Você está na página 1de 1

Mary douglas pureza e perigo

“Tentei demonstrar, nesta obra, que os rituais de pureza e de impureza dão uma certa unidade
à nossa experiência. Longe de serem aberrações que afastam os fiéis do fim da religião, são
actos essencialmente religiosos. Por meio deles, as estruturas simbólicas são elaboradas e
exibidas à luz do dia. No quadro destas estruturas, os elementos díspares são relacionados e as
experiências díspares adquirem sentido. “ p. 7