Você está na página 1de 13

[Voz]

Com o especialista em
Oratória, Persuasão e Influência.

RICARDO
SILVA
Autor
Ricardo Silva é hoje uma das maiores autoridades de comunicação assertiva do Brasil.

Especialista em oratória, persuasão e influência, ele acredita que, através de uma


comunicação assertiva, você poderá multiplicar seus resultados!

Possui mais de 15 anos de experiência na área da comunicação como radialista, locutor


publicitário com mais de 40 mil peças comerciais, produtor de áudio, professor de
comunicação falada, oratória, palestrante e criador do método “InfluencePrime”, baseado em
3 pilares centrais: Comunicação, Persuasão e Influência, com estudos complementares como:
Neurociência, Psicologia, PNL, Marketing e Vendas.

Ele acredita que todas as pessoas podem se comunicar de forma clara e objetiva, tendo o poder
de se conectarem com outras pessoas e, assim, venderem melhor suas ideias, produtos e
serviços!

Algo que o deixa indignado é ver pessoas fantásticas, com conteúdo e projetos incríveis,
perderem inúmeras oportunidades, todos os dias, por não terem uma comunicação
assertiva. Por isso, busca sempre influenciar na conexão entre pessoas, focando em te
ajudar a gerar melhores resultados em seus relacionamentos e negócios.

E o resultado de todo este trabalho, é disponibilizado através dos cursos online,


treinamentos presenciais, mentorias, palestras e consultorias de especialização
em comunicação assertiva, que irá transformar, inspirar e ajudar você a realizar
seus projetos.

Ricardo Silva Voz | Especialista em Oratória, Persuasão e Influência.

RICARDO
SILVA
SUMÁRIO
EXPRESSÕES
E TOM DE VOZ
EM FORMA DE ROTEIRO 08
04
07

12
09 11
EXPRESSÕES
E TOM DE VOZ
EM FORMA DE ROTEIRO
Tudo o que precisamos utilizar na comunicação Assertiva é a sabedoria
que temos da Voz. A maioria das pessoas, ao passar um conteúdo, acaba
usando um tempo muito maior do que o necessário para contextualizar
tal assunto. Isso é natural acontecer, mas nessas situações o assunto rola,
o tempo passa e não se chega à conclusão daquilo.
No meu caso, eu costumo linkar os temas para que eles se unam
em um só, mas não basta apenas organizar o roteiro e resumir os
assuntos. Existe uma técnica que vai fazer com que você não diminua
o que você quer passar, mas sim, otimize a sua comunicação.
O ponto é: Quando você tem uma estrutura
Sabe como? Utilizando Expressões e Tom de Voz adequados de roteiro sobre o que você vai falar te ajuda
para cada parte do seu Roteiro. muito, agora se você colocar expressões e o
tom de voz certos para cada momento do seu
roteiro você consegue passar a mensagem de
uma forma muito mais ágil e eficaz.

4
EXPRESSÕES
E TOM DE VOZ
EM FORMA DE ROTEIRO
Um exemplo bem claro é uma conversa na qual você deseja transmitir
o quanto está contente com tudo o que está acontecendo, o quanto
está feliz com aquela companhia... O que acontece é que em muitas
das vezes a euforia faz com que sejamos redundantes na nossa
comunicação, como no exemplo: “Nossa, eu estou adorando que você
esteja aqui, muito bom, muito bom mesmo, que bacana! Olha, se eu
for analisar o sentimento que eu estou sentindo eu, na verdade, não
consigo descrever porque eu estou realmente adorando que você
esteja aqui”.

As vezes, não precisamos dizer tantas coisas nesse aspecto. Com


um sorriso e uma flexão no momento certo da fala eu já conseguiria
passar essa intensidade em uma única frase: “Eu estou adorando ter
você aqui.” Em contrapartida, se eu falar essa mesma frase sério e sem
flexão, com tom de voz mais grave e seco eu vou passar o contrário,
indiferença e desprezo.

Outra situação que causa incongruência é quando, ao invés do leve


sorriso na fala, a pessoa ri no meio da frase. A mensagem que acaba
sendo passada é de deboche destruindo, assim, o ambiente.
O Tom de voz e as suas expressões
Eu falo sempre que você deve se colocar na situação de quem está do podem, sim, mudar todo o aspecto
outro lado.
Você está lá assistindo uma apresentação num momento zen... E aí o
do que você quer passar.
que acontece? A pessoa entra falando aceleradamente, num tom alto
e gesticulando muito. Não preciso nem dizer que quebrou totalmente
a conexão.
5
EXPRESSÕES
E TOM DE VOZ
EM FORMA DE ROTEIRO

Essa foi apenas uma introdução para que você entenda que há
diferença quando você sorri, quando você abaixa o tom, quando
você deixa sua voz mais suave. E que, por outro lado, mesmo
falando aceleradamente, se usar o tom adequado, você cria um
clima harmonioso que vai passar tranquilidade. Claro, se for isso
o que você quer realmente passar.

A primeira coisa a se analisar sempre, antes de qualquer conversa,


apresentação ou reunião é em qual ambiente você está e com
quem você vai falar. Vamos entender então a parte do roteiro.

6
As pessoas aprendem a fazer roteiro destinando o que vai ser falado
no começo, no meio e no fim. Mas perceba um detalhe importante.
Você precisa identificar a energia de cada momento do roteiro. Ex.:
No começo eu vou falar como foi triste pra mim perder esse time no
meu negócio quando eu poderia ter crescido mais rápido. Então, se eu
perdi, se foi triste, se eu não consegui, é NEGATIVO, o tom precisa ser
mais para BAIXO e a expressão é SÉRIA.

Você precisa ter um roteiro também de interpretações, de expressões


faciais, de gestos e também de Tom de Voz. Se você tiver as expressões
junto com o tom da voz corretos para cada fala, as pessoas vão captar
mais rapidamente a informação e a energia que você quer passar. E
sabe por que isso acontece? Porque o nosso cérebro tende a trocar o
foco de atenção a cada 6 segundos. Por isso você precisa sempre estar
em um ritmo adequado, em uma harmonia congruente com cada
situação para que não perca a atenção da sua audiência.

7
Monotônicos, ao contrário do que muitas pessoas pensam, não são
somente aqueles que falam pra baixo e que não conseguem projetar
a voz. São também aqueles que falam alto, em tons altos, mas que não
têm flexões na fala, que seguem uma linha contínua de entonação e
mantêm sempre as mesmas expressões.

A comunicação precisa ser trabalhada de uma forma que gere


harmonia com o que você está sentindo. Um exemplo claro é quando
você está com frio. Você não precisa dizer. As suas expressões, o seu
tom de voz e as suas flexões já indicam isso. A voz é um instrumento
incrível que se você souber usá-lo poderá mudar tudo! Essa é a grande
magia. A voz é o que vai fazer com que você se conecte com o seu
público. E a sua Voz traz as expressões, traz o tom e isso tudo precisa
estar dentro do roteiro que você definiu.

8
Lembre-se sempre: O corpo fala! Quando você sorri e quando você fica
sério você está dizendo, por exemplo, que está feliz ou triste mesmo
sem falar nada.

Então, o sorriso deve aparecer no seu roteiro em todos os momentos


que tiver algo POSITIVO, ou seja, SORRISO para tudo que for SIM. E SEM
o sorriso para tudo que for NÃO. O que for NEGATIVO usa-se seriedade.

Existe ainda o que eu chamo de LINHA TEN que é o tom e expressão


neutra. Uma das situações mais usadas é no jornalismo, quando o
assunto pede um tom mais de conversa e imparcial.

9
Mas tem um ponto muito importante que vem antes de tudo o que
falamos aqui. Toda e qualquer coisa que você venha a fazer na vida só
vai funcionar se você treinar. Num primeiro momento pode parecer
que se você programar suas expressões no roteiro poderá perder a
naturalidade, mas eu posso te afirmar que, se houver treino, ensaio,
estudo, você vai estar com essas informações absorvidas e agirá
naturalmente durante a sua apresentação. Afinal, você só precisa
expressar aquilo que realmente está sentindo.

O que acontece é que quando estamos sob uma situação que nos
gera nervosismo e ansiedade, como em uma apresentação ou reunião
importante, tendemos a perder a naturalidade dos nossos sentimentos
e com isso as expressões e o tom de voz seguem para o lado contrário
daquilo que estamos comunicando.

Com o roteiro já definido e estudado, dentro dessa perspectiva de


levar em consideração as suas expressões e flexões, o seu cérebro dará
a resposta congruente com aquela situação.

10
Se você tem a voz Aguda é porque você está empurrando muito mais
ar para a sua primeira caixa de ressonância (Nariz) e está deixando de
lado a força da voz, não a está projetando. Então para uma voz mais
Grave, jogue o ar e a voz para baixo (Garganta). Depois abra um leve
sorriso, até o seu rosto, as suas expressões entrarem em harmonia
com a sua voz. Esse é apenas um dos exercícios que podemos fazer
para ajustar o tom da nossa voz. Há muito mais sobre tons que ainda
iremos ver nos próximos capítulos.

11
Existe uma diferença importante entre motivar ou emocionar alguém
e motivar e emocionar ao mesmo tempo. Se você só motivar, a pessoa
vai se sentir impulsionada, pronta pra chegar no outro dia e arrasar. Se
ela estiver emocionada, ela sentirá aquilo realmente, ela será tocada,
se identificará com aquilo, mas em ambas as situações o que se causou
foi temporário. Logo esse sentimento passará e a pessoa não terá mais
a motivação ou a emoção viva nela. Essas duas situações precisam
agir em conjunto para que se sustentem. Unindo-as você consegue
INSPIRAÇÂO, você aprende a INSPIRAR as pessoas. Quando você as
inspira com o seu PORQUE, com quem você é, com a maneira com
a qual você se expressa pela voz, você está usando a comunicação
ASSERTIVA que ajuda as pessoas a te compreenderem. E é assim que
você cumpre com seu papel, independentemente da sua área de
atuação. Por tanto, Motive e emocione para Inspirar as pessoas.

12
Tudo o que apresento aqui é 0,01% deste
iceberg que é a comunicação assertiva.
Fique de olho no seu e-mail, que nos próximos dias vou te mandar mais
conteúdos sobre como aumentar o seu Poder de Persuasão e Influência.

Agora, se você quer acelerar o processo, e


potencializar sua comunicação ainda Hoje,
conheça meu Curso Online....

Falar Bem conecta


quero conhecer
clique no botão acima ou acesse www.falarbemconecta/grupo-exclusivo