Você está na página 1de 144

@

BLUMENAU ~
arte, cultura e as histórias de sua gente
BLUMENAU
arte; cultura e as histórias de sua gente
_____ (1850 -1~8~

VOLUMEI
BLUMENAU
arte, cultura e as histórias de sua
Capa:
Telomar. Florêncio

DigitaçiolEditoraçlo Eletcônica:

Nelson Gomes Capello Júnior

Revisão:
Alfredo Scottinnir e Vilson Nassimento
CG161759

"Somente éfeliz um povo que sabe perpetuar na posteridade as


Catalogação Biblioteca Dr. Fritz, Müeller tradições e os costumes recebidos dos seus antepassados!"
Pedro Calmon
981.642
K84b
Kormann.t Edith
Blumenau: arte, cultura e as, histórias: de sua gente
(1850-1985)/Edith. Konnann. -- Os Colonizadores do Vale do Itajai, além das esperanças de um
futuro melhor na pátr.ia adxuiva, trouxeram em sua bagagem o
4 vols.: il.-- instinto natural de associar-se, sua cultura e seus maravilhosos
pendores artísticos. Blumenau e todo o Vale do Itajai cresceram
1, Blumenau-História 2. Cultura Blumenauense 3. Arte
embalados pelas saudosas canções da pátr.ia distante, pelas' alegres
Blurnenauensc L Ti tulo II. série
peças' teatrais, seufolalore, poesias' e cenas burlescas e ao sabor dos
© Diseitos Resexvados Impresso no Brasil concertos dos conjuntos musicais (bandinhas) que alegravam os
eventos da comunidade.

Edição da Autora
No decorrer do histórico é comum aparecerem nomes alemães
Apoio: alterados e também abrasileirados: Louis - Luiz - Luís; Karl - Carl -
FUNDAÇÃO CATARINENSE DE CULTURA Carlos; Wilhelm - Guilherme; Kurt - Curt; Hermann - Germano e
muitos outros,fato oriundo, geralmente, do envolvimento daspessoas
Av. Rio Branco, 378 - 4°,5° e 6° andar.
com cargos públicos, e a nacionalização/Blumenau.
CEP 88015-20 I - Florianópolis - SC

rol;[ ~ 818!")TE(- aMIIM


. --f.. --. I
BLL - f!!N

r<:i~loqIqq]),
VOLUMEI

Dr. Blumenau . 13

Histórico de Blumenau.......................................................... 32
- O Vale do Garcia 168
- O Grande Vale das Itoupavas 200
- O Vale da Velha :....................... 253
- O Vale do Testo e Outros 265
- Bom Retiro............................................................................ 274

VOLUME II

Os Templos de Oração.......................................................... 13
Os Nosocômios (Saúde Pública) .........................•................ 75
O Ensino em Blumenau ••••••••••••••••••••.•••••••••••••••••.•••••••••••••••••••• 100
- Colégio Franciscano Santo Antônio 115
- Conjunto Educacional Pedro II 133
- Colégio das Irmãs da Divina Providência 153
- SENAI e SENAC................................................................... 159
- Cursos "Dr. Blumenau'' 161
- Pontinho Estw.lantil................ 162
- Festas Escolares........ 200
- Festa das Crianças "......... 200
- Escotismo........................ 163
Navegação Fluvial................................................................. 176
- Estrada de Ferro Santa Catarina 190
- A Tenacidade dos Construtores das Rodovias 205
- Aviação e o Aero Clube de Blumenau 211

VOLUME III

- Literatura.................................................... 13
- Teatro....................... •••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••
91
S. D. M. Carlos Gomes. Balé. Clube Germânia 115
- Canto 183
Sociedade de Canto Germânia 192
Sociedade de Canto Liederkranz ; de Blumenau 203
Sociedade Recreativa e Cultural Lyra , 209
Liga Cultural e Recreativa Vale do Itajaí..; 214
- Músic a...... ••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••
•••••••••••••••••••
••••••••••••••••227
HINO
Musikkapellén'{bandas __ de música) 231
O Club Musical. 265
Sociedade Musical Lyra de Blumenau 271
Conservatório de Música "Cun Hering'' 274
- Os Italianos no canto, música e teatro .• •.• 282

VOLUME IV

- Artes Plásticas.......... 13
Amsanato............. 44
Fotografia. 45
Cilílema.................................................................................... 54
Folc1ore. 83
Os Nossos Indígenas...................................................... 92
As Cartas. dos Imigrantes (Filatelia)....................................... 97
As Edificações no Contexto Histórico................................... 101
Centro Cultural "25 de Julho" 108
Praça Governador "Hercílio Luz" 110
Fundação Casa "Dr. Blumenau" 125

- Es po rtes... 135
Tabajara Ténis Clube...................... 138
SkGt............. 146
Associação Ginástica Blumenau............................................ 148
O Futebol. _.......... 155
Clubs, Náutico América.......................................................... 159
Clube de Aviação sem Motor Blumenau................................ 162
Bela Vista- "Country Club" 167
SESC...... 170
SES! :....... 173
Guarnições. Militares.............................................................. 178
Nacionalização.. 187
HINO

t--.- ..•

Dr. Blumenau
*1819 - 'Íi'1899
DOUTOR BLUMENAU

fundador da cidade, Hennann , Bruno 000 B'lumenau,

O nasceu
dezembro
em Hasselfeld-Alemanha, , no dia 26 de
de 1819, filho mais moço do engenheiro
florestal Karl Friedrich Blumenau e de sua esposa
Christiane Sofie Kegel.. Cursou as primeiras letras na sua cidade natal,
sendo confiado em 1829 ao pastor Gõtting, na localidade de Klein-
Wianigstedt, para prepará-lo para a admissão ao ginásio, época em
que uma grave doença o deisou meio surdo para sempre. Confirmado
em 1834, foi matsiculado no Ginásio Martino-Katharineum de
Braunschweig, Por determinaçãa paterua em 1836, interrompeu os
estudos para ser aprendia; na farmácia de Hampe coahecido Botânico
e musgólogo em Blankenburg e que se dedicava ao comércio de ervas
medicinais e na qual tiaha que trabalhar na primavera desde as quatro
horas da madnngada até as onze horas da noite. Concluiu seu
aprendizado na farmácia de Koch em Erfun, com brilhantismo.
Viajou a pé pela Boémia" Alta. Áustria, Salzburg e Gastein, passando
por Saalfeld e Passau, foi a ErfULt" regressando a Hasselfeld onde
trabalhou na farmácia Gerhard e em Salzufeln na farmácia Brandes.
Em 1842 foi convidado para participar como sócio da fábrica de
produtos químicos que Hennann Trommsdorf instalara em ErflUÍ. Na
casa da família Trommsdorí, Blumenau conheceu e travou relações
com o sábio Alexander von Humboldt e com o célebre naturalista., Dr.
Fritz, Mueller, que, como ele, tinham pendor para a botânica e
ciênsias naturais. O convívio com Humboldt, o viajante e Fritz
Muel1er, o observador, desperraram., em Blumenau idéias de emigrar
para o Brasil, idéias que amadureceram _ numa viagem a Londres a
serviço da fábrica Trommsdorf, quando foi portador de cartas do
químico Justus von Liebig ao professor de química Thomas Graham,
Na ocasião, Blumenau conheceu Johann Jakob Sturtz, Cônsul Geral,
do Império do Brasil na Prússia e encarregado de atrair emigrantes
para o BrasiL. Mais tarde, Sturtz, criou sérios problemas ao Doutor
Blumenau. Ao voltar de Londres, Blumenau desligou-se da fábrica
Trommsdorf, matriculando-se no curso de química da Faculdade de
Filosofia da Universidade: de Erlangen, doutorando-se em 1846,
defendendo tese sobre a1calóides. Durante seus estudos entrou em
contsto com o sábio von Martins e com obras sobre o BrasiL. Após 11

13
publicação do escrito "Emigração e Colonização Alemãs", através do espaço onde foram colocados com cuidado os instrumentos agrícolas
Barão Alexander von Humboldt, Blumenau entrou em entendimentos que iam abrir caminho". Saíram à tarde, quando o sol caía no
com a "Sociedade de Proteção aos Imigrantes Alemães no Sul do horizonte, deixando Itajaí para trás, remando horas e horas, quando o
Brasil" que o nomeou seu procurador para estudar as condições dos Doutor Blumenau resolveu fazer uma parada, era Gaspar, que
Colonos e as possibilidades de novas colónias alemãs no sul do t~J1lpém foi o último ponto de referência antes de entrarem no Vale.
Brasil.. No dia 30 de março de 1846, Blumenau embarcou no veleiro Entretanto, a entrevista; de Manoel Tomaz, referente a sua
"Johannes" para o Brasil e após três meses de viagem apertou no Rio participação na primeira viagem de canoa carece de fundamento,
Grande do Sul, seguindo para Santa Catarina e depois para o Rio de porquanto na época, Manoel Tomaz, contava oito anos de idade e o
Janeiro onde permaneceu de agosto de 1846 até abril de 1847, Doutor Blumenau não levava Julio Bouganh, Marcos Esperem e
entregando tanabérn cartas de recomendações à autoridades do Augusto Keledra.
Império. Para verificar. a situação dos Colonos alemães voltou a Santa Subindo o rio depararam nas margens com as propriedades dos
Catarina e ao Rio Grande do SuL No Rio Grande do Sul visitou São Flores, a Colônia Belga, Pocinho e Belshior, bem como dos Colonos
Leopoldo e outras colónias alemãs e em Santa Catarina trocou idéias alemães provenientes da Colônia de São Pedro de Alcântara, como os
sobre colonização com o Presidente Ferreira de Britto em Desterro e Schrarnm, Deschamps, Wagner, Lukas, Zimmermann e outros. As
em São Pedro de Alcântara, fundada em 1829, com Colonos que famílias Wagner e Lukas tinham boas casas, roças e engenhos de
forneceram informações sobre as terras férteis do Vale do ltajaí.. Após açúcar no local hoje coahecido como "Capim Volta". Ao chegarem à
a viagem, a pé, do Desterro à Freguesia do Santíssimo Sacramento do barra do Ribeirão da Velha, desceram e armaram acampamento. No
Itajaí, adoeceu, tendo que voltar por via marítima até Desterro. dia seguinte, depararam com a queda d'água do Salto e resolveram
Retomou ao Rio Grande do Sul para observações, voltando ao Rio de separar-se. Hackradt explorava o rio do Testo, Itoupava e outros,
Janeiro decidido a explorar as terras do Vale do Itajaí., enquanto o Doutor Blumenau acompanhado de Angelo Dias
Associou-se a Ferdinand Hackradt e do Desterro então capital da continuou até Subida, entrando no rio Benedito até a foz do rio dos
Província, seguiram, para a freguesia do Santíssimo Sacramento do Cedros. O resultado da expedição culminou com uma proposta de
Itajahy, onde foram supridos por Agostinho Alves Ramos, de víveres, colonização do Vale do Itajaí apresentada pelo Doutor Blumenau em
embarcações e um guia. Nos primeiros dias de 1848, iniciaram a nome da Sociedade de Proteção aos Imigrantes Alemães no Sul do
subida de canoa, acompanhados de mais um canoeiro. O Doutor Brasil.. A proposta inicialmente aprovada, foi posteriormente rejeitada
Blumenau, após explorar as terras, estava satisfeito e resolveu voltar .. pela comissão especial constituída na Assembléia do Estado, que
A possível participação dos canoeiros Silvério Francisco Ramos, . apesar de concordar com o Presidente Ferreira de Britto, apresentou
nascido em 1826 e falecido aos 110 anos em 1936, e Desidério Rosa, um substitutivo ao projeto que foi rejeitado em segunda votação,
nascido em 1830 e falecido aos 99 anos em 1929, escravos fazendo com que o secretário da Assembléia Legislativa,
alforriados, arregimentados em Itajaí, conhecidos como os negros encaminhasse ao Presidente Ferreira de Britto um oficio comunicando
mais valentes da época, na primeira viagem do Doutor Blumenau ao "que a Assembléia Legislativa rejeitou o projeto de lei sobre a
Vale do Itajaí são destituídas de fundamento. Entretanto, poderiam ter colonização proposta.. pelo Doutor Blumenau, como representante da
impulsionado a balsa que trouxe os primeiros imigrantes. Companhia Protetora dos Imigrantes Alemães no Sul do Brasil,
O jornal "A Nação" de Blumenau, publicou no dia 22 de abril de estabelecida na cidade de Hamburgo, e julgando a mesma Assembléia
1945, uma entrevista com Manuel Tomaz de 105 anos de idade no que V. Excia. pelas disposições dos decretos provinciais n° 49, de 15
qual ele conta. ter participado da primeira viagem de canoa do Doutor de janeiro de 1836 e n° 79 de 2 de maio de 1839, está autorizado a
Blumenau e outros companheiros na tosca e frágil canoa "João entrar em contato com qualquer particular, ou companhia que
Sacaven". Segundo o relato deixaram Itajaí na canoa "onde somente empreenda a colonização da Província, espera que V. Excia. o fará
sobrava além dos alimentos necessários à demorada expedição e dos com o sobredito Blumenau
objetos indispensáveis para instalação dos ranchos, um pequeno

14 15
A decisão governamentaL e a dissolução da Sociedade Protetora Sallenthien, Paul Kellner, Julius Ritscher, Karl Wilhelm Friedenreich,
dos Imigrantes Alemães no Sul do Brasil, apesar de abalarem o esposa Minna e as filhas Clara e Alma, Daniel Pfaffendorf, Friedrich
Doutor Blumenau fez com que organizasse a sociedade particular sob Riemer, Friedrich Geier, Erich Hoffman, Andreas Kohlmann e
a razão social "Blumenau & Hackradt'', que adquiriu nas imediações esposa, Johanna Kohlmann e as filhas Maria e Christine, Andreas
do ribeirão Garcia uma gleba de terras, a qual foram incorporadas- Boettscher), que após passarem alguns dias na Alfândega chegaram a
outras, adquiridas de particulares, perfazendo o total de 155.000 ltajaí num iate, e numa balsa improvisada a Belchior, no dia 2 de
jeiras, Após ter conseguido, em junho de 1848, do Presidente da setembro de 1850, sendo transportados por Hackradt e dois caboclos
Província Ferreira de Britto, permissão para demarcar as terras nas até a foz do ribeirão da Velha, Na ocasião alguns imigrantes foram
imediações do ribeirão Garcia (sem título definitivo) o Doutor abrigados na casa do Doutor Blumenau e outros alojados em ranchos
Blumenau mandou para Hackradt que ficara na barra do ribeirão da próximos, inclusive seu sobrinho Reinhold Gaertner, Posteriormente,
Velha" instruções e dinheiro para instalar a Colônia e pagar a foi constrnído um rancho para abrigar de 80 a 100 pessoas para alojar
construção de ranchos, engenhos, roças e adquirir terrenos vizinhos futuros imigrantes até construírem suas casas. Hackradt que ficara
particulares. Em setembro, o Doutor Blumenau embarcou para a encarregado de preparar o local para receber os primeiros imigrantes
Alemanaa, chegando a Hamburgo em novembro, tratando logo de era negligente, não correspondendo à confiança que o Doutor
aliciar, colonizadores, o que foi ditlcil, principalmente após a Blumenau nele depositara. Insistindo em retirar-se da sociedade
publicação em 1836, na Alemanha, do livro de Theodor Bêsche que pediu, além do capital na sociedade, juros e gratificação pelos
esteve no Brasil alguns anos servindo no batalhão de alemães, o 3 ° de serviços prestados, apesar da serraria mal constrnída que estava
Granadeiros, aquartelado na Praia Vermelha e que criticava e prestes a rnir, as plantações quase nulas e o pasto invadido por ervas
ridicularizava os nossos homens e coisas dizendo que: "Tudo o que a daninhas.
natureza fez no Brasil é bonito e admirável; tudo que o homem fez Com a saída de Hackradt em 15 de outubro de 1850, o Doutor
não vale nada". Após muitos esforços, o Doutor Blumenau conseguiu Blumenau tomou-se o único proprietário da empresa. Em 1851, o
dezessete patrícios, contando com seu sobrinho Reiahold Gaertner Doutor Blumenau foi para o Rio de Janeiro e conseguiu o empréstimo
que o auxiliou muito nos primeiros anos da Colônia e a que~ confiou de dez contos de réis do Governo Imperial, com um termo de contrato
o embarque dos dezesseis colonizadores. Voltando para o Brasil, ao bastante rigoroso, cujo texto é o seguinte: "Termo de contrato e ajuste
.desembarcar no Rio de Janeiro foi à casa do seu amigo Schsoeder,
I que na forma da autorização conferida pelo Artigo quarenta e oito da
onde lhe entregaram várias, cartas, três com notícias desagradáveis, a Lei número trezentos e setenta e nove, de dezoito de setembro de mil
morte de seu pai, a notícia do seu fracasso amoroso (a moça com que oitocentos e quarenta e cinco faz o Governo Imperial com o Doutor
pretendia casar-se teve medo de viajar para o Brasil) e a carta, de Hermann Blumenau para a importação e estabelecimento de famílias
Hackradt pedindo dinheiro, dizendo ainda deixar a sociedade. As alemãs, que contenham pelo menos duzentos Colonos, debaixo das
canas fizeram o Doutor Blumenau despachar seus negocies e seguintes condições:
embarcar num veleiro, que ao transferir sua hora de partida, deixou o 1° - O Empresário Doutor Hermann Blumenau se obriga a fundar
Doutor Blumenau no Rio de Janeiro, ficando sua bagagem a bordo. O em terras de sua propriedade, sitas à margem do rio Itajaí Grande, na
Doutor Blumenau tentou alcançar o veleiro com um bote, porém foi Província de Santa Catarina, uma Colônia agrícola e industrial
obrigado a voltar. seguindo somente quatorze dias depois, composta de famílias alemãs, por si e seus agentes engajados na
encontrando toda sua bagagem jogada num quintal exposta.. às Europa, que contenham pelo menos duzentos Colonos.
intempéries, as plantas perdidas e o resto da bagagem desfalcada e 2° - Para os gastos da importação dos referidos Colonos se
estragada, Doutor Blumenau chorou de raiva. Com todos esses obriga o Governo Imperial a adiantar desde já ao Empresário a
problemas, chegaram à capital da Província, a bordo do veleiro quantia de dez contos de réis, correndo porém, por conta e risco do
"Christian. Mathias Schroeder" os 17 primeiros imigrantes mesmo Empresário, todas as despesas que fizer tanto com a
contratados pelo Doutor Blumenau (Reinhold Gaertner, Franz: impor-tação dos Colonos, como a fundação e estabelecimento da

16 17
Colônia, sem que em tempo algum possa reclamar do Goveruo algum cumprir o art. 6° do contrato. Em 1850 entraram os primeiros
outro auxílio ou indenização, que não seja o adiantamento que ora lhe dezessete imigrantes, em 1851-8; 1852-110; 1853-28; 1854-139;
faz, dos mencionados dez contos de réis. 1855-41; 1856-294. Destes aproximadamente 30% não
3° - O Empresário se obriga a reembolsar a quantia aSSIm permaneceram na Colônia.
adiantada em três pagamentos, os dois primeiros de três contos de réis Em situação precária, o Doutor Blumenau conseguiu empréstimo
e o terceiro de quatro, por letras que aceitará a dois, três e quatro de amigos e particulares até receber a quantia aproximada de oito mil
anos; hipotecando desde já a segurança do reembolso todas as terras e thalers, provenientes da sua parte na herança que lhe coube pelo
estabelecimentos, que possui à margem do rio Itajaí Grande. falecimento do seu pai. No Rio de Janeiro, comprou maquinaria para
4 ° - O Governo Imperial fiscalizará se são fielmente executadas um engenho de açúcar, e num leilão, algumas colmeias de abelhas, 75
as condições dos contratos celebrados entre o Empresário e os mudas de frutas provenientes do sul da França. Despachou o que
Colonos, sendo para esse fim obrigado o Empresário a remeter à havia adquirido no valor de dois mil thalers aos cuidados de um
Secretaria de Estado dos Negócios do Império, uma cópia das amigo, num brigue, com destino a Santa Catarina, seguindo alguns
condições do contrato, que fizer com cada Colono, e a enviar todos os dias depois, porém o brigue foi aprisionado por um vaso de guerra
semestres por intermédio da Presidência uma exata e fiel exposição inglês e levado para Santa Helena, apesar de não traficar escravos.
do estado da Colônia. Depois de muitas reclamações, conseguiu reaver duas colmeias e
5° - Obriga-se mais o Empresário, logo que a Colônia esteja umas três plantas, porém, perdeu o engenho de açúcar .. Referindo-se a
definitivamente fundada, a manter nela uma escola de primeiras letras notícia da morte da mãe que recebeu antes de embarcar para o Rio de
para o ensino da mocidade, e a proporcionar aos Colonos os meios Janeiro, o Doutor escreveu numa carta a um amigo "Tal foi minha dor
necessários para a prática dos exercícios religiosos, tendo o maior que, por muito tempo, deixei-me invadir de uma apatia e um
cuidado em que não falte o pasto espiritual, principalmente aos que desânimo que não sei como não me perdi".
professarem a religião católica. Com os imigrantes de 1852, chegaram a Colônia, o sábio Dr.
6° - Dentro do prazo de dezesseis meses, contados da data do Fritz Mueller, seu irmão August e o professor Ferdinand Ostermann.
presente contrato, terá o Empresário importado cinqüenta Colonos, No mesmo ano, foram abertas picadas à margem direita do
dentro de dois anos cem e no fim de três anos terá importado pelo ribeirão Garcia e em 28 de agosto, distribuídos os primeiros dez lotes
menos duzentos, e estará a Colônia definitivamente montada, sob de terras entre os Colonos. Também foi iniciada a abertura de uma
pena de ser obrigado ao imediato reembolso da soma adiantada, picada que partia da barra do ribeirão da Velha, seguia até Salto
dando-se por vencidas todas as letras que ainda o não estejam. Em fé Weissbach, acompanhando a margem direita do rio Itajaí, hoje rua
do que se lavrou este Termo, assinado pelo Ilustríssimo e São Paulo. De 17 a 19 de outubro de 1852, o Doutor Blumenau
Excelentíssimo Senhor Visconde de Montalegre, Conselheiro de recebeu a visita do Diretor da Colônia Dona Francisca (Joinville),
Estado, Presidente do Conselho de Ministros, Ministro e Secretário de G.W. Schroeder em companhia de Otto Niemeyer que subiram o rio
Estado dos Negócios do Império, e pelo dito Empresário Doutor de canoa. Em dezembro desse mesmo ano, quando o Doutor
Hermann Blumenau, nesta Secretaria do Estado de Negócios do Blumenau achava-se no Desterro, sua propriedade foi atacada por
Império,'; em vinte e um de fevereiro de mil oitocentos e cinqüenta e J !. - --, 1 e Ostermann escreveu uma carta ao Doutor Blumenau,
um. - Visconde de Montalegre. - Dr. Hermann Blumenau. " datada de 29 de dezembro de 1852, narrando o acontecido: - "Velha,
Os termos do contrato demonstram as dificuldades enfnentadas 29 de dezembro de 1852. Prezado Senhor Doutor. - Um importante
pelo Doutor Blumenau com a falta, de elementos dispostos a virem acontecimento obriga-me a escrever-lhe esta carta. Ontem à tarde,
para a Colônia em face da propaganda negativa pregada, inicialmente depois da hora do descanso e de haver tomado café, fui ao jardim
por Theodor Bõsche, e depois por Johann Jakob Sturtz, destituído das plantar feijão, enquanto os meus companheiros Schramm e Toepsel se
funções de Cônsul Geral do Império do Brasil na Prússia. Segundo ocupavam em limpar as suas espingardas e em recarregá-Ias.
estatísticas, somente no ano de 1856 o Doutor Blumenau conseguiu Enquanto estavam nesse mister, ainda brincavam dizendo: 'Se os

18 19
,..
Jffi(hll

bugres vierem nos atacar, estamos às ordens'. De repente OUVIram. estado gravissimo, Mandei, sem demora, chamar o senhor
gritos vindos da roça de mandioca. Schramm foi ao dormitório, que Friedenreich, para ver o moribundo. Antes porém de ele chegar, o
ficava em cima, para ver o que se passava e viu três bugres no alto do bugre faleceu. Era uma figura alta, robusta. Tinha aproximadamente
rancho de secar tijolos e telhas. Tomou rapidamente da espingarda 20 anos e, no lábio inferior, trazia um pedaço de madeira,
carregada e correu em direção aos bugres. Estes recuaram um pouco. caracterjstica da tribo dos botocudos. Transportamos o cadáver e
Neste momento, aos chamados de Schramm, deixei o jardim e entrei demos-lhe sepultura. Avisei o comandante do destacamento dos
em casa. Schramm procurou, então, falar aos bugres, por mímica, soldados de Belchior para mandar percorr.er os vales do 'Velha' e do
largando a espingarda no chão mostrando-lhes um ramo verde como 'Garcia'. Comunicando estes fatos, observo que aqui continuamos
sinal de paz. Os três bugres conferenciaram entre si. O cacique, que se sempre com coragem e trabalhando para adiantar a Colônia.
achava dentro da plantação e dali dirigia o assalto, ordenou-lhes e Esperando suas ordens, ou seu pronto regresso, subscrevo-me com
mais a outros que se achavam escondidos, que atacassem a casa e os estima (ass.) F. Ostermann".
moradores. q ~~gr~.~! 1vançaram e Schramm levantou a arma do O Doutor Blumenau, sua empregada Lisette, filha de Hertnann
chão. Nesse rnrenrn ;IOepsel havia carregado as restantes espingardas Schrarnm, Ostermann e Gaertner moravam nos ranchos da barra do
existentes. Eu e a criada Lisette, 9~lí~~~ 11 muito assustada, ribeirão da Velha, propriedade particular do Doutor Blumenau e que
apressamo-nos em ir de canoa até a éfi10ót'a"{flltã""'d5Garcia", para não fazia parte da concessão obtida do Governo Provincial.,
chamar os homens ali ocupados. No lugar "Velha" achavam-se, no Em 1853, com os imigrantes chegaram Hermann Wendeburg,
momento do assalto, só quatro homens. Embarcamos na canoa sete Julius Baumgarten e Franz Keiner, primeiro farmacêutico da Colônia,
homens, entre os quais Fritz Deschamps e Friedenreich. Os restantes formado em Weimar e que veio com a esposa e uma filha,
seguiram por terra até a "Velha". Quando chegamos perto do lugar do estabelecendo-se em 1854.
assalto, ouvimos alguns tiros. Schramm e Toepsel tinham recuado de O excesso de trabalho, os desgostos, quase levaram o Doutor
propósito, até o sótão da casa nova para animar os bugres a se Blumenau a desistir dos seus planos de colonização, porém, a
aproximarem. Existia pouca pólvora e chumbo e era preciso gaahar perseverança fez com que seus objetivos se concretizassem e em
tempo até que chegassem os homens do "Garcia". Cinco bugres princípios de 1854, foi para o Rio de Janeiro a fim de solicitar novos
aproximaram-se apressadamente da casa, entraram na sua sala, adiantamentos, comprometendo-se em trazer, nos próximos dez anos
examinaram a mobília e começaram a carregar, com muita alegria, para a Colônia, quatro mil Colonos europeus, constrnir a estrada entre
tudo quanto lhes parecia bom. Ressoou, neste momento, um tiro, a Colônia e o porto de Itajaí e um caminho para a serra até encontrar a
partido do sótão da casa e um dos bugres foi ferido no ombro. O estrada que ligava São Paulo e Curitiba até a Província de São Pedro.
ferido e os demais assaltantes, com gritos e lamentos, abandonaram, No dia 11 de janeiro de 1854, na corte, escreveu uma carta a um
precipitadamente a casa, entrando na roça de mandioca. Enquanto amigo na Alemanha, referindo-se muitas vezes ao seu amigo e
fugiam, atiraram muitas flechas, visando os atacantes das janelas da naturalista Dr. Riedel, que explorou o norte do Brasil, que o auxiliou,
casa, felizmente sem ferir ninguém. Schramm e Toepsel atiraram e que velho e cansado se encontrava no Rio de Janeiro.
também contra os fugitivos, ferindo dois deles. Um caiu, mas Escreveu, também, que assim que o governo o auxiliasse,
auxiliado por seus companheiros; pôde entrar. na roça de mandioca e, voltaria aos estudos, usando os aparelhos de astronomia,
dali, no mato. Como já fosse noite fechada, deixamos de perseguir os meteorologia, química e as coleções que ainda estavam encaixotadas
bugres. Os homens que comigo vinham do Garcia, chegaram pouco desde 1850. Pedia indicar. obras literárias, cientificas e sobre
depois da fuga dos bugres e pernoitaram conosco no "Velha". Perto jardi-agem em alemão ou francês l.Jj-Ifrcomo obras de Saint'Hilaire e
da casa e nas imediações da roça, encontramos quatro arcos e oito Martius, Informações sobre sericijlffra, plantação de amoreiras e a
flechas. Ao romper do dia 29, principiamos, com a assistência de remessa de sementes de plantas úteis, belas e exóticas. Também
Schramm, a perseguir os bugres. Entrando no mato, logo atrás da foram comentários o ataque dos botocudos ao seu rancho à barra do
plantação de mandioca, achamos um bugre ferido, sem sentidos, em ribeirão da Velha, os grandes temporais e as enchentes. Nessa mesma

20 21
carta o Doutor Blumenau escreveu que estava prestes a abandonar d'Aragão, Cavalheiro da Ordem de Christo, Ofisial da Imperial
tudo e desenvolver suas atividades na África Portuguesa, Filipinas ou Ordem da Rosa, Fidalgo Cavalheiro da Casa de Sua Majestade O
Índias, onde o campo fosse mais favorável, caso o Governo não Imperador do Brazil e seu Consul Geral do Reino de Haunover, Gran
colaborasse. Porém, o fundador "não temia contrariedades, pois Ducados de Oldenburg, Mecklenburg Schweoin e Mecklenburg
apesar dos pesares, a Colônia progredia" e, segundo suas palavras: - Strelitz, e nas Cidades Hanseaticas de Hamburg, Lübeck e Bremen -
"seria doloroso, para mim, abandonar, assim, uma terra que já Por este documento, confirmamos que o Dr. Hermann Blumenau,
recebera a minha afeição e o meu suor". natural de Hasselfeld, Gran Ducado de Braunschweig, é possuidor de
Em 1856, o Doutor Blumenau naturalizou-se brasileiro. O teor todos os direitos de cidadão brazileiro, exercendo as funções de
da carta de naturalização é o seguinte:(Ortografia original) Diretor da Colonia Blumenau, no Imperio do Brasil e onde esta.
O Doutor João Jose Coutinho, Commendador da Imperial domiciliado. Assinado: Consulado Imperial Geral do Brazil em
Ordem da Rosa, Cavalheiro da de Christo, e Presidente da Provincia Hamburg, em 29 de maio de 1866. - Pp. Barão Von Linchton, Vice-
de Santa Catharina, consul". O documento comprova ser o Doutor Blumenau, cidadão
Faço saber aos que esta carta de Naturalização virem, que, brasileiro pelos relevantes serviços prestados a S.M. Imperial e por
atendendo a ter declarado na Cam ara Municipal de Porto Bell O querer ser Diretor e Fundador da Colônia Blumenau.
ser Cidadão Brazileiro o Doutor Hermann Blumenau, natural da Em 1856, o Doutor Blumenau publicou na Alemanha o livro
Allemanha, solteiro, da Religião Evangelica, Colono residente na "Deutsche Kolonie Blumenau in der Provinz S. Catharina in Sued
Colonia Blumenau, o reconheci em virtude do artigo terceiro do Brasilien" com 60 páginas e impresso por J. Froebel em Rudolstadt,
Decreto Numero sete centos e doze de dezasseis de Setembro de mil No mesmo ano Reinhold Gaertner volta. de sua viagem a Alemanha
oito centos e cincoenta e trez, Cidadão Brazileiro Naturalizado, o qual como Cônsul do Ducado de Braunschweig.
gozara de todas as honras, direitos, privilegios e mais funções que A distância entre a sede da Freguesia do S.S. Sacramento de
pela Constituição e Leis do Imperio, são e foram concedidos aos Itajaí e a Colônia Blumenau fez com que em maio de 1859, fosse
Cidadãos Brazileiros Naturalizados. Pelo que mando a todas as criado o Distrito de paz, na Colônia, sendo determinado que a eleição
autoridades e subditos do Imperio e a quem mais pertencer, que para os juízes fosse na época das eleições gerais em 1860. Com a
reconheção e tenhão o dito Doutor Hermann Blumenau como Cidadão assinatura desse ato, em setembro, pelo presidente João José
Brazileiro Naturalizado. Em frrmeza do que lhe mandei passar esta. Coutinho, que deixou o Governo Provincial, o Doutor Blumenau viu
Carta, de Naturalização, que sendo por mim assignada e sel1ada com o desanuviarem-se as relações entre a Colônia e a Província. O
SellO das Armas do Impeno se cumprira inteiramente como n'ell a se Presidente João José Coutinho alimentava certa animosidade contra o
contem, registrando-se na Secretaria do Governo e na Camara Doutor Blumenau e a sua obra, pois não gostava dos imigrantes
Municipal da Vila de Porto Bel1o. Dado no Palacio do Governo da estrangeiros, mormente dos protestantes, que o fundador introduzia
Província de Santa Cathanna, aos dezanove dias do mes d'abril de mil em Santa Catarina. Além de não lhe dirigir uma palavra de conforto e
oitocentos e cincoenta e seis (1856). João Jose Coutinho". Por estímulo quando o fundador mais necessitava de apoio e orientação, o
despacho de Sua Excellencia de 18 de abril de 1856. - O Secretário da Presidente João José Coutinho não perdia a oportunidade de
Província (ass.) Manoel da Costa Pereira - Registrada a fls. 30 do desprestigiá-lo.
Livro respectivo. Secretaria do Governo de Santa. Catharina, 19 de Em 1859, o Instituto Livre Alemão de Alta Cultura da "Casa de
abril de 1856 (ass.) Jose Caetano Cardozo. - Prestou hoje juramento Goethe" em Frankfurt, conferiu ao Doutor Blumenau, o título de
que lhe foi deferido pelo Exmo. Snr. Presidente da Provincia mestre e sócio honorário em reconhecimento às realizações em prol
Secretaria do Governo de Sta. Catharina, 26 d'Abril de 1856 (ass.) da Cultura e pelo bem da humanidade.
Manoel da Costa Pereira". No dia 13 de janeiro de 1860, o Doutor Blumenau entregou, após
Em 29 de maio de 1866, o Consulado Imperial Geral do Brazil prévios entendimentos com o Governo Imperial, a Colônia que
em Hamburg emitiu o documento a seguir: "Dr. Francisco Moniz fundara, sendo o acordo assinado em nome do Governo Imperial por

22 23
Manoel Felizardo de Souza e Mello, Conselheiro de Estado e Diretor premio, Este fato contribuiu para eliminar na Europa as prevenções
Geral das Terras Públicas e pelo fiscal interino Inácio Alvares de contra a colonização brasileira.
Azevedo, continuando como Diretor até a emancipação da Colônia e Quando ainda estava na Alemanha, o Doutor Blumenau foi
ver instalada a Câmara em IOde janeiro de 1883. agraciado pelo governo Imperial com o Diploma de Comendador da
A Colônia passou a ser administrada por - "Instruções por que se Ordem da Rosa.
tem de reger a Colônia Blumenau", e o seu Diretor, conforme o Em ortografia original o teor do Diploma: "Dr. H. Blumenau.
Artigo primeiro perceberia quatro contos de réis anuais. Eu, o Imperador Constitucional e Defensor Perpetuo do Brazil vos
O Doutor Blumenau como Diretor da Colônia a administrava Envio muito saudar. Querendo Dar-vos um publico testemunho de
com o mesmo entusiasmo e carinho como se fosse sua, e zelando Minha Imperial Consideração pelos serviços que prestastes a
pelos Colonos, escreveu várias cartas ao Presidente da Província, Comissão brasileira junto a Exposição Universal de Paris no armo de
solicitando policiamento contra o ataque dos indígenas, pois um 1867:, Hei por bem Nomear-vos Comendador da Ordem da Rosa. E
ala-e .~ família Holler 70, Garcia, ala-ou _a povoação'A e-tretanto o Nosso Senhor vos Tenha em Sua Santa Guarda. Escripto no Palácio
ressarclmétttú . dos preJUIZOS pela Direeãn da Colônia causou do Rio de Janeiro, em dezasseis de maio de mil oitocentos e sessenta
repercussão positiva entre os imigrantes, considerando que somente a e oito, quadragesimo setimo da Independencia e do Imperio (ass.)
dona da casa foi ferida, não havendo mortes. Imperador Pedro. Jose Joaquim Fernando Souza - Para o Dr. H.
Com a campanha difamatória que Sturtz e outros faziam na Blumenau".
Alemanha contra a emigração para o Brasil, o número de imigrantes Em 1875, mais uma vez o governo Imperial reconhece as
diminuiu e o doutor Blumenau preocupado, em 18 de março de 1865, realizações e caráter íntegro do Doutor Blumenau à frente dos
partiu para a Europa com o apoio do Govemo, a fun de combater as destinos da Colônia, e o nomeia Conselheiro. da ordem de N .S. Jesus
intrigas demonstrando com o seu testemunho e o de outros alemães Christo. É o seguinte o teor do título em ortografia original: "Dom
que estiveram em Santa Catarina da falsidade contra a "província Pedro por Graças de Deos e Unanime Aclamação dos Povos
mais linda da Aménica''. Em 1867 aumentou o número de imigrantes, Imperador Constitucional e Defensor Perpetuo do Brazil, como Grão
e o Doutor Blumenau viu a Colônia que fundara ser premiada na Mestre da Ordem de N.S. Jesus Christo. Faço saber aos que esta-
Exposição Mundial de Paris para a qual Wendeburg, "mandou, para Minha Carta virem que attendendo aos relevantes serviços que por
nela figurarem, relatórios, quadros estatísticos, mapas, amostras de ocasião do recenseamento da população da província de Santa
produtos coloniais e manufatuzados na Colônia, curiosidades da sua Catharina prestou o Dr. Hermann Blumenau. Hei por bem Nomeai-o
fauna e flora", e o prêmio especial de dez mil francos e a grande Conselheiro da dita Ordem, pelo que lhe Mandei passar a presente a
medalha de ouro foi conferida ao estabelecimento e ao seu fundador qual depois de prestado o juramento de estilo sera sellada com o Sello
de acordo com o regulamento do júri da exposição que no TiL 4, Art, das Armas Imperiais. Dada no Palacio do Rio de Janeiro, em vinte e
30, diz literalmente: "Institui-se uma classe especial de prêmios para trez de junho de mil oito centos e setenta e cinco quinquagesimo
pessoas ou fundações ou povoados que, pela organização geral ou por quarto da Independencia e do Imperio. (ass.) Imperador Pedro".
meio de instituições adequadas contribuam para o bom Carta pela qual Vossa Majestade Imperial Ha por bem Nomear
relacionamento entre todos e o bem-estar dos trabalhadores, tanto Conselheiro da Ordem de N.S. Jesus Christo o Dr. Hermann
moral e intelectual, como fisicamente. Estas recompensas, Blumenau como acima declara.
compreendem dez prêmios, num total de 100.000 francos e vinte - Para Vossa Majestade Imperial Ver. Por Decreto de 27 de
menções honrosas". Ao jun, foi apresentado um folheto janeiro de 1875.
comemorativo, descrevendo a Colônia Blumenau desde a fundação Prometteo obediencia a sua Magestade o Imperador e a Patsia,
com farto documentário sobre o seu progresso, a situação atual com Terceira Directoria da Secretaria d'Estado dos negocios do Imperio
todos os pormenores, o que fez com que a Colônia Blumenau, por em 17 de julho de 1875.
assim dizer, representasse todas as colónias do Brasil e recebesse o

24 25
-o Diretor Interino A. Midasi .. - Regdo. a fls. 29 do Livro Prevendo a elevação da Colônia a Município, o Doutor
competente. Diretoria da Secretaria d'Estado dos Negocios do Blumenau determinou a dispensa de vários empregados na direeãn da
Imperio, em 17 de julho de 1875. (ass.) Sarmento Jor, - Nr. 4 - Pg. Colônia.
Sessenta milreis - 60$000 de sello. Recebida em 21 de julho de 1875 Na época, influenciados talvez pela próxima elevação da
(ass.) Gamacho. Reg. Livro 1350 - Pg. cincoenta milreis de Colônia a Município, autoridades judiciárias e policiais locais,
emolumentos. Rio, 22 de julho de 1875. Certa. Jose Ribeiro Sarmento achavam desnecessário dar satisfações ao fundador, apesar_ dos seus
Jor. a fez."!. Na ocasiao, também foi agraciado, Hermann trinta anos como Diretor e ser o fundador da Colônia, entretanto, o
Wendeburg, que dirigiu a Colônia durante a estada do Doutor Doutor Blumenau continuava sendo respeitado e admirado pelo
Blumenau na Europa. Governo Imperial e da Província.
Em Hamburgo, o Doutor Blumenau conheceu Bertha Luize Blumenau progredia, e nos relatórios o Doutor Blumenau insistia
Repsold, filha de um fabricante de instrumentos astronômicos, com para que o Governo Imperial decretasse a emancipação da Colônia e a
quem se casou em abril de 1867, aos 47 anos de idade. No dia 4 de sua elevação a Município, o que ocorreu com a aprovação da Lei
maio de 1868, nasceu seu primeiro filho, Peter Hermann (Pedro,' em n" 860 de 4 de fevereiro de 1880. Em 20 de abril do mesmo ano, o
homenagem ao Imperador Pedro II seu amigo), que foi uma das Decreto Imperial n? 7.693, emancipava a Colônia.
vítimas da Grande Guerra. O Doutor Blumenau, preparava o que fosse necessário para
Voltou da Alemanha no dia 23 de novembro' de 1869, com a transferir à Câmara que fosse eleita e empossada todos os serviços e
esposa e o filho, chegando a Blumenau acompanhado de Hermann encargos da Colônia, quando a grande enchente de 22 para 23 de
Wendeburg que os fora receber em Itajaí.. A partir de então o Doutor setembro de 1880, sustou a instalação que foi adiada para 10 de
Blumenau viveu uma vida mais descansada. janeiro de 1883. Nessa enchente, o Doutor Blumenau perdeu a arca
Em fevereiro de 1870, nasceu sua filha Christine, em dezembro_' que trouxera da Alemanha com sua documentação particular e que foi
de 1871, a filha Gertrud e em março de 1874, o filho Otto G. H. encontrada alguns dias depois no barranco do ribeirão Garcia. Um
Blumenau, que faleceu pouco depois do nascimento e está sepultado pouco antes da instalação, pelo Decreto Imperial n" 8.454 de 18 de
no cemitério da Comunidade Evangélica de Blumenau - Centro. março de 1882, a Colônia Blumenau (inclusive Rio do Sul, que não
Em 1878, a imigração foi diminuta, e os métodos exagerados fora incluída no decreto anterior) foi declarada emancipada, sendo a
.tomados pelas autoridades como fumigação de alcatrão, etc... como 17 de janeiro do mesmo ano, por determinação do ministério,
medida profilática para casos suspeitos de febre amarela em Itajaí, dissolvida a dire~ da Colônia e dispensados o diretor e respectivos
suscitaram reclamações não só do Doutor Blumenau, mas também auxiliares (Wendeburg não presenciou a dissolução, pois falecera um
dos imigrantes. ano antes).
E mais uma vez - "o júri de qualificação da Exposição Mundial No dia 14 de agosto de 1882, a família do Doutor Blumenau
de Filadélfia e o da IV Exposição Nacional do Rio de Janeiro regressou à Alemanha, e ele a acompanhou até o Rio de Janeiro,
conferem altos prêmios a vários expositores da Colônia Blumenau". voltando em seguida para a entrega dos documentos relativos a sua
Em 1879, o Doutor Blumenau entra em choque com o escsivão administração e regularização dos seus negócios particulares. Após
da Colônia e posteriormente com o juiz de paz Dr. Fritz. Mueller, por ver instalada a Câsnara, o Doutor Blumenau partiu no dia 15 de
exigir o cumprimento fiel das determinações goveruamentais no agosto de 1884, para juntar-se à família na Alemanha. Na véspera de
registro de nascimentos e óbitos ocorridos na Colônia. sua partida, os amigos, liderados pelo padre Jacobs, prestaram ao
abnegado pioneiro,' tocante homenagem de despedida com discurso e
um acróstico pelo Padre Jacobs, e ainda o documento a seguir,
assinado pelos presentes:
"1 o - Que este Município deve ao Doutor Blumenau, pelos 40
I Blumenau em Cadernos Tomo XX fls. 307 e 308
anos de esforços e grande atividade que desenvolveu, gratidão eterna;

26 27
2° - Que este Município deve agradecer a sua fundação e o futuro embolsando o lucro da venda, mas tal procedimento não deixa de ser
grandioso que o aguarda, ao seu iniciador, por muitos anos, diretor, velhacaria que blumenauenses não vão querer imitar."
Doutor Hermann Blumenau e, finalmente, O falecimento do Doutor Blumenau ocorrido no dia 30 de
3 ° - Que estas conclusões deverão ser publicadas pela imprensa, outubro de 1899 em Braunschweig, aos 80 anos de idade, causou
para coahecimento de todos." grande consternação em Blumenau. Foram realizados cultos e
No mar, a bordo do Paquete Alemão "Strassburg'' em 21 de celebradas missas, e a câmara municipal realizou a sessão solene para
setembro de 1884, o Doutor Blumenau enviou uma cana a S.M. homenageá-lo. O Dr. José Bonifácio da Cunha, além de mandar
Imperial D. Pedro II, cujo teor é o seguinte: "Senhor! Vossa publicar uma poliantéia, escreveu um artigo publicado no
Majestade Imperial se dignou ajuntar as muitas provas da sua alta. "Blumenauer Zeitung", que em novembro de 1899, se concretizou
benevolencia, com que me tem honrado e distinguido, ainda o com o lançamento da pedra fundamental do monumento ao Dr.
presente do seu augusto retrato. Agradeço com profundo acatamento e Blumenau e imigrantes (na praça Governador "Hercilio Luz"), no dia
de coração tão preciosa dadiva, que até o fim dos meus dias me será 02 de setembro de 1900 e que foi inaugurado do dia 31 de maio de
uma das mais caras lembranças em qualquer parte do mundo, a que o 1903.
bom ou mau fado acaso me levar ainda, hei de lega-lo ao meu filho No dia 14 de abril de 1904, o Presidente da Câmara Municipal,
como estímulo, que lhe ensine que provas tais de benevolencia e leu um oficio da firma Probst & Filhos, dizendo que por delegação
apreço não se granjeiam e merecem senão por uma longa vida dos herdeir.o.s do Dr. Blumenau estavam à disposição do Município,
honrada e laboriosa. E esperando e desejando que este atual três terrenos localizados na Ponta Aguda, dois deles para escolas, um
adolescente no seu tempo volte a esta sua Patria como homem
instruído e prestimoso, ouso recomenda-lo a augusta benevolencia e
I
rara o cemitério, além de áreas para ruas e praças públicas.
Quando o Dr. Blumenau veio para o Brasil já pertencia à
proteção de V. M., esperando igualmente que della se tome maçonaria, inscrito na loja "Apsalon zu den 3 Nesseln" de Hamburgo,
merecedor e digno como bom e útil subdito de V. M. e cidadão. tendo fundado em Blumenau no dia 24 de junho de 1870, a loja "Zur
Retiro-me profundamente comovido desta minha bella Patria Friedenspalme". Em 1883, quando foi instalado o município, a "Zur
adoptiva, em que passei os dias mais felizes, como tambem os mais Friedenspalme" tinha como mestre o Doutor Blumenau; Wilhelm
tristes de minha vida. Teria desejado deixar um dia minhas cinzas no Scheeffer e Friederich van Ockel- 1° e 2° vigilantes; F. Bockelmann-
torrão em que derramei muito suor; mas tenho de curvar-me aos secretário; Louis Altenburg Senior, Gustav Salinger e Peter Christian
ditames do destino. Feddersen - irmãos.
Meu derradeiro e íntimo desejo, perdendo - e com VIvas Por ocasião do lançamento da pedra fundamental da casa de Carl
saudades - de vista o "gigante que dorme", é que as mais benignas Meyer e Gustav Spierling, no dia 10 de agosto de 1863, o "Kolonie
estrellas iluminem ainda por longos, longos annos os preciosos dias Zeitung" menciona a existência, na época, de diversas sociedades,
de V. M. para felicidade e gloria de sua augusta família e da dizendo inclusive que "somente a maçonaria até esta data não
esperançosa terra de Santa Cruz! conse gniu pro gredir satisfatoriamente. "
De Vossa Majestade Imperial o muito reverente e fiel subdito - A maçonaria funcionava mais como uma associação em face da
Hermano I Blumenau." falta de oficialização, e os seus integrantes se reuniam secretamente
A franqueza e a integridade do Doutor Blumenau se fazia sentir para os rituais que eram realizados de acordo com o ritual Schroeder,
mesmo à distancia da Colônia que fundara. Mantinha correspondência A oficialização ocorreu por parte das Grandes Lojas de Hamburgo,
com amigos residentes em Blumenau e numa carta, ao ser informado que também fornecia os certificados, quando o Doutor Blumenau já
da apropriação indevida de uma área que destinara a uma praça se encontrava na Alemanha, no dia 24 de junho de 1885. Para instalar
pública escreveu: "É verdade que os trapaceiros X e Y roubaram o a loja, no dia 30 de julho de 1884, os membros da loja "Zur
terreno destinado a uma praça publica na margem esquerda do Garcia, Friedenspalme" enviaram uma carta ao Doutor Blumenau, solicitando
a área de terras que o Doutor Blumenau pretendia doar' para constrnir,

28 29
o templo. Como a associação ainda não era reconhecida, o Doutor QUE TALVEZ ~ÃO CONSEGUIRAM MUITOS ESTADESTAS
Blumenau respondeu que o faria quando a loja fosse oficializada. Na NOSSOS QUE. SO NO BRONZE SE PERPETUARAM".
ocasião, sugeriu que a loja deveria ser teuto-brasileira - "Zur
Friedenspalme" e Palma da Paz, o que deveria ser caracterizado
através dos timbres dos carimbos e dos selos. A loja funcionava na
casa n" 516 da rua Itajaí e que mais tarde foi adaptada para um asilo
de velhos.
Por ocasião do falecimento do Doutor Blumenau a "Zur
Friedenspalme" mandou fundir em bronze plaquetes que foram
gravadas, por Max v. Kawaczynski, com a seguinte inscrição: HERM.
BRUNO orro BLUMENAU Dr. Phil.. 25-12-1819 - 31 Oktl899.
(datas do nascimento e morte do fundador de Blumenau).
Após o falecimento do Doutor Blumenau a loja esteve paralisada
por muitos anos.
A fotografia do Doutor Blumenau que se acha no salão nobre da
Prefeitura Municipal foi feita em Braunschweig - Alemanha, - pelo
fotógrafo Josef Raab no início de 1900, encomendada pelo
"Blumenauer Zeitung". Veio com moldura especial dourada e em
abril do mesmo ano, achava-se na alfândega de São Francisco do Sul,
aguardando o pagamento das taxas aduaneiras. Foi inaugurada por
ocasião do 50 aniversário da fundação de Blumenau.
0

Em 1940, no local da fundação da cidade, a figura do Doutor


Blumenau foi eternizada em estátua de bronze, pelo então Prefeito
Professor José Ferreira da Silva.
No ano do sesquicentenárin da imigração alemã no Brasil, em
solenidade especial, no dia 2 de setembro de 1974, foram
transladados os restos mortais do Doutor Blumenau para o Mausoléu,
mandado construir pelo então Prefeito Municipal Felix Christiano
Theiss. O Mausoléu ocupa uma área de 338,56 rn~, tendo no centro
um bloco de quatro umas para os restos mortais do Doutor Blumenau
e familiares.
A solenidade contou com a presença do Governador do Estado,
além de autoridades federais, estaduais e municipais, e grande massa
popular que aguardava na Rua XV de novembro, o cortejo, que vinha
precedido de dezessete figuras, simbolizando os primeiros imigrantes
que apodaram em Blumenau. As solenidades foram abrilhantadas
pela Banda Marcial de Petrópolis.
Referindo-se à grandiosa obra do Doutor Blumenau, disse o
historiador professor José Ferreira da Silva: "FEZ PELO BRASIL, O

30 31
HISTÓRICO DE BLUMENAU problemas da Comunidade, fato que se concretizou, quando
Blumenau tinha apenas 25 famílias. Tudo era resolvido pelo Conselho
e o Diretor da Colônia tinha direito a um voto.
Apesar de solidários uns com os outros, os Colonizadores
tiveram que enfrentar os verdadeiros donos e habitantes das terras - os
indígenas - que os atacava de surpresa levando-os, às vezes, ao
m1850, as primeiras famílias que vieram com o Doutor desespero. Paul Kellner foi um dos dezessete primeiros imigrantes

E Blumenau limitavam-se a encontros semanais em casa de


vizinhos onde os homens jogavam "S.KAT" e as mulheres se
euniam em "Kraenzchen" (pequeno círculo) para conversar
sobre os assuntos da semana, notícias recebidas da Alemanha,
bordados, crochê, costuras, filhos, plantações, etc.
que apartaram em B 1umenau e uma das primeiras vítimas dos
indígenas. Kellner, pensando em negócios de maior vulto, não se
limitou a um simples lote colonial, adquirindo uma área maior na
margem do rio Itajaí-Mirim entre Itajaí e Brusque e, quando estava
preparando o terreno para' instalar seu engenho de serra, com mais
Apesar da distância entre os moradores, pois as famílias se dois trabalhadores, foi atacado pelos indígenas. Para socorrer os
estabeleceram em lotes nas margens do ribeirão Garcia, margem assaltados, deslocaram-se para o Itajaí-Mirim o Doutor Blumenau e o
direita do Itajai-Açu até Salto Weissbach, e pela margem esquerda do Dr. Fritz Mueller. Em carta datada de 12 de maio de 1856 ao amigo
rio Itajaí-Açu até Itoupava Norte, os Colonizadores, nos dias de Lamprecht, o Dr. Fritz Mueller relatou a ocorrência: - "A 9 de
guarda, sob a orientação do Doutor Blumenau, se reuniam para os novembro de 1855, o meu amigo Paul Kellner estava ocupado,
cultos religiosos. De 1852 em diante os cultos passaram a ser juntamente com um trabalhador belga e outro suíço, nas suas terras do
orientados pelo professor Ferdinand Ostermann e depois pelo Pastor Itajaí-Mirim, algumas horas para cima do último morador, fazendo
Hesse que chegou a Blumenau em 1857. Nesses encontros é bem um açude para o seu engenho de serra. Depois do meio dia, ele já
provável que os Colonizadores já formassem pequeno grupo que se havia carregado o primeiro carro e estava carregando o segundo,
dedicava ao canto, teatro e música. Entretanto, a vida social e artística quando o belga, de repente gritou: 'Olha os bugres!' Kellner voltou-se
da Colônia começou verdadeiramente com a fundação da Sociedade e viu, a poucos passos diante dele, numa pequena elevação, uns oito
de Atiradores em 1859 que concentrava todos os eventos da indivíduos cor-de-cobre, nus, que, com o maior sangue frio deste
Comunidade. "Suas festas eram acontecimentos marcantes na Colônia mundo retesavam os seus arcos. O forte e audacioso Kellner avançou
e o relato de um dos Colonizadores, publicado em 1903, mostra o para eles ameaçando-os com uma pá; um dos bugres pulou para trás,
quanto os mesmos eram entusiastas e participantes". Após a fundação enquanto outro rebatia a pá com o arco, logo depois de ter disparado
da Sociedade de Atiradores, entrou em pleno funcionamento, em uma flecha, destinada ao peito de Kellner, mas que lhe perfurou o
1860, a Sociedade Teatral Blumenau (Sociedade Teatral "Frohsinn" e braço direito, pouco abaixo do ombro, ao mesmo tempo, os seus dois
atual S.D.M. "Carlos Gomes") que funcionava anexa à Sociedade de companheiros caíam varados por flechas. E, enquanto Kellner corria
Atiradores e que durante os festejos da mesma apresentava sempre para casa, que ficava a uma distância de uns oitenta passos, foi
um espetáculo teatral. Essas sociedades se formaram, quando atingido nas costas, por um segundo flechaço. Ele gritou pela mulher
Blumenau tinha apenas 749 habitantes, sendo 394 homens e 350 do suíço, para que lhe trouxesse uma espingarda. A mulher, porém,
mulheres. Em 1851, nasceu Ida, a primeira blumenauense, filha de apavorada, desorientada veio com um tição acesso. Ele mesmo foi,
Karl Wilhelm Friedenreich e esposa. então, buscar a espingarda e, com as duas flechas, de mais de um
É evidente, pelo grande número de sociedades fundadas nos metro de comprimento, cravadas no corpo, conseguiu ainda dar cinco
primevos de Blumenau, que na época o instinto natural de associar-se ou seis tiros nos bugres que, escondendo-se por detrás dos troncos do
era imprescindível, como forma de sobrevivência. O Doutor mato, desapareceram. O suíço tivera o coração varado por uma flecha
Blumenau apoiava esses instintos e no Relatório de 1853,já sugeria a e morrera instantaneamente. O belga, que era o mais alto e o mais
organização de um Conselho Comunal para discutir e resolver forte dos três, fora atingido por duas flechas de pontas de ferro, as

32 33
quais, enteando pelas costas, cravaram-se na parede interior do peito. distante quinze quilómetros de Blumenau, acelerou o
Kellner e a mulher do suíço conseguiram colocá-lo na canoa e o desenvolvimento da Colónia e as relações com as autoridades.
primeiro pós-se a remar rio abaixo, com grande dificuldade. Em Junho de 1859, no porto do Rio de Janeiro, estava ancorado um
viJ:tlLde dos grandes ferimentos que recebera, ele, certamente, não veleiro que viera da Europa repleto de emigrantes alemães. No
teria alçançado o vizinho mais próximo, um engenho de serra em convés, quase deserto, uma mocinha debruçada na amurada, envolta.
Águas Claras, se depois de remar, mais ou menos, um quarto de hora, em pensamentos, contemplava a cidade, quando um homem de meia
não lhe viessem ao encontro o seu irmão mais moço com dois outsos idade, óculos de grossas lentes e temo de brim a tirou dos
homens. Assim, chegaram a Águas Claras, onde, no mesmo dia à pensamentos, perguntando se o seu destino era Blumenau e, ao
noite, o belga morreu. Kellner deixou que lhe arrancassem a flecha. responder afirmativamente com um sinal de cabeça", o homem que a
Três homens tiveram que puxá-Ia com força, pelas costas, pois a farpa interpelara disse-lhe em tom irónico: - "Mas olhe! E bom que saiba
havia se prendido a uma costela e esta teve que ser quebrada. Só mais desde já que lá não há bailes, teatros, concertos ... " - e se afastou
tarde eu consegui reajustá-Ia. No dia seguinte, o ferido foi apressado. Alguns meses depois, a menina criticada pelo Doutor
transportado para a Barra do Rio, onde um amigo o acolheu e o tratou ~ 1umenau, pois fora ele que a interpelara no veleiro, passava
em sua casa. De Águas Claras, subiu-se o rio até o terreno de Kellner, diariamente diante da casa do fundador, não com o belo vestido à
onde se dera o assalto. Verificou-se que as caixas e malas haviam sido última moda e sim vestida de chita com uma enxada ao ombro em
arrombadas; armas, ferramentas, vestidos e roupa branca tudo havia companhia do pai para a roça. A mocinha, mais tarde, casou-se com
desaparecido. A farinha fora espalhada e os sacos também haviam Viktor Gaettner, sobrinho do Doutor Blumenau ... era Rose Gaettner,
sido levados. Um grande garrafãn de cachaça estava intacto, sobre a O primeiro sapateiro que veio para Blumenau foi Hindlmayer e
mesa. O relógio de parede fora atirado à rua, diante da porta e que não exerceu a profissão porque todos andavam descalços. O
marcava as seis e meia, possivelmente a hora em que o tinham tirado calçado era artigo de luxo e só usado aos domingos ou grandes
do lugar., Também, um violino ainda ali estava. Um tabuleiro de ocasiões e mesmo assim alguns usavam tamancos. O Doutor
xadrez fora levado e o cachorro havia desaparecido, provavelmente Blumenau o empregou como jardineiro.
comido pelos bugres. O corpo do suíço fora despojado da vestimenta. Para realizar o trabalho de implantação da Colónia, Ferdinand
Kellner reagiu bem aos ferimentos e, em pouco tempo, recuperou-se Hackradt, sócio do Doutor Blumenau, utilizou-se do trabalho escravo,
e, desde o novo ano de 1856, continuou a construção do seu engenho conforme ficou registrado pelo próprio Doutor Blumenau - "De nove
de serrar., O presidente da Província indenizou-o com 500 milréis". negros que ele comprou com o meu capital, existiam apenas dois; os
(De uma carta ao Senhor Lamprecht, de 12 de maio de 1856). O outros ou fugiram, ou foram seduzidos pelos patrícios e vizinhos".
Doutor Blumenau e o Dr. Fritz Mueller foram chamados. Ambos Entretanto, na proposta. de Colonização que o Doutor Blumenau
cuidaram do ferido e foram bem sucedidos, porém quando tentaram submeteu ao governo Provincial, em 1848, como representante da
voltar para a Colónia Blumenau, a 17 de novembro, um forte Sociedade de Protecãn aos Imigrantes, consta entre outros artigos o
temporal e a enchente provocada pelo rio Itajaíl-A<,Ú,Ique foi uma das seguinte: "Art, 12° - Fica desde já e para sempre proibida a entrada de
maiores e durou três dias, os deteve na Barril do Rio. Somente no dia escravos nas terras concedidas pelo Governo à Companhia e seus
23, do mesmo mês, com cinco remadores começaram a Viagem no Colonos, para se empregarem em serviço de qualquer natureza nessas
acima, terras, ou em serviços domésticos, proibição esta que se estende às
Em 1856, o Doutor Blumenau adquiriu terras de propriedade de aquisições de terras devolutas nacionais que de futuro houverem de
Bento Dias em Gaspar, mandou dividi-las em datas urbanas, fazer a Companhia ou os Colonos, e que fica também autorizada a
deslocando para esses lotes todo o movimento comercial de Belchior Companhia, de impor, conformando-se às circunstâncias especiais,
e Arraial do Pocinho. A criação, pela Lei 509 de 25 de abril de 1861, nas terras particulares que comprar, ou adquirir por qualquer outra
da freguesia de São Pedro Apóstolo com sede na povoação de Gaspar, título. Nunca poderão entrar escravos no serviço da Companhia, nem
das pessoas estabelecidas nas terras concedidas pelo Governo à

34 35
Companhia e a seus Colonos e nenhum proprietário de qualquer nove verso, e como comprador Pedro Wagner, moradores d'este
parcela destes terrenos poderá ficar ao mesmo tempo dono de districto, reconhecidos pelos proprios de que dou fé. E pelo mesmo
escravos" . procurador da vendedora foi dito, em presença de duas testemunhas
Complementando, o Art. 13° diz: "Para execução do Artigo abaixo nomeadas e assignadas, que a Donna Alexandrina Maria da
antecedente deverá o Governo Provincial organizar de acordo com os Conceição é senhora e possuidora de um escravo de nome Camillo,
agentes da Companhia, um Regulamento Interno das Colônias, em solteiro, cor parda, natural d'esta província, lavrador de quarenta
que, o qual há de marcar o prazo, que nas terras da Companhia ou dos annos de Idade mais ou menos, e por que o possui livre e
Colonos, podem demorar-se os escravos dos viandantes das pessoas dezimbaraçado de qualquer penhora ou hypotheca, com todos os seus
que a negócio a elas forem, e estabelecerá multas adequadas, em que achaques novos e velhos, vende como de facto vendido tem, de hoje
incorrerão os infratores, se a estada dos escravos exceder o prazo para sempre por meio D'esta ao comprador Pedro Wagner, por preço
marcado, ou se estes se ocuparem em outro serviço que não seja da quantia de seiscentos milreis RS600$000, o que lhe foi entregue
doméstico para o seu Senhor, ou amo durante o prazo marcado". pelo Dito comprador em moeda corrente D'este Imperio, pelo que lhe
O Doutor Blumenau não aprovava a escravidão, pois além dos dava plena e geral quitação de pago e satisfeito para mais em tempo
artigos constantes da proposta de Colonização pela Sociedade de algum lhe não ser pedida por si e nem por seus herdeiros; e que toda a
Proteção aos Imigrantes, o Art .. 40° do Regulamento da Colônia, posse, domínio e senhorio, que no dito escravo tem tido todo cede e
proibia radicalmente a introdu-ão de escravos na Colônia. trepassa para a pessoa do comprador, que o gozara como seu que fica
Apesar dos artigos não', possuírem força de Lei, o Doutor sendo por bem d'esta. E pelo comprador foi dito que aceitava esta
Blumenau, enquanto dirigiu a Colônia, zelou pelo cumprimento das escriptura de venda a elle feita, e desde ja se dava por empossado do
disposições. Entretanto, Pedro Wagner, que residia no Vale do Itajaí referido escravo Camillo. Pagou o comprador a siza na Collectoria
antes da chegada do Doutor Blumenau, possuía alguns escravos, entre das Rendas provinciaes como consta de Certidão do teor seguinte -
eles, uma escrava de nome Perpétua a quem Pedro Wagner deu Guido von Seckendorff, Escrivão interino das rendas provinciaes de
liberdade no dia 28 de setembro de 1883. Enquanto o Doutor Blumenau. Certifico que o Senhor Pedro Wagner pagou hoje nesta
Blumenau dirigiu a Colônia não houve um só caso de introdução e Collectoria a quantia de quarenta milreis de siza pela compra a
comércio de escravos em Blumenau. Em 1880, quando a Colônia foi Polydorio Dias de Moura, procurador de Donna Alexandrina Maria da
emancipada e o Doutor Blumenau não mais a dirigia, foi realizada a Conceição do Escravo Camillo. Collectoria das rendas provinciaes de
transação de compra de um escravo, cuja escritura foi lavrada no Blumenau, treize de maio de mil oitocentos e oitenta e dois. Guido
Livro de Notas n'' 13 - fls. 16 a 17 do 10Tabelião da cidade em 13 de von Seckendorff. E de como assim o disserão, outorgarão e
maio de 1882. O teor da escritura, em ortografia original, é o prometterão cumprir e guardar pediram a mim Escrivão lhes fizesse
seguinte: "Escriptura de venda d'um escravo de nome Camillo que a esta escritura em meu livro de notas; O que fiz por me cumprir e de
Pedro Wagner faz Donna Alexandrina Maria da Conceição pela tudo dou fé; E como pessoa publica stipulo e aceito em nome dos
quantia de seiscentos milreis, na forma abaixo:- outorgantes e de quem mais o deva ser aos quaes esta li e por acharem
SAIBAM quantos este publico instrumento de escriptura de como outorgado, havião, assignarão todos com as testemunhas
venda virem, que sendo no Anno do Nascimento do nosso Senhor presentes Ricardo Voigt e Hermano Baumgarten, meus conhecidos.
Jesus Christo de mil oitocentos e oitenta e dois, aos treze dias do mez Augusto Gloeden Junior, Escrivão de Paz e escrevi e assigno em
de maio do dito anuo, nesta Freguezia São Paulo de Blumenau, em publico e raso. - Em testemunha (sinal da Cruz, da verdade). - O
cartorio comparecerão presentes partes havidas e contractadas, como Escrivão de Paz Augusto Gloeden Junior, Polydorio Dias de Moura,
vendedora Donna Alexandrina Maria da Conceição representada por Pedro Wagner, R. Voigt, Hermano Baumgarten. "Nada mais nem
seu bastante procurador Polidorio Dias de Moura, que por isso menos se continha" em a referida escriptura da qual bem e fielmente
exhibio a divida e legal procuração feita pelo Tabellião Tavares da fiz extrair a presente certidão, reportando-me ao original em o citado
cidade de Itajahy no Livro de Notas Numero vinte, folhas vinte e livro em meu poder e cartório, do que dou fé. Eu, Benjamin

36 37
Margarida, Tabelião, que a fiz datilografar, dou fé, subscrevo e Gaspar, além da serra do Espigão nas cabeceiras do no Itajaí do
as signo em publico e raso." Esta. foi a única transaçãe feita no período Oeste.
de 1882 até 13 de maio de 1888, data. da libertação dos escravos. A Colônia Blumenau foi particular até 13 de janeiro de 1860,
Blumenau não teve problemas com a Lei Áurea, pois ao longo da sua quando passou, depois de várias negociações, a ser Colônia Imperial..
história havia um ou outro escravo pertencente a Pedro Wagner, e O contrato foi assinado por Manoel Felizardo de Souza e Mello,
uma escrava que morreu tuberculosa antes da Lei Áurea, pertencente Conselheiro de Estado e Diretor Geral das terras públicas, e pelo
a Flores Filho. fiscal interino Inácio Alvares de Azevedo, em nome do Governo
Apesar da Comunidade negra ser uma minoria, pois o Vale do ImperiaL. A Colônia, conforme vontade do Imperador, continuou com
Itajaí foi colonizado por europeus, em 1960 foi fundada em Blumenau o nome de Blumenau. O Doutor Blumenau sentiu-se aliviado, e
a "Associação Catarinense dos Homens de Cor", liderada pelo cantor comprometeu-se a apresentar um orçamento das despesas que iam ser
de rádio, Avandiê de Oliveira que se intitulava Príncipe Negro. Em feitas em face da oficialização da Colônia, bem como os Estatutos
nome da associação, Avandiê instituiu o concurso "Miss Mulata" que que a regeriam. Entre os dados do orçamento o Doutor Blumenau
tinha como respaldo o jornal "Colored", para divulgar o concurso e incluiu tudo o que viesse a beneficiar a Colônia e os Colonos,
fatos sociais da Comunidade negra catarinense. O "Colored" tinha esquecendo a sua própria comodidade. Nos Estatutos sugeniu que
como subtítulo: "Órgão Mensal do Concurso 'Miss Mulata'. em Santa permanecesse a proibição da escravidão não só na administração,
Catarina". O jornal, orientado por pessoas incapazes, só serviu para porém, de modo especial, entre os Colonos.
ridicularizar. a Comunidade negra, o que poderá ser confmnado, em Ao transferir a Colônia para o Governo Imperial, esta contava
ortografia original, no trecho a seguir extraído do "Colored": com 943 habitantes, dos quais 553 homens e 390 mulheres, sendo 64
"Caríssimos, se Deus quiser, haveremos de levar nos lares das pessoas de religião católica e 879 protestantes. 716 habitantes
famílias de cor de todo o Brasil, este jornal inédito mesmo do estavam constituídos em &171 famílias e os restantes 227 eram
concurso Miss Mulata Sta. Catarina, uma coisa digo a vocês, a única solteiros, estranhos a essas famílias. Foram auxiliares do Doutor
finalidade deste jornal, é de verdadeira assistência ao Certame, e o Blumenau, na época: Hermann Wendeburg - secretário e guarda
mundo social de cor de Santa Catarina, fazendo coberturas de livros; Hans Breithaupt- agrimensor; Rudolph Oswald Hesse - pastor;
casamentos, festas, bailes, e outras promoções de primeira grandeza Viktor von Gilsa - professor e Karl. Wilhelm Friedeur.eich
no estado, país e exterior". E na última página do número um do subdelegado de polícia.
"Colored" a manchete: - "Blumenau, cidade das louras, deu a S. Em 1862, o Doutor Blumenau enfrentou sérios problemas
Catarina um concurso para as mulatas". O jornal foi impresso nas quando C.W.E. Schadrack e outros Colonos tentaram se apossar de
oficinas do "Lume", era ilustrado e seu primeiro número circulou no terras para fms de especulação.
dia 13 de setembro. de 1962; o segundo, em 13 de dezembro; o C. W. E. Schadrack, ao ver negadas suas pretensões pelo Doutor
terceiro, em fevereiro de 1963 e o quarto, em novembroLdezembro de Blumenau, enviou um abaixo assinado ao Presidente da Província,
1963, sendo que o último númera. apareceu como n° 6 e o nome de "O Conselheiro Vicente Pires da Motta, acompanhado de requerimentos
Kings" com o subtítulo: - Um órgão de aproximação a Bem Coletivo dos Colonos Carl Peneder, Friedrich Riemer, Carl Kühne, Bauer e
da União Catarinense dos Homens de Cor". Apesar de reduzida em Heinrich Mordhost, que instigados por C.W.E. Schadrack, também se
B 1umenau, a Comunidade negra teve o ferroviário Románo da propuseram a comprar terras devolutas situadas no ribeirão Itoupava,
Conceição Badia, eleito vereador. requerimentos estes, que foram, indeferidos devido às informações do
No dia 7 de maio de 1859, foi criado o Distrito de Paz de Doutor Blumenau. C. W. E. Schadrack, na petição enviada ao
Blumenau, em face da Lei n" 74 de 2 de maio de 1837. O território foi Presidente da Província criticou a administração do Doutor
desmembrado da freguesia de Itajaí e compreendia quase toda a bacia Blumenau, relatando ainda o projeto que tinha em mira para as terras
do Itajaí, desde o ribeirão das Minas, divisa dos municípios de Itajaí e que pretendia adquirir. As pretensões de C.W.E. Schadrack não se
concretizaram o que pode ser deduzido da carta. que o Doutor

38 39
Blumenau enviou ao Presidente da Província em 19 de junho de 1862, Blumenau sobre a compra de terras, que segundo carta enviada ao
cujo teor transcrevemos: - "Para refutar, cabalmente, a representação Presidente da Província, para fins de especulação. Entretanto, - "em
de Schadrack, eu devenia entrar no desenvolvimento dos princípios da 23 de setembro de 1861, adquiriu uma casa de Gustav Meuche por
colonização em geral e escrever uma memória. As suas aleivações e 200$000, pagando ao Doutor Blumenau o valor do terreno. Carl
malignas insinuações e setas envenenadas são incapazes de me Wilhelm Eduard Schadrack voltou para a Alemanha aonde retomou
alcançarem e ferirem e hão de refletir no próprio autor, que, para com a família, permanecendo em Blumenau até maio de 1875,
merecer crédito e confiança, não devia ter mentido com tão insolente voltando novamente para a Alemanha com a família aonde
descaramento, como, do contrário de suas asserções em grande parte, permaneceu até 1895, tendo a sua propriedade, adquirida de Gustav
realmente mentiu na representação citada. E se V. Excia. assim me Meuche, ficado alugada para a família Avé-Lallement e depois para a
permitir, pelo que me havia explicar, muito obrigado a V. Excia. de família de Hercilio Luz onde nasceu o Dr. Amadeu Felippe da Lur".
desmascarar e confundido na própnia presença de V. Excia. "Vender a Durante longos anos a religião oficial do Brasil era a católica, o
cada um especulante quantas terras ele quiser no lugar por ele que invalidava perante as leis brasileiras os casamentos realizados em
escolhido". Sim, é esta a senha de todos os land-sharks ou tubarões de outras confissões religiosas. Entcetanto, essa situação foi regularizada
terras, como os chamam os americanos! Que alguns especulantes pelo Decreto n? 3069 de 17 de abril de 1863, ordenando o registro de
escolham e adquiram a vil preço as melhores terras, contanto que casamentos, nascimentos e óbitos. O Doutor Blumenau cientificou os
teaharn dinheiro, pouco importa; o Estado é que pagará as custas, e os moradores da Colônia da necessidade do cumprimento do Decreto,
Colonos e emigrados pobres, que vão mais longe ao pagar aos pois - "a não observância do mesmo e não registo) destes casos, trará
especulantes 500 ou mil por cento de lucro, quando se quiserem infalivelmente infelicidade a muitas famílias e perda de herança;
estabelecer! Para porém tirar a malevolência, qualquer pretexto de outros beneficios dependerão, igualmente, deste registro, que mais
queixa, terei a honra de propor a V. Excia. um expediente, que não tarde somente poderão obter com grandes despesas, dificuldades e
deixará de satisfazer a todas as exigências razoáveis, sem contudo gasto de tempo, levando a processos dispendiosos". O Doutor
deixar o campo inteiramente livre à perniciosas especulações e sem Blumenau informou ainda que assim que o decreto entrasse em vigor
destruir o plano geral desta Colônia, até hoje seguido pelo Governo e os livros chegassem, que o registo) dos casamentos seria feito na
Imperial, nem tomar ilusório e aniquilar o regulamento estabelecido secretaria da Direção da Colônia com a apresentação da certidão de
pelo mesmo, que se estende de direito também sobre as terras em batismo assinada pelo Pastor, enquanto que os nascimentos e óbitos
questão. Se pois importa tanto aos suplicantes, comprar na indicada seriam registrados em livro competente pelo Juiz de Paz, que
localidade, porém ser satisfeitos conforme o regulamento e deverão forneceria comprovante, único documento que teria validade perante
comprá-las a Direção desta Colônia, com a diferença porém de que um Tribunal do país. A partir de l° de junho de 1895, o casamento
todas as localidades, situadas fora do plano geral, deverão pagar tudo civil, por decisão da Câmara Municipal de Blumenau era gratuito,
à vista. e se comprometer a estabelecer caminhos e as pequenas: pontes sendo cobrados somente os selos; a Prefeitura Municipal os pagava
regulares, às suas próprias custas e sem reclamarem auxílio ou fundos para os pobres.
da Direção ou do Governo, até que a localidade em questão entre no Em 1863, os cantores dirigidos pelo Pastor Hesse, fundaram a
plano geral da colonização. A diferença consiste então em que no raio Sociedade dos Cantores da Colônia Blumenau. Mais tarde, o boião
compreendido no plano geral, as terras podem ser vendidas a crédito e praticado por homens e mulheres formou grupos paralelos às
que nestas logo se estabeleçam bons meios de comunicação, estradas, Sociedades de Atiradores e de Canto, e no mesmo ano começaram a
pontes, etc. ; ficando subsistindo no resto as mesmas condições e aparecer as primeiras Sociedades Escolares, criadas e mantidas pela
preços, como o regulamento os estabeleceu. Deus guarde a V. Excia. - Comunidade, sendo abertas as duas primeiras escolas particulares. No
Colônia Blumenau - 19 de junho de 1862".
Carl Wilhelm Eduard Schadrack, após ter viajado a cavalo da
2 Frederico Kilian - Blumenau em Cadernos -janeiro de 1985.
Venezuela ao Chile onde atravessou os Andes, visitou a Argentina e o

40 41
aparecer as primeiras Sociedades Escolares, criadas e mantidas pela fim de cumprir a promessa feita ao Governo Brasileiro, o Doutor
Comunidade, sendo abertas as duas primeiras escolas particulares. No Blumenau resolveu ir pessoalmente à Europa, após ter conseguido a
dia 3 de outubro de 1863, o Pastor Hesse, numa de suas crônicas que licença do Governo Provincial para ir a Corte e expor seus problemas.
remeteu ao "Kolonie Zeitung" de Joinville, escreveu, referindo-se a Obtendo da Corte os recursos necessários e nomeado representante do
Kolonie Blumenau que - "o espiritual e a vida social deram um Governo Brasileiro junto aos Estados Alemães, o Doutor Blumenau
grande passo em conjunto (tritt in einem Kultur), uma Sociedade de voltou para a sua Colônia, deixando Hermann Wendeburg na direção
Cantores (Gesangverein), um Grupo Teatral (Liebhabertheater) e uma da mesma, viajando em março de 1865 para a Europa, sem esquecer,
já importante Sociedade de Atiradores (Schuetzengesellschaft). O ano antes de viajar, de protestar contra a pretensão de certos elementos em
de 1863 marcou, também, no dia 19 de julho, a fundação da "Kultur fundar uma Colônia com elementos nacionais nas imediações da
Verein". Esta sociedade não tinha caráter recreativo, pois tinha como Freguesia de Gaspar, evitando assim a subdivisão da área e
finalidade principal orientar os Colonos na prática da agricultura e preservando a qualidade dos Colonos, suas aspirações e ideais de
pecuária. Participaram da "Kultur Verein", o naturalista Fritz vida.
Mueller, o químico Wilhelm Eberhard, o professor August Mueller Enquanto o Doutor Blumenau estava na Alemanha, Hermann
(irmão de Fritz Mueller), o químico Doutor Blumenau, o entomólogo Wendeburg que o substituía na direção da Colônia, preparou tudo
e médico homeopata Karl Wilhelm Friedenreich e muitos outros. A para que a Colônia Blumenau participasse da Exposição de Paris em
"Kultur Verein" tinha como meta principal melhorar a economia rural 1867, mandando relatórios, mapas, estatísticas, curiosidades da fauna
e as condições sociais, econômicas e culturais de Blumenau. "Para e flora e um dos doze prêmios mais importantes, a grande medalha de
alcançar esses fins, a sociedade se propunha a promover reuniões ouro e dez mil francos em dinheiro, foram concedidos a "Kolonie
periódicas sobre assuntos científicos relacionados com o cultivo da Blumenau" e ao seu fundador. Também ao "Kultur Verein" foi
terra, organizar sessões para a troca de idéias entre os Colonos e concedida a medalha de bronze ao nosso café na exposição de
consultas sobre os temas de maior interesse agrícola, fazer exposições Amsterdam, no dia 17 de novembro de 1883. Blumenau ainda
locais e participar das que se realizassem no país e mesmo no participou de muitas outras exposições a nível estadual, nacional e
exterior". A "Kultur Verein" pode ser considerada a mais importante internacional.
impulsionadora do desenvolvimento da Colônia Blumenau e, apesar Em 1865, um grupo de imigrantes fundou a "Kranken
de não ser considerada sociedade recreativa, vez por outra, realizava Unterstuetzungsverein" (Sociedade de Assistência Mútua em
excursões com os associados e familiares, onde não faltavam a Enfermidades ).
música, o canto, as cenas cômicas e a dança. A direção da Colônia funcionava no prédio de Karl Wilhelm
No mesmo ano, o Doutor Blumenau escreveu uma carta Friedenreich. Emjunho de 1865, um incêndio danificou seriamente os
(28/12/1863) ao Diretor Geral das Terras Públicas, Dr. Bernardo A.N. compartimentos em que trabalhavam o agrimensor e seu ajudante.
de Azambuja, pedindo cinqüenta mudas, ou pequenos pés enraizados Como Friedenreich não dispunha de dinheiro para recuperá-lo, o
de amoreira, para introduzir na Colônia a criação do bicho da seda. Doutor Blumenau solicitou ao Governo Provincial que fosse feito um
Em falta de um jornal próprio, as notícias de Blumenau eram empréstimo à Friedenreich, pela Diretoria da Colônia, para ser pago
enviadas pelo Pastor Hesse ao "Kolonie Zeitung" de Joinville e, no em dois anos, mediante o desconto de aluguéis de 50$000 Rs. por
dia 2 de abril de 1864, o Pastor Hesse comentou que - "além da trimestre.
Sociedade de Cantores de Blumenau, outra surgiu no Alto Itajaí, O fato marcante do ano de 1865 foi a formação do BATALHÃO
porém, como o nome já diz "Geselligerverein", mais tarde chamada DE VOLUNTÁRIOS DA PÁTRIA, organizado por Colonos
de "Freundschaftsverein" (Sociedade da Amizade), com tendências blumenauenses. Estes seguiram para o Desterro no dia 5 de outubro e
mais amplas e dirigida pelo Senhor Scheidemantel". em seguida para o Paraguai, sendo comandados por Viktor von Gilsa
Em face da reduzida imigração em 1864, em grande parte devido que servira no Exército Nacional como capitão e lutara contra a
a contra propaganda feita na Alemanha por Johann Jakob Sturtz e a independência do Uruguai em 1851; Tenente Emil Odebrecht e os

42 43
Alferes Karl Wilhelm Friedenreich, Guido von Seckendorff e Julius o despotismo feudal da Alemanha, movimento que foi sufocado. Por
Sametzki. A maior parte dos voluntários eram sócios da Sociedade de não suportarem o cerceamento de sua liberdade de expressão e de
Atiradores e o característico chapéu de aba quebrada para cima do pensamento, muitos intelectuais deixaram a sua Pátria, e Fritz
lado direito, onde era afixado o emblema de associado foi substituído Mueller e outros intelectuais, na década de 50 vieram para
pela coroa imperial, encimada por u,m laço onde estavam inscritos os Blumenau). "Era cada vez maior o entusiasmo de todos. Centenas de
dizeres - "VOLUNTÁRIOS DA PATRIA". A notícia da partida do circunstantes rodeavam os Voluntários e já se viam aqui e ali,
grupo principal dos Voluntários foi publicada no "Kolonie Zeitung" comoventes cenas de despedida e então o pastor evangélico, Pastor
de Joinville pelo Pastor Hesse e nos dá uma idéia do entusiasmo Hesse (já que ao solene ato não poderia faltar a benção da religião),
como homens, mulheres e crianças assistiram a partida dos tomou a palavra, depois que todos, como obedientes a um comando,
companheiros que atenderam ao apelo da Pátria adotiva que já se descobrissem, fazendo algumas reverências e dando, depois, aos
amavam. O teor da correspondência foi o seguinte: - "Blumenau, 5 de que partiam, a benção da Igreja. Imediatamente depois, os
outubro. A nossa Colônia viveu, nestes dias, alguns dos momentos Voluntários organizaram-se em seções e puseram-se em marcha, sob
mais emocionantes da sua existência. Há pouco, deixaram-nos 56 dos brilhantes acordes musicais, com a bandeira tremulando à frente, até o
que conosco moram aqui e que, como Voluntários, seguiram para os engenho de serrar que fica, mais ou menos, uns mil passos, rio
campos de luta em defesa da nova Pátria e da sua honra. Tão logo abaixo. Antes que embarcassem nas diversas lanchas, Wendeburg
aqui chegara a notícia do pensamento do Presidente da Província de levantou um viva ao Imperador, ao Brasil e aos Voluntários, o qual
criar um batalhão de Voluntários alemães, sob o comando de oficiais foi correspondido com forte hurra! Merece louvores especiais a
alemães, a direção da nossa Colônia apressou-se em publicar um exemplar ordem, e não menos justificada ansiedade da espera que se
vibrante e caloroso apelo, levando ao conhecimento de todos esse notaram durante todas as festividades da reunião. O dia de hoje será
pensamento. Com crescente entusiasmo, dia, após dia, foram inesquecível. Possa ele tomar-se e perpetuar-se como um verdadeiro
aparecendo as inscrições de voluntários. Encontrou-se logo um chefe dia de glória para os nossos irmãos que o inimigo paraguaio atraiu
na pessoa do antigo oficial prussiano Engenheiro Odebrecht. Assim, para o campo de luta, assim como para a nossa Colônia". Em 1965,
em pouco tempo, estava completo o número acima referido e, o dia de centenário da partida dos Colonos blumenauenses para o Paraguai, o
hoje (5 de outubro), foi o designado para a partida. Às sete da manhã, Governo Municipal perpetuou o acontecimento, inaugurando na Praça
o clarim tocou reunir. Num espaço de tempo menor do que seria de Governador "Hercílio Luz", o monumento aos Voluntários da Pátria,
esperar, depois de uma noite de alegrias e emoções, reuniram-se os obra do escultor Miguel Barba. A cerimônia da inauguração, foi das
voluntários, com poucas exceções, em selecionado batalhão. mais tocantes. "Com a presença do Prefeito Hercílio Deeke, do
Arregimentados em dois grupos, foram eles saudados pelo atual Comandante da praça CeI. Paulo Mendes de Carvalho, da oficialidade
Diretor da Colônia (o Doutor Blumenau seguira a 18 de março, com do 23° R.L, do Presidente e demais membros da Câmara Municipal,
licença de seis meses, para a Alemanha e ainda não voltara), Hermann das demais autoridades, do Vigário da Paróquia e de grande massa
Wendeburg, o qual, em alocução muito séria e elevada, chamou-lhes popular, foi descoberto o monumento, após o que o Prof. José Ferreira
a atenção para o compromisso que assumiam e entregou-os ao da Silva pronunciou comovente oração, lendo a correspondência que,
comando de Odebrecht. Este nomeou, em seguida, dentre os mais há exatamente 100 anos, o Pastor Hesse dírigiu ao jornal Joinvill ense
experimentados, cinco graduados e ordenou a um deles, com o seu "Kolonie Zeitung", narrando a expressiva cerimônia de despedida dos
grupo, para ir buscar a bandeira nacional que algumas senhoras Voluntários blumenauenses. Pronunciou, também, belo discurso, o
haviam enfeitado com brilhantes fitas vermelhas, brancas e amarelas, pracinha Jorge Levy Malty que falou em nome dos seus
com a inscrição: "Colônia Blumenau, cinco d'outubro 1865" e trazê-la companheiros de lutas na Itália. O ponto culminante da cerimônia,
com as costumeiras cerimônias até a frente da tropa" (As cores preta, que chegou a arrancar lágrimas de muitos dos presentes, foi o instante
vermelha e amarela (ouro) eram as que os democratas alemães de em que o radialista Osny Jacobsen leu, em voz pausada e clara, os
1848 usaram como símbolo do seu movimento revolucionário, contra nomes dos Voluntários da Pátria que deixaram a vida nos campos

44 45
paraguaios, e era executado, pelo corneteiro do 23 o R.I.. o toque de parte de prata. Apesar de tomadas as necessárias providencias o
silêncio, enquanto 21 salvas de canhão glorificavam a memória dos ladrão não foi preso.
heróicos Colonos. Coroas de flores foram, em seguida, depositadas ao Em sua viagem para a Alemanha, o Doutor Blumenau procurou
pé do monumento pelo Prefeito Municipal e pelo comando do 23 o R.I.· não só resolver os problemas da imigração e sim enviar para
e por várias escolas Municipais". A partida dos Colonos Voluntários Blumenau sementes, mudas de plantas, livros e instruções sobre
para o Paraguai é tema da peça teatral "Comuna de Bravos" de autoria agricultura e indústrias relacionadas com as possibilidades e
do Prof. José Ferreira da Silva. O texto, pontilhado de lirismo e poesia necessidades da Colônia, mandando inclusive um pequeno TEAR
dentro de um contexto histórico, onde o amor à Pátsia adotiva para tecelagem e que alguns Colonos mais tarde (1871) aproveitaram
marcam heróica presença, encerra toda a gloriosa odisséia dos nossos para fundar uma sociedade e conseqüentemente uma pequena fábrica
Voluntários. A peça teatral foi encenada e estreada pelo Grupo que não prosperou. Em novembro de 1869, o Doutor Blumenau
Teatral "Phoenix" da FURB, sob direção da professora Edith acompanhado de sua esposa Bertha Luize e do filho Pedro, nascido
Kormann, no dia 25 de agosto de 1974, no Teatro "Canlos Gomes" e em 4 de maio de 1868, voltou ao Brasil, reassumindo a direção da
no dia 7 de julho de 1980, no Centro Cultural "25 de julho" de Colônia. A vida dos colonizadores continuava com suas associações,
Blumenau. O fim da guerra do Paraguai ocorreu, quando às margens festas de atiradores, teatros, corais, bandas e bailes, porém faltavam,
do Aquidabã, no dia IOde março, as forças do General Câmara ira que a Comunidade crescia, os templos adequados para as orações
alcançaram Lopez, que estava gravemente ferido e não querendo 1"
entregar-se, foi morto. Sua mãe, parentes e oficiais foram presos. Em 1871, ainda não havia policiamento permanente em
Em 1866, Bunsen, Secretário da Legação Prussiana no Rio de Blumenau, apesar da Cadeia Pública construída em 1863, pois assim
Janeiro, visitou a Colônia Blumenau, e em 1867, nomeou Viktor que a sede da Colônia estava em harmonia, os policiais eram
Gaertner, Cônsul da Prússia em Blumenau. recolhidos para a capital e os Juízes de Paz e Subdelegados de Polícia
Em 1867, houve uma série de transtornos nos trabalhos ameaçavam renunciar, pois além dos indígenas que assaltavam e
administrativos da Colônia que foram causados pelo Decreto Imperial matavam, o rápido crescimento da Colônia trazia também entre os
do dia 19 de janeiro de 1867, e que dava novo regulamento às novos imigrantes maus elementos. O destacamento policial da
Colônias do Estado, fazendo com que a Direção indicasse para formar Colônia em 1876, sob o comando do Tenente Pedro Felix Gomes,
a primeira Junta Colonial os Colonos August Mueller, Gustav passou a contar com dez soldados em vez de quatro, e o Tenente foi
Spierling, Wilhelm Schreiber, Christian Bauke, Reinhold Freygang e nomeado Delegado de Policia. Mais tarde o destacamento foi retirado
Karl Külps, que funcionou por algum tempo assessorando a Direção, por não haver motivo de permanecer em Blumenau, originando
porém, sem a atuação esperada. O Decreto Imperial continha quatro protestos do Doutor Blumenau, que propôs ao governo, permissão
capítulos que abrangiam: para contratar alguns Colonos, com pequeno salário, que já tinham
I - Fundação das Colônias, distribuição de terras e condições de servido como soldados na Alemanha, dizendo ainda que os "Colonos-
propriedade; soldados eram mais disciplinados do que os da capital". A "Guarda de
II - Administração das Colônias; Batedores do Mato" que protegia os Colonos dos constantes ataques
III - Recepção e estabelecimento dos Colonos; dos indígenas, quando a Colônia ficava sem policiamento, era
IV - Disposições diversas. chefiada por Friedrich Deeke e foi extinta no dia 23 de agosto de
A Colônia ainda era administrada por Hermann Wendeburg, 1879.
quando foi registrado o primeiro roubo em Blumenau, ocorrido na Apesar dos problemas inerentes a uma Colônia em
noite de 16 para 17 de abril de 1869. O ladrão quebrou a vidraça de desenvolvimento, em 1872, os blumenauenses contavam com quatro
uma janela, entrou no primeiro quarto, passou para o segundo e
arrombando a forte fechadura da porta do terceiro em que se achava a
3 "Kolonie Zeitung" - 16-11-1872
mesa do secretário, com um canivete e formão arrombou a gaveta-

46 47
corais masculinos funcionando ativamente e dois grupos teatrais, estação postal telegráfica do Estado, pOIS na época, ainda não se
sendo um na Sociedade de Atiradores de Blumenau, com subscrição concretizara a união das duas repartições (no local funciona
de ações, e outro no salão do Hotel Schreepp com alguns recursos atualmente o Banco de Crédito Nacional SI A na Alameda Rio
próprios (apresentou-se em novembro no Stadtplatz). Muito Branco). O prédio serviu por muitos anos até ser construído o atual
contribuiu para o desenvolvimento cultural de Blumenau, a que foi inaugurado no dia 30 de janeiro de 1969.
Associação Ginástica, fundada no dia 5 de outubro de 1873. Desde o início da colonização não era fácil a remessa postal para
O Decreto Imigratório 5.663, baixado em 17 de junho de 1874, o extenior, portanto, a nota publicada pelo "Blumenauer Zeitung'' no
em que o Goveruo Imperial do Brasil autoriza o Comendador Joaquim dia 14 de dezembro de 1901, informando que a remessa postal para o
Caetano Pinto Jr. introduzir 100 mil imigrantes revoltou o Doutor extenior tinha sido melhorada, porque as malas postais não eram mais
Blumenau que respondeu entre outras, a informação, de que o Decreto remetidas para as agências de Itajaí, Florianópolis ou Rio de Janeiro
na Alemanha é qualificado de aliciador e traficante, pois só trata de mas diretamente para a cidade de Kmn (Colônia) na Alemanha,
introduzir e não de estabelecer os imigrantes pelo introdutor.. causou satisfação. O ato foi determinado pelo Diretor Geral dos
Entretanto, o célebre Decreto era decorrente do "temor que se Correios, Dr.. Betim Paes Leme. O serviço postal que era irregular,
apossou dos Conselheiros do Imperador, receosos de que se estaria dependendo dos meios de transporte disponíveis na época, a partir de
estabelecendo na Colônia Blumenau um "quisto religioso, com a 3 de junho de 1928, passou a ser diário através da linha postal
vinda de imigrantes alemães de confissão luterana, em detrimento do inaugurada entre Blumenau e Florianópolis, via Itajaí-Tijucas.
catolicismo, religião oficial do Império" 4. Atualmente, a característica da linha postal é a rapidez.
Pouco a pouco a Colônia Blumenau começou a contar com Um fato interessante ocorreu em 1902, quando chegou à Agência
serviços públicos que muito beneficiaram a população, entre eles, a Postal de Blumenau uma carta com este estranho endereço: "Kaspar,
criação da Agência dos Correios no dia 2 de novembro de 1874, Belchior, Baltazar". - "O agente, que era letrado e não se apertava
sendo seu primeiro agente Reynhold Freygang, ex-professor em Rio com pouco, passou logo a matutar.. Inicialmente, assentou que a carta,
do Testo, que assumiu o cargo no dia 16 de fevereiro de 1875. Pouco por certo, não viera dirigida aos três reis magos. Em primeiro lugar
depois Freygang faleceu sendo substituído pelo Dr.. Wilhelm porque, destas bandas do Atlântico, não havia mais rei algum. E
Eberhard. A criação da Agência dos Correios evitou que a depois, porque a terra dos reis magos ficava lá para os lados da
correspondência destinada a Blumenau fosse descarregada em Itajaí e África, segundo as escrituras sacra e profana. Assentada essa
depois distribuída em Blumenau. Entretanto, antes da criação da premissa, passou à análise do restante. Belchior, estava certo. Ficava
agência na povoação de Blumenau, o agente era o Dr. Wilhelm pouco abaixo de Blumenau. Kaspar, podia muito bem ser Gaspar. E,
Eberhard, que em 1868, mudou-se para o Desterro, trabalhando na Baltazar, na certa que era o prenome do destinatário. Mal o agente
farmácia do boticário Luiz Edmundo Horu. Voltando para Blumenau, chegou a essas conclusões, a carta seguiu ao seu destinatário, o Sr.
abriu uma farmácia, sendo também nomeado agente dos corteios, Baltazar' Schmidt em Belchior, que a recebeu espantado da
falecendo no exercício do cargo. Foi substituído por seu filho Paulo perspicácia do agente" 5.
que também exerceu cargo vitalício. A primeira Agência dos Correios Contribuição importante ao desenvolvimento do Vale do Itajaí
situava-se 'nas imediações da atual Casa do Americano, sendo ocorreu em novembro de 1904, quando Hermann Bicheis iniciou o
transferida para o prédio da Auto Mecânica Alfredo Breitkopf.. Na transporte das malas postais, passageiros e pequenas cargas entre
gestão de Kurt Hering, no local onde funcionara a primeira escola Blumenau e Hammonia (Ibirama) em linha regular, parando nas
feminina de Blumenau foi construida a Agência Postal Telegráfica, seguintes estações: Itoupava Seca, Encano, Indaial, Waruow, Neisse,
inaugurada no dia 31 de dezembro de 1927. Blumenau teve a primeira Rio dos Bugres (Apiúna), Morro Pelado e Hammonia. De uma

4 José E. Finardi - Blumenau em Cadernos - fevereiro de 1978 5 Blumenau em Cadernos - abril 1965

48 49
seguintes estações: Itoupava Seca" Encano, Indaial, Warnow, Neisse, objetos em 64 números, alguns de grande valor artístico. O "Kolonie
Rio dos Bugres (Apiúna), Morro Pelado e Hammonia. De uma Zeitung'' de Joinville publicou no dia 6 de outubro de 1866, a relação
estação de parada até a seguinte, os passageiros adultos pagavam dois dos artigos fornecidos para a Exposição: - "Priester - vassouras
milréis e de Hammonia até Blumenau, onze milréis, sendo a ida e a ª-.mericanas, com cabo de bambu. H. Robert e W. Haha, - uma mesa
volta, t~da em vinte milréis. Para o transporte de crianças, ou redonda com trabalho de escultura e tampo de azambujo preto. Karl
família, o preço era combinado previamente. Bicheis saía do Hotel W. Friedeureich - um armário com trabalho de escultura da mesma
Holetz, em Blumenau às sextas-feiras e de Hammonia às qusstas- madeira. F. Keiner - drogas e preparados quumcos, Johann Karl
feiras do Hotel Luederwald. Apesar de funcionar somente uma vez Mueller - uma caixa especial para cartões e selos, ricamente enfeitada
por semana, esse transporte muito contribuiu para que as informações e diversas, cadernetas para anotações. Karl Zopf - um vaso para jardim
sobre eventos culturais e outros, chegassem regularmente ao seu com pedestal, diversos vasos simples e pendentes para plantas, pedras,
destino. Com o advento da ferrovia que fazia o trajeto Blumenau- para canteiros. Sprengel - cera. L. Scheeffer - argila" diversos tipos de
Hammonia, as malas Postais que antes eram enviadas por Hermann tijolos e telhas; Wacknagel - máquina a vapor em miniatura, movida a
Bicheis, de carroça, passaram a ser despachadas pelo trem sob a álcool.. C. Schellenberg - uma caixa para relógio, com incrustações de
responsabilidade de um estafeta. Sedlazeck, o estafeta, em impecável madeira e um açucareiro' de casca de coco. C. Probst - uma
uniforme era assíduo, pois até a sua aposentadoria, , só faltou no dia barriquinaa em diversos tipos de madeira, com quatro divisões e
em que esteve seriamente doente. Trabalhava de segunda a sábado no quatro torneiras" uma cuba trabalhada em diversas madeiras e com
trem que chegava a Blumenau às: 10 horas. e partia às 15 horas.' fundo duplo, dois baldes de madeira araribá. W. Roedel - uma sela
Quando o trem chegava a Blumenau, Sedlazeck retisava as: malas inglesa de couro de porco, ricamente pespontada. Johann Honnecke -
postais do trem, colocava-as: em um carro de mola e as: levava até a uma bolsa ornamentada para caçador, arreios trançados e
agência do correio que se localizaya,., inicialmente, quase na esquinai ornamentados, assim como relhos trançados. ~ um carrinho
da ma XV de Novembro com a ma Itajaí, sendo posteaormente para bebê, com armação de ferro e mola. ~ - artigos de
transferida para o início da Alameda Rio Branco.' Sedlazeck postava estofador. W. Robert - artigos de marceneiro. H. Schulze - um facão
um livro, de notas. fazendo pedidos nas, casas: comerciais, enquanto se: com cabo de prata, ricamente ornamentado com medalhas e
dirigia à Agência e, quando retomava para o trem, coletava o material arabescos, terminando em cabeça de onça, bainha em couro de
pedido, seguindo para Hammonia, Os pedidos incluíam, desde lagarto, com aplicações de prata" imitando as escamas da pele do
agulhas" linhas: para coser, papel, rendas" cadarços, material escolar e animal.. Além dos artigos acima" foram enviadas amostras de milho,
de escritório, ferragens, ferramentas., penas de escrever, papel almaço fubá, farinha de mandiooa, feijão, arroz, açúcar, café, algodão, tabaco
e aiada um jornal em alemão, editado em Curitiba, "Der Kompass'', em diversas formas e qualidades, charntos, cera, velas de cera, mel de
No dia IOde setembro de 1980, o Clubs, Filatélico de Blumenau, abelhas, araruta, e polvilho de ararota., sementes de colza, cachaça,
inaugurou na Biblioteca "Dr. Fritz, Mueller", uma exposição filatélica assim como uma coleeãn de madeiras de lei."
relativa ao serviço postal usado na Estrada, de Ferro Santa. Catasina. A Primeira Exposição de Santa Catarina" aberta no dia 15 de
Nos dias, 18 e 19 de julho de 1875, Blumenau realizou sua agosto de 1866, - "dá uma idéia altamente lisonjeira, posto que
Primeira Exposição agropecuária, tendo por local a Sociedade de incompleta, do estado de adiantamento e da índole industriosa dos
Atiradores, com o palco todo enfeitado de produtos hosti-granjeiros, seus filhos. Essa exposição era preparatória da representação do
enquanto no pátio estavam expostos os animais. O evento foi Brasil na Exposição Internacional que se realizou em 1867 em Paris e
abrilhantado com música. Em 1878, o Júri de qualificação da na qual Blumenau fez magnífica figura", conquistando uma medalha
Exposição Mundial de Filadelfia e o da IV Exposição do Rio de de ouro, que foi entregue ao Museu Nacional do Rio de Janeiro, pelo
Janeiro" conferem altos prêmios a vários expositores de Blumenau. Ministério da Agricultura e Obras Públicas em 1870. Nessa
EntJ;et<w.to, Blumenau já havia participado em outubro de 1866, da Exposição, a Colônia Blumenau também foi premiada com 10.000
Exposição Provincial realizada no Desterro onde foram expostos 128 francos pelo algodão tipo "Lousiana", ou algodão em rama e

50 51
beneficiado, cultivado pelo Colono Rischbieter.. O algodão premiado metade do capital com juros de 250$000 no fim de dezoito meses e da
motivou um grupo de Colonos a solicitar ao Doutor Blumenau, segunda metade no fim do segundo ano; hipoteca dos lotes de terra
quando este estava na Alemanha, a remeter em 1866, um pequeno que ele possuía. Em 1880, Oswald Otte fundou a primeira indústria de
tear de ferro, toruando Blumenau a pioneira na Indústria Têxtil no sul curtume. Por volta de 1879, surgiram fábricas de extração de óleos e
do país, principalmente, quando em 1871 foi instalada a primeira pedras de amolar. Com Richard Franz Parucker, que veio de Joinvil1e
tecelagem e organizada uma sociedade constituída por moradores da em 1885, Blumenau teve instalada em Altona a sua primeira funilaria.
Colônia. Em 1873, a pequena fábrica fechou por falta de recursos, Em 1886, Blumenau era representada por mais de 50 fábricas, as
dificuldade na aquisição de fios e a colocação dos produtos mais diversas (vinho, vinagre, charutos, manteiga, conservas, banha,
manufaturados, Por volta de 1879, Wilhelm Scheeffer, fez etc.) que empregavam mais de 400 empregados.
experiências com ramie, despertando a indústria da tecelagem. Em 1886, também começaram a ser fundidas as primeiras peças
Em 1880 foi fundada a Indústria Têxtil Companaia Hering, a de ferro, e Louis Altenbur g,~rabl foram proprietários de
Companhia Têxtil Karsten em 1881, a Empresa Industrial Garcia em pequenas fundições. E foi.G, tt que fundiu, em 1893, balas
1884 e a Fábrica de Meias de Erust Eckardt em 1890. de canhão para as forças de Pinheiro Machado.
Em Outubro de 1890, Gustav Hermann Roeder, fez funcionar.' Ao instalar. uma serraria e uma atafona em Itoupava, após ter
uma máquina de sua invenção para desfibramento do ramie, que adquirido em 1885 uma máquina a vapor marca Wolff, Gottlieb Reif
poderia lavar quatro mil pés de ramie verdes ou secos por hora e sem toruou-se o primeiro a utilizar a força-vapor em Blumenau. Mais
água. A máquina foi apresentada ao Dr. Luiz Gualberto, de São tarde vendeu a atafona, serraria e casa comercial para W. Sieben, e a
Francisco, Dr. Euphrásio Cunha, de Campinas e Dr. José Bonifácio da máquina a vapor para o Colégio Santo Antônio que com ela instalou
Cunha, Superintendente de Blumenau. uma atafona, que supriu de farinha de milho, quase toda a população
Na década de vinte foram fundadas a Teka - Tecelagem de Blumenau, durante a enchente de 1911.
Kuehnrich (1926), a Malharia Thiemann (1926) e a Mafisa - Malharia Matheus Staedele, imigrou em 1911, fixando residência em
Blumenau (1929). Em 1935 foi fundada a Cremer S.A. Produtos Itoupava Norte com uma ferraria (fabricava pás, enxadas, carrinhos,
Têxteis e Cirúrgicos, e em 1936 a Artex S.A. Fábrica de Artefatos etc.). Residiu algum tempo em Lontras e ao voltar para Itoupava
Têxteis. Seguiram-se, em 1947 a SulFabril e outras que surgiram Norte, com os filhos Guilherme e Walter, fundou a SIATE, que foi
posteriormente e que engrandecem o parque fabril de Blumenau. vendida em 1981.
Além das indústrias têxteis, outras foram fundadas, sendo algumas, A fundição Garcia, pertencente a Probst, fabricava sinos de alta
originárias, dos artesões dos primórdios da Colônia. Em 1861, qualidade, e em 1915, forueceu um sino de 110 quilos para uma igreja
Wilhelm Schreiber produziu a sua primeira telha sob a qual escreveu: de Florianópolis, de bela aparência e som, que honrararn a Fundição
- "W.S.400- 18-3-1861" (está no museu da Família Colonial- Garcia de Blumenau. Da pequena fundição, fundada por Erust
Blumenau). Com Daniel Kretz, imigrado em 1861, e que em 1866 Auerbach, surgiu no local a Electro Aço Altona (1923).
iniciou uma fábrica de louças de barro, que se caracterizava pelo Ao Pastor Paul Aldinger, que imigrara em 1901, estabelecendo-
barro preto e queima especial, originou-se a fábrica de Manilhas se na Colônia Hansa-Hammonia, o Vale do Itajaí deve a implantação
Kretz Ltdà., sob administração da família desde 1866. Em 1872, e desenvolvimento da indústria de laticínios. Em 1918, Eugen Kieser
Johann Karl Adam, que aprendera o oficio em São Leopoldo - RS, publicou um trabalho que ensinava os processos eficientes para a
instalou o primeiro curtume de couro da Colônia. Para alcançar seus fabricação de laticínios. Enquanto Jens Jensen, fundador da
objetivos, em 6 de janeiro de 1873, recorreu ao Doutor Blumenau, Companhia Jensen, era o pioneiro, na introdução do gado de raça
que solicitou ao Vice-Presidente da Província Dr. Manoel do holandesa no Vale do Itajaí..
Nascimento da Fonseca Gaivão, permissão para conceder a Adam, o Quando Hans Lorenz, neto do Dr. Fritz. Mueller, encaminhou um
empréstimo de 500$000, por dois anos, nas seguintes condições: juros seu parente para a Alemanha para aprender a arte da porcelana, a
de 8% anuais, pagáveis semestralmente; reembolso da primeira Porcelana Schmidt Ltda. tendo como técnico responsável, o cerâmico

52 53
A energia, entretanto, era insuficiente e em 1908, Peter Christian
Rodolpho P. Schmidt, formado na Alemanha, Blumenau (pomerode
Federsen foi a Berlin expor aos bancos os planos e os orçamentos
foi emancipada de Blumenau em 21 dejaneiro de 1959)tomou-se em
fornecidos pela firma Bromberg, Hacker & Cia. para a construção da
1946, a pioneira na fábricação de porcelana no Brasil, A fábrica foi
usina do "Salto". Em 1911, foram assinados os contratos de
fundada no dia 19 de dezembro de 1945 por Hans Ernst Schmidt,
financiamento e iniciadas as obras que ficaram a cargo da Bromberg,
Arthur Leopoldo Schmidt, Arthur Heinrich Kraemer, Alfredo
Schmidt, Hilda Schmidt e Rodolpho P. Schmidt, com o capital
500$000, tendo registrado seu primeiro empregado, Hans Oerding em
1946. Em 12 de fevereiro de 1948, transformou-se em sociedade
anônima, A porcelana Schmidt é reconhecida como a porcelana dos
nobres, pois atende todas as grandes instituições nacionais, inclusive
o Itamarati, E quando o Brasil recebeu a visita da rainha Elizabeth da
Inglaterra, no banquete, foi usada a porcelana Schmidt, sob
encomenda especial. Usa matéria prima nacional, menos o carbureto
de silício que é utilizado para queima (como cápsulas) que é
importado.
A industrialização que começou no período de 1883/1914, não
foi afetada pela Primeira Guerra Mundial, e Blumenau que contava
em 1897 com 262 engenhos de açúcar, 48 engenhos de farinha de
milho, 50 engenhos de farinha de mandioca, 46 serrarias, 29 olarias,
13 cervejarias, 9 fábricas de charutos, 6 tecelagens, 3 gráficas, 2
fábricas de sabão, 3 fábricas de vinho de laranja, 2 fabricas de água
mineral, 4 fábricas de meias, 2 fábricas de licor, etc., a partir de 1916
começou a exportar tecidos. Além das indústrias citadas, na década de Colônia Blumenau
vinte, foram fundadas: fábricas de chocolate (1923-1928), chapéus e
gaitas (1923), pás e ferramentas, agrícolas (1925), papelão (1928), Hacker & Cia. de São Paulo, que ingressou como interessada no
móveis (1929). Na década de trinta, foram fundadas fábrica de linhas consórcio formado por Gustav Salinger, Peter Christian Feddersen,
para bordar, sapatos e artefatos de couro e muitas outras, no decorrer Paul Zimmermann e Carl Jensen, que se constituíram com o nome
dos anos, que somadas tomaram Blumenau um dos maiores parques "Empresa de Eletricidade Salto", que entrou em funcionamento em lo
industriais do Estado de Santa Catarina. de maio de 1915, ligando Blumenau, Gaspar, Itajaí, Brusque, Indaial,
Entretanto, a industrialização de Blumenau só foi possível com a Warnow, Timbó, Rodeio, Hammonia, Rio do Sul, Tijucas e outras,
instalação em 1906 em Gaspar Pequeno, da primeira usina levando o progresso a esses locais. A falta de lucros desmotivou a
hidrelétrica por Frederico Busch Sênior. Em maio de 1910, Frederico firma em expandí-Ia o que desagradou aos blumenauenses que
G. Busch Sênior publicou o seguinte - AVISO - "Empresa de Luz e necessitavam de energia para a indústria e comércio. Para sanar o
Força em Blumenau. Avisa-se aos moradores do distrito de Gaspar, problema foi formado um consórcio integrado pelos grupos Hering,
Gaspar Pequeno, Gaspar Grande, Garuba, etc. especialmente, aos Renaux, Organização Hoepke, o Banco Agrícola e o Banco Alemão
moradores de Blumenau em geral, que no dia 15 de junho do corrente Transatlântico que adquiriram as ações da firma de São Paulo que
ano - 1910, principia de funcionar a linha de corrente forte. Os fios havia financiado a usina. A demanda de energia com o aparecimento
estão SEMPRE carregados com a voltagem de 10.000 volts. A de novas indústrias, exigiu que em 1959 ela fosse racionada. Apesar
ninguém é permitido tocar nesses fios, nem mesmo indiretamente. de em 1963 ter entrado em funcionamento a primeira fase da usina de
Comunicar com esses fios resulta a morte imediata. Maio de 1910".

54
55
Palmeiras, a energia ainda era escassa e muitos estabelecimentos conhecido) que fazia o trabalho de transporte de correspondência e
usavam geradores particulares. Com a instalação da usina era lancheiro.
termoelétrica "Sotelca", o Governo Estadual em 1962, desapropriou a O recenseamento de 1876, acusou 10.701 habitantes, e em 1877,
maioria das ações da Empresa Força e Luz de Santa Catarina S.A. que segundo o Doutor Blumenau, a Colônia completaria vinte e cinco
servia o Vale do Itajaí, integrando-a no plano estadual de anos de fundação. Atualmente, a data de fundação da cidade é
eletrificação. festejada no dia 2 de setembro mas o Doutor Blumenau considerava
Blumenau é freqüentemente assolada por enchentes e foi na como data da fundação o dia 28 de agosto de 1852, data em que
cheia de 24 de dezembro de 1875, que o São Lourenço, que só subia o entregou os primeiros lotes aos colonizadores. A data de 2 de
rio Itajaí-Açú até Gaspar, devido às fortes corredeiras e pouca setembro de 1850 foi fixada pela Câmara Municipal depois de estudos
profundidade, sob o comando de João Esteves Várzea, se aventurou e minuciosos, quando Blumenau já era município, porém os 25 anos de
subiu até Blumenau, por sugestão de Louis Altenburg, levando muitas Blumenau, foram festejados no dia 28 de agosto de 1877 6
famílias de Gaspar, sendo recebido em Blumenau com espoucar de Além dos votos de congratulações por parte do Subdelegado e do
foguetes, duas bandas musicais, Presidente da Câmara de Vereadores Juiz de Paz, leitura e entrega de um memorial por Karl Wilhelm
e grande massa popular, regressando em seguida, porque as águas do Friedenreich e Max Merk, relatando o desenvolvimento da Colônia,
rio Itajaí-Açú começaram a baixar. João Esteves Várzea era pai do bem como, de um programa festivo ilustrado e elaborado pelo
escritor catarinense Virgílio Várzea. litógrafo Bernhard Scheidemantel, dando uma visão clara de
Em 1875, aportaram em Blumenau os primeiros Colonos Blumenau dos anos de 1852 a 1877, o Doutor Blumenau recebeu
italianos provenientes de Trento e Tirol do norte da Itália. Esses congratulações de todas as formas e principalmente de uma comissão
Colonos se estabeleceram entre a confluência dos rios Cedros e do "Kulturverein", que passou às mãos do Doutor Blumenau um
Benedito e deram origem à "Colônia Italiana" (Rio dos Cedros, álbum com vistas da Colônia confeccionado pelo livreiro Johann Karl
Ascurra, Apiúna). Rodeio também foi formada por esses Colonos, o MueIler com vistas fotográficas por Bernhard Scheidemantel. Além
local, porém não foi demarcado pela Direção da Colônia. Segundo o da alvorada na frente da casa do Doutor Blumenau, a partir das duas
historiador prof. José Ferreira da Silva, "Os Colonos italianos eram horas da tarde houve concentração de todas as sociedades na rua
bem diferentes dos alemães, eram menos pacientes, mais exigentes, principal do centro e ainda oito cavaleiros montados em cavalos
apesar de suas condições de vida na Europa serem, talvez, bem piores brancos. Todos marcharam até a Sociedade de Atiradores, onde as
do que a dos alemães. Criaram muitos problemas para o Doutor sociedades de canto, Germânia, Sãngerbund, Freundschaftsverein,
Blumenau, porém, era gente ativa e trabalhadora". Frohsinn e Sociedade Teatral Blumenau se apresentaram. As
No início de 1876, o Colono Hermann Junk teve a idéia de festividades se prolongaram por vários dias. Também, foi muito
convidar o Imperador Dom Pedro II para padrinho do seu sétimo importante a inauguração da nova casa da direção da Colônia,
filho. O Imperador excusou-se e o Doutor Blumenau resolveu o construída em bonito estilo pelo arquiteto Heinrich Krohberger, e que
assunto. Aliás, para evitar os constantes convites para padrinho das foi ocupada em setembro de 1877. Tudo transcorreu
crianças que nasciam na nove I Colônia, o Doutor Blumenau disse, maravilhosamente, num dia lindíssimo e em perfeita harmonia "como
certa ocasião, na casa de Friedenreich que só seria padrinho no dia em sempre" nos festejos da Colônia. Todos os velhos Colonos, que
que Auguste Lake, doméstica, tivesse o seu décimo segundo filho e lutaram lado a lado com o Doutor Blumenau, prestigiaram as
quando Auguste, casada com Wilhelm August Siebert, deu a luz ao festividades. Em seguida, houve o banquete, teatro e, depois, baile. O
seu décimo segundo filho, o severo Diretor da Colônia cumpriu a Doutor Blumenau também foi carinhosamente homenageado pela
promessa. No dia do batismo, enviou um enorme bolo para a casa da Sociedade de Atiradores de Gaspar.
afilhada, que foi sua única afilhada na Colônia. Anos mais tarde,
quando Auguste foi visitar o Doutor Blumenau em Braunschweig,
"Kolonie Zeitung'' de 10.11.1877
este logo a reconheceu como a filha do "Siebert de óculos" (como era 6

56 57
N o dia 14 de junho de 1878, a Colônia foi visitada pelo horas, de chuva torrencial, as águas do Itajaí subiram a tal altura e tão
Presidente da Província de Santa Catarina, Doutor Lourenço repentinamente, que a maior parte dos atingidos mal pôde salvar a
Cava1canti de Albuquerque, que assumiu o cargo no dia 7 de maio de vida. Não há palavras que possam descrever a enorme catástrofe,
1878, cargo que lhe foi transferido pelo Vice-presidente em exercício Perderam-se vidas preciosas e os danos materiais foram incontáveis:
Joaquim da Silva Ramalho. O fato digno de registro é que o Doutor casas demolidas, plantações destruídas; casas inteiras foram
Lourenço Cava1canti de Albuquerque assistiu ao espetáculo carregadas pela água. Pela uma e meia da madrugada, começou a se
"Preciosa", encenado pela Sociedade Teatral "Frohsinn", e que falou manifestar o perigo. E embora no dia precedente só se ouvisse falar
em alemão com os presentes. em possibilidades de inundação, as águas tudo invadiram de repente,
Para o sisudo e rigoroso Doutor Blumenau, que expedia despertando homens e animais. Foi com enorme ânsia que se esperou
"Certificados de Probidade" para os imigrantes que se afastavam da o clarear do dia para o inicio da obra de salvamento. Neste, tomaram
Colônia, que discutia com Wilhelmine, esposa de Johann Karl pgrte saliente o comandante e a tripulação do vapor "Progresso",
Mueller (que em 1866 participou da la Exposição realizada no incansáveis no transporte de pessoas do Garcia e da Vila, acolhendo-
Desterro e que ilustrou o programa dos 25 anos de Blumenau), que o ª§, nas Igrejas católica e protestante. A eles, principalmente, se deve o
acusava de "rigoroso demais, pois chegava a revistar as panelas das fato de não ter havido perdas de vidas a lamentar na Vila e seus
casas dos Colonos para controlar o racionamento da carne verde", a próximos bairros. Com o nascer do dia, as colinas das Igrejas citadas
circular n? 6, de 16 de dezembro de 1878, do Ministério da encheram-se de gente que foi socorrida pelo Padre Jacobs e pelo
Agricultura, exigindo maior economia na aplicação de rendas Pastor Sandreczki, O número de pessoas que se refugiaram nas Igrejas
públicas e que os imigrantes antes de 10 de janeiro de 1877 não subiu a mais de quatrocentas. Indescritível o espetáculo que ali se
deveriam ser mais contemplados com obras públicas, com exce<PkJ de observava. As crianças tiritando de frio, chorando aos gritos, punham
alguns casos isolados e autorizados pelas autoridades superiores, naquele cenário tristíssimo uma nota comovedora de desespero.
irritou-o profundamente, principalmente com as ameaças de conflitos Algumas famílias conseguiram salvar alguma coisa dos seus haveres;
na Colônia, que após ponderações, o levaram a colocar seu cargo à outras ficaram apenas com a roupa do corpo. Os objetos que iam
disposição, entretanto, reconsiderou a decisão. sendo retirados das águas eram amontoados na maior desordem. Os
A comunicação via terrestre era precária e o melhor meio para se moços fizeram fogo, improvisaram uma cozinha. Em volta, toda a
chegar até a capital da Província eram os barcos. Pelo Decreto enorme extensão, parecia um mar. Medonhas correntes d'água
Federal 6.989, de 10 de agosto de 1878, foram aprovados os Estatutos arrastavam portas, janelas, móveis e animais. O "Progresso" e outras
da Companhia de Navegação Fluvial a Vapor Itajahy-Blumenau. embarcações venciam com dificuldade o ímpeto das águas orientando-
A Colônia Blumenau, pela Lei n" 860, de 4 de fevereiro de 1880, se pelas copas emergentes dos altos coqueiros. No dia 26, as águas
foi elevada à categoria de município e as freguesias de São Pedro começaram a baixar, aparecendo as cumeeiras do casario. Avaliava-se
Apóstolo de Gaspar e São Paulo Apóstolo de Blumenau foram o prejuízo na medida em que as águas iam baixando. Aqui uma casa
desmembradas do município de Itajaí com sede na freguesia de São completamente demolida; ali, dezenas cobertas de lama negra; os
Paulo Apóstolo que passou à categoria de Vila de Blumenau, ficando objetos e utensílios domésticos completamente inutilizados. Onze
dependente da-Comarca de Itajaí quanto ao poder judiciário. Em 20 pessoas morreram afogadas".
de abril de 1880 o decreto Imperial 7.693 emancipou a Colônia. N a época, era Presidente da Província, João Rodrigues Chaves,
O ano de 1880 foi também cenário, na noite de 22 para 23 de que assim que o tempo melhorou esteve em Blumenau para avaliar a
setembro, da grande enchente que inundou toda a Colônia, extensão da ocorrência e determinar as necessárias providências. A
excetuando as duas Igrejas, únicos lugares não atingidos. Segundo o ocorrência faz parte do relatório anual de João Rodrigues Chaves.
relatório oficial, as águas do Itajaí subiram 15 metros e 3 decímetros. No dia 2 de novembro chegou a Blumenau o engenheiro Joaquim
O "Kolonie Zeitung", de 9 de outubro de 1880, publicou: "A Colônia Rodrigues Antunes chefiando uma comissão nomeada pelo Governo
Blumenau foi atingida por uma grande desgraça. Depois de muitas Imperial para tratar da recuperação da Colônia. Blumenau recebeu

SS S9
auxílio do país, do exterior, de subscrições públicas e também do alemã o "Blumenauer Zeitung" foi fechado no dia 2 de dezembro de
Imperador Pedro II e da Imperatriz Dona Thereza Christina, que na 19381. O "Blumenauer Zeitung" defendia os Colonos, e os partidários
época colaboraram com a importância de cinco contos de réis do de Antunes, com a colaboração de Berahard Scheidemantel fundaram
próprio bolso. A comissão Antunes provocou uma série de incidentes o "Immigrant", no dia 5 de abriL de 1883, para se defenderem das
entre os Colonos que o acusaram de ladrão, por lográ-los nos salários, acusações. Karl Wilhelm Friedenreich era o redator e Fritz. MueUer
indenizaçêes, etc., a que tinham direito. Acontece que Antunes que também se envolveu na polêrnioa, apesar de sócio honorário da
casara-se com a filha de Karl Wilhelm Friedenreich, muito Imperial Academia Alemã de Ciências Naturais Leopoldina, laureado
prestigiado na Colônia, e este reuniu amigos para defender o genro e por universidades e sociedades científicas dos países cultos, homem
rebater os ataques do "Blumenauer Zeitung". As ocorrências que Darwin denominou o "Príncipe dos Observadores", com obras
culminaram com processos judiciais e a chegada a Blumenau do imperecíveis sobre Ciências Naturais, foi exonerado do cargo de
Presidente da Província, Joaquim Augusto do Livramento e do Chefe naturalista colecionador e colaborador do Museu Nasional do Rio de
de Policia com 40 praças, no dia 21 de março de 1882, que seguiram Janeiro, cargo que vinha exercendo ha décadas "por motivos de
para Warnow, voltando no dia 24 com os Colonos Thon, Splitter e economia", no dia la de março de 1884, quando contava 63 anos de
Schultz, presos, por pleitearem os seus ordenados e os dos colegas de idade, causando protestos dos intelectuais da Comunidade. A
turma que trabalhavam na medição de terras com Antunes. Os polêmica entre os jornais degenerou em briga política e a discórdia
Colonos foram recolhidos a cadeia de Itajaí.. afetou a vida administrativa do município que se refletiu no período
No dia 13 de janeiro de 1881, faleceu Hermann Wendeburg, revolucionário de 1893 e, para terminar com a polêmica, um grnpo de
guarda-livros do Doutor Blumenau desde 1860. Em sua homenagem, blumenauenses mandou publicar nos dois jornais locais o seguinte:
o Doutor Blumenau denominou a atual Alameda Duque de Caxias de "Os signatários convidam os redatores e colaboradores do
Bouleward Wendeburg. 'Blumenauer Zeitung' e do 'Immigrant' _ a cessarem todas as questões,
Os amigos de Hermann Wendeburg mandaram pintar a sua foto, intrigas e ataques, pois isso não interessa à maioria dos leitores,
a óleo, pelo conhecido pintor Wislecinus, Professor da Academia de prejudica os jornais e depõe muito contra a nossa Colônia. Esperamos
Düsseldorf-Alemanha, e na sala das sessões da Câmara Municipal de que este nosso desejo seja satisfeito. Blumenau, 14 de agosto de 1883.
Blumenau, no dia 2 de fevereiro de 1885, a foto foi inaugurada. Otto Stutzer, A, Persuhn, A.H .. von Hartentaal, Gustav Salinger, Fr.
Falaram, na ocasiao, Sametzki, em língua alemã, enaltecendo as Lungershausen, A, Meldola, Louis Altenburg, K. Friedem:eich, H.
qualidades excepcionais de Wendeburg. Discursaram em português o Clasen, Andreas Grassmann, Jacob Graesser, Peneder, Hugo Riedel,
Dr. Antunes e o Dr. Fontes. Bernhard Hoeppner, Fr. van Ockel, k Knoblauch, J. Baumgarten, F.
Em la de janeiro de 1881, o hlumenauense já contava com o Faust, H. Koehler, E. Gropp, 'q. Grahlj G. Hindlmayer, Fr. Raabe".
primeiro número do "Blumenauer Zeitung" que registrava todas as O final do ano de 1880 e
todo o ano de 1881 foi empregado na
ocorrências importantes, não só de Blumenau e sim também do recuperação do município.
Estado, Brasil e exterior. Fundado por Hermann Baumgarten, que em Um fato que marcou Blumenau após a grande enchente de 1880
1879, participou da comissão integrada por Wilhelm Scheeffer, Louis foi o auxílio recebido da Loja Maeânica "Zur Eintracht" (Concórdia),
Sacht1eben, Otto Stutzer, Heinrich Clasen e Theodor Klein, que iria de Porto Alegre, da quantia de 2:667$000, quantia esta agradecida
levantar fundos para fundar a primeira tipografia em Blumenau, cujo pela Comissão de Socorro integrada pelo Padre Jacobs - Vigário,
contrato foi assinado em 31 de dezembro de 1880, tendo, como Wilhelm Scheeffer, Heinrich Probst, Louis Sacht1eben, P.F. Faust,
redator, Anton Hertel e, Hermann Baumgarren Sênior, como editor. Julius Baumgarten, Franz Lungershausen, Doutor Blumenau, Dr .. Fritz
Os fundos levantados foram entregues a Hermann Baumgarten Sênior Mueller e Viktor Gaertner, em carta datada de 2 dejaneiro de 1881.
para liquidar dentro de um prazo estabelecido. Hermann Baumgarten
Sênior faleceu em 6 de fevereiro de 1908. Por motivos de segurança
nacional, como os demais órgãos de imprensa, editados em língua 7 A Imprensa em Blumenau - José Ferreira da Silva - p.8

60 61
No dia 25 de abril de 1882, o Dr. Antunes, membros da comissão ainda, grandes nomes da indústria, comermo 'e administração do país.
e soldados retiraram-se da Vila" embarcando no vapor "Progresso". Faziam parte da Sociedade, o Doutor Blumenau e Karl von Kozeritz...
Os blumenauenses, apesar da enchente que devastou tudo, não que muito trabalharam para que o "Heydt Restrikt'', que proibia a
esmoreceram, trabalharam muito, e, nos primeiros dias de janeiro, C. emigração de alemães para o Brasil, fosse revogado.
Hertel, E. Neubach e H. Baumgarten fundaram uma Sociedade de No dia 18 de março de 1882, por decreto Imperial, a Colônia
Estenografia para o ensino e prática do método de Gabelsberger. Blumenau, inclusive Rio do Sul, excluída do decreto anterior, foi
Também Madalena von Hartentaal, iniciou, no dia IOde janeiro de declarada emancipada. Antes, porém, foi dissolvida a dire<PftJ da
1881, um curso de trabalhos manuais, Colônia e dispensados o diretor e auxiliares. No dia 30 de julho de
No dia 14 de agosto de 1882, a família do Doutor Blumenau, sua 1882, os blumenauenses compareceram a Igreja Matriz para eleger o
esposa e as filhas Christine e Gertrud regressaram para a Alemanha, primeiro governo do município a ser inaugurado no dia 10 de janeiro
onde já se encontrava, estw.lando, o filho Pedro Hermann. O Doutor de 1883. Na ocasião, Blumenau já contava com uma população de
Blumenau acompanaou a família até o Rio de Janeiro e voltou para 16,380 habitantes. Um fato interessante é que a entrada dos lusos não
Blumenau, só viajando no dia 15 de agosto de 1884, depois de ver era registrada pela direeão da Colônia.
instalada a Câmara, entregar a documentação da sua administração e Na época, era reduzido o numero de adultos blumenauenses que
regularizar' seus negócios particulares. O regresso do Doutor sabiam falar o português, e conseqüentemente, Blumenau só tinha 14
Blumenau para a Alemanha prendeu-se mais aos desejos da esposa, votantes na Vila, enquanto que Gaspar, com grande número de
que era de família rica e se ressentia da falta de conforto a que estava Colonos nacionais, contava com 35 eleitores. A estes 49 eleitores
habituada; entretanto, o Doutor Blumenau, várias vezes, manifestou cabia eleger sete vereadores.
desejos de permanecer e morrer na sua cidade. O Doutor Blumenau Foram eleitos apenas 4 vereadores: Louis Sachtleben, Otio
regressou para a Alemanha, pobre, porém a posteridade fez-lhe justiça Stutzer, Jacob Louis Zimmermann, I Francisco Sálvio de Medeiros e os
e, no governo do prefeito José Ferreira da Silva, em 1940, a sua figura 4 juízes de Paz: Julius Baumgarten, Wilhelm Eberhard, Wilhelm
foi eternizada na estatua em bronze, no local da fundação da cidade, Scheeffer e Francisco da Rocha. Em decorrência de tal fato, foi
pelo escultor Francisco de Souza. realizada nova eleição para completar o numero de vereadores e
O Doutor Blumenau lutou pela revogação dos dispositivos que também para substituir Wilhelm Eberhard que não podia ser votado,
dificultavam a emigração para o Brasil, fazendo palestras, em pois era agente dos Correios desde 1875. O número de vereadores foi
associações de geografia em Leipzig e Dresden. E como integrante da completado com Heurique Watson, José Heurique Flores Filho e José
Sociedade Central de Imigração; em IOde outubro de 1884, já na Joaquim Gomes. Os atos oficiais foram presididos pelo Presidente da
Alemanha, foi nomeado agente oficial da Colonização Brasileira em Câmara de Itajaí, Luiz Fortunato Mendes, e secretariado por Luiz
Hamburgo. Vitonno da Silva, tendo por local o edifício da direeãn da Colônia,
No dia 16 de janeiro de 1884, Louis Sachtleben e Henrique que passou a ser a sede do governo do município. Desmembrado de
Watson, preocupados com os problemas da imigração, convocaram Itajaí, estavam presentes às solenidades grande número de pessoas de
uma reunião para fundar em Blumenau uma filial da Sociedade destaque de ltajaí e Blumenau. O primeiro presidente da Câmara foi
Central de Imigração, e como na ocasião os presentes não chegassem José Heurique Flores Filho, o Vice-presidente Louis Sachtleben e
a um acordo foi convocada nova reunião para o dia IOde fevereiro, do secretário Henrique Watson. Em reunião da Câmara foram nomeados
mesmo ano. A Sociedade Central de Imigração, foi fundada no Rio de auxiliares do governo municipal como procurador Heurique A vé-
Janeiro, e instalada com a presença do Imperador no dia 17 de Lallement, e Guido von Seckendorff, como secretário. A primeira
novembro de 1881, para fazer propaganda do Brasi I como terra ideal sessão do júri realizada em B 1umenau foi presidida pelo juiz de
para a imigração, incentivar, a vinda de Colonos estrangeiros' e dar" direito de Itajaí, Dr. Francisco Martins Fontes, em 1883 8. Durante a
lhes assistência nos primeiros tempos em sua nova Pátria, A
sociedade foi fundada sob os auspícios do Visconde de Taunay e, 8 História de Blumenau - José Ferreira da Silva - 1972 - p.145

62 63
primeira câmara foi construída a primeira linha telefónica entre A linha telefónica, instalada por Asseburg, no dia 13 de junho de
Blumenau e Itajaí.. Com a experiência dos vereadores, autoridades 1883, ligando Itajaí, Blumenau e Brusque já estava pronta e foi por
judiciárias e policiais de, Itajaí, o novo município de Blumenau telefonema que os blumenauenses foram avisados da chegada, no dia
resolveu os principais problemas administrativos, incluindo também a 23 de junho, às 6 horas, pelo "Progresso", do Presidente da Província
adaptação do Código de Posturas, que vigorou até Blumenau adotar acompanhado da esposa. Foi organizada uma festiva recepção à qual
legislação própria. O Código foi impresso em português e alemão pela compareceram povo, autoridades, professores e alunos. Quando o
Tipografia Baumgarten. O primeiro Código foi baseado em vapor apontou na curva do rio espoucaram foguetes e a banda de
necessidades prementes da época, pois era fruto da experiência dos música tocou o Hino Nacional. . O Presidente hospedou-se no Hotel de
legisladores. Também foi publicado na época um regulamento para Johann Schreepp, sendo homenageado depois do jantar pela
carroças, carros de mola e outras veículos com 20 artigos 9. Sociedade de Canto Germânia. No dia 24 visitou a vila e as
Na época, o município já era servido por estradas e trilhas e a repartições públicas, e à noite foi realizado um baile. No dia 25, ~
principal, a que margeava a direita do Itajaí-Açú, corria da sede do Presidente foi até Gaspar com o vapor "Progresso" e de lá para
município até o passo do Braço do Sul, onde por uma trilha chegava- Brusque foi a cavalo, enquanto sua esposa seguiu direto para Itajaí..
se a Lages e Curitibanos. Margeavam a estrada pequenas povoações Em 1883, apesar do artigo do Pastor Hesse, no "Kolonie
como Salto Weissbach, Passo Manso, Encano, Warnow, Aquidabã e o Zeitung" de 3 de outubro de 1863, comentando que só a "maçonaria
acesso à margem esquerda do Itajaí-Açú era feito com balsas ainda não encontrara ambiente para fixar-se", no dia 24 de fevereiro,
localizadas em Itoupava Norte, Badenfurt, Passo Manso, Carijos e Otto Stutzer, Franz Lungershausen e Wilhelm Scheeffer, formularam
Ascurra, O desenvolvimento aparecia em toda parte e a vida social, convite, para uma reunião com a finalidade de fundar uma loja
artística e cultural era intensa e até uma sociedade para informar e maçónica. E no mesmo ano, já sem utilidade, o velho barracão dos
defender as causas judiciais (Verein für Rechtskunde und imigrantes, pertencente ao Estado, através de um edital publicado pela
Gesetzschutz) foi fundada no dia 8 de janeiro de 1882, tendo na Coletona de Rendas Gerais, através do Coletor Wilhelm Engelke,
presidência Augusto Mueller e na secretaria Bruno Hering. tomou público que no dia 5 de maio o material do mesmo seria
No mesmo ano, em reunião de 30 de abril, os associados da leiloado.
Sociedade de Atiradores conferiram ao Deputado Geral, Dr. Alfredo Com a volta do austero' Doutor Blumenau para a Alemanha, a
d'Escaragnole Taunay, o título de sócio honorário pelos bons serviços honestidade, característica dos colonizadores, em alguns,
prestados à Colónia. Igual gesto tiveram as sociedades, Kulturverein, desapareceu, oponunizando o artigo publicado no "Blumenauer
Turnverein e a Sociedade de Cante Germânia, no dia IOde maio. Zeitung" de 11 de outubro de 1884: "Como se sabe, a Câmara cobra
Taunay, voltou a Blumenau com grande comitiva pelo vapor um mil réis por cabeça de gado suíno abatido para consumo. No
"Progresso" em propaganda para o cargo de deputado à Assembléia trimestre de julho a setembro, foram arrecadados 159$000 desse
Nacional nos dias 22 e 23 de novembro de 1884. Grande amigo de imposto. No mesmo período de tempo, foram exportados: toucinho,
Blumenau foi recebido com festas, sendo homenageado pela 969 quilos; carne de porco defumada e seca, 15.523 quilos e banha,
Associação Ginástica, Sociedade de Atiradores e Cantores. Houve 47.554 quilos, do que resulta. que cada porco, sem ossos e outros
discursos, fogos de artificio, música, canto, marcha "aux flambeaux", restos, pesou 403 quilos, ou cerca de 27 arrobas. Levando-se em
etc., culminando com um baile na Sociedade de Atiradores. consideração que, em media, 50 porcos dão 2.000 quilos de banha e
Hospedou-se na casa de Julius Baumgarten e dia 24 viajou com a sua 600 quilos de carne, a Câmara teria que receber 1:131 $000 e não
comitiva para Itajaí.. 159$000. Onde ficam os restantes 1:072$000 de imposto? Ou será
que, aqui, de fato, o porco pesa, sem ossos e outros restos, 403 quilos?
Ou será que a Câmara é que está sendo lograda?"
O evento que marcou o ano de 1884, foi a visita. do Conde d'Eu a
9 História de Blumenau - José Ferreira da Silva - 1972 - p.148
Blumenau, e que integrava o programa que a Princesa Isabel, herdeira

,
64 65
do trono, empreendia às Províncias do Sul, acompanhada do marido, Jovens com uma breve alocução, recebendo vanos ramalhetes de
entretanto, por motivos de saúde, a Princesa Isabel, de São Francisco flores. O Conde d'Eu apeou na frente da casa de Heinrich Clasen,
do Sul, foi diretamente para a capital da Província onde aguardou o onde lhe ofereceram refrigerantes e petiscos. Na volta fez uma rápida
consorte. II parada na casa de Bernhard Hoeppner e também na cervejaria ~e
O Conde d'Eu,e sua comitiva chegaram a Blumenau no dia 15 de Heinrich Hosang que lhe despertou grande interesse e agrado. As
dezembro, entre as três e quatro horas da tarde pelo vapor doze e trinta, após despedir-se dos blumenauenses que o
"Progresso", sendo recepcionado com a banda de música, que tocou o acompanharam até o porto, onde o vapor "Progresso" já o aguardava,
Hino Nacional, por autoridades, povo, fogos de artificio e o repicar o Conde d'Eu foi saudado com "vivas" pelos presentes. Antes de
festivo dos sinos das duas Igrejas. Ao som da "Musikkapelle Ruediger deixar Blumenau, o Conde d'Eu doou à Câmara Municipal a
& Lingner" e repique dos sinos, tendo à frente os alunos do Colégio importância de cem milréis para distribuir entre os pobres. O Conde
São Paulo (atual Colégio Santo Antônio), e grande massa popular, o d'Eu usou o idioma alemão em suas palestras, o que agradou muito os
Conde d'Eu dirigiu-se para a Igreja Católica, sendo recebido com blumenauenses. O único fato negativo, ocorrido na ocasião, foi o
festivas salvas de morteiros. A festa religiosa encerrou-se com um afogamento de um músico de 17 anos, filho do mestre-pedreiro
solene "Te Deum" e uma saudação em português e alemão na qual o Gauche. Para recepcionar o Conde d'Eu, Itajaí contratou a banda
Padre Jacobs traduziu a alegria do povo pela visita De regresso da Schneider que foi de canoa até a mesma cidade porém, com o atraso
Igreja o Conde d'Eu visitou a Câmara Municipal e a Coletoria. As da viagem, nas imediacões da Barra do Itajaí-Mirim, o vapor
perguntas que formulou aos diversos membros da Câmara, "Progresso" já vinha subindo o rio Itajaí com o Conde d'Eu a bordo e
demonstraram interesse por tudo que dizia respeito ao município e as ondas produzidas pelo vapor e o descuido do canoeiro viraram a
grande conhecimento das atividades rurais. Da Câmara, o Conde d'Eu canoa, salvando-se, a nado, só dois dos três ocupantes.
e comitiva dirigiu-se ao Hotel de Johann Schreepp, onde foram Emancipada desde 18 de março de 1882 por Decreto Imperial, a
reservados aposentos pelo governo municipal. Depois do jantar, o Colônia Blumenau, implantou seu primeiro governo eleito no dia 10
Conde d'Eu deu um passeio pelas ruas que apresentavam uma dejaneiro de 1883, tendo José Henrique Flores Filho como primeiro
iluminação nunca vista antes. "Pelo meio das palmeiras da 'Palmen Presidente da Câmara. Entretanto, até a data da instalação da
Allee' ostentavam-se lanternas de todas as formas e cores, e, no Comarca, Blumenau era um termo da Comarca de Itajaí. O primeiro
princípio dessa rua, um "arco de triunfo", com bandeiras, desenhos e processo julgado pelo Juiz de Direito de Itajaí, Dr. Francisco Martins
lâmpadas coloridas", davam um maravilhoso aspecto. Também Fontes, foi marcado para o dia 27 de março de 1883, porém a primeira
algumas casas particulares como à do Cônsul Viktor Gaertner, Karl sessão do Júri na Vila, só foi realizada no dia 30 de março, por não
Wilhehn Friedenreich e Franz Lungershausen, aumentaram com a sua comparecer número legal de jurados. Na ocasião foi julgado José
iluminação o ar festivo. Às 9 horas da noite, após um passeio pelas Maria Chacão, acusado de causar ferimentos graves em outra pessoa.
ruas principais da Vila, o Conde d'Eu compareceu a reunião dançante Tendo como defensor Gregório Joaquim Coelho, Chacão foi
realizada em sua honra no salão dos Atiradores, onde antes das danças absolvido por unanimidade. No dia 17 de novembro de 1884, em
se apresentaram a Sociedade de Canto Germânia e o Coral Misto sessão do Júri, foi julgado, pela segunda vez, Carl Teske, que no
Urânia, qu;e foram muito aplaudidos pelo homenageado. No dia primeiro julgamento fora condenado às galés perpétuas por
seguinte, pela manhã, de carruagem, o Conde d'Eu visitou escolas, a homicídio. No segundo foi condenado a 12 anos de prisão com
Igreja Evangélica, o Hospital, a Cadeia, a tricotagem de Hermann trabalhos forçados.
Hering Sênior, e o escritório da Comissão de Agrimensores, antes de Em outubro de 1883, a Colônia Blumenau foi premiada com
fazer um passeio até a casa de Heinrich Clasen (atual residência do medalha de bronze na Exposição de Amsterdam (Holanda) pela linda
Dr. Julio Zadrozny); na entrada do bairro, em frente da casa de coleção de madeiras do Vale do Itajaí. Na mesma exposição, a
Bernhard Hoeppner, o Conde d'Eu foi recebido por uma delegação de "Kulturverein" foi premiada, pelo café exposto, com medalha de
senhoritas e moços a cavalo, sendo cumprimentado por uma das bronze. Entretanto, devido às fortes geadas que se abateram sobre o

'66 67
Vale do Itajaí em 1860/1870, e que estragaram as plantações, os
que estaria à disposição da associação, li ser fundada, para auxiliar em
Colonos desanimaram de cultivá-lo.
tudo o que fosse necessano para que os imigrantes de início
Em 1886, foi realizada uma exposição em Berlin-Alemanha, da
obtivessem, "bons resultados de seu árduo trabalho no desbravamento
qual participou o Colono August Germer, e o "Volkszeitung"
e cultivo de suas propriedades". Finalizando com um viva à imigração
escreveu: - "um Colono de Blumenau teve a feliz lembrança de
alemã. Seguiram-se uma série de brindes, tendo o Presidente brindado
estabelecer o seu bazar em um rancho, igual aos que os imigrantes
os imigrantes como fator fundamental no desenvolvimento económico
brasileiros ocupavam no mato. Esse rancho blumenauense é feito de
da Província; Asseburg brindou o Senador Taunay; o Juiz Costa
varas de palmito, coberto de palha e ornado com musgos. Os palmitos
Moreira brindou o Deputado Hackbarth, sendo os brindes finais
e as palhas da cobertura são amarrados com cipó que tem a mesma
resistência das nossas cordas. O cipó, que é um vegetal muito comum erguidos aos Imperadores do Brasil e da Alemanha. À noite,
participou do baile na Sociedade de Atiradores. No dia 5, devido as
ali, não apodrece nem bicha e o proprietário do rancho teceu, com ele,
chuvas, o Presidente não foi até Indaial, porém, visitou repartições,
o assento do banco compnido. No rancho blumenauense, vendem-se
escolas, Igrejas, fábricas de conservas e outras indústrias. Com a
peles de animais selvagens, plumagens de aves multicores, chapéus de
participação de autoridades locais, realizou-se no Hotel Freygang, às
palha, minerais e borboletas douradas e azuis. Causaram sucesso o
5 horas da tarde, um jantar, no qual o Presidente agradeceu a acolhida
vinho de laranjas brasileiro e a cachaça de cana. Ao lado dos ricos
e as homenagens recebidas. No dia 6, arutes do regresso a Desterro, na
produtos agrícolas havia amostras de carvão e ferro, materiais
hora do almoço, o Presidente comunicou ter nomeado uma diretoria
necessários às indútrias de base". August Germer recebeu medalha de
ouro, prata. e bronze. provisória para a Associação de Imigração integrada pelos senhores
Malburg, Sacht1eben, Salinger, Probst, Altenburg, Flores e Koehler.
No dia 4 de janeiro de 1887, o Dr. Francisco José da Rocha,
Após o ahnoço visitou a cadeia, o Hospital Municipal (que achou
Presidente da Província, visitou Blumenau sendo recebido sob
obsoleto), a bibli.oteca do Kulturverein e o "Blumenauer Zeitung".
aplausos pelos blumenauenses, ao som de duas bandas musicais do
Antes de embarcar, pousou no cais para uma foto. Durante o regresso,
espoucar de foguetes e acompanhado até o Hotel Freygang, onde foi
a bordo do vapor, pessoas que o acompanharam até Gaspar,
cumprimentado. No salão dos Atiradores, todo ornamentado com
abordaram a constrnção da estrada Blumenau-Curitibanos.
flores e bandeiras foi servido um banquete, sendo o Presidente
Em 1887, Blumenau contava com sessenta milhas de estradas
saudado pelo Juiz Dr. Costa Moreira, que no [mal, convidou os
carroçáveis e duzentas e cinqüenta milhas de caminhos vicinais, que
presentes a um "Viva" e votos 4e boas vindas ao homenageado. O
duplicaram no decorrer de nove anos.
Presidente agradeceu, dizendo que ocupava o cargo, por ser Santa.
Catarina um dos principais centros de imigração européia e ter O "Blumenauer Zeitung", a partir de 1881, registrava todos os
fatos importantes da Colónia, o que entretanto não impedia que
defendido como jornalista a política de estímulo a essa imigração.
Solisitou aos blumenauenses a formação de uma associação, visando houvesse pessoas que eram verdadeiros jornais falados. Entre eles,
quem muito influiu e participou da vida blumenauense foi Friedrich
incentivar a imigração e amparar os imigrantes. Na ocasião, citou a
Hoffmann, conhecido pelo apelido de "Schirmonkel". Consertava
exposição realizada na Alemanha, onde August Germer demonstrou a
guarda-chuvas e outros pequenos objetos de uso pessoal..
"evolução, da Colónia e progressivo bem estar do imigrante",
Temperamental,. vivia de brigas com os vizinhos. Tinha veia poética e
convidando a todos para acompanhá-lo num brinde e viva - "Viva o
fazia versos humonísticos sobre tudo e todos. Apesar das brigas e
Senhor August Germer, pioneir.o blumenauense, na Exposição de
outras virtudes, quando o "Schirmonkel" faleceu, no dia 5 de janeiro,
Beslin'', sendo acompanhado pelos presentes. August Germer, em
aos 75 anos de idade, deixou uma grande lacuna e porque não dizer,
poucas palavras, relatou como se desenvolveu a exposição sul-
saudades. O ano de 1887, ainda foi marcado, pela morte de Ferdinand
americana em Berlin, onde recebeu cumprimentos e congratulações,
Hacknadt, no dia 22 de fevereiro, com quase 70 anos de idade. O
inclusive do Ministro Imperial von Boettcher. Falou em seguida o
Doutor Blumenau veio para o Vale do Itajaí com o sócio Ferdinand
Engenheiro Dr. Paula Ramos, Chefe da Comissão de Terras, dizendo
Hacknadt. . Mais tarde, devido a desentendimentos, Hackradt mudou-se

68
69
para o Desterro, onde fundou a maior fuma de importação da Oftcial do Registro de Hipotecas.: A ata de instalação da Comar.ca de
Província" a Carl Hoepcke & Cia. Blumenau foi lavrada no livro de atas, do Tribunal do Júri da Comarca
Também é quase inacreditável que em 1887, alguém pudesse de Blumenau.
morrer por acidente de trâasito em Blumenau, entretanto, o O teor da Lei que criou a Comarca é o seguinte: "O Doutor
"Blumenauer Zeitung", de la de outubro de 1887, noticiou o Francisco José da Rocha, Cavaleiro da Imperial Ordem da Rosa,
atropelamento, da viúva Johanna Dankwardt, de 56 anos, no dia 23 de Comendador da de Nossa Senhora da Conceição da Vila Viçosa e
setembro, e que veio a falecer no dia 25 do mesmo mês, apesar do Presidente da Província de Santa Catarina., faço saber a todos os
socorro médico imediato. Na época, não havia calçadas nem habitantes que a Assembléia Legislativa Provincial decretou e eu
acostamento para pedestres e o boleeiro da carruagem do Conde von sancionei a Lei seguinte: Art. 1 O termo de São Paulo de Blumenau
0
-

Koppy, talvez não tivesse tido tempo para desviar a carruagem e fica desmembrado da Comarca de Itajaí.. Art. 2 0
-O dito Termo
Johanoa não tivesse ouvido a aproximação do veículo. Johanna era formará uma Comarca com a denominação de Comar.ca de São Paulo
governanta.. na casa do comerciante Hermano I Hering e era muito de Blumenau. Art. 3 0
- Os limites da nova Comarca serão os
estimada e prestativa. A nota. do jornal ftnaliza com a advertência; atualmente existentes do município do mesmo nome. Revogadas as
"Que este fato sirva de lição, pois o constante aumento de veículos em \ disposições em contrário, Mando, portanto a todas as autoridades, a
nc--sa ma principal, acidentes semelhantes poderão ocorrer com que o conhecimento e execução da referida Lei pertencer, que a
freqüência'' . cumpram. e façam. cumprir inteiramente como nela se contém".
Quando o mandato da primeira Câmara Municipal (1883/L887) A primeira sessão do Tribunal do Júri da Comarca realizou-se no
estava chegando ao fim, Flores Filho já manobrava a sua reeleição dia 17 de março de 1890, sob a presidência do primeiro Juiz de
para presidente da mesma, lançando mão de recursos pouco Direito da Comarca, Dr. Pedre Celestino Felício de Araújo, que foi
recomendáveis, entre eles, o protesto contra a eleição de Franz: Juiz em Blumenau até 10 de outubro de 1890, quando foi substituído
Lungershausen e Heinrich Clasen, alegando que os mesmos pelo Dr. Manoel Cava1canti de Arruda Câmara,
desconheciam.. a língua portuguesa. Em consulta. formulada ao Em outubro de 1893, o Tribunal do Júri de Blumenau condenou,
Presidente da Província, este considerou o protesto de Flores Filho por furto, a cinco anos de prisão o Colono Johann Schwãrnmle,
sem fundamento, determinando a posse dos mesmos. Flores Filho enquanto os irmãos Aradt, que assassinaram o Colono Selke, foram
negou-lhes o direito de prestar. juramento, porém ordens terminantes absolvidos, fato que causou grande revolta em Blumenau.
do Governo Provincial, deram posse aos mesmos. No dia 7 de janeiro de 1889 foi eleito Presidente da Câsaara,
A segunda Câmara (1887/~89) contou com Wilhelm Scheeffer, Gustav Salinger e, sob sua presidência, no dia 25 de novembro do
Franz Lungershausen, Leopold Hoeschl, Jacob Louis Zimmermann, mesmo ano, em sessão especial e solene, a Câmara aderiu à forma
Heinrich Clasen e Louis Altenburg, tendo como suplentes José republicana de governo. Terminado mandato de um ano, Salinger
Henrique Flores, José Joaquim Gomes e Heinrich Krohberger, Sob a concentrou-se em atividades comerciais, sociais e artísticas. Foi um
presidência de Wilhelm Scheeffer foi providenciada a criação de uma dos fundadores da Loja Maçônica "Palma da paz" e da Associação
estação telegráftca, a constituição de um patrimônio histórico Comercial., Gustav Salinger também foi Cônsul da Alemanha após a
municipal e' os trabalhos para melhorar. o acesso da estrada para morte de Viktor Gaettner, exercendo o cargo até a sua morte. Com a
Curitibanos. República foi nomeado Governador interino do Estado o Tenente -
Apesar. de assinada no dia 30 de agosto de 1886 pelo Presidente Engenheiro, Lauro Severiano Mueller, natural de Itajaí, que ao
da Província, a Lei Estadual n" 1.109 que criou a comarca de assumir o governo, decretou a dissolução da Assembléia Legislativa e
Blumenau, a mesma só foi instalada no dia IOde fevereiro de 1890, Câmaras Municipais, criando as Intendências Municipais.
pelo 1° Suplente do Juiz Municipal, o cidadão Gustav Salinger, que, A primeira Intendência de Blumenau contou com o Dr. José
após deferir o juramento ao 1° Promotor Público, Dr. Manoel Bonifácio da Cunha (presidente), Heinrich Clasen (vice-presidente),
Agostinho Demoro, nomeou o Tabelião Elesbão Pinto da Luz, para Friedrich Rabe, Gottlieb Reif e José Agostinho Pereira, sendo

71
instalada com solenidade no dia 18 de janeiro de 1890. Um dos Superintendente e, como Conselheiros: August Mueller, Louis
primeiros atos dos novos governantes do município foi mudar os Altenburg, Heinrich Reuter, Leopold Knoblauch, Pedro Schmidt,
nomes de algumas ruas. A rua do Itajaí é hoje a rua 15 de novembro; a Ferdinand Braatz, Heinrich Krohberger, Louis Abry, Emílio
rua do Imperador passou a chamar-se 7 de janeiro e é a atual Alameda Wehmuth, Aleandro Lenzi, Gustav Salinger, Friednich van Ockel e
Rio Branco; a Alameda Wendeburg continuou com o mesmo nome Georg Wamser.
até 1899 quando passou a chamar-se "Doutor Blumenau". Durante a Com a República, a Igreja divorciou-se do Estado o que
"nacionalização" foi denominada Alameda Duque de Caxias desagradou o clero, e o Vigánio José Maria Jacobs, fundador do
(conhecida também como Rua das Palmeiras); a rua do Hospital, hoje Partido Católico, não' hesitou em fazer campanha aberta. contra os
rua Itajaí, foi denominada 13 de maio. republicanos, sendo processado e condenado a três meses de prisão.
A República pôs em cena o Dr. José Bonifácio da Cunha, Paula A consolidação do regime republicano não foi fácil, a começar
Ramos, Santos Lostada, Francisco Margarida, Cunha Silveira e com Deodoro da Fonseca que renunciou, e Floriano Peixoto que
Hercilio Luz. Entre os citados salienta-se o Dr.. José Bonifácio da deixou o Brasil numa instabilidade sem precedentes. Essa
Cunha, médico, que tendo recebido do Governo Imperial a "Cruz da instabilidade atingiu os governantes de Santa Catarina e,
Ordem de Cristo", por sua atuação na "Expedição Madeira Mamoré", principalmente, o povo blumenauense.
durante a construção da ferrovia, chegou a Blumenau em 1885. Lauro Sevetiano Mueller, Governador do Estado, foi intimado a
Inicialmente não se envolveu em política, dedicando-se à sua renunciar, entretanto, os que o apoiavam formaram o batalhão "Lauro
profissão no município e localidades do interior. Era associado de Mueller", que com o auxílio de voluntários de outras localidades,
sociedades recreativas e desportivas, participando de grupos de marcharam para o Desterro. Blumenau também se organizou com um
cantores e conjuntos musicais, pois tocava violoncelo: batalhão de 150 homens comandados por Guido von Seckendorff
Aprendeu o idioma alemão, integrando-se à sociedade tomou-se (como Seckendorff era alemão, figurava no comando, Francisco da
o elemento capacitado a orientar o município dentro da República, Cunha Silveira, coletor), que foram transportados até Itajaí pelos
fato que só lhe trouxe desgostos, pois foi preso e processado, sofrendo vapores "Progresso" e "Jan". Em Itajaí, o batalhão passou pára uma
perseguições e injustiças. Governou Blumenau até 7 de abril de 1892, lancha da firma Asseburg que foi rebocado pelo vapor "Jan"
quando renunciou, Foi no seu governo, que no dia 9 de julho de 1890, comandado por Stein que seguiu para o Desterro em fins de dezembro
foi inaugurada a Primeira Agência Telegráfica de Blumenau, sendo de 1891. O movimento em Blumenau foi chefiado por Hercílio Luz,
primeiro telegrafista João Corcoroca. No dia 12 do mesmo mês, com Bonifácio da Cunha, Paula Ramos, Peter Feddersen, Margarida e
espoucar de foguetes, foi anunciada a conclusão dos trabalhos da outros. Na viagem para o Desterro, a meio caminho, o cabo que
linha telegráfica de Itajaí-Blumenau e conseqüentemente a integração rebocava o "Jan" rebentou e o batalhão teve que desembarcar em
de Blumenau à rede de comunicação telegráfica com o exterior, Porto Belo, seguindo, via Tijucas, onde foram recebidos festivamente
Corcoroca foi substituído por Luiz Silveira da Veiga em dezembro de no dia 29 de dezembro, data em que Lauro Severiano Mueller, no
1894. Desterro, renunciou, pois o 250 Batalhão reforçou os adversários de
A Constituição Estadual, promulgada em 11 de junho de 1891, Lauro Severino Mueller. Os blumenauenses regressaram por Nova
alterou o sistema administrativo municipal, sendo extintas as Trento e Brusque, revoltados com a atuação de' Lauro Sevesiano
Intendências e criados os Conselhos Municipais. As eleições de 31 de Mueller..
agosto de 1891 colocaram o Dr. José Bonifácio da Cunha como Na ocasiao, Santa Catarina foi governada por uma Junta
Provisória, integrada pelo Coronel Luiz dos Reis Falcão, 10 Tenente
da Anaada Arthur Diocleciano de Oliveira e Christovão Nunes Pires,
• Obs: os nomes: Hercflio Pedro da Luz, José Bonifácio da Cunha, Victorino de Paula Ramos, que decretou a dissolução do Congresso Estadual e Conselhos
Manoel dos Santos Lestada, Francisco Amónio de Oliveira Margarida" Francisco da Cunha Municipais, sendo criados, os Conselhos de Intendência, a exemplo
Silveira e outros, aparecem também, nas pesquisas , simplificados.
do regime monárquico. Esse ato foi repudiado em Brusque e Tijucas,

72 73
baseado em decisão do Tribunal de Justiça" que negou a autoridade da do Dr. Fritz.. Mueller, permanecendo no cargo até 14 de novembro. Os
Junta. em anular as eleições e dissolver os Conselhos Municipais. Em demais Conselheiros Intendentes eram: Adão Schmidt, José Joaquim
Blumenau, o Conselho e o Superintendente Bonifácio da Cunha Gomes, August Germer e Franz Lungershausen. Durante a gestão de
negaram-se a cumprir as ordens da Junta. Provisória, , não entregando o Franz Faust, realizaram-se eleições à nova constituinte, sendo eleitos
governo ao Dr. Fritz. Muel1er. por Blumenau, em 24 de abril, Leopold Engelke, filho de Wilhelm
Para substituir a Junta Provisória, o Governo Federal enviou para Engelke, e Elesbão Pinto da Luz, com uma votação inexpressiva.
Santa. Catarina, como Interventor, o Tenente Manoel Joaquim Apesar das manobras da oposição, que considerava a administração
Machado, que na sua viagem deveria escalar em Itajaí, fazendo com imposta de usurpadora, o município foi dividido em onze seçêes
que os chefes políticos blumenauenses resolvessem ir até Itajaí pelo eleitorais, porém, os republicanos se abstiveram de votar.
vapor "Jan" não' só para cumprimentá-lo e sim para entendimentos, Na sua curta. gestão, o Dr. Fritz. Mueller nomeou Paul
visando restabelecer a ordem no município. Informados da ida dos Schwanzer, colaborador do jornal "O Immigrant", que defendia os
blumenauenses até Itajaí, os itajaienses resolveram de qualquer forma federalistas, (maragatos), para o cargo de Procurador da Intendência, e
impedir o encontro com o Tenente Machado, postando policiais nos Hugo Riedel, liberal ferrenho, para secretário. As atitudes do Dr. Fritz,
pontos de possível desembarque, colocando no trapiche populares Mueller, apesar de respeitado como cientista, famoso, eram
para vaiarem os blumenauenses, jogarem pedras no barco, assentando incompatíveis com a opinião pública.
inclusive um velho caahão carregado de pregos enferrujados para Com o Tenente Machado, a Força Policial e a Instrução Primána
disparar se necessário fosse, fazendo com que os blumenauenses foram reorganizadas e os juízes de direito que o hostilizavam, não
voltassem para Blumenau. Posteriormente, o governo do Tenente reconhecendo a Junta. Provisória, foram transferidos.
Machado enviou para Blumenau o Chefe de Policia para" por meio O novo Congress~ Estadual instalou-se no dia 14 de junho de
persuasivo, conseguir a adesão ao seu governo, sendo rechaçado, pois 1892, elegendo o Tenente Machado como Governador, e os vice-
os blumenauenses se dispunham a reconhecer o Governo Estadual, governadores Eliseu Guilherme da Silva e Christóvão Nunes Pirés.
porém sem interferência na política local ou sujeição à dissolução do Também foi designado o dia 20 de novembro para as eleições
Conselho e deposição do Superintendente eleito pelo povo. Apesar do municipais, nas quais os republicanos obtiveram estrondosa vitória,
Dr. Fritz. Mueller oficiar ao Conselho intimando-o a entregar-lhe o que foi anulada pelo Conselho da Intendência no dia 21 de dezembro,
governo do município, August Mueller, irmão do Dr. Fritz.. Mueller, sob o pretexto de terem sido eleitos nove conselheiros em vez de sete.
concitou os Conselheiros a resistirem ao ato ilegal do governo, sendo Novas eleições foram marcadas para o dia 21 de janeiro de 1893, I

apoiado por todos, menos por Heinrich Reuter que se demitiu. Para onde os federalistas foram novamente derrotados, obrigando-os a
obrigar os blumenauenses a cumprirem as determinações reconhecer o resultado do pleito com Heinrich Probst, Louis Abry,
governamentais foi enviado para Blumenau o Capitão Servílio José Antônio Bernardo Haendschen, Jens Jenserr;- Ferdinand Hackbarth,
Gonçalves, da polícia estadual, com 45 praças para empossar à força Aleandro Lenzi, João Scoz e August Keunecke, sendo este último
os nomeados pelo governo, fazendo com que o Superintendente rejeitado, por ser agente do correio em Indaial.. Apesar do dinheiro
Bonifácio da Cunha entregasse o cargo, porém, este, só o entregou, recebido de Bonifácio da Cunha que o havia depositado em banco no
após depositas. todo o dinheiro. dos cofnes municipais em casa bancária Desterro e tê-lo empregado em benfeitorias no município, os
no Desterro. Na curta passagem dos "maragatos" pelo poder no federalistas não venceram as eleições, tendo os eleitos tomado posse
Estado, o Dr. Fritz, Mueller, empossado pela força no dia 7 de abril de no dia 2 de março de 1893.
1892, no cargo de Presidente do Conselho da Intendência de No dia 18 de junho de 1892, apareceu o jornal "O Município",
Blumenau, não suportou as pressões, sendo substituído em 6 de maio órgão oficial da Intendência, que trazia, além dos atos oficiais,
de 1892, por Wilhelm Engelke, que apesar de garantido pelos noticiário geral, sem envolver-se em discussões políticas e agressões
soldados do Chefe de Polícia, entregou o posto no dia 20 de maio do pessoais, pois estas eram divulgadas pelos federalistas, através de
mesmo ano a Franz Faust, que fora nomeado interinamente em lugar panfletos, respondendo aos ataques do "Blumenauer Zeitung". Em

7S
agradou ao Tenente Machado que tentou afastá-lo do Estado de
outubro de 1892, o Comissário de Polícia solicitou ao Editor do
qualquer maneira, inclusive com transferência. Ao regressar, Paula
"Blumenauer Zeitung" para assinar o "Termo de Responsabilidade".
Ramos foi impedido pelos governistas de desembarcar em Santa.
O editor dirigiu-se à Delegacia dizendo já o ter assinado há alguns
anos atrás e, se houvesse necessidade, o assinaria novamente. Apesar Catarina, voltando para o Rio de Janeiro.
Em janeiro de 1893, o ambiente politico em Blumenau era tenso.
de tudo parecer em ordem, se não fosse a guarda de alguns
Durante a campanha eleitoral aconteceram fatos desagradáveis e de
blumenauenses a oficina teria sido empastelada. Comentou-se, na
sérias conseqüências, pois além da animosidade reinante por motivos
época, que foram prometidos duzentos milréis para alguns
políticos, as preferências do Juiz de Direito da Comarca de Blumenau
empastelarem o "Blumenauer Zeitung", o que não ocorreu devido a
desentendimentos sobre a partilha do dinheiro, Em novembro de pelo Tenente Machado, levaram Hercílio Luz a esbofetear numa
discussão, o juiz na sua própria residência, , fazendo com: que o
1892, nova ameaça de empastelamento por elementos da Polícia,
Governador mandasse para Blumenau o Chefe de Polícia com um
evitada pela presença de pessoas e também pela chegada de amigos do
proprietário do jornal. . contingente policial, porém, o fato não teve maiores conseqüências
por falta de provas. Entretanto, o incidente do dia 16 de fevereiro de
Fatos como esses, levaram os blumenauenses a se colocarem em
189310 que teve origem na negativa em fornecer uma certidão
dia com a nova situação do país e, através do "Blumenauer Zeitung",
de 11 de janeiro de 1893, R. Finster formulou convite aos eleitores solicitada por Hercílio Luz ao Juiz de Paz, Friedrich Rabe,
blumenauenses para orientá-los sobre as eleições, fixando o dia 22 de desencadeou a violência e pôs em polvorosa toda a Comunidade
janeiro para as reuniões nas diversas localidades onde deveriam ser blumenauense.
Manoel dos Santos Lostada, auxiliar do Dr .Hercilio Pedro da
escolhidos os delegados para representar os eleitores na Assembléia
Luz, na Comissão de Terras, foi solicitar uma certidão, porém lá
Geral de 5 de fevereiro, a ser realizada no salão Gross (centro). Os
encontrou o escrivão de Polícia, Elesbão Pinto da Luz, despachando
delegados levasiam aos políticos as reivindicações das suas
papéis de Juízo que não eram de sua alçada, proibindo ao escrivão de
localidades em troca do apoio nas eleições. O convite foi assinado por
H ..F. Schmidt, Carl Hertel, Heinrich Probst, Hermann Hering Sênior, fornecer a certidão. Lostada retirou-se protestando e quando estava na
Bruno Hering e Gottlieb Reif., Casa Comercial de Heinrich Probst, a alguns passos da Câmara, foi
preso e trancafiado em xadrez comum por ordem do Delegado de
No dia 15 de janeiro de 1893, Tolentino Vieira de Souza e
Policia. A indignação foi geral.. Os amigos de Lostada exigiram a sua
Pereira de Oliveira, membros da Comissão Executiva do Partido
Republicano do Desterro, foram.homenageados no salão dos soltura imediata, ou usariam a força. Como se passassem horas e o
Atiradores com um baile. Tolentino Vieira de Souza veio para Delegado não soltasse o preso, os amigos de Lostada dirigiram-se ao
defender e patrocinar causas, caso houvesse arbitrariedades por parte quartel e Elesbão, ao ver a aproximação dos homens armados mandou
das autoridades. Os homenageados foram cumprimentados em nome soltar Lostada. Os ânimos estavam exaltados e a turba queria saber o
"porquê" da arbitrariedade. Elesbão, irritado, sacou de um revólver,
dos organizadores do baile pelo Dr. Hercilio Pedro da Luz. O discurso
foi respondido com palavras enaltecedoras aos "Colonos". O povo exclamando:- "Eu morro, mas vocês não me prendem!" disparando a
arma em direção a Hercílio Luz, seu cunhado. Houve troca de tiros e
blumenauense também foi elogiado pelo apoio à orientação política
de Lauro Severiano Mueller. o Delegado, levemente ferido fugiu. O Delegado, antes de abrir fogo,
Lauto Severiano Mueller, deposto do cargo de governador, afirmava continuamente de que derrubaria com um só tiro uma
continuava no Rio de Janeiro, como deputado, conseguindo, através de centena de alemães, porém, enganou-se, pois a "canalha alemã" não
adesões ao Governador Federal, o esfriamento das relações entre era como ele imaginava. O jornal citou ainda o provérbio "Quem
Floriano Peixoto e o Tenente Machado. semeia ventos, colhe tempestades".
Enquanto isso, no Desterro, o Dr. Victorino de Paula Ramos é
preso na rua e depor.tado para o Rio de Janeiro, apesar do "habeas lO "Blurnenauer Zeitung" de IOde fevereiro de 1893.
corpus" para que o mesmo regressasse a Santa Catasina, o que não

76 77
o incidente, além do cunho político,passou para o racial e para vazias feriram o Tenente, soldados e CIVIS.OS militares foram ao
apaziguar os ânimos, uma comissão dirigiu-se ao juiz solicitando QUa.rtel, armaram-se e voltaram ao local do baile, fazendo descargas
providências para a não repetição dos fatos. Os federalistas, na de carabina para dentro do salão.
ocasião, contestaram as notícias do "Blumenauer Zeitung", afirmando Nesse interim, a situação no Rio de Janeiro agravou-se, onde 13
que após a discussão de Elesbão com Lostada, este foi contar o generais que publicaram um manifesto contra as arbitrariedades de
ocorrido para Hercílio Luz, que se dirigiu ao Cartório onde Floriano Peixoto foram presos, exilados e reformados. Enquanto os
discutiram, e que, segundo Elesbão, resultou na prisão de Lostada. federalistas, chefiados pelo General Silva e pelo caudilho
O Governo do Estado, ciente das ocorrências, enviou para Gumercindo Saraiva, vindos do Uruguai, invadiram o Rio Grande do
Blumenau, com grande reforço policial, o Chefe de Polícia, Sul, o Tenente Machado rompia com Floriano Peixoto, expondo a sua
Dr. Caldas, famoso por suas arbitrariedades, que mandou abrir simpatia pelos federalistas que engrossavam as fileiras do Rio Grande
inquérito, que em poucas horas estava concluído determinando a do Sul, ameaçando invadir Santa Catarina, sendo tomadas medidas
prisão dos indiciados: Hercílio Pedro da Luz, Manoel dos Santos para aumentar o efetivo policial no Estado e afastar dos postos os
Lostada, José Bonifacio da Cunha, Francisco Margarida, Francisco da funcionários públicos simpatizantes dos federalistas. Floriano Peixoto
Cunha Silveira, August Schulze, Hermann Baumgarten, 0110 e Lama Mueller tentaram derrubar legalmente o Tenente Machado,
Moldenhauer, Fides Deeke, Gustav Binder, H.F. Schmidt, Ernst porém, o fato só ocorreu quando Felippe Schmidt denunciou o
Eckardt e Paul Zimmermann. Segundo o jornal, o mandado continha Governador perante o Superior Tribunal de Justiça do Estado como
ordens expressas para capturar os indiciados "de qualquer forma, incurso no art.112 do Código Penal, sendo o Tenente Machado
podendo até ser alvejados pela Polícia, ou pelos oficiais de Justiça, pronunciado, transferindo o governo para Eliseu Guilherme da Silva,
caso resistissem à prisão". Os republicanos refugiaram-se em casa de o que não impediu que partidários do Tenente Machado se
amigos e correligionários, entretanto a prisão do Dr. Bonifácio da apresentassem para defendê-lo.
Cunha e Santos Lostada fez com que Hercílio Luz deixasse o Enquanto Hercílio Luz e Bonifácio da Cunha agiam em
esconderijo e voltasse para sua casa, onde foi preso e levado entre' Blumenau, Paula Ramos, no Desterro, tratava de armar os
soldados de baionetas caladas, para a prisão, sendo encaminhados, no republicanos dos municípios vizinhos, inclusive Blumenau, para onde
dia 3 de março de 1893, para o Desterro. Os federalistas de trouxe 12 praças do exército sob o comando do Tenente Carlos
B 1umenau, livres dos seus adversarias fundaram o 2 "Immigrant" que
0
Alberto Camisão, para treinar os componentes do batalhão em
estreou em março e desapareceu em julho com apenas 16 números formação, integrado por Colonos aliciados, sob o fundamento de que
publicados. seriam voluntáios para defender as fronteiras do sul do Estado. Desse
Os indiciados foram impronunciados no julgamento do processo batalhão também faziam parte elementos da melhor sociedade local e
pelo Superior Tribunal de Justiça. Em represália, o Tenente Machado foi chamado de "Batalhão de Cívicos".
dissolveu o Tribunal de Justiça, criando o de Relação, para o qual No dia 22 de julho de 1893, em face da anarquia reinante na
foram nomeados novos juízes que elegeram seu presidente o administração estadual, a Câmara Municipal de Blumenau e grande
Desembargador José Ferreira de Mello. Entretanto, pela interferência massa popular repudiaram o governo de Eliseu Guilherme da Silva,
de advogados, o Supremo Tribunal Federal "avocou o processo e a elegendo, através de sessão extraordinária da Câmara Municipal, sob
presença dos acusados no Rio de Janeiro", concedendo aos mesmos a presidência de Heinrich Probst e secretário Francisco Margarida, o
"habeas corpus", anulando o processo. A decisão do Supremo Dr. Hercílio Pedro da Luz, Governador de Santa Catarina, com sede
Tribunal Federal foi festejada em Blumenau com espoucar de provisória em B lumenau e, depois, em Florianópolis. Da sessão foi
foguetes no dia 20 de maio de 1893. Também foi organizada uma lavrada a seguinte ata: - "Aos vinte e dois dias do mês de julho de mil
comissão para recepcionar os políticos no dia 8 de junho e oitocentos e noventa e três, no Paço da Municipalidade de Blumenau,
programado um baile no Hotel Schreepp, onde houve um conflito presentes os membros do Conselho, Heinrich Probst, Jens Jensen,
entre povo e policiais. Os populares armados de sarrafos e garrafas Ferdinand Hackbarth, Antônio Bernardo Haendschen, foi aberta a

78 79
sessão, declarando o cidadão Presidente que esta tinha sido convocada . retaguarda da Guarnição Federal. Às duas horas da madrugada, no
a fim de prestar juramento o cidadão Dr. Hercílio Pedro da Luz, Palácio, onde se mantinham aguardando os acontecimentos, o
aclamado pelo povo catarinense governador do Estado de Sta. Governador Eliseu Guilherme da Silva, o Tenente Machado e grande
Catarina. Em seguida o mesmo cidadão Dr. Hercílio Pedro da Luz número de correlegionários, foi atacado por densa fuzilaria e tiros de
prometeu cumprir bem e fielmente com toda a dedicação e canhões. Houve vários mortos tanto na praça como no interior do
patriotismo o cargo de Governador de que foi investido pela Palácio. No dia seguinte, os blumenauenses, auxiliados por forças
população catarinense. E nada mais havendo a tratar-se, o Sr. federais, ocuparam a Câmara Municipal, o Tesouro do Estado e o
Presidente suspendeu a sessão pelo que se lavrou a presente ata. Eu, Palácio onde Hercílio Luz tomou posse. Eliseu Guilherme da Silva,
Francisco Antônio de Oliveira Margarida, a escrevi. (assinados) basead~ no ~. 6 § 3° da Constituição, telegrafou para Floriano
Heinrich Probst, Jens Jensen, Louis Abry, Ferdinand Hackbarth, Peixoto mantendo sua autoridade de Governador eleito. Os
Antônio Haendschen, Hercílio Pedro da Luz, Leopold Knoblauch, Dr. blumenauenses voltaram para Blumenau, o Batalhão de Cívicos foi
José Bonifácio da Cunha, Francisco da Cunha Silveira, Victorino de dissolvido e Hercílio Luz foi demitido do cargo de Chefe da
Paula Ramos, Manoel dos Santos Lostada, Hermann Baumgarten, Comissão de Terras. e Colonização.
Antônio José Schneider Ernst Eckhardt, Leopoldo Francisco Antes das ocorrências: em Desterro, Hercílio Luz, que era
Zimmermann, H.F. Schmidt, Wilhelm Gross, Johann Wagner, Guida prestigiado pelo governo republicano, à frente de civis armados, e em
von Seckendorff, Augusto Bussi, Jacob Schmidt, Ferdinand Kinder, companhia do Juiz de Direito de Tijucas, Genuino Vidal, depôs à
Robert Boddenberg, August Arnold, Carl (ilegível). Otto Freygang, Câmara da Vila de Tijucas ..
Otto Wehmuth Jr., Curt Michel, Hermann Schossland, Otto Bublitz, Eliseu Guilherme da Silva, informado pelo telégrafo da decisão
Hermann Brunner, Ferdinand Fritzke, Wilhelm Klein, Christian Reif dos blumenauenses, resolveu criar a "Guarda Patriótica", enviando
Jr., Carl Jacobsen, Karl Kampert, Gottlieb Reif, Hermann Klein, para Tijucas e Blumenau grupos de policiais.
Oscar Kretzschmar, João Bento, Reinhold Butzke, Bruno A força policial, há tempo estacionada em Itajaí, com cerca de
Scheidemantel, Paul Meyer, Hermann Jahn, Ferdinand Teske, 200 homens de cavalaria e infantaria, recebeu ordem de atacar
Wilhelm Otte, Hermann Marquardt, Emil Wachholz, August Leber, Blumenau e ocupá-la, assim que o "Batalhão de Cívicos" tivesse se
E1Win Wagner, August Fey, Richard Enke, Franz Schroeder, (ilegível) afastado com destino ao Desterro. Os blumenauenses, desfalcados de
Seifert, Otto Steinbach, Otto Schneider, Leopold Richter, Luiz Jasper, seus líderes, que haviam seguido para o Desterro, via Brusque e
Fritz Reif, Richard Jurk, Hermann Jurk, Max Haertel, Ernst Neumann, Tijucas, informados do ataque, se reuniram às pressas e com as
August Boettger, Adolf Grummenauer, P.Chr.Feddersen, Otto poucas armas disponíveis entrincheiraram-se nas encostas do Morro
Wehmuth".ll do Aipim (imediações da atual rua Pedro Krause) e quando a tropa do
O Batalhão de Cívicos com 130 homens bem armados, sob o Governo apontou na curva do caminho, abriram fogo contra os
comando do Tenente Camisão, deixou Blumenau no dia 24 de julho cavaleiros que vinham à frente dos policiais. Estes, surpresos, pois
por terra, via Brusque, Tijucas e Porto Belo, onde o restante do trajeto acreditavam que a cidade estivesse indefesa, trataram de se proteger,
foi feito a bordo do vapor "Itapernirim", desembarcando no Desterro porém em grande confusão e desordem fugiram desordenadamente,
em trajes civis, e em ordem unida, sob o comando do Coronel Serra em menos de um quarto de hora, deixando no local 2 mortos, mais de
Martins, do Distrito Militar, sendo aquartelados no 25° Batalhão de 30 feridos, 14 carabinas. "Cornblain", 20 baionetas, cerca de 20 mil
Infantaria, no Campo do Manejo. No dia 30 de julho, o Batalhão de cartuchos, kepis, etc. Os soldados desertaram no caminho até Itajaí,
Cívicos de Blumenau, fardado, seguido de dois canhões Krupp, chegando ao destino somente uns 100. Os blumenauenses, em número
pertencentes à fortaleza Santana, desfilaram pelas ruas da capital, na de 70, nada sofreram.
No dia 7 de agosto de 1893, o Legislativo do Estado votou várias
represálias contra os blumenauenses. Indaial e Gaspar foram
II Frederico Kilian - Blumenau em Cadernos, Tomo II p.155
desmembrados de Bl umenau. Indaial, como município autônomo, teve

80 '
81
sua sede elevada à categoria de Vila (4/10/1893) e Gaspar foi anexado Enquanto isso, os maragatos haviam adentrado Santa Catarina,
à Itajaí.. Em 7 de fevereiro de 1894, foram realizadas eleições em sob o comando de Gumercindo Saraiva e Paulíno das Chagas, que
Blumenau porque João Scoz, Aleandro Lenzi e Antônio Bernardo pediram permissão através do Tenente Jorge Wallan para atravessar
Haendschen, residiam nos municípios desmembrados e as vagas em Blumenau e seguir até ltajaí.. As negociações foram divulgadas
aberto em Blumenau foram preenchidas por Heinrich Miehe, Anton através de boletins e nota publicada no "Blumenauer Zeitung" de 2 de
Schrceder e Heinrich Grewsmuehl, que tomaram posse no dia 2 de novembro de 1893, para tranquilizar os moradores de Blumenau e
abril., demais localidades do Vale, pois as tropas vinham de Lages e
As represálias votadas contra Blumenau pelo Legislativo Curitibanos. O General Paulino, com seu estado maior, ao chegar a
Estadual foram vetadas por Christovão Nunes Pires, que estava Blumenau publicou um manifesto no qual afirmava, sob sua palavra
substituindo o Governador Eliseu Guilherme da Silva, que Viajara de honra, que respeitaria as famílias e seus bens, e que se alguém
para o Rio de Janeiro. O veto foi rejeitado, sendo mantido o transgredisse as suas ordens, que se dirigissem a ele, pois só sairia da
município de Indaial com os intendentes: Hoeschl, Keunecke, van Vila após o último soldado do seu comando, a fim de resolver
Ockel, Kleine, Reuter, Heidorn e Struwe. A Intendência foi instalada qualquer reclamação por parte dos blurnenauenses, Entretanto, antes
no dia 20 de novembro de 1893 e funcionou até maio de 1894, quando da chegada do grosso da tropa, um sargento que. acompanhava o
foi extinta. Com o desmembramento, a área de Blumenau ficou General Gumercindo, espalhara boatos sobre as' intenções da tropa,
reduzidíssima, o que muito influiu na sua vida económica e política. que sofrida sem roupas e alimentos, iria saquear a Vila. Os
Com o agravamento da situação política no país e em especial em blumenauenses, apreensivos, trataram logo de pôr suas familias e os
Santa Catarina, os blumenauenses mantiveram-se cautelosos, temendo bens de maior valor a salvo, levando-os para longe da zona onde
novas represalias. passariam as tropas, enquanto os que ficaram, tomaram providências
No Rio de Janeiro, Custódio de Mel1D sublevara parte da para, com armas na mão, defenderem suas propriedades e a própria
esquadra contra o Governo de Floriano Peixoto, rumando para o sul. vida. Algumas famílias até se refugiaram em ranchos armados no
Em Santa Catarina, o Capitão dos Portos recebeu ordens para não mato.
permitir ~ saída de embarcações do Desterro, enquanto os federais No dia 20 de novembro, chegaram a Blumenau 100 homens,
tomaram providencias para evitar desembarques e aumentar o efetivo entre policiais, militares, mulheres, crianças e alguns paisanos, sendo
da Força Policial.. Com a chegada dos navios revoltosos "República" e estes últimos recrutados à força em Lages.
"Palias", que trocaram tiros com a Fortaleza de Santa Cruz, apresando O General, segundo o "Blumenauer Zeitung", era simpático e
vários barcos de cabotagem, em 25 de setembro de 1893, foi afável e os seus soldados se portavam com civilidade. As tropas que
decretado o "estado de sítio" em Santa Catarina. Após uma série de chegaram numa segunda-feira, na quarta e quinta começaram a ser
incidentes, o "Palias" mandou uma delegação a terra para intimar as transportadas com o vapor "Blumenau" e rebocadores rio abaixo, após
forças federais, que se renderam no dia 29. No dia 30, o Capitão de terem vendido os animais que haviam "requisitado" em Lages e
Mar e Guerra, Frederico Henrique de Lorena, que veio com o Curitibanos, por preços irrisórios, ficando apenas com os arreios.
"República:', lança manifesto à população e a pronúncia contra o Segundo o autor do artigo no "Blumenauer Zeitung", "Vai ser uma
Tenente Machado é anulada e este reassume o Governo do Estado, situação muito curiosa, quando os lageanos aparecerem aqui para
enquando Lorena, no dia IOde outubro assume provisoriamente o retomarem os seus animais que tinham sido 'apenas emprestados' aos
Governo da República, nomeando seu ministério. Funcionários soldados, para sua locomoção até Blumenau". O restante da tropa,
públicos foram demitidos, entre eles, Lostada e Bonifácio da Cunha, com cerca de 1.600 homens, chegou a Blumenau no dia 24 de
enquanto Paula Ramos deixa o Desterro, juntando-se aos novembro, sexta-feira, comandados pelo General Guerreiro, porém
blumenauenses. Em Itajaí, o vapor "Palias" afundou e seus tripulantes sem as 4.000 cabeças de gado e sim com 31 bois. Acredita-se que os
se apoderaram de várias embarcações, inclusive do "Jan" que foi revolucionários não tiveram tempo para arrebanhar em Lages e
incorporado à esquadra rebelde. Curitibanos os ammais que pretendiam, pois estavam sendo

./

82 83
perseguidos constantemente pelas tropas do Governo. A tropa dos de Lima, os federalistas defenderam-se em Itajaí com mais de 800
revolucionarias era integrada por negros e castelhanos maltrapilhos, homens, 21 canhões, metralhadoras assentadas em terra e em dois
sendo que alguns traziam apenas um pedaço de pano ao redor da navios da esquadra rebelde, porém com os reforços, dos coronéis
cintura, cobrindo os quadris e pernas até o joelho, o que deve ter Firmino e Menna Barreto, as tropas do General Lima entraram em
arrefecido o ânimo dos simpatizantes do movimento revolucionário, ltajaí. Os federalistas, apesar de protegidos por um dos navios da
apesar destes pagarem tudo o que adquiriam com dinheiro. Até ao esquadra rebelde, abandonaram a cidade, embarcando nos navios
meio-dia do dia 25 de novembro, os vapores locais haviam "Íris" e "Uranus" com destino ignorado. Do tiroteio resultaram 5
transportado toda a tropa até ltajaí, com exce<PkJ de mais ou menos mortos e 21 feridos para os legalistas, porém os federalistas sofreram
400 homens, quando chegou a notícia de que as tropas perdas bem maiores, além de abandonarem na fuga, feridos, 23
governamentais estavam próximas ao ribeirão do Neisse, próximo de carabinas, 8 mil cartuchos, cavalos, fardas de marinheiros e os
Apiuna, causando pânico entre os revolucionários que se retiraram vapores "Progresso" e "Charuto".
apressadamente, livrando Blumenau das tropas de Paulino das Após essas ocorrências, o general Lima resolveu regressar para o
Chagas, que fora proclamado "General" por um grupo de 60 homens Sul para auxiliar o General Arthur Oscar, ameaçado pelos
em Lages e que, antes de fugir, desmontou e carregou o aparelho federalistas, enquanto uma Divisão chegava a Blumenau, onde
telegráfico local. internaram os feridos no hospital, deixando a cidade de Itajaí
No dia 26 de novembro chegou a Blumenau, a tropa de desguarnecida, propiciando a volta dos federalistas, que subiram até
vanguarda do General Francisco Rodrigues de Lima, que também Belchior, com pequenos desembarques e alguns tiroteios pelas
mostrava cansaço, pois desde julho estava atrás das tropas de margens. Soldados legalistas, a bordo do vapor "Progresso",
Gumercindo que se movimentava montada, enquanto o exército do acompanharam o movimento dos federalistas, pondo-os em fuga,
Governo era composto de infantaria e artilharia, o que contribuiu para porém sob o comando do General Laurentino Pinto Filho, as tropas
que o exército do Governo, para manter uma certa distância dos federalistas ocuparam B 1umenau, afugentando moradores, que não
fugitivos se apresentasse exausto e com o uniforme esfarrapado. voltaram, apesar das garantias oferecidas, pois vários atas de
O General Francisco Rodrigues de Lima convocou a Guarda violência e sérias represálias foram praticadas contra alguns
Nacional, nomeada em novembro de 1891 da qual faziam parte: Dr. moradores que foram presos, tendo suas casas depredadas e
José Bonifacio da Cunha - Coronel de Brigada; Peter Christian saqueadas. O "Blumenauer Zeitung" foi empastelado e a pequena
Feddersen (mais tarde promovido a Coronel), Otto Stutzer, Heinrich fundição de Gotthilf Grahl, que fundiu balas de canhão para os
Rischbieter e Agostinho Pereira - Capitães do Quartel General; legalistas foi depredada.
Heinrich Clasen, Heinrich Probst, August Keunecke e Cunha Silveira Os chefes republicanos, Bonifácio da Cunha, Fides Deeke,
- Tenente-Coronéis; H.F. Schmidt, Louis Altenburg e Friedrich Cunha Silveira e outros, seguiram para o Sul com os legalistas,
Donner - Majores. Apesar da convocação para que todos oficiais na enquanto em Brusque, Carl Renaux foi preso e submetido a Conselho
ativa e cidadãos entre 20 e 30 anos se apresentassem, somente alguns de Guerra, não sendo fuzilado devido a interferência de Elesbão Pinto
elementos para a guarda do Quartel General e postos de observação da Luz, seu mais ferrenho adversário. Em Blumenau, os federalistas
instalados no Alto da Serra de Jaraguá, Rio da Luz e Garibaldi, foram permaneceram poucos dias, seguindo para o Paraná. Os posteriores
necessários, os demais permaneceram em suas casas. Entretanto, em eventos culminaram com a retomada do Governo Estadual pelas
Jaraguá, os blumenauenses puseram em fuga os revoltosos, impedindo forças legais, sendo o Tenente Vilas Boas nomeado Governador do
ainda que marchassem das nascentes do Rio da Luz para o Vale do Estado, onde permaneceu por pouco tempo, sendo substituido, em 22
ltajaí, de abril de 1894, pelo Coronel Antonio Moreira Cézar, violento e
Os federalistas, acampados em ltajaí, destruiram pontes, arbitrário que recolheu todos os chefes federalistas à Fortaleza de
queimando a de Canhanduva, considerada uma obra de arte. Santa Cruz, fuzilando-os sumariamente, entre eles, Elesbão Pinto da
Conforme a ordem do dia, assinada pelo General Francisco Rodrigues Luz. Outros chefes federalistas foram presos em Blumenau, porém

84 85
apesar das ordens do Desterro, não foram encaminhados à capital, Superintendente recebia por mês trezentos milréis, enquanto a renda
escapando da justiça de Moreira Cézar.. municipal era de mais ou menos setenta e cinco contos anuais.
Nas eleições de 28 de setembro de 1894, foram eleitos: Dr. Quando Blumenau estava com sua vida político-administrativa
Hercílio Pedro da Luz - Governador; Polidoro Santhiago-Vice- organizada, recepcionou festivamente e com extensa programação o
governador; Dr. José Bonifácio da Cunha, Louis Altenburg e Manoel Dr, Hercílio Luz, Governador do Estado, com a seguinte
dos Santos Lostada - Deputados Estaduais; Dr.Victorino de Paula programação:
Ramos - Deputado Federal.. Após eleito e tomar posse, o Governador Quinta-feira, 30 de maio de 1895: Chegada, às 9,30 horas da
Hercílio Luz, procurando ser grato aos blumenauenses que sempre o noite, com o vapor "Blumenau" e recepção festiva.
apoiaram, beneficiou Blumenau com vários melhoramentos, entre Sexta-feira, 31 de maio: Na parte da manhã, sessão solene na
eles, a ponte do "Salto", para cuja constrnção concedeu o auxilio de Câmara Municipal; à tarde, visitas na cidade; à noite, "marcha aux
150 contos de réis. Os distritos de Indaial e Gaspar voltaram a flambeaux" dos alunos do Colégio Santo Antônio, com banda de
jurisdição de Blumenau. Voltaram também os Conselheiros eleitos em música.
março de 1893, e Francisco Margarida, que era secretário da Sábado, IOde junho: Visita ao Colegio dos Padres e visita aos
Intendência desde 25 de abril de 1893, foi substituído por Erich políticos.
Gaertner, . Domingo, 2 de junho: Festa dos Atiradores.
O "Blumenauer Zeitung", que foi empastelado e fora de Segunda-feira, 3 de junho: Continuação da Festa dos Atiradores.
circulação desde 23 de dezembro. de 1893, voltou, com o auxilio do Terça-feira, 4 de junho: Baile dos Atiradores.
Governador Hercílio Luz, no dia 18 de maio de 1895, quando Quarta-feira, 5 de junho: Visita a Indaial e Timbó.
publicou em português e alemão o agradecimento: - "O Blumenauer Quinta-feira, 6 de junho: Visita à Escola Nova e, à noite,
Zeitung, em seu reaparecimento, toma, com prazer, público, um voto banquete no Teutônia (atual Ipiranga) e Sexta-feira, dia 7 de junho
de agradecimento ao Governador Dr. Hercilio Pedro da Luz, aos regresso a Florianópolis.
representantes federais do Estado e aos chefes do Partido Republicano Os jornais ainda relataram com detalhes toda a programação:
de Blumenau pelo poderoso impulso que deram para a reconstrução "Grande massa popular aguardava no porto a visita do Dr, Hercílio
desta. folha". Luz, que deveria chegar entre 21 e 22 horas do dia 30 de maio de
Quanto ao 2° "Immigrant", jornal dos federalistas, dirigido por 1895. O porto estava maravilhosamente iluminado e ornamentado
Paul Seltzer, que respondia aos ataques do "Blumenauer Zeitung",. com lampiões coloridos, palmitos e guirlandas de flores, que se
sem apoio e desprestigiado, foi adquirido pelo Pastor Faulhaber que extendiam até o prédio da Câmara Municipal e do Hotel Holetz à Rua
iniciou a publicação do semanário "Der Urwaldsbote", que funcionou das Palmeiras. Quando' o vapor "Blumenau'' dobrou a última curva na
regularmente de 16 de junho de 1893 até 29 de agosto de 1941. "Vorstadt" e apitou, rojões e foguetes subiam ao céu estourando e
No conturbado período de II de março de 1893 a 16 de abril de fazendo cair chuvas de estrelas cadentes que iluminavam a prainha da
1895 foi Intendente Municipal de Blumenau, Heinrich Probst.. Ponta Aguda e imediações. Era o júbilo expressado por Blumenau ao
Em 7 de abril de 1895, realizaram-se eleições para Dr .. Hercílio Luz, em sua primeira visita oficial como Governador do
superintendente e Conselheiros Municipais que assumiram o Estado. Ao atracar o vapor os brados de "Viva Hercilio" e "Viva o
exercício no dia 16 do mesmo mês. Com Otto Stutzer como Governador", não paravam. Todos queriam abraçar o grande amigo de
Superintendente e os Conselheiros, Peter Christian Feddersen, Louis Blumenau e companheiro de lutas políticas. O Dr.Hercílio Luz foi
Abry, Friedrich Wilde, Richard Voigt, Alessio Freiner, Pedro levado em triunfo até a sacada do prédio da Câmara. Após os
Schmidt, Paulo Zimmermann, André Campregher e Heinrich Klug, cumprimentos, o Dr. Hercilio Luz respondeu aos votos de boas
teve início a paz- e prosperidade para Blumenau. Um dos primeiros vindas, fazendo questão de ressaltar que sua visita incluía também o
atos do Superintendente Stutzer foi a decretação, no dia 22 de abril de desejo de participar da vida social dos blumenauenses, por ISSO
1895, do Código de Posturas do Município, Na época, o escolhera esta data para poder também participar da festa do tiro ao
./

86 87
alvo e disputar, o título de rei, promovido pela Sociedade de visitou o "Blumenauer Zeitung'', presenciando a impressão do jornal,
Atiradores, da qual se orgulhava de ser sócio ativo, desde que chegou ocasião em que lhe ofereceram um número impresso sobre cetim
a Blumenau como simples funcionário público, branco. A eficiência do pessoal o impressionou vivamente. À noite, os
Participavam da comitiva do Dr. Hercílio Luz: Horácio Nunes alunos do Colégio Santo Antônio prestaram uma homenagem especial
Pires, secretário particular do governador, Tenente-ajudante Francisco ao Governador com a marcha "aux tlambeaux", puxada pela banda
Vieira, Dr.Galois, Diretor da Repartição de Terras e Colonização, musical do colégio. O padse que dirigiu a marcha, discursou
Ignásio Bastos, Chefe da estação telegráfica de Joinville e enaltecendo o homenageado e convidando-o para uma visita ao
Dr. Euphrásio Cunha, Inspetor de Saúde Pública. No dia 31, sexta. colégio, terminando com um "viva" ao Governador, ecoado
feira" a Câmara Municipal realizou pela manhã, uma sessão solene em fortemente pela multidão que compareceu à homenagem. No dia
homenagem ao ilustre visitante, que foi saudado pelo Superintendente seguinte, o Dr. Hercílio Luz fez uma demorada visita ao colégio dos
Otto Stutzer em alocução simples e sincera, lembrando ao padres, assistindo aulas em várias salas, elogiando os métodos e o
homenageado ser esta a segunda vez que comparecia à Câmara., pois, adiantamento dos alunos. Dia IOde junho, o Dr. Hercílio Luz" deveria
na priaaeira,; em 1893, fora proclamado Governador do Estado, descansar, porém recebeu durante o dia a visita de amigos políticos e
quando prestara juramento ao ser empossado. Otto Stutzer apresentou também de muitos homens humildes que trabalharam sob suas ordens
os membros da Câaaara Municipal e também as boas vindas do povo nas medições de terras. Dia 2 de junho, domingo de Espírito Santo,
de Blumenau, terminando com um viva ao Governador e ao Estado de tiveram início os tradicionais festejos da Sociedade de Atiradores para
Santa Catarina. Em seguida falou o CeI. Peter Christian Feddersen, a conquista; dos títulos de "Rei" e Cavalheiros no tiro ao alvo e a do
Presidente da Câmara Municipal, que apresentou um aspecto geral do Rei do Pássaro, Apesar. do prédio estar inacabado, os festejos foram
desenvolvimento económico da Colónia, desde a Proclamação da realizados, como há 36 anos atrás, e, desta feita, com especial alegria
República e a sua contribuição no progresso do nosso Estado, e animação, pois contava com a honrosa participação do sócio de
cabendo a Blumenau como núcleo mais importante a maior muitos anos, o Dr. Hercílio Luz. A disputa foi ferrenha em virtude do
contribuição à Fazenda Estadual.. Falou sobre a necessidade de grande número de participantes. Um dos primeiros tiros ao alvo do
melhorar. as vias de comunicação com o interior da Colónia, bem Rei acertou na mosca, porém outros, melhores, se sucederam até que
como, da constmção da estrada Blurnenau-Curitibanos, de vital Hermano Sachtleben acenou na cabeça do prego; não podendo ser
0
importância para o progresso do Estado. O Dr. Hercílio Luz superado, foi proclamado Rei do Tiro ao Alvo, tendo como 10 e 2
agradeceu as homenagens, expondo em seguida os seus planos de Cavalheiros José Sutter e Hermann Ruediger com 35 e 33 pontos
governo, onde já estavam incluídos o amparo aos agricultores e a respectivamente. À tarde teve início o tiro ao pássaro, que foi
ampliação das vias de comunicação, destacando a "estrada do confeccionado com uma peça de madeira nodosa e consistente, que
progresso" Blumenau-Curitibanos, abrindo o intercâmbio comercial resistia ao impacto das centenas de cargas de chumbo/ No inicio, o
entse o planalto catarinense e o porto de Itajaí, passando pelo Vale do pá:s.'><!Hlfoi depenado, depois as garras com o ceptro e globo, a coroa e
ltajaí, incrementando a colonização. Disse ainda que contava com o a cabeça, pescoço, membros e asas. Ao anoitecer, o ataque foi
apoio incondicional dos blumenauenses e principalmente da interrompido para continuar no dia seguinte, segunda-feira, quando
compreensão e colaboração no que se refere ao erário público, pois foram derrubadas as peças e o tronco lascado. À tarde, quando o
sem meios financeiros nada poderia realizar. O Governador terminou tronco já estava reduzido ao tamanho de uma laranja, Erich Gaestner
com um "viva" a Blumenau. Em seguida tomou a palavra o Dr. Pedro I rachou o fragmento atirando-ei ao solo, sendo considerado o Rei do
Ferreira que elogiou o comportamento dos blumenauenses e o apoio Pássaro, No terceiro dia de festa, terça-feira" continuaram os festejos
ao governo republicano, fato reconhecido não só no Estado, e sim nas dependências da sociedade com torneio de boião, barracas- com
taaabérn no país, conforme noticiário da imprensa e representantes na atrações humorásticas, "skat", além de outros divertimentos dos quais
Câmara FederaL A sessão foi encerrada com um "viva" ao Presidente participavam velhos, senhoras, jovens e crianças. Havia
da República. À tarde, o Dr. Hercílio Luz" acompanhado de comitiva., enttetenimentos para todas as idades. O baile dos Atiradores foi
/

88 89
realizado terça-feira à noite, e as dependências do novo prédio estavam postados, formando filas de ambos os lados da rua. Com
pareciam acanhadas, tão grande foi o número de participantes. Na banda de músisa e espoucar de foguetes, o vapor "Blumenau" se
ocasiao cogitaram em aumentar o prédio. No dia 5 de junho, quarta- aproximava do porto onde o povo acenava com lenços e chapéus aos
feira, o Dr. Hercílio Luz acompanhado de sua comitiva e diversas passageiros do vapor. Ao desembarcar, todos desejavam abraçar o Dr,
pessoas de Blumenau foram até Timbó, onde foram recebidos por Hercílio Luz, mais como velho amigo do que Governador do Estado.
pessoas de destaque e também por humildes Colonos de quem o Dr. Flores foram oferecidas ao Governador e familiares pelas senhoras e
Hercílio Luz era grande amigo desde os tempos da Repartição de senhoritas. Tendo à frente a banda de música, formou-se um cortejo
Terras e Colonização. Ao passarem por Indaial foi servido um lanche que se dirigiu ao Teatro "Frohsinn", onde foi oferecido ao
ao Governador e sua comitiva. À noite voltaram a Blumenau. No dia Governador um banquete do qual participaram cerca de setenta
6, quinta-feira, o Dr. Hercílio Luz e sua comitiva visitaram a Escola convidados especiais. Coube a Louis Abry, em nome do município,
Nova, dirigida pelo Pastor Hermann Faulhaber. Impressionou ao cumprimentar o Governador e sua comitiva. O Dr. Hercílio Luz, em
Governador os métodos de ensino, principalmente do Português, e o seu discurso, enalteceu os blumenauenses, dizendo ainda que jamais
destaque que o Pastor Hermann Faulhaber dava ao mesmo. O Dr. esqueceria dos que lutaram pela legalidade e pela ordem ameaçadas
Hercílio Luz demorou-se várias horas na Escola Nova, levando ótima pelos revolucionários, servindo com coragem ao Estado e ao Brasil..
impressão. O ponto alto das homenagens ao Dr. Hercílio Luz foi o Francisco Margarida cumprimentou o General Câmara enaltecendo as
banquete oferecido, quinta-feira à noite, no salão da Sociedade suas qualidades de militar e republicano. O General Câmara
Teutônia, hoje Ipiranga, em Itoupava Seca, no qual tomaram parte respondeu que se sentia feliz em conhecer os blumenauenses, cujo
autoridades locais, personalidades. de destaque da vida política e patriotismo e lealdade ao Governo já eram do seu conhecimento
económica e grande número de moradores de todos os recantos do através de seus camaradas de farda, terminando com um brinde pelo
mumcrpio, Na sexta-feira o Governador Dr. Hercilio Luz e comitiva progresso de Blumenau. O Capitão Livramento num longo discurso,
regressaram à capital do Estado, Convém ressaltar que o Governador relatou o quanto Blumenau já contribuíra para o progresso do Estado,
Dr. Hercílio Luz fez a viagem de Itajaí a Blumenau a bordo do novo sendo um dos principais fatores de sua boa situação económica. Peter
vapor "Blumenau" que, em sua viagem inaugural, aportou pela Christian Feddersen agradeceu em nome do município, citando em
primeira vez, em Blumenau, às 21 :30 horas do dia 30 de maio de seu discurso os artigos infames publicados nos jornais do Rio de
1895. O vapor "Blumenau" estava maravilhosamente iluminado e Janeiro, acusando Blumenau de pretender formar um Estado
embandeirado, apitando em ritmo de "morse" o sinal de chegada. autónomo dentro do Estado. Feddersen declarou, em nome dos
Apesar da escuridão da noite e o baixo nível do rio Itajaí, mormente blumenauenses, ser isto uma insinuação infame e que o povo só
no trecho do Belchior, com grande habilidade o comandante conduziu deseja, de acordo com a constituição e leis do país, gozar dos mesmos
o vapor sem qualquer incidente, provando sua capacidade e reaeãn à direitos e respeito como qualquer outro cidadão brasileiro de outra
pressão do leme, bem como no controle da velocidade impulsionada procedência. Terminou o seu discurso com um "viva" à República e à
pela máquina. Pátria brasileira. O Capitão Livramento usou novamente da palavra
O Dr. Hercílio Luz, sempre que podia, prestigiava a festa dos para dizer como todos haviam recebido com emoção e satisfação das
Atiradores. mãos dos escolares as flores e os votos de boas vindas. O Capitão
No dia 17 de maio de 1897, às 5 horas da tarde, chegava a Livramento desejou para a jovem geração de brasileiros um futuro
B 1umenau o Governador Dr. Hercílio Luz acompanhado de sua próspero, seguindo o exemplo de seus pais no engrandecimento do
família e comitiva integrada pelo General Câmara, Horácio Nunes país com seu amor ao trabalho e a ordem. Louis Abry agradeceu as
Pires, Diretor da Instrução Pública; Capitão Livramento, Deputado palavras do Capitão Livramento, dizendo que não era só a atividade
Estadual e Tenente-Coronel Gastão Cotrim, Comandante da Polícia em trabalhar na terra, pois mais necessário era dar à juventude uma
Estadual.. Como em 1895, uma multidão aguardava os visitantes no boa instrução escolar, fator até agora descuidado pelos governos tanto
.porto, onde os alunos dos estabelecimentos escolares e professores estadual como federal, já que o municipio com seus múltiplos

90 91
problemas de estradas e obras públicas não estava em condições de No "Blumenauer Zeitung" de 29 de maio de 1897, o Governador
manter uma rede escolar numa Comunidade com grande número de Dr. Hercílio Luz, e comitiva mandou publicar os seguintes
crianças carentes de escolas. Felizmente, os próprios Colonos não se agradecimentos:
descuravam da educação dos seus filhos e em lhes dar a necessária "Os abaixo assinados cumprem o grato dever de manifestas,'
instrução escolar, fazendo grandes sacrifícios para manter uma publicamente o quanto se acham penhorados pelo' hospitaleiro e
escolinha em cada povoação, lutando com a falta de professores, e, cordialíssimo acolhimento recebido nesta. culta. e bela cidade, devido
notadamente, para o ensino do Português, e ainda com a falta de livros ao cavalheirismo da patriótica comissão do Partido Republicano que a
didáticos. Disse, ainda, que aproveitava a oportunidade da presença nada se poupou a fim de tomar a sua estada aqui cada vez mais
do Governador e Diretor da Instrução para sanar o problema e com agradável e repleta de confortos.
seriedade, para que num futuro próximo não se culpem estas crianças A patriótica comissão foi perfeitamente secundada no seu
se não souberem falar e escrever a língua vernácula e, sim, somente o "desideratum''. pela gentileza e atividade do simpático Senhor
idioma matemo e o do convívio com seus companheiros de infâacia, Theodor Lueders, proprietário do Hotel Brasil, o qual com sua família
pois as duas únicas escolas mantidas pelo Estado, na sede do desvelaram-se sem cessar em bem tratar; aos abaixo assinados.
município, funcionam em salas acanhadas e insuficientes para as Recebam, pois, todos os ditos senhores os sinceros
milhares de crianças, em idade escolar, e se não fossem as escolas agradecimentos e um saudoso abraço dos que levam gravadas para
mantidas pelos próprios Colonos, teríamos uma geração de sempre as Iembranças, dos momentos agradáveis que aqui passaram.
analfabetos. Horácio Nunes Pires agradeceu as explanações de Louis Blumenau, 26 de maio de 1897. Horácio Nunes, Diretor Geral da
Altenburg, dizendo que desejava tudo de bom para a juventude e que, Instrução Pública; Arthur C. Livramento, Capitão; Gastão B. Cotsim,
na medida do possível, não deixaria de dar proteçãe a sua formação Coronel; Estanislau Pamplona, Capitão."
intelectual.. Gustav Saliager, Cônsul Alemão, disse que, como ele- "Os infra assinados, passageiros do vapor 'Blumenau' de Itajaí
próprio, a maioria dos alemães imigrados já eram naturalizados, para Blumenau e vice-versa, nos dias 17 e 26 do corrente mês, não
considerando esta. terra sua nova Pátria, Declarou, que um grnpo podem deixar de bem salientar,' o cavalheiroso tratamento que lhes
contrário a imigração alemã, mal-informado ou mal-intencionado, dispensou o digno comandante daquele vapor, cidadão Alfredo Canto
temendo a concorrência comercial, combatiam a imigração alemã e os que mostrou-se incansável em obsequiá-los. Itajaí 26 de maio de
imigrantes, dizendo que estes não se adaptavam aos costwnes 1897. Horácio Nunes, Diretor Geral da Instrução Pública; Capitão
brasileiros e à integração na vida nacional, o que é inverídico, pois a Estanislau Vieira Pamplona, Engenheiro Militar; Capitão Arthur '
conservação dos costwnes dos seus antepassados não implica em C.Livramento; Tenente-Coronel Gastão de B.Cotúm".
deixar de ser um bom cidadão e fator decisivo no progresso do Brasil, Essa foi a segunda visita. oficial do Governador Dr. Hercílio Luz
igual aos lusos que conservando as tradições dos portugueses se a Blumenau, Seguiram-se muitas- outras, oficiais e não oficiais, em
tomaram brasileiros amantes da terra. Lembrou o patriotismo do todas, ele foi acolhido com carinho, júbilo e grandes festividades.
Batalhão de Voluntários da Pátria que partiram para os campos de Pelo Decreto n° 197, de 28 de julho de 1895, Blumenau foi
batalha do Paraguai, sem terem aqui nascido, em defesa da terra que elevada à categoria de cidade.
escolheram para a sua nova Pátria e berço dos seus filhos. O seu Um fato deveras, interessante, ocorrido em 1895, foi o interesse
brinde foi dedicado às. boas relações entre o Brasil e a Alemanha. O manifestado por Friedrioh Donner, Otto Freygang e Heinrich Hardt,
brinde final e de honra foi dedicado por Feddersen ao Presidente da moradores em Timbó e Indaial, para explorar petróleo em Blumenau.
República, Prndente de Morais. Ao terminarem estas, homenagens foi Curioso é, que a Lei n? 168 de 28 de setembro de 1895, concedeu aos
apresentado um maravilhoso espetáculo pirotécnico na Rua das, mesmos autorização para explorar as, "possíveis" jazidas pelo espaço
Palmeiras. de ciaqüenta; anos.
/
No período de 1895 a 1899, Blumenau volts, a ter um
Superintendente Municipal na pessoa de Otto Stutzer, A primeira

92 93
Superintendência funcionou com o Dr. José Bonifáoio da Cueha, de quebravam pedras, simbolizava e cnticava o serviço de desobstrução
janeiro a abril de 1892. Em seguida, Blumenau teve dois períodos de do rio Itajaí na altura de Belchior .. Um carro trazia um personagem
Intendência, com o Dr. Friedrich Muel1er (Dr.Fritz Muel1er), de abril chamado "Infame" e a caracterização perfeita levou a imprensa,
de 1892 a março de 1893, e com Heinrich Probst, de março de 1893 a posteriormente, a censurar a apresentação. Os Cavaleiros
abril de 1895. maltrapilhos, que desfilaram em seguida, representavam os
Em 1896, Blumenau, mais uma vez, foi alvo de pessoas' revolucionários de 1893, enquanto um carro, seguido de um general à
interessadas em explorar suas riquezas. Desta vez foi a chegada, em 10 pé, representava a artilharia dos revolucionários. Um outro com uma
de agosto, de alguns engenheiros espanhóis para iniciar a exploração mesa e sete vereadores ao redor da mesma, criticava a ação da Câmara
das minas de prata. e chumbo do Garcia. Segundo os engenheiros, Municipal. . Seguiu-se um carro, trazendo o dístico: - "Dr.Eisenbart, &
estava prevista a chegada de mais cinqüenta mineiros, Cia.", contendo um grupo mostrando os seus instrumentos cirúrgicos -
Em 1897, importantes projetos visando melhorar a vida dos uma enorme seringa, torquês, martelo, machadinha, serrote, etc., não
blumenauenses foram elaborados, entre eles o da Câmara Municipal faltando uma máquina elétrica, para eletroterapia; um outro carro,
(Resolução n? 26), autorizando o Superintendente a abrir concorrência tendo pendurado uma lanterna de carro e um menino movendo uma
e contratar a iluminação da cidade até o "Salto" e transmissão de moenda, representando um gerador elétrico, criticava a ilumição
energia elétrica dentro do município de Blumenau pelo prazo de 50 pública; seguiam-se outros carros e grnpos fantasiados e, por fim, um
anos, respeitados os direitos dos cidadãos Friedrich van Ockel e carro com um par de noivos espanhóis e outro com dois árabes.
Heinrich F. Schmidt.. Também o relatório sobre os estudos do tratado Considerando que a idéia de organizar o préstito surgiu três dias antes
da linha de bondl a vapor (tramway) de Blumenau a Aquidabã foi e a dificuldade em conseguir no comércio o material para a montagem
publicado no "Blumenauer Zeitung" de 23 de janeiro de 1897. do préstito, o grnpo de jovens e homens que levaram a cabo a idéia
Enquanto isso, as despesas com a Guarda Nacional de Blumenau na genial, em tão pouco tempo, e que foi um grande sucesso, são dignos
Revolução de 1893, só foram pagas em 1897, quando o Tesouro do de louvores. Na ocasião, pensaram em formar uma sociedade
Estado Iiberou a verba de quarenta e dois contos de réis. A partir de carnavalesca para, com mais tempo e meios, organizar os desfiles com
1897, também as bebidas ficaram mais caras, pois o Decreto Federal atração à festa do rei Morno. A festa finalizou com um concorrido
n? 2421, exigiu a aplicação de selos nas garrafas. Assim, a garrafa de baile no salão do Teatro "Frohsinn" 13'
cerveja teve um aumento de 40 réis e o litro 60 réis; a garrafa de No mesmo ano, e logo depois do desfile carnavalesco, foi
vinho 1$000 réis e o litro da água mineral ou limonada 50 réis 12. ' fundado em Blumenau o Clube Carnavalesco "Filhos do Inferno" 14,
O blumenauense encontrou uma forma bastante interessante de que contou logo de início com muitos associados. A direção ficou a
criticar o que não lhe agradava em Blumenau, apelando para o desfile cargo de Francisco da C. Silveira, Francisco Margarida, Hermann
carnavalesco, que em 1897 teve o seu ponto alto. "No dia 28 de Baumgarten, Erich Gaettner, Leopold Knoblauch e Jacob Schmidt..
fevereiro, domingo de Carnaval, o desfile com figuras e carros Parece que a crítica sobre a energia elétrica no desfile
alegóricos representava acontecimentos blumenauenses. A chegada carnavalesco surtiu algum efeito, pois ainda no primeiro semestre de
do préstito foi anunciada por um palhaço a cavalo. O préstito tinha à 1897, a firma alemã "Siemens & Halske" entregou um orçamento
frente um' arauto a cavalo, portando um estandarte. Em seguida, para a usina elétrica a ser constrnída na localidade do "Salto", em
desfilou um grupo de sete índios bem caracterizados, a cavalo, que Blumenau, cujo total foi calculado em 125.175 marcos alemães, ou
foram muito aplaudidos pelos espectadores que se localizavam em seja, cem contos de réis, no cambio da epoca. 15
ambos os lados da ma principal (na época não havia calçadas). Um
carr? com uma 'canoa cheia de água, dentro da qual alguns operários 13 "Blurnenauer Zeitung" de 06.03.1897

14 idem 20.03.1897

12 "Blurnenauer Zeitung" de 27.02.1897 IS idem 24.04.1897

94 95
Antes da apresentação do fonógrafo, no dia IOde maio, o jornal que resplandecia na alegria dos presentes, desejava que - "aos
divulgou amplamente o evento, careando para o Teatto "Frohsinn'' milhares de alemães que para cá vieram e foram acolhidos por uma
grande número de pessoas interessadas, e curiosas. E no dia lo de maio Pátria generosa e dadivosa, venham se unir mais muitos outros
de 1897, no Teatro "Frohsinn'', apresentado por Kretzschmar & milhares, que resolvem emigrar, por força de circunstâncias várias e
Koehler, os blumenauenses tiveram o privilégio de assistir. a uma das: aqui sigam o exemplo dos atuais pioneiros, euriquecendo com o seu
mais geniais invenções do norte-americano, Edison - o fonógrafo, Na trabalho e sua cultura este país, tomando-se mesmo na conservação de
ocasião foram apresentadas, peças orquestrais de trinta músicos de suas tradições, como força moral de seu caráter e valor cívico,
Nova York, canções e "couplets'; O com misto local, no dia 28 de cidadãos úteis e leais a esta terra que escolheram para sua nova Pátria
abril, quarta.feira, à noite, executou duas canções que foram gravadasi e berço natal de seus filhos". 16
pelo novo aparelho, e foi com grande admiração e também satisfação Na ocasião, a Sociedade de Cantores "Freundschaftsverein'' de
que os presentes, principalmente os sclistasi e integrantes do coral, Itoupava Seca, cantou o hino alemão e a banda de música executou o
ouviram suas, vozes. O fonógrafo também foi apresentado no salão Hino Nacional brasileiro, ambos ouvidos com respeito.
Teutônia de Itoupava Seca e no salão Lueders de Indaial.. Às 7 horas da noite, a população ofereceu em homenagem ao
O jornal ainda publicou o anúncio de Kretzschmar & Koehler, Embaixador, Dr. Krauel, e ao Governador do Estado, Dr. Hercílio
Agentes de Edison Electric Com. de Nova Y ork: - "Exibição do Pedro da Luz, e seus auxiliares um banquete no Teatro "Frohsinn'',
fonógr.afo eléttico de Edison, das: 2 da tarde às 1O horas, da noite, no Coube ao Cônsul Alemão, Gustav Salinger em seu discurso
salão Lueders, em Indaial.. Preço: ouvir 5 peças - 1$000 réis". cumprimentar e agradecer as hourosas presenças, encerrando com um
O ano de 1897 marcou Blumenau com a chegada do Embaixador brinde à casa dos Hohenzoller e ao Imperador Wilhelm II. O Pastor
Alemão, Dr. Kraael, que, apesar de esperado somente no dia 20 de Faulhaber falou em nome dos blumenauenses, apresentando os
maio, conforme programa elaborado, antecipou a chegada para o dia cumprimentos ao Embaixador, terminando com um "viva" por todos.
19, por ter viajado de Florianópolis a ltajaí pelo vapor "Max", posto à O Embaixador cumprimentou os presentes, dizendo que esteve em
disposição pela firma Hoepcke, o que não impediu que Gustav ltajaí algumas vezes, porém a falta de tempo o impediu de visitar
Salinger, Cônsul Alemão em Blumenau e mais algumas, pessoas: se Blumenau, mas com ordem expressa do Imperador da Alemanha,
dirigissem ao encontro do Embaixador e comitiva em Itajaí., Em viera a Blumenau para uma visita mais demorada para conhecer de
Blumenau, avisados da antecipação da viagem, reuniram-se no porto perto a situação dos Colonos no interior da Colônia. Disse, ainda, ter
algumas. Sociedades de Atiradores, uma de canto e a Associação esperanças de que a imigração tenha novo alento, pois a terra promete
Gisástica, Também compareceram ao porto alunos das, escolas: locais dar aos imigrantes condições para o seu desenvolvimento econômico
e professores. O Embaixador e comitiva chegaram às 4 horas, da tarde, e bem-estar pessoal, finalizando com um brinde ao Colono alemão e
sendo recebidos pela comissão de recepção chefiada pelo Pastor em especial a Blumenau. Phillipp Doerck cumprimentou o Dr.
Hermano I Faulhabec com vivas, e palmas, dos presentes. Heiurich Hercílio Luz, enaltecendo sua figura como Governador do Estado,
Probst cumprimentou o Embaixador em nome das: sociedades grande amigo de Blumenau e do imigrante alemão, brindando pelas
presentes, justificando a ausência de outras, devido à antecipação da boas relações entre brasileiros e especialmente entre os governos da
chegada. Alemanha e do Brasil.. O Governador, em resposta, exaltou os méritos
Em companhia do Cônsul Alemão em Florianópolis, Carl do imigrante alemão, levantando um brinde à Alemanha, Pátria do
Hoepcke, o Embaixador e a corrnssao de recepção e populares Embaixador Dr. Krauel.. O Cônsul Carl Hoepcke lembrou os méritos e
dirigiram-se à casa do Cônsul Gustav Salinger, onde já o aguardava o sacrificios do Doutor Blumenau, fundador da Colônia, que já se
Goverl'ador do Estado Dr. Hercílio Pedro da Luz" que cumprimentou destacava como modelo comunitário no país. Wilhelm Scheeffer
o ilustre visitante oficialmente. Após o desfile das, sociedades o
Embaixador, da sacada do prédio, agradeceu a festiva recepção feita.
16 "Blumenauer Zeitung"de 29.05.1897
num dia ensolarado, que mostrava a natureza em toda a sua pujança. e

96 97
levantou um brinde ao Brasil e Louis Abry em honra ao Presidente da fará com que os bugres se recolham mais para o alto da serra.,,17 Os
República, Prudente de Morais. Após o banquete, o Embaixador e o visitantes observaram que aqui o Vale do Itajaí se estreitava bastante
Goveruador do Estado, assistiram, da escadaria da Câmara Municipal, e íngremes paredões de pedra estavam próximos das margens do rio e
a marcha "aux flambeaux" da Associação Ginástica e ao espetáculo que um morro sem vegetação, o "Morro Pelado" forma uma península
de fogos de artificio. banhada em três lados pelo rio Itajaí.. Em seguida, os visitantes
No dia\ 20, quinta-feira, o Embaixador visitou a Escola Nova e o chegaram ao rancho de Gottlieb Reif, empreiteiro da primeira parte da
Colégio Santo Antônio. Pelo meio-dia, o Goveruador e o Embaixador, estrada, que ficou surpreendido com a chegada dos mesmos, quando
acompanhados de diversas personalidades, foram de carro de mola ainda estava preparando a comida. Os visitantes conheceram., então a
visitar o interior da Colónia, onde em quase toda a parte viam-se arcos vida alimentar dos imigrantes e trabalhadores do mato que, para o
de triunfo e palmitos enfeitados com flores de ambos os lados da Governador, não era novidade, pois presidira trabalhos de medição de
estrada. Em Indaial, os visitantes foram recepcionados com o terras, quando era Comissário de Terras em Blumenau. A comida
espoucar de foguetes pelas autoridades locais e populares. No salão preparada por Reif nada deixou a desejar' quanto à qualidade, sabor e
Lueders, o coral masculino cantou algumas canções. Na ocasião, o quantidade. Prosseguiram às 11 horas, para verificar a parte mais
Embaixador falou com velhos Colonos, inteirando-se dos seus importante da estrada, onde o rio forma uma curva transversal ao seu
problemas, ouvindo relatos tristes, e tambem êxitos. Após se servirem rumo principal num trecho de dois quilómetros. Desembarcaram e
de refrescos e petiscos, e Feddersen falado em nome da Sociedade de andararru a pé, pois os operários estavam trabalhando com explosivos
Cantores, todos seguiram até Waruow onde foram recepcionados com e o trecho do paredão que já estava minado e pronto para a explosão
foguetes, vivas da população e cumprimentos. No estabelecimento de realizou-se em presença dos visitantes, que puderam avaliar as
Hoeschl se encontravam postados a Sociedade de Atiradores, cantores dificuldades na construção da estrada. Na desembocadura do rio
e os alunos da escola local, que cantaram canções populares numa Subida, como não existisse ponte, duas carroças atravessaram o rio,
demonstração de que além da roça e da oficina, os Colonos e filhos se conduzindo os visitantes, se bem que a maioria preferiu seguir a pé.
dedisavam ao canto. Após curta demora continuaram a viagem, pois o No morro da Subida, a uma altura de 300 metros acima do nível do
objetivo, neste dia, era o Neisse, porém uma forte trovoada fez com rio, divisava-se, em duas voltas, a estrada que já estava pronta, com
que pousassem, parte em casa de Schulze e outros na morada de um ângulo ascendente de 6%, de fácil ascensão até para veículos de
Replin,
carga pesada. Vários muros de arrimo foram constnridos e feitos
No dia 21, sexta-feira cedo, continuaram a viagem, chegando até cortes de passagens. Após andarem um bom trecho da estrada, um
o Neisse ainda pela manhã, onde na filial de Feddersen foi servido um incidente imprevisto fez com que todos buscassem um lugar seguro e
lanche. Depois de curta permanência, reunctararn a viagem que se longe da estrada, o que era muito dificil entre encostas, muros de
tomou mais difícil, porém, mais interessante. Era a estrada ao longo arrimo e abismos, porém o aviso do tropeiro anunciando a passagem
do Itajaí para o interior da Colónia, cuja obra estava para ser de uma tropa de bois bravos, levou todos a subir numa parte
concluída e que foi mostrada ao Governador do Estado. Mostrou-se desbarrancada, O Embaixador encarou o incidente com humorismo,
ao Embaixador a área designada à Cia. Hanseática de Colonização achando a situação cómica. A tropa custou a passar e Louis Abry, que
para que pudesse opinar, quando interpelado pelos respectivos órgãos estava a cavalo, auxiliou os peões a apressar a marcha da boiada.
dcxseu país. Depois de passar o ribeirão Neisse, observaram que Todos continuaram a caminhada num trecho de quase cinco
apenas algumas Colónias eram ocupadas por imigrantes, pois havia quilôrnetros, quando chegaram ao ponto culminante, onde se divisava
também alguns moradores brasileiros. A nova estrada corta uma área uma bela paisagem, premiando o cansaço da caminhada. Com o céu
não cultivada, onde os bugres se refugiavam praticando assaltos aos límpido, os visitantes avistaram o "Morro do Baú" e também o
moradores mais distantes. "Com a nova estrada, o maior movimento

17 indígenas do Vale doltajahblurncnau em Cadernos - outubro de 1968

98
99
"Morro do Cachorro" e para o norte e oeste as grandes áreas dos vales uma festa de casamento de Colonos. Chegaram a Blumenau ao cair da
dos rios Itajaí do Sul e do Norte, a "terra incógnita" que a Cia. noite depois de três diasde excursão pelo interior.
Hanseática, pretendia colonizar com imigrantes alemães. Do alto do No dia 23, domingo, o Embaixador assistiu ao culto na Igreja
morro, o trecho da estrada era de responsabilidade de Friedrich van Evangélica e louvou o coro misto da Comunidade que abrilhantou o
Ockel e foi percorrido em quase dois quilómetros. Convidados por ato religioso. À tarde, houve uma festa popular nas dependências da
Ockel para uma ligeira merenda no seu rancho, declinaram do Sociedade de Atiradores, onde se apresentaram os ginastas da
convite, pois pretendiam alcançar, na volta, os alojamentos Associação Ginástica Blumenau com números de ginástica rítmica e
reservados. Fizeram uma curta parada na "Boa Vista", onde foi exercícios em aparelhos. Também se apresentaram os alunos da
servido um refresco e apreciada a bela paisagem. O Governador e Escola Nova. À noite houve uma apresentação teatral no Teatro
comitiva acompanharam e elogiaram a constrnção da estrada, "Frohsinn" com a peça "Madame Flott"; exibição do magico
considerando que as despesas n-o chegariam nem à metade da quantia Pamplona de Florianópolis; números de canto pelos corais masculinos
estipulada. Durante a excursão o Governador falou com o engenheiro. e coro misto das Sociedades de canto locais, que foram muito
Odebrecht que ficou encarregado de prosseguir os estudos das obras aplaudidos e elogiados pelo Embaixador. Após estas apresentções foi
da estrada até ao planalto, pois esta era imprescindível para o realizado um animado baile que durou até altas horas da madrngada.
desenvolvimento e progresso do Estado. Odebrecht e Krohberger, que No dia 24, segunda-feira, o Embaixador visitou Rio do Testo e
atravessaram a região diversas vezes declararam que as maiores Pomerode, e, apesar de manifestar o desejo de visitar estes locais só
dificuldades da constrnção da estrada já tinham sido superadas. A no domingo, à noite foi recepeionado pelas Sociedades de Atiradores
descida até onde os carros estavam aguardando foi rápida; que estavam formadas festivamente defronte à casa de Louis Abry. Na
embarcaram, chegando ao ribeirão Neisse antes do cair da noite, onde entrada da localidade e no centro havia arcos de triunfo e palmitos
na filial de Feddersen foi servido um lauto jantar aos visitantes, que com flores. No salão, o Embaixador foi cumprimentado por Louis
estavam alegres e satisfeitos, principalmente o Embaixador e o Cônsul Abry, deputado estadual, em seguida atendeu por mais de quatro
Carl Hoepcke que, entusiasmados, diziam valer a pena morar na horas a todos que desejavam cumprimentá-lo e com ele conversar..
região. Também ouviu seus pedidos e desejos. À noite, o Embaixador
No dia 22, sábado, todos regressaram a Blumenau parando em regressou a Blumenau e no dia 25, terça-feira, foi para Brnsque onde
Warnow, onde Hoeschl mandou servir um farto almoço, à moda da foi recepcionado na entrada da cidade pelas autoridades locais e
Colônia, que agradou a todos. Ainda em Warnow, o Embaixador e Sociedade de Atiradores sob os acordes da banda de música até ao
demj lis excursionistas assistiram aos alunos da escola local numa Hotel Bauer. À tarde visitou a fábrica Renaux, escola, Igreja e, no dia
demonstração de ginástica e a disputa de um prêmio em dinheiro, seguinte, fez uma visita ao interior da Colônia, seguindo à tarde para
instituído pelo Embaixador, que também contatou com moradores Itajaí, regressando ao Rio de Janeiro. Antes, mandou um oficio ao
para saber das condições em que viviam os Colonos. Em Indaial, o Cônsul Gustav Salinger agradecendo às autoridades e população
Embaixador, em companhia do Cônsul Cai! Hoepcke e destacados blumenauense a acolhida e tratamento cavalheiresco que aqui teve,
membros da Colônia, atravessaram a balsa para visitar Timbó, reafirmando as excelentes impressões que levava de Blumenau e sua
enquanto o Governador e sua comitiva voltaram a Blumenau. Em gente.
Timbó, o Embaixador foi recepcionado pela Sociedade de Atiradores O Governador do Estado, no dia 24 de maio, foi para
e Sociedade de Cantores em frente a casa de Friedrich Donner, em Massaranduba inspecionar a estrada que liga Blumenau a Joinville,
cujo salão os cantores apresentaram várias canções alemãs. passando por Bananal (Guaramirim). Estavam consluídos 27
Convidado para jantar, o Embaixador declinou do convite, pois o quilómetros, a partir do lote n° 58, faltando 7 quilómetros para chegar,
tempo curto forçava o regresso que foi feito pela outra margem do rio a Joinville, De Blumenau a Massaranduba, o Governador viajou de
Benedito até Indaial.. N uma parada para troca de cavalos, o carro de mola, levando duas. horas e meia, demonstrando o bom
Embaixador teve a oportunidade de participar, por curto tempo, de estado da estrada, Dia 26, quazta.feira pela manhã, o Governador

100 101
visitou as escolas de Blumenau, e ao meio dia, embarcou no vapor Após a centnorua, as sociedades retomaram até ao Hotel Holetz, em
"Blumenau" com sua comitiva até Itajaí e de lá regressou à capital do marcha unida onde debandaram. 19
Estado. Não só as noites de arte, festas, cultos, etc.,colaboraram para a
No dia 21 de maio de 1897, não só Blumenau e sim o mundo vida sócio-cultural e artística do Grande Vale, pois tudo o que os
perdeu um dos seus maiores cientistas - o Dr.Fritz Mueller.. Parece colonizadores empreendiam, visava melhorar a vida da Comunidade,
que na época já funcionava o "santo de casa não faz milagres", pois e em 1898, Blumenau contou também com sua Estação Agronômica
para dar um túmulo condizente ou erigir um monumento à memória na localidade de Cedro, sendo designado para chefiá-la o agronômo
do 'Principe dos Observadores', foi preciso que o Dr.. José Bonifácio Dr -, Giovanni Rossi, que no governo do Dr.Josée Bonifácio da Cunha,
da Cunha sugerisse uma subscrição popular e solicitasse aos viajou, no inicio de 1902, para a Europa por ordem e conta do Estado
deputados Luiz Gualberto e Santos Lostada para apresentar um para estudar a fabricação de manteiga, levando consigo certa
projeto na Assembléia, para que o Governo do Estado mandasse erigir quantidade para analise e estudos bacteriológicos.
um monumento ao sábio". 18 Nada foi feito na época. O monumento Em 1898, iniciou-se a campanha para os cargos de
ao Dr.Fritz Mueller só foi erigido trinta anos mais tarde e com outros Superintendente e Conselheiros da Câmara Municipal.. Foi eleito o
recursos. Dr. José Bonifácio da Cunha que assumiu no dia 2 de janeiro.: de 1899.
Os colonizadores do Vale do Itajaí, apesar de distantes da velha Na sua gestão, olhou com carinho e dedicação o ensino primário, pois
Pátria e a maior parte já ter adotado o Brasil, não se esqueciam de destinou os 300$000 réis da sua gratificação mensal para o ensino,
reverenciar a memória dos grandes vultos da terra em que nasceram. subvencionando com esta soma seis escolas particulares. Entre outsas
Otto von Bismarck, o grande estadista prussiano, um dos fundadores obras importantes realizadas no município, foi também
da unidade alemã e que a tomou uma potencia mundial, falecido em definitivamente assentada a data de 2 de setembro de 1850, como data
Friedrichsruh, em 1898, foi reverenciado no dia 14 de agosto de 1898, da fundação do município, Considerando a opinião do povo, o Dr.
com culto na Igreja Evangélica de Blumenau. Compareceram às Bonifácio da Cunha submeteu o assunto ao Conselho Municipal que o
homenagens com suas bandeiras ornamentadas de crepe preto e aprovou, após demorada discussão. O Doutor Blumenau considerava
enfileiradas ao lado do altar as Sociedades de Atiradores de Testo o dia 28 de agosto de 1852, como o dia da fundação da Colônia,
Baixo, Fidélis, Gemuetlichkeit, Garcia, Velha, Passo Manso, Itoupava porque neste dia, mediante venda em hasta pública, distnibuiu os
e Sociedade de Cantores do Vale do Selke. As sociedades se reuniram primeiros dez lotes coloniais à margem direita do ribeirão Garcia pelo
em frente ao Hotel Holetz, e, em marcha lenta ao toque do tambor preço base de 10$000 réis. Na ocasião, os compradores, Hahn
surdo, rumaram até a Igreja Evangélica. O Governador Dr. Hercílio (marceneiro), Seiffert (sapateiro), Spiess (padeiro) e Leithauser, se
Luz, se fez representar às solenidades pelo Cônsul Alemão em combinaram para não encarecer o lance. Fritz Mueller e seu irmão
Blumenau, Gustav Salinger; Heinrich Krohberger representou o August, que haviam chegado alguns dias antes com outro navio
secretário do Governo e deputado estadual Dr-Campos Mello; Otto também compraram cada um, um lote, também à margem direita do
Stutzer representou o presidente do Congresso Estadual; os deputados ribeirão Garcia, mais perto do centro e pagaramI por cada lote
estaduais Peter Christian Feddersen, Louis Abry e G.Richlin foram 100$000, além da contribuição a Caixa da Colônia. Em 1855, o
representados por Erich Gaertner, Blohm e Baumgarten. A cerimônia Presidente da Província apresentou à Assembléia um relatório,
foi abrilhantada pelo Coro Misto, Sociedade de Canto "Harmonia" e referindo-se a Blumenau: "A Colônia Blumenau foi fundada em
pela banda de música Ruediger. Compareceram todas as autoridades agosto de 1850, com 17 Colonos que o Doutor Blumenau mandou vir
locais. O Pastor Hermann Faulhaber fez a prédica com um relato da
da Europa."
vida de Bismarck, focalizando-o como homem, estadista e cristão ..

18"Blumenauer Zeitung" de 09.10.1897


19 "Blumenauer Zeitung" de 20/0811898

102 103
Do relatório, constava ainda a seguinte tabela de imigração: "No exportava grande quantidade de fumo em folha para os portos de
ano de 1850, 17 imigrantes; 1851-8; 1852~110; 1853-28; 1854-144 Hamburgo e Bremen (Alemanha).
pessoas; no ano de 1854 nasceram nove pessoas e morreram nove; Além da vida atarefada e cheia de percalços, o nosso
quarenta e uma deixaram novamente a Colônia. Em fins de 1854 blumenauense continuava brigando por política e em 1899 o
existiam 246 pessoas. Daquelas que deixaram a Colônia, 2 voltaram "Blumenauer Zeitung" convidava os eleitores republicanos para uma
para a Alemanha; 5 foram para o Rio de Janeiro; 3 para o Rio Grande reunião, a fim de acabar com a cisão do partido que estava
do Sul; 1 para Curitiba e 6 para vários lugares da Província. prejudicando o município junto ao Governo do Estado. O convite
Cinqüenta Colonos se estabeleceram nas imediações da Colônia, onde dizia o seguinte: "São convidados os eleitores republicanos a
se dedicavam à lavoura ou às suas profissões. Dos falecidos, cinco reunirem-se no domingo, 9 de abril, às 4 horas da tarde em casa do
morreram afogados no rio Itajaí. Na Colônia existe apenas uma Senhor G. Gross. O fim de tal reunião é tratar-se do melhor meio de
família católica que conta com três membros, todos os demais constituir-se, consultando de perto a vontade do eleitorado, um
pertencem à Igreja Evangélica. Em fins de dezembro contavam-se 40 Diretório para o Partido Republicano de Blumenau, sem que nele
casas concluídas e 6 a concluir; em construção: 2 engenhos de açúcar prevaleçam as divergências individuais que tentam dividi-lo."
e aguardente; 3 engenhos de farinha de mandioca; uma pequena Também os moradores de Salto Weissbach, Velha, Encano
farmácia com os necessários medicamentos 1 casa de negócio na qual (margem direita), Mulde e Encano do Norte, se reuniram no salão
se pode comprar ferramentas, ferragens, fazenda, armarinhos e Paupitz em Passo Manso, para fundar uma associação política, sob a
mantimentos de primeira necessidade. A lavoura está em pleno denominação de "Associação Popular". Convidaram para a reunião os
desenvolvimento, todos os Colonos possuem criação de aves moradores da Colônia para no dia 16 de julho de 1899, no salão
domésticas e de porcos, alguns tambem criam bovinos. No dia 13 de Paupitz, discutirem e aprovarem os Estatutos elaborados por uma
julho do ano passado (1854) criei na Colônia uma escola elementar comissão composta dos Senhores H.Weise, H.Offe, H.Herckenhof,
que é dirigida por um Colono que se naturalizou brasileiro e aprendeu o A.Schroeder, E.Schroeder, E.Rechenberg, C.Weise, E.Duwe,
português falando e escrevendo-o razoavelmente". Este relatório foi E.Prochnow, L.Heinrich, L.Kellermann, L.Gessner, M.Brandel,
publicado em 1899, trazendo o jornal ainda a informação de Luiz E.Roepke e E.Hartung. Os Estatutos continham 15 artigos que foram
Thieme que, dos 17 imigrantes ainda viviam (1899) em Blumenau, a publicados no n? 23 do jornal "Blumenauer Zeitung". O artigo 1°
senhora Grahl e a viuva van der Eich, relacionadas como Maria e estabelece que a Associação Popular tem como finalidade principal
Christina Kohlmann, respectivamente." congregar toda a populção da zona colonial para a participação
Sobre a situação econômica de Santa Catarina, abordando espontânea e autônoma nas eleições a fim de quebrar com o atual
também o desenvolvimento de Blumenau, o "Blumenauer Zeitung" sistema da tutela política. O artigo 2° estabelece que a Associação
publicou um extrato do extenso relatório apresentado por H.D. encarregar-se-á de controlar a administração municipal, zelar pelo
Beaumont, ao ministro do Exterior no Rio de Janeiro. Beaumont justo emprego e a distribuição dos impostos e interceder
visitara o Estado e a Colônia Blumenau informando que em 1888, a corporativamente em favor de seus sócios em caso de abusos ou
Colônia contava com 18.884 habitantes e que em 1898 a população arbitrariedades por parte dos funcionários públicos. O artigo 3° diz
subiu para mais.de 40.000; que em 1887 havia 60 milhas de estradas que nas eleições municipais apresentará candidatos próprios, sob o
carroçáveis e 250 milhas de caminhos vicinais e que nos últimos 9 compromisso destes, a seguir um determinado programa. Em primeiro
anos o total se duplicou existindo mais de mil viaturas. lugar, pugnar pela introdução de eleições distritais. O teor do artigo 4°
Os principais artigos de exportação eram mandioca, farinha, é o seguinte: Nas eleições para as representações estaduais ou
tabaco, manteiga, toucinho, aguardente e açúcar; que a produção federais, a Associação somente apoiará os candidatos que entrarem
anual de manteiga era calculada em 500.000 quilos, e a produção de em contato com a Associação, apresentando um programa aceito pela
charutos importava em cerca de um milhão por ano e que ainda mesma, pugnarem pelas reivindicações desta e se comprometerem a
dar conta, periodicamente, de sua atividade, ou por publicação nos

104 105
jornais locais ou relatos nas reuniões da Associação. Os acordos serão desde esse tempo começaram a sentir o vácuo d'aquela atividade
firmados por escrito. Os demais artigos tratam da organização interna, incessante, tenaz, correta, econômica, honesta e essencialmente
direitos e deveres dos associados, etc." exemplar, que era inteira dedicada incansavelmente a seu
Faltavam alguns meses para findar o ano de 1899, e Blumenau se melhoramento material, ao preparo de vantagens futuras, da vida
preparava para festejar seus cinqüenta anos de fundação. O independente e rica de centro agrícola e produtor.
"Blumenauer Zeitung", além de tecer comentários sobre os Mas esta ausência era ainda de vez em quando em parte
preparativos, cita os nomes dos 17 primeiros imigrantes e que destes, interrompida por uma recordação que ele de lá nos mandava, quase
na época, ainda viviam: na Alemanha, Franz Sallentien, e em São sempre ainda uma dádiva, um presente paternal, ora retalhando seus
Paulo, Karl Wilhelm Friedenreich, sua esposa Minna e filha Alma, e bens particulares aqui, em partes que oferecia ao gozo público, ruas,
Paul Kellner. Cita também o nascimento de Ida Friedenreich, no dia 6 praças, escolas, etc., ora mandando-nos jornais, sementes, plantas,
de setembro de 1851, o primeiro na Colônia, e que o primeiro quanto nos podia ser útil e o que é mais alevantado, dando-nos a
casamento foi realizado no dia 20 de março de 1855, sendo amostra também de uma nobreza louvável, o amor à pátria brasileira
contraentes Julius Baumgarten e Margareth Wagner, filha de Pedro que o hospedou e a seus patrícios, e em pouco tempo pôde orgulhar-se
Wagner, porém, a euforia dos preparativos foi ofuscada com a notícia de tê-los como diletos filhos. A lealdade proverbial da raça era
publicada no "Blumenauer Zeitung" de II de novembro de 1899, incorruptível no coração d'aquele ancião cuja têmpera os anos não
quando o jornal, orlado de luto, comunicou o falecimento do Doutor conseguiram entibiar.
Blumenau ocorrido no dia 30 de outubro na cidade de Braunschweig- A morte o veio roubar quando todos nós pensávamos que o seu
Alemanha. Foram transcritos necrológios e celebrados ofícios vigor permitisse passar vivo ainda a data do 50° aniversário da
religiosos. O Conselho Municipal reuniu-se em sessão extraordinária fundação de Blurnenau, que se realizará em pouco mais de dez meses.
para homenagear a memória do fundador da cidade, publicando a Há pouco tempo o Governo Municipal resolveu honrar a sala de
seguinte nota: "Resolução n" 59. O Conselho Municipal de Blumenau suas sessões com a reprodução do seu venerando vulto. Esta notícia,
resolve: conforme sabemos de um amigo que o visitou ultimamente, encheu-o
Art.I't-Lançar na ata voto de profundo pesar e comunicar à de alegria. No fim da vida, ainda foi um dos atos que mais
família do finado Doutor Blumenau sentidos pêsames. intimamente vibrou seu coração amante d' esta terra - o conhecimento
Art.2°-Colocar, logo que for possível seu retrato na sala das que era venerado - de que a suspeita de ingratidão d'este solo a que
sessões. ele deu mais de metade de sua existência enérgica e inteligente,
Art.3°-Concorrer para as exéquias solenes que se farão a 3 de desfazia-se em fim ante a convicção de que seu nome era visto,
dezembro. lembrado e sobre tudo respeitado.
Art.4°-Dar o nome de "Rua Dr. Blumenau" à rua em que ele Consta que vão lhe fazer solenes exéquias e que não pouparão
residiu nesta cidade. esforços para que no seio d'este monumento imorredouro que ele
Art.5°-Revogam-se as disposições em contrário. mesmo erigiu, o município de Blumenau, seja-lhe erigido um outro,
Eu, abaixo assinado, Superintendente Municipal de Blumenau, que perpetue também o seu vulto. Assim mesmo a obra não será
sanciono e mando que se execute a presente Resolução do Conselho completa. A última parcela que completará o saldo d'esta dívida de
Municipal. honra, será a Comissão do monumento ou os Poderes Municipais
Blumenau, aos 8 de novembro de 1899. conseguirem da família do nosso fundador, a honra, de Blumenau
Dr. José Bonifácio da Cunha possuir também os seus ossos.
O "Blumenauer Zeitung", entre outros, publicou o seguinte José Bonifácio da Cunha"
artigo assinado pelo Dr.José Bonifácio da Cunha: Enquanto Blumenau se preparava para o cinqüentenário de sua
"A ausência do Doutor Blumenau d'esta terra que lhe conservou fundação, vários acontecimentos marcaram o ano de 1900..
o nome e o perpetuará, é já de IS anos, por isso, já os seus moradores

106 107
Chegou de surpresa a Blumenau para uma rápida visita, a fim de Na segunda-feira, 3 de setembro, às 9 horas da manhã, reunião
evitar recepção oficial e festividades especiais, o Embaixador alemão dos Atiradores defronte ao Consulado Alemão. Às 10 horas teve
Conde de Arco Valley. À noite do dia 17 de março, assistiu à festa de início a competição de tiro na sede da Sociedade de Atiradores e à
aniversário da Sociedade de Canto Harmonie, onde foi recepcionado e tarde, grande festa popular, recreações públicas e concerto na praça da
apresentado às autoridades locais. Na ocasião, foram apresentadas Sociedade de Atiradores. À noite, baile no Teatro "Frohsinn",
canções, uma peça teatral, encerrando com um baile social que durou Sociedade de Atiradores e salão de Richard Holetz. Este programa foi
até a madrugada. Visitou no dia seguinte uma parte da Colônia, e após publicado em português e alemão com o título de "Anzeigen"(aviso)
ter visitado Hansa, seguiu para Joinville. em letras góticas.
Para os quatrocentos anos do Descobrimento do Brasil, o Apesar dos eventos festivos realizados em Blumenau, o final do
"Blumenauer Zeitung" lançou uma edição especial, sob o n018, em ano de 1900, não só enlutou a Sociedade Teatral "Frohsinn" e sim
comemoração ao evento. Na ocasião, a Comissão Organizadora dos toda a Comunidade blumenauense pelo falecimento de Roese
festejos integrada pelos Deputados Estaduais Peter Christian Gaertner.
Feddersen, Francisco Margarida e Louis Abry, do Coletor Francisco Blumenau sempre recebeu visitas importantes com grandes
da Cunha Silveira, do Superintendente Dr.José Bonifácio da Cunha e festividades, e no dia 13 de maio de 1901, o Governador Doutor
do Comerciante Rodolf Altenburg, convidou o povo para participar Felippe Schmidt, vindo de Jaraguá em companhia do seu oficial de
dos festejos com a seguinte programação: Gabinete, Emílio Blum, ajudante de ordens e pequena comitiva, foi
Dia 3 de maio-lO horas-preleções nas escolas sobre o recepcionado na escola de Itoupava Alta, pela população e ainda por
acontecimento Francisco da Cunha Silveira, Leopoldo Zimmermann, escolares com
-11 horas-sessão solene na Câmara Municipal seu professor Emílio Kunze e o presidente da Comunidade Escolar
-14 horas-desfile das escolas e sociedade até a Sociedade de W.Sievert. O Governador foi saudado pelo professor Kunze, recebeu
Atiradores flores dos alunos, visitou a escola e foi apresentado a W.Sievert. Da
-15 horas-neste local, apresentação de ginástica, sob a direção do escola foram a pé até o salão Schrauth, acompanhados pelos alunos
professor G.Arthur Koehler que jogavam flores no caminho. Na sede da Sociedade de Atiradores
À noite-iluminação festiva nas fachadas dos prédios e nas ruas. "Itoupava Alto", uma representação da mesma integrou-se à marcha
Concerto no Teatro "Frohsinn" pela Sociedade Musical, dirigida pelo com 'a sua, bandeira à frente. No trajeto, a banda de música do
maestro Hermann Ruediger, discursos e baile. Também foram professor Reinhold Graupner aguardava defronte à casa de Nicolaus
realizados bailes no Salão dos Atiradores e Richard Holetz. Jensen para puxar o cortejo até o salão Schrauth, onde populares e o
Para os blumenauenses, o evento mais significativo do ano foi o Superintendente Dr.José Bonifácio da Cunha aguardavam o
cinqüentenário da fundação de Blumenau para o qual foi elaborado Governador com foguetes e vivas. Saudado pelo Superintendente, o
programação especial para os dias 2 e 3 de setembro. No dia 2 de Governador foi introduzido no salão onde lhe foi oferecido um
setembro, domingo, às 5 horas da manhã, alvorada defronte ao almoço. Para este almoço, o Governador convidou os professores
edifício da Câmara Municipal; 9 horas-missas e atos solenes nas Kunze e Graupner, W.Sievert, presidente da Comunidade Escolar de
Igrejas evangélica e católica. Itoupava Alta, como também os senhores Riehs e Hein, presidente e
À uma hora da tarde, sessão pública solene da Câmara Municipal comandante da Sociedade de Atiradores "Itoupava Alto". O
e inauguração da fotografia do Doutor Blumenau. Governador conversou com todos e retribuiu o brinde levantado pelo
Às duas horas da tarde, colocação da pedra fundamental para o Dr.José Bonifácio da Cunha. Às 14 horas, o Governador despediu-se
monumento ao Doutor Blumenau, prosseguindo com um concerto na de Schrauth e partiu para Blumenau, sendo acompanhado pelos
Avenida Doutor Blumenau (atual Duque de Caxias) e, à noite, presentes até a casa de Schipmann, onde grande número de populares,
iluminação da praça, fogos de artifício, etc. com grande alegria e vivas o aguardava. Conversou C2!!} Schipmann e
Schrauth, elogiou a banda de música de Graupner e incumbiu o

108 109
professor Kunze de agradecer aos presentes a recepção. Com uma chuva, não impediu a marcha "aux flambeaux" que foi muito
salva de honra da Sociedade de Atiradores e sob vivas, o Governador prestigiada pela população.
deixou Itoupava. A noite foi realizado um baile na Sociedade de Atiradores e
Ao chegar a Itoupava Seca, à margem esquerda do rio Itajaí, também no Teatro "Frohsinn"que foram muito concorridos. Na quarta
defronte à casa de Volkert, que estava toda decorada, o Governador feira, o Governador visitou a Escola Nova onde assistiu algumas aulas
foi recepcionado pelos alunos da escola do professor Kauth, sendo ministradas sob a orientação do Pastor Faulhaber e corpo docente.
cumprimentado por uma aluna, que em excelente português, em nome Também visitou a escola pública regida pela professora Freygang, o
dos colegas lhe entregou um buquê de flores. Depois que o fotógrafo Hospital, a indústria Gropp, o Consulado Alemão, o Comissariado de
Seeliger bateu uma fotografia, a comitiva puxada pela banda musical Terras e alguns políticos locais. À noite, Carl Schneider e seus
de Lingner, atravessou o rio com a balsa. Com foguetes e vivas músicos fizeram uma bela e harmoniosa serenata ao Governador que,
Friedrich van Ockel cumprimentou o Governador, sendo sensibilizado, agradeceu. Na quinta feira, o Governador visitou
acompanhado pela população. O Governador agradeceu as Indaial e Timbó onde recebeu homenagens. Visitou a estação
manifestações recebidas dos diversos pontos do município, dizendo agronômica dirigida pelo Dr. Rossi, ficando muito impressionado com
que visitara Blumenau quando a Colônia ainda estava em os trabalhos alí realizados. Sexta feira, visitou a Câmara Municipal,
desenvolvimento e que a inteligência e o trabalho a transformaram em Coletoria, o "Blumenauer Zeiturrg" e recebeu no hotel diversas
varão forte. Depois de dar o seu viva a Blumenau e a sua laboriosa e personalidades políticas locais. Sábado, viajou via Brusque para
inteligente população, o Governador e comitiva embarcaram nos Florianópolis.
carros que os aguardavam na rua principal e se dirigiram ao "Hotel Para resguardar os interesses dos blumenauenses, no dia 5 de
Willy". No trajeto, o Governador foi saudado pelos alunos da escola novembro de 1901, reuniram-se 31 chefes de firmas (ou
do professor Hertel e um deles deu um viva acompanhado pelos representantes) para fundarem uma associação. Gustav Salinger
demais. Perto da ponte sobre o ribeirão da Velha, defronte à casa (Cônsul Alemão), expôs a finalidade da reunião e esta se transformou
ornamentada de Hermann Ruediger, aguardavam o Governador com em Assembléia Constituinte da Associação Comercial, sendo eleito
suas bandeiras, a Sociedade "Gemuetlichkeit" e o "Clube presidente provisório Gustav Salinger. A ata da fundação foi
Republicano", enquanto a Sociedade "Harmonie" estava no salão de publicada no "Der Urwaldsbote" de 16 de novembro de 1901.
Hermann Ruediger. Com vivas, o povo que ali aguardava o ·A reunião foi realizada no salão Gross com a presença de 32
Governador o acompanhou até ao "Hotel Willy", onde foi industriais e comerciantes. Na ocasião, foram aprovados os Estatutos,
recepcionado pelo povo e alunos da Escola Nova, sendo saudado pelo fixada a contribuição anual em um milréis e eleita a primeira diretoria
Pastor Faulhaber que terminou seu discurso com um viva ao que ficou assim constituída: Gustav Salinger, presidente; Friedrich
Dr.Schmidt e à Pátria brasileira. O Governador agradeceu a recepção, Blohm vice-presidente;Friedrich Specht, 10 secretário; Wilhelm
sendo ainda cumprimentado pelos alunos da primeira escola pública, Nienstaedt, 20 secretário; Louis Altenburg, tesoureiro; Wilhelm
regida pela Srta. Freygang, que ofereceram tantas flores que cobriram Scheeffer e Bruno Hering, assessores. As reuniões, por proposta de
duas mesas do hotel. Na entrada do hotel o Governador foi saudado Gustav Salinger, seriam realizadas todas as terças-feiras às 10 horas
pelo Dr.José Bonifácio da Cunha, Superintendente. Após agradecer a da manhã. Também foi resolvido colocar um livro na sede para o
saudação o Governador adentrou ao hotel onde foram feitas as registro de queixas ou propostas dos associados. Para que toda a
apresentações, enquanto na frente do mesmo a banda musical de Colônia participasse da Associação, ficou decidido que a Diretoria
Werner executava músicas do seu repertório. entrasse em contato com a Diretoria do "Kultur Verein" para uma
No dia seguinte o Governador passeou de carro pelas ruas de reunião na qual seriam expostas as medidas da Associação para
Blumenau; visitou o Colégio Santo Antônio, o Colégio das Irmãs e atenuar a crise econôrnica.
entre os estabelecimentos industriais a tecelagem Roeder no Garcia. O No dia 23 de novembro, o "Kultur Verein" convocou uma
bom tempo durante o dia, apesar de interrompido por uma forte reunião para o dia 8 de dezembro às 9 horas, nosalão Paupitz, de

110 111
Passo Manso, tendo como primeiro assunto o relatório da Diretoria da
Associação Comercial e a sua cooperação com os colonos da região Na gestão do Superintendente José Bonifácio da Cunha foi
de Blumenau. A reunião foi presidida por Friedrich Specht, presidente concluída a estrada da serra que em dezembro de 1900 alcançou a
do "Kultur Verein". Achavam-se também presentes o representante da localidade de Rio do Sul, tendo o Governador do Estado, por
Associação congênere de Brusque, Senhor Bruns e o assistente da intermédio do Superintendente, expressado sua gratidão ao arquiteto
escola alemã "Palmenhof' - Hammonia, Senhor Meyer. Também se Heinrich Krohberger. Também, com grandes festividades,' foram
fez presente o Dr.Giovanni Rossi, diretor da Estação Experimental dadas as três tradicionais marteladas para iniciar a construção da
Agropecuária de Rio dos Cedros. Specht declarou que a reunião tinha Estrada de Ferro Santa Catarina, porém, as obras, só foram iniciadas
a finalidade de manter diálogo com os colonos sobre a situação '110 dia I ° de janeiro de 1908.
econômica de Blumenau. Gustav Salinger fez um relato sobre a Apesar de ter sido Presidente do Conselho de Intendência e duas
Associação, dizendo que uma das suas metas era a elevação e vezes Superintendente Municipal, o Dr.José Bonifácio da Cunha, foi
apuração do comércio e que propugnará pela diminuição das despesas alvo de críticas que podem ser avaliadas pela nota publicada no "Der
comerciais como frete, alfândega, etc., e também pelo barateamento Urwaldsbote" de 11 de abril de 1903, sob o título - "Um
do seguro marítimo, procurando conseguir melhores vapores para os denunciante" .
locais de consumo. Se a Associação conseguisse maior exportação "No jornal "Blumenauer Zeitung", o Dr. Cunha reclama sobre o
com menos despesas, o comércio poderia pagar melhor os produtores. "Der Urwaldsbote", que o desmascarou como um funcionário
Relatos foram feitos, entre eles, Blohm, que explicou como no Rio desonesto, que prejudica o povo. O doutor diz que um "denunciante"
Grande do Sul a união de todos conseguiu obter fretes mais baratos. não merece respeito. Foi então que nos lembramos de um caso que
Interpelado por Miehe se a forma de conseguir melhoria era a aconteceu, há alguns anos atrás e que não foi esquecido. Neste caso o
aquisição de vapor próprio, Salinger respondeu que isso poderia Dr.Cunha também tem papel importante, porém triste. Nos referimos
ocorrer mais tarde, pois o importante era assegurar o serviço regular ao "Caso Witthoeft".
de transportes. Na ocasião, Blohm afirmou que colonos e "Witthoeft sabia curar feridas e também tratar de fraturas muito
comerciantes tinham interesse em apresentar bons produtos e bem. Ajudou muitas pessoas, estava sempre em atividade, dia e noite,
Feddersen declarou que com bons produtos não receariam a com solou chuva, tratava dos pobres sem cobrar-lhes nada e ainda
concorrência norte americana. Os debates continuaram e deram bases hoje, mesmo depois de morto é altamente reconhecido pelos colonos.
seguras ao desenvolvimento econômico da região. Deve-se aos Muitas fraturas mal feitas ele curou. Por esta razão não era bem visto
dirigentes e componentes da Associação Comercial o lugar de pelos médicos, que procuravam interferir em seu trabalho. O papel de
destaque no mercado consumidor do país e no exterior onde sempre denunciante coube ao Dr.Cunha, que o denunciou à polícia dizendo
foram preferidos, sejam oriundos da agropecuária ou indústrias. Esta que distribuia medicamentos, o que era uma calúnia, pois Witthoeft
Associação muito influiu na vida sócio-cultural dos nossos nunca receitou remédios, quando muito dava um remédio caseiro. Por
colonizadores. Com o nome de Associação Comercial Blumenauense, iniciativa do Dr.Cunha, Witthoeft foi multado em cento e cinqüenta
está registrada sob nOI no livro A-I de IS de maio de 1902, no milréis. Como o velho possuía pouco, porque raramente aceitava
Cartório Getúlio V. Braga. No Cartório Getúlio V. Braga constam pagamento pelo seu trabalho, e não tinha dinheiro para pagar a multa
ainda os seguintes registros: e se não a pagasse seus bens seriam penhorados, os colonos se
Associação Comercial Industrial e Classes Anexas, sob o n~20, reuniram para auxiliar o velho Witthoeft. Fizeram uma coleta e
livro I, fls.116 de 9 de agosto de 1927. conseguiram os cento e cinqüenta milréis da multa, desarmando com
União Comercial e Industrial de Blumenau, sob n091, livro 4, o gesto, o denunciante. Naquela ocasião conhecemos o caráter do
fls.35 V. de 17 de outubro de 1934. ilustre Dr.Cunha. Ele denunciou, simplesmente por inveja e imundo
Associação Comercial e Industrial de Blumenau, sob n0166, livro interesse próprio. Estas sujeiras são esquecidas rapidamente.
A-4. Fls 179 de 14 de janeiro de 1942. Entretanto, quando o Dr. Cunha nos apresentá" suas prédicas

112 113
moralistas nos lembramos sempre que suas palavras se encaixam na qual a "Sociedade Profissionalizante" representaria o primeiro
como o punho no olho". (Ass.) Vários moradores de Salto Weissbach. degrau,
Foi também na gestão do Dr. José Bonifácio da Cunha que Para a primeira diretoria foram eleitos Anton Galuf - 10
Blumenau foi embelezada com o prédio de Richard Holetz, destinado presidente; Richard Parucker - 20 presidente; Wilhelm Dreer -
a um hotel. Em belo estilo arquitetônico mostrava aos visitantes a Secretário e Wilhelm Behnke - Tesoureiro.
pujança do povo blumenauense. Os fundadores da sociedade se referiam em suas reuniões ao
O Dr. José Bonifácio da Cunha, apesar da oposição feita pelo juramento de Rütli que deveria ser cumprido na prática e não constar
grupo de Feddersen, o "Der Urwaldsbote" e principalmente a somente no papel. 2 o
"Volksverein", chegou ao final do seu mandato, pois na época, até o Nas eleições de 2 de dezembro de 1902, Alwin Schrader,
Governador Hercílio Luz, que pleiteava sua reeleição, estimulava candidato da "Volksverein", venceu seu adversário Louis Altemburg.
Feddersen a fazer campanha contra o Superintendente blumenauense. Alwin Schrader e os Conselheiros, Francisco Margarida, Paul
Na época, viviam em constantes lutas políticas, Hermann Schwartzer, Eugên Fouquet, Mariano Guilherme Becker, Louis Abry,
Baumgarten, Dr. José Bonifácio da Cunha e Hugo Gensch do Richard Paul, Gottlieb Reif, Heinrich Reuter, Alberto Ramlow e
"Blumenauer Zeitung", e, Eugên Fouquet (do "Der Urwaldsbote"), Bruno Wehmuth, tomaram posse no dia 3 de janeiro de 1903.
Peter Christian Feddersen e os dirigentes da "Volksverein". É de se estranhar que Peter Christian Feddersen que fazia parte
Essas lutas políticas deram margem ao aparecimento, pelo do Conselho na gestão do Dr. José Bonifácio da Cunha, não
Carnaval de 1901, do "Altonaer Fastnachtszeitung", que no ano participasse do Conselho de Alwin Schrader. Dos demais conselheiros
seguinte apareceu como "Blumenauer Fastnachtszeitung" que da gestão do Dr. José Bonifácio da Cunha, Antônio Bernardo
criticava os políticos, contendo também anedotas e piadas, expondo Haendschen, Carl Jansen Júnior, Giuseppe Notari, Richard Holetz,
sob máscaras carnavalescas as mazelas de conhecidos personagens da Friedrich Donner, Richard Voigt e Carl Rischbieter, só participou do
época. conselho de Alwin Schrader, Gottlieb Reif. Na eleição desse
A política deve ter arrefecido o ânimo de muitos blumenauenses, Conselho (1899), ocorreu um fato curioso: a esposa de Friedrich
pois para fundarem uma sociedade, cujo objetivo era - "não Donner, Clara Donner, obteve um voto para Superintendente
desperdiçar suas forças e energias no campo político", nos leva a crer Municipal. Numa época em que a mulher ainda não gozava de direitos
a ojeriza da maior parte dos operários blumenauenses aos políticos, o fato foi manchete pelo ineditismo não só no Estado e sim
politiqueiros de antanho. no País.
Com o objetivo claro do não envolvimento na política, foi O blumenauense, de quando em vez, era surpreendido por
fu~da, no dia 6 de abril de 1902, a "Sociedade Profissionalizante". inovações e porque não dizer, sempre foi pioneiro em diversas
Para concretizar o fato reuniu-se, segundo o "Blumenauer Zeitung" de atividades e áreas do conhecimento humano, A bicicleta, meio de
12 de abril de 1902, no salão Freygang, grande número de pessoas locomoção já generalizado, e até utilizado por senhoras e senhoritas e
que deliberaram sobre a seguinte ordem do dia: a) elaboração dos que fora sensação em Blumenau, ficou relegada a plano secundário,
Estatutos; b) ingressos de novos sócios; c) eleição da diretoria. quando Frederico Guilherme Busch fez alguns passeios pela oídade
Os Es'tatutos resumiram-se em: introduzir um tempo de estudo com o seu automóvel, importado dias antes dos Estados Unidos,
com um só profissional competente, teste de oficial, teste de mestre, causando alvoroço na cidade. O fato foi publicado pelos jornais locais
garantia legal e assistência médica, entretando esses Estatutos só no dia 23 de setembro de 1903. Segundo o artigo publicado, faltava
seriam oficializados se fossem adaptáveis à forma republicana e
tivessem a mesma utilidade do século passado. O objetivo da
sociedade seria uma forte aliança entre todos os profissionais do 20 (Rütli, planície da Suíça a S.O. do lago dos Quatro Cantões, célebre pelo juramento prestado
grande município de Blumenau, ou seja, uma "Sociedade de Oficios", em 1291, pelos patriotas dos três Waldstatten, que queriam desatrelar-se da tirania de Alberto
da Áustria). -

114 115
ainda a estrada de ferro. A construção da estrada de ferro foi citada festivamente ornamentada, sendo aclamado por populares, espoucar
pelo Vice-Governador CeI. Vidal Ramos, quando visitou Blumenau de foguetes e tiros de morteiro.
nos dias 26 a 30 de outubro de 1903. Na sociedade Teutônia foi oferecido ao Vice-Governador e
O Vice-Governador CeI. Vidal Ramos, Governador em exercício comitiva, integrada pelo Procurador Geral Tiago da Fonseca, o Juiz
do Estado de Santa Catarina, vinha de S. Bento, viajando de de Direito de S. José Dr. Sálvio Gonçalves, Deputado Lebon Régis e
carruagem e parte a cavalo. Chegando ao município de Blumenau, foi pelo ajudante de ordens Tenente Euclides de Castro, vinho e
recepcionado na divisa no alto da serra do Rio da Luz por Otto Stutzer refrigerantes. No "landau" de Peter Christian Feddersen seguiram, em
em nome do Superintendente e pelo Deputado Louis Abry, além de companhia deste, para o centro de Blumenau, o Vice-Governador, o
grande número de pessoas e escolares. O Vi ce-Governador e comitiva Superintendente e o Presidente da Câmara.
desceram o morro a cavalo, tomaram os carros e se dirigiam até Os cinco quilómetros de Itoupava Seca até a Rua das Palmeiras,
Pomerode onde foram recebidos com foguetes, badalar dos sinos e no centro de Blumenau, pareciam uma alameda de palmitos
grande massa popular. O Vice-Governador hospedou-se na casa de festivamente ornamentada com cestões de flores e bandeirolas coladas
Hermano Weege. No dia seguinte, antes de seguir para Blumenau, o em barbante esticado de palmito a palmito. Na rua central de
Vice-Governador foi saudado por um aluno e homenageado com Blumenau foram construídos três arcos de triunfo, com faixas
canções pelos alunos da escola local. Visitou a Igreja e a escola, contendo dizeres de saudação. De ambos os lados da rua, grande
seguindo depois em direção a Badenfurt, acompanhado de 60 massa popular aglomerava-se, principalmente nas imediações do
cavaleiros e cinco carroças com alunos. Em Testo Central, os Hotel Holetz, inclusive alunos e professores das escolas locais que
visitantes foram recepcionados defronte à casa de negócio de Koch, aclamavam o Vice-Governador. O discurso de saudação foi proferido
onde os alunos da escola local, portando bandeirolas verdes e pelo Pastor Faulhaber, diretor da Escola Nova, que o finalizou com
amarelas faziam fila, cantando várias canções. Também um viva ao Vice-Governador, ao Estado e ao Brasil. Em seguida, a
compareceram a banda de música que tocou várias marchas, e duas banda de música executou o Hino Nacional. O Vice-Governador foi
sociedades de atiradores que saudaram o ilustre visitante com salvas saudado da escadaria do Hotel Holetz pelo Juiz de Direito Dr. Ayres
de tiro. Após pequeno descanso, visitante e comitiva acompanhados de Albuquerque Gama, que salientou a figura do Vice-Governador e
por um grupo de pessoas de destaque seguiram viagem até a fábrica sua· exemplar administração, citando, ainda, os oito anos de sua
de tecidos de Johann Karsten que foi muito elogiada. Antes de administração municipal em Lages. Após o discurso, muito aplaudido,
chegarem a Badenfurt, inspecionaram no trajeto a nova ponte sobre o alunos e professores ofereceram ramalhetes de flores ao Vice-
rio do Testo. Em Badenfurt, pelas 12 horas, o Vice-Governador foi Governador, que agradeceu as manifestações carinhosas, prometendo
cumprimentado pelo Juiz de Direito da Comarca e grande número de dar apoio ao desenvolvimento de Blumenau, finalizando com um viva
pessoas. Atravessaram o rio com a balsa que teve que fazer cinco a Blumenau. Em seguida, o Vice-Governador convidou os presentes
viagens para atravessar todos a outra margem. Continuaram até para acompanhá-lo até ao monumento do Doutor Blumenau, onde
Itoupava Seca onde chegaram pelas duas horas da tarde em frente à foram depositados os ramos de flores, que lhe foram oferecidos por
casa de Friedrich Specht, onde os visitantes foram recepcionados pelo alunos, senhoritas e delegações das sociedades, gesto simpático que
Superintendente Alwin Schrader, representantes da Câmara muito sensibilizou os blumenauenses. À noite, partindo da rua das
Municipal e personalidades de destaque de Blumenau. Também Palmeiras, a marcha "aux flambeaux", com mais de 300 tochas,
estavam presentes, a Associação Ginástica Blumenau com sua encabeçada pela Associação Ginástica, conduzidas por populares e
bandeira, escolares e populares, sendo o Vice-Governador ginastas, puxadas por duas bandas de música, passou em frente ao
cumprimentado por Alwin Schrader e o Presidente da Câmara, hotel, sendo assistida pelo Vice-Governador. O desfile foi pela Rua
Francisco Margarida, proferido um discurso em nome do Governo do 15 até o Hotel Gross (atual edificio das Lojas Hering), de lá voltando
Município e da Câmara. Convidados por Peter Christian Feddersen, até o Hotel Holetz, tendo Friedrich Specht dado vivas ao Vice-
todos se dirigiram ao salão Teutônia (atual Ipiranga), a pé, pela rua Governador, sendo acompanhado por mirpessoas postadas nas

116 117
imediações do hotel. Muitas casas, na Rua 15 e também nas laterais, pelo Vice-Governador com uma "polonaise", com a esposa do
estavam iluminadas com lampiões às janelas. No dia 28, quarta-feira, Superintendente, dançando ainda com outras damas da sociedade. Dia
o Vice-Governador visitou o Cônsul alemâo, Gustav Salinger, os 30, sexta-feira, o Vice-Governador e comitiva visitaram a Câmara
Colégios, das Irmãs da Divina Providência e dos Padres Franciscanos. Municipal, sendo recebidos pelo Presidente Francisco Margarida,
Visitou também autoridades locais, as duas escolas públicas, a Escola Vice-Presidente Paul Schwarzer, Secretário Eugên Fouquet, além dos
Nova, onde assistiu parte das aulas, a firma Salinger em Itoupava deputados Louis Abry, Peter Christian Feddersen e, ainda, por
Seca, a firma dos Irmãos Hering, a fundição de Louis Altemburg, Friedrich Specht. Também foram visitadas várias repartições públicas.
tecelagem da firma Probst & Cia no Garcia (hoje anexada a Artex) e O Vice-Governador e comitiva almoçaram na residência do Dr. José
outros pontos da cidade. À noite, houve um banquete no teatro Bonifácio da Cunha, e pelas 12 horas, acompanhados por autoridades
"Frohsinn" no qual tomaram parte sessenta convidados. Entre os locais e pessoas de destaque dirigiram-se ao vapor "Blumenau" que os
oradores, o Superintendente Alwin Schrader saudou o Vice- levou até Itajaí, e conforme notícias em jornais de Itajaí o Vice-
Governador; Eugên Fouquet saudou o Estado; o Pastor Faulhaber Governador, também teve, festiva recepção.
'levantou um brinde ao Vi ce-Governador; o Dr. Tiago da Fonseca Na gestão de Alwin Schrader, além da instrução primária
saudou as damas e senhoritas da sociedade que em homenagem merecer um carinho todo especial, incluindo a elaboração pelo
especial estavam servindo a mesa; Francisco Margarida homenageou cartógrafo e agrimensor José Deeke, de um mapa do Município que
a Justiça representada pelos Juízes de Direito, respondendo, o Dr. foi mandado imprimir em Leipzig (Alemanha) e distribuído em mais
Ayres Gama, dizendo que para aplicar a justiça o faziam baseado em de 100 escolas do Município, melhoramentos de grande interesse para
leis e saudava o poder legislativo na pessoa do Presidente da Câmara; a Comunidade foram realizados e, entre eles, a ponte do Salto, que
Salinger saudou o povo soberano que em eleições livres escolhia seus recebeu a estrutura de ferro. Também instaladas agências telegráficas
representantes no legislativo e delegava poderes ao executivo, tendo em Gaspar, Indaial, Aquidabã, Braço do Sul e Hammonia.
ainda o Deputado Lebon Regis ressaltado o patriotismo do povo Gustav Salinger, a quem Blumenau deve grande parte do seu
blumenauense. O CeI. Vidal Ramos foi o último orador que desenvolvimento econômico, cultural e social e que desde 1889 foi
agradecendo a carinhosa recepção prometeu seguir a orientação do Cônsul da Alemanha em Blumenau , após morar 22 anos em
Governador Dr. Lauro Mueller. Teceu louvores ao município de Blumenau, regressou, no dia 9 de abril de 1904 para a Alemanha.
Blumenau e sua gente, desejando o florescimento das indústrias com No 'dia 24 de janeiro de 1905, o Senador Hercílio Luz com
o auxílio da força elétrica gerada pelo potencial hidráulico do rio esposa e família veio a Blumenau, como convidado especial, tomar
Itajaí, o crescimento econômico, dos meios de transporte e parte na festa em homenagem ao aniversário do Kaiser Wilhelm II.
principalmente, da estrada de ferro ligando Blumenau a Lages, Viajou de Florianópolis a Gaspar pelo vapor "Lauro Mueller", onde
cortando todo o planalto catarinense até a fronteira com a Argentina. foi recepcionado, tomando, em seguida, o vapor "Blumenau"
Finalizou o discurso com vivas a Santa Catarina, a República e a chegando a Blumenau pelas 4 horas da tarde, onde era aguardado por
Pátria Brasileira. No dia 29, quinta-feira, Alwin Schrader ofereceu um grande massa popular, alunos da Escola Nova, duas bandas de música,
almoço em sua residência ao Vi ce-Governador, comitiva e tendo formando préstito até o Hotel Holetz, onde foi saudado pelo
como convidados especiais o Cônsul alemão Salinger,a mesa da presidente da Câmara Municipal Francisco Margarida. O Dr. Hercílio
Câmara Municipal integrada por Francisco Margarida, Eugên Fouquet Luz agradeceu a calorosa recepção, seguindo-se um banquete no
e Paul Schwarzer; o tesoureiro da Prefeitura, Otto Stutzer, os Hotel Holetz.
Deputados Feddersen e Abry e ainda Friedrich Specht. Na ocasião, o No dia seguinte, Hercílio Luz visitou diversos amigos e, no dia
conjunto musical "Freiheit" (Liberdade) abrilhantou o banquete 27, assistiu à reunião comemorativa do aniversário do Kaiser, no
tocando peças do seu repertório. À noite realizou-se um animado baile Teatro "Frohsinn" com a presença de embaixador Barão von
social na Sociedade dos Atiradores em homenagem ao visitante e que Wangenheim, CeI. Karl A. von Wettstein e outras autoridades. No dia
apesar do mau tempo foi muito concorrido. As danças foram iniciadas

118 119
28, no salão dos Atiradores realizou-se um baile em homenagem ao pedras do jogo: - "A pessoa que apresentar um DOUBLE ao
grande amigo de Blumenau, Dr. Hercílio Luz. fabricante ou aos vendedores destes phosphoros, receberá corno
Com a comitiva do Senador vieram o Dr. Navarro Uns, Juiz de prêmio um pacote dos mesmos phosphoros. - A pessoa que colecionar
Direito de ltajaí, Demosthenes Veiga, do Correio do Povo, Capitão o jogo de dominó completo até o DOUBLE 6 e apresentá-lo, as 28
Manoel José Fernandes, Constantino Garofallis e outros. caixinhas que deverão compor o referido jogo, ao fabrincante ou aos
Com grandes festividades, no dia 3 de junho de 1906, foi vendedores destes phosphoros, receberá como prêmio, uma lata
inaugurada a ponte "Desembargador Pedro Silva", sobre o ribeirão contendo 120 pacotes de phosphoros. Os DOUBLES estão dentro das
Garcia (próximo ao atual Grande Hotel), pelo então jovem CeI. caixinhas". Os DOUBLES naturalmente eram distribuídos com
Pereira Oliveira. parcimônia, sendo dificil reunir o jogo completo. Entretanto, o
Blumenau é pioneira nas mais diversas atividades do representante de Joinville mandou 4 DOUBLE 5-5, que lhe tinham
çonhecimento humano. Em 1851, o Doutor Blumenau trouxe o sido apresentados, tendo entregue o prêmio anunciado, fato que se
primeiro arado que foi utilizado pelos colonos, iniciando novos repetiu no mês seguinte, o que alarmou Busch, que não conseguia
métodos agrícolas que até então eram desconhecidos na Província, atinar com a causa, até que num meio dia, ao apitar a fábrica, saiu,
trouxe também as primeiras abelhas européias. Através de G. Arthur deixando os rótulos espalhados sobre a escrivaninha, fechou bem a
Koehler, o blumenauense entrou em contato com o fonógrafo em porta, mas deixou a janela aberta. Após o almoço fez a sesta, até que
1897, e com o "Kinematographen" em 1900. Blumenau também viu um forte temporal o fez lembrar das goteiras, inclusive sobre a
rodar o primeiro automóvel em Santa Catarina, em setembro de 1903, escrivaninha, onde tinha deixado os rótulos. Mandou o filho para
trazido por Frederico Guilherme Busch Sênior, que também instalou a resguardar os rótulos, porém estavam todos encharcados, e a alegria
primeira fábrica de fósforos por volta de 1906 e ocupava cerca de 15 do garoto foi enorme ao descobrir que o temporal resolvera os
operários que fabricavam de 1.800 a 2.000 caixotes mensais, cada um problemas do pai pois os rótulos molhados descolaram o ponto central
com 120 pacotes de 10 caixinhas de fósforos. No início, os palitos de um dos cinco de cada um dos DOUBLES. Algum espertinho, devia
eram feitos de pinho de Riga, importados da Rússia que chegavam em ter recortado um pontinho de um rótulo qualquer, colando-o no meio
grandes caixotes. Sendo o Brasil um país coberto de florestas, as mais de um 5-4, transformando-o em um DOUBLE premiado. Descoberta a
variadas, Busch resolveu mandar amostras de madeira para a fraude, Busch recomendou ao seu agente que colocasse em água
Alemanha e os técnicos escolheram a nossa imbaúba que passou a ser quente "cadaDOUBLE 5-5, porém estes não mais apareceram. Apesar
utilizada no fabrico de fósforos. Os fósforos da fábrica Busch dos fósforos e caixinhas serem de boa qualidade não impediu que
chamavam-se, "Catharinenses", "Dominó", "Meia Lua" e "10.000". alguém escrevesse na parede da fábrica:
Os fósforos "Dominó", os mais vendidos, tiveram dois rótulos. - "O Ó que saudades que tenho
primeiro em papel branco, trazendo ao centro, em tinta azul-escuro os Dos fósforos "Dominó"
pontos característicos do jogo. No segundo, esses pontos eram pretos Riscavam mal dos dois lados
e cercados de vermelho. O jogo compunha-se de 28 rótulos com E pior dum lado só!"
número de pontos diferentes e correspondentes às pedras de O Doutor Blumenau teve muitas dJ,ficuldades em colonizar
"Dominó".' Busch, que não media esforços para divulgar os seus Blumenau , pois além da contrapropaganda encetada por Sturtz e a
fósforos, pois em março de 1906, um jornal local publicara que o Portaria de 3 de novembro de 1859 (Heydtsche Restrikt), baixada por
Trust de Fósforos, oferecera a Busch vinte contos de réis pelo von Heydt, Ministro Prussiano da Indústria, Comércio e Obras
fechamento de sua fábrica "Dominó" e que Busch não aceitou, Públicas da Alemanha, dificultando a emigração de alemães para o
fazendo ainda, uma promoção para divulgar ainda mais os seus Brasil, principalmente para o Rio de Janeiro e São Paulo, devido ao
fósforos "Dominó", colocando em cada pacote de 10 maços de regime a que estavam sendo submetidos os imigrantes germânicos,
fósforos, um aviso, no canto superior, onde era visto um velho Friedrich Ciela, agente de imigração para o Chile e Argentina, com
jogador de dominó, pensativo, com a mão à testa, tendo à sua frente as propostas e promessas, em 1906, estava encaminhando colonos

120 121
alemães de Hansa para aqueles países. Segundo o "Blumenauer passou a chamar-se Caixa Agrícola de Cooperativa de
Zeitung", de 10 de março de 1906, muitas famílias regressaram Responsabilidade Limitada, que muito contribuiu para o
poteriormente, desiludidas. O jornal publicou, ainda que 60 famílias e desenvolvimento de Blumenau, pois emprestava dinheiro para a
mais 21 estavam se preparando para deixar o Brasil em companhia de Municipalidade e para os colonos. Em 1910, a nova legislação exigiu
Ciela, entretanto os colonos O. Mueller, P. Spieker e F. Sterk da a reformulação e a formação de diretorias distintas para ambas as
Fazenda Trankura de Pucan, no Chile, em carta de 19 de março de instituições fazendo com que os associados da "Volksverein" se
1906, escreveram ao representante da Sociedade Hanseática de reunissem em Assembléia Geral no salão de Oskar Gross, no dia IOde
Colonização, Senhor Metz, solicitando informações e auxílio para maio do mesmo ano, quando, de acordo com a Legislação vigente foi
voltarem para Hansa, porque haviam sido enganados por Friedrich fundado o Sindicato Agrícola do Município de Blumenau e a Caixa
Ciela. Agrícola Cooperativa de Responsabilidade Limitada dos Agricultores
Enquanto o Dr. José Bonifácio da Cunha, eleito deputado em do Município de Blumenau, que foi conhecida como Caixa Agrícola
1902, era reeleito para as legislaturas de 1904/1906 e 1907/1909, de B1umenau. Após dissolvida a entidade existente, cada instituição
Alwin Schrader, era reeleito para o período de 190711911, com os teve uma diretoria distinta e Estatutos próprios. Foram eleitos para o
conselheiros Louis Altenburg, Francisco Margarida, Otto Hindlmeyer, Sindicato: Heinrich Miehe, Wilhelm Weise, Alwin Schrader, Konrad
Eugên Fouquet, Heinrich Reif, Heinrich Wichmann, Johann Glau e Ernst Steinbach, e para o Conselho Fiscal do Sindicato: Otto
Hennings, José Tambosi e Heinrich Reuter. Nesse período, foram Sprengel, Louis Günther, Hermann Ruediger Jr., Alfred Beims
instaladas agências telefônicas em Gaspar, Aquidabã, Braço do Sul e Sênior, Adolf Marx Sênior e Heinrich Froehner Jr. Para a Caixa
Hammonia, e. a ponte do "Salto" recebeu a estrutura de ferro. Alwin Agrícola foram eleitos Heinrich Miehe, Bruno Hering, Eugên Fouquet
Schrader incentivou a agro-pecuária, auxiliando a Richard Hinsch, de e A1win Schrader, enquanto para o Conselho Fiscal da Caixa Agrícola
Salto Weissbach, na sua granja modelo, que mais tarde foi foram eleitos Hermann Ruediger Sênior, Konrad Glau, Otto Sprengel,
transformada em Estação Agro-pecuária, funcionando até 1911. Alfred Beims Sênior e Wilhelm Scheeffer. Posteriormente , a Caixa
A "Volksverein" (Associação Popular), fundada em 16 de julho Agrícola estendeu suas atividades, transformando-se no Banco
de 1899, com a finalidade precípua de quebrar a tutela política, Agrícola.
reunia-se anualmente em Assembléia Geral para tratar de interesses O Sindicato Agrícola foi criado devido aos incentivos do
não só da associação, como também de toda a Comunidade. Para "Suplemento Agrícola" distribuído, graciosamente, com o "Der
viabilizar esses interesses foi realizada, no dia IOde setembro de Urwaldsbote". Na época, G. A. Koehler, proprietário do "Der
1907, no salão Paupitz em Passo Manso, uma reunião para estabelecer Urwaldsbote" e do "Suplemento Agrícola", orientava os colonos
as bases da fundação de um Sindicato Agrícola e eleger uma comissão sobre o desmatamento desordenado dos lotes coloniais, incentivando
para os trabalhos de realização da Assembléia Constitutiva da nova o reflorestamento. O Sindicato Agrícola do Município de Blumenau
organização. A comissão compunha-se de Heinrich Miehe, Johann foi o responsável pela instalação da estação Agropecuária de Rio
Hennings, Wilhelm Weise, Otto Hindlmayer, Bruno Hering, Alwin Morto em Indaial, tendo como gerente G. A. Koehler, que, auxiliado
Schrader e Eugên Fouquet. A Assembléia realizou-se a 27 de outubro por dedicados companheiros, envidou todos os seus esforços para que
do mesmb ano no salão de Oskar Gross em Blumenau, sob a a Agropecuária se desenvolvesse beneficiando ainda o homem rural
presidência de Eugên Fouquet, sendo fundado o Sindicato Agrícola, de todas as formas, inclusive com a organização, em Indaial, de um
tendo também a finalidade de fundar uma Caixa Agrícola. Como Patronato Agrícola, em regime escolar, onde os filhos dos agricultores
membros do Conselho Administrativo foram eleitos: Heinrich Miehe, eram internados gratuitamente para aprenderem os métodos modernos
Bruno Hering e Adolf Altenburg, e, para membros do conselho fiscal, de cultivo da terra e criação de animais. Em 1949, o Patronato
Karl Meyer, Eugên Fouquet, Otto Hindlmayer, Friedrich Specht, Agrícola foi encampado pelo Governo Federal. No início de 1920, o
Wilhelm Weise e Hermann Ruediger Sênior. O cargo de tesoureiro Sindicato Agrícola que era gerenciado graciosamente por G. A.
coube a Alwin Schrader. A Caixa Agrícola, filiada ao Sindicato, Koehler, resolveu iniciar a Colonização de Trombudo, sendo

122 123
auxiliados pelos irmãos Ernst e Richard Baumann que se empenharam podia estipular um contrato mais favorável aos consumidores
em construir estradas e prolongar o trecho até o Rio Canoas, fato que particulares e à Municipalidade, a que fui autorizado por resolução n?
levou os adversários de G. A. Koehler o submeterem a uma comissão 50 de 15 de outubro de 1910. Neste contrato foi concedido à empresa
de sindicância, após a revolução de 1930, porém a lisura de G. A. do Sr. F. G. Busch, a extensão de seu privilégio para além do
Koehler e colaboradores do empreendimento, o deixaram à frente do perímetro urbano, até a casa do Sr. Specht, Itoupava Seca, até aonde
Sindicato Agrícola. A presidência do Conselho Administrativo do também se estendeu a iluminação pública, colocando-se por enquanto
Sindicato foi por muitos anos exercida por Rudolf Kleine. 215 lâmpadas de 25 velas cada uma, funcionando durante doze horas
A "Volksverein" desempenhou, na época, papel importantíssimo por noite pela mensalidade de Rs.2$500 por lâmpada, o que equivale
na vida dos colonizadores, pois impasses, os mais curiosos, eram a Rs.6$450 anuais. Ficou, portanto, redobrado o número de lâmpadas
resolvidos pela associação, como o que envolveu os donos de engenho e das horas de funcionamento ao passo que, as custas da iluminação
de açúcar e criadores de abelhas. Para sanar o impasse, Carl Schãfer pública apenas aumentaram de 960$000 ou cerca de 10%. É, portanto,
propôs que a "Volksverein" deveria elaborar um projeto e submete-lo evidente que a municipalidade tira do novo contrato. O empresário
à aprovação da Câmara Municipal para proteger as abelhas que obriga-se ainda a colocar duas lâmpadas de 100 velas cada uma para a
estavam sendo exterminadas pelos proprietários de engenhos de iluminação do porto e 12 de 25 velas cada uma para a do paço
açúcar. Por outro lado, queixavam-se os donos de engenho de açúcar municipal. Para a iluminação ser levada a Itoupava Seca, concedeu-se
que, além de pagarem seus impostos, estavam sendo roubados pelas um auxílio pagável uma só vez no valor de Rs.l.200$000 ao
abelhas e pleiteavam o reembolso do roubo. Muitos proprietários de empresário que tem de instalar a iluminação pública a suas próprias
engenho de açúcar de Blumenau assinaram a nota. expensas, correndo, porém, a substituição de lâmpadas por conta do
Coube a Frederico Guilherme Busch Sênior, pioneiro em erário municipal. A pedido do Superintendente, o empresário
diversas atividades, dotar Blumenau de iluminação pública a aumentará o número de lâmpadas nas mesmas condições. Quanto à
eletricidade, quando, no dia 19 de fevereiro de 1908, brilharam 116 iluminação particular foram combinadas as seguintes estipulações: a
lâmpadas nas ruas da cidade, alimentadas por uma usina geradora vela custa 100 réis por mês, o Kilowat hora 600 réis, enquanto o
construída em 1906, na localidade de Gaspar Pequeno. Blumenau foi número total de lâmpadas de 25 velas, não atingir a 1.500".
a primeira cidade catarinense com iluminação pública a eletricidade. No seu relatório, o Superintendente informa também que pelo
Na época, era Superintendente Alwin Schrader que, ao ser informado "kilowat hora de força se pagará Rs.200, e que logo que os motores
de que Frederico Guilherme Busch Sênior estabelecera no Gaspar produzirem mais de 50 cavalos, o empresário fica obrigado a fornecer
Pequeno uma importante usina geradora de eletricidade, encaminhou força dia e noite, com exceção do meio dia até uma hora. Para se
ao Conselho Municipal o relatório seguinte: evitar, enquanto for possível toda e qualquer interrupção de serviço,
"No meu relatório anterior já acentuei a necessidade de foi contratado que o empresário montasse mais uma segunda turbina,
modificar-se o contrato estipulado com o Sr. F. G. Busch, sobre a até o dia I ° de julho de 1911. Em geral é obrigado a sempre satisfazer
iluminação pública das ruas desta cidade por luz elétrica. Pelo as necessidades de luz e força e ampliar a sua usina, se for necessário.
primeiro contrato lavrado na base da Resolução n? 43, de 14 de "Peço ao Conselho Municipal, considerar a aplicação da eletricidade
janeiro de 1908, foi concedido ao empresário privilégio do à tração das barcas (balsas) de passagem da cidade e da Itoupava
fornecimento de força e luz elétrica no perímetro urbano, pelo prazo Seca.
de 25 anos, obrigando-se ele a colocar, pela anuidade de (Ass.) Alwin Schrader, Superintendente."
Rs.5.500$000, cem lâmpadas de 25 velas cada uma, funcionando Em 1910, o Sr. F. G. Busch publicou através da imprensa um
durante seis horas por noite. Em 1910, porém, o Sr. F. G. Busch aviso, alertando a população do perigo dos 10.000 volts, que a partir
estabeleceu em Gaspar Pequeno uma importante usina geradora de do dia 15 de junho do mesmo ano, estaria carregada a linha de
eletricidade, que faculta, em larga escala, o fornecimento de força e transmissão de energia elétrica.
luz a preços mais módicos. Em conseqüência disso, a Municipalidade

124 125
No dia 28 de julho de 1908, Blumenau recebeu estarrecida a Um clube conceituado e que foi fundado por volta de 1910 em
notícia que Giuseppe Chiarelli, um italiano de Rodeio, fabricante de Blumenau, foi o "Kegel Club Fidel", sediado na Sociedade de
fogos de artificio e bombas, quando se dirigia para Blumenau a fim de Atiradores de Blumenau e que funcionou regularmente até 1938,
vender 1.800 bombas, nas imediações da Casa Comercial Hermann quando foi extinto. Partipavam do clube pessoas de destaque da vida
Wagner, ao chicotear inadvertidamente o seu cavalo fez explodir o blumenauense, entre eles: Otto Rohkohl (Cônsul da Alemanha),
cavalo e cavaleiro. Phillip Doerck (Advogado provisionado e ex-diretor da Colônia
A popular motocicleta apareceu em Blumenau no dia 2 de Hansa), Emil Doering (professor da Escola Nova), Leopold Hoeschl
setembro de 1908, quando Wetzel e Kühne, procedentes de Joinville, (tesoureiro da Municipalidade), Louis Altenburg e Hermann Ruediger
percorreram 138 quilômetros em dez e meia horas, passando por (comerciantes), August Zittlow (inspetor das linhas telegráficas),
Jaraguá e Pomerode. O veículo até então era desconhecido em August Sutter (comerciante e Juiz de Paz), Otto Berner e Carl
Blumenau. Rischbieter (cervejeiros) e Reinhold Anton (farmacêutico).
Em 1909, Blumenau foi visitada pela primeira vez por oficiais da Janeiro de 1911, Alwin Schrader é reeleito até 1915 com os
Marinha de Guerra do Brasil. Esses oficiais, tripulantes dos Conselheiros Louis Abry, Richard Scheeffer, Eugên Fouquet, Max
cruzadores "Tiradentes" e "República", ancorados em Itajaí, subiram Hering, Friedrich Jensen, Jacinto Gadotti, Heinrich Hardt, Arthur
o rio Itajaí nos vapores "Progresso" e "Blumenau", chegando a Germer e Hermann Weege.
Blumenau no dia 25 de março, comandados pelo Capitão de Fragata Em 2 de outubro de 1911, Blumenau sofreu outra enchente de
Castelo Branco. conseqüências catastróficas. A chuva de semanas absorveu o solo e o
A partir de 1909, Blumenau também contou com o 55° B. C., volume d'água, que alcançou 16,60 metros acima do nível normal,
guarnição militar que veio transferida de Aracaju, comandada pelo deixou a cidade praticamente submersa. Nessa enchente, o rio Itajaí-
Coronel Crispim Ferreira. Açu, saindo do leito pouco acima da cidade, formou um novo braço
Em 1909, foi fundada em Blumenau uma sociedade, chamada que foi desaguar nas imediações da Penha de Itapocorói. Os prejuízos
"União Blumenauense" que programou uma partida dançante no dia foram vultuosos e Blumenau recebeu auxílio de todo o Estado, País e
16 de outubro do mesmo ano. Da comissão de recepção participaram exterior.
os sócios: Alwin Schrader, Fides Deeke, Gustav Salinger, Eduard Em fins de fevereiro de 1912, Blumenau assistiu a uma greve
Gropp, Hugo Joachinsthel, Max Feddersen, Victor Probst, Jacob original. Os boleeiros dos carros de mola negaram-se a pagar a licença
Mueller, Leopold Zimmermann e os oficiais do 55° B. C.: 1° Tenente policial que lhes era exigida e durante mais de 15 dias a cidade ficou
Randolpho Guasque, 1° Tenente Gustavo M. de A. S. Thiago e 2° sem os seus carros de mola que eram muitos.
Tenente Adolpho Cunha Leal. Participou também o 2° Secretário Em dezembro de 1912, a tripulação do Cruzador da Marinha de
João da Rocha Maia. Guerra Alemã, "Bremen" era aguardado em Blumenau . Grandes
A Proclamação da República, em 1909, foi festejada, em preparativos foram feitos, inclusive o embandeiramento de ruas e
Blumenau de forma original - um corso de flores no qual tomaram casas. A visita foi cancelada na última hora e Busch, que havia
parte só crianças. Do corso participaram ainda bicicletas, cavalos, mandado construir um arco de triunfo na rua 15 de Novembro,
carros fechados e abertos. Para participar os interessados deveriam defronte à sua fábrica de fósforos, para não perder o trabalho e
inscrever-se nas casas: Julius Probst & Cia., Gustav Salinger & Cia. despesas feitas, ofereceu uma espécie de espetáculo à população. No
em Altona, e Irmãos Hering. Atuaram no julgamento o Comandante dia 16 de dezembro, iluminou feericamente o arco que era composto
do 55° B. C., o Juiz de Direito da Comarca, o Superintendente de duas colunas laterais encimadas e coroadas com as armas do
Municipal, Peter Christian Feddersen, o Advogado Doerck e Paul Brasil, causando admiração e surpresa aos presentes.
Hering. Abrilhantou os festejos a banda do 55° B. C. Foram A partir de 1912, Blumenau expande-se para oeste e norte, onde
premiados: dois carros, o 1° cavaleiro, a I a amazona e os lOs ciclistas. os colonos adquiriram áreas e terras próprias para as culturas mais
diversificadas, iniciando também novos povoados, e Blumenau passou

126 127
a contar com cinco distritos: Blumenau, Gaspar, Indaial, Bela Aliança edificio da municipalidade uma sala especial, o Superintendente
e Hammonia. Em 1914, foi criado o distrito de Timbó e a colonização deveria mandar construir armários para tal fmalidade.
alcançou os afluentes do rio do Oeste, como o Pombas, Taió e O governo de Paul Zimmermann não foi fácil, pois além da
Trombudo, e Blumenau contava com aproximadamente 55.000 situação criada com a Primeira Guerra Mundial, os políticos que
habitantes. viviam se degladiando pelo poder, criaram sérios embaraços à sua
No dia 24 de abril de 1913, foi inaugurada com grandes festejos administração, embaraços que ele habilmente conseguiu superar
a ponte do "Salto". reunindo num mesmo partido Julius Probst, Max Hering, Paul
A Primeira Guerra Mundial (1914/1918) teve origem num Husadel, Louis Abry e Victor Konder.
conflito entre a Sérvia e Áustria-Hungria, surgindo de uma série de No dia 11 de abril de 1917, o Brasil rompeu relações com a
erros de cálculos, onde a Alemanha teve sua parcela de culpa. Para Alemanha e no dia 27 de outubro do mesmo ano declarou-lhe guerra.
minorar a vida dos soldados e do povo alemão, a Comunidade Alemã Porém antes do rompimento várias promoções foram realizadas em
do Exterior promoveu uma série de eventos com o fim de angariar beneficio da Cruz Vermelha, entre elas, a festa em homenagem ao
fundos. Além de promoções culturais, a arrecadação proveniente do "Kaiser Wilhelm TI",que, apesar de sustada em 1915, foi realizada no
"Eiserne Wehrmann" foi muito importante. Apesar da guerra, o dia 27 de janeiro de 1916 com um programa que incluiu canções,
Centenário de nascimento de Bismark foi lembrado com um programa números de ginástica, música, quadros vivos com temas como: "No
especial, no teatro "Frohsinn", no dia 17 de abril de 1915. Do campo de concentração" e "Os Irmãos de Almas no Canal de Suez".
programa em duas partes coube ao coral masculino interpretar as Também foi homenageado o Presidente da República do Brasil,
canções: "A canção alemã", "Como poderei te esquecer" (preferida de Wenceslau Braz.
Bismark), "Estou parado na escura meia-noite" e "Alemão e A Divisão de Batedores de Blumenau, colaborou com a Cruz
Intrépido". Além da Saudação e Alocução à data foi ainda Vermelha, no dia 24 de setembro de 1916, apresentando uma
apresentada a "Canção de Bismark" (Lied) por todos, e, ainda, "As programação com números de poesia, canto e cenas de danças
espadas alemãs" (quarteto), "Os centenários das florestas da humorísticas "Velho e Jovem", na primeira parte, e na segunda o
Saxônia", "A canção do soldado" (com acompanhamento ao piano), "Moinho na Floresta Negra", com cenas de canto e dança: a) danças e
"Assim também ele, foi um deles" (quarteto duplo). Apresentação de canções populares; b) danças ciganas; c) dança das filhas do Reino do
quadros vivos e conferência sobre o "Kaiser e Senhor". Foi Meio; d) dança dos beduínos; e) dança dos guerreiros negros; f) dança
apresentada a cena "O voluntário", encerrando com o Hino Nacional dos patinadores da Floresta Negra. Na terceira parte foi apresentado
da Alemanha. um Teatro de Sombras, a "Canção de Hindenburg", "Para a porta
Alwin Schrader, terminava seu terceiro mandato, quando dourada" e "A luva".
políticos descontentes com a sua administração, em reunião de 24 de O "Germanischer Bund", fundado durante a guerra, apresentou
maio de 1914, no salão Paupitz em Passo Manso, lançaram a no dia 7 de outubro de 1916, no Teatro "Frohsinn", um programa que
candidatura de Paul Zimmermann, comerciante em Fidélis, que, além merece destaque pela participação de Eugên Fouquet que discorreu
de fazer parte da família Jensen pelo casamento, trabalhara como sobre o tema "Inglaterra a rapineira". Participaram, ainda, o Coral
agrimensor prático e que derrotou Louis Abry nas eleições para o Masculino do Clube Germânia dirigido pelo Professor Zimmermann;
período de 1915/1919. Atuaram como Conselheiros nesse período: solo pelo Professor Max Humpl, com acompanhamento pelo
Hermann Sachtleben, Jacinto Gadotti, Adolf Altenburg, Paul Husadel, Professor Boettner.
Carl Schroeder, José Bona, Pedro Bonetti, Ermínio Moser, e Fritz Na administração de Paul Zimmermann, o velho prédio
Lorenz. Esses Conselheiros debateram no dia 2 de março de 1916, a construído em 1876 pelo Doutor Blumenau, foi reformado (1915),
proposta de Paul Husadel para instalar um museu sob a proteção da tendo também início, a abertura da Estrada Rio-Velha, atual rua Sete
municipalidade. Para organizá-lo seriam recolhidos objetos oferecidos de Setembro.
gratuitamente, principalmente os dos indígenas. Não havendo no

128 129
A Primeira Guerra Mundial influenciou o Brasil, criando Blumenau cresceu, contando em 1920 com oito linhas
condições para que a economia se mantivesse e ampliasse, e telefônicas. Excetuando as três do Telégrafo Nacional, funcionavam a
Blumenau que fez a sua primeira exportação de madeira para da Estrada de Ferro Santa Catarina entre Blumenau e Hammonia;
Hamburgo em 1873, e que até 1916 não possuía bom produto para Empresa Força e Luz da Usina do Salto até Blumenau e ltajaí,
exportação, começou a exportar tecidos. Entretanto, a partir do dia 6 Empresa Industrial Garcia entre Blumenau e Garcia, Blumenau a
de novembro de 1917, todas as escolas que não ministravam o ensino Benedito- Timbó, Blumenau a Pomerode, Blumenau ltoupava Central,
em vernáculo foram fechadas (foram reabertas em 4 de abril de 1918). Blumenau a Bom Retiro e a rede Telefônica Urbana que contava, na
O mesmo aconteceu com as sociedades recreativas, desportivas e época, com 125 assinantes. Também funcionavam sete estações
culturais de todo o Vale do ltajaí. Os jornais "Blumenauer Zeitung" e telegráficas, sendo uma em Blumenau e as demais em Gaspar, Indaial,
"Der Urwaldsbote" passaram a circular em português. Braço do Sul, Hammonia, Pouso Redondo e Aquidabã. As onze
Em 1919, o Conselho Municipal de Blumenau concedeu o agências postais tinham sede em Blumenau, Indaial, Gaspar, Bela
privilégio de cinqüenta anos ao Dr. Alfredo Luz e Ernst Mendel para Aliança, Hammonia, Rodeio, Pomerode, Aquidabã, Salto Weissbach,
explorarem os serviços de encanamento d'água, esgotos e "tramwais". Encruzilhada e Ascurra. Blumenau também passou a contar com mais
Os jornais atacaram com violência a Victor Konder e Francisco os distritos de Rodeio, Ascurra e Massaranduba.
Margarida, que faziam parte do Conselho Municipal integrado por Em janeiro de 1920, chegou a Blumenau o Dr. Amadeu Felippe
Jacinto Gadotti, Henrique Porcínio da Silva, Alexandre Fantini, Kurt da Luz, nomeado Juiz de Direito na vaga do Dr. Pedro Silva,
Hering, Hermann Weege, Luiz Isolani e Fritz Lorenz, eleito para o promovido a Desembargador.
período de 1919/1923, juntamente com Paul Zimmermann que foi Por iniciativa do Dr. Amadeu Felippe da Luz, no dia 28 de
reeleito. março de 1920, foi fundado em Blumenau um Clube de Regatas.
Em 1919, o Tiro de Guerra 475, encetou em Blumenau a Coube ao Dr. Amadeu Felippe da Luz, Juiz de Direito de Blumenau,
Campanha "Pró Ceará", arrecadando cinco contos de réis. Na ocasião, expulsar do Território Nacional em julho de 1920, após notificação
o Presidente do Tiro de Guerra 475, Luis Werneck de Castro, recebeu recebida do Governo do Estado, Fritz Koch e Georg Sterneck,
de João Thomé, Presidente do Estado do Ceará, o seguinte telegrama: funcionários da Empresa Industrial Garcia, sendo os primeiros
"Fortaleza, 29-Recebi ontem do Banco do Brasil cinco contos de réis alemães expulsos como subversivos, ou agitadores sociais e
que por intermédio do Banco Nacional do Comércio, a diretoria do "bolchevistas" .
Tiro de Guerra 475 enviou para socorrer meus patrícios flagelados. Em fins de novembro de 1920, a firma Lage & Irmãos instalou
Em nome destes, agradeço comovido a generosidade nossos irmãos em Blumenau, no prédio ao lado da Fábrica de Fósforos Busch, uma
dessa florescente cidade e a feliz iniciativa do Tiro 475, que permitirá filial do Banco Sul do Brasil.
enxugar tantas lágrimas na quadra dolorosa que vamos atravessando. O ano de 1922 marcou Blumenau com um evento social de
Afetuosas saudações-João Thomé-Presidente do Ceará". grande repercussão, pois em 22 de janeiro foi publicado no jornal
Em fins de dezembro de 1919, uma comissão composta de José "Brazil" o resultado do concurso "Mulher mais linda de Blumenau ",
Deeke, Pastor Gabler, Viktor Gaertner, Padre Oswald Schlenger e do qual participaram 96 moças da sociedade local, sendo eleita Frieda
Alwin Schrader, iniciaram um movimento para socorrer as vítimas da Zimmermann com 7.995 votos, enquanto a segunda colocada, Carmen
Primeira Guerra Mundial da Alemanha e Àustria. Feddersen, alcançou 3.400 votos. Os requisitos para a seleção foram:
Um fato curioso ocorreu com o n° 1 do "Blumenauer Zeitung" beleza física, simpatia e desenvoltura. Segundo a professora Suely
do ano de 1920, que, por um cochilo do tipógrafo foi impresso como, Petry, que entrevistou Frieda, esta casou, em 27 de julho de 1923,
"Quinta-feira, l° de janeiro de 1919" em vez de 1920. O segundo com Alfredo Carvalho, que foi o primeiro concessionário de carros
número foi impresso corretamente, ou seja, Segunda-feira, 5 de Ford em Blumenau.
janeiro de 1920. O cochilo do tipógrafo talvez tenha sido 1922, Centenário da Independência do Brasil, que foi festejado,
conseqüência dos festejos de São Silvestre. em Blumenau com uma Exposição Agro-pecuária e Industrial, grande

130 131
desfile do qual participaram bandas de música, escolas e todas as contém mistura de arroz, milho ou qualquer outro sucedâneo. Dou
sociedades recreativas, desportivas e culturais, sendo também plena garantia de que o café de minha torrefação é puro, torrado com
realizados concertos e bailes. açúcar!"
Paul Zimmermann foi reeleito para o período de 1923/1927, mas Em janeiro de 1926, o Conselho Municipal de Blumenau criou a
não chegou ao término do seu mandato por ter falecido no dia 9 de seção de Obras Públicas.
maio de 1923 e Victor Konder, a quem caberia substituí-lo, estava No dia 29 de maio de 1926, Blumenau foi visitada pelo
viajando, sendo substituído por Kurt Hering. Os Conselheiros eleitos Presidente eleito, Dr. Washington Luiz Pereira de Souza, que foi
para esse período foram: Dr. Victor Konder, Kurt Hering, ~rancisco recepcionado na divisa entre os municípios de Blumenau e Jaraguá do
Margarida, Max Haufe, Rodolfo Hoeschl, Sílvio Scoz, José Bona, Sul, sendo saudado pelo Dr. Victor Konder. Em comemoração ao
Hermann Weege e Otto Hennings. evento foi construído no local (rio do Serro) um monumento, e pouco
Blumenau contava com dez distritos quando Kurt Hering, sem depois, o Dr. Victor Konder foi nomeado Ministro do Estado da
ambições políticas, foi indicado pelo partido e eleito em 24 de junho Viação e Obras Públicas, permanecendo no cargo até a revolução que
de 1923, tomando posse no dia 28. Na sua administração foram depôs o Presidente Washington Luiz.
construídas as pontes de concreto em Indaial, sobre o rio Itajaí-Açu, e, Em Blumenau, o Ministro Dr. Victor Konder foi homenageado
em Bela Aliança, sobre o rio do Sul, realizando, ainda, várias outras com a inauguração, em 5 de fevereiro de 1928, do seu busto, na praça
obras públicas. do mesmo nome. Em 1930, por ocasião da chegada dos revoltosos do
Para melhorar o sistema telefônico da Grande Blumenau, sul, populares tiraram o busto do pedestal e o jogaram no rio.
instalado na primeira década de 1900, viajou para a Alemanha, Max Serenados os ânimos, o busto voltou ao seu lugar. O Dr. Victor
Hering, com objetivo de contratar pessoa gabaritada para o serviço. Konder era um dos quatro filhos de Marcos Konder, que tem na
Foi contratado, na ocasião, o Engenheiro Paul Werner (mais tarde cidade de Schlesswig-Alemanha, uma rua chamada Marcos Konder,
presidente da Electro Aço Altona) que trouxe, para ser bem sucedido, homenagem prestada, em 1954 pelo Conselho Comunal daquela
alguns técnicos especializados. Esses técnicos, certo dia se excederam cidade.
um pouco na bebida, no então Hotel São José e ao fazerem alarde Para o período de 1927/1930 foi reeleito Kurt Hering, sendo
numa improvisada toilette, e apesar de já estarem de volta aos seus eleitos Conselheiros Peter Christian Feddersen, Arthur Rabe,
lugares, foram violentamente arrancados da mesa onde estavam com Emanuel da Silva Fontes, Max Haufe, Friedrich Schmidt, WiIly
suas esposas pelo então Delegado de polícia Capitão Euclides de Hering, Fritz Lorenz, José Bona e Sílvio Scoz. Nos seus mandatos,
Castro, apelidado de Canudinho, e levados por policiais. Foram Kurt Hering foi substituído duas vezes para tratamento de saúde, a
chamados Carl Wahle, Moellmann e o Engenheiro Paul Werner para primera vez solicitou seis meses de licença, em março de 1925, sendo
resolverem o caso que terminou com apertos de mão. (A polícia foi substituído por Reinhold Anton e Ernst Baumann, e no período, de
chamada por Moellmann). abril a outubro de 1929, por Otto Hennings.
Em 1924, imigraram colonos alemães, suíços e austríacos e No recenseamento de 1927, Blumenau contava com 98.663
Blumenau contava com aproximadamente 90.000 habitantes. habitantes.
Em 1925, Blumenau festejou o seu 750 aniversário de fundação e Com a promulgação da Constituição Estadual, em 1928, os
o cinqüentenário de imigração italiana. O evento foi festejado com Superintendentes passaram a chamar-se Prefeitos e os Conselheiros
desfiles, inclusive de carros alegóricos, concertos, bailes e exposição de Vereadores. Em conseqüência, Kurt Hering, que na época era
de produtos industriais e agrícolas do Município. Superintendente, figura como primeiro Prefeito de Blumenau. Na sua
No mesmo ano, Walter Schmidt, proprietário da torrefação do gestão foi iniciada a construção da ponte metálica sobre o rio Itajaí-
café "Cometa", publicou, no dia 5 de dezembro, no jornal "A Açu na confluência com o ribeirão da Velha, para possibilitar o
Cidade", a seguinte nota: "Pagarei dois mil réis àquele que me provar prolongamento da Estrada de Ferro Santa Catarina até Itajaí. A ponte,
legalmente que meu café moído "Cometa" (etiqueta e rótulos azuis), quando iluminada, em época de Natal, é um bonito cartão postal. E a

132 133
rua 15 de Novembro foi a primeira via pública do interior do Estado a Em face de problemas atinentes à boa administração, em 1930, o
ser calçada com paralelepípedos. distrito de Bela Aliança, distante 103 quilômetros de Blumenau, foi
Sem as grandes recepções de antanho, Blumenau recebeu, no dia emancipado, o que não agradou aos conservadores que desejavam
20 de junho de 1928, o ex-rei da Saxônia, Friedrich August. Blumenau grande e forte. Após a emancipação judiciária com sede em
Em 1929, Blumenau festejou o Centenário da Imigração Alemã Bela Aliança, foi criado o município e a Comarca de Rio do Sul, e
em Santa Catarina. Os primeiros imigrantes chegaram a Desterro em Blumenau perdeu aproximadamente 2.023 quilômetros quadrados de
fins de 1829, fundaram a Colônia São Pedro de Alcântara, e anos mais área.
tarde foram os pioneiros na colonização do Vale do Itajaí. Além da Em 11 de abril de 1930, os vereadores da Câmara Municipal de
exposição de produtos industriais e agrícolas, os festejos contaram Blumenau discutiram o projeto apresentado por Gustav Adolf
com a participação do "Sãngerbund Itajahytal", que promoveu, na Scheeffer para dotar Blumenau de água potável, prevendo a utilização
Associação Ginástica Blumenau, uma grande programação alusiva ao dos mananciais do ribeirão Bom Retiro e ribeirão Fresco. Foram
evento. feitos estudos por E. Brunner, considerando a disponibilidade da
Em julho de 1929, chegaram a Blumenau, entre homens, água, captação, distribuição e a possibilidade de abastecimento da
mulheres, crianças e um Pastor cerca de 200 imigrantes russos cidade por vinte anos. Os estudos também abrangeram a eficácia da
descendentes de alemães, que fugiram através de Stettin para não utilização da água no combate aos incêndios, bem como, os
prestar serviço militar, sendo encaminhados ao Brasil pelo Governo problemas da rede de esgotos. A concessão previa a exploração e
Alemão. Em Blumenau foram alojados no Hotel Wuerges em Altona fornecimento de água potável, instalação e manutenção pelo prazo de
para, em seguida, seguirem para Dona Emma, levando suas tradições, 35 anos, bem como a execução de instalações sanitárias ligadas ao
costumes, religião (menonita), etc. Eram discretos, rezavam antes das serviço de abastecimento d'água, potável, sendo o custo mensal de
refeições ou cantavam uma canção típica. Apesar de construírem suas consumo relativo ao valor locativo do imóvel. Após várias reuniões
casas e sua igreja, não se adaptaram devido à pobreza do solo. realizadas, que concluíram pela necessidade do abastecimento d'água,
Entretanto, pouco antes (1927), vastas áreas de solo fértil foram a Associação Comercial de Blumenau se prontificou em trocar
requeridas por entidades e particulares: - "Comanhia Colonizadora apólices, dando ao Governo Municipal cinco contos de réis, dos quais
Hanseática, com 127.318 hectares; Bona & Cia., de Rio dos Cedros, três contos para novos estudos. Após polêmicas entre Brunner e
com 51.000 hectares; Viktor Gaertner, com 50.000; Luiz Bertoli, com Scheeffer, o interesse desapareceu, ante os acontecimentos da
35.000; Sindicato Agrícola de Blumenau, com 30.200; Dr. Breves revolução de 1930.
Filho, com 24.000; Zimmermann & Jensen, com 23.900; Pedro Kneip, Alguns fatos curiosos ocorridos em Blumenau na década de
com 13.057; Gottlieb Reif, com 11.430; Willy Hering, com 9.751; trinta, chegaram até a época atual através de um jornal de curta
Jacob Anderle, com 6.200; Sociedade Mineira Catarinense, com duração, o "Volkszeitung", que foi editado em idioma alemão por
4.800; Otto Wille e E. Odebrecht, com 3.500; Dr. Autran Dourado, Emilio Jacobs & Cia. e redatoriado por Carl Teschentin. Aparecia às
com 2.833; Aleandro Lenzi, com 2.237; tendo concessões menores, quartas-feiras e sábados e tinha como lema "Vox populi, vox Dei",
Oswald Odebrecht, Dr. Paul Aldinger, Franz Reuter e outros, com um pois "no povo se baseava a força e pujança de uma nação e o futuro
total de 12.000 hectares. A área total dessas concessões alcançava do país". Com a assinatura anual de 11$000 para Blumenau e 12$000
406.416 hectares, ou 4.064 Km2. A maioria já estava medida e para assinantes de fora, circulou de 23 de abril de 1930 até Iode abril
demarcada, vendida, e ocupada por colonos nacionais e estrangeiros. de 1931. Nesse jornal foram publicados, entre outros artigos, -
Sobre essas concessões havia uma rede de estradas e caminhos de 760 "Esmolar e o Exército da Salvação", no qual comenta que uma
quilômetros, e 160 quilômetros de picadas provisórias". 21 firma local tinha sempre ao alcance dos funcionários uma patena
cheia de moedas de cobre, níquel, bronze, etc. para auxiliar os
necessitados; "O escândalo das falsificadoras de moedas",
21 José Ferreira da Silva - História de Blumenau
contando as peripécias de Ernst Lutz que arquitetou um plano para

134 135
enriquecer, pegando crocodilos. Lutz arranjou um sócio que entrou deixando a oposição inconformada, que passou, então, a conspirar
com 500 milréis, enquanto ele preparava as armadilhas. Quando já contra a posse do eleito. O Rio Grande do Sul rebelou-se e, a 3 de
tinha 13 crocodilos, o sócio exigiu a devolução do dinheiro ou um outubro de 1930, eclodiu a revolução que derrubou o Presidente
tomo mecânico, e como Lutz se negasse, o denunciou como falsário Washington Luiz às vésperas do término do seu mandato,
de moedas. Lutz foi preso, e segundo a nota do jornal, na cela os seus estabelecendo-se no país, com Getúlio Vargas, o regime ditatorial. O
pesadelos envolviam os 13 crocodilos abatidos, e os incandescentes Governo de Santa Catarina resistiu, tendo à frente o Governador
tornos mecânicos que se transformavam em prensas de moedas. Lutz Fúlvio Coriolano Aducci, que solicitou o recrutamento de homens
foi solto num sábado de aleluia. Outro fato curioso publicado no para se opor à invasão das tropas do Sul. Em Blumenau, na sala das
"Volkszeitung" foi um diálogo humorístico entre Müller e Schultz sessões da Câmara Municipal, sob a presidência do Juiz de Direito,
sobre a atuação negativa de "novos alemães", ou seja de Dettmer, Dr. Amadeu Felippe da Luz, resolveram não atender aos apelos do
que enganou a Pieritz na transação comercial de um moinho, dizendo governo, mantendo-se imparciais e o caminhão carregado de armas e
que pessoas como Dettmer só enxovalhavam o bom nome dos munições para armar os blumenauenses não foi descarregado, ficando
alemães. Entretanto, o artigo "Desejos expressos para o Ano Novo", numa garagem alguns dias, voltando intacto para a capital. As tropas
mostram a atuação do "Volkszeitung" na Comunidade: do Sul invadiram o Estado e as notícias que chegavam a Blumenau
- Brasil - paz e desenvolvimento. eram as mais contraditórias. Quando as tropas, depois de
- Ao povo brasileiro - Coragem e confiança para com o lema estacionarem em Rio do Sul, chegaram a Blumenau, via estrada de
"Ordem e Progresso". ferro, apresentavam sinais de cansaço, devido aos longos dias de
- Ao Governo - Energia Férrea. marcha e má alimentação. Eram na maior parte formadas por civis
- Aos Radicais - Resignação. recrutados, e não causaram mal à população. Entretanto, muitos
- A nossa cidade - Um batalhão, um ginásio e uma cadeia pública blumenauenses se refugiaram num rancho coberto de palha no
nova. ribeirão Jararaca, propriedade de Thomé Venera dos Santos, de cuja
- Ao Prefeito - A arte de pagar as dívidas com um cofre vazio. pedreira foram retirados os paralelepípedos que calçaram a rua 15 de
- A Gaspar - O fim da polêmica sobre as terras da Igreja. Novembro. Até um Chevrolet "Ramon a" foi levado para o mato. Os
- Ao Testo - Mais areia na estrada. "heróis" só saíram do mato quando João Kersanach foi nomeado
- A Itoupava - Um bonde elétrico. prefeito de Blumenau.
- A Garcia - Um bondinho até o "Spitzkopft". As tropas eram comandadas por alguns oficiais do exército, entre
- A Massaranduba - Uma ponte. eles o Capitão Arnaldo Marques Mancebo que reuniu algumas
- A Indaial - O fim da peste bovina. autoridades e chefes revolucionários, dando conhecimento aos
- A Timbó - Um Intendente que satisfaça a todos. mesmos de que havia sido designado Governador interino do Estado,
- Ao Cedro - Uma estrada que leve ao Rio Preto. e que se investia do cargo, determinando que Blumenau seria a capital
- A Hammonia - Uma ponte para a futura estação de trem. interina do Estado até a rendição de Florianópolis para onde se
- A Nova Breslau - O distrito. dirigiam, pelo litoral, as tropas vindas do Sul. Com a chegada dos
- A Rio.do Sul- Uma nova ponte. voluntários de Mafra, chefiados pelo Coronel José Severino Maya, as
- A Trombudo - Também um distrito. tropas sediadas em Blumenau passaram para o comando do mesmo. O
- A Taió - Comunicação aérea com Blumenau. Coronel José Severino Maya destituiu no dia 13 de outubro de 1930,
- Ao "Volkszeitung" - Sempre mais assinantes. do cargo de prefeito da cidade, Kurt Hering, nomeando
- Aos leitores - Um feliz Ano Novo. provisóriamente João Kersanach, chefe local do partido liberal. Ao
A revolução de 1930 tem seus primórdios em 1o de março de mesmo tempo nomeou uma Junta Administrativa integrada por
1930, quando Júlio Prestes de Albuquerque e seu companheiro Antônio Cândido de Figueiredo - Presidente, Thomé Braga - Vice-
obtiveram a maioria da votação para a presidência da República, presidente, Theodolindo Pereira - Secretário e os membros Max Mayr

136 137
e Adolf Wollstein, que se reuniram no dia 13 de outubro de 1930 na licença não poderia ser dada sem a apresentação do talão municipal de
Prefeitura Municipal de Blumenau para prestarem compromisso legal pagamento da taxa.
de bem e fielmente cumprir os deveres de seus cargos. O primeiro ato Administrador eficiente, na sua gestão, foi construída na rua São
da Junta foi fixar os preços dos gêneros de primeira necessidade para Paulo a ponte de cimento sobre o ribeirão da Velha; a continuidade do
evitar a exploração de inescrupulosos. Segundo o art. I ° da resolução calçamento da rua IS de Novembro; a macadamização da estrada de
_ "Os negociantes da cidade de Blumenau não poderiam alterar os Diamante-Subida; a abertura da estrada entre Subida e Hammonia,
preços de gêneros alimentícios de primeira necessidade (seguindo-se a conforme o projeto inicial, ladeando a margem esquerda do rio
relação dos mesmos)"; art. 2° - "Os negociantes que não respeitassem Hercílio. Na época, o traçado original foi desviado pelo Morro do
a lei estariam sujeitos ao confisco dos gêneros que seriam vendidos à Coxo, por ser de mais fácil construção, apesar de mais longo e
população pelos preços estabelecidos"; no art. 3° - "Os negociantes sinuoso. No seu governo, no dia 15 de abril de 1931, foi instalado o
não poderiam vender gêneros de primeira necessidade por preços Município de Rio do Sul, sendo ele representado pelo Dr. Friedrich
superiores aos vendidos até 7 de outubro do corrente, incorrendo os Kaspareck, do Conselho Consultivo. O ato foi presidido pelo Dr.
infratores nas penas do art. 2° da Lei. Os preços, de interesse da Adão Bernardes, Juiz de Direito da Comarca, instalada pouco antes,
população, poderiam ser modificados com autorização do Prefeito". que empossou o Prefeito Provisório do novo município, Eugen David
Esse Governo Municipal durou pouco (19/10/1930 até 4/1/1931). Schneider. Estiveram presentes ao ato o Dr. Nereu Ramos e outros
Pouco antes desses acontecimentos, muitos proprietários de políticos.
veículos, principalmente protestantes, esconderam seus carros num A convite do Prefeito, em 9 de agosto de 1931, B lumenau foi
pátio da antiga Igreja Católica, nos fundos de um prédio de dois visitada pelo Interventor Federal em Santa Catarina, General Assis
andares da escola primária, no acesso que dava para o antigo Brasil, e este, ao ouvir alguns discursos contra o Prefeito, tomou a
cemitério católico. Ainda em 1930, um grupo de jovens alemães e defesa deste, pois a administração municipal lhe causara boa
descendentes, buscando preservar costumes e tradições do país de impressão. Na mesma data, o Dr. Nereu Ramos realizou um comício
origem, fundaram a "Sociedade Juventude Siedlung Heimat", no dia 3 em Blumenau ao qual compareceram de 800 a 1.000 pessoas, na
de setembro em Timbó - Benedito Novo. maior parte curiosos e adversários que aproveitaram o trem e
Em janeiro de 1931, o Interventor Federal em Santa Catarina, automóveis à disposição. No discurso de duas horas, o Dr. Nereu
General Ptolomeu Assis Brasil, nomeou Antônio Cândido de Ramos deu a entender que, nos anos de guerra, - "todo patriota
Figueiredo para o cargo de prefeito com o Conselho Consultivo deveria mostrar-se inimigo declarado de tudo o que era alemão". O
integrado por João Kersanach, Conrado Balsini, João Medeiros Júnior fiasco do comício fez com que o Prefeito Antônio Cândido de
e o Dr. Friedrich Kaspareck, que atuaram no período de 5 de janeiro Figueiredo fosse aplaudido calorosamente.
de 1931 até 21 de abril de 1933. Em 1932, Hermann Sachtleben, Arthur Hoeschl e João Manoel
O Decreto n? I da gestão de Antônio Cândido de Figueiredo de Borba, fundaram a Legião Republicana.
incluiu, entre outros ítens da receita para Blumenau, taxas sobre as Época das mais difíceis para um governante, porém, Antônio
apresentações de teatro, circo e variedades. Segundo o Decreto, as Cândido de Figueiredo contava com a simpatia dos colonos, pois
companhias de fora pagariam por espetáculo 40$000, enquanto as falava o alemão, resolvendo muitos problemas administrativos, com o
domiciliadas do município pagariam 30$000. Os concertos, bandas, que não concordavam os "nacionalizadores" que resolveram
cantos, conferências, etc., interpretadas por pessoas de fora pagariam denunciá-lo dizendo que seus atos oficiais eram publicados no
30$000, enquanto as domiciliadas no município, 20$000. Na cidade e "Blumenauer Zeitung" em idioma alemão. O fato causou sérios atritos
nos bairros, as apresentações citadas com festejos pagariam 30$000, envolvendo não só os editores do "Correio de Blumenau", mas
enquanto nas sedes dos distritos 20$000, e na zona rural 15$000. As também os redatores do jornal "O Estado" e este, apesar de publicar
domingueiras na cidade e nos distritos pagariam 10$000. As fraudes que nada tinha contra a - "operosa e culta Colônia Alemã de Santa
seriam resolvidas pelos delegados e subdelegados de polícia. A Catarina", o artigo agredindo o prefeito e os colonos é uma mostra de

138 139
perversidade contra a ordeira e trabalhadora gente alemã, cujo único de Blumenau", editais ou portarias em língua alemã, no jornal
mal era não conhecer o idioma nacional por culpa desse mesmo "Blumenauer Zeitung", onde publico na língua nacional os editais e
governo que agora os pressionava. portarias municipais. Assim repto os redatores de "O Estado", nas
O final do artigo, - "O Órgão da Prefeitura de Blumenau", que o pessoas dos Srs. Gustavo Neves e Cássio Luz, bem como, os redatores
jornal "O Estado" publicou é o seguinte: - "Em Blumenau portanto, o do jornal "Correio de Blumenau", nas pessoas dos Srs. José Ferreira
órgão oficial é redigido em alemão, mesmo os atos da Prefeitura são da Silva e Abelardo Fonseca, sob pena de passarem por vis e
divulgados na língua pátria dos colonos locais. É o Sr. Prefeito quem miseráveis caluniadores, a que tragam à publicidade, precisando a
o quer e, o Sr. Prefeito é brasileiro! E mais: o Sr. Prefeito já foi o data, número e nome do jornal ou jornais que a Prefeitura Municipal
diretor de um grupo escolar, onde teria desempenhado as funções de de Blumenau, tivesse publicado editais ou portarias em língua
zelador do idioma pátrio, no empenho de nacionalizar o ensino. Em estrangeira. Antônio Cândido de Figueiredo (Prefeito Municipal
Blumenau, sim, o órgão oficial é o "Blumenauer Zeitung", os outros Provisório)" .
jornais, como o "Correio de Blumenau" e "A Cidade" são simples Com a indicação do Coronel Aristiliano Ramos ao cargo de
intérpretes. Positivamente o Sr. Major Ruy Zobaron, precisa conhecer Interventor do Estado de Santa Catarina, o Prefeito Antônio Cândido
tais fatos e tomar providências para a defesa da língua nacional, de Figueiredo fez publicar no "Blumenauer Zeitung" de 20 de abril de
menosprezada pelo Prefeito de uma das nossas células municipais". 1933, a pedido, o seguinte comunicado ao povo de Blumenau:
Ao artigo publicado no jornal "O Estado", o Prefeito respondeu "Tendo, em data de hoje, telegrafado ao interventor recém nomeado
com firma reconhecida datada de 14 de janeiro de 1933 no pelo Governo Provisório, Sr. CeI. Aristiliano Ramos, comunicando-
"Blumenauer Zeitung": - "O jornal "O Estado" de Florianópolis, em lhe considerar-me exonerado do cargo de Prefeito deste Município e
seu número do corrente mês sob o título "O Órgão da Prefeitura de como tenho por hábito, assumir atitudes francas e decididas, pautando
Blumenau", fazendo-se porta-voz do "Correio de Blumenau", que sempre os meus atos com dignidade e desassombro, publico, para
aqui se edita sob a direção dos Srs. José Ferreira da Silva e Abelardo conhecimento, especialmente do povo de Blumenau, o telegrama que
Fonseca, publicou um amontoado de infames verrinas que bem dirigi ao Sr. CeI. Aristiliano Ramos, às 9 horas da manhã, ou seja,
retratam o feitio dos sincários morais que o redigem. Sem estribar-se uma hora antes de ter assumido, o referido Sr., a Interventoria: -
em fonte merecedora de fé; sem antes certificar-se da veracidade das Blumenau, 19 de abril de 1933. Coronel Aristiliano Ramos -
informações que maldosamente lhes foram prestadas, deram os Florianópolis.
redatores de "O Estado", o seu endosso às pérfidas notas do "Correio Cientificado pelo Senhor Interventor Interino Manoel Pedro
de Blumenau", aumentando-as e servindo assim de instrumento vil de Silveira, que V. Excia. hoje assume governo qualidade Interventor
meus inimigos que, impotentes para atacar de vizeira erguida o indicado pelo Estado Rio Grande do Sul apresso-me comunicar que
cidadão e o prefeito revolucionário de B1umenau, preferem esgueirar- me considero exonerado cargo Prefeito cujo exercício me encontro
se pela porta escura da indignidade, procurando expor-me aos olhos desde 6 janeiro 1931. Mil vezes servir aos reacionários que com
de meus patrícios como um degenerado, um renegado pátrio. Não sacrifício toda sorte por um Brasil melhor derrubamos outubro 1930
encontrando os miseráveis verrineiros outra tecla por onde pudessem do que reacionários orientados por Nereu Ramos. Antônio Cândido
veicular aos quatro ventos meus atos merecedores de reprovação ou Figueiredo, Prefeito Municipal Provisório". (A firma foi reconhecida
censura; não encontrando motivos para expor-me ao pelourinho da no Cartório de Otto Abry).
execução pública da gente da minha terra, mentem, caluniam para A demissão de Antônio Cândido de Figueiredo reuniu a Aliança
armar efeito, como se já não os conhecesse de sobejo, como se o povo Nacional Renovadora Blumenau que indicou Jacob Alexandre
já não estivesse habituado a classificar essa espécie de jornalistas, Schmidt para o cargo de Prefeito, que tomou posse no dia 21 de abril
entre os seres biológicos canifrazes que não medem meios para de 1933. Apesar de prudente, Jacob Alexandre Schmidt se preocupou
alcançar os seus fins. Não publiquei nem fiz publicar, como mais em defender os interesses do seu partido do que governar o
maldosamente diz "O Estado" exprimindo o pensamento do "Correio município que lhe foi confiado.

140 141
As eleições para a Assembléia Constituinte, em 1933, deram hoje lei não permite como seja touradas ou simulacros de touradas
grande vitória para a oposição e o Coronel Aristiliano Ramos, etc.p.Sauds. (Segue assinatura do Secretário de Segurança Pública)".
imitando o Tenete Machado em 1893, decretou, em fevereiro de 1934, No dia 2 de setembro de 1934, faleceu em Blumenau, aos 42
a emancipação dos distritos de Gaspar e Hammonia, e, em seguida, anos de idade o Juiz de Direito Dr. Amadeu Felippe da Luz, perdendo
Indaial e Timbó e o grande município de Blumenau com a área de Blumenau um dos seus mais ilustres filhos. Em sua homenagem, a
11.000 quilômetros quadrados ficou reduzido a cerca de 900 então rua Goiás passou a chamar-se Amadeu Luz.
quilômetros quadrados e com um único distrito, o de Massaranduba, o Em 1934, Blumenau contava com três jornais: o "Blumenauer
que provocou passeatas de protesto, preparativos para a ação armada, eitung" (1881) trisemanal e o "Der Urwaldsbote" (1898) bisemanal,
controle de combustíveis e mantimentos, guardas nas entradas da ambos em idioma alemão, e pelo preço de doze milréis a assinatura
cidade, e discursos violentos, proferidos por vários oradores, entre anual, enquanto que a assinatura do jornal "Cidade de Blumenau"
eles o Juiz de Direito da Comarca, Dr. Amadeu Felippe da Luz, filho (1924) bisemanário em português custava onze milréis a assinatura
do Dr. Hercílio Pedro da Luz. O Chefe de Polícia que foi mandado anual.
para restabelecer a ordem foi ameaçado de seqüestro, o prefeito
desapareceu da cidade e o comércio, durante vários dias não abriu as
portas, porém, o bom senso prevaleceu e Jacob Alexandre Schmidt,
que não conseguiu manter-se na direção do município, retirou-se para
Gaspar (Gaspar era candidato à emancipação), sendo nomeado para
substituí-lo o Capitão Antônio Martins dos Santos da Força Pública
do Estado que assumiu em 25 de fevereiro de 1934, governando até
20 de agosto de 1934. O Capitão Antônio Martins dos Santos,
limitou-se praticamente a fazer cumprir as determinações dos decretos
da Interventoria que dividiram o município e à pacificação dos
ânimos, dando também continuidade a administração municipal,
merecendo o apoio dos homens sensatos do município. Permaneceu
no cargo até se concretizarem os atos de instalação dos municípios.
Esse movimento passou à história com o nome de - "POR
BLUMENAU UNIDO".
Em 1934, com o país voltando à normalidade, Blumenau
resolveu festejar o Dia do Colono, porém receosa em face das
arbitrariedades que ainda se cometiam em muitos lugares do país
durante a ditadura, a Comissão organizadora dos festejos resolveu "Por Blumenau Unido"
solicitar permissão ao Delegado de Polícia para a concentração e
desfile. O Delegado respondeu que essa licença só poderia ser dada Blumenau tornou-se a pioneira em rádio difusão no Estado de
pelo Chefe de Polícia da Capital. O Presidente da Comissão, CeI. Santa Catarina, quando em 1934, ecoaram nos céus blumenauenses os
Peter Christian Feddersen, enviou então ao Secretário da Segurança primeiros sons da Rádio Clube de Blumenau, pertencente a uma
um telegrama solicitando a permissão e a resposta foi a seguinte: - sociedade anônima, tendo na presidência João Medeiros Júnior e que
"Pedro Feddersen e Outros vg Membros. Com. Central Dia do irradiava programas musicais com um aparelho Collins de 150 watts.
Colono-BI. - Florianópolis n? 513 - Palavras 51 - Data 20/7 - Hora 16 Nessas primeiras irradiações, em caráter privado, foi locutor o
- N° 513. - Essa Secretaria com prazer dará licença para festas Dia do Professor José Ferreira da Silva, que muito contribuiu para
Colono e nenhuma objeção fará vg no entanto há festas públicas que popularizar a emissora. Em 18 de março de 1935, foram feitas

142 143
irradiações experimentais com um transmissor Phillips de 500 watts, Na década de trinta, o operariado blumenauense começou a
instalado no Morro dos Padres, e em 19 de novembro de 1935, a conscientizar-se do seu valor no contexto nacional formando
Rádio Clube de Blumenau foi inaugurada oficialmente. As associações entre elas, a "Liga Nacional dos Trabalhadores" que
transmissões que iniciaram com o prefixo RCB, mais tarde com registrou em seus Estatutos no dia 4 de abril de 1931, no L-I, fls. 173
atividades consolidadas, foram registradas pelo Governo Federal, na V, e a "Liga das Classes Trabalhadoras", registrada no dia 23 de maio
Divisão de Radiofonia, com o prefixo PRC-4. As primeiras de 1934, no L-4, fls. 32, ambas no Cartório de Getúlio Vieira Braga.
transmissões oficiais foram feitas no dia 19 de março de 1936, tendo Entretanto, muito antes da década de trinta os trabalhadores
como locutores João Medeiros Júnior e o Professor José Ferreira da blumenauenses se organizaram principalmente para ter assistência em
Silva. Desde os primórdios a Rádio Clube de Blumenau primava pela casos de enfermidades e mortes, assim, no dia 6 de agosto de 1915, no
programação cultural, incluindo também, criado pelo Professor L-I, fls. 7, consta o registro da "Sociedade Beneficente
Heribert Mueller, o primeiro programa falado em alemão do qual foi o Blumenauense"; em 13 de setembro de 1919, no L-I fls. 11, da
primeiro locutor. Posteriormente, foi substituído por Martha Wilhelm "Caixa de Socorros da Empresa Industrial Garcia", e no dia 5 de
que foi a primeira voz feminina a ser ouvida em idioma alemão. Com fevereiro de 1920, no L-I, fls. 14, da "União de Operários", todos no
a "nacionalização" o programa em alemão também foi apresentado Cartório de Getúlio Vieira Braga.
em português pelo Professor José Ferreira da Silva. Foi proibido com O Regime Constitucional (1934/1937) foi de curta duração, pois
a Segunda Guerra Mundial. Participaram dos programas culturais, em 1937, Getúlio Vargas implantou a ditadura, e Alberto Stein eleito
entre outros, Alfred Wilhelm (violinista), filho de Martha Wilhelm, em 1936 pelo Partido Integralista governou no período de IOde março
Pedro Pereira (pianista) e os professores Harre e Max Kreibich. de 1936 até 11 de janeiro de 1938, com a Câmara Municipal integrada
Registrou seus Estatutos no dia 16 de agosto de 1934 no L-4; fls. 34 por José Ferreira da Silva, Alfred Baumgarten, João Dorval Mueller,
no Cartório Margarida como Rádio Clube de Blumenau. Edmundo Bramorski, Alfredo Campos, Walter W. Berner, Paulo
No período de 14 a 17 de dezembro de 1934, Blumenau foi Sutter, Dr. Hans Gaertner, Roberto Grossenbacher, Erwin Manzke,
visitada pela tripulação do "Karlsruhe". Alvin Graupner, João Ehlert, Victor Haut, João José de Sousa
Com o Prefeito Jacob Alexandre Schmidt, funcionaram João "Medeirose Hugo Bruch.
Medeiros Jr., Fritz Lorenz, Hermann Sachtleben e João Gomes da Blumenau, a exemplo de outros municípios brasileiros, também
Nóbrega como Conselheiros, enquanto na gestão do Capitão Antônio contou com milhares de adeptos da Ação Integralista Brasileira, que
Martins dos Santos atuaram o Dr. Durval Bastos Valadares, Robert liderados por Alberto Stein, ex-comandante da Marinha Mercante e
Donath e Emílio Marx. comerciante, elegeu onze dos quinze vereadores e quatro juízes de
O Capitão Antônio Martins dos Santos foi substituído por João paz. A Ação Integralista Brasileira de Blumenau, em certa ocasião,
Gomes da Nóbrega, na época o prefeito mais jovem do Brasil. concentrou cerca de quinze mil adeptos, talvez a maior concentração
Exerceu as funções até 29 de maio de 1935, quando foi acometido de política já realizada em Santa Catarina. Tinha sua sede em Blumenau
febre tifóide, doença que na época era endêmica em Blumenau. Foi na Alameda Dr. Blumenau, atual Duque de Caxias.
substituído por Germano Beduschi até 1936, quando foram realizadas Apesar do momento político que o Brasil vivia, a
eleições que elegeram Alberto Stein. "nacionalização" continuava com seu esquema, pois além de
O alargamento de várias ruas, o início da canalização dos associações fundadas para incentivar o abrasileiramento como a
ribeirões Peters e Bom Retiro e a instrução primária mereceram "União Cívica" e outras, comissões eram formadas para os mais
atenção de Germano Beduschi. diversos festejos entre eles, a Proclamação da República que contou,
Atuaram no Conselho com João Gomes da Nóbrega, no período em 1936, com uma Comissão formada pelo Dr. João de Luna Freire,
de 20 de agosto de 1934 até 29 de maio de 1935, Theodolindo Pereira, Alberto Stein Dr. Victor Konder, Peter C. Feddersen, João Medeiros
Robert Donath e Emílio Marx. E no governo de Germano Beduschi, Jr., Walter Werner, Dr. Freitas Melro, Heinz Geyer, Dr. Oliveira e
até 3 de abril de 1936, Dr. Arno Rebelo, Victor Probst e Otto Laux. Silva, Felix Hering, Adolf Schmalz, José Ferreira da Silva, Dr. José

144 145
Ribeiro de Carvalho, Leopoldo Collin e Willy Lõhr, No programa A persistência do fundador se evidencia num fato muito simples,
elaborado nota-se que até na música, que é universal, havia restrições. quando para acabar com as formigas que se alojaram nos alicerces da
A sessão foi realizada no Teatro "Frohsinn" e foi aberta com o Hino casa e que causavam enormes estragos, despindo as roseiras de folhas
Nacional seguido de discurso alusivo à data. Seguiram-se, o Hino do e flores e também árvores do pomar, alugou um menino italiano por
Estado de Santa Catarina e o Hino a Carlos Gomes. Do músico Carlos mil e cem por dia para matar uma por uma as formigas assim que
Gomes foram executadas a Fantasia da Ópera "O Escravo", a ária aparecessem. Durante oito dias o garoto não se afastou do local, e
"Senzo tetto senza cune" do Guarani cantada por Franz Brack e a quando o sol era ardente o Doutor Blumenau dava-lhe um guarda-sol.
Sinfonia do Guarany, e ainda "Minha Mãe" com Orquestra da A persistência acabou com as formigas. O Doutor Blumenau zelava
Sociedade Teatral "Frohsinn", num arranjo do Maestro Geyer. pelo seu pomar e não hesitava em castigar os que pegava em flagrante
Um fato que marcou a história de Blumenau em 1936, e que fez com uma boa bofetada.
o povo madrugar e correr às ruas, foi a passagem, no dia IOde Apesar da oposição do Governo Estadual e Federal, o Prefeito
dezembro, do grande dirigível alemão "Von Hindenburg". Na ocasião, Alberto Stein governou tranqüilamente com a maioria na Câmara de
as fábricas apitaram longamente e os sinos das Igrejas repicaram, Vereadores. No seu governo foi desapropriada e incorporada ao
chamando os habitantes para o espetáculo que jamais se repetiria. patrimônio municipal a casa da rua Itajaí em que viveu o Dr. Fritz
No governo de Alberto Stein, foi fundado o Clube dos Mueller, e promovida, por conta da Prefeitura Municipal de
Funcionários Públicos Municipais de Blumenau com Estatutos Blumenau a vinda de Christina e Gertrud, filhas do Doutor Blumenau
registrados no dia 10 dejunho de 1937, no L-4, fls. 54 V. para visitarem a obra do seu pai.
Uma das obras mais importantes do governo Alberto Stein foi a Em 10 de agosto de 1937, o Prefeito Alberto Stein enviou carta
construção da ponte sobre o Ribeirão Fresco, defronte à Igreja para Alemanha formulando convite, recebendo telegrama de
Evangélica. A ponte, com 16 metros de largura dos quais 11,5 metros agradecimentos no qual acusavam também o recebimento do convite
no centro e 4,5 metros de calçada em ambos os lados, enfeitada com no dia 21 de agosto, e informando que no dia 7 de outubro, chegariam
flores e cartazes foi inaugurada pelo Prefeito Alberto Stein no dia 25 com o vapor "Cap. Norte" a Santos e no dia 13 de outubro a Itajaí
de julho de 1937, às 11 horas. Na ponte do Pastor como era chamada, pelo vapor "Carl Hoepke". Em Itajaí foram recepcionadas por uma
encontra-se a placa com os dizeres: "Ponte 25 de Julho" construída comissão de senhoras e senhoritas (Stein, Stammer, Koehler, E.
sob a administração do Prefeito Alberto Stein, inaugurada em 25 de Gaertner, Emma Deeke, I. Gaertner). O poder municipal foi
julho de 1937". Na ponte, conhecida como "Pastor Brücke, aconteceu representado por José Ferreira da Silva, Alfred Baumgarten e Walter
um fato interessante entre o Dr. Blumenau e uma turma de crianças, Berner; as escolas pelo Dr. L. Sroka e Frei Ernesto Emmendoerfer; e a
todas vestidas de riscado, sujas e suadas, pois tinham trazido das A.I.B. pelo chefe municipal Otto Laczinske. Fez-se também presente
matas e roças, um montão de plantas. O Doutor Blumenau tomou um o representante da Câmara Municipal de Itajaí. As visitantes foram
exemplar de bromélia perguntando onde a tinham encontrado, quando encaminhadas ao Hotel Zwõlfer em Cabeçudas, almoçaram com o
um gordinho intrometido disse: Prefeito Irineu Bornhausen, por conta da Prefeitura, no Hotel Zwõlfer,
- no Affenwinkel! e visitaram fábricas em Itajaí. Seguiram para Blumenau às duas da
O Doutor Blumenau perguntou novamente: tarde, que se engalanou para recepcionar as visitantes com bandeiras
- onde? brasileiras e alemãs e inclusive uma velha bandeira portuguesa dos
Quando o garoto ia repetir: no Affen ... recebeu um bom puxão tempos coloniais. A cidade foi ornamentada com flores, bandeiro las,
de orelha com a recomendação de que o lugar se chamava "Kühler não faltando o espoucar de foguetes. As sirenes tocavam e uma
Grund". O Doutor Blumenau chamou o garoto de cabeçudo, pegou a comitiva foi até as proximidades da Casa do Dr. Fritz Mueller
bromélia e afastou-se. A pesquisa nos conta, que o garoto gordinho, recepcionar as visitantes, acompanhando-as até a rua XV de
aos cinqüenta anos de idade, ria gostosamente do puxão de orelhas do Novembro, onde, no monumento ao Dr. Blumenau foi erguida uma
temperamental Doutor Blumenau. tribuna onde discursou o Prefeito Alberto Stein. Depois das palavas

146 147
do Prefeito, Peter C. Feddersen saudou as visitantes em idioma construído o prédio da Intendência. Também foram construídas mais
alemão. Após as saudações de diversas pessoas, foram passear pela de vinte escolas municipais, entre elas a de Wunderwald, e criado o
cidade, visitando os locais onde passaram a infância, sendo alojadas Grupo Escolar "Machado de Assis". No dia 17 de maio de 1938, a
no "Joharinastift", As filhas do Doutor Blumenau visitaram Prefeitura Municipal comunicou que estava projetando um novo
Hammon[a acompanhadas pelo Prefeito e comissão. A Estrada de monumento ao Doutor Blumenau, em granito, obra do escultor Dr.
Ferro Banta Catarina colocou um vagão especial para o evento. Em Francisco de Souza, grande nome da escultura nacional, e que estaria
Hammonia, o Prefeito Fritz Schmidt e o povo as recepcionaram na concluído até março. Foi oficializado o Cemitério Municipal de
estação da E.F.S.C. Houve saudações, inauguração dos sinos da Igreja Itoupava Seca. Para possibilitar a abertura da rua Nereu Ramos foi
e festa popular. Foram a Neu Breslau, visitaram o novo hospital de feito o aterro do canal Bom Retiro. Foi construído o Campo da
Hammonia, voltando à noite para Blumenau. Regressaram para a Aviação em Itoupava Central, sendo fundado o Aero Clube de
Alemanha no da 16 de novembro. Para a despedida das filhas do Blumenau que registrou seus Estatutos em 30 de julho de 1939, no L-
Doutor Blumenau, foi solicitado às indústrias, escolas e sociedades 4, f1s. 173. Foram inaugurados os telefones automáticos da cidade, a
para no dia 15 de novembro, às 8 horas da manhã, estarem presentes linha telefônica para Massaranduba e em grande gala, o Teatro
com suas bandeiras na Praça "Carlos Gomes" para o desfile pela rua "Carlos Gomes". Foram ainda construídos o Matadouro Municipal, a
XV de Novembro até a Prefeitura. Christina e Gertrud agradeceram Estação Meteorológica e iniciado o Serviço de Identificação. No seu
especialmente ao Prefeito Alberto Stein e ao Presidente da Câmara de governo, sediou-se em Blumenau o 32° Batalhão de Caçadores, sendo
Vereadores José Ferreira da Silva a oportunidade de reverem sua terra iniciada a construção do quartel. Foi promovida grande campanha de
natal. O agradecimento ao povo em geral foi feito através da Rádio "nacionalização", sendo transformado em Ginásio Pedro II, a
Clube de Blumenau. tradicional "Neue Deutsche Schule". Foram fechadas sociedades e os
Foi na administração de Alberto Stein que a' Câmara Municipal jornais "Blumenauer Zeitung" e o "Der Urwaldsbote". Entretanto, das
aprovou o brasão do Município criado pelo historiador Affonso obras realizadas no seu governo, a mais importante foi o serviço de
Taunay. abastecimento de água potável que ele iniciou, e que foi inaugurado
De 1937 a 1947, foi implantado Novo Período Ditatorial, golpe em setembro de 1943, pelo Dr. Afonso Rabe que o sucedeu. Essa obra
de Estado que dissolveu Congressos Estaduais e Câmaras Municipais, erradicou a febre tifóide da cidade de Blumenau, responsável por
período em que os Conselhos Consultivos foram abolidos e os elevado número de mortes.
projetos importantes eram submetidos ao Departamento de Além da febre tifóide, em março de 1938, a cidade de Blumenau
Administração Municipal. foi ameaçada por uma epidemia de febre amarela, erradicada em
Em Blumenau, o Prefeito Alberto Stein transmitiu o cargo' ao tempo.
Presidente da Câmara, José Ferreira da Silva, que atuando Nesse período governamental foram registradas entre outras
serenamente e com prudência, venceu dificuldades, realizando associações no Cartório de Getúlio Vieira Braga, a Sociedade
grandes obras em benefício da Comunidade. Na sua gestão foi Esportiva de Tiro ao Alvo "Honra e Defesa" (26110/38); a Sociedade
construído o edifício do fórum no local da antiga cadeia que existia ao Recreativa e Cultural "ülavo Bilac" (26111/38) e o "Automóvel Club
lado da P.refeitura Municipal, sendo esta, também reformada e de Blumenau" (1%811939). E para festejar o 90° aniversário de
adaptada ao estilo arquitetônico do fórum. Foi instalado o Museu Blumenau, a Prefeitura formulou convite com a seguinte
"Fritz Mueller"; Biblioteca Pública, Mercado Municipal da rua Sete programação: às seis horas da manhã alvorada pelas principais ruas da
de Setembro; aberta a rua Presidente Vargas e reformada a iluminação cidade pela banda de clarins do Colégio Santo Antônio; às nove
pública. Foi fundada a Escola Agrícola para meninos carentes que horas, Missa Campal pelas almas dos fundadores da Colônia
recebiam alimentação, escolaridade e instrução prçfissionalizante sob (imediações da rua Nereu Ramos); dez horas, início dos festejos
a orientação das Irmãs Franciscanas. Entre as pon~es construídas, a de populares; quinze horas, reunião na sala de conferências da Prefeitura,
Massaranduba ainda conserva o seu nome. Em Rio do Testo foi usando da palavra o CeI. Floriano Brayner, o Prefeito José Ferreira da

148 149
Silva e Max Tavares d' Amarai advogado da cidade. Às vinte horas, o governo de José Ferreira da Silva. Bruno Hildebrand liquidou os
retreta pela Banda do 32° B. C., defronte à Rua Nereu Ramos e às compromissos dos governos anteriores, manteve a Escola Agrícola e
vinte e trinta horas, fogos de artifício, danças ao ar livre, etc. mandou calçar com paralelepípedos várias ruas da cidade. Com a
A visita mais importante que Blumenau recebeu em toda a sua carta de 1946, fazendo o país voltar ao regime constitucional, coube a
história i foi sem dúvida a de Getúlio Vargas no dia IOde março de Bruno Hildebrand preparar as eleições que levaram novamente ao
1940.2 governo do município, Frederico G. Busch Jr., que após disputar a
O Prefeito José Ferreira da Silva foi substituído em 28 de junho preferência dos eleitores com Victor Hering e Domingos M. de Borba,
de 1941 pelo Dr. Afonso Rabe, que como médico decidiu mandar assumiu no dia 15 de dezembro de 1947. Nesse governo, Blumenau
demolir as obsoletas intalações do Hospital Santo Antônio, perdeu o distrito de Massaranduba que em dezembro de 1948, passou
substituindo-as por um edifício com melhores requisitos. Concluiu os a município. Apesar de reduzido a 1.054 quilômetros quadrados,
trabalhos da rede de abastecimento de água iniciados por José Blumenau continuou próspero e se preparava para o seu Centenário.
Ferreira da Silva e, mantendo e ampliando também a Escola Agrícola. Setembro de 1950, durante dez dias, Blumenau festejou o seu
Na sua gestão foi fundada a Sociedade União Recreativa "Cruz e Centenário com desfiles alegóricos, exposições industriais e artísticas,
Souza", dedicada a fins beneficentes e de amor a Pátria. Os Estatutos concursos literários e musicais, cerimônias religiosas, conferências
foram publicados no jornal "Cidade de Blumenau" e registrados em históricas, competições esportivas, parque de diversões, edição de um
Cartório no dia 6 de junho de 1942. Entretanto, a mais importante das álbum comemorativo, cunhagem de medalhas, sessões solenes da
obras assistenciais, a "Legião Brasileira de Assistência" foi instalada Câmara de Vereadores, desfile militar e escolar. Emissão de selos e
em Blumenau no dia 17 de setembro de 1942. O Rotary Club de carimbos postais alusivos ao Centenário e a estréia da ópera "Anita
Blumenau foi fundado em outubro de 1943. Garibaldi" de Heinz Geyer com libreto de José Ferreira da Silva. A
Como conseqüência da "nacionalização" o "Der Urwaldsbote" cidade foi ricamente ornamentada e as comemorações marcaram
foi fechado. G. Arthur Koehler adquiriu o material do mesmo e se Blumenau material e culturalmente. Foram inaugurados os bustos de
estabeleceu com uma tipografia, abriu uma livraria e papelaria, Pedro II, Curt Hering e Peter Christian Feddersen, de autoria do
confeccionando cadernos escolares e editando livros, girando como escultor Erwin Teichmann. Presitigaram o evento, o Vice-Presidente
firma individual até 1942, quando transformou-se em "Tipografia e da República, Dr. Nereu Ramos e o Ministro da Educação e Cultura,
Livraria Blumenauense S. A.". Pedro Calmon que representou o Marechal Eurico Gaspar Dutra,
Substituiu o Prefeito Dr. Afonso Rabe em 22 de janeiro de 1944, Presidente da República.
Alfredo Campos, um dos diretores da então Empresa Força e Luz de Com Frederico G. Busch atuaram na Câmara Municipal, os
Santa Catarina, que continuou com os trabalhos de reconstrução do vereadores: Hercílio Deeke, Ricardo Witte, Guilherme Jensen,
Hospital Municipal, dedicando-se a instrução municipal, ampliando Afonso Balsini, Max Jacobsen, Otto Hennings, Erwin Zastrow,
várias escolas, inclusive o G. E. "Machado de Assis". Na sua gestão, Antônio Cândido de Figueiredo, Herbert Georg, João Dorival
no dia 28 de abril de 1945, foi inaugurado o Centro de Saúde de Mueller, Otacílio Nascimento, Emílio Jurk e Waldemar Selke.
Blumenau. Os serviços de secretaria da Câmara Municipal, com Hercílio
No dia 13 de novembro de 1945, o Prefeito Alfredo Campos foi Deeke na presidência, contaram com o trabalho de Christiana Deeke
subtituído por Frederico G. Busch Jr. que se demitiu em 19 de abril de Barreto.
1946, passando o cargo para Germano Beduschi que administrou o Em 1951 houve campanha para a sucessão municipal. Dos
município até 30 de abril de 1947, quando ficou a testa do município candidatos, José Ferreira da Silva, Henrique Jensen e Hercílio Deeke,
Bruno Hildebrand, chefe de secretaria da Prefeitura Municipal desde foi eleito este último que assumiu no dia 31 de janeiro de 1951. No
seu governo foi inaugurado o Cine Blumenau, construído o Grupo
Escolar "Adolpho Konder", fundada a "Sociedade Amigos de
22 Veja, sociedade Dramático-Musical "Carlos Gomes" - Volume III
Blumenau" para administrar e orientar os serviços culturais,

'150 151
construída a ponte sobre o rio ltajaí-Açu em Itoupava Seca e iniciada Diretora da Secretaria da Câmara Municipal, sendo nomeada Branca
a de Ponta Aguda. Flor de Santhiago Melo, que. exerceu as funções até 9 de julho de
Construído o prédio da Cadeia Pública e inaugurado o ramal 1974, quando foi aposentada.
ferroviário entre Blumenau e ltajaí com a presença do Presidente da Em reunião de 25 de janeiro de 1955, de acordo com a
República Dr. João Café Filho. Foi construida a Estação Rodoviária Constituição, a Câmara Municipal de Blumenau elegeu o vereador
(antiga), criada a Banda Municipal, a Diretoria do Fomento Agro- Gerhard Neufert para completar o período administrativo do Prefeito
Pecuário, ampliado o serviço de água potável e a iluminação pública. Hercílio Deeke. Gerhard Neufert, que tomou posse no dia seguinte,
Vila Itoupava recebeu novo prédio para instalar a intendência e a concluiu as obras iniciadas por Hercílio Deeke. Na sua gestão, em
instrução primária recebeu tratamento especial. concurso realizado pelo Instituto Brasileiro de Administração
Pela Lei Estadual n? 634 de 4 de janeiro de 1952, a Comarca de Municipal, Blumenau recebeu diploma de honra como Município
Blumenau foi dividida em duas varas. brasileiro de maior progresso. No governo Neufert foram inaugurados
No seu governo foi fundada em 1° de setembro de 1952, a Loja o Grupo Escolar "Prof. Carlos Techentin" em Passo Manso e a ponte
Maçônica "Fraternidade Blumenauense n? 6". Participaram da "Emílio Baumgart" em Testo Central. Com Gerhard Neufert atuou a
fundação, Hugo Roepcke, Wilhelm Poerner, Julio Ernesto Câmara Municipal que iniciou o mandato em 31 de janeiro de 1955
Grossenbacher, Wilhelm Theodor Schuermann, Raul Laux, Oscar até 31 de janeiro de 1959. Foram vereadores nesse período: Newton
Bremer, Heinrich Zimmermann, Hellmuth Lauterjung, Bernardo Rautt Borges dos Reis, Wladislau Constansky, Martinho Cardoso da Veiga,
e Carlos Mendes de Azevedo que pertenciam, menos Carlos Mendes José Ferreira, Wilson Gomes Santiago, Amo Weege, Eugênio
de Azevedo, ao quadro das Lojas Maçônicas Acácia Itajaiense n° 10 e Brueckheimer, Edgar Mueller, Bernardo Wolfgang Werner, Julio
- Filantropia e Ordem do Rio de Janeiro, que trabalhavam sob os Grossenbacher, Pedro Zimmermann, Alfonso de Oliveira e Ingo
auspícios das Grandes Lojas Simbólicas do Rio Grande do Sul e Rio Hering. Para as eleções de 1955, se candidataram Frederico
de Janeiro respectivamente. Como associação civil destinada à prática Guilherme Busch Jr., Erico Mueller e Bruno Hildebrand, sendo eleito
filantrópica, inaugurou em 5 de outubro de 1979, a Creche Infantil no Frederico Guilherme Busch Jr. que tomou posse no dia 31 de janeiro
Bairro da Água Verde com a denominação de "Lar da Fraternidade". de 1956.
Um fato que marcou Blumenau após a grande enchente de 1880, No Estado assumiu o Governo o Dr. Jorge Lacerda, tendo como
foi o auxílio recebido da Loja Maçônica "Zur Eintracht" (Concórdia) Secretário da Fazenda, Hercílio Deeke.
de Porto Alegre da quantia de 2.667$000, quantia essa agradecida No governo Busch, entraram em greve, durante 15 dias, os
pela Comissão de Socorro integrada pelo Padre Jacobs - Vigário, ferroviários.
Wilhelm Scheeffer, Heinrich Probst, Louis Sachtleben, P. F. Faust, No dia 5 de outubro de 1957, a Sociedade Amigos de Blumenau
Julius Baumgarten, Franz Lungershausen, Doutor Blumenau, Dr. Fritz (com Estatutos registrados em IOde setembro de 1953), prestou
Mueller e Viktor Gaertner, em carta datada de 2 de janeiro de 1881. significativa homenagem ao CeI. Pedro Christiano Feddersen (Peter
Na sua gestão, Hercílio Deeke contou com os seguintes Christian Feddersen) pelo centenário do seu nascimento. Feddersen,
vereadores: Ingo Hering, Victor Weege, Emílio Jurk, Gerhard segundo Frederico Kilian, - "não descansava quando se tratava de
Neufert, Federico Carlos Allende, Amo Gielow, Cristiano Theiss, trabalhar para o progresso desta terra que tanto amou". Sem
Wladislau Constansky, Pedro Zimmermann, João Dorval Mueller, Feddersen, as duas obras que mais contribuíram para o
Fúlvio Emmendoerfer, Arthur Zimmdars e Antônio Reinert. desenvolvimento de Blumenau e do Vale do Itajaí - a Estrada de Ferro
Como candidato a uma cadeira de deputado à Câmara Federal, e a Usina de Força e Luz, - Blumenau e o Vale talvez não tivessem
Hercílio Deeke licenciou-se da Prefeitura, sendo eleito no dia 3 de alcançado o desenvolvimento que o tomam exemplo de trabalho e
outubro de 1954. progresso no contexto nacional. Foi 1° Suplente de Juiz Federal em
Com o governo de Hercílio Deeke, a Câmara Municipal de Blumenau, Juiz de Paz, Vereador, Presidente da Câmara Municipal de
Blumenau, passou a contar, a partir de 1° de abril de 1953 com uma Blumenau e Deputado Estadual por várias vezes, e como eleito pelo

152 153
povo, votou e sancionou no Congresso Nacional, leis brasileiras e Industrial de Blumenau" na terceira década da colonização com
para brasileiros, foi-lhe interditado (durante a II Guerra Mundial) o artigos expostos como os tecidos feitos à mão. As chamas destruíram
uso de aparelho rádio-receptor e proibido de sair de casa, nem mesmo os livros de matrículas dos imigrantes estrangeiros e também dos
de ir ao Cemitério Evangélico de Blumenau levar flores ao túmulo de nacionais que se estabeleceram em Rio Morto - Indaial, por volta de
sua falecida esposa. Foi revoltante, como tudo o que foi feito em 1860, e a "Crônica de Altona" que abrangia o período de 1850/1918.
nome da famigerada nacionalização. Faleceu no dia 22 de junho de O ano de 1958 marcou Santa Catarina com o acidente aviatório,
1947. ocorrido no aeroporto de Curitiba com escala para o Rio de Janeiro,
No dia 4 de novembro de 1957, registrou seus Estatutos a com o avião em que viajavam o Governador do Estado Dr. Jorge
Associação de Imprensa e Rádio do Vale do Itajaí e no mesmo ano foi Lacerda, Presidente da Câmara Federal Dr. Nereu Ramos, Deputado
fundada a Associação Blumenauense de Amparo aos Menores Leoberto Leal e outros políticos.
Desvalidos. No governo Busch foi iniciado o asfaltamento da "Rodovia Jorge
Frederico G. Busch não foi feliz neste seu segundo mandato, Lacerda", inaugurada a ponte "Adolpho Konder" entre o centro e
pois além da grande enchente que alcançou 12 metros, destruiu casas Ponta Aguda, e inaugurada com a presença de Dom Jaime de Barros
e com vítimas a lamentar entre elas duas crianças soterradas na Câmara, Cardeal Arcebispo do Rio de Janeiro, Governador do Estado,
barranca do rio, um grande incêncio, no dia 8 de novembro de 1958, militares e outros, a Igreja Matriz de São Paulo Apóstolo. Foi também
destruiu parte da Prefeitura Municipal onde se localizava o fórum da criada a comissão Nacional de Planejamento, um Grupo de Trabalho
Comarca. Supõe-se que o fogo teve início no arquivo local alastrando- para estudar a prevenção e o controle das cheias na Bacia do Itajaí.
se por toda a área do fórum, destruindo o arquivo histórico, Blumenau foi homenageada pela Companhia Hamburguesa-Sul
documentos da administração municipal, parte da biblioteca forense Americana que denominou um dos seus grandes transatlânticos de
"Dr. Amadeu Luz" e outros. As chamas destruíram livros de "Blumenau", tendo a municipalidade presenteado o Comandante do
apontamentos e diários datados de 1848, quando Hackradt construíu o transatlântico "Blumenau" com uma placa comemorativa.
primeiro barracão para receber os imigrantes na foz do Ribeirão da No dia 1o de setembro de 1958, estava no ar a Rádio Nereu
Velha. Com o título de "Conto dos Diversos", totalmente escrito em Ramos, e no dia 5 de agosto, tinha sido instalado em Blumenau o
vernáculo, os documentos que confirmavam que naquela época os Corpo de Bombeiros.
armadores de Itajaí e Desterro faziam subir os seus pequenos veleiros No dia 21 de janeiro de 1959, o distrito de Rio do Testo
no rio Itajaí-Açú, para travar relações comerciais com o nóvel núcleo desmembrou-se de Blumenau com o nome de Município de
em formação. Perdeu-se no incêndio o documento oficial mais antigo Pomerode.
da região do Itajaí datado de 1793 - um requerimento de demarcação Um fato lamentável ocorrido em março de 1959, foi a demolição
de terras com as informações e despachos das terras posteriormente do tradicional "Hotel Holetz". Inaugurado em 1902, era um dos mais
adquiridas pelo Doutor Blumenau para a construção do trapiche para bonitos cartões de visita de Blumenau. Além de hotel conceituado, no
os navios dos imigrantes e a hospedaria. Perderam-se manuscritos do mesmo apresentaram-se grandes concertos, cantores, "virtuoses",
Doutor Blumenau e de outros pioneiros, plantas, mapas geográficos, prestidigitadores, excelentes espetáculos teatrais, cinema, patinadores
topográficos e cadastrais, (considerados únicos no gênero) fotografias e no seu salão realizaram-se grandes e festivos bailes. O atual grande
que retratavam a história de Blumenau, jornais, boletins, revistas, hotel apesar das suas modernas linhas arquitetônicas não suplantou a
moedas, clichês, os filmes do Centenário de Blumenau, pastas e tradicional e imponente arquitetura do enxaimel do Hotel Holetz.
álbuns com reportagens sobre os mais diversos assuntos, inclusive de No dia IOde abril de 1959, houve um problema grave com os
interesse internacional, principalmente por testemunharem fenômenos produtores de madioca que queriam, na época, 1.500,00 cruzeiros por
históricos, em face da destruição dos arquivos europeus durante as tonelada e não os 1.100,00 que a Indústria de Fécula Cia. Lorenz
duas guerras. O incêndio destruiu reportagens, como a publicada no oferecia. A indústria não concordou e mandou seus operários
jornal "Regeneração" de Desterro sobre a "I Exposição Agrícola e colherem a mandioca em sua propriedade, sendo impedidos pelos

154 155
grevistas que invadiram as plantações armados de foices, facões, enquanto no Garcia foi realizada um retreta pelo 23° R. I. Na ocasião
espingardas, porretes, etc. Como 10 mil famílias do Vale do Itajaí foi realizada uma exposição de orquídeas.
vivam ligadas à cultura da mandioca, o caso foi encaminhado pelo No dia 17 de outubro do mesmo ano, transcorreu o centenário da
Governo do Estado ao Presidente da República. Cia. Comercial Schrader. Na ocasião foi lembrada a atuação de
Em I I de abril do mesmo ano, pelo Decreto de 5 de março, Ferdinand, fundador da firma e a de Alwin na vida política social e
foram cassados os direitos políticos de Gehard Germer que se recusou cultural de Blumenau, sendo inclusive citada a sua atuação no
a prestar serviço militar por convicção religiosa. comércio e um dos fundadores da "Caixa Agrícola", mais tarde
Em junho de 1959, foi instalada em Blumenau a Junta de transformada em Banco e posteriormente em Banco Indústria e
Conciliação e Julgamento, da Justiça do Trabalho, sendo primeiro Comércio de Santa Catarina, criado em 23 de fevereiro de 1935.
presidente a Dra. Daisy Ramos Pinto. No dia 20 de dezembro de 1959, foi criada em Blumenau uma
Na gestão Busch, houve tentativa de peixamento do rio Itajaí- escola para surdos e mudos que começou a funcionar no Grupo
Açú pelo Ministério da Agricultura que mandou lançar no rio 43 Escolar "Luiz Delfino".
exemplares de "dourados". Em outubro de 1960, o caso "Martin Bormann" agitou a
Além da Sociedade Beneficente Humânitas fundada em abril de população de Blumenau quando a polícia através de pista do "Diário
1959, também marcou presença a Campanha de Solidariedade da Noite" do Rio de Janeiro insinuou que Martin Bormann estaria
Humana, que em reunião no dia 17 de julho de 1959, no Clube refugiado em Santa Catarina, vivendo sob falsa identidade entre
Náutico América elegeu sua primeira diretoria integrada por Elsa amigos e adeptos do nazismo, tachando os clubes blumenauenses,
Melro (presidente), Branca Flor de São Thiago Melo (secretária) e principalmente os de boIão, de associações políticas camufladas,
Gilda do Nascimento Gonçalves (tesoureira). No mesmo ano foi causando revolta da população. As acusações foram consideradas
realizada no Teatro "Carlos Gomes" a promoção "Os doze meses na absurdas, repercutiram na Câmara Municipal, causando indignação e
vida da criança" em benefício e amparo ao bebê pobre, sob a direção repulsa, pois os integrantes desses clubes jamais participaram de
de Branca Flor de São Thiago Melo. instituições político-partidárias.
No dia 7 de setembro de 1959, desfilaram pela primeira vez os Nesse período, Busch contou com os vereadores: Abel Ávila dos
Clubes de Caça e Tiro, ostentando as suas condecorações, sendo Santos, Alfonso de Oliveira, Edgar MueIler, Bernardo Wolfgang
acompanhados por um campeão de tiro a cavalo. No mesmo dia, à Werner, Eugênio Brueckheimer, Ewaldo Moritz, Ingo Hering, José
noite, realizou-se o "Concurso de Bandinhas" instaladas em palanques Ferreira, Mário Manzke, Romário da Conceição Badia, Vitório
ao longo da rua XV de Novembro e em seguida a marcha "aux Pfiffer, Wladislau Constansky e Wilson Gomes Santiago.
flambeaux" organizada pelos sindicatos e 23° R. I. Desfilaram no dia: Em julho de 1960, Hercílio Deeke deixou a Secretaria da
Lambretistas, colégios, um grupo de ex-combatentes, delegações Fazenda para candidatar-se a Prefeito de Blumenau, obtendo
esportivas e sindicais e o núcleo de escoteiros. Esse desfile cívico- expressiva vitória no pleito de 3 de outubro sobre José Ferreira e
militar, que após muitos anos realizou-se num dia de sol, foi assistido Érico MueIler. Tomou posse no dia 31 de janeiro de 1961.
por mais de 10 mil pessoas. Dentro da Semana da Pátria, festeja-se Nesse seu segundo período administrativo, Hercílio Deeke
sempre a data de fundação da cidade com cerimônia própria pela destacou-se pela intensa atividade nos setores culturais do município.
manhã, com discursos e deposição de flores no monumento ao Nessa época, Jânio Quadros assumiu a Presidência da República
imigrante. Em 1959, além das palavras proferidas pelo Professor José e apesar das mudanças construtivas que desejou implantar renunciou,
Ferreira da Silva, a banda do 23° R. 1., executou os hinos "Imigrante" trazendo a inflação e a instabilidade para o país que repercutiram no
e "Doutor Blumenau". À tarde foi realizada sessão solene da Câmara âmbito municipal que sem o apoio do Governo do Estado e a
Municipal, sendo orador, Abel Ávila dos Santos. À noite teve lugar na enchente, levaram Hercílio Deeke a esforços redobrados para resolver
Rádio Difusora Vale do Itajaí o "Concurso Literário" e brilhante os pontos mais importantes e urgentes do seu governo. Durante a
palestra sobre os pioneiros pelo Professor José Ferreira da Silva, enchente, o Presidente João Goulart regressando de uma viagem ao

156 157
Rio Grande do Sul, sobrevoou Blumenau, aterrisando no aeroporto de escultor Aureliano Fernandes, e inaugurado o tráfego postal direto
ltajaí convocou os Prefeitos vítimas da enchente, combinando entre Blume.nau e Curitiba. Em 1964, foram festejados os cinqüenta
medidas para minimizar os danos causados. anos. de pac.lficação dos indígenas Kaigang e homenageado Eduardo
Na sua gestão, o Kennel Club recuperou o vapor "Blumenau" de Lima e Silva Hoerhann, o pacificador.
como monumento público. Foi também construído o prédio para a No mesmo ano, Blumenau sedia a "I Convenção Hoteleira do
Biblioteca Municipal "Dr. Fritz Mueller", atualmente substituído pelo Sul".
prédio que abriga a Biblioteca "Dr. Fritz Mueller" e o Arquivo Em 1964, faleceu na Alemanha aos 93 anos de idade Gertrud
Histórico "Prof. José Ferreira da Silva". Nessa época, Blumenau Sierich, a filha mais moça do Doutor Blumenau, tendo a Prefeitura
contava com quatro emissoras de rádio. decretado luto por três dias. Com Gertrud Sierich desapareceu a
Em 1961, foi fundado o Círculo de Orquidófios de Blumenau, última descendente direta do Doutor Blumenau, poquanto Christine
que realizou sua primeira exposição no período de 26 a 30 de su~ irmã, fal~ceu solteira e dos dois fi lhos homens, um faleceu log~
novembro de 1944. Registrou Estatutos em 5 de dezembro de 1961. apos o nascimento e Pedro (engenheiro) desapareceu durante a
Em 1961 também foi fundado o Clube das Soroptimistas que promove Primeira Guerra Mundial. Os descendentes do Doutor Blumenau
desde 1973 a festa do "Prato Típico", no sábado que antecede o "Dia constam de dois netos filhos de Pedro Blumenau e de um bisneto
dos Pais". O produto reverte para a APAE, PROMENOR, e outras filho de Hermann Jacobi, casado com a única filha de Gertrud Sierich.
entidades carentes. A filha de Gertrud Sierich faleceu anos antes da mãe. Hermann Jacobi
Com grandes festejos, Blumenau sediou os III Jogos Abertos de faleceu no dia seguinte ao de Gertrud Sierich, sendo sepultado no
Santa Catarina, criando-se em 1962 a Comissão Municipal de mesmo dia.
Esportes e o Departamento de Turismo. Um fato lamentável ocorreu em 1964, quando uma faísca elétrica
É promovido a Desembargador, o extraordinário e exemplar Juiz atingiu um dos "Pinus Elliotis" plantados defronte a Igreja Evangélica
de Direito da 10 Vara, Dr. Marcílio Medeiros. de Blumenau. Sementes desse "Pinus Elliotis" estão em diversos
Também foi destaque na gestão do Prefeito Hercílio Deeke a municípios do Estado. Blumenau foi a pioneira, pois as duas mudas
instrução primária, a construção de praças e abertura de novas ruas. foram trazidas em 1870 por Viktor Gaertner, sobrinho do Doutor
Em outubro de 1962, juntamente com a de deputados estaduais, Blumenau. O tronco da árvore atingida pela faísca e1étrica foi
federais e senadores foi renovada a Câmara Municipal de Blumenau mandado transformar em táboas pela Cia. Hering, que cedeu parte do
com os vereadores: Afonso Balsini, Bernardo Wolfgang Werner, tronco ao Instituto Nacional do Pinho-amostra do avô nacional do
Carlos Curt Zadrozny, Edgar Paulo Mueller, Eugênio Brueckheimer, "Pinus Elliotis". Algumas táboas foram aproveitadas pela Biblioteca
Ewa1do Moritz, Ingo Hering, José Ferreira, Manoel Vitor Gonçalves, "Dr. Fritz Mueller" para fazer um armário, onde estava guardada a
Oswaldo Olinger, Waldir Rosa, Wilson Gomes Santiago e Wolfgang primeira bandeira nacional do 320 B. C. sediado em Blumenau.
Jensen. A revolução de 31 de março de 1964, afastou do poder o
No governo de Hercílio Deeke foi instituída a Bandeira do Pres~d~nte João Goulart, fato que não interferiu na administração
Município e construída a ponte "Udo Deeke" sobre o ribeirão Garcia mU~I~Ipal. O povo manifestou solidariedade às forças armadas,
no prolongamento da rua Sete de Setembro. Reflorestaram-se participando de manifestações cívicas como a "Marcha da Família
enconstas, criaram-se as feiras livres, ampliou-se a rede telefônica. com Deus pela Liberdade" e da "Campanha de Ouro para o Brasil".
Foi criada a Faculdade de Ciências Econômicas da FURB, inaugurada Nesta última campanha a subscrição popular atingiu setenta mil
a torre da Matriz de São Paulo Apóstolo com a presença de cruzeiros novos que foram entregues ao Comando da 53 Região
representante da Presidência da República, e a Usina Palmeiras. A Militar.
residência de Hermann Wendeburg, vice-diretor da Colônia, foi Em 1965, apesar das dificuldades financeiras, as obras sob
declarada patrimônio público. Foi inaugurado o busto do Padre convênio com o governo federal como o muro de arrimo na margem
Jacobs, primeiro vigário da paróquia de Blumenau, de autoria do direita do rio Itajaí-Açú e a construção do canal Bom Retiro, no final

158 159
da gestão de Hercílio Deeke estavam em fase de conclusão. Também realizada em 1875, quando guiados por Felippe Volles, um grupo de
foi concluído o prédio do Ginásio Industrial no Garcia. senhores de Blumenau resolveu escalar o "Morro da Carolina" em
1965. Centenário da partida dos Voluntários da Pátria. Itoupava. Na subida juntou-se à turma a cachorra de Sametzki, em
As dificuldades financeiras do município não permitiram adiantado estado de gestação, e que apesar das ameaças para fazê-la
perpetuar em bronze o monumento em ho~enagem aos nosso~ voltar, ela resolveu acompanhá-los, porém chegando ao pico ela
Voluntários da Pátria na Guerra do Paraguai. O monumento fOI simplesmente deitou-se e deu a luz a quatro cachorros que foram
esculpido por Miguel de Barba com as figuras representad~s no seu sacrificados, após discussões. A cachorra teve que ser carregada
fardamento típico, inspirado no usado pelos membros da Sociedade de morro abaixo e o incidente deu o nome ao morro.
Atiradores de Blumenau. Além da placa homenageando os No dia 26 de dezembro de 1969, várias homenagens foram
Voluntários da Pátria, também foi inaugurada uma placa prestadas à memória do Doutor Blumenau pelo sesquicentenário do
homenageando os pracinhas da Segunda Guerra Mundial. seu nascimento. Às 8 horas foi realizado culto ecumênico oficiado
Em 22 de maio de 1965, visitou Blumenau o Marechal Humberto pelo Pastor Evangélico Piske e pelo Vigário católico Frei Bernardo.
de Alencar Castelo Branco. No monumento ao fundador foram prestadas homenagens, falando em
Nas eleiçõess realizadas em outubro de 1965" foi eleito Carlos nome de Blumenau o vereador Victor F. Sasse. O Prefeito depositou
Curt Zadrozny, que assumiu o cargo em 31 de janeiro de 1966. uma corbelha de flores e as senhoras cobriram o monumento de
A administração Carlos Curt Zadrozny deu continuidade às obras flores. Na ocasião, foi solicitado à direção dos Correios e Telégrafos a
em andamento, entre os quais o muro de arrimo, dos quais foram emissão de um selo postal. O desenho do selo foi encomendado por
inaugurados os primeiros 250 metros. Essa obra visava pôr fim, José Ferreira da Silva, Diretor da Biblioteca Pública, ao artista Franz
principalmente aos constantes desmoronamentos das barrancas do no Tschersowski, funcionário da Empresa Industrial Garcia, um trabalho
Itajaí-Açú. No seu governo foram retificadas, alargadas e calçadas notável de grande beleza com a efígie do fundador. A cerimônia de
ruas. Construídas salas de aula em vários estabelecimentos de ensino lançamento do selo ocorreu às 10 horas no salão nobre da biblioteca,
municipal, e com a contribuição da Comunidade, construídos os três no dia 26 de dezembro, com palavras do Professor José Ferreira da
primeiros blocos para instalar a FURB, que foi criada com o nome de Silva, explanando o significado da obra. Sob prolongada salva de
Fundação Universidade Regional de Blumenau. Para a V FAMOSC palmas, convidado pelo orador, o Prefeito Municipal Carlos Curt
foi construído mais um grande pavilhão no bairro da Velha, e iniciada Zadrozny aplicou o carimbo sobre a primeira quadra de selos,
a construção de um ginásio coberto para competições esportivas. colocando-os em circulação. No mesmo dia o selo foi posto à venda
Blumenau foi visitada pelos embaixadores de Portugal, em todas as capitais brasileiras e cidades importantes.
Alemanha, Ordem de Malta, África do Sul e Senegal. O turismo foi No seu governo foi criado o SAMAE, comprado um grande
incentivado. aparelho de raios X para o Hospital Universitário e construído o
Em 1966 registrou seus Estatutos o Clube de Diretores Lojistas Hospital Infantil. Organizado o serviço de Assistência Social com a
de Blumenau e em 27 de março de 1967, o Centro Cultural Brasil- criação de centros sociais em diversos bairros da cidade. Foi criada a
Estados Unidos. Comissão Municipal de Turismo (1967), a Comissão Municipal de
Em 1969, foi instalada em Blumenau a primeira estação de TV Trânsito e a Comissão Municipal de Ensino (1968). Foi construído o
do Estado, cuja antena foi instalada no "Morro do Cachorro", devido restaurante típico "Frohsinn" através da SERVlTUR e publicado na
a sua localização privilegiada e excepcional alcance. Do "Morro do revista Seleções o encarte "Adivinhe que país é este" para ser
Cachorro" ou "Morro da Carolina" em homenagem à Carolina Jensen, distribuído nas principais agências turísticas do país.
ancestral da família a quem pertencem as terras, situado entre Nesse período administrativo atuaram os vereadores: Afonso
Blumenau e Gaspar, divisa-se todo o baixo Itajaí e em dias claros, Balsini, Alfonso de Oliveira, Antônio Sestrem, Bernardo Wolfgang
Brusque, Ilhota, Luiz Alves, Itajaí e praias de Barra Velha até Porto Werner, Edgar Paulo Mueller, Eugênio Brueckheimer, Ingo Hering,
Belo. O nome "Morro do Cachorro" tem sua origem na excursão Manoel Vitor Gonçalves, Nelson Tófano, José Ferreira da Silva,

160 161
Newton Tobias de Aguiar, Wilson Gomes Santiago e Wolfgang e o Instituto Cultural Brasil-Alemanha fundado em 1968, em 12 de
Jensen. julho de 1971, registraram seus Estatutos.
Em novembro de 1969, foi eleito Prefeito Municipal de Com Evelásio Vieira foi eleito o Vice-Prefeito Ralph Kaestner e
Blumenau, o jornalista e fundador da Rádio ''Nereu Ramos", Evelásio a Câmara Municipal contou com os vereadores: Alfonso de Oliveira,
Vieira, que tomou posse no dia 31 de janeiro e 1970. Na sua Alfonso dos Santos Theiss, Armando Bauer Liberato, Dieter Hering,
administração foram construídos, ampliados e reconstruídos diversos Edgar Paulo Mueller, Hélio Vieira, Luiz Antônio Soares, Manoel
prédios escolares e implantada a 53 e 63 série em dez escolas Vitor Gonçalves, Mário Bagátolli, Nelson Tófano, Osvaldo
municipais, além do apoio às escolas estaduais e particulares. Foi Malheiros, Victor Fernando Sasse e Wolfgang Jensen.
criada a Fundação Casa "Dr. Blumenau". Reiniciadas as obras de No dia 31 de janeiro de 1973, assumiu o governo municipal,
construção do Ginásio de Esportes (coberto) e construído o edificio- Félix Christiano Theiss. No seu governo foi criada a Faculdade de
alojamento, nas imediações do Ginásio (coberto). Além da construção Educação Física e Desportos da FURB. Também declarou de
de trechos da Avenida Beira-Rio, que também foi dotada de Utilidade Pública para efeitos de desapropriação, diversos imóveis
iluminação modema, foram concluídas, alargadas, abertas e para instalar o Centro Histórico e Cultural da Cidade de Blumenau.
pavimentadas ruas. Foram construídas pontes, abrigos para pedestres Na sua gestão foram desapropriadas várias áreas de terras, entre elas,
e praças foram construídas e ajardinadas. Para o Serviço Agro- a destinada ao Parque Esportivo do Ginásio de Esportes; para
pecuário foi contratado um engenheiro agrônomo e um médico- implantação do Anel Viário Norte; para a conclusão das obras da
veterinário, sendo também ampliada a rede de feiras livres. Foram Beira-rio; alargamento e construção de ruas, escolas e outras. Foi
criados mais núcleos sociais, o Conselho Municipal de Obras Sociais, firmado convênio com o D.N.O.S. para a proteção do ribeirão Garcia
e a Fundação Hospitalar de Blumenau. O sistema de abastecimento de e outros. Demoninou várias vias públicas e construiu pontes e praças.
3
água foi melhorado. Foi doada área de terras para instalação da 3 Dando continuidade às obras do seu antecessor, criou escolas e
Companha do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina e para instalar a construiu prédios para abrigar escolas isoladas e reunidas. Instituiu os
sede da Junta de Conciliação e Julgamento de Blumenau. No seu Jogos Estudantis da Primavera como competição oficial do município.
governo, pela Lei n" 1909 de 22 de setembro de 1972, foram No seu governo foi assinado convênio com o BNH - Banco Nacional
concedidos favores fiscais a quem construísse casas típicas para da Habitação e fixado o perímetro urbano de Blumenau e o de Vila
residência dentro do perímetro urbano. Durante sua gestão, no dia 22 Itoupava. O governo Félix Christiano Theiss concedeu estímulo fiscal
de setembro de 1971, foi fundado o Jornal de Santa Catarina, e e econômico a várias empresas. Concedeu auxílio ao Aero Clube de
Blumenau foi ligada ao sistema DDD ao resto do mundo. Blumenau, aos Clubes de Caça e Tiro, para a APAE e bolsas de
V ários eventos marcam a sua administração, entre eles, o 1° estudos para estudantes universitários.
Encontro Blumenauense de Atiradores, o sesquicentenário da Na administração de Félix Christiano Theiss foram transladados
Independência do Brasil, os Jogos Militares da Primavera, a V os restos mortais do Doutor Blumenau e familiares do cemitério de
AGROPEC na PROEB, a VII FAMOSC, o 4°, 5° e 6° Festival da Braunschweig - Alemanha, para o "Mausoléu Dr. Hermann
Cerveja e o Baile dos Atiradores. Blumenau". Na ocasião, o Prefeito Félix Christiano Theiss escreveu
Foram dados incentivos para indústrias, inclusive para a uma carta de agradecimento, datada de 27 de setembro de 1974, para
implantacão da Albany Falt Company of Canadá Ltda. Dagoberto Blaese, pela sua intercessão junto à Alfândega para o
No seu governo, visitou Blumenau, o Presidente Emílio desembaraço das umas que foram embarcadas no "Greveland" para o
Garrastazu Médici e Evelásio Vieira, visitou a Alemanha a convite do Brasil, sem problemas (Dagoberto Blaese era agente do Loyd Real
Prefeito Wilhelm Wegener. Holandês que fazia linha regular entre o Brasil e a Europa).
Na sua gestão, a Associação dos Municípios do Médio Vale do Na sua gestão foi realizada uma competição "sui generis", o
Itajaí registrou seus Estatutos no dia 11 de junho de 1971. Também o Campeonato Oficial de Vôo de 1976 pela Sociedade Columbófila
Clube dos Diretores Lojistas de Blumenau em 22 de janeiro de 1973, Cruzeiro do Sul. Da competição constaram sete provas realizadas

162 163
desde as cidades de Balneário Camboriú, Florianópolis, Tubarão, de terras e seviços para obras de infra-estrutura, sendo ainda
Araranguá, Torres e Osório. Entre outras associações registraram concedidas isenções tributárias.
Estatutos, a Associação Catarinense de Defesa da Flora e Fauna em Na administração de Renato de Mello Vianna e Ramiro Ruediger
26 de março de 1974, a Associação dos Professores do Médio Vale do foi criada em junho de 1978 a Galeria Municipal de Artes, e em julho
Itajaí em 23 de outubro de 1973, e a PROMENOR em 17 de outubro começou a funcionar a Biblioteca Ambulante. Foram concedidas
de 1974. bolsas de estudos e novas salas de aula foram implantadas. No dia 8
Com Félix Christiano Theiss e o Vice-Prefeito Alfredo Iten, de março de 1979, foi inaugurado o Centro de Formação Profissional
foram eleitos os vereadores: Aldir Thomsen, Álvaro Correia, Carlos do SENAC, denominado "Carl Heinz Buechler", na Ponta Aguda. Na
Braga Mueller, Dieter Hering, Egon Doege, Gustavo Zimmermann, rua ltajaí foi recuperado o prédio onde funciona o Museu de Ecologia
Herbert Schweigert, Horácio Rebelo, José Anolácio Biz, José Vitor "Fritz Mueller" e inaugurado em 3 de setembro de 1979 o Teatro de
lonen, Mário Bagátolli, Mário Zimdars, Milton Pompeu da Costa Bolso "Professor Rodolfo Gerlach", localizado na antiga escola
Ribeiro, Nelson João de Souza, Olávio Antônio Costa, Rodolfo municipal "Vidal Ramos".
Sestrem e Rudi Hort. Grandes eventos culturais realizaram-se em sua administração,
No dia 1° de fevereiro de 1977, Renato de Mello Vianna entre eles, no dia 23 de junho de 1979, o Primeiro Encontro ce
assumiu o cargo de Prefeito Municipal, tendo como Vice-prefeito Orquestras no Teatro "Carlos Gomes" com a participação de
Ramiro Ruediger. Nessa administração foi construído e inaugurado o orquestras de Joinville, Joaçaba, São Bento do Sul, Florianópolis e
prédio da nova Prefeitura Municipal de Blumenau, localizado à Blumenau, que no final do encontro apresentaram em conjunto (140
Avenida Presidente Castelo Branco (Beira-Rio) junto à foz do ribeirão músicos) o Hino do Estado de Santa Catarina e a "Suíte" de Handel.
da Velha; construída e inaugurada a nova Estação Rodoviária Também realizou-se o I Festival de Corais Infantis no Centro Cultural
(Itoupava Norte), denominada "Prefeito Hercílio Deeke"; "25 de Julho", o I Concurso de Coreografias de Blumenau,
complementado o Anel Viário Sul e criada a SETERB. Foram organizado pelo "Studium Dança" com danças modernas, ballet
retificadas, pavimentadas e implantadas ruas e construídas pontes, e clássico, jazz e folclore, no Teatro "Carlos Gomes" e o I Salão
Blumenau conhecida como "Cidade Jardim" foi ajardinada, sendo Blumenauense da Criança em I° de outubro de 1982.
construídas as praças, "Juscelino Kubitschek de Oliveira" na Prainha No dia 4 de fevereiro de 1980, primeiro centenário de
(Beira-Rio), "Getúlio Vargas" no Garcia, "Martinho Cardoso da emancipação política de Blumenau, foi inaugurada junto ao Mausoléu
Veiga" na rua Sete de Setembro e Antônio da Veiga e "Ralf "Dr. Hermann Blumenau" a lápide com a inscrição - "À secular
Fuhrmann" na rua São Paulo. maioridade política do povo blumenauense 4-2-1980". Em 1981, o
Em fevereiro de 1977 foi criada a Assessoria Especial do Meio Mausoléu "Dr. Hermann Blumenau" foi visitado oficialmente pelo
Ambiente, primeiro órgão municipal de controle ambiental de Santa Presidente da República Federal da Alemanha, Professor Karl
Catarina. O SAMAE aumentou a rede de abastecimento de água. Foi Carstens.
dado todo o apoio a SEBES - Serviço de Bem Estar Social, com Pela Lei Municipal n? 2.555 de 22 de maio de 1980 foi criado o
ampliação e implantação de novos centros sociais e creches com Conselho Municipal de Cultura que foi empossado em julho de 1981
médicos especializados, inclusive em Vila Itoupava. pelo Prefeito Renato de Mello Vianna com os seguites conselheiros:
Foi dado estímulo ao pequeno produtor e no seu governo, em 13 Frei Odorico Durieux, Enéas Athanázio, Lindolf Bell, Vilson do
de fevereiro de 1981, o colono blumenauense Oswaldo Metzger de Nascimento, Roberto Saut, Guido Heuer, Maria Beatriz Niemeyer,
Fortaleza foi premiado pelo INCRA com um cheque de trinta mil Edith Kormann, Neide Coelho Pereira, Carlos Goffergé, Lauro Bacca,
cruzeiros e uma medalha por ter alcançado em Santa Catarina um dos Bráulio M. Schloegel, Clothar Schroetter, Alceu Longo, Nestor S.
melhores índices de produtividade (milho, feijão e arroz). Metzger Heusi, Suely Petry e Oldemar Olsen Jr.
compareceu ao Palácio do Governo em Florianópolis. Incentivos Em 1980, Blumenau foi destaque turístico, sendo criada pela Lei
foram dados para a instalação de novas empresas com doação de áreas n° 2.646 a Secretaria Municipal de Turismo.

164 165
Nessa administração foi inaugurado, com a presença do a presença de Juta Blumenau, bisneta do fundador da cidade, em
Governador do Estado, o trecho asfaltado da Rodovia Blumenau-Vila companhia da mãe e do marido.
Itoupava na Rodovia SC-474 Blumenau - Guaramirim, e no mesmo Além de implantar a "Oktoberfest" que careia para Blumenau
dia, 23 de dezembro de 1979, a Rodovia SC-4 18 ligando a BR-470 a grande público que durante 17 dias, segundo as estatísticas
cidade de Pomerode. No dia 15 de março de 1981, foi inaugurada a publicadas, o consumo de cerveja é o ponto alto, implantou na Praça
Rodovia SC-413-474, ligando Blumenau a Guaramirim. Governador "Hercílio Luz", patrimônio histórico, o Jardim da Cerveja
Nesta gestão, entre outras associações, registraram Estatutos: (Biergarten).
Associação dos Professores da Rede Municipal de Ensino de No seu governo, entre outras associações, registraram Estatutos a
Blumenau em 18 de outubro de 1978; o PX Clube Vale do Itajaí- Associação Comercial e Industrial da Micro e Pequena Empresa do
Clube dos Operadores de Rádio Faixa do Cidadão em IOde março de Vale do Itajaí - ACIMPEVI em 31 de maio de 1984, e a Associação
1979; Clube de Rádio-amadores de Blumenau em 6 de março de dos Profissionais de Imprensa de Blumenau em 5 de junho de 1984.
1980; Associação de Cultura Franco-Brasileira de Blumenau em 21 No início da Colônia os presidentes da Câmara eram ao mesmo
de agosto de 1980; a Associação de Senhoras de Rotarianos de tempo os chefes do executivo, entretanto nem todos, inclusive
Blumenau - Casa da Amizade em 14 de setembro de 1981 e a Câmara conselheiros e vereadores completaram o seu mandato.
Júnior de Blumenau em 20 de setembro de 1982. José Henrique Flores Filho, o primeiro presidente da Câmara,
Nesta gestão atuaram os vereadores: Alberto Liesenberg, Aldir renunciou em 1883, sendo substituído em 1884 por Gustav Salinger.
Thomsen, Almerindo Brancher, Aparecido Marchiori,' Antônio O Dr. Fritz Mueller que esteve alguns dias à frente do executivo, pois
Tillmann, Beno Frederico Weiers, Carlos Braga Mueller, Fausto assumiu em abril, demitindo-se no mesmo mês, foi substituído por
Schmidt, Friedel Schipmann, Hasso Rolf Mueller, Ingo Stein, Jair Wilhelm Engelke (1892). Com a criação do município de Indaial e a
Girardi, Manoel Vitor Gonçalves, Maria do Carmo Carl, Nelson João anexação de Gaspar ao município de Itajaí perderam o mandato João
de Souza, Rodolfo Sestrem e Valério José Steil. Scoz, Aleandro Lenzi e Antônio B. Haendschen que foram
No dia IOde fevereiro de 1983, assumiu o executivo municipal substituídos por Heinrich Miehe, Antônio Schroeder e Heinrich
de Blumenau, Dalto dos Reis, juntamente com o Vice-Prefeito Paulo Grewsmuehl, após eleições realizadas em 1893. Em 1906 faleceu Paul
Oscar Baier e os vereadore: Aguinaldo Schaefer, Antônio Tillmann, Schwartzer que foi substituído por Bruno Wehmuth, sendo eleito para
Augusto Cesar Vianna, Beno Frederico Weiers, Frederico Dix, vice-presidente da Câmara Louis Abry. A partir de 1903, as sessões
Haroldo Bachmann, Hasso Rolf Mueller, Ingo Stein, Ivo Hadlich, na Câmara passaram a ser secretariadas por Conselheiros. O
João Bertoldo Petry, José Anolácio Biz, José Cândido Pacheco, Superintendente Paul Zimmermann não terminou o seu terceiro
Lothar Stein, Manoel da Luz Rampeloti, Márcio Cesar Cani, Maria do mandato por falecimento (1923), sendo substituído interinamente por
Carmo Carl, Nelson João de Sousa, Osni José Lenzi, Sido Stribel, Kurt Hering que foi eleito para completar o mandato. Kurt Hering na
Victório Pfiffer e Wilson Rogério Wan-Dall. sua gestão foi substituído po Reinhold Anton e Ernst Baumann. No
Na sua gestão, Blumenau foi assolada pelas duas maiores período ditatorial de 1937 a 1947, não houve Conselheiros. No
enchentes da sua história (1983 e 1984). Dalto dos Reis deu período de 1947 a 1951, o vereador Antônio Cândido de Figueiredo
continuidade às obras de seu antecessor, entretanto foi o Turismo que renunciou, sendo substituído por Gerhard Carlos Neufert, que perdeu
mereceu a sua atenção, sendo a periferia e outras obras relegadas a o mandato para Waldemar Selke em conseqüência de um mandado de
plano secundário. Na sua administração foi realizada no dia 20 de segurança. Waldemar Selke renunciou sendo substituído por Siegfried
julho de 1984 a I Festa do Imigrante Alemão na PROEB com Hoeltgebaum. O Prefeito Hercílio Deeke renunciou em janeiro de
apresentação de grupos folclóricos, exposição de carros antigos, 1951 para assumir o mandato de Deputado Federal, sendo substituído
exposição e venda de produtos artesanais e culinários da região e por Gerhard Carlos Neufert que completou o mandato. A Câmara
outras atrações sendo a IV festa realizada em IOde julho de 1987 com Municipal que iniciou o mandato em 31 de janeiro de 1955 atuou até
31 de janeiro de 1959, e a instalada em 31 de janeiro de 1959 até 31

.
166 167
de janeiro de 1963, e esta até 31 de janeiro de 1967. Alfonso de retido no porto de São Francisco do Sul por duas semanas até que a
Oliveira substituiu o vereador Carlos Curt Zadrozny que assumiu o alfândega liberasse a partida, implicando em despesas de transporte,
cargo de Prefeito Municipal em 31 de janeiro de 1966 para o qual foi apesar de o Governo do Estado ter requerido em tempo hábil a
eleito em 3 de outubro de 1965. A Câmara Municipal nesse período isenção. Na época, houve troca de telegramas entre o Rio,
atuou de 31 de janeiro de 1967 até 31 de janeiro de 1970. Os Florianópolis, Blumenau, Itajaí e São Francisco para liberar o iate.
vereadores Manoel Vitor Gonçalves e Nelson Tófano, eleitos Em 1903, os trabalhos foram reiniciados e no dia 3 de junho de 1906,
deputados estaduais e que atuaram na gestão de Evelásio Vieira de 31 a ponte foi inaugurada com a presença do Governador do Estado
de janeiro de 1970 até 31 de janeiro de 1973, foram substituídos por Pereira Oliveira, Karl Hoepke, Germano Wendhausen, Lebon Régis,
Arnaldo Veiga e Laércio Moritz respectivamente, enquanto o Santos Lostada e outros. A ponte tinha 29 metros de vão e pesava
vereador Vitor Fernando Sasse, convidado pelo Governador Colombo 65.000 quilos. A altura com nível de água normal era de 12,80m;
Machado Salles para um cargo no governo foi substituído por Mário largura 9m e largura para pedestre 1,30. O comprimento da amurada
Manzke. Com a redução de edis à Câmara Municipal, Nelson João de era de 15 metros. Sua construção levou 74 meses.
Souza e logo Stein perderam o mandato, porém com a eleição de A água potável em Blumenau sempre foi problema e as águas
Wilson Rogério Wan-Dall para Deputado Estadual, logo Stein voltou límpidas do Garcia levaram o Superintendente Alwin Schrader, em
a atuar na Câmara de Vereadores. atendimento a uma resolução do Conselho Municipal, em dezembro
de 1907, comprar a cascata de Jansen no Garcia. Também o professor
o VALE DO GARCIA Rudolf Hollenweger, cidadão benemérito pelos trabalhos realizados,
enviou em 1930, à Prefeitura Municipal de Blumenau um relatório em
O vale do GARCIA deve seu nome a vários moradores que por que dizia ser o "manancial das cabeceiras do ribeirão Garcia-Jordan, a
volta de 1846, e talvez antes, habitaram as margens do rio Camboriu maneira mais viável de dotar a cidade de Blumenau com água
(Camboriu) que era conhecido por rio do "Garcia", requereram terras potável".
e vieram morar nas imediações do ribeirão que cruza a Rua 15 de As minas de chumbo do Ribeirão da Prata, afluente do Ribeirão
Novembro de Blumenau, ficando conhecidos por gente do Garcia. Garcia, foi o maior empreendimento mineiro em todo o Vale do ltajaí.
Sobre o ribeirão Garcia no dia 23 de março de 1882, com a Apesar do nome "prata", tratava-se na realidade de minério de
presença do Vice-Presidente da Província foi inaugurada uma ponte chumbo, cobre e outros metais inclusive ouro em pequena quantidade.
de madeira que foi substituída por uma ponte de ferro no governo do Segundo o professor Hollenweger, num artigo publicado em 19] 6, no
Superintendente Dr. José Bonifácio da Cunha, que contou com o "Mitteilung" sobre o Vale do Garcia, o primeiro a procurar ouro nas
apoio do Dr. Felipe Schmidt. Os trabalhos iniciados em meados de cabeceiras do Garcia e o encontrou foi um inglês por volta de 1830. O
1900, progrediram bastante até 1901, quando foram suspensos. Uma inglês trouxe alguns batedores e um negro de ]5 anos que comprara
nota no "Blumenauer Zeitung" de 6 de julho de 1901, informava que num mercado de cativos no Rio de Janeiro. Os mineradores foram
o Governo do Estado, após o seu regresso de Blumenau, ordenou ao hostilizados pelos indígenas que infestavam as matas, recuando até
Inspetor Geral das Obras Públicas a continuar as obras da ponte sobre Gamba onde encontraram pedras que continham prata. Foram
o ribeirão Garcia, liberando a verba de dois contos de réis mensais ao afugentados pelos indígenas que feriram alguns mineiros. Depois de
engenheiro que projetou e construiu a ponte, Heirinch Krohberger. A quarenta anos, o escravo negro, já alforriado, voltou às minas, onde
estrutura metálica para a ponte do Garcia chegou ao porto de São construiu um rancho de palmitos. No local, o inglês havia plantado
Francisco do Sul pelo vapor "Heidelberg", em outubro de 1905, e de alguns pés de laranja e marmelos e o negro plantou ainda outras
lá embarcada no iate "Gertrudes" para trazê-Ia diretamente a árvores frutíferas, voltando de vez em quando do trabalho com um
Blumenau. Apesar do Estado ter solicitado e obtido do Ministério da dedal cheio de pepitas de ouro. Mais tarde o negro vendeu as minas,
Fazenda, isenção do imposto para o material da ponte, houve porém os novos proprietários não ficaram muito tempo e as minas
problemas referentes à taxas alfandegárias. O iate "Gertrudes" ficou ficaram abandonadas por muitos anos.

<

168 169
Friedrich Deeke, comandante do grupo de batedores que O engenheiro Hugo von Moers fez novas prospeções e medições
protegiam a Colônia contra os ataques indígenas, numa de suas dos terrenos. O engenheiro Kerschbaumer 'que trabalhara nas Colônias
incursões pelo Garcia, descobriu vestígios de minério que pensou ser Germânicas do Sudeste Africano, também realizou prospeções das
prata, despertando muitos projetos e ambições, porém, as matas do minas e achou o trabalho difícil pela irregularidade do terreno e
Garcia continuaram por muitos anos em primitivo abandono. densas florestas. Também fez levantamento das minas, o geólogo
Por volta de 1896, uma sociedade de argentinos e espanhóis Heinrich Lotz, que veio durante a Primeira Guerra, atestando tratar-se
obteve a concessão de três mil hectares da região que foram de veios de quartzo de cerca de 40 metros de largura e 50 quilômetros
demarcados para explorar o minério que já tinham mandado analisar. de profundidade mais ou menos e rico em substâncias metálicas. Para
A firma funcionou com o nome de Cortada & Cia. e deu início à facilitar o transporte do minério, no dia 11 de janeiro de 1913,
instalação da maquinaria necessária, quando concluíram que a Rohkohl requereu autorização à Câmara Municipal para construir uma
exploração do minério era antieconômica devido à reduzida linha aérea em que por meio de cabos de arame estendidos sobre
capacidade das jazidas e retratação dos financiadores, abandonando o postes e por caçambas suspensas, o minério bruto seria transportado
projeto. da mina até o porto de Blumenau, porém o minério foi beneficiado na
Com a finalidade de contribuir para o progresso do município, jazida devido ao alto custo do projeto de transporte, apesar da
quando em toda parte ansiava-se pelo desenvolvimento em todas as autorização da Câmara Municipal.
atividades, alguns blumenauenses, entre eles o Cônsul Otto Rohkohl Após a Primeira Guerra, "Hugo Stines", grande empresa alemã
que adquiriu as terras do Ribeirão da Prata, principalmente por ter de mineração mandou para Blumenau o engenheiro de minas Dr.
sido informado de novos depósitos de minérios descobertos no Vogel que estudou a qualidade do minério e do aproveitamento
ribeirão mais acima e que mandou examinar. industrial. Ninguém soube do relatório sobre a jazida, porém o Dr.
Do exame do minério participou o engenheiro de minas Pedro Vogel resolveu ficar em Blumenau, construíndo sua casa no Garcia
Hermann, único filho homen do Doutor Blumenau. Nas duas cartas de nas imediações da Rua Engenheiro Odebrecht. O nome Ribeirão
Pedro Hermann, dirigidas a Viktor Gaertner, datadas de junho e Vogel, um afluente da margem direita do Ribeirão Garcia, provém do
outubro de 1913, na primeira, Pedro Hermann acusava o recebimento engenheiro de minas Dr. Vogel. A crise na indústria carvoeira da
das amostras de minério, lamentando que a análise das mesmas Europa levou a firma "Hugo Stines" à falência e morte do chefe.
revelasse tratar-se de quartzito com aspersões de cascalho sulfuroso; Algum tempo depois também o Dr. Vogel faleceu de desgosto. Os
na segunda carta, Pedro Hermann falava da visita que Otto Rohkohl seviços para exploração industrial do minério continuaram sob a
lhe fizera na Alemanha e que conversaram sobre as minas do Garcia, direção de Kirschbaumer e Otto Schlemm, este como gerente
desejando êxito nos contatos feitos na Alemanha e que auxiliaria comercial. Na ocasião chegaram a fundir o chumbo em barras para a
Rohkohl na medida do possível depois de examinar os minérios e comercialização. A extração era antieconômica pois a aparelhagem
planos para o aproveitamento e, se fosse necessário viria a Blumenau mal servia para o aproveitamento do chumbo, perdendo-se o enxofre,
para examinar "in loco" a situação. Rohkohl esteve na Alemanha em cobre, zinco e prata. Para fazê-Ia funcionar em nível de grande
1911, e além de mandar analisar as amostras tentou interessar capitais empreendimento era necessário grande capital e Rohkohl
no investimento. Na ocasião, Rohkohl acertou a vinda de Pedro desinteressou-se da mineração já que se envolvera em outras funções
Hermann para Blumenau, que aqui esteve realizando estudos técnicos, como a direção da Empresa Força e Luz de Santa Catarina.
concluindo ser o minério de aproveitamento industrial, pois continha O tempo e também o roubo se encarregaram de fazer desaparecer
além de boa percentagem de chumbo, prata, cobre, enxofre e zinco. O o que foi construído com trabalho e vultosas somas de dinheiro.
resultado dos exames do minério deram início aos trabalhos de A distância que separava os primeiros colonizadores do vale do
exploração e aproveitamento, sendo cavados três túneis na rocha Garcia não impedia que os mesmos se reunissem, geralmente em fins
seguindo os veios mais ricos. Foram construídos depósitos para o de semana, e se manifestassem artisticamente através do canto coral.
material bruto, moinho e um pequeno forno para fundição.

170 171
r

Em 1873, um coral com o nome de Mãnner Chor Garcia I, peça teatral, "Oh! estes choferes", na segunda, números de canto e na
participou dos dez anos de fundação da Sociedade de Canto terceira a peça teatral "Pedro Malasarte". Com Hinkeldey como
"Germânia", fundada pelo Pastor Hesse, e é provável que esse coral presidente e Franz Baumgart, dirigente do coral, nos festejos de 21 de
seja a continuidade do "Gesangverein Sãngerbund Garcia", julho de 1931, a programação incluiu a bela canção "Am Brunnen vor
fundado em IOde agosto de 1865, com sede na propriedade de dem Thore" e a comédia "Stiftungsfest" interpretada pelos casais
Johann Georg Gauche pelos moradores locais: Otto Schurt, Ernst Huber, Wünsch e Hânnig e encerrada com um solo por Wünsch. Em
Ehrhard, August Vogel, August Sandner, Christian Imroth, Jakob 1932, o "Mãnner Chor Garcia I", a "Musikkapelle Garcia" e o
Grâser, August Sutter, Philipp Heringer, Albert Bãhr, Christof "Schuetzenverein General Osório" promoveram no dia 6 de fevereiro
Mueller, Franz Mathias, Benz, Johan Georg Gauche, Carl Kühne, o "Kostümfest" com o nome de "Sétimo Céu", abrilhantada pela
Michel Diehm, tendo Hermann Ruediger como dirigente. Mais tarde Orquestra Seelbach e a Musikkapelle Garcia; no local foi servido
asociaram-se Valentin e Hierônimus, irmãos de August Vogel. churrasco e no dia 7, realizado baile público. Para as crianças foram
Quando Hermann Ruediger mudou-se do Garcia, assumiu a direção realizadas atrações especiais a partir das 15 horas. Com grandes
do coral Julius Klueger, que transferiu os ensaios para a propriedade festividades o "Mânner Chor Garcia I" sediou no dia IOde maio de
de Heinrich Koth, pois em época de chuva a rua de acesso à 1927, o "Bundessaengerfest". No encontro de cantores promovido no
propriedade de Gauche era impossível. Em 1887, Julius Klueger, salão Hinkeldey, pelo "Mânner Chor Garcia I", o Club Musical
ainda jovem, faleceu repentinamente. Nesse ínterim, o local onde os Garcia, abrilhantou os festejos, usando da palavra o Dr. Hans Pape. O
associados se reuniam foi transferido para a propriedade de Jakob evento aconteceu no dia 27 de novembro de 1932, e contou com a
Schmitt, mais tarde filial da Casa Sachtleben, onde nas imediações a participação da Sociedade de Canto Concórdia de Blumenau sob a
maioria dos sócios ativos tinham suas propriedades. Com a morte de regência de Ruhn, e Itoupava Rega sob a regência da Senhora Dreer.
Julius Klueger, August Sandner assumiu a direção da sociedade O "Liederkranz" de Blumenau sob a regência de Heinz Geyer
utilizando-se da clarineta para os ensaios, causando dificuldades aos apresentou a "Dança das Armas" (Waffentanz) de Kouradin Kreutzer.
cantores habituados a ensaiar com o violino. Com o professor No final foi realizado baile no salão Hinkeldey. De Gaspar
Friedrich G. Alfarth como dirigente, a sociedade renasceu atingindo apareceram representantes. Em 3 de maio de 1936, o "Mãnner Chor
um elevado nível pelos anos afora. Apesar dos esforços dos Garcia I" festejou seu 25 aniversário com encontro de cantores. As
0

associados, o "Sãngerbund", com a morte dos mais velhos, paralisou belas promoções cessaram com a "nacionalização". No dia 4 de
suas atividades. agosto de 1939, o "Der Urwaldsbote" publicou os Estatutos do
O coral fundado com o nome de "Mãnner Chor Garcia I", em 10 "Mãnner Chor Garcia I", como "Sociedade de Cantores do Garcia",
de junho de 1911, e que registrou seus Estatutos em IOde março de e conforme a ata de 15 de agosto de 1938, publicada em 27 de julho
1913, era remanescente do coral que participou do décimo aniversário de 1939, assinada por Max Pagel, presidente, Oswaldo Huewes,
da fundação da Sociedade de Canto "Germânia" em 1873. O coral secretário e Alfredo Olegário, tesoureiro, o objetivo da sociedade era -
funcionou por muitos anos na Sociedade de Atiradores sediada no "cultivar a arte do canto entre associados e promover bailes e outros
salão Hinkeldey, participando de todas as festas de cantores divertimentos". Registrou seus Estatutos em Cartório no dia 5 de
promovidas pelo "Sãngerbund ltajahytal". Com os dizeres - "A união janeiro de 1939.
faz a força" - o "Mãnner Chor Garcia I" festejou seu terceiro No dia 30 de maio de 1880, foi fundada a primeira Sociedade de
aniversário em 27 de junho de 1914, com a participação dos corais Atiradores no Garcia, chamada de "Garcia Jordan", hoje
mistos "Harmonie" e "Garcia II", apresentando números de canto denominada Clube Social e Recreativo Caça e Tiro Garcia Jordão,
pelos corais e "couplets" por Karl Kleine, Pabst e Etel. A inauguração localizada no Alto Garcia. Foram fundadores, Carl Heringer, Ernst
da bandeira ocorreu no dia 5 de novembro de 1916, no salão Schreiber, Michel Dihm, Eduard Faht, Carl Strutz e Julius Herz. A
Hinkeldey. As promoções artísticas eram freqüentes, entre elas, no dia primeira festa foi realizada no dia 20 de maio de 1881, e até a
17 de setembro de 1921, a noite de arte apresentou na primeira parte a presente data conserva a tradição herdada dos seus antepassados

172 173
através das festas de "rei" e "rainha", apesar das interrupções entre os Blumenauense, Bom Retiro e Amazonas; grupo B - Vitória,
dois grandes conflitos mudiais e a nacionalização. Participam do Fluminense, Garciense e Amazonas. O jogo foi cronometrado por G.
Torneio Municipal de Atiradores e dos festejos de aniversário da WiIlecke. No local houve churrascada, bebidas, rifas, café e cuca.
cidade. Registrou seus Estatutos em 8 de maio de 1953.
Anos mais tarde foi fundada a segunda Sociedade de Atiradores Além do Amazonas Esporte Clube, no dia 26 de outubro de
que publicou seus Estatutos no dia 2 de julho de 1922 e os registrou 1944, o Garcia controu com o "Clube Atlético Operário", que
em Cartório no dia 9 de agosto de 1922, com o nome de Sociedade de publicou seus Estatutos no jornal "A Nação" de 24 de janeiro de
.Atiradores "General Osório"-Garcia, que funcionava no salão 1945, assinados por Alfredo Benthien, Henrique Reif, Osmarino da
Hinkeldey. Assinaram os Estatutos a diretoria integrada por Hermann Silva, Guido A. da Silva, Luiz Amaral, Ignácio Borges, Helio Mello e
Schreiber, presidente; Gustav Seiler, vice-presidente; Walter José dos Santos. Funcionaram também com Estatutos registrados em
Schneider, secretário; Max Hadlich, substituto; Heinrich Schreiber, 26 de abril de 1920, o "Club Musical Glória" e em 6 de agosto de
tesoureiro e Rudolf Hollenweger, capitão. A divisa da sociedade era - 1942, a "Sociedade Esportiva Glória".
"para a Pátria exercite vista e mão". Cessou suas atividades durante a Na época, o salão mais requisitado do Garcia era o Hinkeldey,
nacionalização. onde a Sociedade Evangélica de Senhoras do Garcia realizava suas
Com a implantação da Empresa Industrial Garcia, o Vale do festas natalinas com canções, mangedouras, anões, peças teatrais e
Garcia tomou-se o bairro de maior densidade populacional de outras atrações. Hinkeldey tinha em anexo, no outro lado da rua, um
Blumenau, atraindo . levas de imigrantes à procura de trabalho, jardim com pista de dança, que foi inaugurado no dia 21 de novembro
cabendo a estes, com o decorrer dos anos, uma mudança estrutural de 1928, com a participação da orquestra de cordas "Ideal", regida por
nos costumes locais. Bairro operário, por excelência, formou várias Franz Baumgart.
associações, entre elas, a Banda Musical da Empresa Industrial A Sociedade Evangélica de Senhoras do Garcia inaugurou no dia
Garcia, integrada por operários, e que nos dias 5 e 6 de setembro de 21 de maio de 1933, sua sede social com casa para irmãs. Por
1931, festejou seu 25° aniversário no salão Hinkeldey. O evento teve proposta do vereador Vitório Pfiffer, no dia 7 de julho de 1961, a
grande repercussão, pois na abertura das festividades, a banda foi diaconisa Martha Elisabeth Kunzmann da Comunidade Evangélica de
homenageada com um dobrado executado pela Banda do 55° B. C. Blumenau, da congregação de Witten - Alemanha, que inicialmente
Para propiciar a tranqüilidade aos operários e familiares foi atuara como parteira no Johannastift, recebeu diploma de "Cidadã
fundada no dia 19 de agosto de 1919, a "União de Operários" que Blumenauense" pelos seus 26 anos dedicados à Casa Comunal do
tinha como objetivo - "cuidar e desenvolver os interesses econôrnicos Garcia, tendo atendido mais de três mil parturientes.
e materiais dos associados, auxiliá-los em casos de doenças, Com a nacionalização, as associações, principalmente as
desemprego, desastre e morte". artísticas que envolviam a utilização do idioma alemão e que não se
A partir de 1932, o Garcia contou com o "Amazonas Esporte adaptaram às exigências impostas, silenciaram.
Clube", que foi inaugurado no dia 3 de abril de 1932, ocasião em que Em 1950, mais uma sociedade foi acrescentada às já existentes
a Banda da Empresa Industrial Garcia apresentou o "Zapfenstreich" no Garcia, é a Sociedade Recreativa e Desportiva Centenário.
(retretaj.A marcha festiva partiu do salão Hinkeldey até o local a ser Em novembro de 1949, Johann Iten construiu em sua
inaugurado. Às oito horas da manhã, hasteamento da bandeira e propriedade um prédio e liderou um grupo que decidiu realizar um
inauguração do local de esportes. Às nove horas, jogos para a baile para angariar fundos e formar uma sociedade. O baile foi
juventude pelos alunos da Escola Garcia I, sob a regência do abrilhantado pelo conjunto Gauche e rendeu dois mil cruzeiros que
professor Hollenweger. Foram realizadas corridas competitivas de foram depositados para a futura sociedade que foi fundada no dia 8 de
100, 200 e 600 metros, corridas com agulha, ovo, saco e panela. Aos janeiro de 1950. Da assembléia de constituição da sociedade, que foi
vencedores foram distribuídas medalhas. Às treze horas, foram realizada no salão de propriedade de Johann Iten, participaram 47
disputadas partidas de futebol entre os clubes: grupo A - Brasil, associados: Francisco Klitzke, Fritz Hochleitner, Roland Missfeldt,

174 175
Nélio da Silva Fontanela, Alfredo Olegário, Oswaldo Huewes, Gustav O incentivo dos poderes governamentais aos Clubes de Caça e
Maas, Oscar Lindner, Armando Silva, Otto Freygand, Athanásio Tiro do Vale do Itajaí, colaborou para que no vale do Garcia, no dia
Moritz, Johann Iten, Júlio Iten, Johann Magnus Iten, Djalma 27 de fevereiro de 1977, mais uma sociedade se constituísse. A
Fontanela da Silva, Ingo Bugmann, João Heiden, Edgar Gauche, Sociedade Esportiva Horizonte foi fundada por David de Oliveira,
Gustavo Seiler, Rodolfo Roepcke, Vitório Moritz, Gustavo Oberg, Natalício Pfiffer, João Heinzen, João Orlando Leite, Pedro de
João Schmidt, Elicindo Cunha, Pedro Machado, Agenor do Amaral, Oliveira, Djalma Nicocelli, Ernesno Packer, Francisco Carlos Reis e
Júlio Koch, Erich Moritz, Edmundo Fritz Anton, Arthur Martendal, Rolando da Silva. A primeira diretoria foi eleita no dia 20 de outubro
Alfredo Gonçalves da Luz, Roberto Geraldo Laeske, Gustavo Maas de 1977 e foi constituída por João A. Heinzen, presidente; João
Jr., Waldemar Rudolf, Arthur Panini, Ingo Schmidt, Denery de Orlando Leite, vice-presidente; Gilberto Pfiffer, 1° secretário; Célio
Castro, Carlos Olegário, Alberto de Oliveira, Erich Rosumeck, C. Rebelo, 2° secretário; Antônio Santos, 1° tesoureiro; Otávio Leite,
Marcos Moritz, Porfírio da Cruz, Alberto Hiemisch, Walter 2° tesoureiro; Francisco Carlos Reis, diretor esportivo; Natalício J.
Kummerloewe, Bernhard Enns, Walter Menke Sr., Amoldo Gauche Pfiffer, diretor social; conselheiros: José F. da Costa e José A.
Jr. O primeiro presidente foi Francisco Klitzke. Na gestão de Schlichting. Iniciou suas atividades com futebol de campo. Funciona
Christiano Theiss, os associados resolveram construir a sede social ainda a bocha, o vôlei e o tiro ao alvo que começou em 1978. A sede
em outro local, e em maio de 1953, adquiriram numa elevação às social está situada na Rua Belo Horizonte.
margens do ribeirão Garcia, uma área de terras de 4.159,70 metros Destaca-se no Garcia, o 23° B. I. ( ex 32° B. C.) que chegou a
quadrados. O terreno era muito acidentado e necessitou de grande Blumenau no dia 11 de abril de 1939 e que inaugurou suas instalações
movimentação de barro e Christiano Theiss, na ocasião, foi taxado de no dia 24 de maio de 1940.
louco. Atualmente a área do terreno é de 16.299,43 metros quadrados No dia 26 de julho de 1939, os sub-oficiais e sargentos do então
e plana. A área construída é de 3.868,71 metros quadrados. A sede 32° B. C. fundaram o Nacionalista Esporte Clube e em dezembro de
social foi inaugurada em 1967 com baile e o amplo salão possui um 1960, o Grêmio dos Subtenentes e Sargentos da Guarnição de
palco. Em seguida foi inaugurada a cancha de boião. Os Estatutos Blumenau que registrou seus Estatutos no dia 3 de outubro de 1964.
foram aprovados e elaborados na gestão de Johann Iten em assembléia Mais tarde o Grêmio aparece como "Sociedade Beneficente de Sub-
geral extraordinária realizada no dia 7 de maio de 1959, publicados no tenentes e Sargentos de Blumenau". Após fundada, a sociedade
Diário Oficial do Estado de Santa Catarina n? 6.462 de 11112/1959 e adquiriu o terreno ao lado do Quartel para a construção da sua sede
registrados no Cartório de Registro de Pessoas Jurídicas de que é aberta à Comunidade. No dia 26 de abril de 1984, a sociedade
Blumenau, no livro A-6, fls. 609, n? 465 em 10/211960.Os objetivos inaugurou o seu moderno Ginásio de Esportes, formando também, em
da sociedade, segundo os Estatutos, é o desenvolvimento do boião, a 30 de novembro de 1985, o Grupo de Escoteiros "Arauque", filiado à
prática do esporte educativo, a promoção de reuniões e diversões de sociedade.
caráter desportivo, cívico, recreativo e cultural. A Sociedade possui De renome internacional, a Artex, fundada no dia 23 de maio de
cancha de boIão, bocha e piscina. Promove bailes sociais que são 1936, por Theophilo B. Zadroznye Otto Huber, incorporou em 1974,
marcados com mais ou menos dois meses de antecedência. Também a Empresa Industrial Garcia, que teve sua origem no moinho e
promove bailes públicos, desfiles de modas e apresentações artísticas. engenho de serrar madeiras instalado em 1860 por Heinrich
Presidiram a sociedade Francisco Klitzke, Armando Silva, Christiano Grewsmuehl, transformada em 1884 em tecelagem e tinturaria do
Theiss, Julio Koch, Augusto Zen, Hilberto Zendron, Johann Iten, Garcia por Gustav Roeder, ex-sócio da Karsten.
Victor Iten, Gerhard Schmidt, Osmar Benvenutti, Valério José Steil, Ao completar vinte e cinco anos de funcionamento, a "Artex"
Nélio da Silva FontaneIIa, Perpheto Cechet, Frederico Mathias entre outras festividades, prestou significativa homenagem a Teophilo
Huscher, este último dirige a sociedade por dez anos consecutivos, B. Zadrozny, porém no seu jubileu de ouro, promoveu grandes
com inestimáveis serviços prestados à sociedade, inclusive sua festividades inaugurando uma exposição de artes plásticas, na qual
esposa. foram expostos trabalhos de funcionários da empresa, porém o ponto

176 177
alto dos festejos foi a inauguração do "MUSEU ARTEX", onde foi para auxiliar excepcionais. Também funciona esporadicamente um
exposto farto documentário, visando a reconstituição histórica da grupo teatral que muitos louros careou para a Artex.
empresa. A parte desportiva, social e recreativa é dotada de instalações
Num sólido edifício de alvenaria com a área interna de 368 completas e modernas, inclusive de piscina olímpica desde 23 de
metros quadrados, rebocado e pintado de branco, com tijolos a vista maio de 1986. Promove competições esportivas e eventos sociais e
nas paredes externas, pois na restauração foram mantidas as recreativos.
características originais, está instalado o "MUSEU ARTEX", prédio A Artex é - "ao mesmo tempo, um centro de trabalho e uma
que foi construído para abrigar os primeiros teares e artesãos. No piso extensão da casa de seus fundadores e de seus construtores - os
aparecem as marcas deixadas pelos velhos teares. A instalação funcionários" .
elétrica e as luminárias são idênticas às da época e a grande porta de Um nome que marcou o Vale do Garcia, foi o do professor
entrada, as janelas e o forro são os mesmos de 1936. Todas as peças Rudolf Hollenweger, natural da Suíça, que veio para o Brasil em
expostas foram colhidas na própria "Artex" ou doadas por 1908, estabelecendo-se no Garcia Alto, onde exerceu as funções de
colaboradores. Nas fotos expostas foram registradas, além do professor da Escola Garcia I. Fundou em sua escola o primeiro Clube
desenvolvimento físico, fases importantes da vida econôrnica e social, Agrícola do Município de Blumenau, e sob o patrocínio do Governo
dos festejos dos 25 anos, as grandes inaugurações, as visitas Municipal escreveu um manual para as escolas primárias do
importantes e também o grande incêndio de 1964. Constam do acervo município com noções de português, alemão, história do Brasil e do
do "MUSEU ARTEX", o tear n? I da fábrica, bem como o FORD-A, município, geografia, etc. Os seus alunos cantavam, apresentavam e
ano de 1929, que servia no combate ao fogo e que pertencera assistiam a espetáculos de canto e teatro. No dia 5 de novembro de
primitivamente à Empresa Industrial Garcia. Estão expostas balanças, 1921, seus alunos entre outras peças teatrais, apresentaram a peça, "A
lanternas, maçaricos, medidores, máquinas de calcular, de expulsão dos Espanhóis do Brasil pelo General Boehme em IOde
datilografia, instrumentos em desuso, produtos não mais fabricados, abril de 1776". Reativou em 1911 o "Mãnner Chor Garcia I", fundado
uma coleção dos primeiros produtos fabricados, além de medalhas e em 1873. Foi um dos fundadores da Sociedade de Atiradores General
diplomas auferidos pela excelente qualidade dos seus produtos. Osório-Garcia, no dia 2 de julho de 1922, participando da diretoria
O jubileu de ouro da "Artex" foi encerrado com um concerto no como Capitão. Fundou com Johann Iten, Otto Huber, Alfred
dia 24 de maio, às 20:30 horas, no Teatro "Carlos Gomes", pela Grossweiler e Paul Scheidemantel o "Spitzkopf-Club" Garcia.
Orquestra de Câmara de Blumenau, sob a regência de Norton Faleceu em Blumenau no dia 2 de fevereiro de 1949.
Morozowicz, com obras de Albinoní, Vivaldi, Vila Lobos e Mozart.
Após o concerto foi servido um coquetel aos presentes no salão de "SPITZKOPF-CLUB GARCIA"
festas do Teatro "Carlos Gomes".
Com a filosofia - "o homem como centro da ação; a empresa Por muitos anos o "Spitzkopf'só era conhecido pelo nome, pois
como instrumento de progresso e de bem-estar da nossa gente" - a com seus 915 metros de altitude é visto de todos os pontos do norte
Artex registrou em cartório no dia 13 de fevereiro de 1969, a catarinense. O "Spitzkopf" foi escalado pela primeira vez por
"Escritura Pública de Dotação de Bens e Instituição da Fundação Friedrich Deeke, experimentado caçador de bugres e batedor de mato,
Teophilo B. Zadrozny". Em 26 de novembro de 1982, registrou seus que lamentavelmente não deixou mapas nem anotações. Emil
Estatutos a "Associação Artex - Cultural, Social e Esportiva". Odebrecht e seus homens também escalaram a montanha. As
Funciona na Artex um curso de artes plásticas com exposição escalações feitas pelo rio da Prata e pelo local chamado Rússia foram
anual e premiação, uma escolinha de artes para crianças e o grupo de realizadas não com interesse turístico e sim para demarcar terras e
Escoteiros "Teophilo B. Zadrozny". O Clube de Mães da Artex, caçar bugres que atacavam os colonos.
fundado em 1980, promove todos os anos o "Bazar da Primavera" Desde 1881, o "Spitzkopf" atraía o professor Fritz Alfarth do
Garcia-Jordan, que diariamente era saudado pelo mesmo, sendo

178 179
considerado como um barômetro, pois quando à noite, apresentava encarregado de limpar o local e preparar tudo para a construção de um
serena e simpática visão, era prenúncio de bom tempo para o dia rancho, enquanto que os demais continuariam abrindo a picada. Em
seguinte, porém quando se apresentava com nuvens cinzentas podia- determinado momento, Alfarth ouviu um ruído estranho, pegou a
se esperar chuva. Em dias claros apresentava um véu de nevoeiro. arma e ia atirar quando Wehmuth gritou: "Fritz, não atire, sou eu!" e
Esses atrativos fizeram com que o "Spitzkopf" suscitasse desejos nas continuou: "nós chegaremos ainda hoje ao cume, pois já o avistamos,
pessoas de o escalarem. Fritz Alfarth convidou seu vizinho e amigo e agora avante". Logo avistaram os demais que estavam num local
Hermann Gauche e na mesma noite expuseram seu plano de escalar o perigoso e estreito da lombada, e onde a floresta era bem mais baixa
monte ao velho caçador de bugres, Christian Irnroth, que também (capoeira). Do lado direito tiveram a primeira visão livre do alto, ao
participou da escalada pelo local chamado Rússia, e que se longe a Igreja de Gaspar, o apito do vapor que subia o rio até
prontificou em acompanhá-los apesar de não ter nenhuma orientação, Blumenau, e o quadro os deixou entusiasmados. De repente Wehmuth
nem mesmo sobre o ribeirão Caeté. Juntou-se ainda ao grupo, Otto escorregou e tiveram muito trabalho para puxá-lo e ao descobrirem
Wehmuth e a escalada foi marcada para um sábado de lua cheia. que estavam sobre uma grande grota, Wehmuth disse secamente:
No dia 19 de julho de 1890, às 6 horas da manhã, sob um frio "Gente, se eu tivesse caído não me sobraria intacto um só osso". Para
intenso, pois a geada estava espessa, foi iniciada a primeira escalada verificar o local onde Wehmuth escorregara todos se deitaram de
turística ao "Spitzkopf". Todos levaram o necessário para dois dias: barriga para baixo constatando que o local tinha mais ou menos 15
roupa de dormir, cobertores de lã, café, laranjas, uma garrafa de água metros de profundidade. A excursão quase teve um fim trágico. As
ardente, uma chaleira, balde para água, lamparina e um pouco de escoriações na barriga de Wehmuth foram tratadas com cachaça e o
petróleo. Gauche, inveterado jogador de "skat", levou o baralho para gole depois das ataduras fez a alegria voltar ao grupo. A subida foi
passar o tempo lá no alto, e os amantes do fumo levaram os seus rápida e com forças renovadas alcançaram os conhecidos taboleiros e
charutos. Imroth levou sua gaita de boca e Wehmuth o telescópio da ao atravessarem o cortante capim e os bambus, alcançaram a meta
Sociedade de Atiradores de Blumenau. Cada um levou também o seu pelas quatro horas da tarde, depois de dez horas de escalada. Tiraram
facão. As casas foram ficando para trás, bem como a serraria de Jakob as mochilas e com as espingardas atiraram em conjunto, porém o tiro
Schmidt a medida que subiam a montanha, e através da picada dos saiu com um estampido fraquíssimo devido a altitude. O panorama
caçadores alcançaram o morro das Arapongas. Pouco a pouco a lindíssimo com o cume coberto de capim cortante, ralo, bambus e
picada desapareceu e a voz foi: "dois homens na frente para abrir a faxinaI com menos da altura de um homem. No oeste avistaram o
picada", enquanto que os outros dois carregariam as mochilas. Apesar ribeirão Caeté e o Garcia Alto. Da cidade de Blumenau pouco
do revezamento entre abrir a picada e carregar as mochilas, a subida avistaram, pois na época havia poucas casas. Ao longe avistaram a
tornou-se lenta, e muitas vezes tiveram que parar para se orientarem, o Igreja de Gaspar, o Morro do Cão e o Morro do Baú e ao avistarem
que era muito difícil devido à densidade da floresta. Às 11 horas, algumas moradas de colonos o coração dos alpinistas bateu mais
sentaram-se numa árvore caída para almoçar e o comentário foi forte. Ao longe avistaram uma planície que no crepúsculo parecia ser
encontrar um caminho mais curto. A falta de água obrigou-os a de cor verde escura como a mata que circundava a montanha e que foi
chupar um pedaço de laranja ou comer um pedaço das maçãs azedas. confundida com o mar. Uma vista muito bonita foi o Grande Vale das
Finalmente; alcançaram a lombada da montanha que os levaria até ao Itoupavas que se estende até a serra de Jaraguá. Do Rio do Testo e
cume, dobraram para a direita e atravessaram um faxinaI, onde o Timbó, lamentavelmente, a visibilidade não foi boa apesar do mato
capim cortante tirou praticamente o corte dos facões, tornando a espesso permitir vez por outra avistar uma casa habitada. A Igreja de
escalada dificílima. Wehmuth, várias vezes descalçou as longas botas Indaial também apontou bem como o Encano Alto, porém o que mais
de montaria, jogou toda a carga ao chão e se estirou no chão ao interessou aos excursionistas foi a altitude da serra Geral e que
comprido, tal a dificuldade em atravessar o local. Pelas três horas da parecia tão próxima. A acidentada costa marítima, os montes
tarde encontraram um pequeno olho d'água e ninguém acreditava que calcáreos e as conchas comprovam que nos primórdios da terra
chegariam no mesmo dia ao cume do "Spitzkopf". Alfarth foi estavam cobertos pelo mar. Avistaram também o enorme penhasco da

180 181
serra Geral, onde sob o sopé da mesma, os cargueiros subiam até acendeu o fogo e logo a água ferveu e o maravilhoso aroma do café
Curitibanos. Imroth, que por muitos anos trabalhou na trilha dos acordou os demais que se aqueceram com o café quente. O horizonte
cargueiros contou fatos interessantes aos demais. Do próximo Vale da começou a ficar vermelho e o despontar do sol ninguém queria perder.
Velha e do Encano só avistaram roças. Distante e bem visível na A beleza foi indescritível, o que os fez avaliar e entender o culto ao
estrada para Aquibadã estava a Cabeça de Bugre. Admiraram os sol dos povos primitivos, e os excursionistas desejaram que todos os
penhascos altos e vermelhos e o Vale do Rio da Prata que corria homens tivessem a felicidade de uma só vez ver o maravilhoso
sereno sob seus pés, e longe ao sul as enormes serras azuladas que espetáculo. O que os excursionistas não puderam ver claramente no
pareciam bem mais altas que o "Spitzkopf". Depois desse crepúsculo do dia anterior foi o mar, que se divisava agora com ondas
reconhecimento juntaram a necessária lenha para o fogo durante a brancas enormes como nuvens no céu, do sul para o norte. Um
noite e também para cozinhar. Procuraram um lugar no meio do incêndio visto claramente com o telescópio estimulou a nova
bambuzal para se protegerem, pois o frio não impediu que caminhada. O sol subia aquecendo o corpo dos excursionistas e o
resolvessem pernoitar no cume, apesar de estarem sujeitos a um telescópio viajava de mão em mão. Quando o vento soprado do mar se
resfriado devido ao vento frio da noite. Depois do jantar viram no fez presente resolveram encetar a caminhada de volta.
leste apontar a lua que com sua deslumbrante claridade foi um Outros também se aventuraram a subir o "Spitzkopf", geralmente
maravilhoso e inesquecível quadro da natureza. Com moirões caçadores. Eduard Faht que com outros abriu uma picada citou
construíram uma tenda onde afixaram três cobertores para se Biereck, Doutor Cunha, Teske, Knoblauch e o Doutor Moeller que
protegerem do vento, e o quarto cobertor reservaram para aquecer os avaliou a altitude do "Spitzkopf" em novecentos metros acima do
pés. Acenderam a lamparina e jogaram "Skat". Inicialmente tentaram nível do mar. Mais tarde o "Spitzkopf" foi escalado por Paul Kegel,
afastar o frio com humor, porém entre 8:20 horas da noite o vento Erich Gaertner, Professor Krueger, Hermann Hering Sr. e Otto
terra I começou a soprar com força, fato que eles desconheciam, Hosang. Entretanto, a primeira picada que passava pela serraria de
bateram queixo, admirando-se mais tarde de que nenhum deles tenha Schadrack às margens do ribeirão Caeté é atribuída ao professor
contraído pneumonia, talvez porque na época os moradores eram mais Werner da Escola Nova que no dia 17 de outubro de 1908, com seus
fortes e menos susceptíveis à enfermidades. De quando em vez, um ou alunos, escalou o "Spitzkopf". Quando Max Labes requereu as terras
outro tomava um pouco da cachaça que estava atrás deles, porém, atrás do ribeirão do Ouro abrindo uma picada e alguns intrusos se
nada adiantou e às 9 horas encerraram o "skat", pois ninguém podia instalaram, houve uma tentativa de chegar ao cume, porém, muito
segurar as cartas nos dedos enregelados. Enrolados em cobertores acidentada. Niguém mais se preocupou em procurar outro caminho.
fizeram toda sorte de palhaçadas ao som da harmônica de boca de Em 1924, três famílias alemãs se instalaram em terras do "Spitzkopf",
Imroth, porém tudo em vão. Recolheram-se então dentro do bambuzal que ainda eram as únicas devolutas na região, e quando uma das
que os protegeu um pouco mais do frio, porém os que estavam mais famílias estava em dificuldades resolveram' ajudá-Ia em troca de
expostos em determinado momento tiveram que trocar de posição trabalho que era abrir uma picada de mais fácil acesso e assim foi
com seus colegas para se aquecerem um pouco. Quando Wehmuth e fundado o "Spitzkopf-Club" (Clube da Cabeça Pontuda), no dia 17 de
hnroth estavam novamente na vez de arrumar os cobertores, julho de 1927. Reuniram-se na ocasião os primeiros elementos que
Wehmuth gritou: "Fritz venha, nós vamos voltar ao taboleiro, eu não tinham no sangue o alpinismo: Rudolf Hollenweger, professor no
suporto mais". Fritz e Gauche se embrenharam mais' fundo com o Garcia, Johann Iten, mestre de fiação e Otto Huber, mestre de
cobertor dentro do bambuzal, porém não adormeceram, pois a lua tecelagem ambos da Empresa Industrial Garcia, Alfred Grossweiler,
cheia iluminava diretamente sobre seus rostos. Depois da meia noite comerciante e Paul Scheidemantel, ferreiro e serralheiro. Na reunião
Wehmuth e Imroth voltaram e todos procuraram se aquecer com o de fundação foi resolvido entre outros assuntos: a) a construção de um
fogo, depois se acomodaram no bambuzal como num casulo. A caminho até o cume do "Spitzkopf" para que pessoas mais idosas
conversa parou e o cansaço os fez cair nos braços de "Morpheu". Pela também tivessem acesso; b) em local determinado será construída
manhã, Fritz foi o primeiro a acordar e com o resto do petróleo uma cabana que ficará à disposição dos associados. O professor

1<82 183
Hollewenger que mediu toda a área para o governo e conhecia bem a dispositivos que dizem respeito à choupana. A jóia é de 10$000 sendo
região foi encarregado de demarcar o caminho. Todos os fundadores que a contribuição anual também é de 10$000 e devem ambas ser
trabalharam graciosamente. Com Fritz Haase, Hermann e Leopold pagas na ocasião da admissão como sócio.
Goll, Gustav e Helmut Schwabe foi aberto o picadão até os 915 Art. 4°. Da assembléia geral
metros de altitude. Em seguida foram elaborados e registrados os Em julho de cada ano haverá uma assembléia geral que versará
Estatutos, ficando o "Spitzkopf" como reserva ecológica, sendo sobre leitura de protocolos e prestação de contas do tesoureiro. De
proibida a caça. três em três anos haverá eleição para a renovação da diretoria. Podem
ser convocadas assembléias extraordinárias se houver motivo para tal
ESTATUTOS DO "SPITZKOPF-CLUB GARCIA" ou se dois terços dos sócios o exigirem. Comparecendo a estas
assembléias apenas a metade dos sócios, as mesmas serão válidas,
Art. 1°.Nome, fim e sede vencendo a maioria de votos exclusive a diretoria. Caso não se ache
Sob o nome de "Spitzkopf-Club Garcia", os abaixo assinados presente a metade dos sócios em tal assembléia, então os presentes
criaram uma sociedade em dezessete (17) de julho de mil novecentos sócios terão o direito de deliberarem sobre qualquer questão, depois
e vinte e sete (1927). O fim da sociedade é um fim ideal. Será aberto de decorrida uma hora. Assembléias a serem convocadas para
no morro acima, que tem uma altura de 915 metros, um picadão que deliberação de importância, devem das mesmas serem publicadas as
será conservado aberto e limpo. Em lugar apropriado será construída ordens do dia com quatorze dias de antecedência.
uma cabana para preservar os visitantes de intempéries, etc. Será Art. 5°. Da reserva
deste modo dado a particulares, sociedades e escolas a ocasião de Todo o território do morro "Spitzkopf" é considerado reservado,
apreciarem o belo panorama do dito morro "Spitzkopf". Os caminhos tratando-se no sentido de adquirir o mesmo. Todo e qualquer estrago
de subida ao mesmo são particulares. O dito Club tem a sua sede na que for feito nos melhoramentos efetuados no aludido morro serão
povoação do Garcia. severamente punidos.
Art. 2°. Da associação no Club Art. 6°. Da dissolução
Qualquer pessoa de conduta irrepreensível poderá tornar-se sócio A dissolução do Club só poderá ser feita se os meios existentes
do Club caso estiver em condições de satisfazer os seus compromissos forem empregados para fins equivalentes.
pecuniários com o mesmo. Sobre se deve ou não ser aceita uma
pessoa como sócio decidirá a diretoria em comum com os delegados. Garcia, 30 de abril de 1929
Art. 3°. Da administração
A diretoria compõe-se de um presidente, um secretário, um o presidente: Otto Huber
tesoureiro e um administrador, que devem liquidar os negócios O secretário: Rudolf Hollenweger
correntes. Além destes serão eleitos delegados na razão de um por O tesoureiro: Alfred Grossweiler
vinte ou fração e que nas assembléias têm o direito de darem o seu O ecônomo: Fritz Haase
parecer. A diretoria tem o direito de dispor até a quantia de cem mil O delegado: Paul Scheidemantel Junior.
réis. Decisões protocolares devem ser respeitadas. Qualquer decisão
por escrito da diretoria deve ser assinada pelo presidente, secretário e Registrado no Tabelionato Otto Abry de Blumenau no dia 30 de
tesoureiro. Os sócios terão a preferência em ocupar a cabana e isto abril de 1929. Registrado sob n? 1 no livro n? 3, no dia 8 de maio de
gratuitamente. As pessoas que não forem sócios pagarão a taxa de 1929, por Francisco da Cunha Silveira, Oficial do Registro Especial.
2$000 diários pelo alojamento na cabana, sendo que aqueles que não O "Spitzkopf-Club" além de atividade específica, o alpinismo,
pernoitarem no morro e não se alojarem na dita cabana pagarão uma também promovia noites de entretenimento. No dia 12 de maio de
diária de 1$000. Alunos acompanhados pelos respectivos professores 1928, no salão Hinkeldey, uma das noites contou com a participação
nada pagarão. Sócios e estranhos tem a obrigação de respeitarem os da banda Koester, Coral Masculino Garcia I, Orquestra de Cordas

Í84 185
Baumgart, couplets, solos de violino, cenas humorísticas e as peças Essa casa servirá ao mesmo tempo de abrigo para os demais
teatrais "O duelo dos americanos" e "A calça do noivado". Depois excursionistas. E feita de madeira forte, com telhado, coberta de
baile com a banda Koester. Os ingressos foram cobrados a razão de telhas. Contém 35 camas. Para pernoitar agrupamentos maiores,
1$500, em benefício do Club. Os associados trataram logo de entretanto, há lugar suficiente para o abrigo de 50 pessoas. Mediante
construir a cabana e no dia 25 de julho de 1928 estava pronta. uma insignificante contribuição a referida casa está também à
Construída nas proximidades do cume do "Spitzkopf" era bem visível disposição de pessoas, não sócios. Neste caso pode-se entender com a
desde a cidade de Blumenau. Na ocasião, o professor Rudolf diretoria do Club.
Hollenweger publicou no n? 45 do jornal a "Cidade de Blumenau" a Os alunos que vierem acompanhados pelos respectivos
seguinte nota: "Spitzkopf-Club Garcia - A fim de fomentar o nobre professores têm ENTRADA GRA TUIT A.
desporto alpino, tão desantendido nos últimos anos, se ha organizado A subida do pé do morro até o cume do mesmo, dura mais ou
recentemente, no Garcia, um Club, denominado "Spitzkopf-Club". menos 2 a 3 horas. As distâncias, a partir do edifício da Câmara
Sob os auspícios do referido Club, acabou de ser terminada, no correr Municipal são as seguintes: até a Empresa Industrial Garcia - 5 Km;
das últimas semanas, uma obra cujos fins, incontestavelmente, são de negócio de Sachtleben - 9 Km; até o fim da estrada de rodagem - 13
suma importância para a cidade de Blumenau e sua história local. Km.
Não sem sacrificar grandes esforços físicos, lhes foi denegado No dia 5 de agosto do corrente ano, terá lugar a inauguração das
aos nossos amigos da natureza, até agora, apreciar os magníficos obras do Club, que serão entregues aos interesses do público. É justo
panoramas de que dispõe tão prodigiosa a nossa natureza, ou de que nesta ocasião sejam lembrados os nomes dos fundadores, que
contemplar o aspecto imponente do sol nascente. Os excursionistas mais se destacaram para a realização desta bela obra: Rudolf
porém, que aliás não temiam fadigas, não poucas vezes estavam Hollenweger, João Iten, Otto Huber, Paul Scheidemantel e Alfred
sujeitos a câmbios bruscos do tempo, já sejam por chuvas repentinas, Grossweiler. É digno, que seja também mencionado o nome de Fritz
ou noites friorentas. Haase, que muito se empenhou para a execução das obras. Faço pois,
Graças aos esforços de alguns membros do Club, foram feitos votos vivos, que o exemplo deste Club estimule a criação de novos
ultimamente grandes melhoramentos e criadas novas facilidades de pontos de excursão de fácil acesso para todo o público. Rudolf
subir sem esforços o morro do "Spitzkopf". - Um caminho em ótimo Hollenweger".
estado, segue até o cimo do morro do "Spitzkopf', que a uma altura Quando veio a público que seria construída uma estrada de
de 915 metros se alça dominante, sobre os demais morros do litoral. acesso ao "Spitzkopf" inclusive uma cabana e fundado um Club,
Longe agora, dos limites do nosso município, se nos alarga a muitos menearam a cabeça, pois para tal iniciativa é necessário muito
vista. O nascer do sol, que apreciamos do cume deste morro, acima idealismo. A cabana e a estrada estavam concluídas no dia 25 de julho
das nuvens num azul etéreo, o mar reletante com navios, a serra altiva, de 1928 e foram entregues ao público no dia 5 de agosto do mesmo
os airosos vales, enfim, todas estas belezas sublimes, da nossa ano.
natureza riquíssima, se tormam um acontecimento, que Tudo funcionava a contento, entretanto no dia 17 de agosto de
profundamente se grava na alma. Será pois, necessário, repetirmos 1938, a diretoria recebeu correspondência do ecônomo dizendo que a
aqui novamente o nosso convite às escolas? Apenas? - Supomos, que picada foi limpa, porém os visitantes foram poucos e que acreditava
cada professor compreenderá, que dum mirante tão alto, o ensino de ser a febre amarela a responsável pela ocorrência. Outra
geografia se tornará mais produtivo, sem dúvida alguma, que a base correspondência interessante datada de IOde setembro de 1938,
dum mapa sem vida e aliás, os discípulos saberão conhecer e amar, dirigida ao presidente Johann Iten e que foi acompanhada de uma
todavia mais o seu TORRÃO NATAL. panela para fazer café, foi a carta de Bruno Hindlmayer na qual ele
Outra conveniência mais é a casa do Club, construída nas tece comentários sobre a panela de cobre para o "Spitzkopf-Club",
proximidades do cume do "Spitzkopf", bem visível desde a cidade de dizendo que apesar da mesma ser de cobre não havia perigo de
Blumenau. envenenamento por ser zincada por dentro e quando o zinco estiver

186 187
gasto é só mandar revestí-la novamente. Hindlmayer, brincalhão, diz até o "Spitzkopf", e para que isso se concretize é necessana a
ainda na carta que a panela é para água e café e não para colocar colaboração de todos. O ecônomo Fritz Haase se encarregará de todos
florzinhas. O presente de Hindlmayer cujo valor na época era de 60 a os trabalhos e os colaboradores que possibilitarem tal obra assinarão
70 mil réis, mereceu elogios e os agradecimentos da diretoria. seus nomes com honra. A colaboração será bem empregada, pois
Em 1938, os associados do "Spitzkopf-Club" resolveram como último morador ele terá interesse especial em que a obra seja
construir uma nova estrada ou seja uma auto-estrada. "O bem feita, para que todos apareçam sorridentes. Max Humpl" -
planejamento e as construções estavam nas mãos de Max Humpl. outubro/1938.
Depois de seis meses de árduos trabalhos, a estrada, até as imediações Na última página da pasta "Akt ueber Stiftung eines Autoweges
da Colônia Schleiff estava concluída. A uma altitude de 430 metros zum Spitzkopf", Humpl escreveu uma crônica sobre a obra realizada,
com 2.200 metros de extensão termina numa larga praça; entretanto, na qual ele comenta que depois que o "Spitzkopf-Club" com elevados
grandes rochas ainda necessitam de explosivos e muitas pedras custos, a partir da Colônia Schleiff, construiu uma nova estrada,
cortadas; três altos muros de 4 a 8 metros de comprimento e de 2 a 7 coordenada pelo ecônomo Fritz Haase, também o sopé da montanha
metros de altura devem ser construídos inclusive uma resistente desde Schadrack até a Colônia Schleiff deveria ser melhorado, ou
ponte, 8 canais de pedras e 52 canalizações de água. A estrada em então construída uma estrada para automóvel, pois este trecho é o pior
alguns pontos é bem larga, porém o alto custo na remoção de algumas de todos: no começo passava-se por grossos pinheiros, córregos nas
rochas, em alguns pontos a estrada fica bem mais estreita e os rochas, trechos cheios de mato, capoeira e cobras venenosas; a roça de
motoristas devem ser precavidos. A estrada tem 14 marcos de Labes cheia de mato, terreno acidentado e pedregoso com
sinalização com a inscrição "Ponto de Parada". Os motoristas devem desmoronamentos; em terras de Riedl, brejo e depois uma subida
parar nestes pontos até ouvirem o sinal de cima e buzinarem três abrupta quase impossível de subir, estreita e rochosa até a Colônia
vezes, o que significa "pista livre" para os motoristas e que em Humpl. Tudo isso deveria ser modificado, porém de onde tirar os
hipótese alguma deverão prosseguir sem os sinais citados. A obra meios? O "Spitzkopf-Club" não tinha meios, porquanto os seus
custou 3.800$000 de duros trabalhos e aos que colaboraram os associados não podiam ser mais solicitados a colaborar, pensou
melhores agradecimentos". Esta nota, foi amplamente divulgada pela Humpl, e resolveu recorrer à colaboração do blumenauense para a
imprensa local, na época. realização da obra. Grande foi o interesse de todos e a obra foi
Max Humpl, professor, músico e desenhista, elaborou na época iniciada. Os trechos mais difíceis foram os primeiros a serem
uma pasta com ilustrações a cores do "Spitzkopf" e de toda a estrutura superados. De outubro até o Natal, quatro homens em terras de Riedl,
do solo onde foi implantada a estrada. Constam também da pasta as venceram uma rocha e a escoraram com muro de pedras até seis
assinaturas e a importância doada de todos os que colaboraram para a metros de altura. A seguir a rota por terras de Humpl depois de ter
realização da obra. Humpl, anexou um balancete e também uma folha vencido o morro de Riedl que necessitou de muros e aterros. Depois
recibo onde constam as assinaturas dos que foram pagos pelos da cachoeira, um desmoronamento para o rio foi protegido por um
trabalhos realizados. Foram eles: Paul Labes, Eduard Boos, Arno muro, no qual os trabalhadores foram incansáveis na construção.
Labes, Leopold Goll, Josef Bucher, Oscar Stein, Gustav Schwabe, Comentou ainda a estrutura das rochas, as construções e os nomes dos
Gustav Mueller e Max Humpl. Na primeira página da pasta, Humpl trabalhadores que já foram citados na folha-recibo da pasta. Lamentou
escreveu: "O "Spitzkopf-Club" com muitas dificuldades construiu um que as explosões prometidas pela Câmara Municipal para outubro só
maravilhoso e cômodo caminho partindo da Colônia Humpl até o foram realizadas em julho, retardando a conclusão da obra. Grandes
cume do "Spitzkopf", entretanto, a parte mais difícil do acesso é trombas d'água ocorridas no novo ano ocasionaram prejuízos na
desde o sopé abrupto e o acidentado caminho de mato até a Colônia estrada no valor de 500$000. Somente em julho a estrada para
Humpl. Para que todos os amantes da natureza tenham a oportunidade pequenos automóveis ficou pronta e provavelmente mais tarde será
de escalar a mais bonita montanha da grande Blumenau deve ser alargada nos lugares estreitos. Humpl ainda desejou de coração que
construída uma boa estrada para automóvel desde o sopé da montanha todos subissem os 430 metros da montanha com alegria.

188 189
No dia 25 de julho de 1940, gestão de Johann Iten, foi instituído Schaeffer, os demais continuavam como associados, sendo acrescidos
o "Livro de Visitantes" em cujo termo de abertura constava o os nomes de Otto Laux, E. Bruck, Willi Nietsche, H. Augsburger,
seguinte: "Servirá este livro exclusivamente para lançar os nomes dos Cláudio Buechele, Adolf Sutter, Erich Steinbach, Helmut
visitantes, datas de chegada e saída, eventuais irregularidades Hacklaender, Bruno Buhr, Erich Karmann, Hans Kegel, Horst Kegel,
encontradas. Querendo notar a impressão que tenha no cimo a vista do Paul Frischknecht, Walter Gauche, Wofgang Landgraf, Erich
panorama magnífico e esplêndido das nossas plagas, lembre-se que Gaertner, Alberto Dietrichkeit, Walter Kaeser, Eitel Meyer, Max
não é favor, mas sim um dever absoluto exprimir a sua opinião em Altenburg, Wolfgang Schwers, Arno Probst, Hans Kleine, Artur Rabe
língua vernácula. Jr., Fritz Frischknecht, Walter Werner, Alex Schramm, Wilhelm
Este morro, em todos os mapas denominado "Spitzkopf" Berger, Paul Fritzche, Oswald Metzger, Werner Max Schelling.
(Cabeça Pontuda) é o ponto culminante destas plagas, e tem a altura Em 1948, o "Spitzkopf" pertencia a Leopold Zarling que residia
de 915 metros sobre o mar. Com grandes despesas e mesmo em Rio do Sul e Francisco Weber remeteu ao mesmo uma
sacrifícios pessoais foram construídos o picadão e a cabana, dando correspondência expondo a sua preocupação, pois a sede do
deste modo às escolas e à população em geral a ocasião de apreciarem "Spitzkopf-Club" por muitos anos funcionava no "Spitzkopf", Citou
o belo panorama desta zona. que o "Spitzkopf-Club" não era um clube de caça e sim turístico em
Foi fundado este Clube, conforme primeiro protocolo, em 17 de face das belezas naturais do "Spitzkopf", que estava com os Estatutos
julho de 1927 por: Rudolf Hollenweger, Otto Huber, Johan Iten, Paul registrados, e que tinham permissão dos proprietários anteriores para
Scheidemantel e Alfred Grossweiler. O fim é absolutamente ideal. fazer o que fosse melhor. Citou ainda que numa próxima reunião a ser
Aos alunos, uma hora de geografia prática no cimo do morro, vale realizada no Teatro "Carlos Gomes", o Club iria se reestruturar,
mais que dez na aula, e desperta melhor o amor à Pátria. O visistante providenciando a limpeza do caminho e reformas na casa. A carta
adulto, amigo da natureza jamais esquecerá o nascer esplêndido do datada de 30 de junho de 1948 foi respondida no dia 3 de julho,
Sol, desta altura, que é uma maravilha particular. Pede-se através de telegrama com o seguinte teor: Urgente - Francisco Weber
encarecidamente aos senhores visitantes PROTEGER A FAUNA E A Gerente Banco Nacional Comércio Blumenau - Resposta sua carta
FLORA desta região; a caça é, - no interesse público, - proibida. Cada trinta passado, podem continuar ocupando casa localizada
visitante é obrigado a obedecer as ordens do administrador. O "Spitzkopf" destinada prática turismo sua sociedade - Leopoldo
presidente, Johan Iten e secretário, RudolfHollenweger." Zarling"
Em 1941, eram associados do "Spitzkopf-Club": Otto Huber, Em assembléia geral realizada no dia 4 de julho de 1948, foi
Rudolf Hollenweger, Fritz Haase, Herbert Boehm, Johann Iten, Paul eleita nova diretoria que ficou assim constituída: Udo Schadrack,
Scheidemantel , Alfred Grossweiler, Paul Grossenbacher, Ernst presidente; Max Schelling, secretário; Francisco Weber, tesoureiro;
Nienstaedt, Dr. H. Pape, Erich Hasenclever, Franz Hoette, Max Paulo Scheidemantel, delegado e Fritz Haase, ecônomo. Nesta
Schelling, Paul Koch, Ralf Gross, Adolf Schmalz, Victorino Braga, assembléia também foram deliberados os seguintes assuntos: 1 - A
Alwin Haenisch, Franz Weber, Oswald Butzke, Hermann Hinkeldey, jóia para novos sócios seria de Cr$ 20,00 e a mensalidade para todos
Arnold Gauche, Herbert Willecke, Ewald Jansen, Franz Hering, Heinz os sócios seria de Cr$ 5,00 a partir de julho; 2 - Limpeza do caminho,
Schrader, Hermann Distei, Carl Franck, Felix Hauer, Roberto Baier, reparos necessários na cabana, cozinha, etc.; 3 - Organização de um
Frederico Kilian, Kurt Stoeterau, G. A. Koehler, Paul Meinecke, novo regulamento interno. Entretanto, o fato mais importante da
Rudolf Wuensch, E. Zimmermann, Hugo Socher, Ricardo Peiter, assembléia foi a atribuição de títulos de sócios honorários para Rudolf
Rudolf Schaeffer, Ulmer Laffront, Victor Krepski, Walter Meyer, Hollenweger, Johann Iten, Alfredo Grossweiler, Paulo Scheidemantel,
Willi Belz, Alfred Mietsch, Udo Schadrack, Horst Scheidemantel, Fritz Haase e posteriormente Rudolf Wuensch. Rudolf Holleweger ao
Werner Frillmann, Marcos Sachtleben, Felix Steinbach, Fritz Vetterle receber seu título de sócio honorário agradeceu, porém no dia 11 de
e Curt Probst. Em 1948, excetuando Otto Huber, Victorino Braga, julho de 1948, enviou carta para Weber, contestando a atribuição do
Alwin Haenish, Hermann Hinkeldey, Ricardo Peiter e Rudolf título de sócio honorário a Fritz Haase, dizendo que os fundadores do

190 191
"Spitzkopf-Club" eram cinco, e com a morte de Otto Huber, ficaram uso dela. Com os nossos agradecimentos e cordiais comprimentos -
quatro. Haase não foi fundador, foi admitido mais tarde para os mais "Spitzkopf-Club Garcia - Blumenau. asso Udo Schadrack".
diversos serviços, sendo sempre remunerado. Como não era possível Eleito presidente do "Spitzkopf-Club" em 1948, Udo Schadrack
voltar atrás nas decisões da diretoria, no caso de Fritz Haase, ele foi incansável na preservação da natureza do "Spitzkopf", o que foi
sugeria que atribuíssem um título de sócio honorário a Rudolf confirmado quando adquiriu no dia 13 de abril de 1950, o "Spitzkopf"
Wuensch que muito fez pelo clube, desde o início quando começou a com a área de um milhão de metros quadrados da Indústria e
propaganda. Hollenweger solicitou justiça, pedindo para apresentar a Comércio de Madeiras S. A., de Leopoldo Zarling, conforme registro
sua sugestão em reunião da diretoria que certamente aprovaria a no 1° Oficio de Registro de Imóveis de Blumenau, no Livro 3 V, sob
indicação. Hollenweger disse ainda, que tinha em seu poder várias n? 27.145.
atas antigas, a maior parte delas se referiam a intrigas e que seria o "Spitzkopf" fazia parte da concessão de terras, com área de
preferível que se passasse uma esponja sobre o assunto. Pouco depois, vinte e nove milhões de metros quadrados, de Lourenço Paschoal
RudolfWuensch recebeu o título de sócio honorário. (13/08/1948) Costa da Silva que o vendeu por 15$000, no dia 24 de maio de 1921,
Logo após a eleição da nova diretoria, Leopoldo Zarling foi para o argentino Dr. Raphael Calzada e sua esposa, residentes em
informado dos seus componentes, bem como do propósito em deixar Buenos Aires, conforme registro no 1° Oficio de Registro de Imóveis
tudo em dia, a casa, camas, instalação de água, etc. O caminho foi de Blumenau, no Livro 3 B, n? 14.198. A transação foi feita através
desimpedido de árvores caídas, barreiras e roçado. Foi solicitada na de procuração em nome de Victor Konder. Também constam no
carta uma autorização por escrito para proibir a caça, pois a época de Cartório do 1° Oficio de Registro de Imóveis de Blumenau, que no dia
proibição estava no fim. Weber comentou que quando for liberada a 11 de abril de 1940, no Livro 3 N, n° 14.637, a Sociedade de
caça, o "Spitzkopf" receberá mais visitantes, apesar da pouca caça, e Mineração Catarinense Ltda. arrematou o "Spitzkopf que pertencia
que entre estes, muitos só tem interesse em depredar o meio ambiente, ao Dr. Calzada e esposa, sendo intermediário na transação Otto
considerando ainda a possibilidade de se receber um tiro de chumbo Rohkohl. Cinco anos depois, ou seja no dia 19 de abril de 1945,
no traseiro. Weber disse que gostaria de futuramente falar com conforme Livro 3 R, n? 21.154, o "Spitzkopf foi adquirido pelo
Zarling e que Udo Schadrak é muito interessado no "Spitzkopf-Club", Sindicato Mineiro e Metalúrgico do Brasil S. A. e um ano depois, no
é vizinho de Zarling e tem uma casa no local. Weber comentou que o dia 4 de maio de 1946, pela Casa do Americano S. A., conforme Livro
interesse pelo clube era grande e que quando tudo estivesse em ordem 3 S, n? 22.372, quando foi adquirido pela firma de Leopoldo Zarling e
esperava que Zarling tivesse a oportunidade de apreciar o nascer do posteriormente por Udo Schadrack.
sol do "Spitzkopf'. Em reunião da diretoria de 13 de agosto de 1948, No livro do Centenário de Blumenau, página 351, Udo
foi autorizado ao ecônomo Fritz Haase fazer os necessários reparos na Schadrack escreveu: "As diversas instituições e sociedades que
cozinha e instalação de água. Nesta reunião foi resolvido também existem em Blumenau demonstram o interesse do povo blumenauense
solicitar o apoio da Empresa Garcia em doar para o "Spitzkopf-Club", por todos os setores da cultura. Não deverá faltar, igualmente, o
90 a 100 metros de fazenda para acolchoados. O pedido foi atendido e interesse pelo excursionismo, este saudável esporte, que, como
o "Spitzkopf-Club" enviou, na ocasião, uma carta de agradecimentos nenhum outro, une o útil ao agradável, treinando o corpo e ao mesmo
datada de 16 de setembro de 1948, ao Diretor da Empresa Industrial tempo que nos abre os olhos e eleva o espírito às belezas da natureza.
Garcia, Ernesto Stodieck Junior cujo texto é o seguinte: "Prezado Para tal fim o morro do "Spitzkopf", com aproximadamente mil
Senhor, - Com a presente temos o grande prazer de vir a sua presença metros de altura, e situado no meio da mais linda mata virgem
a fim de agradecer-lhe o bom auxílio que o amigo nos prestou com o catarinense, oferece uma oportunidade única". E mais adiante
fornecimento da fazenda para os colchões para a cabana "Spitzkopf". escreveu: " ...Quem hoje faz uma excursão ao morro do "Spitzkopf
Esperamos que, dentro em breve, a cabana esteja novamente em pousa confortavelmente na cabana, que possui vinte camas com bons
estado regular, e desde já e em qualquer época a mesma acha-se à acolchoados. Próximo à cabana, separada da mesma, encontra-se uma
disposição de V. S. e seus amigos, tão logo que o amigo queira fazer cozinha com um bom fogão, e além disto dispõe-se nessa altura de

192 193
800 metros da melhor água potável de Blumenau, que provém de uma resultou em longa carta de indignação e protesto que Shadrack
pequena nascente, a cem metros abaixo da cabana. Desce à nascente publicou pela imprensa local.
um cabo de aço, que leva o balde à fonte, e assim, comodamente, Em 28 de julho de 1979, "A Nação" de Blumenau publicou um
consegue-se suspender o precioso líquido. Quem encontra tudo isso artigo de autoria de Schadrack intitulado "ALARMA", no qual
ao seu dispor, no meio da mata virgem e numa altura de 800 metros, alertava sobre os sérios perigos a que está sujeito o bairro do Garcia,
talvez nem se lembre dos grandes sacrifícios que exigiu essa obra não em Blumenau, com a ocupação desordenada das encostas e o
só dos sócios fundadores do "Spitzkopf-Club", como também, e desmatamento desenfreado, principalmente nas nascentes do vale do
pricipalmente, dos homens abnegados e incansáveis que, com os Garcia. Teceu comentários sobre a formação geológica, em especial à
meios os mais primitivos, levantaram a cabana e demais instalações. vargem existente entre a Artex e o Rio Itajaí-Açú, bem como sobre a
Tudo foi carregado nas costas até aquela altura, por esses bravos e flora original ou seja as espécies apropriadas para a região árida e
prestativos colonos do vale do Garcia Alto, como tijolos, telhas, acidentada, e que pela formação das suas raízes, segura a terra nas
cimento, ferragens, acolchoados, etc., e toda a madeira, tábuas, encostas íngremes dos morros, evitando a erosão. Alertou sobre a
sarrafos, vigas, barrotes e esteios, foi serrada ali nas enconstas do total destruição do Garcia se a enxurrada de 1961 se repetisse.
morro, com a serra manual, aproveitando-se da melhor madeira Preocupado com o assunto, Schadrack propôs doar grande parte de
existente. Foi um trabalho enorme, insano, que, conforme já ficou sua propriedade no Garcia Alto (Ribeirão Caeté), com mata virgem
dito, nem por todos os excursionistas do morro do "Spitzkopf" é formada por abundante madeira de lei das mais valiosas espécies e
levado na devida consideração, principalmente por certos caçadores, por milhões de palmitos de todos os tamanhos, na condição "sine-qua-
que .fizeram alvo nas telhas de zinco, para experimentar a eficácia de non" de constituir a aceitação de tal doação o começo de fato da
suas armas. Não se podem aqui citar nomes de todos aqueles que implantação de um Parque Nacional na referida região. Comentou
contribuíram direta ou indiretamente para a conclusão de tão nobre ainda que as terras são áridas e impróprias para a lavoura bem como
como útil e belo trabalho, como sejam as instalações erguidas quase para urbanização, e que a devastação trará conseqüências funestas
no pico do "Spitzkopf', mas seria injusto o não aproveitar a sobre Blumenau, Brusque e adjacências. Schadrack justificou sua
oportunidade para ressaltar os grandes méritos do primeiro e único preocupação dizendo ainda que ..."preocupo-me com o nosso futuro,
zelador do clube, Senhor Fritz Haase, que, com dedicação, amor e por amor à minha alma, que considero imortal e que, na eternidade,
insuperável honestidade, contribuiu de maneira exemplar e única para não quero que Ela tenha que formar fila com os devastadores da nossa
a construção e conservação de tudo o que existe de instalações no terra".
morro do "Spitzkopf'. O cargo de zelador tornou-se-lhe honorífico, Udo Schadrack faleceu no dia 16 de dezembro de 1983 e estava
pois sua obra, que louva o mestre, dá prova de seu grande amor pela sendo velado, quando a grande enxurrada ocorrida na madrugada de
nobre causa. Uma excursão ao morro do "Spitzkopf' vale a pena, e 17 de dezembro arruinou a vida de centenas de famílias. A enxurrada,
todos os que ainda não tiveram a oportunidade de apreciar a natureza coincidência ou fatalidade, serviu para alertar a todos que ele estava
e o belíssimo e pitoresco panorama que nos oferece esse morro, não certo. O sonho de Schadrack em transformar a área do "Spitzkopf" em
devem privar-se por mais tempo dessas maravilhas." . Parque Nacional ainda não se concretizou a nível federal, porém a
Muitas' vezes a área era invadida por caçadores e extratores de nível municipal, data de 5 de junho de 1980, o decreto de Preservação
palmitos que depredavam o que Udo Schadrack com amor procurava Permanente da área sul do município de Blumenau, onde se localiza o
preservar. Apelou muitas vezes à justiça, polícia e autoridades "Spitzkopf", que freou em parte a devastação da área.
diversas, e quando "mataram um lindo veado mateiro que fazia parte UDO SCHADRACK - nasceu no dia 24 de março de 1910, em
de um grupo que fora amansado com paciência para repovoar a Blumenau, filho de Ferdinand e Marie Schadrack. Casado com Thecla
espécie na mata local", Schradrack levou o caçador clandestino à Kreutzfeld Schadrack, teve os filhos, Klaus Carlos, Hans e Felícitas.
justiça com todas as provas e a absolvição do infrator pelo juiz Conceituado homem de negócios esteve à testa de empreendimentos
importantes entre os quais a fundação em 1965 da fábrica de

194 195
ceifadeiras elétricas do Brasil sob a denominação de Indústria de Adolfo Kolping o idealizador da Obra Kolping nasceu em
Máquinas Udo Schadrack Ltda., atual Indústria de Máquinas Orlaf Kerpen, perto de Colônia-Alemanha, em 1813. Foi sapateiro até os 24
Otte Ltda. Fundou com os filhos a Comercial Schadrack Ltda. anos quando resolveu estudar para ser padre. O fato que o levou a
(Vorstadt Haus). Em 1957 com Ernesto Stodieck Jr., Paulo Fritzche e fundar a Obra Kolping em 6 de maio de 1849 foi o "surto de miséria e
Walter Stodieck, adquiriu a totalidade das ações da Moellmann a aplicação desumana da produção industrial emergente que forçou o
Comercial S. A., à qual presidiu até a sua morte. Ocupou a desemprego e a migração de milhares de jovens para as grandes
presidência da Casa Meyer S. A. de 1972 até o dia do seu cidades". A sua primeira associação começou com sete profissionais e
falecimento. atualmente está presente em 32 países com mais de trezentos mil
Entretanto, o que enaltece Udo Schadrack foi a sua participação associados. Adolfo Kolping faleceu em 1865 sendo beatificado em
nas atividades 'artísticas, sociais e culturais da Comunidade Roma em 1991 pelo Papa João Paulo II.
blumenauense, pois em 1927, já participara ativamente da Sociedade São símbolos da Obra Kolping a letra K, a bandeira e o hino
Teatral "Frohsinn", hoje 'Sociedade Dramático-Musical "Carlos Kolping, e suas cores o preto e o laranja. A Comunidade Kolping é
Gomes", em cuja orquestra participou sob a batuta de Geyer por administrada pela Assembléia Geral, Diretoria e Conselho Fiscal,
muitos anos como violinista. (Schadrack iniciou no Clube Musical). O existindo três categorias de sócios: efetivos, cooperadores e
seu amor à natureza fez com que se dedicasse intensamente em defesa honorários. Preside a Comunidade Kolping desde 1984, Antônio
da nossa fauna e flora, mantendo às próprias expensas um parque de Tillmann. A Casa Kolping Garcia está situada na Rua Espírito Santo
criação. s/n - Garcia.

A "COMUNIDADE KOLPING GARCIA" SOCIEDADE "CASA DA ESPERANÇA"

A iniciativa de implantar a Comunidade Kolping em Blumenau A "Casa da Esperança" foi fundada em 1979, inspirada na vida
partiu do padre Miguel Rosseto da Paróquia Santo Antônio do Garcia da fundadora da Congregação das Irmãs Canossianas, Madalena de
que a trouxe da regional do Rio do Sul (Padre Arsênio José Schmitz). Canossa, educadora, que se dedicou inteiramente à recuperação da
A Comunidade Kolping teve início em 1982, época em que foi menor abandonada durante sua vida e em seu tempo.
construída a Igreja de Santo Antônio, com a adesão de 25 a 30 Lideradas pela Madre Júlia da Ordem Canossiana, um grupo de
pessoas ligadas à Igreja sob a coordenação de Henrique Strithorst que pessoas concretizou a abertura da "Casa da Esperança" cuja
foi o primeiro presidente. Funcionou inicialmente na Casa Paroquial finalidade seria a formação integral de futuras mulheres. Implantada,
Santo Antônio e tem como data de fundação o dia 14 de março de a casa abrigou em caráter de semi-internato, quarenta meninas na
1982. Posteriormente foi construída a Casa Kolping com 2.384 metros faixa etária de seis a quatorze anos, provindas de ambientes sociais
quadrados ,de área edificada com recursos doados pelas Comunidades precários ou lares desajustados. A Comunidade acolheu a idéia e se
Kolping da Alemanha e Suíça. prontificou a assumir a responsabilidade de fornecer meios para o
A obra Kolping é um movimento social, popular e católico a sustento da Casa. São esteios da Sociedade "Casa da Esperança" os
serviço do trabalhador e sua família, sendo o seu lema: religião, Clubes de Serviço, as Associações Filantrópicas, a Prefeitura
trabalho, recreação, família, e sociedade. São objetivos da Obra Municipal, o povo e diversos voluntários.
Kolping - "a formação integral da pessoa e a transformação da No final do ano de 1988, as Irmãs Canossianas receberam ordem
sociedade." para se recolherem a sua sede no Estado de São Paulo. A então
A Casa Kolping é mantida com verbas próprias e convênio com diretora da "Casa da Esperança", Irmã Cecília Maringolo e a
a Prefeitura Municipal, oferecendo os seguintes serviços: amparo à superiora da Congregação, Madre Adele Pozzi, convocaram uma
mãe solteira, albergue para pessoas carentes, creche, clube de mães, reunião extraordinária com as pessoas diretamente envolvidas com a
clube de idosos, cursos pré-profissionais e profissionais. obra para exporem a situação, fazendo um apelo para que a Casa

196 197
continuasse com membros da própria Comunidade. Estiveram A Constituição da Sociedade "Casa da Esperança", está
presentes à reunião, o Padre Geraldo (Pároco da Igreja N. S. da registrada no Cartório Civil, Títulos e Documentos sob n? 494 - Livro
Glória), Dr. Antônio do Amaral e Silva (Juiz de Direito da Comarca A-9 - folhas 008 de 23 de fevereiro de 1989.
de Blumenau), Delfino Tomio (Presidente da Ação Social Paroquial), São objetivos da Sociedade "Casa da Esperança":
Dr. Mota, Ocinor de Pádua Campos e esposa, Santo Silveira e esposa - Desenvolver na criança, de nível sócio-econômico baixo os
e membros do Colégio Celso Ramos. Esgotados os apelos solicitando princípios básicos de uma moral e ética cristãs, no intuito de formar
a permanência das religiosas em Blumenau, Irmã Cecília solicitou a individualidades integradas intelectual, efetiva e espiritualmente.
formação de uma diretoria para administrar a "Casa da Esperança". - Preparar a criança para enfrentar a vida futura conscientizando-
Após várias reuniões, no dia 3 de janeiro de 1989, em Assembléia a de sua condição sócio-econômica.
Geral, realizada na sede da Ação Social Paroquial na Rua da Glória, - Propiciar à criança o convívio num ambiente social estruturado
888 no bairro do Garcia, foi fundada a Sociedade "Casa da capaz de promover o desenvolvimento adequado e servir de modelo
Esperança". Assumiu a presidência dos trabalhos por aclamação, Ieda para relações sociais futuras.
Bastiani Galliani, que convidou Dulce Olímpia Silveira para - Levar à criança a formação e desenvolvimento de hábitos de
secretariar os trabalhos. convivência social.
A Sociedade "Casa da Esperança" é uma obra educativa - Promover o desenvolvimento da capacidade criadora e
orientada por uma diretoria ativa. A primeira diretoria eleita integrou reflexiva, e incentivar a participação e expressão individual e pessoal.
os nomes de Santo Silveira - presidente, Bernard van der Meene - - Zelar pela escolaridade básica das meninas.
vice-presidente, Ocinor de Pádua Campos - secretário, Antônio - Levar a criança a um desempenho escolar satisfatório,
Tillmann - vice-secretário, Dilson Tomio - tesoureiro, Zulma Pimpão - promovendo-a intelectualmente.
vice-tesoureira e Ronaldo Baumgarten, Eulina Bento, Clélia Ribeiro - Levar a criança a uma conscientização da importãncia do
e
de Souza Bento José do Nascimento - membros do conselho fiscal. estudo e profissionalização como instrumentos de progresso pessoal.
- Levar a criança a ter um conhecimento mais amplo da estrutura
São considerados sócios fundadores: Dilson Tomio, Pedro
Staehlin, Ocinor de Pádua Campos, Carla Campos, Santo Silveira, social da cidade em que vive com vistas a uma abertura de
Dulce Silveira, Antônio Tillmann, Iraci Tillmannm, Ronaldo perspectivas e opções pessoais.
Baumgarten, Bernard van der Meene, Eliane van der Meene, Clélia - Dar à criança noções básicas a respeito do trabalho em certas
Ribeiro de Souza, Delfino Tomio, Zulma Pimpão, Maria da Glória profissões, incentivando-a ao ingresso futuro em cursos
Medeiros, Antônio do Amaral e Silva, Eulina Bento, Moacir Bosco profissionalizantes.
Galliani e Ieda Bastiani Galliani. - Auxiliar a família na orientação das meninas, tornando-a
A "Casa da Esperança" segue o calendário escolar, a fim de não consciente do seu papel primordial e insubstituível pela educação dos
assumir totalmente a responsabilidade da família na educação dos próprios filhos.
filhos. As crianças permanecem na "Casa" das 7 às 17:30 horas, - Desenvolver na criança hábitos sociais capazes de influenciar,
recebendo refeições e freqüentando a escola. As crianças são e até modificar condutas familiares.
divididas em três turmas de acordo com a idade e desenvolvimento - Auxiliar a criança a assumir os limites da própria família,
psicológico. Cada turma é atendida por uma pessoa que cumpre o despertando nela o espírito de crítica e reflexão a respeito dos seus
planejamento previsto. São funcionárias efetivas da "Casa da valores.
Esperança": Ieda Bastiani Galliani - administradora, Daniele Bené - Orientar a criança no intuito de poder, no futuro, distinguir e
Lahorgue - assistente social, Vânia Oliveira e Theodora Adélia França optar pelas suas oportunidades, a fim de formar famílias mais
- recreadoras, Maria Bigair Soares e Maria Alves Maçaneiro - ajustadas e felizes.
auxiliares de serviços gerais.

198 199
o GRANDE VALE DAS ITOUPAVAS Jensen e muitos outros eram revendedores da cerveja fabricada por
Hosang. Entre alguns particulares adeptos da cerveja encontramos o
"ITOUPAVA" em Tupí-Guaraní significa "corredeiras". O Dr. Francisco Volloton que tomava mais de duas garrafas por dia; o
bairro de Altona, começa no sopé do morro Boa Vista e o nome arquiteto Heinrich Krohberger, o Dr. Victorino de Paula Ramos e o
Altona provém dos moradores que vieram de Altona, ligada à cidade Dr. F. P. da Costa Moreira, uma garrafa por dia. O Dr. Wilhelm
de Hamburgo - Alemanha. O nome gradativamente foi desaparecendo, Eberhard era mais moderado, enquanto o Dr. Wigand Engelke
voltando o de Itoupava Seca, nome conhecido antes da chegada do adquiria em dezembro, para as festas de Natal, 32 garrafas. O escrivão
Doutor Blumenau. Gloeden comprava 6 garrafas por mês e a família do Doutor
Altona sediou nos primórdios da colonização as primeiras Blumenau consumia em 6 meses, 126 garrafas.
cervejarias de Blumenau. Em 1860, quando Blumenau contava com A cerveja fazia parte da vida do blumenauense desde os
mais ou menos 190 famílias, Heinrich Hosang, que imigrara em 1858, primórdios da Colônia. Em 1905, havia em B1umenau oito cervejarias
ativo e empreendedor, com prática de cervejeiro, instalou em Itoupava cujos proprietários comunicaram através do "Der Urwaldsbote" de 21
Seca nos fundos de sua residência a primeira fábrica de cerveja em de janeiro de 1905, que a partir de 1o de fevereiro do mesmo ano, a
Blumenau. O terremo em que construiu sua casa foi adquirido por garrafa de cerveja seria vendida por 240 réis à vista, porém nas
450$000 Rs. Como não tinha conhecimento do Regulamento da vendas a prazo, custaria 250 réis até três meses, daí em diante teria o
Colônia, que passara naquele ano para o Governo Imperial, Hosang, acréscimo de 12%.
requereu em 1867, os 12% de desconto a que tinha direito sobre o Foi no sopé do morro Boa Vista que Karl Rischbieter instalou a
preço do que pagara a mais. Heinrich Hosang, casado com Helena "Cervejaria Rischbieter" e um bonito bar. Karl Rischbieter chegou a
Brandes, teve cinco filhos; Elisa casada com Alwin Schrader, Otto Blumenau em 1861, e em companhia dos pais Ludwig e Charlotte, um
casado com Clara Odebrecht, Clara casada com o conde Von irmão e seis irmãs subiu o rio de canoa até a propriedade adquirida em
Westarb, Franz casado com Anna Maschke e Helena casada com Salto do Norte, na margem esquerda do rio Itajaí-Açú, defronte à
Hermann Schossland. Hosang faleceu aos sessenta anos de idade e atual ponte do Salto. Depois de doze anos de árduos trabalhos, Karl
dirigiu sua fábrica até 1888. Após o falecimento de Heinrich Hosang, foi para o Rio de Janeiro aprender a profissão de cervejeiro. Entre
a viúva e o filho Otto continuaram a fabricação até 1898, quando o 1875 e 1877, Karl instalou a sua primeira cervejaria em propriedade
filho Franz e o genro Hermann Schossland se associaram sob a razão de Karl Probst, propriedade que fazia frente com terras de August
social de Schossland & Hosang. A sociedade funcionou até 1906, Werner, adquirindo posteriormente de August Blomeyer a
quando Franz assumiu sozinho a direção da fábrica. Em 1923, por propriedade conhecida como dos Ebert, onde construíu sua fábrica,
motivo de doença, Franz vendeu a fábrica para a firma "Bock" de Neu menos o bar que só foi construído em 1907. Karl Rischbieter, casado
Breslau (atual Presidente Getúlio). As garrafas de cerveja fabricadas com Hedwig Clasen, filha de Heinrich e Augusta Clasen, tiveram os
na época eram fechadas com rolhas de cortiça e amarradas com um filhos Luiz casado com Olga Ebert, Madalena com Wilhelm
fio de barbante passado sobre a rolha e amarrado ao gargalo. Entre os Scheeffer, Elly com Hermann Maas, Emma com José Deeke, Agnes
rótulos usados nas garrafas da época e que custavam 300 réis a com Leopold Rabe, Frieda com Teóphilo Zadrozny e Heinrich casado
garrafa destacava-se a "Cerveja Victoria". com Helene Hacklãnder.
Um registro de vendas de 1888 a 1891, fornece dados Wilhelm, irmão de Karl Rischbieter, instalou-se desde 1866,
interessantes sobre os consumidores de cerveja na época. A Sociedade numa casinha alugada perto de uma grande figueira com fábrica de
de Atiradores que tinha como zelador Franz Lungershausen, consumia vinagre. A casinha era anteriormente um botequim de cachaça de
uma média de 22 garrafas por dia e o Hotel Holetz mais ou menos 300 nome "Waldschnepfe" (codorna do mato) e era ponto de encontro dos
. garrafas por mês. Os negociantes Reinhardt, Schrader, Probst, Sutter, primeiros moradores que subiam o rio de canoa ou pelas picadas de
Scheeffer, Gaertner, Hartmann, Stein, Wegener, Beyer, Fiedler, caçadores. Wilhelm mudou-se mais tarde para mais perto do centro e
Asseburg, Rabe, Schreiber, Paupitz, Kaestner, Hering, Engelke, a histórica casinha perto da figueira, alojou o sapateiro Ruehr por oito

íoo 201
anos. Na enchente de 1880, Ruehr foi salvo, das águas, de canoa Após quatro semanas Jennrich se restabeleceu e Persuhn emprestou-
quando a "Waldschnepfe" ficou submersa. A casinha, construída em lhe 600 milréis para comprar uma tina para fabricar cerveja. Persuhn,
1863, serviu ainda por alguns anos, a Steinert. além de ceder aprendizes para lavar garrafas, deu também para
O terreno nas adjacências da figueira era pantanoso e Karl Jennrich um terreno para construir o seu rancho de palmitos, coberto
Rischbieter providenciou o saneamento dos pântanos nas baixadas de de palha, para instalar a pequena fábrica. Jennrich vendeu sua
sua propriedade, contribuíndo assim para o melhoramento da hoje rua primeira cerveja num baile no salão Liesenberg de Itoupava Norte e
São Paulo que no trecho da rua Dr. Sappelt, imediações da praça Dr. que foi transportada numa bateira pelo rio por Jennrich e Persuhn.
Fritz Mueller e esquina com a rua Almirante Barroso era traçada Jennrich comprou o botequim de Daniel August Persuhn, pai de
sobre terreno pantanoso e carradas de pedras foram tragadas pelo Gustav Persuhn (alfaiate), ficando hospedado na casa de Persuhn até
pântano. Na propriedade que Karl Rischbieter adquiriu de Ferdinand o ano de 1873, quando construiu a sua casa e fábrica, mandando
Ebert, havia uma casa de enxaimel construída em 1860, que serviu de buscar seus pais em Wamow. Jennrich gostava de Blumenau,
morada aos Rischbieter até 1897, quando Karl construíu junto à velha conhecendo muito bem a sua história a ponto de mandar construir um
casa uma bela residência. Nas imediações da casa à direita, havia prédio onde reuniu lembranças, documentos, curiosidades, etc.,
uma pedreira de rocha vermelha explorada até 1910, que fornecia formando o "Museu Jennrich" de Itoupava Seca, alvo de atração dos
anualmente 200 a 300m3 de pedras. Também na construção da E. F. S. blumenauenses e principalmente de visitantes. Inteligente, Jennrich
3
C. em 1907, foram fornecidas pela pedreira mais ou menos 1000m de mandou pintar na entrada da cervejaria ao alto, em letras góticas:
pedras. Em 1913 a cervejaria foi adaptada à eletricidade e as marcas "Cervisiam bibunt homines .. Coetera animantia bibund ex fontibus".
"Bavaria", "Favorita" e a "Schwartzbier" eram fabricadas numa (Os homens bebem cerveja. Os outros animais bebem água).
média de 100.000 garrafas anuais. Rischbieter foi por longos anos A Cervejaria Jennrich foi durante anos o ponto de reuniões
presidente da Sociedade de Atiradores. alegres dos apreciadores de cerveja. Jennrich, preparou dentro da
Na época, era comum as pessoas se reunirem em redor de uma cervejaria um agradável local inclusive com mobília, enfeites com
mesa de "skat" ou de cerveja para conversar sobre assuntos chifres de veado e outros animais, jarros e canecos de barro e
relacionados com a Colônia, e numa dessas reuniões foi aventada a porcelana trabalhada com figuras e legendas sérias e brejeiras. A
possibilidade de escrever uma crônica sobre Altona. Destacaram-se na decoração imitava uma tradicional "Bierstube" de München. A
elaboração da "Crônica de Altona", Otto Jennrich, Gustav Persuhn cerveja de Jennrich era vendida sob os nomes de "Estrela", "Polar" e
.. Sênior, Theodor Lueders, Gustav Grassmann e Ernst Auerbach. Max
Humpl, professor, anotava os dados relacionados com a fundação de
"Kulmbach", preta em meias garrafas. A garrafa custava geralmente
400 réis.
Altona e Theodor Lueders juntava as fotos que possuía e as que ia No cinema instalado em Itoupava Seca por Adolf Schmalz, Hanz
reunindo. Era interesse imprimir a "Crônica" no "Der Urwaldsbote", Lorenz e Viktor Gaertner, o ingresso custava 1$200 réis com direito a
como o preço era elevado, Jennrich e Persuhn desistiram, contratando três garrafas de cerveja "Jennrich-Einfach", que eram bebidas na sala
o professor Max Humpl para escrevê-Ia e ilustrá-Ia por oito contos de de projeções.
réis. Jennrich colaborou com cinco e Persuhn com três. Jennrich, solteirão, andava quase sempre de tamancos, usando
Otto Jennrich, o maior entusiasta e interessado em perpetuar os sapatos só quando era obrigado. Comprava-os sempre com um ou dois
fatos ligados à fundação de Altona, nasceu no Barracão dos números maiores para não machucar os pés. Fumador de cachimbo,
Imigrantes. Morou com seus pais em Warnow até os 14 anos quando idealizou e construiu uma máquina de picar fumo que lhe decepou as
se empregou na cervejaria Hosang onde muito querido quase casou-se duas falanges do indicador direito. Era prestimoso e Itoupava Seca
com Clara, a filha da casa (Clara casou-se com o Conde Von deve a Jennrich muito do seu engrandecimento. Mais tarde, a
Westarb). Por motivo de doença, Jennrich foi despedido e voltava "Cervejaria Jennrich" passou para a responsabilidade da "Cervejaria
para a casa dos pais, quando Gustav Persuhn o recolheu em sua casa B1umenauense" de Schmalz & Thiede, sendo depois incorporada ao
providenciando para que fosse tratado pelo médico Dr. Volloton. patrimônio da "Antártica Paulista",

202 203
Além dessas cervejarias, funcionou por pouco tempo em números apresentados pelas crianças foram dirigidos por G. Fõll. As
Blumenau a "Cervejaria Schmidt". Sogro do Dr. Bonifácio da Cunha, senhoritas Hertel, Baumgarten e Senhora August Zittlow tocaram
Schmidt, o proprietário, era conhecido por "Sauerbieronkel" (tio da piano, sendo que a Senhora August Zittlow também apresentou solos.
cerveja azeda), e se localizava nas imediações da Casa Flesch. Karl Hertel dirigiu o coral da Sociedade de Canto "Germânia".
Na medida em que a "Comunidade Altonense" crescia, Quanto à cena humorística "Die zwei lustigen Matrosen" (Os dois
começaram as reuniões que formaram associações como as de canto, alegres marinheiros) de Otto Teich foi apresentada por August
teatro e música, que geralmente sob a direção do professor local que, Francke e Otto Jennrich. O quarteto humorístico "Studios Pfãndung
como todo professor alemão de antanho, era versado em literatura e (Studio sequestrado) de A. Samson foi apresentado por Richard
música. Parucker, August Francke, Otto Jennrich e Senhora Krueger. O
A primeira sociedade fundada em Altona (Itoupava Seca), foi "Quarteto" como outras associações da época, com o tempo
sem dúvida a "Freundschaftsverein" (Sociedade da Amizade) em emudeceram.
1864, que reorganizada em I? de maio de 1881, e outras vezes mais Desde 190 I, a cítara tinha seu lugar de destaque entre os
através dos anos, deu origem a atual Sociedade Recreativa e Esportiva intrumentos musicais, pois Emmy, a filha de Richard Parucker, tocava
Ipiranga. cítara e cantava tendo se apresentado no dia 23 de agosto de 1903, no
Dessas reuniões também surgiram outras sociedades e entre elas, Teatro "Frohsinn". A procura dos citaristas para abrilhantar grandes
uma "sui-generis", que por volta de 1900, marcou a vida social de eventos levou os membros a formar em 1921, a Sociedade de Cítaras
Altona, foi o clube "Fidele Brueder" (Irmãos Alegres), uma sociedade de Altona que em 1934, adotou o nome de "Sociedade de Cítaras
integrada de homens solteiros e que excluía automaticamente quem "Gut Klang" (Bom Som). Geralmente os concertos da Sociedade de
contraísse matrimônio. Essa sociedade promovia noites de Cítaras eram de caráter beneficente. Entre eles, em 13 de maio de
entretenimento principalmente em caráter beneficente. Colaborou na 1924, o concerto no Hotel Holetz em benefício do "Johannastift" e no
construção do monumento ao Doutor Blumenau, apresentando no dia dia 4 de julho de 1928, colaborou com a Comunidade Evangélica de
22 de setembro de 1900, no Teatro "Frohsinn", uma noite de Blumenau para a aquisição do órgão, apresentando no Teatro
entretenimento com um programa alegre no qual foram apresentados "Frohsinn" um concerto de alto gabarito com peças musicais de W.
números de piano, violino, cítara, trios e duetos humorísticos e ainda Boeck, Sebo Hang, W. Hauptmann, M. W. Kersten, I. Ivanovici,
um dueto medieval de costumes e para encerrar danças. O clube Blohm, F. V. Suppé, Ernst Spindler e B. P. Godinho. Participou em 7
também promoveu no salão de Nikolaus Jensen, no dia 18 de agosto de julho de 1934, da festa em homenagem aos vinte anos do Coral
de 1901, uma noite em benefício da Igreja de Itoupava. A Masculino "Eintracht" de Itoupava Seca. No dia 21 de setembro de
programação diversificada 'contou ainda com acompanhamento ao 1935, a Sociedade de Cítaras "Gut Klang" festejou seu primeiro
piano por Graupner. A banda de Graupner também animou toda a aniversário com um grande concerto de cítaras, seguido da peça
programação inclusive o baile. As noites de entretenimento se teatral com canto, sapateado, e música de cítara, em dois atos, "Der
sucederam por muitos anos até a Primeira Guerra Mundial, quando Schõnste Tag". Em seguida foi apresentada a grande festa alpina com
emudeceram. dança. Na época, o quarteto de cítaras era integrado por Adam
Na mesma época também foi formado o "Das Altoner Cremer, que organizou a festa, Tilly Kuehne, Frieda Bonnemassou e
Quartett" (O Quarteto de Altona), integrado por Otto Jennrich, Ernst Wassermann. No dia 30 de março de 1985, o citarista Max
Richard Parucker, August Francke e Senhora Krueger. Para angariar Demmleitner, apresentou-se no Museu .da Família Colonial de
fundos para a Igreja Evangélica, no dia 15 de novembro de 1902, o Blumenau na mostra de documentos e noite de autógrafos do 10
Quarteto apresentou às 8 horas no Teatro "Frohsinn" uma Encontro Estadual de Arquivos, Museus e Entidades de Preservação
programação selecionada. Sob a batuta de Hermann Ruediger foram de Bens Culturais de Santa Catarina.
apresentados números musicais e canto coral a cargo da Sociedade de Em 1912, chegou a Blumenau o professor Max Humpl, que após
Canto "Harmonie". O quarteto musical foi dirigido por A. Finster. Os viajar pela Hansa e vizinhanças, voltou para Blumenau para atuar

204 205
como professor na Escola de Altona (atual "Machado de Assis"). nas imediações a apresentar canções alemãs a quatro vozes. Este coral
Humpl, além de tocar violino, piano e órgão era também pintor, e foi regido por muitos anos pela Senhorita Martha Ehrmann que
quando foi inaugurada a ponte do Salto em 24 de abril de 1913, também foi a responsável pelas belíssimas apresentações. Depois da
Humpl presenteou Vidal Ramos com uma tela pintada representando Senhora Clebsch que também se dedicou dois anos ao coral misto, o
a ponte, sendo premiado com uma taça de champagne. Com esses coral infantil foi regido por Eugen Seelbach até 1964, e quando
predicados, Humpl integrou-se à Comunidade Altonense, sendo Seelbach se afastou, o coral emudeceu. Erwin Knaesel, atual regente
convidado para todas as festividades, e foi no aniversário do Otto do Coral Misto de Itoupava Seca, que cantou sob a batuta de
Jennrich em junho de 1914, festejado no "Wolffsschlucht", que os Seelbach, em 1965, formou um novo coral que começou com seis
presentes tomaram conhecimento através de um telegrama do integrantes, atualmente está com mais de cinqüenta. O ano de 1985,
assassinato em Serajevo do herdeiro do trono da Áustria e de sua marca a Comunidade Evangélica de Itoupava Seca com o encontro de
esposa, origem da Primeira Guerra Mundial. Moradores de Blumenau corais e os vinte anos de regência de Erwin Knaesel. De 1961 a 1965,
se prontificaram a servir a velha Pátria, porém foram barrados em funcionou também em Itoupava Seca o Coral Feminino regido por
Florianópolis, o que foi providencial, evitando assim, que Blumenau Anni Hartmann.
ficasse desprotegida e à mercê dos fanáticos do planalto serrano. Nos anos de 1929 e 1930, os presépios vivos de Natal que eram
Apesar da guerra, os altonenses se reuniram no Hotel Francke para montados desde o início da colonização foram reativados sob a
alegres noitadas, onde canções entoadas a quatro vozes reuniam responsabilidade do Pastor e esposa que com a colaboração da
Hermann John, Hermann Sander, Viktor Gaertner, Pelzmann, Adolph Comunidade se encarregaram de montá-los. Do texto constavam as
Schmalz e outros. Cabe a Max Humpl a reativação do Coral velhas e belas canções de Natal que eram acompanhadas de violino
Masculino "Eintracht" de Altona, no dia 8 de julho de 1914, por uma integrante do Club Musical. Tudo foi realizado às expensas
sociedade que funcionou por mais de 25 anos. da Comunidade de Altona. Na mesma época, Brusque e Pomerode
O Coral misto de Altona foi fundado em 1928, como coral de também reativaram seus presépios.
Igreja. Max Humpl e Luiz Probst, com a participação da diretoria da Funciona até os dias atuais em Itoupava Seca, a Tipografia
Comunidade Evangélica de Altona, convidaram senhoras e Baumgarten fundada por Hermano Baumgarten e seus filhos,
cavalheiros para participarem do coral e também da primeira reunião remanescente da Tipografia que editou o primeiro jornal de
que seria realizada no Teutônia no dia 10 de junho de 1928. A Blumenau, o "B1umenauer Zeitung", redigido em alemão.
primeira apresentação foi no lançamento da pedra fundamental da Hermann Baumgarten, que quando garoto, viu sua casa e oficina
Igreja da Cruz no dia 29 de julho de 1928, em terras doadas para a invadidas pelas tropas federalistas em 1892, e o jornal do seu pai
Comunidade Evangélica pelos herdeiros de Carl e Pauline Liesenberg. empastelado, nasceu no dia 24 de julho de 1886, em Blumenau, filho
A falta de um templo de oração fez com que o primeiro culto de Hermann Baumgarten Sênior que em 12 de dezembro de 1879,
evangélico de Altona fosse celebrado na "Escola Particular de participou da comissão que iria levantar fundos para adquirir o
Altona", atual "Machado de Assis". Para a inauguração da primeira material necessário para instalar a primeira tipografia e editar o
Igreja de Altona, a Igreja da Cruz, em agosto de 1929, Max Humpl primeiro jornal de Blumenau com o nome de "Blumenauer Zeitung",
viajou até Matador para visitar o negociante Smarovsky e examinar o que começou a circular em 1o de janeiro de 1881. O jornal redigido
harmônio adquirido para a Igreja da Cruz, que foi inaugurada no dia em alemão, durante a Primeira Guerra Mundial foi substituído pela
15 de setembro de 1929, com canto e órgão, porém o primeiro "Gazeta Blumenauense" redigido em português. Após o conflito, o
concerto do coral foi apresentado no Teutônia no dia 29 de setembro jornal voltou como "Blumenauer Zeitung" em idioma alemão, porém
de 1928. Com O decorrer dos anos, principalmente durante as duas por força da nacionalização em 2 de dezembro de 1938, deixou de
Guerras Mundiais, alguns integrantes faleceram e a outros faltou circular. Hermann Baumgarten Sênior faleceu no dia 6 de fevereiro de
ânimo para continuar, entretanto, alguns anos depois foi formado o 1908, e era casado com Marie Deeke, filha de Friedrich Deeke. Dos
Coral Infantil da Igreja de Altona e que talvez tenha sido o primeiro

206 207
cinco filhos do casal os rapazes iniciaram na arte tipográfica, porém entretanto, o nome está ligado a uma das maiores indústrias de
somente Julius e Hermann se dedicaram ao jornal. Blumenau, a Electro Aço Altona S. A.
Desde criança os cinco filhos do casal Hermann Baumgarten Em Itoupava Norte, a primeira sociedade foi fundada no dia 27
Sênior e Marie estudaram música: Alfred (violino), Lina (cítara), de outubro de 1875, com o nome de "Tbalia". Mudou o nome para
Hermann (trompete), Julius (violino) e Frieda (violino). Hermann, "Frohsinn" e posteriormente para "Einigkeit" (União), voltando
apesar das atividades na Tipografia, começou a estudar música aos 14 novamente ao nome de "Frohsinn", porém o nome "Thalia" continuou
anos de idade tendo como professores Hermann Ruediger e Ernst com o grupo teatral que funcionava anexo à Sociedade de Canto
Bernhardt. Hermann que tocava trompete participou do Conjunto "Frobsinn" e teve longa duração, pois apresentou no salão de
Musical Lyra de Ernst Bernhardt e também do Club Musical. Por Richard Holetz, no dia 22 de fevereiro de 1908, às 8:30 horas, com
volta de 1903, houve desentendimentos no Club Musical e os ingressos a 1$000 réis, a tragicomédia de Fr. Claus, "Der
dissidentes formaram a Bandinha "Freiheit" (Liberdade). Hermann Wuncherer" .
Baumgarten também participou da "Banda Werner" integrada por No velho livro de protocolo da Sociedade de Canto "Frohsinn"
Gustav Wemer, Oswald Werner, Ernst Kaestner, Otto Kaestner, Otto depara-se com várias anotações para o bom funcionamento da
Werner, Eugen Krepski, August Werner, August Werner Júnior, sociedade, entre elas que os associados que sem justificativa se
Richard Schneider, Ernst Haupt, Ermínio Moser, Hermann Schneider afastassem da sociedade não cumprindo suas obrigações, seriam
e Wilhelm Schneider, e foi a banda em que atuou por mais tempo. desligados, e os que perturbassem a ordem perderiam seus direitos e
Alguns anos mais tarde Hermann Baumgarten passou a tocar no também o de associado, e que a sociedade não seria desfeita enquanto
conjunto musical que tocava na Igreja da Cruz e que tinha entre seus tivesse quatro sócios ativos. Interessante são as anotações sobre o
componentes, Heinrich Otte (trombone), Raul Ziegler (baixo), Wague movimento financeiro da sociedade na qual a contribuição de 500 réis
(trombone), e outros. Após os sessenta anos de idade Hermann era trimestral, a jóia para sócios ativos 1$000 réis e para os passivos
Baumgarten passou a tocar trompa, e aos 98 anos comentava as 2$000 réis. Também consta do registro que numa festa de aniversário
viagens de carroça e a cavalo alegrando a todos com suas exibições da sociedade foi paga a importância de 15$000 réis para a
musrcais. "Musikkapelle Lingner". Nessa festa, todo convidado para participar
Em outubro de 1928, formou-se em Altona o "Altona Futebol pagaria 1$000 réis, e todo o sócio solteiro ou convidado solteiro só
Club" que registrou seus Estatutos como "Sport Club Altonense" no poderia levar uma dama. Quanto a admissão de novo associado era
dia 16 de janeiro de 1937 no L-A, fls. 49 (Cartório Getúlio Vieira interessante, pois se aprovada era saudada pelo presidente com o
Braga). Da primeira diretoria faziam parte Leopold Olinger, Jacob tilintar de uma sineta e o novo associado deveria pagar meia dúzia de
Mafezzolli, José da Silva Porto, João T. Pereira e Hercílio Gracher. cerveja. A sociedade também instituiu uma multa de 200 réis para
Jacob Mafezzolli era o treinador. O "Sport Club Altonense" todo cantor que não comparecesse aos ensaios. A sociedade era tão
funcionava onde hoje está localizada a "Cristais Hering". Mais tarde o bem estruturada que no dia 2 de setembro de 1886, publicou no "Der
treinador Jacob Mafezzolli integrou-se a equipe do América Futebol Urwaldsbote" o convite para a assembléia geral que seria realizada no
Clube, de Itoupava Norte, participando inclusive da diretoria. dia 18 de setembro no salão de L. Wegner. No dia 28 de outubro de
Enquanto nos salões de Francke, Pershun Irmãos, Wuerges e 1900, a Sociedade de Canto "Frohsinn" sediou a grande festa de
outros se promoviam concertos, teatro, e outras atrações, no dia 15 de cantores para a qual foram convidadas as sociedades de canto
agosto de 1932, aterrissava em Blumenau-Altona, nas terras de Germânia e Harmonie de Blumenau, Coral Masculino do Garcia,
Boettger, o primeiro avião que fazia vôos panorâmicos sobre a cidade, Coral Misto de Weissbach, Ribeirão da Cana, Indaial, Wamow,
cobrando dez milréis por pessoa. Timbó, Itoupava, Encano do Norte, Tatutiba, e Vale do Selke. Otto
Atualmente, a Itoupava Seca não é mais lembrada como Altona, Jennrich, foi o "Bummelprãsident" e a sua cervejaria serviu de
que no dialeto hambuguês significa perto demais - "all-zu-nah", "podium" para as apresentações. Karl Lingner que festejou seu
jubileu de prata como dirigente da Sociedade de Canto "Frohsinn",

208 209
dirigiu o grande coral que cantou "Deutschland ueber alIes". Já os 27 Apesar de sociedades culturais emudecerem com a
anos de fundação da Sociedade de Canto "Frohsinn", que foram nacionalização, novas sociedades surgiram, principalmente na década
festejados no dia 25 de outubro de 1902, incluiu na programação uma de cinqüenta. Em Itoupava Norte foram fundadas: A Sociedade
reunião de associados na sede da sociedade às 3 horas da tarde e Esportiva Caça e Tiro Itoupava Norte, no dia 2 de junho de 1952.
marcha até a Sociedade de Canto Teutônia, onde a programação deu Sem sede própria realizava suas atividades no salão de Harry Baehr
continuidade. À noite, foram apresentados números de canto coral até 1955, quando passou para o salão Barth, enquanto os "stands"
masculino, solos (tenor) com acompanhamento musical. A bonita para o tiro estavam em terras de Otto Mordhorst. Em 1958, construiu
canção "Edelweiss" foi apresentada por rapazes com duas flautas e a sede e os "stands" em terreno de sua propriedade. A primeira
um pistão. Foram também apresentados solos humorísticos com diretoria era integrada por Leopoldo Wachholz, Roland Hadlich,
acompanhamento musical e no final baile. Com uma noite com Harold Sutter, José Pereira, Egon Sievert, lngo Puff e Waldemar
números de pistão, flautas, coral masculino, duetos e solos MuelIer.
humorísticos a Sociedade de Canto "Frohsinn" se apresentou no dia O Clube de Caça e Tiro "TeU", fundado no dia 24 de agosto de
14 de março de 1903 no salão de Nikolaus Jensen e em 1904, por 1952, realizava suas atividades no salão de Max Krueger. Em 1960,
ocasião da inauguração da sede do Teutônia, a Sociedade de Canto adquiriu o terreno onde construiu sua sede social. Formaram a
"Frohsinn", sob a direção de Carl Hertel apresentou a peça teatral de primeira diretoria, Alfonso Pfuetzenreiter, Hermann Walz, Max
Friedrich von Schiller "Die Glocke" (O sino) que foi o ponto alto da Krueger, Paulo Paupitz, Erich Hertel e Ernst Jehle. Os participantes
festa. Numa apresentação em Indaial no salão de Arnold Lueders, no da primeira diretoria, inc1uíndo Max Scheidemantel, Bruno Keller,
dia 10 de fevereiro de 1907, quando foram apresentadas as peças Oswaldo Teske, Hermann Chicatto, Erich Luerdes, Orlando Klein,
teatrais "O fotógrafo em apuros" e "O fantasma de Grauenburg", esta Gustav GolI, Walter Reinold e Júlio Paupitz, foram os fundadores da
última em cinco atos de Heinrich Houben, o grupo teatral da sociedade.
Sociedade de Canto "Frohsinn", aparece como Sociedade Teatral A Sociedade Esportiva e Recreativa Nova Esperança, foi
Thalia. A Sociedade de Canto "Frohsinn" era filiada ao Sãngerbund fundada no dia 15 de maio de 1956, por Egbert Gebien, Amoldo Carl,
Itajahytal. Hugo Carl, Domingos Gusana, Felix Michel, Laura Carl, Ironquino
As duas Guerras Mundiais foram as principais responsáveis pelo Miranda, Valdemar Gebien, lrineu Carl, Romeu Carl, Alfonso Senz,
desaparecimento de inúmeras sociedades culturais no Vale do Itajaí. Amoldo Carl Júnior, Henrique Peschke, Frederico Rache Harold
Algumas apesar de bem estruturadas e até com Estatutos registrados, Guache e Fritz Krutzch.
tiveram efêmera duração, como o "Grêmio Musical de Itoupava A Sociedade Recreativa IOde Janeiro de Itoupava Norte, foi
Norte" que em 23 de dezembro de 1911, publicou seus Estatutos fundada no dia 27 de março de 1958, por Hartsrid Mordhorst, Sandor
assinados por Gustav Kirsten Junior, Erich Jacobsen, Oscar Kirsten, Lippel, Walter Jens, João Cordeiro, Bernardo Reich, Arnoldo Barth e
Max Schoenau, Leopold Kirsten, Hermann Kirsten e Carl Lange. O Harry Reich. O salão de Arnold Barth serviu de sede até 1974, quando
"Gesangverein Theodor Kõrner", que festejou a inauguração da sua foi construída a sede própria.
bandeira no dia 28 de agosto de 1915, também teve curta duração. Em 8 de fevereiro de 1945, foi fundada, em Itoupava Norte, a
Antes, da contrução das pontes sobre o rio Itajaí-Açú, o elo Sociedade "Duque de Caxias", para promover "o futebol, festinhas
cultural com Itoupava Norte era feito de canoa e o Cine Mogk era um diversas para melhor aproximação moral e cultural de seus
marco cultural, pois constantemente servia de palco para associados". Os Estatutos foram registrados em 14 de março de 1945,
entretenimentos onde além de peças teatrais, sempre muito no Cartório Otto Abry e assinados por Harry Passold, Frederico
prestigiadas, eram apresentados concertos, cinema, espetáculos de Bieging, Erich Knaesel, Afonso Celso Naffin, Edgar Guindani,
prestidigitação e outras promoções. Até bem pouco tempo, o Cine Roland Puff, Eugenio Pawlowsky e Sebastião Pereira.
Mogk funcionou mantendo a tradição, lamentavelmente foi Nas demais localidades do Grande Vale das Itoupavas,
desativado. funcionam em Tatutiba I a "Schuetzenverein Itoupavazinha",

<
210 211
fundada em 4 de agosto de 1907, que em 1927, publicou seus
Estatutos. Participaram da então diretoria, Erich Jacobsen, Oskar de Otto e Nikolaus Jensen. As apresentações eram freqüentes e
Dickmann, Carl Tiedt e Otto Stein. Interrompeu suas atividades variadas e o bom gosto se fazia presente, comprovação que poderá ser
durante as duas Guerras Mundiais, voltando em 29 de julho de 1949, feita através de algumas promoções. A Associação Ginástica
com o nome de Clube de Caça e Tiro Itoupavazinha, com a diretoria Blumenau, apresentava grandes noites de entretenimento (15/7/1904),
integrada por Leopoldo Kruzsch, Norberto Zimmermann e Ernesto e a Associação Ginástica de Encano apresentava números de ginástica
Wellwock. Funcionou no salão Boehirnger até 1965, quando cenas humorísticas e pantomimas (5/5/1917). Também promoviam
adquiriram o imóvel dos herdeiros Boehirnger, reformando toda a apresentações beneficentes desde o início do século, e as peças
sede em 1971. Funciona ainda em Tatutiba I, a Sociedade Esportiva teatrais em um ato, "Greve dos Servidores" e G. Roeder e "Como três
e Recreativa Cruzeiro fundada em 26 de dezembro de 1963. Da músicos pagaram suas bebedeiras" de G. A. Gorner, foram
primeira diretoria participaram Arno Fritzke, Carlos Lehn, Alfredo apresentadas em benefício do Hospital Evangélico (4/11/ 1916). Em
Esemann, Udo Keunecke, Arthur Jantz e Rudi Fritzke. Após benefício da construção da casa do Pastor de Itoupava foi realizada
adquirirem um terreno construíram um galpão provisório e na uma grande apresentação no dia II de junho de 1921, com o seguinte
primeira festa homenagearam os sócios mais antigos, entre eles, programa: I - abertura pelo coral que interpretou "Não esqueça a
Alwin Schwanke, Helmuth Schwanke, Wilhelm Goldacker, língua alemã"; 2 - peça teatral "Feltro e Palha"; 3 - "Seja Feliz
Guilherme Jensen, Hercílio Deeke, Augusto Voigt, Frederico Ewald, Pequena Estrada", "Roseira" e "Mocidade", canções pelos corais; 4 -
Hermano Fritzke e Johann Fritzke. peça teatral "Uma Arca Fiel"; 5 - "Patinadores de Baviera" e 6 -
O "Schuetzenverein Caroline Strasse", foi fundado no dia 20 Grande Baile. Para auxiliar os flagelados do inverno na Alemanha,
de novembro de 1927. Inicialmente reuniam-se no salão de Emil Tonn promoveram a "Noite de Risos" (24/11/37). Os irmãos Heinz e Karl
e a partir de 1936, no salão de Alwin Kasulke, bem maior. Em 1927, Geyer, apresentaram grande concerto, encerrando com baile
realizaram o primeiro desfile, ocasião em que os festejos foram (15/5/1921). A Sociedade "Gustav Adolf", homenageou o Centenário
abrilhantados pela "Musikkapelle Freiheit". Durante a Segunda da Independência do Brasil no salão Jensen (7/9/1922).
Guerra Mundial encerraram suas atividades, voltando em 30 de Em 30 de julho de 1931, a Sociedade Desportiva Itoupava
setembro de 1948, com vinte e um associados, quando elegeram a Central, publicou seus Estatutos com os seguintes objetivos: a)
diretoria integrada por Heinz Carl, Erwin Mahnke, Otto Schulz (que Cultivar o esporte nas suas várias modalidades, como incentivo ao
foi tesoureiro durante 34 anos) e Wilhelm Goldacker. desenvolvimento da cultura física e do espírito desportivo dos seus
Na Itoupava Baixa, a sociedade que reúne a Comunidade para o associados; b) Tratar em geral, do que diz respeito à vida social do
tiro ao alvo, futebol de campo, futebol de salão, voleibol, basquete, lugar da sua sede, procurando desenvolvê-la de acordo com as
bailes e outras atividades é a Sociedade Recreativa Esportiva Nova possibilidades. Os Estatutos foram assinados pela diretoria integrada
Aurora, fundada no dia IOde maio de 1962, e que teve sua origem no por Walter Otte, Curt Klein e WiIly Hisching. A sociedade inaugurou
futebol de campo que era realizado no terreno de Baltazar Fischer, no dia 30 de agosto de 1931, o seu campo com partidas de futebol
que mais tarde o vendeu para a sociedade construir sua sede. Com os entre o América F. C.; Blumenauense F. C.; Vitória F. C. e
integrantes .da primeira diretoria, Curt Krieger, Max Goldacker, Tamandaré F. C. para disputar taça.
Guilherme Scharf, Edwin Buerger, Elmo Wilhelm e Felipe Pasold e O Esporte Clube Progresso que publicou seus Estatutos no dia
ainda, Alfredo Bemmer, José Schmidt, Ingo Pasold, Etelvino 20 de dezembro de 1944, foi fundado no dia 15 de março de 1944, na
Wilhelm, Wigand Reiter, Paulo Rosenberger, Ivo Sasse, Silo casa de Frederico Pagel. Os objetivos da sociedade, segundo os
Goldacker, Irineu Duwe e Rainério Fischer, foi fundada a sociedade. Estatutos, é a prática do futebol em caráter arnadorista e concorrer
Em Itoupava Central, os primeiros moradores formaram corais, para o desenvolvimento físico, intelectual e moral. E regido pelo
grupos de ginástica, teatro, futebol, sociedades de tiro ao alvo, etc. Regulamento Interno e pelos Estatutos da Liga Blumenauense de
Reuniam-se em salões e locais improvisados, geralmente nos salões Desportos e pelo Decreto-Lei Federal n° 3.199 de 14 de abril de 1941.

,
212
213
Assinaram os Estatutos, Erich Belz, Alex Knaesel, Gerhard Hardt, Ineichen, Herbert Flohr, Roland Draeger, Helmut Gaulke, Frederico
Frederico Pagel, Luiz Beck e Alex Steen. Carl Neto, Friedrich Karl Kemmelmeier, Maria Kemmelmeier, Alette
Funciona, também ativamente, em Itoupava Central o Clube de Luebke, Asta Luebke, Gerhard Wachholz, Judite Mueller, Christa
Caça e Tiro Concórdia, fundado com o nome de "Schuetzenverein Krueger, Isa Liesenberg, Valmira Hertel, Emília Hertel, Angela
Eintracht", no dia 1o de maio de 1899. Apesar da primeira festa de Danker, Elia Fritzke, Elfi Pagelkopf, Helmtraud Voigt, Hannelore
Atiradores ter sido realizada no dia 29 de abril de 1899, e esta data Strelow, Curt Knaesel, Edeltraud Roesel e Julleanda Schwarzer.
conste na bandeira, a data oficial da fundação é 1o de maio de 1899, O Centro Cultural dos Trabalhadores Rurais de Blumenau,
conforme registro em livro de atas. Entre os fundadores constam os segundo Alberto Liesenberg, presidente do Centro, "é uma herança
nomes de Jonas Vogel, Emil Mahnke, Albert Goldacker, Wilhelm cultural dos antepassados que eram muito fiéis às tradições e à vida
Lemke e Albert Gaulke, tendo ainda como associados, agricultores e cultural".
empregados da Companhia Jensen. A sua primeira bandeira foi Para a fundação do Centro Cultural foi divulgado no quadro de
adquirida em 1900. As atividades sociais funcionavam no salão da Avisos um Edital de Convocação datado de 15 de agosto de 1984. O
Casa Comercial Jensen, e todos os eventos da Comunidade eram edital continha a seguinte Ordem do Dia: I - fundação do Centro
realizados nas dependências do mesmo. Como as demais sociedades, Cultural dos Trabalhadores Rurais de Blumenau; II - discussão e
foi desativada durante a Primeira Guerra, em 1918, voltando em 1919. votação dos Estatutos Sociais; III - eleição e posse da primeira
Em 1938, mudou o nome para Sociedade de Atiradores Concórdia. Os diretoria. A fundação do Centro Cultural dos Trabalhadores Rurais de
associados reuniam-se em assembléia geral duas vezes por ano, onde Blumenau foi aprovada por unanimidade. Também os Estatutos com
eram resolvidos todos os assuntos da sociedade. Atualmente realiza cinco Capítulos e vinte e dois artigos foram aprovados por
duas festas de tiro por ano, sendo uma durante os festejos de unanimidade, e o extrato dos mesmos foi publicado no Diário Oficial
Pentecostes com o tiro ao alvo e pássaro, e outra em novembro com do Estado de Santa Catarina n° 12.599 de 30 de novembro de 1984,
"Kraenzchen". O interessante nessa sociedade era o ritual do voto página 22.
secreto onde os associados reunidos em assembléia geral decidiam
sobre a admissão de novos sócios, usando feijões pretos e brancos, CENTRO CULTURAL DOS TRABALHADORES
sendo que os votos positivos eram os brancos e os pretos os negativos. RURAIS DE BLUMENAU
O sócio admitido devia pagar a metade da jóia no ato e o restante a
prazo, estipulado pela diretoria. Durante a Segunda Guerra Mundial, Extrato dos Estatutos do Centro Cultural dos Trabalhadores
as atividades foram proibidas e para evitar que a documentação e a Rurais de Blumenau.
bandeira da sociedade sofressem depredação, durante a Denominação: CENTRO CULTURAL DOS TRABALHA-
nacionalização, o presidente da sociedade, na época, Erich DORES RURAIS DE BLUMENAU, fundado em 6 de outubro de
Liesenberg, as levou de madrugada e as escondeu em casa de parentes 1984. Entidade sem fins lucrativos com sede e foro na cidade de
no interior de Itoupava. Reativou suas atividades depois da Segunda Blumenau. Fins: Proporcionar aos seus associados e familiares
Guerra Mundial, e em 1977, no VI Encontro Blumenauense de atividades sociais, recreativas, culturais e desportivas. Administração:
Atiradoresrealizada no Clube de Caça e Tiro Velha Central sagrou-se A sociedade será administrada por uma diretoria executiva e
como equipe vi ce-campeã do torneio. fiscalizada por um conselho fiscal. Os componentes da diretoria e do
A mais recente sociedade fundada em Itoupava Central é o conselho fiscal serão eleitos por um mandato de dois anos.
Centro Cultural dos Trabalhadores Rurais de B1umenau, no dia 6 Admitindo-se a recondução, em ambos os casos através da eleição
de outubro de 1984, tendo por sede social o Sindicato dos direta e secreta entre os associados quites com a tesouraria da
Trabalhadores Rurais de Blumenau. Foram fundadores: Alberto sociedade. A diretoria é composta por um presidente, vice-presidente,
Liesenberg, Carlos Roesel, Helga Knaesel, Ricardo Hertel, Harry secretário e tesoureiro e o conselho fiscal é constituído por três
Klitzke, Werner Gruenke, Bruno Georg, Wigand Baumann, Gerhard membros associados. Dissolução: A duração da sociedade é por prazo

214 215
indeterminado podendo ser dissolvida somente pela Assembléia Geral o nome de Sociedade de Atiradores de Itoupava, e após a Segunda
integrada pela maioria absoluta dos sócios, mediante a deliberação de Guerra Mundial de Clube de Caça e Tiro Ribeirão Itoupava.
dois terços dos associados presentes e convocada especialmente para Funciona ainda em Ribeirão Itoupava, a Sociedade Recreativa e
este fim. Responsabilidade: Os associados não respondem pelas Esportiva Alvorada, fundada no dia 3 de julho de 1955. As
obrigações da sociedade. Patrimônio: Bens móveis e imóveis que a atividades sociais realizavam-se no salão Krueger até 1959 quando a
sociedade venha a adquirir e que no caso de dissolução reverterá para sociedade construiu sua sede em terreno adquirido de Gerhard
outra sociedade congênere ou uma entidade de assistência social a ser Krueger, inaugurando-a em 1968, com torneio de tiro e boião.
indicada pela Assembléia que a dissolver. Blumenau, 20 de novembro Fundaram a sociedade, Erich Beck, Jeans Krueger, Harold Hackbarth,
de 1984. Alberto Liesenberg, presidente e Helga Knaesel, secretária." Hermann Zingel, Wigold Beck, Erich Otto, Herbert Starke, Alwin
A primeira diretoria ficou assim constituída: Alberto Liesenberg, Setter, Arnold Adam, Curt Knaesel, Erico Gieseler e Rudibert Michel.
presidente; Curt Knaesel, vice-presidente; Helga Knaesel, secretária; Em Itoupava Alta, a primeira sociedade fundada foi o
Ricardo Hertel, tesoureiro; conselho fiscal: Bruno Georg, Carlos "Schuetzenverein Itoupava Alto", no dia IOde maio de 1894. Como
Roesel e Hannelore Strelow. Esta novel associação mostra que o todos os "Schuetzenvereine" da época sofreu as conseqüências das
blumenauense continua e continuará por gerações afora a perpetuar duas Guerras Mundiais. Reformulou seus Estatutos em 1920, com a
seus costumes e tradições. O Centro Cultural dos Trabalhadores diretoria integrada por Gustav Knaesel, Francisco Brueckheimer e
Rurais de Blumenau é a única associação cultural a funcionar dentro Wilhelm Sievert e, em 1938, com Henrique Koprowski, Martin
de um Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Santa Catarina. O Jensen, Rudolf Manske, Guilherme Pollnow, Carlos Roesel, Arthur
Sindicato de Trabalhadores Rurais de Blumenau possui uma bonita e Meyer e Max Fisher. Inaugurou sua bandeira no dia 20 de novembro
ampla sede de alvenaria construída pelos associados. de 1938, com grandes festejos no salão de Carl Jensen Primo. Foi
Funcionam em Itoupava Central, o Coral Misto e o Coral do fechada durante nove anos, reiniciando suas atividades em 15 de maio
Centro Cultural dos Trabalhadores Rurais de Blumenau. O Coral de 1950, com o nome de Sociedade Esportiva e Recreativa
Misto que também se apresenta nos cultos da Igreja do Salvador, Itoupava Alto. Em 1960, construíram sua sede. A sociedade festeja
inaugurou sua bandeira no dia IOde dezembro de 1935, na grande em janeiro, "rei do pássaro"; em abril, "rei do boião"; em junho, "rei
festa de cantores. A OASE, entre outras atividades promove festas de do tiro ao alvo" e em setembro "rainha do boião".
Natal, com rifas, teatro de bonecos e outras atrações. A Sociedade Recreativa Esportiva Liberdade de Rio Bonito
Em Ribeirão Itoupava, funciona um dos "Schuetzenvereine" (Itoupava Alta), foi fundada no dia 24 de maio de 1964, no salão
mais antigos de Blumenau. Apesar.das sociedades da época abrigarem Behling. Da primeira diretoria constam os nomes de Alfred Behling,
em suas dependências uma seção de canto e teatro, o Arnoldo Steinbach, Osmar Steinbach, Norberto Behling, Adolfo
"Schuetzenverein Itoupava", localizado defronte ao Campo de Behling, WilIybald Witte, Gustav Eichstaedl e Arno Hausmann.
Aviação "Quero-Quero", limitou-se às atividades sociais e Funciona desde 1965 no salão Eichstaedt.
desportivas, destacando-se o boião, "skat" e tiro, preservando as Vila Itoupava. Com a emancipação do distrito de
tradições. Fundaram a sociedade no dia 10 de julho de 1877, Georg Massaranduba, do município de Blumenau, em dezembro de 1948,
Mordhorst,' Wilhelm Jenichen, Wilhelm Borchardt, Gustav Bichele, Itoupava Rega Baixa, hoje Vila Itoupava, passou a ser a sede do
Gustav Henschel, Claus Steep e Otto Stein. Antes da inauguração da distrito de Vila Itoupava. Como em todo o Vale do Itajaí, a
sede em 1898, as atividades sociais e desportivas eram realizadas na Comunidade de Vila Itoupava, também fundou suas sociedades, e,
casa de Heinz Jensen, passando depois para a casa de Rechenberg. A uma das mais antigas foi fundada em 1896, com o nome de
sede foi construída em estilo enxaimel, após a reforma conserva "Schuetzenverein Harmonie", que inaugurou sua sede em 23 de
apenas a fachada. Reformulou seus Estatutos em 29 de janeiro de junho de 1935, com grandes festejos. Em 3 de janeiro de 1943, o
1939, e os registrou no Tabelionato Abry em 27 de abril de 1939, com "Schuetzenverein Harmonie" uniu-se à Sociedade Recreativa
Desportiva Cruzeiro do Sul, que funcionava no Hotel Hinsching,

216 217
formando em IOde outubro de 1948, a Sociedade Recreativa primeiros Estatutos no dia 29 de janeiro de 1924, no livro 1, fls. 63 V,
Desportiva Serrinha. Registraram seus Estatutos no dia 25 de junho no Cartório Getúlio Vieira Braga. A sociedade revisou seus Estatutos
de 1954, no L-A-6, fls, 212 V - Cartório Getúlio Vieira Braga, em 16 de maio de 1929; em 9 de setembro de 1972 e em 16 de agosto
Blumenau. Quando os Estatutos foram publicados a sociedade era de 1973.
dirigida por Mário Manske - presidente, Helmut Danker - vice- Integraram a primeira diretoria da sociedade, Max Wulf -
presidente, Arno Kardauke - 1° secretário, Edgar Gruetzmacher - 2° presidente; Max Haufe - secretário e Carl Bauer - tesoureiro. Após
secretário, Alfred Ziehlsdorf - 1° tesoureiro e Willy Hadlich - 2° Max Wulf, atuaram na presidência: Heinrich Feldmann Filho, Arthur
tesoureiro. Com a Segunda Guerra Mundial, as atividades foram Meyer, Emílio Manke, Guilherme Giese, Claus Feldmann, José
suspensas e a reabertura aconteceu com Emílio Jurk, Gustavo Deschamps, Josef Wõrner, Arthur Zimdars, Harry Voigt, Humberto
Cardoso, Arno F. Ulrich, -August Bauer, Rudolf Rutzen, WilIy Franz, Carl Heinz Conrad e desde 1975, Helmut Danker.
Hadlich, Gustav Mueller, August Richter e Germano Hein Júnior. Após uma década de serviços prestados no Hospital Misericórdia
Além do tiro ao alvo a sociedade oferece aos associados o boIão, de Massaranduba, em 1930, pela sua competência e dedicação, o Dr.
futebol de campo e o "skat", sendo que este último é muito praticado Hoess foi convidado para trabalhar no Hospital Santa Isabel de
levando a sociedade a participar de torneios estaduais, nacionais e Blumenau pela Irmã Aluysianis, superiora do Hospital.
internacionais. Ao deixar suas funções no Hospital de Massaranduba, o Dr.
A Sociedade Recreativa Esportiva Serrinha de Vila Itoupava não Hoess foi homenageado com um jantar de despedida ao qual
se restringe à festas de atiradores, futebol, bailes e outros compareceram mais de 250 pessoas, inclusive de outras localidades
entretenimentos recreativos e desportivos, pois filiada à Liga Cultural por ele atendidas entre elas, Testo Rega, Itoupava Alta, Itoupava
e Recreativa do Vale do Itajaí, sediou no dia 15 de maio de 1960, a Central, Itoupava Rega, Braço do Serafim, Luiz Alves e outras.
Grande Festa de Cantores promovida pela Liga. Os festejos Nos primeiros anos de trabalho no Hospital Santa Isabel, o Dr.
começaram às 7:30 horas da manhã com a concentração das Hoess foi auxiliado por Irmãs-enfermeiras e em seguida pelo Dr.
sociedades filiadas em frente da firma Com. Ind. Manzke Ltda. Às 8 Paulo Mayerle que foi seu médico assistente nas cirurgias.
horas teve início o desfile festivo para a sede social da S. R. D. O Dr. Hoess aposentou-se em 1951 e foi residir em Vila
Serrinha onde se realizaram todos os atos referentes aos festivais de Itoupava. Médico de renome, sua aposentadoria não impedia de
Canto realizados no Vale do Itajaí e que foram encerrados com um auxiliar aos que necessitassem dos seus serviços profissionais,
grande baile. A sociedade abre espaço em sua sede para outras salvando em certa ocasião uma moça que estava sendo submetida à
apresentações artísticas, culturais e esportivas. intervenção cirúrgica pelo Dr. Camargo Rocha no Hospital de Vila
Em 8 de dezembro de 1921, chegou a Blumenau, convidado para Itoupava.
atender os enfermos de Massaranduba, o Dr. Alfred Hoess, natural de No dia 9 de dezembro de 1959, em sessão solene, a Câmara
Mergenhofen - Áustria, estabelecendo-se em Itoupava Rega Baixa, Municipal de Blumenau, pela lei n? 911 de 7 de novembro de 1959,
hoje Vila Itoupava. Improvisou uma clínica em sua residência, além conferiu o título de "Cidadão Blumenauense" ao Dr. Alfred Hoess,
de viajar aos mais distantes locais em cansativas viagens, cavalgando sendo orador na ocasião o Dr. Mário Manzke, que nasceu sob a
de dia e de' noite, até que elementos representativos da Comunidade assistência do homenageado. A Irmã Aluysianis recebeu título
local, entre eles, Max Wulf, comerciante e industrial, Max Haufe, idêntico na mesma data, sendo orador o Dr. Wilson Gomes Santhiago,
farmacêutico e vereador, Heinrich Feldmann Sênior, Emílio Manke, médico oftalmologista do Hospital Santa Isabel. O Dr. Hoess também
Carl Bauer, Franz Zimdars, Erwin Manzke, Frederico Kilian e outros foi homenageado pelo Governo Municipal com a denominação, em
resolveram constituir a Sociedade Beneficente Misericórdia de Vila Itoupava, de uma área ajardinada, de "Praça Dr. Alfredo Hoess".
Massaranduba. A administração foi entregue ao Dr. Hoess que se Substituíram o Dr. Hoess, no decorrer dos anos, no Hospital
empenhou com entusiasmo pela construção e bom funcionamento do Misericórdia, os médicos: Weber, Mueller, Álvaro Batalha, Renato
hospital. A "Sociedade Beneficente Misericórdia" registrou seus Walter, Harald Karmann, Benedito de Camargo Rocha e Frederico

218 219
Strassburger. Com o Dr. Frederico Strassburger, em 1966, o hospital A "Casa São José" de Vila Itoupava, começou a funcionar com o
começou a ser reformado e ampliado com novas construções, com o Irmão Albrecht em 1963, na propriedade adquirida do Dr. Alfred
apoio da Comunidade e do Deputado Aldo Pereira de Andrade. Hoess. Em 1967, teve início o tratamento hidroterápico com o Irmão
AtuaImente o hospital conta com 36 leitos, em 21 quartos com Damiano, formado na Alemanha, já falecido. Após 1975, foi
banheiro privativo, um quarto com 4 camas, cinco apartamentos e construída a casa para internamentos e em 1979, a casa para
dois apartamentos para isolamento. Possui aparelhagem completa para tratamentos.
um Hospital Geral, gerador de energia elétria de emergência e uma A hidroterapia aplicada é baseada no método do pároco
lavanderia toda mecanizada. O hospital funciona com dois médicos, o Sebastião Kneipp, e consta de estimulação natural através da água, ar
Dr. Frederico Strassburger e o Dr. Celso Setter, uma enfermeira chefe puro, clima, calor e frio. O tratamento, conforme exames médicos
e vinte funcionários. incluem massagens gerais específicas e subaquáticas; banhos
Funciona no hospital, o Posto de Saúde (estadual). medicinais específicos, gerais e parciais, frios e quentes; duchas e
Na propriedade que pertenceu ao Dr. Hoess, funciona atualmente jatos; aplicações específicas de Kneipp, térmicas e elétricas; ginástica,
a "Casa São José" de Vila Itoupava. piscina e sauna. O tratamento tem a duração de duas a três semanas e
A "Casa São José" de Vila Itoupava foi fundada em 14 de está a cargo de Irmãos com curso de especialização de três anos na
novembro de 1963, pelo Irmão Berardus da Congregação dos Irmãos Alemanha, sendo um, especialista no método Kneipp. Trabalham
Franciscanos da Santa Cruz que tem sua sede em Hausen Wied - ainda na "Casa São José" de Vila Itoupava, cinco massagistas, num
Alemanha. A Congregação fundada pelo Irmão Thiago Wirth (1830 - total de dezesseis funcionários.
1871), natural da Alemanha, obteve, com mais alguns colaboradores, A "Casa São José" dispõe de 13 apartamentos e 6 quartos
do bispo diocesano de Treves, benção e aprovação da Igreja para simples com banheiros e ar condicionado. Atualmente dirigem a
funcionar como caritativa, estendendo suas atividades à Itália, "Casa São José", os Irmãos Cesário, Rigoberto e Reinhardt. É de
Holanda, América do Norte e Brasil. Utilidade Pública Federal pelo Decreto Lei n" 82474, publicado no D.
O Ato Constitutivo de fundação da "Casa São José" de Vila U. em 24 de outubro de 1978. É sanatório hidroterápico e estação de
Itoupava foi registrado no Cartório Getúlio V. Braga no dia 25 de repouso, atraindo pacientes até do exterior.
janeiro de 1967, e os Estatutos, elaborados em IOde janeiro de 1968, Destaca-se em Vila Itoupava a Fábrica de Bordados e Cadarços
no dia 25 de janeiro de 1968, no L-A-7; folhas 116, do mesmo HACO, a maior no gênero da América Latina. Fundada por Max
Cartório. Haufe, em março de 1931 foi adquirida por Heinrich Conrad que
Segundo os Estatutos, a "Casa São José" de Vila Itoupava - "é faleceu em 1960, sendo atualmente dirigida pelo filho Carl H. Conrado
uma sociedade de direito civil de caráter religioso, beneficente, Em maio de 1979, os empregados da fábrica se reuniram fundando a
cultural e educativa, visando tratamento ambulante de enfermos e Associação Recreativa Desportiva e Cultural dos Empregados da
educação de meninos pobres e órfãos". É filiada à Charitas G. m. b. "HACO", que promove festas esportivas e sociais.
H. com sede em Cochem-Ebernach, Alemanha, organização de direito O espaço para funcionar a Intendência de Vila Itoupava ficou
civil dos Irmãos Franciscanos de Santa Cruz. Consta ainda dos disponível com a inauguração do G. E. "Pedro Cristiano Feddersen",
Estatutos' que a - "Sociedade é dirigida por uma diretoria não no dia 21 de agosto de 1954, com a presença do Governador do
remunerada composta de um Superior, um Secretário e um Estado e Prefeito Municipal de Blumenau Hercílio Deeke.
Ecônomo", indicados pelo Superior Geral da Congregação ou de seu Atualmente o Grupo Escolar funciona como C. E. "Pedro Cristiano
substituto legal. A Sociedade não visa lucros e as rendas oriundas das Feddersen" abrigando o Pré, 1° e Il" graus. A primeira diretora foi
atividades agrícolas, festas populares, pagamentos por serviços Edith Kormann.
assistenciais, auxílios, donativos, subvenções particulares e públicas Nos mais distantes locais do distrito de Vila Itoupava, os
são incorporadas ao patrimônio. moradores se reuniram fundando associações, sendo os
"Schuetzenvereine" as mais importantes.

220 221
Em 1898, reuniram-se em Itoupava Rega Alta, Johann Zimdars, Hermann Krause, Herique Hertel, Carlos Sãuberlich, Emílio
Franz Zimdars, Otto Manske, Albert Trapp, Albert Ziehlsdorf, Albert Krishanski, Alfredo Kleine, Wigand Zimdars, Harry Oechsler, Arno
Jantz, Otto Jantz, Hermann Falk, Wilhelm Flohe, Friedrich Gueths, Klabunde, Egon Kardauke, Fritz P. Techentin e Martin Fritzke.
Julius Manske, Karl Oldenburg, Otto Falk e outros para fundarem o Promovem festas de Atiradores e boIão. Gustavo Jurk preside a
"Schuetzenverein Oberer Itoupava Rega". Na casa de Johann sociedade por vários anos, bem como Victor Klabunde é capitão
Zimdars foi realizada a 1a Festa de Atiradores e posteriormente na muitos anos.
casa de Franz, filho de Johann até 1917, quando as atividades foram Na casa de José B. Deschamps, reuniram-se no dia 31 de janeiro
paralisadas, voltando em 1926 com a diretoria integrada por Albert de 1959, uma média de 94 pessoas interessadas em fundar a
Ziehlsdorf, Fritz Manske, Otto Manske e Franz Strube. Em 1939, com Sociedade Esportiva e Recreativa Primavera. Após definidos os
a nacionalização, adotou o nome de Sociedade de Tiro Ipiranga. Foi objetivos da sociedade foi eleita a diretoria integrada por Frederico
fechada em 1942, e reaberta em 1947 com o nome de Clube de Caça Manske, Helmuth Knaesel, Harri Voigt, Helio M. de Souza, Hermann
e Tiro Itoupava Rega, com a diretoria integrada por Arthur Zimdars, Hein Jr. e Martin Volles. Fundada em janeiro, em setembro do mesmo
Alwin Manske, Wilhelm Modro e Erwino Rusch. Os bailes e festas de ano foi realizada a primeira festa de Atiradores. Em janeiro de 1960
atiradores continuam a ser realizados no salão construído por Arthur foi festejada a inauguração da bandeira da sociedade com torneio de
Zimdars em 1950. Arthur Zimdars, foi presidente do clube durante 20 boIão. Funciona num prédio de enxaimel, que apesar de adquirido
anos. Em 1967, foi eleito presidente Harri Gueths, porém a partir de pelo Prefeito Renato Vianna em troca de um lugar mais amplo, voltou
1979, Arthur Zimdars é presidente. Em 19 de janeiro de 1963, para a sociedade através do Prefeito Dalto dos Reis. Quando sem
inauguraram a moderna cancha de boIão com duas pistas. sede, a sociedade funcionava na Sociedade Recreativa Desportiva
O "Schuetzenverein Einigkeit" foi fundado em 1920. Funciona Serrinha.
no salão construído por Paulo Kunze, mais de quarenta anos. Como as A formação de sociedades continua, pois em 12 de maio de
demais associações da época, durante a Segunda Guerra Mundial 1977, foi fundado o Clube de Caça e Tiro "XV de novembro",
paralisou suas atividades, retornando em 1950, quando registrou seus localizado em Ribeirão Sarmento no distrito de Vila Itoupava.
Estatutos com o nome de Clube de Caça e Tiro União, Paulo Kunze, Funciona com sede própria de alvenaria.
Max Ruediger, August Zinke, Harry Oechsler, Emil Kunze, Gustav Para abrilhantar os festejos e bailes de Vila Itoupava, funcionam
Moegel, Jorge Klabunde, Richard Kulpas, Erich Stein e Gustav as bandas "Os Vilanenses", "Alegria" e "1° de Maio".
Ruediger, são considerados os sócios mais antigos. A Banda "Alegria" foi fundada em 1948, por Fernando
No dia 26 de outubro de 1952, Braço do Sul fundou sua Neuenfeldt que toca bandônion e é também o dirigente. Felix Pasold e
sociedade com o nome de Sociedade Recreativa Desportiva Braço Gustav Ziehlsdorf. Posteriormente, a banda foi acrescida do
do Sul, onde praticavam tiro ao alvo e boIão. Fundaram a sociedade, saxofonista Alex Buerger, tendo ainda, no trombone Curt Klitzke, na
Erwin Alsleben, Erich Klabunde, Martin Klabunde, Arthur Hertel, tuba Heraldo Linck, Siegfrid Buerger no acordeon, Reinaldo
Harry Oechsler, Albert Zeplin, Edmundo Dettmer, Willy Dettmer, Gruetzmacher na bateria e Raul Doeringer no saxofone. A banda
Norbert Dettmer, Carl Richter, Alfred Daugs, Mário Manske, Arthur gravou dois discos: "Festa das Bandinhas" e "Debaixo das
Fritzke, August Bauer e Albert Luebke. Realizam três festas anuais Palmeiras".
acompanhadas de baile. A Banda "10 de Maio" foi fundada no dia 27 de agosto de
A mais distante sociedade do grande Vale das Itoupavas, está 1968, por Lauro Manzke que tocava acordeon, Walmiro Manzke no
localizada à Rua 13 de Maio, no distrito de Vila Itoupava. Foi bandônion, Waldemar Manzke na bateria e Orlando Klitzke na
fundada no dia 13 de maio de 1960, com o nome de Sociedade c1arineta. Inicialmente o grupo funcionou como "jazz". Com o tempo,
Recreativa Esportiva "13 de Maio", por Adolf Krauss, Siegfried Waldemar Manzke se viu só no conjunto o que fez com que reunisse
Jans, Egon Eichstaedt, Erich Stein, Ricardo Krutzsch, Gustavo Jurk, nove elementos para compor a sua nova banda. Com Waldemar
Erico Rutsatz, Arthur Fritzke, Victor Klabunde, Herbert Trapp, Manzke atuam Reinwald Trapp como 1° pistão, Nilo Jantz 2° pistão,

221 223
Ivo Baier que toca órgão e acordeon, Ivo Jantz no sax-alto, Alcides Werner Siegfried Cremer S. A., tendo como Diretor-presidente Alwin
KJitzke no trombone, Lauro Jantz no sax-tenor, Romeu Borchardt no Schrader, Vice-presidente Max Victor Hering, Diretor-gerente
contrabaixo, Amildo Kopch na guitarra e o fundador Waldemar Werner Siegfried Cremer e Diretor-contador João Schwuchow, sendo
Manzke na bateria. a primeira no gênero em toda a América Latina.
A Banda "Os Vilanenses" foi fundada no dia 26 de outubro de Adquiriram o primeiro terreno com a área de 1.927 metros
1974, por Valdemar Dix, Udo Ueckert, Amo Ueckert, Alcido quadrados com um prédio de dois pavimentos e um sótão, perfazendo
Milbratz, Renato Jensen, Charles e Eduardo Ulrich. O conjunto a área de 1.200 metros quadrados onde foi implantada uma tecelagem
lançou o "LP" com o nome "So sind Wir". Com repertório variado já com oito teares, urdideira, engomadeira, confecção e expedição. Em
se apresentou em quase todo o Estado de Santa Catarina. 1937, foi implantada a primeira fiação. Com a Segunda Guerra
Um dos maiores destaques humanos de Vila Itoupava é sem Mundial a Cremer sofreu sérias dificuldades, conseqüências inerentes
dúvida Max Haufe, nascido em 1884 na Silésia-Alernanha, e que veio à própria guerra que criou situações insustentáveis. Em 1941, alterou
para o Brasil em 1904. Casando-se em Joinville com Martha sua razão social para Fábrica de Gazes Medicinais Cremer S. A.
Schossland teve dois filhos. Farmacêutico competente foi responsável (Werner Siegfried Cremer em 1939 se retirara da firma regressando
pela fundação de farmácias em Blumenau,Vila Itoupava, para a Alemanha). Em 1950, em Assembléia Geral Extraordinária foi
Massaranduba, Luiz Alves e Testo. Foi um dos fundadores do constituído um Conselho Diretor sob a presidência de Heinz Schrader
Hospital Misericórdia de Vila Itoupava e também o fundador da que auxiliado por Arthur Fouquet e colaboração técnica de Ewaldo
primeira farmácia no local. Brasileiro naturalizado, eleito vereador, Jansen deram novo impulso à empresa. Fabricando produtos de alta
exerceu a vereança nos períodos de 1922/1926 e 1926/1930. Com qualidade, recebeu medalhas e prêmios em exposições realizadas em
entusiasmo dedicou-se ao desenvolvimento da Vila Itoupava, vários pontos do país, pela sua linha de ataduras, gaze, fraldas,
empenhando-se na construção da estrada, instalação do correio, absorventes higiênicos e ataduras gessadas. Com a aquisição de
escola, luz, igreja, etc. Fundou a "fábrica HACO, que hoje é a única alguns teares "Ribeiro" passou a produzir a partir de 1956, em tecido
indústria de grande porte na Vila e a maior do gênero na América felpudo, toalhas de rosto, banho, praia e tapetes para banheiro.
Latina". Em 17 de dezembro de 1968, alterou sua denominação para
Faleceu em Joinville no dia 18 de maio de 1959 (dados Cremer S. A. Produtos Têxteis e Cirúrgicos.
biográficos fornecidos pela filha Editha Haufe Haenke em 8 de maio Em novembro de 1970, inaugurou seu departamento de adesivos
de 1980). com a produção de esparadrapo. Utilizando a tecnologia alemã "Paul
Marcam as Itoupavas a sua diversificada indústria a começar por Hartmann A. G.", lançou em 1976 as Ataduras Gessadas Plastrona e
Ernst Eckardt, professor em Itoupavazinha que em 1890 com um com auxílio da "Beiersdorf" colocou no mercado em 1980, as fitas
tear marca Schubert & Salzer começou em Itoupava Norte uma auto-adesivas "Tesa".
fábrica de meias de algodão, transferindo-a em 1898 com mais um "A Cremer é considerada, hoje, o maior fabricante brasileiro de
tear para Itoupava Seca. Em 1908, com três teares circulares mudou artigos hospitalares, no seu ramo, e também de fraldas".
toda a indústria para o Encano e a vendeu em 1927 para a Indústria Em 1974 criou a sua subsidiária Plásticos Cremer S. A.
Têxtil Companhia Hering. Ocupando uma área construída de 68.477 metros quadrados, a
A Cremer S. A. Produtos Têxteis e Cirúrgicos foi fundada por Cremer chega ao seu cinqêntenário com uma linha de produção que
Werner Siegfried Cremer que veio da Alemanha após a Primeira abrange:
Guerra Mundial estabelecendo-se inicialmente em Porto Alegre com "a) Fio de algodão (de consumo intermediário).
pequena fábrica de produtos manufaturados de gaze com matéria b) Material de penso para uso hospitalar em cirurgia e ortopedia,
prima adquirida das indústrias de Blumenau. Aceitando sugestões de tais como: algodão hidrófilo e ortopédico, ataduras de gaze,
blumenauenses para transferi-la para Blumenau, em 30 de março de ortopédicas, elásticas ou de crepom; atadura gessada, compressa de
1935 com o capital inicial de trezentos contos de réis, foi fundada a

< 224 225


europeus. Durante a Segunda Guerra Mundial, apesar da "Lista técnico, adquiriu a maquinária e sob a razão social de Cristais Certei
Negra", o exército americano importou as conhecidas "Gaitas Hering" Ltda., empregando o capital de quatrocentos e vinte contos de réis,
para os seus soldados em campanha. Sobrecarregada, devido a sua fundou mais uma empresa inédita em B1umenau. Com a contratação
atividade na Fábrica de Cristais Hering, entregou a direção da Fábrica de sete empregados, a fábrica iniciou suas atividades fabricando
de Gaitas. copos de cristal.
Na década de sessenta, a Hering vendeu a quase totalidade das Em 1953, a empresa foi transformada em sociedade anônima
ações para a "Hohner" da Alemanha, que apesar de nada investir na com o nome de Cristais Hering S. A.
sua subsidiária brasileira, foi rotulada de multi-nacional, perdendo os No ano de 1955, a fábrica produziu 180 mil peças unitárias,
subsídios existentes na época. Quando a "Hohner" assumiu o controle sendo a maioria copos, chegando mais tarde à produção diária de 18
acionário da Hering, esta já possuía tecnologia própria competindo mil peças unitárias, incluindo vasos, jarras, taças, etc., considerando
com os melhores fabricantes do mundo. que estas requerem mais tempo de mão de obra especializada. Com
Em 1969, a Hering lançou a linha de pianos para crianças e em uma média de 700 operários, a fábrica de Cristais Hering, oportunizou
1975, passou a fabricar instrumentos de sopro. a especialização de operários que saindo da empresa contribuíram
Apesar de reestruturadaa em 1977, sob a razão social de Hering para a formação de duas empresas independentes.
S. A. Brinquedos e Instrumentos Musicais, permaneceu até 1979 Apesar da falta de tradição na fabricação de cristais, a Cristais
como empresa estrangeira, e quando nacionalizada incorporou a Hering conta com bom nome no exterior, exportando mais de vinte
Hering Rasti, até então sua subsidiária, e seus produtos compõem a linhas especiais, enquanto para o mercado interno são produzidas
Linha Rasti da empresa. A Hering Rasti adquiriu máquinas, cinco linhas. As primeiras exportações, iniciadas na década de oitenta
equipamentos, tecnologia e patentes da "Knittax" Argentina. foram para a América Latina seguindo-se para os Estados Unidos,
A empresa utiliza matéria prima nacional e os seus quatro mil Noruega, Holanda, Bélgica, Suíça, Austrália e Japão. Enquanto nos
componentes são fabricados pela Hering, inclusive ferramentas, Estados Unidos a preferência recai sobre os copos leves com hastes
máquinas e moldes. mais altas, e os europeus apreciam os lisos ou com pouca lapidação,
A Hering ocupa uma área de 35.000 metros quadrados e os seus os australianos e japoneses preferem os cristais com lapidação pesada
representantes cobrem todo o território nacional colocando seus semelhante aos da Bohemia. A Cristais Hering, atualmente, tem
produtos que abrangem pianos, gaitas de boca, instrumentos de sopro capacidade para produzir uma média de 380 mil peças por mês.
e percussão, xilofones, metalofones, flautas, órgãos, etc. Exportando A valorização do homem é fundamental na empresa que mantém
8% da sua produção, ocupa 2% do mercado nacional de brinquedos, esmerada assistência aos empregados.
dominando o mercado na linha de brinquedos musicais. Em 26 de setembro de 1958, foram registrados os Estatutos do
Além da automação na fabricação de brinquedos a Hering dá Esporte Clube Cristais Hering.
toda a assistência ao homem, o artesão, responsável pela qualidade Para melhorar o obsoleto sistema telefônico implantado em
dos instrumentos musicais. Blumenau desde 1883 e ampliado no governo de Alwin Schrader
A Associação Atlética "Gaitas Hering" registrou seus Estatutos (1907/1915), viajou para a Alemanha, Max Hering, e a convite deste
no dia 2 de outubro de 1974. veio para Blumenau o Engenheiro Paul Werner, que em 1923,
Em agosto de 1986, a Trol S. A. Indústria e Comércio, assumiu o associou-se a Ernst Auerbach, dono de uma pequena fundição. A
controle acionário da Hering S. A. Brinquedos e Instrumentos pequena fundição passou a chamar-se Auerbach & Werner que a
Musicais, transformando-se na segunda maior fábrica nacional de partir de 1934 passou a transformar-se na grande fundidora de aço -
brinquedos. "Electro Aço Altona S. A.", que funde peças em aços especiais, em
A Cristais "Hering" S. A. foi fundada em 1950 por Alice ligas de cromo, níquel, molibdênio, manganês, tungstênio, cobalto e
Hering, viúva de Alfred Hering, após sua visita a uma fábrica de outros materiais destinados aos mais variados setores industriais como
cristais, numa de suas viagens à Europa. Entusiasmada, contratou um as siderurgias, laminadoras, mineradoras, montadoras, dragagem,

228 229
química, petrolífera, petroquímica, fertilizantes e outros. A "Electro artigo publicado no "Kolonie Zeitung" de Joinville' comenta a
Aço Altona S. A." possui atestados de qualidade de seus produtos fundação de uma "Geselligerverein" pelo Senhor Scheidemantel. Esta
fabricados, fornecidos pela Petrobás, Caterpillar dos Estados Unidos, sociedade era a "Freundschaftsverein" (Sociedade Amizade), segunda
Technischer Überwachungs-Verein/Rheinland da República Federal sociedade de canto da Colônia. A Sociedade Amizade funcionou por
da Alemanha e outros. longos anos, participando inclusive, em 1873, das festividades dos dez
Paul Werner e sua esposa Lina Marie, além de passar para o anos de fundação da Sociedade de Canto Germânia. Anos se
filho Bernardo W. Werner a "Electro Aço Altona S. A." passaram passaram, remanescentes da Sociedade Amizade e outros, no dia 19
também a sua têmpera de aço que o possibilitou a gerir a possante de março de 1893, fundaram a "Geselligerverein Teutônia", que
empresa e ainda exercer outros cargos entre eles a presidência da além da Sociedade de Atiradores e Ginástica, tinha uma seção de
FIESC, SESI, SENAI e os seus 15 anos como vereador da Câmara canto que também encenava peças teatrais, e um conjunto musical.
Municipal de Blumenau. Os fundadores, Peter Christian Feddersen, Karl W. Friedenreich,
Assumiu a direção da empresa em 1956, e em 1970 com o Karl Hertel, Richard Parucker, Gustav Persuhn, Andreas Grassmann,
falecimento do pai assumiu a presidência que ocupou até 1984, Otto Jennrich, Gottlieb Reif, Karl Rischbieter, August Schoenau,
quando a passou para seu filho Renato, passando a ocupar a August Woerner, Carl Mueller, Luiz Boettger, Karl Lingner, Carl
presidência do Conselho Administrativo. Liesenberg, Paul Lang, Carlos Labes, Hartwig Rischbieter, Gustav
Como as demais grandes empresas blumenauenses, a Electro Kirsten, Emil Reif, e também outros sócios co-fundadores reuniam-se
Aço Altona S. A. com seus mil colaboradores, mantém assistência constantemente em assembléia geral extraordinária, geralmente na
total aos empregados. A Associação Atlética Altona registrou seus casa de Otto Jennrich, para discutir assuntos referentes à sociedade.
Estatutos em 7 de março de 1975. Entre os co-fundadores figuram os nomes de Reinhold Finster, Carl
A Companhia Lorenz, fundada em 1916, pelos irmãos Hans e Probst, Gustav Grahl, Julius Deggau, Gustav Krieck, Hermann
Fritz Lorenz, foi a pioneira da Indústria de Fécula na América Latina. Ekelberg, Fritz Mueller Junior, Hermano Herbst, Rudolf Liesenberg,
Além de inspirarem a indústria de porcelana Mauá, também atuaram Ernst Auerbach, Paul Scheidemantel, August J. Vianna, Heinrich
na industrialização de carnes com o Frigorífico Fritz Lorenz sediado Clasen, Richard Jurk, Achill Breithaupt, Hermann Baumgarten, Paul
em Timbó. A sede. da Companhia Lorenz continua em Blumenau e Eberhard, Francisco Margarida, Heinrich Michel, Max Stutzer,
sua produção é bastante diversificada. Seus produtos à base de fécula Theodor Spiesen, August Franke, Fritz Rabe, Alfred Finster, August
de mandioca são utilizados na indústria têxtil, papel, alimentos, Otte, Heinrich Grevsmuehl, Otto Moldenhauer, Hermann Hering,
farmacêuticos, petrolíferos, químicos e frigorífico. Possui filiais no Georg Hindlmeyer, Carl Rothbarth, Otto Stutzer, Heinrich Probst,
Paraná (Quatro Pontes, Umuarama, Marechal Cândido Rondon, Otto Freygang, Fides Deeke, Richard Beims, Albert Gaulke, August
Apucarana e Cianorte), S. Paulo Guarulhos e também na Bahia Siewert, Josef Alteneder, Robert Lehn, Paul Herbst, Ernst Eckard e
(Inhambupe). Em Indaial funciona o centro de pesquisas e Alfred Beims.
desenvolvimento. A empresa é, em alguns setores, informatizada e Os associados trataram logo da aquisição de um local para o
automatizada. funcionamento do Teutônia, fato que se concretizou quando foi
assinada a escritura do terreno com "quinze braças de terras de frente,
"SOCIEDADE RECREATIVA E ESPORTIVA com fundos até o Ribeirão, confinando de um lado com Gustav
IPIRANGA" Persuhn e do outro lado com terras dos vendedores, fazendo frente na
estrada geral (atual Rua São Paulo), pelo preço de um conto de réis
A história da Sociedade Recreativa e Esportiva Ipiranga da (1.000$000 réis)", conforme escritura datada de 25 de abril de 1893.
Itoupava Seca, remonta aos idos de 1864, quando o Pastor Hesse num

2 Kolonie Zeitung de Joinville de 02/04/1864 e 20/04/1865

230 231
Para pagamento do terreno a Sociedade Teutônia emitiu uma nota até 15 de outubro de 1899. As noites coloridas ou de entretenimento
promissória no valor de um conto de réis, datada de 15 de maio de não foram esquecidas, e na parte artística eram apresentadas canções,
1893. A nota foi assinada por Richard Parucker e Gustav Persuhn, tercetos com damas, quartetos de cordas, solos de barítono, tenor e
assinando ainda como testemunhas, Gottlieb Reif e Gustav Krieck. baixo, cenas cômicas, encerrando com baile. A primeira dessas noites
Através da promissória a sociedade contraiu a sua primeira dívida, foi realizada no dia 23 de junho de 1900, em benefício do Teutônia.
pagando juros de 5% ao ano, pagável a partir de IOde maio de 1898, Pelos cinqüenta anos de fundação de Blumenau, no dia 2 de
com aviso de três meses. O contrato para aquisição do terreno, setembro de 1900, o Teutônia programou uma grande festa. Na parte
pagamento e construção da nova sede social foi discutido na ordem do da tarde foram apresentados concertos e folguedos para crianças e à
dia da Assembléia Geral de 14 de maio de 1893. noite, baile e fogos de artifício. A comissão dos festejos compunha-se
No dia 25 de agosto de 1895, o Teutônia realizou a festa da de Carl Liesenberg, Reinhold Finster e Friedrich Specht.
sociedade, com início às 9 horas da manhã com busca da diretoria, No dia 28 de outubro de 1900, o Teutônia sediou o jubileu de
canto de abertura pelos cantores, diversas modalidades de tiro, comida prata da Sociedade de Canto "Frohsinn" de Itoupava Norte e também
festiva, de tarde festividades para crianças, e às 3 horas, início do tiro do dirigente Karl Lingner. Nesta festa tocou a bandinha Werner.
ao pássaro para damas (associadas). Das 5 às 6 Yí horas, baile infantil Participaram das festividades a Sociedade de Canto Garcia, Sociedade
e às 7 horas, baile adulto. Para participar das competicões, tanto de de Canto "Liedertafel" de Weissbach, Sociedade de Canto
tiro como atrações para crianças, os interessados deveriam se "Harmonie" do centro, Sociedade de Canto "Frohsinn" de Itoupava
inscrever até o dia II de agosto. Para a competição de tiro deveriam Norte, "Liedertafel" de Encano do Norte e o Coral Misto Teutônia.
pagar na tesouraria a importância de 2$000 réis para Gustav Persuhn, Do repertório constaram, entre outras, peças musicais de
e as crianças 300 réis para Julius Deggan. Na competição de tiro Mendelssohn, Mozart, B. E. Becker, M. Penschel.
foram vencedores, Carl Weise e Senhora Boettger. As festividades se 1901, o Teutônia promoveu seu primeiro baile de máscaras no
estenderam até ao amanhecer, entretanto a primeira e verdadeira festa dia 17 de fevereiro, e os cartões de ingresso podiam ser retirados até o
familiar do Teutônia foi realizada no dia 3 de junho de 1895. Em dia 11 de fevereiro, com Franz Krueger que assinava pela comissão de
1896, o Teutônia, entre outras festividades promoveu no dia 8 de diversões. Artistas do exterior também se apresentavam no Teutônia,
fevereiro um "Kraenzchen"; no dia 3 de maio uma festa popular com e o comediante de grande sucesso na época, Robert Beckert, se
bazar, concerto e festa para crianças; festa dos Atiradores, dia 23 de apresentou no dia 9 de junho. Para o "Kinderfest" de 30 de junho de
agosto, na qual foram introduzidos os jogos para crianças, e no dia 31 1901, as crianças deveriam se inscrever até o dia 29 de maio. As
de outubro, foi realizada uma grande rifa popular na qual apareceram crianças que não tinham bandeira poderiam obtê-la por empréstimo, e
prêmios interessantes como: relógios de ouro, selins, cigarreiras, para participar da festa pagariam 600 réis. As crianças se reuniram na
suspensórios, chicotes de montaria e outros objetos, num total de 250 casa de Peter Christian Feddersen, dirigindo-se marchando com
prêmios. Depois da rifa, baile. Cada rifa custou 1$000 réis. O dia da música até o Teutônia, onde foi oferecido para as mesmas, café com
extração da rifa, segundo a nota, seria anunciado com oito dias de doce. As festividades continuaram com rifas e jogos com prêmios,
antecedência. Os bilhetes poderiam ser adquiridos com Ernst encerrando com baile infantil. No local da festa tocou a banda
Bernhardt !.. Velha, Carl Liesenberg - Itoupava, Leopold Paupitz - Werner. De noite, baile adulto. No concerto do dia 6 de outubro foram
Encano, Ernst Schneider - Itoupava Rega e aos domingos no Teutônia. apresentados números musicais de Johann Strauss, Abt, Braga,
Em 1897, reprisaram as promoções. Schumann, Gluck, Waldteufel, interpretados pelo quarteto de cordas,
Em 1898, já funcionava o boIão para senhoras (associadas), e o coral masculino, coral feminino, violinos, cítaras, piano, duetos, e
Teutônia anunciava que entre 10 de março de 1900 a 1905, iria ainda couplets e duetos humorísticos. A atuação do quarteto de cordas
admitir um zelador para a sociedade, e que os interessados poderiam foi muito elogiada, prendendo os amantes da música. Também o
obter informações com o secretário Carl Starauscheck e o tesoureiro humor sadio foi muito elogiado. De todos os lados apareceram
Gustav Persuhn. As ofertas deveriam ser encaminhadas à sociedade espectadores, constatando boa arrecadação. O quarteto de cordas sob

232 233
a regência de Alfred Finster apresentou as melhores peças do seu que foi aplaudidíssima. Otto Jennrich, solteirão de meia idade, não
repertório. Uma nota interessante em jornal da época, foi a chamada retornou para uma reprise, porém participou de um grupo musical sob
aos retardatários que incomodaram mais do que a péssima acústica do a regência de Alfred Finster que era bom violinista, e ao qual juntou-
salão. se ainda o violoncelista Franke. Os ensaios se realizavam na casa de
Nos dias 10 e 11 de agosto de 1902, o "Kinematographen" Franke, que também abriu um hotel e bar ao lado de sua casa, o que
Apollo, apresentou-se no Teutônia. Da programação constavam os não agradou a Franz Krueger, ecônomo do Teutônia, devido a
filmes: "Vida e Morte de Jesus Cristo", segundo concepção de concorrência. No dia 30 de julho de 1905, o programa da noite de
Oberammergauer, "O balão Santos Dumont", cenas da "Guerra entretenimento, dividido em duas partes, apresentou na primeira, "O
Chinesa", "Transvaal", cenas de magia e outras mais. Foi a primeira Cavaleiro exemplar", peça que se refere à vida riograndense. A peça
apresentação cinematográfica em Itoupava. Com o tempo, devido a em dois atos, de R. Freudenfeld, foi encenada pela primeira vez em
atuação positiva de Peter Christian Feddersen na região de Itoupava, e Porto Alegre por ocasião da VII Festa dos Atiradores e posta à
ele ser natural de Altona-Alemanha, Itoupava passou a ser conhecida disposição no palco de Altona, pelo autor. A peça com nove
com o nome de Altona. Em 1902, também foi introduzido o personagens, tem como cenário a colonia, nas imediações da Vila de
lançamento de argolas para senhoras. Campo Alegre. Participavam ainda do espetáculo um tocador de
1903, a seção de ginástica separou-se do Teutônia para formar harmônica, colonos e suas esposas. Para a encenação, o palco foi
sociedade independente. No dia 23 de junho de 1903, os ginastas ampliado para a frente, superando-se as dificuldades maiores.
realizaram no Teutônia uma assembléia geral com a seguinte ordem Participou da apresentação Emmy Parucker como personagem
do dia: principal feminina que atuou também como cantora, e August Franke
a) discussão dos estatutos da Sociedade Ginástica Teutônia; como o "Cavaleiro exemplar". Foi um bom espetáculo, havendo até
b) assuntos gerais; reprise. A segunda parte envolveu música e canto, encerrando com
A partir de 1903, as noites de entretenimento que se limitavam a baile. No dia 28 de janeiro de 1906, mais uma vez se apresentou no
música, canto e cenas humorísticas, no dia 19 de julho, apresentaram Teutônia um "Kinematographen" - o Royal-Bioskop com cenas da
programa dividido em duas partes, sendo que a primeira envolvia vida militar, cenas cômicas e sensacionais e ainda dramas e cenas das
música e canto e a segunda parte, uma peça teatral com canto, em um grandes cidades. A partir de 20 e 30 de agosto de 1908, o cinema
ato, de Fr. Waldan, e música de Richard Thiele, "Lua de Mel de passou a ser apresentado regularmente no Teutônia todas as quintas-
Mampes". A peça tinha dez personagens e três cantores. Para encerrar feiras, sábados e domingos, encerrando a programação, um baile. A
a noite, além do baile, ainda -foi apresentado o dueto de costumes promoção era de Ernst Hertel & Cia. e o baile foi animado pela banda
"Mortser e Gortser, os dois bandidos". Para o "Kinderfest" de 25 de Werner. Dia 6 de setembro foi apresentado pelo "Kinematographen" e
outubro de 1903, além das costumeiras atrações foi apresentada uma "Kinemarophon-Theater" sob a sigla G. m. b. H., a grande corrida
novidade - o tiro com ar comprimido para rapazes maiores. automobilística de 1907. A Sociedade Sylla de cinema apresentou-se
A nova sede do Teutônia foi inaugurada em 1904, e tinha salão também no Teutônia nos dias 7 e 8 de novembro de 1908.
de danças, pequeno palco, cancha de boIão e "stands" de tiro ao alvo. As apresentações teatrais continuaram a ser incluídas nas
Além de algumas músicas e números de canto, o ponto alto da festa programações do Teutônia, e a noite de entretenimento realizada no
foi a apresentação da peça de Friedrich Schiller "Die Glocke" (O dia 4 de novembro de 1906, incluiu as peças teatrais, "Para o Burro
sino), pela Sociedade de Canto "Frohsinn" sob a direção de Karl Verde", em um ato de K. Hahn e "Os dois últimos talers" (duo
Hertel, professor de uma escola particular. Apresentou-se também no humorístico) de Julius Junghaus. Foram apresentados ainda os
Teutônia um grupo chamado "Irmãos Alegres", que teve ótima couplets de K. Maxstadt, "Meu círculo de canções" e o "Colecionador
repercussão, sugerindo-se então a formação de um grupo idêntico no de raridades"; o couplet-dança de Hermann Frey, "O mestre de danças
Teutônia. O zelador August Franke indicou Otto Jennrich, o de Treuenbrietzen"; dueto de Louis Kreymann, "Ludwig e Dietrich,
fabricante de cerveja, que apresentou a peça "O bonito Otto, sou eu", os dois bebês gigantes"; couplet de Otto Reuter, "Não, isso!";

234 235
soloscherz de J. Heller, "Meu relógio" e a cena humorística para
quatro vozes masculinas de Emil Neumann, "Pinkeles, Jeiteles, Isaak,
Scholen e Moses Hersch".
As programações se repetiam ano após ano, e no dia 16 de
agosto de 1908, festa de aniversário da sociedade, Otto Jennrich
tornou-se o rei do tiro e os senhores Morauer e Sievert, os
cavalheiros.
No dia 23 de janeiro de 1910, o Teutônia promoveu o jogo de
boião, e no dia IOde abril, foi inaugurada a pista de corridas de
Altona em terreno de Gustav Grassmann. Durante a corrida houve
concerto. Segundo o convite, em caso de mau tempo, a corrida seria
adiada por uma semana. Esta corrida foi a primeira de uma série de
outras, principalmente a realizada em 25 de setembro de 1910, quando
a E. F. S. C. colocou trens especiais para atender aos que quisessem
ver a corrida em Altona, e a apresentação do teatro "Frohsinn", da
peça "O escultor sacro de Ammergau".
No final do mês de fevereiro de 1911, começou a funcionar a luz
elétrica em Itoupava Seca, porém a alegria do evento foi destruída 1913 - Goemann e Sander inauguraram o serviço de transporte de
pela catastrófica enchente de 1911, e o Teutônia bastante atingido passageiros entre Blumenau e Itoupava
paralisou por muito tempo suas atividades.
No dia 22 de fevereiro de 1913, o Teutônia promoveu uma noite 1914, Primeira Guerra Mundial, a programação voltou-se para
musical com um programa selecionadíssimo do qual constavam angariar fundos para minorar o sofrimento dos soldados alemães e
números musicais como: a Marcha Nupcial da ópera Lohengrin de R. flagelados da guerra. No dia 23 de agosto de 1914, às 8 horas da noite
Wagner (violino e piano a quatro mãos); Despertar da Primavera de no salão Teutônia, o Coral Masculino "Eintracht" de Itoupava Seca,
Bach; Intermezzo da Cavalaria Rusticana de Mascagni; Cavatini de elaborou um grande programa, em três partes, em beneficio dos
Raf; Cena de "Ballet" de Beriot; A canção do povo (duas canções); soldados alemães e flagelados da guerra. Entre outros números foram
Ave Maria de Schubert (canto e piano); Relógio, de Loewe; Canção apresentados: Marcha Festiva, de Mendelssohn (coral masculino);
do povo (duas canções simples); Roeserl am Woerthasee, de Roschat. Para a Pátria, de Abt; Chamada ao Rei Henrique, de Wagner; Marcha
O serviço de transporte coletivo, iniciado em 1913, por do Grande Guerreiro de A. Rienzi, de Wagner; Potpourri sobre a
Goemann e Sander, entre Itoupava Seca e Blumenau, além de guerra com colorações para violino, comentários e canções sobre
beneficar a Comunidade no seu dia a dia, contribuíu também para o temas de guerra como: Manhã rubra, Despedida, Oração antes do
maior intercâmbio social, artístico e esportivo. massacre, Luta, Toque de recolher, Oração pelos tombados e Assalto
No dia' 8 de julho de 1914, além do coral misto, a Sociedade violento. Na segunda parte foi apresentado o quadro vivo, "Despedida
Teutônia contou também com o Coral masculino "Eintracht", que de soldados". O Coral Masculino "Eintracht" apresentou: Amor de
registrou seus Estatutos no Tabelionato Otto Abry como mãe de H. Voigt, Prólogo da morte de Kunihilds de C. Ristler, Último
"Philarmonica Gesangverein Eintracht" de Itoupava Seca, no dia 16 Adeus de Romzak, Aria da Flauta Mágica de Mozart, Rosinha
de janeiro de 1920. O Coral Masculino "Eintracht" teve atuação Solitária com o quarteto de solos e Saudação para Oberinntal. Na
importantíssima na vida cultural de Itoupava Seca. terceira parte foi apresentado o quadro vivo "A volta dos soldados" e
o Hino à Bandeira Alemã. O Coral Masculino "Eintracht" cantou a
seguir: Despedida do Cavaleiro, Nos braços do amor, Céu na terra e o

236 237
Hino Nacional Brasileiro. O convite foi formulado pela diretoria Riwatz, afamados humoristas, que recitaram poesias no dia 6 de maio
integrada por C. Liesenberg, D. Freitag, H. Sander, e Max Humpl. de 1917.
Pelo Natal de 1914, o Coral Masculino "Eintracht", promoveu uma 1918, silêncio devido o estado de guera. O "Blumenauer
festa de "Natal Familiar" em benefício das viúvas de guerra. Foram Zeitung" apareceu em caracteres latinos.
apresentados números de canto pelo Coral Masculino "Eintracht", No dia 31 de agosto de 1919, a Sociedade Teutônia realizou a
quadros vivos sobre "Natal dos Soldados", Dueto de Natal, a peça sua festa de atiradores, publicando convite em português e alemão,
teatral "Natal na Caserna do Bosque", solos e outros números de este com detalhes da festa. No dia 8 de novembro de 1919, com um
canto. convite impresso com uma bonita lira, o Coral Masculino "Eintracht",
No dia 7 de novembro de 1915, apesar da guerra, o Coral convidou para o grande concerto no Teutônia pelo Club Musical com
Masculino "Eintracht", inaugurou a sua bandeira. músicas de Fetras, Suppé, Tellier, Strauss, C. Gomes, Czibulka,
A nota publicada no "Der Urwaldsbote" de 16 de agosto de Wagner, Thurban, Waldteufel, Silva e Umlauf.
1914, fez com que todos os teuto-brasileiros sustassem a realização de Coube ao Coral Masculino "Eintracht" de Itoupava Seca,
festividades devido a guerra, e a Sociedade Teutônia praticamente convidar as sociedades de canto para a festa de cantores que se
paralisou suas atividades, porém no dia 27 de agosto de 1916, realizou no dia 7 de março de 1920, dia que ficou conhecido como
apresentou as peças teatrais: "Senhora Elia" em um ato de G. Moser e "Dia dos Cantores de Altona,,4 . O programa elaborado foi o
P. Schuhard, e "Eles se recebem", em dois atos de Erich Scholl. As seguinte: entre 8 e 9 horas da manhã, chegada das sociedades e
apresentações foram franqueadas ao público, encerrando com baile. O recepção aos participantes; 9 horas ato de saudação no Teutônia; 10
aniversário de S. M. o Kaiser Wilhelm, foi festejado no dia 27 de horas, canto livre; 11 horas, assembléia geral e canto pelas sociedades
janeiro de 1917, com uma "Noite Familiar", na qual também foram de canto; 12 horas, almoço no local; às três horas da tarde, canções de
projetados "si ides" pelo senhor Bock. Participaram da homenagem o concerto no salão e no local da festa; apresentações individuais e
"Eintracht" e o "Germanischer Bund"J , de Itoupava Seca. Os coral misto; discursos festivos; às 7 horas, divisão dos prêmios; das 8
ingressos foram cobrados em benefício da Cruz Vermelha Alemã. às 11 da noite, apresentações no salão e local da festa. A festa contou
Durante a Primeira Guerra todas as promoções culturais envolviam a com a participação da Sociedade Musical Lyra de Blumenau e
coleta de recursos para a Cruz Vermelha, e a noite de entretenimento bandinha Werner. A festa foi uma verdadeira apoteose, e Louis Abry,
de fevereiro de 1917, contou com a participação do Coral Masculino presidente do "Sãngerbund Itajahytal", agradeceu a todos pela
"Eintracht" e o Quarteto Masculino de Blumenau. Entre as presença e pela belíssima festa, bem como aos esforçados
apresentações, Arendt com cenas humorísticas arrancou aplausos da organizadores. As crianças tiveram atrações especiais. Em 1921, a
platéia, e Gutsch com o seu violino acompanhado da Senhora Zittlow seção de teatro da Sociedade Teutônia apresentou ao público a peça
ao piano, após o pesado silêncio durante as apresentações dos teatral em um ato, "Trigêmeos", completando a programação números
números musicais, obtiveram do público os maiores aplausos. Antes musicais e baile.
das apresentações, Otto Abry, discorreu rapidamente sobre a Itoupava Seca tinha também na época uma Sociedade de Cítaras,
finalidade da receita da noite. famosa pelos belíssimos concertos que apresentava. Esta sociedade
O Teutônia que servia de palco para atores, cantores, músicos e participou da noite familiar realizada no dia 9 de novembro de 1921,
oradores, serviu também para declamadores e poetas famosos, entre na qual foi apresentada a peça teatral "O Vesúvio Imortal", o
eles, Georg Wucherpfennig, no dia 19 de abril de 1916 e Rawitz e humorista Hans Bruehl e outras atrações.
Em 1922, Centenário da Independência do Brasil, a Sociedade
Teutônia se integrou às festividades programadas pelo município.
) União Germânica de Itoupava Seca, fundada em 1916, subsede da União Germânica da
América do Sul, sociedade que congregava todos os trabalhadores e que se reuniam
mensalmente. 4 "Sangerbund Itajahytal" (Liga Cultural e Recreativa Vale do Itajaí)

238 239
No dia 23 de fevereiro de 1923, começou a funcionar em No dia 1o de outubro de 1929, foi fundada em Itoupava Seca, a
Itoupava Seca, o Clube Náutico Ypiranga. sociedade Ginástica "Gut Heil Altona".
Na Sociedade Teutônia funcionou também um grupo A grande festa à fantasia com o lema - "Na sala de espera para
humorístico que no dia 7 de julho de 1923, apresentou uma noite Buxtehnde", realizada no dia 8 de fevereiro de 1930 pelo Coral
teatral e humorística na qual foram apresentados entre outros Masculino "Eintracht" e o Coral Misto da Sociedade Teutônia, mostra
números: 1 - "Qual a volta, pelo sequestro de Maier", em um ato; 2 - o espírito alegre e criativo dos organizadores. Nesta festa só tinham
"Os dois mentirosos", cena humorística; "A festa de aniversário" em acesso associados e pessoas convidadas que apresentassem a sua
um ato; "Paulinho como aluno", cena humorística e baile com a banda "passagem". As crianças não tinham acesso. Só poderiam entrar
Werner. A seção teatral do Teutônia programou para o dia 27 de pessoas fantasiadas (clown, dominó, trajes típicos, ciganos,
outubro de 1923, as peças: "Concorrente ou genro" em un ato e dois esportistas, soldados, marinheiros, mendigos, etc.). O lança perfume
quadros; "O camponês em cama errada", comédia em um quadro e a era proibido, pois na sala de espera havia artigos de menos preço. A
cena humorística, ''Num tribunal primitivo". Em 1924, foram utilização da sala postal, do café do trem, do bar de quarta classe, bem
apresentadas pela seção teatral do Teutônia, no dia 29 de março "O como a utilização do trem expresso, recomendamos o "stand" de
sal do matrimônio", "Uma noiva em apuros" e os "Dispersivos", e no vendas móveis. A polícia do trem é obediente e a cadeia do trem é
dia 29 de novembro, "Memento Mori" em um ato de Siber com uma advertência.
música, canto e humor. Na programação do Coral Masculino No Teutônia também eram realizadas promoções com sociedades
"Eintracht", no dia 27 de novembro de 1926, foi incluída a peça de outros municípios. No dia 16 de abril de 1932, o Coral Masculino
teatral "O cantor hipnotizado". No dia 20 de novembro de 1927, foi "Eintracht" promoveu com a participação da Sociedade de Canto de
apresentada a comédia burguesa com dança e canto, em três atos, de Brusque e o Coral Misto Teutônia, uma noite italiana com concerto e
Conrad Dreher "O Zeca da América". No dia 12 de maio de 1928, no baile.
Teutônia, a noite de entretenimento constou de uma programação Além das festas de solstício (alemãs), que eram realizadas
variada com apresentações de canto pelo Coral Masculino "Eintracht" geralmente no morro da Escola Nova Alemã de Blumenau (atual
de Itoupava Seca e Coral da Igreja de Blumenau. Foram apresentadas Pedro II), o Teutônia promoveu inúmeras festas beneficentes para
peças musicais e a cena humorística ''No tribunal", e ainda as peças arrecadar fundos para minorar o sofrimento dos alemães durante o
teatrais em um ato ''No escritório do teatro" de A. Anno, e "Qual a inverno. Participaram dessas festas todas as sociedades de Itoupava
volta, pelo sequestro de Maier" de C. Sieber. O coral misto do Seca entre elas o Coral Masculino "Eintracht" de Itoupava Seca,
Teutônia se apresentou no dia 29 de julho de 1928 com músicas de Coral Misto Teutônia, Sociedade dos Músicos de Altona, Sociedade
Menzel, Abt, Mendelssohn, Roericht e Georgy e ainda a peça teatral Ginástica "Gut Heil" Altona, e N. S. D. A. P. Com Franz Baumgart,
em um ato ''No pensionato". A apresentação foi muito prestigiada. A apesar de pouco duradoura em face da Segunda Guerra Mundial,
arrecadação foi para a nova Igreja de Itoupava. No dia 7 de julho de formou-se a Sociedade Musical Teutônia que promovia concertos,
1928, mais uma noite de entretenimento foi realizada em beneficio da festas, pequenas reuniões musicais e que no dia 23 de junho de 1933,
construção da Igreja Evangélica de Itoupava Seca, e a Sociedade apresentou o seu segundo concerto com a seguinte programação. 1 -
Teatral do. Teutônia apresentou em um ato de A. Élz, "Ele não é Entrada dos Gladiadores (marcha); 2 - No Reno estou em casa; 3 -
ciumento" e a cena humorística "Sabedoria de Lehmann" de F. Steidl. Canções populares de "Kãrntnerisch" (poutpourri); 4 - Intermezzo
Foram apresentadas ainda em 1928, as peças teatrais "No cavalinho Sinfônico; 5 - Per as pera ad astra (marcha); 6 - Crianças da aldeia,
negro" em um ato de M. Boehm e a comédia em três atos "O viajante valsa da peça musical Zigueunerprimas; 7 - Poeta e Camponês
noturno", no dia 8 de setembro. (abertura). Também a Sociedade de Cítaras, que passou a chamar-se
Nos dias 16 e 17 de março de 1929, a Sociedade Teutônia "Gut Klang" (Bom Som), no dia 7 de julho de 1934, participou dos
festejou seu trigésimo sexto aniversário com a inauguração dos festejos dos 20 anos de fundação do Coral Masculino "Eintracht".
"stands" de tiro. Participou ainda o Coral Misto Teutônia, o Coral Jovem e a cantora

240 241
Schumann-Hoeppner. Depois baile. A renda reverteu em beneficio da porém a entrada para o seu quadro social de indivíduos de quaisquer
escola. nacionalidades que preencham os requisitos previstos", continuaram
O intercâmbio entre os corais era um hábito comum na época, e suas atividades, porém o teatro e o canto emudeceram, e os bonitos
o Coral Masculino "Eintracht", em maio de 1934, foi convidado para concertos de músicas selecionadas foram substituídos por música de
participar de um programa colorido em Brusque. O convite formulado dança.
pelo Coral Masculino de Brusque foi aceito com alegria, e nas A Sociedade Recreativa e Esportiva lpiranga foi fundada no dia
primeiras horas de uma tarde ensolarada de maio, os cantores 6 de abril de 1939, pela fusão da Sociedade Teutônia, Coral
demandaram para Brusque no carro de Alfred Brattig. Max Humpl, Masculino "Eintracht", Club Náutico Ypiranga e Sociedade Ginástica
dirigente do coral participou da excursão com seus vinte cantores. As "Gut Heil Altona", Os Estatutos da Sociedade Teutônia, que foram
esposas, os cantores deixaram em casa, pois previam uma viagem alterados em 1939, um pouco antes da fusão, foram revogados em 29
alegre e regada. A primeira parada foi em Gaspar, onde os cantores de fevereiro de 1951, porém em Assembléia Geral de 29 de fevereiro
foram atendidos, na hospedaria, pela Senhora M. Hoeschl com de 1968, esses Estatutos foram revogados, e os atuais registrados no
reforçado lanche. Continuando a viagem de tarde apareceu um dia 8 de janeiro de 1969, no Cartório de Getúlio Vieira Braga no livro
transtorno, uma garoa fez com que o carro no morro do Barracão não A-9, fls-132, sob n? 640. "Sociedade civil, de duração indeterminada,
fosse mais adiante, e a voz foi uma só: "cantores, às rodas!" Com tem por objetivo congregar associados em diversões e reuniões sociais
gemidos e tosse, conseguiram fazer o carro rodar até Brusque, porém e promover entre os mesmos a prática do esporte amador".
um pouco antes a estrada estava interrompida por uma árvore caída e Em 1940, um ano após a fusão, foi realizada uma grande festa na
os cantores antes de removê-la resolveram comer os frios e beber a Sociedade Recreativa e Esportiva lpiranga para inaugurar a sua
fortificante cerveja. Foi a primeira refeição antes da festiva recepção quadra de basquetebol, a primeira da cidade. As equipes de basquete
em Brusque. Os cantores foram alojados por conta dos cantores de conquistaram muitas vitórias, entretanto em 1940, o remo ainda era o
Brusque no Hotel Schaeffer. À noite começaram as festas com um maior destaque, e referindo-se às equipes do lpiranga a imprensa
programa colorido que se estendeu, com jovens e velhos, até ao comentou: "um expressivo feito este do lpiranga e que fazemos
amanhecer. Os cantores voltaram ao hotel para descançar um pouco, questão de salientar como merecida homenagem a ótima forma e
antes cantaram a canção "Pela manhã quando os galos cantam" pelos disciplina esportiva apresentadas pelo simpático clube branco e
tenores Peter Thomsen e Hermann Sander. Depois os preparativos amarelo". O comentário publicado quando as equipes do Ipiranga
para a volta, e quando tudo estava pronto para a partida, faltou o tenor conquistaram as quatro taças e a estatueta "Taça do Dia", disputadas
Hermann Sander, que não foi encontrado em parte alguma, porém com os clubes Náutico América e Marcílio Dias de ltajaí, mostram a
logo depois Sander apareceu de carro de boi. Finalmente voltaram garra dos esportistas da época.
para Blumenau, chegando de tarde. Na época os cantores eram amigos Em 1942, quando o Presidente Getúlio Vargas decretou o estado
verdadeiros. de guerra, as atividades recreativas e esportivas não mais foram
Em 1934, a Sociedade Teutônia realizou a sua última festa de divulgadas, entretanto em 1943, quando houve necessidade de
rei. reconstruir a sede social, foi publicada uma convocação para a
Paulatinamente, as promoções culturais de nível elevado que Assembléia Geral Extraordinária no dia 14 de outubro. O lançamento
eram apresentadas com freqüência na Sociedade Teutônia foram de bonus para angariar fundos, bem como campanhas para obter
diminuíndo até sofrerem um corte drástico com a implantação da doações de associados e de empresas, rifas e festas foram
"nacionalização", e para evitar que a vida social, artística e esportiva imprescindíveis para o crescimento da sociedade, pois os registros em
sofresse um colapso total, a alternativa foi reunir as sociedades e atas mostram que a situação frnanceira da mesma em 1946 era
reformular os Estatutos, que baseados no Art. 3° - A sociedade é precária e que em 1949 o patrimônio foi avaliado em Cr$ 648.100,00.
genuinamente brasileira, sem ligação de caráter político ou econômico Apesar das dificuldades enfrentadas pela sociedade, em 1948 foi
com qualquer sociedade estrangeira ou entidade que o for, permitida projetada a construção de uma quadra coberta para a prática de

,
242 243
basquetebol e voleibol, aventando-se também a instalação de um
cinema para levantar fundos. Os associados se solidarizavam em tudo livre), dois a quatro remos com patrão e um a dois remos com patrão.
que visasse a melhoria do seu clube, assim, para a construção da O Governo Estadual doou vinte mil cruzeiros, porém o auxílio que
varanda anexa ao salão, e a cancha de boIão, quinze sócios pagaram veio melhorar as condições do clube de remo foi a doação de um
antecipadamente dois mil cruzeiros, ficando isentos das mensalidades barco por Alice Hering e Paul Werner. Apesar das dificuldades,
pelo resto da vida. A sociedade também prestigiava os grandes feitos contando com barcos emprestados de outras sociedades náuticas, as
dos que careavam para a mesma, títulos, como em 1949, quando a equipes se apresentavam brilhantemente, pois na regata de 15 de
equipe de basquetebol foi super campeã de Blumenau e vice-campeã novembro de 1953, realizada em Florianópolis, a guarnição de
estadual. Os atletas foram homenageados inclusive com um grande principiantes conseguiu a Taça Prefeitura Municipal de S. Francisco
baile. do Sul. Remadores do Ipiranga também participaram da equipe
Em 1951, com o apoio da indústria, comércio e poderes públicos catarinense no campeonato brasileiro. Em 1954, Rudolf Goemann
estadual e municipal. em seis meses foram arrecadados cento e doou um "outriggers" a dois remos para o departamento de remo, e no
noventa e um mil cruzeiros para a aquisição do terreno e ampliação da mesmo ano o Ipiranga venceu três dos cinco páreos disputados com o
sede social. O terreno custou cento e sessenta mil cruzeiros, e ainda América. Também em 1954, a Sociedade Recreativa e Esportiva
era insuficiente para a instalação da praça de esportes, o que Ipiranga, além de contar com a quadra de basquetebol iluminada e da
movimentou os associados para uma aquisição maior de terra, que arquibancada para duzentas pessoas, a sede social começou a ser
ocorreu em 1952. Também em 1952, a sociedade concluiu o ampliada e remodelada, e o telhado do galpão foi substituído. O
pagamento de um empréstimo feito junto ao Banco Inco, fato que foi desmoronamento do local onde funcionava a cancha de boião foi
comemorado com uma churrascada, entretanto a ampliação da sede reconstruída em cinco meses e inaugurada com grande festa nos dias
social e a construção da praça de esportes, exigiram novo empréstimo, 2 e 3 de julho de 1955. Ainda em 1955, a aquisição de mais um
que foi adquirido da Caixa Econômica Federal num valor de terreno por sessenta e cinco mil cruzeiros, propiciou também a
setecentos mil cruzeiros. construção de um espaço para o "handbol", obra que foi concluída em
Funcionavam na época o remo, atletismo, basquetebol, voleibol e 1956, inclusive a reforma do prédio da sede social. Nos dias 21 e 22
punhobol masculino; voleibol feminino; ginástica; atletismo; basquete de março de 1956, foi realizada a festa de inauguração das quadras,
e voleibol juvenil. O constante intercâmbio entre atletas do Ipiranga com a presença de clubes locais e de cidades vizinhas, encerrando
com atletas, inclusive de outros estados, exigiram iluminação com baile.
adequada nas quadras de basquetebol e voleibol, e para concretizar o O conteúdo da Lei Municipal n? 742 de 23 de agosto de 1956,
fato foi realizada uma campanha, já que todas as modalidades assinada pelo Prefeito Frederico Guilherme Busch Júnior,
esportivas eram mantidas com a mensalidade dos associados e que prestigiando o remo, diz o seguinte: "O executivo promoverá
eram insuficientes para manter o departamento esportivo anualmente em 2 de setembro, em homenagem a data de fundação de
convenientemente aparelhado. Para manter e melhorar o departamento Blumenau, a "Prova Clássica Municipal Fundação de Blumenau",
esportivo, em 1953, foi enviada carta ao Conselho Regional de com a participação dos clubes locais em "outriggers" a oito homens,
Desportos, reclamando do desinteresse dos poderes governamentais instituindo o troféu Dr. Hermann Blumenau, miniatura do troféu,
pelo esporte amador, dizendo ainda: "para qué nossos esportistas medalhas em vermeil e prata a serem conferidas ao clube vencedor e
possam concorrer em igualdade de condições com guarnições de aos atletas participantes da prova classificados em 1° e 2° lugares".
outros Estados". Também foi enviada carta ao Governador do Estado, Apesar desse estímulo, e também o interesse da diretoria em adquirir
na época, lrineu Bornhausen, solicitando a subvenção de cinqüenta um terreno às margens do Rio Itajaí-Açú, para a construção de um
mil cruzeiros para renovação da frota de embarcações, que "há trinta galpão para guardar os barcos e demais equipamentos de remo, este
anos vem servindo a juventude blumenauense". A verba seria sucumbiu, não participando de competições por falta de atletas,
utilizada na aquisição de três barcos "outriggers" (barcos do tipo recusando convites do Clube Náutico América e do Consulado do
Chile na promoção entre clubes brasileiros de remo. Com o

244
245
desaparecimento do remo, em 1959, o futebol de salão ganhou o seu ground". As obras de construção do ginásio coberto tiveram início em
espaço no Ipiranga. 1979 na gestão de Heimo Baumgarten, e para auxiliar a construção do
Com o lançamento da "Campanha do Cimento" para reformar as mesmo, o Governador Jorge K. Bornhausen lhe destinou a verba de
quadras esportivas, outros projetos também entraram em pauta como, um milhão de cruzeiros, sendo o cheque entregue pessoalmente pelo
a construção de novos sanitários, modificações na secretaria, Governador no dia 28 de maio de 1981, nas dependências da
construção do palco, ampliação da cancha de boião e cobertura da sociedade. Na oportunidade o Governador destacou as atividades da
varanda para instalar a churrasqueira. Em 1962, mais um terreno foi sociedade, inclusive junto a Escola Básica "Machado de Assis", que
adquirido e em 1963 foram inaugurados os ref1etores a mercúrio na pratica educação física nas dependências da sociedade. A grande
quadra de basquete e voleibol. Em 1966, foi realizado o sorteio de um enchente de 1983, retardou a conclusão do ginásio coberto. Além das
Volkswagen para angariar fundos para diversas obras de promoções citadas, a sociedade promove com freqüência os seus
melhoramentos na sede social. Em 1968, através da criação da bailes e outras festividades.
categoria de "sócios proprietários", foram vendidos títulos O Club Náutico Ypiranga foi fundado no dia 23 de fevereiro de
patrimoniais, sendo os recursos destinados para concluir obras em 1923. A primeira diretoria que dirigiu o clube era integrada por Ernst
andamento e novas obras inclusive a piscina que foi inaugurada no dia Czerniewicz (presidente); Ernst Lutz (vice-presidente); Fr. Fischer e
20 de dezembro de 1969, com a presença de várias autoridades. O Heinrich Mihe (secretários); Hermann Maas e Rudolf Clasen
ponto alto da inauguração foi quando o presidente Rolf Gerd Albers (encarregados do esporte); a primeira reunião foi realizada no Hotel
foi arremessado na água. A natação passou a ser mais uma Danker em Altona. As cores do Club Náutico Ypiranga, na época,
modalidade esportiva da Sociedade Recreativa e Esportiva Ipiranga, eram o preto e o amarelo, e o primeiro bote recebeu o nome de
que além de possibilitar a formação de atletas, que já representaram a "Andorinha". No dia 23 de julho de 1923, o Club realizou nas
sociedade em competições brilhantes, também é mais uma opção de dependências do Teutônia, que funcionava como sua sede social, o
lazer para os associados. A piscina da sociedade é local de seu baile. O Club funcionou por mais de trinta anos e em constantes
competições em todos os Jogos Abertos realizados em Blumenau. Em dusputas com o Clube Náutico América. A regata realizada no dia 7
1974, na gestão de Mário John, foi criada a comissão de construção, de outubro de 1923, proposta pelo Club Náutico Ypiranga para uma
que possibilitou a construção dos muros que cercam as instalações, e festa simultânea com as sociedades de canto do "Itajahytal", em
ainda, reformas no patrimônio. Entretanto, em 1971, estando na benefíco do esporte, foi encerrada com baile nas dependências do
presidência Heimo RalfMarx, foi adquirida mais uma área com 2.300 Teutônia. Grande foi o número de espectadores e torcedores que
metros quadrados, destinada ao ginásio coberto, sede recreativa e prestigiaram a regata entre os clubes América e Ypiranga, nos fundos
vestiário da piscina. Em 1975, foi inaugurado o futebol suíço muito do Hotel Wuerges. À noite, todos festejaram e foram saudados pelo
praticado pelos associados. Com a participação de equipes de Capitão Thomé Rodrigues. As medalhas foram presas no peito dos
basquete do Rio de Janeiro (Vasco da Gama, Fluminense e Botafogo), vencedores pela senhorita Feddersen. No local da festa funcionaram
a Sociedade Recreativa e Esportiva Ipiranga promoveu um grande bazar, comida, bebida, e duas bandas musicais. A sede esportiva
torneio, que foi apoiado pelo Vice-Governador Marcos Buechler e funcionava às margens do Rio Itajaí-Açú, na raia de Itoupava Seca,
pelo industrial Wolfgang Werner e inúmeros associados. A local onde se realizavam as regatas. No dia 24 de abril de 1927, o club
competição foi realisada no Ginásio "Sebastião Cruz" (Galegão), que inaugurou a sua casa de botes (galpão) em Itoupava Seca com
foi inaugurado com esta competição. Em 19 de junho de 1976, foram churrasco, rifas, café, etc., a banda Koester para animar as
inauguradas as obras da nova sede recreativa, iniciadas em 1975 na festividades, e o baile nas dependências do Teutônia. Uma viagem de
gestão de Romeo Georg, que recepcionou o Governador Antônio C. bote de Itoupava Seca até Itajaí, da qual participaram Elvira Berner,
K. Reis, Vice-Governador Marcos Buechler e Senador Lenoir Vargas, Magda Berner, Kãthe Maas e Rita Clasen acompanhadas de Erich
além de outras autoridades. Alguns meses depois a sociedade em Baumgarten, foi promovida pelo Club Náutico Ypiranga. As
conjunto com o Rotary Clube Blumenau Norte, inaugurou o "play- primeiras quatro horas foram percorridas sob uma chuva torrencial,

246 247
obrigando a esgotar a água do bote. O trajeto feito em oito horas foi A Sociedade Ginástica "Gut DeU Altona" foi fundada no dia
um grande feito. 1° de outubro de 1929. Para realizar os jogos e exercícios, no dia 1°
O Club Náutico Ypiranga, no decorrer da sua gloriosa carreira de novembro de 1929, contratou o empreiteiro Adolfo Boeving por
promoveu e participou entre outras das seguintes regatas: sete mil e quinhentos réis, que construíu o local adquado num terreno
9-10-1927 - torneio com as equipes, Martinelli de Florianópolis e arrendado de Persuhn Irmãos. Os Estatutos da Sociedade Ginástica
América de Blumenau; "Gut Heil Altona" foram publicados no "Blumenauer Zeitung" de 3
3-11-1929 - grande regata em Gaspar entre Marcílio Dias e de setembro de 1931, e registrados no dia 3 de agosto de 1931 no
Almirante Barroso de Itajaí, América de Blumenau e Ypiranga que tabelionato de Otto Abry, e de acordo com os mesmos, a sociedade
liderou a regata, classificando-se em 1° lugar; América em 2°, 4° e 5°, tinha por objetivos: "dedicar-se aos exercícios ginásticos e esportivos
e o Almirante Barroso em 3°. em geral e ao divertimento de seus associados ... Política e religião são
Na última regata do ano de 1931, o Ypiranga ficou em 4° lugar, excluídas das suas aspirações ... O uso da língua dentro da sociedade é
concorrendo com o Aldo Luz de Florianópolis e Marcílio Dias de a alemã, as cores da sociedade são preta, vermelha e verde". A
Itajaí. primeira diretoria era integrada por Walter Teubner (presidente),
Em 3 de abril de 1932, o Ypiranga convidou amigos para a Wilhelm Ruoff (vice-presidente), Hermann Willerding (1° secretário),
inauguração do novo bote que recebeu o nome de "Coronel Erich Werner (2° secretário), Hermann DisteI (professor de ginástica),
Feddersen". Na ocasião, Oscar Freitag, discorreu sobre o nome dado Helmut Probst (l ° professor de ginástica), Kurt Kummerloewe (2°
ao bote. Peter Christian Feddersen, agradeceu a honra e as palavras do professor de ginástica), Henrique Willerding (professor de ginástica
orador. Freitag batizou o bote com a tradicional garrafa de SEKT. para moças) e Wilhelm Bonnet (tesoureiro).
Todos aclamaram e agradeceram ao Coronel Feddersen. Das Ao contrário do Club Náutico Ypiranga, essencialmente
solenidades ainda fez parte uma corrida de bicicleta de Blumenau até esportivo, a Sociedade Ginástica "Gut Heil Altona", promovia noites
Itoupava Seca, pela manhã. de entretenimento onde incluía além de números de ginástica, música,
5-2-1933 - o Ypiranga participou oficialmente da inauguração do canto, cenas humorísticas de ginástica, poses plásticas e baile. Uma
bote do Club Náutico Rio do Sul. dessas noites foi realizada no dia 13 de setembro de 1930, quando a
2-7-1933 - na regata realizada com a participação do América de crítica foi unânime em afirmar que - "foi bonita a apresentação das
Blumenau e Cacheira de Joinville o Ypiranga venceu o 4° páreo. alunas, os efeitos luminosos e a roda que abriu as apresentações". Os
Dois meses antes, ou seja no dia 6 de maio de 1933, o Ypiranga ginastas foram elogiados, porém mais ainda a atuação enérgica do
promoveu uma grande regata na Cervejaria Berner de Altona professor Hermann DisteI. Arte com humor alegraram a noite. As
(Itoupava Seca) com o seguinte programa: pela manhã a partir das apresentações individuais e as difíceis apresentações em grupo,
7:30 horas, apresentação de remo simples e à tarde, às 14 horas e estavam impecáveis, merecendo os aplausos da platéia. Esta noite de
trinta minutos, remo principal com a participação do Aldo Luz, entretenimento foi reprisada no Teatro "Frohsinn" no dia 21 de
Riachuelo e Martinelli de Florianópolis; Cachoeira e Atlântico de setembro de 1930. A Sociedade Ginástica "Gut Heil Altona" marcou
Joinville; Almirante Boiteux de Porto União; Marcílio Dias de Itajaí e a inauguração das suas novas intalações para o dia 7 de agosto de
o Club Náutico Ypiranga de Itoupava Seca. Ano após ano, o Ypiranga 1932. Sob a direção do professor DisteI, às sete horas da manhã,
foi somando vitórias. Em 1939, foi absorvido com mais outras três começaram as competições. À tarde, participou das competições a
sociedades para formar a Sociedade Recreativa e Esportiva Ipiranga, e Associação Ginástica Blumenau. Nas corridas participaram as equipes
sua trajetória teve o seu ponto alto por volta de 1949, quando eram do Brasil, Blumenauense, Bom Retiro, Tamandaré, Amazonas e ainda
distribuídos livretos com toda a programação e a população as equipes das cidades de Brusque, Curitiba e Jaraguá do Sul. A
comparecia em massa às margens do rio Itajaí-Açú. Além das vitórias música esteve a cargo da Banda Militar de Joinville com 28 figuras.
citadas o remo careou para a sociedade as taças, "Ford" e "Su1acap" Apesar da chuva do dia 6 à tarde, de manhã e à tarde de domingo
em 1952, porém em 1958 desapareceu. foram belíssimas e o professor DisteI conseguiu o seu intento. A

248 249
Sociedade Ginástica "Gut Hei! Altona" além de apresentar-se em campeonato promovido pela Liga Blumenauense de Desportos. Em
Blumenau, apresentou-se também em diversos locais do Vale do 1962, foi vice-campeão estadual e no campeonato estadual realizado
Itajaí. Em 1939, a Sociedade Ginástica "Gut Hei! Altona" foi em Porto União, conquistou o 20 lugar. Apesar de 1966 e 1969 ter
absorvida pela Sociedade Recreativa e Esportiva Ipiranga. conquistado o título de campeão estadual e em 1967 o de campeão
A Sociedade Ginástica "Gut Heil Altona" não desapareceu após blumenauense, o basquetebol entrou em crise. Atualmente só funciona
a fusão, pois dentro dos Estatutos da nova sociedade, a ginástica a equipe mirim, integrada por alunos de educação tisica de escolas
continua sob as mais variadas formas de esportes entre elas o boião, municipais e particulares de Blumenau, que promovem torneios
que fundado em 1898, e praticado incialmente por mulheres, mais internos, orientados por um professor de educação tisica.
tarde contou também com a adesão dos homens. Entre as equipes de O voleibol que começou a funcionar na década de quarenta,
boião destacou-se a equipe dos "Atômicos" que careou para a apesar dos títulos conquistados, entre os quais o de vice-campeão do
sociedade um grande número de vitórias, entre elas em 1958: torneio início em 1947; vice-campeão do torneio início la categoria
campeão estadual e campeão do torneio de boião "A Nação". 1959, em 1950; vice-campeão estadual com a equipe de titulares e campeão
campeão municipal promovido pela Liga Atlética Blumenauense; 20 estadual com aspirantes em 1961; vice-campeão estadual em 1962;
lugar no campeonato estadual; campeão do torneio "A Nação" pela campeão municipal com a equipe mirim em 1977; campeão
equipe dos "Atômicos". 1966, campeão estadual e regional. 1967, interescolar com a equipe mirim e campeão dos V Jogos da Primavera
campeão regional; campeã do 1o Campeonato Regional de boião em 1978 e campeão estadual com os titulares em 1979, o voleibol
Feminino e campeã do 1o Campeonato Sul Brasileiro de Boião. 1968, funciona atualmente em condições idênticas ao basquetebol.
campeão regional; 1969, tetra campeão municipal e 30 lugar no A natação, a modalidade esportiva que ainda continua
Campeonato Sul Brasileiro de Boião. 1970, campeão estadual e participando de competições, com a inauguração da piscina em 1969,
municipal. 1974, campeão do Torneio Independência. Atualmente o e que possui além do trampolim para saltos, que propiciou a formação
boião é praticado mais como forma de lazer e não competitivo. da equipe "Aqualoucos", possui também aquecimento, careando um
Desde a fundação e inauguração da sua quadra em 1940, que grande número de jovens para a natação, que participando de
recebeu no nome de "Alice Hering", o basquetebol foi uma sucessão competições já conseguiram medalhas e títulos que honram a
de vitórias, pois em 1942 conquistou o título de campeão estadual. sociedade. Em 1971, a equipe de natação sagrou-se campeã
Pela Liga Blumenauense de Desportos conquistou nos anos de 1946, participando do 10 Campeonato Estadual de Natação e ainda campeã
1947 e 1948 o título de campeão de 23 categoria. Em 1949, campeão do Campeonato Interclubes. Em 1974, no Campeonato Interclubes
da 1 categoria; vice-campeão estadual; vice-campeão do torneio
3
realizado em Florianópolis a equipe feminina sagrou-se campeã. Em
início da 13 categoria. Super campeão do Campeonato Municipal e 1978, classificou-se em 20 lugar na 13 etapa do Campeonato Estadual
Vice-campeão da 13 categoria. Em 1950 foi campeão do Centenário Interclubes, realizado em Florianópolis. Em 1981, as equipes de
de Blumenau da 23 categoria vice-campeão de 13 categoria; campeão natação do Ipiranga foram destaque no Campeonato Internacional
de lance livre e campeão do torneio início da 13 categoria da região de realizado em Ponta Grossa, no Paraná e campeãs da 23 etapa do
Blumenau. 1951, foi vice-campeão do Torneio da I" categoria da Campeonato Estadual. Em 1982, o Ipiranga destacou-se entre outros
região de Blumenau. No dia 21 de novembro de 1953, a Sociedade no Campeonato de Etapas realizado em Florianópolis, sendo
Esportiva Icarahy da cidade de Itajaí comemorou o seu aniversário e vencedores das categorias infantil, juvenil e adulto. No Campeonato
as equipes de basquetebol do Ipiranga que venceram três das quatro Estadual realizado em Joinville em 1983, a equipe feminina, categoria
partidas disputadas conquistaram as taças Otto Niemeyer e Cesar adulto, classificou-se em 10 lugar e a equipe masculina na mesma
Ramos. Pela Liga Blumenauense de Desportos, em 1959, a equipe de modalidade, classificou-se em 20 lugar. No Campeonato Catarinense
titulares e a juvenil foram campeãs municipais e o atleta Luiz Probst de Natação, modalidade B-Juvenil, a equipe feminina obteve o 10
foi campeão estadual de lance livre. Em 1961, os titulares lugar com 228 pontos em 15 provas e o 10 lugar em 14 provas,
conquistaram o tricampeonato, e com a equipe de aspirantes, o obtendo ainda seis recordes, sendo destaques femininos: Cleide

250 251
nomeados pela diretoria executiva. Funcionam os departamentos:
Machado, Troféu Eficiência com 7 medalhas de ouro e Troféu científico-cultural, social, futebol, futebol de salão, futebol suíço,
Recordes com 3 recordes. Denise Krieger com 6 medalhas de ouro, 1 natação, boião, tênis, punhobol, judô, bocha, voleibol, "skat", médico,
de prata e 3 recordes. A equipe masculina obteve o 20 lugar com 129 jurídico, patrimônio, divulgação, relações públicas, ginástica feminina
pontos em 15 provas, obtendo o 10 lugar em duas provas. Foram e departamento social jovem.
vencidas: 4 provas "Anouk Lambers"; 3 provas "Mara Fuck"; 3 Os atuais Estatutos foram registrados no Cartório de Getúlio
provas "Patrícia Fendrich" e 2 provas "Adler Neuwien". Vieira Braga em 11 de maio de 1982, sob n? 185, livro A-8; fls.
134 V.
GUARANI ESPORTE CLUBE O Guarani promove competições internas entre as diversas
modalidades esportivas, participando também de competições
Em 1929, Amoldo Hertel e Walter Staedele idealizaram um municipais e estaduais. O "skat" introduzido em 1981, sagrou-se
clube de futebol que acrescido de mais integrantes resultou no dia 9 campeão no mesmo ano, no torneio realizado no Tabajara Tênis
de fevereiro de 1929, na fundação do América Futebol Clube de Clube. Em 1983, conquistou o título de campeão estadual de
Itoupava Norte. O nome América Futebol Clube foi de pouca duração, punhobol na categoria adulto, e em 10 de julho de 1984, os veteranos
pois no dia 26 de abril de 1930, os fundadores do clube o registraram conquistaram o campeonato estadual, sendo que a última etapa deste
sob o nome de "Sociedade do Jogo de Bola Guarany" (L-I; fls 163 V; campeonato foi disputada no Guarani onde após os jogos e entrega
Cartório Getúlio Vieira Braga). Participaram da primeira equipe de dos troféus e medalhas houve um almoço de confraternização.
futebol, Erich Hertel, Walter Hertel, Walter Staedele, Fritz Redun, Aos filhos de associados são acessíveis todas as modalidades
Achill Schoenau, Paul Kleinhempel, Leopold Hartmann, Alfonso esportivas coerentes com a categoria infantil, adolescente, adulto, sob
Loerche, Richard Annuseck, Guido Schoenau, Paul Hertel, Arnold a orientação de professores especializados.
Hertel, Wilhelm Staedele, Helmuth Schoenau, e outros mais. Os jogos O Guarani Júnior funciona desde 1971.
eram realizados em amplo terreno doado pela Comunidade Escolar de O Guarani possui uma bonita sede social, construída sobre o
Itoupava Norte, onde atualmente se localiza a Escola Básica "João terreno doado pela Comunidade e que fazia parte da antiga escola
Widemann". Na época, cada jogador arcava com todas as despesas de local, com piscina, sauna, restaurante, bar e demais instalações para as
uniforme e viagens, pois a equipe jogava em Brusque, Rio do Sul, práticas desportivas. O grande número de troféus expostos na
Itoupava Central (Frigor) e em outros locais. Inicialmente não havia secretaria demonstram a intensa atividade esportiva do "Guarani
sede adequada, somente um galpão onde depois dos jogos eram Esporte Clube".
realizados os bailes. Na época, cada associado contribuía com 500 Durante o ano promove, baile de carnaval para adultos e
réis mensais, porém Rolf Kühnrich contribuía com importâncias bem crianças, baile de inverno, "Oktoberfest", jantares dançantes,
maiores. reveillon, Natal para os filhos dos associados, festas jovens, festa
Em Assembléia Geral realizada no dia 9 de março de 1944, a junina, na qual são apresentadas entre outras atrações, o boi de
sociedade teve a denominação alterada para "Guarani Futebol Clube", mamão e músicas folclóricas catarinenses.
e em Assembléia Geral de 8 de julho de 1955, passou a denominar-se
"GUARANl ESPORTE CLUBE". Os objetivos da sociedade são O VALE DO VELHA
desenvolver a educação física em todas as suas modalidades,
promovendo reuniões e diversões de caráter esportivo, social, cultural "No local, onde havia empregado o melhor de seis mil "thalers",
e cívico. encontrei apenas, algunas choupanas mal feitas que não valiam
Segundo os Estatutos, "o quadro social será limitado a 1.500 trezentos "thalers" um negro paralítico e uma preta velha; um
associados, representados por igual número de títulos patrimoniais". engenho de serra que, com a menor enchente, já não trabalhava mais.
A sociedade é administrada por um presidente e quatro vice- Nada de plantações, a não ser um pasto miserável no qual estavam uns
presidentes e ainda por diretores de departamentos, escolhidos e

253
252
oito ou dez bois carreiros. Não havia nada preparado para receber e Clube de Caça e Tiro Velha Central. Em Assembléia Geral foi eleita a
abrigar os colonos que já estavam em viagem". diretoria que ficou assim constituída: Carlos Budag, presidente;
É o trecho da carta enviada pelo Doutor Blumenau a um amigo e Guilherme Bachmann, vice-presidente; Bertoldo Bachmann, 10
se refere a situação caótica em que encontrou a barra do Ribeirão da tesoureiro; Gustav Beumer, 20 tesoureiro; Ewaldo Geske, 10
Velha, local escolhido pelo Doutor Blumenau para se estabelecer secretário. Preserva as tradicionais festas de "rei" e "rainha",
provisóriamente e aguardar a vinda do seu sobrinho Reinhold acompanhadas do tradicional baile com a "polonaise". Sediou em
Gaertner acompanhado dos primeiros imigrantes. 1977, o VI Encontro Blumenauense de Atiradores e em 1978,
Na época, a bacia do Itajaí estava sob a jurisdição de Porto Belo. inaugurou sua nova sede. Oferece aos associados, além do tiro ao
Em fevereiro de 1844, José Pereira da Silva Guimarães, requereu alvo, o boIão e o futebol de campo. O "Schuetzenverein - Velha
terras nos fundos do rio Itajaí, tendo como limites ao sul, o Ribeirão Central" registrou seus Estatutos como Clube de Caça e Tiro Velha
da Velha, e foi dos primeiros proprietários dessas terras, que o Doutor Central em 16 de novembro de 1948, e os reformulou em 1O de
Blumenau adquiriu lotes, pois as terras que formam o Bairro da Velha setembro de 1979.
não faziam parte da Colônia Blumenau e sim ao Doutor Blumenau, Por volta de 1915, surgiu na Velha uma associação de
pessoalmente. Essas terras foram por muito tempo questionadas na características bem diferentes das sociedades existentes na época, a
justiça da Comarca e também na Alemanha, quando o Pastor Gustav Sociedade de "Quadrilha". Fundada por H. Schneider, apesar de
Stutzer que as adquirira do Doutor Blumenau não conseguiu colonizá- congregar grande número de amantes da quadrilha e incentivar o
las, exigindo a anulação do contrato e a devolução do dinheiro. É funcionamento da mesma através de lições de "Quadrilha" e
evidente que o Doutor Blumenau ganhou a causa. E foi nas suas "Kraenzchen", a sociedade teve curta duração.
terras, na barra do Ribeirão da Velha, que aportaram os primeiros A sociedade que marcou o Vale do Velha foi o
imigrantes que iniciaram a colonização de Blumenau. Para "Schuetzenverein Einigkeit", que registrou seus Estatutos no dia 26
recepcionar os primeiros imigrantes, enquanto o Doutor Blumenau de setembro de 1916, no L-I e fls. 8 no Cartório de Getúlio V. Braga.
atuava junto às autoridades brasileiras para dar início à colonização, Paralisou suas atividades durante as duas Guerras Mundiais. Na
seu sócio, Ferdinand Hackradt, ficou encarregado de preparar o local, campanha de nacionalização reformulou seus Estatutos em 28 de
construindo um rancho para alojar os imigrantes, um engenho de dezembro de 1938, adotando o nome de Sociedade de Atiradores
serrar madeira e alguns barracos, que foram danificados pelas "União". Após a Segunda Guerra Mundial, no dia 30 de agosto de
enchentes de 1850 e 1852. Presume-se que o nome Velha tenha sua 1949, a sociedade reorganizou-se registrando seus Estatutos com o
origem na preta-velha que já morava no local, quando o Doutor nome de Clube de Caça e Tiro "Concórdia". Na Assembléia Geral
Blumenau adquiriu as suas terras. de 1949, foi eleita a nova diretoria que ficou assim constituída:
Nos primeiros tempos, a Colônia Blumenau pouco se Helmuth Westphal, presidente; Oswald Buerger, vice-presidente;
desenvolveu para as bandas do Ribeirão da Velha, pois enquanto os Amo Metzger, 10 secretário; Rodolfo Zutter, 20 secretário; Paulo
colonizadores do Garcia e Itoupavas já haviam fundado sociedades Metzger, 10 tesoureiro; Erich Gieseler, 20 tesoureiro e Guilherme
antes de 1900, a mais antiga sociedade da Velha, o "Schuetzenverein Zwang, orador.
_ Velha Central", foi fundado no dia I o de maio de 1900, com a Com a falta de uma sede própria, as atividades sociais e
finalidade de promover diversões e o esporte de tiro ao alvo para esportivas, que inicialmente eram realizadas no salão de Hermann
amadores. Brehmer de Velha Central, foram transferidas para o salão Ehrhard e
O "Schuetzenverein - Velha Central" interrompeu suas mais tarde para o salão Wolfram. A partir de 1949, as atividades
atividades durante as duas guerras mudiais, e a nacionalização em sociais passaram a ser realizadas no salão de Heinrich Duggen. Em
1938, fez com que a mesma passasse a denominar-se Sociedade 1953, a sociedade adquiriu um terreno onde foram construídos os
Esportiva Velha Central. Ao ser reativada depois da Segunda "stands" de tiro e em 1969, com o auxílio da indústria, comércio e
Guerra Mundial, no dia 29 de agosto de 1948, passou a denominar-se associados foi construída a sede própria que foi inaugurada em 1969.

254 255
Foram fundadores do "Schuetzenverein Einigkeit": Otto Schneider. Na época, a seção de canto e teatro da sociedade era tão
Schreiber, Arthur Schreiber, Oswald Schreiber, Otto Brehmer, Karl importante que levava o grupo teatral e o seu coral ao Teatro
Krueger, Leopold Lueders, Franz Budag, Paul Budag, Rudolf Urban, "Frohsinn" e também para outros locais. O nível cultural dos
Fritz Persch, Rudolf Persch, Franz Juenger, Hermann Bretzke, Ernst integrantes poderá ser avaliado através de alguns programas. Na área
Krueger, Franz Krueger, Emil Bruns, Karl Kaun, Alfred Michelmann, teatral a equipe do Neue Velha apresentou entre outras peças: "O
Hermann Zager, Gustav Hartung, Otto Heidrich, Wilhelm Larsen e inesperado acontece sempre"; "O médico naturalista"; "O rude
Arthur Grahl. O clube, além da parte esportiva, promove anualmente Gottlieb"; "O barril de pólvora"; "O casamento"; "Amor em
o baile dos casados e as festas de "rei" e "rainha". uniforme"; "A eleição da diretoria"; "O garimpeiro". A peça teatral
O clube possuía há alguns anos atrás um coral masculino, um "O garimpeiro" em 4 atos de autoria de Charlotte Birch-Pfeiffer teve
coral misto fundado por volta de 1923, e um grupo teatral, que como intérpretes: Carl Seelbach (no papel principal), H. Jaegeler, M.
emudeceram durante a nacionalização. Apesar do estado psicológico Brueckheimer, E. Zechner, C. Kaestner, G. Beims, G. Geese, G.
em face das pressões devido a nacionalização, Oswald Buerger, que Lindholm, E. Berndt, P. Zechner, F. Eltermann, C. Buchholz e ainda
na época era presidente do clube, possibilitou em 1949, a reativação camponeses, moças e rapazes. Época 1812. A peça foi reprisada
dos corais. Sob a regência do professor Karl Schuetzler, apesar de ser várias vezes em vários locais. A seção de canto apresentou entre
difícil recomeçar e mais difícil ainda reunir os cantores, depois de um outros números musicais e canto: "Lorelei", "Intermezzo", "Velha e
ano, conseguiram realizar a primeira festa de cantores. Paralelamente, nova Pátria", "Concórdia e amor". O coral e orquestra sob a regência
os corais mistos de Warnow e Benedito Novo, sob a regência de Josef de F. Baumgart. O intercâmbio entre as sociedades culturais era
Wollinger, estimularam a reativação de outros corais. Várias festas freqüente e a Sociedade de Cítaras "Gut Klang" se apresentou várias
foram promovidas inclusive noites coloridas para que a Comunidade vezes no salão Brueckheimer. As noites de arte eram encerradas com
se interessasse. Em 1952, Karl Schuetzler desistiu de reger os corais bailes, abrilhantados por bandas e conjuntos musicais, entre eles:
sendo substituído por Franz Baumgart, que em junho do mesmo ano Baumgart, Penzlien, Seelbach, Edelweiss, Guarany, Quinteto
também deixou a regência, sendo substituído por Walter Seelbach. Catarinense.
Com a morte prematura de Walter, seu irmão Eugênio assumiu a Por volta de 1925, funcionou na Velha, a Sociedade de Canto
regência. Sob a regência dos irmãos Seelbach os corais tiveram "Liedertafel" que no dia 4 de dezembro de 1926 festejou seu
grande sucesso. Paralelamente ao coral masculino e misto também aniversário de fundação com apresentações humorísticas, corais,
funcionava um coral infantil fundado com a participação dos pais. O ginástica rítmica, teatro e baile festivo. Participaram das festividades
coral masculino do "Concórdia" foi o pioneiro na reativação da Liga o coral masculino "Eintracht" de Altona e o coral masculino Garcia II.
Cultural e Recreativa Vale do Itajaí. Na ocasião, foram apresentadas músicas de concerto e dança pelo
Enquanto o "Schuetzenverein Velha Central" e o Quarteto Baumgart. A "Liedertafel", como sociedade artística,
"Schuetzenverein Einigkeit" foram reativados depois da Segunda também apresentava peças teatrais, entre elas: "O sucesso de Othelo";
Guerra Mundial, o "Schuetzengesellchaft Neue Velha" não mais "Os chinelos do Otto"; "Eles vêm". A sociedade festejava anualmente
voltou a funcionar apesar de fundado em 1912, e registrado seus seu aniversário, geralmente no salão Wolfram com apresentações
Estatutos no dia 8 de maio de 1914, pois a nacionalização o emudeceu artísticas e baile. Apesar de inaugurar a sua bandeira no dia 20 de
para sempre, o que é compreensível, considerando ser o mesmo uma maio de 1928, e participado no dia 17 de maio de 1931, da grande
sociedade artística-cultural, onde pouco tiro ao alvo se praticava. A festa de inauguração das bandeiras, promovida pelo "Sãngerbund
sociedade tinha sua sede no salão de Alfred Beims, que tinha um Itajahytal", a nacionalização a emudeceu. O mesmo aconteceu com o
pequeno palco onde eram apresentadas peças teatrais, números de "Schuetzenverein Velha Tiefe", fundado em 1913, registrou seus
canto coral e música, portanto era mais cultural do que recreativa, Estatutos em 1914, com a nacionalização não foi mais reativado.
promovendo constantemente noites de entretenimento, que Na década de trinta, se multiplicaram no Vale do Itajaí, os clubes
culminavam com um baile às vezes abrilhantado pela banda de H. de futebol, e o Bairro da Velha contou na época, com os clubes

256 257
"Victória F. C." e o "Liberdade". Esses clubes além de participarem de boIão. As tradicionais festas de "rei" do tiro, "rei" dos reis,
de competições esportivas em todo o Vale, promoviam grandes festas "rainha" do tiro e "rainha" do boião, são realizadas anualmente. As
esportivas que geralmente culminavam com animado baile. festas são geralmente abrilhantadas pelo Jazz Amizade de Encano do
No dia 27 de outubro de 1944, reuniram-se Paulo Mantau, Norte. Os casais, sócios do clube, disputam o boião em determinados
Alfredo Dumke, Henrique Ohf, Alfonso Buerger, Eugênio Mantau, dias da semana, sendo que alguns deles se reúnem sempre num
Carlos Muzicka, Edmundo Glau, Fritz Ziehlsdorf, Francisco Leicht, mesmo dia da semana durante muitos anos. Em 1972, sediou o
Alwin Mantau, Alfonso Grosch, Albano Schulz, José Suave, Reinold Primeiro Encontro Blumenauense de Atiradores. O Esporte Clube
Becker, Walter Karsten e João Krug, com a finalidade de fundar uma Água Verde, registrou seus Estatutos em Cartório no dia 22 de janeiro
sociedade, a Sociedade Desportiva Vasto Verde, que segundo os de 1947.
Estatutos, tinha por objetivo - "a prática do futebol e outras atividades Em 1955, o Bairro da Velha foi manchete na imprensa nacional
que concorram para o desenvolvimento físico, moral e intelectual e e internacional quando o dentista Emílio Martins, no seu consultório,
para o apuro eugênico da juventude brasileira". O Regimento Interno em 9 de maio de 1955, para se apoderar de cem cruzeiros, assassinou
foi elaborado de acordo com os Estatutos da Liga Blumenauense de o seu amigo Nemo Packer (de Rodeio) com golpes de chave inglesa, o
Desportos e pelo Decreto-Lei n" 3.199 de 14 de abril de 1941. Os esquartejou e colocou dentro de uma mala fugindo para um matagal
Estatutos foram assinados por Paulo Mantau, Alfredo Dumke, onde foi preso.
Henrique Ohf, Alfonso Buerger, Alwin Mantau, Carlos Muzicka e Até a década de sessenta o Vale do Velha era essencialmente
registrados em cartório no dia 21 de março de 1945. As atividades residencial. Alguns dos moradores se dedicavam à lavoura, outros
sociais que incialmente eram realizadas no salão dos Irmãos Karsten, trabalhavam no centro, porém a maioria trabalhava na Cia. Hering, de
atualmente funcionam em bonita sede própria. Iniciou suas atividades fácil acesso através do morro da Cia. para onde os operários se
com o futebol de campo e durante a gestão de Henrique Ohf, em dirigiam a pé ou de bicicleta. Atualmente os operários dispõem de
1946, foi introduzido o tiro ao alvo, que atualmente é um dos ônibus especiais. O número de casas comerciais e oficinas' que
destaques entre as demais modalidades esportivas. Oferece ainda aos funcionavam no bairro era reduzido.
associados o vôlei, basquete, boião, bocha, futebol suíço e "skat". A indústria que marca o Bairro da Velha desde 1926, é a
Destacou-se no vôlei e basquete em competições nacionais e Malharia Thiemann, fundada por Tekla e Joseph Thiemann e que
internacionais. Em 1980, participou do torneio Sul Americano de apesar de pertencer atualmente à Jaime Telles, conserva as
"Skat" realizado na Argentina sagrando-se campeão Sul Americano. características de antanho, inclusive o prédio.
Tem conquistado troféus e medalhas na modalidade de tiro. Na segunda gestão de Hercílio Deeke como Prefeito Municipal
O Esporte Clube Água Verde, fundado no dia 5 de novembro (1961/1966) o executivo adquiriu uma grande área de terras no Bairro
de 1946, por Hennann Glau, Paulo Mantau, José Kolsch, Alwin da Velha para nelas construir o Pavilhão e Parque Permanente de
Mantau, Franz Klein, Alfredo Dumke, Arthur Wagner, Ricardo Exposições, o Centro de Educação Física e o Pavilhão "A" da
Ziehlsdorf, Edgar Glau, Lauro Pereira, Walter Pereira, Pedro Leicht, PROEB. Desde a inauguração, no complexo foram realizadas feiras
Alfredo Kolsch, Hilário Ziehlsdorf, Wilhelm Schwitzki, Paulo Leicht, de amostras de Santa Catarina - FAMOSC, e outras promoções.
Ricardo Hoeltgebaum, Alfonso Grosch e Rudibert Teske, iniciou suas Atualmente, acrescido de várias construções, inclusive
atividades com o futebol de campo praticado no terreno de Hennann "enxaimelóides", o complexo mais parece uma "colcha de retalhos de
Glau, enquanto que as festas eram realizadas na residência do mesmo. muito mau gosto" e que abriga uma série de promoções, inclusive a
Mais tarde, Glau doou um terreno para edificar a sede que foi "Oktoberfest", que carrea para Blumenau turistas de todo o Brasil
construída em mutirão pelos próprios sócios que se revezavam. Para inclusive do exterior que transformam Blumenau, durante dezessete
os "stands" de tiro foi adquirido um terreno em 1949, e em 1952 foi dias, no maior centro de bebedores de cerveja do país e que, entre
construída uma cancha de boião. A aquisição da área de terras outras atrações, conta com o concurso de bebedores de cerveja em
adquirida em 1973, serviu de local para estacionamento e nova cancha metro.

258 259
o Vale do Ribeirão da Velha "inchou" com a imigração e o Câmara - Secretária Geral; José Gonçalves - Secretário; Ricardo
crescimento desordenado, e suas belas características de anos atrás
como o pequeno ônibus chamado de "caixinha de fósforos" da antiga Schwanke - 10 Tesoureiro; José Manoel Mafra - 20 Tesoureiro.
empresa Wolfram desapareceu, como também estão desaparecendo as Augusta Odebrecht, Nilsa Jacobsen, Maria Norma Kander, Dr.
casas com seus belos jardins que pouco a pouco cedem espaço para os Lourival Hübner Saade e Dr. Eduardo Ferencz - Conselho
prédios de concreto. Deliberativo. Aldo Pereira de Andrade, Ralf Elke e Elimar
O bairro abriga atualmente o maior número de indústrias em Baumgarten - Conselho Fiscal. Alfredo Strobel e Dr. Ayres Gonçalves
Blumenau, ocupando também o segundo lugar em estabelecimentos - Suplentes, diretoria que atuaria até 31 de dezembro de 1966. Na
comerciais e empresas de serviços. ocasião discursou o Dr. João Caropreso, que agradeceu a colaboração
de José Ferreira da Silva e Lions Clube de Blumenau - Zona Sul. Em
VILA NOVA seguida proferiu palestra o Dr. Carlos Moritz, médico em Brusque,
que discorreu sobre os problemas relacionados com os excepcionais.
Vila Nova sedia a mais importante obra assistencial de A Associação funcionou, inicialmente, num prédio nas
Blumenau - a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais imediações do Grupo Escolar "Santos Dumont" no Garcia até que na
(APAE), que realizou a sua reunião de constituição, sob a presidência gestão de Evelásio Vieira, a Prefeitura doou para a Associação a área
de José Ferreira da Silva, no dia 25 de março de 1965, às 20 horas, no de 13.000 m2, onde foi construído um bonito complexo educacional, à
salão de conferências da Biblioteca Municipal de Blumenau, sendo os Rua Casemiro de Abreu - 216 (Vila Nova). Nos dois blocos
trabalhos secretariados por Ruth Lindenberg Câmara. Após esclarecer construídos que abrigam salas e dependências para as mais diversas
o objetivo principal da reunião, José Ferreira da Silva leu o projeto de finalidades funcionam: a estimulação precoce e essencial; setor
Estatutos no qual consta que a finalidade da associação é "promover o educacional com níveis um, dois e três; oficina ocupacional; pré-
bem estar e o ajustamento, em geral, dos indivíduos excepcionais, oficina e oficina pedagógica com suas respectivas atividades, direção
onde quer que se encontre e estimular os estudos e pesquisas relativos e professores qualificados sob orientação de equipe técnica composta
aos problemas dos excepcionais; o fundo social da entidade será de médico, dentista, assistente social, fisioterapeuta, terapeuta
constituído pela contribuição dos sócios ou de terceiros, rendas, ocupacional, fonoaudióloga, psicóloga e orientadores pedagógicos.
donativos, legados, subvenções, doações ou qualquer outro auxílio O complexo abriga ainda um "play-ground", piscina, campo de
recebido e pelos bens que a Associação vier a adquirir; a sociedade futebol, horta, bosque e área livre. Também funciona uma bem
terá duração indeterminada, sendo administrada pelos seguintes equipada cozinha e refeitório.
órgãos: 1) Assembléia Geral; 2) Conselho Deliberativo; 3) Conselho A "APAE é beneficiada por convênio de cooperação técnico-
Fiscal; 4) Diretoria; será representada, ativa e passivamente, judicial e pedagógico celebrado pela Secretaria de Educação com a Fundação
extrajudicialmente, por seu Presidente; seus Estatutos são reformáveis Catarinense de Educação Especial". Colabora com a APAE a Legião
mediante Assembléia Geral Extraordinária convocada com trinta dias Brasileira de Assistência.
de antecedência, e seus membros não respondem, subsidiariamente, A APAE registrou seus primeiros Estatutos no Cartório de
pelas obrigações sociais; sua extinção só poderá ser decidida por Getúlio Vieira Braga no dia 28 de maio de 1965 (livro-A-7, folhas 67
deliberação de duas Assembléias Gerais Extraordinárias sucessivas, V).
realizadas com intervalo de três meses, que indicará instituição de fins
análogos à qual deverá ser entregue o patrimônio social". "PROMENOR"
Amplamente discutidos, os Estatutos foram aprovados, propiciando a
eleição e posse, por aclamação, da primeira diretoria da Associação, A implantação de uma entidade para atender meninos carentes
proposta por José Ferreira da Silva, integrada pelo Dr. João Caropreso teve início na gestão do Prefeito Municipal José Ferreira da Silva
- Presidente; Dr. Afonso Balsini - Vice-Presidente; Ruth Lindenberg (1938-1941) quando foi criada a Escola Agrícola onde os meninos
recebiam alimentação, escolaridade e instrução profissionalizante sob

.260
261
a orientação das Irmãs Franciscanas. A escola, que deu o nome ao PROMENOR. Após várias campanhas e promoções beneficentes, no
bairro, foi desativada na gestão do Prefeito Carlos Curt Zadrozny. dia 15 de outubro de 1980, com a presença do Prefeito Municipal
No governo do Prefeito Frederico Guilherme Busch Jr., sob a Renato de M. Vianna e importantes autoridades municipais foi
presidência do então Juiz de Direito, Dr. Marcílio João da Silva lançada a pedra fundamental da sede que conta com área edificada de
Medeiros, reuniram-se Frederico G. Busch Jr., João Gomes, Heitor da 1.852,12 m2, que foi inaugurada em 25 de fevereiro de 1986 na gestão
Silveira Vasconcelos, Bernardo W. Werner, Frei Brás Reuter, Frei do Prefeito Dalto dos Reis.
Ernerto Emmendoerfer, Júlio H. Zadrozny, Oscar Leitão, Aldo Em fins de 1990, na gestão do Prefeito Victor F. Sasse a
Andrade, Arnaldo Xavier, Maurício Xavier, Raul Fagundes, José PROMENOR foi reestruturada para atender exigências dos seus
Gonçalves, Salomão da Silva, Willy Berndt, José Ribeiro de objetivos, e principalmente atender "aos requisitos estabelecidos pela
Carvalho, Abílio de Oliveira, Luiz Schramm, Frederico Kilian, implantação do Estatuto da Criança e do Adolescente". Em 1991 a
Getúlio Vieira Braga e Roberto Baier para fundarem a Associação PROMENOR passou para a Secretaria de Educação da Prefeitura
Blumenauense de Amparo aos Menores Desvalidos, que registrou Municipal de Blumenau com a denominação de PROMENOR -
seus primeiros Estatutos no dia 21 de dezembro de 1957, no livro A-6, Fundação Promocional de Blumenau do Menor Trabalhador.
folhas 400 no Cartório de Getúlio V. Braga. Os Estatutos foram A PROMENOR atende crianças na faixa etária de 7 a 14 anos,
reformulados em 31 de maio de 1974 e registrados no livro A-7, que recebem assistência médica e odontológica, orientação escolar,
folhas 253 V. uniformes, aulas de datilografia, passes de ônibus, material escolar,
A Associação Blumenauense de Amparo aos Menores alimentação (café da manhã, almoço e lanche), seguro de acidente
Desvalidos teve sua primeira diretoria integrada pelo Dr. Marcílio pessoal e outros. A PROMENOR, assegura à criança, através de
João da Silva Medeiros - presidente; Roberto Baier - tesoureiro e estágio de meio período junto ao comércio, indústria e bancos locais,
Getúlio Vieira Braga - secretário. como aprendiz, a possibilidade de integrar-se com sucesso em futuras
Em 1969, a então Diretoria da Saúde da Prefeitura Municipal, profissões e demais atividades humanas.
organizou grupos de menores que trabalhavam como vendedores Os recursos para a manutenção da PROMENOR provém de
ambulantes e engraxates. Mais tarde foram organizados grupos de subvenções da Prefeitura Municipal de Blumenau, Estado, indústria,
garís, cicerones e "office boys". Os grupos subordinados à Diretoria comércio, clubes de serviços e particulares. A PROMENOR é sempre
de Saúde e Assistência Social receberam até 1973, alimentação, presidida pela primeira dama do município que conta com a
vestuário, orientação educacional, cívica, moral e espiritual. colaboração de voluntárias, sem remuneração ou benefícios.
No dia 17 de outubro de 1974, o Cartório de Getúlio V. Braga A PROMENOR está estruturada com uma Diretoria Executiva,
registrou no livro A-7, folhas 258 a Ata de Assembléia Geral um Conselho Deliberativo e um Corpo Técnico Administrativo. De
Extraordinária da pequena associação como PROMENOR - acordo com os Estatutos da PROMENOR, em cada segunda quinzena
Sociedade Promocional de Blumenau do Menor Trabalhador. No dia do mês de junho dos anos pares, é eleita uma nova Diretoria. A
4 de dezembro de 1974, pela Lei 2048, aprovada pela Câmara de primeira diretoria eleita em 1974 integrava: Murita N. Uber Theiss -
Vereadores, de Blumenau e promulgada pelo então Prefeito Felix C. presidente; Liselote Iten - vice-presidente; Rose Schadrack - diretora
Theiss a PROMENOR foi transformada em sociedade civil de executiva; Neusa Pereira Schaefer - vice-diretora executiva; Maria
utilidade pública. Com o mesmo nome da co-irmã de Florianópolis Puckall - diretora social; Neuza Luz Manske - vice-diretora social;
iniciou suas atividades, utilizando as mesmas dependências da Carmen Lúcia Vianna - 13 secretária; Vara Baier - 23 secretária; Esther
Secretaria de Saúde e Bem Estar Social. Com exigência de espaço Goemann - tesoureira; Terezinha Schling - secretária adjunta; Dailva
físico, em 1977 passou a ocupar instalações na PROEB. H. Fischer - diretora pedagógica; Carmen Olinger - vice-diretora
Em 1979, a Prefeitura Municipal de Blumenau doou para a pedagógica. Para o Conselho Deliberativo foram eleitos, por
PROMENOR a área de 2.432,20 m2, com frente para a rua Humberto aclamação, Murita N. Uber Theiss, Liselote Iten, Sueli Waschburger,
de Campos, para que no local fosse construída a sede da

262 263
Sônia Regina Pabst, Lucy de Sá Fortes, Elisabeth Ricken, Aldi Funciona com uma diretoria (coordenadora), uma secretária
Brandão M. Brito e Ivo Martins. administativa, quatro monitores, um casal de caseiros, duas pessoas
Objetivos e finalidades: encarregadas da limpeza, uma cozinheira e uma lavadeira.
A PRO MENOR é uma organização civil de caráter promocional,
beneficente e filantrópica sem fins lucrativos. Tem por finalidade o VALE DO TESTO E OUTROS
promover e orientar o menor blumenauense, economicamente
necessitado, proporcionando-lhe um desenvolvimento humano sadio, Em Testo Salto (Vale do Testo) funciona o Clube de Caça e
dando-lhe condições de completa integração na família e na Tiro Testo Salto, fundado no dia 16 de agosto de 1946, por 31
Comunidade. pessoas de diversas profissões, que se reuniram no salão Becker,
Procura tomá-los úteis à Sociedade, dentro dos princípios de ocasião em que também elegeram a sua primeira diretoria integrada
educação integral, formando-os e orientando-os para uma atividade por Walter Prochnow - Presidente, Francisco Correa - Vice-
laboriosa, evitando assim, que se percam na ociosidade, no vício e na presidente, Erwino Radünz - 10 Secretário, Freymund Schneider - 20
delinqüência. Secretário, Albrecht Sprãnger - 10 Tesoureiro e Ernesto Bieging - 20
Labutam para a consecução dos objetivos da PRO MENOR, Tesoureiro. Em 1958 foi construída a sede. Além do tiro ao alvo,
pessoas voluntárias que através de sua dedicação espontânea, praticam o boião e o "Skat". Participam dos festejos da cidade e dos
conseguem manter viva e atuante a instituição. Encontros de Atiradores. Funciona anexo ao clube, o Grupo
Para ingressar na PROMENOR o candidato deverá estar na faixa Folclórico Alpino Germânico, fundado em 1969 por associados do
etária de 7 a 14 anos de idade e estar matriculado em qualquer escola clube e que se apresenta nos tradicionais festejos da associação e em
do município e ser carente de acordo com os critérios analisados pelos eventos culturais com suas danças típicas.
técnicos especializados da Entidade. Em julho de 1954, foi fundado em Testo Salto o Coro Misto
Testo Salto, sob a regência de Heinrich Holzinger. Atualmente com
ABAM 35 componentes, apresenta-se em festas de Natal e outras,
participando também do Encontro de Corais de Igrejas Evangélicas
A Associação Blumenauense de Amparo aos Menores que se realiza anualmente no Vale do Itajaí, cujo critério para sediar o
(Desvalidos) idealizada pelo Dr. Marcílio João da Silva Medeiros, encontro é o sorteio. O repertório inclui canções alemãs e brasileiras,
Juiz de Direito em Blumenau, fundada em 31 de julho de 1957 com a folclore e religiosas.
colaboração de pessoas da Comunidade, continua como entidade Em teatro, Testo Salto marcou presença na década de vinte com
particular, abrigando menores de 7 a 18 anos de idade, encaminhados a apresentação no salão Kleis (23-08-1924), na grande noite de arte,
através do poder judiciário, geralmente por desagregação da família com o seguinte programa: 1 - Streichorchester (Seelbach apresentou
(não são menores infratores), em regime de internato onde recebem um número musical); 2 - Musikalische Werbung (dueto - 2 homens);
assistência médica, odontológica, alimentação, vestuário, calçados e 3 - a peça popular "Eckmann e filho"; 4 - solo e couplet; 5 - "Der
escolaridade (Escola "Lúcio Esteves"). A partir dos 14 anos, os Wilddieb" (dueto - 2 homens). Baile com a banda Seelbach. O Grupo
menores são encaminhados para empregos com carteira assinada. Teatral Testo Salto apresentou a peça popular em dois atos "Irrungen"
Funciona na Rua Benjamin Constant s/n em instalações próprias, e a comédia em um ato "Letze Rettung", depois silenciou.
inclusive área de lazer com locais especiais para esportes. A entidade Testo Salto, sedia uma das indústrias mais importantes de
tem Estatutos registrados e é beneficiada pelas demais leis que Blumenau, conhecida pela excelência dos seus artigos fabricados. -
beneficiam as entidades filantrópicas. Mantida pela Comunidade, a "Companhia Têxtil Karsten".
ABAM é administrada por uma diretoria que se reúne uma vez por Johann Karsten desembarcou no porto do Rio de Janeiro em
mês. 1860, trabalhando um ano nas plantações de café. Em 1861,
estabeleceu-se em Testo Salto, onde aproveitando uma queda d'água

264 265
construiu a primeira atafona das redondezas com pedras que ele apresentação da comédia em quatro atos, "Paciência", encerrando
mesmo catou no ribeirão e preparou para servir na atafona. Em 1869 com um baile. As apresentações teatrais e do coral, continuaram até
também construiu uma serraria. Algum tempo depois, juntou-se a que foram sustadas pela nacionalização, porém no dia 15 de julho de
Heinrich Hadlich dando início a uma tecelagem. Em 1881, enquanto 1956, o coral foi reativado com o nome de Coral Misto Salto do
Karsten se encarregava de construir o prédio, Hadlich viajou para a Norte, como seção da Sociedade Recreativa Esportiva e Cultural
Alemanha para adquirir a maquinária. No Rio de Janeiro, Hadlich Salto do Norte. O primeiro dirigente do coral foi Fritz Kemmelmeier,
conheceu Gustav Roeder, técnico em fiação e tecelagem formado em que também atuava em Itoupava Central. Para reativar o coral e
Chemnitz (Alemanha) e o convidou para acompanhá-lo à Alemanha, fundar a sociedade, Frederico Bieging e esposa Paula, Valter Birkner
regressando onze meses depois com seis teares e uma pequena fiação e esposa Asta, convidaram antigos cantores e pessoas interessadas em
com trezentos fusos. Em 1882 a firma Roeder, Karsten & Hadlich, esportes para se reunirem no local cedido por Willy Krueger. São
adquiriu 1875 quilos de algodão a 400 réis o quilo, sendo fundadores: Amoldo Koball, Detleff Knaesel, Gustav Zimmermann,
aconselhados pelo técnico Johann Findeiss, que começou a trabalhar Erich Kath, Willy Loth, Walter Birkner, Frederico Bieging, Paulo
na fábrica em 1883, a importar os fios para urdume, e em dezembro Grassmann, Haroldo Starke, Oswaldo Blaesing, Gustavo Birkner,
desse mesmo ano, as amostras dos tecidos fabricados no primeiro tear Victor Bennertz, Alex Mette, Oscar Becker, Carlos Grassmann,
montado, mostravam boa qualidade e próprios para a confecção de Arthur Milchert, Willy Krueger, Hermann Mette, Ricardo Reiter, Max
roupas resistentes, principalmente para a lavoura e oficina. Com a Maul, Edmundo Wagner, Antonio Lobatky, Harry Mette, Carlos
recuperação de outros teares, pois o transporte os havia danificado, Friese, Amoldo Voigt, Gustavo Milchert, Paulo Kowatsch, Erich
foram fabricados tecidos mais finos para vestidos e roupas, pois eram Krueger, Victor Lucas, Otto Blaesing e Helmth Keske. As atividades
de boa qualidade, podendo competir com as fazendas importadas. A sociais eram realizadas num galpão simples, e quando exigiam espaço
firma prosperou apesar de alguns preconizarem, na época, o seu maior utilizavam o salão de Arnold Kirsten. Com o tempo angariaram
fracasso. Em 1884, Roeder retirou-se da firma que continuou como fundos, compraram um terreno, construíram um "stand" de tiro, um
Karsten & Hadlich. Em 1886, retirou-se o sócio Hadlich e a firma galpão para festas e posteriormente a sede social. O tiro é praticado só
ficou com Johann Karsten que a dirigiu até 1914 quando a entregou pelos homens, que também atuam como cantores.
aos filhos Christian e João, e a firma passou a funcionar sob a razão Desde a colonização, muitos imigrantes se localizaram em
social de Karsten Irmãos. Johann Karsten faleceu em abril de 1918. Badenfurt e adjacências, onde desde o início construíram sua Igreja e
A fábrica que inciara com uma roda d'água, a partir de 1921 também sua Escola. Na escola particular de Badenfurt, estudou Lauro
passou a funcionar com uma turbina hidráulica e quatro anos depois Mueller, que foi mandado de Itajaí, por seus pais, para aprender o
com uma segunda turbina. Na década de vinte (1920, 1923, 1925, alemão, presumindo-se que a escola particular de antanho deveria ter
1928) novos equipamentos, teares e máquinas foram adquiridos. Em elevado conceito. Na época, o garoto Lauro Mueller era encarregado
1933, a Karsten Irmãos transformou-se em Sociedade Anônima com o de buscar farinha de milho na atafona de Johann Karsten, fazendo os
nome de Companhia Karsten, e em 1941 alterou sua razão social para seis quilômetros de volta com dez quilos de fubá nas costas, porém
Companhia Têxtil Karsten. Em 1946 foi acrescentada à fábrica a antes de encetar a caminhada, não dispensava a fatia de pão de milho
seção de estamparia. Como todas as firmas de porte do Vale do Itajaí, com "Mus" da casa dos Karsten.
a Karsten, além da Associação Beneficente "João Karsten", que Em 1916, Badenfurt era atendida pelo Pastor Rodlach, quando
registrou seus Estatutos em novembro de 1971, mantém creche e chegou a Blumenau o Dr. Hermann von Jhering, que tendo iniciado
refeitório, funcionando ainda em anexo a Associação Desportiva suas atividades como diretor do Departamento Zoológico do Museu
Recreativa Karsten. Em 20 de dezembro de 1982, um carimbo do Rio de Janeiro em 1880, e em 1883 fundado em São Paulo o
comemorativo marcou o Centenário da Companhia Têxtil Karsten. Museu Paulista, ficou desempregado aos 66 anos de idade. Sem
No dia 30 de janeiro de 1937, o Coral Misto Sing-Sang de Salto recursos e impossibilitado de regressar para a Alemanha, foi acolhido
do Norte, festejou seu primeiro aniversário de fundação com a por Peter Christian Feddersen, Dr. Herbert Koch e o Pastor Rodlach

266 267
de Badenfurt. Referindo-se a sua estada em Blumenau, disse o Dr. Hemmer tomou-se conhecido pelas suas experiências
Hermano von Jhering: - "que o tempo que passou em Blumenau foi o agropecuárias que eram publicadas no "Der Urwaldsbote", jornal em
ponto culminante de sua vida e que Blumenau é o paraíso na terra". língua alemã editado em Blumenau. Foi dirigente do Sindicato
Em Badenfurt, a sociedade que congrega os moradores locais é o Agrícola, presidente da Comunidade Evangélica de Badenfurt,
Clube de Caça e Tiro Badenfurt, que foi fundado no dia 18 de abril integrante ativo do Kulturverein e um dos fundadores da Caixa
de 1926, com o nome de "Schuetzenverein Badenfurt". A primeira Agrícola. Acolhia imigrantes alemães orientando-os para que melhor
diretoria era integrada por Theodoro Nuss - Presidente, Friedrich se adaptassem à nova terra. Empreendedor, além de instalar uma
Karsten - Vice-presidente, Fritz Hemmer - Secretário, Arthur Nuss - ferraria, construir carroças, consertar espingardas, buscar alternativas
Tesoureiro e Richard Barg - Capitão. Reformulou seus Estatutos em para a indústria têxtil, fabricar balanças decimais e montar uma casa
1938. Encerrou suas atividades durante a Segunda Guerra Mundial, comercial, percebeu que o repolho excedente poderia ser
voltando em 5 de março de 1950, com o nome de Clube de Caça e industrializado como "chucrute" (Sauerkraut) o que levava Hemmer
Tiro Badenfurt. Reativaram o clube: Romanus Emke, Adolfo para a cidade com produtos "in natura" e barris com o chucrute. A
Buettgen, Theodor Nuss, Heinz Trapp, Willy Larsen, Fritz Mueller, receptividade e a qualidade do chucrute fez com que Hemmer
Oswaldo Emke, Alex Bennertz, Max Schneider, Evaldo Jung, Nélcio incluísse o pepino em salmoura aos consumidores de Blumenau. Para
Reis, João Maçaneiro, Emílio Bennertz, Frederico Bieging, Walter suprir os consumidores em qualidade e quantidade adotou a prática do
Bennertz, Alfredo Kraft, Francisco Kluge, Fritz Mette, Alberto fomento.
Perchke, Gustavo Tillmann, Otto Sperber, Theobaldo Sperber, Em 1927 ainda predominava em Blumenau a economia rural,
Gottfried Sperber, José Lisandro, Walter Hinsching e Guilherme pois além do queijo e manteiga foram exportadas frutas e legumes em
Larsen. Funcionando em sede própria, realiza bailes, festas de conserva e mostarda, sendo que uma parte saía da modesta fábrica de
atiradores e a prática do boião. Participa do Encontro Blumenauense Hemmer.
de Atiradores. Com o falecimento de Hemmer aos 68 anos de idade em 14 de
Em Badenfurt, numa homenagem ao então garoto e depois março de 1927, surge a Heinrich Hemmer Irmãos sob a
Ministro Lauro Mueller que estudou na então escola particular de responsabilidade dos irmãos Heinrich Hemmer Jr., Max e Fritz com a
Badenfurt, a atual escola municipal ostenta o seu nome. participação do cunhado Carl Rinnert. Heinrich passou a gerenciar a
Badenfurt sedia uma das maiores empresas processadora de filial instalada no município de Presidente Getúlio, Max era
alimentos do sul do Brasil, a COMPANHIA HEMMER INDÚSTRIA responsável pelas vendas, Fritz pela produção da fábrica e lavoura e o
E COMÉRCIO. cunhado Rinnert o comando da ferraria e fábrica de balanças decimais
Fundada em 1915 por Heinrich Hemmer Sênior, natural da implantada por Heinrich Hemmer Sênior.
Westfália - Alemanha, que emigrou para o Brasil em meados de 1886 Além do chucrute, os irmãos diversificaram a produção
para exercer o cargo de professor porém, uma escala do vapor que o introduzindo conservas de chucrute con salsichas, couve-flor, mix-
trazia atrasou a sua chegada e a vaga foi ocupada por outro, mudando picles, pepinos em salmoura, vinagre e mostarda.
sua vida, fazendo com que Hemmer, sem escola, se instalasse em Empresa essencialmente familiar onde todos trabalhavam
Badenfurt, inicialmente como agricultor. Casou-se com Catharina arduamente na preparação dos produtos, tinha além da clientela local,
Jõnck, natural de Brusque - SC. Com pouco mais de um ano em grande aceitação em outros estados como Rio, São. Paulo e Bahia.
Badenfurt, Hemmer adquiriu seu primeiro imóvel de Augusto Benner Em 1933 a família Hemmer não conseguiu superar problemas
e esposa Joana, na margem esquerda do Rio do Testo. Dez anos causados por falhas administrativas e inadimplência de grandes
depois Hemmer adquiriu mais quatro lotes de Carl Jansen Jr. e esposa clientes, chegando a uma situação de insolvência. Os Hemmer
Mathilde, onde hoje está instalada a Companhia Hemmer Indústria e voltaram para a agricultura. A frustração levou os decendentes de
Comércio. Heinrich Hemmer Sênior a reagirem e paulatinamente quitarem suas
dívidas. A fábrica foi reativada por iniciativa de Heinrich Hemmer Jr.

268 269
e sua esposa Emma com a participação dos filhos Heinrich Hartwig, O ano de 1980 marca a Companhia Hemmer em direção à
Ângela, Emmy e o imigrante austríaco Ignaz Luef. modernidade. Com Armin Henrique Luef, Ignaz Luef e John Arnoldo
Com o falecimento de Heinrich Hemmer Jr. em 1938, a empresa Ruediger, Diretor-Presidente, Vice-Presidente e Diretor Industrial,
recebe a denominação de Vva. Emma H. Hemmer Ltda. respectivamente, a administração é transferida da Rua São Paulo para
Com Ignaz Luef na adminstração, vendas e desenvolvimento de junto da fábrica em Badenfurt. A empresa aluga as instalações em
novos produtos e Emma, responsável pela fábrica com suas filhas Penha e Itajaí, para posteriormente alienar os imóveis. Deixa de atuar
Angela, e Emmy com o esposo Helmuth, as instalações que no setor pesqueiro e os produtos com a qualidade Hemmer passam a
funcionavam em uma meia água passaram para um salão que havia ser industrializados por terceiros.
nas proximidades. A produção semanal na época era em média de 600 A Hemmer Florestal e Agrícola, braço ecológico da Companhia
quilos que era transportada por uma carroça da empresa até Hemmer, ganha grande impulso neste período, principalmente no
Blumenau. replantio das palmeiras abatidas para extração do palmito. Os projetos
Após 13 anos, a empresa Vva. Emma H. Hemmer Ltda., ávida de de reflorestamento com palmeiras, iniciados no Paraná, se expandiram
expansão, visando novos mercados associou-se com W. Sander & Cia. para áreas em Santa Catarina e até Pará envolvendo 11.900 hectares
que atuava no comércio atacadista e no varejo. No dia 8 de abril de de terras próprias ou arrendadas com milhões de árvores entre
1946 foi constituída a Sociedade Anônima da Companhia Hemmer palmeiras, macieiras, açaí (no Pará), pinus eliotis e taedas. Estes
Indústria e Comércio com o capital de Cr$ 1 milhão, dividido em mil cuidados com o ret1orestamento partem da segunda metade da década
ações ordinárias, subscrito da seguinte forma: Emma Hemmer, Cr$ de setenta, garantindo produção para vinte anos.
470 mil; Catarina Hemmer Trager, esposa de Georg Trager, Cr$ 135 A fábrica, instalada numa área de 20 mil metros quadrados com
mil; Ignaz Luef, casado com Ângela Hemmer, Cr$ 125 mil; Waldemar uma área construída de 8 mil metros quadrados, com projeto de
Otto Emílio Sander, Cr$ 95 mil; Erwin Guenther, Cr$ 30 mil e Ernest expansão de nova área com cerca de 10 mil metros quadrados, situada
Passold Cr$ 20 mil. O empreendimento que começou com 15 em Badenfurt a 18 quilômetros do centro de Blumenau, coloca no
funcionários, mantendo as atividades das empresas que sucedeu, mercado 50 produtos subdivididos em cerca de 200 ítens. Apesar do
alguns anos depois desativou o comércio de armarinhos no atacado e crescimento e do decorrer dos anos, a qualidade e a honestidade são
varejo permanecendo o processamento de alimentos, objetivo maior pontos marcantes nos produtos que a Hemmer comercializa. Técnicas
da Companhia Hemmer. apuradas desenvolvidas na própria empresa, equipamentos modernos,
Com a elevação do capital seus planos de expansão incluíram a cuidadosa seleção, manuseio e preparo esmerado permitem o alto
instalação de uma unidade para processamento de pescados em Penha, padrão de seus produtos.
já que os produtos Hemmer gozavam de excelente reputação no A Companhia Hemmer Indústria e Comércio que processava
mercado do Sul e até o Norte do país. cerca de 11 mil toneladas anuais de alimentos no início dos anos 90,
A Hemmer pela excelência dos seus produtos foi premiada no empregando diretamente junto com a Hemmer Florestal 400 pessoas e
decorrer dos anos. Em 1917 foi laureada na "Exposição Agropecuária cerca de mil empregos indiretos, que in~essou na'última década com
de Indaial" pela produção de arroz e conservas em latas. Na "la capital social de 140 milhões, totalmente informatizada na área de
Exposição Nacional de Horticultura" promovida pela Sociedade administração, vendas estoque e despacho de mercadorias, nasceu da
Nacional de Agricultura no Rio de Janeiro em 1929, a Hemmer visão empresarial de Heinrich Hemmer Sênior.
conquistou medalha de ouro e Menção Honrosa para vários dos seus August Mueller, irmão do Doutor Fritz Mueller, era professor
produtos, ocorrendo o mesmo, no mesmo ano, na "Exposição em Salto Weissbach, e como era natural, com a sua formação,
Comemorativa Centenário da Colonização Alemã" em São José (SC). organizou em 1883, o Coral "Liederkraoz" que tinha uma seção
A empresa também foi laureada na "Exposição IndustrialCentenário teatral e que se apresentava regularmente não só em Salto Weissbach
de Blumenau" em 1950, e na mostra em comemoração ao IV e sim em diversas promoções realizadas no Vale do Itajaí. No dia 28
Centenário de Fundação da Cidade de São Paulo. de outubro de 1900, o Coral Misto "Liederlcranz" participou da

270 271
Grande Festa de Cantores promovida pela Sociedade de Canto boIão e um jogo de baralho chamado "Doppelkopf'. Sediou em 1979
"Frohsinn" de Itoupava Norte. O teatro tinha grande espaço em Salto o vm Encontro Blumenauense de Atiradores.
Weissbach e algumas apresentações realizadas em épocas diferentes o Funcionou também em Passo Manso, a Sociedade Ginástica
confirmam. No dia IOde novembro de 1906 foi apresentada a peça Passo Manso que em 31 de maio de 1903, participou com as demais
teatral "O conturbado mercado do ano"; o convite foi formulado por sociedades blumenauenses das festividades de inauguração do
Theophilus Kasprzewski com a seguinte nota: Cavalheiros 1$000; monumento ao Doutor Blumenau. Cessou suas atividades durante a
Damas 500 réis e crianças até 12 anos 200 réis. Todos os amigos são Segunda Guerra.
benvindos ao espetáculo que começará às 8 horas da noite. Em 1921, Em Fortaleza, duas associações são responsáveis pela vida
as apresentações eram realizadas no salão Lindner, e no dia 12 de social e cultural do bairro: o Clube de Caça e Tiro Fortaleza Alta e
novembro de 1921, a noite teatral e o baile foram realizados em a Sociedade Recreativa e Cultural Fortaleza. O Clube de Caça e
beneficio das crianças carentes da Alemanha. Em 1934, o salão Tiro Fortaleza Alta foi fundado no dia 31 de março de 1911 com o
Lindner continuava como local de apresentações, e os cantores, grupo nome de "Schuetzenverein Fortaleza" por Carl Benner, José Carl
de ginastas e atores de teatro da Comunidade de Salto Weissbach Schwang, Theodor Block, Vicente Schlosser, Leopoldo Tierschnabel,
promoveram um programa colorido em beneficio do inverno alemão, Carl Sasse, Rudolf Bruch, Ernesto Haertel, Júlio Michel, Carl
no dia 24 de novembro de 1934, com canções, danças antigas alemãs, Schwang, Pedro Silvano e Augusto Flores. Da primeira diretoria
números de ginástica, teatro, "polonaise" e ainda churrasco, cerveja, faziam parte Wilhelm Schwantz, presidente; Hermann Bruch,
etc., em jardim iluminado e duas bandals de música. Também em tesoureiro e Felipe Wuerges, comandante, cargo que ocupou durante
beneficio da Igreja de Salto Weissbach foi realizada noite de 50 anos. Antônio Sievert foi outro associado que ocupando a
entretenimento com apresentações musicais, cenas humorísticas e as presidência, permaneceu no cargo durante 30 anos. A sociedade foi
peças teatrais "Qual a volta, pelo seqüestro de Maier" de C. Sieber, marcada pelas duas Guerras Mundiais, e ao ser reativada em 1947,
"No escritório do teatro" de A. Anno e "Uma noiva em apuros" de elegeu sua diretoria integrada por Bruno Hoeltgembaum, Antônio
Krieg. A noite foi encerrada com baile. Essas programações eram Sievert, Walter Reinhold, Egon Sievert, Emílio Bruch e Germano
freqüentes até ser implantada a nacionalização que as emudeceram Peske. Os "stands" de tiro foram inaugurados em 1976. As festas de
para sempre. "rei" e "rainha" do tiro, "rei" dos "reis" e "rei do pássaro" foram
Em Passo Manso, a primeira sociedade formada remonta a maio durante setenta anos realizados no salão Dorow ou seja até 1980,
de 1895, e tinha por objetivo as festas de atiradores, bailes e outros quando inauguraram sua sede. Em 1981, sediou o X Encontro
divertimentos. Foi fundada com o nome de "Schuetzenverein Passo Blumenauense de Atiradores.
Manso", porém com a nacionalização e reformulação dos Estatutos A Sociedade Cordialidade foi fundada no dia 2 de outubro de
adotou o nome de Sociedade de Atiradores Passo Manso. Na época 1932, por Franz Koegler, Max Wuerges, Gustav Tribess, Edmund
a diretoria era integrada por Henrique Froehner, Henrique Alpen, Hausmann, João Maul, Hartwig Tribess, Heinrich Tribess e Fredmund
Fritz Probst, João Doell, Henrique Hadlich e Adolfo Froehner. Schoenfelder. Da primeira diretoria participaram João Maul, Max
Desativada em 1941, voltou a funcionar em setembro de 1950 com o Wuerges e Fredmund Schoenfelder. Reformulou os Estatutos em
nome de Clube de Caça e Tiro Passo Manso e eleita a diretoria com 1939, e quando os reformulou adotou o nome de Sociedade
os nomes de Curt Paulo Froeshlin, Willy Otto Junge, Rudolfo Hansen, Recreativa e Cultural Fortaleza, e os tradicionais bailes e festas
Rolf Penzlien, Rudolf Bauler, José Rausch e Caetano Mairick. Antes foram reativados. Funcionou no salão Tribess até 1978, quando
da aquisição do terreno em 1955 e inauguração da sede social em inaugurou a sua sede. Sediou em 1978, o VII Encontro Blumenauense
1956, as atividades sociais funcionavam no salão Hansen. Em 1979 o de Atiradores.
clube adquiriu mais uma área de terras para novos empreendimentos. Funciona também em Fortaleza o Clube de Skat "Hermano
Promove festas de "rei" e "rainha". Funcionam o tiro ao alvo, "skat", Berg".

272 273
BOM RETIRO Rs. de cada associado. Para o funcionamento do baile foi eleita uma
(JAMMERTAL) comissão integrada por Heinrich Schmidt, Hermann Metzner e Otto
Gieseler.
"A origem de tão expressivo nome para o atual bairro do Bom Os associados reuniam-se mensalmente para deliberarem sobre
Retiro sempre foi objeto de curiosas discussões. todos os assuntos que visassem o bom funcionamento da sociedade.
Meu avô trabalhou quase três decênios em uma indústria têxtil Em maio os associados resolveram mandar confeccionar uma
no Bom Retiro, tendo mesmo chegado a morar no bairro. bandeira para a sociedade e em junho liberaram a verba de vinte e
"É sabido", dizia-me ele, que todos os ribeirõess afluentes do cinco milréis para o pagamento da mesma. Para inaugurá-la foi eleita
Itajaí-Açú (nos tempos em que a palavra poluição era ainda uma comissão integrada por Wilhelm Holetz, Hermann Dittrich e
desconhecida, ou então, somente encontrada nos dicionários) tinham Emil Gisesler que programaram uma grande festa com marcha e baile
suas margens cobertas de uma planta chamada INHAME, da família para o dia 9 de setembro, enquanto os detalhes da festa ficaram a
das Aráceas, que os colonos aprenderam a saborear. Das folhas, fazia- cargo de Wilhelm Holetz, Heinrich Sutter, Otto Gieseler, Arthur
se espinafre, e os tubérculos eram os substitutos naturais da batata Grahl e Gustav Jungthun. Para porta estandarte foram indicados
inglesa, INHAME, por falta de equivalente europeu, pois é uma Gustav Hacklaender, Goswin Bader, Rudolf Pollnow e Richard
planta nativa do Brasil, não tinha tradução para o alemão e entrou Probst. Nestas promoções os associados colaboravam com 50 Rs. ou
para o linguajar dos colonos como JAMMER, homófono de 1$000 Rs. Na reunião de outubro foi proposta a criação de uma seção
INHAME. Tendo o riacho do Bom Retiro, condições favoráveis para de canto que não funcionou por falta de participantes. A preocupação
esta planta, a qual supria, nos primeiros tempos, o centro da Colônia, com o funcionamento da sociedade, levou os associados a marcarem a
veio a denominar-se JAMMERTAL, o que nada tem a ver com o Vale primeira festa de 1895 para o dia IOde fevereiro de 1895, festa que
das Lamúrias, a não ser que tivesse sido por causa dos muitos foi antecipada para o dia 3 de fevereiro às 3 horas da tarde. A
trabalhadores que diariamente passavam por este vale para ganhar seu comissão integrada por Heinrich Sutter, Emil Gieseler e Josef Garn
subsídio, numa época em que o homem andava desprotegido foi encarregada de solicitar ao Presidente da Câmara Municipal,
socialmente, trabalhando uma vida toda, do levantar ao pôr do sol, permissão para realizarem a festa no morro do Aipim, caso não
sem direito a férias, sem assistência médica, sem aposentadoriav...' chovesse.
A primeira sociedade fundada no Bairro do Bom Retiro foi a O histórico do primeiro ano de funcionamento da sociedade se
"Gemuethlichkeit Verein", atualmente "Clube Blumenauense de repetia ano após ano, mostrando as atividades dos fundadores que não
Caça e Tiro". se limitaram a festas sociais, pois o salão Holetz também serviu
No dia 11 de fevereiro de 1894, reuniram-se Carl Gieseler, Josef muitas vezes de palco para apresentações teatrais de associados,
Garn, Theodor Roedel, Otto Ramthurn, Erwin Koehler, Luis Hedler, principalmente nos anos 190411906.Entre as apresentações teatrais,
Ferdinand Tahlmann e Eichard Sievert para fundarem a sociedade no dia 13 de março de 1904, foi realizada uma apresentação em
"Gemuethlichkeit" (Cordialidade), que funcionava no bairro do Bom beneficio da sociedade com as peças, "Der Kegeíabend" (A noite do
Retiro. A primeira diretoria era integrada por Carl Gieseler, boião), cena humorística com canto de B. Boehmer e "Das Fest der
presidente; Josef Garn, vice-presidente; Theodor Roedel, secretário e Handwerker" (A festa dos artesãos), "vaudeville" em um ato de L.
Otto Ramthum, tesoureiro. Esta sociedade, desde o início, Angely. Os ingressos foram vendidos por Hermann Ruediger a 1$000
des