Você está na página 1de 28

raio x : Tormenta, a tempestade avança e duplica

Do mesmo autor
d A Libertação
de Valkaria

EQuIpE
Estalagem do
Beholder Cego
As notícias mais quentes
do mundo RPGista

BEHOLDER EDIÇÃO #05


S E T E M B R O 2 0 0 5
REVISTA GRATUITA
Visão do
Futuro
Cyber-Elves
para 3D&T

+ Ação
Aleatória
Conheça os
ninjas sombrios

UNDERWORLD
ANJOS DA NOITE
Contos de Bromo R P G
De geração em geração, conheça qual é o limite da imortalidade
CONFIRA

Beholder Cego.
Entre
e
como sempre:
Seja bem-vindo!

Você é o nosso
convidado!

www.beholdercego.com.sapo.pt
EDITORIAL
MAIS SOMBRIA DO QUE NUNCA...
No ano de 2003 muitos RPGistas correram aos cinemas para assistir Underworld: Anjos da Noite. Não apenas por ser um filme de
ação, aventura e ficção, mas por trazer o clima RPGístico do Mundo das Trevas apresentado nos jogos da linha Storyteller como
Vampiro: A Máscara e Lobisomem: O Apocalipse. Uma ambientação bastante diferente da demonstrada nos livros, mas ao mesmo tem-
po similar e interessante. Sendo assim, porque não aproveitá-la em nossos jogos de RPG? A BC#05 traz em seu Olho Central
a ambientação de Underworld, totalmente sem regras e possível de ser usada em qualquer jogo. Toda a estória da origem e a e-
terna batalha entre vampiros e lycans.
Nesta edição a Beholder Cego também traz uma novidade: a nova seção Contos do Bromo, onde nosso amigo beholder
poderá contar algumas de suas estórias. Contos do Bromo não será uma seção fixa na revista, podendo estar ausente em
algumas edições, e trazendo sempre um novo conto. Na estréia nosso amigo Deus da Vagabundagem BURP traz o
conto Gerações: a estória de um lich que, por mais de 200 anos, enfrenta a ira de uma família. Mas nem sempre foi
assim...
Além disso, continuamos com nossas seções beholdianas. Raio-X é dedicada ao cenário de Tormenta: re-
centemente tivemos os lançamentos de dois “módulos básicos” para o cenário, um para Daemon e outro
para D&D 3.5, e agora está na hora de analisar ambos e descobrir quem é o melhor. Em Ação
Aleatória trazemos o shinobi, agora como uma classe de prestígio para D&D e uma classe
de personagem para Primeira Aventura. E para o Visão do Futuro, atendendo a pedidos
trazemos de volta Megaman Zero, agora com regras aprimoradas para cyber-elves.
Sem falar nas notícias de nossa Estalagem do Beholder Cego.

O Editor

04 19
17

07
24
11
Editor Responsável: Maury “Shi Dark” Abreu Revisão: Maury “Shi Dark” Abreu Design e Projeto EQuIpE
Gráfico: Pablo “Raven” Urpia Escritores: Maury “Shi Dark” Abreu, Pablo “Raven” Urpia, Bruno “BURP”
Schlatter e Bromo Ilustradores: Elayne “Lótus Negra” Patrícia
ATENÇÃO: A revista on-line BEHOLDER CEGO é uma produção totalmente independente e gratuita.
Todos os jogos, notícias e ilustrações, são marcas registradas de seus respectivos autores, usados aqui
com o único e exclusivo propósito de resenha.

Contato: Para enviar seu comentário, crítica ou sugestão, mande um e-mail para a revista Beholder Ce- Maury “Shi Dark” Abreu
go: beholdercego@gmail.com ou participe da nossa Lista de Discussão:
Pablo “Raven” Urpia
http://br.groups.yahoo.com/group/beholdercego. Acesse também nossa comunidade no Orkut:
http://www.orkut.com/community.aspx?cmm=1999655
www.beholdercego.com.sapo.pt
Estalagem do Beholder Cego
Não sei vocês, mas eu estou achando
alguma coisa estranha na estalagem...
RPG Master
vampiros, lobisomens... uh! Sinto cala- Depois de algum tempo sem uma “casa” o sistema 3D&T está de volta, agora e-
frios só de pensar. ditado pela Mythos. ARPG Master é a mais nova revista de RPG do mercado, totalmen-
Ah! Me desculpem! Como pude ser te dedicada ao Defensores de Tóquio. A edição #01, já nas bancas, é dedicada especial-
tão displicente! Sejam bem-vindos à mi- mente àqueles que não conhecem o sistema, aos completos iniciantes em RPG. Em
nha... err... nossa querida Estalagem do suas páginas há novas regras de criação de personagem, um pouco
Beholder Cego. Sintam-se à vontade. diferentes daqueles conhecidas pelos 3D&Tistas. O que não deve
Pensem como se a estalagem fosse uma agradar a alguns jogadores é o anúncio feito pelo Cassaro, de que o
extensão da sua casa. sistema vai mudar, e terá forte influência do d20.
A estalagem melhora a cada dia (assim A revista também conta com uma seção de cartas, resenhas, no-
como meus serviços) e tudo isso para tícias, adaptação de Darkstalkers e preview de Dungeon Crawlers 2 (a
melhor servi-los. ser lançada pela Mythos)
Mudanças são necessárias. Como po-
dem ver, tive que fazer uma fachina por DragonSlayer e Kaos #3!
aqui.
A Editora Mantícora está com dois lançamentos nas bancas. O primeiro é a Dra-
Mas chega desse papo furado. É me-
gonslayer #03. Esta edição não conta com sua Arena Central (que em números anterio-
lhor que eu fale das minhas aventuras...
res trouxe o módulo básico do Sistema Daemon), mas as revistas de São Paulo vem
(que por sinal, vou contar uma história
com um brinde: uma edição da d20 Saga (número variável).
nessa ediç..)
Na DS#03, destaque para “A Ilha sem Norte”, uma aventura de terror nos mol-
des de Call of Cthulhu;Deepgate, a ilha do leitor com a Legião Escalarte; novas raças

TIC-TIC
Ah! Patrão!? Err... estava recepicionan-
para Primeira Aventura (diga-se de passagem, antes da DS#03 essa era uma das maté-
rias da BC#05); e os observadores (beholders) como raça para personagem.
A outra é a revista Kaos! #03. Suas oitenta páginas contam com entrevistas exclusi-
vas (com Dave Gibbons e Luiz Ge), pin-ups de convidados especiais (Marcelo Cam-
do os clientes... pos e Leonardo Arragão) e HQs de Jean Canesqui, Sam Hart, Anderson Cabral, An-
Sei muito bem! Vá trabalhar e pode dré Valente, Luís Pereira, Caio Majado,
deixar o resto comigo! Júlia Bax e André Leal. Ela será distribu-
Mas patrão... ída apenas em comicshops e on-line, e
custa R$ 7,50.
Libertação dos 3D&Tistas
Como anunciamos na BC#04 a aventura A Libertação de Valkaria seria disponibiliza-
da, em sua versão 3D&T, gratuitamente na Internet, mas ainda não estava decidido
qual seria o site a hospedá-la. Pois agora já temos: a Espaço 3D&T foi uma das escolhi-
das para hospedar a grande aventura, que já está disponível para download.
Não apenas uma aventura, A Libertação de Valkaria 3D&T é um verdadeiro suplemen-
to para o jogo. Além de todo o material que estava presente na sua versão d20, o net-
book também contêm A Busca por Kalamar, a aventura introdutória para A Libertação de
Valkaria, e muitas novidades. Destaque para as novas regras de clérigos e paladinos de Beholder Cego
Valkaria (regras estas que estarão presentes, para os vinte deuses do Panteão, na próxi-
ma edição da BC). Ao longo do texto você também beholdercego@gmail.com
encontrará muitas novidades, como novos itens mági- Mande a sua mensagem para
cos (como exemplo, a vestimenta do druida, anéis de
a Estalagem do Beholder Ce-
proteção, armas anticriaturas e o manto do desloca-
go.
mento) e novas criaturas (como o urso-coruja, dra-
Sua opinião é importante pa-
gonne, cão teleportador e feras-do-caos). Há tam-
bém dois novos kits de personagem (o arqueiro ra que, a cada edição a revis-
arcano e o cavaleiro libertador) e novas magias fique ainda melhor.
(algumas são antigas, mas que por alguma razão Pode ser uma crítica, uma su-
não apareceram no Manual 3D&T Turbinado, gestão ou o que você preferir.
como Conjurar Animais e Escuridão). Para enviar uma mensagem
Tudo isso está disponível gratuitamente no destinada à alguma seção da
site da Espaço 3D&T. Acesse: revista coloque antes do as-
http://www.espaco3dt.cjb.net. sunto a seção desejada.
4
Estalagem do Beholder Cego Revista on-line Beholder Cego

Contos de Arkanun
Produzir uma revista não é uma tarefa para muitos. Menos ainda quando esse trabalho não é remunerado.
Mas assim como a Beholder Cego, uma nova revista surge. Seu nome é: Contos de Arkanun.
Difentemente da nossa publicação, a Contos de Arkanun é uma revista especializada no Sistema Daemon, abor-
dando seus multi-cenários e jogos. Além é claro, de contos.
A maioria dos envolvidos e que fazem parte da equipe da revista, são membros do Fórum da própria Dae-
mon Editora. Fãs que arregaçaram as mangas e estão colocando seus trabalhos à prova. A capa é colorida e
o miolo é preto e branco, o que deixa um pouco a desejar. Não custaria nada se a revista fosse colorida.
Já foi lançada a edição #00 (uma espécie de edição piloto). Edição esta que tem como matéria de capa um
artigo especial sobre os demônios de tenebras. Vale a pena conferir!

Dragão Brasil #114


A Dragão Brasil#114, terceira a ser produzida pela equipe da RedeRPG, logo estará disponí-
vel em bancas. A capa já está disponível no site da Rede (e com isso as matérias que estarão
presentes nessa edição). Depois do clima oriental da edição anterior, a DB agora traz Dragon-
lance como matéria de capa, com os romances e o cenário em RPG. A revista também contará
com duas aventuras (sendo uma para RPGQuest e outra multissistema), entrevista com James
Wyatt, o autor de Aventuras Orientais (Oriental Adventures), um novo cenário “techno-fantasy”
(será “cyberpunk”?) e informações sobre o GURPS 4ª Edição. As resenhas serão de Vikins,
Classes de Prestígio 3.5, Tormenta Daemon, Primeira Aventura e GTA. Além de um brinde muito es-
pecial para os leitores: o livro básico de Ação!!! (para a Grande São Paulo e Rio Grande do Sul)
e a aventura A Libertação de Valkaria (para as demais localidades do Brasil).

Enquanto isso, lá fora...


Conhecendo uma Waterdeep ainda melhor!
O mercado RPGístico do Brasil passa por muitas dificuldades, e faz tempo que não
temos bons lançamentos para os veteranos (o último que lembro foi os Aventureiros
Orientais da Devir). Enquanto isso, a Wizards of the Coast continua com seus lançamen-
tos de d20 a todo vapor. Muitos novos títulos já estão disponíveis.
Entre eles o Dungeon Master's Guide II, um suplemento para o Dungeon Master's Guide
(nosso bom e velho Livro do Mestre). O objetivo deste livro é facilitar o jogo, com mui-
to texto descritivo, sobre como mestrar, criar aventuras e classes de prestígio.
City of Esplendor: Waterdeep descreve com mais detalhes e profundidade a maior e
mais famosa cidade de Forgotten Realms. A análise inclui sua estória, personagens, in-
formações e leis locais: pessoas comuns, NPCs, escolas arcanas, guildas, nobreza, clas-
ses de prestígio específicas da cidade, etc. E o mais interessante: informações sobre
Undermountain, a maior masmorra do mundo, localizada no subsolo da cidade (com di-
reito a um grande mapa).
E para aqueles que buscam mais equipamento já há o Weapons of Legacy, o “guia de-
finitivo de itens mágicos”. Com uma longa lista de novos itens mágicos especialmente
armas, o livro traz até mesmo um histórico completo e muito rico sobre cada arma,
com estatísticas com-
pletas, poderes, e tu-
do o mais. Mas ape-
sar do nome, ele não
se restringe apenas à
armas, traz também
informações sobre
outros itens mágicos,
como armaduras e
anéis.
8
Estalagem do Beholder Cego Revista on-line Beholder Cego
EQuIpE

Olha eu aqui!
beholdercego@gmail.com

Bom Trabalho! Que bom que você vem acompa- nem temas, mas que elas estarão presen-
Parabéns para os caras que fazem nhando as edições da revista. Eu só te- tes isso é certo. Obrigado por seu elo-
a estalagem do beholder... Principal- nho digamos que 50% de experiência gio e sugestão. Esperamos conseguir de-
mente para o Pablo "Raven" que dei- com ela e posso falar pouco das outras senvolver um material que vá de encon-

3
xou a revista com uma nova cara; edições (a #00, #01 e #02). Chegar as tro ao desejo dos leitores.
dois dígitos pra mim já está de bom ta-
Gosto muito do trabalho de vocês e
espero que continuem assim! manho, mantendo sempre a qualidade Valkaria e os D&Tistas
que ela adquiriu. Puxa a revista está ótima, vocês
Rudah, o Mestre das Almas, e-mail se superaram novamente, as ilustra-
Agradecemos a sua mensagem Ru- Onde estão as aventuras? ções estão ótimas, adorei essa notí-
cia que a Libertação de Valkaria 3D&T
dah. Principalmente porque ela se refere Olha, a revista está MUITO boa.
mais a mim do que da revista propria- não foi abandonada vocês salvaram o
Apenas queria dar um conselho: co-
mente dita. A edição 05 está ainda mais meu grupo de 3D&T que acredita-
loquem algumas aventuras, pois o
surpreendente, não acha? vam que nunca mais sairia nada
mais importante no jogo são as aven-
para esse sistema. Mas quando ela
turas. Se precisar de ajuda me fale...
Até a edição 100, então! (estou MUITO disposto a ajudar) É
vai estar disponível para dowload?
Parabéns por essa revista maravi-
Só queria dizer que a revista de vo- isso e um abraço!
lhosa que continue sempre assim!
cês é muito boa, eu tenho todas as 4 Salaniam Tiago Araújo, e-mail
edições e vou baixar todas as que vo- Cordenador Geral do Projeto Ícaro
cês publicarem. Eu esperoque vocês Enchedor de Saco de Plantão, Obrigado também por você nos escre-
nunca parem de publicá-la ou que pe- e-mail ver. Espero que se divirta muito com a
lo menos chegue no nº 100! versão 3D&T da Libertação de Valkaria.
Parabéns à vocês pelo grande Já estamos pensando nisso, e tere- Quanto à data de lançamento, veja infor-
trabalho e continuem sempre melho- mos aventuras nas páginas da Beholder mações específicas nesta edição. E vai
rando. Cego dentro em breve. Só ainda não sa- preparando um cartucho pra tua impres-
Jason, e-mail
bemos quais sistemas serão abordados sora...
.

A HQ oficial do cenário de Ephyrea.


Para mais informações,
acesse o website:
www.ephyrea.1br.net
Não fiquede fora dessa galáxia!
Raio
x Revista on-line Beholder Cego

TORMENTA:
Dor de cabeça
pra qualquer
Mestre!
Desde o seu lançamento
na Dragão Brasil Especial
50, em maio de 1999,
o mundo de Arton não
deixou de crescer.

Vieram atualizações e vários


livros, de suplementos a
módulos básicos. Mas
nenhum deles seriam os
mesmos se fossem lançados
nos dias de hoje, com um
mercado mais aberto e
dinâmico.

Em 2000 chegou ao Brasil


o Dungeons e Dragons 3ª
Edição e sua Licença Aberta.
Possibilidades também se
abriram, realizando o sonho
de seus autores: oficializar
definitivamente o cenário de
Tormenta.

O Tormenta D20 foi muito


bem concebido e com muito
sucesso ficou esgotado das
prateleiras das livrarias
especializadas.

Mas Tormenta não é só D20.


Os fãs de Daemon há anos
clamavam por uma versão
atualizada. E essa coincidiu
com o lançamento do novo
Tormenta D20 3.5

X2
Por Maury “Shi Dark” Abreu

TORMENTA
7
Raio X Revista on-line Beholder Cego

Tormenta: Daemon ma padrão de Tormenta. O GURPS já e terá sua própria revista; mas ainda
havia sido abandonado pelos autores há não se tem informações se ele conti-
ou d20? algum tempo, e sua aparição era apenas nuará a ter forte influência de Tor-
ocasional nas páginas da revista Tormen- menta ou não.
Acho que todos já conhecem esta
ta. O AD&D foi substituído pelo Depois de lançar o Guia de Monstros de
história, mas como é de praxe, vamos
D&D. 3D&T se manteve ao lado do Arton e o Guia de Classes de Prestígio a Dae-
contá-la novamente.
D20 como sistema básico, já que era mon parou de trabalhar com Tormenta.
Tormenta é o maior e mais bem-sucedi-
considerado como um “sistema de ca- Embora este último não tivesse relação
do cenário de RPG do Brasil. O mundo
sa”, e tinha Tormenta como seu cenário direta com Tormenta, qualquer leitor po-
de Arton, o principal continente deste
padrão. O Sistema Daemon teve um desti- dia ver claramente que se tratava de um
cenário, nasceu a partir de antigas maté-
no similar ao GURPS: ocasionalmente suplemento, pois continha exatamente
rias da revista Dragão Brasil, organizadas
havia uma matéria para ele nas páginas os mesmos kits de personagem descritos
pelo chamado Trio Tormenta (também
da revista Tormenta, mas ele havia sido no Manual do Aventureiro 3D&T. Mesmo
conhecido como Trio Maligno, entre ou-
praticamente abandonado. com seu próprio cenário de Fantasia Me-
tros nomes) J.M. Trevisan, Marcelo Cas-
Ele apenas não foi abandonado pelos dieval (Hi-Brasil, cuja resenha você pôde
saro e Rogério Saladino. O primeiro livro
fãs: muitos jogadores, que conheceram conferir na BC#03) os fãs de Daemon
básico de Tormenta continha regras para
o Sistema Daemon com o T3 continua- ainda queriam ver Tormenta utilizando
AD&D, GURPS e 3D&T, os três maio-
vam a utilizá-lo. Suplementos gratuitos seu sistema.
res sistemas de fantasia medieval na épo-
rodavam a internet (alguns criados por E assim surgiu o novo Tormenta Dae-
ca, e saiu como um encarte da edição de
este que vos escreve), e o cenário conti- mon, um novo módulo básico de Tormen-
número 50 da Dragão Brasil. A edição se-
nuou a crescer no Sistema Daemon. ta para o Sistema Daemon, contendo re-
guinte, lançada avulsa nas bancas, conti-
gras completas e descrição do cenário.
nha apenas regras para 3D&T, e o acrés-
Coincidentemente, na mesma época tive-
cimo de material foi pequeno sendo que
mos o lançamento de Tormenta d20 3.5:
o mais significativo foram as divindades,
Guia do Jogador, pela Jambô. Devido a tan-
que haviam sido descritas no suplemento
tos comentários que circulam pela inter-
Panteão.
net, resolvemos fazer esta resenha da
Em 2001 a Editora Daemon também
Raio X abordando dois livros de um úni-
lançou uma nova versão do livro, intitu-
co cenário. Qual o melhor lançamento?
lado Tormenta 3ª Edição, trazendo o mun-
do de Arton também para o Sistema
Daemon, o mesmo de jogos como Trevas, Tormenta D20 3.5
Arkanun, Só Aventuras e outros. Apesar Já estão disponíveis no Brasil, em lín-
de conter uma série de pequenos erros gua portuguesa, os livros básicos do
este livro fez um grande sucesso, e foi novo D&D 3.5, uma atualização do
por muito tempo o melhor livro básico D&D 3ª Edição. Portanto, o próprio
de Tormenta para usar o cenário. cenário de Tormenta esta sofrendo
Com o tempo o cenário cresceu: cada reformulações, para se adequar às
um dos reinos que compõem o Reinado novas regras. Em sua versão 3.5 o li-
foi descrito. Novos personagens surgi- vro básico de Tormenta será dividido
ram, novos eventos ocorreram, modifi- em duas partes: o Guia do Jogador (já
cando o cenário: a queda de Khalifor, o Tormenta d20 3.5 disponível) e o Guia do Mestre (em
ataque da Tormenta em Trebuck e, mais Jambô Editora desenvolvimento). Nossa análise, cla-
recentemente, a libertação da deusa Val- R$ 29,00 ro, se baseia apenas no Guia do Joga-
karia. Assim, o Tormenta 3ª Edição, que Preto e Branco dor.
havia se tornado a referência ao cenário, Em primeiro lugar há a necessidade de
ficou desatualizado. Mudanças no se perguntar se realmente havia a neces-
Foi também durante este período que sidade de um novo módulo básico. Os
chegou ao Brasil o Dungeons & Dragons 3ª Mercado jogadores mais experientes de d20 sa-
Edição. E com a Licença Aberta os auto- Muita coisa mudou no mercado des- bem que, apesar das mudanças, é perfei-
res poderiam finalmente fazer aquilo que de então. A Talismã, que quase en- tamente possível usar materiais das edi-
sempre sonharam: tornar Tormenta um trou em falência, não é mais a deten- ções 3.0 e 3.5 juntas, com pequenas con-
cenário oficial de RPG. Assim nasceu o tora dos direitos sobre Tormenta. versões. Ou seja, jogador de D&D, você
Tormenta d20, primeiro editado pela Dae- Agora o cenário é propriedade da NÃO PRECISA jogar fora seus livros da
mon e depois pela Talismã. Jambô, de Porto Alegre. O 3D&T, edição 3.0 e comprar tudo de novo para
Então, o sistema d20 se tornou o siste- por sua vez, agora pertence à Mythos, 3.5. As diferenças existem, mas não são
8
Raio X Revista on-line Beholder Cego

tão absurdas assim. Aqueles que domi- trações mais reais e adultas, sem o A Daemon também anunciou que o li-
nam a língua inglesa podem, inclusive, u- clima anime/mangá geralmente uti- vro teria “ilustrações mais maduras”, pa-
sar o material da SRD disponível gratui- lizado na linha Tormenta (provavel- ra tirar aquele clima de anime e mangá
tamente no site da Wizards of the Coast (a mente por influência do 3D&T). do cenário. Era de se esperar, então, ilus-
editora responsável pelo D&D nos Tormenta: Módulo Básico (mais conheci- trações novas, mas não foi o que aconte-
EUA) e realizar a conversão por si só. do como Tormenta Daemon) foi distribuí- ceu. A maioria das ilustrações da Erica
As diferenças entre o Tormenta 3.0 e o do nas bancas. Menos de um mês de Awano (com seu traço mangá de Holy
3.5 também são pequenas: duas novas seu lançamento, os fãs já demonstram Avenger) e Denise Akemi (que também i-
classes (swashbuckler e samurai, que já desapontamento. O livro não tinha lustrou algumas especiais de Holy Aven-
haviam sido demonstradas nas páginas “quase nada” de diferente do antigo ger) foram retiradas, com exceção das i-
da Dragão Brasil), a inclusão dos Talentos Tormenta 3ª Edição. Até mesmo alguns lustrações dos deuses (parece que não
Regionais (que antes estavam n'O Reinado erros de regras continuavam ali, no haviam ilustrações melhores representan-
D20), novos itens mágicos e artefatos mesmo lugar (como citações às regras do os deuses de Arton). Cada uma das
(que estavam no Holy Avenger d20) e... de 3D&T, ausentes neste novo livro, raças recebeu uma nova ilustração de Ro-
só. De resto, os dois livros são iguais em mas presente na versão antiga). Mesmo naldo Barata. Mas todas as demais foram
material (óbvio, as regras são um pouco a revisão de Jamil “o único kender de mantidas exatamente como estavam na
diferentes, pois uma é a versão 3.0 e a Arton” não foi suficiente para satisfazer versão anterior (inclusive aquela ilustra-
outra a versão 3.5). Ou seja, aqueles que os fãs. ção de Niele e Sandro na abertura do ca-
realmente estavam atualizados em rela- pítulo Malpetrim que é, para mim e para
ção ao cenário, simplesmente não preci- muitos fãs, a pior de todas as ilustrações
sam deste livro, a menos que queiram a- de Tormenta). Ilustrações antigas também
penas pelas regras 3.5 (se você dispõe de foram reaproveitadas, mas o fato é que o
todo esse dinheiro, por algo tão insignifi- livro não chegou a mudar de forma signi-
cante, tudo bem). ficativa em seu visual.
O novo livro traz um visual similar, É questionável até que ponto uma mu-
mas também diferente. Não apenas a ca- dança na estética visual de um cenário é
pa, mas novas ilustrações internas foram suficiente para torná-lo mais “maduro”,
incluídas. O clima anime e mangá ainda como afirmado pela Editora Daemon, ou
prevalece, o que pode descontentar se isso não se trata apenas de uma jogada
alguns leitores e alegrar outros, mas mes- de marketing para atrair os jogadores
mo este estilo mangá parece mais madu- que torcem o nariz para o estilo mangá.
ro e adulto do que o mostrado em publi- O próprio estilo mangá utilizado no Tor-
cações anteriores. menta d20 3.5 traz um clima mais adulto,
Também é necessário chamar a aten- sério e até sombrio, transmitindo um ar
ção para o fato de que o Tormenta d20 3.0 de maturidade. Sem falar de que o estilo
já estava esgotado. Um relançamento era de um cenário vai mais pelos jogadores e
necessário. Aproveitando a situação, e o mestre, e não pelas ilustrações utiliza-
coincidindo com a mudança de editora, Tormenta Daemon das no livro.
Daemon Editora
os autores acharam que seria melhor lan- A Editora Daemon também anunciou,
R$ 39,00
çar uma nova versão: já que o livro pre- para este lançamento, uma atualização
Preto e Branco
cisava ser reimpresso, porque não fazer nas regras, uma conversão para sua ver-
uma nova versão, atualizada com os ma- são “3.5”: em 10 anos, o Sistema Daemon
teriais mais recentes envolvendo o cená- Sob certo ponto de vista o cenário mudou muito pouco, e estas pequenas
rio? “foi” atualizado: substituíram a Divina mudanças estavam sendo introduzidas
Serpente por Tauron, mencionaram nos livros da editora com o lançamento
(mesmo que brevemente) a queda de
Tormenta Daemon Khalifor e a aparição dos demônios da
das chamas “versões 3.5” (entrando no
embalo do D&D 3.5). Assim vieram Ar-
Quando a Daemon anunciou o lan- Tormenta e retiraram Shanower, que foi kanun 3.5 e Trevas 3.5, entre outros. Mas
çamento de um novo módulo básico destruída por Gwen Haggenfar. Muita é estranho ver que as novas regras de
de Tormenta, os fãs ficaram eufóri- coisa, entretanto, ficou faltando, como a “habilidades de Kit”, mostradas no Guia
cos. Enfim poderiam ver seu sistema descrição dos reinos que compõem o de Kits, Classes e Classes de Prestígio e que se
favorito atualizado para com o maior Reinado algo imprescindível para o de- tornaram padrão para a Fantasia Medie-
cenário de Fantasia Medieval do Bra- senvolvimento do cenário (da forma co- val, NÃO aparecem no Tormenta: Módulo
sil. Anúncios sobre um “cenário mais mo ele é apresentado no Tormenta Dae- Básico. Eu simplesmente não encontrei
maduro” foram feitos, relacionado ao mon, faz parecer que Arton voltou a ser nenhuma justificativa plausível para isso,
fato de apresentar um design e ilus- um mundo de três ou quatro cidades...).
9
Raio X Revista on-line Beholder Cego

uma vez que tais regras foram desenvo- qual dos dois é melhor. Pessoalmen- cem o sistema ou o cenário. Novamente
lvidas pensando na Fantasia Medieval he- te eu diria que nenhum dos dois era as editoras nacionais se preocupam com
róica de Tormenta. Os Kits foram manti- imprescindível para jogadores que os novos jogadores e deixam de lado os
dos “exatamente como estavam”, substi- estivessem atualizados para com os veteranos. A julgar por toda a confusão
tuindo apenas o clérigo da Divina Ser- acontecimentos do cenário. Ambos e problemas envolvendo o mercado
pente por clérigo de Tauron (mas igno- tem poucas atualizações e informa- RPGístico isso ainda é aceitável e com-
rando a ordem alfabética, já que “Tau- ções. Eu diria que o “custo-benefí- preensivo. É de se esperar que depois
ron” fica entre Azgher e Glórienn). cio” não é nada vantajoso para os disso a Jambô traga títulos tão esperados
Pessoalmente eu já esperava por isso. leitores. como O Panteão d20 e O Inimigo do Mun-
A Daemon nunca escondeu o fato de Mas se tivesse que escolher um dos do. Quanto à Editora Daemon, é difícil di-
que o livro seria uma “versão revisada” dois para conhecer o cenário, eu esco- zer se ela continuará ou não a publicar
do antigo Tormenta 3ª Edição. Ou seja, já lheria o Tormenta d20 3.5. Não porque títulos de Tormenta. Tudo depende de ne-
estava claro que a maioria das atualiza- eu goste mais de d20 do que de Dae- gociações envolvendo os autores e a pró-
ções do cenário não estariam presentes. mon (o que é um fato) mas porque o pria Jambô, que provavelmente tem acor-
De certa forma, a Daemon apenas reali- livro é mais completo. O Tormenta Dae- dos para com eles.
zou a mesma conversão feita com seus mon é voltado principalmente para aque- Como sempre: a nós cabe apenas espe-
demais livros, adaptando as regras para les que conhecem ou querem conhecer rar...
sua versão “3.5”. o Sistema Daemon e conhecem ou que-
rem conhecer o cenário de Tormenta, A influência Anime/Mangá sem-
mas não tiveram a oportunidade de
Resultado comprar o livro antigo (Tormenta 3ª Edi-
pre presente na linha Tormenta;
Abaixo, uma imagem do suces-
Como não poderia deixar de ocorrer, ção). so dos quadrinhos: Holy
comparações entre estes dois lança- Em resumo, ambos os livros são vol- Avenger - que teve o mundo
mentos são inevitáveis. É difícil dizer tados para aqueles que ainda não conhe- de Arton como cenário.

10
Revista on-line Beholder Cego
Olho Central

UNDERWORLD
ANJOS DA NOITE
R P G
POR MAURY “SHI DARK” ABREU
Olho Central Revista on-line Beholder Cego

UNDERWORLD Atualmente os vampiros e os lycans de andar sob a luz do sol sem qualquer
CONHEÇA O MUNDO DOS ANJOS DA NOITE (como são chamados os lobisomens) es- dano. Apesar disso, os lycans não chega-
tão em guerra. Embora os lycans te- vam a odiar os vampiros. Foi nesta épo-
Lançado em 2003, Underworld que nham sido drasticamente reduzidos em ca que Lucian, um lycan, teria se apaixo-
chegou ao Brasil com o nome de Anjos número, eles ainda vivem escondidos nado por Sonja, uma vampira filha do
da Noite não chegou a ser espetacular, em lugares remotos, caçados pelos vam- ancião Viktor. Viktor não admitia a uni-
mas com certeza alegrou muitos RPGis- piros. Ainda assim, poucos sabem as ra- ão das espécies, e considerava uma here-
tas pelo mundo, principalmente os joga- zões reais desta guerra, e para os mais sia simplesmente falar a respeito. Quan-
dores do Mundo das Trevas da linha novos remoer o passado é proibido. As do descobriu que Sonja estava grávida de
Storyteller (como Vampiro: A Máscara e verdadeiras informações permanecem Lucian, ele não teve escolha senão sen-
Lobisomem: o Apocalipse). Embora o enre- escondidas nas sombras. tenciar a própria filha à morte: após ser
do e a estória do filme não sejam basea- Diz a lenda que durante o século V, violentamente punido com chicotadas,
dos nestes jogos, é fácil notar as seme- na Hungria, um déspota chamado Alex- Lucian foi obrigado a assistir sua amada
lhanças. ander Corvinus teve toda sua vila devas- ser queimada viva pelos raios do sol que
Underworld trata da eterna guerra entre tada por uma praga pouco depois de as- entravam por uma abertura no teto. Son-
vampiros e lycans (licantropos, ou sim- sumir o poder. Ele foi o único sobrevi- ja, e também o filho dela e de Lucian, es-
plesmente lobisomens). Ambas as raças vente: de alguma forma seu organismo tavam mortos.
vivem escondidas na escuridão, ocultas foi capaz de modificar a doença, evitan- E assim teve início a guerra. Furioso
para a sociedade humana. Embora não do sua morte e moldando-a para benefí- com o comportamento de Viktor, Lucian
existam os clãs de Vampiros, eles organi- cio próprio. Assim, ele se tornou o pri- o atacou, fugiu e libertou os lycans para
zam-se em uma casa, liderada por um an- meiro imortal de que se têm notícias. lutarem por sua liberdade, e não mais fi-
cião ou seu representante. Todo o clima Um ano depois Alexander teve dois fi- carem às sombras dos vampiros. Viktor,
destas casas de vampiros lembra o clima lhos, que também herdarem esta caracte- por sua vez, convenceu a todos os vam-
nobre e burocrata de Vampiro: A Máscara. rística; eles eram os filhos do clã Corvi- piros da traição dos lycans e uniu forças
Ou seja, embora não seja uma cópia des- nus. aos demais anciães para destruírem-nos.
carada nem uma adaptação para os cine- Embora poucos acreditem nesta len-
mas, é óbvio que o autor usou os livros da, é fato de que os vampiros e os ly-
de Storyteller para criar um clima similar.
No fim, Underworld nos traz uma nova
cans tiveram um descendente em co-
mum, e este descendente pode ter sido
A QUEDA DE LUCIAN
ambientação envolvendo vampiros e lo- o próprio Corvinus. Tanto que Marcus, “Das almas corajosas que invadiram a for-
bisomens que pode ser muito bem apro- um dos anciães vampiros, seria um des- taleza de Lucian, um único vampiro sobreviveu:
veitada em um novo cenário de RPG. cendente direto de Alexander. Entretan- Kraven, que foi recompensado por iniciar o gran-
Pensando nisso, a BC traz para seus lei- to, não se sabe exatamente como ocor- de incêndio e por retornar com a prova da morte
tores as lendas, estórias e a ambientação reu a separação das espécies. do mestre dos Lycan: a pele marcada a fogo, cor-
do cenário, para que ele possa ser usado No passado os lycans eram conside- tada do braço do próprio Lucian.
em sua mesa de jogo. Este artigo não u- rados escravos dos vampiros, seus guar-
tiliza regras, ele não é voltado para ne- diões diurnos, já que eles eram capazes
nhum jogo específico, e por isso pode
ser usado com qualquer sistema. Os mais
apropriados talvez sejam os da linha
Storyteller (por razões óbvias) e outros de
linha horror ou ficção como Trevas e A-
ção!!!.
Importante: Se você não viu o filme,
talvez encontre aqui algumas informa-
ções que podem estragar a surpresa
quando quiser assistir. Esteja avisado.

A ORIGEM
“Os filhos do clã Corvinus: um mordido por
morcego e outro mordido por lobo. Um para per-
correr a estrada solitária da imortalidade como
humano.”

12
Olho Central Revista on-line Beholder Cego

Conforme a guerra avançava, mais e Lucian sabia que nem ele nem Kra- má-lo. O plano não funcionou devido à
mais vampiros e lycans eram mortos. ven poderiam destruir Viktor e os de- traição de Kraven e a interferência de
Mas há quase seis séculos atrás as coisas mais anciães com suas forças. Ele preci- Viktor e Selene (que havia sido enganada
mudaram. Lucian foi destruído por Kra- sava de alguém muito mais forte do que por Viktor e manipulada por vários anos).
ven, e os lycans foram dizimados, reduzi- eles. Alguém que tivesse o poder combi-
dos a um número tão insignificante que
não representavam mais nenhuma amea-
nado dos lycans e dos vampiros. Entre-
tanto, qualquer criatura que fosse mordi-
OS VAMPIROS E
ça. Assim, os vampiros se tornaram os da por um vampiro e um lycan seria LYCANS
governantes supremos da noite. imediatamente destruída: parecia que Tanto o vampirismo quanto a lican-
Mas na verdade as coisas não aconte- até mesmo em nível celular as duas es- tropia são doenças, ou maldições. Os
ceram bem como Kraven relatou. Ele pécies estavam destinadas a se destruir. vampiros são seres vulneráveis à luz do
não matou Lucian; ao invés disso fez Era necessário encontrar um descenden- sol; eles têm aparência humana, a não ser
com ele um pacto para destruir os vam- te direto de Alexander Corvinus. por suas presas, mas são mais fortes e á-
piros anciães e assumir o poder sobre to- Marcus, um dos anciães, era uma al- geis, capazes de feitos sobre-humanos
dos os seus iguais. Lucian foi capaz de ternativa, mas ele já havia sido mordido (como saltar de grandes alturas e resistir
rasgar a própria pele, onde havia uma ta- e já era um vampiro. Era necessário al- a projéteis de armas de fogo). Ao contrá-
tuagem com o símbolo do clã lycan para guém puro, que ainda tivesse uma cópia rio do que diz o credo popular, eles não
exata do vírus original que transformou são vulneráveis a água benta nem são a-
Corvinus em um imortal. Por anos os ly- fastados com crucifixos ou coisas pareci-
cans têm rastreado os descendentes de das (embora possam existir algumas exce-
Corvinus para encontrar alguém que ções). Os lycans têm aparência humana,
fosse compatível. Após uma longa bus- mas quando ficam furiosos sofrem uma
ca, e inúmeros fracassos, Lucian enfim transformação. Há dois níveis de trans-
encontrou alguém que seria apropriado: formação: no primeiro eles apenas adqui-
Michael Corvin, o único que poderia re- rem presas, e sua força física não chega a
sistir à união das espécies e ajudá-los na aumentar; no segundo nível ele torna-se
luta contra os vampiros. bestial, com o corpo humanóide, extre-
Todo o enredo de Underworld mostra mamente peludo, e uma cabeça de lobo
a busca de Lucian para transformar (nesta forma sua força física aumenta, as-
que Kraven convencesse os anciães de Corvin em uma aberração, muito mais sim como sua agilidade). Lycans não são
sua destruição. Ao mesmo tempo, ele le- forte que os vampiros anciães. Após vulneráveis ao sol, e por isso podem an-
vou os lycans para o subsolo, para que mordê-lo e transformá-lo em um lycan, dar durante o dia sem problema algum
vivessem isolados e distantes, ocultos não ele matou Amelia, uma das vampiras an- embora a maioria permaneça a maior
apenas para os humanos, mas também ciãs, e pretendia injetar seu sangue no parte do tempo no subsolo. Por outro la-
para os vampiros. corpo de Corvin, para assim transfor- do, eles são extremamente alérgicos à
prata.
Antigamente os lycans precisavam o-
lhar para a lua cheia para se transformar.
Atualmente apenas os mais jovens ainda
sofrem esse tipo de limitação os mais
antigos (que são também os mais nume-
rosos no momento) podem transformar-
se livremente. Eles podem regenerar
qualquer tipo de dano que sofram, inclu-
indo cortes, fogo ou balas, mas são alér-
gicos à prata. Os danos provocados por
prata (como as balas de prata utilizadas
pelos vampiros) não podem ser regenera-
dos enquanto houver contato com a pra-
ta (no caso de balas de prata, apenas de-
pois que a bala for retirada). Em termos
de regra, o lycan tem um gasto energéti-
co para regenerar seus ferimentos (ele
precisa utilizar alguma fonte para realizar
a regeneração), e a regeneração de feri-
13
Olho Central Revista on-line Beholder Cego

mentos provocados pela prata são sem- sentante escolhido por ele, até que se
pre mais difíceis (dobrado, em geral). A- passem dois séculos e chegue a sua vez EQUIPAMENTO
pós algum tempo com a prata em seu de reinar. As lutas entre vampiros e lycans geral-
corpo, torna-se impossível regenerar seus Na Noite do Despertar o ancião que mente são travadas com armas de fogo
ferimentos. Além disso, as balas de prata está acordado vai até a casa de Viktor comum. Entretanto, como os dois lados
impedem que os lycans se transformem. para despertar seu sucessor e entrar em são capazes de regenerar seus ferimentos,
Vampiros também podem regenerar sono profundo. Apenas um ancião tem desenvolveram seus armamentos especi-
ferimentos. Acredita-se que eles se ali- habilidade suficiente para organizar lem- ais, desde lâminas de prata arremessáveis
mentam de sangue justamente para reali- branças e idéias em uma única visão coe- (no caso dos vampiros) até balas especi-
zar suas façanhas sobre-humanas, sendo sa, que deve então ser transmitida ao an- ais.
esta sua “fonte de energia”. Vampiros cião seguinte (através de seu sangue) pa- Para vencer os lycans os vampiros
são, em geral, fisicamente mais fracos ra que ele saiba de todos os eventos o- passaram a utilizar balas de prata, uma
que os lycans (de forma geral; os anciães corridos durante sua dormência. Atual- vez que seus inimigos não podem rege-
podem ser muito mais fortes), mas po- mente, Amelia é a anciã que esta acorda- nerar este tipo de dano, e enquanto tive-
dem ter a mesma agilidade e os mesmos da, mas a Noite do Despertar já se apro- rem contato com as balas não poderão
poderes regenerativos, e não estão sujei- xima e ela está prestes a ir até a casa de se transformar. Os lycans, por outro lado,
tos a dano extra pela prata. Viktor para despertar Marcus sem sa- sempre tiveram dificuldades em desen-
Quando um humano é mordido por ber que esta caindo em uma armadilha. volver algum armamento realmente efi-
um vampiro ou um lycan ele automatica- Na casa de Viktor, Kraven foi o escolhi- caz contra seus inimigos, uma vez que
mente é infectado com a praga dos imor- do como seu representante, já que foi sua única fraqueza era a luz solar. Re-
tais (isso se não servir de alimento para ele quem destruiu Kraven e pôs fim à centemente, no entanto, os lycans conse-
aquele que o mordeu...). A maioria dos guerra (ou assim se pensava). guiram roubar de um armazém militar
humanos morre uma hora após a infec- Antigamente os lycans organizavam- vários cartuchos de munição ultravioleta
ção, pois o organismo não consegue acei- se em vários clãs. Hoje, devido a seu nú- (luz do sol em cápsulas!). Depois do rou-
tar a doença. Alguns, entretanto, sofrem mero reduzido, existem poucos clãs (ge- bo, eles logo passaram a produzir o ar-
a transformação. Na próxima lua cheia, ralmente um para cada região ou país). mamento em larga escala, para usá-lo em
o indivíduo irá se transformar em um ly- Na América do Norte, por exemplo, o seus eventuais confrontos. A munição ul-
can ou um vampiro. Nenhum humano clã de Lucian, que se organiza em algum travioleta é o único tipo de dano que os
jamais conseguiu sobreviver à infecção lugar no subsolo longe dos olhares dos vampiros não podem regenerar com suas
pelas duas espécies a infecção não ocor- vampiros e dos humanos. Os vampiros habilidades (em regras, cada ponto de da-
re, e pode levar à morte do indivíduo. acreditam que o clã seja liderado pelos no apenas pode ser regenerado com um
Em ambos os casos, o humano recém descendentes e aliados do falecido Lu- dia de descanso), e mesmo que as balas
mordido recebe as lembranças e senti- cian, e que sejam extremamente pouco sejam retiradas de seu corpo, o conteúdo
mentos daquele que o mordeu, e passa a numerosos mas na verdade eles são permanece e o dano também.
ter visões e alucinações envolvendo estas mais numerosos do que eles acreditam, Selene foi a primeira a descobrir so-
lembranças e sentimentos. e estão sendo liderados pelo próprio Lu- bre este novo armamento, e conseguiu
cian, cuja morte foi forjada por ele e roubar um cartucho para análise. Basea-
Kraven. do neste modelo, Kahn criou um tipo al-
OS CLAS
Atualmente os vampiros organizam-
se em três casas, localizadas em diferen-
tes pontos do mundo. As únicas conhe-
cidas até o momento são a de Viktor na
América do Norte, e a de Amelia na Eu-
ropa não se sabe ao certo a localização
da terceira casa, de Marcus. Há milhares
de anos, após a queda dos lycans, os
vampiros anciães entraram em acordo
para que apenas um deles estivesse acor-
dado e ativo em cada século: enquanto
um fica acordado, liderando sua casa, os
outros dois permanecem adormecidos
em caixões especiais, localizados na casa
de Viktor. A casa do ancião adormecido
passa então a ser liderada por um repre-
14
Olho Central Revista on-line Beholder Cego

ternativo de munição, com nitrato de


prata em seu interior: funcionam como
as balas de prata, mas o conteúdo entra
direto na corrente sangüínea e por isso
não pode ser regenerado e também não
permite a transformação, até que o nitra-
to de prata deixe seu organismo (em re-
gras, considere que cada ponto de dano
leva um dia para ser regenerado).
Estes novos armamentos tornaram
ambos os lados ainda mais perigosos...

OS PERSONAGENS
Este artigo não utiliza regras de
nenhum jogo de RPG, por isso não
fornecemos fichas e estatísticas de
nenhum personagem, apenas seu his-
tórico.
mais fácil derrotá-los, e assim o contro- rios anos, até que numa noite, quando
KHAN le dos vampiros estaria em suas mãos.
Kraven não sabia, entretanto, que Lu-
vários vampiros invadiram a fortaleza de
Lucian, o líder dos lycans fez um pacto
Kahn é o armeiro dos vampiros. Ele cian tinha outros planos para destruir os com o guerreiro Kraven: forjou sua mor-
também é um guerreiro habilidoso, e faz anciães restantes. te, dando a Kraven o título de herói, e se
parte da equipe de Selene, mas sua fun- Tendo sido eleito para representar escondeu no subsolo. Sem que os vampi-
ção maior é oferecer novas tecnologias Viktor durante sua ausência, Kraven ros soubessem, Lucian aproveitou a situa-
para os vampiros. Foi ele, por exemplo, tem mantido as aparências como líder ção para iniciar seus planos: ele pretendia
que desenvolveu as balas com nitrato de da casa vampírica. Ele tem alguns alia- encontrar um descendente direto de
prata, baseado na munição ultravioleta u- dos entre os vampiros, que aceitaram Alexander Corvin, o primeiro imortal,
tilizada pelos lycans. trair os anciães em troca de poder, mas para dar a ele o poder combinado dos
estes são minoria. Por isso ele precisa vampiros e dos lycans. Este descendente
manter seu plano em segredo até o mo- deveria ser mordido por ele (que é um
KRAVEN mento certo. dos mais antigos lycans atualmente vivos)
Kraven foi considerado um herói en- e também receberia o sangue de um an-
tre os vampiros após invadir a fortaleza cião vampiro (Amelia, que seria embosca-
de Lucian e retornar com a pele do lycan
contendo a tatuagem com o símbolo de
LUCIAN da e morta na Noite do Despertar, com
a ajuda do próprio Kraven). Com isso,
Lucian nasceu como um escravo dos
seu clã. Por isso ele foi escolhido por Lucian teria um aliado muito mais forte
vampiros, na época em que os lycans a-
Viktor para ser seu representante en- que os anciães e Kraven teria o controle
giam como guardiões diurnos para eles.
quanto ele estivesse dormindo. Além dis- dos vampiros sobreviventes, e então a
Apesar disso ele não os odiava, e se apai-
so, Kraven esta vivo há milhares de anos, guerra poderia finalmente chegar ao fim.
xonou por uma vampira. Para sua infeli-
e sabe de todos os segredos do ancião. Após tantos anos de busca, Lucian fi-
cidade, Sonja era filha de Viktor, que era
Ao contrário do que todos acreditam, nalmente encontrou alguém que seria ca-
contra a união das espécies. Ao saber
e do que dizem os antigos livros de his- paz de resistir à união das espécies: Mi-
que Sonja estava grávida de Lucian, o
tória, Kraven não matou Lucian. Ao in- chael Corvin. Agora ele esta tentando
vampiro puniu Lucian com chicotadas e
vés disso, fez com ele um acordo para to- capturar Michael, mas tem encontrado
o fez assistir a morte de Sonja pelos
mar o controle das mãos dos anciães. Lu- alguns obstáculos.
raios do sol. Naquela noite de lua cheia
cian deu a Kraven sua própria pele para
ele se transformou, atacou Viktor e fu-
que fosse usada como prova de sua mor-
giu com um pequeno medalhão de Son-
te, e depois desapareceu, escondendo-se
no subsolo juntamente com os lycans.
ja como lembrança. MICHAEL CORVIN
Furiosos com a atitude de Viktor os Michael Corvin é o único descenden-
Enquanto isso, Kraven iria esperar até
lycans se rebelaram e se uniram sob a te vivo de Alexander Corvinus, o único
que na Noite do Despertar ele ajudaria
liderança de Lucian para destruir os humano que ainda tem uma cópia perfei-
Lucian a destruir Amelia. Como os ou-
vampiros. A guerra se arrastou por vá- ta e pura do vírus original, que transfor-
tros anciães estavam adormecidos, seria
15
Olho Central Revista on-line Beholder Cego

mou o burocrata no primeiro imortal.


Desta forma, ele torna-se o único capaz
de resistir à união das espécies.
Michael trabalha como estagiário em
um hospital. Tem uma vida um pouco
sedentária, e não tem muitos amigos, a
não ser por aqueles que encontra no pró-
prio hospital. Mesmo assim ele não tem
uma vida social muito ativa. Recentemen-
te ele acabou se envolvendo em um tiro-
teio em meio ao metrô, e desde então sua
vida tem se complicado ainda mais. Mi-
chael não sabe que esta sendo procurado
pelos lycans, e não sabe absolutamente
nada a respeito dos “anjos da noite”.

SELENE
Há muitos anos atrás Selene vivia tentando dominá-la e controlá-la em sua casa. Ele apenas deveria ser des-
com seus pais e suas sobrinhas em um pertado no próximo século, já que agora
velho rancho. Uma noite, alguma coisa é a vez de Marcus reinar. Mas Selene esta
criatura terrível surgiu e começou a ma-
tar os cavalos no estábulo. Pouco depois
VIKTOR disposta a trazê-lo de volta, acreditando
Um dos três anciães, Viktor é, de que somente seu “pai” poderá ajudá-la a
a criatura invadiu sua casa e matou seus solucionar o mistério que ronda Kraven
pais e suas sobrinhas, gêmeas de apenas certa forma, o culpado pela guerra entre
vampiros e lycans. Ele foi capaz de as- e a morte de Lucian
8 anos. Depois disso ela apenas lembra
de ter encontrado Viktor, que teria des- sassinar a própria filha por ela ter se re-
truído os lycans responsáveis pela morte
de sua família. Fraca e entristecida ela se
lacionado com Lucian, há centenas de
anos. Extremamente radical, ele é total- DESFECHO
entregou ao vampiro. Viktor, por sua vez, mente contra a união das espécies. Sua Underworld 2 já esta em produção,
teve pena de Selene e resolveu adotá-la atitude provocou a ira dos lycans e deu e a julgar pelo final do primeiro filme
como sua filha, para substituir a falecida início à guerra. já dá pra imaginar o caminho que ele
Sonja. Assim ela foi transformada em Após a morte de Lucian (ou assim se irá trilhar. Dois anciães estão mortos
vampira. pensava) Viktor decretou que os anciães
(Viktor pelas mãos de Selene e Mi-
Desde então ela vem adiando os ly- deveriam se revezar na liderança dos
vampiros no mundo. Também foi ele chael, e Amelia pelas mãos dos ly-
cans, lutando ao lado de Viktor como cans) e Michael foi transformada em
sua filha. Tornou-se uma guerreira incrí- quem propôs que os vampiros deveriam
se manter longe dos humanos, caçando uma aberração (com o sangue de Lu-
vel, caçadora de lycans. Sua habilidade lo-
go lhe rendeu o posto de líder de sua e- os lycans sem importunar a humanida- cian e Selene). Na sala onde os anci-
quipe. de. Entretanto ele nunca seguiu suas ões dormem, o sangue de um lycan
Selene é rígida e fiel às regras dos próprias regras: ele adorava o sabor da morto escorre pelas frestas do cofre
vampiros: ela é a favor da guerra, pois a- carne humana, e ocasionalmente andava onde esta Marcus e ele, como um
credita que os lycans são bestas assassi- sozinho na noite caçando humanos para descendente de Corvinus, também é
nas que devem ser destruídas. Embora servirem como suas presas. Numa des- capaz de resistir à união das espécies.
ela não seja uma protetora dos direitos tas noites ele assassinou a família de Se- Marcus esta prestes a despertar, não
humanos, também acredita que os vampi- lene, mas não teve coragem de matar a
pelo sangue de um ancião, mas pelo
ros devem deixar os humanos em paz, e garota; ao invés disso ele a adotou como
sua filha (já que, apesar de não sentir sangue de um lycan...
por isso é contra a utilização de seus po-
deres ou mesmo o combate direto entre qualquer arrependimento, sentia falta de “Embora eu não possa prever o futuro, as conse-
as raças em público. Ela se dá muito bem Sonja) e disse à jovem que sua família te- qüências desta noite reverberarão pelas casas das
ria sido assassinada pelos lycans, mortos duas assembléias por muitos anos a fio. Dois vampi-
com Kahn, mas não gosta de Kraven re-
por ele naquela noite. Ou seja, Viktor ros anciães foram mortos. Um por minhas próprias
centemente ela tem tido razões para acre- mãos. Em breve, Marcus assumirá o trono... e uma
ditar que ele esteja escondendo algum se- disse que havia “salvado” Selene de ser
morta pelos lycans, quando na verdade onda de rancor e vingança se espalhará pela noite.
gredo sombrio. Além disso, não gosta do Diferenças serão postas de lado. Votos de lealdade
amor doentio que Kraven sente por ela, ele próprio era o assassino.
serão feitos. E, em breve, serei eu a caçada...”
Atualmente Viktor está adormecido
16
Contos de Bromo Revista on-line Beholder Cego

Por Bruno “BURP” Schlatter

GERAÇÕES
ao terminar a última palavra, o amuleto no chão e sem ter o que fazer, ele apenas aguar-
Montanhas Uivantes,
pedestal começa a brilhar intensamente. da enquanto o lich se aproxima.
ano 1401 do Calendá- Uma forma fantasmagórica sai de dentro Idiota. Acha mesmo que eu seria estúpido
rio Élfico. dele e se desmancha no ar, emitindo um gri- bastante para guardar o amuleto comigo, ainda mais
to ensurdecedor que pôde ser ouvido a qui- sabendo que viria atrás de mim?
Estava bastante frio. "Sempre é assim
lômetros de distância. Estava terminado. Ria enquanto pode, lich. Neste exato instan-
nas Uivantes", pensava Gregor Toriam V,
A caverna então começa a desmoronar, te, o velho Bardolph está cuidando para que meu fi-
o guerreiro que procurava a entrada para
e Gregor corre a procura de uma saída lho saiba exatamente o que deve fazer para destruí-
uma caverna natural na enconsta de uma
apenas para ver que o local por onde entrou lo. Em pouco tempo, Arton estará livre de sua pre-
das montanhas locais. Levara décadas
já havia sido bloqueado. Conformado, senta- sença!
para que seu pai descobrisse como aca-
se no chão e espera pelo fim. Não tivera Pois que ele venha atrás de mim. Acabarei
bar definitivamente com Victor Gorgia, o
tempo até então de constituir uma família, com ele da mesma forma que acabo com você agora, e
lich que gerações inteiras da sua família
mas pelo menos sua missão secular estava que acabei com o seu pai antes de você, e com o pai
falharam em destruir, e agora ele final-
cumprida. Sua linhagem acabava junto com dele antes dele. com a mão estendida, o lich
mente se aproximava do local onde o a-
seu grande inimigo. começa a preparar o feitiço que ceifará seu i-
muleto com a alma do inimigo estava
nimigo.
guardado. Não foi difícil encontrar o lu-
Está em suas mãos agora, filho. o ve-
gar, apenas seguindo as histórias de fan-
lho guerreiro fecha os olhos, esperando pelo
tasmas e mortos-vivos que normalmente
seu destino. Seus últimos pensamentos estão
não são comuns na região. Restava ape-
nas encontrar a maldita entrada para a
caverna.
“Finalmente, em Valkaria, onde um jovem garoto, sob a
tutela de um velho mago, recebe a notícia de
que seu pai acabara de ser morto por um an-
Subitamente, dois esqueletos de mamute
são magicamente animados e preparam-se
para atacá-lo. O tamanho dos animais podia
depois de 200 tigo inimigo da família.

assustar a alguns jovens inexperientes, mas


certamente não a Gregor, filho de um dos
maiores guerreiros que o Reinado já conhe-
anos, Valkaria, capital
ceu. Manejando habilmente a espada mágica
que pertenceu a seu bisavô, ele acerta dois
golpes certeiros nos membros de cada um
o tormento da de Deheon, 1310 CE.
Sem dúvida é uma cidade impressionante esta
dos adversários, incapacitando os seus movi-
mentos, e logo termina o combate.
Este era o sinal que o jovem procurava.
minha família Valkaria construída pelos exilados. Aliás, como é
seu nome mesmo?
Bardolph.
Apenas mais alguns metros, e um gigantesco
buraco nas montanhas anunciava a entrada
para o esconderijo final do seu nêmesis. To-
chega ao fim” Bardolph, isso. Sou Gregor Toriam III, mui-
to prazer. Tenho certeza que esta cidade em algumas
décadas será o centro do mundo, muito maior do que
mando cuidado para evitar possíveis armadi- qualquer das cidades do sul. Não me surpreende que
lhas, Gregor adentra o local, e logo encontra ele tenha vindo para cá.
um pedestal de gelo onde repousava um a- Perdoe-me se parecer rude... Mas porque está
muleto brilhante. a procura de aventureiros para ir atrás desse tal lich?
Finalmente, depois 200 anos, o tormento da Parece-me algo arriscado demais para se fazer e abdi-
minha família chega ao fim. Pela justiça de Khalmyr, car de todo tesouro que encontrarmos.
eu o esconjuro deste mundo, ser vil! e desfere
Arredores de Go-
*Suspiro* Está vendo esta espada? Foi forja-
um golpe com toda sua força no amuleto, e- rendill, Deheon, da pelos melhores ferreiros de Lamnor, o continente
coando por toda caverna e possivelmente a- ao sul daqui, e encantada pelos maiores magos de
lém dela.
1376 CE.
Lenórienn, o reino élfico. Seu simples toque em um
Nada. Nem um arranhão sequer. Por pouco as pedras do desmoronamento morto-vivo queima e arde como poucas coisas são ca-
Gregor apenas ri. Puxa de sua pequena não atingem em cheio o velho Gregor To- pazes de fazer a estas criaturas. Ela pertenceu ao
sacola um pergaminho preparado por Bar- riam IV. No entanto, sua capacidade física meu pai.
dolph, um velho mago que acompanhou seu não é a mesma aos 70 anos que fora quando Seu pai?
pai e seu avô na sua caçada ao lich, e começa tinha 20, e ele não consegue evitar que o Sim. E nem ela impediu que ele fosse morto
recitar suas palavras: desmoronamento causado pelo próximo nas mãos desse lich que iremos caçar.
Eltov A Amrof Edlimuh Euq Ecerem! feitiço acerte a sua perna direita. Caído no Vingança, então?
17
Contos de Bromo Revista on-line Beholder Cego

Mais do que isso. É uma missão de família. Duas crianças estão sentadas na beira da estrada, conversando.
O pai do meu pai já havia jurado destruí-lo, 100 ... e é por isso que, quando eu crescer, eu quero ser um lich!
anos atrás. Mas Victor, se você for um lich e eu for um paladino, eu vou ter que te matar! A gente não
Entendo. E por isso você abre mão de qual- vai mais poder ser amigo!
quer tesouro que encontrarmos com ele? Burro! Não ouviu o que eu disse? Liches vivem pra sempre! Se você me matar, eu volto de-
Exatamente. Estou chegando na cidade ago- novo depois!
ra, depois de uma viagem de vinte anos desde que
Mas então o meu filho vai ter que te matar! E o filho dele também!
parti da minha cidade natal em Cobar atrás do mal-
dito, e não possuo no momento condições de contratar Mas...
aventureiros. E também sei que certamente ninguém Victor! Está ficando tarde! Venha pra dentro!
se arriscaria a enfrentar um lich sem ter ao menos Ah, mãe...
uma boa recompensa como garantia. Ninguém seria Vamos, filho. Tenho certeza que a Sra. Toriam deve estar preocupada com o Gregor tam-
tão idiota. bém!
Até amanhã, Gregor!
Até amanhã!
Tallba, pequeno vi-
larejo de Cobar,
1276 CE.
Idiota!! Você possui alguma idéia do que aca-
bou de fazer?
Sim, Victor! Estou vingando a morte de meu
pai! Gregor Toriam II mal consegue falar
enquanto se debate no ar, preso pelo podero-
so feitiço de seu inimigo.
Mas ela não tinha qualquer coisa a ver com
isso! Era apenas uma jovem que queria aprender
magia! Talvez, se demonstrasse talento suficiente, eu
pudesse transformá-la em uma lich, para comparti-
lhar comigo a eternidade!
E aumentar ainda mais essa praga de mor-
tos-vivos que a sua magia trouxe ao mundo? Agora
fico mais contente de tê-la matado!
Cale-se!! em um ímpeto de fúria, o
lich atira o guerreiro violentamente contra a
parede.
Pois então mate-me! Mesmo que faça isso,
meu filho irá atrás de você! E o filho dele também!
E se você eternamente caminhar por Arton, o clã dos
Toriam eternamente o estará caçando! Seremos a sua
sina para toda eternidade!
Pois então eu matarei o seu filho! E o filho
dele também! E assim será eternamente, ou até que o
último dos Toriam encontre seu fim! com um
simples gesto, o corpo do guerreiro é explo-
dido. O braço com a espada voa até um pe-
queno armário, de onde uma jovem criança
trêmula ouvia a tudo o que acontecia do lado
de fora, ao mesmo tempo em que o lich, ten-
do sua raiva descarregada, calmamente se di-
rigia para fora da propriedade. Eternamen-
te... murmurava para si, caminhando pela
estrada de terra.

Tallba, Cobar, 1190


CE.

18
Visão do Futuro Revista on-line Beholder Cego

Por Maury “Shi Dark” Abreu

Cyber
Elves
Visão do Futuro Revista on-line Beholder Cego

AS

FADINHAS
CIBERNÉTICAS DE

MEGAMEN ZERO
E
Em suas três primeiras edições a BC corrompeu, transformando-a em uma uma certa quantidade de cristais de ener-
trouxe a seus leitores adaptações das criatura maligna a seu serviço. A partir gia para crescer e se desenvolver (quanto
três primeiras partes da série Megaman de então ela passou a ser conhecida co- mais poderosa a habilidade do cyber-elf,
Zero, a mais recente fase de Megaman, mo Dark Elf. Após uma longa batalha, maior a necessidade de cristais de ener-
com regras para 3D&T. Para relem- Megaman X e Zero derrotaram o Dr. gia).
brar nossos primórdios (e atendendo Weil e o exilaram para o espaço, enquan- Satelite Elves e Fusion Elves: Após
a pedidos) voltamos a abordar o tema to a Dark Elf (que não podia ser destru- numerosas pesquisas a Resistência desco-
na nova fase da revista Beholder Cego. ída) foi aprisionada em uma árvore sa- briu sobre a existência de dois tipos bási-
Cyber-elves (o plural de cyber-elf) se grada, localizada no centro de Neo Arca- cos de elves: os Satelite Elves e os Fusion
parecem com pequenas fadas, mas são dia. Zero desapareceu, X criou seus Elves. Os satélites são elves que podem
programas de computador conscientes. Guardiões e usou seu próprio corpo pa- ser utilizados sem precisarem ser sacrifi-
Medem poucos centímetros de altura e ra selar a Dark Elf, deixando Neo Arca- cados, enquanto os de fusão são aqueles
emitem um brilho característico. Cada dia sob a vigilância dos Guardiões. cujas habilidades apenas se manifestam
um tem suas próprias habilidades únicas: Esta época, que compreende os mo- quando ele é sacrificado. Cada persona-
alguns podem recuperar uma pequena mentos finais das Guerras Maverick até gem pode utiliza no máximo dois satelite
fração dos danos de um personagem, a prisão da Dark Elf, ficou conhecida elves, mas pode usar uma quantidade ili-
outros oferecem proteção extra, entre como as Guerras Elf. mitada de fusion elves. A descrição a se-
tantos outros. Os mais raros podem até guir menciona se são elves de satélite (S)
aumentar alguma Característica do usuá- CYBER-ELVES ou de fusão (F).
rio, ou até mesmo lhe fornecer alguma De maneira geral, todos os elves são el-
Vantagem.
EM REGRAS ves de fusão, mas alguns podem ser evo-
Entretanto, para usar a habilidade de Cyber-elves seguem as regras de luídos ao estado de elves de satélite pelo
um cyber-elf é necessário sacrificá-lo. Construtos, e cada um tem em média as uso de cristais de energia. Alguns elves
Embora sejam apenas programas de seguintes estatísticas: F0-1, H4-6, R0-1, (como greenurse) nunca podem ser evo-
computador, eles são conscientes como A0, PdF0-1, Levitação e Modelo Espe- luídos para a versão satelite, apenas em
os e Reploids, e tem sentimentos. Muitos cial. Além disso, cada cyber-elf tem uma versão fusion. Outros mais raros (como
acabam se tornando grandes amigos da- habilidade especial única. Nas edições blueknight) sempre são do tipo satélite.
queles que acompanham. anteriores da BC os cyber-elves foram
Diz-se que os cyber-elves foram cria- descritos apenas brevemente. A seguir
dos e utilizados no final das Guerras Ma- você terá uma descrição mais completa BLUENURSE 1
verick (eventos estes mostrados na série sobre vários tipos de cyber-elves encon- (F, S)
Megaman X). Neste época teria sido cria- trados em Megaman Zero. Os nomes dos
Quando é sacrificado, este cyber-elf
da (por algum cientista desconhecido) a cyber-elves são genéricos, mas abaixo
fica voando ao redor do usuário para pro-
Mother Elf, o mais poderoso cyber-elf, estão alguns exemplos de nomes que a-
tegê-lo. Toda vez que o cyber-elf sofrer
que tinha por objetivo recuperar os pro- parecem nos jogos.
dano por PdF esse dano é convertido em
gramas danificados dos Mavericks, liber- Cyber-elves jovens: Muitos cyber-
PVs recuperados para o usuário. Atacar o
tando-os do Sigma Virus para que voltas- elves ainda são crianças quando são en-
usuário (com PdF) impõem um redutor
sem ao normal. Quando tudo parecia es- contrados, e precisam crescer antes de
de H-3. Sempre que o ataque falhar o u-
tar indo bem um novo vilão surge: Dr. serem capazes de usar suas habilidades
suário do cyber-elf recupera 1 PV para
Weil, que amaldiçoou a Mother Elf e a especiais. Nestes casos, ele deve receber
cada ponto de PdF utilizado no ataque.
20
Visão do Futuro Revista on-line Beholder Cego

Ataques com Força não são afetados. REDNURSE 1 e então morre. Na versão fusion, esta cy-
Nomes: Ishilar, Mailla, Mikilar, Miulla, (F) ber-elf lança itens de recuperação a cada
Motolar, Muelar, Remilar, Rohealar, Tie- 1d, mas por outro lado não chega a mor-
lar, Tomilar. Quando este cyber-elf é sacrificado rer.
o usuário é regenerado e pode recuperar Nomes: Culoppe, Meloppe, Miloppe,
1d de seus Pontos de Vida. Reloppe, Sloppe.
Nomes: Areff,
Beriff, Bireff,
Curiff, Cyliff, NURSE
Dereff, Fureff, (F, S)
Gireff,
Greff, Este cyber-elf começa criança e preci-
Hareff, I- sa se desenvolver antes de usar sua habili-
reff, Ke- dade. Quando é utilizado este cyber-elf
reff, Lu- oferece a seu usuário os benefícios da
riff, Mu- Vantagem PVs Extras.
reff, Nureff, Nomes: Martina, Winkie
Oreff, Pireff,
Rireff, Sireff, BEE
(F, S)
Este cyber-elf fica ao redor do usuá-
rio, lhe fornecendo cobertura e atacando
com disparos de energia. Ele tem em mé-
dia H4-6 e PdF1-2. Depois de algum
tempo (5d turnos) o cyber-elf é desativa-
do e morre.
Nomes: Beebite, Beedle, Beefire, Beefi-
ve, Beehoney, Beehitt, Beelanch, Beellet,
Beenet, Beenipe, Beeshot, Beestin, Bee-
Bluenurse 2, Nurse, Rednurse 2, sus, Beesult, Beetack, Beevoize.
Bluenurse 1, Goldnurse, Rednurse 1 e Greenurse
BLOWFISH
Suriff, Tiriff, Yuriff, Wiliff.
BLUENURSE 2 (F)
(F) REDNURSE 2 Sacrifique este cyber-elf para fazê-lo
Este cyber-elf começa criança e pre- (F, S) explodir em uma colisão contra seus ini-
cisa se desenvolver antes de usar sua ha- migos. A explosão provoca 3d de dano
bilidade. Quando é sacrificado, este cy- Este cyber-elf começa criança e pre- contra o alvo, sem direito a nenhuma
ber-elf oferece ao usuário a Vantagem cisa se desenvolver antes de usar sua ha- proteção.
Energia Extra 2. bilidade. Quando ele é utilizado o usuá- Nomes: Bomblow, Bomgrow, Bompa,
Nomes: Artan, Estan, Hapitan, Lubtan,
Nomes rio recebe +3 PVs permanentemente, Bomphew, Bompu, Bomserow, Bonga,
Nebitan, Nutan, Peatan, Zictan. independente de sua Resistência. Bongu.
Nomes: Elphy, Euppie, Fuppie, Lip-
GRENURSE pie, Mappie, Milvy, Mippie, Nuppie, Re-
ppie, Rilphy, Sylphy, Yeppie. METAL
(F)
(F)
Quando este cyber-elf é sacrificado o GOLDNURSE
Sacrifique este cyber-elf para fazer
usuário é regenerado e pode recuperar (F, S) com que todos os seus inimigos num
todos os seus Pontos de Vida. Funciona
apenas com Construtos. Quando é ativado este cyber-elf fica raio de 10m sejam transformados em
Nomes
Nomes: Ajiq, Dobuq, Keick, Matiq, voando por cima do personagem, de um metalheads (F0, H1-2, R0-1, A4, PdF0-1).
Mitick, Miyaq, Morick, Mulaq, Parick, lado para o outro, arremessando um Todos os alvos tem direito a um teste de
Snoq item de recuperação menor a cada turno. R-1 para evitar a transformação. Persona-
A cyber-elf fica ativa por 2d+1 turnos, gens feitos com 10 pontos ou mais não
21
Visão do Futuro Revista on-line Beholder Cego

são afetados.
Nomes: M-orapp, M-orell, M-orekka,
M-oreno, M-oria, M-orina, M-orolli, M-
orossa, M-orque, Metella, Meterom, Me-
toras, Metorika, Metorph.

WATCH
(F)
Este cyber-elf começa criança e pre-
cisa se desenvolver antes de usar sua ha-
bilidade. Quando é sacrificado, este cy-
ber-elf oferece ao usuário a Vantagem Bee, Metal, Watch, Bird, Blueknight, Tresure, Blowfish e Otter
Energia Extra 2.
Nomes: Artan, Estan, Hapitan, Lubtan,
Nomes obtidos na tabela de Tesouros encontra-
Nebitan, Nutan, Peatan, Zictan. BLUEKNIGHT da na página 139 do Manual 3D&T Tur-
(S) binado).
Nomes: Byse, Dable.
BIRD Este cyber-elf existe em vários tipos.
(F, S) Cada um oferece ao usuário uma mano-
bra diferente, útil em combate (como LEOPARD
Quando é ativado este cyber-elf fica um ataque giratório, maior cadência de
voando ao redor do usuário, mas não se tiro, manobras com espada, etc). O efei-
(F, S)
envolve em combate. Caso o usuário ve- to da manobra é sempre FA+1, com Este cyber-elf começa criança e preci-
nha a cair de uma altura muito alta (ou, Força ou PdF (apenas um deles, deter- sa se desenvolver antes de usar sua habili-
se o Mestre permitir, quando for cair em minado pelo cyber-elf) mas não conso- dade. Quando é sacrificado este cyber-elf
algum terreno danificado) ele pode carre- me PMs para ser utilizada. Alguns blue- oferece a seu usuário os benefícios da
gar o personagem por algum tempo (co- knights mais raros (que precisam crescer Vantagem Aceleração (se o usuário já a
mo se tivesse F6) para levá-lo a um lugar pelo uso de cristais de energia) podem tem, recebe H+1, mas apenas para deter-
seguro. Pouco depois disso ele morre de- oferecer manobras mais fortes (FA+2). minar sua velocidade).
vido ao esforço físico. Nomes: Cottus, Enethas, Ilethas, Lize- Nomes: Balette, Jettah, Turbo.
Nomes: Biraero, Biraid, Bircarry, Bir- tus, Malthas, Shuthas.
dian, Birflow, Birfly, Birhang, Birhelp,
Birleaf, Birrair, Birsky, Birtack, Birtross, TURTLE
Birwin. TRESURE
(F, S)
(S)
Este cyber-elf começa criança e preci-
OTTER Sacrifique este cyber-elf para fazer sa se desenvolver antes de usar sua habili-
(F, S) com que todos os seus inimigos deixem dade. Este cyber-elf oferece a seu usuário
algum item ao serem destruídos (o Mes- uma grande proteção extra. Em regras,
Quando é ativado este cyber-elf fica tre deve sempre somar 4 ao resultado ele oferece um bônus de FD+3.
voando ao redor do usuário. Quando um do tabela de Tesouros encontrada na pá- Nomes: Shelter.
inimigo se aproxima a 1m ou menos ele gina 139 do Manual 3D&T Turbinado).
corre em sua direção e o mantêm parali- Nomes: Dylphina, Itecle, Itemass, Ite-
sado durante 1d turnos. O alvo tem direi- meter, Itemon, Iterex, Iteroth, Itettle, I-
to a um teste de R-1 para evitar, caso tepon, Iteron.
SLIME
contrário ficará imóvel até que ele ou o (F, S)
cyber-elf sejam destruídos. O cyber-elf
não pode paralisar mais de um alvo, mas
TRESURE 2 Este cyber-elf começa criança e precisa
pode abandonar um para atacar outro. (F, S) se desenvolver antes de usar sua habilida-
Depois de ativado, ele morre 3d turnos de. Quando é sacrificado, este cyber-elf
Este cyber-elf começa criança e pre- oferece uma resistência superior ao usuá-
depois.
cisa se desenvolver antes de usar sua ha- rio, que passa a ser capaz de resistir a ter-
Nomes: Pitapah, Pitapuh, Stickah, Sti-
bilidade. Quando é sacrificado, ele faz renos danificados (como espinhos e lava).
cken, Sticker, Stickie, Stickle, Stickoh, Sti-
com que todos os itens deixados pelos O usuário recebe Armadura Extra con-
ckon, Stickoo.
inimigos do usuário sejam dobrados, du- tra terrenos danificados durante 4d+3
rante 4d+3 turnos. Dobre os resultados turnos.
22
Visão do Futuro Revista on-line Beholder Cego

KNIGHT HAMMER
(F) (F)

Este cyber-elf começa criança e precisa se desenvolver Este cyber-elf começa criança e precisa se desenvolver
antes de usar sua habilidade. Quando é sacrificado, ele antes de usar sua habilidade. Quando é sacrificado, um
provoca 5d pontos de dano a todos os inimigos num raio cyber-elf desse tipo faz com que um dos adversários do
de 10m, sem direito a nenhuma defesa e ignorando coisas usuário (escolhido por ele) tenha seus Pontos de Vida re-
como Armadura Extra (mas não Invulnerabilidade). Os duzidos pela metade (sem afetar sua Resistência). O alvo
alvos tem direito a um teste de R-2 para evitar o efeito. tem direito a um teste de R-3 para negar o efeito, mas
Nomes: Kynite, Lanite, Menite, Surnite, Tenite. mesmo assim sofrerá dano equivalente a um terço de seus
PVs.
Nomes: Hafmardo, Hanmarbo, Hanmarga, Hanmarji.

Turtle, Knight, Hammer, Leopard e Slime

23
SHINOBI
Revista on-line Beholder Cego
Ação Aleatória

os ninjas sombrios Por Maury “Shi Dark” Abreu

Um ninja é um espião e assassino.


Um shinobi parece algo similar,
mas muito mais perigoso.
Além dos talentos de ninjas um shinobi
também tem poderes mágicos que o tornam
ainda mais perigoso.
Shinobis geralmente tem o corpo todo
tatuado, representando as entidades
que abrigam sua alma - pois este ser
vendeu sua alma a um ser maligno
de grande poder, como um dragão,
gênio ou demônio.
Os shinobi combinam habilidades
arcanas e ladinas, portanto todos
aqueles que pretendem seguir
este caminho devem combinar
estas habilidades.
Assim, os ladinos/magos ou
ladinos/feiticeiros são os mais comuns a
seguirem esta carreira.
Ação Aleatória Revista on-line Beholder Cego

Sistema D20 Características da Classe:


Todas as características a seguir per-
tencem a esta classe:
Usar Armas e Armaduras: Um shi-
às magias do shinobi é igual a 10+ seu
modificador de Carisma + o nível da ma-
gia.
Ataque Furtivo: Se um shinobi pu-
Pré-Requisitos:
nobi sabe usar apenas armas orientais: der atingir um alvo incapaz de se defen-
Para se tornar um shinobi, o persona-
adaga sai, ninja-to, bestas, dardos, daikyu der adequadamente, ele pode acertar um
gem deve preencher todos os seguintes
(arco), wakizashi, shurikens, kama, nun- órgão vital para causar mais dano. Em
critérios:
chaku, siangham (incluindo as versões geral um ataque furtivo pode ser realiza-
Tendência: Qualquer Maligna.
de halflings) e kukri. Estas armas são do sempre que a vítima não tiver direito
Perícias: Disfarce (4 ou mais gradua-
descritas no Livro dos Monstros, no Livro a seu modificador de Destreza na CA ou
ções), Esconder-se (6 ou mais gradua-
do Mestre ou em suplementos (como A- quando estiver sendo flanqueada. Caso
ções), Furtividade (6 ou mais gradua-
venturas Orientais ou Guia de Armas Medie- acerte o ataque, o shinobi causará +1d6
ções).
vais 3ª Edição). Não sabem usar armadu- de dano no 1° nível, que aumenta em
Especial: Deve ter tido contato com
ras nem escudos de qualquer tipo mes- +1d6 a cada dois níveis subseqüentes.
uma entidade extra-planar ou outra cria-
mo porque isso dificulta o uso de suas
tura poderosa (como um dragão), que lhe
magias.
conferiu suas habilidades de shinobi.
Magias: Um shinobi conjura magias
de natureza arcana. O shinobi conhece
Perícias de Classe:
automaticamente todas as magias possí-
As perícias de classe de um shinobi
vel a seu nível. Como o feiticeiro, ele
(e a habilidade-chave de cada perícia) são:
não precisa decidir com antecedência
Abrir Fechaduras (Des), Acrobacia (Des),
quais as magias irá preparar, ele as esco-
Arte da Fuga (Des), Blefar (Car), Con-
lhe no momento que vai usá-las, limita-
centração (Cons), Conhecimento (arca-
do apenas pela quantidade de magias
no) (Int), Decifrar Escrita (Int), Disfarces
por dia daquele nível, de acordo com
(Car), Equilíbrio (Des), Escalar (For),
seu nível como shinobi. Ele também
Esconder-se (Des), Espionar (Int), Furti-
pode escolher lançar uma magia de ní-
vidade (Des), Identificar Magia (Int), In-
vel mais baixo no espaço de uma magia
timidar (Car), Leitura Labial (Int), Men-
de nível mais alto, mas não o oposto.
sagens Secretas (Sab), Obter Informa-
Para ser capaz de conjurar magias um
ções (Car), Ofícios (Int), Ofícios (alqui-
shinobi deve ter uma pontuação em
mia) (Int), Operar Mecanismos (Int), Ou-
Carisma igual ou superior a 10+ o nível
vir (Sab), Procurar (Sab), Profissão (Sab),
da magia. Suas magias adicionais são de-
Punga (Des), Saltar (For), Sentir Motiva-
terminadas por seu valor de Carisma e
ção (Sab), Usar Cordas (Des).
sempre que ele recebe 0 magias de certo
Pontos de Perícia a cada nível:
nível, receberá apenas suas magias adici-
8+ modificador de. Inteligência.
onais (se houverem). A CD para resistir

Tabela: O Shinobi em D&D DV Magias por Dia


Nível BBA For Ref Von Especial d6 1° 2° 3° 4°
1° +0 +0 +2 +0 Ataque Furtivo +1d6 0 - - -
2° +1 +0 +3 +0 Evasão 1 - - -
3° +2 +1 +3 +1 Ataque Furtivo +2d6 1 0 - -
4° +3 +1 +4 +1 Esquiva Sobrenatural (bonus de Des na CA) e 1 1 - -
Proteção Sombria +2
5° +3 +1 +4 +1 Ataque Furtivo +3d6 1 1 0 -
6° +4 +2 +5 +2 - 1 1 1 -
7° +5 +2 +5 +2 Esquiva Sobrenatural (não pode ser flanqueado e 2 1 1 -
Ataque Furtivo +4d6
8° +6 +2 +6 +2 Proteção Sombria +4 2 1 1 1
9° +6 +3 +6 +3 Ataque Furtivo +5d6 2 2 1 -
10° +7 +3 +7 +3 Evasão Aprimorada 2 2 2 1
25
Ação Aleatória Revista on-line Beholder Cego

Em caso de um sucesso decisivo, o ata- do impossível ressucitá-lo a não ser por ga sai (adaga), ninja-to (espada longa),
que furtivo não é multiplicado. Um ata- magias poderosas, como desejo restrito ou bestas, daikyu (arcos) e wakizashi (espa-
que à distância apenas pode ser conside- outras melhores. da curta). Não sabem usar nenhuma ar-
rado furtivo quando realizado a no má- Lista de Magias do Shinobi: madura ou escudo.
ximo 9 metros. Criaturas imunes a suces- O shinobi escolhe suas magias da se- Talentos Adicionais: O shinobi re-
sos decisivos, ou que não tenham anato- guinte lista: cebe os Talentos Adicionais descritos na
mia aparente, também são imunes a um 1° nível: detectar magia, imagem silencio- Tabela: O Shinobi em 1ªA, de acordo com
ataque furtivo. sa, mãos mágicas. seu nível. Ele não pode escolher estes
Evasão: O shinobi adquire a habili- 2° nível: cegueira, imagem menor, nublar, Talentos, ele os recebe automaticamente.
dade de evasão no 2° nível. Sempre que invisibilidade, levitação, ver o invisível, visão no Código de Honra: O shinobi deve
ele precisar realizar um teste de resistên- escuro. seguir o Código de Honra descrito ante-
cia de Reflexos para reduzir um dano à 3° nível: clariaudiência/clarividência, riormente.
metade, ele não sofrerá nenhum dano em deslocamento, imagem maior. Lançar Magias: Shinobi tem suas
caso de sucesso ou dano normal em caso 4° nível: evocação de sombras, invisibili- magias baseadas em Carisma (como os
de fracasso. Esta habilidade extraordiná- dade aprimorada, observação, olho arcano. feiticeiros) recebendo magias adicionais

Primeira
ria funciona apenas quando o shinobi es- por valores altos em Carisma. Os shinobi
tiver sem armadura ou com uma armadu- não podem aprender novas magias, mas
ra leve. por outro lado conhecem automatica-
Esquiva Sobrenatural: A partir do
4° nível um shinobi poderá manter seu
modificador de Destreza na CA mesmo
quando for surpreendido ou atacado por
Aventura
Embora seja uma classe de prestígio
mente todas as magias da seguinte lista:
nível 0: detectar magia, mãos mágicas.
1° nível: causar medo, imagem silenciosa.
2° nível: imagem menor, invisibilidade, ver
inimigos invisíveis (mas ainda perderá o mais específica do D&D, o shinobi o invisível.
modificador se estiver imobilizado). No também pode ser utilizado em Primeira
7° nível ele não poderá mais ser flanque- Aventura. Esta é uma classe especial, que
ado, e não poderá receber ataques furti- apenas pode ser adquirida por persona-
vos, a menos que seu adversário seja de gens mais experientes (a cima do 1° ní-
quatro ou mais níveis superior a ele. vel) e que possam satisfazer certos pré-
Proteção Sombria: A partir do 4° requisitos (os mesmos descritos ante-
nível o shinobi passa a receber uma aura riormente). Personagens que não satis-
de proteção que lhe permite receber +2 façam tais pré-requisitos não podem se-
de bônus de reflexão em sua CA. No 8° lecionar esta classe.
nível este bônus aumenta para +4. Entre- Dado de Vida: d6. O shinobi ganha
tanto estes bônus apenas funcionarão se 1d6 (+ modificador de Cons) Pontos de
o shinobi estiver sem armadura. Vida por nível.
Evasão Aprimorada: No 10° nível o Bônus de Resistência: Bom para
shinobi adquire evasão aprimorada. Fun- Reflexos e fraco para Fortitude e Von-
ciona da mesma forma que a evasão, en- tade (o jogador NÃO escolhe seus tes-
tretanto mesmo que ele fracasse no teste tes de resistência).
de resistência ainda sofrerá apenas meta- Perícias de Classe: Escolha 12 en-
de do dano. tre as perícias descritas anteriormente.
Código de Honra: Um shinobi ja- Pontos de Perícia: 6+ modificador de Inte-
mais se permite ser capturado vivo. Caso ligência.
ele seja derrotado ou capturado irá se Usar Armas e Armaduras: O shi-
desfazer em uma fumaça negra e seu cor- nobi sabe usar uma arma de origem
po será imediatamente consumido, sen- oriental, escolhida da seguinte lista: ada-

Tabela: O Shinobi em Primeira Aventura DV Magias por Dia


Nível BBA For Ref Von Especial d6 0° 1° 2°
1° +0 +0 +2 +0 Ataque Furtivo 2 - -
2° +1 +0 +3 +0 Evasão 2 - -
3° +2 +1 +3 +1 - 2 1 -
4° +3 +1 +4 +1 Esquiva Sobrenatural 3 1 -
5° +3 +1 +4 +1 - 3 2 1
26
- Mais de 1.300 títulos diferentes

- Linha completa de RPGs em português


(Comicstore, Daemon, Devir, Dragão Brasil,
Jambô, Mantícora, Mitsukai, Nexus, Talismã, Viu)

- RPGs Importados
(sob encomenda)

- Todos os títulos de Mangás


(Complete a sua coleção!)
www.lojaderpg.com.br
- HQs

- Livros de RPG raros e usados

- Ótima localização
(ao lado do metrô Vila Mariana)

- Estacionamento no local

- Atendimento Especializado

- Descontos em todos os produtos

- Enviamos para todo o Brasil

Rua Bartolomeu de Gusmão, 337


Vila Mariana - São Paulo - SP
Seg. a Sex. das 10h às 18h
Tel. 5539-1122 BEHOLDER
BEHOLDERVIRTUAL
Construa guerreiros, magos
e outros heróis para formar equipes,
explorar masmorras e
PRIMEIRA AVENTURA
conquistar tesouros! o sistema de RPG
mas famoso do mundo
ao seu alcance!

PORR ADA!
Dos mesmos autores
de Tormenta, Holy Avenger,
D20 Saga e outors sucessos do RPG nacional,
DRAGONSLAYER traz todos os meses
o melhor material de campanha
para seus jogos de aventura!

JÁ NAS BANCAS E LIVRARIAS!


ou pelo e-mail: editora@manticora.com.br