Você está na página 1de 2

Formulário para Elaboração da Atividade Online 01

Atividade:
Questões:
1 – Conhecer a formação das palavras na língua inglesa pode ajudar na compreensão de um
número maior de palavras, contribuindo para ampliar o nosso vocabulário. Explique como
funciona essa estratégia de leitura. Traga exemplos que ilustrem o que foi exposto. (0,50 ponto)

Sabendo que a “formação das palavras em inglês” é uma estratégia de leitura, pode-se explica-
la, inicialmente, a partir da divisão da palavra: uma palavra em inglês pode ser dividida em três
partes: prefixo, raiz e sufixo. Os sufixos têm a função de transformar a categoria gramatical das
palavras a que se aplicam, ou seja, transformam por exemplo um verbo em um substantivo ou
um adjetivo em um advérbio, dentre outros exemplos. Os prefixos, por sua vez, normalmente não
alteram a categoria gramatical da palavra-base (ou raiz) a que se aplicam, pois seu papel é
semântico, isto é, eles alteram o significado da palavra-base.
Sendo assim, sabendo que muitas palavras aceitam um sufixo ou prefixo em sua raiz, essa
estratégia colabora para que nosso vocabulário se multiplique. Um exemplo é com a palavra
(raiz) “possibility”, ela é um substantivo e um cognato em português (possibilidade). O prefixo
“im” muda o significado para “não” e o sufixo “ible” transforma o substantivo em adjetivo.

2 – As palavras cognatas entre duas línguas são aquelas parecidas ou mesmo idênticas. Por que
existem palavras cognatas entre o português e o inglês? Como esses cognatos podem ser
classificados? (0,50 ponto)

Tendo em vista que a origem da língua portuguesa tem como base o Latim e o Grego, e que,
historicamente, a língua inglesa sofreu influência do latim e do grego também, temos, então,
palavras em inglês que, para o falante de língua portuguesa, são parecidas ou até idênticas com
o português, chamadas de cognatas. Os cognatas podem ser classificados em: idênticos,
semelhantes (ou bastante parecidos) e vagamente parecidos.

3 – Como vimos, podemos classificar o vocabulário da língua inglesa de três maneiras: termos
cognatos, termos falsos cognatos e termos não-cognatos. Os falsos cognatos são aqueles que
se parecem na escrita e mesmo na fala, mas tem significado diferente. Traga cinco exemplos de
falsos cognatos da língua inglesa. (0,25 ponto)

Exemplo 1: data, similar ao substantivo data, mas que significa informação ou dado;
Exemplo 2: college, parecido com colégio, porém significa universidade;
Exemplo 3: fabric, lembrando a palavra fábrica, mas significando tecido;
Exemplo 4: library, similar a palavra livraria, porém significa biblioteca;
Exemplo 5: lunch, parecido com lanche, mas significa almoço.

4 – O que é um Grupo nominal e como ele funciona? Apresente um exemplo de como podemos
utilizar os grupos nominais para melhorar nossa compreensão de um texto. (0,25 ponto)

Grupo nominal é um grupo de palavras relacionadas entre si. São palavras que se juntam para
formar um sentido, ou seja, juntas elas formam um sentido fechado. Num grupo nominal
encontramos a headword (núcleo ou palavra principal) e os modifiers (modificadores ou palavras
suportes). O núcleo é representado pelo substantivo e os modificadores são representados por
artigos, numerais, pronomes, advérbios, adjetivos e substantivos também. Em inglês, o grupo
nominal mais simples tem a seguinte formação: adjetivo + substantivo.
Para a compreensão de um texto, é importante reconhecer os grupos nominais, onde começam
e onde terminam na frase, ter a noção de ler “de trás para frente”, pois os núcleos geralmente
aparecem na última posição do grupo nominal, e a tradução não necessariamente terá o mesmo
número de palavras.

5 – Qual é a importância de analisar o contexto de um texto? (0,25 ponto)

O contexto ajuda a identificar o sentido e significados do texto, ou seja, o contexto consiste na


dedução do significado de palavras desconhecidas a partir das pistas que o próprio texto oferece.
Sendo assim, analisar o contexto de um texto é importante para deduzir palavras desconhecidas
e reconhecer o emprego de outras conhecidas que possuem mais de um significado.

6 – Como é o funcionamento básico da estratégia de leitura Skimming? (0,25 ponto)

A estratégia de leitura chamada Skimming é um tipo de leitura que busca o maior número
possível de informações ao primeiro contato com um texto. É um “passar de olhos” pelo texto
para identificar sua idéia geral, tema central. É depois do skimming que o leitor decide se
continua ou não com a leitura, se deve ou não aprofundar o nível de compreensão do texto.

7 – Qual a diferença básica entre a estratégia de leitura scanning e a skimming? (0,50 ponto)

A principal diferença entre as duas estratégias é que ao realizar o skimming, alguns detalhes,
como vocabulário desconhecido, por exemplo, não devem ser levados em conta. Quando lemos
para tirar a idéia geral, nunca paramos em palavras desconhecidas. Já a estratégia de leitura
Scanning é, portanto, um tipo de leitura (mais detalhada e atenta) que faz com que o leitor
obtenha informações específicas dentro do texto. Um tipo mais aprofundado de leitura que varia
de acordo com os objetivos do leitor.

8 – Utilizando as técnicas de leitura vistas faça a leitura do texto abaixo e apresente a ideia
principal trazida por ele. (0,50 ponto)
“A computer is a programmable machine that stores and retrieves data and performs high-speed
logical and mathematical operations. However, it is not able to think. It accepts data and
instructions as input, and after processing them, it outputs the results.
When we talk about computers, we have to consider the hardware and software. The hardware
consists of all the electronic and mechanical parts that make up a computer system, and the
software is the collection of data and programs needed to solve problems with a computer.”

O tema do texto é o computador, no decorrer do texto ele apresenta a função do computador,


como uma máquina programável que armazena e recupera dados e executa operações lógicas e
matemáticas de alta velocidade. Também afirma ser um objeto que não pensa, e finaliza
discorrendo sobre o hardware e software. Em que, hardware consiste de todas as partes
eletrônicas e mecânicas que compõem um sistema do computador, e o software é uma coleção
de dados e programas necessários para resolver problemas com um computador.

Bom Estudo!