Você está na página 1de 4

Resumos de Filosofia

A adolescência como a idade mais adequada no início do estudo da Filosofia:

-Os psicólogos consideram que os adolescentes estão capacitados para refletir criticamente
sobre aquilo que os rodeia; Podendo desenvolver pensamentos abstratos;

-Na adolescência começa-se a construir autonomia 1,pondo em causa normas e valores até
então seguidos;

-Começa-se a tentar encontrar respostas para problemas como:

-“Quem construiu o universo?”

-“O que é Deus?”

-Na adolescência começa-se a tentar encontrar respostas para problemas relacionados


com o sentido do homem e da vida (exercício de pensamento reflexivo e critico);

Reconhecer a filosofia como saber

-Não basta construir novas ideias sobre as coisas, o filósofo tem que apresentar os
fundamentos do que afirma de uma forma coerente e sistemática, utilizando uma linguagem
rigorosa.

Indicar três aceções correntes do tempo filosófico

-os seres humanos que se portam serenamente em face dos acontecimentos, apresentando
um atitude confiante de quem espera que tudo se resolva pelo melhor;

-pessoas que vivem alheadas2, completamente á margem das realidades quotidianas, passando
de uns sonhadores, a viver nas nuvens e a arquitetar, com ideias utópicas 3;

-pessoa que investiga a existência humana vindo a publicar as conclusões a que chega, com
teorias gerais consideradas obras filosóficas;

1
Pensar de forma individual
2
Absorto nos próprios pensamentos; distraído
3
Idealistas
Apresentar a etimologia da palavra filosofia

-Philos: amigo

-Shofia: sabedoria (ama o conhecimento/a sabedoria;

procura/deseja a verdade)

Caracterizar a filosofia como a atitude interrogativa

-a filosofia interessa ao homem por tratar de questões essenciais, relacionadas com o sentido
da sua vida.

Caracterizar a filosofia como a atitude critica

-interessa por desenvolver competências de análise, úteis em variadíssimas circunstâncias e


aplicáveis nos mais diversos domínios do saber e da ação.

Explicar o caráter argumentativo da atividade filosófica

-Designa o raciocínio mediante o qual se tenta provar ou refutar uma tese, convencendo
alguém da verdade ou falsidade da mesma, sem o recurso a constatações empíricas. Em lógica
entende-se por uma sequência de enunciados, um dos quais é a conclusão e os outros as
premissas, os quais provam ou evidenciam a legitimidade da conclusão.

-Produção de afirmações destinadas a sustentar ou a apoiar uma conclusão

Definir pensamento argumentativo

-processo lógico de construção e avaliação de afirmações de modo a distinguir as que são


racionalmente credíveis daquelas que o não são.

Mostrar o papel dos argumentos no contexto da Filosofia

-A atividade filosófica implica o desenvolvimento das capacidades argumentativas, valiosas na


classificação de conceitos e na justificação de afirmações a que recorremos no dialogo com o
outros;

-A atividade argumentativa no pensar filosófico não é exclusiva dos filósofos, sendo útil a
qualquer pessoas independente mente da idade sexo condição social que exerça;
Distinguir os dois sentidos do termo argumento

-conjunto de proposições em que uma delas, a tese se apresenta sustentada pelas outras

-afirmações que abonam uma posição ou uma tese

As disciplinas filosóficas que contam da classificação tradicional

-pag.27

A Filosofia é A Filosofia não é

-uma atitude que se caracteriza pelo desejo -um saber definitivo

de encontrar o sentido das coisas e do homem -não tem como estudo o todo mas sim o particular

-a procura de respostas a perguntas como:

-“Quem Somos?”

-“Para onde vamos?”

-“Que valores devemos seguir?”

-Tem como objeto de estudo o universo

(englobante)

Reconhecer o caráter discursivo do trabalho filosófico

-A filosofia é uma atividade dialógica

-e sempre de algum discurso de alguém que fala de alguma coisa e que deseja transmitir a
outras pessoas aquilo que pensa

-identificar e avaliar esses discursos, considera-los bons ou maus, fáceis ou difíceis,


significativos ou sem interesse, implica a analise das palavras e das frases;

-a filosofia constitui-se, pois, como um discurso (o discurso filosófico o qual implica o exercício
de competências simultaneamente racionais e linguísticas
Indicar as condições a que obedece o modo de pensar argumentativo:

 Este modo de pensar implica que se verifiquem as seguintes condições

-ser evidenciada a tese (na argumentação é essencial a presença de uma ou mais


afirmações que traduzam a opinião ou o que alguém pensa acerca um determinado tema)

-Serem apresentados argumentos (por mais assertivas que sejam as teses , só


possuíram valor se forem acompanhadas de outras afirmações que lhe garantam fundamento)

-haver articulação lógica entre as afirmações (entre teses e argumentos tende a existir
um nexo lógico que garanta que as teses se relacionam com os argumentos

Caracterizar os elementos integrantes de um texto argumentativo

 Tema (também designado por objeto o tema é o objeto do discurso é aquilo sobre que
versa o texto)
 Tese /Hipóteses/Teoria /Opinião (diz respeito á posição ou perspetiva particular
assumida pelo argumentador quanto ao tema/problema)
 Corpo Argumentativo/Argumentos (é o conjunto de argumentos que apoiam ou
sustam a tese respeitando a todo tipo de razões que visam levar a sua aceitação)
 Conclusão (síntese final que condensa a tese e pode aludir de modo sintético aos
argumentos mais significativos)