.
sozinhos em casa no DF
20 de outubro de 2018
digite seu melhor e-mail

DF: para fugir da PM,


homem embriagado bate Se inscrever
em tudo que vê pela
frente
20 de outubro de 2018

Radar Santa Maria-DF


227,073 likes

Like Page Use App

Be the first of your friends to like this

RADAR SANTA MARIA

O site radarsantamaria.com.br é um portal


independente que traz informações a
população sobre o nossa cidade.

Informações sobre segurança, saúde,


transporte cultura, esportes e etc.

http://radarsantamaria.com.br/ele-compra-votos-eu-peco-diz-fraga-sobre-ibaneis/ 4/5

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:19 Num. 95554 - Pág. 4
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017521055900000000093745
Número do documento: 18102017521055900000000093745
20/10/2018 “Ele compra votos, eu peço”, diz Fraga sobre Ibaneis - Radar Santa Maria

Mais Vistos Horário e informações Guia Comercial


PM aprende 3kg de maconha 3999 Mission Boulevard,
More in + Notícias:
em pista de skate no Gama
San Diego CA 92109
Parque da Cidade será 16 de outubro de 2018
1-202-555-1212
palco de piquenique
inclusivo foximportadora@gmail.com
Terça-feira será de calor e
20 de outubro de 2018 chuva no DF Almoço: 11:00 às 14:00

16 de outubro de 2018 Jantar: Segunda a quinta, de


Mãe deixa lhos de nove 17:00 às 23:00, sexta a sábado,
Lorem meses
Ipsum é e cinco anos
simplesmente Megaoperação da Polícia Civil de 17:00 à 01:00
sozinhos em casa no DF cumpre 120 mandados em 6
texto ctício da indústria
20 de outubro de 2018 estados e no DF
tipográ ca e de
10 de outubro de 2018
impressão. Lorem Ipsum tem
DF: para fugir da PM,
sido o texto ctício padrão da
homem embriagado bate Acidente fecha marginal e
indústria
emdesde
tudo os
queanos 1500,
vê pela congestiona EPTG entre
quandofrente
uma impressora Taguatinga e Guará
20 de outubro
desconhecida pegoude 2018galé
uma 8 de outubro de 2018

do tipo e subiu para fazer um


livro de espécimes de tipo. Presos são condenados por
torturar e agredir outro
detento até a morte
3 de outubro de 2018

Radar Santa Maria


Home Notícia Destaque Esporte Curiosidades Publicidade Telefones Úteis Fale Conosco + CATEGORIAS

© 2008 - 2018 - Todos os direitos reservados. Radar Santa Maria

http://radarsantamaria.com.br/ele-compra-votos-eu-peco-diz-fraga-sobre-ibaneis/ 5/5

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:19 Num. 95554 - Pág. 5
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017521055900000000093745
Número do documento: 18102017521055900000000093745
0123120134 56789ÿ ÿ78ÿÿ 98ÿ88 ÿ 8ÿ ÿÿ7 ÿÿ 8 

)*+,-ÿ/01ÿ2+,ÿ3ÿ450-,
,6,078596ÿ:8/,ÿ05ÿ;
<+=70>9?@ÿ:58A849
BC9D,0=
EFÿHFIJKLFÿMNOPQRSÿTUTÿVWFITXTYÿWTZFK[XWYJWÿZFIÿ\TW]^ÿVW_VWJ^ÿZ^[^[ÿHTIFUJH^[
VTU^ÿ̀LTa[bÿcTLYKHFÿFÿTITHT]J[X^SÿdFJÿeaLYW^ÿHTÿUJKLY^LTIf

g ÿijklmlnopqrÿsituqlvÿwxyztÿ{|}~ÿvqÿq‚quqjÿuqvmtÿmqkƒt„‚qlkt
{…†‡ˆÿxvÿtmt‰jqvÿqÿŠriqkmxÿ‹ktŒtÿ{}|ÿqÿwxŒŽklxÿwxvvxÿ{}‘ÿ’v
xlvÿtyjvtkt“ÿxÿtpqkvoklxÿqÿmqkÿyx“qmlxÿykl“qÿqrqlmxktrÿuxÿ”rml“x
x“luŒxÿ{•ˆ†–—ÿq“ÿtŒqutÿutÿ˜xr™ultÿŠŒkšyxrtÿ…›ÿqÿqmq“ikxœÿx
q“qqilvmtÿkx“qmqjÿkqyxuvmkjlkÿtvÿkqvlžuyltvÿq“xrltvÿqrt
ŠŒžuyltÿqÿ‹lvytrlntƒŸxÿxÿ}‹ÿ{ŠŒq v‘
!"22###$988$92  %&8 82  % &2789% %78%8% 98%88 % 8% %%'7 %%  8  32(

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:10 Num. 95553 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520911100000000093744
Número do documento: 18102017520911100000000093744
0123120134 )*+,-ÿ/01ÿ2+,ÿ3ÿ450-,567ÿ
8,6, 0 7ÿ85
9ÿ 78ÿ9
ÿ6
ÿ
:8/,
98ÿ88 ÿ
0
5
ÿ
ÿ;
ÿ
< +=
8ÿ ÿ7
ÿ0
>
79
 ?
ÿ
@,
ÿAB8ÿ
ÿ4
,
5
87
,19ÿ
2+,ÿ9
5,=:8=79ÿ=,5CÿA,D970E9?ÿF=78+ÿ-+078ÿ759A2+068ÿ48-ÿ8ÿ2+,ÿ,+ÿG96,0H
:80=ÿ=8+ÿ9/E8D9/8ÿ,ÿ=,0ÿ8ÿ2+,ÿ/0D8IHÿ:58E848+?ÿJ,D+A/8ÿKL9A,0=HÿAM8
B9E,509ÿ055,D+6950/9/,=ÿA9ÿ48A/+79Hÿ+-9ÿE,1ÿ2+,ÿ,6,ÿAM8ÿ75978+
/05,79-,A7,ÿ48-ÿA,AB+-9ÿ/9=ÿ:,==89=ÿ:5,=,A7,=ÿA8ÿ,E,A78?ÿ)N,-
9=ÿ48AB,>8?ÿF+ÿ9:,A9=ÿO1ÿ+-9ÿ:58:8=79ÿ2+,ÿE8+ÿ,G,70E95Hÿ49=8ÿ=,P9
,6,078?ÿQ58:+=ÿ96D8ÿ2+,ÿ2+962+,5ÿ+-ÿ/,6,=ÿR9/E,5=C508=Sÿ:8/,509-
=+D,505Hÿ-9=ÿ2+,ÿAM8ÿ7T-ÿ4859D,-IHÿ97948+?
F-ÿ+-ÿEV/,8ÿWXYZ[ÿ[][^_`aHÿKL9A,0=ÿG969ÿ:959ÿ,6,0785,=ÿ/8ÿ48A/8-VA08b
)Q959ÿE84T=ÿ2+,ÿL+=49-ÿ=+9ÿ-859/09Hÿ92+0ÿA8ÿcdÿ7,-ÿ7,559ÿ:959
6,E9A795ÿ-+078ÿ70P868Hÿ,ÿAe=ÿE9-8=ÿ-9A7,5ÿ9ÿ49=9ÿ/,ÿE84T=ÿ/,ÿ:3?ÿf=
49=9=ÿ2+,ÿ9ÿfD,O=ÿ/,55+L8+Hÿ,+ÿE8+ÿ5,48A=75+05ÿ48-ÿ-,+ÿ/0AB,058IH
/0==,?

ÿ
N,=79ÿ7,5>9Hÿ8ÿL+50701CE,6ÿ/0==,ÿ98ÿghijklmnhoÿ2+,ÿ+=8+ÿ+-9ÿ)OD+59
/,ÿ60AD+9D,-IÿA9ÿ/,46959>M8?ÿ)Q,68ÿ2+,ÿ8+E0Hÿ78/9=ÿ,==9=ÿ/,55+L9/9=
G859-ÿG,079=ÿ/,ÿG85-9ÿ06,D96Hÿ=,-ÿ2+,ÿB8+E,==,ÿ+-ÿ:584,==8
9/-0A0=75970E8ÿ/0=40:60A95IHÿ/0==,?

!"22###$988$92  %&8 82  % &2789% %78%8% 98%88 % 8% %%'7 %%  8  02(

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:10 Num. 95553 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520911100000000093744
Número do documento: 18102017520911100000000093744
0123120134 *+,-./0ÿ+2+3ÿ-4ÿ,05+5676.0ÿ
89ÿ 6
+
ÿ7
780.7
8ÿÿ 989ÿ858+
2
ÿ
/+
ÿ5 +
8ÿÿ
;
ÿ8-6
ÿ7 ;
6
ÿ
ÿ<
;
/;
ÿ
ÿ7
=
>-;
8 ?@0ÿ
+
=./+.=A;6ÿ;7ÿB;4C2=;7ÿD-+ÿ>=5+6;4ÿ406;/=;7ÿ/+66-E;/;7ÿ/+ÿB064;
=66+,-2;6FÿGH;4EI4ÿ6+,=7>6+=ÿ+4ÿ<;6>J6=0ÿD-+ÿ50-ÿ;E6=6ÿ4@0ÿ/0
7;296=0ÿ/+ÿ,05+6.;/06ÿ+ÿ/+ÿ>0/;7ÿ;7ÿ6+,;2=;7ÿ/0ÿ<;6,0FÿK;6;ÿ.@0ÿ0.+6;6
0ÿL7>;/03ÿ>;25+Aÿ5;407ÿ-7;6ÿ+77+7ÿ6+<-6707ÿ8;6;ÿ+77+7ÿ<;707M3
;N640-ÿOE;.+=7F

!"22###$988$92  %&8 82  % &2789% %78%8% 98%88 % 8% %%'7 %%  8  (2)

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:10 Num. 95553 - Pág. 3
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520911100000000093744
Número do documento: 18102017520911100000000093744
0123120134 56789ÿ ÿ78ÿÿ 98ÿ88 ÿ 8ÿ ÿÿ7 ÿÿ 8 

*+,-./0ÿ,-

!"22###$988$92  %&8 82  % &2789% %78%8% 98%88 % 8% %%'7 %%  8  (2)

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:10 Num. 95553 - Pág. 4
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520911100000000093744
Número do documento: 18102017520911100000000093744
0123120134 56789ÿ ÿ78ÿÿ 98ÿ88 ÿ 8ÿ ÿÿ7 ÿÿ 8 

**+**
,
**+**

!"22###$988$92  %&8 82  % &2789% %78%8% 98%88 % 8% %%'7 %%  8  (2)

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:10 Num. 95553 - Pág. 5
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520911100000000093744
Número do documento: 18102017520911100000000093744
0123120134 56789ÿ ÿ78ÿÿ 98ÿ88 ÿ 8ÿ ÿÿ7 ÿÿ 8 

!"22###$988$92  %&8 82  % &2789% %78%8% 98%88 % 8% %%'7 %%  8  (2)

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:10 Num. 95553 - Pág. 6
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520911100000000093744
Número do documento: 18102017520911100000000093744
0123120134 56789ÿ ÿ78ÿÿ 98ÿ88 ÿ 8ÿ ÿÿ7 ÿÿ 8 

!"22###$988$92  %&8 82  % &2789% %78%8% 98%88 % 8% %%'7 %%  8  (2)

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:10 Num. 95553 - Pág. 7
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520911100000000093744
Número do documento: 18102017520911100000000093744
0123120134 56789ÿ ÿ78ÿÿ 98ÿ88 ÿ 8ÿ ÿÿ7 ÿÿ 8 

!"22###$988$92  %&8 82  % &2789% %78%8% 98%88 % 8% %%'7 %%  8  42(

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:10 Num. 95553 - Pág. 8
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520911100000000093744
Número do documento: 18102017520911100000000093744
0123120134 56789ÿ ÿ78ÿÿ 98ÿ88 ÿ 8ÿ ÿÿ7 ÿÿ 8 
+,-.ÿ/01,2
3 ÿÿÿ

!"22###$988$92  %&8 82  % &2789% %78%8% 98%88 % 8% %%'7 %%  8  (2(

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:10 Num. 95553 - Pág. 9
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520911100000000093744
Número do documento: 18102017520911100000000093744
TRECHOS DAS MATÉRIAS NA IMPRENSA NACIONAL E LOCAL
(todas as reportagens estão anexas a presente ação)

Todos dizem que a área ali, mesmo sendo irregular, é passível de regularização.
A Agefis demoliu as casas sem abrir processo administrativo. Deveria ter aberto
e dado direito às pessoas de responderem. Então o que eu vou fazer é abrir os
processos administrativos, verificar se essas casas são passíveis de regularização
e, em sendo, vamos avaliar o preço do que foi derrubado. A compra de votos
que é qualificada na lei eleitoral é aquela que eu chego pra você e lhe ofereço
um dinheiro. Eu fiz uma promessa de campanha. Tenho R$ 300 milhões para
receber de precatórios do Distrito Federal de que eu abriria mão. Seria com esse
dinheiro que eu reconstruiria as casas. No início da campanha, fiz um
compromisso, registrado em cartório, de que ia doar meu salário e não utilizar
mordomias do Estado, e de que esse dinheiro seria usado para reformar creche
e escola. Então estou comprando votos dos pais de alunos, dos professores?
Estou em paz com isso, sei o que é crime eleitoral e jamais faria isso.
https://epoca.globo.com/ibaneis-rollemberg-23169059

O candidato completou, dizendo que as derrubadas da Agefis foram ilegais, que


processos administrativos deveriam ter sido abertos antes das derrubadas. “Vou
utilizar do que é meu para reconstruir as casas. Vou usar o que receber dessas
parcelas dos precatórios”, assegurou o advogado, referindo-se a uma dívida de
R$ 300 milhões que o DF tem com o escritório de Ibaneis.
http://egnews.com.br/politica/distrito-federal/rivais-acusam-ibaneis-de-
compra-de-votos-ao-prometer-reconstruir-casas/

O candidato do MDB ao governo do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, afirmou


nesta terça-feira (16) em entrevista ao DF2 que a promessa de doar dinheiro
próprio para fazer obras públicas, se for eleito, não é "compra de votos".

Essa doação, segundo Ibaneis, viria dos cerca de R$ 30 milhões a que ele tem
direito como pagamentos de precatórios. Segundo ele, essa cifra corresponde a
10% do valor das ações em que ele atuou, defendendo cidadãos e empresas
contra governos locais e a União.
https://g1.globo.com/df/distrito-
federal/eleicoes/2018/noticia/2018/10/16/no-df2-ibaneis-diz-abrir-mao-de-
r-30-milhoes-em-precatorios-e-nega-compra-de-votos.ghtml

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:08 Num. 95552 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520833900000000093743
Número do documento: 18102017520833900000000093743
Durante o primeiro turno, Ibaneis também afirmou que usaria dinheiro próprio
para outros fins governamentais – entre eles, construir casas que teriam sido
derrubadas pela Agência de Fiscalização do DF (Agefis) sem o devido processo
legal.

Questionado pelo DF2, ele disse que isso não é "toma lá, dá cá", nem compra
de votos. "Não tem toma lá, dá cá nenhum. Se eu vencer, vou doar para as
escolas", disse.
https://g1.globo.com/df/distrito-
federal/eleicoes/2018/noticia/2018/10/16/no-df2-ibaneis-diz-abrir-mao-de-
r-30-milhoes-em-precatorios-e-nega-compra-de-votos.ghtml

Na manhã desta terça-feira (2/10), em caminhada pela Feira dos Goianos, em


Taguatinga Norte, o candidato pelo DEM ao Governo do Distrito Federal
(GDF), Alberto Fraga, criticou a declaração do adversário do MDB, Ibaneis
Rocha, de que vai construir com dinheiro do próprio bolso casas derrubadas
pela Agência de Fiscalização do DF (Agefis) na Colônia Agrícola 26 de
Setembro.
https://www.metropoles.com/distrito-federal/politica-df/ele-compra-votos-
eu-peco-diz-fraga-sobre-ibaneis

O candidato ao Governo do Distrito Federal (GDF) Ibaneis Rocha (MDB)


prometeu, durante agenda na Colônia Agrícola 26 de Setembro, reconstruir
residências demolidas pela Agência de Fiscalização do DF (Agefis). Um vídeo
com a fala do postulante ao Palácio do Buriti circulou em grupos de WhatsApp
nesta segunda-feira (1º/10), um dia após a agenda no assentamento, localizado
próximo a Taguatinga.
https://www.metropoles.com/distrito-federal/politica-df/ibaneis-promete-
refazer-com-verba-dele-casas-demolidas-pela-agefis

O governador Rodrigo Rollemberg, candidato à reeleição pelo PSB, atacou o


adversário Ibaneis Rocha (MDB) em entrevista ao programa CB.Poder desta
segunda-feira — parceria do Correio Braziliense com a TV Brasília. Rollemberg
afirmou que a campanha de Ibaneis é a “maior demonstração de abuso do
poder econômico da história da cidade”. “Ele está fazendo pacto com a
grilagem, dizendo que vai construir casas derrubadas com o próprio dinheiro”,
afirmou o socialista. Ibaneis e Rollemberg disputam o segundo turno para
chegar ao Palácio do Buriti. O emedista teve 41,97% dos votos e o socialista,
13,94%. Ibaneis será o entrevistado do programa nesta terça-feira (09/10).

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:08 Num. 95552 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520833900000000093743
Número do documento: 18102017520833900000000093743
http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/o-que-eu-quero-e-que-
populacao-saiba-verdade-sobre-o-que-ibaneis-representa-diz-rollemberg/

Candidato ao GDF, Ibaneis Rocha (MDB) aparece em vídeo prometendo a


correligionários reconstruir casas derrubadas pela Agefis com dinheiro dele

https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2018/10/02/int
erna_cidadesdf,709577/video-ibaneis-promete-reconstruir-casas-derrubadas-
pela-agefis.shtml

Em vídeo num evento realizado hoje a tarde na Colônia Agrícola 26 de


setembro, próximo a Estrutural, o candidato ao Buriti Ibaneis Rocha viajou na
maionese ao prometer reconstruir com recursos próprios as casas irregulares
que a AGEFIS derrubou.

http://blogdopoliglota.com.br/2018/10/01/grilheiros-de-brasilia-batem-
palmas-para-ibaneis/

“Nós vamos manter a casa de vocês de pé. As casas que a AGEFIS derrubou
vou construir com o meu dinheiro”, disse Ibaneis.
https://brasiliadefato.com.br/grandebrasilia/2018/10/grilheiros-de-brasilia-
batem-palmas-para-ibaneis/

Na manhã desta terça-feira (2/10), em caminhada pela Feira dos Goianos, em


Taguatinga Norte, o candidato pelo DEM ao Governo do Distrito Federal
(GDF), Alberto Fraga, criticou a declaração do adversário do MDB, Ibaneis
Rocha, de que vai construir com dinheiro do próprio bolso casas derrubadas
pela Agefis na Colônia Agrícola 26 de Setembro.

http://radarsantamaria.com.br/ele-compra-votos-eu-peco-diz-fraga-sobre-
ibaneis/

Na ocasião, o ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional do


DF prometeu custear a construção de residências demolidas pelo governo. “As
casas que a Agefis derrubou eu vou reconstruir com meu dinheiro”, prometeu
o candidato do MDB. Na opinião de Rosso, a atitude configura um crime
eleitoral.

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:08 Num. 95552 - Pág. 3
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520833900000000093743
Número do documento: 18102017520833900000000093743
http://blogdocallado.com/a-velha-politica-do-coronelismo-diz-rosso-sobre-
promessa-de-ibaneis/

Na reta final para as eleições de 2018, Ibanis Rocha (MDB), à frente nas
pesquisas de intenção de voto, é alvo de crítica dos adversários. Em entrevista
ao CBPoder, transmitido pela TV Brasília, nesta quinta-feira (4/10), o
governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), disparou críticas
ao concorrente. De acordo com o candidato à reeleição, Ibaneis estaria
tentando comprar votos ao prometer à população que reconstruiria casas
derrubadas pela Agência de Fiscalização (Agefis) com o próprio dinheiro.
https://www.brasiliaeaqui.com.br/noticia/2018/10/04/nova-mascara-da-
velha-politica-diz-rollemberg-sobre-ibaneis

O candidato ao Governo do Distrito Federal Ibaneis Rocha (MDB) prometeu,


durante agenda na Colônia Agrícola 26 de Setembro, reconstruir residências
demolidas pela Agência de Fiscalização do DF (Agefis). Um vídeo com a fala
do postulante ao Buriti circulou em grupos de WhatsApp nesta segunda-feira
(1º/10), um dia após a agenda no assentamento, localizado próximo a
Taguatinga.

Na gravação, Ibaneis fala, em um microfone, para eleitores: “Para vocês que


buscam sua moradia, aqui no DF tem terra para levantar muito tijolo, e nós
vamos manter a casa de vocês de pé. As casas que a Agefis derrubou, eu vou
reconstruir com meu dinheiro”, disse.
https://portalvarada.com/ibaneis-promete-refazer-com-verba-dele-casas-
demolidas-pela-agefis/

Adversários de Ibaneis Rocha (MDB), primeiro colocado nas últimas pesquisas


de intenção de voto, o acusaram de compra de votos. No último domingo
(30/9), o advogado participou de uma agenda na Colônia Agrícola 26 de
Setembro, próximo a Taguatinga, e prometeu reconstruir casas destruídas
irregularmente pela Agência de Fiscalização (Agefis) com dinheiro do próprio
bolso.
http://egnews.com.br/politica/distrito-federal/rivais-acusam-ibaneis-de-
compra-de-votos-ao-prometer-reconstruir-casas/

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:08 Num. 95552 - Pág. 4
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520833900000000093743
Número do documento: 18102017520833900000000093743
Análise Política

O judiciário cará de cócoras diante de Ibaneis Rocha?

Ricardo Callado06/10/20187min

Com ódio e pelo medo

O
advogado Ibaneis Rocha é daquelas pessoas que souberam ganhar muito dinheiro. Isto é fato. Na advocacia de atacado onde milita, foi muito
mais um empresário do direito do que um formulador de teses, segundo comentam alguns colegas, que preferem que suas identidades não
sejam reveladas. Ponto em comum em todos relatos das entrevistas realizadas com advogados de Brasília é de que Ibaneis é um animal
político movido pelo ranço e pelo ódio daqueles que um dia ousaram discordar de suas práticas truculentas.

Pessoas mais próximas recordam que o grande sonho de Ibaneis era ser deputado federal pelo seu estado de origem, o Piauí, no entanto, no
meio do sonho surgiu a chance de disputar e vencer a eleição pelo comando da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Brasília. E foi lá que
Rocha abriu sua caixa de ferramentas para se mostrar um conquistador com apetite de Gengis Khan.

A histórica OAB-DF, de tantos serviços prestados à sociedade, se viu em segundo plano, diante da empreitada de Ibaneis para aparecer mais
do que a Instituição. Relatos da época dão conta que até mesmo o importantíssimo Tribunal de Ética da Ordem, virou um puxadinho de seu
gabinete, para que o então presidente Ibaneis pudesse pressionar seus coleguinhas a rezar sob sua cartilha.

Ibaneis, enquanto presidente da OAB-DF, não cansou de se in ltrar em temas de maior repercussão midiática, muito embora de menor
importância para a sociedade. Negar a carteira de Advogado a nada mais nada menos do que o ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa, ao
mesmo tempo em que premiava o já condenado José Dirceu com a mesma carteirinha, demonstrava um confusão mental que só se explicava
pelo fato de que o PT comandava o País e o DF naquela oportunidade. E foi assim que o ambicioso Ibaneis abriu as portas para que as
negociatas políticas invadissem a Casa onde tanto brilharam Esdras Dantas, Amauri Serralvo, Safe Carneiro, Maurício Correia e tantos outros
advogados no sentido mais completo da pro ssão.

O encerramento de seu período como dirigente maior da OAB-DF, não o afastou do comando da instituição. Ibaneis elegeu seu sucessor,
Juliano Costa Couto e agora pretende plantar Jaques Veloso na cadeira de presidente. Ibaneis tem se dividido entre a campanha ao GDF e a
eleição da Ordem. Um pé em duas canoas, como se diz popularmente. Considerando que Ibaneis tem pautado sua trajetória de vida pública
com ações que parecem saídas de um planejamento militarmente disciplinado, não seria inoportuno imaginar que Rocha, caso chegue ao
Buriti, use sua OAB-DF como a polícia política comandada por Filinto Muller na era Getulista.

Chamado de autoritário, Ibaneis Rocha é um camaleão, na medida em que se traveste de democrata sob a égide do “novo” na política,
entretanto, sua postura arrogante e por vezes transtornada, logo expõe a camu agem de “bom rapaz”. Aliado do que já de pior passou pela
vida pública do DF, tais como: Tadeu Filipelli, Benício Tavares, Júnior Brunelli e do obscuro candidato a vice da sua chapa, um tal de Paco Britto,
Ibaneis vem derrapando nas curvas que preservam o bom senso, com frases de efeito que soam como ameaças no intuito de constranger o
judiciário local, na medida que sempre deixa insinuar que detém privilégios nos corredores dos tribunais. Quase com uma Cigana, Ibaneis
chegou a vaticinar a condenação de Fraga, que de fato ocorreu dois ou três dias depois.

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:08 Num. 95551 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520662700000000093742
Número do documento: 18102017520662700000000093742
Desa ador, Ibaneis passa por cima da legislação eleitoral e promete construir casas com dinheiro do próprio bolso numa das localidades mais
pobres e carentes do DF, a vila 26 de Setembro na Estrutural. A retórica esperada de um tribuno deu lugar a mais escancarada promessa de
compra de votos jamais vista em todos os tempos. Qualquer leigo em direito eleitoral pode classi car a verborragia demagógica utilizada
como uma declaração de crime, ou na linguagem jurídica, o candidato é réu confesso e nada aconteceu com ele até agora.

Não bastasse tudo isso acima relatado, Rocha se mostrou um sujeito machista, cruel e desrespeitoso durante o último debate promovido pelo
Correio Braziliense. Num ataque histérico, Ibaneis partiu para cima da candidata Eliana Pedrosa, que aterrorizada o ouviu chama-la de podre
para depois dizer que ela deveria estar enterrada no cemitério. Atônita, Eliana, aos 65 anos de idade, mãe e avó, preferiu não responder para
não expor a população Brasiliense a mais uma cena deplorável. O deputado Rogério Rosso deu uma aula de cavalheirismo e respeito,
repudiando, com seu jeito sereno, o inadmissível tratamento que Ibaneis dispensou a Eliana Pedrosa.

Com o rei na barriga, como se diz no popular, Ibaneis des la sua prepotência e arrogância até mesmo na hora em que contemporizar e compor
são indicados. Em entrevista ao Portal Metrópoles o controvertido advogado, chama todos os outros candidatos para o “pau” (expressão digna
dele mesmo) e disparou essa pérola da soberba: “Se quiserem se unir contra mim, vou car muito feliz”.

Amanhã, domingo, 07 de outubro de 2018, o Distrito Federal saberá se eleição se ganha apenas com dinheiro e bravatas.

Com a palavra o eleitor.

 Post Views: 1.673

Publicações relacionadas

Análise PolíticaDestaques

20/10/2018 Ricardo Callado

Desespero

Análise PolíticaDestaquesPolítica

03/09/2018 Ricardo Callado

OPINIÃO | Que apostas fazer em uma eleição polarizada?

Análise PolíticaDestaques

27/08/2018 Ricardo Callado

Eleições 2018 | As chances de cada candidato e a cristalização dos votos

Ricardo Callado

Jornalista, blogueiro, escritor e consultor político. Exerceu a função de secretário de Comunicação Social do Governo do Distrito Federal. Foi
Diretor de Redação do Grupo Comunidade de Comunicação – responsável pelos jornais da Comunidade e O Coletivo. É autor do livro
PANDORA – e outros fatos que abalaram a política de Brasília.

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:08 Num. 95551 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520662700000000093742
Número do documento: 18102017520662700000000093742
AnteriorImprensa nos EUA compara Bolsonaro a Trump

PróximoIMPORTÂNCIA DO SENADO | É preciso alguém que faça pelo DF

Comente esta publicação

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com (*) são obrigatórios.

Comentário *

Nome *

E-mail *

Site (se tiver)

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:08 Num. 95551 - Pág. 3
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520662700000000093742
Número do documento: 18102017520662700000000093742
Não sou um robô
reCAPTCHA
Privacidade - Termos

Noti que-me sobre novos comentários por e-mail.

Noti que-me sobre novas publicações por e-mail.

Aos 14 anos, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população
brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da
informação, com uma audiência quali cada.

NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

20/10/2018

Vantagem de Ibaneis sobre Rollemberg é a maior do país, aponta Ibope

20/10/2018

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:08 Num. 95551 - Pág. 4
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520662700000000093742
Número do documento: 18102017520662700000000093742
Bolsonaro grava programa eleitoral e intensi ca campanha nas redes

20/10/2018

Brasília sediará duas capacitações do Enem 2018 neste m de semana

Twitter do Blog

Tweets por @blogdocallado


Ricardo Callado
@blogdocallado

Sondagens do instituto mostram que a disputa pelo GDF é a que apresenta a maior disparidade. São Paulo registra a eleição mais acirrada Por Caio Barbieri, do Metropoles Das 14...
blogdocallado.com/vantagem-de-ib…

Vantagem de Ibaneis sobre Rollemberg é a maior do país, aponta Ibope - Blog do Callado
Sondagens do instituto mostram que a disputa pelo GDF é a que apresenta a maior disparidade. São Paulo registra a eleição mai…
bl d ll d
FANPAGE Facebook

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:08 Num. 95551 - Pág. 5
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520662700000000093742
Número do documento: 18102017520662700000000093742
Blog do Callado
Like Page 3.9K likes

Blog do Callado
50 minutes ago

Sondagens do instituto mostram que a


disputa pelo GDF é a que apresenta a

© Copyright Blog do Callado 2018. Todos os direitos reservados

Home
Brasília
Política

© Copyright Blog do Callado. Todos os direitos reservados.

Home
Brasília
Política

Tags

Agnelo Arruda BRB Caesb Celina Leão Chico Leite CLDF Concurso Público Crise hídrica Câmara dos Deputados Câmara Legislativa Dilma Educação
Eleições 2018 GDF Greve impeachment Izalci Lucas Joe Valle Lava-Jato Lula Luzia de Paula Michel Temer MPDFT Operação Lava Jato Palácio do Buriti
Policia Militar Polícia Civil Polícia Federal PSDB PT Raimundo Ribeiro Rede Rodrigo Delmasso Rollemberg Sandra Faraj Saúde Secretaria de Saúde Senado Serviço
Público STF TCDF Terracap TJDFT TSE

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:08 Num. 95551 - Pág. 6
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520662700000000093742
Número do documento: 18102017520662700000000093742
Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:08 Num. 95551 - Pág. 7
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017520662700000000093742
Número do documento: 18102017520662700000000093742
20/10/2018 Ibaneis X Rollemberg - Época

g1 ge gshow vídeos ENTRE

ASSINE

PUBLICIDADE

Ibaneis X Rollemberg
Atual governador e ‘outsider’ discordam sobre ocupação de terras irregulares, Pink Floyd e Orçamento do Distrito Federal

Natália Portinari
19/10/2018 - 14:52

Os candidatos ao governo do DF Ibaneis Rocha e Rodrigo Rollemberg Foto: Agência O Globo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Bolsonaro ou Haddad?

Rodrigo Rollemberg: Manifestei aqui no Distrito Federal a posição de independência. O que estamos observando é que
as famílias estão se dividindo, os amigos estão se afastando em função dessa polarização que estamos vendo no país. Nós
temos um grande desafio, que é unir Brasília em torno de seus grandes objetivos: desenvolvimento econômico, distribuição
de renda, melhoria na qualidade de vida da população e da prestação de serviços. Então decidi manifestar a posição de
independência reafirmando valores que me acompanham desde o início da minha trajetória, como a defesa da democracia,
a defesa dos direitos humanos, uma cultura de paz, a redução das desigualdades sociais, o combate rigoroso à corrupção,
enfim. Tenho percebido que a população de Brasília acolheu muito essa minha posição.

https://epoca.globo.com/ibaneis-rollemberg-23169059 1/8

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:04 Num. 95550 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017515782700000000093741
Número do documento: 18102017515782700000000093741
20/10/2018 Ibaneis X Rollemberg - Época

Ibaneis Rocha: Não decidi ainda. Em sua grande maioria, meus eleitores estão com Bolsonaro. Em torno de 26% deste
eleitorado é eleitor do Haddad. O Distrito Federal foi criado inicialmente para ser a sede administrativa, mas é uma cidade
que envelheceu muito rápido, porque essa força de trabalho, que é do servidor público, não conseguiu absorver a população
que está aqui dentro. Eu li os programas dos dois candidatos e não vi, no de um nem de outro, nada voltado ao
desenvolvimento da região Centro-Oeste. Então eu tenho dito o seguinte: do mesmo jeito que o Bolsonaro quer mais Brasil
e menos Brasília, eu quero mais Brasil e mais Brasil. Eu tenho disposição de apoiar publicamente qualquer um dos dois,
mas quero uma proposta clara do desenvolvimento do Centro-Oeste, que inclui o Distrito Federal e o entorno.

Foi correto proibir doações empresariais a campanhas e permitir autofinanciamento? Na corrida ao DF, a
nova regra beneficiou a campanha de Ibaneis, que já tirou R$ 3,5 milhões do próprio bolso.

RR : Acho absurdo, um retrocesso terrível. Primeiro, porque o financiamento público foi quase que majoritariamente para
financiar os candidatos que já têm mandato. Mesmo assim, houve uma renovação muito grande. Por outro lado, essa
possibilidade de um candidato se auto-financiar, é claro que os candidatos milionários, como é o meu adversário aqui em
Brasília, levam uma vantagem enorme sobre os demais candidatos. Portanto, nós tivemos um retrocesso com essas novas
regras eleitorais.

IR : Foi uma regra criada para eleger os antigos deputados, que ficou capenga. O Supremo Tribunal Federal (STF) errou
nesse ponto (ao proibir doações de empresas). Eu tenho uma proposta, que é o financiamento empresarial público. Se um
empresário fosse doar, doaria no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e esse valor seria rateado entre todos os partidos.
Assim o empresário doaria para quem ele quisesse, mas também para esse fundo, que seria distribuído para todos. Sairia
mais barato para o governo federal, que não gastaria tanto com o fundo eleitoral, e o empresário poderia participar com
segurança, com a fiscalização dos órgãos. Mas infelizmente não se criou. Foi criada uma disparidade, porque quem tem
mais dinheiro coloca o próprio, como eu coloquei do meu. Aí você vê as distorções desse sistema que foi criado. Quem tem
o controle dos partidos também consegue mais recurso. A regra é realmente muito ruim e tem que ser revista, temos que
pensar realmente como queremos financiar as nossas eleições. Eleição é democracia, e o financiamento tem que sair de
algum lugar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

O Distrito Federal recebeu R$ R$ 13,7 bilhões do Fundo Constitucional repassados do Orçamento da


União neste ano, um benefício a que nenhuma outra cidade tem acesso. Como tornar o GDF menos
dependente?

RR : É legítimo que o Distrito Federal, como a capital da República, que sedia os poderes, sedia as embaixadas, tenha um
Fundo Constitucional para financiar segurança pública e parte da segurança e da saúde. É absolutamente legítimo. Mas é
muito importante também que os próximos gestores possam tornar a economia do Distrito Federal mais diversificada e
menos dependente do setor público. Quando nós assumimos o governo, 81% do nosso Orçamento era utilizado para
pagamento de salários e benefícios a servidores. Nós reduzimos para 71%. Isso é importante porque o Estado passa a ter
uma capacidade de investimentos, especialmente nos locais mais pobres, e pode fazer obras públicas para mover a
economia com a geração de empregos.

IR : Minha ideia é que num prazo de no máximo 10 anos a gente se torne totalmente independente. Sair dessa dependência
desse Fundo Constitucional, porque hoje o Distrito Federal é muito discriminado dentro do Congresso Nacional por conta

https://epoca.globo.com/ibaneis-rollemberg-23169059 2/8

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:04 Num. 95550 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017515782700000000093741
Número do documento: 18102017515782700000000093741
20/10/2018 Ibaneis X Rollemberg - Época

desse fundo. Eles acham que esses bilhões resolvem o problema do Distrito Federal, mas não resolvem, porque aqui nós
temos 4,5 milhões de habitantes, juntando o Distrito Federal e entorno, e todos os serviços públicos estão sucateados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

O candidato Ibaneis prometeu reconstruir residências demolidas pela Agência de Fiscalização do DF


(Agefis) com dinheiro próprio. Rollemberg prometeu fortalecer a Agefis. A promessa do advogado não
pode ser considerada compra de votos?

RR : Acho que esse talvez tenha sido um dos maiores crimes eleitorais cometidos explicitamente no Distrito Federal.
Mostra a face arrogante do nosso adversário e o que ele está fazendo com a campanha. Ele acha que compra tudo com o
dinheiro dele. Diz, de forma pública, sem constrangimento nenhum, que vai construir casas irregulares com o dinheiro
dele, em um local irregular.

SAIBA MAIS

Ruy Fausto: "O país está doente"

Carlos Pereira: "A democracia brasileira corre risco zero"

É fraude ou Freud?

David Harvey: "É o dinheiro quem controla o processo democrático, não as pessoas"

IR : Todos dizem que a área ali, mesmo sendo irregular, é passível de regularização. A Agefis demoliu as casas sem abrir
processo administrativo. Deveria ter aberto e dado direito às pessoas de responderem. Então o que eu vou fazer é abrir os
processos administrativos, verificar se essas casas são passíveis de regularização e, em sendo, vamos avaliar o preço do que
foi derrubado. A compra de votos que é qualificada na lei eleitoral é aquela que eu chego pra você e lhe ofereço um dinheiro.
Eu fiz uma promessa de campanha. Tenho R$ 300 milhões para receber de precatórios do Distrito Federal de que eu
abriria mão. Seria com esse dinheiro que eu reconstruiria as casas. No início da campanha, fiz um compromisso, registrado
em cartório, de que ia doar meu salário e não utilizar mordomias do Estado, e de que esse dinheiro seria usado para
reformar creche e escola. Então estou comprando votos dos pais de alunos, dos professores? Estou em paz com isso, sei o
que é crime eleitoral e jamais faria isso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Em 2015, 44% do PIB do Distrito Federal era composto pela administração pública. Como diversificar as
fontes de atividade econômica e arrecadação em Brasília?

RR : Esse é um grande desafio da cidade. Nós vamos transformar Brasília num grande polo de ciência, tecnologia e
inovação. A construção do parque tecnológico, em andamento, já é um passo importante para isso. Também vamos
promover a economia criativa. Ampliamos muito os recursos de investimentos da cultura, recuperando alguns espaços
culturais, como o Espaço Cultural Renato Russo, centro de dança. Estamos recuperando o circuito de arte de Brasília.
https://epoca.globo.com/ibaneis-rollemberg-23169059 3/8

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:04 Num. 95550 - Pág. 3
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017515782700000000093741
Número do documento: 18102017515782700000000093741
20/10/2018 Ibaneis X Rollemberg - Época

Destinamos um terreno para o parque de audiovisual do Distrito Federal e, no próximo governo, temos como prioridade a
recuperação do Teatro Nacional. É fundamental a diversificação da economia do Distrito Federal e o apoio à iniciativa
privada, especialmente as micro e pequenas empresas, para fazer com que, com o tempo, o Distrito Federal tenha uma
dependência menor do setor público.

IR : Acho que o Distrito Federal tem que ser aquilo que Juscelino Kubitschek sonhou. Não só um local para abrigar os
poderes, mas um ponto de interligação do Sul, Sudeste, Norte e Nordeste. Então tenho conversado com muitos empresários
e muitas pessoas, e vou propor através do meu partido a criação de uma zona de livre comércio no Distrito Federal. Caso eu
vença, quero também, juntamente com o governador (do Goiás, Ronaldo) Caiado, com quem eu conversei, aprovar uma
PEC no Congresso criando a região metropolitana do Distrito Federal. Para funcionar como em São Paulo, onde não tem
divisas, a legislação é única, todo mundo sai beneficiado e a gente sai dessa pobreza. Vamos criar aqui um centro de
distribuição de mercadorias, e usar o aeroporto como um “hub”, um terminal de cargas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Qual o destino do estádio Mané Garrincha?

RR : Já estamos em um processo de PPP (Parceria Público-Privada). Ali será uma Arena Plex, um grande centro
gastronômico, de entretenimento, cultura, lazer e esporte. Vai ser a grande âncora de desenvolvimento do turismo na nossa
cidade.

IR : Cabe muito bem essa PPP que está sendo encaminhada. Pedi que me trouxessem o projeto para conhecer melhor, mas
vale a pena. Já está feito, não dá para demolir. É um dinheiro que não teria deveria ter sido gasto. Deveria ter sido feito de
uma forma mais modesta, que atendesse as necessidades da cidade. Mas já está construído, não adianta ficar olhando para
o passado. Quero que ali seja um grande centro cultural para atrair turismo aos fins de semana. Hoje, Brasília funciona de
segunda a quinta, e os hotéis ficam ociosos nos fins de semana. Precisamos trazer visitantes com feiras, grandes shows e
eventos.

Foi no show de Roger Waters (ex-Pink Floyd)? O que achou da manifestação política contra Jair
Bolsonaro?

RR : Fui, gostei muito. Minha banda preferida sempre foi o Pink Floyd, portanto gostei muito de poder assistir o show.
Acho que uma das questões mais bonitas da democracia é a liberdade. Ele teve a liberdade de se manifestar e o público
também. Aqui em Brasília, aconteceu de forma muito dividida. Parte gritou “ele não”, parte gritou “mito”. Enfim, a gente
tem uma cidade onde é natural que as pessoas, próximo do momento da eleição, possam se manifestar livremente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

IR : Não fui, estava ocupado com a campanha. Perdi até o show do Andrea Bocelli, que eu sou apaixonado. Não dei conta
de ir, acho que teve um debate no dia. Eu não vi a manifestação, mas acho que ele não deveria se meter na política
brasileira, não. A gente é que tem que dar nosso jeito nela.

O que vai fazer para melhorar o transporte público de Brasília?

https://epoca.globo.com/ibaneis-rollemberg-23169059 4/8

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:04 Num. 95550 - Pág. 4
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017515782700000000093741
Número do documento: 18102017515782700000000093741
20/10/2018 Ibaneis X Rollemberg - Época

RR : Nós estamos concluindo três novas estações do metrô e lançamos já a licitação para a expansão do metrô em
Samambaia. Estamos concluindo o Trevo de Triagem Norte, que é a maior obra viária da história de Brasília e vai melhorar
muito a mobilidade urbana de quem mora na região norte do Distrito Federal. As pessoas vão ganhar duas horas por dia
para ficar em casa, descansar, estudar. A mobilidade urbana vai melhorar muito.

IR : Quero criar bolsões de estacionamento, para que as pessoas peguem seus carros e deixem perto do metrô no trajeto
para o Plano Piloto. Vamos voltar a ter um sistema integrado com linhas de vans e microônibus, continuar trabalhando no
BRT. Assim a gente tira a grande maioria dos carros da rua. Só vão ser usados no final de semana por quem quiser. A partir
da implementação desse sistema, que dá para colocar em funcionamento de forma rápida, dá para implantar o Zona Azul.
Quem quiser andar de carro vai pagar o preço. Com isso vamos arrecadar até R$ 1,5 bilhão, dinheiro que será investido em
transporte público de qualidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Qual sua proposta para acabar com a corrupção? Rollemberg acusa Ibaneis de estar ligado a acusados de
corrupção, como o presidente da República, Michel Temer (MDB), e o ex-vice-governador do DF Tadeu
Filippelli, presidente da sigla no DF.

RR : Nós mostramos que é possível governar sem corrupção e com resultados. Todas as licitações que nós realizamos, os
serviços prestados que economizaram milhões de reais, mostram que, com o tempo, o combate à corrupção e o governo
feito com responsabilidade acaba sobrando dinheiro para investir em educação, saúde e segurança. Esse é o patrimônio do
nosso governo. Os empresários, as pessoas que se relacionam com o governo reconhecem que, pela primeira vez em
Brasília, nós temos um governo honesto.

IR : Eu acredito muito na Justiça. Esse país está vivendo um momento diferenciado, de que quem fez errado está tendo
que pagar na Justiça. Eu sou um cara direito. Partido político não é corrupto, quem é corrupto são as pessoas. Eu tinha que
entrar num partido e o que me deu condições, que me acolheu, foi o MDB. Se alguém está envolvido em corrupção, está lá
respondendo seus processos na Justiça, estou tranquilo em relação a isso. Eu não sou corrupto, não vou ser corrupto e
quem estiver do meu lado pode ter certeza que não vai praticar corrupção. Se praticar, vai pra cadeia com o meu apoio. Não
vou nomear ninguém que esteja acusado de corrupção. Se receber denúncia, vai ser afastado, vai responder seu processo e
depois volta. Mas o Rollemberg tem um problema. Ele não tem memória, porque todas essas pessoas que ele acusa
participaram de todas as campanhas dele, e ingratidão é um dos piores defeitos que uma pessoa pode ter.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Como define o ex-governador Joaquim Roriz, que morreu em setembro?

RR: Acho que o Roriz teve um papel muito importante na vida da cidade. Independente de ter sido uma pessoa que
despertou paixões, amor e resistências profundas enquanto governou, é inegável que teve uma participação muito
expressiva na vida das cidades, com a construção de várias cidades, inclusive Samambaia, com a construção do metrô, com
a construção da hidrelétrica Corumbá IV e de grande parte dos viadutos da cidade. Portanto, é uma pessoa com uma
presença muito marcante na vida das pessoas.

IR: Ele foi um homem além do seu tempo. Ele tinha um lado social muito forte, uma pessoa que tinha interligação com a
base, com as pessoas mais pobres. Ele dava muita atenção a isso e enxergava o futuro. Grande parte das obras dessa cidade

https://epoca.globo.com/ibaneis-rollemberg-23169059 5/8

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:04 Num. 95550 - Pág. 5
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017515782700000000093741
Número do documento: 18102017515782700000000093741
20/10/2018 Ibaneis X Rollemberg - Época

foram realizadas por ele. Você vê, por exemplo, que o que vai salvar o Distrito Federal da crise hídrica nos próximos anos
foi uma obra dele, Corumbá IV. Então, no seu tempo, ele foi um grande político sim.

Como explicar a reprovação, segundo o Ibope, de 63% da população ao governo de Rodrigo Rollemberg
(PSB)?

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

RR: Nós governamos no momento mais difícil da história de Brasília e do Brasil. Tivemos que tomar medidas duras para
garantir o equilíbrio das contas do Distrito Federal, mas estamos mostrando que o aprofundamento do debate político
trouxe uma nova consciência às pessoas. Pouca gente acreditava que eu fosse para o segundo turno, mas eu fui para o
segundo turno. E a mesma confiança que eu tive que eu estaria no segundo turno, eu tenho de que vou ganhar a eleição.

IR: Isso é explicado pela falta de trato com a coisa pública, ausência de compromisso com seus aliados, a quebra de
compromisso com a sociedade, com os servidores públicos. Eu, por exemplo, o ajudei na campanha passada, defendi o
nome dele e ele me traiu. Era presidente da OAB e falei que queria ajudar, disse que conhecia os problemas da cidade, os
defeitos, e que a única coisa que queria era dar umas dicas do que estava errado. Ele nunca me chamou e depois veio com
um pacote de medidas fechadas buscando o apoio da OAB. Falei que, pra isso, não tinha paciência. Eu só queria colaborar.
Então é o conjunto da traição, da incompetência, de não conseguir se comunicar com a população para explicar os projetos.

ANTERIOR PRÓXIMA

Ao triturar obra, Banksy aumentou Auditor fiscal, candidato do PSL pede


seu valor em vez de destruí-la doações via caixa dois

RECOMENDADAS PARA VOCÊ


Recomendado por

LINK PATROCINADO LINK PATROCINADO

19 Celebridades brasileiras que hoje Fotos constrangedoras na praia que


estão pobres farão você chorar de rir!
desafiomundial desafiomundial

https://epoca.globo.com/ibaneis-rollemberg-23169059 6/8

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:04 Num. 95550 - Pág. 6
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017515782700000000093741
Número do documento: 18102017515782700000000093741
20/10/2018 Ibaneis X Rollemberg - Época

LINK PATROCINADO LINK PATROCINADO

A Chubb usa detecção térmica para A plataforma digital para gestão


prever possíveis problemas em linhas inteligente em sst. Saiba mais em
de produção www.sesivivamais.com.br
Chubb Sesi

LINK PATROCINADO LINK PATROCINADO

O segredo asiático de R$ 17,77 que As ações da Petrobras vão subir? Se


obriga a pele a não ter rugas antecipe e ganhe dinheiro
Beleza Feminina Toro Radar

Pedro Almodóvar e Anitta curtem Como Bolsonaro se tornou o


juntos praia paradisíaca na Bahia candidato dos evangélicos

LINK PATROCINADO LINK PATROCINADO

Relógio Inteligente com 6 empregos destinados a desaparecer


Monitoramento Cardíaco, em menos de 10 anos
Monitoramento de Sono e Contador Liberdade 360

de Passos
squaloshop.com

ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Foto: Divulgação

https://epoca.globo.com/ibaneis-rollemberg-23169059 7/8

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:04 Num. 95550 - Pág. 7
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017515782700000000093741
Número do documento: 18102017515782700000000093741
20/10/2018 Ibaneis X Rollemberg - Época
Presidente eleito da CNC quer consolidar avanços

CNC
ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Foto: Divulgação

Música de todo o País

CNC

MAIS DE ÉPOCA

VER MAIS

Ofertas

Buscapé Ferro à Vapor Buscapé Relógio Masculino Buscapé Relógio Feminino Buscapé Notebook Lenovo Buscapé Smartphone Buscapé Guarda Roupa
Hamilton Beach Durathon Orient Analógico Casual / Mondaine Analógico IdeaPad 330S i7 - 8550U Motorola Moto G6 Play Casal 4 Portas Canto com
Digital - 110V Automático 469WB1A C2SX Fashion 46103l0menp1k2... 8GB 1TB Windows 10 14 ´... Dual Chip Android Oreo -... LED Interno Alemanha...

8 x R$23,73 8 x R$73,62 5 x R$21,98 10 x R$394,90 10 x R$99,90 10 x R$259,99

SHOPPING

COMPUTADOR MONITOR LCD 19 ´ MACBOOK PRO NOTEBOOK VAIO FIT COMPUTADOR LITE
LENOVO V520S SFF / WIDESCREEN MPXT2BZ / A COM 15S I5 - 7200U 8GB INTEL DUAL CORE

10 X R$254,90 10 X R$49,99 10 X R$829,90 10 X R$392,74 5 X R$171,98

INFORMÁTICA ELETRÔNICOS CELULARES ELETRODOMÉSTICOS JOGOS

https://epoca.globo.com/ibaneis-rollemberg-23169059 8/8

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:52:04 Num. 95550 - Pág. 8
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017515782700000000093741
Número do documento: 18102017515782700000000093741
20/10/2018 No DF2, Ibaneis diz que abrir mão de R$ 30 milhões em precatórios não é compra de votos | Eleições 2018 no Distrito Federal | G1

g1 ge gshow vídeos ENTRE

DISTRITO FEDERAL
ELEIÇÕES 2018 NO DISTRITO FEDERAL

No DF2, Ibaneis diz que abrir mão de R$ 30


milhões em precatórios não é compra de
votos
Depois do telejornal, G1 sabatinou candidato do MDB. Na segunda, o entrevistado
foi Rodrigo Rollemberg.

Por G1 DF
16/10/2018 20h45 · Atualizado há 4 dias

DF2 entrevista o candidato ao Buriti pelo MDB, Ibaneis Rocha.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

https://g1.globo.com/df/distrito-federal/eleicoes/2018/noticia/2018/10/16/no-df2-ibaneis-diz-abrir-mao-de-r-30-milhoes-em-precatorios-e-nega-co… 1/10

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:57 Num. 95549 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514903900000000093740
Número do documento: 18102017514903900000000093740
20/10/2018 No DF2, Ibaneis diz que abrir mão de R$ 30 milhões em precatórios não é compra de votos | Eleições 2018 no Distrito Federal | G1

O candidato do MDB ao governo do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, a rmou nesta


terça-feira (16) em entrevista ao DF2 que a promessa de doar dinheiro próprio para
fazer obras públicas, se for eleito, não é "compra de votos".

Essa doação, segundo Ibaneis, viria dos cerca de R$ 30 milhões a que ele tem direito
como pagamentos de precatórios. Segundo ele, essa cifra corresponde a 10% do
valor das ações em que ele atuou, defendendo cidadãos e empresas contra
governos locais e a União.

O candidato foi o segundo a participar das entrevistas do DF2 com os participantes


da disputa eleitoral ao governo do Distrito Federal neste segundo turno. Ele
respondeu a perguntas feitas por jornalistas do G1 e da TV Globo.

· Ao G1, Ibaneis admite compra de imóvel sem escritura e promete combater


'abusos' de anelinhas

Doação, só se eleito
Questionado pelo jornalista Antonio de Castro, Ibaneis con rmou que a doação
desses R$ 30 milhões em honorários de precatórios só será feita caso ele vença a
eleição. Se o eleito no segundo turno for Rodrigo Rollemberg (PSB), o repasse do
valor aos cofres públicos não acontecerá.

https://g1.globo.com/df/distrito-federal/eleicoes/2018/noticia/2018/10/16/no-df2-ibaneis-diz-abrir-mao-de-r-30-milhoes-em-precatorios-e-nega-co… 2/10

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:57 Num. 95549 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514903900000000093740
Número do documento: 18102017514903900000000093740
20/10/2018 No DF2, Ibaneis diz que abrir mão de R$ 30 milhões em precatórios não é compra de votos | Eleições 2018 no Distrito Federal | G1

"Exatamente. Não tem toma lá, dá cá nenhum, eu


estou colocando uma proposta minha. Se eu vencer as
eleições, eu vou doar para as escolas. Agora, se não
vencer... tá aí."

Sem interesse próprio


Ainda sobre os precatórios, Ibaneis negou que esteja agindo em causa própria ao
declarar, durante a campanha, que vai trabalhar para que essas dívidas de governo
sejam quitadas.

"A Constituição Federal xa o prazo para pagamento de precatórios e diz que todos
os estados, está lá no artigo 100, têm até 2024 para realizar o pagamento. [...] O
dinheiro sai do Orçamento da União, mas eu não tenho a capacidade de impedir
esse pagamento", declarou.

"O que eu disse foi: o que eu tiver [de receber] relacionado à parcela, vou repassar
integralmente para que sejam reformadas escolas e construídas creches no DF."

Segundo ele, o empenho em quitar essas faturas não deve ter impacto direto no
caixa do governo do Distrito Federal. Isso porque, de acordo com Ibaneis, a maior
parte dos processos ligados ao escritório dele recai sobre a esfera federal.

"Eu tenho advocacia muito mais forte na área federal. Servidores do Poder
Judiciário, Ministério Público, que são clientes do meu escritório. A parcela que eu
tenho hoje, junto ao GDF, é pequena e eu já doei meus honorários para a população
do DF", disse.

Sem compra de votos


Durante o primeiro turno, Ibaneis também a rmou que usaria dinheiro próprio para
outros ns governamentais – entre eles, construir casas que teriam sido derrubadas
pela Agência de Fiscalização do DF (Age s) sem o devido processo legal.

https://g1.globo.com/df/distrito-federal/eleicoes/2018/noticia/2018/10/16/no-df2-ibaneis-diz-abrir-mao-de-r-30-milhoes-em-precatorios-e-nega-co… 3/10

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:57 Num. 95549 - Pág. 3
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514903900000000093740
Número do documento: 18102017514903900000000093740
20/10/2018 No DF2, Ibaneis diz que abrir mão de R$ 30 milhões em precatórios não é compra de votos | Eleições 2018 no Distrito Federal | G1

Questionado pelo DF2, ele disse que isso não é "toma lá, dá cá", nem compra de
votos. "Não tem toma lá, dá cá nenhum. Se eu vencer, vou doar para as escolas",
disse.

"Se for dessa maneira, quando o governador vem aqui e promete dar reajuste,
também está praticando crime. Essa é a diferença, estão tentando confundir. Não
me dirigi a pais de alunos, [dizendo] que 'se votar em mim, vou reformar a escola do
seu lho'. Se for assim, vamos acabar com a campanha porque não pode prometer",
disse.

"Eu tenho convicção, conheço a legislação eleitoral e aí, não tem crime. Aguardo que
o MP [Ministério Público] ou algum candidato faça uma representação, que aí ca
esclarecido. Isso vai sair dos meus recursos, e não do fundo do eleitor."

Candidato Ibaneis Rocha, do MDB, no estúdio do DF2 — Foto: Letícia Carvalho/G1

Con ra outros temas da entrevista:

Joaquim Barbosa

https://g1.globo.com/df/distrito-federal/eleicoes/2018/noticia/2018/10/16/no-df2-ibaneis-diz-abrir-mao-de-r-30-milhoes-em-precatorios-e-nega-co… 4/10

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:57 Num. 95549 - Pág. 4
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514903900000000093740
Número do documento: 18102017514903900000000093740
20/10/2018 No DF2, Ibaneis diz que abrir mão de R$ 30 milhões em precatórios não é compra de votos | Eleições 2018 no Distrito Federal | G1

Ibaneis foi perguntado sobre o fato de, como presidente da seção regional da
Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-DF), ter negado registro de advogado ao ex-
presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa.

"Eu acredito que ele fez mal a advocacia, porque lá no Supremo Tribunal Federal ele
disse que advogado era preguiçoso e acordava tarde. Lá no Supremo Tribunal
Federal, ele destratou o ministro do Supremo Tribunal Federal e ex-ministro da OAB,
Maurício Corrêa, e foi feito um desagravo público na OAB por isso", disse.

Ele também destratou um dos homens mais honestos desta cidade, o advogado
Grossi. E aí ele chega dentro da OAB e quer entrar para dentro da minha casa? Eu
como presidente da Ordem, na minha visão, ele não deveria ter recebido a carteira,
porque ele não gosta da advocacia.

Mas a comissão lá avaliou que ele tinha condições. Eu, respeitando o que tem
dentro da nossa legislação, dei a carteira para ele."

Limite de frota nos transportes por aplicativo


Ibaneis também comentou o vídeo, divulgado em redes sociais, em que aparece
criticando os sistemas de transporte por aplicativo – Uber, Cabify e 99, por exemplo.
Segundo ele, os apps são importantes, mas existem hoje em "número
elevadíssimo".

"Eu fui o primeiro a defender os aplicativos aqui do Distrito Federal. Existia uma
polêmica muito grande sobre a legalidade dos aplicativos e eu, ainda como
presidente da OAB, encaminhei um parecer, assinado pela Comissão de Assuntos
Constitucionais, defendendo a liberdade para o Uber", disse.

"Isso dentro de uma situação em que o cidadão tem que escolher com quem ele
quer ser transportado. O que ocorreu após isso? Hoje, nós temos um número
elevadíssimo. Hoje, são 24 mil. E nós estamos tratando de transporte urbano."

"Todos eles empobreceram os taxistas. E o que eu quero de fazer de forma bastante


clara? Tá na hora da gente ver qual é a necessidade da cidade. Não adianta um
motorista do Uber tem sua licença, seu cadastro, e ele fazer duas, três corridas por

https://g1.globo.com/df/distrito-federal/eleicoes/2018/noticia/2018/10/16/no-df2-ibaneis-diz-abrir-mao-de-r-30-milhoes-em-precatorios-e-nega-co… 5/10

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:57 Num. 95549 - Pág. 5
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514903900000000093740
Número do documento: 18102017514903900000000093740
20/10/2018 No DF2, Ibaneis diz que abrir mão de R$ 30 milhões em precatórios não é compra de votos | Eleições 2018 no Distrito Federal | G1

dia. Existe um transporte que não está funcionando nem para eles, nem para a
comunidade."

Atuação da Age s
"Isso foi mais uma perseguição do governador para vocês, moradores do
[assentamento] 26 de Setembro. Deixaram construir, as demolições foram feitas de
forma irregular, sem processos administrativos.

Esses processos não existem, se existissem, seriam em relação às 10 mil casas. Por
que não derrubaram as outras casas? O governador escolheu as casas que ele
queria derrubar, para depois posar de santo.

Que que claro que eu vou abrir um processo administrativo, vou analisar se aquilo
é regular. Se houver possibilidade de regularização, vai ser feito. Vai ser levantado o
que tinha, e vão receber os recursos. Para isso, tem que o servidor ir lá, fazer o
levantamento."

Entrevista com candidatos


O DF2 entrevistou ao vivo, nesta semana, os dois candidatos que disputam o Palácio
do Buriti. Após o jornal, o G1 também entrevistou ao vivo os mesmos postulantes.
Na segunda-feira (15), o entrevistado foi Rodrigo Rollemberg (PSB).

Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.

MAIS DO G1

Eleições 2018
30% dos eleitores de Bolsonaro querem renovação; 20% do eleitorado
de Haddad rejeitam adversário
Entenda a pesquisa Datafolha que mostra as razões pelas quais os eleitores pretendem votar
no candidato do PSL ou no candidato do PT.

Há 9 horas — Em Eleição em Números Eleições 2018

https://g1.globo.com/df/distrito-federal/eleicoes/2018/noticia/2018/10/16/no-df2-ibaneis-diz-abrir-mao-de-r-30-milhoes-em-precatorios-e-nega-co… 6/10

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:57 Num. 95549 - Pág. 6
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514903900000000093740
Número do documento: 18102017514903900000000093740
20/10/2018 No DF2, Ibaneis diz que abrir mão de R$ 30 milhões em precatórios não é compra de votos | Eleições 2018 no Distrito Federal | G1

Santa Catarina
Serra catarinense registra 0º C e tem geada nos campos
Geada foi registrada em São Joaquim, Santa Catarina. — Foto: Mycchel Legnaghi

Há 1 hora — Em Santa Catarina

Caravana
Exaustos e famintos, milhares de hondurenhos chegam ao México
rumo aos EUA
Uma multidão está presa no bloqueio montado sobre a ponte que separa a Guatemala do
México.

https://g1.globo.com/df/distrito-federal/eleicoes/2018/noticia/2018/10/16/no-df2-ibaneis-diz-abrir-mao-de-r-30-milhoes-em-precatorios-e-nega-co… 7/10

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:57 Num. 95549 - Pág. 7
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514903900000000093740
Número do documento: 18102017514903900000000093740
20/10/2018 No DF2, Ibaneis diz que abrir mão de R$ 30 milhões em precatórios não é compra de votos | Eleições 2018 no Distrito Federal | G1

Há 1 hora — Em Mundo

Polícia resgata bebê de 9 meses e criança de 5 anos que foram deixados


sozinhos em casa no DF
Mãe das crianças não foi localizada pelos militares. Vizinhos acionaram parentes após ouvir
choro dos menores.

Em Distrito Federal

Jovem é encontrada morta em estrada de terra, em Caldas Novas


Segundo a Polícia Civil, o corpo de Nayara Gama, 25, foi visto por motoristas que passaram
pelo local e acionaram a PM; corporação não divulgou informações sobre autoria.

https://g1.globo.com/df/distrito-federal/eleicoes/2018/noticia/2018/10/16/no-df2-ibaneis-diz-abrir-mao-de-r-30-milhoes-em-precatorios-e-nega-co… 8/10

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:57 Num. 95549 - Pág. 8
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514903900000000093740
Número do documento: 18102017514903900000000093740
20/10/2018 No DF2, Ibaneis diz que abrir mão de R$ 30 milhões em precatórios não é compra de votos | Eleições 2018 no Distrito Federal | G1

Em Goiás

Americana se casa com o pai de sua melhor amiga: 'me senti mal no
começo, mas depois superei'
Amizade chegou a car abalada, mas hoje Taylor, de 27 anos, Kern, de 54, e sua lha
Amanda, de 30 anos, voltaram a se dar bem.

Em Mundo

VEJA MAIS

https://g1.globo.com/df/distrito-federal/eleicoes/2018/noticia/2018/10/16/no-df2-ibaneis-diz-abrir-mao-de-r-30-milhoes-em-precatorios-e-nega-co… 9/10

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:57 Num. 95549 - Pág. 9
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514903900000000093740
Número do documento: 18102017514903900000000093740
20/10/2018 No DF2, Ibaneis diz que abrir mão de R$ 30 milhões em precatórios não é compra de votos | Eleições 2018 no Distrito Federal | G1

globo.com
© Copyright 2000-2018 Globo Comunicação e Participações S.A.

https://g1.globo.com/df/distrito-federal/eleicoes/2018/noticia/2018/10/16/no-df2-ibaneis-diz-abrir-mao-de-r-30-milhoes-em-precatorios-e-nega-c… 10/10

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:57 Num. 95549 - Pág. 10
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514903900000000093740
Número do documento: 18102017514903900000000093740
0123120134 567869ÿ8 98 ÿ869ÿÿ  8ÿÿ79ÿ8ÿ ÿ 9 6ÿ 8989

!"#ÿ"%&#"'ÿ()"*+#
,+ÿ%-'./"ÿ,+ÿ!-0-#ÿ"-
./-'+0+/ÿ/+%-*#0/&/
%"#"#
1234567ÿ97:467ÿ94ÿ;<ÿ=>?:?@ÿA:457BCÿ9BCC7ÿD27ÿE4Bÿ37F4G73ÿBHIE7BCÿ97332:49?CÿJ7>4
KL7MCÿN?HÿJ37N46I3B?CÿD27ÿ37N7:73Oÿ9?ÿ1P

Q RSTUVWUXYVÿRTÿ[\]^TXVÿ̀Yab]ÿcdefghÿiUXjTXUYÿaYkYa]RYÿ^]V
lkmXj]VÿiTVnoXV]VÿRTÿX^mT^pqYÿRTÿSYmYhÿYÿ]aoV]U]jÿRTÿaYjiU]ÿRT
SYmYVrÿsYÿlkmXjYÿRYjX^tYÿcuvwxghÿYÿ]RSYt]RYÿi]UmXaXiYoÿRTÿoj]
]tT^R]ÿ^]ÿyYkz^X]ÿ{tU|aYk]ÿ}~ÿRTÿTmTj\UYhÿiU€XjYÿ]ÿ‚]to]mX^t]hÿT
iUYjTmToÿUTaY^VmUoXUÿa]V]VÿRTVmUo|R]VÿXUUTtok]UjT^mTÿiTk]ÿ{tƒ^aX]
RTÿ„XVa]kX…]pqYÿc{tT†VgÿaYjÿRX^bTXUYÿRYÿiU€iUXYÿ\YkVYr
922 9  2696826 9013469682678698 98 6869  8798  9 6 8989 32

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:48 Num. 95548 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514803600000000093739
Número do documento: 18102017514803600000000093739
0123120134  !"#$%ÿ'%("$%ÿ'"ÿ56)*ÿ
7869+,
ÿ8 -(-ÿ
98 ÿ#"
8ÿ
6#-.
9ÿÿ $
%ÿ'%
8ÿ/
/
ÿ7"
ÿ
$
9%
ÿ8!
0
ÿ"
12
%
.
ÿ!
"
ÿ
3
4
95
 6
678
ÿ 899
8ÿ
:9("#%./
2-.ÿ' !";%#$%ÿ<!.$.<"'-ÿ=-!ÿ>-?@!.-ÿ>-//-ÿ3AB8ÿ%ÿ>-'!.?-
>-,,%;(%!?ÿ3ABC89ÿD %ÿ-ÿ"< /"!";ÿ'%ÿ<!.;%ÿ%,%.$-!",Eÿ<-;=!"ÿ'%
F-$-/G
H-ÿ$%!<%.!-ÿ(,-<-9ÿ>-?@!.-ÿ>-//-ÿ/- ÿ"ÿ=%!? #$"ÿ'%ÿ$%;"ÿ,.F!%ÿ="!"
D %/$.-#"!ÿ/%ÿ=!-;%//"ÿ%!"ÿ<!.;%ÿ%,%.$-!",9ÿ;"/ÿ:("#%./ÿ!%/=-#'%
D %ÿ#J-GÿKHJ-ÿ;%ÿ'.!.?.ÿ"ÿ#%#L ;ÿ%,%.$-!ÿ%/=%<MN<-9ÿ#J-ÿ$%;ÿ<!.;%
%,%.$-!",O9ÿ'.//%G
Pÿ<"#'.'"$-ÿ<-;=,%$- 9ÿ'.Q%#'-ÿD %ÿ"/ÿ'%!! ("'"/ÿ'"ÿR?%N/ÿ2-!";
.,%?"./9ÿD %ÿ=!-<%//-/ÿ"';.#./$!"$.F-/ÿ'%F%!.";ÿ$%!ÿ/.'-ÿ"(%!$-/
"#$%/ÿ'"/ÿ'%!! ("'"/GÿK*- ÿ$.,.Q"!ÿ'-ÿD %ÿ@ÿ;% ÿ="!"ÿ!%<-#/$! .!ÿ"/
<"/"/Gÿ*- ÿ/"!ÿ-ÿD %ÿ!%<%(%!ÿ'%//"/ÿ="!<%,"/ÿ'-/
=!%<"$S!.-/O9ÿ"//%? !- ÿ-ÿ"'F-?"'-9ÿ!%2%!.#'-1/%ÿ"ÿ;"ÿ'MF.'"ÿ'%ÿ>T
U77ÿ;.,LV%/ÿD %ÿ-ÿWÿ$%;ÿ<-;ÿ-ÿ%/<!.$S!.-ÿ'%ÿ:("#%./G
>-,,%;(%!?ÿ!%("$% EÿKPÿD %ÿ:("#%./ÿ2%Qÿ#-ÿ4Xÿ'%ÿB%$%;(!-ÿ@ÿ<-;=!"
'%ÿF-$-/ÿ'%/<"!"'"GÿHJ-ÿ=-'%;-/ÿ"<%.$"!ÿ;"./ÿ%//"/ÿ=!Y$.<"/9ÿ%//%
$.=-ÿ'%ÿ?!.,"?%;O9ÿ'.//%ÿ-ÿ?-F%!#"'-!G
>-//-ÿ<-#<-!'- EÿKZ "#'-ÿF-<[ÿ'.QÿD %ÿF".ÿ!%<-#/$! .!ÿ"/ÿ<"/"/9
.#' QÿD %ÿ-ÿ%,%.$-!ÿF".ÿ$%!ÿF"#$"?%;ÿ%;ÿF-$"!ÿ%;ÿF-<[9ÿ$"#$-ÿD %9ÿ#-
FM'%-9ÿ;"ÿ%,%.$-!"ÿ2","ÿD %ÿF".ÿ'%!! ("!ÿ"ÿ<"/"ÿ="!"ÿ-ÿ/%#L-!
!%<-#/$! .!Gÿ)%;-/ÿD %ÿ/%!ÿ$!"#/="!%#$%/O9ÿ'.//%ÿ>-//-G
:("#%./ÿ!%/=-#'% ÿ"$"<"#'-ÿ-/ÿ=!-(,%;"/ÿ'-/ÿ- $!-/ÿ<"#'.'"$-/ÿ#"
\/$.0"Gÿ%=-./9ÿ'.//%ÿD %ÿLYÿ;ÿ<-#,.-ÿ<-#$!"ÿ%,%GÿK*-<[/ÿ"].Q"!";
;"ÿ"0J-ÿ<-#$!"ÿ;.;ÿ%ÿF- ÿ%/=%!"!ÿ"ÿ'%<./J-ÿ'"ÿ\/$.0"9ÿ% ÿ<-#N-ÿ#"
\/$.0"O9ÿ'.//%G
^_`aÿcÿdef_cg

922 9  2696826 9013469682678698 98 6869  8798  9 6 8989 02

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:48 Num. 95548 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514803600000000093739
Número do documento: 18102017514803600000000093739
0123120134 567869ÿ8 98 ÿ869ÿÿ  8ÿÿ79ÿ8ÿ ÿ 9 6ÿ 8989

ÿ
ÿÿ

922 9  2696826 9013469682678698 98 6869  8798  9 6 8989 2

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:48 Num. 95548 - Pág. 3
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514803600000000093739
Número do documento: 18102017514803600000000093739
20/10/2018 16:46
24. Repercussão - Globo News

Tipo de documento: Documento de Comprovação


Descrição do documento: 24. Repercussão - Globo News
Id: 95547
Data da assinatura: 20/10/2018

Atenção

Por motivo técnico, este documento não pode ser adicionado à compilação selecionada pelo usuário. Todavia, seu conteúdo pode
ser acessado na página 'Detalhes do processo' na aba 'Processos', agrupador 'Documentos'.

Num. 95547 - Pág. 1


20/10/2018 Rollemberg: "Quero que a população saiba o que Ibaneis representa"

(http://correiobraziliense.com.br)

(http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/)

Solicite sua proposta


Garanta seu Jeep Compass com Condições Imperdíveis. Con ra!

jeep.com.br ABRIR

MINERVINO JÚNIOR

“Eu quero que a população saiba a verdade sobre o


que Ibaneis representa”, diz Rollemberg
 Publicado em 08/10/2018 - 15:33 (http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/o-que-eu-quero-e-que-populacao-saiba-verdade-sobre-o-que-
ibaneis-representa-diz-rollemberg/)  Helena Mader (http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/author/helena/)
 CB.Poder (http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/category/cb-poder/)

Alexandre de Paula
O governador Rodrigo Rollemberg, candidato à reeleição pelo PSB, atacou o adversário Ibaneis Rocha (MDB) em
entrevista ao programa CB.Poder desta segunda-feira — parceria do Correio Braziliense com a TV Brasília.
Rollemberg a rmou que a campanha de Ibaneis é a “maior demonstração de abuso do poder econômico da
história da cidade”. “Ele está fazendo pacto com a grilagem, dizendo que vai construir casas derrubadas com o
próprio dinheiro”, a rmou o socialista. Ibaneis e Rollemberg disputam o segundo turno para chegar ao Palácio do
Buriti. O emedista teve 41,97% dos votos e o socialista, 13,94%. Ibaneis será o entrevistado do programa nesta
terça-feira (09/10).

Rollemberg se defendeu das acusações feitas pelo concorrente de que estaria divulgando fake news para
atrapalhar a campanha. “Não preciso inventar nenhuma mentira sobre Ibaneis. O que eu quero é que a população
saiba a verdade sobre o que ele representa. Quando a população souber, tenho certeza que terei esses votos”,
declarou o atual governador. Ao falar sobre os recursos nanceiros do adversário, Rollemberg criticou a atual

http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/o-que-eu-quero-e-que-populacao-saiba-verdade-sobre-o-que-ibaneis-representa-diz-rollemberg/ 1/6

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:46 Num. 95546 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514548300000000093737
Número do documento: 18102017514548300000000093737
20/10/2018 Rollemberg: "Quero que a população saiba o que Ibaneis representa"

forma de nanciamento eleitoral. “A possibilidade de um candidato nanciar a própria campanha gera distorções
e privilegia os mais ricos”, observou. “E é isso que nós estamos vendo, uma candidatura que desa a a Polícia
Federal, a Justiça Eleitoral e o Tribunal Regional Eleitoral, mas esses órgãos estão atentos”, completou.
 

O governador retomou o discurso contra o que chama de velha política e reforçou a defesa da honestidade e da
responsabilidade scal. “Pode-se falar qualquer coisa da nossa gestão, mas zemos um governo sério. A
população sabe que a corrupção tira dinheiro da educação, da saúde e da segurança. Por isso, quer governos
honestos”, comentou. Rollemberg falou também sobre possíveis alianças no segundo turno e disse estar aberto a
qualquer um que esteja disposto, com os mesmos princípios, a auxiliar na defesa da cidade. “Apoio a gente não
rejeita”, a rmou o socialista. “É claro que, pela postura que tiveram na campanha, candidatos como Alexandre
Guerra (Novo), Fátima Sousa (PSol), Júlio Miragaya (PT) e Paulo Chagas (PRP), se quiserem manifestar o apoio,
serão muito bem-vindos.”
 

Prioridades

Logo no início do programa, ao ser questionado sobre propostas para o serviço público, Rollemberg acenou com a
concessão de aumentos ao funcionalismo. “Na lei orçamentária anual, nós já apresentamos um orçamento de R$
600 milhões destinados à recomposição salarial dos servidores públicos e à contratação de novos servidores. Isso
só foi possível porque a gente arrumou as contas no Distrito Federal. Portanto, haverá, sim, recomposição salarial
feita de forma responsável e sustentável.”
 
O segundo governo, segundo ele, terá como prioridades as áreas de desenvolvimento econômico e saúde. “Nosso
primeiro governo foi dedicado a arrumar as contas e garantir que o DF não quebrasse. A primeira prioridade
agora é o desenvolvimento econômico, com aumento do limite do Simples, retirada do diferencial de alíquota.
Outra prioridade é a saúde, em que nós já estamos contratando novos servidores para garantir melhor
atendimento para a população”, explicou.

Na segurança pública, o governador classi cou o aumento de efetivo e mudanças no plano de carreira da PM
como medidas importantes. “Já autorizamos concurso para a Polícia Civil e já estamos concluindo o concurso da
Polícia Militar e vamos ampliar o plano de carreira da PM.”

Compartilhe:

(http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/o-que-eu-quero-e-que-populacao-saiba-verdade-sobre-o-que-ibaneis-representa-diz-rollemberg/?
share=whatsapp&nb=1)

 (http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/o-que-eu-quero-e-que-populacao-saiba-verdade-sobre-o-que-ibaneis-representa-diz-rollemberg/?
share=facebook&nb=1) 1K+

 (http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/o-que-eu-quero-e-que-populacao-saiba-verdade-sobre-o-que-ibaneis-representa-diz-rollemberg/?
share=twitter&nb=1)

 (http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/o-que-eu-quero-e-que-populacao-saiba-verdade-sobre-o-que-ibaneis-representa-diz-rollemberg/?
share=google-plus-1&nb=1)

 (http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/o-que-eu-quero-e-que-populacao-saiba-verdade-sobre-o-que-ibaneis-representa-diz-rollemberg/?
share=pinterest&nb=1)

18 Comentários CBPoder 
1 Entrar

 Recomendar 6 t Tweet f Compartilhar Ordenar por Mais recentes

Participe da discussão...

FAZER LOGIN COM


OU REGISTRE-SE NO DISQUS ?

Nome

Ton MarMel • 5 dias atrás


SOCIALISMO náo tem mais espaço! Nunca teve, náo tem e nem terá! ROLEMBERGUE como membro do
PARTIDO SOCIALISTA - PSB é ultrapassado, utópico, do mesmo grupo do LULA-PT-COMUNISTAS. Fora
Rolemberg! Fora PSB! Fora Lula! Fora PT e seus apoiadores!

△ ▽ • Responder • Compartilhar ›

http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/o-que-eu-quero-e-que-populacao-saiba-verdade-sobre-o-que-ibaneis-representa-diz-rollemberg/ 2/6

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:46 Num. 95546 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514548300000000093737
Número do documento: 18102017514548300000000093737
20/10/2018 Rollemberg: "Quero que a população saiba o que Ibaneis representa"

Ricardo Martins • 11 dias atrás


Senhor Rodrigo Rollemberg. O senhor representa o que de pior já houve no GDF. Desprezou o funcionalismo,
ameaçou com OS, não cumpriu determinações judiciais, enfim, o senho representa o mau para a nossa cidade. Vai
perder feio e já vai tarde
3△ ▽ • Responder • Compartilhar ›

O nome da Rosa • 11 dias atrás


A população brasileira quer tanta coisa também Governador. Há anos! Kkkkkk
2△ ▽ • Responder • Compartilhar ›

RAQUEL DE DEUS • 12 dias atrás


Vc esta no caminho certo é isso aí, denigre a imagem do adversário e assina logo a sua derrota. Mas, não se
esqueça que é Brasília quem não te quer mais.
3△ ▽ • Responder • Compartilhar ›

diomedes de albuquerque melo • 12 dias atrás


a é o Rolemberg quer que a população saiba o que IBANEZ REPRESENTA, E ELE(rplemberg) representa o que?
1△ ▽ • Responder • Compartilhar ›

Ricardo Caldeira • 12 dias atrás


pra mim ibaneis representa apenas a única chance de ficar livre do maior bandido, do maior mentiroso, do mais
safado político que já governou o DF. tô apavorado com a chance que deram pra este pilantra continuar no poder .
2△ ▽ • Responder • Compartilhar ›

SoFarWay • 12 dias atrás


Perguntas aos candidatos:
1. A água do Lago Paranoá eh usada pata consumo humano? E os metais pesados dos mitores dos barcos e jets?
2. Agefis vai desocupar estacionamento publicos? O setor de autarquia Sul eh uma vergonha.
1△ ▽ • Responder • Compartilhar ›

Rafael > SoFarWay • 3 dias atrás


Vai depender do tratamento feito pela captação. É possível purificar a água, mas não conheço o caso
adotado.
△ ▽ • Responder • Compartilhar ›

andymath #CONFIANOPAI • 12 dias atrás


Representa um populismo barato, prometendo desmanchar a Agefis e deixar invasões correrem soltas, entre tantas
outras irregularidades. Grileiros e sanguessugas afins estão de olho! DIGA NÃO AO POPULISMO! Pesquisem
sobre a gestão desse cara em Jacobina-BA. Brasileiro reclama da corrupção dos políticos mas acha que voto é
moeda de troca. #hipocrisia
https://www.google.com.br/a...

Rollemberg está muito longe de ser perfeito, mas pelo menos foi coerente nesse e em outros aspectos.
2△ ▽ • Responder • Compartilhar ›

Paula > andymath #CONFIANOPAI • 10 dias atrás


Populismo barato faz Rollemberg quando sai de pobre com um contra cheque gordo do Senado e outro mais
gordo ainda como governador.
Lixo de governo.
Fechou delegacias e não investiu na saúde.
Governador mãos ensanguentadas.
△ ▽ • Responder • Compartilhar ›

Verdadenacara • 12 dias atrás


Ibaneis Rocha representa a velha política do PMDB, o partido fábrica de corruptos, e o atraso de governos como o
de Roriz, que comprava votos através de lotes. Essa política favelizou o DF e trouxe problemas econômicos e
sociais gravíssimos que enfrentamos até hoje. NÃO ENTREGUE O DF NAS MÃOS DE POLÍTICOS QUE
REPRESENTAM GRILEIROS PROFISSIONAIS E TRARÃO PROBLEMAS IRREVERSÍVEIS AO DF!
3△ ▽ • Responder • Compartilhar ›

Verdadenacara • 12 dias atrás


Rollemberg 40. Vamos dizer não às invasões, grilagem e favelização do DF proposta por Ibaneis!
1△ ▽ • Responder • Compartilhar ›

Pedro Marques • 12 dias atrás


alguem acredita nesse senhor?
1△ ▽ • Responder • Compartilhar ›

Marcos Aurelio • 12 dias atrás
http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/o-que-eu-quero-e-que-populacao-saiba-verdade-sobre-o-que-ibaneis-representa-diz-rollemberg/ 3/6

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:46 Num. 95546 - Pág. 3
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514548300000000093737
Número do documento: 18102017514548300000000093737
20/10/2018 Rollemberg: "Quero que a população saiba o que Ibaneis representa"
Marcos Aurelio 12 dias atrás
E tem tudo a ver o que o Governador declarou, depois que esse ibanez falou em lotear o DF todo,ele subiu nas
pesquisas,foi uma coisa bem clara, quem é que quer o DF igual ao rio ?
△ ▽ • Responder • Compartilhar ›

Paula • 12 dias atrás


Afff
É um mentiroso.
Onde que vai dar aumento para servidores públicos.
1△ ▽ • Responder • Compartilhar ›

Pedro Marques • 12 dias atrás


quem acredita nesse cidadão? piada...
1△ ▽ • Responder • Compartilhar ›

Pedro Marques • 12 dias atrás


e seu irmão governador? indiciado pela PCDF. O que o senhor diz disso?
△ ▽ • Responder • Compartilhar ›

Pedro Marques • 12 dias atrás


Alguém em sã consciência acredita nesse homem? Esse sujeito passou 04 anos enganando os servidores
públicos.. mas a resposta virá em breve. Agora é ibaneis 15.
△ ▽ • Responder • Compartilhar ›

✉ Inscreva-se d Adicione o Disqus no seu siteAdicionar DisqusAdicionar 🔒 Disqus' Privacy PolicyPolítica de PrivacidadePrivacidade

Helena Mader

Repórter do Correio desde 2004. Estudou jornalismo na UnB e na Université Stendhal Grenoble III, na França, e tem
especialização em Novas Mídias pelo Uniceub.
Veja todas as matérias (http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/author/helena/)

QUEM FAZ O BLOG

Ana Maria Campos

Formada em Comunicação pela Universidade de Brasília (UnB), com especialização em Novas Mídias, é editora de
política no Distrito Federal e titular da coluna Eixo Capital, do Correio.

http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/o-que-eu-quero-e-que-populacao-saiba-verdade-sobre-o-que-ibaneis-representa-diz-rollemberg/ 4/6

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:46 Num. 95546 - Pág. 4
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514548300000000093737
Número do documento: 18102017514548300000000093737
20/10/2018 Rollemberg: "Quero que a população saiba o que Ibaneis representa"

Helena Mader

Repórter do Correio desde 2004. Estudou jornalismo na UnB e na Université Stendhal Grenoble III, na França, e tem
especialização em Novas Mídias pelo Uniceub.

Leonardo Cavalcanti

Editor do Correio há 9 anos. Nascido no Recife, recebeu e julgou os mais importantes prêmios da imprensa. É fundador
da rede de repórteres judiciais da Fundação García Márquez (FNPI), com sede na Colômbia.

Paulo Silva Pinto

Editor de Economia e Política do Correio Braziliense. Formado em jornalismo pela Universidade de São Paulo (USP), é
mestre em história econômica pela London School of Economics and Political Science (LSE). Ganhou, com demais
integrantes da economia do Correio, o Prêmio Esso de Informação Econômica em 2014.

Pesquisar …

ASSISTA AS ENTREVISTAS

PUBLICIDADE

http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/o-que-eu-quero-e-que-populacao-saiba-verdade-sobre-o-que-ibaneis-representa-diz-rollemberg/ 5/6

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:46 Num. 95546 - Pág. 5
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514548300000000093737
Número do documento: 18102017514548300000000093737
20/10/2018 Rollemberg: "Quero que a população saiba o que Ibaneis representa"

ACOMPANHE AS NOVIDADES POR E-MAIL

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber noti cações de novas publicações.

Endereço de email

ASSINAR

ARQUIVO – CB.PODER

Selecionar o mês

MATÉRIA ANTERIOR

Datafolha: Leila do Vôlei tem 23% das intenções de votos válidos


(http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/datafolha-leila-do-volei-tem-23-das-intencoes-de-votos-validos/)

PRÓXIMA MATÉRIA

Rosso elabora lista de propostas e pode apoiar candidato ao GDF que acatá-la
(http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/rosso-elabora-lista-de-propostas-e-pode-apoiar-candidato-ao-gdf-
que-acata-la/)

(http://www.correiobraziliense.com.br)

© Copyright 2001-2015 S/A - Correio Braziliense. Todos os direitos reservados.

http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/o-que-eu-quero-e-que-populacao-saiba-verdade-sobre-o-que-ibaneis-representa-diz-rollemberg/ 6/6

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:46 Num. 95546 - Pág. 6
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514548300000000093737
Número do documento: 18102017514548300000000093737
20/10/2018 São Francisco de Assis eleitoral
Voltar para CAPA do 247 (/) Curtir 990 mil 20.10.2018

CAPA (/) TV 247 (HTTPS://WWW.YOUTUBE.COM/BRASIL247) MAIS+

Regionais: Alagoas 247 (//www.brasil247.com/pt/247/alagoas247/) (#)


Bahia 247 (//www.brasil247.com/pt/247/bahia247/)
Brasília e Centro-Oeste (//www.brasil247.com/pt/247/brasiliaecentrooeste/)
Ceará 247 (//www.brasil247.com/pt/247/ceara247/)
Maranhão 247 (//www.brasil247.com/pt/247/maranhao247/)
Minas 247 (//www.brasil247.com/pt/247/minas247/)
Pernambuco 247 (//www.brasil247.com/pt/247/pernambuco247/)
Piauí 247 (//www.brasil247.com/pt/247/piaui247/) Rio 247 (//www.brasil247.com/pt/247/rio247/)
SP 247 (//www.brasil247.com/pt/247/sp247/) Sul (//www.brasil247.com/pt/247/sul/)

247 NAS REDES SOCIAIS

CÉSAR FONSECA
(//WWW.BRASIL24
(http://www.facebook.com/brasil247)
(//www.brasil247.com/author/C%C3%A9sar+Fonseca)
César Fonseca é
repórter de política e (http://www.youtube.com/c/brasil247?
sub_confirmation=1)
economia, blogueiro e
editor do
(http://twitter.com/intent/follow?
Independência Sul source=followbutton&variant=1.0&screen_name=brasil24
Americana
(http://instagram.com/brasil_247)

(https://plus.google.com/+brasil247)

São Francisco de Assis eleitoral


(//www.brasil247.com/pt/colunistas/cesarfonseca/371380/São-
(http://www.flickr.com/photos/159221874@N07)

Francisco-de-Assis-eleitoral.htm)
(http://www.linkedin.com/company/brasil247)
7 de Outubro de
2018 (https://soundcloud.com/brasil247)

Inscreva-se na
TV247 (http://www.twitch.tv/brasil247)
(https://goo.gl/sCEDzb)

(//www.brasil247.com/pt/colunistas/cesarfonseca/371380/São-Francisco-de-
Assis-eleitoral.htm)

Sensação eleitoral
ImobiBrasil Sites
O fenômeno eleitoral
é Ibaneis, candidato
do PMDB, no DF.

Ele não é um político


que tem ligações
orgânicas com as × ()
massas, como Lula,
por exemplo, filho
autêntico delas, seu Inscreva-se na TV 247
ambiente natural,
Anúncio
cultural, histórico.
Inscrever
A força política de
Ibaneis é o (https://goo.gl/WB1wYQ)Não, obrigado (#)
marketing eleitoralmente impactante, embora seja pura bolha
candidata a esvaziar-se no tempo por falta de sustentabilidade
objetiva, concreta, real.
AddThis (//www.addthis.com/website-tools/overview?
https://www.brasil247.com/pt/colunistas/cesarfonseca/371380/S%C3%A3o-Francisco-de-Assis-eleitoral.htm 1/7
tm so rce AddThis%20Tools& tm medi m image)

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:45 Num. 95545 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514149600000000093736
Número do documento: 18102017514149600000000093736
utm_source=AddThis%20Tools&utm_medium=image)
20/10/2018 Ele vende a imagem do amigo rico que vai resolver
São Francisco o eleitoral
de Assis
problema do amigo pobre com dinheiro do próprio bolso. AS MAIS COMPARTILHADAS

Conto do vigário. Bolsonaro é corrupto, louco,


vingativo e insano, diz ex-
líder do Pink Floyd
Ibaneis é miragem midiática da propaganda comercial aplicada
à política. (https://www.brasil247.com/pt/247/cultura/372696/Bolso
%C3%A9-corrupto-louco-vingativo-e-insano-
É o novo self-made-men, aquele que se faz por si próprio. diz-ex-l%C3%ADder-do-Pink-Floyd.htm?
utm_source=social_monitor&utm_medium=widget_vertic
De 2%, nas pesquisas, pulou para 40% e lá vai cacetada. Tereza Cruvinel: eleição tem
que ser anulada
Espetacular.

O perfil do self é o de São Francisco de Assis, o que dá para (https://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/372700/Te


Cruvinel-elei%C3%A7%C3%A3o-tem-que-ser-
receber.
anulada.htm?
utm_source=social_monitor&utm_medium=widget_vertic
O self brasiliense se diz rico e promete ajudar do próprio bolso
os necessitados e injustiçados. Haddad: vamos virar a
eleição e derrotar um
trambiqueiro
Prometeu construir com sua grana casas para os desalojados
pela temida Agefis. (https://www.brasil247.com/pt/247/poder/372697/Hadda
vamos-virar-a-elei%C3%A7%C3%A3o-e-
Vai ter que cadastrar pessoal. derrotar-um-trambiqueiro.htm?
utm_source=social_monitor&utm_medium=widget_vertic
Filas homéricas, para reclamar o benefício prometido na eleição, Social Monitor (http://socialmonitor.com.br?
ref=Brasil247)
pintarão no período pós-eleitoral.

Se não satisfizer a demanda social, desmoraliza-se.

Super Robin Hood

A população brasiliense, de repente, se encantou com o novo


self made men tropical, personagem da elite jurídica da
advocacia na capital federal, que galgou, com esforço próprio,
seu espaço para se tornar autossustentável financeiramente a
partir do trabalho super-bem remunerado etc.

Depois da acumulação da riqueza, que lhe proporciona vida de


burguês, na capital, circulando nas altas esferas dos ministros,
desembargadores, famosos advogados de todo o país, classe
política etc, Ibaneis dá uma volta de 360 graus: vai doar a
riqueza aos pobres, como simboliza sua propaganda de super Ao vivo na TV 247
Robin Hood.

Verdade ou mentira? (https://goo.gl/X8aUkz)

Aparentemente, o discurso eleitoral do novo personagem, que


veio de Saturno, é de ataque às suas próprias relações sociais (https://goo.gl/X8aUkz)
no centro do poder, onde denuncia que grassa a corrupção, que
promete combater.

Tenta, no discurso, afastar-se da imagem de integrante de um


judiciário voraz em abocanhar o orçamento da União para obter,
como poder, vantajosas verbas, em escala crescente, bem
acima da inflação.

São nessas águas que Ibaneis banhou até agora.

Abastecido, materialmente, para viver bem a vida, o candidato &utm_content=thumbnails-rr-g:Right Rail:)


do PMDB se lança a sua robinsonada vestido de trajes Recomendadas para Você
franciscanos. (https://www.euqueroinvestir.com/o-segredo-que-os-
grandes-bancos-brasileiros-nao-querem-que-voce-
descubra-v-taboola/?
Diz-se predisposto a desfazer dos bens materiais para distribui- utm_source=taboola&utm_medium=referral)
lo aos mais pobres, desinteressadamente.
O segredo que os bancos brasileiros não
O candidato já tem demais e pode se auto-sustentar no cargo. querem que você saiba
Eu Quero Investir

Exemplo individualíssimo de combate ao déficit público.


(https://www.euqueroinvestir.com/o-segredo-que-os-
grandes-bancos-brasileiros-nao-querem-que-voce-
Trata-se de uma moda difícil de pegar. descubra-v-taboola/?
utm_source=taboola&utm_medium=referral)
(http://dobuhdo.com/br/15-fotos-que-irao-fazer-voce-
Ficção e realidade pensar-duas-vezes-antes-de-ir-nadar-.html)

15 fotos que irão fazer você pensar duas


Entra em cena, midiaticamente, novo modelo de político, que
vezes antes de ir nadar
precisa ser rico, para fazer o que promete e ganhar eleição.
Dobuhdo.com

Ibanez inverte a regra: não entra pobre para sair rico, na vida
pública; entra rico para sair pobre, doando, para receber, na (http://dobuhdo.com/br/15-fotos-que-irao-fazer-voce-
pensar-duas-vezes-antes-de-ir-nadar-.html)
linha evangélica. (https://www.mensagens-dos-
anjos.com/lp/201710_rspa012/?
utm_source=TABOO&utm_medium=NATIVE&utm_term=b

Quem é seu anjo da guarda? Que


https://www.brasil247.com/pt/colunistas/cesarfonseca/371380/S%C3%A3o-Francisco-de-Assis-eleitoral.htm 2/7
tm so rce AddThis%20Tools& tm medi m image)

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:45 Num. 95545 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514149600000000093736
Número do documento: 18102017514149600000000093736
20/10/2018 Tremendo lançamento midiático, candidato ao estudo
São Francisco depelos
Assis eleitoralsegredo ele quer revelar sobre o seu
especialistas, a nova mercadoria eleitoral, na forma, é bela, futuro?
mas, no conteúdo, é outra conversa. mensagens-dos-anjos.com
(https://www.mensagens-dos-
anjos.com/lp/201710_rspa012/?
Ibaneis, em concordância com a política econômica de Temer, utm_source=TABOO&utm_medium=NATIVE&utm_term=b
que congela gastos públicos por vinte anos, condena e urce=brasil247&utm_medium=referral&utm_content=thumbnails-rr-g:Right Rail:)

inviabiliza o que promete, mais educação, mais saúde, mais Sponsored Links
segurança, mais desenvolvimento. You May Like
Cápsula inovadora para dores
O PMDB de Ibaneis comanda o poder Temer mediante arrocho invade Ceilandia
Max
salarial geral com precarização do trabalho, produzindo,
consequentemente, desemprego, fome, miséria e violência
social.
Reduz o açúcar espantosamente. Ela
é cara, rara mas eficaz!
Ibaneis, que se diz crítico de todos, não criticou a causa central Life Moringa
do desemprego, que é a fobia neoliberal de buscar equilibrismo
orçamentário à custa do emprego.
by Taboola
É o oposto de Roriz, que dependia do déficit público para jogar
o populismo econômico eleitoral.

Nesse sentido, Ibaneis alinha-se, totalmente, com Bolsonaro,


cujo guru econômico promete dose dupla de arrocho nos You
0 pts
VS MODE
trabalhadores, aposentados e servidores.

O capitão e seu adepto, no DF, tocará o tal de orçamento de


base zero, construído no laboratório neoliberal de Washington, Qual é o nome da viúva de Marielle
em experimentação na Argentina, imposto pelo FMI. Franco?

Como o Distrito Federal, estado e município, simultaneamente,


Monica Vasconcelos
depende das verbas públicas, que se escasseiam, no compasso
neoliberal do PMDB-Temer, desestabilizador econômico e Mônica Benício
político, Ibaneis, se não cumprir suas promessas, rapidamente,
Monica Da Silva
se mostrará como bolha política midiática candidata à implosão
pela mentira. Monica Hickmann Alves

Create your own at


Leia o Artigo

(https://brasil247.com/apoio)

Faça compras online e ganhe CUPONS 247 de


desconto (https://goo.gl/mi45Ge)

https://www.brasil247.com/pt/colunistas/cesarfonseca/371380/S%C3%A3o-Francisco-de-Assis-eleitoral.htm 3/7

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:45 Num. 95545 - Pág. 3
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514149600000000093736
Número do documento: 18102017514149600000000093736
20/10/2018 São Francisco de Assis eleitoralARTIGOS RECENTES
Conheça a TV 247 (https://goo.gl/X8aUkz)
Nacionalismo ou neoliberalismo
militar à vista?
(//www.brasil247.com/pt/coluni
ou-neoliberalismo-militar-à-
vista.htm)
16/10/18
O vencedor vai dispensar, para colher o
não-apoio das forças armadas, ou
incorporar a contribuição delas, se
forem pertinentes e democráticas?

Pauta básica
desenvolvimentista nacionalista
para a frente democrática
vencer Bolsonaro
(http://www.desafiomundial.com/esse-homem-cavou-um-buraco-gigante-no-seu-terreno-descubra-o-motivo/?
utm_source=tb&utm_medium=brasil247-
tb&utm_term=Essa+foto+n%C3%A3o+foi+editada%2C+olhe+mais+perto+do+buraco%21-
(//www.brasil247.com/pt/coluni
https%3A%2F%2Fconsole.brax-cdn.com%2Fcreatives%2Fb86bbc0b-1fab-4ae3-9b34-
fef78c1a7488%2FDZUAFWnI_1000x600_c7ee06fe79dde8d52d8d7d05d70c34e2.png&utm_content=122978853&utm_ básica-desenvolvimentista-
tb)

Essa foto não foi editada, olhe mais perto do buraco!


nacionalista-para-a-frente-
Desafio Mundial democrática-vencer-
(http://www.desafiomundial.com/esse-homem-cavou-um-buraco-gigante-no-seu-terreno-descubra-o-motivo/?
Bolsonaro.htm)
utm_source=tb&utm_medium=brasil247-
tb&utm_term=Essa+foto+n%C3%A3o+foi+editada%2C+olhe+mais+perto+do+buraco%21- 10/10/18
https%3A%2F%2Fconsole.brax-cdn.com%2Fcreatives%2Fb86bbc0b-1fab-4ae3-9b34-
fef78c1a7488%2FDZUAFWnI_1000x600_c7ee06fe79dde8d52d8d7d05d70c34e2.png&utm_content=122978853&utm_ A frente política democrática, em
tb) discussão, para tentar ganhar a
(http://healthygeorge.com/weight-loss/celebridades-perderam-peso-cirurgia-gastrica-seguro-de-vida-dieta-
suplementos-transformacoes1? eleição, tem que ter pauta básica
utm_source=taboola&utm_medium=brasil247&utm_campaign=1291702&utm_term=Lembra+dela%3F+Respire+fund
10-20+14%3A45%3A13)
impactante, concreta, para mexer no
emocional da população, nesse final de
Lembra dela? Respire fundo antes de ver como ela está agora
semana, para ela meditar e tomar
Healthy George
posição, rápida. Ela, aliás, já devia
estar pronta há tempos e sendo
(http://healthygeorge.com/weight-loss/celebridades-perderam-peso-cirurgia-gastrica-seguro-de-vida-dieta-
suplementos-transformacoes1? debatida para amadurecer opinião e
utm_source=taboola&utm_medium=brasil247&utm_campaign=1291702&utm_term=Lembra+dela%3F+Respire+fund debate popular
10-20+14%3A45%3A13)
(https://app.monetizze.com.br/r/BTS252061?utm_content=Copy-02-
DK04&utm_source=taboola&utm_medium=brasil247&utm_campaing=Desktop-04)

Novo aliado combate as dores articulares e ósseas. Guerra ideológica à vista:


Regenemax nacionalismo x neoliberalismo
(https://app.monetizze.com.br/r/BTS252061?utm_content=Copy-02- (//www.brasil247.com/pt/coluni
DK04&utm_source=taboola&utm_medium=brasil247&utm_campaing=Desktop-04)
https://popup.taboola.com/pt/?template=colorbox&utm_source=brasil247&utm_medium=referral&utm_content=thumbnails-feed-d:Below Article Thumbnails | Card 1:) ideológica-à-vista-
https://popup.taboola.com/pt/?template=colorbox&utm_source=brasil247&utm_medium=referral&utm_content=thumbnails-feed-d:Below Article Thumbnails | Card 1:)
nacionalismo-x-
neoliberalismo.htm)
5/10/18
De um lado, os nacionalistas Haddad,
Ciro, Boulos; do outro, os neoliberais
Alckmin, Bolsonaro, Meirelles, Amoedo,
Marina Silva e Álvaro Dias. É a velha
disputa ideológica que vem desde a
revolução de 1930

Toffoli confirma Lula preso


político
(//www.brasil247.com/pt/coluni
confirma-Lula-preso-
político.htm)
2/10/18
Lula, certamente, se falasse, agora,
poderia virar, definitivamente, o jogo a
favor da candidatura Haddad-Manuela,
apesar da última pesquisa Ibope
indicar, estranhamente, avanço da
candidatura Bolsonaro e recuo da de
Haddad
https://www.brasil247.com/pt/colunistas/cesarfonseca/371380/S%C3%A3o-Francisco-de-Assis-eleitoral.htm 4/7

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:45 Num. 95545 - Pág. 4
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514149600000000093736
Número do documento: 18102017514149600000000093736
20/10/2018 São Francisco de Assis eleitoral
Mourão joga Exército contra o
povo
(//www.brasil247.com/pt/coluni
joga-Exército-contra-o-
povo.htm)
28/09/18
Mourão, com sua proposta antipopular,
antinacionalista, sobretudo, autoritária,
amplamente, repudiada pela
população, evidencia que o programa
de governo de Bolsonaro somente seria
implementado, rifando a democracia,
para dar lugar à ditadura

https://www.brasil247.com/pt/colunistas/cesarfonseca/371380/S%C3%A3o-Francisco-de-Assis-eleitoral.htm 5/7

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:45 Num. 95545 - Pág. 5
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514149600000000093736
Número do documento: 18102017514149600000000093736
20/10/2018 São Francisco de Assis eleitoral

Card 4:) (https://popup.taboola.com/pt/?template=colorbox&utm_source=brasil247&utm_medium=referral&utm_content=thumbnails-feed-a:Below Article Thumbnails | Card 4:)

+cursinhos|http%3A%2F%2Fcdn.taboola.com%2Flibtrc%2Fstatic%2Fthumbnails%2Fb7c96977e68511c1837031e27baa6532.jpg)

+cursinhos|http%3A%2F%2Fcdn.taboola.com%2Flibtrc%2Fstatic%2Fthumbnails%2Fb7c96977e68511c1837031e27baa6532.jpg)

Card 5:) (https://popup.taboola.com/pt/?template=colorbox&utm_source=brasil247&utm_medium=referral&utm_content=thumbnails-feed-d:Below Article Thumbnails | Card 5:)

https://www.brasil247.com/pt/colunistas/cesarfonseca/371380/S%C3%A3o-Francisco-de-Assis-eleitoral.htm 6/7

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:45 Num. 95545 - Pág. 6
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514149600000000093736
Número do documento: 18102017514149600000000093736
20/10/2018 São Francisco de Assis eleitoral

Card 8:) (https://popup.taboola.com/pt/?template=colorbox&utm_source=brasil247&utm_medium=referral&utm_content=thumbnails-feed-d:Below Article Thumbnails | Card 8:)

© Todos os direitos reservados - Brasil 247

https://www.brasil247.com/pt/colunistas/cesarfonseca/371380/S%C3%A3o-Francisco-de-Assis-eleitoral.htm 7/7

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:45 Num. 95545 - Pág. 7
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514149600000000093736
Número do documento: 18102017514149600000000093736
20/10/2018 "Nova máscara da velha política", diz Rollemberg sobre Ibaneis - Notícia - Brasília é Aqui

Em Destaque

SILVA EM BRASÍLIA (HTTPS://WWW.BRASILIAEAQUI.COM.BR/ENTRETENIMENTO/EVENTOS/SILVA-EM-BRASILIA-20181029)


Veja mais...
(https://www.brasiliaeaqui.com.br/entretenimento/eventos/silva-em-brasilia-20181029)

(https://www.brasiliaeaqui.com.br/entretenimento/eventos/silva-
CAPITAL FLASHBACK (HTTPS://WWW.BRASILIAEAQUI.COM.BR/ENTRETENIMENTO/EVENTOS/CAPITAL-FLASHBACK-20181020)
em-brasilia-
Rai Costa (POP BEAR / GATE&#8217;S PUB) Junio Rodrigues (STAR NIGHT / POP BEAR) Wanderson Silva (BSB) Veja mais...
20181029)
(https://www.brasiliaeaqui.com.br/entretenimento/eventos/capital- ashback-20181020)

(https://www.bra
ashback-
20181020)

(https://twitter.com/brasiliaeaqui)

Notícia Voltar

"Nova Máscara Da Velha Política", Diz Rollemberg Sobre Ibaneis


Tentando A Reeleição, Rodrigo Rollemberg (PSB) Lançou Uma Série De Acusações Contra O Adversário Ibaneis Rocha (MDB), Q

Fonte: CorreioBraziliense ( Ver Original


(AHR0cHM6Ly93d3cuY29ycmVpb2JyYXppbGllbnNlLmNvbS5ici9hcHAvbm90aWNpYS9jaWRhZGVzLzIwMTgvMTAvMDQvaW50ZXJuYV9jaWRhZGVzZGYsNzEwM
)

Rodrigo Rollemberg (PSB) garantiu melhorias para saúde, educação e mobilidade (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Publicidade

 
Na reta nal para as eleições de 2018, Ibanis Rocha (MDB), à frente nas pesquisas de intenção de voto, é alvo de crítica dos

Solicite sua adversários. Em entrevista ao CBPoder, transmitido pela TV Brasília, nesta quinta-feira (4/10), o governador do Distrito Federal,
Rodrigo Rollemberg (PSB), disparou críticas ao concorrente. De acordo com o candidato à reeleição,  Ibaneis estaria tentando
proposta comprar votos ao prometer à população que reconstruiria casas derrubadas pela Agência de Fiscalização (Age s) com o próprio
dinheiro.  
Garanta seu Jeep Compass com
Condições Imperdíveis. Con ra! “Jamais vou poder concorrer com Ibaneis nanceiramente, que faz uma derrama de dinheiro, que desa a até o Tribunal Regional
Eleitoral (TRE). Ele compra cabo eleitoral, deputado e apoio. Esses são crimes eleitorais que estão sendo apurados pela Justiça”,
frisou Rollemberg. O governador ainda destacou que o emedebista não é novo na política, como prega durante a campanha.
jeep.com.br ABRIR “Patrocinado pelo Tadeu Filippelli, ele é a nova máscara da velha política”, disparou.  

As denúncias de Rollemberg contra Ibaneis também são compartilhadas por outros sete concorrentes à che a do Palácio do
Buriti.  Na terça-feira (2/10), os adversários encaminharam uma denúncia contra o emedebista ao Ministério Público Eleitoral. O
texto acusa Ibaneis de abuso de poder econômico. |Rollemberg não teve participação na confecção do documento. Assinaram a denúncia: Eliana Pedrosa (Pros), Rogério Rosso (PSD), Alberto
Fraga (DEM), Alexandre Guerra (Novo), Júlio Miragaya (PT), Fátima de Sousa (PSol) e Paulo Chagas (TRT).    
Saúde, educação e mobilidade 
Durante entrevista, Rollemberg reconheceu o problema da saúde no Distrito Federal e garantiu melhorias ao setor no próximo mandato, caso seja reeleito. “Saúde é um problema nacional.
Em qualquer estado ela é apontada como um problema”, ressalta. De acordo com o governador, a capital foi afetada pela crise nanceira do país e pelo dé cit de R$ 600 milhões deixados
pela gestão passada. O candidato garante que o sistema do Instituto Hospital de Base (IHB) será ampliado para outras unidades de saúde de Brasília.  

https://www.brasiliaeaqui.com.br/noticia/2018/10/04/nova-mascara-da-velha-politica-diz-rollemberg-sobre-ibaneis 1/4

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:41 Num. 95544 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514012600000000093735
Número do documento: 18102017514012600000000093735
20/10/2018 "Nova máscara da velha política", diz Rollemberg sobre Ibaneis - Notícia - Brasília é Aqui

Para a educação, o governador garantiu o aumento no número de vagas de creches. “Criamos 16 mil vagas e vamos abrir 25 mil até o próximo ano”, prometeu. Ainda sobre o setor,
Rollemberg disse que irá melhorar as estruturas dos estabelecimentos de ensino e que irá abrir mais escolas técnicas nas cidades. “Brasília vai ser o primeiro lugar no ranking do ensino
médio e fundamental do Brasil”, ressaltou.  

Em relação à mobilidade, Rollemberg frisou as obras do Trevo de Triagem Norte. De acordo com ele, a nalização do lugar garantirá melhor locomoção pela cidade. Além disso, o candidato
apontou a abertura de licitação para construção de duas novas estações em Samambaia e prometeu a construção de BRT’s ligando o Plano Piloto a Planaltina e Ceilândia.  
 

Fonte: CorreioBraziliense

hZGVzZGYsNzEwMTU2L25vdmEtbWFzY2FyYS1kYS12ZWxoYS1wb2xpdGljYS1kaXotcm9sbGVtYmVyZy1zb2JyZS1pYmFuZWlzLnNodG1s)

Acesso Rápido
HORÁRIO DE ÔNIBUS (HTTPS://WWW.BRASILIAEAQUI.COM.BR/UTILIDADE/HORARIO-ONIBUS)

Digite a linha, ou cidade, ou destino ... Ir

ENDEREÇOS E TELEFONES (HTTPS://WWW.BRASILIAEAQUI.COM.BR/UTILIDADE/ENDERECOS-E-TELEFONES)

Todos Ir

Mais Lidas Da Semana

Conheça seis distritais que representam pluralidade de ideias e formações Leia mais...
(https://www.brasiliaeaqui.com.br/noticia/2018/10/13/conheca-seis-distritais-que-representam-pluralidade-de-ideias-e-formacoes)
(https://www.brasiliaeaqui.com.br/noticia/2018/10/13/conheca-
seis-
distritais-
No Riacho Fundo, Ibaneis comenta propostas para o transporte público Leia mais...
que-
(https://www.brasiliaeaqui.com.br/noticia/2018/10/15/no-riacho-fundo-ibaneis-comenta-propostas-para-o-transporte-publico)
representam-
pluralidade- (https://www.brasi
de-ideias-e- riacho-
formacoes) Concurso de beleza no DF vira alvo de manifestações racistas Leia mais... fundo-
(https://www.brasiliaeaqui.com.br/noticia/2018/10/16/concurso-de-beleza-no-df-vira-alvo-de-manifestacoes-racistas) ibaneis-

(https://www.brasiliaeaqui.com.br/noticia/2018/10/16/concurso- comenta-

de-beleza- propostas-

no-df-vira- para-o-

alvo-de- transporte-

manifestacoes- publico)

racistas)

Próximos Eventos

YURB-SE FESTIVAL (HTTPS://WWW.BRASILIAEAQUI.COM.BR/ENTRETENIMENTO/EVENTOS/YURB-SE-FESTIVAL-20181020)


Humberto e Ronaldo Felipe Araújo Barão e Mauá Murilo e Benício Veja mais...
(https://www.brasiliaeaqui.com.br/entretenimento/eventos/yurb-se-festival-20181020)

(https://www.brasiliaeaqui.com.br/entretenimento/eventos/yurb-
UNIÃO UNDERGROUND (HTTPS://WWW.BRASILIAEAQUI.COM.BR/ENTRETENIMENTO/EVENTOS/UNIAO-UNDERGROUND-20181020)
se-festival-
A Última Teoria Desonra Threat Eleven Never Look Back John Wayne Veja mais...
20181020)
(https://www.brasiliaeaqui.com.br/entretenimento/eventos/uniao-underground-20181020)

https://www.brasiliaeaqui.com.br/noticia/2018/10/04/nova-mascara-da-velha-politica-diz-rollemberg-sobre-ibaneis 2/4

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:41 Num. 95544 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514012600000000093735
Número do documento: 18102017514012600000000093735
20/10/2018 "Nova máscara da velha política", diz Rollemberg sobre Ibaneis - Notícia - Brasília é Aqui
Concursos Abertos (https://www.brasi
underground-
20181020)
CLDF - CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL (HTTPS://WWW.BRASILIAEAQUI.COM.BR/CONCURSO/2018/05/30/CLDF-CAMARA-LEGISLATIVA-DO-DISTRITO-FEDERAL)
Níveis Médio e Superior , vagas: 59
(https://www.brasiliaeaqui.com.br/concurso/2018/05/30/cldf-camara-legislativa-do-distrito-federal)

CFBIO - CONSELHO FEDERAL DE BIOLOGIA (HTTPS://WWW.BRASILIAEAQUI.COM.BR/CONCURSO/2018/05/29/CFBIO-CONSELHO-FEDERAL-DE-BIOLOGIA)


Níveis Fundamental e Médio , vagas: 100
(https://www.brasiliaeaqui.com.br/concurso/2018/05/29/cfbio-conselho-federal-de-biologia)

CONCURSO IPHAN (HTTPS://WWW.BRASILIAEAQUI.COM.BR/CONCURSO/2018/06/12/CONCURSO-IPHAN)


Níveis Médio e Superior , vagas: 411
(https://www.brasiliaeaqui.com.br/concurso/2018/06/12/concurso-iphan)

Veja todos...
(https://www.brasiliaeaqui.com.br/concurso)

Blogs

PENSANDO (HTTPS://WWW.BRASILIAEAQUI.COM.BR/BLOGS/PENSANDO/2018/VOCE-REALMENTE-CONHECE-A-HISTORIA-DO-BRASIL)
Você Realmente Conhece A História Do Brasil?: O "Brasil, a Última Cruzada" é um documentário com cinco episódios no qual se revisa a história antiga do Brasil. Devemos buscar
novamente a história do país, saber de onde viemos e, diante disso ter orgulho de ser brasileiro. Leia mais...
(https://www.brasiliaeaqui.com.br/blogs/pensando/2018/voce-
realmente- (https://www.brasiliaeaqui.com.br/blogs/pensando/2018/voce-realmente-conhece-a-historia-do-brasil)

conhece-a-
VIA IPÊ (HTTPS://WWW.BRASILIAEAQUI.COM.BR/BLOGS/VIA-IPE/2017/JA-ALIMENTOU-OS-PASSAROS)
historia-do-
Já Alimentou Os Pássaros?: Via-Ipê é um blog sobre a alma brasiliense Leia mais...
brasil)
(https://www.brasiliaeaqui.com.br/blogs/via-ipe/2017/ja-alimentou-os-passaros)
(https://www.brasi
ipe/2017/ja-
alimentou-
Fotogra a os-passaros)

TRABALHOS & ENSAIOS (HTTPS://WWW.BRASILIAEAQUI.COM.BR/FOTOGRAFIA/TRABALHOS-ENSAIOS/2017/WEDDING)


Wedding: Um dia de muita emoção, pessoas queridas e um cenário singular. Leia mais...
(https://www.brasiliaeaqui.com.br/fotogra a/trabalhos-ensaios/2017/wedding)
(https://www.brasiliaeaqui.com.br/fotogra a/trabalhos-
ensaios/2017/wedding)
TRABALHOS & ENSAIOS (HTTPS://WWW.BRASILIAEAQUI.COM.BR/FOTOGRAFIA/TRABALHOS-ENSAIOS/2017/NEWBORN-E-FAMILIA)
Newborn E Familia: A proposta do trabalho é olhar com carinho e sensibilidade cada cliente e registrar o momento como ele (a) sempre sonhou Leia mais...
(https://www.brasiliaeaqui.com.br/fotogra a/trabalhos-ensaios/2017/newborn-e-familia)
(https://www.brasi
ensaios/2017/new
e-familia)

Seções

Notícias (https://www.brasiliaeaqui.com.br/noticias)
Alimentação Saudável (https://www.brasiliaeaqui.com.br/alimentacao-saudavel)
Saúde (https://www.brasiliaeaqui.com.br/saude)
Concursos (https://www.brasiliaeaqui.com.br/concurso)
Blogs (https://www.brasiliaeaqui.com.br/blogs)
Fotogra a (https://www.brasiliaeaqui.com.br/fotogra a)
Cobertura de Eventos (https://www.brasiliaeaqui.com.br/entretenimento/eventos/releases)
Entretenimento

Eventos (https://www.brasiliaeaqui.com.br/entretenimento/eventos)
Cinemas (https://www.brasiliaeaqui.com.br/entretenimento/cinemas)
Utilidade Pública

Horário de Ônibus (https://www.brasiliaeaqui.com.br/utilidade/horario-onibus)


Endereços e Telefones (https://www.brasiliaeaqui.com.br/utilidade/enderecos-e-telefones)
Sua Cidade

Águas Claras – RA XX (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/aguas-claras)


Brazlândia – RA IV (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/brazlandia)
Candangolândia – RA XIX (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/candangolandia)
Ceilândia – RA IX (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/ceilandia)
Cruzeiro – RA XI (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/cruzeiro)
Fercal – RA XXXI (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/fercal)
Gama – RA II (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/gama)
Guará – RA X (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/guara)
Itapoã – RA XXVIII (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/itapoa)
Jardim Botânico – RA XXVII (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/jardim-botanico)
Lago Norte – RA XVIII (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/lago-norte)
Lago Sul – RA XVI (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/lago-sul)
Núcleo Bandeirante – RA VIII (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/nucleo-bandeirante)

https://www.brasiliaeaqui.com.br/noticia/2018/10/04/nova-mascara-da-velha-politica-diz-rollemberg-sobre-ibaneis 3/4

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:41 Num. 95544 - Pág. 3
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514012600000000093735
Número do documento: 18102017514012600000000093735
20/10/2018 "Nova máscara da velha política", diz Rollemberg sobre Ibaneis - Notícia - Brasília é Aqui
Paranoá – RA VII (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/paranoa)
Park Way – RA XXIV (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/park-way)
Planaltina – RA VI (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/planaltina)
Plano Piloto – RA I (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/plano-piloto)
Recanto das Emas – RA XV (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/recanto-das-emas)
Riacho Fundo I – RA XVII (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/riacho-fundo-i)
Riacho Fundo II – RA XXI (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/riacho-fundo-ii)
Samambaia – RA XII (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/samambaia)
Santa Maria – RA XIII (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/santa-maria)
São Sebastião – RA XIV (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/sao-sebastiao)
SCIA/Estrutural – RA XXV (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/scia-estrutural)
SIA – RA XXIX (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/sia)
Sobradinho II – RA XXVI (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/sobradinho-ii)
Sobradinho – RA V (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/sobradinho)
Sudoeste/Octogonal – RA XXII (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/sudoeste-octogonal)
Taguatinga – RA III (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/taguatinga)
Varjão – RA XXIII (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/varjao)
Vicente Pires – RA XXX (https://www.brasiliaeaqui.com.br/cidades/vicente-pires)

2018 © Brasília é Aqui. Alguns direitos reservados.


Fale Conosco (https://www.brasiliaeaqui.com.br/fale-conosco) | Política de Privacidade (https://www.brasiliaeaqui.com.br/politica-de-privacidade)

https://www.brasiliaeaqui.com.br/noticia/2018/10/04/nova-mascara-da-velha-politica-diz-rollemberg-sobre-ibaneis 4/4

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:41 Num. 95544 - Pág. 4
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017514012600000000093735
Número do documento: 18102017514012600000000093735
20/10/2018 Rivais acusam Ibaneis de compra de votos ao prometer reconstruir casas %%

Rivais acusam Ibaneis de compra de votos ao


prometer reconstruir casas
Por Eugenio Piedade - 3 de outubro de 2018

Durante debate da TV Globo, Ibaneis disse que vai refazer imóveis derrubados pela Agefis
com precatórios que receberá do DF

Adversários de Ibaneis Rocha (MDB), primeiro colocado nas últimas pesquisas de intenção
de voto, o acusaram de compra de votos. No último domingo (30/9), o advogado participou
de uma agenda na Colônia Agrícola 26 de Setembro, próximo a Taguatinga, e prometeu
reconstruir casas destruídas irregularmente pela Agência de Fiscalização (Agefis) com
dinheiro do próprio bolso.
Durante debate da TV Globo na noite desta terça-feira (2/10), Ibaneis foi duramente
criticado por Rogério Rosso (PSD) e Rodrigo Rollemberg (PSB), que o acusaram de crime
eleitoral: compra de votos.

No terceiro bloco, Rogério Rosso usou a pergunta de tema livre para questionar se
promessa era crime eleitoral, mas Ibaneis respondeu que não. “Não me dirigi a nenhum
eleitor específico, não tem crime eleitoral”, disse.

http://egnews.com.br/politica/distrito-federal/rivais-acusam-ibaneis-de-compra-de-votos-ao-prometer-reconstruir-casas/ 1/2

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:39 Num. 95543 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513938800000000093734
Número do documento: 18102017513938800000000093734
20/10/2018 Rivais acusam Ibaneis de compra de votos ao prometer reconstruir casas %%

MAIS SOBRE O ASSUNTO


“Ele compra votos, eu peço”, diz Fraga sobre Ibaneis
“A velha política do coronelismo”, diz Rosso sobre promessa de Ibaneis
“Quem diz que é crime eleitoral pode ir à Justiça”, provoca Ibaneis

O candidato completou, dizendo que as derrubadas da Agefis foram ilegais, que processos
administrativos deveriam ter sido abertos antes das derrubadas. “Vou utilizar do que é meu
para reconstruir as casas. Vou usar o que receber dessas parcelas dos
precatórios”, assegurou o advogado, referindo-se a uma dívida de R$ 300 milhões que o DF
tem com o escritório de Ibaneis.

Rollemberg rebateu: “O que Ibaneis fez no 26 de Setembro é compra de votos descarada.


Não podemos aceitar mais essas práticas, esse tipo de grilagem”, disse o governador.

Rosso concordou: “Quando você diz que vai reconstruir as casas, induz que o eleitor vai ter
vantagem em votar em você, tanto que, no vídeo, uma eleitora fala que vai derrubar a casa
para o senhor reconstruir. Temos que ser transparentes”, disse Rosso.

Ibaneis respondeu atacando os problemas dos outros candidatos na Justiça. Depois, disse
que há um conluio contra ele. “Vocês já ajuizaram uma ação contra mim e vou esperar a
decisão da Justiça, eu confio na Justiça”, disse.

Veja o vídeo:

Fonte: Metropolis

http://egnews.com.br/politica/distrito-federal/rivais-acusam-ibaneis-de-compra-de-votos-ao-prometer-reconstruir-casas/ 2/2

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:39 Num. 95543 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513938800000000093734
Número do documento: 18102017513938800000000093734
20/10/2018 Vídeo: Ibaneis promete reconstruir casas derrubadas pela Agefis - Cidades

deseja enviar notificações

CANCELAR OK

Vídeo: Ibaneis promete reconstruir casas derrubadas pela Agefis


Candidato ao GDF, Ibaneis Rocha (MDB) aparece em vídeo prometendo a correligionários reconstruir casas derrubadas
pela Agefis com dinheiro dele

CB Correio Braziliense (mailto:iconescb@gmail.com)

postado em 02/10/2018 09:14 / atualizado em 02/10/2018 12:10

"As casas que a Agefis derrubou, eu vou construir com o meu dinheiro". A promessa de campanha feita por Ibaneis
Rocha (MDB) numa reunião com apoiadores, animou a plateia. A declação foi gravada em um vídeo que circula pelas
redes sociais e já causa polêmica.  

 
Assim que faz a declaração, a plateia aplaude e ensaia um "já ganhou", enquanto Ibaneis é abraçado por uma criança
e depois por outras pessoas. É possível ouvir duas mulheres conversando a respeito. "Eu vou mandar derrubar a
minha". E a outra completa: "eu também". Não é possível identificar o local onde a reunião aconteceu e nem o dia. 
 
Agefis é a Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) encarregada de coibir invasões, promover a
desocupação de áereas habitadas irregularmente, assim como derrubar construções em áreas regulares, mas que não
tenham as licenças exigidas por lei. 
 
A agência tem sido alvo de diferentes candidatos. No debate do Correio em parceria com a TV Brasília, promovido em
agosto com a presença dos candidatos ao Buriti, Fraga prometeu extinguir a agência no primeiro dia de governo. 
 
Em nota, o candidato se justificou. "Ibaneis defende que as famílias que tiveram suas casas derrubadas injustamente
pela Agefis tenham direito a uma indenização paga pelo GDF, depois que, lógico, o caso tiver sido analisado pela
Procuradoria-Geral. Não é dinheiro próprio, mas do orçamento do governo. O 'meu dinheiro' é, obviamente, força de
https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2018/10/02/interna_cidadesdf,709577/video-ibaneis-promete-reconstruir-casas-derruba… 1/2

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:39 Num. 95542 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513846700000000093733
Número do documento: 18102017513846700000000093733
20/10/2018 Vídeo: Ibaneis promete reconstruir casas derrubadas pela Agefis - Cidades

expressão. Até porque ele já registrou em cartório que vai transferir para os cofres públicos todo o valor que tiver a
deseja enviar notificações
receber em honorários ganhos pelo escritório dele. Este dinheiro poderá ser usado inclusive neste casos".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. CANCELAR OK


As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

© Copyright Correio Braziliense 2000 - 2018. todos os direitos reservados.

https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2018/10/02/interna_cidadesdf,709577/video-ibaneis-promete-reconstruir-casas-derruba… 2/2

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:39 Num. 95542 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513846700000000093733
Número do documento: 18102017513846700000000093733
DestaquesPolítica

Denúncia de compra de votos | Caso Ibaneis não é o primeiro em eleições no DF

Ricardo Callado02/10/20189min

Candidato do MDB ao Palácio do Buriti prometeu, durante agenda na Colônia Agrícola 26 de Setembro, reconstruir
residências de eleitores demolidas pela Age s com dinheiro próprio. Em 86, Múcio Athayde teve sua candidatura cassada
por abuso do poder econômico.

O ilícito de compra de votos está tipi cado no artigo 41-A da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997). Segundo o artigo, constitui captação de
sufrágio o candidato doar, oferecer, prometer ou entregar, ao eleitor, com o m de obter-lhe o voto, bem ou vantagem pessoal de qualquer
natureza, inclusive emprego ou função pública, desde o registro da candidatura até o dia da eleição, e cassação do registro ou do diploma.

A aquisição ilícita de pleito, popularmente conhecida como compra de votos é uma prática eleitoral dolosa e ilícita, não necessariamente
explícita, de adquirir votos em troca de bem ou vantagem de qualquer natureza, inclusive empregos, funções públicas, presentes e in uências
políticas. Esta é uma prática condenável dentro da política brasileira, muito embora haja relatos de sua aceitação desde o período da Velha
República.

O candidato do MDB, Ibaneis Rocha, pode ter sua eleição complicada. Um vídeo que circulou nas redes sociais agrou o postulante ao Palácio
do Buriti prometendo, durante evento de campanha na Colônia Agrícola 26 de Setembro, neste domingo (30), reconstruir residências demolidas
pela Agência de Fiscalização do DF (Age s), com dinheiro próprio.

A assessoria de Ibaneis disse que à promessa de pagar as casas do próprio bolso, tratou-se de uma “ gura de linguagem”. E que ele não quis
se referir de dinheiro próprio, mas do orçamento do governo. (Veja vídeo abaixo)

A campanha eleitoral deste ano ganhou uma nova dimensão econômica. A campanha de Ibaneis Rocha vem recebendo muitas críticas devido
a isso. Adversários o acusam de estar fazendo uma campanha milionária e cooptando cabos eleitorais e votos através de promessas como o
agrante feito na Colônia Agrícola 26 de Setembro.

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:38 Num. 95541 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513670700000000093732
Número do documento: 18102017513670700000000093732
Nos grupos de WhatsApp circulam protestam como o que diz:
“Não vos enganeis com Ibaneis. O dinheiro compra quase tudo, mas não compra uma eleição”. Vídeos também se espalham pela internet e
criticam a campanha milionária de Ibaneis.

Desde o início do período eleitoral, o candidato Ibaneis Rocha a rmou que bancaria a sua campanha. Em sabatina recente ao portal
Metrópoles, ele a rmou que iria gastar mais de R$ 5 milhões do próprio bolso. Ibaneis é o candidato com o maior patrimônio registrado entre
os 11 postulantes ao GDF: quase 100 milhões de reais. “Já tirei o dinheiro e vou usar do meu patrimônio. Não vou usar fundo partidário”,
anunciou.

Ibaneis se de niu como um “cidadão indignado”. “Com essa indignação que venho entrar nesta campanha”.

Ibaneis e Múcio Athayde

O caso de Ibaneis não é o primeiro a criar polêmica em eleição no Distrito Federal. Outras denúncias de compra de voto já foram registradas. A
primeira foi de Múcio Athayde, conhecido como o “Homem do Chapéu”, que marcou parte de sua história política de Brasília. Deputado Federal
do PMDB de Rondônia, na Legislatura de 1983/1986, resolveu ncar raízes na capital, planejando ser o primeiro governador após o período
militar. Os planos, porém, foram interrompidos por uma série de confusões políticas provocadas pelo próprio deputado.
Segundo o portal Brasília em Off, em 1985, Athayde investiu na campanha de Tancredo Neves na disputa pela presidência da República contra
o candidato dos militares, deputado Paulo Maluf.

Para isso, assediou lideranças comunitárias locais para apoiá-lo na luta pela autonomia política do DF. Adquiriu o já falido jornal Última Hora de
Brasília, transformando-o em Correio do Povo e por último em O Povo de Brasília. Comprou uma fábrica para a confecção dos chapéus, que
seriam distribuídos ao povo. Esperto, procurou angariar simpatia na periferia do Distrito Federal, almejando conquistar as cidades com o maior
número de eleitores.

Eleito Tancredo Neves, Múcio Athayde esperava ser o governador tampão, o que de fato não ocorreu. Daí passou a fazer oposição ao
escolhido, José Aparecido de Oliveira, no intuito de se projetar para a eleição ao Senado de 1986. Esbanjando dinheiro e distribuindo chapéus
aos pobres, já no início do processo eleitoral, teve a candidatura cassada pelo TRE-DF e con rmada pelo TSE por abuso do poder econômico.

Esse foi o primeiro caso de relevância nacional, na justiça eleitoral, em 1986, vencido pelo consagrado advogado Eri Varela. Ele foi responsável
pela acusação contra Múcio Athayde. “Neste processo, derrotei o ex-ministro Célio Silva, do TSE, que advogava p o Múcio Athayde e cou na
história do tribunal”.

Sobre o caso atual, protagonizado pelo candidato Ibaneis Rocha, Eri Varela a rma: “O que fez Ibaneis é gravíssimo”, declarou o advogado.

Coronelismo e o voto de cabresto

Durante o coronelismo sua prática era conhecida como “voto de cabresto” e era absolutamente frequente. A população era controlada sob
scalização e ameaças. Ofereciam a eles moradia, trabalho, troca de favores e até mesmo dinheiro como forma de pagamento.

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:38 Num. 95541 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513670700000000093732
Número do documento: 18102017513670700000000093732
O Decreto n.º 21.076, de 24 de fevereiro de 1932, criado pelo então presidente Getúlio Vargas, instituiu o primeiro Código Eleitoral do Brasil, que
prevê no capítulo I, artigo 57, o voto secreto, como uma forma de erradicar, ou amenizar a compra de votos.

Embora voto de cabresto e compra direta de votos sejam práticas comuns na República Velha e tenham perdido força com a urbanização da
população, e com o sistema de voto secreto, ainda há regiões carentes onde os votos são comprados por políticos com maior in uência
econômica.

De acordo com o Art. 41-A, da Lei das Eleições 9.504/1997, a conduta é punível de cassação do registro ou diploma e a inelegibilidade por oito
anos, segundo a alínea ‘j’ de dispositivo do artigo 1.º da Lei Complementar n.º 64/90 (Lei de Inelegibilidades), com as mudanças feitas pela Lei
da Ficha Limpa (LC n.º 135/2010).[7] Também é uma conduta descrita como um dos crimes eleitorais, capitulado no artigo 299 do código
eleitoral.

Muitos candidatos chegam de súbito aos mais altos postos da representação popular, sem prévia atuação da vida pública, elegendo-se com
surpreendente superioridade de votos, mesmo em estados em que pouco conhecem.

Essas vitórias eleitorais só são possíveis pelo emprego de meios nanceiros de tal monta que comprometem a lisura do pleito, traduzível em
razoáveis condições de competição democrática.

Veja o vídeo polêmico:

00:00 00:52

 Post Views: 13.579

Publicações relacionadas

DestaquesPolítica

20/10/2018 Ricardo Callado

Vantagem de Ibaneis sobre Rollemberg é a maior do país, aponta Ibope

DestaquesPolítica

20/10/2018 Ricardo Callado

Bolsonaro grava programa eleitoral e intensi ca campanha nas redes

BrasíliaDestaquesEducação & Cultura

20/10/2018 Ricardo Callado

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:38 Num. 95541 - Pág. 3
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513670700000000093732
Número do documento: 18102017513670700000000093732
Brasília sediará duas capacitações do Enem 2018 neste m de semana

Ricardo Callado

Jornalista, blogueiro, escritor e consultor político. Exerceu a função de secretário de Comunicação Social do Governo do Distrito Federal. Foi
Diretor de Redação do Grupo Comunidade de Comunicação – responsável pelos jornais da Comunidade e O Coletivo. É autor do livro
PANDORA – e outros fatos que abalaram a política de Brasília.

AnteriorEleitor pode conferir local de votação de forma rápida na internet

PróximoNOTA OFICIAL: Frente Parlamentar da Agropecuária declara apoio a Jair Bolsonaro

Comente esta publicação

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com (*) são obrigatórios.

Comentário *

Nome *

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:38 Num. 95541 - Pág. 4
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513670700000000093732
Número do documento: 18102017513670700000000093732
E-mail *

Site (se tiver)

Não sou um robô


reCAPTCHA
Privacidade - Termos

Noti que-me sobre novos comentários por e-mail.

Noti que-me sobre novas publicações por e-mail.

Aos 14 anos, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população
brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da
informação, com uma audiência quali cada.

NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

20/10/2018

Vantagem de Ibaneis sobre Rollemberg é a maior do país, aponta Ibope

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:38 Num. 95541 - Pág. 5
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513670700000000093732
Número do documento: 18102017513670700000000093732
20/10/2018

Bolsonaro grava programa eleitoral e intensi ca campanha nas redes

20/10/2018

Brasília sediará duas capacitações do Enem 2018 neste m de semana

Twitter do Blog

FANPAGE Facebook

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:38 Num. 95541 - Pág. 6
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513670700000000093732
Número do documento: 18102017513670700000000093732
Tweets por @blogdocallado
Ricardo Callado
@blogdocallado

Sondagens do instituto mostram que a disputa pelo GDF é a que apresenta a maior disparidade. São Paulo registra a eleição mais acirrada Por Caio Barbieri, do Metropoles Das 14...
blogdocallado.com/vantagem-de-ib…

Vantagem de Ibaneis sobre Rollemberg é a maior do país, aponta Ibope - Blog do Callado
Sondagens do instituto mostram que a disputa pelo GDF é a que apresenta a maior disparidade. São Paulo registra a eleição mai…
bl d ll d

Blog do Callado
Like Page 3.9K likes

Blog do Callado
50 minutes ago

Sondagens do instituto mostram que a


disputa pelo GDF é a que apresenta a
maior disparidade. São Paulo registra
a eleição mais acirrada Por Caio
Barbieri, do Metropoles Das 14
unidades da Federação onde haverá
segundo turno para os governos
locais, oito já divulgaram pesquisas de
intenção de voto. Pelos números
apresentados entre a quarta (17) e a
sexta-feira (19/10), o Distrito Federal é

© Copyright Blog do Callado 2018. Todos os direitos reservados

Home
Brasília
Política

© Copyright Blog do Callado. Todos os direitos reservados.

Home
Brasília
Política

Tags

Agnelo Arruda BRB Caesb Celina Leão Chico Leite CLDF Concurso Público Crise hídrica Câmara dos Deputados Câmara Legislativa Dilma Educação
Eleições 2018 GDF Greve impeachment Izalci Lucas Joe Valle Lava-Jato Lula Luzia de Paula Michel Temer MPDFT Operação Lava Jato Palácio do Buriti
Policia Militar Polícia Civil Polícia Federal PSDB PT Raimundo Ribeiro Rede Rodrigo Delmasso Rollemberg Sandra Faraj Saúde Secretaria de Saúde Senado Serviço
Público STF TCDF Terracap TJDFT TSE

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:38 Num. 95541 - Pág. 7
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513670700000000093732
Número do documento: 18102017513670700000000093732
Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:38 Num. 95541 - Pág. 8
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513670700000000093732
Número do documento: 18102017513670700000000093732
20/10/2018 ContextoExato - Ibaneis promete refazer, com verba dele, casas demolidas pela Agefis

☰ ContextoExato
(../index.php)
(../busca/index.php)
Brasil - Brasília - Distrito Federal - 20 de outubro de 2018

Eleições no DF

Ibaneis promete refazer, com verba dele, casas


demolidas pela Agefis

Uma das eleitoras que estavam no local comentou: “Vou mandar derrubar a minha,
porque ele é milionário”, falou, antes de o vídeo terminar
Por Manoela Alcântara - Rafaela Felicciano/ Metrópoles - 02/10/2018 - 08:31:06

O candidato ao Governo do Distrito Federal (GDF) Ibaneis Rocha


(https://www.metropoles.com/distrito-federal/politica-df/conheca-a-
biografia-do-candidato-ao-gdf-ibaneis-rocha) (MDB) prometeu,
durante agenda na Colônia Agrícola 26 de Setembro, reconstruir
residências demolidas pela Agência de Fiscalização do DF (Agefis).
Um vídeo com a fala do postulante ao Palácio do Buriti circulou em
grupos de WhatsApp nesta segunda-feira (1º/10), um dia após a
https://www.contextoexato.com.br/post/ibaneis-promete-refazera-com-verba-delea-casas-demolidas-pela-agefis20181002 1/9

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:36 Num. 95540 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513440300000000093731
Número do documento: 18102017513440300000000093731
20/10/2018 ContextoExato - Ibaneis promete refazer, com verba dele, casas demolidas pela Agefis

agenda no assentamento, localizado próximo a Taguatinga.Na


gravação, Ibaneis fala em um microfone para eleitores: “Para vocês
que buscam sua moradia, aqui no DF tem terra para levantar muito
tijolo, e nós vamos manter a casa de vocês de pé. As casas que a
Agefis derrubou, eu vou reconstruir com meu dinheiro”, disse.
Assista:

Uma das eleitoras que estavam no local comentou: “Vou mandar


derrubar a minha, porque ele é milionário”, falou, antes de o vídeo
terminar.
A assessoria do emedebista disse que “a defesa das famílias que
tiveram suas casas derrubadas injustamente pela Agefis é uma
bandeira do candidato”. Ainda de acordo com a nota, Ibaneis acredita
na necessidade de o GDF pagar uma indenização aos prejudicados,
depois que o caso tiver sido analisado pela Procuradoria-Geral do
Distrito Federal.
Quanto à promessa de pagar as casas do próprio bolso, a assessoria
informou que foi uma “figura de linguagem”. Não é dinheiro próprio,
mas do orçamento do governo.
“O ‘meu dinheiro’ é, obviamente, força de expressão. Até porque ele
já registrou em cartório que vai transferir para os cofres públicos todo
o valor que tiver a receber em honorários ganhos pelo escritório dele.
Esses recursos poderão ser usados inclusive nesse casos”, informou
a assessoria.

Distrito Federal
Mais notícias (../index.php) Página inicial
(../categoria/distritofederal)

https://www.contextoexato.com.br/post/ibaneis-promete-refazera-com-verba-delea-casas-demolidas-pela-agefis20181002 2/9

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:36 Num. 95540 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513440300000000093731
Número do documento: 18102017513440300000000093731
20/10/2018 ContextoExato - Ibaneis promete refazer, com verba dele, casas demolidas pela Agefis

 Facebook (http://www.facebook.com/)  Twitter (http://twitter.com/)

 Envie (whatsapp://send?

text=Ibaneis+promete+refazer%2C+com+verba+dele%2C+casas+demolidas+pela+Agefis

https://www.contextoexato.com.br/post/ibaneis-promete-refazera-com-verba-delea-casas-

demolidas-pela-agefis20181002)

 Comentar Post  Ler Comentários (1)

Últimas notícias

https://www.contextoexato.com.br/post/ibaneis-promete-refazera-com-verba-delea-casas-demolidas-pela-agefis20181002 3/9

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:36 Num. 95540 - Pág. 3
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513440300000000093731
Número do documento: 18102017513440300000000093731
20/10/2018 ContextoExato - Ibaneis promete refazer, com verba dele, casas demolidas pela Agefis

20/10/2018 - 07:41:49

MP pede arquivamento de inquérito da Operação 12:26

(mp-pede-arquivamento-de-inquerito--da-operacao-122620181020)

20/10/2018 - 07:48:06

https://www.contextoexato.com.br/post/ibaneis-promete-refazera-com-verba-delea-casas-demolidas-pela-agefis20181002 4/9

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:36 Num. 95540 - Pág. 4
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513440300000000093731
Número do documento: 18102017513440300000000093731
20/10/2018 ContextoExato - Ibaneis promete refazer, com verba dele, casas demolidas pela Agefis

MPDFT e TJDFT assinam acordo para expandir Oficinas


de Pais e Filhos

(mpdft-e-tjdft-assinam-acordo-para-expandir-oficinas-de-pais-e-filhos20181019)

20/10/2018 - 09:57:21

Polícia rodoviária terá mais seis unidades operacionais em


Goiás

(policia-rodoviaria-tera-mais-seis-unidades-operacionais-em-goias20181019)

https://www.contextoexato.com.br/post/ibaneis-promete-refazera-com-verba-delea-casas-demolidas-pela-agefis20181002 5/9

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:36 Num. 95540 - Pág. 5
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513440300000000093731
Número do documento: 18102017513440300000000093731
20/10/2018 ContextoExato - Ibaneis promete refazer, com verba dele, casas demolidas pela Agefis

19/10/2018 - 11:25:10

MEC libera R$ 3,16 milhões para UnB e institutos federais


do DF

(mec-libera-r-3a16-milhoes-para-unb-e-institutos-federais-do-df20181019)

https://www.contextoexato.com.br/post/ibaneis-promete-refazera-com-verba-delea-casas-demolidas-pela-agefis20181002 6/9

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:36 Num. 95540 - Pág. 6
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513440300000000093731
Número do documento: 18102017513440300000000093731
20/10/2018 ContextoExato - Ibaneis promete refazer, com verba dele, casas demolidas pela Agefis

19/10/2018 - 11:02:59

Edital do Processo Seletivo 2019/1 para cursos técnicos


do IFB será publicado dia 26 de outubro

(edital-do-processo-seletivo-20191-para-cursos-tecnicos-do-ifb-sera-publicado-dia-26-de-outubro20181019)

19/10/2018 - 09:27:45

Identificados suspeitos de racismo

(identificados-suspeitos-de-racismo20181019)

AS MAIS LIDAS

FIM DE ATIVIDADE
Fnac fecha quase todas as lojas após ser comprada pela Livraria
Cultura

(fnac-fecha-quase-todas-as-lojas-apos-ser-comprada-pela-livraria-cultura20181019)
CPI DA PEDOFILIA
CPI identifica no DF rede de abuso sexual virtual contra adolescentes
https://www.contextoexato.com.br/post/ibaneis-promete-refazera-com-verba-delea-casas-demolidas-pela-agefis20181002 7/9

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:36 Num. 95540 - Pág. 7
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513440300000000093731
Número do documento: 18102017513440300000000093731
20/10/2018 ContextoExato - Ibaneis promete refazer, com verba dele, casas demolidas pela Agefis

(cpi-identifica-no-df-rede-de-abuso-sexual-virtual-contra-adolescentes20181019)
PATRIMÔNIO CULTURAL
Ministério Público obtém decisões em defesa do patrimônio histórico e
cultural de Planaltina

(ministerio-publico-obtem-decisoes-em-defesa-do-patrimonio-historico-e-cultural-de-planaltina20181019)
CURSOS & CONCURSOS
Inscrições abertas para residência médica e multiprofissional no HUB

(inscricoes-abertas-para-residencia-medica-e-multiprofissional-no-hub20181018)
EDUCAÇÃO & CULTURA
MEC libera R$ 3,16 milhões para UnB e institutos federais do DF

(mec-libera-r-3a16-milhoes-para-unb-e-institutos-federais-do-df20181019)
TRANSPORTE PUBLICO
Sinalização com QR Code auxilia na orientação sobre ônibus

(sinalizacao-com-qr-code-auxilia-na-orientacao-sobre-onibus20181019)

ContextoExato
(../index.php)

 (https://www.facebook.com/ContextoExato/)  (https://twitter.com/ContextoExato) 

Editorias

Distrito Federal (../categoria/distritofederal)


Brasil (../categoria/brasil)
Cultura (../categoria/cultura)
Internacional (../categoria/internacional)
Esportes (../categoria/esportes)
Turismo Nacional (../categoria/turismo)
Turismo Internacional (../categoria/turismo-internacional)

Editorias

https://www.contextoexato.com.br/post/ibaneis-promete-refazera-com-verba-delea-casas-demolidas-pela-agefis20181002 8/9

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:36 Num. 95540 - Pág. 8
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513440300000000093731
Número do documento: 18102017513440300000000093731
20/10/2018 ContextoExato - Ibaneis promete refazer, com verba dele, casas demolidas pela Agefis

Conheça Portugal (../categoria/portugal)


Mundo Pet (../categoria/mundopet)
Ciência & Tecnologia (../categoria/cienciaetecnologia)
Gastronomia (../categoria/gastronomia)
Especial (../categoria/especial)
Cursos & Concursos (../categoria/cursoseconcursos)
Garota Salto Alto & Cia (../categoria/modaetendencias)

Editorias

Diversão & Lazer (../categoria/divulgacao)


Opinião & Entrevistas (../categoria/opiniaoeentrevistas)
Agro & Pesquisas (../categoria/agronegocio)
Bem-Estar & Comportamento (../categoria/saude)
Do Consumidor (../categoria/colunista)
Trabalho & Economia (../categoria/trabalhoeconomia)
Cinema & Televisão (../categoria/diversaolazer)

BRIPRESS COMUNICAÇÃO EIRELI - ME - © Copyright 2010 - 2017 - Todos os direitos reservados

https://www.contextoexato.com.br/post/ibaneis-promete-refazera-com-verba-delea-casas-demolidas-pela-agefis20181002 9/9

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:36 Num. 95540 - Pág. 9
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513440300000000093731
Número do documento: 18102017513440300000000093731
0123120134 56789
ÿ 8ÿ988ÿ89ÿÿ78 7ÿ8ÿ8ÿÿ778

)*+,-.ÿ0123,45ÿ67-8,9,ÿ7,:-3597;47ÿ:2525
+,77;12+25ÿ6,<2ÿ=>,?5
@ABCDCAEFÿAFÿHIJKÿLMABNDOÿPFQRAÿSTIUVÿAWAXNQNÿNYÿZ[CNFÿWXFYNENBCFÿA
QFXXN\D]DFB^XDFOÿXNQFBOEX_DXÿQAOAOÿCNXX_MACAOÿWN\Aÿ̀]NaOÿQFYÿCDBRNDXFÿCN\N
bc ÿ@FXXND
FÿUXAdD\DNBONÿSYAD\EFeDQFBNOQMf]YAD\gQFYV
WFOEACFÿNYÿhijkhjihklÿhmeknÿjÿAE_A\DdACFÿNYÿhijkhjihklÿkiekh

o=5ÿ:2525ÿp;,ÿ2ÿ=>,?5ÿ+,77;1-;qÿ,;ÿr-;ÿ:-3597;47ÿ:-8ÿ-ÿ8,;ÿ+43s,47-otÿ=
67-8,552ÿ+,ÿ:28623s2ÿu,492ÿ6-7ÿ0123,45ÿv-:s2ÿwxyczÿ3;82ÿ7,;34{-ÿ:-8
26-42+-7,5qÿ2348-;ÿ2ÿ6<29,42tÿ=ÿ+,:<2|{-ÿu-4ÿ>72r2+2ÿ,8ÿ;8ÿr*+,-ÿp;,ÿ:47:;<2
6,<25ÿ7,+,5ÿ5-:4245ÿ,ÿ}~ÿ:2;52ÿ6-<84:2tÿÿ
ÿ


22989 !889 22927782013423121028"7787#$1%&$$2'789 89888978 ( 320

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:34 Num. 95539 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513354900000000093730
Número do documento: 18102017513354900000000093730
0123120134 56789
ÿ 8ÿ988ÿ89ÿÿ78 7ÿ8ÿ8ÿÿ778
CDDEFÿHIJÿKLMÿLÿNJOPLQLRSTUÿLÿVPLWJELÿLVPLINJÿJÿJXDLELÿIFÿYZ[ÿ\LX]TIYU
JXHILXWTÿ^_LXJEDÿ̀ÿL_QLRLNTÿVTQÿIFLÿOQELXRLÿJÿNJVTEDÿVTQÿTIWQLDÿVJDDTLDaÿb
VTDDcdJPÿTIdEQÿNILDÿFIP]JQJDÿOTXdJQDLXNTÿLÿQJDVJEWTaÿYeIÿdTIÿFLXNLQ
NJQQI_LQÿLÿFEX]LYaÿeÿLÿTIWQLÿOTFVPJWLfÿYJIÿWLF_`FYaÿgSTÿ̀ÿVTDDcdJP
ENJXWEhOLQÿTÿPTOLPÿTXNJÿLÿQJIXESTÿLOTXWJOJIÿJÿXJFÿTÿNELaÿ
ÿ
C\JhDÿ̀ÿLÿC\jXOELÿNJÿkEDOLPEMLRSTÿNTÿlEDWQEWTÿkJNJQLPÿmC\JhDnÿJXOLQQJ\LNLÿNJ
OTE_EQÿEXdLDoJDUÿVQTFTdJQÿLÿNJDTOIVLRSTÿNJÿ[JQJLDÿ]L_EWLNLDÿEQQJ\IPLQFJXWJU
LDDEFÿOTFTÿNJQQI_LQÿOTXDWQIRoJDÿJFÿ[QJLDÿQJ\IPLQJDUÿFLDÿHIJÿXSTÿWJX]LF
LDÿPEOJXRLDÿJpE\ENLDÿVTQÿPJEaÿ
ÿ
CÿL\jXOELÿWJFÿDENTÿLPdTÿNJÿNEKJQJXWJDÿOLXNENLWTDaÿgTÿNJ_LWJÿNTÿ ÿJF
VLQOJQELÿOTFÿLÿqrÿsQLDcPELUÿVQTFTdENTÿJFÿL\TDWTÿOTFÿLÿVQJDJXRLÿNTD
OLXNENLWTDÿLTÿsIQEWEUÿkQL\LÿVQTFJWJIÿJpWEX\IEQÿLÿL\jXOELÿXTÿVQEFJEQTÿNELÿNJ
\TdJQXTaÿ
ÿ
eFÿXTWLUÿTÿOLXNENLWTÿDJÿZIDWEhOTIaÿY^_LXJEDÿNJKJXNJÿHIJÿLDÿKLFcPELDÿHIJ
WEdJQLFÿDILDÿOLDLDÿNJQQI_LNLDÿEXZIDWLFJXWJÿVJPLÿC\JhDÿWJX]LFÿNEQJEWTÿLÿIFL
EXNJXEMLRSTÿVL\LÿVJPTÿtlkUÿNJVTEDÿHIJUÿPu\EOTUÿTÿOLDTÿWEdJQÿDENTÿLXLPEDLNT
VJPLÿvQTOIQLNTQELwtJQLPaÿgSTÿ̀ÿNEX]JEQTÿVQuVQETUÿFLDÿNTÿTQRLFJXWTÿNT
\TdJQXTaÿxÿyFJIÿNEX]JEQTyÿ̀UÿT_dELFJXWJUÿKTQRLÿNJÿJpVQJDDSTaÿCW`ÿVTQHIJÿJPJ
Z[ÿQJ\EDWQTIÿJFÿOLQWuQETÿHIJÿdLEÿWQLXDKJQEQÿVLQLÿTDÿOTKQJDÿVz_PEOTDÿWTNTÿTÿdLPTQ
HIJÿWEdJQÿLÿQJOJ_JQÿJFÿ]TXTQ[QETDÿ\LX]TDÿVJPTÿJDOQEWuQETÿNJPJaÿeDWJÿNEX]JEQT
VTNJQ[ÿDJQÿIDLNTÿEXOPIDEdJÿXJDWJÿOLDTDYa
ÿ
{:ÿ|,}493~/0,:ÿ9,ÿ/4-/4:4936}ÿ6ÿ,-090,ÿA,ÿ€,/968ÿ4ÿ:,ÿA4ÿ/4:-,9:6080A6A4ÿA,ÿ6‚3,/@
ƒ:ÿ}49:6149:ÿ4:3,ÿ:‚€4036:ÿ6ÿ},A4/6„,ÿ-/…B06ÿ6934:ÿA6ÿ-‚80|6„,

)ÿ+,-./0123ÿ+,//40,ÿ5/6708049:4ÿ;<<<ÿ=ÿ;<>?@ÿ3,A,:ÿ,:ÿA0/403,:ÿ/4:4/B6A,:@


22989 !889 22927782013423121028"7787#$1%&$$2'789 89888978 ( 020

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:34 Num. 95539 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513354900000000093730
Número do documento: 18102017513354900000000093730
20/10/2018 Grilheiros de Brasília batem palmas para Ibaneis |

Grilheiros de Brasília batem palmas para Ibaneis


Por Poliglota - 1 de outubro de 2018

"Vou reconstruir as casas derrubadas pela Agefis com meu dinheiro", afirmou Ibaneis

Por Poliglota…

Em vídeo num evento realizado hoje a tarde na Colônia Agrícola 26 de setembro,


próximo a Estrutural, o candidato ao Buriti Ibaneis Rocha viajou na maionese ao
prometer reconstruir com recursos próprios as casas irregulares que a AGEFIS
derrubou

Para os grilheiros presentes não poderia ter tido notícia melhor. Infiltrados, todos batiam
palmas para o todo poderoso Ibaneis Rocha e seu poderio econômico. Em nenhum
momento, ao que pareceu, o candidato fez questão de esconder que na sua vida o dinheiro
fala mais alto. “Nós vamos manter a casa de vocês de pé. As casas que a AGEFIS derrubou
vou construir com o meu dinheiro”, disse Ibaneis.

Duas mulheres presentes no evento, ao ouvir tal declaração, não hesitaram: “Então vou
derrubar a minha”, e a outra completou “eu também”.

Por outro lado, ao prometer reconstruir as casas irregulares que foram derrubadas, paira os
questionamentos: Ibaneis não estaria sendo favorável ao que é irregular? Não estaria o
candidato fomentando novas invasões no Distrito Federal?

http://blogdopoliglota.com.br/2018/10/01/grilheiros-de-brasilia-batem-palmas-para-ibaneis/ 1/2

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:33 Num. 95538 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513258200000000093729
Número do documento: 18102017513258200000000093729
20/10/2018 Grilheiros de Brasília batem palmas para Ibaneis |

Para alguns especialistas ouvidos isso não passou de um delírio e demagogia de um


candidato que quer a todo custo construir sua carreira política às custas da falta de
informação e miséria do povo. “É estranho que um candidato que domina a legislação e
principalmente o Direito, esteja coadunando com aquilo que é ilegal”, afirmou um
especialista.

Assista ao vídeo:

Share on:
WhatsApp

http://blogdopoliglota.com.br/2018/10/01/grilheiros-de-brasilia-batem-palmas-para-ibaneis/ 2/2

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:33 Num. 95538 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513258200000000093729
Número do documento: 18102017513258200000000093729
20/10/2018 Grilheiros de Brasília batem palmas para Ibaneis | Brasília de Fato

Grilheiros de Brasília batem palmas para Ibaneis


 01/10/2018 21:33

a J d v "
Por Poliglota

Em vídeo num evento realizado hoje a tarde na Colônia Agrícola 26 de setembro, próximo a
Estrutural, o candidato ao Buriti Ibaneis Rocha viajou na maionese ao prometer reconstruir
com recursos próprios as casas irregulares que a AGEFIS derrubou
Para os grilheiros presentes não poderia ter tido notícia melhor. In ltrados, todos batiam palmas para o todo poderoso Ibaneis Rocha e seu
poderio econômico. Em nenhum momento, ao que pareceu, o candidato fez questão de esconder que na sua vida o dinheiro fala mais alto.

 “Nós vamos manter a casa de vocês de pé. As casas que a AGEFIS derrubou vou construir
com o meu dinheiro”, disse Ibaneis.

Duas mulheres presentes no evento, ao ouvir tal declaração, não hesitaram: “Então vou derrubar a minha”, e a outra completou “eu
também”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por outro lado, ao prometer reconstruir as casas irregulares que foram derrubadas, paira os questionamentos: Ibaneis não estaria sendo
favorável ao que é irregular? Não estaria o candidato fomentando novas invasões no Distrito Federal?

Para alguns especialistas ouvidos pela reportagem, isso não passou de um delírio e demagogia de um candidato que quer a todo custo
construir sua carreira política às custas da falta de informação e miséria do povo. “É estranho que um candidato que domina a legislação e
https://brasiliadefato.com.br/grandebrasilia/2018/10/grilheiros-de-brasilia-batem-palmas-para-ibaneis/ 1/2

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:32 Num. 95537 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513161000000000093728
Número do documento: 18102017513161000000000093728
20/10/2018 Grilheiros de Brasília batem palmas para Ibaneis | Brasília de Fato

principalmente o Direito, esteja coadunando com aquilo que é ilegal”, a rmou um especialista.

a J d v "

Tags eleições Ibaneis

MPDFT promove encontro para debater enfrentamento à violência doméstica em Planaltina

https://brasiliadefato.com.br/grandebrasilia/2018/10/grilheiros-de-brasilia-batem-palmas-para-ibaneis/ 2/2

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:32 Num. 95537 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017513161000000000093728
Número do documento: 18102017513161000000000093728
20/10/2018 Ibaneis promete refazer, com verba dele, casas demolidas pela Agefis - Portal Varada

sábado, outubro 20, 2018 Últimos: Trump quer barrar a importação de encomendas do AliExpress    

 NOTÍCIAS  BLOGS VARADA CULTURAL ENTREVISTA ENVIE SUA NOTICIA EXPEDIENTE

Shows & Eventos

Novelas

Notícias do DF  

Ibaneis promete refazer, com verba dele, casas Novelas  

demolidas pela Age s Resumo da novela O


 1 de outubro de 2018   0 comentários Tempo Não Para –
Sábado, 20/10/2018
 20 de outubro de 2018   0

 Para proteger o pai, Marocas aceita se


casar com Emílio em “O Tempo Não
Para” (Imagem: Reprodução/Globo) A
O candidato ao Governo do Distrito Federal Ibaneis Rocha (MDB) prometeu, durante agenda na Colônia
Globo exibe
Agrícola 26 de Setembro, reconstruir residências demolidas pela Agência de Fiscalização do DF (Age s).
Um vídeo com a fala do postulante ao Buriti circulou em grupos de WhatsApp nesta segunda-feira
(1º/10), um dia após a agenda no assentamento, localizado próximo a Taguatinga.
Bafos e Fofocas
Na gravação, Ibaneis fala, em um microfone, para eleitores: “Para vocês que buscam sua moradia, aqui
no DF tem terra para levantar muito tijolo, e nós vamos manter a casa de vocês de pé. As casas que a
Age s derrubou, eu vou reconstruir com meu dinheiro”, disse.

Assista:

Uma das eleitoras que estavam no local comentou: “Vou mandar derrubar a minha, porque ele é
milionário”, disse, antes de o vídeo terminar

A assessoria do emedebista disse que “a defesa das famílias que tiveram suas casas derrubadas
Bafos e Fofocas  
injustamente pela Age s é uma bandeira do candidato”. Ainda de acordo com a nota, Ibaneis acredita
na necessidade de o GDF pagar uma indenização aos prejudicados, depois que o caso tiver sido Os protocolos reais que
analisado pela Procuradoria Geral do DF. Meghan Markle deve
Quanto à promessa de pagar do próprio bolso, a assessoria informou que foi uma “ gura de
seguir por estar grávida
 20 de outubro de 2018   0
linguagem”. Não é dinheiro próprio, mas do orçamento do governo.
No começo da semana, Meghan Markle
“O ‘meu dinheiro’ é, obviamente, força de expressão. Até porque ele já registrou em cartório que vai e príncipe Harry anunciaram que estão
transferir para os cofres públicos todo o valor que tiver a receber em honorários ganhos pelo escritório esperando seu primeiro lho. De
dele. Esses recursos poderão ser usados inclusive nesse casos”, informou a assessoria. acordo com a

https://portalvarada.com/ibaneis-promete-refazer-com-verba-dele-casas-demolidas-pela-agefis/ 1/3

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:31 Num. 95536 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017512149300000000093727
Número do documento: 18102017512149300000000093727
20/10/2018 Ibaneis promete refazer, com verba dele, casas demolidas pela Agefis - Portal Varada

Fonte: www.metropoles.com/distrito-federal/politica-df/ibaneis-promete-refazer-com-verba- Horóscopo Virtual


dele-casas-demolidas-pela-age s

← Quais são as propostas de Bolsonaro para o meio ambiente?

Para Todos Os Garotos Que Já Amei: Descobrimos cena fofa cortada do lme! →

 Você pode gostar também

Debate Metrópoles com PCDF faz buscas no anexo Foto de alunos do Clube
candidatos ao GDF: do Buriti por desvio de Astronomia da UnB vai
eleitores aprovam milionário no transporte parar no site da Nasa
iniciativa  30 de agosto de 2018  0  27 de agosto de 2018  0
 21 de setembro de 2018  0

Você precisa fazer log in para comentar.

Notícias do DF

Notícias do DF  

Parque da Cidade será


palco de piquenique
inclusivo neste sábado
 20 de outubro de 2018   0

O Parque da Cidade será palco, neste


sábado (20/10), do 1º Piquenique
Inclusivo. O evento, que começa às 10h,
na

Compare as
propostas de Ibaneis
e Rollemberg para o
Governo do DF
 20 de outubro de

2018  0

Polícia Civil
desarticula
quadrilha que
abastecia tra cantes
no DF
 20 de outubro de 2018  0

https://portalvarada.com/ibaneis-promete-refazer-com-verba-dele-casas-demolidas-pela-agefis/ 2/3

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:31 Num. 95536 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017512149300000000093727
Número do documento: 18102017512149300000000093727
20/10/2018 Ibaneis promete refazer, com verba dele, casas demolidas pela Agefis - Portal Varada

Ciência e Tecnologia

Ciência e Tecnologia  

Por que fazendeiros


estão criando patos ao
invés de galinhas?
 19 de outubro de 2018   0

Nesta semana, a criação da Comissão


Global para Adaptação, com membros
como Ban Ki-Moon, ex-secretário-geral
da ONU, o bilionário Bill Gates

Democracia digital
 19 de outubro de

2018  0

Sondas espaciais
serão lançadas hoje
para explorar
Mercúrio
 19 de outubro de

2018  0

Anuncie Conosco Links Úteis Publicidade Publicidade

Banco do Brasil

Caixa Econômica Federal

Cartório 24 horas
Anunciar conosco é uma parceria de sucesso para seu negócio.
Visibilidade é tudo nos dias de hoje, especialmente quando Consumidor.gov
estamos entrando no mercado ou até mesmo expandindo para Correios
novos negócios.
Para isso, nós do portalvarada.com, temos a solução perfeita Federação do Comércio
para que sua empresa possa alcançar as metas desejadas.
Receita Federal 20.627 Visitantes
Entre em contato e solicite uma visita!
Sebrae
Contatos:
Senac
portalvarada@gmail.com
(86) 9.9990-5366 ( Whatsapp)

Copyright © 2018 Portal Varada. Todos os direitos reservados.


Tema: ColorMag por ThemeGrill. Powered by WordPress.
   

https://portalvarada.com/ibaneis-promete-refazer-com-verba-dele-casas-demolidas-pela-agefis/ 3/3

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:31 Num. 95536 - Pág. 3
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017512149300000000093727
Número do documento: 18102017512149300000000093727
10/10/2018 Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais

2º turno

Foto para urna

IBANEIS 15
Governador - DISTRITO FEDERAL/BR
Movimento Democrático Brasileiro - MDB
CNPJ - 31.214.574/0001-96

APTO DEFERIDO
Situação Candidato Situação Candidatura

Página Inicial /  Lista de Candidatos /  Candidato /  Lista de Bens

Detalhamento dos Bens

Pesquisa

Terreno
R$20.000,00

Outros bens imóveis


R$5.441.313,22

Quotas ou quinhões de capital


R$500.000,00

Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.


R$19.000,00

Outros bens imóveis


R$180.000,00

Outros bens móveis


R$6.230,00

http://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/candidato/2018/2022802018/DF/70000614515/bens 1/8

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:21 Num. 95535 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017512081000000000093726
Número do documento: 18102017512081000000000093726
10/10/2018 Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais

Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.


R$6.800,00

Outros bens móveis


R$39.200,00

Outros bens imóveis


R$5.000,00

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$70.516,00

OUTROS BENS E DIREITOS


R$100,00

Aplicação de renda fixa (CDB, RDB e outros)


R$3.257.278,75

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$5.600,00

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$3.494,00

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$13.900,00

Outros bens móveis


R$23.100,00

Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.


R$153.000,00

Outros bens imóveis


R$26.000,00

Depósito bancário em conta corrente no País


R$1.017,31

Fundos: Ações, Mútuos de Privatização, Invest. Empresas Emergentes, Invest.Participação e Invest.


Índice Mercado
R$21.350,00

Depósito bancário em conta corrente no País


R$18.978,13

OUTROS BENS E DIREITOS


R$887,20

Outros bens imóveis


R$40.000,00

Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.


R$24.200,00
http://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/candidato/2018/2022802018/DF/70000614515/bens 2/8

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:21 Num. 95535 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017512081000000000093726
Número do documento: 18102017512081000000000093726
10/10/2018 Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais

Crédito decorrente de empréstimo


R$1.000.000,00

Crédito decorrente de empréstimo


R$55.220.060,93

OUTROS BENS E DIREITOS


R$3.444,34

OUTROS BENS E DIREITOS


R$1.947,00

Fundo de Longo Prazo e Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDC)


R$175.251,37

Crédito decorrente de empréstimo


R$900.000,00

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$18.400,00

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$12.000,00

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$4.464,00

Crédito decorrente de alienação


R$100.000,00

Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.


R$193.000,00

Quotas ou quinhões de capital


R$500.000,00

VGBL - Vida Gerador de Benefício Livre


R$98.705,98

Outros bens imóveis


R$60.000,00

Crédito decorrente de empréstimo


R$201.000,00

Caderneta de poupança
R$1.924,31

Ações (inclusive as provenientes de linha telefônica)


R$8.804,00

Ações (inclusive as provenientes de linha telefônica)


R$7.020,00

http://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/candidato/2018/2022802018/DF/70000614515/bens 3/8

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:21 Num. 95535 - Pág. 3
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017512081000000000093726
Número do documento: 18102017512081000000000093726
10/10/2018 Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$145.000,00

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$120.000,00

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$12.500,00

Quotas ou quinhões de capital


R$50.000,00

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$16.117,02

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$90.000,00

Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.


R$380.000,00

Depósito bancário em conta corrente no País


R$1,00

VGBL - Vida Gerador de Benefício Livre


R$430.000,00

Fundos: Ações, Mútuos de Privatização, Invest. Empresas Emergentes, Invest.Participação e Invest.


Índice Mercado
R$56.713,04

Caderneta de poupança
R$13.187,83

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$30.960,00

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$180.000,00

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$48.000,00

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$5.435,00

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$47.502,59

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$60.000,00

OUTROS BENS E DIREITOS


R$8.400,00
http://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/candidato/2018/2022802018/DF/70000614515/bens 4/8

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:21 Num. 95535 - Pág. 4
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017512081000000000093726
Número do documento: 18102017512081000000000093726
10/10/2018 Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais

Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.


R$152.695,40

OUTROS BENS E DIREITOS


R$80.000,00

Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.


R$20.990,00

OUTROS BENS E DIREITOS


R$840,09

Outros bens móveis


R$22.000,00

Outros bens móveis


R$4.300,00

Embarcação
R$430.000,00

Embarcação
R$67.689,33

Quotas ou quinhões de capital


R$50.000,00

Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.


R$160.000,00

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$33.000,00

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$1.728,22

Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.


R$140.000,00

Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.


R$278.804,41

Terreno
R$20.000,00

Fundos: Ações, Mútuos de Privatização, Invest. Empresas Emergentes, Invest.Participação e Invest.


Índice Mercado
R$3.273,00

Caderneta de poupança
R$154,98

Terreno
R$8.845,00
http://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/candidato/2018/2022802018/DF/70000614515/bens 5/8

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:21 Num. 95535 - Pág. 5
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017512081000000000093726
Número do documento: 18102017512081000000000093726
10/10/2018 Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais

Crédito decorrente de empréstimo


R$8.377.348,15

Depósito bancário em conta corrente no País


R$128,06

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$4.940,00

OUTROS BENS E DIREITOS


R$10.000,00

Outros bens móveis


R$42.700,00

Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.


R$150.000,00

Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.


R$86.000,00

Outros bens imóveis


R$1.357.997,73

Depósito bancário em conta corrente no País


R$3.112,38

Outros bens imóveis


R$250.000,00

Quotas ou quinhões de capital


R$500.000,00

VGBL - Vida Gerador de Benefício Livre


R$446.737,16

Ações (inclusive as provenientes de linha telefônica)


R$73.437,00

Outros bens imóveis


R$203.864,20

Fundos: Ações, Mútuos de Privatização, Invest. Empresas Emergentes, Invest.Participação e Invest.


Índice Mercado
R$18.488,92

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$21.000,00

Fundos: Ações, Mútuos de Privatização, Invest. Empresas Emergentes, Invest.Participação e Invest.


Índice Mercado
R$150.214,02

http://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/candidato/2018/2022802018/DF/70000614515/bens 6/8

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:21 Num. 95535 - Pág. 6
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017512081000000000093726
Número do documento: 18102017512081000000000093726
10/10/2018 Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais

Depósito bancário em conta corrente no País


R$752,06

Depósito bancário em conta corrente no País


R$13.471,32

Caderneta de poupança
R$166,69

Outros bens imóveis


R$311.867,78

Fundos: Ações, Mútuos de Privatização, Invest. Empresas Emergentes, Invest.Participação e Invest.


Índice Mercado
R$42.907,75

VGBL - Vida Gerador de Benefício Livre


R$730.639,07

Quotas ou quinhões de capital


R$9.500,00

Quotas ou quinhões de capital


R$500.000,00

Sala ou conjunto
R$6.090.739,89

Depósito bancário em conta corrente no País


R$17.633,00

Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.


R$71.500,00

Ações (inclusive as provenientes de linha telefônica)


R$80.000,00

Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.


R$687.733,23

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$31.000,00

Outros bens móveis


R$21.428,50

Fundo de Longo Prazo e Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDC)


R$5.805,56

OUTROS BENS E DIREITOS


R$10.000,00

VGBL - Vida Gerador de Benefício Livre


R$72.667,65
http://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/candidato/2018/2022802018/DF/70000614515/bens 7/8

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:21 Num. 95535 - Pág. 7
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017512081000000000093726
Número do documento: 18102017512081000000000093726
10/10/2018 Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais

Outros bens móveis


R$15.299,00

Jóia, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, etc.


R$100.000,00

Outros bens imóveis


R$1.820.000,00

Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.


R$49.500,00

Veículo automotor terrestre: caminhão, automóvel, moto, etc.


R$170.900,00

R$94.100.602,57
Total em Bens

TSE - Tribunal Superior Eleitoral 

http://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/candidato/2018/2022802018/DF/70000614515/bens 8/8

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:21 Num. 95535 - Pág. 8
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017512081000000000093726
Número do documento: 18102017512081000000000093726
0123120134 56789
ÿ 99ÿ979ÿÿ967ÿ99ÿ7 7 ÿ9
7 ÿ 97ÿ9

!"#$%&'ÿ)*+,%-%
*%.#/%*0ÿ1+,ÿ2%*"#
3%4%0ÿ1#'#'ÿ3%,+4&3#'
)%4#ÿ56%.&'
78ÿ:;<=>?8ÿ@ABCD;<8ÿEFÿGHÿIHJHKLB;MÿD8>G?G8J;ÿ8;ÿNOPÿ8QBK;RÿSRHÿ<HT8>J8BUÿ8V
BHV?GW>D?8VÿSRHÿ8ÿ@AW>D?8ÿGHÿP?VD8<?X8YZ;ÿGHBBRL;R
ea^¶c5_

[\]^ÿ\]^5__5`a2b]c[dea^]f

ghijklhÿnlopiqhrh
v 1323120134ÿ3s3sÿÿ7t7
7ÿ9ÿ1323120134ÿ010u
ÿxyz{|{y}~ÿy~ÿ~€‚z~ÿ{~ÿƒ|„}‚|}~ÿ…{‚y†ÿ‡ƒ…ˆÿ‰Šyz|„ÿ‹~xŒyÿ‡ƒŽˆ
‚~}‘’ÿ{‘‚yz}ÿy“z{yÿzyÿ”~†•z|yÿ–“‚—x~†yÿ˜™ÿ{ÿš}Š‚~’ÿ‚x~z„}‚‘|‚
‚„|{›zx|y„ÿ{~†|{y„ÿ†yÿ–“›zx|yÿ{ÿ…|„xy†|œyž~ÿ{~ÿƒ…ÿ‡–“Ÿ„ˆ ÿ¡ÿ€—{~
x~ÿyÿ¢y†yÿ{~ÿ~„}‘†yz}ÿy~ÿ£y†¤x|~ÿ{~ÿŽ‘‚|}|ÿx|‚x‘†~‘ÿÿ“‚‘~„ÿ{
¥Œy}„–ÿz„}yÿ„“‘z{y¦¢|‚yÿ‡§¨©§ªˆ’ÿ‘ÿ{|yÿy«„ÿyÿy“z{yÿz~
y„„z}yz}~’ÿ†~xy†|œy{~ÿ‚«¬|~ÿyÿ­y“‘y}|z“y 
®yÿ“‚y€yž~’ÿ‰Šyz|„ÿ¢y†yÿÿ‘ÿ|x‚~¢~zÿy‚yÿ†|}~‚„¯ÿ°£y‚yÿ€~x›„ÿ±‘
Š‘„xyÿ„‘yÿ~‚y{|y’ÿy±‘|ÿz~ÿƒ…ÿ}ÿ}‚‚yÿy‚yÿ†€yz}y‚ÿ‘|}~ÿ}|²~†~’ÿÿz«„
€y~„ÿyz}‚ÿyÿxy„yÿ{ÿ€~x›„ÿ{ÿ³ ÿ–„ÿxy„y„ÿ±‘ÿyÿ–“Ÿ„ÿ{‚‚‘Š~‘’ÿ‘ÿ€~‘
‚x~z„}‚‘|‚ÿx~ÿ‘ÿ{|zŒ|‚~´’ÿ{|„„ 
 229 5'
9 '
&
' -#
µ 
9972 

72
6789
 99979967997 7 9
7  9779

2 32

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:20 Num. 95534 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017511986300000000093725
Número do documento: 18102017511986300000000093725
0123120134 56789
ÿ 99ÿ979ÿÿ967ÿ99ÿ7 7 ÿ9
7 ÿ 97ÿ9

!"#ÿ%#&ÿ'(')*+,#&ÿ-.'ÿ'&*#/#"ÿ0+ÿ(+1#(ÿ1+"'0*+.2ÿ34+.ÿ"#0%#,ÿ%',,.5#,ÿ#
")06#7ÿ8+,-.'ÿ'('ÿ9ÿ")()+0:,)+;7ÿ<#(+.7ÿ#0*'&ÿ%'ÿ+ÿ/=%'+ÿ*',")0#,>
?ÿ#&&'&&+,)#ÿ%+ÿ'"'%'5)&*#ÿ%)&&'ÿ-.'ÿ3#ÿ%'<'&#ÿ%#&ÿ<#"=()#&ÿ-.'ÿ*)/',#"ÿ&.#&
1#&#&ÿ%',,.5#%#&ÿ)0@.&*#"'0*'ÿ8'(#ÿ?A'B&ÿ9ÿ."#ÿ5#0%'),#ÿ%+ÿ1#0%)%#*+;>
?)0%#ÿ%'ÿ#1+,%+ÿ1+"ÿ#ÿ0+*#7ÿC5#0')&ÿ#1,'%)*#ÿ0#ÿ0'1'&&)%#%'ÿ%'ÿ+ÿDEFÿ8#A#,
."#ÿ)0%'0)G#HI+ÿ#+&ÿ8,'@.%)1#%+&7ÿ%'8+)&ÿ-.'ÿ+ÿ1#&+ÿ*)/',ÿ&)%+ÿ#0#()&#%+ÿ8'(#
J,+1.,#%+,)#KD',#(ÿ%+ÿE)&*,)*+ÿF'%',#(>
L.#0*+ÿMÿ8,+"'&&#ÿ%'ÿ8#A#,ÿ#&ÿ1#&#&ÿ%+ÿ8,N8,)+ÿ5+(&+7ÿ#ÿ#&&'&&+,)#ÿ)0<+,"+.
-.'ÿ<+)ÿ."#ÿ3BA.,#ÿ%'ÿ()0A.#A'";>ÿOI+ÿ9ÿ%)06'),+ÿ8,N8,)+7ÿ"#&ÿ%+ÿ+,H#"'0*+
%+ÿA+/',0+>
3PÿQ"'.ÿ%)06'),+Rÿ97ÿ+5/)#"'0*'7ÿ<+,H#ÿ%'ÿ'S8,'&&I+>ÿ?*9ÿ8+,-.'ÿ'('ÿ@:
,'A)&*,+.ÿ'"ÿ1#,*N,)+ÿ-.'ÿ/#)ÿ*,#0&<',),ÿ8#,#ÿ+&ÿ1+<,'&ÿ8T5()1+&ÿ*+%+ÿ+ÿ/#(+,
-.'ÿ*)/',ÿ#ÿ,'1'5',ÿ'"ÿ6+0+,:,)+&ÿA#06+&ÿ8'(+ÿ'&1,)*N,)+ÿ%'('>ÿU&&'&ÿ,'1.,&+&
8+%',I+ÿ&',ÿ.&#%+&ÿ)01(.&)/'ÿ0'&&'ÿ1#&+&;7ÿ)0<+,"+.ÿ#ÿ#&&'&&+,)#>

 229 9 2



9972 

72
6789
 99979967997 7 9
7  9779
02

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:20 Num. 95534 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017511986300000000093725
Número do documento: 18102017511986300000000093725
0123120134 56789
ÿ 99ÿ979ÿÿ967ÿ99ÿ7 7 ÿ9
7 ÿ 97ÿ9

ÿÿÿ
ÿ
ÿ

 229 9 2



9972 

72
6789
 99979967997 7 9
7  9779
2

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:20 Num. 95534 - Pág. 3
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017511986300000000093725
Número do documento: 18102017511986300000000093725
20/10/2018 16:46
04. Vídeo - Ibaneis promete reconstruir casas derrubadas

Tipo de documento: Documento de Comprovação


Descrição do documento: 04. Vídeo - Ibaneis promete reconstruir casas derrubadas
Id: 95483
Data da assinatura: 20/10/2018

Atenção

Por motivo técnico, este documento não pode ser adicionado à compilação selecionada pelo usuário. Todavia, seu conteúdo pode
ser acessado na página 'Detalhes do processo' na aba 'Processos', agrupador 'Documentos'.

Num. 95483 - Pág. 1


Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:15 Num. 95482 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017511379500000000093673
Número do documento: 18102017511379500000000093673
Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal
PJe - Processo Judicial Eletrônico

15/08/2018

Número: 0600929-53.2018.6.07.0000
Classe: REGISTRO DE CANDIDATURA
Órgão julgador colegiado: Colegiado do Tribunal Regional Eleitoral
Órgão julgador: Relatoria Desembargador HÉCTOR VALVERDE SANTANNA
Última distribuição : 13/08/2018
Valor da causa: R$ 0,00
Assuntos: Registro de Candidatura - DRAP - Partido/Coligação
Objeto do processo: Registro de Candidatura - DRAP - Partido/Coligação. Brasília de Mãos Limpas
40-PSB / 43-PV / 65-PC do B / 12-PDT / 18-REDE
Segredo de justiça? NÃO
Justiça gratuita? NÃO
Pedido de liminar ou antecipação de tutela? NÃO
Partes Procurador/Terceiro vinculado
Brasília de Mãos Limpas 40-PSB / 43-PV / 65-PC do B / 12-
PDT / 18-REDE (REQUERENTE)
Ministério Público Eleitoral (FISCAL DA LEI)
Documentos
Id. Data da Documento Tipo
Assinatura
31851 13/08/2018 23:23 Registro de Candidatura - Brasília de Mãos Limpas Petição Inicial
40-PSB / 43-PV / 65-PC do B / 12-PDT / 18-REDE

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:13 Num. 95481 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017511316300000000093672
Número do documento: 18102017511316300000000093672
Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários
DRAP
Enviado eletronicamente à Justiça Eleitoral em 13/08/2018, às 23:15:56
Exmo(a). Sr(a). Juiz(a) Eleitoral,
A coligação ''Brasília de Mãos Limpas'', integrada pelos partidos: Partido Democrático
Trabalhista - PDT, Rede Sustentabilidade - REDE, Partido Socialista Brasileiro - PSB, Partido
Verde - PV, Partido Comunista do Brasil - PC do B, vem, nos termos da Resolução/TSE n.º
23.548/2017, apresentar, juntamente com o(s) requerimento(s) de registro de seu(s)
candidato(s), o Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários, com a documentação e as
informações exigidas, requerendo a Vossa Excelência seja declarada habilitada a participar
das Eleições 2018.
Partidos políticos integrantes da coligação partidária e datas das respectivas
convenções:

Sigla Partido Político Data da convenção


40 - PSB Partido Socialista Brasileiro 05/08/2018
43 - PV Partido Verde 05/08/2018
65 - PC do B Partido Comunista do Brasil 05/08/2018
12 - PDT Partido Democrático Trabalhista 05/08/2018
18 - REDE Rede Sustentabilidade 05/08/2018

Cargos pleiteados:
Governador
Senador
Deputado Federal

Representante da coligação: Título Eleitoral:


Tiago Araújo Coelho de Souza 033376751317

Delegado credenciado: Título Eleitoral do Delegado:

Rodrigo da Silva Pedreira 018788692062


Glauco Rojas Ivo 012002332003
Rodne Galdino de França Freitas 020441382003
Oliver Oliveira Sousa 012195202003

Endereço onde receberá notificações, intimações e demais comunicações da Justiça


Eleitoral:
QUADRA QL 4 CONJUNTO 1, 2, CASA - LAGO SUL, BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL, CEP: 71610-
215

Telefone(s):
Móvel: (61)99678-8103 Whatsapp
Comercial: (61)3364-2205

Correio Eletrônico:
advocacia@gabrielarollemberg.adv.br

Relação de candidatos às eleições majoritárias:


Cargo Nome do candidato Número
Governador RODRIGO SOBRAL ROLLEMBERG 40
Vice-Governador EDUARDO DUTRA BRANDÃO CAVALCANTI 40
Senador FRANCISCO LEITE DE OLIVEIRA 180
Senador LEILA GOMES DE BARROS RÊGO 408
1o Suplente ALVARO SILVEIRA JÚNIOR 180
Senador
Quantidade de registros: 5

1/2

Assinado eletronicamente por: Sistema de Candidaturas - 13/08/2018 23:23:34 Num. 31851 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18081323233400000000000031412
Número do documento: 18081323233400000000000031412

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:13 Num. 95481 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017511316300000000093672
Número do documento: 18102017511316300000000093672
Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários
DRAP
1o Suplente LEANY BARREIRO DE SOUSA LEMOS 408
Senador
2o Suplente DJACYR CAVALCANTI DE ARRUDA FILHO 180
Senador
2o Suplente MARIA IVONETE GOMES DO NASCIMENTO 408
Senador
Quantidade de registros: 8

Relação de candidatos às eleições proporcionais:


Cargo Nome do candidato Número
Deputado Federal THAYNARA MELO RODRIGUES 1808
Deputado Federal ADRIANA BARBOSA ROCHA DE FARIA 1819
Deputado Federal MARIA DE LOURDES ABADIA 4012
Deputado Federal RAYSSA LEITE DE CASTRO TOMAZ DA SILVA 4333
Deputado Federal ANA MARIA PRESTES RABELO 6565
Deputado Federal WANDERSON MAIA NASCIMENTO 1212
Deputado Federal ESTÉFANE CELIS ARAUJO 1221
Deputado Federal LEIRSON TRIGUEIRO MATOS 1234
Deputado Federal JOSE GADELHA LOUREIRO 1236
Deputado Federal MAURÍLIO BRAZ SANTANA JUNIOR 1800
Deputado Federal OLAVO BATISTA DA SILVA 1813
Deputado Federal LEOCLIDES MILTON ARRUDA 1818
Deputado Federal ANGELO SARAIVA DONGA 1881
Deputado Federal MARCOS DE ALENCAR DANTAS 4040
Deputado Federal ISRAEL MATOS BATISTA 4343
Deputado Federal MANOEL ALVES DA SILVA FILHO 6544
Quantidade de registros: 16

DISTRITO FEDERAL, 13 DE AGOSTO DE 2018.

Tiago Araújo Coelho de Souza


CPF - 61787914291
Título Eleitoral - 033376751317
Representante da coligação

* Declaro, para os devidos fins, que as informações contidas no presente Demonstrativo de Regularidade
de Atos Partidários DRAP são verdadeiras e assumo o compromisso de apresentar, quando solicitado pela
Justiça Eleitoral, os comprovantes originais.

Assinado eletronicamente por: Sistema de Candidaturas - 13/08/2018 23:23:34 Num. 31851 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18081323233400000000000031412
Número do documento: 18081323233400000000000031412

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:13 Num. 95481 - Pág. 3
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017511316300000000093672
Número do documento: 18102017511316300000000093672
Scanned with CamScanner

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:12 Num. 95480 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017511166700000000093671
Número do documento: 18102017511166700000000093671
Em anexo.

Assinado eletronicamente por: CASSIO THITO ALVARES DE CASTRO - 20/10/2018 17:51:11 Num. 95473 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102017511073900000000093664
Número do documento: 18102017511073900000000093664