Você está na página 1de 9

Escola de música - SEBRAE

http://www.novonegocio.com.br/ideias-de-negocios/como-abrir-uma-escola-de-musica/

Como Abrir Uma Escola De Música


Por
Vinicius Gonçalves
11

Todos os anos pessoas de várias idades


e formação profissional procuram uma escola de
música para aprender a tocar um instrumento ou
cantar por motivos de lazer, terapia e por motivos
profissionais.

Você vai descobrir aqui ↓↓↓ [veja!]

Mercado
Os adolescentes e crianças são os que mais procuram
as aulas de violão, teclado, guitarra e bateria.

Evite Cometer o ERRO dos Empreendedores de


1º Viagem!

Veja quais são as 3 PERGUNTAS que todo empreendedor esperto


deveria saber responder antes de iniciar o negócio. Saiba mais.

PS: Estas respostas podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser
criado. Confira!
Profissionais que têm formação e talento musical
podem encontrar na escola de música uma grande
oportunidade de negócio.

Para profissionais que já são músicos, a escola de


música significa um empreendimento que alinha
paixão pelo que faz com possibilidades de
rentabilidade.

Clientes
Antes de iniciar suas atividades a escola de
música precisa realizar uma pesquisa de mercado
voltada para a localização em que será instalada a
escola e qual o potencial de clientes na região. Essa
pesquisa que conterá dados primários coletados com
questionários e dados secundários que podem ser
adquiridos em empresas de pesquisas como o IBGE,
IPEA e outros.

Essas pesquisas se destinam a descobrir os hábitos do


consumidor, a necessidade da região por uma escola
de música.

A pesquisa deverá revelar também a renda per capita


da região por morador e outros fatores que possam ser
interessantes para a escola de música.
Localização
A localização da escola de música deve ser também
planejada de acordo com o público-alvo a ser atendido,
e devem ser realizadas sobre o público-alvo e o nicho
de mercado.

Na escola deverá também planejar toda a estrutura


da escola de música, planejando o orçamento para
adequação do ambiente, espaço para todas as
necessidades da escola, bem como para atividades
que serão desenvolvidas.

Pesquisa De Mercado
A escola de música precisa realizar pesquisas sobre o
público-alvo, nicho de mercado a ser atendido,
características do público-alvo, como também
pesquisas sobre qual a estrutura necessária para
atender às atividades desenvolvidas de acordo com o
público-alvo e nicho de mercado que será atendido
pela escola de música.
De acordo com pesquisas a escola de música como
empresa poderá se organizar, planejar seu orçamento e
gestão de recursos e pessoal, sua estrutura e outros
aspectos essenciais na administração de uma empresa
que presta serviços para aprendizagem musical.

Organização Do Processo
Produtivo
Os professores contratados pela escola de
música podem ser aqueles professores autônomos,
que trabalham como profissionais liberais, mas que
tenham competência, boa reputação no mercado e
ainda a carteira de músico.

A escola de música deverá organizar um material


didático completo para que as lições sejam
padronizadas e tenha um estudo sobre a metodologia
adotada com a observação do desempenho da
metodologia que está sendo utilizada e possíveis
mudanças necessárias.

As escolas de música precisam organizar um processo


de aprendizado que seja interativo e integral, isso torna
o estabelecimento competitivo e com certeza com um
nome mais respeitado e participativo no mercado.
Para oferecer um plano de aula mais interativo
a escola de música poderá organizar eventos de
apresentação para as famílias de todo o aprendizado
dos alunos, com shows de instrumentos de cordas,
sopro e canto.

Serviços Oferecidos
As escolas de música podem organizar suas atividades
dependendo do nicho de mercado e da estrutura
disponível nas escolas de música.

De um modo geral as escolas de música podem


organizar os serviços oferecidos de acordo com o nível
de aprendizado, idade e outras situações flexíveis de
aprendizado.

Alguns exemplos de estilo de escolas de música:

-Conservatório: os conservatórios têm como função


estrutura a formação dos alunos de forma que os
músicos tenham uma base sólida de aprendizado e
sejam preparados para provas de admissões que dão
certificados para músicos profissionais.

Essas escolas devem oferecer uma base sólida para os


alunos e acompanhar todo o processo de aquisição da
carteira de músico ou outras atividades importantes na
carreira dos músicos.

-Estúdio: este tipo de escola de música é voltada


para alunos que desejam lançar uma carreira musical
com o canto e com a formação de bandas, a função
então das escolas de música é formar alunos
preparados para gravar em estúdio seus trabalhos. A
escola deve ainda oferecer um estúdio de gravação e
até divulgação dos trabalhos desses novos artistas,
essa categoria de escola está sendo cada vez mais
procurada por jovens e adultos que sonham com uma
carreira sólida no ramo musical.

-Escolas para crianças: as escolas de música para


crianças estão cada vez mais populares, porém só é
permitido matricular crianças a partir de 3 anos de
idade e têm como função ensinar os primeiros passos
na educação musical, com a identificação de sons,
instrumentos e notas musicais. Essas aulas devem ser
ministradas por professores com formação para
educação infantil em música e que trabalhará a
vivência musical de forma lúdica com teatros, danças e
participação dos pais em eventos e reuniões.
A escola de música para crianças são fundamentais
na formação intelectual, psicológica e social da criança,
além de ser um complementar para as atividades
voltadas para a idade escolar.

-Ritmo: as aulas orientadas pelo ritmo são aquelas em


que os alunos são atraídos pelo instrumento que
combina com sua aptidão natural para a música e
assim inicia as aulas. Essa metodologia de ensino
permite também que os alunos aprendam de forma
lúdica com oficina de atividades.

As escolas de música voltadas para a musicalização


infantil devem trabalhar com recursos diversos e
lúdicos para a sensibilização de crianças e pais para
uma inserção sólida no universo musical.

-Aulas de canto: as aulas de canto são destinadas


para pessoas de todas as idades, que procuram as
aulas por diversos motivos desde terapia até motivos
profissionais. Por isso, as escolas de música devem
atender a essa necessidade com sensibilidade e
flexibilidade, e que atenda as necessidades e motivos
que levam os alunos a frequentar uma aula de canto.
Sendo que as aulas de canto são muito procuradas e
constitui mais uma oportunidade para que as escolas
de música diversifiquem as suas atividades.

Estrutura
A escola de música pode se estruturar de forma que
haja espaço para administração e para as aulas.

Uma escola de música com estrutura ideal é aquela


que têm escritório, recepção, copa para os
colaboradores e sala de reunião para os mesmos.

Além disso, a escola deverá ter salas de aula que


podem ser organizadas grupos de até 5 ou 4 anos
,dependendo do desempenho das aulas e horários de
aulas, essa iniciativa promove redução de custos e
flexibilidade de horários.

Pessoal
Como os professores contratados para dar lições de
música para os alunos serão pro regime de contratos de
serviços para profissionais autônomos, então haverá
uma economia na folha de pagamento, se essa for a
estratégia de preferência da escola de música.
Os professores e colaboradores da escola devem ser
profissionais comprometidos com o desempenho da
escola e que saibam trabalhar em equipe.

Divulgação
A escola de música deve divulgar seus serviços,
principalmente no início de suas atividades, que é
quando a escola precisa conquistar seu espaço.

Para isso serviços de qualidade com flexibilidade de


horários e condições de pagamento já serão
considerados um esforço essencial de marketing, pois
ao oferecer qualidade e outros fatores esperados pelos
clientes a consequência disso é a propaganda boca a
boca.

A escola de música divulgará seus serviços também


através de recursos como eventos e festivais que
promoverão o aprendizado dos alunos e por
consequência o nome da escola, mas também há
outras formas de divulgação, que serão com os
recursos tradicionais com o auxílio de mídias como
rádio, TV, internet, outdoors, busdoors, taxidoors e
outros mecanismos de divulgação.